Docstoc

PROJECTO CURRICULAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVANCA

Document Sample
PROJECTO CURRICULAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVANCA Powered By Docstoc
					PROJECTO CURRICULAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVANCA




                        Pré-Escolar:
                        Água-Levada
                        Bandeira
                        Congosta
                        Mato




                         Escola
                        lugar de
                        melhoria
                        contínua




    1.º CEB:
    Água-Levada
    Bandeira                                2.º e 3.º CEB:
    Congosta                                Escola Sede
    Mato




                                       Ano lectivo de 2007/2008

                                                              1
1. Introdução

       O projecto curricular de uma escola é o instrumento fundamental de ligação entre o
Currículo Nacional e as opções do projecto educativo, de acordo com a legislação vigente,
com a autonomia da escola/agrupamento e com a sua realidade específica. Sendo o
projecto curricular de escola também um instrumento de gestão pedagógica, deve assumir-
se como um currículo específico da realidade escolar que o concebeu mas delimitado pelo
Currículo Nacional. Deve ser gerador de uma cultura de reflexão e análise dos processos de
ensinar e aprender, do trabalho cooperativo implementando a prática da avaliação em todas
as dimensões.
       Todos têm direito ao ensino com garantia do direito à igualdade de oportunidades de
acesso e êxito escolar, (nº1 do art.º 74, capítulo III da Constituição Portuguesa). Assim os
alunos com dificuldades de aprendizagem estão abrangidos por medidas consagradas no
Dec-Lei n.º 319/91, de 23 de Outubro, que visam a promoção do sucesso de cada um
destes alunos.
       As principais orientações e disposições relativas à avaliação da aprendizagem no
ensino Básico estão prescritas na legislação em vigor
       O projecto curricular deste agrupamento terá de dar resposta a todos os envolvidos
no processo ensino-aprendizagem, e se não há escola sem alunos também ainda não foi
inventada a escola sem professores. Pensar em qualquer de um destes grupos de forma
isolada é esquecer que sem bem estar das partes envolvidas pouco se conseguirá num
processo que se quer dinâmico, de construção de um futuro melhor e este passa
necessariamente por uma melhor educação e cultura.

2. O Agrupamento

     2.1 – População Escolar (número de alunos por estabelecimento de ensino)

                              Água                Bandeira      Congosta   Mato     Total
                              Levada
Pré-escolar                                            18           22         25         65
                                Encerrado




                1º ano                                  9           14         46         69
                2º ano                                 10           24         53         87
1ºCEB           3º ano                                  7           16         37         60
                4º ano                                  8           21         41         70
                5º ano                                                               89
2ºCEB
                6º ano                                                               79
                7º ano                                                               71
3º CEB
                8º ano                                                               68
                9º ano                                                               74
                                                                           Total          732

     2.2 – Recursos Humanos

Professores     Água Levada                 Bandeira         Congosta      Mato     Total
Pré-escolar                                 1                1              1        3
1º CEB          Encerrado                   2                4              9       15
Total                                       3                5             10       18




                                                                                                2
                               2º ciclo                                                                             3º ciclo

Grupo                                                 Nº de                         Grupo                         Nº de
                                                      professores                                                 professores
200 Port. /Est. Sociais                                     3                       300 Português                       4
210 Portug. /Francês                                        1                       320 Francês                         3
220 Português/Inglês                                        3                       330 Inglês                          2
230 Matemát./C. Nat                                         6                       400 História                        2
240 Educação Visual                                         7                       420 Geografia                       2
250 E Musical                                               2                       520 Biolog./Geologia                3
260 E. Física                                               2                       500 Matemática                      4
290 EMRC                                                    1                       510 Física e Química                3
Total                                                       25                      600Art. Visuais                     2
                                                                                    530 Ed. Tecnológica                 1
Apoios educativos                                                                   620 E. Física                       2
1º ciclo        4                                                                   550 Informática                     1
2º e 3º ciclos  2                                                                   Total                               29

                                                          Escola                      Bandeira        Congosta          Mato
Pessoal não docente                                       2º e
                                                          3º Ciclos
Serviços administrativos                                                                     7
Auxiliares    da       acção
                             19                                                       2               2                 4
educativa
Cantina                      Concessionada
Guarda nocturno              1


3. Organização Escolar

                               3.1 – Desenho Curricular


                                                    Desenho curricular da educação pré-escolar
   FORMAÇÃO PARA A CIDADANIA




                                             Área de Formação Pessoal e Social

                                             Área de Conhecimento do Mundo

                                                                                              Motora
                                                Áreas de                                      Dramática
                                                                DOMÍNIO




                                              Expressão e                 Expressões          Plástica
                                              Comunicação
                                                                                              Musical
                                                                          Linguagem Oral e Abordagem à Escrita
                                                                          Matemática

                                      Componente de apoio à família                       Almoço e prolongamento de horário




                                                                                                                                3
                                                                                                         Desenho curricular do 1º CEB

                                                           ÁREAS CURRICULARES DISCIPLINARES.

                                                                Língua Portuguesa;
                                                                Matemática;
                                                                Estudo do meio;
              FORMAÇÃO PARA A CIDADANIA




                                                               Expressões artísticas e físico-motora
                                                                        ÁREAS CURRICULARES NÃO DISCIPLINARES

                                                                                              Área de projecto.
                                                                 FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL




                                                                                              Estudo acompanhado.
                                                                                             Formação cívica

                                                                                                                               Número de horas semanais 25

                                                                                             Educação Moral e Religiosa

                                                                                             Actividades de prolongamento de horário:

                                                                                                        - Inglês (3 x 45minutos)
                                                                                                        - Apoio ao estudo (2x 45 minutos)
                                                                                                        - Expressões artísticas (Música / dança, EVT)
                                                                                                        - Leitura
                                                                                                        - Informática
                                                                                             Actividade Física e Desportiva




                                                                  2º Ciclo                                                 Carga horária semanal (x 90 min)
                                                           Componentes do currículo
                                                                                                                             5º ano        6ºano         Total ciclo
                                          Língua Portuguesa                                                                    2,5           2,5          5
                                          Língua estrangeira                                                                   1,5            2          3,5       10,5
                                          História e Geografia de Portugal                                                      1             1           2
                                          Matemática                                                                          2,(5)         2,(5)         5          8
                                          Ciências da Natureza                                                                 1,5           1,5          3
Educação para a cidadania




                                          EVT                                                                                   2             2           4          6
                                          E. Musical                                                                            1             1           2
                                          E. Física                                                                            1,5           1,5          3          3
                                                   Área de Projecto                                                             1             1           2
                                                   Estudo Acompanhado                                                           1             1           2        5,5
                                                   Formação Cívica                                                              1            0,5         1,5
                                          Formação pessoal e




                                                                                                                  E.M.R.       0,5           0,5          1          1
                                                                                                          total                17            17           34        34

                                                                                                          Actividades de enriquecimento curricular
                                          social




                                                                Sala de estudo
                                                                Desporto escolar
                                                                Clubes



                                                                                                                                                                      4
                                         3º ciclo                                     Carga horária semanal ( X90 min)
                                  Componentes do currículo

                                                                                      7º ano    8ºano    9º ano      Total final de
                                                                                                                     ciclo
                                   Língua Portuguesa                                  2,(5)     2        2           6,(5)     6,5
                                   Inglês                                             1,5       1,5      1,5         4,5       8
                                   Francês                                            1,5       1        1           3,5
                                   História                                           1         1        1,5 b)      3,5       7
                                   Geografia                                          1         1,5      1 b)        3,5
                                   Matemática                                         2         2        2,(5)       6,(5)     6,5
                                   Ciências Naturais                                  1         1        1           3         6,5
 Educação para a Cidadania




                                   Físico-Química                                     1         1        1,5         3,5
                                   E.Visual                                           1         1
                                   O. de teatro ou E. Musical                         1 a)      1 a)     1,5#        5,5      5,5
                                   E. Tecnológica
                                   Educação Física                                    1,5       1,5      1,5         4,5      4,5
                                   Informática                                        --        --       1           1        1
                                              Área de projecto                        1         1        1           3
                                              Estudo Acompanhado                      1         1        0,5         2,5      7
                                      Formação pessoal e




                                              F. Cívica                               0,5       0,5      0,5         1,5
                                              E.M.R                                   0,5       0,5      0,5         1,5      1,5
                                            social




                                              total                                   18        18       18          54       54

                                                                          Actividades de enriquecimento curricular

                                                           Sala de estudo
                                                           Desporto escolar
                                                           Clubes

                             # opcional
                             a) divididas equitativamente ao longo do ano
                             b) Para este ano lectivo mantém-se como no ano anterior: Hist – 1 / Geog – 1,5.
                                Só muda no próximo ano lectivo
                                - (0,5) bloco atribuído pela escola

   O desenho curricular de alunos com necessidades educativas especiais e dos que
estão em percursos escolares alternativos sofreu alterações conforme a especificidade de
cada caso.

                             3.2 - Organização dos Horários/Gestão de Espaços e Equipamentos

                              Jardins de Infância e 1º ciclo

           O horário de funcionamento dos estabelecimentos de Educação pré-escolar e do 1º
       ciclo devem ser adequados para o desenvolvimento das actividades pedagógicas e será
       elaborado pela Presidente do Conselho Executivo em colaboração com as Educadoras
       depois de ouvidos os pais e encarregados de educação, no caso do pré-escolar.
           O horário é afixado e compreende uma componente lectiva e a componente de apoio
       à família.


                                                                                                                                      5
  Jardins e 1ºciclo               Tempos Lectivos                     Ocupação

                                Início      Termo

                                  9,00       10,30                      Aulas
   Manhã




                              10,30          10,50                     Intervalo

                              10,50          12,00                      Aulas

                              12,00          13,15                     Intervalo

                              13,15          15,15                      Aulas
   Tarde




                                                       Actividades de Enriquecimento Curricular
                              15,30          18,00



             2º e 3º ciclos

           A escola sede funcionará de acordo com a seguinte mancha horária:


2º e 3º ciclos           Tempos Lectivos                           Ocupação

                         Início          Termo
                                                                      Aulas
                         8,30            10,00
                                                                    Intervalo
   Manhã




                         10,00           10,20

                         10,20           11,50                        Aulas

                         11,50           12,00                      Intervalo

                         12,00           12,45                    Aulas/Almoço

                         13,15           14,00                    Aulas/almoço

                         14,00           14,45                        Aulas

                         14,45           15,00                      Intervalo
   Tarde




                         15,00           16,30                        Aulas

                         16,30           16,40                      Intervalo

                         16,40           17,25
                                                     Actividades de Enriquecimento Curricular




                                                                                                  6
     As actividades de enriquecimento/complemento curricular são de frequência
  facultativa, salvo indicação em contrário, mas de acordo com o respectivo regulamento
  específico e desenvolvem-se para além do tempo lectivo. As actividades para os
  próximos anos lectivos são:
                   Desporto escolar;
                   Egasnet (Clube de jornalismo);
                   Amigos do livro /Oficina de escrita criativa;
                   Clube de Matemática;
                   Arco-Íris (azulejaria e fusing);
                   Clubes: Prosepe, Eco-Escolas e Caça Cigarros;
                   Troca-tintas (artesanato e recuperação de materiais);
                   Raízes e Folhas;
                   Sala de Estudo.
     Deste modo, a escola pretende ser um espaço agradável que, para além da
  componente lectiva, se preocupa, de uma forma didáctica, em promover a ocupação dos
  tempos livres dos alunos

       Organização das Aulas

     A carga horária semanal das diferentes áreas curriculares ou disciplinas desenvolve-
  se em blocos de 90 minutos. No entanto, sempre que se revele mais útil ao
  desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem, poderão ser utilizados tempos de
  45 minutos nos casos estritamente necessários.

       Salas

                Deve atribuir-se, sempre que possível sala fixa a cada uma das turmas;
                Devem ter sala própria as disciplinas de Ciências Naturais, Físico-
  Química, Educação Musical, Educação Visual e Tecnológica, Educação Visual e
  Educação Tecnológica e Informática;
                No pavilhão gimnodesportivo apenas se devem encontrar três turmas,
  no máximo, em simultâneo;
     A gestão dos espaços é da competência do Conselho Executivo do Agrupamento.



4. Organização Pedagógica

    4.1 - Critérios de distribuição de serviço

      Sem prejuízo no disposto na lei, a distribuição de serviço, da competência do
  Conselho Executivo, ou a eleição para cargos de gestão intermédia deve reger-se por
  princípios pedagógicos de modo a que sejam satisfeitas as seguintes prioridades:
               1. competências adequadas para o exercício do cargo;
               2. experiência profissional;
               3. facilidade em estabelecer relações de empatia;
               4. continuidade de projectos:
  curriculares de turma, direcção de turma, projectos de enriquecimento curricular,
  biblioteca, coordenação de estabelecimento,…
      Esta distribuição deve ter como princípio a qualidade do ensino e os legítimos
  interesses dos alunos.



                                                                                       7
   4.1.1 - Corpo Docente

         1. continuidade pedagógica, (0 professor não é obrigado a assegurar a
continuidade, mas deve justificar a opção de não continuidade);
         2. continuidade dos projectos iniciados;
         3. antiguidade;
         4. menor número de professores por turma

   4.1.2 - Directores de Turma

        1. Ser capaz de estabelecer dinâmicas de envolvimento e co-
responsabilização de professores, alunos e encarregados de educação no processo
ensino-aprendizagem.
        2. Ter experiência pedagógica;
        3. Leccionar a totalidade dos alunos da turma;
        4. Dar continuidade aos cargos de direcção de turma de anos anteriores,
salvo excepções devidamente justificadas.
O Director de Turma deve ter:
        1.     Boa relação interpessoal.
              Com alunos;
              Com colegas do conselho de turma,
              Com os encarregados de educação;
              Com a comunidade escolar em geral
        2.     Disponibilidade afectiva e emocional:
              Espírito crítico;
              Sentido de responsabilidade;
              Capacidade de liderança;
              Sensibilidade.
        3.    Sentido de oportunidade
        4.    Capacidade de exercer autoridade

   4.1.3 - Coordenadores de Departamento/Conselho de Docentes

O coordenador de departamento ou do conselho de docentes deve:
        1. Ser portador de habilitação profissional; Ser professor titular
        2. Ser capaz de coordenar as actividades pedagógicas e de promover a
troca de experiências e cooperação entre os professores do departamento;
        3. Formação especializada em coordenação/direcção pedagógica
        4. Ter experiência de coordenação de departamento/projectos;
        5. Ter trabalhado na escola, pelo menos no ano anterior;
        6. Ser eleito nos termos do Regulamento Interno do Agrupamento.

   4.1.4 - Coordenadores de Estabelecimento

O coordenador de estabelecimento deve:
        1.   Ser portador de habilitação profissional;
        2.   Ser capaz de coordenar as actividades pedagógicas e administrativas
do estabelecimento;
        3.   Formação especializada em administração escolar;
        4.   Ter experiência no desempenho do cargo
                                                                               8
          5.    Ter trabalhado na escola, pelo menos no ano anterior;
          6.    Ser eleito nos termos do Regulamento Interno.

     4.1.5 - Pessoal não Docente

   O Pessoal não Docente deve possuir, preferencialmente:
            1.  Competências adequadas para o exercício das funções que lhe são
distribuídas;
            2.  Experiência profissional;
            3.  Facilidade em estabelecer relações de empatia;

 4.2 – Critérios para a Constituição de Turmas

  A constituição das turmas deverá obedecer aos seguintes critérios:

    1º Ciclo:

              Continuidade dos grupos;
              Menor número de alunos de anos de escolaridade por turma;
              Dar, preferencialmente, continuidade ao grupo que vem da educação
         pré-escolar;
              Repartir os alunos de 5 anos pelas turmas do 1º ano existentes;
              Manter o equilíbrio entre o número de rapazes e o número de raparigas

    2º e 3º Ciclos:

              Continuidade de integração dos alunos na mesma turma;
              Cumprir as recomendações dos conselhos de turma;
              Integração equilibrada dos alunos retidos;
              Integração de alunos com planos de estudo individuais em turmas mais
         ajustadas a essa situação.

 4.3 – Critérios para a Elaboração de Horários de Alunos e Professores

               Privilegiar os tempos da manhã para as disciplinas mais teóricas;
               Evitar que a mesma disciplina seja atribuída em dias consecutivos;
               No 3º ciclo Ciências Naturais e Ciências Físico – Químicas desdobram
  os 90 minutos;
               Não deve ser atribuída a mesma disciplina sempre no fim de cada turno;
               Não devem ser atribuídas duas línguas seguidas, no mesmo dia;
               Garantir em todos os Conselhos de Turma professores do quadro de
  escola com objectivo de facilitar o Projecto Curricular de Turma;
               Atribuir o Estudo Acompanhado ao professor de Matemática ( ou
  excepcionalmente a um professor do Departamento), e Área de Projecto ao
  professor de Língua Portuguesa, para melhor se implementarem os Planos de Acção
  da Matemática, com a duração de 3 anos e Plano Nacional de Leitura;
               O bloco de 45 minutos de oferta de escola será atribuído ao 8º ano na
  disciplina de Matemática.
               As aulas de APA deverão ser atribuídas, preferencialmente, ao
  professor da disciplina/turma.




                                                                                    9
Opções Curriculares

       Princípios e Valores

   Tendo como referência:
                     A identificação das necessidades e as opções educativas, definidas no
projecto educativo,
                     A análise do contexto do agrupamento,
                     A experiência do corpo docente,
                     As competências definidas pelo Currículo Nacional,
                     A legislação existente,

   Pretendemos uma Escola, para todos, uma Escola de qualidade e rigor:

                    Em que a exigência, a responsabilidade, o respeito pelo outro e
pelo ambiente, a tolerância, a auto-estima, a autonomia, sejam aprendizagens
significativas que permitam a formação ética e a aquisição de competências sociais que
promovam o gosto pela aprendizagem, quer na continuação dos estudos quer na vida
profissional,
                    Onde o aluno seja o principal interveniente no seu processo de
aprendizagem,
                    Onde a prática da reflexão e inter-ajuda contribua para a aquisição de
competências que lhe permita o sucesso de futuras aprendizagens,
                    Que valorize os aspectos positivos da conduta dos alunos,
proporcionando, sempre que necessário, adaptações curriculares, currículos escolares
próprios ou percursos escolares alternativos,
                    Que ofereça diversas opções curriculares;
                    Que ofereça actividades de complemento curricular;
                    Que continue a utilizar as TICs como uma das estratégias que pode
conduzir ao sucesso.

      Metodologias

   Na prática pedagógica devem ser utilizadas metodologias activas e diversificadas, que
contribuam para aprender a aprender, tais como:
                     O trabalho de projecto,
                     O trabalho de grupo,
                     O trabalho independente,
                     A resolução de problemas.

      Metas

    As grandes metas ou áreas de intervenção prioritárias para o Projecto curricular do
agrupamento são:
              1. Domínio da Língua Portuguesa, como veículo facilitador das restantes
aprendizagens;
              2. Domínio de competências matemáticas que permitam resolver
problemas do quotidiano e prosseguir os estudos;
              3. combate ao insucesso escolar e educativo;
              4. educação para a saúde: resíduos, ruído, alimentação, sexualidade;
              5. desenvolvimento do trabalho cooperativo.
                                                                                        10
     Para que isso seja possível, torna-se necessário:

                   Articular vertical e horizontalmente os currículos de modo a gerir melhor
os tempos e a assegurar o domínio de competências específicas das diferentes áreas
curriculares;
                   Consciencializar os alunos acerca da importância do trabalho de estudo
no seu percurso escolar;
                   Consciencializar os encarregados de educação da sua responsabilidade
como educadores e do seu importante papel no acompanhamento dos seus educandos;
                   Criar condições de sucesso educativo a todos os alunos do
Agrupamento, adequando, se necessário, os currículos às necessidades dos alunos em
situações especiais;
                   Criar espaços de reflexão e debate de questões que envolvam a Escola;
                   Fomentar a responsabilização e a participação activa na planificação
das actividades educativas e na promoção do bem-estar na escola;

        4.4.4 – Medidas a adoptar para concretizar as intervenções definidas como
                prioritárias:

                1. Nos Departamentos ou Conselho de Docentes:
        Definição dos percursos de aprendizagem que, de acordo com os problemas
identificados, promovam as competências gerais, transversais e específicas, por ciclo, ano e
no final do Ensino Básico, planificando e avaliando sistematicamente as práticas educativas.
As planificações devem ser feitas a longo prazo (para o ano lectivo) e a médio prazo (para
cada período lectivo). Nos departamentos com um número grande de disciplinas, as
reuniões, após serem tratados os temas de interesse geral, devem funcionar por secções.

                2. Nos Conselhos de Ano ou de Turma:
        Construção dos projectos curriculares de turma que promovam situações de
aprendizagem que levem os alunos a adquirir as competências exigidas para comunicar,
intervir, e resolver problemas, tendo como referência o trabalho desenvolvido nos
departamentos ou conselhos de docentes.

               3. No Conselho de Docentes ou de Directores de Turma:
      Participação activa em todos os projectos de actividades que envolvam alunos
nomeadamente as de enriquecimento curricular, tais como Comemorações e outros
Projectos. Estes devem ser planificados com a colaboração dos alunos e respectivos
Conselhos de Turma/ Directores de turma.

                4. Língua Portuguesa:
       O domínio da Língua Portuguesa traduzir-se-á numa maior capacidade de
interpretação e de expressão oral/escrita das ideias e raciocínios lógicos e dedutivos. Deve
ter-se em conta a sua transversalidade e verticalidade. A motivação para a leitura, assim
como o seu treino, deve ser feita em todas as disciplinas ou áreas disciplinares que a
utilizam como veículo de comunicação. A Área de Projecto poderá ser um espaço onde se
exercite a prática correcta da Língua. Dever-se-á implementar actividades de complemento
curricular que incentivem o gosto pela leitura, tais como: clubes, concursos temáticos,
olimpíadas da leitura etc. Criar sala de apoio a língua Portuguesa onde os alunos possam
esclarecer as dúvidas.




                                                                                          11
               5. Matemática:
      O domínio desta área do saber traduz-se na melhoria da capacidade de raciocínio, da
resolução de problemas e de competências necessárias para o prosseguimento dos
estudos. Daí a necessidade de:

               -Ser feito um estudo da sua transversalidade e verticalidade, motivando os
alunos, recorrendo sempre que possível à resolução de problemas, de modo que os
mesmos consigam analisar, tirar conclusões, criticar e, se necessário, rejeitar e emendar os
resultados obtidos;
               -Ser feita a planificação anual e a de cada unidade temática, em
Departamento, de modo a que sejam adquiridas as competências essenciais a novas
aprendizagens;
               -Ser feita a planificação, em Conselho de Turma, de modo a integrar todos
os conteúdos curriculares como partes que se complementam e onde a matemática esteja
presente como algo de útil e transversal;
               -Criar uma sala temática para a Matemática, contemplado no Plano de
Acção da Matemática de forma a organizar e rentabilizar os recursos adquiridos no âmbito
desse Plano. ( Sugestão: a sala 23A ou metade do Centro de Recursos com as necessárias
adaptações físicas);
               -Criar salas de apoio/sala de estudo/laboratórios onde os alunos, sempre
que necessitem, encontrem professores que os ajudarão a esclarecer dúvidas ou qualquer
outro tipo de ajuda que lhes permita compreender e aplicar conhecimentos a novas
situações, e aprendam a gostar de matemática;
               -Privilegiar o treino do raciocínio lógico, o cálculo e a resolução de problemas
na Área de Estudo Acompanhado.

              6. Ciências da Natureza/ Ciências Naturais / Ciências Físico-Quimicas
      Dada a especificidade das disciplinas propõe-se a atribuição preferencial das
seguintes salas: 22, 5 e 4 respectivamente, de modo a que pelo menos uma vez por
semana (90 minutos) todas as turmas usufruam desses espaços.

               7. Combate ao Insucesso Educativo:
       Embora todos estejam de acordo que a Escola sozinha pouco pode fazer, é
necessário que faça tudo o que está ao seu alcance para o combater. As reuniões acima
citadas e o apoio de pessoal especializado nas áreas da psicologia e da assistência social,
poderão ser uma ajuda importante neste combate. O combate ao insucesso escolar pode
passar pelo gosto pela investigação/pesquisa. Apesar de ser uma responsabilidade de
todas as disciplinas, é na área de Projecto que melhor se evidencia a importância das
tecnologias de informação e da comunicação nas pesquisas de temas de interesse
ambiental, social e local. A criação de salas temáticas para esclarecimento de dúvidas e
apoio podem minorar este problema.

               8. Treino de Competências Sociais
       A implementar nas turmas problemáticas por um período de tempo adequado a cada
situação.

              9. Educação para a Saúde                   (resíduos,    ruído,   alimentação,
sexualidade…):
     Esta prioridade pode ser trabalhada por todos:

                -Em projectos envolvendo várias disciplinares ou áreas curriculares não
disciplinares. Compete aos conselhos de turma fazer a interdisciplinaridade entre os

                                                                                            12
conteúdos de modo a que os alunos adquiram as competências que lhes permitam viver e
promover comportamentos que preservam a saúde e o bem-estar.
                 -Recolha e tratamento de resíduos: compostagem, separação de resíduos
sólidos, reutilização e reciclagem;
                 -Com um trabalho de vigilância efectiva e de diálogo assertivo com os alunos
por parte dos funcionários auxiliares da acção educativa.

               10. Projecto de Protecção Civil

      A desenvolver em todas as turmas.

              11. Trabalho Cooperativo:
     Esta prática pedagógica, deve também ser praticada nos trabalhos das reuniões de
Conselho de Docentes e de Ano, Departamentos, Conselhos de Directores de Turma,
Conselhos de Turma e nas turmas.



5. Construção Curricular

     5.1 – Competências Gerais Definidas pelo Currículo Nacional

       Estas competências desenvolvem-se de modo transversal em todas as disciplinas do
   ciclo de estudos, sendo operacionalizadas de forma específica por cada disciplina de
   modo que o aluno, à saída do Ensino Básico, seja capaz de:
                 1. Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos para compreender
       a realidade e para abordar situações e problemas do quotidiano;
                 2. Usar adequadamente linguagens das diferentes áreas do saber cultural,
       científico e tecnológico para se expressar;
                 3. Usar correctamente a língua portuguesa para comunicar de forma
       adequada e para estruturar pensamento próprio;
                 4. Usar línguas estrangeiras para comunicar adequadamente em situações
       do quotidiano e para apropriação de informação;
                 5. Adoptar metodologias personalizadas de trabalho e de aprendizagem
       adequadas a objectivos visados;
                 6.    Pesquisar, seleccionar e organizar informação para a transformar em
       conhecimento mobilizável;
                 7.    Adoptar estratégias adequadas à resolução de problemas e à tomada
       de decisões;
                 8.    Realizar actividades de forma autónoma, responsável e criativa;
                 9.    Cooperar com outros em tarefas e projectos comuns;
                 10. Relacionar harmoniosamente o corpo com o espaço, numa perspectiva
       pessoal e interpessoal promotora da saúde e da qualidade de vida.

      As competências gerais serão trabalhadas em cada ano de escolaridade e em cada
   disciplina segundo o critério de desenvolvimento progressivo e de aprofundamento, de
   acordo com as metas estabelecidas para cada ciclo de escolaridade.

     5.2 – Competências Transversais

      Para operacionalizar a transversalidade das competências gerais todos os
   professores devem ter em conta:

                                                                                          13
  Competências            Situações de aprendizagem
  transversais

                           Participar em situações de aprendizagens individuais e
                            colectivas, de acordo com as regras estabelecidas.
                           Identificar, seleccionar e aplicar métodos de trabalho e de
  Métodos de trabalho
                              estudo.
  e de estudo
                           Exprimir dúvidas e dificuldades
                           Analisar a adequação dos métodos de trabalho e de estudo,
                            formulando opiniões, sugestões e propondo alterações.

                           Pesquisar, organizar, tratar e produzir informação em função
  Tratamento da             das necessidades, problemas a resolver e dos contextos e
  informação                situações

                           Utilizar diferentes formas de comunicação verbal, adequando a
                            utilização do código linguístico aos contextos e às necessidades
  Comunicação              Resolver dificuldades ou enriquecer a comunicação através da
                            comunicação não verbal com aplicação das técnicas e dos
                            códigos apropriados.


                        Identificar elementos constitutivos das situações problemáticas.
  Estratégias           Escolher e aplicar estratégias de resolução.
  cognitivas/Resolução  Explicitar, debater e relacionar a pertinência das soluções
  de problemas           encontradas em relação aos problemas e às estratégias
                         adoptadas


                           Conhecer e actuar de acordo com as normas, regras e critérios
  Relacionamento            de actuação pertinente, de convivência, trabalho de
  interpessoal e de         responsabilização e sentido ético das acções definidas pela
  grupo                     comunidade escolar nos seus vários contextos, a começar pela
                            sala de aula



 5.3 – Competências Específicas e Essenciais das Áreas Curriculares
       Disciplinares

   As competências específicas são as competências relativas a cada disciplina ou área
disciplinar. Deverão constar de todas as planificações (anuais e a médio prazo) e ficarão
arquivadas em documentos anexos a este projecto.
   As competências essenciais referem-se ao mínimo que o aluno terá de ser capaz
para transitar de ano ou ciclo. Estas competências, por disciplina ou área curricular
disciplinar e por ano de escolaridade, tendo em conta o Projecto Educativo do
Agrupamento, serão definidas nos Conselhos de Docentes e nos Departamentos
Curriculares, tendo em conta os limites preconizados na lei. Ficarão arquivadas no
dossier do departamento e anexas ao PCA.
  Cada competência específica ou essencial será articulada com o conjunto dos
conteúdos leccionados, numa perspectiva de integração e de complementaridade dos
diversos saberes e saberes fazer.




                                                                                            14
     5.4 – Competências Essenciais das Áreas Curriculares não Disciplinares

              a) Área de Projecto
      Implementada pelo artº 5º do deceto-lei nº 6/2001 de 18 de Janeiro, visa a concepção
  de projectos, tendo um carácter predominantemente transversal e integrador de
  aprendizagens. O seu desenvolvimento faz-se através da resolução de problemas, com
  recurso ao método experimental: definição prévia de tema (negociado com os alunos e
  de acordo com os seus interesses e necessidades).pesquisa, selecção de informação,
  comunicação de resultados.
      Caberá a cada Conselho de Turma, de comum acordo com todos os alunos, definir
  os temas/problemas a serem tratados, permitindo uma participação responsável,
  fomentadora de um espírito cívico e solidário.
      Aos professores orientadores desta Área Curricular, como aliás a todos os
  professores da turma, assumindo-se estes como principais fonte de informação, caberá
  o papel, muito importante de se constituirem como um recurso motivador, orientador de
  todo o projecto.
      O sucesso do projecto depende da participação activa de todo o Conselho de Turma.
  Só assim se poderá concretizar a operacionalização da interdisciplinaridade e da
  transversalidade, proporcionando aprendizagens nucleares significativas.

    Competências                     Metodologias                                          Etapas
 Desenvolver               Requer a participação de cada       1. O que é a Área de Projecto – diálogo com os
  competências             membro de um grupo, segundo                alunos.
  sociais ao nível da:     as suas capacidades, com o           2. Apresentação do tema aglutinador ” Aprender
   - comunicação;          objectivo    de    realizar um       para saber mais” como tema aglutinador de todos
   - cooperação;           trabalho conjunto, decidido,         os projectos.
   - gestão de             planeado e organizado de             3. Debate de ideias sobre o tema.
  conflitos;               comum acordo.                        4. Formulação de questões / levantamento dos
   - tomadas de             orientado para a resolução         problemas do projecto a desenvolver.
      decisão;                de um problema;                     - Apresentação de possíveis respostas para o
   - assunção de            importante e real para todos       problema.
  responsabilidades           os envolvidos;                      - Constituição de grupos.
 Desenvolver a             relevante;                           - Definição dos papéis de cada elemento do
  capacidade de             que considere as condições         grupo.
  realizar                    reais do aluno.                     - Definição de regras de participação nas sessões
  aprendizagens por                                             nomeadamente no que diz respeito a:
  iniciativa própria       Princípios que deve respeitar:        saber ouvir / pedir a palavra / saber aguardar a
   –estímulo à              apelar aos interesses dos             sua vez;
    autonomia e à             alunos;                            saber intervir / saber apresentar propostas;
    autoconfiança;          reconhecer os ritmos de             saber aceitar propostas diferentes.
 Desenvolver o               aprendizagem dos alunos;             - Recolher informações, utilizando diferentes
  gosto pela                ligar a teoria à prática;             técnicas (orais, escritas e multiculturais) e
  investigação/                                                    diversas fontes.
                            aplicar a interdisciplinaridade;
   pesquisa;                                                       - Organizar e tratar a informação recolhida.
                            incentivar       o     aprender
 Estabelecer a                                                    - Produzir trabalhos para comunicar /apresentar a
                              fazendo.
  articulação entre os                                          informação recolhida, promovendo a partilha de
  conhecimentos                                                 experiências e saberes.
  disciplinares e os                                               - Confrontar a informação recolhida com as
  não disciplinares;                                            possíveis respostas inicialmente para os problemas
 Desenvolver          a                                        levantados.
  expressão escrita,                                               - Apresentação de conclusões;
  oral, tecnológica e                                              - Avaliação do projecto:
  artística;                                                     5. Análise do trabalho realizado (processo) e dos
 Desenvolver          a                                        resultados obtidos, tendo em conta:
  capacidade         de                                          as dificuldades sentidas;
  selecção      e    de                                          as estratégias para as superar;
  tratamento         da                                          o calendário definido;
  informação                                                     o que não foi possível realizar;
 Desenvolver          a
                                                                 reflexão sobre as competências adquiridas com a
  capacidade de auto
                                                                   transdisciplinaridade.
  e hetero-avaliação.

                                                                                                                  15
      AVALIAÇÃO

       Dos Alunos
      A avaliação dos alunos deverá respeitar os princípios do Projecto Curricular de Escola
e ter com referenciais os critérios definidos no Projecto Curricular de Turma.
A avaliação será feita em Conselho de Turma e registado em documento aprovado pelo
Conselho Pedagógico.
A avaliação será da responsabilidade do Conselho de Turma, utilizando elementos
provenientes das diversas disciplinas e áreas disciplinares.
Constará da ficha de avaliação de final de período, conduzindo à atribuição de uma menção
qualitativa (Não Satisfaz, Satisfaz e Satisfaz Bem).

        Do Projecto
      A avaliação do projecto será contínua e sistemática, feita:
                -   Pelos alunos, da forma que o conselho de turma entender eficaz;
                -   Informalmente, nas reuniões do Conselho de Turma (dificuldades na
implementação, necessidade de reformulação);
                -   Formalmente, pelo Conselho de Turma a meio e final de cada período;
                -   Pelo professor dinamizador, no final do ano, através de uma ficha
relatório, aprovada pelo Conselho de Turma.


      b) Formação Cívica

     A Formação Cívica constitui um espaço privilegiado para a construção da identidade e
desenvolvimento da consciência cívica dos alunos, através do diálogo, discussão e reflexão
de temas da actualidade e das experiências e preocupações vividas e sentidas pelos
alunos. É também o espaço adequado para fazer a gestão de assuntos ou problemas
relacionados com a turma.

      Estratégias/actividades
      O desenvolvimento dos temas a serem tratados nesta área curricular deve fazer-se
      de modo que os alunos se sintam os construtores da sua própria formação.


      AVALIAÇÃO

        Dos Alunos
        A avaliação desta área será da responsabilidade do Conselho de Turma, feita de
forma sistemática e contínua e registada em documento aprovado pelo Conselho
Pedagógico.
Constará da ficha de avaliação de final de período, conduzindo à atribuição de uma menção
qualitativa ( Não Satisfaz, Satisfaz e Satisfaz Bem).
Deverá respeitar os princípios do Projecto Curricular de Escola e ter com referenciais os
critérios definidos no Projecto Curricular de Turma.
      Do Processo
      A avaliação do projecto será contínua e sistemática, feita:
              -    pelos alunos, da forma que o conselho de turma entender eficaz;
              -    informalmente, nas reuniões do Conselho de Turma (dificuldades na
implementação, necessidade de reformulação);
              -    formalmente, pelo Conselho de Turma de final de período através da
aprovação de uma ficha relatório elaborada pelo director de turma;
                                                                                         16
 Anos
   de              Unidades temáticas a serem                Competências a
                                                                                      Estratégias/actividades
escolari-                desenvolvidas                        desenvolver
  dade
               Comportamento. Regras, atitudes e           Reconhecer         a     Debates;
  Escolar
  E. Pré-




                valores                                      necessidade      de
               Educação para a saúde – Higiene              regras e princípios      Assembleias de turma;
                pessoal                                      para a melhoria da
                                                             qualidade de vida;       Jornal de parede;
               Comportamento. Regras, atitudes e
                valores                                     Respeitar a opinião      Exposições;
               Eu e os outros – relações interpessoais:     dos outros e o
   1º Ciclo




                 - A família                                 direito à diferença;     Análise de textos
                 - A turma                                                             (Jornais, revistas e outros
                 - Os professores                           Fazer uso de regras       meios de comunicação);
                 - A Escola                                  de      convivência
               Educação para a saúde – Higiene              social;                  Visitas de estudo;
                pessoal
               Regulamento Interno e regulamento da        Reconhecer o valor       Trabalho individual, de
                turma;                                       do trabalho social e      pares e de grupo;
               Eu e os outros – relações interpessoais:     pessoal;
                 - A família                                                          Cartazes (exploração e
   5º Ano




                 - A turma                                  Ser solidário;            produção)
                 - Os professores
                 - A Escola                                 Conhecer          e
               Educação para a saúde – Higiene              valorizar         a
                pessoal;                                     identidade nacional;
               Valores e símbolos nacionais
               Regulamento Interno e regulamento da        Adquirir hábitos   de
                turma;                                       participação
               Educação Ecológica;                          democrática        ao
               Educação para a saúde;                       nível do debate    de
               Prevenção de acidentes:                      ideias      e      do
   6º Ano




                - domésticos                                 funcionamento      de
                - rodoviários                                instituições;
                - na escola
                - na praia                                  Participar      na
                - no campo                                   promoção do direito
               Educação do Consumidor                       à educação e à
               Regulamento Interno e regulamento da         cultura;
   7º Ano




                turma;
               Educação ecológica                          Sensibilizar-se para
               Educação para a saúde.                       os problemas que
                                                             perturbam          o
               Regulamento Interno e regulamento da         equilíbrio ambiental
                turma;                                       e a saúde.
               Educação para a saúde:
   8º Ano




                - Tabagismo
                - Alcoolismo
                - Drogas
                - Educação Sexual
                - Doenças infectocontagiosas
                - Higiene pessoal
               Regulamento interno e regulamento da
                turma;
   9º Ano




               Educação Sexual;
               Educação Ecológica
               Mundo do trabalho: orientação
                vocacional;




                                                                                                                 17
      c) Estudo Acompanhado

       Esta área visa a apropriação pelos alunos de métodos e técnicas de estudo, de
trabalho e de organização e o desenvolvimento de atitudes e capacidades que favoreçam
uma crescente autonomia na realização das suas próprias aprendizagens. Sugerem-se
actividades de modo que os alunos desenvolvam a organização e hábitos de estudo, a
prática da Língua Portuguesa e da Matemática, a forma como a aprendizagem é mais
adequada. Ao saberem de que forma aprendem melhor, os alunos poderão adoptar
estratégias de aprendizagem que melhor os conduzam ao sucesso.
       Caberá a cada Conselho de Turma, de acordo com o diagnóstico feito, organizar um
programa aberto e flexível para que os professores de Estudo Acompanhado possam
adequar as situações de aprendizagem, organizar os materiais didácticos em função do
público-alvo e relacionados com as competências a desenvolver nas diferentes áreas.


      Estratégias
      A partir das dificuldades dos alunos e das propostas do Conselho de Turma, os
professores da área de estudo acompanhado, podem introduzir as estratégias e treiná-las
com conteúdos da sua disciplina ou de outras.
      As estratégias podem passar pela demonstração de modelos, participação activa e
guiada, feedback correctivo, debate, etc.
      A motivação, o aspecto lúdico, a auto-avaliação deverão desempenhar um papel
importante neste, como nos outros espaços de aprendizagem.




                                                                                    18
              Comp et ên ci a s                                 E str at ég ia s/ a ctiv id ad es
      Saber estar na sala de aula                        Exploração do horário do aluno;
      Ler e fazer esquemas;                              Discussão de estratégias para rentabilizar o
      Fazer resumos;                                      tempo
      Preparar-se para um teste                        Elaboração do horário de estudo diário
      Utilizar o manual                                Diálogo e debate sobre as vantagens da
      Consultar um dicionário;                            organização do caderno diário
      Tirar apontamentos;                              Definição de regras de organização do caderno
      Ler e interpretar documentos escritos;              diário
      Resolver problemas e a descobrir a sua           Exercícios que impliquem:
       estratégia de raciocínio e memorização                   - consulta do dicionário
      Desenvolver a capacidade de expressão                    - sublinhar
       oral                                                     - fazer anotações
      Ajudar a desenvolver a capacidade de                     - tirar apontamentos
       expressão escrita do aluno                               - transcrever
      Interpretar gráficos                                     - organização do pensamento lógico
      Visualizar e interpretar um filme;               Treino de recolha de dados
      Elaborar um questionário;                        Selecção de estratégias
      Fazer uma entrevista,                            Execução da estratégia escolhida
      Organizar um debate;                             Verificação dos resultados
      Usar o computador no seu estudo;                 Continuação de uma história
      Utilizar a Internet;                             Discussões em trabalho de grupo
      Elaborar um trabalho de pesquisa;                Relatos de vivências, resumos de textos
      Desenvolver e estruturar um trabalho de          Imaginar uma história, a partir de um texto
       pesquisa;                                        Resumo
      Desenvolver a capacidade de auto-                Sumário
       avaliação;                                       Esquemas
      Desenvolver         a     motivação,   a         Descrições
       autoconfiança e a persistência                   Elaboração de trabalhos de pesquisa:
                                                                - Índices;
                                                                - Introdução
                                                                - Desenvolvimento
                                                                - Conclusão
                                                                - Bibliografia
                                                        Interpretação de tabelas, gráficos, desenhos,
                                                           mapas e documentos iconográficos
                                                        Organização de ideias
                                                        Ao longo das actividades:
                                                                - Solicitar ao aluno a apreciação da sua
                                                  atitude face à tarefa proposta, oralmente ou através de
                                                  uma pequena ficha, conforme as tarefas
                                                                - Confrontar o seu trabalho com o que lhe foi
                                                  solicitado

       AVALIAÇÃO

       Dos Alunos

       A avaliação dos alunos deverá respeitar os princípios do Projecto Curricular de
Escola e ter com referenciais os critérios definidos no Projecto Curricular de Turma.
       Será feita de uma forma sistemática e registada em documento próprio .Constará da
ficha de avaliação de final de período, conduzindo à atribuição de uma menção qualitativa
( Não Satisfaz, Satisfaz e Satisfaz Bem).




                                                                                                            19
      Do Processo

       A avaliação desta área será da responsabilidade do Conselho de Turma feita de
forma sistemática e contínua e registada em acta.
       No final de cada período, tomará a forma de relatório em impresso próprio e comum a
toda a escola, apresentado pelos professores e aprovado pelo conselho de turma.


     5.5 - Actividades de Complemento Curricular

     A participação do agrupamento em projectos de iniciativa do Ministério ou do
agrupamento e sabendo da importância dos clubes e dos projectos para complementar e/ou
combater algumas lacunas a formação dos alunos, já que podem ter um carácter científico,
literário, artístico, desportivo considera-se que devem funcionar de acordo com:
                       Serem abertos a todos os alunos, salvaguardando o número limite
pedagogicamente estipulado no seu regulamento;
                       Serem os alunos livres de escolherem e facultativas as suas inscrições,
                       Serem, uma vez inscritos e aceites as inscrições, cumpridores das
normas de funcionamento da actividade na qual se integraram;
                       Serem os alunos os principais intervenientes e executantes das
actividades dos clubes, ficando o professor com a função de dinamizador e orientador.

      Jornal “ O EGAS”
       Deve ir ao encontro de todos os alunos criando-se espaços específicos para as áreas
curriculares e/ou turmas, divulgando actividades que se vão desenvolvendo no
agrupamento, através de notícias, entrevistas, reportagens e passatempos.


      Desporto Escolar
       Já a funcionar há alguns anos, bem como as outras actividades aqui descritas, tem a
função de promover o gosto pela actividade física, o espírito de equipa, o respeito pelas
regras, o “fair play” e hábitos de vida saudáveis.


       Clubes e Projectos
               1. Todos os projectos e clubes têm um regulamento específico elaborado
pelo responsável pela actividade e aprovado pelos órgãos de gestão, Conselho Executivo e
Conselho Pedagógico.
               2. Os projectos e clubes devem ser apresentados a aprovação até ao final
do ano escolar anterior, devendo ser integrados no projecto educativo e curricular do
agrupamento.
               3. É nomeado, anualmente, pelo Conselho Executivo um professor, que
será o coordenador de projectos e outro que será o coordenador de actividades de
enriquecimento, que:
                    Farão a coordenação das actividades;
                    Avaliarão, juntamente com os responsáveis pela actividade, numa
reunião trimestral, o trabalho desenvolvido.




                                                                                            20
    5.6 - Alunos com Dificuldades de Aprendizagem

     No final do ano lectivo e antes da elaboração de horários deverá ser feita a diagnose
dos alunos que indiciam dificuldades de aprendizagem e que ainda não estão sinalizados.
Os professores, em Conselho de Turma com a colaboração dos professores de apoio
definem:
                  as competências que se pretende que cada um daqueles alunos
adquira e o melhor caminho para lá chegar;
                  as prioridades a adoptar;
                  o tipo de apoio que devem usufruir;
                  o apoio que poderão receber, se dentro ou fora da sala de aula, desde
que os encarregados de educação o permitam.
      No 1º ciclo esse acompanhamento é feito pelo professor da turma e pelo professor
de apoio.

    5.7 - Orientações para Aulas de Apoio Pedagógico Acrescido ou para Frequência
          Obrigatória da Sala de Estudo

        Dada a importância da Língua Portuguesa e da Matemática como veículos de
comunicação e interpretação dos diferentes textos curriculares e no desenvolvimento do
raciocínio lógico e resolução de problemas devem ser facultadas aulas de apoio a estas
disciplinas sempre que se verifique que existem alunos que :

         Língua Portuguesa ou Matemática

                  Sejam oriundos de países estrangeiros;
                  Som dificuldades de leitura e compreensão/interpretação dos textos;
                  Com dificuldades em elaborar resumos orais e escritos;
                  Com dificuldades em aplicar conhecimentos a nível de funcionamento;
                  Com dificuldades de concentração, atenção e memória;
                  Com falta de conhecimentos de noções matemáticas;
                  Com dificuldades na resolução de problemas;
                  Com dificuldade a nível dos métodos e técnicas de estudo
                  Com falta de assiduidade por doença, justificada com atestado médico.

       São propostos pelo professor da disciplina/Conselho de Turma, nos 2º e 3º ciclos ou
pelo professor titular de turma no 1º ciclo.



6. Processo de Avaliação dos Alunos

    6.1 - Critéros de Avaliação

                   No início do ano lectivo, compete ao Conselho Pedagógico do
agrupamento definir, de acordo com as orientações do currículo nacional, os critérios de
avaliação para cada ciclo e ano de escolaridade, sob proposta dos departamentos
curriculares, coordenadores de ano, educadores de infância e conselho de directores de
turma.
                   Os critérios de avaliação mencionados no número anterior constituem
referenciais comuns ao agrupamento, sendo operacionalizados pelo conselho de turma, no
âmbito do respectivo Projecto Curricular de Turma.

                                                                                       21
                   O conselho Executivo deve garantir a divulgação destes critérios junto
dos diversos intervenientes, nomeadamente alunos e encarregados de educação.
                   Os critérios de avaliação para as áreas curriculares disciplinares, no
domínio das capacidades/conhecimentos são definidos em grupo disciplinar ou
departamento curricular/conselho de docentes e aprovados em Conselho Pedagógico,
constituindo referenciais comuns no Agrupamento.
                   Os critérios das áreas curriculares não disciplinares são aferidos pelos
professores das várias áreas de forma a serem uniformizados e devem constar de
documento a anexar a este projecto.


     Avaliação do Projecto Educativo e do Projecto Curricular de Agrupamento

     A avaliação do projecto curricular do agrupamento será feita anualmente, no final do
ano lectivo, de modo a fazer o balanço de todas as actividades desenvolvidas.

     Previsão dos resultados esperados e mecanismos de avaliação


                                                Mecanismos de avaliação dos processos, das
            Resultados esperados
                                                        práticas e dos resultados

                                              -Análise dos resultados de final de ano: sucesso,
                                              insucesso (disciplinas com níveis inferiores a 3)
Melhoria das aprendizagens. Domínio da Língua -Número de abandonos sem encaminhamento
Portuguesa e da Matemática                    -Processos de reflexão em Conselhos de Turma,
                                              Pedagógico e departamentos curriculares

Melhoria        da             disciplina   da -Estudo das participações disciplinares e das
escola/responsabilização                       medidas implementadas em Conselho de turma
                                               (disciplinar ou não)
                                               -Número de alunos a frequentar as actividades
                                               de complemento curricular
Participação nas actividades                   -relatórios     dos  coordenadores     dessas
                                               actividades

                                                -Assiduidade
                                                -cumprimento de regras
Integração de alunos de etnia cigana
                                                -participação nas actividades de enriquecimento

Melhoria do ambiente na escola:                 -Projectos curriculares de turma (E. Cívica), sua
    lixo                                       concretização e intervenções na mudança
                                                -Observação do comportamento dos funcionários
    ruído.
                                                auxiliares de educação nas tarefas de vigilância
    alimentação,
                                                e limpeza
    sexualidade                                -Observação dos níveis de ruído no refeitório e
                                                polivalente
Relações inter-pessoais
                                                -Observatório da qualidade
                                                -Participação do nº de turmas na planificação e
                                                dinamização das actividades do Agrupamento.
Trabalho cooperativo                            -Funcionamento das reuniões dos diferentes
                                                órgãos




                                                                                              22
      Essa avaliação inclui:
                  Os efeitos que o projecto produz no sucesso escolar e pessoal dos
alunos;
                  O desenvolvimento das actividades de enriquecimento curricular.
                  As condições de trabalho de todos os intervenientes

      Na avaliação dos alunos devem ser considerados três domínios distintos mas
complementares:
                 Domínio cognitivo: Aferição do Saber;
                 Domínio operativo: Aferição do Saber Fazer
                 Domínio pessoal e social: Aferição do Saber Ser

      Na avaliação dos clubes e projectos deve ter-se em conta os seguintes factores:
                 Adesão obtida;
                 Resultados obtidos

       A sua continuidade depende dos factores atrás indicados e ainda das prioridades
definidas pelo conselho pedagógico

       A avaliação do projecto curricular do agrupamento deverá realizar-se através de
questionários aos diferentes intervenientes no processo ou em reuniões dos diferentes
órgãos ficando essa avaliação registada em acta. Estes registos permitirão refazer,
reformular os aspectos menos positivos, numa tentativa de melhoria contínua.




                                                                                        23
COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS

                          PRÉ-ESCOLAR

Áreas                                 Conteúdos                          Competências específicas

                                                              Linguagem oral e abordagem à escrita
                             Vocabulário;                     Transmite e interpreta informação de acordo
                             Tipos e formas de frase;           com as situações;
                             Concordância género, número,     Expressa-se em diferentes contextos;
                              tempo, pessoa e lugar;           Evidencia capacidade narrativa;
                             Diferentes fontes e expressão    Recorre à linguagem oral como meio de
                              literárias;                        expressão       de  emoções,        sentimentos,
                                                                 necessidades e desejos;
                                                               Identifica alguns enunciados literários tais como
                                                                 poesia e prosa;
                                                               Compreende que a escrita é um código com
                                                                 regras próprias;
                                                               Interpreta imagens ou gravuras;
                                                               Conhece diferentes meios audiovisuais;
                                                              Tem noção da existência de outras línguas e outros
                                                              códigos linguísticos.

                                                              Matemática
                             Correspondências;                Identifica, classifica, seria, ordena e faz
Expressão e Comunicação




                             Quantidades;                      correspondências;
                             Semelhanças e diferenças;        Evidencia dominar noções espaço-temporais e
                             Noções topológicas                noções topológicas;
                             Noção de elemento e conjunto     Explora as características e funcionalidade
                                                                (propriedade) dos objectos.

                                                              Expressão Motora
                             Precisão                         Realiza exercícios de motricidade fina e
                             Padrões Motores                    destreza manual;
                             Lateralidade                     Tem definido o esquema corporal, tem definida
                             Orientação Espacial                a lateralidade;
                             Esquema Corporal                 Orienta-se no espaço;
                             Destreza;                        Joga no respeito pelas regras;
                                                               Expressa-se e comunica através de diferentes
                                                                 técnicas e materiais.

                                                              Expressão Dramática
                             Dramatização                     Expressa-se e comunica através do corpo e da
                             Mímica                             voz;
                             Jogo simbólico;                  Representa diferentes papéis sociais;
                             Fantasia:                        Cria, recria e imagina situações reais ou
                             Criatividade                       imaginárias, com sentido;
                             Socialização                     Exterioriza sentimentos e emoções.
                             Auto-conhecimento




                                                                                                              24
                               Sentido estético;                  Expressão Plástica
                               Criatividade;                          Expressa-se utilizando diferentes técnicas e
                               Modelagem;                               materiais;
                               Colagem/recorte;                       Representa     graficamente     desejos    e
                               Desenho;                                 emoções;
                               Pintura                                Ter sentido estético;
                                                                       Realiza exercícios de motricidade fina;
                                                                       Revela destreza manual;
                                                                       Tem criatividade.

                                                                   Expressão Musical
                               Altura;                             Escuta e identifica sons e ambientes;
                               Ritmo;                              Canta canções e pequenas melodias;
                               Timbre;                             Utiliza musicalmente o corpo para a percussão,
                               Frequência;                           mímica e movimento;
                               Duração;                            Explora a sonoridade de objectos e
                               Sequência;                            instrumentos musicais.
                               Intensidade;
                               Ruído/silêncio
                               Memória
                               Concentração

                                                                  
Formação Pessoal e Social




                                Relação interpessoal                   Expressa comportamentos assertivos na sua
                               Autonomia pessoal e social             relação entre pares, entre adultos, entre
                               Cooperação                             espaços e materiais;
                               Multicultural idade                   Utiliza com responsabilidade espaços e
                                                                       materiais;
                                                                      É autónomo na higiene pessoal, na
                                                                       alimentação, na utilização dos espaços e
                                                                       materiais;
                                                                      Sabe desenvolver brincadeiras/actividades e
                                                                       projectos em grande e pequeno grupo;
                                                                      Respeita as diferenças físicas, sociais e
                                                                       culturais.

                               Contextos familiares e sociais;       Tem noção de pertença familiar e social;
                                Alimentação, higiene, Saúde e         Domina conceitos básicos sobre cuidados na
                                segurança;                             alimentação, na higiene pessoal, saúde e
                               Factos históricos e culturais do       segurança;
                                meio;                                 Conhece e compreende a herança cultural,
Conhecimento do Mundo




                               Ambiente;                              histórico-ideológica do(s) grupo(s) social(ais) a
                               TIC;                                   que pertence;
                               Fenómenos científicos                 Não dissocia ser humano de ambiente;
                                                                      Tem atitudes e comportamentos de respeito,
                                                                       protecção e preservação do meio ambiente;
                                                                      Mostra interesse por explorar as tecnologias da
                                                                       informação e comunicação;
                                                                      Desenvolve experiências e conceitos científicos
                                                                       com recurso aos procedimentos e à linguagem
                                                                       aceite cientificamente;
                                                                      Analisa e descreve sem recorrer a concepções
                                                                       alternativas os fenómenos da natureza.




                                                                                                                     25
1º CICLO

       Disciplina: Língua Portuguesa

      Conteúdos                                 Competências Específicas
   Compreensão oral       Capacidade para prestar atenção a discursos em diferentes variedade
                            do Português, incluindo o Português padrão.
                           Capacidade para extrair e reter a informação essencial do discurso.
                           Familiaridade com o vocabulário e com as estruturas gramaticais da
                            língua Portuguesa.

   Expressão oral         Conhecimento de vocabulário diversificado e de estruturas sintácticas
                            de complexidade crescente.
                           Capacidade de se exprimir de forma confiante, clara e audível, com
                            adequação ao contexto e ao objecto comunicativo.
                           Capacidade de controlo da voz, ao nível da articulação, da velocidade
                            de elocução e da curva melódica.
                           Capacidade para desempenhar, de uma forma cooperativa, o papel de
                            locutor e interlocutor em contexto escolar.

   Leitura                Desenvolvimento do gosto pela leitura.
                           Automatização do processo de decifração da mensagem.
                           Domínio dos mecanismos básicos de extracção de significado do
                            material escrito.
                           Capacidade para preservar na leitura de um texto.

   Expressão escrita      Desenvolvimento do gosto pela escrita.
                           Desenvolvimento das competências de escrita.
                           Domínio das técnicas instrumentais da fazer critica construtiva de
                            Capacidade para dar sugestões e para escrita.
                           Capacidade para produzir pequenos textos com objectivos
                            trabalhos.
                           comunicativos. do gosto pela recolha de produções de património
                            Desenvolvimento
                           Utilização de
                            literário oral. técnicas de recolha e organização da informação.
                           Valorização de intercâmbio da correspondência escrita com outros
                            Capacidade de formatação de discursos de complexidade crescente.
                            grupos e com a comunidade.
                           Desenvolvimento do gosto pelo registo de produção de património
                            literário oral.
                           Desenvolvimento de técnicas básicas de organização textual.


 Funcionamento da         Exploração e experimentação funcional e lúdica das várias formas
língua (conhecimento        diferentes de dizer as mesmas coisas.
explícito)                 Descoberta de regularidades e irregularidades da língua.
                           Domínio progressivo da estrutura da Língua, a partir de situações de
                            uso.
                           Capacidade de usar o conhecimento da Língua como instrumento na
                            aprendizagem da leitura e da escrita.
                           Conhecimento de paradigmas e regras básicas.




                                                                                              26
       Disciplina: Matemática

      Conteúdos                                 Competências Específicas
   Números           e    Capacidade para construção progressiva do conceito de número.
    operações              Compreensão do sistema de numeração decimal.
                           Domínio das operações aritméticas.
                           Capacidade para entender a estrutura de um problema.
                           Aptidão para desenvolver processos de resolução de problemas e
                            para analisar erros cometidos, ensaiando estratégias alternativas.
                           Aptidão para decidir sobre a razoabilidade de um resultado e de usar,
                            conforme os casos, o cálculo mental, os algoritmos ou instrumentos
                            tecnológicos.
                           Capacidade para fazer estimativas de resultados.
                           Capacidade para efectuar cálculos mentais simples.
   Formas e Espaço        Capacidade para executar jogos e brincadeiras que concorram para o
                            desenvolvimento de noções geométricas.
                           Desenvolvimento de actividades de exploração do espaço e das
                            formas.
                           Capacidade para manipular, explorar e observar objectos, em ordem
                            ao desenvolvimento das capacidades de relacionação, classificação e
                            transformação.
                           Aptidão para discutir com outros e comunicar descobertas e ideias
                            matemáticas, através de uma linguagem não ambígua e adequada às
                            situações.
                           Desenvolvimento de criatividade e sentido estético.

   Grandezas         e    Capacidade para fazer medições, comparar valores de grandezas e
    medidas                 estabelecer relações temporais.
                           Capacidade para fazer estimativas.
                           Capacidade para comparar resultados de medições ou estimativas e
                            discuti-los com os companheiros.
                           Desenvolvimento da construção progressiva da noção de
                            conservação de grandezas e sua seriação.




                                                                                              27
       Disciplina: Estudo do Meio

       Conteúdos                                    Competências Específicas
   O seu corpo               Capacidade de estruturar o conhecimento de si próprio.
   A segurança do seu        Capacidade para desenvolver atitudes de auto estima e de autoconfiança,
    corpo                      valorizando a sua identidade e raízes.
                              Desenvolvimento de hábitos de higiene corporal e de vida saudável.
                              Capacidade para compreender regras básicas de segurança.

   O passado do meio         Capacidade de utilização de processos simples de conhecimento da
    local.                     realidade envolvente (observação, descrição, formulação de problemas...)
   O passado nacional.       Capacidade para reconhecer o modo de funcionamento e as regras dos
   Reconhecer símbolos        grupos sociais.
    nacionais.                Desenvolvimento de atitudes e valores relacionados com a
                               responsabilidade, tolerância, solidariedade, cooperação e respeito pelas
                               diferenças.
                              Capacidade para reconhecer, valorizar e preservar vestígios de outras
                               épocas históricas.
                              Capacidade para reconhecer que os vestígios de outras épocas
                               contribuem para a reconstituição do passado.
   Aspectos físicos do       Capacidade para participar em actividades lúdicas de observação,
    meio                       investigação e descoberta.
   Os astros                 Capacidade para experimentar, fundamentar e discutir ideias próprias
   Aspectos físicos de        sobre problemas e fenómenos do meio físico e social.
    Portugal                  Capacidade para identificar elementos do meio físico e natural,
                               procurando compreender a estrutura do meio envolvente.
                              Capacidade para respeitar a vida e a natureza.
                              Desenvolvimento da curiosidade infantil pelos fenómenos naturais.
   O contacto entre a        Conhecimento dos espaços familiares aos alunos e suas funções.
    terra e o mar             Valorização de experiências práticas que envolvam deslocações e
   Os aglomerados             localização.
    populacionais             Capacidade para descrever itinerários.
   Portugal na Europa e      Capacidade para investigar e para recolher informação.
    no mundo
   Experiências com          Desenvolvimento de atitudes de permanente observação e
    materiais de uso           experimentação.
    corrente                  Capacidade para observar e experimentar propriedades e
   Experiências com a         comportamentos dos materiais.
    água                      Capacidade para manipular objectos e instrumentos com segurança.
   Experiências com a        Reconhecimento da necessidade de adoptar cuidados específicos na
    electricidade              utilização e conservação de materiais diversos.
   Experiências com o        Capacidade para valorizar o trabalho manual.
    ar
   Experiências com o
    som
   Manusear objectos
   Principais actividades    Desenvolvimento de atitudes de permanente observação.
    produtivas nacionais      Capacidade para investigar e recolher informação.
   A qualidade do            Capacidade para exprimir, fundamentar e discutir ideias sobre problemas
    ambiente                   e fenómenos do meio fisico e social.
                              Capacidade para respeitar a vida.
                              Capacidade para se aperceber das marcas e alterações provocadas pela
                               actividade humana na Natureza.
                              Capacidade para se empenhar na conservação e melhoria do ambiente.
                              Capacidade para compreender e usar racionalmente recursos naturais.
                              Capacidade para participar criticamente na resolução de problemas
                               ambientais
                             
                                                                                                      28
       Disciplina: Expressão e Educação Físico Motora, Musical, Dramática e Plástica

      Conteúdos                                 Competências Específicas
   Ginástica             Capacidade para cooperar com os companheiros, procurando realizar
   Jogos                  as acções favoráveis ao cumprimento das regras e do objectivo do
   Patinagem              jogo.
   Actividades ritmicas  Capaciadade para tratar os colegas de equipa e os adversários com
    expressivas            igual cordialidade e respeito.
   Percursos         na  Capacidade para participar com empenho no aperfeiçoamento da sua
    Natureza               habilidade nos diversos tipos de actividades.
   Jogos de exploração     Desenvolvimento de potencialidades musicais múltiplas, através do
   Corpo                    corpo em movimento, jogos de roda, danças...
   Voz                     Capacidade para experimentar e dominar progressivamente as
   Instrumentos             possibilidades do corpo e da voz, através de actividades lúdicas.
                            Enriquecimento das vivências sonoro-musicais das crianças.
                            Capacidade para participar em projectos pessoais ou de grupo.
                            Desenvolvimento da voz, do corpo e dos instrumentos, através de
   Expressão,               jogos de exploração.
    desenvolvimento e
    criação musical:        Desenvolvimento da musicalidade.
   Desenvolvimento         Desenvolvimento de potencialidades musicais múltiplas, através do
    auditivo;                corpo em movimento, jogos de roda, danças...
   Expressão e criação     Capacidade para experimentar e dominar progressivamente as
    musical;                 possibilidades do corpo e da voz, através de actividades lúdicas.
   Representações          Enriquecimento das vivências sonoro-musicais das crianças.
    diversas                Capacidade para participar em projectos pessoais ou de grupo.
                            Desenvolvimento da voz, de corpo e dos instrumentos, através de
                             jogos de exploração.
   Jogos de exploração     Desenvolvimento de potencialidades musicais múltiplas, através do
   Corpo                    corpo em movimento, jogos de roda, danças...
   Voz                     Capacidade para experimentar e dominar progressivamente as
   Espaço                   possibilidades do corpo e da voz, através de actividades lúdicas.
   Objectos                Enriquecimento das vivências sonoro-musicais das crianças.
   Jogos dramáticos        Capacidade para participar em projectos pessoais ou de grupo.
   Linguagem verbal        Desenvolvimento da voz, de corpo e dos instrumentos, através de
   Linguagem       não      jogos de exploração.
    verbal                  Desenvolvimento da musicalidade.
   Linguagem verbal e
    gestual
   Modelagem          e
    escultura               Capacidade para expressar o seu mundo interior para representar a
   Construções              realidade, a partir de descobertas sensoriais.
   Desenho                 Desenvolvimento da imaginação, da criatividade, da destreza manual e
   Pintura                  da descoberta e organização progressiva de volumes e superficies.
   Recorte, colagem e      Possibilidade de a criança se exprimir de forma pessoal.
    dobragem
   Impressão              Desenvolvimento do prazer na realização de experiências diversas que
   Tecelagem          e     possibilitem actividades de expressão plástica.
    costura
   Fotografia,
    transparências     e
    meios audiovisuais
   Cartazes


                                                                                              29
2º Ciclo / 3º Ciclo

       Disciplina: Língua Portuguesa                                                  5º. Ano

            Conteúdos                                  Competências Específicas
    Comunicação Oral                    Prestar atenção a discursos de pequena extensão.
    Expressão       verbal      em      Compreender discursos / mensagens de pequena
    interacção:                          extensão.
   Intencionalidade comunicativa;      Desempenhar de forma cooperativa o papel de locutor em
   Adequação comunicativa               situações diversificadas que requerem algum grau de
                                         formalidade.
    Comunicação oral regulada por       Saber escutar exposições, discussões, debates e
    técnicas:                            entrevistas.
   intencionalidade comunicativa.      Seleccionar e reler a informação necessária ao objectivo
                                         visado.
    Compreensão de enunciados           Compreender e apreciar textos do património oral.
    orais:                              Memorizar poemas, cantares e outras produções do
   sentido global e pormenores.         património oral.
                                        Adaptar o discurso em função das reacções do
                                         interlocutor.
                                        Narrar situações, vividas e imaginadas, com clareza e
                                         entusiasmo.

    Leitura                             Ler autonomamente.
    Leitura recreativa:                 Identificar as ideias importantes de um texto e as relações
   sentido global;                      entre as mesmas.
   recepção afectiva e estética;       Procurar num texto a informação necessária à
    recriação de textos.                 concretização da tarefa.
                                        Ler como forma de aprendizagem.
    Leitura orientada:                  Extrair e resumir a informação.
   Narrativa – sentido global,         Construir alguns esquemas que permitam recuperar,
    recursos expressivos, acção,         posteriormente, a informação do que está a ler.
    espaço, tempo, personagens,         Ler em voz alta com a entoação adequada.
    narrador,       modos       de      Utilizar estratégias diversificadas de recolha de
    apresentação.                        informação.
   Poesia – sentido global,            Ler espontaneamente.
    recursos expressivos, jogos de      Sublinhar e tomar notas.
    sons.                               Ler voluntária e continuadamente para recreação e para
   recepção e apreciação de             obtenção de informação.
    leitura;                            Ler textos de temas variados de literatura portuguesa e
   recriação de textos.                 traduções de qualidade de literatura universal.
    Leitura para informação e
    estudo:
   selecção de materiais de
    consulta;
   selecção e organização da
    informação.




                                                                                                 30
      Expressão escrita                        Escrever                          Escrever           diálogos
      Escrita expressiva e lúdica:              automaticamente e com              dramáticos.
     divulgação dos escritos                   desenvoltura.                     Responder a questionários
                                               Escrever com correcção             com finalidade escolar.
      Escrita para apropriação de               ortográfica, palavras do          Escrever, dominando as
      técnicas e de modelos:                    vocabulário      específico        técnicas fundamentais da
     preparação do texto;                      das              disciplinas       produção compositiva.
     construção do texto;                      curriculares.                     Organizar o texto em
     apresentação.                            Dominar as principais              períodos e parágrafos.
                                                regras de translineação e         Escrever com correcção
                                                de pontuação.                      morfológica e sintáctica,
                                               Usar de forma elementar            recorrendo a dicionários e
                                                um processador de texto.           gramáticas.
                                               Produzir     textos     com       Exprimir      os      nexos
                                                diferentes       objectivos        temporais.
                                                comunicativos                     Usar vocabulário variado,
                                                adequados à situação e             recorrendo ao dicionário.
                                                ao destinatário.
                                               Escrever textos para
                                                informar e para protestar
                                                (postal, carta, aviso ,
                                                recado, convite).
                                               Escrever              textos
                                                narrativos, com temas
                                                impostos ou de livre
                                                iniciativa.


       Conhecimento explícito                  Reflectir linguisticamente        Estabelecer        relações
      Pontuação                                com              objectivos        semânticas de hierarquia e
      Tipos e formas de frase                  instrumentais.                     de todo – parte entre
      Período e parágrafo                     Explicitar    regras     de        palavras.
      Divisão silábica (translineação)         acentuação gráfica de             Distinguir as classes e
      Acentuação (sílaba tónica)               palavras agudas, graves            subclasses de palavras
      Família de palavras                      e esdrúxulas.                      variáveis.
      Sinónimos e antónimos                   Usar, instrumentalmente,          Identificar alguns usos
      Formação de palavras –                   dicionários e gramáticas.          figurativos da linguagem
      palavras derivadas                       Conhecer          aspectos         (enumeração, comparação,
      Ordem alfabética                         básicos da estrutura e do          adjectivação, onomatopeia
      Classes de palavras:                     uso      do      Português         e personificação).
       - os nomes (subclasses,                  padrão.                           Reconhecer      a    função
    género, número e grau);                    Identificar        diversos        sintáctica    de    sujeito,
       - os determinantes (artigos              processos morfológicos             predicado e complemento
    definidos        e       indefinidos,       de formação de palavras.           directo.
    demonstrativos e possessivos);
       - os pronomes (pessoais,
    possessivos e demonstrativos);
       - os adjectivos e respectiva
    flexão e graus;
       - os verbos – as três
    conjugações, o modo e o tempo.
      Funções sintácticas: sujeito,
      predicado      e     complemento
      directo.



                                                                                                            31
      Disciplina: Língua Portuguesa                                                 6º Ano

          Conteúdos                                    Competências específicas
Comunicação Oral                        Saber escutar exposições, discussões, debates,
 Expressão        verbal    em          entrevistas.
  interacção:                           Saber escutar textos do património literário oral.
 intencionalidade comunicativa;        Desempenhar de forma cooperativa o papel de locutor em
 adequação comunicativa.                situações diversificadas que requerem algum grau de
 Comunicação oral regulada              formalidade.
  por técnicas:                         Compreender uma entrevista.
 intencionalidade comunicativa.        Compreender uma exposição / discussão segundo o seu
 Compreensão de enunciados              fio condutor.
  orais:                                Seleccionar e reler a informação necessária ao objectivo
 sentido global e pormenores.           visado.
                                        Compreender e apreciar textos do património oral.
                                        Adaptar o discurso em função das reacções do
                                         interlocutor.
                                        Narrar situações, vividas e imaginadas, com clareza e
                                         entusiasmo.
                                        Usar vocabulário preciso.
Leitura
    Leitura recreativa:                 Ler autonomamente.
 sentido global;                       Identificar as ideias importantes de um texto.
 recepção afectiva e estética;         Procurar num texto a informação necessária à
 recriação de textos.                   concretização da tarefa.
                                        Extrair e resumir a informação.
     Leitura orientada:                 Ler em voz alta com a entoação adequada.
   Narrativa – sentido global,         Sublinhar e tomar notas.
    recursos expressivos, acção,        Ler textos para recreação e para obtenção de informação.
    espaço, tempo, personagens,         Ler textos de temas variados de literatura portuguesa e
    narrador,       modos       de       traduções de qualidade de literatura universal.
    apresentação.                       Identificar alguns usos figurativos da linguagem
   Poesia – aspectos formais,           (enumeração, comparação, metáfora, adjectivação,
    sentido     global,   recursos       repetição, onomatopeia e personificação).
    expressivos, jogos de sons.
   recepção e apreciação de
    leitura;
   recriação de textos.

     Leitura para informação e
estudo:
 selecção de materiais de
    consulta;
selecção e organização da
informação

Expressão escrita                       Escrever com progressiva correcção ortográfica,
    Escrita expressiva e lúdica:         morfológica e sintáctica.
 divulgação dos escritos.              Escrever diversos tipos de texto para informar ou para
    Escrita para apropriação de          protestar.
técnicas e de                           Escrever textos narrativos, com temas impostos ou de
    modelos:                             livre iniciativa.
 Preparação do texto;                  Responder a questionários com finalidade escolar.
 Construção do texto;                  Organizar o texto em períodos e parágrafos.
 Apresentação..                        Exprimir os nexos temporais.
                                        Usar vocabulário variado, recorrendo ao dicionário

                                                                                               32
               Disciplina: Língua Portuguesa                                       7º Ano

            Conteúdos                                   Competências Específicas
 Expressão           verbal       em        Compreensão /expressão oral
interacção:
 discursos orais variados                 Alargar a compreensão a géneros formais e públicos do
 património        literário      oral   oral
(adivinhas, provérbios, quadras…)
 normas        reguladoras         da     Dominar progressivamente os géneros formais e públicos
comunicação oral                          do oral
 Comunicação oral regulada por
técnicas     (debate,       entrevista,
exposição)

 Leitura recreativa                         Leitura
 Leitura para informação e
estudo (dicionários, gramáticas,
enciclopédias)                               Adquirir autonomia e velocidade de leitura
 Leitura orientada:
 texto narrativo (categorias da
narrativa)
 (estudo de A ESTRELA e de                  Desenvolver hábitos de leitura
outro conto a definir)
 (recursos expressivos, tema,
intencionalidade comunicativa)

 texto poético (noções de
versificação, recursos fónicos e  . Expressão escrita
expressivos – nome, adjectivo,
advérbio,      campo         lexical,  Adquirir progressivo automatismo e desenvoltura no
comparação,         personificação, processo de escrita
metáfora)
 outros       textos       (notícia,
publicidade, símbolos, rótulos,
etiquetas)
 Escrita expressiva e lúdica
 Escrita para apropriação de
técnicas/modelos    (carta,    texto
narrativo)
 Aperfeiçoamento de texto
                                     . Conhecimento explícito
 Discurso directo e indirecto
 Coesão textual (sinónimos,
                                     - Manifestar um conhecimento sistematizado dos aspectos
hipónimos, hiperónimos)
                                    básicos da estrutura e uso da língua
 Pontuação
 Tipos e formas de frase
 Elementos        essenciais     e
acessórios da frase (predicativo do
sujeito,             complementos
circunstanciais de modo, causa, fim
e companhia, vocativo)




                                                                                                33
Ligação de orações (coordenação e
subordinação)
 Orações               coordenadas
(copulativas,           adversativas,
disjuntivas e conclusivas)
 Orações               subordinadas
(temporais e causais)
 Classes de palavras (nome,
adjectivo, verbo, advérbio, locuções
e conjunções)
 Processos de enriquecimento do
léxico (formação de palavras –
composição         e       derivação;
neologismos; abreviaturas e siglas)
Relações de forma e sentido entre
palavras (parónimas, homónimas,
homófonas, homógrafas).




                                        34
       Disciplina: Língua Portuguesa                                                 8º ano

            Conteúdos                                   Competências Específicas
 Texto Poético                          Ouvir/Falar
 Ser poeta / Definição de poesia;       Interpretar linguagens de natureza icónica e simbólica;
 Truques para ler Poesia;
 *Noções        básicas       de      Exprimir reacções subjectivas, face a mensagens do
versificação;                         sujeito poético;
 Poemas de vários autores no
manual adoptado;                         Saber escutar e compreender a audição de registos audio;
 Biografias de autores
 *Recursos expressivos;                 Seleccionar, ordenar e reter informação;

                                       Exprimir-se de forma ordenada com coerência lógica e
                                      sintáctica e de acordo com a intenção;

 Texto Narrativo                      Ler
 *Obras de leitura integral           Apreender criticamente o significado e a intencionalidade
“Sexta-feira ou a Vida Selvagem”      dos textos lidos;
de Michel Tournier e a “Inaudita
Guerra da Avenida Gago Coutinho”         Ter fluência na leitura;
de Mário de Carvalho;
 categorias da narrativa;               Ser eficaz na selecção das estratégias de leitura;
 modos de expressão;
 modalidades do discurso;             Comparar textos uns com os outros, no que diz respeito ao
 formação de palavras;               tema/assunto;
 funções sintácticas;
 recursos expressivos;                  Interpretar o que lê;
 frase complexa – subordinação;
 conjunções;                          Exprimir; reacções subjectivas de leitor nos actos de
 advérbios;                          recitar /dramatizar
 pronomes;
 Texto Dramático                      Escrever
 *Obra de leitura integral – Falar    Produzir textos (poéticos e outros) por iniciativa própria
Verdade a Mentir de Almeida           e/ou do professor;
Garret;
 categorias do texto dramático;         Manifestar por escrito a compreensão do que ouve ou lê;
 texto dramático vs texto teatral;
 tipos de cómico;                     Escrever com correcção, a nível da ortografia, acentuação,
 indicações cénicas;                 pontuação, e organização gráfica;
 - recursos expressivos;
                                         - Escrever de forma a apropriar-se de técnicas e modelos;




                                                                                                    35
       Disciplina: Língua Portuguesa                                                    9º Ano

            Conteúdos                                 Competências Específicas
 Expressão       verbal em               Compreensão/ Expressão oral:
interacção;                               Compreender formas complexas do oral;
 Compreensão de enunciados
orais.                                    Adquirir fluência e adequação da expressão oral em
                                           contextos formais.

   Leitura recreativa;                   Leitura
   Leitura orientada:                    Adquirir fluência de leitura e eficácia na selecção de
                                            estratégias adequadas ao fim em vista.
 O texto narrativo (categorias           Expressão escrita
da      narrativa,    tema      e         Apresentar naturalidade e correcção no uso
intencionalidade comunicativa);           multifuncional do processo de escrita.

 O texto poético (noções de
versificação, recursos fónicos e
expressivos);

   O texto dramático

   Escrita expressiva e lúdica;

 - Escrita para apropriação de
modelos/técnicas.
   Aperfeiçoamento de texto.             Conhecimento explícito

   Funcionamento da língua:              Manifestar um conhecimento sistematizado dos aspectos
   Níveis de língua;                      básicos da estrutura e uso da língua.
   Tipos de cómico;
   Figuras de estilo (alegoria,
    repetição, eufemismo, ironia);
   Fenómenos de evolução
    fonética e semântica;
   Palavras convergentes e
    divergentes;
   Frases simples e complexas;
   Coordenação e subordinação;
   Relação de sentido e de forma
    entre palavras;
   Fonética, fonologia e ortografia




                                                                                                 36
         Disciplina: Inglês                                                                 5º Ano

               Conteúdos                                      Competências Específicas
   Cultural    information      (United      Utilizar conhecimentos básicos sobre o assunto do texto na
    Kingdom/ Great Britain);                   formulação de hipóteses de sentido.
   Introducing:                              Negociar os papéis de ouvinte e de locutor.
   Personal pronouns;                        Participar em conversas sobre assuntos do quotidiano.
   What;                                     Auto –apresentar –se e apresentar pessoas a partir de
   Present tense of TO BE (all                tópicos.
    forms);                                   Responder a inquéritos simples sobre a vida quotidiana.
   Greeting;                                 Caracterizar o contexto do acto comunicativo com previsão
   Classroom language;                        de possíveis realizações linguísticas.
   Spelling;                                 Cooperar mutuamente no esclarecimento de significados,
   English alphabet;                          de intenções comunicativas.
   Classroom objects:                        Recolher elementos de apoio: textos, léxico, estruturas
   Possessive adjectives;                     gramaticais.
   Who / how;                                Relacionar elementos do texto que permitam confirmar
   Cardinal numbers;                          hipóteses de sentido.
   Articles.                                 Cooperar mutuamente no esclarecimento de significados,
   Ages:                                      de intenções comunicativas.
   - How old…?...years old;                  Associar marcas textuais ao assunto e ao tipo de texto.
   Dates:                                    Deduzir o sentido de palavras e de estruturas gramaticais
   What day is it today? It’s…;               desconhecidas a partir do contexto, da analise morfológica
   Birthdays:                                 das palavras e de analogia/contraste com a língua materna.
   When is…birthday? It’s in…It’s            Seleccionar, no conjunto de saberes disponíveis,
    on…                                        enunciados, estruturas linguísticas e vocábulos necessários
                                               aos desempenhos comunicativos.
   Addresses;
                                              Avaliar o grau de adequação do desempenho à situação de
   Telephone numbers:
                                               comunicação.
   Cardinal numbers (to 100);
                                              Caracterizar o contexto do acto comunicativo, tendo em
   Ordinal numbers;
                                               vista a adequação do texto a produzir.
   What’s…address           /telephone
                                              Relacionar elementos do texto que permitam confirmar
    number?.
                                               hipóteses de sentido.
   Story Time: «The fox and the
                                              Seleccionar, no conjunto de saberes disponíveis,
    grapes»
                                               enunciados,     estrutu-ras    linguísticas  e    vocábulos
                                               necessários aos desempenhos comunicativos

                                            Deduzir o sentido de palavras e de estruturas gramaticais
 Countries;
                                             desconhecidas a partir do contexto.
 Places of birth;
                                            Caracterizar o contexto do acto comunicativo, tendo em
 Nationalities;                             vista a adequação do texto a produzir.
 Cities;                                   Identificar uma tarefa a realizar a partir das respectivas
 Where…from? ;                              instruções de execução.
 Direct questions;                         Preencher formulários simples.
 Verb TO BE: interrogative and             Associar unidades linguísticas do texto às ideias principais e
  negative forms;                            secundárias.
 What nationality are you? ;               Seleccionar, no conjunto de saberes disponíveis,
                                             enunciados, estruturas linguísticas e vocábulos necessários
                                             aos desempenhos comunicativos.
                                            Narrar acontecimentos da vida quotidiana.
                                            Compensar insuficiências mediante recurso a substitutos
                                             lexicais, a construções sintácticas mais simples.
   Family:
                                            Relacionar elementos do texto que permitam confirmar
   Possessive adjectives;                   hipóteses de sentido.
   Jobs:                                   Caracterizar o contexto do acto comunicativo com previsão
   What’s your/his/her job? ;               de possíveis trocas verbais.
                                            Criação de pequenos textos a partir de suportes vários
                                                                                                        37
 Parts of the school;                 Utilizar conhecimentos prévios sobre o assunto do texto na
 School subjects:                      formulação de hipóteses de sentido.
 Connectors: before, after, first,    Associar unidades linguísticas do texto às ideias principais
  then;                                 e secundárias.
 Verb TO HAVE GOT;                    Identificar uma informação em função de um objectivo
                                        preciso, a partir de diálogos usuais na vida quotidiana.
   Nature:                            Seleccionar, no conjunto de saberes disponíveis,
   Demonstratives;                     enunciados,       estruturas   linguísticas  e     vocábulos
   Colours;                            necessários aos desempenhos comunicativos.
   Animals;                           Participar em conversas no contexto das actividades da
   Adjectives;                         aula.
                                       Associar marcas textuais ao assunto e ao tipo de texto.
 Plurals (regular / irregular) ;      Resposta a inquéritos simples sobre a vida quotidiana.
 Time:                                Reproduzir informações recolhidas em fontes diversas.
 Time prepositions – in, on, at;      Caracterizar o contexto do acto comunicativo com previsão
                                        de eventuais reacções do público.
 Body;                                Relatar episódios da vida corrente a partir de tópicos e ou
 Descriptions:                         elementos linguísticos.
                                      Participação em conversas sobre assuntos do dia a dia.

 HAVE GOT (all forms);
 Adjectives;
 How tall/big? Very/quite;

   Clothes:
                                       Relacionar elementos do texto que permitam confirmar
   Posessives;
                                        hipóteses de sentido.
   Possessive case /genitive;
                                       Seleccionar, no conjunto de saberes disponíveis,
   Whose…? ;
                                        enunciados, estruturas linguísticas e vocábulos
   Abilities:                          necessários aos desempenhos comunicativos.
   Can / can’t;
   Connectors: and, but, also, too

 Story Time: « The sword in the       Relacionar elementos do texto que permitam confirmar
  stone ».                              hipóteses de sentido.
                                       Relacionar elementos do texto que permitam confirmar
                                        hipóteses de sentido.
                                       Verificar a correcção das hipóteses de sentido formuladas.
                                       Cooperar mutuamente no esclarecimento de significados,
                                        de intenções comunicativas.
                                       Caracterizar o contexto do acto comunicativo, tendo em
   The house:
                                        vista a adequação do texto a produzir.
   Prepositions of place;
   Where…? How often…? ;
   There + TO BE + object;
   Likes / dislikes:
   Food;
   How many…?
   Some / any;
   Weather:
   What’s the weather like? It’s…




                                                                                                  38
         Disciplina: Inglês                                                               6º Ano

              Conteúdos                                    Competências Específicas
Verb to be: Present Simple                 Participação em conversas sobre assuntos do quotidiano;
 Personal        Pronouns          and    Participação em conversas no contexto das actividade da
  possessive adjectives.                    aula;
 (name, surname, age, address,            Auto-apresentação e apresentação de pessoas a partir de
  phone        number,      countries,      tópicos e ou elementos linguísticos;
  nationalities and numbers).
 Indefinite and definite articles.        Descrição, com o objectivo de dar a conhecer,
 Possessive adjectives and                 personagens, objectos, a partir de suportes vários: imagens
  possessive pronouns.                      situações, tópicos e ou elementos linguísticos);
 Have got (Present Simple).               Reprodução de informações recolhidas em fontes diversas;
 Possessive case.                         Criação de textos com características lúdico - poéticas a
 Whose                                     partir de suportes



 (Physical description; Clothes,          Suportes vários, um som, uma letra , uma palavra – chave;
  colours, footwear, accessories)          Adequação de comportamentos comunicativos tendo em
                                            conta:
                                             - os traços característicos da sociedade e da cultura das
                                            comunidades que usam a língua;
                                              - afinidades/ diferenças entre a cultura de origem e a
   Present Simple.                         cultura estrangeira.
   Adverbs of frequency.                  Identificação de uma acção / tarefa a realizar a partir das
   Question words.                         respectivas instruções de execução (actividade escolar,
   Personal pronouns (object).             realização de um percurso);
   (Daily activities; the time)           Identificação de uma personagem , objecto, lugar, a partir
   There + to be (Present Simple).         da sua descrição.
   Prepositions of place.                 Reconhecimento, num texto narrativo, dos acontecimentos
   Plurals                                 e das personagens principais.
   (Parts of a school; School
    subjects)
   Present Continuous.
   Present Simple/ Present
    Continuous.
   Must.
   Question tags.
   Connectors
   ( Weekend activities; Jobs;
   Different lifestyles)
   Comparatives and superlatives.
   Modal Verbs: can, may,…
   (Extracurricular activities;
    Environment)




                                                                                                     39
 Prepositions of place and
  direction.
 Verb to be (Past Simple).
 There+ to be (Past Simple).
 Indefinite pronouns/ quantifiers.
 ( Shops, public buildings and
  facilities; Physical appearance;
  Personality features; Shops and
  public buildings; Food and
  drinks).
 Past Simple – Regular verbs.
 Adverbs.
 Past Simple – Irregular verbs.
 Question tags (Past Simple).




 Imperative
 Future: be going to.
 (The city and its activities;
  London’s monuments and places
  of interest; activities in the past;
  different kinds of holidays;
  holidays activities; means of
  transport; Accommodation;
  holiday activities; luggage; the
  seasons; the weather).
 Cool Celebrations: Halloween;
  Christmas; Valentine’s Day and
  Easter.
 Extensive Reading: «A Special
  Present for Christmas»




                                         40
             Disciplina: Inglês                                                      7º ano

                Conteúdos                                 Competências Específicas
   People and places                    Identificação de uma acção/tarefa a realizar a partir das
   Asking for and giving personal respectivas instruções de execução (actividade escolar,
    information                           utilização de um objecto, realização de um percurso,
   Expressing likes and dislikes         receita culinária).
   Present simple: to be, have got and  Identificação de informações em função de um objectivo
    there to be                           preciso a partir de textos informativos (aviso, anúncio
   Personal pronouns                     publicitário, notícia, programa, informação meteorológica,
   Possessive determiners                cartaz, guia, mapa, artigo de dicionário, enciclopédia, lista
                                          telefónica, embalagem, etiqueta, bilhete de transporte..-
   My family                             em gravação áudio ou vídeo).
   Talking about jobs                   Identificação de informações em função de um objectivo
   Describing families and family preciso a partir de diálogos usuais na vida quotidiana.
    relationships                        Identificação de informações em mensagens telefónicas.
   Expressing possession                Identificação de uma personagem, objecto, lugar, a partir
   Giving opinions                       da sua descrição (apresentação de uma personagem,
   Agreeing and disagreeing              região/cidade/paisagem, objecto - em gravação áudio ou
                                          vídeo, ficha biográfica de uma personagem, guia turístico,
   Feminine/ masculine
                                          catálogo).
   Present simple
                                         Identificação, numa narrativa transmitida oralmente, de
   Frequency adverbs
                                          sequências de acontecimentos, de personagens e
   Time prepositions                     lugares e suas características, de momentos.
   Possessive case                      Identificação, num texto narrativo, de sequências de
   Present continuous                    acontecimentos, de personagens e lugares e suas
                                             características, de momentos.
   Lifestyles                              Identificação de mensagens em textos de relação social e
   Describing daily routines                interpessoal (carta, fax, correio electrónico).
   Telling the time                        Estabelecimento de relações som-sentido em textos
   Describing actions happening at the      poéticos.
    moment of speaking                      Identificação de traços característicos da sociedade e da
   Describing past actions                  cultura das comunidades que usam a língua.
   Expressing obligation                   Estabelecimento de relações – afinidades/diferenças –
   Asking for and giving specific           entre a cultura de origem e a cultura estrangeira.
    information                             Participação em conversas sobre assuntos do quotidiano
   Present      simple    and  present      e da actualidade.
    continuous                              Participação em conversas no contexto das actividades
   Past simple: to be                       da aula.
   Must                                    Auto-apresentação e apresentação de pessoas a partir de
   Past simple: regular verbs               tópicos (elementos de identificação, situação familiar,
                                             características pessoais, gostos, hábitos) e/ou de
   Hallowe’en                               elementos linguísticos.
   Christmas                               Conversa telefónica (autêntica, simulada) a partir de
   Talking about festivals                  tópicos e/ou de elementos linguísticos.
   Expressing opinions                     Entrevista (autêntica, simulada) a partir de tópicos e/ou
                                             de elementos linguísticos.




                                                                                                    41
   Home life                             Adequação de comportamentos comunicativos tendo
   Describing types of housing            em conta:
   Describing rooms                      Os traços característicos da sociedade e da cultura das
   Describing past actions                comunidades que usam a língua;
   Helping out at home                   Afinidades/diferenças entre a cultura de origem e a
   Position of adjectives                 cultura estrangeira.
   Prepositions of place and movement    Resposta a inquéritos sobre a vida quotidiana.
   Past simple: irregular verbs          Recepção/produção de mensagens em situações de
   Some, any and no                       relação interpessoal e social: carta, postal, bilhete
                                           (recado, instrução,aviso, saudação...), convite, utilizando
 School and friends                       canais diversificados (correio postal, fax, correio
 Talking about school life                electrónico).
 Asking, giving and refusing             Preenchimento de formulários (ficha de identificação, de
        permission                         inscrição, de leitura...).
 Giving instructions                     Relato de episódios/acontecimentos da vida quotidiana.
 Asking for and giving opinions          Descrição, com o objectivo de dar a conhecer, de
 Describing what we think will happen     objectos, lugares, personagens.
 Can, could and may                      Reprodução/recriação de textos poéticos, lengalengas,
                                           adivinhas, provérbios, anedotas, canções.
 Must (revision)
                                          Narração de episódios/acontecimentos da vida
 Singular nouns
                                           quotidiana (página de diário, textos biográficos, notícia
 Adjective + preposition
                                           de jornal...).
 The imperative
                                          Registo estruturado de informações recolhidas em
 Indefinite pronouns                      fontes diversas.
 Future – will                           Criação de textos com características poéticas a partir
 Conditional sentences – type 1           de suportes vários: um tópico, um som, uma letra, uma
                                           palavra-chave.
 St Valentine’s Day                      Participar de forma consciente na construção de uma
 Easter                                   competência plurilingue e pluricultural:
 Talking about festivals                 Adoptar uma atitude de abertura e tolerância face às
                                           línguas e culturas estrangeiras;
                                          Estabelecer relações de afinidade/contraste entre a
                                           língua materna e as línguas estrangeiras.
   Going around                          Utilizar estratégias de apropriação da língua estrangeira
   Describing places                      enquanto instrumento de comunicação:
   Asking and giving directions          Relacionar sentidos e intenções em situações de
   Inviting and accepting                 comunicação em que foram produzidos;
   Describing clothes                    Reconhecer índices contextuais que permitam a
   Describing people                      dedução de sentidos;
   Offering assistance                   Seleccionar, no reportório disponível, recursos que
   Asking for things                      permitam produzir textos adequados às situações
   Asking and saying the price            comunicativas;
   Be going to
   Linking words
   Question tags
   Past continuous




                                                                                                   42
                                             Utilizar meios de compensação de insuficiências no uso
                                              da
                                             língua: gestos, definições, perífrases, paráfrases...,
                                             Gerir a tomada de palavras em situações de interacção
                                              verbal tendo em vista a eficácia da comunicação;
                                             Avaliar a justeza dos processos utilizados.
                                             Utilizar estratégias de apropriação do sistema da língua
                                              estrangeira:
                                             Analisar e inferir princípios que regem a organização e a
 Comparative and superlative forms           utilização da língua, de modo a favorecer a integração
                                              dos conhecimentos novos num quadro estruturado que
                                              progressivamente se vá enriquecendo;
                                             Estabelecer relações de afinidade/contraste entre os
                                              sistemas da língua materna e das línguas estrangeiras.
                                             Adoptar estratégias e procedimentos adequados às
                                              necessidades de aprendizagem próprias:
   The world around us                      Identificar as finalidades das tarefas a executar;
   Expressing preferences                  -Planificar actividades;
   Talking about sports                     - Seleccionar, de entre os auxiliares de aprendizagem, os
   Talking about recent events               mais adequados;
   Giving advice                            - dentificar dúvidas e dificuldades;
   Who, which and that                      Auto-regular os desempenhos exigidos em cada tarefa;
   Definite, indefinite and zero article    Gerir adequadamente o tempo na realização das tarefas;
   Present perfect tense                    Tomar decisões/iniciativas, com base em critérios
   Should and shouldn’t                      preestabelecidos, no sentido de uma participação
                                              adequada em actos comunicativos, projectos de trabalho,
 Mother’s Day                                processos de aprendizagem...;
 Cross Cultural Calendar                    Organizar e utilizar materiais num processo de trabalho
 Talking about festivals/traditions          autónomo; mobilizar, de entre os recursos disponíveis,
                                              aqueles que, determinado contexto, permitem a
                                              resolução de problemas de comunicação imprevistos, a
                                              adaptação a situações novas;
                                             Explorar as oportunidades de relação interactiva, na sala
                                              de aula, para praticar a interacção verbal;
                                             Cooperar, de forma produtiva, na realização de tarefas
                                              em grupo ;
                                             Contribuir para a criação, na sala de aula, de um clima de
                                              trabalho favorável: organizar o espaço de forma funcional;
                                              organizar os materiais de trabalho ; gerir, de forma
                                              equilibrada, os ritmos de trabalho; garantir a qualidade
                                              estética do ambiente nos planos visual e sonoro; garantir
                                              a segurança e a higiene do espaço e dos equipamentos.




                                                                                                     43
       Disciplina: Inglês                                                               8º ano

               Conteúdos                                  Competências Específicas
   Free time and entertainment              Identificação de uma acção/tarefa a realizar a partir
   Talking about free time activities        das respectivas instruções de execução (actividade
   Describing habits                         escolar, utilização de um objecto, realização de um
   Describing actions happening at the       percurso, receita culinária).
    time of speaking or in a period          Identificação de informações em função de um
    around now                                objectivo preciso a partir de textos informativos
   Talking about future actions which        (aviso, anúncio publicitário, notícia, programa,
    have already been planned                 informação meteorológica, cartaz, guia, mapa, artigo
   Talking about hobbies                     de dicionário, enciclopédia, lista telefónica,
   Expressing likes and dislikes             embalagem, etiqueta, bilhete de transporte..- em
   Present simple and continuous             gravação áudio ou vídeo).
   Nouns: masculine and feminine            Identificação de informações em função de um
   Compound nouns                            objectivo preciso a partir de diálogos usuais na vida
                                              quotidiana.
   Omission of noun after the genitive
                                             Identificação de informações em mensagens
   Past simple
                                              telefónicas.
   Personal pronouns – subject and
                                             Identificação de uma personagem, objecto, lugar, a
    object
                                              partir da sua descrição (apresentação de uma
   Reflexive pronouns
                                              personagem, região/cidade/paisagem, objecto - em
   Plural form of nouns                      gravação áudio ou vídeo, ficha biográfica de uma
                                              personagem, guia turístico, catálogo).
   Sports and friends                       Identificação, numa narrativa transmitida oralmente,
   Talking about sports                      de sequências de acontecimentos, de personagens
   Giving opinions                           e lugares e suas características, de momentos.
   Expressing preferences                   Identificação, num texto narrativo, de sequências de
   Describing actions which were in          acontecimentos, de personagens e lugares e suas
    progress at a particular moment in        características, de momentos.
    the past                                 Identificação de mensagens em textos de relação
   Describing actions taking place           social e interpessoal (carta, fax, correio electrónico).
    simultaneously in the past               Estabelecimento de relações som-sentido em textos
   Talking about friendship                  poéticos.
   Making predictions about the future      Identificação de traços característicos da sociedade
   Giving advice                             e da cultura das comunidades que usam a língua.
   Position of adjectives                   Estabelecimento de relações – afinidades/diferenças
   Adjective + preposition                   – entre a cultura de origem e a cultura estrangeira.
   Past continuous and past simple          Participação em conversas sobre assuntos do
   Will                                      quotidiano e da actualidade.
   Going to                                 Participação em conversas no contexto das
   Adverbs of manner                         actividades da aula.
   Adjective degrees                        Auto-apresentação e apresentação de pessoas a
   Adverb degrees                            partir de tópicos (elementos de identificação,
   Bonfire night                             situação familiar, características pessoais, gostos,
   Thanksgiving                              hábitos) e/ou de elementos linguísticos.
   Halloween                                Conversa telefónica (autêntica, simulada) a partir de
   Christmas                                 tópicos e/ou de elementos linguísticos.
   Talking about festivals/traditions       Entrevista (autêntica, simulada) a partir de tópicos
                                              e/ou de elementos linguísticos.




                                                                                                    44
   Food and health                            Adequação de comportamentos comunicativos
   Expressing preferences                      tendo em conta:
   Describing food habits                     Os traços característicos da sociedade e da cultura
   Comparing food habits                       das comunidades que usam a língua;
   Describing disadvantages of fast food      Afinidades/diferenças entre a cultura de origem e a
   Giving opinion                              cultura estrangeira.
   Expressing likes and dislikes              Resposta a inquéritos sobre a vida quotidiana.
   Ordering a meal                            Recepção/produção de mensagens em situações de
   Talking about eating disorders              relação interpessoal e social: carta, postal, bilhete
   Describing eating habits                    (recado, instrução,aviso, saudação...), convite,
   Recognizing a good and balanced             utilizando canais diversificados (correio postal, fax,
    diet                                        correio electrónico).
   Expressing opinion                         Preenchimento de formulários (ficha de
   Talking about healthy food and fast         identificação, de inscrição, de leitura...).
    food                                       Relato de episódios/acontecimentos da vida
   Suggesting                                  quotidiana.
   Reflecting on health problems              Descrição, com o objectivo de dar a conhecer, de
                                                objectos, lugares, personagens.
   Modal verbs: can/could, may/might,
    should/must                                Reprodução/recriação de textos poéticos,
                                                lengalengas, adivinhas, provérbios, anedotas,
   Relative pronouns: who, which, that
                                                canções.
   The imperative
                                               Narração de episódios/acontecimentos da vida
   Present perfect tense
                                                quotidiana (página de diário, textos biográficos,
                                                notícia de jornal...).
                                               Registo estruturado de informações recolhidas em
                                                fontes diversas.
                                               Criação de textos com características poéticas a
   Fashion
                                                partir de suportes vários: um tópico, um som, uma
   Talking about fashion
                                                letra, uma palavra-chave.
   Describing jobs related to fashion
                                               Participar de forma consciente na construção de
   Expressing emotions                         uma competência plurilingue e pluricultural:
   Describing life of top models              Adoptar uma atitude de abertura e tolerância face às
   Giving opinion                              línguas e culturas estrangeiras;
   Describing clothes                         Estabelecer relações de afinidade/contraste entre a
   Expressing preferences                      língua materna e as línguas estrangeiras.
   Commenting                                   Utilizar estratégias de apropriação da língua
   Asking for and giving personal              estrangeira enquanto instrumento de
    information                                 comunicação:
   Expressing worries                         Relacionar sentidos e intenções em situações de
   Reflecting on body image                    comunicação em que foram produzidos;
   Direct/indirect speech                     Reconhecer índices contextuais que permitam a
   Wh- questions                               dedução de sentidos;
   Reporting questions                        Seleccionar, no reportório disponível, recursos que
   Verbs followed by prepositions              permitam produzir textos adequados às situações
                                                comunicativas;

                                               Utilizar meios de compensação de insuficiências no
                                                uso da língua: gestos, definições, perífrases,
                                                paráfrases...,
                                               Gerir a tomada de palavras em situações de
                                                interacção verbal tendo em vista a eficácia da
   Boxing Day                                  comunicação;
   St. Patrick’ Day                           Avaliar a justeza dos processos utilizados.
   Talking about festivals/traditions



                                                                                                    45
   Extensive reading                           Utilizar estratégias de apropriação do sistema da
                                                 língua estrangeira:
   The media                                   Analisar e inferir princípios que regem a organização
   Expressing likes, dislikes and               e a utilização da língua, de modo a favorecer a
    preferences about the media                  integração dos conhecimentos novos num quadro
   Asking for and giving opinions about         estruturado que progressivamente se vá
    the media                                    enriquecendo;
   Giving information about radio and          Estabelecer relações de afinidade/contraste entre os
    TV programmes                                sistemas da língua materna e das línguas
   Identifying different types of               estrangeiras.
    newspapers                                  Adoptar estratégias e procedimentos adequados às
   Describing processes                         necessidades de aprendizagem próprias:
   Many, much and a lot of                     Identificar as finalidades das tarefas a executar;
   How… questions                              Planificar actividades;
   Present perfect continuous                  Seleccionar, de entre os auxiliares de
   Gerund                                       aprendizagem, os mais adequados;
   Infinitive                                  Identificar dúvidas e dificuldades;
   The passive                                 Auto-regular os desempenhos exigidos em cada
                                                 tarefa;
                                                Gerir adequadamente o tempo na realização das
   Across borders                               tarefas;
   Talking about traditions, customs and       Tomar decisões/iniciativas, com base em critérios
    festivals                                    preestabelecidos, no sentido de uma participação
   Talking about a possible future action       adequada em actos comunicativos, projectos de
   Talking about something                      trabalho, processos de aprendizagem...;
   unreal or imaginary                         Organizar e utilizar materiais num processo de
   Describing places                            trabalho autónomo; mobilizar, de entre os recursos
                                                 disponíveis, aqueles que, mun determinado
   Expressing preferences
                                                 contexto, permitem a resolução de problemas de
   Describing location
                                                 comunicação imprevistos, a adaptação a situações
   Talking about facilities                     novas;
   Prepositions of movement                    Explorar as oportunidades de relação interactiva, na
   First and second conditional                 sala de aula, para praticar a interacção verbal;
   Definite, indefinite and zero article       Cooperar, de forma produtiva, na realização de
   Connectors: reason, purpose and              tarefas em grupo ;
    result                                      Contribuir para a criação, na sala de aula, de um
                                                 clima de trabalho favorável: organizar o espaço de
   Father’s Day                                 forma funcional; organizar os materiais de trabalho ;
   Independence Day                             gerir, de forma equilibrada, os ritmos de trabalho;
   Talking about festivals/traditions           garantir a qualidade estética do ambiente nos planos
                                                 visual e sonoro; garantir a segurança e a higiene do
                                                 espaço e dos equipamentos.




                                                                                                    46
       Disciplina: Inglês (LEI) – Nível 5                                               9° Ano
               Conteúdos                                  Competências Específicas
   DIAGNOSIS:
   Language                                  Usar a língua inglesa correctamente adquirindo
   British and American Culture               gradualmente as regras necessárias à fluência e à
   Revision of basic language function        correcção.
    and basic grammar structures              Ler correctamente textos escritos.
                                              Compreender e produzir diferentes tipos de textos.
   Travel and Holidays                       Dialogar usando o vocabulário e as estruturas
   Talking about their own                    gramaticais adequadas
    experience                                Exprimir-se empregando devidamente as funções da
   Asking for and giving information          linguagem.
   Describing places                         Interpretar de forma correcta textos orais e escritos.
   Simple Present / Present                  Pesquisar, seleccionar, analisar e organizar
    Continuous                                 informação.
   ( revision ) - all forms                  Organizar ideias básicas para a construção de um
   Adverbs of frequency                       texto.
   Wh-questions                              Identificação de traços característicos da sociedade e
   Talking about the past                     da cultura das comunidades que usam a língua.
   Making reservations                       Estabelecimento de relações – afinidades /
   Simple Past ( revision ) - all forms       diferenças – entre a cultura de origem e a cultura
                                               estrangeira.
   Cinema                                    Identificação de uma acção / tarefa a realizar a partir
   Expressing likes/dislikes                  das respectivas instruções de execução.
   Expressing past habits / situations       Identificação de informações em função de um
   Adjective formation                        objectivo preciso a partir de textos informativos.
   Used to + infinitive                      Identificação de uma personagem, objecto, lugar, a
                                               partir da sua descrição.
   Music                                     Identificação, numa narrativa transmitida oralmente,
                                               de sequências de acontecimentos, de personagens e
   Simple Past / Past Continuous
                                               lugares e suas características, de momentos.
                                              Participação em conversas sobre assuntos do
   Food and Physical Exercise
                                               quotidiano e da actualidade.
   Talking about the past
                                              Participação em conversas no contexto das
   Describing past actions
                                               actividades da aula.
   Present Perfect
                                              Auto-apresentação e apresentação de pessoas a
   Present Perfect Continuous                 partir de tópicos.
   Past Perfect                              Entrevista (autêntica, simulada) a partir de tópicos ou
                                               elementos linguísticos.
   Fitness                                   Resposta a inquéritos sobre a vida quotidiana.
   Agreeing / Disagreeing                    Recepção/produção de mensagens em situações de
   Giving opinions                            relação interpessoal e social.
   Comparing                                 Preenchimento de formulários.
   Noun + preposition                        Relato de episódios/acontecimentos da vida
   Adjectives: comparative and                quotidiana.
    superlative (revision)                    Descrição, com o objectivo de dar a conhecer, de
   Tense revision                             objectos, lugares, personagens.
                                              Registo estruturado de informações recolhidas em
   Self-Image                                 fontes diversas.
   Expressing likes/ dislikes
   Comparing                                 Expressar atitudes positivas para com as realidades
   Predicting                                 social e cultural partilhando informação, ideias e
   Giving advice                              opiniões.
   If clauses ( type 1 )                     Usar e desenvolver métodos e estratégias de
                                               aprendizagem

                                                                                                    47
Dependencies - Smoking
 Giving opinions
 Criticizing
 Justifying
 Drawing conclusions
 Expressing contrast
 Contrast clauses
 Reflexive and reciprocal pronouns

   Drugs & Alcohol
   Expressing opinions
   Comparing
   Reported Speech
   Expressing ability, permission,
    probability,
   obligation, necessity and advice
   Modal verbs

   Careers / Dream Job
   Expressing preference
   Noun suffixes
   Verb+sufix
   Adjective+sufix

   Types of Jobs
   Talking about the past
   Past Perfect / Past Perfect
    Continuous

   Summer Jobs / Part-time Jobs
    /
   Applying for a job
   Infinitive with and without to /
    Gerund
   Asking for and giving information
   Describing people
   Relative pronouns
   Defining relative clauses

   TechnologicalDevelopments
   Computers /ChatRooms:
   Summing up
   Expressing purpose, reason and
    contrast
   Clauses of purpose / reason /
    contrast

   Mobile phones
   Passive Voice
   Expressing opinions
   Agreeing / Disagreeing
   Passive Voice - double object
    verbs
   Verb prefixes
                                        48
   Future World
   Making predictions
   Future - will /going to present
    continuous
   Friendship
   Expressing opinions
   Describing relationships
   Reported Speech - reporting
    questions


   Volunteering
   Giving opinions
   If clauses ( type 2 + 3 )

        Protesting Against
       Environmental Destruction
   Question tags

   Phrasal verbs

   EXTENSIVE READING: “Catch
    the Rabbit” (Isaac Asimov) or
    “The Red
   Death” (Edgar Allan Poe )
   Giving factual information
   Narrating events
   Describing people/ places
   Making predictions
   Revision of grammar items

   Festivities:


   Hallowe’en

   Christmas

   St. Valentine’s Day




                                      49
        Disciplina: Francês (nível1)                                                           7º Ano

                 Conteúdos                                     Competências Específicas
   A França e a língua:
   -aspectos civilizacionais sobre a             COMPREENDER
    França, os Franceses e a francofonia.         Ouvir/ver/     ler    textos     orais/audiovisuais/escritos
   Identificação:                                 adequados ao desenvolvimento intelectual, sócio-
   -identificação pessoal, países e               afectivo e linguístico do aluno.
    nacionalidades.
   Amigos:
   -caracterização psicológica, exprimir
    gostos e preferências, cores.                 INTERAGIR:
   Família:
   -membros da família e caracterização          Ouvir/falar/ ler/escrever em situações simples de
    física.                                        comunicação.
   Escola:
   -disciplinas/actividades, horas e
    materiais, exprimir opinião, gostos e
    preferências.                                 PRODUZIR
   Tempos livres:
   -passatempos, convidar, aceitar,              Apresentar   textos      orais   /  escritos  simples,
    recusar.                                       correspondendo a        necessidades específicas de
   Rotinas:                                       comunicação.
   -rotinas pessoais e familiares, horas,
    partes do dia, exprimir a frequência.
   Contar no passado:
   contar um incidente ou uma história.
                                                  SABER APRENDER
   Higiene e saúde:
   -rotinas de higiene e saúde,                  Participar de forma consciente na construção de uma
    aconselhar.                                    competência plurilingue e pluricultural.
   Casa:                                         Utilizar estratégias de apropriação da língua estrangeira
   -compartimentos, objectos e                    enquanto instrumento de comunicação.
    actividades.                                  Utilizar estratégias de apropriação do sistema da língua
   GRAMATICAIS                                    estrangeira.
   Preposições com países e cidade               Adoptar estratégias e procedimentos adequados às
   Presente do indicativo: être, avoir,           necessidades de aprendizagem próprias
    habiter, s’appeler, lire, écrire, faire,
    dire, apprendre, verbos pronomianis e
    verbos em –ir
   Numerais cardinais e ordinais
   Feminino
   Plural
   Artigos definidos e indefinidos
   Frase negativa
   Determinantes possessivos
   Expressão de causa
   Futur proche
   Artigos contraídos
   Expressão oposição
   Passe composé
   Pronomes relativos
   Artigos partitivos
   Imperativos
   Preposições/expressão lugar




                                                                                                            50
       Disciplina: Francês (nível2)                                                    8º Ano

                Conteúdos                                 Competências Específicas
   Início de aulas
   Temas:                                     COMPREENDER
   Identificação;
   Caracterização;                            Ouvir/ver/ ler textos orais/audiovisuais/escritos de
   Escola;                                     natureza        diversificada,     adequados       ao
   Gramática:                                  desenvolvimento       intelectual,  sócio-afectivo  e
   Artigos definidos e indefinidos;            linguístico do aluno.
   Artigos partitivos;
   Artigos contraídos;
   Adjectivo (feminino);
                                               INTERAGIR:
   Presente do indicativo;
   Futur proche.
                                               Ouvir/falar/ ler/escrever     em     situações    de
   As férias                                   comunicação diversificadas.
   Temas:
   Férias: locais e actividades;
   Expressão de gostos preferências;
   Situar no tempo;                           PRODUZIR
   Contar um episódio no passado.
   Gramática:                                 Apresentar textos orais / escritos, correspondendo a
   Passe Composé;                              necessidades específicas de comunicação.
   Pronomes pessoais.
   Os amigos                                  SABER APRENDER
   Temas:
   Actividades de tempos livres;              Participar de forma consciente na construção de uma
   Desportos;                                  competência plurilingue e pluricultural.
   Fazer projectos;                           Utilizar estratégias de apropriação da língua
   Fazer convites;                             estrangeira enquanto instrumento de comunicação.
   Aceitar/recusar convites;                  Utilizar estratégias de apropriação do sistema da
   Exprimir sentimentos.                       língua estrangeira.
   Gramática:                                 Adoptar estratégias e procedimentos adequados às
   Pronomes      pessoais    directo   e       necessidades de aprendizagem próprias
    indirecto;
   Discurso indirecto no presente.
   A moda
   Temas:
   Roupas e acessórios;
   Estilo e tendências na moda;
   Gostos pessoais;
   Apreciar positiva ou negativamente.
   Gramática:
   Indefinido Tout;
   Imparfait/Passé Composé;
   Expressão da negação.
   A mesada
   Temas:
   Dinheiro;
   Semanada/mesada;
   Pequenos trabalhos;
   Dar opinião;
   Comparar dados culturais.

                                                                                                  51
   Gramática:
   Expressão da causa;
   Expressão da comparação.
   As compras
   Temas:
   Lojas ;
   Produtos ;
   Pedir informações ;
   Apreciar um produto ou um objecto.
   Gramática:
   Determinantes         e   pronomes
    demonstrativos;
   Pronomes adverbiais y e en.
   A casa
   Temas:
   Tipos de casa;
   Espaços, móveis e objectos;
   Rotinas domésticas;
   Localizar;
   Indicar a frequência.
   Gramática:
   Futuro;
   Expressão da consequência.
   A alimentação
   Temas:
   Alimentos e bebidas;
   Refeições;
   Hábitos alimentares;
   Hábitos        e     comportamentos
    saudáveis;
   Gastronomia francesa;
   Criticar/aconselhar.
   Gramática:
   Artigos partitivos;
   Imperativo;
   Advérbios.
   Viajar
   Temas:
   Viagens;
   Transportes;
   Exprimir hipóteses;
   Fazer reserva de hotel.
   Gramática:
   Condicional;
   Expressão da condição (Si +
    imparfait);
   Determinantes       e    pronomes
    possessivos;
   Pronomes interrogativos.




                                          52
       Disciplina: Francês                                                           9º Ano

               Conteúdos                                  Competências Específicas
   Unidade 0                                Ouvir / Ver
   Diagnóstico;                             Compreender as ideias gerais de um texto em língua
   Conteúdos temáticos do programa;          corrente quando o discurso é claro e pausado;
   Revisão:                                 Compreender um texto em língua corrente sobre
   Presente do indicativo;                   assuntos do quotidiano (acontecimentos, sentimentos
   Futuro simples;                           e desejos);
   “Futur proche”;                          Participar, mediante preparação prévia, numa
   “Passé composé”.                          conversa simples sobre assuntos de interesse
                                              pessoal ou geral.
   Unidade 1
   Os estudos e a vida activa
   Expressão de negação;
   Determinantes indefinidos;
                                             Ler
   Il faut + infinitivo;
                                             Compreender mensagens, cartas pessoais e
   Determinantes e pronomes
                                              formulários simples;
    possessivos;
                                             Elaborar respostas adequadas nestas situações de
   Revisão (presente do indicativo,
                                              interacção.
    futuro simples, passe composé).

                                             Falar
                                             Produzir, de forma simples e breve mas articulada,
                                              enunciados para narrar, descrever e expor
                                              informações e pontos de vista.
   Unidade 2                                Escrever / Produzir
   Cultura e estética                       Escrever textos simples e estruturados sobre
   Imparfait;                                assuntos conhecidos e do seu interesse.
   Pronomes en, y;
   Determinantes e pronomes
    demonstrativos;
   Pronomes relativos: qui, que, où,
    dont.

   Unidade 3
   Ciência e tecnologia
   Condicional;
   Voz passiva;
   Revisão (passé composé, future
    proche, futuro simples, imparfait).

   Unidade 4
   Cooperação Internacional
   Expressão de quantidade /
    intensidade;
   Grau dos adjectivos : superlativo;
   Advérbios de modo;
   Expressão de tempo.

   Unidade 5
   Ambiente
   Expressão de condição;
   Pronomes CD e CI.

                                                                                                   53
       Disciplina: Matemática                                                          5º Ano
                Conteúdos                                   Competências Específicas
   Sólidos geométricos:                       Identificar propriedades em sólidos geométricos.
   O Mundo e os sólidos geométricos
   Poliedros e Não Poliedros                  Descrever figuras geométricas
   Perspectiva de um sólido geométrico
   Elementos de um polígono                   Realizar construções geométricas
   Classificação de polígonos
   Prismas e pirâmides
   Planificação de Prismas e Pirâmides
   Números inteiros e decimais:               Reconhecer os números inteiros e decimais, nas
   Leitura e escrita de números inteiros       suas diversas formas de representação
   Leitura e escrita de números decimais
   Representação de números numa
    semi-recta
   Comparação e ordenação de
    números inteiros e decimais
   Valor aproximado de um número              Trabalhar com valores aproximados de forma
   Conjuntos numéricos:                        adequada ao contexto do problema ou da situação
   Representação de conjuntos                  em estudo
   Conjunto dos números naturais
   Conjunto dos números inteiros
   Relação de pertença
   Adição e subtracção de números             Compreensão das propriedades da adição e
    inteiros e decimais:                        subtracção de números inteiros e decimais.
   Propriedades da adição                     Aplicar as propriedades da adição em situações
   Estimativa de uma soma                      concretas, de modo a simplificar o cálculo ou no
   A subtracção como operação inversa          cálculo mental
    da adição                                  Calcular o valor de expressões numéricas
   Identidade Fundamental da
    subtracção                                 Compreender o conceito de comprimento e utilizar
   Estimativa do valor de uma diferença        esse conceito na resolução de problemas
   Expressões numéricas
   Perímetros:                                Resolver e formular problemas que envolvam os
   Medição de comprimentos                     conceitos de perímetro e de área e as relações entre
   Unidades de comprimento                     eles, em diversos contextos;
   Estimativa de medidas
   Cálculo do perímetro de um polígono

   Áreas:                                     Calcular áreas de rectângulos e de quadrados, em
   Equivalência de figuras planas              contexto de resolução de problemas
   Unidades de área
   Área do rectângulo e do quadrado           Efectuar cálculos com os algoritmos de papel e
   Cálculo de áreas por decomposição           lápis, mentalmente ou usando a calculadora, bem
   Cálculo de áreas por enquadramento          como ser capaz de decidir qual dos métodos é
   Multiplicação de números inteiros e         apropriado à situação
    decimais:
   Propriedades da multiplicação              Aplicar as propriedades da multiplicação
   Estimativa de um produto
                                               Estimar valores aproximados de resultados de
   Expressões numéricas
                                                operações e decidir da razoabilidade de resultados
   Escrita e leitura de potências
                                                obtidos por qualquer processo de cálculo ou por
   Cálculo do valor numérico de                estimativa
    potências
   Múltiplos de um número

                                                                                                   54
   Divisão de números inteiros e            Efectuar cálculos com os algoritmos de papel e
    decimais:                                 lápis, mentalmente ou usando a calculadora, bem
   Divisão exacta                           como ser capaz de decidir qual dos métodos é
   Divisão como operação inversa da          apropriado à situação
    multiplicação
   Identidade Fundamental da Divisão        Calcular o valor de expressões numéricas
    Exacta
   Valor aproximado de um quociente         Resolver problemas que envolvam as operações
   Invariância do quociente                  estudadas
   Estimativa do valor de um quociente
   Expressões numéricas
   Divisão inteira
   Resto de uma divisão
   Identidade Fundamental da Divisão
    Inteira
   Critérios de divisibilidade
   Divisores de um número

   Estatística:                             Organizar e posteriormente apresentar dados
   Organização de dados                      relativos a uma situação ou a um fenómeno
   Frequência absoluta                      Compreender as noções de frequência absoluta e
   Tabelas de frequência                     relativa
   Apresentação da Informação               Calcular frequências absolutas e relativas, em
                                              situações simples

   Rectas, ângulos e triângulos:            Construir ângulos e triângulos
   Recta e semi-recta
   Rectas paralelas e rectas                Compreender o conceito de amplitude e sua
    concorrentes                              utilização na resolução de problemas
   Elementos de um ângulo
   Classificação de ângulos                 Identificar propriedades em triângulos, justificativos
   Medição da amplitude de um ângulo         de raciocínios espaciais
   Classificação de triângulos
   Soma dos ângulos internos de um
    triângulo

   Volumes:                                 Calcular volumes de paralelepípedos, recorrendo ou
   Sólidos Equivalentes                      não a fórmulas, em contexto de resolução de
   Volume de um sólido                       problemas
   Unidades de volume e de capacidade
   Volume do paralelepípedo rectângulo
   Volume do cubo




                                                                                                   55
       Disciplina: Matemática                                                      6º Ano

                Conteúdos                                 Competências Específicas
Cilindro de revolução                      Reconhecer os elementos de um cilindro
 Cilindro de revolução                    Descrever um cilindro usando as suas propriedades
 Círculo e circunferência                 Identificar planificações de um cilindro
 Perímetro do círculo                     Distinguir circunferência de círculo
                                           Identificar o comprimento da circunferência como o
                                            perímetro do círculo
                                           Descobrir experimentalmente o valor aproximado de
                                            PI
                                           Calcular o perímetro de um círculo
                                           Estimar perímetros de círculos
                                           Resolver problemas do quotidiano que envolvam
                                            perímetros de círculos


Adição e subtracção de números             Identificar os termos de uma fracção
racionais absolutos
                                           Reconhecer e escrever fracções equivalentes
 Fracções
                                           Comparar números racionais.
 Fracções equivalentes
                                           Distinguir número inteiro de número fraccionário
 Números racionais
                                            Representar números inteiros ou fraccionários por
 Comparação de números racionais           meio de uma fracção
 Adição e subtracção de números           Adicionar e subtrair números racionais
   racionais
                                           Identificar e aplicar as propriedades da adição de
 Propriedades da adição de números         números racionais no sentido de simplificar os
   racionais                                cálculos
                                           Calcular o valor de expressões numéricas com os
                                            sinais de +, - e ()
                                           Traduzir linguagem matemática para linguagem
                                            corrente e vice-versa
                                           Resolver problemas utilizando a adição e a subtracção
                                            de números racionais.


Multiplicação de números racionais       Reconhece que uma adição de parcelas iguais é o
 Propriedade comutativa e associativa    produto de dois factores
 Propriedade distributiva em relação à  Determina o produto de dois números racionais
   adição e à subtracção                 Utiliza as propriedades da multiplicação para
 Inverso de um número                    simplificar os cálculos
 Potência de expoente natural           Calcula o valor numérico de potências cuja base é um
                                          número racional
                                         Escreve o inverso de um número
                                         Calcular o valor de expressões numéricas com os
                                          sinais +,-, x e ()
                                         Resolve problemas recorrendo à escrita e ao cálculo
                                          de expressões numéricas




                                                                                              56
Construção de triângulos.                     Classificar triângulos quanto ao comprimento dos
Quadriláteros                                  lados e quanto à amplitude dos ângulos
Simetria em relação a uma recta               Construir triângulos usando instrumentos de medição
 Desigualdade triangular                     Verificar se é ou não possível construir um triângulo,
 Construção de um triângulo dadas as          aplicando a relação entre o comprimento dos seus
   medidas dos lados                           lados
 Construção de um triângulo dadas as         Classificar quadriláteros
   medidas de dois lados e a amplitude        Identificar um quadrilátero segundo as suas
   do ângulo por eles formado                  propriedades
 Construção de um triângulo dada a
   medida de um lado e a amplitude dos        Identificar as propriedades de um paralelogramo
   ângulos adjacentes a esse lado             Utilizar correctamente instrumentos de desenho e de
 Lados, vértices e ângulos de um              medição na construção de paralelogramos
   quadrilátero                               Assinalar       eixos   de    simetria    de    figuras
 Trapézios      e      não     trapézios.     geometricamente iguais
   Paralelogramos                             Identificar figuras geométricas em relação a uma recta
 Propriedades      das   diagonais    do     Reconhecer que a bissectriz de um ângulo é um eixo
   paralelogramo                               de simetria
 Figuras simétricas                          Construir em papel quadriculado, a simetria de uma
 Eixos de simetria                            figura em relação a uma recta

Divisão de números racionais                  Representar o quociente de dois números racionais de
 Operação divisão                             diversas formas
 Expressões numéricas                        Calcular o quociente de dois números racionais
 Resolução de problemas                      Estimar quocientes
                                              Reconhecer que no conjunto dos números racionais, a
                                               divisão por um número diferente de zero é sempre
                                               possível
                                              Calcular o valor de expressões numéricas
                                              Resolver problemas utilizando as operações
                                               estudadas

Proporcionalidade                               Escrever a razão entre duas grandezas
 Razão                                         Escrever uma proporção, conhecidos os termos
 Proporções: propriedade fundamental           Aplicar a propriedade fundamental das proporções
   das proporções                               Reconhecer situações de proporcionalidade directa
 Grandezas directamente proporcionais:         Identificar a constante de proporcionalidade
   constante de proporcionalidade               Ler e interpretar uma percentagem num determinado
 Resolução de problemas: regra de três          contexto
   simples                                      Calcular percentagens
 Percentagens: gráficos de percentagens        Interpretar gráficos circulares
 Escala: ampliação e redução                   Ler e interpretar escalas
                                                Usar escalas para desenhar reproduções de figuras
                                                Resolver problemas da vida corrente que envolvam o
                                                 conceito de proporcionalidade, a aplicação de uma
                                                 percentagem ou o conceito de escala




                                                                                                   57
Estatística                               Recolher e organizar informação para estudar uma
 Recolha e organização de dados           situação da vida real
 Interpretação de dados                  Construir tabelas de frequência e gráficos de barras a
 Moda e média aritmética                  partir de dados fornecidos ou recolhidos pelos alunos
 Previsão de acontecimentos: certos,     Indicar a frequência absoluta de um acontecimento
   impossíveis e improváveis              Ler e interpretar informação contida em tabelas e
                                           gráficos
                                          Identificar a moda e calcular a média aritmética
Áreas e volumes                           Fazer conjecturas a partir da interpretação da
 Área do rectângulo e do quadrado         informação
 Área do paralelogramo                   Tirar conclusões de experiências simples relacionadas
 Área do triângulo                        com o conceito de probabilidade
 Área do círculo
 Volume do paralelepípedo e do cubo
 Volume do cilindro                      Calcular a área do rectângulo e do quadrado
                                          Descobrir as fórmulas para calcular as áreas do
                                           triângulo e do paralelogramo
                                          Discutir estratégias para a resolução de problemas
                                          Determinar valores aproximados da área de um
                                           círculo desenhando em papel quadriculado, a partir do
                                           seu enquadramento
                                          Determinar a área do círculo usando a fórmula
Números inteiros relativos                Relacionar as unidades de volume com as unidades
Adição e subtracção de números             de capacidade do sistema métrico
inteiros relativos                        Determinar o volume do cilindro
 Números inteiros relativos              Resolver problemas ligados à vida real que envolvam
 Números simétricos                       o cálculo de volumes
 Módulo ou valor absoluto
 Comparação de números inteiros  Interpretar medidas de grandezas com dois sentidos
   relativos                               de variação e utilizar números relativos para as
 Adição de números inteiros relativos     representar
Subtracção de números inteiros relativos  Comparar e ordenar números inteiros relativos
                                          Descobrir experimentalmente as regras da adição de
                                           números relativos
                                          Reconhecer que no conjunto dos números inteiros
                                           relativos a subtracção é sempre possível
                                          Resolver problemas simples em que intervêm
                                           números relativos, utilizando a adição e a subtracção




                                                                                              58
       Disciplina: Matemática                                                           7ºAno

               Conteúdos                                   Competências Específicas
   Do espaço ao plano                        Visualizar e descrever propriedades e relações
   Perímetro, áreas e volumes:                geométricas, através da análise e comparação de
    - Perímetros e áreas de figuras            figuras, para fazer conjecturas e justificar os seus
      planas;                                  raciocínios.
    - Sólidos geométricos;
    - Áreas de superfícies de sólidos         Realizar construções geométricas, nomeadamente
      geométricos;                             quadriláteros, outros polígonos e lugares
    - Volumes de sólidos.                      geométricos.
   Posição relativa de planos e rectas:
    - Posição relativa de dois planos;        Resolver problemas geométricos através de
    - Posição relativa de duas rectas;         construções, nomeadamente, envolvendo lugares
    - Posição de uma recta                     geométricos, igualdade e semelhança de triângulos,
      relativamente a um plano.                assim como para justificar os processos utilizados.
   Ângulos:
    - Classificação de ângulos;               Reconhecer o significado de fórmulas e a sua
    - Ângulos complementares e                 utilização no cálculo de áreas e volumes de sólidos e
      suplementares;                           de objectos do mundo real, em situações
    - Ângulos adjacentes;                      diversificadas.
    - Ângulos de lados paralelos;
    - Ângulos verticalmente opostos.          Identificar transformações geométricas e relacionar a
   Polígonos:                                 geometria com a arte e com a técnica.
    - Triângulos
    - Quadriláteros                           Procurar invariantes em figuras geométricas e utilizar
                                               modelos geométricos na resolução de problemas
                                               reais

   Semelhança de figuras                     A compreender o conceito de forma de uma figura
    - Figuras semelhantes                      geométrica e o reconhecer as relações entre
    - Noção de forma                           elementos de figuras semelhantes.
    - Construção de figuras
      semelhantes                             Resolver problemas geométricos através de
    - Método da quadricula;                    construções, envolvendo lugares geométricos,
    - Método da homotetia.                     igualdade e semelhança de triângulos, assim como
    - Polígonos semelhantes                    para justificar
    - Razão de semelhança;
    - Semelhança de triângulos.




                                                                                                      59
   Conhecer melhor os números                Reconhecer os conjuntos dos números inteiros, (...)
   Números primos e compostos                 bem como compreender as propriedades das
    - Múltiplos e divisores                    operações e usá-las em situações concretas.
    - Critérios de divisibilidade
    - Números primos e compostos              Trabalhar com valores aproximados de números
    - Decomposição em factores primos          fazendo estimativas, de maneira adequada ao
    - Máximo divisor comum                     contexto do problema ou da situação em estudo.
    - Mínimo múltiplo comum
   Aproximações e arredondamentos            Trabalhar com potências
   Raiz quadrada e raiz cúbica
                                              Efectuar cálculos mentalmente, com os algoritmos de
   Conjuntos e operações                      papel e lápis ou usando a calculadora, bem como
   Conjuntos                                  decidir qual dos métodos é apropriado à situação.
    - Noções básicas sobre conjuntos;
    - Conjuntos numéricos;
   Números negativos
    - A recta numérica;
    - Valor       absoluto.      Números
      simétricos;
    - O referencial cartesiano.
   Operações com números racionais
    - Adição e subtracção de números
      racionais;
    - Propriedades da adição;
    - Multiplicação    e    divisão   de
      números racionais;
    - Propriedades da multiplicação;
   Potenciação
    - Sinal de uma potencia;
   Operações com potencias.

    Equações
   Calculo mental                             Reconhecer o significado de fórmulas no contexto de
                                               situações concretas e usá-las na resolução de
   Simplificação de expressões com
                                               problemas.
    variáveis
   Equações
                                              Usar equações (...) como meio de representar
    - Noção de equação. Soluções e
                                               situações problemáticas e resolver equações, (...),
      verificação
                                               assim como realizar procedimentos algébricos
    - Equações equivalentes
                                               simples.
    - Resolução de equações
    - Classificação de equações
   Resolução de problemas usando
    equações.




                                                                                                     60
   Proporcionalidade directa                 Reconhecer situações de proporcionalidade directa
   Razão e proporção                          (...) e resolver problemas no contexto de tais
             - Razão                           situações.
             - Proporção
             - Propriedade fundamental        Reconhecer o significado de fórmulas no contexto de
             das proporções                    situações concretas e usá-las na resolução de
   Variáveis directamente                     problemas.
    proporcionais
           - Regra de três simples
           - Gráficos de
               proporcionalidade directa
           - Aplicações da
               proporcionalidade directa

Estatística                                   Compreender noções de moda, média aritmética e
 O que é a estatística                        mediana, bem como determiná-las e interpretar o que
 Noções básicas                               significam em situações concretas.
 Variáveis estatísticas e tipo de
   dados                                      Decidir quais das medidas de tendência central são
 Frequência absoluta e frequência             mais adequadas para caracterizar uma dada situação.
   relativa
 Organização dos dados                       Comparar distribuições com base nas medidas de
            - Histogramas                      tendência central e numa análise da dispersão dos
                                               dados.
   Medidas de tendência central
           - Média                            Manifestar sentido crítico face à apresentação
           - Moda                              tendenciosa de informação sob a forma de gráficos
           - Mediana                           enganadores e a afirmações baseadas em amostras
   Gráficos                                   não representativas.
           - Gráfico de barras
           - Gráfico circular
           - Pictograma
   Estudo estatístico




                                                                                                   61
       Disciplina: Matemática                                                          8º Ano

              Conteúdos                                     Competências Especificas
Decomposição de figuras. Teorema             Raciocinar,     argumentar,    discutir  e   comunicar
de Pitágoras.                                 matematicamente.
 Decomposição de polígonos em               Reconhecer o significado de fórmulas e a sua utilização
   triângulos e quadriláteros                 no cálculo de áreas.
 Cálculo de áreas utilizando                Procurar entender a estrutura de um problema,
   diferentes unidades de medida              desenvolver processos de resolução, analisar erros
 Área do quadrado, do rectângulo,            cometidos e ensaiar estratégias de resolução
   do paralelogramo, do triângulo, do        Decidir criticamente face à apresentação de informação
   circulo, do losango e do trapézio          (gráfica, numérica, …)
 Teorema de Pitágoras no plano              Utilizar a matemática e outros saberes na resolução de
   - Cálculo da hipotenusa e do               problemas reais
      cateto de um triângulo rectângulo
   - Demonstração por
      decomposição de um quadrado.
 Teorema de Pitágoras e o espaço
   - Perpendicularidade entre recta e
      plano.
   - Perpendicularidade de planos.
   - Diagonal do paralelepípedo
      rectângulo.
Semelhança de Triângulos                     Visualizar e descrever propriedades e relações
 Critérios de semelhança de                  geométricas, através da análise e comparação de
   triângulos.                                figuras.
 Relação entre perímetros e entre           Fazer conjecturas e justificar os seus raciocínios;
   áreas de triângulos semelhantes           Resolver    problemas       geométricos     através de
                                              construções, envolvendo semelhança de triângulos
Ainda os números                             Procurar e explorar padrões numéricos em situações
 Problemas sobre números                     matemáticas e não matemáticas e investigar relações
   - Sequências de números.                   numéricas, nomeadamente, envolvendo divisores e
   - Múltiplos, divisores                     múltiplos de números ou implicando processos
   - Números primos e números                 organizados de contagem;
     compostos
   - m.d.c. e m.m.c. de dois números.        Dar sentido a problemas numéricos e reconhecer as
   - Regras de operações com                  operações que são necessárias à sua resolução, assim
     potências                                como explicar os métodos e o raciocínio que foram
   - Potências de expoente inteiro            usados;
   - Expressões com potências
   - Escrita de números utilizando           Operar com potências e compreender a escrita de
     potências de 10.                         números em notação científica e, em particular, usar
   - Notação científica                       esta notação no trabalho com calculadoras científicas.
   - Notação científica e cálculo
     mental




                                                                                                  62
 Equações                                   Dar sentido a problemas numéricos e reconhecer as
 Monómios e polinómios                      operações que são necessárias à sua resolução, assim
 Coeficiente e parte literal de um          como explicar os métodos e o raciocínio que foram
   monómio. Grau de um monómio.              usados;
 Adição algébrica de monómios e
   polinómios.                              Analisar as relações numéricas de uma situação,
 Simplificação de expressões com            explicitá-las em linguagem corrente e representá-las
   parênteses. Produto de um                 através de diferentes processos, incluindo o uso de
   monómio por um polinómio.                 símbolos e letras.
   Multiplicação de polinómios
                                            Trabalhar com valores aproximados de números
   Casos notáveis da multiplicação de       racionais de maneira adequada ao contexto do
    binómios.                                problema ou da situação em estudo.
   Equações do primeiro grau
   Equações com fracções                   Usar e resolver equações como meio de representar
   Equações com fracções e com              situações problemáticas.
    parênteses.
   Equações literais.

  Equações de grau superior ao
   primeiro
 Lei do anulamento do produto,
   disjunção de condições e reunião
   de conjuntos.
Lugares geométricos                         Exprimir-se com correcção e clareza, tanto na língua
 Lugares geométricos.                       materna como em linguagem matemática: descrever
   Circunferência, círculo e coroa           processos, usar terminologia adequada, enunciar
   circular.                                 propriedades e dar uma definição por palavras suas.
 Construção de lugares                     Utilizar correctamente instrumentos de medição e
   geométricos.                              desenho.
 Mediatriz de um segmento de               Realizar construções geométricas e reconhecer e
   recta.                                    analisar propriedades de lugares geométricos.
 Bissectriz de um ângulo                   Apreciar a geometria no mundo real, o reconhecer e a
 Lugares geométricos no espaço.             utilizar de ideias geométricas em diversas situações,
   Esfera superfície esférica e plano        nomeadamente na comunicação.
   mediador.                                Resolver      problemas    geométricos   através    de
 Condições e conjuntos. Conjunção           construções, nomeadamente envolvendo lugares
   de condições e intersecção de             geométricos.
   conjuntos.
 Condições e conjuntos. Disjunção
   de condições e reunião de
   conjuntos.
Funções                                     Compreender o conceito de função e as facetas que
 Leitura e interpretação de gráficos.       pode apresentar, como correspondência entre
   Conceito de função.                       conjuntos e como relação entre variáveis;
 Domínio e contradomínio de uma
   função.                                  Representar relações funcionais de vários modos e
 Funções definidas por tabelas.             passar de uns tipos de representação para outros,
 Funções definidas por gráficos.            usando regras verbais, tabelas, gráficos e expressões
 Funções definidas por uma                  algébricas.
   expressão analítica.
 Sequências e funções.                     Entender o uso de funções como modelos matemáticos
 Função linear, constante e afim.           de situações do mundo real, em particular nos casos
 A proporcionalidade directa como           em que traduzem relações de proporcionalidade
   função.                                   directa.



                                                                                                63
Translações                             Utilizar a visualização e o raciocínio espacial na análise
 Conceito de translação.                de situações e na resolução de problemas em
 Translação como função.                geometria.
   Propriedades das translações         Procurar e explorar padrões geométricos e investigar
 O conceito de vector                   propriedades e relações geométricas.
 Dos vectores para a translação        Apreciar a geometria no mundo real, o reconhecer e a
 Adição de vectores                     utilzar ideias geométricas em diversas situações.
                                        Identificar transformações geométricas
   Estatística                         Organizar dados relativos a uma situação ou a um
   Organização e representação de       fenómeno e representá-los de modo adequado,
    dados                                nomeadamente através de tabelas e gráficos e
   Polígonos de frequência.             utilizando as novas tecnologias.
   Pictogramas.                        Ler e interpretar tabelas e gráficos à luz das situações a
   Interpretação da informação.         que dizem respeito e comunicar os resultados das
                                         interpretações feitas
                                        Desenvolver o sentido crítico face ao modo como a
                                         informação é apresentado




                                                                                                 64
       Disciplina: Matemática                                                          9ºAno

              Conteúdos                                   Competências Especificas
Probabilidades e Estatística                 Distinguir fenómenos aleatórios e fenómenos
  1. A linguagem das probabilidades;          deterministas;
  2. A escala das probabilidades.            Entender e usar de modo adequado a linguagem das
  Acontecimentos elementares                  probabilidades em casos simples;
equiprováveis;                               Compreender a noção de probabilidade e a aptidão
  3. Cálculo da probabilidade de um           para calcular a probabilidade de um acontecimento em
acontecimento. Lei de Laplace;                casos simples.
  4. Problemas de contagem:                  Dar resposta a problemas com base na análise de
processos organizados de contagem;            dados recolhidos e de experiências planeadas para o
  5. Frequência relativa e                    efeito;
probabilidade.                               Desenvolver o sentido crítico face ao modo como a
                                              informação é apresentada.

Sistemas de Equações                         Dar sentido a problemas numéricos e reconhecer as
  1. Equações do 1º grau com duas             operações que são necessárias à sua resolução,
incógnitas;                                   assim como para explicar os métodos e o raciocínio
  2. Resolução gráfica e analítica de         que foram usados;
um sistema;                                  Analisar as relações numéricas de uma situação,
  3. Classificação e resolução de             explicitá-las em linguagem corrente e representá-las
sistemas;                                     através de diferentes processos, incluindo o uso de
  4. Resolução de problemas usando            símbolos;
sistemas                                     Concretizar, em casos particulares, relações entre
                                              variáveis e fórmulas e procurar soluções de equações
                                              simples;
                                             Representar relações funcionais de vários modos e
                                              passar de uns tipos de representação para outros,
                                              usando regras verbais, tabelas, gráficos e expressões
                                              algébricas e recorrendo, nomeadamente, à tecnologia
                                              gráfica.
                                          


Proporcionalidade Inversa.                • Reconhecer situações de proporcionalidade directa e
Representações Gráficas                   inversa e resolver problemas no contexto de tais situações;
1. Proporcionalidade Directa (revisão);   • Reconhecer o significado de fórmulas no contexto de
2. Resolução de problemas usando a        situações concretas e usá-las na resolução de problemas;
proporcionalidade directa (revisão);      • Compreender o conceito de função e as facetas que
3. Proporcionalidade Inversa;             pode apresentar, como correspondência entre conjuntos e
4. Função de proporcionalidade            como relação entre variáveis;
inversa;                                  • Representar relações funcionais de vários modos e
5. Leitura e interpretação de gráficos;   passar de uns tipos de representação para outros, usando
6. Representação gráfica de funções.      regras verbais, tabelas, gráficos e expressões algébricas e
7. Leitura e interpretação de gráficos    recorrendo, nomeadamente, à tecnologia gráfica.
em contextos reais.                       • Entender o uso de funções como modelos matemáticos
                                          de situações do mundo real, em particular nos casos em
                                          que traduzem relações de proporcionalidade directa e
                                          inversa.

Os Números Reais. Inequações                 Reconhecer os conjuntos dos números inteiros,
  1. Equações e problemas de 1º Grau          racionais e reais e das diferentes formas de
(revisão);                                    representação dos elementos desses conjuntos e das
  2. Conjuntos numéricos. Números             relações entre eles;
reais e dízimas;                             Compreender as propriedades das operações em
  3. Valores exactos e valores                cada um dos conjuntos de números e usá-las em
aproximados;                                  situações concretas;
                                                                                                  65
  4. Intervalos de números reais.             Trabalhar com valores aproximados de números
  5. Intersecção e reunião de intervalos       racionais ou irracionais de maneira adequada ao
de números reais. Conjunção e                  contexto do problema ou da situação em estudo;
disjunção de condições.                       Usar equações e inequações como meio de
  6. Inequações do 1º grau;                    representar e resolver equações, inequações e
  7. Resolução de inequações e                 sistemas, assim como realizar procedimentos
problemas.                                     algébricos simples;
                                              Dar sentido a problemas numéricos e reconhecer as
                                               operações que são necessárias à sua resolução,
                                               assim como para explicar os métodos e o raciocínio
                                               que foram usados;
                                              Eefectuar cálculos mentalmente, com os algoritmos de
                                               papel e lápis ou usando a calculadora, bem como
                                               decidir qual dos métodos é apropriado à situação.




Equações do 2º grau                           Analisar as relações numéricas de uma situação,
  1. Operações com polinómios. Casos           explicitá-las em linguagem corrente e representá-las
Notáveis da multiplicação.                     através de diferentes processos, incluindo o uso de
  Decomposição em factores                     símbolos;
(revisões);                                   Concretizar, em casos particulares, relações entre
  2. Resolução de 2º grau incompletas.         variáveis e fórmulas e procurar soluções de equações
Lei do Anulamento do Produto                   simples;
(revisões);                                   Dar sentido a problemas numéricos e reconhecer as
  3. Resolução de equações do 2º               operações que são necessárias à sua resolução,
grau completas. Fórmula resolvente;            assim como para explicar os métodos e o raciocínio
  4. Número de soluções de uma                 que foram usados.
equação do 2º grau.                           Usar equações como meio de representar situações
  5. Resolução de problemas do 2º              problemáticas e resolvê-las, assim como realizar
grau.                                          procedimentos algébricos simples;
                                              Reconhecer o significado de fórmulas no contexto de
                                               situações concretas e usá-las na resolução de
                                               problemas;
Trigonometria doTriângulo                     Visualizar e descrever propriedades e relações
Rectângulo                                     geométricas, através da análise e comparação de
   1. Razões Trigonométricas de um             figuras, fazer conjecturas e justificar os seus
ângulo agudo;                                  raciocínios;
   2. A calculadora e a trigonometria;        Realizar construções geométricas, nomeadamente
   3. Resolução de triângulos                  quadriláteros, outros polígonos e lugares geométricos;
rectângulos;                                  Resolver problemas geométricos através de
   4. Resolução de problemas                   construções, nomeadamente envolvendo lugares
aplicando a trigonometria;                     geométricos, igualdade e semelhança de triângulos,
   5. Relação entre as razões                  assim como para justificar os processos utilizados;
trigonométricas do mesmo ângulo.              Reconhecer do significado de fórmulas no contexto de
                                               situações concretas e usá-las na resolução de
                                               problemas;
                                              Apreciar a geometria no mundo real e o reconhecer a
                                               utilização de ideias geométricas em diversas
                                               situações, nomeadamente na comunicação.
                                              Formular argumentos válidos recorrendo à
                                               visualização e ao raciocínio espacial, explicitando-os
                                               em linguagem corrente.




                                                                                                   66
Circunferência e Polígonos.              Realizar construções geométricas, nomeadamente
Rotações                                  quadriláteros, outros polígonos e lugares geométricos;
  1. Ângulos numa circunferência;        Compreender o conceito de forma de uma figura
  2. Ângulos ao centro e ângulos          geométrica e reconhecer as relações entre elementos
inscritos numa circunferência.            de figuras semelhantes;
  Propriedades;                          Resolver problemas geométricos através de
  3. Rectas e Circunferências.            construções, nomeadamente envolvendo lugares
Tangente a uma circunferência;            geométricos, igualdade e semelhança de triângulos,
  4. Polígonos. Ângulos de um             assim como justificar os processos utilizados;
polígono;                                Visualizar e descrever propriedades e relações
  5. Área de um polígono regular;         geométricas, através da análise e comparação de
  6. Rotações. Isometrias.                figuras, fazer conjecturas e justificar os seus
                                          raciocínios;
                                         Procurar e explorar padrões geométricos e o gosto por
                                          investigar; propriedades e relações geométricas;


                                         Formular argumentos válidos recorrendo à
                                          visualização e ao raciocínio espacial, explicitando-os
                                          em linguagem corrente;
                                         Apreciar a geometria no mundo real e o
                                          reconhecimento e a utilização de ideias geométricas
                                          em diversas situações, nomeadamente na
                                          comunicação.

Sólidos Geométricos. Áreas e             Compreender os conceitos de comprimento e
Volumes                                   perímetro, área, volume e amplitude, assim como
  1. Sólidos geométricos (revisão);       utilizar conhecimentos sobre estes conceitos na
  2. Áreas e volumes de sólidos:          resolução e formulação de problemas;
prismas e cilindros (revisão);           Formular argumentos válidos recorrendo à
  3. Áreas e volumes de sólidos:          visualização e ao raciocínio espacial, explicitando-os
pirâmides e cones (revisão);              em linguagem corrente;
  4. Áreas e volumes de sólidos:         Apreciar a geometria no mundo real e reconhecer e
superfície esférica e esfera;             utilizar ideias geométricas em diversas situações,
  5. Rectas e planos no espaço;           nomeadamente na comunicação, e o raciocínio
  6. Critérios de paralelismo e           espacial na análise de situações e na resolução de
perpendicularidade.                       problemas em geometria e em outras áreas da
                                          matemática;
                                         Reconhecer o significado de fórmulas no contexto de
                                          situações concretas e usá-las na resolução de
                                          problemas;
                                         Reconhecer o significado de fórmulas e a sua
                                          utilização no cálculo de áreas e volumes de sólidos e
                                          de objectos do mundo real, em situações
                                          diversificadas.




                                                                                               67
       Disciplina: Ciências da Natureza                                                 5º Ano

    Conteúdos                                 Competências Específicas
   Terra – Ambiente de Vida
   Onde existe vida?                        Compreender a diversidade de ambientes e de seres
                                              vivos existentes na biosfera e das relações entre estes
   Diversidade dos seres vivos e             e o meio.
    suas interacções com o meio.
   I – Diversidade nos animais
    Forma e revestimento do corpo           Conhecer a diversidade de formas e de revestimentos
                                              dos animais.
                                             Relacionar a forma e o revestimento dos vários tipos
                                              de animais com o seu ambiente.
                                             Compreender a importância do revestimento para a
                                              sobrevivência dos animais.

   • Locomoção:                             Conhecer a diversidade dos tipos de locomoção dos
    - no ar;                                  animais.
    - na água;                               Compreender o papel dos músculos e dos ossos na
    - no solo.                                locomoção.
                                             Relacionar os tipos de locomoção com as
                                              características dos órgãos locomotores.
   Alimentação:
    - Variedade de regimes                   Conhecer a existência de diferentes regimes
        alimentares                           alimentares.
    - Comportamento dos animais              Relacionar as adaptações de certos órgãos (dentes,
        quando procuram e captam o            garras, bico, patas) com os respectivos regimes
        alimento                              alimentares.
                                             Relacionar os regimes alimentares dos animais com a
                                              variedade de comportamentos que apresentam.
    Reprodução:
    - Comportamento dos animais na           Compreender a importância da reprodução.
       época da reprodução                   Reconhecer a diversidade de comportamentos dos
    - Animais vivíparos e animais             animais relacionados com a reprodução.
       ovíparos                              Compreender as metamorfoses dos insectos e da rã.
    - Metamorfoses na rã e nos
       insectos

   Influência da variação dos factores      Compreender a influência dos factores do meio (luz,
    do meio no comportamento dos              temperatura e humidade) no comportamento dos
    animais                                   animais.
                                             Reconhecer as mudanças de comportamento dos
                                              animais resultantes das alterações do meio.
   II – Diversidade nas plantas
    - Morfologia das plantas com flor        Conhecer a variedade das plantas com flor.
    - Alguns aspectos da morfologia          Conhecer a variedade morfológica das plantas sem
         das plantas sem flor                 flor.
    - As plantas e o meio –
                                             Compreender a influência do meio na distribuição das
         diversidade de aspectos
                                              plantas.
                                             Conhecer as características de adaptação das plantas
                                              a ambientes diferentes.




                                                                                                    68
   Unidade na diversidade dos             Conhecer a constituição e da importância do
    seres vivos                             microscópio no estudo da célula.
   Células – unidade na constituição
                                           Compreender a célula como unidade fundamental dos
    dos seres vivos
                                            seres vivos.
    - O microscópio.
    - Constituintes da célula.             Compreender a importância da classificação biológica.
    - Seres unicelulares e
                                           Reconhecer a necessidade do uso de critérios nos
       pluricelulares.
                                            sistemas de classificação.
   Classificação dos seres vivos:
    - Importância da classificação
    - Como classificar os seres vivos

   Materiais terrestres suportes de
    vida.
   I - Importância da água
    - A água, importante componente        Compreender a água como material terrestre suporte
         dos seres vivos                    de vida.
    - A água como solvente                 Reconhecer o poder dissolvente da água.
    - Diversidade de materiais
         dissolvidos na água               Conhecer os processos de tratamento da água.
    - A qualidade da água                  Compreender os efeitos que as actividades humanas
    - Distribuição da água na               provocam na água.
         Natureza
    - A água e actividades humanas

   II - Importância do ar para os
    seres vivos
    - Constituintes do ar                  Compreender o ar como material terrestre e suporte de
    - Propriedades dos constituintes        vida.
          do ar
    - Importância dos gases                Conhecer os constituintes do ar e das suas
          atmosféricos                      propriedades.
    - Factores que alteram a               Conhecer a importância dos gases atmosféricos.
          qualidade do ar
                                           Compreender os efeitos que as actividades humanas
                                            provocam no ar.




                                                                                               69
          Disciplina: Ciências da Natureza                                          6º Ano

                  Conteúdos                                 Competências Específicas
   I - TROCAS NUTRICIONAIS ENTRE O         Reconhecer que os nutrientes são constituintes dos
    ORGANISMO E O MEIO - NOS ANIMAIS         alimentos.
   Os alimentos como veículo dos           Explicar a função dos diferentes nutrientes.
    nutrientes.                             Indicar as consequências para a saúde da falta, ou
    - Como são constituídos os               excesso, de alguns nutrientes.
         alimentos?                         Reconhecer que uma alimentação saudável deve ser
    - Quais as funções dos                   completa, variada e equilibrada.
         nutrientes?                        Interpretar a roda dos alimentos.
    - Como escolher os alimentos?           Escolher alimentos de acordo com as regras de uma
    - Como podemos ter uma                   alimentação saudável.
         alimentação saudável?              Indicar algumas regras para uma alimentação
                                             saudável.
                                            Descrever a constituição do sistema digestivo.
   O sistema digestivo do Homem e          Relacionar a estrutura dos diferentes órgãos do
    a digestão dos alimentos.                sistema digestivo com as funções que desempenham.
    - Constituição do sistema               Compreender a necessidade da transformação dos
        digestivo.                           alimentos.
    - A digestão na boca, no
                                            Explicar as transformações que os alimentos.
        estômago e no intestino
                                            Compreender como se processa a absorção.
        delgado.
    - O alcoolismo.                         Indicar regras de higiene do sistema digestivo e da
    - Relação entre o regime                 digestão.
        alimentar e os sistemas             Conhecer os efeitos do álcool no organismo.
        digestivos dos animais.             Relacionar do sistema digestivo de alguns animais com
                                             o seu regime alimentar.
                                            Identificar órgãos do sistema respiratório humano.
                                            Distinguir o ar inspirado do ar expirado.
                                            Dizer o significado de inspiração, expiração e
   A circulação do ar e o sistema           hematose.
    respiratória                            Explicar o modo de funcionamento do sistema
    - Como é constituído o sistema           respiratório humano.
       respiratório?                        Reconhecer os órgãos onde se dão as trocas gasosas
    - Movimentos respiratórios.              entre o organismo e o meio.
    - Hematose pulmonar.                    Diferenciar hematose pulmonar de hematose cutânea,
    - O sistema respiratório de              branquial e traqueal.
       alguns animais.                      Identificar órgãos respiratórios de alguns animais:
    - Algumas doenças do sistema             peixes, minhoca, rã, etc.
       respiratório.                        Referir algumas doenças do sistema respiratório
    - Algumas regras para o bom              humano.
       funcionamento do sistema             Indicar alguns cuidados necessários ao bom
       respiratório.                         funcionamento do sistema respiratório
    - Como é que o consumo de               Referir algumas consequências do consumo de tabaco.
       tabaco afecta o nosso                Dizer o significado de sangue.
       organismo?                           Identificar os constituintes do sangue: hemácias,
                                             leucócitos, trombócitos e plasma.
                                            Referir as funções dos constituintes do sangue.
   O transporte de nutrientes e            Diferenciar os órgãos constituintes do sistema
    oxigénio até às células.                 circulatório.
    - Importância e constituição do
                                            Indicar as partes constituintes do coração.
        sangue.
                                            Distinguir artéria, veia e capilar sanguíneo.
    - Sistema circulatório e
        circulação do sangue - coração      Descrever o modo de funcionamento do coração.
        e vasos sanguíneos.                 Descrever a função dos diferentes vasos sanguíneos
    - Como funciona o coração?               na circulação.
    - Comportamentos que                    Descrever a grande e a pequena circulação.
        prejudicam o sistema                Referir a importância da grande e da pequena
                                             circulação.
                                                                                               70
        circulatório.                      Referir factores de perturbação do sistema circulatório.
   Como é que o consumo de drogas         Referir cuidados a ter com o sistema circulatório.
    afecta o nosso funcionamento do        Compreender que o consumo de drogas afecta o
    organismo?                              organismo.
   Utilização dos nutrientes na            Definir respiração celular.
    produção de energia.                   Indicar quais as substâncias necessárias para a
    - Evidências da respiração              ocorrência da respiração celular.
        celular.                           Indicar quais as substâncias formadas na respiração
    - Relação entre actividade física       celular.
        e consumo de nutrientes.           Explicar porque razão o ar expirado tem menor
                                            quantidade de oxigénio e maior quantidade de dióxido
                                            de carbono e vapor de água do que o ar inspirado.
                                           Relacionar os gastos de energéticos e o consumo de
                                            nutrientes com a actividade física, o sexo, o peso, o
                                            clima e a idade.
                                           Descrever o significado de excreção.
   A eliminação de produtos da            Identificar órgãos do sistema urinário.
    actividade celular.                    Explicar como funciona o sistema urinário.
    - Órgãos do sistema urinário.          Indicar os constituintes da urina.
    - Principais produtos de
                                           Indicar funções do sistema urinário.
        excreção.
                                           Indicar regras para o bom funcionamento do sistema
    - Principais doenças do sistema
                                            urinário.
        urinário.
    - Cuidados a ter para o bom            Identificar as diferentes camadas da pele e as
        funcionamento do sistema            estruturas que lá existem.
        urinário.                          Explicar como se forma o suor.
    - Alguns cuidados para ter uma         Indicar as várias funções da pele.
        pele saudável.                     Indicar as regras para o bom funcionamento da pele.
                                           Compreender a importância da higiene.
                                           Enunciar normas de higiene.
                                           Justificar a importância de aplicar medidas de higiene
                                            pessoal que contribuam para a saúdes e bem-estar do
   II - TROCAS NUTRICIONAIS ENTRE O        ser humano.
    ORGANISMO E O MEIO - NAS PLANTAS       Conhecer o significado de seiva bruta, fotossíntese e
   Como se alimentam as plantas?           seiva elaborada.
    - Como captam as plantas a             Conhecer os constituintes da seiva bruta.
         água e os minerais?               Identificar os materiais necessários à realização da
    - Como circulam a água e os             fotossíntese.
         minerais nas plantas?             Identificar os produtos resultantes da fotossíntese.
    - Como elaboram as plantas o           Conhecer os constituintes da seiva elaborada.
         seu alimento?                     Compreender que a matéria orgânica pode ser
    - Onde acumulam as plantas as           acumulada em órgãos de reserva.
         substâncias de reserva?           Distinguir fotossíntese de respiração e de transpiração.
                                           Identificar os produtos resultantes da respiração.
   Importância das plantas para o         Reconhecer a importância da fotossíntese e da
    mundo vivo.                             transpiração na melhoria da qualidade do ar.
    - As plantas, fonte alimento e de      Dar exemplos de órgãos de plantas utilizados para fins
       matéria-prima.                       alimentares, industriais e medicinais.




                                                                                                 71
   III - TRANSMISSÃO DA VIDA                 Compreender que a reprodução assegura a
   A reprodução humana e o                    continuidade da vida.
    crescimento.                              Relacionar modificações no corpo humano com o
    - Reprodução humana e                      desenvolvimento dos órgãos sexuais.
          crescimento.                        Compreender as modificações ocorridas durante a
    - Como é constituído o sistema             puberdade.
          reprodutor masculino?               Descrever a constituição dos sistemas reprodutores
    - Como é constituído o sistema             masculino e feminino.
          reprodutor feminino?                Relacionar a fecundação com a origem do novo ser.
    - O que acontece durante o                Explicar como se forma o embrião.
          desenvolvimento intra-uterino?      Compreender a função da placenta, do cordão
    - O nascimento.                            umbilical e do saco amniótico durante a gravidez.
    - A importância dos primeiros             Conhecer alguns cuidados a ter durante a gravidez.
          anos de vida.
   A reprodução nas plantas.                 Conhecer o significado de polinização, germinação,
    - Como se reproduzem as                    frutificação, disseminação e esporos.
          plantas com flor?                   Conhecer a função das partes constituintes de uma
    - Os vários tipos de flores.               flor.
    - Polinização.                            Identificar alguns agentes polinizadores.
    - Germinação dos grãos de pólen           Relacionar a germinação dos grãos de pólen com a
          e fecundação.                        fecundação.
    - Frutificação.                           Conhecer as partes constituintes de um fruto.
    - Disseminação das sementes.              Identificar formas e agentes de disseminação das
    - A multiplicação vegetativa.              sementes.
    - Como se reproduzem as                   Identificar as partes constituintes de uma semente.
          plantas sem flor?                   Identificar as principais condições ambientes
                                               necessárias para a germinação das sementes.
                                              Compreender o papel dos esporos na reprodução das
   IV - AGRESSÕES DO MEIO E                   plantas sem flor.
    INTEGRIDADE DO ORGANISMO
   Micróbios                                 Conhecer o significado de: micróbio útil, micróbio
    - O que são micróbios?                     patogénico, processo curativo, vacinação, antibiótico,
    - Quais são os micróbios úteis?            antibiograma, contágio,...
    - Quais são os micróbios
                                              Reconhecer que os micróbios úteis contribuem para a
       prejudiciais?
                                               integridade do organismo.
    - • Quais são os mecanismos de
                                              Dar exemplos de micróbios úteis.
       defesa do organismo contra os
       micróbios patogénicos?                 Dar exemplos de micróbios prejudiciais.
    - Imunidade natural.                      Distinguir imunidade natural de imunidade adquirida.
    - Imunidade adquirida.                    Descrever o modo de actuação dos leucócitos quando
    - Quais são os processos de luta           os micróbios patogénicos entram no organismo.
       contra micróbios patogénicos?          Indicar métodos preventivos.
                                              Explicar a importância dos métodos preventivos.
                                              Indicar em que situações se devem usar antibióticos.
                                              Explicar a importância dos antibióticos.
                                              Indicar os cuidados a ter na utilização de antibióticos.




                                                                                                     72
         Disciplina: Ciências Naturais                                           7º Ano

              Conteúdos                                 Competências Específicas
I – TERRA EM TRANSFORMAÇÃO
1. Dinâmica externa da Terra                 Reconhecer o contributo da Ciência para a
     1.1. Rochas – testemunhos da             compreensão da diversidade e das transformações
     actividade da Terra                      que ocorrem na Terra.
     1.2. Rochas magmáticas,
     sedimentares e metamórficas:            Reconhecer unidades estruturais comuns, apesar da
     génese e constituição                    diversidade de características e propriedades
     Ciclo das rochas                         existentes no mundo natural.

    1.3. Paisagens geológicas                Compreender       a   importância  das   medições,
                                              classificações e representações como forma de olhar
2. A Terra conta a sua História               para o mundo perante a sua diversidade e
    2.1. Os fósseis e a sua                   complexidade.
    importância para a reconstituição
    da história da Terra                     Compreender as transformações que contribuem para
    2.2. Grandes etapas na história           a dinâmica da Terra e as suas consequências a nível
    da Terra                                  ambiental e social.

3. Estrutura interna da Terra                Reconhecer ocontributo da Ciência para a
     3.1. Contributo da Ciência e da          compreensão da diversidade e das transformações
     Tecnologia para o estudo da              que ocorrem na Terra.
     estrutura da Terra
     3.2. Modelos sobre a estrutura
     do globo terrestre

4. Dinâmica interna da Terra
    4.1. Deriva dos Continentes e
    Tectónica de Placas
     4.2. Ocorrência de falhas       e
     dobras

5. Consequências da dinâmica
interna da Terra
    5.1. Actividade vulcânica: riscos e
    benefícios da actividade
    vulcânica
    5.2. Actividade sísmica: riscos e
    protecção das populações.
II - TERRA NO ESPAÇO                   Compreender que os seres vivos estão integrados no
1. Terra – Um planeta com vida          sistema Terra, participando nos fluxos de energia e
     1.1. Condições da Terra que        nas trocas de matéria.
     permitem a existência             Reconhecer a necessidade de trabalhar com
      de vida                           unidades específicas, tendo em conta as distâncias
     1.2. A Terra como um sistema       do Universo.
                                       Conhecer a caracterização do Universo e a interacção
2. Ciência, Tecnologia, Sociedade       sistémica entre componentes.
   e Ambiente                          Utilizar escalas adequadas para a representação do
   2.1. Ciência – produto da            Sistema solar.
   actividade humana                   Identificar causas e consequências dos movimentos
   2.2.Ciência e conhecimento do        dos corpos celestes.
   Universo                            Discustir a importância do avanço do conhecimento
                                        científico e tecnológico no conhecimento sobre o
                                        Universo, o Sistema Solar e a Terra.
                                       Reconhecer que novas ideias geralmente encontram
                                        oposição de outros indivíduos e grupos por razões
                                        sociais, políticas ou religiosas.




                                                                                      74
         Disciplina: Ciências Naturais                                            8º Ano

              Conteúdos                                  Competências Específicas
I - SUSTENTABILIDADE NA TERRA               Compreender que a dinâmica dos ecossistemas
1. Ecossistemas                              resulta de uma interdependência entre seres vivos,
    1.1.Interacção   seres    vivos    –     materiais e processos.
         ambiente                           Compreender que o funcionamento dos ecossistemas
    1.2.Fluxos de energia e ciclo de         depende de fenómenos envolvidos, de ciclos de
         matéria                             matéria, de fluxos de energia e de actividade de seres
    1.3.Perturbações no equilíbrio dos       vivos, em equilíbrio dinâmico.
         ecossistemas                       Reconhecer que a intervenção humana na Terra, ao
                                             nível da exploração, transformação e gestão
                                             sustentável dos recursos, exige conhecimento
                                             científico e tecnológico em diferentes áreas.
                                            Discutir sobre as implicações do progresso científico
                                             e tecnológico na rentabilização dos recursos.
2. Gestão sustentável dos recursos
    2.1. Recursos naturais –                Reconhecer a necessidade de tratamento de
        utilização e consequências           materiais residuais, para evitar a sua acumulação,
   2.2. Protecção e conservação da           considerando as dimensões económicas, ambientais,
       Natureza                              políticas e éticas.
   2.3. Riscos das inovações                Reconhecer a importância da criação de parques
       científicas e tecnológicas para       naturais e protecção das paisagens e da conservação
       o indivíduo, a sociedade e o          da variabilidade de espécies para a manutenção da
       ambiente                              qualidade ambiental.
                                            Pesquisar sobre custos, benefícios e riscos das
                                             inovações científicas e tecnológicas para os
                                             indivíduos, para a sociedade e para o ambiente.
                                            Tomar decisões face a assuntos que preocupam as
                                             sociedades, tendo em conta factores ambientais,
                                             económicos e sociais.
                                            Divulgar medidas que contribuam para a
                                             sustentabilidade na Terra.




                                                                                            75
          Disciplina: Ciências Naturais                                           9º Ano

              Conteúdos                                 Competências Específicas
I – VIVER MELHOR NA                         Compreensão dos conceitos essenciais relacionados
TERRA                                        com a saúde, utilização de recursos, e protecção
1. Saúde Individual e Comunitária            ambiental que devem fundamentar a acção humana
     1.1. Indicadores do estado de           no plano individual e comunitário.
     saúde de uma população                 Discussão sobre a importância da aquisição de
     1.2. Medidas de acção para a            hábitos individuais e comunitários que contribuam
          promoção                           para a qualidade de vida.
     da saúde                               Reconhecimento da necessidade de desenvolver
                                             hábitos de vida saudáveis e de segurança, numa
2. Transmissão da Vida                       perspectiva biológica, psicológica e social.
     2.1.   Bases    fisiológicas   da      Valorização de atitudes de segurança e de prevenção
     reprodução                              como condição essencial em diversos aspectos
    2.2. Noções básicas de                   relacionados com a qualidade de vida.
     hereditariedade                        Reconhecimento de que a tomada de decisão relativa
                                             a comportamentos associados à saúde e segurança
                                             global é influenciada por aspectos sociais, culturais e
                                             económicos.
                                            Discussão de assuntos polémicos nas sociedades
                                             actuais sobre os quais os cidadãos devem ter uma
                                             opinião fundamentada.



3.    Organismo       Humano        em      Compreensão de que o organismo humano está
Equilíbrio                                   organizado segundo uma hierarquia de níveis que
   3.1. Sistemas neuro-hormonal,             funcionam de modo integrado e desempenham
   cardio-respiratório, digestivo e          funções específicas.
   excretor em interacção                   Conhecimento das normas de segurança e de higiene
   3.2. Opções que interferem no             na utilização de materiais e equipamentos de
   equilíbrio do organismo (tabaco,          laboratório e de uso comum, bem como respeito pelo
   álcool, higiene, droga, actividade        seu cumprimento.
   física e alimentação)                    Reconhecimento da necessidade de uma análise
                                             crítica face às questões éticas de algumas das
4. Ciência, Tecnologia e Qualidade           aplicações científicas e tecnológicas.
de Vida
    4.1. Ciência e Tecnologia na            Compreensão do modo como a sociedade pode
    resolução                                condicionar, e tem condicionado, o rumo dos avanços
    de problemas da saúde individual         científicos e tecnológicos na área da saúde e
    e comunitária                            segurança global.
    4.2. Avaliação e gestão de riscos
                                            Compreensão de como a Ciência e a Tecnologia têm
                                             contribuído para a melhoria da qualidade de vida.




                                                                                             76
         Disciplina: Ciências Físico-Químicas                                 7º Ano

              Conteúdos                              Competências Específicas
Sistema Solar                           Situar o Sistema Solar no Universo.
1. Astros do Sistema Solar              Identificar a constituição do Sistema Solar.
1.1.   Sol, planetas e luas             Distinguir os dois tipos de movimento: translação e
1.2.   Asteróides, cometas e             rotação.
    meteoróides                         Identificar o significado de período de translação e de
                                         período de rotação.
Planeta Terra                           Explicar a sucessão dos dias e das noites com base
1.Terra, Sol e Lua                       no movimento de rotação da Terra.
1.1.    A sucessão dos dias e das       Interpretar o movimento aparente do Sol.
    noites                              Caracterizar as estações do ano.
1.2.    As estações do ano
                                        Explicar a ocorrência das estações do ano com base
1.3. As fases da Lua
                                         no movimento de translação da Terra e na inclinação
1.4. Os eclipses
                                         do eixo de rotação.
                                        Distinguir as várias fases da Lua.
                                        Compreender por que motivo existem as fases da
                                         Lua..
                                        Explicar em que consiste um eclipse.
                                        Descrever a ocorrência de :
                                        eclipse da Lua;
                                        eclipse do Sol.
                                        Distinguir entre eclipse total e eclipse parcial.
2. Movimento e forças
2.1.    Características dos             Distinguir situações de movimento e de repouso.
    movimentos: distância, tempo e      Identificar diferentes tipos de trajectória.
    velocidade média                    Reconhecer o significado de distância e de velocidade
2.2.    Forças: o que são                média de um movimento.
2.3.    As forças e o movimento de      Calcular velocidades médias.
    translação dos planetas             Identificar o significado físico de força.
2.4. Massa e peso                       Perceber como actuam as forças.
2.5. O magnetismo terrestre             Caracterizar e representar forças por meio de
                                         vectores
                                        Saber medir forças com dinamómetros.
                                        Caracterizar a força gravitacional responsável pelo
                                         movimento dos planetas à volta do Sol e dos satélites
                                         à volta dos planetas.
                                        Identificar o peso como um caso particular da
                                         atracção universal.
                                        Distinguir entre massa e peso.
                                        Explicar como varia o peso de um corpo.
                                        Reconhecer a existência do campo magnético
Materiais                                terrestre e identificar interacções magnéticas.
1.Constitução do mundo
material                                Relacionar aspectos do quotidiano com a Química.
1.1.Substâncias e misturas de           Reconhecer que é enorme a variedade de materiais
substâncias                              que nos rodeiam.
1.2.Tipos de misturas                   Concluir sobre a existência de várias classificações
1.3.Soluções                             doa materiais.
                                        Distinguir substâncias de misturas de substâncias
                                        Caracterizar misturas homogéneas, heterogéneas e
                                         coloidais.




                                                                                         77
2.Propriedades físicas e químicas           Utilizar correctamente os termos: solução, soluto,
das substâncias                              solvente, solução concentrada, solução diluída,
2.1.Ponto de fusão e ponto de ebulição       solução saturada.
2.2.Densidade ou massa volúmica             Identificar a composição qualitativa e quantitativa de
2.3. Propriedades químicas                   soluções.
                                            Saber efectuar cálculos simples de concentrações.

3. Separação dos componentes de             Conhecer os diferentes estados físicos da matéria e
     misturas                                mudanças de estado.
Transformações da Matéria                   Reconhecer que o ponto de fusão e o ponto de
1.Transformações físicas e                   ebulição são propriedades que podem identificar
transformações químicas                      substâncias , sendo critérios de pureza de
1.1. Distinção entre transformações          substâncias.
físicas e químicas                          Identificar o significado de massa volúmica.
2.Como uma substância se transforma         Identificar unidades em que se exprime a densidade.
noutras                                     Reconhecer que a densidade ajuda a caracterizar
                                             uma substância.
                                            Determinar a densidade de materiais sólidos e
                                             líquidos.
                                            Distinguir entre propriedades físicas e propriedades
                                             químicas
                                            Identificar o que há de diferente nas transformações
                                             físicas e nas transformações químicas.
                                            Detectar transformações químicas.
                                            Reconhecer que uma só substância pode transformar-
                                             se noutras diferentes.
                                            Identificar o calor, a corrente eléctrica, a luz e a acção
                                             mecânica como factores que desencadeiam a
                                             decomposição de substâncias.
                                            Reconhecer que os processos físicos de separação
                                             de componentes de misturas devem ser adequados
                                             ao tipo de mistura.
                                            Utilizar técnicas de separação dos componentes de
                                             misturas heterogéneas e homogéneas em diferentes
                                             estados físicos.

                                            Compreender que a energia é uma propriedade de
Energia                                      qualquer sistema.
1.Fontes e formas de energia                Identificar a fonte e o receptor de energia.
1.1.   Energia: o que é                     .Exemplificar      fontes    de    energia   primárias,
1.2. Fontes de energia                       secundárias, renováveis e não-renováveis.
                                            .Reconhecer vantagens e desvantagens da utilização
2.Transferências de energia                  das diferentes fontes de energia.
2.1. Energia, Potência e suas unidades      .Reconhecer vantagens e desvantagens da utilização
                                             das diferentes fontes de energia.
                                            .Associar as várias manifestações de energia às
                                             duas formas: cinética e potencial.
                                            .Reconhecer as variáveis de que dependem as
                                             energias cinética e potencial gravítica.
                                            .Relacionar a energia com a potência e o tempo.
                                            .Reconhecer o significado de potência.
                                            .Conhecer a unidade SI de energia e potência e seus
                                             múltiplos.
                                            .Conhecer outras unidades práticas de energia e a
                                             sua relação com as unidades SI.



                                                                                                78
          Disciplina: Ciências Físico-Químicas                                    8º Ano

             Conteúdos                   Competências Específicas
QUÍMICA                                   Reconhecer o significado de reacção química
1.Tipos de reacções químicas                distinguindo entre reagentes e produtos da reacção.
1.1. Investigando algumas reacções        Traduzir reacções químicas por equações de
químicas                                    palavras.
1.2. As soluções aquosas e o seu          Reconhecer a importância das reacções de
carácter ácido, básico ou neutro            combustão.
1.3. O pH das soluções aquosas            Reconhecer a existência de soluções ácidas, básicas
1.4. Reacções entre soluções ácidas e       e neutras.
básicas                                   Identificar o comportamento de alguns indicadores de
                                            ácido-base.
                                          Identificar a escala de pH.
                                          Reconhecer a importância do conhecimento do pH no
                                            mundo vivo.
                                          Compreender o que acontece no carácter ácido de
                                            uma solução quando se lhe adiciona uma solução
                                            básica e vice-versa.
                                          Interpretar as variações de pH que ocorrem quando
                                            se misturam soluções ácidas e básicas.
                                          Identificar reacções de ácido-base.


2.Investigando sobre a massa e a
velocidade das R.Q.                         Reconhecer a conservação da massa durante as
                                             reacções químicas.
2.1. Conservação da massa: Lei de           Interpretar o enunciado da Lei de Lavoisier.
Lavoisier                                   Aplicar a Lei de Lavoisier a casos concretos
2.2. Velocidade das reacções químicas


3.Explicação e representação das            Relacionar a velocidade das reacções com o tempo
R.Q.                                         que os reagentes demoram a transformar-se em
3.1. Natureza corpuscular da matéria         produtos.
3.2. Átomos e moléculas: dois tipos de      Identificar os factores de que depende a velocidade
corpúsculos das substâncias                  das reacções químicas.
3.3. Substâncias elementares e              Reconhecer a aplicabilidade prática da acção dos
compostas                                    factores de que depende a velocidade das reacções
3.4. A linguagem dos químicos                químicas.
3.5. Iões: Outros corpúsculos               Concluir sobre a natureza corpuscular da matéria a
constituintes das substâncias                partir da experimentação.
3.6. As reacções químicas como              Inferir sobre a pequenez dos corpúsculos constituintes
rearranjos de átomos                         da matéria.
                                            Distinguir os três estados físicos em termos da sua
                                             agregação corpuscular.




                                                                                            79
FÍSICA                                    Identificar a ideia actual de átomo.
1.Produção e transmissão do som           Distinguir os três tipos de partículas constituintes do
1.1. Produção, propagação e recepção       átomo.
do som                                    Reconhecer as moléculas como agregados de átomos
1.2. Ondas sonoras                         ligados.
1.3. Características das ondas            Distinguir entre substâncias elementares e
                                           substâncias compostas.
                                          Reconhecer através de diagramas, substâncias
                                           compostas e misturas de substâncias.
                                          Identificar símbolos de elementos num conjunto
                                           representativos de exemplo.
                                          Compreender o significado da representação
                                           simbólica de elementos e de substâncias.
                                          Descrever a composição qualitativa e quantitativa de
                                           moléculas simples.
                                          Identificar o significado de ião.
                                          Reconhecer a existência de iões positivos, negativos.
                                           Monoatómicos e poliatómicos.
                                          Representar e interpretar a representação de alguns
                                           iões.
                                          Escrever e interpretar a fórmula química de
                                           substâncias iónicas a partir de uma tabela de iões.
                                          Interpretar as reacções químicas em termos de
                                           colisões moleculares.
                                          Representar reacções por equações químicas em
                                           exemplos simples.
                                          Compreender o acerto de equações químicas.




                                                                                           80
1.4. Propriedades do som                    Relacionar os sons com as vibrações dos corpos.
1.5. Propagação do som                      Concluir que os sons se propagam apenas em meios
1.6. Reflexão, absorção e refracção do       materiais.
som                                         Associar o ouvido à percepção do som, identificando
                                             o seu funcionamento.
                                            Compreender o significado de vibração e de onda.
                                            Caracterizar o som como fenómeno ondulatório.
                                            Identificar o significado de comprimento de onda.
                                             Frequência, período e amplitude.
                                            Distinguir propriedades do som: timbre, altura e
                                             intensidade
                                            Relacionar, qualitativamente:
                                            a altura do som com a frequência das ondas;
                                            a intensidade do som com a amplitude das ondas
                                            Reconhecer que o som se propaga em diferentes
                                             meios com diferente velocidade.
                                            Identificar o significado de velocidade de propagação
                                             do som.
                                            Compreender a reflexão do som e a sua
                                             aplicabilidade.
                                            Distinguir entre reflexão, absorção e refracção do
                                             som.
                                            Distinguir entre corpos luminosos e iluminados.
                                            Concluir que a visão dos objectos implica a
                                             propagação de luz desde a fonte até aos objectos e
                                             destes até aos nossos olhos.



2. Propriedades e aplicações da luz
2.1. O que nos permite ver os objectos      Identificar meios transparentes, translúcidos e
2.2. O que é a luz                           opacos.
2.3. Raios luminosos
2.4. Reflexão da luz                        Caracterizar a luz como fenómeno ondulatório.
2.5. As imagens que os espelhos nos
fornecem                                    Reconhecer a propagação rectilínea da luz.
2.6. Refracção da luz                       Identificar diferentes feixes luminosos.

                                            Distinguir entre reflexão regular e irregular da luz.
                                            Conhecer as leis da reflexão da luz.
                                            Reconhecer a importância da reflexão e da difusão da
                                             luz.
                                            Identificar características das imagens fornecidas por
                                             espelhos planos.
                                            Descrever a refracção da luz.
                                            Relacionar a mudança de direcção dos raios
                                             luminosos na refracção com a diferente velocidade de
                                             propagação da luz em diferentes meios.




                                                                                               81
         Disciplina: Ciências Físico-Químicas                                     9º Ano

             Conteúdos                                    Competências Específicas
QUÌMICA                                     Reconhecer, pelas suas características, as partículas
1. Estrutura atómica                         constituintes dos átomos.
1.1 Como são os átomos                      Visualizar os átomos em termos do modelo da nuvem
1.2. Átomos, iões e as suas nuvens           electrónica compreendendo as diferenças de massa e
electrónicas                                 tamanho de átomos diferentes.
1.3. Os átomos de cada elemento             Relacionar os tipos de iões que os átomos podem
                                             formar com a sua distribuição electrónica.
                                            Reconhecer o significado e a importância do número
                                             atómico e do número de massa.
                                            . Identificar o significado de isótopos, reconhecendo a
                                             existência de isótopos, reconhecendo a existência de
                                             isótopos estáveis e instáveis bem como as
                                             implicações e aplicações destes últimos na vida real.
2. Propriedades das substâncias e           Reconhecer a organização dos elementos na Tabela
Tabela Periódica                             Periódica para saber prever algumas das suas
2.1. Tabela Periódica dos Elementos          propriedades características.
2.2. Das propriedades das substâncias       Identificar propriedades que distinguem os metais dos
à posição dos elementos na Tabela            não metais, interpretando-as com base em
Periódica                                    características    dos    átomos     dos  respectivos
                                             elementos.

3. Ligação química
3.1. As ligações entre os átomos nas
moléculas                                   Explicar a semelhança de propriedades e a diferença
3.2. Por que motivo se forma ligação         de reactividade de algumas substâncias elementares
covalente, iónica e metálica                 com base em características dos átomos dos
                                             respectivos elementos.
                                            Visualizar moléculas em termos do modelo da nuvem
                                             electrónica compreendendo a polaridade e a forma de
                                             moléculas simples.
                                            Reconhecer o significado de ligação covalente e a
                                             existência de ligações simples, duplas e triplas para
                                             escrever fórmulas de estrutura das moléculas.
                                            Interpretar a tendência dos átomos para a formação
                                             de ligação covalente, iónica ou metálica com base na
                                             constituição da sua nuvem electrónica.
FÍSICA
1. O movimento e os meios de
transporte                                  Reconhecer a necessidade e a importância de
1.1.    Segurança     e     prevenção        contribuir para a utilização dos meios de transporte
rodoviárias                                  em segurança.
1.2. Algumas grandezas características      Usar, adequadamente, os termos rapidez média e
dos movimentos                               velocidade instantânea
1.3. Tipos de movimento e valores da
                                            Distinguir entre movimento uniforme, variado e
velocidade
                                             uniformemente variado.
1.4. A velocidade dos veículos e a
                                            Interpretar e utilizar gráficos “posição-tempo” e
distância de segurança rodoviária
                                             “velocidade-tempo” para diferentes movimentos.
1.5. A aceleração dos movimentos




                                                                                             82
2.Forças: causas de movimento
                                           Compreender o significado de distância de segurança
2.1. Resultante de forças                   rodoviária, reconhecendo a sua importância na
                                            prevenção de acidentes.
2.2. A resultante das forças e o estado    Identificar o significado de aceleração, aplicando-o na
de repouso ou de movimento de um            distinção entre movimentos acelerado e retardado.
corpo
                                        
2.3. Forças de atrito                      Compreender o significado de resultante de forças e a
2.4. Quantidade de movimento e              sua determinação.
impulso                                    Reconhecer a existência do par “acção-reacção”.
2.5. Impulsão                              Compreender e reconhecer a aplicabilidade das leis
                                            de Newton.
                                           . Reconhecer a importância do atrito no movimento.
                                           Identificar o significado de quantidade de movimento e
                                            de impulso de forças .
                                           Explicar a flutuação dos corpos com base no conceito
                                            de impulsão, descoberto por Arquimedes.



3. Circuitos eléctricos
                                           Reconhecer a importância da utilização dos aparelhos
3.1.Utilização da electricidade
                                            eléctricos de forma regrada com vista à segurança e à
3.2. Corrente eléctrica
                                            poupança de energia.
3.3. Diferença de potencial e
                                           Reconhecer um modelo para a corrente eléctrica,
intensidade da corrente
                                            distinguindo entre corrente contínua e alterna.
3.4. Resistência eléctrica
3.5. Energia eléctrica e potência          Identificar o significado das grandezas diferença de
eléctric                                    potencial e intensidade da corrente, relacionando os
                                            seus valores em diferentes pontos de circuitos
                                            simples.
                                           Interpretar o significado de resistência eléctrica,
                                            aplicando-o a situações da vida real.
                                           Reconhecer os factores de que depende a resistência
                                            eléctrica e a sua aplicabilidade na utilização de
                                            reóstatos.
                                           Aplicar os conceitos de potência e energia à utilização
                                            da electricidade e dos aparelhos eléctricos.




                                                                                            83
         Disciplina: TIC’s                                                      9º Ano

             Conteúdos                               Competências Específicas
Avaliação diagnóstica                     Diagnosticar o estádio de desenvolvimento das
                                          Competências em TIC dos alunos.

1. Tecnologias da Informação e
Comunicação
1.1.   Conceitos Introdutórios            Conhecer os conceitos básicos relacionados com as
 • Conceitos Básicos                      Tecnologias da informação e Comunicação (TIC).
 • Áreas de aplicação das TIC             Conhecer a terminologia relacionada com as TIC.
                                          Caracterizar Informação.
                                          Distinguir Informação de Dados
                                          Identificar e caracterizar as áreas das TIC e as suas
                                           principais aplicações.
 • Estrutura básica de um computador
                                          Definir os conceitos de Hardware e software.
 • Noções básicas de funcionamento
 de um computador                         Identificar as unidades que compõem a CPU e suas
                                           relações.
                                          Distinguir os diversos tipos de memórias
                                          Identificar os componentes instalados na placa
                                           principal
                                          Explicitar a noção de barramento
                                          Reconhecer os vários tipos de periféricos de Entrada
                                           e Saída
                                          Distinguir Input de Output
                                          Escolher adequadamente computadores e Material
                                           informático
1.2.    Sistema      Operativo   em       Identificar os principais tipos de software
ambiente gráfico
  • Ambiente gráfico
  • Configurações                         -Definir o conceito de sistema operativo
  • Acessórios                            -Caracterizar os diferentes elementos da interface
                                          -Explicar a finalidade da barra de tarefas
                                          -Trabalhar ao mesmo tempo com várias janelas
                                          -Definir pastas; ficheiros, ícones e atalhos
                                          -Utilizar correctamente os principais menus do
                                           sistema operativo
                                          -Introduzir informação numa caixa de diálogo
                                          -Descrever as funções da Ajuda
                                          -Executar correctamente programas e ficheiros
                                          -Especificar como criar um atalho para abrir
                                           directamente um ficheiro
                                          -Criar pastas para guardar ficheiros
                                          -Terminar uma sessão do ambiente gráfico
                                          -Iniciar o gestor de ficheiros
                                          -Distinguir os vários modos de visualização
                                          -Executar correctamente os principais comandos
                                           sobre pastas e atalhos

                                          -Seleccionar; abrir; imprimir; mover e copiar ficheiros
                                          -Localizar ficheiros e pastas
                                          -Configurar o equipamento
                                          -Personalizar o sistema operativo utilizando o Painel
                                          de Controlo
                                          -Indicar as opções de configuração da Barra de
                                                                                           84
                                         Tarefas
                                        Explicar a finalidade de cada aplicação do pacote de
                                         software
                                        Saber iniciar aplicações do pacote de software
                                        Caracterizar os diversos tipos de pacotes de software
                                         de produtividade
                                        Reconhecer os principais acessórios do sistema
                                         operativo de interface gráfico
                                        Utilizar correctamente as ferramentas de sistema
Internet
• Navegação na Web utilizando um
Browser                                 Aferir sobre a finalidade da Internet
• Utilização de uma aplicação para      Identificar os componentes necessários
Correio Electrónico
                                        para aceder à Internet
                                        Estabelecer a distinção entre Web e Internet
                                        Explicar a evolução e tendências actuais da
                                        Internet
                                        Utilizar correctamente a Internet em termos éticos
                                        Reconhecer os principais serviços básicos
                                        Indicar as potencialidades do Correio Electrónico
                                         (email)
                                        Definir o que é a World Wide Web
                                        Obter documentos a partir da Internet
                                        Explicar o que são Grupos de Discussão
                                        Criar e utilizar uma Lista de Endereços de Correio
                                        Electrónico
                                        Comunicar (conversar, enviar e receber mensagens)
                                         na Internet em tempo real
                                        Comunicar oralmente e visualmente (em tempo real)
                                         com outras pessoas
                                        Navegar na Web utilizando os comandos do
                                         programa de navegação
                                        Navegar entre as páginas da Web utilizando as
                                        Hiperligações
                                        Enunciar os conceitos básicos de navegação
                                        Reconhecer os conceitos de endereços e sites da
                                        WWW (Web)
                                        Aceder a sites
                                        Abrir uma página na Web através da barra de
                                        Endereços
                                        Procurar pastas e abrir ficheiros a partir da barra
                                         Endereço
                                        Explicar a importância da função Histórico
                                        Definir os conceitos de sites de procura, favoritos e
                                         canais
                                        Utilizar motores de busca e directórios
                                        Procurar com eficácia informações na Internet
                                        Criar e organizar em pastas uma lista de
                                        Favoritos
                                        Configurar um Website para visualização offline
                                        Visualizar e adicionar um canal à lista Favoritos
                                        Aceder a um site de Software gratuito e fazer
                                        Downloads
                                        Enviar e receber mensagens através do
                                        programa de correio electrónico
                                        Abrir uma conta de correio num servidor de
                                                                                       85
                                           acesso à Internet
                                           Enviar ficheiros anexos a uma mensagem
                                           Identificar e usar utilitários antivírus
2.    Processamento      de     Texto
• Conceitos básicos
  • Criação de documentos                  Especificar     as    principais  características do
  • Edição e formatação de textos           processador de texto
• Funções avançadas                        Iniciar um processador de texto a partir da barra de
                                            tarefas do ambiente gráfico
                                           Descrever a Janela da aplicação
                                           Reconhecer os diferentes modos de visualização
                                           Utilizar correctamente os principais Menus
                                           Utilizar adequadamente as barras de ferramentas
                                           Criar um novo documento
                                           Abrir um documento
                                           Gravar documentos em diferentes modos
                                           Explicar o conceito de HTML
                                           Pré-visualizar o conteúdo e as propriedades de um
                                            documento
                                           Imprimir um documento
                                           Fechar um documento
                                           Introduzir e editar texto num documento
                                           Seleccionar as entradas de texto automático
                                            fornecidas com o processador de texto
                                           Adicionar números de página, data e hora ao rodapé
                                           Inserir cabeçalhos e notas de rodapé
                                           Inserir imagens digitalizadas importadas de outros
                                            programas
                                           Seleccionar uma moldura
                                           Deslocar-se num documento utilizando várias
                                            ferramentas
                                           Definir o conceito de Hiperligação
                                           Procurar informação
                                           Reconhecer os comandos para substituir texto
                                           Aplicar efeitos de formatação ao texto de um
                                            documento
                                           Aplicar os diferentes tipos de alinhamento de texto
                                            - Ajustar/alterar o espaçamento entre linhas
                                           Diferenciar as principais opções de formatação de
                                            caracteres
                                           Formatar parágrafos
                                           Adicionar e remover um limite a um parágrafo, a uma
                                            tabela e a uma página
                                           Adicionar, alterar, remover sombreado em tabelas e
                                            texto
                                           Activar e desactivar as alterações automáticas
                                           Criar listas
3. Criação de apresentações
  • Funções avançadas
  • Conceitos básicos                      Activar e desactivar a correcção automática
  • Criação de apresentações               Utilizar os correctores ortográficos sintácticos
• Apresentação de diapositivos             Localizar sinónimos
                                           Modificar o tamanho do papel e a orientação da
                                            página
                                           Inserir e eliminar uma quebra de página forçada
                                           Utilizar os vários estilos e modelos

                                                                                          86
   Introduzir figuras, imagens, gráficos, para criar
    designs de páginas
   Editar um documento organizando o texto em colunas
    e listas
   Trabalhar adequadamente com tabelas
   Proceder à criação de índices automáticos
   Criar uma carta de formulário impressão em série
   Automatizar endereços
   Endereçar e imprimir envelopes e etiquetas
   Explicar como se pode participar na edição de uma
    obra colectiva
   Reconhecer a importância das macros na
    automatização de rotinas
   Explicar o conceito de hipertexto
   Explicar o conceito de apresentação electrónica
   Reconhecer a estrutura de um programa de
    apresentação
   Descrever correctamente a janela de apresentação
   Elaborar, convenientemente, uma apresentação
   Reconhecer os métodos (as opções) de criação de
    uma apresentação
   Reconhecer a importância do assistente de conteúdo
    automático para criar uma nova apresentação: um
    diapositivo
   Demonstrar como se trabalha com as Vistas
    diferentes que o programa de apresentações
    proporciona
   Alterar as Vistas de apresentação
   Introduzir texto num diapositivo
   Adicionar texto nas Vistas “destaque” e “diapositivos”
   Exemplificar como se formata texto através do menu
    “formatar”
   Indicar como se configura a caixa de texto
   Elaborar uma caixa de texto
   Reorganizar diapositivos utilizando a Vista de
    organização de diapositivos
   Guardar uma apresentação no disco rígido
   Exemplificar como se aplica um esquema de cores a
    diapositivos
   Indicar como se inserem imagens, sons e vídeos
   Explicar como se editam objectos
   Adicionar e eliminar objectos
   Executar convenientemente uma apresentação de
    diapositivos
   Reconhecer os atalhos de navegação para aceder a
    diapositivos
   Indicar como se adicionam transições entre
    diapositivos
   Explicar como se adiciona som a uma transição
   Adicionar efeitos de animação utilizando a barra de
    ferramentas
   Exemplificar como animar o texto de um diapositivo
   Especificar o tempo atribuído a cada diapositivo
   Reconhecer correctamente os vários tipos de
    apresentação de diapositivos
   Indicar como se inicia uma apresentação de

                                                   87
    diapositivos usando o menu de contexto da Vista
   Reconhecer as técnicas de impressão de uma
    apresentação
   Explicar como se faz a difusão de uma apresentação
    na Internet
   Especificar como mostrar diapositivos existentes na
    Web usando as hiperligações
   Utilizar a barra de ferramentas da Internet para saltar
    entre hiperligações abertas




                                                    88
  Disciplina: História e Geografia de Portugal                                   Ano: 5º

               Conteúdos                               Competências Específicas
 A Península Ibérica na Europa e no I – Tratamento de informação/ utilização de fontes
    Mundo.
- Representação da Terra.               Adquirir técnicas de investigação: observar e descrever
- Localização da Península Ibérica no    aspectos da realidade física e social; recolher, registar
    Mundo e na Europa.                   e tratar diferentes tipos de informação; identificar
                                         problemas; formular hipóteses simples; elaborar
 Características        naturais   da   conclusões simples.
    Península Ibérica.
 - As principais formas de relevo.
 - O clima e vegetação natural.         Interpretar informação histórica diversa e com
 -     As     primeiras    comunidades   diferentes perspectivas. Exemplos de actividades:
    recolectoras.                        organização e elaboração do Atlas da aula e do Friso
 - As comunidades agro-pastoris.         Cronológico; análise de documentos escritos; análise
 - Iberos, Celtas e Celtiberos.          de      documentação       iconográfica;   análise     de
 - Contacto com povos mediterrâneos.     documentação gráfica; análise de documentação
                                         cartográfica; organização de dossiers temáticos;
 A conquista romana e a resistência     organização de ficheiros temáticos, de conceitos ou
    dos povos ibéricos.                  referencias bibliográficas.
- Os romanos e o seu Império.
- A resistência dos povos ibéricos.
                                           II – Compreensão histórica
 A Península Ibérica Romanizada.
- A Romanização.                       Temporalidade
- O Cristianismo.                      Aplicar os conceitos de mudança/permanência na
- A contagem do tempo.                   caracterização das sociedades que se constituíram no
                                         espaço português em diferentes períodos; identificar,
 A Ocupação muçulmana.                  localizar no tempo e caracterizar alterações
- Os Árabes.                             significativas da sociedade portuguesa, e estabelecer
- A expansão muçulmana.                  relações passado/presente, especificando contributos
- A conquista da Península Ibérica.      para      o    Portugal     contemporâneo,     utilizando
                                         correctamente o vocabulário próprio da disciplina.
 Cristãos e muçulmanos no período  Construir e interpretar frisos cronológicos.
    da Reconquista.                     Interpretar e elaborar linhas/árvores genealógicas.
- A Reconquista Cristã.                 Utilizar unidades de referência temporal: milénio, século
- Convivência entre vencidos e           e década.
    vencedores.                         Contactar com diferentes sistemas de datação, com
                                         particular destaque para o conhecimento e a
 A herança muçulmana.                   manipulação do calendário cristão (a.C./d.C.).
                                        Seriar, ordenar e comparar factos, acontecimentos,
 D. Afonso Henriques e a luta pela      situações, objectos ou processos através de quadros,
    independência.                       mapas, gráficos, etc., que proporcionem a explicitação
- A acção do conde D. Henrique.          de mudanças, continuidades e simultaneidades.
- D. Afonso Henriques passa a  Utilizar conceitos de tempo na produção de pequenas
    governar o condado.                  biografias, diários e narrativas.
- D. Afonso Henriques, rei de Espacialidade
    Portugal.                          Conhecer a localização relativa do território português,
- A conquista da linha do Tejo.          caracterizar os principais contrastes na distribuição
- O reconhecimento do reino.             espacial das actividades económicas e formas de
- O alargamento do território.           organização do espaço português em diferentes
                                         períodos, relacionando-as com factores físicos e
 O reino de Portugal e do Algarve.      humanos, utilizando correctamente o vocabulário
- Dimensões e fronteiras.                específico da disciplina, bem como técnicas adequadas
- A vitória de um povo.                  de expressão gráfica.
 Portugal no século XIII.              Manusear o globo e plantas / mapas.
- O relevo e os principais grupos.      Familiarizar-se e usar a simbologia e as convenções

                                                                                           89
- A linha de costa.                           utilizadas nos mapas.
- O clima e a vegetação natural.           Reconhecer e interpretar escalas (numéricas e
- Os recursos naturais.                       gráficas).
 A vida quotidiana.                       Utilizar sistemas de orientação (rosa-dos-ventos/pontos
- Grupos sociais.                             cardeais).
- Nos mosteiros – o clero.                 Elaborar itinerários e percursos (rotas, viagens, etc.)
- Nas terras senhoriais – a nobreza.          em mapas mudos.
- Nas terras senhoriais – o camponês.      Apropriar-se e empregar conceitos e vocabulário de
- Nos concelhos.                              suporte às representações e à construção de relações
- Na Corte; As funções do rei.                da espacialidade (constituição de um glossário).
- A cultura.                              Contextualização
                                          Distinguir as características concretas de sociedades que
 A Revolução de 1383-1385.                   se construíram no espaço português em diferentes
- A morte de D. Fernando e o                  períodos e estabelecer relações entre os seus diversos
   problema da sucessão.                      domínios, utilizando correctamente o vocabulário
- As movimentações populares e os             específico da disciplina.
   grupos em confronto.                    Explorar ideias tácitas dos alunos como base para a
- A resistência à invasão castelhana.         construção do conhecimento histórico.
- A resistência à invasão castelhana.      Observar, caracterizar e interpretar documentos
- A consolidação da independência.            referentes a vários domínios da vida estudada das
 De Portugal às Ilhas Atlânticas e ao        sociedades, nas várias épocas.
   Cabo da Boa Esperança.                  Realizar pequenas pesquisas sobre temas de história
- O Mundo conhecido.                          regional e local, integrando-as no quadro da História de
- O Mundo desconhecido.                       Portugal.
- A luta contra os mouros em terra e       Realizar visitas de estudo/trabalho.
   no mar.                                 Organizar dossiers temáticos.
- A Reconquista Cristã do Norte de         Organizar um glossário com vocabulário de suporte à
   África.                                    representação das relações entre os diversos domínios
- A conquista de Ceuta.                       da sociedade.
- A descoberta da costa africana.          Produzir pequenas biografias, diários, narrativas e
- A arte de navegar.                          resumos.
- A política africana de D. Afonso V.      Reconstituir o funcionamento das instituições em várias
- A politica ultramarina de D. João II.       épocas.
- A viagem de Cristóvão Colombo.          
- O Tratado de Tordesilhas.               III – Comunicação em História
                                           Utilizar diferentes formas de comunicação escrita na
 A chegada à Índia e ao Brasil.              produção de pequenas biografias, diários, narrativas e
- A chegada à Índia.                          resumos no relacionamento de aspectos da História e
- A chegada ao Brasil.                        Geografia de Portugal, fazendo o uso correcto do
                                              vocabulário específico.
 O Império Português no Século            Desenvolver a comunicação oral envolvendo os alunos
   XVI.                                       na narração/descrição, em pequenas apresentações
- Os arquipélagos da Madeira e dos            orais de trabalhos e em pequenos debates ao nível da
   Açores.                                    turma, sobre temas de História e Geografia de Portugal,
- O relevo e os cursos de água.               em que se valorize a expressão oral.
- O clima e a vegetação.                   Enriquecer a comunicação através da análise e
- Recursos naturais, colonização e            produção de materiais iconográficos e, ainda,
   actividades económicas.                    plantas/mapas, gráficos, tabelas, quadros, frisos
- Os territórios em África – recursos         cronológicos, genealogias, utilizando os códigos que
   naturais, colonização e actividades        lhes são específicos.
   económicas.
- A missionação.
- Os territórios na Ásia – recursos
   naturais, colonização e actividades
   económicas.
- A diversidade étnica e cultural.

 A vida urbana no Século XVI –
  Lisboa quinhentista.
                                                                                               90
- O crescimento da cidade.
- O porto de Lisboa e o comércio.
- Lisboa, cidade de contrastes.
- A vida na corte.
- A cultura.

 A morte de D. Sebastião e a
   sucessão ao trono.
- A batalha de Alcácer Quibir.
- O problema da sucessão.

 A União Ibérica e os levantamentos
   populares.
- As cortes de Tomar.
- O governo dos reis espanhóis.

 A revolta do 1.º de Dezembro de
   1640 e a Guerra da Restauração.
- A Guerra da Restauração.




                                       91
          Disciplina: História e Geografia de Portugal                                       Ano: 6º

                Conteúdos                                   Competências Específicas
Do Portugal do século XVIII à             I – Tratamento de informação / utilização de fontes
  consolidação da sociedade liberal.       Adquirir técnicas de investigação.
Império e monarquia absoluta no séc.       Interpretar informação histórica diversa e com diferentes
  XVIII                                     perspectivas.
 O império colonial português no séc.    II – Compreensão histórica
  XVIII.                                  temporalidade
 A sociedade portuguesa no tempo de       Aplicar conceitos de mudança / permanência na
  D. João V.                                caracterização das sociedades que se constituíram no
 A Lisboa pombalina.                       espaço português em diferentes períodos.
1820 e o Liberalismo                       Identificar, localizar no tempo e caracterizar as alterações
 As invasões napoleónicas.                 significativas da sociedade portuguesa.
 A Revolução Liberal de 1820.             Estabelecer        relações      passado     /     presente,
 A luta entre liberais e absolutistas.     especificamente        contributos    para     o    Portugal
                                            contemporâneo, utilizando correctamente o vocabulário
Portugal na 2ª metade do século XIX         específico da disciplina.
 O espaço português.                     espacialidade
 A vida quotidiana no campo.              Conhecer a localização relativa do território português.
 A vida quotidiana na cidade.             Caracterizar os principais contrastes na distribuição
    O século XX                             espacial das actividades económicas e formas de
    A queda da Monarquia e a 1ª             organização do espaço português em diferentes períodos,
  República.                                relacionando-as com factores físicos e humanos,
 A acção militar no 5 de Outubro e a       utilizando correctamente vocabulário específico da
  queda da Monarquia.                       disciplina bem como técnicas adequadas de expressão
 A 1ª República.                           gráfica.
O Estado Novo                             contextualização
 O golpe militar de 28 de Maio.           Distinguir características concretas de sociedades que se
 Salazar e o Estado Novo.                  constituíram no espaço português em diferentes épocas e
                                            estabelecer relações entre os seus diversos domínios,
O 25 de Abril de 1974 e o regime            utilizando correctamente o vocabulário específico da
  democrático                               disciplina.
 A acção militar e popular em 25 de      III – Comunicação em História
  Abril.                                   Utilizar diferentes formas de comunicação escrita
 A independência das colónias.             adequada aos diferentes níveis etários, aplicando
 A Constituição de 1976 e o                vocabulário específico da História na descrição,
  restabelecimento da democracia.           relacionação e explicação dos diferentes aspectos das
     Portugal nos dias de hoje –            sociedades.
  sociedade                                Desenvolver a comunicação oral através da narração /
     e geografia humana                     descrição e participar em pequenos debates, colóquios,
 A evolução da população portuguesa.       mesas redondas, painéis, apresentações de trabalhos, ao
                                            nível da turma e da escola.
 Características    da     população
  portuguesa.                              Enriquecer a comunicação através da análise e produção
                                            de materiais iconográficos e ainda plantas / mapas,
 Distribuição espacial da população
                                            gráficos,     tabelas,     quadros,   frisos   cronológicos,
  portuguesa.
                                            organigramas, genealogias, esquemas, dominando os
 Os campos: os vestígios do passado
                                            códigos que lhes são específicos.
  e as mudanças.
                                           Recriar situações históricas e expressar ideias e
 Centros urbanos – áreas de atracção
                                            situações, sob a forma plástica, dramática ou outra.
  da população.
                                           Utilizar meios informáticos como suporte da comunicação
 O mundo do trabalho e as actividades
                                            recorrendo a programas de processamento de texto e a
  económicas.
                                            consulta de sites da Internet que veiculem informação
 O lazer.                                  histórico-geográfica.
 A importância das áreas de protecção
  da Natureza.
 Transportes e comunicações.
 Espaços em que Portugal se integra.
                                                                                                 92
          Disciplina: História                                                            Ano: 7º

             Conteúdos                                    Competências Específicas
A. Das Sociedades recolectoras às            Tratamento de informação/Utilização de fontes
primeiras civilizações                   - Utilização de metodologia específica da história:
A1.As sociedades recolectoras              -Participação na selecção de informação adequada
                                              aos temas em estudo;
 As primeiras conquistas do Homem         -Distinguir fontes de informação histórica diversas:
 Os grandes caçadores                        fontes primárias e secundárias, historiográficas e não
 A2. As primeiras sociedades                 historiográficas;
  produtoras                               -Interpretar        documentos     com       mensagens
 Agricultores e pastores                     diversificadas;
 A3. Os contributos das primeiras         -Formular hipóteses de interpretação de factos
  civilizações                                históricos;
 As civilizações dos grandes rios         -Utilizar conceitos e generalizações na compreensão
 Novos contributos civilizacionais no        de situações históricas;
  Mediterrâneo Oriental                    -Realizar       trabalhos   simples     de     pesquisa,
                                              individualmente ou em grupo.
B. A Herança do Mediterrâneo
Antigo
B1. Os Gregos no séc. V a. C.: o - Inferência de conceitos históricos a partir da
exemplo de Atenas                       interpretação e análise cruzada de fontes com
                                        linguagens e mensagens variadas
 O nascimento da civilização grega
 Atenas no século V a.C.                    Compreensão histórica
 Religião e cultura                    Temporalidade
 B2. O Mundo Romano no Apogeu (Identifica e caracteriza as principais fases da evolução
   do Império                           histórica e os grandes momentos de ruptura. Localiza no
 Da cidade à construção do Império tempo eventos e processo, distingue ritmos de evolução
 A sociedade romana e as em sociedades diferentes e no interior de uma mesma
   instituições políticas: da República sociedade, estabelecendo relações entre o passado e o
   ao Império                           presente e aplicando noções emergentes de multiplicidade
 O legado da civilização romana        temporal )
 Origem        e      afirmação     do  -Elaboração/análise de tabelas cronológicas cujos
   Cristianismo                              dados evidenciem ritmos de mudança de duração
                                             diversa (longa duração, média duração e curta
C. A formação da cristandade                 duração) e que situem no tempo acontecimentos
ocidental e a expansão islâmica              significativos de culturas e civilizações.
C1. A Europa Cristã nos séculos VI a  -Interpretação e construção de barras/frisos
IX                                           cronológicos paralelos para diversas culturas ou
                                             civilizações verificando diferentes ritmos de evolução
 A invasão da Europa – um novo              das sociedades.
   mapa político                           -Elaboração de representações gráficas do tempo em
 O mundo muçulmano em expansão              que se registam diversos aspectos (guerra, política,
                                             aspectos sociais, etc.).
C2, A sociedade europeia nos sécs. IX  -Seriação, ordenação e comparação de factos,
a XII                                        acontecimentos, situações, objectos ou processos
 A sociedade senhorial                      através de quadros, mapas, gráficos, tabelas, etc. que
 As relações feudo-vassálicas.              proporcionem a explicitação das noções de evolução
                                             e multiplicidade temporal.
C3. A Península Ibérica: dois mundos  -Organização de um glossário: apropriação de
em presença                                  conceitos e vocabulário de suporte às representações
                                             e construção de relações de temporalidade.
 Cristãos e muçulmanos – ocupação  -Utilização de unidades de referência temporal, com
   e resistência                             ênfase para o milénio, século, quarto de século e
 A formação dos reinos cristãos no          década na ordenação de situações históricas
   processo da Reconquista                   concretas.
 A independência de Portugal
                                                                                             93
D. Portugal no contexto europeu         Espacialidade
dos séculos XII A XIV
                                      (Localiza e situa no espaço, com recurso a formas
D1.Desenvolvimento       económico, diversas de representação espacial, diferentes aspectos
relações sociais e poder político nos das sociedades humanas em evolução e interacção,
séculos XII a XIV                     nomeadamente, alargamento de áreas habitadas/fluxos
                                      demográficos, organização do espaço urbano e
 O dinamismo rural e a ocupação de arquitectónico, áreas de intervenção económica, espaço
   novos espaços                      de dominação política e militar, espaço de expansão
 Relações sociais e poder político   cultural  e   linguística,  fluxos/circuitos   comerciais,
 O comércio europeu dos séculos      organização do espaço rural, verificando como os
   XII a XIV                          desígnios dessas sociedades actuam sobre a organização
                                      do espaço e são fruto de condicionalismos físico-naturais)

D2. A cultura portuguesa face aos           -Análise comparativa e elaboração de plantas, mapas,
modelos europeus                             tabelas, gráficos e esquemas que clarifiquem a
                                             distribuição espacial de diferentes dados históricos.
   Cultura medieval                        -Manuseamento de plantas/mapas de diferentes
   As novas ordens religiosas               naturezas e escalas e realidades representadas
   A criação do ensino universitário        (políticas,   geográficas,     climáticas,  históricas,
   A arte medieval                          económicas, religiosas...).
                                            -Reconhecimento, interpretação e utilização de
D3. Crises e revolução no século XIV         escalas (numéricas e gráficas).
                                            -Elaboração em mapas-mudos de itinerários e
 Um século de calamidades                   percursos (rotas,viagens, etc.)
 A revolução de 1383/85 e a                -Organização de um glossário: utilização de conceitos
   afirmação da identidade nacional          e vocabulário de suporte às representações e
                                             construção de relações de espacialidade.
                                            -Interpretação da simbologia e convenções utilizadas
                                             nos mapas.
                                            -Organização de um atlas histórico.


                                        Contextualização

                                        (Distingue, numa dada realidade, os aspectos de ordem
                                        demográfica, económica, social, política e cultural e
                                        estabelece relações entre eles. Interpreta o papel dos
                                        indivíduos e dos grupos na dinâmica social. Reconhece a
                                        simultaneidade de diferentes valores e culturas e o
                                        carácter relativo dos valores culturais em diferentes
                                        espaços e tempos históricos. Relaciona a história nacional
                                        com a história universal, abordando a especificidade do
                                        caso português.Aplica os princípios básicos da
                                        metodologia específica da História.)
                                           -Exploração das ideias tácitas dos alunos como base
                                             para a construção do conhecimento histórico.
                                           -Pesquisa de dados históricos (trabalho individual ou
                                             de grupo) para confirmar/refutar hipóteses recorrendo
                                             à informação do meio e à informação dos media.
                                           -Análise comparativa de diferentes tipos de dados
                                             registados em fontes variadas.
                                           -Interpretação e análise cruzada de fontes com
                                             mensagens diversas.



                                                                                             94
   -Organização de dossiers personalizados sobre
    temas estudados, nomeadamente sobre História
    regional e local.
   -Organização de um glossário: apropriação de
    conceitos e vocabulário de suporte à representação e
    construção de relações das sociedades estudadas.
   -Elaboração de pequenas sínteses narrativas,
    esquemas e mapas conceptuais.
   -Realização de debates para problematizar e buscar
    respostas em torno de situações históricas concretas.
   -Realização de pequenos trabalhos de pesquisa que
    impliquem a utilização de recursos informáticos
   -Preparação de pequenas comunicações orais sobre
    os trabalhos realizados.
   -Dramatização/reconstituição de situações históricas
   -Representação plástica de situações e episódios
    históricos.
   -Organização, pelos alunos de exposições sobre
    temas da História

Comunicação em História

   -Utilização de diferentes formas de comunicação
    escrita na produção de narrativas, sínteses, relatórios
    e     pequenos    trabalhos   temáticos,     aplicando
    vocabulário específico da História na descrição, no
    relacionamento e na explicação dos diferentes
    aspectos das sociedades da História mundial.
   -Desenvolvimento da comunicação oral envolvendo
    os alunos na narração/explicação e participação em
    debates,    colóquios,    mesas-redondas,      painéis,
    apresentações orais de trabalhos temáticos ao nível
    da turma sobre temas de História de Portugal no
    contexto europeu e mundial
   -Enriquecimento da comunicação através da análise e
    produção de materiais iconográficos e, ainda,
    Plantas/mapas, gráficos, tabelas, quadros, frisos
    cronológicos, organigramas, genealogias, esquemas,
    dominando os códigos que lhe são específicos
   -Recriação de situações históricas e expressão de
    ideias e situações, sob a forma plástica e/ou
    dramática ou outra




                                                    95
           Disciplina: História                                               8º Ano

            Conteúdos                                 Competências Específicas

 Portugal no contexto Europeu
                                        Tratamento deinformação/utilização de fontes
  nos séculos XII a XIV
                                        Recolhe e trata informação;
 A reanimação do comércio,
 Relações sociais e poder político,
                                        Interpreta documentos de índole variada;
 A organização concelhia,
 A Cultura medieval,                   Selecciona informação fundamental do documento;
 As novas ordens religiosas
 A arte medieval.                      Identifica, relaciona e aplica correctamente conceitos
                                         históricos.
 A Europa a no século XIV
 A recessão económica e a agitação  Organiza trabalhos simples de pesquisa, individual ou
  social,                              em grupo;
 Portugal no século XIV
 A Crise de 1383-1385 e a afirmação  Compreenão histórica
  da identidade nacional.             Situa no tempo os acontecimentos;

 A expansão quatrocentista             Ordena e compara factos, acontecimentos, situações,
 Motivações da Expansão,               objectos ou processos;
 A prioridade Portuguesa,
 A Conquista de Ceuta e as             -Utiliza unidades de referência temporal;
  primeiras         viagens de         
  descobrimentos,                       Manifesta e aplica conhecimentos;
 Os arquipélagos da Madeira e
  Açores,                               Evidencia acontecimentos, personagens e
 Viagens e conquistas na costa          organizações relevantes para os processos históricos;
  africana.
                                      Conhece eventos e processos históricos;
 As grandes viagens oceânicas
 A política expansionista de D.João  Distingue causas e consequências de acontecimentos
  II,                                  e factos;
 O Tratado de Tordesilhas,
 A Chegada à Índia e ao Brasil.      Relaciona/ compara acontecimentos e processos
                                       históricos;
 Os Impérios Peninsulares
 Os portugueses na África Negra,     Organiza e pesquisa informação, recorrendo à
 O Império Português no Oriente,      informação dos média (imprensa escrita, televisão,
 A Colonização do Brasil,             Internet;
 O Império Espanhol nas Américas.
 As Transformações Económicas  Participa na organização de exposições, jornais de
  Decorrentes da Expansão,             parede.
 O Encontro de Culturas.
                                      Comunicação em história
 O renascimento e reforma
 Origem e difusão do Renascimento,  Expõe oralmente e de forma clara, ideias, aplicando o
 Humanismo e criação literária,       vocabulário específico da História;
 Avanço no conhecimento,
 A arte do renascimento,             Produz narrativas, sínteses, relatórios e trabalhos
 A arte em Portugal,                  temáticos, aplicando o vocabulário específico da
 A Reforma Protestante,               disciplina.
 A reacção da Igreja Católica.
 O império Português e concorrência  Organiza dramatizações/ reconstituições de situações
  internacional                        históricas;

                                                                                           96
 A união dos impérios peninsulares;  Produz e interpreta materiais iconográficos, mapas,
 A Ascensão colonial da Europa do     tabelas, quadros, gráficos e frisos cronológicos,
  Norte;                               aplicando os códigos que lhes são específicos;
 O império atlântico português e a
  Restauração.                        Apresenta trabalhos que cumprem as normas e
                                       metodologias específicas da história.
 Portugal no contexto europeu nos
  séculos XVII E XVIII
 Absolutismo e mercantilismo
  numa sociedade de ordens;
 O Antigo regime português, no
  século XVIII;
 A arte e mentalidade barrocas;
 Um projecto modernizador: o
  despotismo pombalino.

 A cultura e o Iluminismo em
  Portugal face à Europa
 Os progressos científicos no
  século XVIII;
 Desenvolvimento        técnico      e
  exploração do mundo;
 Os ideais iluministas;
 A crítica do Antigo Regime;
 Portugal e o Iluminismo Europeu.
 O arranque da revolução industrial e
  revoluções liberais
 Inovações agrícolas e crescimento
  demográfico;
 A Revolução Industrial na Inglaterra;
 A maquinização da indústria,

 A Independência dos Estados
  Unidos Da América

 A Revolução Francesa
 Antecedentes;
 Da Monarquia Constitucional ao
  período napoleónico;
 A Herança da Revolução Francesa.

A revolução Liberal Portuguesa
Antecedentes;
A Revolução de 1820;
independência do Brasil;
O regresso do absolutismo e a
 guerra civil;
O triunfo do liberalismo.




                                                                                        97
          Disciplina: História                                                              Ano: 9º

              Conteúdos                                   Competências Específicas

G – O Arranque da Revolução                    Tratamento de informação/Utilização de fontes
Industrial    e   o     Triunfo    das     - Utilização de metodologia específica da história:
Revoluções Liberais                          -Participação na selecção de informação adequada
  As revoluções liberais - a                   aos temas em estudo;
    revolução Francesa, a revolução          -Distinguir fontes de informação histórica diversas:
    liberal Portuguesa (abordagem               fontes primárias e secundárias, historiográficas e não
    rápida aos conteúdos não                    historiográficas;
    leccionados no 8º ano )                  -Interpretar        documentos     com       mensagens
H – A Civilização Industrial no                 diversificadas;
Século XIX                                   -Formular hipóteses de interpretação de factos
  O mundo industrializado no                   históricos;
    séc. XIX - a expansão da                 -Utilizar conceitos e generalizações na compreensão
    revolução industrial, contrastes e          de situações históricas;
    antagonismos sociais.                    -Realizar       trabalhos   simples     de     pesquisa,
  O caso português - o atraso da
                                                individualmente ou em grupo.
    agricultura; as tentativas de
    modernização; alteração nas
                                                 -Inferência de conceitos históricos a partir da
    estruturas sociais.
                                                  interpretação e análise cruzada de fontes com
  Novos modelos culturais
                                                  linguagens e mensagens variadas
I – A Europa e o Mundo no Limiar
                                                Compreensão histórica
do Século XX
                                           Temporalidade
  Hegemonia          e declínio da
                                           (Identifica e caracteriza as principais fases da evolução
     influência         europeia       -
                                           histórica e os grandes momentos de ruptura. Localiza no
     imperialismo e colonialismo: a
                                           tempo eventos e processo, distingue ritmos de evolução
     partilha do mundo; a 1ª grande
                                           em sociedades diferentes e no interior de uma mesma
     guerra          mundial;        as
                                           sociedade, estabelecendo relações entre o passado e o
     transformações económicas do
                                           presente e aplicando noções emergentes de multiplicidade
     após-guerra no mundo ocidental;
                                           temporal )
     da Rússia dos Czares à Rússia
     dos Sovietes**                           -Elaboração/análise de tabelas cronológicas cujos
  Portugal: da 1ª República à
                                                dados evidenciem ritmos de mudança de duração
     ditadura militar - crise e queda           diversa (longa duração, média duração e curta
     da monarquia; a 1ª República.              duração) e que situem no tempo acontecimentos
  Sociedade         e cultura num              significativos de culturas e civilizações.
     mundo em mudança - mutações              -Interpretação e construção de barras/frisos
     na estrutura social e nos                  cronológicos paralelos para diversas culturas ou
     costumes; os novos caminhos da             civilizações verificando diferentes ritmos de evolução
     ciência; ruptura e inovação nas            das sociedades.
     artes e na literatura.                   -Elaboração de representações gráficas do tempo em
J – Da Grande Depressão à 2ª                    que se registam diversos aspectos (guerra, política,
Guerra Mundial                                  aspectos sociais, etc.).
  A grande crise do capitalismo              -Seriação, ordenação e comparação de factos,
     nos anos 30 – a crise americana            acontecimentos, situações, objectos ou processos
     de 1929 e as suas repercussões             através de quadros, mapas, gráficos, tabelas, etc. que
     mundiais; a intervenção do                 proporcionem a explicitação das noções de evolução
     Estado na economia                         e multiplicidade temporal.
  Regimes ditatoriais na Europa -            -Organização de um glossário: apropriação de
     os regimes fascistas e nazi;               conceitos e vocabulário de suporte às representações
     Portugal: a ditadura salazarista; a        e construção de relações de temporalidade.
     era estalinista na                       -Utilização de unidades de referência temporal, com
     URSS; as tentativas da frente              ênfase para o milénio, século, quarto de século e
     popular                                    década na ordenação de situações históricas
                                                concretas.

                                                                                               98
    A 2ª Guerra Mundial - O
    desenvolvimento do conflito*; os Espacialidade
    caminhos da paz.                    (Localiza e situa no espaço, com recurso a formas
                                        diversas de representação espacial, diferentes aspectos
                                        das sociedades humanas em evolução e interacção,
K – Do Segundo Após-Guerra Aos nomeadamente, alargamento de áreas habitadas/fluxos
Desafios Do Nosso Tempo                 demográficos, organização do espaço urbano e
                                        arquitectónico, áreas de intervenção económica, espaço
  O Mundo saído da Guerra - de dominação política e militar, espaço de expansão
    reconstrução e política de blocos; cultural     e    linguística,   fluxos/circuitos comerciais,
    a recusa da dominação europeia:     organização do espaço rural, verificando como os
    os          movimentos           de desígnios dessas sociedades actuam sobre a organização
    independência.                      do espaço e são fruto de condicionalismos físico-naturais)
  As transformações do mundo  -Análise comparativa e elaboração de plantas, mapas,
    contemporâneo - o dinamismo              tabelas, gráficos e esquemas que clarifiquem a
    económico        dos        países       distribuição espacial de diferentes dados históricos.
    capitalistas;   as     sociedades     -Manuseamento de plantas/mapas de diferentes
    ocidentais em transformação; o           naturezas e escalas e realidades representadas
    mundo                   comunista:       (políticas,     geográficas,    climáticas,  históricas,
    desenvolvimento, bloqueios e             económicas, religiosas...).
    rupturas, as novas relações  -Reconhecimento, interpretação e utilização de
    internacionais:     o      diálogo       escalas (numéricas e gráficas).
    Norte/Sul; a defesa da paz.           -Elaboração em mapas-mudos de itinerários e
  Portugal: do autoritarismo à              percursos (rotas,viagens, etc.)
    democracia - a perpetuação do  -Organização de um glossário: utilização de conceitos
    autoritarismo e a luta contra o          e vocabulário de suporte às representações e
    regime; Portugal democrático.            construção de relações de espacialidade.
  Desafios do Nosso Tempo –* o  -Interpretação da simbologia e convenções utilizadas
    império da ciência e da                  nos mapas.
    tecnologia    –    conquistas     e  -Organização de um atlas histórico.
    problemas;      massificação      e
    pluralidade       na        cultura Contextualização
    contemporânea
                                        (Distingue, numa dada realidade, os aspectos de ordem
*Conteúdos de tratamento breve.         demográfica, económica, social, política e cultural e
                                        estabelece relações entre eles. Interpreta o papel dos
**Conteúdos de tratamento facultativo indivíduos e dos grupos na dinâmica social. Reconhece a
                                        simultaneidade de diferentes valores e culturas e o
                                        carácter relativo dos valores culturais em diferentes
                                        espaços e tempos históricos. Relaciona a história nacional
                                        com a história universal, abordando a especificidade do
                                        caso português.Aplica os princípios básicos da
                                        metodologia específica da História.)
                                          -Exploração das ideias tácitas dos alunos como base
                                             para a construção do conhecimento histórico.
                                          -Pesquisa de dados históricos (trabalho individual ou
                                             de grupo) para confirmar/refutar hipóteses recorrendo
                                             à informação do meio e à informação dos media.
                                          -Análise comparativa de diferentes tipos de dados
                                             registados em fontes variadas.
                                          -Interpretação e análise cruzada de fontes com
                                             mensagens diversas.
                                          -Organização de dossiers personalizados sobre
                                             temas estudados, nomeadamente sobre História
                                             regional e local.
                                          -Organização de um glossário: apropriação de
                                             conceitos e vocabulário de suporte à representação e
                                             construção de relações das sociedades estudadas.
                                                                                              99
   -Elaboração de pequenas sínteses narrativas,
    esquemas e mapas conceptuais.
   -Realização de debates para problematizar e buscar
    respostas em torno de situações históricas concretas.
   -Realização de pequenos trabalhos de pesquisa que
    impliquem a utilização de recursos informáticos
   -Preparação de pequenas comunicações orais sobre
    os trabalhos realizados.
   -Dramatização/reconstituição de situações históricas
   -Representação plástica de situações e episódios
    históricos.
   -Organização, pelos alunos de exposições sobre
    temas da História

Comunicação em História

   -Utilização de diferentes formas de comunicação
    escrita na produção de narrativas, sínteses, relatórios
    e     pequenos    trabalhos   temáticos,    aplicando
    vocabulário específico da História na descrição, no
    relacionamento e na explicação dos diferentes
    aspectos das sociedades da História mundial.
   -Desenvolvimento da comunicação oral envolvendo
    os alunos na narração/explicação e participação em
    debates,    colóquios,    mesas-redondas,      painéis,
    apresentações orais de trabalhos temáticos ao nível
    da turma sobre temas de História de Portugal no
    contexto europeu e mundial
   -Enriquecimento da comunicação através da análise e
    produção de materiais iconográficos e, ainda,
    Plantas/mapas, gráficos, tabelas, quadros, frisos
    cronológicos, organigramas, genealogias, esquemas,
    dominando os códigos que lhe são específicos
   -Recriação de situações históricas e expressão de
    ideias e situações, sob a forma plástica e/ou
    dramática ou outra.




                                                   100
          Disciplina de Educação Tecnológica                               7º Ano

             Conteúdos                             Competências Específicas
   Acumulação e transformação de    Conhecer as diferentes fontes e formas de energia.
    energia.                         Identificar símbolos eléctricos.
                                     Conhecer o conceito de Intensidade, Tensão e
                                     Resistência eléctrica.




   Circuitos eléctricos             Interpretar documentos técnicos simples.
                                     Elaborar, explorar e seleccionar ideias que possam
                                     conduzir a uma solução técnica viável.
                                     Cumprir normas e regras de segurança.
                                     Executar pequenas instalações eléctricas.




   Ferramentas                      Identificar ferramentas de medição e/ou verificação.
                                     Identificar ferramentas de montagem e/ou adaptação
                                     Conhecer os nomes técnicos das ferramentas
                                     Manusear correctamente as ferramentas




                                                                                     101
        Disciplina de Educação Tecnológica                             8º Ano

            Conteúdos                         Competências Específicas

   Energia:                     Conhecer os principais operadores/componentes
   Circuitos eléctricos:         eléctricos/ electrónicos e a sua aplicação prática.
   circuitos de iluminação.     Conhecer e identificar símbolos eléctricos.
   circuitos de sinalização.    Ler e interpretar documentos técnicos simples.
   circuitos de electrónica.    Cumprir normas e regras de segurança.
                                 Projectar e executar pequenas instalações eléctricas.




                                                                                102
           Disciplina de Educação Tecnológica                                 9º Ano

             Conteúdos                               Competências Específicas
   Desenho técnico.                  Conhecer as normas de desenho técnico.
                                      Conhecer os formatos normalizados.
                                       Aplicar escalas.
   Projecções ortogonais.            Conhecer planos de projecção.
                                      Desenhar e interpretar projecções.
                                      Representar cortes.
                                       Efectuar cotagens.
   Perspectivas axonométricas.       Distinguir tipos de perspectivas.
                                      Representar perspectivas isométrica e cavaleira.
                                      Comparar representações em perspectiva              com
                                       representações em projecção.
   Planificações.                    Desenhar esboços.
                                      Seleccionar o esboço mais adequado.
                                      Localizar zonas de colagem.
   Grandezas eléctricas.             Conhecer unidades de medida.
                                      Conhecer aparelhos de medida.
                                      Identificar símbolos eléctricos.
   Leis da electricidade.            Compreender a importância das leis.
                                      Enunciar as leis de Ohm e de Joule.
                                      Traduzir as leis em fórmulas.
   Circuitos eléctricos.             Conhecer simbologia.
                                      Cumprir normas e regras de segurança.
                                      Executar trabalhos práticos sobre circuitos eléctricos.




                                                                                       103
  Disciplina: Educação Visual                                           7.º Ano

            Conteúdos                               Competências Específicas

 Comunicação visual                  Ler e interpretar narrativas nas diferentes linguagens
                                       visuais.
 Elementos visuais na comunicação
                                      Descrever acontecimentos aplicando metodologias do
 A cor - luz no ambiente              desenho de ilustração.

 Percepção visual das formas         Conceber formas utilizando a representação não
                                       convencional.
 Estrutura / Forma / Função
                                      Reconhecer a arte como expressão do sentimento e do
                                       conhecimento.

                                      Compreender que as formas têm diferentes significados
                                       de acordo com os sistemas simbólicos a que
                                       pertencem.

                                      Representar, analisar e reflectir sobre os princípios
                                       organizadores das formas.

                                      Cumprir e respeitar as regras básicas de convivência
                                       escolar.

                                      Revelar autonomia e sentido de responsabilidade.




                                                                                         104
    Disciplina: Educação Visual                                           8.º Ano

             Conteúdos                                Competências Específicas

    A geometria plana                  Reconhecer a arte como expressão do sentimento e do
                                         conhecimento.
    Relação homem / espaço
                                        Conceber organizações espaciais dominando regras da
    Representação técnica de formas     composição.

    Representação do espaço            Entender o desenho como um meio da representação
                                         expressiva e rigorosa de formas.
    Factores que determinam       a
     forma dos objectos                 Conceber formas obedecendo a princípios de
                                         representação normalizada.

                                        Dominar conceitos, códigos, convenções e técnicas.

                                        Conceber formas utilizando a representação
                                         convencional e não convencional.

                                        Desenvolver estratégias de comunicação e tomadas de
                                         decisão.

                                        Reflectir e avaliar criticamente o trabalho produzido.

                                        Cumprir e respeitar as regras básicas da convivência
                                         escolar.

                                        * Revelar autonomia e sentido de responsabilidade.




                                                                                           105
        Disciplina: Educação Visual                                       9.º Ano

             Conteúdos                             Competências Específicas

 A geometria na análise de formas    Revelar a capacidade de questionamento                /
                                       problematização do real, recolhendo dados             e
 Representação técnica de formas      formulando conclusões.
                                      Compreender a geometria plana e no espaço.
 Espaço
                                      Entender o desenho como um meio para                  a
 O design                             representação expressiva e rigorosa de formas.

                                      Dominar e rentabilizar as técnicas de trabalho
                                       desenvolvidas nos níveis anteriores, accionando-as de
                                       acordo com os seus objectivos.

                                      Conceber projectos e organizar com funcionalidade e
                                       equilíbrio os espaços Bi e Tridimensionais.

                                      Dominar técnicas expressivas e procedimentos.

                                      Participar de forma responsável.

                                      Colaborando no cumprimento das regras.




                                                                                       106
        Disciplina: Educação Visual e Tecnológica                              5º Ano

              Conteúdos                               Competências Específicas

 Gramática da expressão plástica        Interpretar mensagens na leitura de formas visuais;
                                         Produzir objectos plásticos explorando temas, ideias e
   Elementos da forma:                   situações;
   ponto                                Descodificar diferentes produtos gráficos;
   linha                                Conceber objectos gráficos aplicando regras da
   forma                                 comunicação visual – composição, relação forma-
   luz/cor                               fundo, módulo-padrão;
   textura                              Compreender e interpretar símbolos e sistemas de
   espaço                                sinais visuais;
   volume                               Utilizar a simbologia visual com intenção funcional;
   movimento/ritmo                      Aplicar regras da representação gráfica convencional
                                          em lettering, desenho geométrico, mapas, esquemas e
 Geometria                               gráficos;
                                         Organizar com funcionalidade e equilíbrio visual os
 traçados: rectas, paralelas, e          espaços bidimensionais e tridimensionais;
  perpendiculares;                       Utilizar, nas suas experimentações bidimensionais,
 construção do quadrado, do              processos de representação do espaço;
  rectângulo e do triângulo;             Utilizar elementos definidores da forma – ponto, linha,
 divisão do segmento de recta em         plano, volume, luz/cor, textura e estrutura – nas
  partes iguais;                          experimentações plásticas;
 divisão da circunferência em partes    Compreender a relação entre luz e cor, síntese
  iguais;                                 subtractiva, qualidade térmica e contraste;
                                         Criar composições bidimensionais e tridimensionais a
 Meios técnicos      da    expressão     partir da observação e da imaginação, utilizando
  plástica                                expressivamente os elementos da forma;
                                         Utilizar diferentes saberes (científicos, técnicos,
   desenho;                              históricos, sociais), para entender a sociedade no
   pintura                               desenvolvimento e uso da tecnologia;
   reprodução gráfica                   Entender a inter-relação entre tecnologia, sociedade e
   colagens                              meio ambiente;
   modelação e moldagens                Escolher os produtos de acordo com as normas
                                          respeitadoras do ambiente;
 Comunicação Visual                     Saber que os recursos naturais devem ser respeitados
                                          e utilizados responsavelmente;
 formas de comunicação visual           Reconhecer os perigos de algumas tecnologias e
 códigos de comunicação visual           produtos a fim de os controlar ou evitar;
                                         Distinguir um objecto de produção artesanal de um
                                          objecto de produção industrial;
                                         Predispor-se para conhecer a evolução de alguns
                                          objectos ao longo da história;
                                         Observar, interpretar e descrever soluções técnicas;
                                         Elaborar, explorar e seleccionar ideias que podem
                                          conduzir a uma solução técnica;




                                                                                         107
 Material                             Exprimir o pensamento com ajuda do desenho
                                        (esboços e esquemas simples);
   Materiais básicos:                 Seguir instruções técnicas redigidas de forma simples;
   argilas                            Identificar os diferentes materiais básicos e algumas
   pastas moldáveis                    das suas principais aplicações;
   papeis e cartão                    Conhecer a origem dos principais materiais básicos;
   madeiras                           Reconhecer características físicas elementares e
                                        aptidão técnica dos materiais básicos mais correntes;
 Materiais básicos auxiliares:        Seleccionar os materiais adequados para aplicar na
 materiais de união                    resolução de problemas concretos;
 materiais de acabamento              Seleccionar e aplicar os materiais tendo em conta as
                                        suas qualidades expressivas/estéticas;
 Origem    e      propriedades   dos  Identificar e distinguir algumas técnicas básicas de
  materiais                             fabricação e construção;
                                       Seleccionar e aplicar as ferramentas específicas aos
 Técnicas     e     processos     de   materiais a trabalhar;
  construção e fabricação              Manter comportamentos saudáveis e seguros durante o
                                        trabalho prático, conhecer algumas técnicas básicas
   Medida:                             nomeadamente união, separação-corte;
   formas expeditas de medição        Medir e controlar distâncias e dimensões expressas em
   unidades básicas de medição         milímetros;
   instrumentos de medição            Aplicar as técnicas específicas aos materiais a utilizar e
   métodos de medição                  aos problemas técnicos a resolver;

 Técnicas e processos de trabalho
  específico    –   aplicáveis aos
  materiais básicos

 Utensílios, ferramentas máquinas-
  ferramentas e equipamentos de
  trabalho




                                                                                          108
        Disciplina: Educação Visual e Tecnológica                                6º Ano

              Conteúdos                               Competências Específicas

 Gramática da expressão plástica        Interpretar mensagens na leitura de formas visuais;
                                         Conceber sequências visuais a partir de vários
   Elementos da forma:                   formatos narrativos;
   ponto                                Produzir objectos plásticos explorando temas, ideias e
   linha                                 situações;
   forma                                Descodificar diferentes produtos gráficos;
   luz/cor                              Conceber objectos gráficos aplicando regras da
   textura                               comunicação visual – composição, relação forma-
   espaço                                fundo, módulo-padrão;
   volume                               Compreender e interpretar símbolos e sistemas de
   movimento/ritmo                       sinais visuais;
   estrutura                            Utilizar a simbologia visual com intenção funcional;
                                         Aplicar regras da representação gráfica convencional
 Geometria                               em lettering, desenho geométrico, mapas, esquemas e
                                          gráficos;
 traçados: rectas, paralelas, e         Compreender as posições relativas entre o observador
  perpendiculares;                        e os objectos percepcionados;
 construção do quadrado, do             Reconhecer processos de representação do espaço a
  rectângulo e do triângulo;              duas dimensões: sobreposição, tamanho relativo dos
 divisão do segmento de recta em         objectos, textura, luz/ cor e perspectiva linear;
  partes iguais;                         Organizar com funcionalidade e equilíbrio visual os
 divisão da circunferência em partes     espaços bidimensionais e tridimensionais;
  iguais;                                Utilizar, nas suas experimentações bidimensionais,
                                          processos de representação do espaço;
 Meios técnicos      da    expressão    Utilizar elementos definidores da forma – ponto, linha,
  plástica                                plano, volume, luz/cor, textura e estrutura – nas
                                          experimentações plásticas;
   desenho;                             Compreender a estrutura das formas percepcionadas,
   pintura                               relacionando as partes com o todo e entre si;
   reprodução gráfica                   Relacionar as formas naturais e ou construídas com as
   colagens                              respectivas funções, materiais que as constituem e
   modelação e moldagens                 técnicas;
                                         Compreender a relação entre luz e cor, síntese
 Comunicação Visual                      subtractiva, qualidade térmica e contraste;
                                         Criar composições bidimensionais e tridimensionais a
 formas de comunicação visual            partir da observação e da imaginação, utilizando
                                          expressivamente os elementos da forma;
 códigos de comunicação visual
                                         Utilizar diferentes saberes (científicos, técnicos,
 estrutura da mensagem visual
                                          históricos, sociais), para entender a sociedade no
                                          desenvolvimento e uso da tecnologia;
                                         Reconhecer a importância dos desenvolvimentos
                                          tecnológicos fundamentais;
                                         Analisar factores de desenvolvimento tecnológico;
                                         Entender a inter-relação entre tecnologia, sociedade e
                                          meio ambiente;
                                         Distinguir modos de produção (artesanal e industrial);




                                                                                          109
 Material                                Situar a produção de artefactos/objectos e sistemas
                                           técnicos nos contextos históricos e sociais de produção
   Materiais básicos:                     e consumo;
   argilas                               Compreender a necessidade de seleccionar produtos e
   argamassas e betão                     serviços que adquirem e utilizam;
   papeis e cartão                       Escolher os produtos de acordo com as normas
   madeiras                               respeitadoras do ambiente;
   plásticos                             Saber que os recursos naturais devem ser respeitados
   metais                                 e utilizados responsavelmente;
                                          Reconhecer os perigos de algumas tecnologias e
 Materiais básicos auxiliares:            produtos a fim de os controlar ou evitar;
 materiais de união                      Predispor-se para conhecer a evolução de alguns
 materiais de acabamento                  objectos ao longo da história;
                                          Descrever o funcionamento de objectos, explicando a
 Origem    e     propriedades    dos      relação entre as partes que o constituem;
  materiais                               Observar, interpretar e descrever soluções técnicas;
                                          Elaborar, explorar e seleccionar ideias que podem
 Apresentação      comercial     dos      conduzir a uma solução técnica;
  materiais básicos: normalização         Seleccionar informações pertinentes;
                                          Exprimir o pensamento com ajuda do desenho
 Impacto ambiental do uso dos             (esboços e esquemas simples);
  materiais naturais                      Seguir instruções técnicas redigidas de forma simples;
                                          Conhecer as duas grandes famílias de movimento –
 Técnicas     e     processos     de      movimento circular e movimento rectilíneo;
  construção e fabricação                 Reconhecer e identificar processos de transmissão de
                                           movimento circular e movimento rectilíneo;
 Movimento:                              Conhecer e identificar processos de transmissão com
 formas de movimento                      transformação do movimento;
 tipos    de     transformação    de     Construir mecanismos simples que utilizem os
  movimento                                operadores mecânicos do movimento;
 operadores             fundamentais,    Identificar em objectos simples os operadores
  características e funções                tecnológicos com as funções de acumulação e
                                           transformação de energia;
   Medida:                               Conhecer as fontes de energia, nomeadamente a
   formas expeditas de medição            energia     hidráulica,  eólica,   geométrica,     solar,
   unidades básicas de medição            mareomotriz;
   instrumentos de medição               Identificar os diferentes materiais básicos e algumas
   métodos de medição                     das suas principais aplicações;
                                          Conhecer a origem dos principais materiais básicos;
 Energia:                                Reconhecer características físicas elementares e
 fontes    de   energia:   recursos       aptidão técnica dos materiais básicos mais correntes;
  energéticos naturais, renováveis e      Seleccionar os materiais adequados para aplicar na
  não renováveis                           resolução de problemas concretos;
 acumulação e transformação de           Seleccionar e aplicar os materiais tendo em conta as
  energia: operadores específicos.         suas qualidades expressivas/estéticas;
                                          Seleccionar e aplicar as ferramentas específicas aos
 Técnicas e processos de trabalho         materiais a trabalhar;
  específico    –   aplicáveis aos        Descrever um objecto comum por meio de esquemas
  materiais básicos                        gráficos e figuras;
                                          Manter comportamentos saudáveis e seguros durante o
 Utensílios, ferramentas máquinas-        trabalho prático;
  ferramentas e equipamentos de           Medir e controlar distâncias e dimensões expressas em
  trabalho                                 milímetros;
                                         Aplicar as técnicas específicas aos materiais a utilizar e
                                           aos problemas técnicos a resolver;

                                                                                            110
         Disciplina: Educação Física                                           5º Ano

              Conteúdos                                Competências Específicas
Unidade Didáctica: JOGOS PRÉ-  Relacionar-se com cordialidade e respeito com os seus
  DESPORTIVOS                            companheiros, quer no papel de parceiros quer no de
                                         adversários;
Unidade Didáctica: BASQUETEBOL
 Regulamento         técnico       da  Aceitar o apoio dos companheiros nos esforços de
  modalidade;                            aperfeiçoamento próprio, bem como as opções dos
 Passe de peito e picado e a            outros e as dificuldades reveladas por eles;
  respectiva recepção;                  Cooperar nas situações de aprendizagem e de
 Drible;                                organização, escolhendo as acções favoráveis ao êxito,
 Lançamento parado e suspensão.         segurança e bom ambiente relacional na actividade de
 Jogos 3x3.                             turma;
                                        Participar nas actividades físicas com espírito
Unidade Didáctica: FUTEBOL               desportivo;
 Regulamento         técnico       da  Conhecer e aplicar cuidados higiénicos, bem como as
  modalidade;                            regras de segurança pessoal e dos companheiros e de
 Passe/Recepção;                        preservação dos recursos materiais;
 Remate parado e em movimento;         Comunicar educada e claramente com os colegas e
 Condução de bola;                      professores, na sua língua materna;
 Jogo 5x5.                             Conhecer o objectivo de jogo, a função e o modo de
                                         execução das principais acções técnico-tácticas e as
Unidade Didáctica: VOLEIBOL              suas principais regras, adequando as suas acções a
 Regulamento         técnico       da   esse conhecimento;
  modalidade;
 Passe de frente;
 Serviço por baixo;
 Manchete;
 Jogo 1x1.
Unidade Didáctica: ATLETISMO            Realizar a Corrida de Velocidade impondo um rítmo
 Frequência Cardíaca e respectivos      activo;
    locais de medição;                  Efectuar a Corrida de Resistência sem parar e ao
 Corrida de Velocidade (40m);           mesmo rítmo;
 Corrida de Resistência durante 8  Saltar em Altura sem tocar no elástico;
    minutos;                            Saltar em Comprimento sem calcar a linha de
 Salto em Altura com técnica de         chamada.
    tesoura;                            Identificar os vários estilos da Natação;
Salto em Comprimento                    Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
                                         material;
Unidade Didáctica: NATAÇÃO              Nadar os estilos de crol e costas com apoio de
 Respiração;                            materiais auxiliares.
 Flutuação dorsal/ventral;             Nadar os estilos crol e costas, com técnica rudimentar.
 Equilíbrio;                           Saltar a partir da posição sentada, ajoelhada e de pé,
 Saltos;                                com técnica de golfinho.
 Técnica de crol e costas.             Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
                                         material.
Unidade Didáctica: GINÁSTICA            Identificar os elementos gímnicos abordados e os
 Rolamento à frente engrupado;          aparelhos;
 Rolamento        à        retaguarda  Cooperar com os colegas nas ajudas e nas correcções
    engrupado;                           que favoreçam a melhoria das suas prestações,
 Pino de cabeça com ajuda;              garantindo condições de segurança pessoal e dos
 Pino de braços com ajuda;              colegas;
 Roda;                                 Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
 Avião;                                 material.;
 Ponte.                                Realizar os elementos gímnicos abordados com técnica
                                         rudimentar.

                                                                                        111
        Disciplina: Educação Física                                          6º Ano

             Conteúdos                           Competências Específicas
Unidade Didáctica: BASQUETEBOL  Relacionar-se com cordialidade e respeito com os seus
 Regulamento        técnico   da   companheiros, quer no papel de parceiros quer no de
  modalidade;                       adversários;
 Passe de peito e picado e a
  respectiva recepção;
 Drible;                          Aceitar o apoio dos companheiros nos esforços de
 Lançamento parado e suspensão.    aperfeiçoamento próprio, bem como as opções dos
 Jogos 3x3.                        outros e as dificuldades reveladas por eles;

Unidade Didáctica: FUTEBOL
 Regulamento técnico da            Cooperar nas situações de aprendizagem e de
  modalidade;                        organização, escolhendo as acções favoráveis ao êxito,
 Passe/Recepção;                    segurança e bom ambiente relacional na actividade de
 Remate parado e em movimento;      turma;
 Condução de bola;
 Jogo 5x5.
                                    Participar nas actividades físicas com espírito
Unidade Didáctica: VOLEIBOL          desportivo;
 Regulamento técnico da
  modalidade;
 Passe de frente;
 Serviço por baixo;                Conhecer e aplicar cuidados higiénicos, bem como as
 Manchete;                          regras de segurança pessoal e dos companheiros e de
 Jogo 1x1.                          preservação dos recursos materiais;

Unidade Didáctica: ANDEBOL

 Regulamento técnico da            Comunicar educada e claramente com os colegas e
  modalidade;                        professores, na sua língua materna;
 Passe de ombro e
  picado/Recepção;
 Drible;                           Conhecer o objectivo de jogo, a função e o modo de
 Remate;                            execução das principais acções técnico-tácticas e as
 Jogo 4x4 em meio campo.            suas principais regras, adequando as suas acções a
                                     esse conhecimento;




                                                                                       112
Unidade Didáctica: ATLETISMO           Realizar a Corrida de Velocidade impondo um rítmo
 Frequência Cardíaca e respectivos     activo;
  locais de medição;                   Efectuar a Corrida de Resistência sem parar e ao
 Corrida de Velocidade (40m);          mesmo rítmo;
 Corrida de Resistência durante 8     Saltar em Altura sem tocar no elástico;
  minutos;                             Saltar em Comprimento sem calcar a linha de
 Salto em Altura com técnica de        chamada.
  tesoura;
 Salto em Comprimento                 Identificar os vários estilos da Natação;
                                       Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
Unidade Didáctica: NATAÇÃO              material;
 Respiração;                          Nadar os estilos de crol e costas com apoio de
 Flutuação dorsal/ventral;             materiais auxiliares.
 Equilíbrio;                          Nadar os estilos crol e costas, com técnica rudimentar.
 Saltos;
 Técnica de crol e costas.            Saltar a partir da posição sentada, ajoelhada e de pé,
                                        com técnica de golfinho.
Unidade Didáctica: GINÁSTICA           Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
 Rolamento à frente engrupado;         material.
 Rolamento       à      retaguarda    Identificar os elementos gímnicos abordados.
  engrupado;                           Cooperar com os colegas nas ajudas e nas correcções
 Pino de cabeça com ajuda;             que favoreçam a melhoria das suas prestações,
 Pino de braços com ajuda;             garantindo condições de segurança pessoal e dos
 Roda;                                 colegas;
 Avião;                               Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
 Ponte.                                material.;
                                       Realizar os elementos gímnicos abordados com técnica
                                        rudimentar.




                                                                                       113
          Disciplina: Educação Física                                        7º Ano

              Conteúdos                             Competências Específicas

 ANDEBOL
 -     Regulamento      técnico  da  Conhecer e valorizar a prática dos desportos colectivos
modalidade;                            como factor de desenvolvimento pessoal e de melhor
 - Passe de ombro e picado/Recepção;   qualidade de vida;
 - Drible;
 - Remate em apoio e em salto;        Cooperar nas situações de aprendizagem e de
 - Finta e desmarcação;                organização, escolhendo as acções favoráveis ao êxito,
 - Defesa individual;                  segurança e bom ambiente relacional na actividade de
 - Jogo 5x5.                           turma;

 BASQUETEBOL                             Participar nas actividades físicas com espírito
 -     Regulamento       técnico     da   desportivo;
 modalidade;
 - Passe de peito, picado e a  Conhecer e aplicar cuidados higiénicos, bem como as
 respectiva recepção;                     regras de segurança pessoal e dos companheiros e de
 - Drible de progressão e protecção;      preservação dos recursos materiais;
 - Lançamento parado e na passada;
 - Paragem a um e dois tempos;           Comunicar educada e claramente com os colegas e
 - Jogos 3x3 e 5x5.                       professores, na sua língua materna;

 FUTEBOL                             Conhecer o objectivo de jogo, a função e o modo de
 -     Regulamento      técnico  da   execução das principais acções técnico-tácticas e as
 modalidade;                          suas principais regras, adequando as suas acções a
 - Passe/Recepção;                    esse conhecimento;
 - Remate parado e em movimento;
 - Condução de bola;                 Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
 - Finta e desmarcação;               material.
 - Defesa individual;
 - Jogo 5x5.

  VOLEIBOL
-Regulamento técnico da modalidade;
- Deslocamentos;
- Passe de frente;
- Serviço por baixo;
- Serviço tipo ténis;
- Manchete;
- Jogo 1x1 e 2x2.

 ATLETISMO                             Realizar a Corrida de Velocidade impondo um rítmo
 - Corrida de Velocidade;               activo;
 - Corrida de Resistência;
 - Salto em Altura;                    Efectuar a Corrida de Resistência sem parar e ao
 - Salto em Comprimento;                mesmo ritmo, durante 12 minutos;
 - Corrida de Estafetas.
                                       Realizar o Salto em Altura com técnica de tesoura e
                                        cumprindo regulamento;

                                       Realizar o Salto em Comprimento cumprindo o
                                        regulamento;

                                       Executar a Corrida      de   Estafetas   cumprindo   o
                                        regulamento.


                                                                                      114
GINÁSTICA ARTÍSTICA
-       Rolamento      à      frente       Identificar os elementos gímnicos abordados e os
engrupado/pernas afastadas;                 aparelhos;
-     Rolamento    à     retaguarda
engrupado/pernas afastadas;                Cooperar com os colegas nas ajudas e nas correcções
- Pino de cabeça;                           que favoreçam a melhoria das suas prestações,
- Pino de braços;                           garantindo condições de segurança pessoal e dos
- Roda;                                     colegas;
- Avião;
- Ponte.                                   Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
                                            material.;
GINÁSTICA                    ARTÍSTICA-
APARELHOS                                  Realizar os elementos gímnicos abordados.
Mini - Trampolim
- Identificar os vários saltos;
- Identificar as fases do salto;
- Realizar o salto em Extensão,
Engrupado , Carpa com membros
inferiores afastados e Meia-Pirueta;
                                           Identificar os vários estilos da Natação;
NATAÇÃO
- Partidas;                                Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
- Técnica de crol;                          material;
- Técnica de costas;
- Braçada de bruços;                       Nadar os estilos de crol e costas;

                                           Realizar a braçada da técnica de bruços coordenada
                                            com a respiração.




                                                                                        115
          Disciplina: Educação Física                                           8º Ano

             Conteúdos                                Competências Específicas

ANDEBOL                                  Conhecer e valorizar a prática dos desportos colectivos
 -     Regulamento       técnico     da   como factor de desenvolvimento pessoal e de melhor
 modalidade;                              qualidade de vida;
 - Passe de ombro e picado/Recepção;
 - Drible;                               Cooperar nas situações de aprendizagem e de
 - Remate em apoio e em salto;            organização, escolhendo as acções favoráveis ao êxito,
 - Finta e desmarcação;                   segurança e bom ambiente relacional na actividade de
 - Defesa individual;                     turma;
 - Jogo 5x5.
                                         Participar nas actividades físicas com espírito
 BASQUETEBOL                              desportivo;
   Regulamento         técnico       da
 modalidade;                             Conhecer e aplicar cuidados higiénicos, bem como as
 - Passe de peito e picado e a            regras de segurança pessoal e dos companheiros e de
 respectiva recepção;                     preservação dos recursos materiais;
 - Drible de progressão e protecção;
 - Lançamento parado, na passada e  Comunicar educada e claramente com os colegas e
 em suspensão;                            professores, na sua língua materna;
 - Paragem a um e dois tempos;
 - Finta com e sem bola;                 Conhecer o objectivo de jogo, a função e o modo de
 - Jogos 3x3 e 5x5.                       execução das principais acções técnico-tácticas e as
                                          suas principais regras, adequando as suas acções a
 FUTEBOL                                  esse conhecimento;
 -     Regulamento       técnico     da
 modalidade;                             Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
 - Passe/Recepção;                        material.
 - Remate parado e em movimento;
 - Condução de bola;
 - Finta/Drible;
 - Marcação/Desmarcação;
 - Jogo 5x5.
                                         Realizar a Corrida de Velocidade impondo um rítmo
 VOLEIBOL                                 activo;
- Regulamento técnico da modalidade;
- Deslocamentos;                         Efectuar a Corrida de Resistência sem parar e ao
- Passe de frente;                        mesmo ritmo, durante 14 minutos;
- Serviço por baixo;
- Serviço tipo ténis;                    Realizar o Salto em Altura, técnica de Fosbury Flop,
- Manchete;                               cumprindo regulamento;
- Jogo 3x3 e 4x4.
                                         Realizar o Salto em Comprimento cumprindo o
 ATLETISMO                                regulamento;
 - Corrida de Velocidade;
 - Corrida de Resistência;               Executar a Corrida de Estafetas cumprindo o
 - Salto em Altura;                       regulamento.
 - Salto em Comprimento;
 - Corrida de Estafetas.




                                                                                         116
GINÁSTICA ARTÍSTICA                         Identificar os elementos gímnicos abordados e os
-       Rolamento      à      frente         aparelhos;
engrupado/pernas afastadas;
-     Rolamento    à     retaguarda        Cooperar com os colegas nas ajudas e nas correcções
engrupado/pernas afastadas;                que favoreçam a melhoria das suas prestações,
- Pino de braços;                          garantindo condições de segurança pessoal e dos
- Roda;                                    colegas;
- Avião;
- Ponte;
- Rodada.

GINÁSTICA ARTÍSTICA-APARELHOS               Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
 Mini-trampolim:                             material.;
- Identificar os vários saltos;
- Identificar as fases do salto;            Realizar os elementos gímnicos abordados.
- Realizar o salto em Extensão,
Engrupado , Carpa com MI afastados e
com MI unidos e estendidos, Meia-Pirueta
e Pirueta;
 Plinto:
- Salto de Eixo com plinto transversal.

NATAÇÃO
- Partidas;                                 Identificar os vários estilos da Natação;
- Técnica de crol;
- Técnica de costas;                        Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
- Técnica de bruços.
                                             material;

                                            Nadar os estilos de crol, costas e bruços;




                                                                                          117
          Disciplina: Educação Física                                                   9º Ano

              Conteúdos                                 Competências Específicas

ANDEBOL                                    Conhecer e valorizar a prática dos desportos colectivos
-     Regulamento      técnico  da          como factor de desenvolvimento pessoal e de melhor
modalidade;                                 qualidade de vida;
- Passe de ombro e picado/Recepção;
- Drible;                                  Cooperar nas situações de aprendizagem e de
- Remate em apoio e em salto;               organização, escolhendo as acções favoráveis ao êxito,
- Finta e desmarcação;                      segurança e bom ambiente relacional na actividade de
- Defesa individual;                        turma;
- Jogo 5x5.
                                           Participar nas    actividades     físicas    com     espírito
 BASQUETEBOL                                desportivo;
 -     Regulamento       técnico     da
 modalidade;                               Conhecer e aplicar cuidados higiénicos, bem como as
 - Passe de peito e picado e a              regras de segurança pessoal e dos companheiros e de
 respectiva recepção;                       preservação dos recursos materiais;
 - Drible de progressão e protecção;
 - Lançamento parado, na passada e         Comunicar educada e claramente com os colegas e
 em suspensão;                              professores, na sua língua materna;
 - Paragem a um e dois tempos;
 - Finta com e sem bola;                   Conhecer o objectivo de jogo, a função e o modo de
 - Jogos 3x3 e 5x5.                         execução das principais acções técnico-tácticas e as
                                            suas principais regras, adequando as suas acções a
 FUTEBOL                                    esse conhecimento;
 -     Regulamento    técnico    da
 modalidade;
 - Passe/Recepção;
 - Remate parado e em movimento;
 - Condução de bola;
 - Finta/Drible;
 - Marcação/Desmarcação;
 - Jogo 5x5.

 VOLEIBOL
-        Regulamento     técnico    da     Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
modalidade;                                 material.
- Deslocamentos;
- Passe de frente;
- Passe de costas;                         Realizar a Corrida de Velocidade impondo um rítmo
- Serviço por baixo;                        activo;
- Serviço tipo ténis;
- Manchete;                                Efectuar a Corrida de Resistência sem parar e ao
- Remate;                                   mesmo ritmo, durante 15 minutos;
- Jogo 3x3 e 4x4.
                                           Realizar o Salto em Altura, técnica Fosbury Flop,
 ATLETISMO                                  cumprindo regulamento;
 - Corrida de Velocidade;
 - Corrida de Resistência;                 Realizar o Salto em Comprimento cumprindo o
 - Salto em Altura;                         regulamento;
 - Salto em Comprimento;
 - Corrida de Estafetas;                   Executar a Corrida      de      Estafetas     cumprindo    o
 - Lançamento do peso.                      regulamento;

                                           Efectuar o Lançamento de peso.


                                                                                                 118
GINÁSTICA ARTÍSTICA                        Identificar os elementos gímnicos abordados e os
-       Rolamento      à      frente        aparelhos;
engrupado/pernas afastadas;
-     Rolamento    à     retaguarda        Cooperar com os colegas nas ajudas e nas correcções
engrupado/pernas afastadas;                 que favoreçam a melhoria das suas prestações,
- Pino de braços;                           garantindo condições de segurança pessoal e dos
- Roda;                                     colegas;
- Avião;
- Ponte;                                   Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
- Rodada.                                   material.;

GINÁSTICA                    ARTÍSTICA-    Realizar os elementos gímnicos abordados.
APARELHOS
Mini-trampolim:
- Identificar os vários saltos;
- Identificar as fases do salto;
- Realizar o salto em Extensão,
Engrupado , Carpa com MI afastados
e com MI unidos e estendidos, Meia-
Pirueta e Pirueta;
Plinto:
- Salto de Eixo com plinto transversal.

NATAÇÃO                                    Identificar os vários estilos da Natação;
- Partidas;
- Técnica de crol;                         Colaborar na preparação, arrumação e preservação do
- Técnica de costas;                        material;
- Técnica de bruços;
- Técnica de mariposa.                     Nadar os estilos de crol, costas, bruços e mariposa.




                                                                                            119
 Disciplina: Educação musical                                                   5º ANO

             Conteúdos                           Competências Específicas

 Timbre                         Identificar fontes      sonoras     convencionais       e     não
                                  convencionais.

                                 Agrupar instrumentos musicais por naipes.

                                 Aplicar técnicas instrumentais adequadas ( flauta de
                                  bisel e instrumentos Orff).

 Altura                         Tocar melodias de dificuldade progressiva.

                                 Distinguir diferentes registos.

                                 Identificar diferentes movimentos sonoros.

                                 Reproduzir linhas melódicas em contextos
                                 tonais específicos.

                                 Identificar, na pauta, as notas musicais.

                                 Reproduzir     vocal    e   instrumentalmente      as       notas
                                  musicais.
 Ritmo
                                 Reproduzir frases rítmicas.

                                 Reconhecer a pulsação.

                                 Identificar diferentes andamentos.

                                 Identificar as figuras musicais e respectivas pausas.

                                 Interpretar peças com figuras e pausas de diferentes
                                  valores.

                                 Reconhecer       os    compassos:      binário,   ternário      e
                                  quaternário.

 Dinâmica                       Manter nas       produções        musicais,   o   andamento
                                  adequado.

                                 Identificar diferentes dinâmicas.

 Forma                          Reconhecer alterações graduais de dinâmica.

                                 Identificar formas musicais básicas.

                                 Relacionar os sons com as vibrações dos corpos.

                                 Concluir que os sons se propagam apenas em meios
                                  materiais.

                                 Associar o ouvido à percepção do som, identificando o
                                  seu funcionamento.

                                                                                          120
 Disciplina: Educação musical                                                     6º ANO

             Conteúdos                         Competências Específicas

 Timbre                         Identificar fontes sonoras convencionais.

                                 Agrupar instrumentos musicais por naipes.

                                 Aplicar técnicas instrumentais adequadas ( flauta de
                                  bisel e instrumentos Orff).

 Altura                         Tocar melodias de dificuldade progressiva.

                                 Distinguir melodia de harmonia.

                                 Distinguir os intervalos melódicos e harmónicos.

                                 Interpretar peças onde se combinem linhas sonoras
 Ritmo                           horizontais e verticais.

                                 Reconhecer as figuras musicais e respectivas pausas.

                                 Interpretar leituras rítmicas de dificuldade progressiva.

                                 Ler frases rítmicas em polirritmia e/ou monorritmia
 Dinâmica                       Reconhecer os compassos compostos.

                                 Manter nas      produções     musicais,     o    andamento
                                  adequado.
 Forma
                                 Reconhecer e respeitar a dinâmica, nas músicas que
                                  ouve, interpreta ou cria.

                                 Identificar diferentes formas nas músicas que ouve,
                                  interpreta ou cria.




                                                                                     121
 Disciplina: Educação musical                                                         7º ANO

           Conteúdos                                     Competências Específicas
 Músicas do mundo                     Enquadrar geograficamente o fenómeno musical.
                                       Valorizar toda a música tradicional como espelho de um
                                        povo, o seu modo de vida e a sua cultura.
                                       Reconhecer características nas músicas tradicionais de
                                        diferentes regiões.
                                       Identificar instrumentos tradicionais de diferentes regiões.
                                       Interpretar individualmente e/ou em grupo partes de uma
                                        partitura, respeitando o andamento e o estilo pretendido.
                                       Interpretar vocal e instrumentalmente musicas de
 Memórias e tradições                  diferentes regiões.
                                       Utilizar técnicas instrumentais adequadas.
                                       Reconhecer e respeitar os diferentes símbolos da
                                        notação gráfica do som.


 Propriedades do som                  Relacionar os sons com as vibrações dos corpos.
                                       Concluir que os sons se propagam apenas em meios
 Propagação do som                     materiais.
                                       Associar o ouvido à percepção do som, identificando o
                                        seu funcionamento.
 Reflexão, absorção e refracção do
  som                                  Compreender o significado de vibração e de onda.
                                       Caracterizar o som como fenómeno ondulatório.
                                       Identificar o significado de comprimento de onda.
                                        Frequência, período e amplitude.
                                       Distinguir propriedades do som: timbre, altura e
 Propriedades e aplicações da luz      intensidade
 O que nos permite ver os objectos    Relacionar, qualitativamente:
                                       A altura do som com a frequência das ondas;
 O que é a luz                        A intensidade do som com a amplitude das ondas
                                       Reconhecer que o som se propaga em diferentes meios
 Raios luminosos                       com diferente velocidade.
                                       Identificar o significado de velocidade de propagação do
                                        som.
                                       Compreender a reflexão do som e a sua aplicabilidade.
 Reflexão da luz                      Distinguir entre reflexão, absorção e refracção do som.
                                       Distinguir entre corpos luminosos e iluminados.
 As imagens que os espelhos nos       Concluir que a visão dos objectos implica a propagação
  fornecem                              de luz desde a fonte até aos objectos e destes até aos
                                        nossos olhos.
 Refracção da luz                     Identificar meios transparentes, translúcidos e opacos.
                                       Caracterizar a luz como fenómeno ondulatório.
                                       Reconhecer a propagação rectilínea da luz.
                                       Identificar diferentes feixes luminosos.
                                       Distinguir entre reflexão regular e irregular da luz.
                                       Conhecer as leis da reflexão da luz.
                                       Reconhecer a importância da reflexão e da difusão da luz.
                                       Identificar características das imagens fornecidas por
                                        espelhos planos.
                                       Descrever a refracção da luz.
                                      Relacionar a mudança de direcção dos raios luminosos na
                                        refracção com a diferente velocidade de propagação da
                                        luz em diferentes meios.


                                                                                           122
          Disciplina: Educação musical                                     – 8º ANO

               Conteúdos                            Competências Específicas
                                   Enquadrar estilística e temporalmente o fenómeno
                                    musical.
                                   Interpretar vocal e instrumentalmente musicas do
 Pop e rock                        repertório Pop/rock.
                                   Interpretar individualmente e/ou em grupo partes de uma
                                    partitura, respeitando o andamento e o estilo pretendido.
                                   Identificar instrumentos e efeitos sonoros utilizados no
                                    Pop/Rock.
                                   Reconhecer características nas músicas Pop/Rock.
 Melodias e arranjos              Conhecer canções e intérpretes representativos da
                                    história da música Pop/Rock.
                                          Analisar e comparar diferentes arranjos de
                                    melodias e canções

                                   Relacionar os sons com as vibrações dos corpos.
                                   Concluir que os sons se propagam apenas em meios
                                    materiais.
                                   Associar o ouvido à percepção do som, identificando o
                                    seu funcionamento.
                                   Compreender o significado de vibração e de onda.
                                   Caracterizar o som como fenómeno ondulatório.
                                   Identificar o significado de comprimento de onda.
                                    Frequência, período e amplitude.
                                   Distinguir propriedades do som: timbre, altura e
                                    intensidade
                                   Relacionar, qualitativamente:
                                   A altura do som com a frequência das ondas;
                                   A intensidade do som com a amplitude das ondas
                                   Reconhecer que o som se propaga em diferentes meios
                                    com diferente velocidade.
                                   Identificar o significado de velocidade de propagação do
                                    som.
                                   Compreender a reflexão do som e a sua aplicabilidade.
                                   Distinguir entre reflexão, absorção e refracção do som.
                                   Distinguir entre corpos luminosos e iluminados.
                                   Concluir que a visão dos objectos implica a propagação
                                    de luz desde a fonte até aos objectos e destes até aos
                                    nossos olhos.
                                   Identificar meios transparentes, translúcidos e opacos.
                                   Caracterizar a luz como fenómeno ondulatório.
                                   Reconhecer a propagação rectilínea da luz.
                                   Identificar diferentes feixes luminosos.
                                   Distinguir entre reflexão regular e irregular da luz.
                                   Conhecer as leis da reflexão da luz.
                                   Reconhecer a importância da reflexão e da difusão da luz.
                                   Identificar características das imagens fornecidas por
                                    espelhos planos.
                                   Descrever a refracção da luz.
                                   Relacionar a mudança de direcção dos raios luminosos
                                    na refracção com a diferente velocidade de propagação
                                    da luz em diferentes meios.



                                                                                     123
       Disciplina: E.M.R.C.                                            5º Ano:

               Conteúdos                     Competências Específicas

 Sou pessoa                   Reconhecer, à luz da mensagem cristã, a dignidade da
                                pessoa.

                               Aprender a estar consigo próprio e a gostar de si.

                               Reconhecer-se como ser em crescimento em todas as
 A família                     suas dimensões.

                               Reconhecer-se como ser único e singular, capaz de
                                fazer opções assertivas.

 O meu grupo                  Integrar a sexualidade na construção do seu projecto
                                de realização humana.

                               Saber dar razões das escolhas pessoais e assumir a
 Sou cidadão                   responsabilidade dos seus actos.

                               Saber fundamentar a priorização dos valores.

                               Desenvolver a criatividade e o espírito de iniciativa.


 A igreja                     Aprender a conhecer o mundo e os fenómenos
                                mundiais, e a saber pensar criticamente a realidade.

                               Respeitar e valorizar os outros na sua diversidade de
                                seres, culturas e formas de estar.

                               Valorizar a cooperação e ser capaz de colaborar
                                solidariamente.

                               Participar activamente na sociedade reconhecendo-se
                                como construtor da História.

                               Contribuir para a protecção do meio ambiente, do
                                equilíbrio ecológico e da preservação do património.

                               Compreender a importância do fenómeno religioso
                                como parte integrante do indivíduo e da sociedade.

                               Reconhecer a originalidade do cristianismo e perceber
                                o contributo da Igreja Católica na construção da
                                História.




                                                                                   124
  Disciplina: E.M.R.C.                                               6º Ano

             Conteúdos                       Competências Específicas

 A pessoa humana              Reconhecer, à luz da mensagem cristã, a dignidade da
                                pessoa.

                               Aprender a estar consigo próprio e a gostar de si.

                               Reconhecer-se como ser em crescimento em todas as
 A fratenidade universal       suas dimensões.

                               Reconhecer-se como ser único e singular, capaz de
                                fazer opções assertivas.

 Eu e os problemas sociais    Integrar a sexualidade na construção do seu projecto
                                de realização humana.

                               Saber dar razões das escolhas pessoais e assumir a
 O progresso da humanidade     responsabilidade dos seus actos.

                               Saber fundamentar a priorização dos valores.

                               Desenvolver a criatividade e o espírito de iniciativa.




 Quero viver e ser feliz      Aprender a conhecer o mundo e os fenómenos
                                mundiais, e a saber pensar criticamente a realidade.

                               Respeitar e valorizar os outros na sua diversidade de
                                seres, culturas e formas de estar.

                               Valorizar a cooperação e ser capaz de colaborar
                                solidariamente.

                               Participar activamente na sociedade reconhecendo-se
                                como construtor da História.

                               Contribuir para a protecção do meio ambiente, do
                                equilíbrio ecológico e da preservação do património.

                               Compreender a importância do fenómeno religioso
                                como parte integrante do indivíduo e da sociedade.

                               Reconhecer a originalidade do cristianismo e perceber
                                o contributo da Igreja Católica na construção da
                                História.




                                                                                  125
        Disciplina: E.M.R.C.                                         7º Ano

             Conteúdos                        Competências Específicas

 A mudança                     Reconhecer, à luz da mensagem cristã, a dignidade da
                                 pessoa.

                                Aprender a estar consigo próprio e a gostar de si.

                                Reconhecer-se como ser em crescimento em todas as
 Os meus obstáculos             suas dimensões.

                                Reconhecer-se como ser único e singular, capaz de
                                 fazer opções assertivas.
 Os meus deveres
                                Integrar a sexualidade na construção do seu projecto
                                 de realização humana.

 O perdão                      Saber dar razões das escolhas pessoais e assumir a
                                 responsabilidade dos seus actos.

                                Saber fundamentar a priorização dos valores.

                                Desenvolver a criatividade e o espírito de iniciativa.




 A esperança                   Aprender a conhecer o mundo e os fenómenos
                                 mundiais, e a saber pensar criticamente a realidade.

                                Respeitar e valorizar os outros na sua diversidade de
                                 seres, culturas e formas de estar.

                                Valorizar a cooperação e ser capaz de colaborar
                                 solidariamente.

                                Participar activamente na sociedade reconhecendo-se
                                 como construtor da História.

                                Contribuir para a protecção do meio ambiente, do
                                 equilíbrio ecológico e da preservação do património.

                                Compreender a importância do fenómeno religioso
                                 como parte integrante do indivíduo e da sociedade.

                                Reconhecer a originalidade do cristianismo e perceber
                                 o contributo da Igreja Católica na construção da
                                 História.




                                                                                   126
    Disciplina: E.M.R.C.                                         8º Ano

              Conteúdos                   Competências Específicas

    As minhas aventuras    Reconhecer, à luz da mensagem cristã, a dignidade da
                             pessoa.

                            Aprender a estar consigo próprio e a gostar de si.

                            Reconhecer-se como ser em crescimento em todas as
    A amizade               suas dimensões.

                            Reconhecer-se como ser único e singular, capaz de
                             fazer opções assertivas.

    A liberdade            Integrar a sexualidade na construção do seu projecto
                             de realização humana.

                            Saber dar razões das escolhas pessoais e assumir a
                             responsabilidade dos seus actos.
    A felicidade
                            Saber fundamentar a priorização dos valores.

                            Desenvolver a criatividade e o espírito de iniciativa.

                            Aprender a conhecer o mundo e os fenómenos
                             mundiais, e a saber pensar criticamente a realidade.

                            Respeitar e valorizar os outros na sua diversidade de
                             seres, culturas e formas de estar.

                            Valorizar a cooperação e ser capaz de colaborar
                             solidariamente.

                            Participar activamente na sociedade reconhecendo-se
                             como construtor da História.

                            Contribuir para a protecção do meio ambiente, do
                             equilíbrio ecológico e da preservação do património.

                            Compreender a importância do fenómeno religioso
                             como parte integrante do indivíduo e da sociedade.

                            Reconhecer a originalidade do cristianismo e perceber
                             o contributo da Igreja Católica na construção da
                             História.




                                                                               127
 Disciplina: E.M.R.C.                                                 9º Ano

             Conteúdos                        Competências Específicas

 A dignidade da vida humana    Reconhecer, à luz da mensagem cristã, a dignidade da
                                 pessoa.

                                Aprender a estar consigo próprio e a gostar de si.

                                Reconhecer-se como ser em crescimento em todas as
                                 suas dimensões.
 Jesus Cristo
                                Reconhecer-se como ser único e singular, capaz de
                                 fazer opções assertivas.

 As religiões orientais        Integrar a sexualidade na construção do seu projecto
                                 de realização humana.

                                Saber dar razões das escolhas pessoais e assumir a
 Projecto de vida               responsabilidade dos seus actos.

                                Saber fundamentar a priorização dos valores.

                                Desenvolver a criatividade e o espírito de iniciativa.


                                Aprender a conhecer o mundo e os fenómenos
                                 mundiais, e a saber pensar criticamente a realidade.

                                Respeitar e valorizar os outros na sua diversidade de
                                 seres, culturas e formas de estar.

                                Valorizar a cooperação e ser capaz de colaborar
                                 solidariamente.

                                Participar activamente na sociedade reconhecendo-se
                                 como construtor da História.

                                Contribuir para a protecção do meio ambiente, do
                                 equilíbrio ecológico e da preservação do património.

                                Compreender a importância do fenómeno religioso
                                 como parte integrante do indivíduo e da sociedade.

                                Reconhecer a originalidade do cristianismo e perceber
                                 o contributo da Igreja Católica na construção da
                                 História.




                                                                                   128
             Disciplina: Oficina de Teatro                                7º - Ano

             Conteúdos                               Competências Específicas

 O nosso corpo como fonte de  Responsabilizar-se por realizar uma tarefa;
  comunicação

 Formas de Expressão verbal e  Desenvolver valores e atitudes de autonomia e auto-
  gestual.                          estima;
 Exercícios de mímica,
 Colocação da voz,
 Improvisação.                    Participar em actividades interpessoais e de grupo,
                                    respeitando normas e critérios de actuação, de
 Desenvolvimento das capacidades   convivência e de trabalho em diversos contextos;
 Audição,
 Expressividade,                  Comunicar, discutir e defender descobertas e ideias
 Criatividade,                     próprias, dando espaço a intervenção dos parceiros;
 Responsabilidade,
 Memorização,                     Ser criativo e expressivo;
 Concentração,
 Respeito pelos outros,
 Sentido de equipa,               Questionar a realidade observada;
 Solidariedade e amizade,
 Confiança nos outros;
 Relação com o espaço,            Recriar situações novas, observando o real;
 Colocação da voz,
 Observação,
 Sentido crítico.                 Recriar situações, usando diferentes técnicas;

 O texto dramático
                                   Usar adequadamente os diferentes tipos de linguagem;
 A importância do Texto Dramático;
 Leitura expressiva do mesmo;
                                       Relacionar o corpo com o espaço numa perspectiva
 Criação de textos ;
                                        interpessoal;
 Dramáticos a partir de situações do
  real, do imaginário e outros;
 Encenação do mesmo;                  Desenvolver sensibilidade estética e criatividade;
 Técnicas de representação.

 Pequena história do teatro            Desenvolver sentido crítico;

 A Grécia, berço do Teatro
 A importância do Teatro          na  Desenvolver    raciocínio       moral    através     da
  democracia ateniense;                 representação;
 Géneros teatrais;
 Autores de teatro;
 Indumentária.
                                        Expressar solidariedade e tolerância para com outros
   O teatro na Roma Antiga              povos e culturas.
   Função do teatro;
   O Mimodrama.
   Géneros teatrais.




                                                                                       129
              Disciplina: Oficina de Teatro                                     8º Ano

              Conteúdos                                    Competências Específicas

 A importância do nosso corpo como  Desenvolver valores e atitudes de autonomia e auto-
  fonte de comunicação;               estima;

 Formas de Expressão          verbal    e  Responsabilizar-se por realizar uma tarefa;
  gestual,
 Exercícios de mímica,                       Participar em actividades interpessoais e de grupo,
 Colocação da voz,                            respeitando normas e critérios de actuação, de
 Improvisação.                                convivência e de trabalho em diversos contextos;

                                     Comunicar, discutir e defender descobertas e ideias
   Desenvolvimento das capacidades   próprias, dando espaço a intervenção dos parceiros;
    de:
   Movimento,                       Ser criativo e expressivo;
   Audição,
   Expressividade,                  Questionar a realidade observada;
   Criatividade,
   Responsabilidade,                Recriar situações, usando diferentes técnicas;
   Memorização,
   Concentração,                    Usar adequadamente os diferentes tipos de linguagem;
   Respeito pelos outros,
   Sentido de equipa,               Relacionar o corpo com o espaço numa perspectiva
   Solidariedade e amizade,          interpessoal;
   Confiança nos outros,
                                     Desenvolver sensibilidade estética e criatividade;
   Relação com o espaço,
   Colocação da voz,
                                     Desenvolver sentido crítico;
   Observação,
   Sentido crítico.
                                     Recriar situações novas, observando o real;

                                              Expressar solidariedade e tolerância para com outros
 O texto dramático                            povos e culturas;

 A importância do Texto Dramático;           Desenvolver o raciocínio moral a partir da análise das
                                               acções das personagens;
 Leitura expressiva do mesmo;
                                      .Identificar alguns dramaturgos importantes;
 Criação de     textos dramáticos a
  partir de situações do real, do  .Distinguir alguns géneros teatrais;
  imaginário e outros;
                                              .Reconhecer funções do teatro.
 Encenação do mesmo;

 Técnicas de representação.

 Pequena história do teatro

 A Grécia, berço do Teatro
 A importância do Teatro               na
  democracia ateniense;
 Géneros teatrais;
 Autores de teatro;
 Indumentária,

                                                                                             130
 O teatro na Roma antiga
 Função do teatro
 O Mimodrama

 O teatro na Idade Média e
  Moderna.
 Gil Vicente
 Sua obra
 Funções do teatro na Idade Moderna
 Técnicas usadas.

 Géneros teatrais.

 Estabelecer diferenças entre o teatro
  e o cinema.




                                          131
               Disciplina: Oficina de Teatro                                     9º Ano

               Conteúdos                                    Competências Específicas

 A importância do nosso corpo como  Desenvolver valores e atitudes de autonomia e auto-
  fonte de comunicação;               estima;

 Formas de       Expressão    verbal    e
  gestual;                                    Responsabilizar-se por realizar uma tarefa;

 Exercícios de mímica;
                                              Participar em actividades interpessoais e de grupo,
 Colocação da voz;                            respeitando normas e critérios de actuação, de
                                               convivência e de trabalho em diversos contextos;
 Improvisação.
                                              Comunicar, discutir e defender descobertas e ideias
 Desenvolvimento das capacidades              próprias, dando espaço a intervenção dos parceiros;
  de:

   Movimento;                                .Ser criativo e expressivo;
   Audição,
   Expressividade,
   Criatividade,                             .Questionar a realidade observada;
   Responsabilidade,
   Memorização,
   Concentração,                             .Recriar situações, usando diferentes técnicas;
   Respeito pelos outros,
   Sentido de equipa,
   Solidariedade e amizade,                  .Usar adequadamente os diferentes tipos de linguagem;
   Confiança nos outros,
   Relação com o espaço,
                                              .Relacionar o corpo com o espaço numa perspectiva
   Colocação da voz,
                                               interpessoal;
   Observação,
   Sentido crítico.
                                              Desenvolver sensibilidade estética e criatividade;
 O texto dramático

 A importância do Texto Dramático;           Recriar situações novas, observando o real;
 Leitura expressiva do mesmo;
                                              Expressar solidariedade e tolerância para com outros
 Criação de     textos dramáticos a           povos e culturas;
  partir de situações do real, do
  imaginário e outros;
                                              Desenvolver sentido crítico;
 Encenação do mesmo;

 Técnicas de representação.                  Desenvolver o raciocínio moral a partir da análise das
                                               acções das personagens;
 Pequena história do teatro

 A Grécia, berço do Teatro                   Identificar importantes dramaturgos;
 A importância do Teatro               na
  democracia ateniense;
 Géneros teatrais;                           Reconhecer diferentes tendências do Teatro ao longo

                                                                                                 132
 Autores de teatro;                      do tempo.
 Indumentária.



 O teatro na Roma Antiga
 Função do teatro
 O Mimodrama.

 O teatro na Idade Média e
  Moderna.
 Gil Vicente,
 Sua obra,
 Funções do teatro na Idade
  Moderna,
 Técnicas usadas.

   O teatro na Idade Contemporânea
   Almeida Garret e sua obra;
   Romantismo e realismo;
   Géneros teatrais.


 Estabelecer diferenças entre o teatro
  e o cinema.




                                                      133

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:145
posted:8/15/2011
language:Portuguese
pages:133