; Temas Bolsas BII_2009
Documents
Resources
Learning Center
Upload
Plans & pricing Sign in
Sign Out
Your Federal Quarterly Tax Payments are due April 15th Get Help Now >>

Temas Bolsas BII_2009

VIEWS: 25 PAGES: 45

  • pg 1
									    TEMAS PARA BOLSAS DE INTEGRAÇÃO NA INVESTIGAÇÃO (BII) 2009


Uma abordagem proteómica no isolamente e caracterização de proteínas
dependentes da vitamina K presentes no esqueleto do tubarão e no mamífero.
Estudo da aplicação biomédica destas proteínas em patologias do osso e
cartilagem
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-1

Estudo da actividade neuroprotectora de extractos de diferentes espécies de
organismos fotossintéticos marinhos (OFMs) (micro e macroalgas, e ervas
marinhas)
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-2

Estudo da actividade antioxidante e anticancerígena de extractos de diferentes
espécies de organismos fotossintéticos marinhos (OFMs) (micro e macroalgas, e
ervas marinhas)
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-3

Isolamento e caracterização de microalgas para a produção biotecnológica de
biodiesel
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-4

Desenho e síntese de inibidores das proteases cisteínicas Falcipain 2/3
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-5

Estudos estruturais e reactividade de trioxanos, trioxolanos e tetroxanos com
potencial actividade antimalárica
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-6

Estudo da regulação do gene Matrix Gla protein (MGP) pelo factor de transcrição
MEF2C
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-7

Contributo do sapal de Castro Marim como área de maternidade para peixes
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-8

Caracterização da comunidade bentónica de macroinvertebrados na zona
subtidal do sapal de Castro Marim
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-9

Impacto das descargas de barragens em larvas de peixe e bivalves
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-10

Biologia e Ecologia do(s) Cobitidae (Osteichthyes) do estuário do Rio Minho:
Cobitis paludica e/ou Cobitis calderoni?
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-11

Zooplâncton do estuário do Guadiana
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-12

Biologia e Ecologia do Esgana-gata Gasterosteus aculeatus Linnaeus, 1758
(Osteichthyes: Gasterosteidae)
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-13
Desvendar o ciclo de vida dos peixes através da análise microquímica de
otólitos
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-14

Produção e purificação de proteínas recombinadas a partir de teleósteos
marinhos
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-15

Análise por DSC da estabilidade de fibras musculares de peixe
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-16

Efeitos de vanádio na contracção muscular
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-17

Thyroid Axis disruption by goitrogens: a molecular and functional approach
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-18

Monitorização da fauna do Intertidal Rochoso do Barlavento Algarvio
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-19

AQUASEPIA – Desenvolvimento da Tecnologia do Cultivo do Choco, Sepia
officinalis
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-20

Influência do sentido do cheiro na endocrinologia reprodutiva dos peixes
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-21

SeaStar-db – criação de uma base de dados online de estrelas-do-mar
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-22

Estudo de silenciamento de genes (RNAi) em nemátodes
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-23

Isolamento e estudo da morfologia dos tricomas glandulares de Thymus
albicans e Thymus mastichina
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-24

Efeitos da acidificação da água do mar por aumento da concentração de CO2
nas fases larvares e juvenis de bivalves
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-25

Efeitos da acidificação da água do mar na calcificação dos bivalves:
variabilidade temporal e espacial na Ria Formosa
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-26

Alterações funcionais, estruturais e químicas nas proteínas contrácteis miosina
e actina por exposição a stress oxidativo
Ref. CCMAR/BII/0019/2009-27
                  BOLSAS DE INTEGRAÇÃO NA INVESTIGAÇÃO (BII)
                                    2009


                      Uma abordagem proteómica no isolamente e caracterização
                      de proteínas dependentes da vitamina K presentes no
      Título          esqueleto do tubarão e no mamífero. Estudo da aplicação
                      biomédica destas proteínas em patologias do osso e
                      cartilagem


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -1

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      Utilização e optimização da técnica 2D SDS-PAGE na análise do
                      perfil proteico das amostras biológicas; Análise a caracterização
                      dos spots através de Western-blot ; Utilização da técnica de HPLC
    Objectivos
                      fase reversa para análise do perfil proteico das amostras
                      biológicas; Produção e purificação de proteínas recombinantes de
                      interesse


                      Ganhar competências em técnicas de análise, purificação e
 Competências a       produção de proteínas: Utilização da técnica 2D SDS-PAGE ;
    adquirir          Western-blot; HPLC fase reversa; Produção e purificação de
                      proteínas recombinantes.


                      O estudo do proteoma da cartilagem calcificada de tubarão e a
                      comparação com o conteúdo proteico da cartilagem de mamífero
                      pode levar á descoberta de proteínas com uma função importante
                      na saúde humana através da identificação de novos
                      biomarcadores de patologias degenerativas da cartilagem. O
                      estudo de proteínas presentes no tubarão que divergiu do homem
                      á cerca de 230 milhões de anos atrás pode trazer informação
                      importante sobre a sua importância de função.
     Resumo           As proteínas dependentes da vitamina K nomeadamente a
                      proteína Gla da Matriz muito ligada a processos de calcificação
                      vascular e a osteocalcina com uma função importante na
                      formação do osso através da sua capacidade de ligação ao cálcio
                      no mineral, têm tido nos últimos tempos uma crescente
                      importância na área das ciências biomédicas e na saúde humana
                      com estudos sobre a possibilidade de estabelecimento de novos
                      biomarcadores de doenças relacionadas com a calcificação
                      patológica de tecidos.


    Orientador        Dina Simes (dsimes@ualg.pt), Carla Viegas (caviegas@ualg.pt)

      Local           CCMAR, Universidade do Algarve
                      Estudo da actividade neuroprotectora de extractos de
      Título          diferentes espécies de organismos fotossintéticos marinhos
                      (OFMs) (micro e macroalgas, e ervas marinhas)


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -2

Número máximo de
bolseiros para este   2
     projecto

                      1) Obtenção de extractos de várias espécies de OFMs, utilizando
                      solventes de diferentes polaridades.

                      2) Avaliação da actividade neuroprotectora dos extractos através
    Objectivos        de ensaios enzimáticos e utilizando linhas celulares neuronais.

                      3) Fraccionamento, isolamento e identificação de
                      fracções/compostos bioactivos.



                      O bolseiro adquirirá as seguintes competências: a) trabalho com
                      estirpes microalgais em condições axénicas; b) elaboração de
                      extractos vegetais; c) realização de ensaios de estudo de inibição
 Competências a
                      enzimática; c) trabalho com linhas celulares neuronais para
    adquirir
                      avaliação do potencial neuroprotector de produtos naturais; c)
                      fraccionamento, isolamento e identificação de compostos
                      bioactivos por métodos cromatográficos.


                      Foi reconhecida recentemente a potencialidade de organismos
                      marinhos para o isolamento de novos compostos com aplicação
                      biomédica e farmacêutica. Em particular, pouco se sabe sobre
                      compostos bioactivos em organismos fotossintéticos marinhos
                      (OFMs), nomeadamente microalgas, macroalgas e ervas
                      marinhas, embora existam trabalhos que demonstram a actividade
                      anti-viral e anti-oxidante de extractos de algumas espécies. Neste
                      projecto, os bolseiros irão avaliar a actividade neuroprotectora de
                      extractos de OFMs macroscópicos (macroalgas e ervas marinhas)
     Resumo           e microscópicos (microalgas). As amostras de microalgas irão
                      consistir de diferentes espécies existentes como culturas
                      monoclonais em condições laboratoriais no CCMAR, e a
                      amostragem dos OFMs macroscópicos será feita em diferentes
                      ambientes marinhos e de estuário do Algarve. Os extractos serão
                      feitos através da utilização de solventes de diferentes polaridades,
                      nomeadamente metanol, n-hexano, acetona e água. Os ensaios
                      biológicos irão consistir no estudo da actividade inibitória dos
                      extractos em enzimas directamente relacionadas com Alzheimer,
                      nomeadamente acetilcolinesterase (AChE) e butirilcolinesterase
                      (BChE). Irá também ser avaliada a actividade neuroprotectora dos
             extractos in vitro, em linhas celulares neuronais após indução de
             stress oxidativo. Por último, os bolseiros contribuirão para o
             isolamento e identificação da estrutura do composto bioactivo por
             técnicas cromatográficas.


             João Varela (jvarela@ualg.pt), Luísa Barreira (lbarreir@ualg.pt),
Orientador
             Luísa Custódio


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve
                      Estudo da actividade antioxidante e anticancerígena de
                      extractos de diferentes espécies de organismos
      Título
                      fotossintéticos marinhos (OFMs) (micro e macroalgas, e ervas
                      marinhas)


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -3

Número máximo de
bolseiros para este   2
     projecto

                      1) Obtenção de extractos de diferentes espécies de OFMs,
                      utilizando solventes de polaridade variável.
                      2) Avaliação da actividade antioxidante dos extractos, utilizando
                      linhas cancerígenas humanas.
                      3) Avaliação da actividade antiproliferativa in vitro dos extractos,
    Objectivos
                      utilizando linhas cancerígenas humanas.
                      4) Identificar possíveis mecanismos inerentes à actividade
                      antiproliferativa.
                      5) Fraccionamento, isolamento e identificação de
                      fracções/compostos bioactivos.


                      O bolseiro adquirirá as seguintes competências: a) elaboração de
                      extractos vegetais; b) trabalho com linhas celulares cancerígenas
 Competências a
                      humanas; c) trabalho a nível de biologia molecular e d)
    adquirir
                      fraccionamento, isolamento e identificação de compostos
                      bioactivos por métodos cromatográficos.


                      Foi reconhecida recentemente a potencialidade de organismos
                      marinhos para o isolamento de novos compostos com aplicação
                      biomédica e farmacêutica. Em particular, pouco se sabe sobre
                      compostos bioactivos em organismos fotossintéticos marinhos
                      (OFMs), nomeadamente microalgas, macroalgas e ervas
                      marinhas, embora existam trabalhos que demonstram a actividade
                      anti-viral e anti-oxidante de extractos de algumas espécies. Neste
                      projecto, os bolseiros irão avaliar as actividades antioxidante e
                      anticancerígena de extractos de OFMs macroscópicos
                      (macroalgas e ervas marinhas) e microscópicos (microalgas). As
     Resumo           amostras de microalgas irão consistir de diferentes espécies
                      existentes como culturas monoclonais em condições laboratoriais
                      no CCMAR, e a amostragem dos OFMs macroscópicos será feita
                      em diferentes ambientes marinhos e de estuário do Algarve. Os
                      extractos serão feitos através da utilização de solventes de
                      polaridade variável, nomeadamente metanol, n-hexano, acetona e
                      água. A actividade antioxidante será avaliada através de métodos
                      amplamente utilizados in vitro, tais como actividade de
                      „scavenging‟ em radicais livres. A actividade antiproliferativa dos
                      extractos será estudada em linhas celulares humanas,
                      nomeadamente de cancro cervical (HeLa) e de fígado (HePG2),
                      entre outras. Os mecanismos inerentes à actividade
             antiproliferativa irão ser avaliados nos extractos que apresentem
             actividade de interesse, nomeadamente através do estudo da
             indução de apoptose através da detecção da presença de
             proteínas específicas, por Western Blotting. Por último, os
             bolseiros contribuirão para o isolamento e identificação da
             estrutura do composto bioactivo por técnicas cromatográficas.


             João Varela (jvarela@ualg.pt), Luísa Barreira (lbarreir@ualg.pt),
Orientador
             Luísa Custódio


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve
                      Isolamento e caracterização de microalgas para a produção
      Título
                      biotecnológica de biodiesel


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -4

Número máximo de
bolseiros para este   2
     projecto

                      Este projecto terá os seguintes objectivos:
                      1) Isolamento de estirpes monoclonais de uma estirpe de
                      Tetraselmis spp., uma microalga local com elevadas taxas de
                      crescimento, que foi isolada pelo nosso parceiro empresarial
    Objectivos
                      (NECTON S.A)
                      2) Optimização das condições de crescimento da alga
                      3) Optimização das condições de indução da produção de lípidos
                      convertíveis em biodiesel por transesterificação.


                      O bolseiro adquirirá as seguintes competências: a) trabalho com
                      estirpes microalgais em condições axénicas; b) isolamento de
 Competências a
                      estirpes monoclonais de algas em meio líquido; c) caracterização
    adquirir
                      lipídica de estirpes algais por cromatografia gasosa e
                      espectrometria de massa.


                      A produção de biocombustíveis tem-se tornado premente devido
                      ao aumento dos preços do crude causado pelo aumento da
                      procura por economias emergentes como a China e a Índia.
                      Embora ainda seja anunciada a descoberta de novos jazigos de
                      crude, a elevada procura acelerou o fim de uma era de
                      combustíveis fósseis de fácil acesso e baixo preço. Esta situação
                      já causa impactos negativos na economia mundial, com
                      consequentes impactos sociais. Uma das soluções apontadas
                      para resolver este problema corresponde ao desenvolvimento de
                      combustíveis alternativos, nomeadamente os biocombustíveis.
                      Inicialmente, foi proposto que a fonte de biomassa para a
                      produção de biocombustíveis fossem espécies agrícolas
     Resumo           terrestres. Porém, o cultivo intensivo destas plantas tem um
                      impacto ambiental e social bastante negativo, uma vez que
                      compete com culturas utilizadas para a alimentação humana e
                      animal por terra arável. Tal já causou aumentos de preço
                      insustentáveis de culturas utilizadas para a alimentação de
                      populações empobrecidas no México, quando empresas
                      americanas começaram a comprar milho mexicano em elevadas
                      quantidades para a produção de bioetanol. Estudos recentes
                      indicam claramente que microalgas hiperprodutoras de lípidos
                      poderão ser uma alternativa viável para a produção de
                      biocombustíveis, nomeadamente biodiesel, devido não só à sua
                      produtividade elevada (por vezes 40 x superior a qualquer planta
                      terrestre), mas também pelo facto de não necessitarem de terra
                      arável para a sua produção. Microalgas hiperprodutoras de lípidos
             são algas de altas taxa de crescimento que convertem CO2
             atmosférico em lípidos pelo processo de fotossíntese e que
             podem acumular na sua biomassa, em condições indutivas,
             lípidos até cerca de 30 a 70% do seu peso seco. Em larga
             medida, estes lípidos são convertíveis em biodiesel por um
             processo de transesterificação. O CCMAR, em conjunto com um
             dos seus parceiros empresariais (NECTON S.A.), isolou
             recentemente uma estirpe de Tetraselmis spp. Esta estirpe
             apresenta elevadas taxas de crescimento (duplica em biomassa
             em menos de 24 horas) e resultados preliminares sugerem que
             alterações da salinidade induzem a biossíntese e a acumulação
             de lípidos nesta microalga. Tal já foi comprovado por métodos
             gravimétricos e por citometria de fluxo com células coradas com
             vermelho de Nilo. Neste projecto, os bolseiros irão isolar estirpes
             monoclonais em meio líquido por um processo de isolamento
             desenvolvido no nosso laboratório que não envolve meio de
             cultura sólido, mas exclusivamente meio líquido, o que encurta em
             vários meses o isolamento de estirpes monoclonais. Este
             processo envolve diluições seriadas em placas de 96 poços. O
             isolamento de estirpes monoclonais é essencial para garantir a
             estabilidade genética da microalga a ser estudada. As estirpes
             monoclonais serão em seguida submetidas a várias condições de
             stress abiótico, nomeadamente aumentos de salinidade. Os
             bolseiros, nesta fase, irão determinar qual a salinidade óptima
             para a produção de lípidos. As mesmas microalgas, submetidas
             às diferentes condições de stress abiótico, e a produção lipídica
             será analisada por cromatografia gasosa e espectrometria de
             massa (GC-MS) de modo a identificarmos as classes de lípidos
             induzidos. Resultados preliminares parecem indicar a existência
             de lípidos susceptíveis de serem convertidos em biodiesel por
             transesterificação.


             João Varela (jvarela@ualg.pt), Luísa Barreira (lbarreir@ualg.pt),
Orientador
             Luísa Custódio


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve
                      Desenho e síntese de inibidores das proteases cisteínicas
      Título
                      Falcipain 2/3


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -5

Número máximo de
bolseiros para este   2
     projecto

                      Sintetizar alguns derivados dipeptídicos com um centro
    Objectivos        electrofílico, para inibição de preteases cisteínicas específicas de
                      Plasmodium falciparum, e com potencial como antimaláricos.


                      Capacidade para efectuar a síntese de compostos orgânicos
                      Capacidade para seleccionar estratégias de síntese de compostos
                      alvo.
 Competências a       Capacidade para interpretar resultados de análises
    adquirir          espectroscópicas e cromatográficas e extrair deles informação
                      conducente à elucidação estrutural dos compostos preparados.
                      Conhecimento dos regras gerais de desenho de fármacos, na
                      perspectiva da optimização da farmacodinâmica.


                      O trabalho envolve a síntese de alguns derivados dipeptídicos
                      com um centro electrofílico, para inibição de preteases cisteínicas
                      específicas de Plasmodium falciparum.
                      Seguir-se-á a caracterização estrutural dos compostos preparados
     Resumo
                      Que serão subsequentemente sujeitos a testes de actividade
                      biológica, nomeadamente em culturas do parasitas e com as
                      proteínas. Estes estudos serão efectuados por grupos
                      colaboradores, em Universidades estrangeiras.


                      Maria de Lurdes dos Santos Cristiano (mcristi@ualg.pt), Nuna
    Orientador
                      Claúdia Peixoto de Araújo


      Local           CCMAR, Universidade do Algarve
                      Estudos estruturais e reactividade de trioxanos, trioxolanos e
      Título
                      tetroxanos com potencial actividade antimalárica


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -6

Número máximo de
bolseiros para este   2
     projecto

                      Elucidar a estrutura e alguns aspectos da reactividade de
                      endoperóxidos sintéticos com actividade antimalárica. Estes
    Objectivos        estudos contribuirão para uma mais fácil interpretação das
                      variações na actividade exibida em função de modificações
                      estruturais.


                      Capacidade para efectuar a síntese de compostos orgânicos
                      Capacidade para seleccionar estratégias de síntese de compostos
 Competências a       alvo
    adquirir          Capacidade para interpretar resultados de análises
                      espectroscópicas e cromatográficas e extrai deles informação
                      conducente à elucidação estrutural dos compostos preparados.


                      O trabalho envolve a síntese de alguns compostos modelo.
                      Seguir-se-á a caracterização estrutural dos compostos preparados
     Resumo
                      Proceder-se à ao estudo da estabilidade térmica e fotoquímica
                      dos compostos em causa.


                      Maria de Lurdes dos Santos Cristiano (mcristi@ualg.pt), Nuna
    Orientador
                      Claúdia Peixoto de Araújo


      Local           CCMAR, Universidade do Algarve
                      Estudo da regulação do gene Matrix Gla protein (MGP) pelo
      Título
                      factor de transcrição MEF2C


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -7

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      Este projecto visa a comprovação do gene da MGP como gene
                      alvo do factor de transcrição MEF2C. Pretende-se, desta forma,
    Objectivos
                      contribuir para o estudo do envolvimento deste factor de
                      transcrição na regulação da condrogénese em humanos.


                      Técnicas básicas de biologia molecular como: PCR (reacção em
                      cadeia da polimerase), electroforese em gel, clonagem, extracção
 Competências a
                      de DNA plasmidico e sequenciação; técnicas de cultura de células
    adquirir
                      como: manutenção de culturas celulares e transfecção transiente;
                      noções básicas de bioinformática, como análise de sequências.


                      O factor de transcrição myocyte enhancer factor-2 (MEF2C), um
                      conhecido regulador no desenvolvimento do músculo e
                      cardiovascular, foi envolvido recentemente na regulação da
                      condrogénese e na subsequente ossificação. De facto, em
                      ratinhos knockout para o MEF2C, os condrócitos nos ossos em
                      desenvolvimento não se diferenciam em hipertróficos e também
                      não expressam Col10α1, que é um alvo directo do MEF2C (Arnold
                      et al., 2007). A Matrix Gla protein (MGP) é um conhecido inibidor
                      da calcificação da matrix na cartilagem e também é expressa cedo
                      no desenvolvimento em células da linhagem condrócitica (Luo et
                      al. 1995) e os ratinhos knockout para a MGP desenvolvem
                      calcificações ectópicas profundas nas válvulas do coração e nas
                      artérias conduzindo à morte nos dois meses seguintes ao
                      nascimento (Luo et al. 1997).Por outro lado, análises in silico do
     Resumo           promotor do gene MGP humano identificaram elementos de
                      resposta ao MEF2C e dados preliminares sugerem que a MGP é
                      também um gene alvo deste factor de transcrição. De salientar
                      que os sítios de ligação para o MEF2C no promotor do gene MGP
                      e Col10α1 são conservados entre o homem e os peixes,
                      sugerindo uma regulação conservada durante a evolução dos
                      vertebrados. Neste trabalho, pretende-se comprovar que o gene
                      da MGP é um alvo do MEF2C, usando para isso ensaios de
                      transfecção e o promotor do gene Col10a1 como controlo positivo,
                      dado ser um reconhecido gene alvo do MEF2C (Arnold et al.,
                      2007). Serão utilizados vários fragmentos do promotor do gene da
                      MGP, obtidos de acordo com a existência dos sítios de ligação
                      putativos do MEF2C. Para além disso, serão utilizados fragmentos
                      do promotor do gene da MGP cujos sítios de ligação ao MEF2C
                      tenham sido mutados por PCR.
             Leonor Cancela (lcancela@ualg.pt), Natércia Conceição
Orientador
             (nconcei@ualg.pt)


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve
                      Contributo do sapal de Castro Marim como área de
      Título
                      maternidade para peixes


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -8

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      1) Esclarecer quais as espécies de peixes usam a zona de sapal
                      nas primeiras fases de vida;
    Objectivos        2) Estimar a variação espacial de ovos e larvas no sapal
                      relativamente ao tipo de vegetação presente, distância ao canal
                      central e tempo de inundação.


                      COMPETÊNCIAS A ADQUIRIR
                      COMPONENTE TÉCNICA – A – Trabalho de campo -
                      Amostragem de larvas de peixe com armadilhas de rede e PVC no
                      sapal de Castro Marim// B- Trabalho de laboratório - Triagem das
 Competências a       amostras recolhidas: 1) Identificação das espécies presentes; 2)
    adquirir          Medição individual do comprimento dos indivíduos identificados;
                      COMPONENTE CIENTÍFICA – A - Análise resultados - 1)
                      determinação dos resultados 2) análise estatística dos resultados
                      // B- Disseminação do projecto - 1) Elaboração dum relatório 2)
                      Apresentação dos resultados.


                      Zonas de vegetação costeiras são reconhecidas como
                      importantes áreas na maternidade de inúmeras espécies de
                      peixes, fornecendo-lhes alimento e refúgio de predadores. Após a
                      construção da barragem do Alqueva, a zona de sapal do estuário
                      do Guadiana tem sofrido uma significativa diminuição na descarga
                      de sedimentos e água doce. Acresce o facto dos cenários de
                      alterações climáticas, particularmente na área do Mediterrâneo,
                      que prevêm o aumento na duração e frequência de períodos
                      secos, possam provocar no futuro uma maior retenção de água
     Resumo           doce pelas barragens. Em todo o mundo, esforços na criação e
                      preservação destas zonas de vegetação são cada vez maiores.
                      Contudo, as consequências nos sistemas de sapal e suas funções
                      ecológicas associadas precisam de ser identificadas e
                      quantificadas para que sejam estabelecidas medidas de
                      conservação para a sustentabilidade a longo termo destes
                      ecossistemas e seus recursos associados. Assim, o principal
                      objectivo deste projecto é a caracterização e quantificação do
                      contributo da zona de sapal de Castro Marim na maternidade de
                      peixes.


    Orientador        Luis Chicharo (lchichar@ualg.pt)
Local   CCMAR, Universidade do Algarve
                      Caracterização da comunidade bentónica de
      Título          macroinvertebrados na zona subtidal do sapal de Castro
                      Marim


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -9

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      1) Identificar as espécies bentónicas de macroinvertebrados
                      presentes na área de sapal de Castro Marim;
    Objectivos        2) Estimar a variação espacial de macroinvertebrados no sapal
                      relativamente ao tipo de vegetação presente, distância ao canal
                      central e tempo de inundação.


                      COMPONENTE TÉCNICA – A – Trabalho de campo- Recolha de
                      tubos de sedimento no sapal de Castro Marim// B- Trabalho de
                      laboratório - Triagem das amostras recolhidas: 1) Identificação das
                      espécies presentes; 2) Medição individual do comprimento dos
 Competências a       indivíduos identificados;
    adquirir
                      COMPONENTE CIENTÍFICA – A – Análise resultados - 1)
                      determinação dos resultados 2) análise estatística dos resultados
                      // B- Disseminação do projecto - 1) Elaboração dum relatório 2)
                      Apresentação dos resultados.



                      Zonas de vegetação costeiras são reconhecidas como
                      importantes áreas de habitat para inúmeras espécies de
                      macroinvertebrados, uma vez que são zonas ricas em alimento.
                      Após a construção da barragem do Alqueva, a zona de sapal do
                      estuário do Guadiana tem sofrido uma diminuição significativa na
                      descarga de sedimentos e água doce. Acresce o facto de cenários
                      de alterações climáticas, particularmente na área do Mediterrâneo,
                      que prevêm o aumento na duração e frequência de períodos
                      secos, podem provocar no futuro uma maior retenção de água
     Resumo           doce pelas barragens. Em todo o mundo, esforços na criação e
                      preservação destas zonas de vegetação são cada vez maiores.
                      Contudo, as consequências nos sistemas de sapal e suas funções
                      ecológicas associadas precisam de ser identificadas e
                      quantificadas para que sejam estabelecidas medidas de
                      conservação para a sustentabilidade a longo termo destes
                      ecossistemas e seus recursos associados. Assim, este projecto
                      tem como principal objectivo caracterizar e quantificar a utilização
                      da zona de sapal de Castro Marim como habitat para espécies de
                      macroinvertebrados.
Orientador   Luis Chicharo (lchichar@ualg.pt)


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve
                      Impacto das descargas de barragens em larvas de peixe e
      Título
                      bivalves


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -10

Número máximo de
bolseiros para este   2
     projecto

                      Nos últimos 12 anos temos vindo a estudar a bacia hidrográfica do
                      Guadiana dum ponto de vista Ecohidrológico. Esta disciplina, de
                      carácter holístico, estuda as inter-relações funcionais entre
                      hidrologia e biota ao nível duma bacia hidrográfica. As barragens,
                      como elementos indissociáveis duma bacia hidrográfica, devem
                      também ser incluídas num estudo ecohidrológico. Na bacia do
                      Guadiana a barragem mais emblemática, em todos os aspectos, é
                      a barragem de Alqueva. Muitos dos seus impactos sobre o biota a
                      jusante da barragem estão ainda por identificar.
    Objectivos
                      Assim, o nosso objectivo principal é alargarmos o nosso
                      conhecimento sobre o funcionamento ecohidrológico da bacia
                      hidrográfica do Guadiana. Para tal prentendemos avaliar o
                      impacto causado pelas descargas do complexo de barragens
                      Alqueva-Pedrógão de duas formas: 1) impacto das descargas,
                      contínuas e com intensidade moderadada, no ciclo reprodutor
                      dum bivalve; 2) impacto das descargas, pontuais e com
                      intensidade elevada, no desenvolvimento das capacidades
                      natatórias das larvas de peixe.


                      COMPONENTE TÉCNICA - Bolseiro 1 - (A- Trabalho de campo-
                      Recolha de larvas de biqueirão com redes de arrasto de plâncton
                      e armadilhas de luz // B- Trabalho de laboratório- 1) Manutenção
                      das larvas em laboratório 2) Desenvolvimento de testes de
                      natação para avaliar as capacidades natatórias das larvas
                      COMPONENTE TÉCNICA - Bolseiro 2 - (A- Trabalho de campo-
 Competências a
                      Recolha de C. fluminea no rio Guadiana e suas ribeiras durante 1
    adquirir
                      ano // B- Trabalho de laboratório- 1) Determinação do
                      desenvolvimento do ciclo reprodutivo de C. fluminea
                      COMPONENTE CIENTÍFICA - Bolseiros 1 e 2 - (A- Análise
                      resultados- 1) determinação dos resultados 2) análise estatística
                      dos resultados // B- Disseminação do projecto- 1) Elaboração dum
                      relatório 2) Apresentação dos resultados).


                      As barragens são estruturas, que pela sua grandeza, condicionam
                      de forma inequívoca os cursos de água onde foram construídas,
                      tanto a montante do paredão da barragem, como a jusante. Está
     Resumo           documentado que os impactos a jusante se podem fazer sentir a
                      centenas de quilómetros, ao nível da composição química e
                      características físicas da água, na dinâmica sedimentar costeira e
                      também na dinâmica biótica do ecosistema. Um dos muitos
                      exemplos do impacto nas comunidades bióticas, e ictiológicas em
particular, vem do rio Colorado (EUA). Neste rio, as descargas da
água de fundo da barragem Hoover, mais fria que a água
superficial, inibem a reprodução dos teleósteos nativos numa
extensão de 400 km a jusante da barragem. No estuário do
Guadiana, a aproximadamente 100 km a jusante da barragem de
Alqueva, registou-se um decréscimo de 2 ºC na temperatura da
água no estuário, entre Março e Abril de 2002. Este decréscimo foi
consequência duma enorme descarga desta barragem alentejana,
contudo a imprevisibilidade deste acontecimento impediu-nos de
estudar mais aprofundadamente o seu impacto.
As diminuições da temperatura da água têm também
consequências sobre as taxas de desenvolvimento e crescimento
dos estados larvares de teleósteos. Por exemplo, uma diminuição
de 2 ºC na temperatura da água pode provocar um aumento de
33% na duração da fase de ovo do biqueirão Engraulis
encrasicolus. Um aumento da duração das fases larvares acarreta
riscos vitais, principalmente por estarem durante mais tempo
expostos a riscos de predação. O biqueirão é o peixe pelágico
mais abundante no estuário do Guadiana e tem um período
reprodutivo alargado, ocupando uma posição central na teia trófica
deste ecosistema. Este peixe foi identificado como sendo uma
espécie sentinela para a detecção de alterações no ecosistema,
pois pensamos que as alterações inter-anuais do escoamento do
Guadiana alteram a produtividade estuarina, a qual condiciona o
recrutamento do biqueirão. Também verificámos que as
alterações intra-anuais de caudal muito bruscas provocam o
arrastamento dos estados larvares de biqueirão para a costa,
afastando-os do seu local de berçário. As variações de caudal
bruscas têm origem em fenómenos naturais ou podem ser
consequência de descargas de barragens. Estas descargas
intensas podem ser críticas para o recrutamento dos teleósteos
com período reprodutivo reduzido, por inibirem a reprodução e/ou
por arrastarem os estados larvares para a costa e longe do local
de berçário. Todavia, não tivemos oportunidade de avaliar o
impacto directo sobre o próprio desenvolvimento das larvas.
Assim, pretendemos utilizar larvas de biqueirão como modelo de
estudo, testando de que forma as variações bruscas de
temperatura, fenómeno associado às descargas de barragens,
influiem no desenvolvimento das capacidades natatórias das
larvas de peixe.
Existem portanto impactos sobre o biota decorrentes de
descargas intensas das barragens, mas também impactos não
avaliados sobre o impacto que é exercido continuamente pela
descarga permanente de águas mais frias das barragens. No rio
Guadiana há indícios, não comprovados com observações
científicas, de que a reprodução dos bivalves de água doce está
também inibida como consequência das descargas do complexo
de barragens Alqueva-Pedrógão. Na bacia hidrográfica do
Guadiana existem 5 espécies de bivalves de água doce: Anodonta
anatina, Potomida littoralis, Unio delphinus, Unio tumidiformis,
Corbicula fluminea. Pelo facto destas espécies nativas
apresentarem populações reduzidas, em muitos locais da bacia
hidrográfica, pretendemos utilizar como modelo de estudo a
espécie C. fluminea, originária do sudeste asiático. Assim, iremos
recolher mensalmente, durante um ano, exemplares de C.
             fluminea ao longo do percurso do rio a jusante do complexo de
             barragens Alqueva-Pedrógão, para estudar o seu ciclo reprodutor
             e compará-lo com exemplares recolhidos nas ribeiras adjacentes
             ao rio Guadiana que não sofrem acção directa das descargas
             deste complexo de barragens e de outras que existam nas sub-
             bacias hidrográficas das ribeiras.
             Neste contexto, o nosso objectivo principal é alargarmos o
             conhecimento sobre o funcionamento ecohidrológico da bacia
             hidrográfica do Guadiana. Para tal pretendemos avaliar o impacto
             causado pelas descargas do complexo de barragens Alqueva-
             Pedrógão de duas formas: 1) impacto das descargas, contínuas e
             com intensidade moderadada, no ciclo reprodutor dum bivalve; 2)
             impacto das descargas, pontuais e com intensidade elevada, no
             desenvolvimento das capacidades natatórias das larvas de peixe.


             Luís Chícharo (lchichar@ualg.pt) e Alexandra Chícharo
Orientador
             (mchichar@ualg.pt)


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve
                      Biologia e Ecologia do(s) Cobitidae (Osteichthyes) do
      Título          estuário do Rio Minho: Cobitis paludica e/ou Cobitis
                      calderoni?


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -11

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      1) Esclarecer qual a espécie de Cobitidae presente no estuário do
                      Rio Minho, Cobitis paludica ou Cobitis calderoni
                      2) Se existirem as 2 espécies, serão elas espécies simpátricas?
    Objectivos
                      3) Biologia e Ecologia do(s) Cobitidae do estuário do Minho- 1)
                      estrutura populacional, 2) crescimento, 3) migração, 4) dieta, 5)
                      parasitofauna.


                      COMPONENTE TÉCNICA - A - Trabalho de campo- Recolha de
                      exemplares de Cobitis com arrasto de vara// B- Trabalho de
                      laboratório- 1) Medição e pesagem dos exemplares e
                      determinação macroscópica do sexo; 2) Determinação da idade
                      com otólitos e/ou escamas; 3) Preparação dos otólitos para
 Competências a
                      análise microquímica; 4) Identificação dos conteúdos estomacais;
    adquirir
                      5) Registo dos ectoparasitas
                      COMPONENTE CIENTÍFICA - A - Análise resultados- 1)
                      determinação dos resultados 2) análise estatística dos resultados
                      // B- Disseminação do projecto- 1) Elaboração dum relatório 2)
                      Apresentação dos resultados.


                      O Verdemã Cobitis paludica (de Buen, 1930) é um endemismo da
                      Península Ibérica, classificado como vulnerável pela IUCN,
                      apresentando populações reduzidas um pouco por toda a sua
                      área de distribuição. O estuário do rio Minho é um dos locais onde
                      foi registada a presença desta espécie; contudo, este registo foi
                      posto em causa, pois parece que terá sido confundida com o
                      Verdemã-do-norte Cobitis calderoni Bacescu, 1961. Esta espécie
                      também é um endemismo ibérico, rara e com o estatudo de
                      conservação de ameaçado. Independentemente da espécie
                      presente no estuário do rio Minho, o certo é que a população de
     Resumo
                      Cobitis aqui presente parece apresentar um efectivo estável e
                      localmente não ameaçado.
                      O nosso primeiro objectivo é identificar qual o Cobitidae presente
                      no estuário do rio Minho. No caso das espécies C. paludica e C.
                      calderoni coexistirem neste estuário pretendemos saber se serão
                      espécies simpátricas ou não. Pelo facto de existir uma população
                      de Cobitidae estável no estuário do Rio Minho pretendemos aferir
                      vários aspectos da biologia e ecologia do(s) Cobitidae presente(s)
                      neste estuário, de maneira a obtermos informação fundamental e
                      útil para a gestão dos habitats onde os efectivos populacionais
                      desta(s) espécie(s) são mais reduzidos e ameaçados. Os
             aspectos da biologia e ecologia a estudar serão os seguintes: 1)
             estrutura populacional- comprimento, peso, sexo; 2) crescimento-
             através da análise de otólitos e/ou escamas; 3) migração- através
             da análise microquímica de otólitos; 4) dieta- análise de conteúdos
             estomacais; 5) parasitofauna- identificação de ectoparasitas.


             Radhouan Ben-Hamadou (bhamadou@ualg.pt), Pedro Morais
Orientador
             (pmorais@ualg.pt)


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve
      Título          Zooplâncton do estuário do Guadiana


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -12

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      1)    reconhecer a diversidade de organismos zooplanctónicos
                      2)    quantificar espécies nativas e invasoras
    Objectivos
                      3)    determinar produção zooplanctónica (método de produção
                      de em copépodes)


                      COMPONENTE TÉCNICA - A - Trabalho de campo- Recolha de
                      zooplâncton com rede arrasto , B- Trabalho de laboratório- 1)
                      identificação, 2) contagem 3) incubação de copepodes para o
 Competências a       método de produção de ovos
    adquirir          COMPONENTE CIENTÍFICA - A - Análise resultados- 1)
                      determinação da densidade por taxa 2) análise estatística dos
                      resultados / B- Disseminação do projecto- 1) Elaboração dum
                      relatório 2) Apresentação dos resultados.


                      O zooplâncton desempenha um papel crucial na teia alimentar de
                      zonas costeiras, pois é o elo de ligação entre a produção primária
                      e níveis tróficos superiores, normalmente com interesse como
                      recurso. Actualmente os estudos de monitorização desta
                      componente do ecossistema são ainda escassos, e métodos para
                      determinar a produção secundaria pouco aplicados. Muitas das
                      espécies invasoras dos ecossistemas costeiras tem fases
     Resumo           zooplanctónicas sendo neste período que se inicia a invasão.
                      Desta forma estudos regulares sobre a componente
                      zooplanctónica permitem detectar com antecedência invasões
                      criticas para ecossistemas costeiras sujeitos a alterações de
                      caudal por barragens e ás próprias alterações globais. Este
                      projecto propõe que o aluno aprenda a amostrar o zooplâncton,
                      identificar os zooplanctones nativos e os alienígenas, bem como
                      saiba aplicar métodos de determinação de produção secundária.


    Orientador        Alexandra Chícharo (mchichar@ualg.pt)


      Local           CCMAR, Universidade do Algarve
                      Biologia e Ecologia do Esgana-gata Gasterosteus aculeatus
      Título
                      Linnaeus, 1758 (Osteichthyes: Gasterosteidae)


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -13

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      Por forma a colmatar lacunas relativas ao conhecimento da
                      biologia e ecologia de Gasterosteus aculeatus, tal como sugerido
                      pelo Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade,
    Objectivos
                      pretendemos estudar uma população do estuário do rio Minho. Os
                      aspectos essenciais a estudar são os seguintes:1) estrutura
                      populacional, 2) idade, 3) migração, 4) dieta, 5) parasitofauna.


                      COMPONENTE TÉCNICA - A - Trabalho de campo- Recolha de
                      exemplares de Gasterosteus aculeatus com nassas// B- Trabalho
                      de laboratório- 1) Medição e pesagem dos exemplares e
                      determinação macroscópica do sexo; 2) Determinação da idade
                      com otólitos; 3) Preparação dos otólitos para análise
 Competências a
                      microquímica; 4) Identificação dos conteúdos estomacais; 5)
    adquirir
                      Registo dos ectoparasitas
                      COMPONENTE CIENTÍFICA - A - Análise resultados- 1)
                      determinação dos resultados 2) análise estatística dos resultados
                      // B- Disseminação do projecto- 1) Elaboração dum relatório 2)
                      Apresentação dos resultados.


                      O Esgana-gata Gasterosteus aculeatus Linnaeus, 1758 é um
                      teleósteo com uma ampla distribuição geográfica na Europa,
                      tendo como habitats áreas dulçaquícolas e salobras de estuários,
                      bem como as suas zonas costeiras adjacentes. Em Portugal, a
                      sua distribuição é extremamente localizada, tendo sido capturada
                      de forma pontual nas bacias hidrográficas dos rios Mira, Sado,
                      Tejo, Mondego, Vouga, Ave, Cávado, Lima e Minho. No nosso
                      país. o estatuto de conservação de G. aculeatus é desconhecido,
                      pois a informação relativa aos seus efectivos populacionais e à
     Resumo           sua biologia e ecologia é insuficiente ou desconhecido. No “Livro
                      Vermelho dos Vertebrados de Portugal” é sugerido que esta
                      lacuna seja colmatada, sugerindo-se inclusivamente que se
                      determine o carácter anádromo ou residente das populações de
                      G. aculeatus.
                      Neste contexto, o objectivo aglutinador deste projecto é colmatar
                      parte das lacunas relativas ao conhecimento da biologia e
                      ecologia de G. aculeatus em Portugal. Assim, pretendemos
                      estudar a população de G. aculeatus do estuário do rio Minho,
                      onde o efectivo populacional desta espécie é abundante,
                      averiguando os seguintes aspectos:1) estrutura populacional-
             comprimento, peso, sexo; 2) idade- através da análise de otólitos;
             3) migração- através da análise microquímica de otólitos; 4) dieta-
             análise de conteúdos estomacais; 5) parasitofauna- identificação
             de ectoparasitas.


Orientador   Luis Chícharo (lchichar@ualg.pt)


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve
                      Desvendar o ciclo de vida dos peixes através da análise
      Título
                      microquímica de otólitos


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -14

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      Re-avaliar o ciclo de vida de peixes com elevado interesse
                      comercial (e.g. Robalo Dicentrarchus labrax, Dourada Sparus
                      aurata, Corvina Argyrosomus regius) e outros com relevância
                      ecológica e conservacionista (e.g. Peixe-rei Atherina presbyter,
                      Barbos Barbus sp.) que estão presentes no estuário do Guadiana.
                      Para tal, proceder-se-à à análise microquímica de otólitos destas
    Objectivos        espécies.
                      Os resultados obtidos permitirão também, por um lado,
                      estabelecer novas directivas para uma melhor gestão dos
                      mananciais pesqueiros das espécies de interesse comercial e, por
                      outro lado, contribuir para a definição de habitats ecologicamente
                      relevantes para as espécies com maior índice de vulnerabilidade
                      conservacionista.


                      COMPONENTE TÉCNICA (A- Trabalho de campo- Recolha de
                      peixes com redes de arrasto no estuário do Guadiana e na costa //
                      B- Trabalho de laboratório- 1) Processamento das amostras 2)
                      Extracção de otólitos 3) Preparação dos otólitos para análise
 Competências a       microquímica)
    adquirir
                      COMPONENTE CIENTÍFICA (A- Análise resultados- 1)
                      interpretação dos resultados em bruto 2) análise estatística dos
                      resultados // B- Disseminação do projecto- 1) Elaboração dum
                      relatório 2) Apresentação dos resultados)


                      Muitas das descrições sobre o ciclo de vida de peixes baseiam-se,
                      maioritariamente, na análise de capturas muito localizadas e com
                      resolução temporal reduzida. Assim, têm-se cometido imprecisões
                      na descrição do ciclo de vida de algumas espécies. A sardinha
                      (Sardina pilchardus), o biqueirão (Engraulis encrasicolus) e a
                      Solha-das-pedras (Platichthys flesus) são exemplos de espécies
     Resumo
                      em que verificámos que as descrições dos seus ciclos de vida não
                      correspondiam ao estabelecido. Na verdade, observámos que a
                      diversidade e a complexidade dos seus ciclos de vida eram
                      substancialmente superiores e por vezes até contraditórios com o
                      estabelecido. Os resultados obtidos têm uma elevada
                      aplicabilidade na melhoria da gestão dos mananciais pesqueiros
                      destas três espécies, tendo também demonstrado a extrema
             importância dos habitats estuarianos durante as fases iniciais do
             ciclo de vida.
             Contudo, existem muitas outras espécies, umas de elevado
             interesse comercial (e.g. Robalo Dicentrarchus labrax, Dourada
             Sparus aurata, Corvina Argyrosomus regius) e outras com
             relevância ecológica e conservacionista (e.g. Peixe-rei Atherina
             presbyter, Barbos Barbus sp.) que poderão ter ciclos de vida bem
             mais diversos e complexos. Na verdade, com base em
             observações preliminares efectuadas no estuário do Guadiana,
             julgamos que o ciclo de vida destas espécies também deverá ser
             reavaliado.
             Uma das melhores técnicas que os Ictiólogos têm ao dispor, para
             desvendarem o ciclo de vida dos peixes, é a análise microquímica
             dos otólitos. Os otólitos, pequenas estruturas calcárias
             subajamente conhecidas por permitirem determinar a idade dos
             peixes, podem também ajudar a inferir os padrões de migração
             dos peixes e a estabelecer conectividades entre habitats (e.g.
             entre estuários, dentro de estuários, entre estuários e zonas
             costeiras).
             Neste contexto, o objectivo deste trabalho é re-avaliar o ciclo de
             vida das espécies Argyrosomus regius, Atherina presbyter, Barbus
             sp., Dicentrarchus labrax e Sparus aurata, provenientes do
             estuário do Guadiana e da zona costeira adjacente, analisando a
             composição microquímica de otólitos. Assim, poderemos inferir
             padrões de migração e estabelecer conectividade entre habitats.
             Por fim, estes resultados poderão melhorar a gestão dos
             mananciais das espécies com interesse comercial a analisar e
             salvaguardar habitats com interesse para uma melhor
             conservação das espécies com estatuto de conservação mais
             ameaçado.


             Alexandra Chícharo (mchichar@ualg.pt) e Pedro Morais
Orientador
             (pmorais@ualg.pt)


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve
                      Produção e purificação de proteínas recombinadas a partir de
      Título
                      teleósteos marinhos


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -15

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      O objectivo deste trabalho é produzir e purificar uma variedade de
                      proteínas recombinadas em elevada escala no intuito de adquirir
    Objectivos        quantidades suficientes para o posterior estudo das suas funções
                      biológicas. Serão aplicadas técnicas de biologia molecular e
                      proteómica.


                      1. Confirmação de clones por PCR e sequenciação (desenhar
                      primers, preparação de minipreps, análise bioinformática).
                      2. Crescimento de culturas em meio de auto-indução e
                      recuperação das fracções proteicas (preparação de meios de
                      cultura e soluções de solubilização de proteínas).
 Competências a
                      3. Análise da expressão proteica: SDS-PAGE; Coomassie blue;
    adquirir
                      Nitrato de prata; Western-blot.
                      4. Purificação de proteínas recombinantes: por cromatografia de
                      afinidade em coluna ou por electroforése.
                      5. Concentração, Diálise e Quantificação proteica.
                      6. Pesquisa e escrita cientifica


                      Proteínas recombinantes são proteínas heterólogas produzidas
                      artificialmente por transformação genética em organismos vivos.
                      Deste modo, várias proteínas de teleósteos marinhos, isoladas de
                      diferentes tecidos, foram previamente produzidas em pequena
                      escala utilizando sistemas de expressão procacariota (E. coli). As
     Resumo
                      proteínas em causa são proteínas: da matriz extracelular;
                      envolvidas no metabolismo do cálcio; envolvidas na remodelação
                      do tecido ósseo. No entanto, para avaliar a actividade biológica
                      destas proteínas é necessário a sua produção e purificação em
                      elevada escala.



                      Deborah Power (dpower@ualg.pt) Liliana Anjos Guerreiro
    Orientador
                      (lanjos@ualg.pt)


      Local           CCMAR, Universidade do Algarve
                      Análise por DSC da estabilidade de fibras musculares de
      Título
                      peixe


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -16

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      Controlo de qualidade de amostras de peixe por calorimetria
    Objectivos
                      diferencial de varrimento (DSC).


 Competências a       Utilização de DSC, Controlo de qualidade, proteínas contrácteis
    adquirir          em fibras musculares.


                      Fish provides one of the most important protein sources to humans
                      and is one of the most perishable commodities. The development
                      of degradation signals in fish and fish products is due to
                      microbiological, chemical and autholitic events. During the storage
                      under refrigeration detectable changes occur in proteins, the fish
                      muscle main constituents. Conversion of proteins from its native to
     Resumo           unfolded state is a cooperative phenomenon, followed by
                      significant heat absorption, seen as an endothermic peak in a DSC
                      curve. This study aimed the evaluation of muscle proteins
                      unfolding from fish species such as Dourada, Spaurus aurata;
                      Safia, Diplodus vulgaris; Robalo, Dicentrarchus labrax as a
                      function of storage time, using the Differential Scanning
                      Calorimetry technique (DSC).



    Orientador        Teresa Tiago (ttiago@ualg.pt), Aureliano Alves (maalves@ualg.pt)


      Local           CCMAR, Universidade do Algarve
      Título          Efeitos de vanádio na contracção muscular


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -17

Número máximo de
bolseiros para este   3
     projecto

                      Caracterizar os efeitos de compostos e espécies de vanádio nos
    Objectivos
                      processos envolvidos na contracção muscular e sua regulação.


                      Isolamento, caracterização e purificação de proteínas.
 Competências a       Caracterização de soluções de vanádio por espectroscopia.
    adquirir          Métodos de estudo da interacção e dos efeitos de compostos de
                      vanádio em proteínas envolvidas na contracção muscular.


                      O sistema contráctil (miosina-actina) e a bomba de cálcio do
                      retículo sarcoplasmático encontram-se envolvidos na contracção
                      muscular e sua regulação, respectivamente. O vanádio é
                      conhecido por ser um inibidor específico das ATPases do tipo P e
                      da ATPase de miosina. O modo de inibição difere nestes
     Resumo           processos de transdução de energia. Por outro lado, o vanádio
                      pode ser utilizado como sonda de estudo nestes processos
                      bioquímicos. No presente projecto, aprofundam-se os estudos
                      recentes do grupo de investigação além de iniciar estudos com
                      compostos novos de vanádio (Aureliano and Crans, 2009, J. Inor.
                      Biochem. 103:536-546.



    Orientador        Aureliano Alves (maalves@ualg.pt)


      Local           CCMAR, Universidade do Algarve
                      Thyroid Axis disruption by goitrogens: a molecular and
      Título
                      functional approach



       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -18

Número máximo de
bolseiros para este   2
     projecto

                      Characterise how goitrogens (endocrine disruptors) modify the
    Objectivos
                      thyroid axis using a molecular and a functional approach.


                      1.     Animal experimentation (teleost or amphibian model)
                      2.     Histology
 Competências a
                      3.     Molecular biology and rudimentary bioinformatics
    adquirir
                      4.     Functional assays
                      5.     Basic notions about the endocrine system and its disrupt


                      Goitrogens are natural or synthetic compounds that suppress the
                      function of the thyroid gland and inhibit the production of thyroid
                      hormones (TH) and some classes of endocrine disruptors are
                      goitrogens. The mechanisms of action and biomarkers associated
                      with specific aspects of TH axis disruption by goitrogens remains
                      to be established in vertebrates. The main objectives of the
                      present study will be to determine how goitrogens modify the TH
     Resumo           axis by looking at central and peripheral control mechanisms.
                      Putative disruptors will be screened using an existing in vitro
                      system (transthyretin binding assay) and an in vitro thyroid
                      receptor binding assay to be established by the candidate. An
                      integrated approach will be taken and will include whole animal
                      experimentation, samples analysis using biochemical, molecular
                      and immunochemical methods.
                      Models: teleosts or amphibia


    Orientador        Deborah Power (dpower@ualg.pt)


      Local           CCMAR, Universidade do Algarve
                      Monitorização da fauna do Intertidal Rochoso do Barlavento
      Título
                      Algarvio


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -19

Número máximo de
bolseiros para este   2
     projecto

                      Este projecto tem como objectivo a monitorização de um conjunto
                      de espécies alvo que integram os povoamentos faunísticos do
                      intertidal rochoso do Barlavento Algarvio. Esta monitorização
                      integra-se num projecto mais vasto de seguimento temporal
    Objectivos
                      destes povoamentos a nível nacional, com vista a: i) determinar a
                      variação sazonal da composição da fauna marinha; ii) detectar o
                      estabelecimento de associações de peixes no intertidal rochoso;
                      iii) determinar a época de recrutamento e vida larvar.


                      Os estudantes que participem neste programa adquirirão
                      competência nas seguintes áreas: i) identificação no terreno de
                      peixes e invertebrados marinhos; ii) quantificação de
 Competências a
                      invertebrados sésseis através da aplicação de métodos de
    adquirir
                      amostragem clássicos; iii) contagem de peixes com técnicas não
                      destrutivas e não invasivas; iv) registo de parâmetros das físicos
                      das condições costeiras.


                      O trabalho proposto enquadra-se num programa de colaboração
                      em rede de diferentes laboratórios de 3 centros de investigação
                      (CCMAR, Unidade de Investigação em Eco-Etologia do Instituto
                      Superior de Psicologia Aplicada e o Centro de Investigação em
                      Biodiversidade e Recursos Genéticos, CIBIO da Universidade do
                      Porto), de forma a iniciar um programa de longo prazo de
                      monitorização de invertebrados e vertebrados do litoral rochoso da
                      costa portuguesa. A localização das estações a monitorizar tem
     Resumo           por objectivo a cobertura dos principais sectores da costa
                      portuguesa. Os alunos seleccionados (até 2 por centro) terão uma
                      formação conjunta inicial, para adquirirem os conhecimentos
                      básicos do trabalho de campo que irão efectuar e se
                      familiarizarem com as espécies alvo que serão seleccionadas.
                      Depois desta formação inicial, os alunos bolseiros do CCMAR
                      efectuarão preferencialmente amostragens quinzenais, de um ou
                      dois pontos do barlavento algarvio. Os resultados do trabalho de
                      campo serão posteriormente analisados em conjunto com os
                      outros sectores do país e apresentados oralmente numa sessão
             em que os bolseiros dos 3 centros afectos a este projecto estarão
             presentes.

Orientador   Rita Castilho (rcastil@ualg.pt)


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve
                      AQUASEPIA – Desenvolvimento da Tecnologia do Cultivo do
      Título
                      Choco, Sepia officinalis


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -20

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      Formação de Técnico de Aquacultura nas tecnologias já
    Objectivos        existentes e que estão em desenvolvimento ao nível do Cultivo de
                      Choco.


                      O bolseiro irá adquirir competência na tecnologia de cultivo de
                      choco já desenvolvida pelo pelo grupo de investigação do CCMAR
                      e que é hoje aplicada como uma metodologia/rotina de cultivo nas
 Competências a
                      instalações do Centro de Aquacultura Experimental do Ramalhete,
    adquirir
                      bem como da nova tecnologia em desenvolvimento na qual se
                      inclui a parte de maternidade e reprodução ao nível de aspectos
                      zootécnicos e nutricionais.


                      O bolseiro será integrado na equipe de investigação que
                      desenvolve a sua actividade diariamente no Centro do Ramalhete,
                      contactando directamente com a tecnologia de cultivo do choco
                      existente. A mesma pessoa irá participar de um modo activo na
                      elaboração e concretização de experiências ao nível da fase de
                      “hatchling” e dos reprodutores, nas áreas de zootecnia e nutrição.
                      As tarefas do bolseiro inlcuirão o realizar de rotinas diárias de
     Resumo           verificação do bem estar dos animais, recolha de parâmetros
                      físico-químicos da qualidade da água, limpeza de tanques
                      (quando necessário). Outras tarefas inlcuem a recolha de dados
                      das experiências realizadas, processamento de dados ao nível
                      estatístico, pesquisa e ordenamento de bases bibliográficas. O
                      bolseiro ainda beneficiará de inclusão do seu nome em
                      publicações que resultem do trabalho realizado durante o período
                      de bolsa.



    Orientador        António de Vilhena Andrade Ferreira Sykes (asykes@ualg.pt)


      Local           CCMAR, Universidade do Algarve
                      Influência do sentido do cheiro na endocrinologia reprodutiva
      Título
                      dos peixes


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -21

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      Determinar o papel do olfacto na secreção hormonal e reprodução
    Objectivos
                      de peixes.


 Competências a
                      Planeamento experimental; bioquímica de esteróides; histologia.
    adquirir


                      Serão feitas experiências para testar o efeito do olfacto no
                      sistema reprodutivo dos peixes, em particular na sua capacidade
                      de produzir esteróides sexuais. O bolseiro terá a oportunidade de
     Resumo
                      utilizar moderno equipamento analítico para identificação de
                      esteróides e eventualmente outros metabolitos que diferenciam
                      animais com e sem acesso olfactivo a parceiros sexuais.



    Orientador        Adelino V. M. Canario (acanario@ualg.pt)


      Local           CCMAR, Universidade do Algarve
                      SeaStar-db – criação de uma base de dados online de
      Título
                      estrelas-do-mar


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -22

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      Criação de uma base de dados online de espécies da classe
                      Asteroidea (estrelas-do-mar) que possibilite um fácil acesso a uma
                      compilação de dados possibilitando ao utilizador, em qualquer
                      parte do mundo, pesquisar, recolher e submter dados
                      relacioandos com o portal. Os objectivos iniciais deste projecto
    Objectivos
                      serão: a recolha esporádica de exemplares da classe Asteroidea;
                      posterior identificação taxonómica; extracção do ADN
                      mitocondrial; amplificação por PCR de sequências parciais do
                      gene mitocondrial da subunidade I da Citocromo Oxidase (COI) e
                      sequenciação; e dedução da possível filogenia entre exemplares.


                      Domínio de técnicas específicas de biologia molecular incluindo
                      PCR (reacção em cadeia da polimerase), extracção de ADNm,
 Competências a       electroforese em gel, clonagem, extracção de ADNp e
    adquirir          sequenciação, competências de bioinformática relativas a criação
                      de bases de dados e uso de chaves dicotómicas para
                      identificação de espécies.


                      A   taxonomia   clássica    baseada   em   parâmetros físicos   e
                      morfológicos foi progressivamente substituída pelo uso de
                      marcadores biológicos, ecológicos e ultimamente moleculares.
                      Estes últimos, para além de mais precisos, permitem relacionar
                      distâncias evolutivas e relações entre grupos. As estrelas-do-mar
                      (filo Echinodermata) existem em quase todas as costas marinhas,
                      porém, a exploração de recursos e alterações ambientais de
     Resumo           origem antrópica tem levado à diminuição da biodiversidade e
                      modificação dos habitats.
                      Centralizando a informação, visa-se a construção de uma base de
                      dados biológica online à semelhança de Barcode of Life Data
                      Systems (www.boldsystems.org/views/login.php), contendo: a) um
                      mapa com a distribuição geográfica das espécies recolhidas e
                      coordenadas geográficas, b) as sequências do gene mitocondrial
                      COI já identificadas, c) imagens digitalizadas, d) caracterização
                      morfológica, tipo de habitat, local da recolha das espécies, e) a
             possibilidade do utilizador se registar e adicionar as sequências e
             dados descobertos, e f) outros diagramas relacionados. Espera-se
             que esta base de dados acumule informação de toda a
             comunidade científica e curiosos e que seja um meio que facilite a
             análise da distribuição e evolução das espécies, assim como uma
             referência nacional para futuros estudos sobre a conservação da
             biodiversidade da classe Asteroidea.



Orientador   Leonor Cancela (lcancela@ualg.pt), Ricardo Leite (rleite@ualg.pt)


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve
      Título          Estudo de silenciamento de genes (RNAi) em nemátodes


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -23

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      Neste estudo pretende-se a) implementar a técnica de RNAi
                      através da eliminação da expressão de receptores da familia 2
    Objectivos        acoplados a proteinas G (GPCRs) no nemátode C.elegans e b)
                      determinar o efeito do silenciamento dos genes GPCR no ciclo de
                      vida, sobrevivência e na fisiologia do nemátode.


                      1. Aprendizagem dos métodos de cultura e manutenção de
                      C.elegans

                      2. Caracterização do ciclo de vida do nemátode
 Competências a       3. Geração e selecção dos nemátodes mutantes
    adquirir
                      4. Observação dos efeitos do silenciamento genético (RT-PCR e
                      in situ), na sobrevivência e ciclo de vida

                      5. Pesquisa e escrita cientifica


                      O silenciamento de genes (knock-down) é utilizado para estudar a
                      função de proteinas. A técnica do RNA interference (RNAi)
                      consiste na utilização de pequenas moleculas de RNA antisense
                      com afinidade para o RNA mensageiro do gene de interesse para
     Resumo           bloquear a síntese proteíca. O nemátode Caenorhabditis elegans
                      é o modelo animal mais utilizado nestes estudos pois, para além
                      de ter um ciclo de vida curto e ser de fácil manutenção em
                      laboratório, tem a capacidade de adquirir RNAi exógeno através
                      da sua alimentação.



    Orientador        João Cardoso (jccardo@ualg.pt)


      Local           CCMAR, Universidade do Algarve
                      Isolamento e estudo da morfologia dos tricomas glandulares
      Título
                      de Thymus albicans e Thymus mastichina


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -24

Número máximo de
bolseiros para este   1
     projecto

                      Caracterização morfológica e histoquímica dos tricomas
                      glandulares das folhas de Thymus albicans Hoffmanns. & Link e
    Objectivos
                      Thymus camphoratus Hoffmanns. & Link. Isolamento dos
                      tricomas glandulares.


                          1. Aprendizagem de técnicas associadas à observação em
                             microscopia óptica. Manuseamento do micrótomo de
                             congelação. Microscopia de fluorescência.
 Competências a           2. Conhecimento dos testes histoquímicos para a detecção
    adquirir                 de lípidos, proteínas, fenóis e polissacáridos.
                          3. Aprendizagem dos processos de extracção de DNA e
                             RNA.
                          4. Pesquisa bibliográfica e escrita científica.


                      As plantas pertencentes ao género Thymus são aromáticas por
                      produzirem metabolitos secundários que se acumulam
                      temporariamente em células especializadas da epiderme, os
                      tricomas glandulares. De entre os metabolitos secundários, os
                      óleos essenciais têm um elevado interesse comercial e
                      actualmente possuem variadas aplicações quer na indústria
     Resumo
                      alimentar quer na farmacêutica. O estudo dos tricomas
                      glandulares e o seu isolamento com vista à extracção do DNA e
                      RNA é o primeiro passo para o conhecimento dos mecanismos
                      envolvidos na síntese dos óleos essenciais e que permitirá
                      potenciar a sua produção recorrendo às técnicas de engenharia
                      genética.


                      João Cardoso (jccardo@ualg.pt) e Natália Marques
    Orientador
                      (nmarques@ualg.pt)


      Local           CCMAR, Universidade do Algarve
                      Efeitos da acidificação da água do mar por aumento da
      Título
                      concentração de CO2 nas fases larvares e juvenis de bivalves


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -25

Número máximo de
bolseiros para este   2
     projecto

                      Testar os efeitos da acidificação da água do mar, causada pelo
                      aumento da concentração de CO2 sobre estados larvares e
                      juvenis de amêijoa-boa (Ruditapes decussatus) e mexilhão
    Objectivos        (Mytilus galloprovincialis). A resposta dos bivalves será avaliada
                      em termos de sobrevivência, crescimento, morfologia e densidade
                      da concha e resistência a distúrbios (simulação de pesca e
                      exposição a predadores)


                      COMPONENTE TÉCNICA - Trabalho de laboratório- 1) introdução
                      aos sistemas de cultivo de bivalves (larvas e juvenis); 2) noções
                      básicas de desenho experimental; 3) aprendizagem dos
                      procedimentos laboratoriais para determinação das variáveis de
                      resposta consideradas
 Competências a
                      COMPONENTE CIENTÍFICA - A - Análise resultados- 1)
    adquirir
                      procedimentos de recolha, organização e processamento de
                      dados 2) análise estatística dos resultados // B- Disseminação do
                      projecto- 1) Elaboração dum relatório 2) Comunicação dos
                      resultados sob a forma de presentação oral ou poster; 3)
                      integração dos resultados na página web do projecto.


                      O aumento das concentrações de dióxido de carbono na
                      atmosfera, devido á actividade humana, está a causar alterações
                      na composição química da água do mar, reduzindo o pH e o
                      estado de saturação em carbonatos. O pH médio da superfície do
                      oceano sofreu já uma redução de 0.1 unidades, relativamente a
                      níveis pré-industriais. Estimativas baseadas nos cenário de
                      emissões do IPCC apontam para uma redução adicional de 0.14 a
                      0.35 unidades até final do século e para uma redução máxima de
                      0.7 unidades num futuro mais distante. O pH e os carbonatos são
                      essenciais para a formação da concha e crescimento dos
     Resumo
                      bivalves, o que suscita dúvidas quanto aos eventuais impactos
                      que este processo de “acidificação” possa ter sobre os bivalves
                      marinho, a médio e a longo prazo. O trabalho proposto integra-se
                      no projecto de investigação ACIDBIV – “The integrated impacts of
                      marine acidification, temperature and precipitation changes on
                      bivalve coastal biodiversity and fisheries: how to adapt? - ERA-
                      CIRCLE/0004/2007", sob coordenação do CCMAR mas
                      envolvendo vários parceiros internacionais. O principal objectivo é
                      de avaliar os efeitos da acidificação da água do mar sobre os
                      estados larvares e juvenis de amêijoa-boa (Ruditapes decussatus)
                      e mexilhão (Mytilus galloprovincialis). A abordagem seguida será a
             experimentação em condições de cultivo controlado, por
             manipulação do pH da água através da concentração de CO2. O
             bolseiro estará principalmente envolvido na medição da resposta
             dos bivalves aos tratamentos experimentais, em termos de
             sobrevivência, crescimento, morfologia e calcificação da concha,
             bem como outros aspectos com potencial impacto ecológico ou
             que possam influir sobre sobre a sua utilização como recurso, tais
             como a resistência ao distúrbio e à predação. Outras actividades a
             desenvolver passam pela colaboração na manutenção dos
             sistemas de cultivo, processamento e análise de dados.


Orientador   Luís Chícharo (lchichar@ualg.pt), Pedro Range (prange@ualg.pt)


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve
                      Efeitos da acidificação da água do mar na calcificação dos
      Título
                      bivalves: variabilidade temporal e espacial na Ria Formosa


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -26

Número máximo de
bolseiros para este   2
     projecto

                      Determinação dos padrões naturais de variação temporal e
                      espacial de variáveis associadas à calcificação da concha dos
                      bivalves na Ria Formosa:
                             1) água – temperatura, salinidade, pH, alcalinidade, POM,
    Objectivos               NPP
                             2) sedimento – granulometria, pH, composição em
                             carbonatos
                             3) bivalves - densidade e morfologia da concha, índices de
                             condição


                      COMPONENTE TÉCNICA - A - Trabalho de campo -
                      aprendizagem dos procedimentos de amostragem para
                      determinação das variáveis de resposta consideradas // B-
                      Trabalho de laboratório - 1) desenho de programas de
                      amostragem de campo em ecologia; 2) estratégias de busca e
 Competências a       recolha de dados em publicações cientificas e literatura cinzenta
    adquirir          COMPONENTE CIENTÍFICA - A - Análise resultados- 1)
                      procedimentos de recolha, organização e processamento de
                      dados 2) análise estatística dos resultados // B- Disseminação do
                      projecto- 1) Elaboração dum relatório 2) Comunicação dos
                      resultados sob a forma de presentação oral ou poster; 3)
                      integração dos resultados na página web do projecto.


                      O aumento das concentrações de dióxido de carbono na
                      atmosfera, devido á actividade humana, está a causar alterações
                      na composição química da água do mar, reduzindo o pH e o
                      estado de saturação em carbonatos. O pH e os carbonatos são
                      essenciais para a formação da concha e crescimento dos
                      bivalves, bem como de outros organismos com estruturas
                      calcificadas, pelo que este tema tem sido alvo de um interesse
                      crescente como tópico de investigação científica. Julga-se que o
     Resumo           pH médio da superfície do oceano sofreu já uma redução de 0.1
                      unidades, relativamente a níveis pré-industriais. Estimativas
                      baseadas nos cenário de emissões do IPCC apontam para uma
                      redução adicional de 0.14 a 0.35 unidades até final do século e
                      para uma redução máxima de 0.7 unidades num futuro mais
                      distante. Estas previsões globais têm vindo a ser utilizadas como
                      referência em estudos sobre os efeitos destas alterações nos
                      organismos marinhos calcificados, sem considerar as variações a
                      que esses organismos estão correntemente expostos nos seus
                      habitats naturais. O principal objectivo para o trabalho aqui
             proposto é de contribuir para preencher esta lacuna nesta área de
             investigação. A proposta integra-se no projecto de investigação
             ACIDBIV – “The integrated impacts of marine acidification,
             temperature and precipitation changes on bivalve coastal
             biodiversity and fisheries:       how to adapt?           - ERA-
             CIRCLE/0004/2007", sob coordenação do CCMAR mas
             envolvendo vários parceiros internacionais. A abordagem seguida
             incidirá principalmente em campanhas de amostragem de campo,
             na Ria Formosa, considerando várias escalas espaciais e
             temporais. A principal actividade do bolseiro será desenvolvida
             durante essas amostragens, dirigidas à determinação de variáveis
             físico-quimicas da água e ás características do sedimento. Serão
             também amostradas populações naturais de bivalves para
             determinação de variáveis associadas à calcificação (densidade e
             morfologia da concha) e de índices de condição. Outra área de
             actividade será a recolha de dados sobre as variáveis
             consideradas em publicações científicas e literatura cinzenta.


Orientador   Luís Chícharo (lchichar@ualg.pt), Pedro Range (prange@ualg.pt)


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve
                      Alterações funcionais, estruturais e químicas nas proteínas
      Título
                      contrácteis miosina e actina por exposição a stress oxidativo


       Ref.           CCMAR /BII /0019 /2009 -27

Número máximo de
bolseiros para este   2
     projecto

                      Compreender os mecanismos moleculares envolvidos na perda de
                      função e estrutura das proteínas contrácteis miosina e actina
                      induzidos por espécies reactivas de oxigénio (ROS) e nitrogénio
    Objectivos
                      (RNS) e determinar a capacidade de alguns agentes redutores
                      intracelulares e sistemas enzimáticos reparadores protegerem ou
                      reverterem os danos induzidos.


                      - Isolamento e purificação de proteínas musculares
 Competências a       -Técnicas de análise e caracterização de proteínas, tais como
    adquirir          SDS-PAGE, Western-blot, cinética enzimática
                      - Técnicas espectroscópicas (UV-Vis e fluorescência)


                      Free radicals produced by pathological events or by natural
                      consequences of cellular metabolism are known to damage
                      proteins, nucleotides and lipids inducing cellular injury. Oxygen
                      (ROS) and nitrogen (RNS) reactive species mediated protein
                      oxidation is considered to be implicated in a broad variety of
                      diseases, including age-related degenerative pathologies,
                      muscular dystrophies, and some cardiac disease states. Muscle
                      tissue is unique in its requirement and ability to undertake very
                      rapid and coordinate changes in energy supply and oxygen flux
                      during contraction. As a consequence of the increased electron
                      flux and corresponding leakage from the mitochondrial respiratory
                      chain, it has been suggested that muscle becomes particularly
                      vulnerable to free radical attack. Although some studies
     Resumo           concerning oxidative stress effects on skeletal muscle proteins
                      have been developed, there is little information on the specific
                      changes occurring in these proteins upon in vitro exposure to free
                      radical-generating systems. In view of the potential role of reactive
                      oxygen (ROS) and nitrogen (RNS) species in the genesis of
                      several skeletal and cardiac muscle pathologies and the
                      importance of contractile proteins in determining skeletal and heart
                      muscle function this study aims to understand, at the protein level,
                      particularly on the actin-myosin system, the molecular
                      mechanisms of oxidative stress induced impairment of muscle
                      contractility. Moreover, it is intended to test the efficiency of some
                      reducing intracellular agents, selected flavonoides of potential
                      therapeutic use and recycling enzyme systems to protect/revert
                      protein damage.
Orientador   Teresa Tiago (ttiago@ualg.pt), Aureliano Alves (maalves@ualg.pt)


  Local      CCMAR, Universidade do Algarve

								
To top