ANTIDEPRESSIVOS

Document Sample
ANTIDEPRESSIVOS Powered By Docstoc
					ANTIDEPRESSIVOS

 Profa. Carlota Rangel Yagui
      corangel@usp.br
ANTIDEPRESSIVOS
   Alívio clínico dos sintomas da depressão

   Uso em outras situações (ansiedade, transtorno bipolar)

HISTÓRICO:
 Ópio e erva de São João (Hipérico) → “tônico nervoso”
   1950s – isoniazida → iproniazida (inibidores da MAO)
            antipsicóticos (CPZ) → antidepressivos tricíclicos
            sais de lítio

   1970s – fluoxetina (inib. seletivo da recaptura de serotonina)
                            “novos antidepressivos”

   Outras terapias: eletroconvulsiva, psicoterapia, acupuntura,
    eletromagnética
    FATORES DESENCADEANTES E
    AGRAVANTES DA DEPRESSÃO

•   Fatores Biológicos: downregulation de neurotransmissores
    (serotonina, norepinefrina, dopamina)

•   Vida urbana

•   Desemprego

•   Doença física

•   Estress emocional, adolescência

•   Histórico familiar

•   Medicamentos, drogas, álcool
EFICÁCIA DOS ANTIDETRESSIVOS x
EFEITO PLACEBO
   Pacientes com depressão leve – efeito placebo é maior

   Dificuldade de se obter resultados significativos em
    ensaios clínicos de antidepressivos


    ANTIDEPRESSIVO        % RESPOSTA          % RESPOSTA
                           FÁRMACO             PLACEBO
amoxepina                     67                  49
imipramina                    68                  40
fluoxetina                    60                  33
sertralina                    79                  48
Distúrbios psíquicos e neurotransmisssores
      OH
HO         NH2                 HO             NH2


HO                             HO




                                        NH2


                          HO


                                    N
                                    H
ANTIDEPRESSIVOS - CLASSES

   Sais de Lítio

   Inibidores da MAO

   Antidepressivos tricíclicos e atípicos

   Novos Antidepressivos:

     •   Inibidores da recaptura de dopamina
     •   Inibidores da recaptura de norepinefrina
     •   Inibidores da recaptura de norepinefrina e serotonina
     •   Inibidores da recaptura de serotonina
SAIS DE LÍTIO
   Impedem oscilações do humor, independente da etiologia

   Mec. de ação (hipóteses):
-   inibição da proteína-quinase C ou formação de compostos
    que inibem a enzima (atividade anormal de PKC em
    indivíduos bipolares)
-   Inibição da inositol monofosfatase – aumenta o IP3
-   Atuação na neurotransmissão excitatória (Glu)

   acetato, glutamato, citrato e carbonato de lítio

   Uso para controle do ânimo em transtorno bipolar

   Rigorosa observação médica, dosagem sanguínea de lítio
    (toxicidade) - Enjôo, tremores = efeitos colaterais mais
    comuns
INIBIDORES DA MAO

   Inibem a enzima monoamino oxidade, que metaboliza
    neurotransmissores

   Podem ser irreversíveis ou reversíveis (recentes)

   Inibem catabolismo de aminas dietárias – hipertensão
                          diversos medicamentos

   Uso como última opção em tratamento de depressão

   Inibidores reversíveis de MAO-A  mais seguros

   Geralmente derivados hidrazínicos e hidrazídicos - reativos
INIBIDORES DA MAO




                    fenelzina

isocarboxazida
                                          iproniazida




                       moclobemida
                 Inib. reversível MAO-A
                        3a geração
COMPOSTOS TRICÍCLICOS
   Quimicamente semelhantes aos
    antipsicóticos fenotiazínicos

   Inibem recaptura de NOR, DO e SER
                                                      clorpromazina


     Não muito seletivos quanto ao neurotransmissor




                          i
COMPOSTOS TRICÍCLICOS
 Mais seletivos para inibição de recaptura de NOR
COMPOSTOS ATÍPICOS




mirtazapina (Remeron) maprotilina (Ludiomil)


    Efeitos colaterais – tricíclicos e atípicos:

          - ligam em receptores muscarínicos (exceção: mirtazapina)
COMPOSTOS ATÍPICOS




               trazodona                         nefazodona

 disfunção sexual atípica –
 aumento de libido, orgasmo
 espontâneo


 Inibidores fracos da recaptura de serotonina

 antagonista de receptor 5HT2 (causam downregulation dos mesmos)
INIBIDORES SELETIVOS DA RECAPTURA
DE SEROTONINA (SSRIs)
INIBIDORES SELETIVOS DA RECAPTURA
DE SEROTONINA (SSRIs)
   Uso em depressão, TOC, ansiedade, distúrbios alimentares

   Vantagem em relação aos compostos tricíclicos = dose
    tóxica alta (mais seguros), menos efeitos colaterais.

   Uso de serotonina – não atravessa a BHE
            utiliza-se suplementos alimentares de triptofano
            e 5HTP (precurssores da serotonina)

   Não causam tolerância ou dependência. Porém pode ocorrer
    síndrome de abstinência.

   Uso com inibidores da MAO → síndrome serotoninérgica
INIBIDORES SELETIVOS DA RECAPTURA
DE SEROTONINA (SSRIs)



                                         fluvoxamina
                                            (Luvox)
                                     menor incidência de
                                      efeitos colaterais




                        paroxetina
                         (Aropax)
INIBIDORES DA RECAPTURA DE NOR/DO

   Inibidor seletivo de catecolaminas (norepinefrina e dopamina)


                              bupropiona
                          (Zyban®, Wellbutrin®)
INIBIDORES DA RECAPTURA DE SER/NOR

   Inibição da recaptura de norepinefrina parece ser efetiva
    na dor neuropática

   Eficácia e tolerabilidade melhores que os SSRIs.




              venlafaxina
                                        duloxetina
    Pouca afinidade pelos receptores   (Cymbalta®)
    H1, muscarínicos,a-adrenérgicos
INIBIDORES DA RECAPTURA DE NOR
   Inibição seletiva da recaptura de norepinefrina - dor
    neuropática

   Não apresenta os efeitos colaterais típicos dos
    tricíclicos




           reboxetin             atomoxetin (Strattera®)
          (Edronax®)
                                     Uso em TDAH
AGENTES SEROTONINÉRGICOS
   Receptores envolvidos na depressão: 5HT1A (pré- e pós-
    sinápticos) e 5HT2

   Não apresenta os efeitos colaterais típicos dos tricíclicos

   Arilpiperazinas de cadeia longa
AGENTES SEROTONINÉRGICOS

                                                                  N
   Agonistas de 5HT1A pré-sinápticos         R-(CH 2)4   N   N
    e agonistas parciais de 5HT1A                                 N
    pós-sinápticos.                           R

                                          O
   Uso como ansiolíticos (pirimidinil-
                                                              buspirona
    butilpiperazinas)                     N

                                          O

   Também apresentam         atividade   O

    antidepressiva                        N
                                                   CH3
                                                              gempirona
                                                  CH3
                                          O
   Pacientes depressivos: receptores     O
    pré-sinápticos hiposensitivo e pós-
    sinápticos hipersensitivos            N                   ipsapirona

                                          O

				
DOCUMENT INFO