Docstoc

pft

Document Sample
pft Powered By Docstoc
					                                Presente E O Futuro Da Tecnologia.


Introdução


       Abordaremos Temas Como O Que É A Internet, Os Tipos De Segurança Na Internet, Seus
Problemas E Soluções E Sistemas De Transações On-Line Na Internet. Serão Citados Os Dez
Mandamentos Do Comércio Eletrônico, Descrevendo O Que É Necessário Colocar Em Um Site
Comercial Para Se Atender Diretamente Aos Clientes, Vale A Pena Um Site, O Que É Robótica,
Gerações De Robôs.


O Que É A Internet?


       A Internet É Um Grande Conjunto De Redes De Computadores Interligados Pelo Mundo Inteiro, É
O Maior Reservatório Eletrônico De Informações Do Mundo. Em Outras Palavras É Um Conjunto De
Milhões De Documentos Interligados Que Estão Em Computadores Espalhados Pelo Mundo. Nesses
Documentos Contém Dados De Hipermídia (Imagens, Textos, Animações, Vídeos E Áudio) Que Você
Visualiza Em Seu Browser.
       Não Importa Modelo Ou Sistema Operacional Do Computador A Ser Utilizado. Para Que Seja
Possível Tal Conectividade, Basta Observar Uma Regra Básica: Todos Os Eles Devem “Falar” A Mesma
Língua. Ou Seja, Utiliza-Se Um Conjunto De Protocolos Em Comum Para Usufruir De Serviços Da Rede
De Informação Mundial.
       Na Tentativa De Diminuir O Problema Do Congestionamento Dos Dados Por Uma Rede Que Se
Torna Mais Lenta A Cada Dia, É       Que A Internet II Está Sendo Criada E Já Chegou Ao Brasil.
Infelizmente Não Se Sabe Quando Estará Aberta Ao Público.


A Era Do Trabalho Digital


   A Internet Cria Empregos, Amplia Alternativas Sem Discriminar Faixa Etárias E Impõe Mudanças Na
    Formação Profissional.
   Até O Final De 2001, Aproximadamente Mais De 230 Mil Vagas Ampliaram O Mercado De Trabalho
    Por Conta De Negócios Impulsionados Pela Rede Mundial De Computadores.
   A Função De Pesquisadores De Páginas Eletrônicas É Tão Nova Quanto A Rede, Profissão Nascida
    Na Esteira Da Revolução Tecnológica.
   As Pessoas Conseguem Avançar No Universo Do Trabalho Digital Sem Deixar De Fazer O Que
    Conhecem E Apreciam.
   As Empresas Dão Preferência À Formação Multidisciplinar, Fora De Padrões Tradicionais.
   O Brasil Domina O Comércio Eletrônico Na América Latina: Cada US $3 Gastos Na Região, US $2
    Saem De Bolsos Brasileiros.
   A Evolução Do Mercado De Trabalho Digital É Estimulado Pelo Bom Desempenho De Serviços De
    Acesso Gratuito À Internet E Também Pela Queda Contínua Do Preço Dos Equipamentos.
   Serviços :
    -   Venda De Produtos E Entrega.
    -   Recrutamento De Mão De Obra (Catho).
    -   Criação E Gerenciamento De Lojas E Shopings Virtuais.
●   Funções Inovadoras:
    -   Webmaster : Técnico Responsável Pelo Bom Funcionamento Dos Sites.
    -   Webresearcher : Pesquisador Especializado Em Analisar O Desenvolvimento Do Setor E As
        Atividades Dos Concorrentes.
    -   Gerente/Diretor De Conteúdo : Relaciona Informações E Textos Que Serão Colocados Na Tela.
    -   Gerente/Diretor De Comércio Eletrônico : É Quem Cuida Das Vendas Aos Clientes.
    -   Testador : Verifica Se As Páginas Eletrônicas Funcionam Em Diferentes Tipos De Máquinas.




Segurança Na Internet


        Quando Você Conecta Seu Computador À Internet Ganha Acesso A Uma Rede Com Milhões De
Computadores Em Todo O Mundo. Da Mesma Forma, Esses Milhões De Usuários Podem Disponibilizar
Seu Computador E Executar As Mais Diversas Aplicações.
        Para Solucionar Esse Problema, Algumas Empresas Nacionais Desenvolveram Produtos
Seguros Para Transações On-Line Para O Mercado Utilizando Chaves De 128 Bits. O Sistema, Que
Roda Em Servidores Windows NT E Permite A Conexão Remota De Estações Clientes Através Dos
Protocolos TCP/IP E PPP, Foi Concebido Especialmente Para Oferecer A Máxima Segurança Nas
Informações Que Trafegam Pela Rede.
Basicamente Essas Soluções Desenvolvidas, Apóiam-Se Em Duas Tecnologias Principais: A
Criptografia, Que Codifica As Mensagens, E A Autenticação, Que É Um Modo Secreto De Os Envolvidos
Se Identificarem.
Pelo Uso De Duas Chaves Ou Segredos, A Pública E A Privada, É Garantido Que O Destinatário
Selecionado É De Fato Quem Vai Receber A Mensagem. Portanto, Vai Proporcionar A Transferência De
Informações Pela Rede Com A Necessária Autenticação Das Partes E Sem Que Outras Pessoas
Possam Entendê-Las.
O Método De Autenticação Utiliza Um Sofisticado Processo De Assinatura Digital Baseado No Secure
Sockets Layer.
Os Browsers Como Netscape E Explorer Realizam Automaticamente A Troca De Segredos.
A Internet No Brasil


       A Entrada Do Brasil Na Internet Ocorreu Em 1988, Quando, Por Iniciativa Da Comunidade
Acadêmica Em São Paulo (FAPESP) E Rio De Janeiro (UFRJ) E Laboratório Nacional De Computação
Científica (LNCC), Foram Realizadas As Ligações Dos Primeiros Computadores E Redes Universidades
E Centros De Pesquisa No Brasil E Nos EUA. Com O Crescimento Da Demanda Acadêmica Nacional ,
Foi Criada A Rede Nacional De Pesquisa Com O Objetivo De Estruturar E Manter Uma Espinha Dorsal
Nacional Que Integrasse Os Esforços Estaduais De Redes E Viabilizasse A Chegada Dos Serviços Ao
Interior . Estimulou-Se, Assim, O Surgimento De Aplicações De Redes E Grupos De Interesse Em Várias
Áreas Do Conhecimento, Como, Educação, Biotecnologia, Ciência Da Informação. Também Foi Possível,
Viabilizar A Conexão Sem Fins Lucrativos A Internet De Outras Classes De Instituições, Principalmente
De Governo, Organizações Não-Governamentais, Entidades De Classe, Etc. . No Total, A Internet Não
Comercial Brasileira Alcança Hoje Cerca De 60 000 Usuários E Aproximadamente 10 000 Computadores.


Comércio Eletrônico ( E- commerce )


Introdução :


Até A Pouco, Gastávamos Horas Preciosas Da Semana No Supermercado Do Bairro Ou Andando Por
Livrarias À Procura De Um Livro Especializado Ou, Ainda, Esperando Na Fila Do Banco Para Pagar
Algumas Contas. Hoje, Podemos Fazer As Compras Pela Internet E Recebê-Las Em Casa, Em Curto
Espaço De Tempo E A Um Custo Reduzido. Cenas Como Estas Estão Se Repetindo Em Todo O Mundo.
Com O Passar Do Tempo, As Multinacionais Serão Aniquiladas Pelo Comércio Eletrônico. A Entrega De
Bens, Serviços, Consertos, Peças De Reposição E Manutenção, Via Comércio Eletrônico, Vai Exigir Um
Tipo De Organização Diferente Daquela Que As Multinacionais Têm Hoje.
As Inovações Das Tecnologias De Informação E De Comunicações Criaram Uma Revolução Digital Que
Está Modificando A Forma Em Que O Mundo Trabalha, Aprende, Comunica-Se E Realiza Transações
Comerciais. Esta Revolução Está Ajudando A Fomentar O Crescimento Econômico E O Desenvolvimento
Social Em Todo O Mundo. Os Negócios Estão Utilizando As Ferramentas De Comércio Eletrônico Para
Aumentar A Produtividade, Ter Acesso A Mercados Globais, Reduzir O Tempo Necessário Para O
Desenvolvimento De Novos Produtos E Fomentar Relacionamentos Estreitos Com Os Seus Clientes.
Alguns Observadores Estimam Que, Em 2003, O Comércio Eletrônico ("E-Commerce") Global Poderá
Muito Bem Exceder Us$ 1,8 Trilhões.
As Novas Tecnologias Impõem Novos Conceitos, Novas Fronteiras E, Obviamente, Novas Limitações
Para Os Sistemas De Comércio, Existe Uma Alteração Rápida E Fundamental No Modo Como O
Comércio É Conduzido, Entrar Cedo No Comércio Eletrônico Confere Às Empresas, Desde Logo, Uma
Experiência Que Se Traduz Numa Importante Vantagem Competitiva. Uma Experiência Pioneira É
Essencial Para Adquirir E Manter Um Avanço Na Arena Da Internet, As Interações Com Os Clientes Na
Internet São Diferentes Das Interações Comerciais Tradicionais, Por Exemplo, A Promoção E A
Publicidade Eletrônicas São Mais Personalizadas, Adaptáveis E Direcionadas E A Disponibilização De
Serviços E De Assistência Na Rede Deve Ser Estruturada De Forma Diferente, Para Guiar Os Clientes
Através De Atividades Do Tipo "Ajudar-Se A Si Mesmo".


                                   O Que É Comércio Eletrônico?
Atualmente Fala-Se Muito De Comércio Eletrônico, Mas O Que É Comércio Eletrônico? O Comércio
Eletrônico, Visão Portuguesa Do Inglês E-Commerce, Também Denominado De Negócio Eletrônico Tem
Gerado Muitas Dúvidas Entre As Pessoas Tanto Físicas Como Jurídicas Sobre Essa Forma De Se Fazer
Negócios. Foi Possível Constatar Várias Definições De Diferentes Autores Para Conceituar O Comércio
Eletrônico. Para Alguns É A Realização De Toda A Cadeia De Valor Dos Processos De Negócios Num
Ambiente Eletrônico, Por Meio De Explicação Intensa Das Tecnologias De Comunicação E De
Informação, Atendendo Aos Objetivos Do Negócio E Os Processos Podem Ser Realizados De Forma
Completa Ou Parcial."
Outros Ainda Acham Que O E-Commerce É Definido Como "Todas As Atividades De Negócios E
Processos Que Usam Computador E Redes De Telecomunicações". Também Que "Comércio Eletrônico
É O Conjunto De Todas As Transações Comerciais Efetuadas Por Uma Empresa Com O Objetivo De
Atender Direta Ou Indiretamente A Seus Clientes, Utilizando Para Tanto As Facilidades De Comunicação
E De Transferência De Dados Mediados Pela Rede Mundial Internet". Essa Definição Nos Leva A Avaliar,
Que Na Verdade As Empresas Já Vêm Fazendo Comércio Eletrônico Há Muitos Anos, Sem Que
Utilizassem Este Nome. No Brasil As Vendas De Empresas Para Consumidores Finais Movimentaram
Em 1999, Us$ 70 Milhões E O Comércio Entre Empresas Faturou Cerca De Us$ 45 Milhões E Deve
Quintuplicar Em 2000, De Acordo Com A Previsão Da Consultoria Do Instituto". Segundo Albertin (2000:
229), Através De Uma Pesquisa Efetuada Pela Fgv / Sp Com 1500 Empresas De Todos Os Portes No
Mercado Brasileiro, Realizada No Segundo Semestre De 1999, Observou-Se Que 90 % Delas Estavam
Presentes Na Internet, Mas Apenas 20% Faziam Integração Eletrônica Com Seus Fornecedores E
Clientes, E, Observa-Se Também, Que Essa Pesquisa Realizada Indica Que Há Um Potencial De
Crescimento Na Área De Negócios Pela Internet.
Portanto, Diante Das Definições Aqui Apresentadas Constatamos Que O Termo "Comércio Eletrônico" É
Muito Nebuloso, Mas Podemos Observar Que Os Números São Gigantescos "(Conforme A Pesquisa
Realizada Pelo Instituto E-Market, Publicado Na Revista Distribuição, (Março 2000 : 30), O Volume De
Transações Eletrônicas Em Todo Mundo, Movimentou Algo Em Torno De Us$ 100 Bilhões Em 1999 E
Deverá Chegar A Us$ 1,24 Trilhões Em 2003.
                                      Exemplos De Aplicações
Para Tomarmos Um Exemplo Mais Próximo Do Nosso Cotidiano, Analisamos A Operação Do Pão De
Açúcar Delivery, Que A Revista Information Week Publicou Em Agosto De 1999, De Acordo Com Este
Semanário, Constatamos Que Este Setor Do Pão De Açúcar Através Da Venda De Bens De Consumo
Pela Internet Possuía 120.000 Clientes Cadastrados Nas Regiões Da Grande São Paulo, Rio De Janeiro
E Brasília, A Uma Compra Média De R$ 250,00 Com Vendas Totais Anuais De R$ 360 Milhões. Portanto,
Já Podemos Perceber A Importância Do E-Commerce Na Vida Das Pessoas E Nos Questionar Como
Fazer Com Tantas Mudanças, A Fim De Que Este Conjunto De Novidades Se Torne Um Aliado E
Contribua Para Que Possamos Gerenciar Melhor Os Negócios De Compra Ou Venda Eletronicamente.
A Solução Do Comércio Eletrônico Visa Principalmente Aumentar O Grau De Integração Entre Empresas,
Permitindo Maior Flexibilidade Nas Transações Com Fornecedores.
Sempre Que Fazemos Alguma Compra E Pagamos Com Cartão De Crédito, Estamos Fazendo Comércio
Eletrônico. Ao Aceitar Um Pedido Por Fax Ou Encomenda De Uma Mercadoria, Fazemos Comércio
Eletrônico. E Toda Vez Que Retiramos Dinheiro No Caixa Automático, Mais Uma Vez Estamos Fazendo
Comércio Eletrônico. Portanto, Pensamos Que O Comércio Eletrônico Apenas Está Utilizando Os
Recursos Tecnológicos Para Realizar Operações Tradicionais De Compra E Venda De Uma Forma Mais
Rápida Do Que Seria Possível Sem A Utilização Destes Recursos. Ocorre Que Muitas Das Inovações
Como Fax, Caixa Automático, Cartão Eletrônico, Levaram Alguns Anos Para Se Firmar No Cotidiano Das
Empresas, Enquanto Que O Comércio Eletrônico Opera-Se Há Pouco Tempo Entre Nós E, Com Certeza
Ainda Gera Insegurança E Dúvidas.
Atualmente Podemos Fazer Uma Transferência De Valores Entre Contas Correntes De Um Banco.
Podemos Pagar Uma Conta Utilizando O Telefone, Que Debitará De Nossa Conta Corrente O Valor
Assim Que Dissermos Uma Senha Que Nos Identifique. Podemos Fazer Uma Assinatura De Um Jornal
Pelo Telefone E No Dia Seguinte O Jornal Será Entregue Em Nossa Residência. Mais Recentemente,
Estamos Utilizando A Internet Para Esses Mesmos Pagamentos Utilizando O Número De Nosso Cartão
De Crédito.


                                             Vantagens
A Cada Dia Que Se Passa, Mais E Mais Pessoas Passam A Fazer Compras Pela Internet, Mas Qual É O
Motivo Para Que Tantas Pessoas Estejam Se Adaptando A Esse Novo Método De Ir As Compras? A
Palavra Chave Pode Ser Citada Como Comodidade, Fazer Compras Quase Sempre São Um Sufoco,
Shoppings Lotados, Trânsitos Infernais, Lojas Lotadas... Com A Internet Pode-Se Esquecer Tudo Isso,
Com Todo O Conforto E Rapidez, Com Apenas Um Clique No Mouse, O Cliente Recebe Suas Compras
Em Casa.
Além Disso, O Crescente Aumento Das Chamadas "Lojas Virtuais", Resulta No Aumento Da
Concorrência E, Conseqüentemente, Na Diminuição Dos Preços. O Cliente Tem Condições De Escolher
O Melhor Lugar Para Adquirir O Produto Desejado Com Melhores Preços E Maior Segurança Sem Que
Isso Resulte Na Demora Da Entrega Do Produto Escolhido. A Rapidez Das Operações No Comércio
Eletrônico Propicia Que O Prazo De Entrega Das Encomendas Internacionais Se Aproximem Dos Prazos
De Entrega Das Nacionais Um Vez Que As Empresas De Correio Estão Se Especializando Na Entrega
De Pequenos Volumes Para Atender A Crescente Demanda De Compras Por Telefone, Por Catálogo E
Pela Internet.
O Mundo Dos Negócios Vem Percebendo Rapidamente O Imenso Potencial Do Comércio Eletrônico. Em
Função De Sua Utilização, Umas Séries De Paradigmas Estão Sendo Revistas E Modificadas.


Resumo Das Vantagens:

       Dá Ao Cliente Mais Opções De Escolha E Customização;

       Diminui O Tempo E Custo De Busca E Escolha Tanto Para Clientes Quanto Para Fornecedores;

       Expande Mercados Locais E Regionais Para Nacionais E Internacionais, Com Níveis Mínimos De
        Capital, Estoque E Staff;

       Facilita A Produção E Pagamento Just-In-Time, Reduzindo O Overhead E Estoque Através Do
        Incremento Na Automação E Redução Dos Tempos De Processamento;

       Decrementa Os Altos Custos Envolvidos Em Transporte, Armazenamento E Distribuição, Bem
        Como Em Identificar E Negociar Com Potenciais Clientes E Fornecedores;

       Melhora A Eficiência Em Atender O Cliente, Incluindo A Entrega Por Demanda.



                                           Desvantagens
Soluções Parciais: Os Atuais Sistemas De Comércio Eletrônico Automatizam Apenas Parte De Um
Processo. Por Exemplo, Apesar Do Pedido E Distribuição De Um Produto Como Software Ou Revista
Eletrônica Poderem Ocorrer De Forma Imediata E Simultânea, O Processo Contábil, Transferência
Efetiva De Fundos Tendem A Durar Alguns Dias. Uma Solução De Comércio Eletrônico Totalmente
Integrada Facilita O Controle Sobre Os Fluxos De Caixa, Estocagem Etc.


Requerimentos Rígidos: A Primeira Geração De Sistemas De Comércio Eletrônico Utilizava Linhas De
Comunicação Dedicadas E Protocolos Altamente Estruturados. Para Se Operar Em Edi Por Exemplo,
Definições Rígidas Têm De Ser Estabelecidos Entre As Partes Com Relação À Estrutura E Significado
Dos Dados Transmitidos. Os Tempos Envolvidos E Custos Resultantes Em Função Desta Rigidez Criam
Barreiras Para A Disseminação Dos Sistemas De Comércio Eletrônico.
               Aspectos Relacionados À Segurança Em Aplicações De E-Business

Apesar Da Grande Expectativa Gerada Pelo Comércio Eletrônico, O Grande Entrave Ao Seu
Desenvolvimento Ainda É A Segurança Na Transmissão Das Informações. Além Disso, Há Outras
Questões A Serem Resolvidas Como A Privacidade Dos Clientes E Formas De Pagamentos On-Line.

"Confiança É A Chave Do Negócio". Quem Já Não Ouviu Falar Neste Velho Ditado? Se Não Existe
Confiança Na Outra Parte Que Vai Cumprir O Negócio, Se Essa Confiança Se Rompe, O Negócio
Realiza. Independente Dos Tempos E Do Meio, A Confiança Continua A Ser A "Chave".

Pesquisas Indicam Que O Principal Motivo De Resistência De Muitos Cibernautas A Fazerem
Transações Na Web É Justamente A Desconfiança. Clientes Temem Fornecer O Número De Número De
Cartões De Crédito E Sofrerem Ações De Hackers. Devido A Essas Questões Ainda Em Aberto, Crescem
Os Incentivos Em Projetos De Criptografia E Segurança Na Web.

A Grande Preocupação Das Empresas Hoje É Implementar Medidas De Segurança Para Proteger Os
Intercâmbios De Informação Com Seus Clientes. O Grande Problema É O Medo, Bastante Razoável,
Que Alguém Falsifique A Identidade De Outro Na Internet.

As Tecnologias De Verificação Ou Identificação Que, Mediante Uma Chave E Uma Série Numérica,
Denominada "Assinatura Eletrônica", Permitem Certificar Que Tanto A Empresa Como O Seu Cliente São
Quem Dizem Ser, Permitiu Atenuar O Problema Da Autenticidade E O Medo De Fraude, Sempre
Presente Entre Os Cibernautas. Esta Assinatura Aparece Somente De Forma Criptográfica, Ilegível Para
Qualquer Outra Pessoa, Inclusive Para Quem Está Vendendo O Produto. Com Os Grandes Avanços
Tecnológicos Na Área De Segurança, Indivíduos E Empresas Têm Adquirido Uma Confiança Cada Vez
Maior Neste Novo Processo De Pagamento On-Line. Prova Disto É A Forte Presença Do Setor Bancário
Na Internet. Praticamente Todos Os Bancos De Médio E Grande Porte Oferecem Seus Serviços Na
Internet, Transferindo Fundos, Gerenciando Contas, Fazendo Aplicações Ou Efetuando Um Pagamento
Com Grande Segurança.

Hoje As Empresas Estão Investindo E Apostando Cada Vez Mais Em Lojas Virtuais Utilizando Os
Conceitos De E-Commerce E Tecnologia De Informação. Conceitos Como Erp, Que Já Estão A Algum
Tempo Presente No Cotidiano Dos Empresários, Juntamente Com Crm E, Mais Recentemente, Sistemas
De Procurement, São Muito Importantes Para Se Obter Sucesso No Comércio Eletrônico.

As Grandes Empresas De Informática Já Lançaram Seus Primeiros Produtos Com Aplicação Em E-
Commerce, Como É O Caso Da Microsoft, Ibm E Netscape. Porém, O Alto Custo Destes Softwares Faz
Com Que Apenas Grandes Empresas Sejam Capazes De Adquiri-Los.
Cada Vez Mais, As Empresas Estão Investindo Na Construção De Data Warehouses E Utilizando
Técnicas De Data Mining (Mineração De Dados) E Kdd (Knowledge Discovery Databases) Para Gerar
Soluções De Marketing Que Elevem Suas Vendas Através Do Comércio Eletrônico.

A Tendência Global É Que, Apesar Do E-Commerce Hoje Ainda Não Participar De Uma Fatia Muito
Grande Do Mercado, Este Se Desenvolva Rapidamente Com O Solucionamento Das Questões Citadas
Anteriormente. Não Há Dúvida De Que Todos Os Grandes Investidores E Empresários Sabem Do
Imenso Potencial Do Comércio Eletrônico E Que Seu Processo Evolutivo É Uma Crescente Que Promete
Muito.


Os Dez Mandamentos Do Comércio Eletrônico


         Passos Básicos Para Uma Empresa Colocar No Ar Um Site Comercial Para Atender Diretamente
Seus Clientes:


1. Merchandising. Um Produto Bem Apresentado Sai Mais Rápido Da Prateleira. Na Web Isso Significa
   Boas Imagens, Preços Claros E Informações Completas Dos Produtos Expostos. A Localização Dos
   Produtos Na Web, Ficam Na Primeira Página, Assim Como Em Lojas, Ficam Expostos Na Vitrine.
2. Promoção. Os Anúncios Em Jornais, Revistas E Televisão São Substituídos Por Banners Animados,
   E-Mails Ou Promoções Hot Sell. Sempre Anuncie Produtos Com Forte Apelo De Venda. Prepare Um
   Plano De Marketing E Separe A Verba Necessária Para Executá-Lo.
3. Atendimento A Clientes. O Processo De Venda, Virtual Ou Não, Interage Entre O Consumidor E O
   Funcionário Da Loja. Estabeleça Um Canal De Comunicação Preciso, Transparente E Ágil.
4. Vendas. Na Web, As Vendas, São Feitas Com Muito Mais Consistência E Menos Custo. Os Produtos
   E Serviços Oferecidos Devem Apresentar Informaçòes Detalhadas E Seus Principais Diferenciais Em
   Relação Aos Concorrentes E Todas As Informações Que Possam Ajudar O Cliente A Decidir A
   Compra Mais Rapidamente.
5. Pagamento. Ofereça Formas De Pagamento Alternativas, Como Carteiras Eletrônicas, Depósitos
   Identificados , Financiamento CDC E Cheque Eletrônico Pré-Datado.
6. Pós-Venda. Todo Pós-Venda Deve Estar Disponível Para Consulta Na Web, Incluindo Normas Para
   A Troca Ou Devolução De Produtos, Respostas Mais Frequentes (FAQ) E Informativos Periódicos
   Por E-Mail Sobre Novidades, Lançamentos, Etc.
7. Segurança. O Ponto Mais Importante Do Comércio Eletrônico. Inclua A Adoção Do SSL E Processos
   De Encriptação De Informações Nas Bases De Dados. Comunique Claramente A Seus Clientes A
   Segurança Oferecida No Site.
8. Estoque. Separe Fisicamente O Estoque Dos Produtos Vendidos Na Web. O Tratamento Gerencial
      Deve Ser O Mesmo Ao De Um Estoque Normal, Com Informações Precisas De Giro, Custo E Tempo
      De Reposição.
9. Logística. Entregar Produtos Individualmente E Com Rapidez, Não Se Esquecendo Dos Custos De
      Transporte.
10. Monitoramento. Mantenha Sistemas De Acompanhamento Precisos E Informatizados. Se A
      Operação Não For Muito Bem Controlada, Os Custos Com Retrabalhos De Informações Irão Comer
      Qualquer Margem Deixada Pela Venda Dos Produtos.


Vale A Pena Um Site


         A Internet É Considerada Por Muitos Como Um Dos Mais Importantes E Revolucionários
Desenvolvimentos Da História Da Humanidade. Pela Primeira Vez No Mundo Um Cidadão Comum Ou
Uma Pequena Empresa Pode (Facilmente E A Um Custo Muito Baixo) Não Só Ter Acesso A
Informações Localizadas Nos Mais Distantes Pontos Do Globo Como Também Criar, Gerenciar E
Distribuir Qualquer Informação, No Mundo Todo, Algo Que Somente Uma Grande Empresa Poderia
Fazer. Com A Internet Uma Pessoa Qualquer (Um Jornalista, Por Exemplo) Pode, De Sua Própria Casa,
Oferecer Um Serviço De Informação Baseado Na Internet, A Partir De Um Microcomputador, Sem
Precisar Da Estrutura Que No Passado Só Uma Empresa De Grande Porte Poderia Manter. Essa
Perspectiva Abre Um Enorme Mercado Para Profissionais E Empresas Interessados Em Oferecer
Serviços De Informações Específicas.


O Que É Robótica?


         A Palavra Robô Foi Inventada Em 1921 Pelo Escritor Tcheco Karel Capek, Que Advinha Da
Palavra Tcheca “Robota” Que Significa “Trabalho Pesado”.
         Robô É Qualquer Máquina De Operação Automática Que Substitua O Homem Na Execução De
Trabalhos, Que Realiza Certas Tarefas Automaticamente, Sem Necessitar De Uma Pessoa Para Operá-
Lo.
         Robô É O Uso De Microprocessadores E Computadores Acoplados Ou Não A Recursos De
Inteligência Artificial, Com O Objetivo De Automatizar A Realização De Operações De Fabricação,
Manuseio, Movimentação De Materiais, Peças E Partes, Bem Como Controlar Operações Em Que O
Acesso Humano É Difícil Ou Não Indicado.
         A Robótica É A Ciência E Engenharia De Concepção E Projeto De Robôs, Sendo Que Outras
Áreas À Robótica São A Automação, A Cibernética E A Inteligência Artificial.
         Baseada Em Avançados Princípios De Eletrônica E Da Mecânica, Aliado Ao Conhecimento Das
Ciências Afins, A Robótica Busca No Modo De Funcionamento Deo Corpo E Do Cérebro Humanos Os
      Fundamentos Para O Projeto De Andróides Com Possibilidades Físicas E Intelectuais Semelhantes Ás
      Do Próprio Homem.
              Temos Hoje Robôs Em Várias Áreas De Nossa Sociedade: Robôs Que Prestam Serviços, Como
      Os Desarmadores De Bomba, Robôs Com A Nobre Finalidade Da Pesquisa Científica E Educacional E
      Até Mesmo Os Robôs Operários, Que Se Instalaram”, Revolucionando A Produção Em Série,
      Substituindo O Carne E O Osso Pelo Aço, Agilizando E Fornecendo Maior Qualidade Aos Produtos.


      Gerações De Robôs:


      1ª Geração – Os Robôs Desse Período Limitavam-Se A Realizar Tarefas Repetitivas E Simples, Não
      Possuindo Receptividade Sensorial Própria, Sendo Que Alguns Robôs Realizavam Suas Tarefas
      Mediante Um Programa De Computador De Escassa Complexidade, Sendo Utilizados Principalmente Na
      Indústria Automobilística.
      2ª Geração – As Máquinas Dessa Geração Se Caracterizavam Por Possuírem Instrumentos E Sensores
      Próprios E Programação Informatizada Dotada De Meios De Autocorreção Frente A Estímulos Externos
      Variáveis, Ou De Adaptarem-Se Às Novas Condições Se Acontecer Algo Diferente Do Que Foi
      Programado.
      3ª Geração – Os Robôs De Terceira Geração, Ainda Em Desenvolvimento, Empregam Avançados
      Métodos Informáticos Conhecidos Como Sistemas De Inteligência Artificial E Procedimentos De
      Recepção Multisensorial.




                                              Novas Tecnologias




Wap

WAP (Wireless Application Protocol - Protocolo De Aplicações Sem Fio) Corresponde A Um Conjunto De Padrões E
Regras Voltadas Ao Desenvolvimento De Aplicações Web, Focando Dispositivos Móveis Como Palmtops E
Principalmente Telefones Celulares.

Desenvolvido Por Grandes Companhias Como Ericsson, Nokia E Phone.Com, Esta Tecnologia Abre Inúmeras
Alternativas De Serviços Para Empresas E Usuários Finais. Seu Objetivo Não É Permitir Acesso A Grandes E
Volumosas Aplicações, Mas Informações E Serviços Rápidos, De Fácil Acesso.

Através De Um Microbrowser (Navegador De Funções Reduzidas Portável Para Dispositivos Com Sistemas
Operacionais Windows CE, EPOC, Palmos, Etc..), O WAP Permite A Integração De Usuários Móveis À Informações
Contidas Em Bancos De Dados Corporativos, Via Web.

WAP – Projetado Para Realizar De Forma Fácil E Inovadora, Aplicações De Comunicação De Dados Sem Fio Na
Web. Três Tipos De Terminais Foram Definidos Para Esta Tecnologia:

Telefones Celulares Que Oferecem Alta Qualidade De Voz Com Capacidade De Recebimento De Mensagem De
Texto E Navegadores De Internet (Mini-Browser);

Telefones Celulares Inteligentes, Com O Funcionamento Similar Ao Anterior Só Que Com Displays Maiores –
Exemplo: Ericsson R380 E Nokia 7110;

Pagers, Radiocomunicadores Com Acesso A Internet E Palmtops.

A Tecnologia Possui Suas Especificações Abertas Onde São Desenvolvidos, Discutidos E São Administrados Pelo
Consório WAP Fórum, Fundado Pelos Fabricantes Citados Acima. A Partir Do WAP Fórum Conseguiu-Se
Desenvolver Um Padrão Universal Da Tecnologia, Evitando Assim Incompatibilidade De Transmissão De Dados
Entre Os Fabricantes.

O Desenvolvimento De Aplicações WEB Usando A Tecnologia WAP É Feita A Partir De Uma Linguagem Simplificada
Do HTML Conhecida Como Wireless Markup Language (WML), Baseadas Em XML (Extensible Markup Language).
As Especificações De Sintaxe, Variáveis E Elementos Usados Na Linguagem WML Foram Desenvolvidas E
Mantidas Pelo WAP FORUM. A Versão Usada Atualmente É A WML 1.

As Principal Característica Do WAP É Que Foi Desenvolvido Para Uma Em Redes Móveis Entre Operadoras De
Telecomunicação Móvel E Seus Assinantes Através De Celulares WAP Ou Outros Dispositivos De Comunicação
Móvel Equipados Com Esta Tecnologia, Eliminando A Necessidade De Um Computador Em Diversas Aplicações
Como Recebimento De Fax E Envio De E-Mails, Acesso A Serviços On-Line.

Quando Um Celular Ou Outro Dispositivo De Comunicação Móvel É Classificado Como WAP, Significa Que Este
Possui Um Software, Conhecido Como Microbrowser Que Tem A Função De Receber E Processar Informações De
Dados Baseadas Em WML 1.1. Analogicamente O Mini-Browser Tem A Mesma Função De Um Browser Usado Em
Computadores Como O Internet Explorer, Só Que Com Funções Simplificadas, Principalmente Por Causa Da
Velocidades De Rx E Tx Máxima De 9.600 Bps.

No Brasil O Padrão WAP Foi Regulamentado Pela ANATEL (Agência Nacional De Telecomunicações), Órgão
Governamental Responsável Pela Regulamentação Da Tecnologia. Todas As Bandas Utilizadas Por Telefones
Celulares No Brasil, Ou Seja, Bandas A E B, E As Recém Chegadas Bandas C, D E E Poderão Ter Serviços De
Acesso À Internet.
1.1 Conexão De Um Dispositivo WAP À Internet

A Conexão É Feita Quase Da Mesma Forma, Quando Comparado Aos Métodos Tradicionais Que Usam Linha
Telefônica Fixa Ou Via Cabo. A Conexão De Um Dispositivo WAP É Feita Inicialmente Através Do Protocolo PPP
(Point-To-Protocol) Ao Provedor Do Serviço. Na Europa Algumas Operadoras Utilizam O Sistema Artus Messaging
For GSM E O Secure Internet Access Via WAP, Desenvolvido Pela Nokia Trata-Se De Um Pacote De Hardwares
(HP-UX Server L200), Softwares (HP-UX Server 11.0, Netscape Enterprise Web Server, Java Enviroment, Banco De
Dados (Para Mensagens) E SSL Cryptografy Library), E Protocolos (HTTP, HTTPS, SNMP Network Management E
WAP 1.1, Incluindo WTLS, Que Realizam A Ponte Entre Os Dispositivos WAP E A Web.

O Próximo Passo É Realizado A Verificação Da Nome E Senha Do Usuário, Onde O Dispositivo É Direcionado A Um
Endereço IP, Completando O Acesso Aos Serviços De Internet Ou Intranets Corporativas Através De Um WAP
Gateway.




1.2 Celulares Com Tecnologia WAP Já Lançados No Brasil

Os Fabricantes Nokia, Ericsson, Motorola E Samsung Estão Lançando No Brasil Aparelhos Com A Tecnologia WAP:

                                                            A Samsung Lançou O SCH 3500, Que Tem Como
Celular Nokia 7110 Possui Serviço De E-Mail, SMS (Short
                                                            Novidade A Exibição Do Visor Com O Flip Fechado. O
Mensage Service), Microbrowser Para Acesso A Internet.
                                                            Tempo De Conversação Supera As 4 Horas E
Possui Um Visor De 96 X 65 Pixels, Possibilitando A
                                                            Chegando A Alcançar Até 10 Dias Em Standby. Possui
Visualização De Figuras No Formato Wbmp. Possui Recursos
                                                            Características De Alta Tecnologia Como Acesso A
De Discagem De Voz. Suporta Alta Transmissão De Dados
                                                            Internet, Discagem De Voz, Modo Vibrate E Funciona
De Até 14.4 Kpbs*
                                                            No CDMA. Grava Até Dez Minutos De Conversação.

O Ericsson R380 É Telefone Celular Inteligente Compatível
Com PDA E WAP E Possui Microbrowser Para Navegação          P7389 - Trata-Se De Um Aparelho Com Tecnologia
Na Internet. Possui Voicemail E E-Mail, SMS, Gravador De    Para Operar Em Três Faixas De Freqüência GSM:
Voz, Discagem Por Voz E Pode Ter Seus Dados Enviados E 1900mhz, 1800Mhz E 900Mhz. Suporta Transmissão
Recebidos Por Um PC Através De Um Modem Infravermelho, De Dados/Fax, Sincroniza Dados Com O PC.
Além De Enviar Fax.



O WAP Traz Uma Nova Dimensão Para A Internet - Mobilidade. Com Um Telefone Móvel Ou PC Portátil Que Suporte
WAP Você Pode Comprar Ingressos, Pedir Uma Pizza E Verificar Sua Conta Bancária A Qualquer Momento. No
Ônibus, Na Praia, Em Qualquer Lugar. As Informações Estarão Lá Quando Você Precisar. Você Pode Acessar
Noticiários, Previsões Do Tempo E Índices Da Bolsa De Valores Se Quiser Manter-Se Atualizado. Jogos, Apostas E
Bate-Papo Se Quiser Entretenimento.

Mas WAP Não Se Trata Apenas De Tornar A Internet Móvel. Serviços Como Fazer O Download De Listas
Telefônicas Inteiras, Além De Novas E Melhores Formas De Controlar Ligações Que Você Faz E Recebe Tornarão A
Telefonia Móvel Ainda Mais Fácil.




Processadores Quânticos

O Computador Quântico É Baseado Nas Órbitas _ Ou Spins _ Traçadas Pelos Núcleos De Um Elétron E De Um
Átomo E Nas Estranhas Propriedades Das Partículas Quânticas, Que Permitem Que Eles Girem Simultaneamente
Em Direções Diferentes. Quando A Partícula Realiza Uma Órbita Ascendente, O Átomo Pode Ser Interpretado Como
Um E Quando A Órbita For Descendente, Como Zero _ Exatamente A Mesma Leitura Da Linguagem Binária Dos
Computadores. Os Dispositivos Pesquisados Usam Transistores Que São Ativados E Desativados Para Representar
Um E Zero.

A Maioria Das Partículas _ Incluindo Elétrons, Prótons E Mesmo Os Fótons _ Possui Um Tipo De Movimento
Intrínseco Rotatório Conhecido Com Spin. Por Exemplo, Se O Computador Utilizasse Elétrons, Poderíamos Dizer
Que Um Elétron Girando Numa Direção Representaria O 1 Binário, Enquanto Que Um Elétron Girando Na Direção
Oposta Representaria O 0. E, Uma Vez Codificado A Informação, O Mundo Subatômico Também Oferece Qualquer
Número De Maneiras De Processá-Las. Manipulando O Ambiente Magnético Dos Elétrons, Poderíamos Sujeitar Os
Bits Quânticos A Todas As Operações Exigidas Por Um Computador Digital.




Mas Haveria Uma Diferença Crucial: Os Computadores Convencionais Seguem As Regras De Lógica Binária,
Regidos Por Uma Distinção Inflexível De Um-Ou-Outro: Cada Bit De Informação É Verdadeiro Ou Falso, Ligado Ou
Desligado, 1 Ou0. Para Reforçar Esta Diferença, As Máquinas Convencionais Representam Cada Bit Como A
Presença Ou A Ausência De Alguns Zilhões De Elétrons Reunidos Num Pequeno Transistor De Silício, De Modo Que
Os Zilhões Estejam Lá Ou Não Estejam.

Mas, Uma Vez Que Descemos Ao Nível De Partículas Individuais, Quase Nada É Absoluto. Um Elétron, Por
Exemplo, Poderia Estar Girando De Uma Maneira Ou De Outra _ Mas Ele Também Pode Existir Como Uma Espécie
De Mistura De Giros (Spins). De Acordo Com As Leis Da Física Quântica, Poderíamos Dizer Que O Elétron Tem
Uma Probabilidade De Girar De Uma Forma Ou De Outra. A Menos Que Efetivamente Haja Uma Medição Antes E
Force A Questão, Mas Não Saberíamos Qual É Ela: Num Certo Sentido, O Elétron Em Si Seria Indeciso. E Isto
Significa Que Cada Bit De Informação Quântica Poderia Ser Incerta. Em Vez De Ser Um Um-Ou-Outro, Um "Qubit"
Quântico Poderia Ser Ambos-E: Representando 0 E 1 Aos Mesmo Tempo. Essa Ambigüidade Tem Uma
Conseqüência Poderosa Que Se Torna Mais Aparente Quando Você Pensa Não Em 1, Mas Em 2 Qubits.

A Informação Explica Justamente Porque Os Computadores Quânticos São Poderosos: Podem Realizar Diferentes
Tipos De Cálculos Com Algoritmos Criptografados, Por Exemplo, Usando Dezenas De Milhares De Átomos Ao
Mesmo Tempo. Estes Qubits Poderiam Existir Simultaneamente Como Uma Combinação De Todos Os Números De
Dois Bits Possíveis: (00), (01), (10) E (11). Adicionando Um Terceiro Qubit, Temos Todas As Combinações De Três
Bits Possíveis. Este Tipo De Sistema Cresce Exponencialmente: N Qubits Podem Representar 2n Números Ao
Mesmo Tempo.

Da Mesma Fora Como Uma Coleção De Qubits Quânticos Poderia Representar Uma Enorme Fileira De Números Ao
Mesmo Tempo, Um Computador Quântico Poderia Processar Toda Entrada De Dados Simultaneamente _ A Mais
Perfeita Forma De Processamento Paralelo Imaginável. Dado O Certo Tipo De Problema E Um Suprimento
Suficiente De Qubits, Um Computador Quântico Poderia Superar Suas Contrapartidas Convencionais Por Muitas
Ordens De Magnitude. Mas Como? Tudo Depende De Certificar-Se De Que Os Qubits Retenham Suas Misturas
Mecânicas Incrivelmente Frágeis De Uns E Zeros _ O Que Os Físicos Chama De Permanecer "Coerentes". Um
Choque De Uma Molécula De Ar Desviada, Uma Variação De Campo Magnético, Um Ricochete De Um Fóton
Aleatório, E A Coerência Desaparece. Acontecendo Isso Num Computador Quântico, Os Seus Qubits
Instantaneamente Mudarão De Ambos-E Para Um-Ou-Outro _ Significando Que Repentinamente O Computador Se
Tornará Comum, Cheio De Uns E Zeros.

Temos Que Certificar Que O Computador Esteja Extremamente Bem Isolado Do Resto Do Mundo. Mas O Isolamento
Também Não Pode Ser Total, Uma Vez Que Você Ainda Precisa Inserir Dados E Colher Os Resultados. Então,
Como Podemos Controlar, Se Ao Mesmo Tempo Temos Que Deixar Em Paz?

Desde A Década De 80, Muitos Pesquisadores Tentam Resolver O Problema. Mas Nada Que Eles Propuseram
Parecia Viável. E Sem Nenhuma Aplicação Atraente À Mão, A Computação Quântica Parecia Destinada Ao Mesmo
Limbo Que Outras Exóticas Peças De Conhecimento Científico.

Dois Desenvolvedores _ Um Teórico E Outro Prático _ Resgataram A Computação Quântica Da Irrelevância. Peter
Shor Do Laboratório De Pesquisa Da AT&T , Do Lado Teórico, Estava Fatorando Um Algorítimo Descoberto Por Ele
_Uma Descoberta Que Foi Direto Ao Coração Da Moderna Criptografia. Na Maioria Dos Esquemas Atuais De
Criptografia, Incluindo Esquemas De Cartão De Crédito E Outras Informações Sensíveis Pela Internet, Um
Bisbilhoteiro Pode Decifrar O Código D Uma Determinada Mensagem Simplesmente Fatorando Um Número Muito
Grande. Agora, A Fatoração De Números Pequenos É Trivial. Mas Fatorar Números Grandes É Um Dos Problemas
Mais Difíceis Na Ciência Da Computação. Não Importa Quão Inteligente Seja O Algorítimo, Na Realidade O Tempo
Exigido Pra Fatorar Números Cada Vez Maiores Cresce Exponencialmente.
Isso Acontecerá Com Um Computador Convencional. Shor Provou Que Um Computador Quântico Poderia Fatorar
Números Grandes Num Prazo Que Aumenta Somente Algumas Potências Do Tamanho Do Número _ Crescimento
Rápido, Certamente, Mas Nem Remotamente Tão Explosivo Quanto O Crescimento Exponencial. Na Verdade, Um
Computador, Um Computador Convencional Precisaria Rodar Por Bilhões De Anos Para Fatorar Um Número De 400
Dígitos. Uma Máquina Quântica Poderia Fazer O Serviço Em Cerca De Um Ano. A Implicação Era Que Códigos
"Indecifráveis" Poderiam Ser Gora Decifrados. E Com Este Anúncio A Agência De Segurança Nacional, O Pentágono
E A Comunidade De Criptografia E Na Realidade Toda A Comunidade De Computação Acordaram Par O Fato De
Que A Computação Quântica Não Era Mais Um Domínio Exclusivo Dos Teóricos. Peter Shor Estava Mostrando A
Possibilidade De Uma Aplicação Real E Crucialmente Importante.

Nesse Meio Tempo, No Lado Experimental, A Computação Quântica Estava Começando A Mostrar-Se Mais Possível
No Laboratório. Em 1993, Por Exemplo, Seth Lloyd, Físico Do MIT, Trouxe A Abstração Da Matemática Para A Terra
Quando Mostrou Como A Computação Quântica Poderia Ser Realizada Por Qubits Dispostos Numa Fileira Regular.

Aquela Estrutura Se Tornou Aparente Assim Que Eles Decidiram Esquecer Elétrons E Fótons E, Em Vez Disso, Criar
Seus Qubits No Coração Do Átomo: O Núcleo. Na Realidade, São Os Elementos Construtivos Do Núcleo _ Prótons E
Elétrons _ Que Têm O Giro (Spin). Enquanto Os Giros Individuais Tendem A Funcionar Aos Pares E Se Cancelarem,
Em Alguns Isótopos Sobram Alguns, Deixando Um Giro Líquido Numa Direção Ou Noutra.

Os Qubits Nucleares Eram Atraentes Por Diversos Motivos. Primeiro: Seria Possível Criar Um Qubit Perfeitamente
Adequado A Partir De Qualquer Isótopo Nuclear Que Tenha Um Giro _ Como Acontece Com Muitos. Segundo, Esse
É O Sistema Mais Coerente Do Universo. Todo Núcleo É Protegido Contra Distúrbios Externos Por Sua Densa
Nuvem De Elétrons. Isto Significa Que, Uma Vez Que Você Consegue Alinhar O Giro, Ele Permanecerá Naquela
Condição Por Horas Ou Dias _ Um Eon Em Tempo De Computação. Terceiro: Qubits Nucleares São Incrivelmente
Fáceis De Ser Montados. Em Vez De Se Tentar Nanofabricar Nanoestruturas, Pode-Se Simplesmente Usar Aquelas
Que A Natureza Já Oferece: As Moléculas. Mais Ainda, O Giro Nuclear Dentro De Uma Determinada Molécula Tente
A Interagir Muito Bem. Um Exemplo: O Clorofórmio, Uma Molécula Consistente De Um Átomo De Carbono E Um
Átomo De Hidrogênio. Quando O Núcleo De Hidrogênio E O Núcleo Do Carbono Estão Girando Da Mesma Forma,
Seus Níveis De Energia Serão Mesuravelmente Diferentes De Quando Eles Estão Girando Em Direções Opostas.

Finalmente, A Tecnologia Para Manipular Estes Giros Nucleares Já Está Muito Madura. Ela É Chamada De
Resson6ancia Magnética, Ou RMN, E É Rotineiramente Utilizada Em Análise Química E Aparelhos De Imagem De
Ressonância Magnética Hospitalar.

Mas Nada Disso Significa Que Estaremos Trocando Nosso Micro Por Laptops Quânticos Em Pouco Tempo. A
Computação Quântica Está Quase No Estágio De Prova Do Princípio, Com Um Longo Caminho Até Que Seja
Desenvolvido Mesmo O Equivalente Qubit De Máquinas A Válvulas Da Época Da II Guerra Mundial Como O Eniac.
Muito Mais Provável É Que Acessórios Qu6anticos A Máquina Convencionais _ "Coprocessadores"_ Realizarão
Tarefas Específicas, Da Mesma Forma Que Uma Placa Gráfica Realiza As Tarefas Mais Difíceis.

O Que Exatamente Serão Essas Tarefas, Entretanto, É Uma Questão Ainda Não-Resolvida. O Estudo De Algorítimos
Quânticos Ainda Está Em Sua Infância. Um Computador Quântico Não É Necessariamente Rápido, É Um Dispositivo
Que Ataca Problemas De Uma Forma Diferente. Ainda Estão Tentando Entender O Que Torna Um Problema
Passível Daquele Tipo De Abordagem.

Na Prática, A Maneira Como Coprocessadores Quânticos Serão Usados Dependerá Muito De Seu Custo. E Esta É
Uma Questão Complicada. No Laboratório De Almaden Da IBM, Por Exemplo, O Núcleo Do Computador Quântico
De Chuang É Pequeno E Barato: Moléculas Contendo Qubits Dissolvidas Em Algumas Gotas De Solvente Incolor
Dentro De Um Tubo De Vidro Menor Que Seu Dedo Mínimo. Mas O Espectrômetro NMR Que Faz Funcionar O
Computador É Um Cilindro Prateado De 30 Metros De Altura Rodeado Por Grandes Maços De Fios E Canos _ A
Maior Parte Dos Quais Necessários Para Atender Ao Hélio Líquido Que Resfria Os Magnetos Supercondutores Do
Espectrômetro. Se Futuros Coprocessadores Quânticos Seguirem Esse Padrão, Eles Serão Enormes Monstros
Multimilionários Que Encherão Salas Inteiras E, Que Somente Poderão Ser Comprados Por Governos. Neste Caso,
Os Computadores Quânticos Podem Ser Restritos A Tarefas De Segurança Como Criptografia E Coleta De Dados
De Inteligência.

E Qual É O Motivo Que A Computação Quântica Provocou Tanta Excitação? Porque Essa Parece Ser Uma Ciência
Totalmente Nova. Os Cientistas De Computação Estão Sendo Obrigados A Aprender Física, E Isto Não Se Ajusta
Exatamente Às Suas Estruturas Intelectuais. A Computação Quântica Rompe Os Limites Institucionais De Qualquer
Instituição. E Qualquer Lado É O Mais Rico Para Aprender Uma Nova Linguagem Para A Descrição Do Mundo.

Mas Um Motivo Ainda Mais Profundo Para A Excitação É A Maneira Como A Computação Quântica Amplia Os
Horizontes Intelectuais. A Pesquisa Da Computação Quântica Busca Resposta A Questões Fundamentais, O Que É
Necessário Para Realizar A Computação _ E Como Podemos Manipular As Leis Da Natureza Para Realizar A
Computação Que Queremos? Essa É A Questão Mais Básica Levantada Pela Computação Quântica.

3.1 Largura De Banda – Diferença Entre A Maior E A Menor Freqüência

Na Literatura Tradicional De Comunicação, O Termo Largura De Banda Se Refere À Habilidade Ou Capacidade Dos
Equipamentos De Telecomunicação Ou Serviços De Rede Em Termos De Bits Por Segundo. Na Terminologia De
Redes Sem Fio, Largura De Banda Se Refere Á Quantidade De Freqüência Oferecida Pela FCC.

Pensando Em Largura De Banda Como O Diâmetro De Um Tubo, Quanto Maior A Sua Largura Maior A Sua
Capacidade. Igualmente, Quanto Maior A Freqüência Da Largura De Banda, Mais Dados Ele Pode Carregar. TV Tem
Largura De Banda De 6000 Khz Porque Ele Carrega Áudio, Vídeo E Outros Sinais.



A Seqüência De Freqüência Gera Os Sons Relativos A Voz Que São Transmitidos Via Rádio Ou Sistemas Com Fio.
O Sinal De Rádio É Uma Onda De Energia Que No Vácuo Viaja 297 000 Km/S. A Comunicação Via Rádio Atua Em
Um Espectro Limitado De Freqüências, Por Motivos Técnicos, E Algumas Bandas São Nocivas A Diferentes
Espécies Inclusive Ao Homem. Tabela 1.1.

Assim Que Um Computador Móvel É Equipado Com Um Cartão Modem PCMCIA Celular, E Um Cabo Para Se
Conectar Ao Telefone Celular, Teremos Uma Conexão Física Que É Muito Similar Á Rede Telefônica Pública, E Será
Possível O Acesso À Internet.

A Analogia Entre Uma Rede PSTN E Uma Rede Celular É Somente Lógica. A Transmissão De Células É Baseada
Na Tecnologia Comutação De Circuitos (Circuit Switching) Que Varia, De Freqüências Para Evitar Interferências
Assim Que Novas Chamadas Aparecem Ou Quando Ocorre Um Hand-Off. Entretanto Essas Mudanças Só Causam
Atrasos Momentâneos, Que São, Todavia, Ás Vezes Muito Longas Para Aplicações De Comunicação Sensíveis
Construídos Para Circuitos Wire-Line Seguras.

Existem Ainda Alguns Obstáculos A Serem Vencidos, Como O Aumento Da Velocidade De Transmissão De Dados,
Pois Ainda É De No Máximo 9600bps.




Laptop

Os Computadores Portáteis São, Na Sua Essência, Ferramentas De Trabalho E Um Investimento Relativamente
Elevado Que Ultrapassa O De Um Computador De Mesa, Com O Detalhe De, Muitas Vezes, Não Renderem O
Mesmo Em Termos De Desempenho.

São Ainda Equipamentos Mais Frágeis, Dotados De Componentes Pouco Padronizados – O Que Complica Sua
Manutenção – E, Por Estar Eternamente Em Transporte, São Mais Propensos A Sofrer Pequenos Acidentes,
Principalmente Quedas.

Além Disso, O Retorno No Investimento Em Um Laptop Pode Somente Ser Visto Na Forma De Trabalho Ou De
Satisfação Pessoal, Já Que Seu Valor De Revenda No Mercado De Usados Também Não É Dos Melhores, Mesmo
Se O Portátil For Comprado E Nunca Utilizado.

Apesar De Seus Inconvenientes De Custo E Fragilidade, Os Laptops São Muito Apreciados Por Qualquer Usuário,
Acadêmico Ou Profissional, Que Deseja Realizar Suas Tarefas Fora Do Habitat Natural De Qualquer Computador De
Mesa.

Os Portáteis São Instrumentos Vitais Para Usuários Que Viajam Muito E Precisam Completar Seus Trabalhos
Quando Em Trânsito, Seja Em Um Quarto De Hotel, No Banco Traseiro Do Carro Ou Até Na Sala De Embarque Do
Aeroporto. As Facilidades De Acesso À Internet Também São Cada Vez Mais Utilizadas Por Esses Profissionais
Como Meio De Comunicação Com Suas Empresas Ou Para Enviar E Receber Fax E E-Mails.

Técnicos Especializados Que Realizam Trabalhos De Campo, Como Pesquisadores, Engenheiros, Agrônomos,
Vendedores, Inspetores E Até Jornalistas, Podem Utilizar Um Portátil Para Coletar Informações E Passá-Las Para
Seus Computadores Nos Escritório In Loco Ou Via Internet. A Capacidade De Armazenar Grandes Quantidades De
Material De Referência Também Significa Ter Que Carregar Menos Documentos, Catálogos E Outros Volumes De
Papel.

Existe Ainda Um Grupo De Pessoas Que Adquirem Laptop Por Motivos Mais Particulares, Como Poder Levar
Trabalho Do Escritório Para Casa Ou Por Simples Falta De Espaço Em Suas Residências.

Modelos Disponíveis

Apesar De Serem Basicamente Pcs Espremidos Dentro De Gabinetes Compactos, Os Laptops Podem Ser
Classificados Em Pelo Menos Três Categorias Atualmente Disponíveis No Mercado.

Os Modelos Básicos, São Os Carros Populares Do Mundo Móvel: Na Maioria Dos Casos, São Configurações
Modestas Que Procuram Economizar No Que É Possível Sem Comprometer A Funcionalidade Do Equipamento.

Entenda-Se Isso Na Forma De Processadores Menos Potentes, Telas Menores E Discos De Menor Capacidade,
Assim Como Baterias Menos Sofisticadas (Nimh) De Menor Autonomia.

Apesar Dessa Descrição Pouco Animadora, Esses Modelos Normalmente Vendem Bem, Principalmente Após A
Iniciativa De Várias Corporações De Equiparem Seus Funcionários, Incluindo A Força De Vendas, Com Laptops.

Devido À Importância Dada À Funcionalidade, Os Modelos Básicos São Normalmente Do Tipo "Tudo Em Um", Isto É,
Configurações Com Todos Componentes Já Embutidos No Gabinete (Como A Unidade De Disquetes E CD-ROM), O
Que Contribui Para O Aumento Do Volume Mas, Em Compensação, Diminui O Número De Acessórios E Cabos
Extras Que Precisam Ser Carregados Junto Com O Equipamento.

Os Modelos Finos São O Resultado De Uma Curiosa Combinação Que Procurou Reduzir O Peso Do Equipamento
Sem Sacrificar A Facilidade De Uso. O Resultado Se Mostrou Em Um Teclado Bem Espaçado E Uma Tela Maior,
Com As Mesmas Dimensões De Um Laptop Convencional, Porém De Perfil Mais Baixo.

Essa Categoria Tem Representantes Mais Caros Que Os Básicos Devido Ao Maior Grau De Miniaturização Dos
Componentes Com O Objetivo De Diminuir O Peso. Outra Característica Desse Desenho É A Montagem Externa De
Alguns Periféricos Por Meio De Cabos Ou De Gavetas Que Aceitam Um Ou Outro Periférico De Cada Vez.

Alguns Desses Modelos Possuem Uma Espécie De Docking Station Que Se Conecta Pela Parte De Baixo Do
Laptops (Como Num Sanduíche De Pão De Forma), Adicionando Recursos Ao Sistema, Como Baterias, Portas De
Comunicação E Unidades De Discos.
Os Modelos Topo De Linha, Também Conhecidos Como Power Laptops, Podem Ser Considerados De Luxo, Por
Virem Equipados Com Todos Os Opcionais E Inovações Tecnológicas Que Permitem Realizar Quase Todas As
Tarefas Feitas Atualmente Em Um Computador De Mesa.

Todos Os Superlativos Normalmente Estão Presentes Nesses Modelos: O Processador Mais Veloz, A Tela Maior, O
Disco De Maior Capacidade, Unidade CD-RW Ou DVD Como Item De Série, As Baterias Mais Avançadas Além De
Tecnologias Inovadoras Como Sistemas De Identificação Por Biometria, Comunicação Sem Fio E Portas De Rede De
Alta Velocidade.

Obviamente, Nada Disso Vem De Graça E, Em Certos Casos, Por Esse Valor, É Possível Até Se Comprar Um Carro.
Por Serem Considerados O Estado Da Arte Na Época Do Lançamento, Esses Modelos São Os Que Mais Sentem A
Perda De Status E Os Que Desvalorizam Mais Rapidamente. Existe Ainda Uma Quarta Categoria De Portáteis, Com
Modelos Mais Compactos, Chamados Sublaptops. Seu Sucesso É Relativo, Já Que Suas Dimensões Reduzidas
Tornam O Uso Pouco Confortável, Tornando-Os Indicados Para Aplicações Mais Específicas. A Demanda Por
Computadores Realmente Compactos Também Está Sendo Atendida Em Muitos Casos Pelos Handhelds Com E
Sem Teclado.




5.1. Consumo E Desempenho

Em Termos Tecnológicos, Uma Das Grandes Inovações No Mercado De Portáteis Nos Últimos Tempos Foi A
Preocupação Dos Fabricantes Em Desenvolver Soluções Que Combinem Ótimo Desempenho Com Baixo Consumo
De Energia.

Pouco Depois Do Lançamento Do Processador Mobile Pentium II (Codinome Dixon) No Final De 1999, A Intel
Demonstrou Pela Primeira Vez A Tecnologia Speedstep, Cuja Idéia Básica É Permitir Que O Portátil Funcione A
Todo Vapor Quando Ligado À Rede Elétrica E À Velocidade Reduzida, Consumindo Menos Energia, Quando
Alimentado Por Baterias. Conhecida Na Época Pelo Codinome Geyserville, A Tecnologia Foi Implementada Na Atual
Geração De Processadores Mobile Pentium III.

A Versão De 700 Mhz – Que Equipou Vários Laptops Desse Comparativo – Funciona A 550 Mhz Quando Alimentada
Com Baterias. Nesse Modo, O Consumo De Energia Cai De 1,6 Volt Para Menos Que 1,4 Volt, Contribuindo
Significativamente Para Aumentar A Autonomia Da Bateria.

A Mudança De Velocidade Ocorre Num Intervalo De 1/2000 De Segundo, Tempo Tão Reduzido Que Não Interfere
No Funcionamento Do Computador Mesmo Quando Executando Tarefas De Processamento Pesado.

O Speedstep Também Permite Que O Usuário Desabilite Esse Recurso Por Software, Fazendo Com Que O Portátil
Não Reduza Sua Velocidade Mesmo Quando Fora Da Tomada, Sem A Necessidade De Reiniciar O Sistema.
Para Garantir Que O Sistema Funcione Perfeitamente, A Intel Se Preocupou Em Desenvolver Uma Série De
Componentes De Hardware E Software – Incluindo Extensões De BIOS E Utilitários Para O Usuário Final – Que
Evitou Que Qualquer Alteração Do Sistema Operacional Fosse Necessária Para Que O Processador Tire Proveito
Dessa Tecnologia.




5.2. Laptops Que Estão A Caminho

O Próximo Desafio A Ser Superado Pela Tecnologia Dos Portáteis É A Melhor Implementação De Recursos De
Aceleração 3D, Cujo Desempenho, Se Não Igualar, Pelo Menos Reduzirá O Abismo Nesse Quesito Existente Entre
Os Laptops E Os Computadores De Mesa.

A Esperança Fica Por Conta Da Fabricante De Interfaces De Vídeo Nvidia, Que Anunciou Recentemente Uma
Versão De Seu Consagrado Processador Gráfico Específico Para Portáteis, O Geforce2 Go. A Toshiba Foi A
Primeira Empresa Que Apresentou Um Portátil Baseado Nessa GPU, O Satellite Modelo 2805, Em Fevereiro Deste
Ano. Na Mesma Oportunidade, A Empresa Lançou Uma Versão Mais Simples Que O 2850, Chamada S202, Que
Inclui, A GPU S3 Savage IX E 8 MB De SDRAM, O Mesmo Chip Presente No Thinkpad T20, Equipamento Que
Apresentou Os Melhores Resultados Em 3D Nos Nossos Testes.

Outra Novidade Tecnológica Nesse Campo Virá Nos Meios De Comunicação Entre Os Equipamentos Portáteis E
Seus Periféricos: As Conexões Sem Fio.

A Partir De Uma Iniciativa Apoiada Por Empresas Como Toshiba, IBM, Intel, Ericsson E Nokia, Surgiu Uma Nova
Tecnologia De Comunicação Baseada Em Ondas De Rádio, Conhecida Por Bluetooth.

Um PC Equipado Com Esse Sistema Será Capaz De Se Conectar E Trocar Informações Com Qualquer Outro
Computador Ou Periférico Compatível, Dentro De Uma Área De 10 Metros Quadrados, Sem O Uso De Cabos Ou
Feixes De Infravermelho.

Em Termos Mais Genéricos, Com A Atual Popularidade Dos Handhelds, Dos Tablets E Dos Internet Appliances, O
Laptop Poderá Deixar De Ser Uma Solução Para Se Tornar Um Conceito Em Si, Ou Seja, Um Computador Portátil
Para Aplicações Genéricas, Deixando A Cargo De Seus Primos Mais Novos As Aplicações Mais Especializadas.

Por Causa Disso, Acredita-Se Que Existam Poucas Inovações Ainda Para Serem Desenvolvidas Nesse Campo. A
Arquitetura Dos Laptops Deve Mudar Relativamente Pouco Daqui Em Diante. Em Outras Palavras, Espera-Se Que,
Com O Passar Dos Anos, Esses Pequenos Notáveis Mantenham Basicamente As Mesmas Características Físicas E
Funcionais, Que Atendem Bem As Necessidades De Seus Usuários Típicos.

Novas Tecnologias
6.1 GSM - Global System Mobile

História Do GSM

Na Década De 80, Sistemas De Telefones Celulares Analógicos, Foram Desenvolvidos Na Europa, Especialmente
Na Escandinávia, Reino Unido, França E Alemanha.

Foram Desenvolvidos Diversos Sistemas, O Que Levou A Incompatibilidades Entre Eles, Devido A Forma De Envio
De Dados, Protocolos E Freqüência De Comunicação. Em 1982 Foi Realizada A "Conference Of European Posts
And Telegraphs (CEPT)" Onde Se Formou Um Grupo Denominado "Group Special Mobile (GSM)", Com O Objetivo
De Estudar E Desenvolver Um Sistema Móvel Que Obedecesse Alguns Padrões :

      Boa Qualidade De Voz

      Eficiência Espectral

      Terminais Pequenos E Baixos Custos

      Suporte Para "Roaming" Internacional

      Capacidade Para Suportar "Handheld" Terminais

      Suportar Uma Larga Área De Novos Serviços E Utilidades

      Compatibilidade IDSN

Em 1989 A Responsabilidade Passou Para O "European Telecomunication Standards Institute(ETSI)" Onde Em 1990
Foram Publicadas As Especificações Do GSM. Tal Padrão Generalizou-Se Então Pelo Resto Do Mundo.




6.1. A Estação Móvel
Equipamento Móvel (Terminal) E Um Cartão Inteligente Designado De SIM. O Cartão Providencia Mobilidade
Pessoal, De Tal Forma Que O Assinante Consegue Ter Acesso Aos Serviços Subscritos Independentemente Do
Terminal Utilizado, Isto É, Ao Inserir O Cartão SIM Num Terminal Diferente, O Assinante Pode Usufruir Dos Serviços
A Partir Desse Terminal. O Cartão SIM Tem Uma Identificação Única Mundial (IMSI ), Assim Como O Terminal (IMEI
). Estes Códigos São Independentes Permitindo Uma Maior Mobilidade E Uma Segurança Pessoal Contra O Uso
Não Autorizado.


6.2. Subsistema Rádio Base
Este Subsistema Encarrega-Se Do Controle De Ligação Rádio Com A Estação Móvel. É Dividido Em Duas Partes: A
Estação Rádio Base De Transmissão (BTS) E A Estação Rádio Base De Controle (BSC). A Comunicação Entre
Estas Duas Estações É Realizada Através Da Interface Standard Abis, Permitindo (Como No Resto Do Sistema) A
Operação Entre Componentes Realizada Por Diferentes Fornecedores. A BTS Aloja Os Receptores-Transmissores
Rádio Que Definem A Célula E Suportam Os Protocolos De Ligação Rádio Com A Estação Móvel. Numa Grande
Área Urbana A Quantidade De BTS’s Deverá Existir Em Maior Número. A BSC Gerência Os Recursos Para Uma Ou
Mais BTS's, Tais Como, Configuração Dos Canais Rádio, Saltos De Freqüência E Transição Entre Células (Hand-
Off). A BSC Realiza A Conexão Entre As Estações Móveis (Celulares) E O Centro De Comutação Móvel (MSC).


6.3. O Subsistema Rede
O Seu Principal Componente É O MSC, Que Se Encarrega De Fazer A Comutação De Chamadas Entre Estações
Móveis Ou Entre Uma Estação Móvel E Um Terminal Fixo. Comporta-Se Como Um Nó De Comutação De PSTN Ou
ISDN, E Adicionalmente Providencia Toda A Funcionalidade Necessária Para O Tratamento De Um Assinante Móvel,
Realizando O Registro, Autenticação, Atualização Da Localização, Transição Entre Células (Hand-Off) E
Gerenciando Um Assinante Em Roaming. Estes Serviços São Providenciados Em Conjunto Com Várias Entidades
Funcionais Que Juntas Formam O Subsistema Rede: MSC, HLR, VLR, EIR, Auc. O HLR, O VLR E O MSC, Em
Conjunto Providenciam As Capacidades De Roaming Do GSM.
O HLR (Home Location Registrer) Contém Toda A Informação Administrativa De Todo O Assinante Registrado Na
Correspondente Rede De GSM, Juntamente Com A Localização Da Estação Móvel. A Localização Da Estação Móvel
Está Geralmente Na Forma Do Endereçamento Do VLR (Visitior Locantion Registrer). As Informações Fornecidas
Pelo VLR, São Necessárias Para Controlar A Chamada E Providenciar Os Serviços De Cada Assinante, Situada
Dentro De Uma Determinada Área De Controle. Outros Dois Registos São Usados Para Segurança E Autenticação.
O EIR É Uma Base De Dados Que Contém Listagens De Todos Os Equipamentos Móveis Válidos Na Rede, Onde
Todas As Estações Móveis São Identificadas Pelo IMEI. Um IMEI É Considerado Como Inválido Se Declarado Como
Roubado Ou Incompatível Com A Rede. O Auc É Uma Base De Dados Protegida Que Guarda Uma Cópia Do Código
De Cada SIM, Que É Usado Para Autenticar E Encriptar Através Do Canal De Rádio.


6.4. Codificação De Canal E Voz
A Voz Em GSM É Codificada Digitalmente A Uma Taxa De 13 Kbps (260 Bits Cada 20 Ms). Com A Adição Posterior
De Código Para A Correção De Erros, Passamos A Ter Uma Taxa De 22.8 Kbps (456 Bits Cada 20 Ms). Estes 456
Bits São Divididos Em 8 Blocos De 57 Bits, E O Resultado É Envio De 8 Slots De Tempo Sucessivos, Para Proteção
Contra Erros De Transmissão. Cada Envio Tem 156.25 Bits E Contém 2 Blocos De 57 Bits, E Uma Seqüência De
Treinamento De 26 Bits Usada Para Equalização. Cada Envio É Transmitida Em 0.577 Ms Para Uma Taxa Total De
270.8 Kbps, E É Modulada Usando GMSK Numa Portadora De 200 Khz. O Controle De Erro E Equalização
Contribuem Para A Robustez Do Sinal Rádio Contra Interferência E Atenuação Na Transmissão. A Natureza Digital
Do Sinal TDMA Permite A Utilização De Vários Processos Para Melhorar A Qualidade De Transmissão, O Tempo De
Vida Útil Da Bateria, E A Eficiência Espectral.
Outra Característica Do GSM É O Controle De Potência ,Que Minimiza A Potência De Transmissão Das Estações
Móveis E Da BTS, E Assim Minimiza A Interferência Gerada Nos Canais E O Consumo.
O Sistema GSM E Os Sistemas Nele Baseados, DCS1800 (Operando A 1.8 Ghz) E PCS1900 (Operando A 1.9 Ghz),
São Uma Primeira Aproximação Para Um Sistema De Comunicação Verdadeiramente Pessoal. O Cartão SIM Trouxe
Mobilidade Pessoal E Mobilidade Para O Terminal. Junto Com O Roaming Internacional E O Suporte A Uma Grande
Variedade De Serviços Tais Como Voz, Transferência De Dados, Fax, SMS , E Outros, O GSM Chega Próximo De
Uma Satisfação Total Das Necessidades De Comunicação Pessoal. Assim Sendo Esta Virá A Ser Usada Como Base
Para O Projeto UMTS. Outra Característica A Salientar No GSM Será A Compatibilidade Com O ISDN.
Palmtop
Jeff Hawkins, Criador Do Palm Pilot Se Formou Em Engenharia Na Universidade De Cornel 1979. Trabalhou Por Três
Anos Na Intel E Posteriormente Para A Grid Systems, Empresa Que Tinha Como Meta Criar Um Computador Que
Pudesse Ser Carregado Por Seu Usuário. Em 1986 Jeff Deixou A Grid E Se Matriculou No Curso De Biofísica Da
Universidade Da Califórnia Onde Desenvolveu Um Algoritmo De Reconhecimento De Escrita Batizado De Palmprint.
Sem Concluir O Curso De Doutorado, Deixou A Universidade Em 1988, Retornou A Grid Como Vice-Presidente De
Pesquisas E Licenciou A Eles O Palmprint. Após Um Ano De Trabalho Foi Lançado O Gridpad, Computador Que
Funcionava A Caneta.
Entretanto Hawkins Queria Construir Computadores Pequenos E Potentes Para Uso Geral. Em 1992 Fundou A Palm
Computing E Conseguiu Convencer Investidores A Patrocinar Sua Idéia. O Primeiro Produto Da Palm Computing Foi
O Zoomer E Era Vendido Na Radio Shack Por US$700,00. Utilizava O Software Palmprint Para O Reconhecimento
De Escrita E Podia Ser Ligado A Aparelhos De Fax, Impressoras, Etc. Além De Ser Um Produto Lento, Caro E
Baseado Em Um Sistema De Reconhecimento De Escrita Primitivo, O Zoomer Só Conseguiu Ser Lançado Dois
Meses Depois Que A Apple Anunciou O Lançamento Do Newton. Nessa Mesma Época A GO De Jerry Kaplan
Também Lançava O Penpoint, Outro Computador Baseado A Caneta. Apesar Do Fracasso E Da Concorrência, A
Palm Computing Passou A Pesquisar Os Motivos Que Levavam As Pessoas A Comprar O Zoomer. Descobriram Que
A Maioria Dos Compradores Possuía Também Um Computador Desktop E Que Gostariam De Sincronizar Os Dados
Entre O Desktop E O Computador De Mão. Hawkins Percebendo Os Erros, Iniciou Um Trabalho De Melhorar O
Zoomer.
A Primeira Mudança Foi No Reconhecimento De Escrita. Constataram Que Seria Mais Fácil Que As Pessoas
Aprendessem Um Alfabeto Padrão Que O Computador Aprender A Letra De Cada Um. Foi Assim Nasceu O Graffiti.
O Tamanho Escolhido Foi Baseado Nas Dimensões Do Bolso De Uma Camisa Social. O Novo Modelo De
Computador De Mão Ainda Ganhou Quatro Funções: Agenda; Caderneta De Endereços; Lista De Tarefas A Serem
Executadas E Anotações (Pequenos Memorandos). Batizado De Touchdown, O Computador Nasceu Em 1994 E
Deveria Ser Vendido A Menos De US$300,00. Para Colocar O Produto No Mercado Seriam Necessários Mais
Investimentos, Que Acabaram Sendo Conseguidos Através Da Venda Da Palm Computing A U.S. Robotics Por 44
Milhões De Dólares Em Ações. Seis Meses Depois O Touchdown Ganhou O Mercado Rebatizado De Palm Pilot.
Em 1996 A U.S. Robotics Lançou Os Modelos Pilot 1000 E Pilot 5000. Em 1997 A U.S. Robotics Foi Vendida A
3Com, Que Em 1999 Transformou A Palm Inc. Em Uma Subsidiária Independente Capaz De Atuar No Mercado
Licenciando Seu Sistema Operacional E Desenvolver Tecnologia Ligada A Internet. Atualmente O Palm É Vendido
Em Mais De Trinta E Cinco Países E, Segundo A International Data Corp, Em Maio De 1999 Ocupava A Fatia De 68
Por Cento Do Mercado Mundial De Computadores De Mão.
NOTA: Jeff Hawkins Deixou A 3Com E, Em Conjunto Com Donna Dubinsky, Fundou Uma Nova Empresa, A
Handspring. Seu Principal Produto É O Visor, Computador De Mão Que Utiliza O Mesmo Sistema Operacional Do
Palm E Conta Ainda Com Algumas Inovações. Além De Estar Disponível Em Várias Cores (Transparentes Como O
Imac), Ele Permite A Expansão Através Dos Módulos Springboard Que Podem Ser Encaixados Na Parte Traseira Do
Visor. Existem Módulos De Memória, Modem, Cameras Fotográficas E Até Mesmo Dispositivos Capazes De Tocar
Música MP3.


Visor - Sistema Operacional Palmos, 2MB De Memória, Infravermelho, Luz De Tela (Backlight), Slot Para
Springboards, Microfone Interno, Funciona Com Duas Pilhas AAA E Está Disponível Apenas Na Cor Grafite. O
Cradle Utiliza Saída Do Tipo USB. Para Computadores Que Não Possuem Saída USB, Faz-Se Necessário A Compra
De Um Cradle Com Saída Serial. OBS.: O Visor Pode Ser Comprado Com Ou Sem O Cradle.]




     Considerações Finais
     Internet
              - A Partir Do Estado Da Arte Da Tecnologia Da Informação (WEB), Ficou Evidente Que O
     Problema Central Do E-Business É O Fator Segurança.
     No Mundo Inteiro A Internet Continua Crescendo De Forma Fenomenal. Essa Tendência É Liderada Pelo
     Segmento Comercial, Diferente De Quando Surgiu, Quando Era Liderada Pelo Segmento Acadêmico. A
     Cada Dia Se Ligam À Rede Mundial Grandes Empresas Multinacionais, Pequenas Empresas Com
     Afinidade Com A Cultura Internet, Editora E Empresas De Publicações Etc., Oferecendo E Divulgando
     Seus Produtos E Serviços.
              Robótica
         Na Sociedade Atual, Há Uma Crescente Necessidade De Se Realizar Tarefas Com Eficiência E
     Precisão. Existe Também Tarefas A Serem Realizadas Em Lugares Onde A Presença Humana Se Torna
     Difícil, Arriscada E Até Mesmo Impossível, Como O Fundo Do Mar Ou A Imensidão Do Espaço. Para
     Realizar Essas Tarefas, Se Faz Cada Vez Mais Necessária A Presença De Dispositivos (Robôs), Que
     Realizam Essas Tarefas Sem Risco De Vida.

				
DOCUMENT INFO