ENERGIA RENOVAVEL by sitedoserjao

VIEWS: 271 PAGES: 34

									  O que são energias renováveis?
 A energia renovável é aquela que é obtida de
  fontes naturais capazes de se regenerar, e portanto
  virtualmente inesgotáveis, ao contrário dos
  recursos não- renováveis. São conhecidas pela
 imensa quantidade de energia que contêm, e
 porque são capazes de se regenerar por meios
 naturais.
          São Fontes de Energias
               Renováveis
   O Sol: energia solar
   O vento: energia eólica
   Os rios e correntes de água doce: energia hidráulica
   Os mares e oceanos: energia maremotriz
   As ondas: energia das ondas
   A matéria orgânica: biomassa, bicombustível
   O calor da Terra: energia geotérmica
   Água salobra: energia azul

As energias renováveis são consideradas como energias alternativas ao
  modelo energético tradicional, tanto pela sua disponibilidade (presente
  e futura) garantida (diferente dos combustíveis fosseis que precisam de
  milhares de anos para a sua formação) como pelo seu menor impacto
  ambiental.
Combustíveis
O que é COMBUSTÍVEL ?
 Um combustível é qualquer substância que reage com o oxigênio (ou outro
  comburente) liberando energia, usualmente de modo vigoroso, na forma de
  calor, chamas e gases. Supõe a liberação da energia nele contida em forma de
  energia potencial a uma forma utilizável. Em geral se trata de algo susceptível
  de combustão mas há exceções que se explicam a seguir.
 No meio que vivemos existem várias substâncias que estão ou podem ser
  usadas como combustível. Entre as sólidas incluem-se o carvão, a madeira e a
  turfa. O carvão é queimado em caldeiras para esquentar água, que pode
  vaporizar-se para mover máquinas a vapor, ou diretamente para produzir calor
  utilizável em usos térmicos (calefação). A turfa e a madeira são utilizadas
  principalmente para a calefação doméstica e industrial. A turfa foi utilizada
  para a geração de energia nas locomotivas, que utilizavam madeira como
  combustível, muito comum no passado.
 Entre os líquidos usados como combustível encontramos os de origem vegetal
  ou animal, como o álcool e o óleos vegetais de rícino e gorduras à partir do
  século XX surgem os combustíveis minerais, considerados fósseis, são os
  derivados do petróleo como óleo diesel, o querosene e a gasolina(ou nafta).
 Entre os combustíveis gasosos estão o gás natural ou os GLP (Gases Liquefeitos
  de Petróleo), representados pelo Propano e o Butano. As gasolinas e até os
  gases são utilizados para os motores de combustão interna.
 Nos corpos dos animais em geral, o combustível principal é constituído por
  carboidratos, lipídios e, em certas circunstâncias, as proteínas, que
  proporcionam energia para os músculos, o crescimento e os processos de
  renovação e regeneração celular.
 Por extensão se chamam também combustíveis às substâncias empregadas para
  produzir energia no reator nuclear no processo de fissão nuclear, embora este
  processo não seja de forma alguma uma combustão.
 Tampouco é um combustível, na acepção estrita do termo, o hidrogênio
  quando utilizado no processo de fusão nuclear, que proporciona grandes
  quantidades de energia, no que se fundem quatro átomos de hidrogênio para
  converter-se em um de hélio. Este meio de obter energia não foi dominado
  adequadamente pelo homem (mas que em sua forma mais violenta, é a bomba
  de hidrogênio, conhecida como Bomba H). No Universo é comum, posto que é
  a fonte de energia das estrelas.
 Os combustíveis fósseis são misturas de composto orgânicos que se extraem do
  subsolo com o propósito de produzir energia por combustão. A origem desses
  compostos são seres vivos que morreram há milhões de anos. Consideram-se
  combustíveis fósseis o carvão, procedente de bosques do período carbonífero, o
  petróleo e o gás natural, procedente de outros organismos.
 Renováveis
 Os combustíveis renováveis são combustíveis que usam
 como matéria-prima elementos renováveis para a natureza,
 como a cana-de-açúcar, utilizada para a fabricação do
 álcool e também de vários outros vegetais como a mamona
 utilizado para a fabricação do biodiesel ou outros óleos
 vegetais que podem ser usados diretamente em motores
 diesel com algumas adaptações.
Energia   Hidráulica
Como Funciona?
 A energia hidroelétrica é a energia que se produz em barragens construídas em cursos de
  água (exemplo, a barragem do Alqueva). É encontrada sob a forma de energia cinética,
  sob diferenças de temperatura ou gradientes de salinidade e que pode ser aproveitada e
  utilizada. Uma vez que a água é aproximadamente 800 vezes mais densa que o ar, requer
  um lento fluxo corrente de água, ou ondas de mar moderadas, que podem produzir uma
  quantidade considerável de energia. O potencial da energia acumulada nas cachoeiras
  pode ser convertido em eletricidade. As centrais hidroelétricas aproveitam a energia dos
  rios para funcionar uma turbina que move um gerador elétrico.
Vantagens
 A energia é produzida a partir de uma fonte contínua, neste caso, o movimento da água.
    Não polui o meio ambiente. Baixíssimo custo de produção               .

   http://www.escolarenovavel.alojagratis.org/index.php?option=com_content&view=article&id=50&Itemid=57
Desvantagens
   Há evidentemente desvantagens do uso de energia hidráulica. A principal desvantagem é com relação
    ao meio onde ela será inserida. Se for uma represa que provoque uma inundação em uma grande área,
    irá promover o desaparecimento de espécies da fauna e da flora, sem falar nas cidades que já foram
    inundadas e desapareceram do mapa. Isto provoca o deslocamento de seres humanos e animais de seu
    habitat natural para outro, devendo sofrer conseqüências para a readaptação. Isto quando não há a
    sua extinção por completo, provocando evidentemente desequilíbrios no ecossistema importantes. O
    ideal para uma usina hidroelétrica é que haja uma grande altura e pouca inundação, isto porque, para
    a produção efetiva de energia, o mais importante é que quanto mais alta for a área, mais energia será
    capaz de produzir. A represa mais alta tem 310 metros de altura e fica em Nurek, na Rússia.




 http://www.uesb.br/energias/renovaveis/ehidraulica.htm
    Biomassa
 Do ponto de vista da geração de energia, o
  termo biomassa abrange os derivados recentes
  de organismos vivos utilizados como
  combustíveis ou para a sua produção. Do ponto
  de vista da ecologia, biomassa é a quantidade
  total de matéria viva existente num ecossistema
  ou numa população animal ou vegetal. Os dois
  conceitos estão, portanto, interligados, embora
  sejam diferentes.
 Na definição de biomassa para a geração de
  energia excluem-se os tradicionais combustíveis
  fósseis, embora estes também sejam derivados
  da vida vegetal (carvão mineral) ou animal
  (petróleo e gás natural), mas são resultado de
  várias transformações que requerem milhões de
  anos para acontecerem. A biomassa pode
  considerar-se um recurso natural renovável,
  enquanto que os combustíveis fósseis não se
  renovam a curto prazo.
 A biomassa é utilizada na produção de energia a
  partir de processos como a combustão de
  material orgânico produzida e acumulada em
  um ecossistema, porém nem toda a produção
  primária passa a incrementar a biomassa vegetal
  do ecossistema. Parte dessa energia acumulada
  é empregada pelo ecossistema para sua própria
  manutenção. Suas vantagens são o baixo custo,
  é renovável, permite o reaproveitamento de
  resíduos e é menos poluente que outras formas
  de energias como aquela obtida a partir de
  combustíveis fósseis.
 A queima de biomassa provoca a liberação de
  dióxido de carbono na atmosfera, mas como
  este composto havia sido previamente
  absorvido pelas plantas que deram origem ao
  combustível, o balanço de emissões de CO2 é
  nulo.
Como é utilizada?


    A energia solar é aproveitada através de painéis e coletores solares. Os painéis
    solares são dispositivos que convertem a energia da luz do sol em energia
    elétrica. Estes são compostos por células solares. Estas células criam uma
    diferença de potencial elétrico por ação da luz, ou seja, absorvem a energia do
    sol fazendo a corrente elétrica fluir entre duas camadas com cargas opostas.
    Os coletores solares captam a radiação solar aquecendo uma placa coletora. A
    acumulação da radiação irá transferir energia sob a forma de calor para a
    serpentina de tubos com um fluido, aquecendo-o. Como o fluido a temperatura
    superior é menos denso, irá subir até ao reservatório com água da rede. Ao
    passar no seu interior, o fluido irá transferir energia sob a forma de calor para a
    água no depósito. Esta poderá ser então utilizada. Após esta transferência, o
    fluido terá arrefecido, ficando mais denso e descendo de volta ao coletor, onde
    reiniciará o seu ciclo.


 http://pt.wikipedia.org/wiki/Energia_renov%C3%A1vel
Vantagens
 Vantagens A energia solar não polui durante seu uso. A poluição decorrente da fabricação
  dos equipamentos necessários para a construção dos painéis solares é totalmente
  controlável utilizando as formas de controles existentes atualmente.

 As centrais necessitam de manutenção mínima.


 Os painéis solares são a cada dia mais potentes ao mesmo tempo que seu custo vem
  decaindo. Isso torna cada vez mais a energia solar uma solução economicamente viável.

 A energia solar é excelente em lugares remotos ou de difícil acesso, pois sua instalação em
  pequena escala não obriga a enormes investimentos em linhas de transmissão.

 Em países tropicais, como o Brasil, a utilização da energia solar é viável em praticamente
  todo o território, e, em locais longe dos centros de produção energética, sua utilização
  ajuda a diminuir a demanda energética nestes e consequentemente a perda de energia
  que ocorreria na transmissão.
Desvantagens
   Um painel solar consome uma quantidade enorme de energia para ser fabricado. A energia para a
    fabricação de um painel solar pode ser maior do que a energia gerada por ele.[1]

   Os preços são muito elevados em relação aos outros meios de energia.

   Existe variação nas quantidades produzidas de acordo com a situação atmosférica (chuvas, neve),
    além de que durante a noite não existe produção alguma, o que obriga a que existam meios de
    armazenamento da energia produzida durante o dia em locais onde os painéis solares não estejam
    ligados à rede de transmissão de energia.

   Locais em latitudes médias e altas (Ex: Finlândia, Islândia, Nova Zelândia e Sul da Argentina e Chile)
    sofrem quedas bruscas de produção durante os meses de inverno devido à menor disponibilidade
    diária de energia solar. Locais com frequente cobertura de nuvens (Curitiba, Londres), tendem a ter
    variações diárias de produção de acordo com o grau de nebulosidade.

   As formas de armazenamento da energia solar são pouco eficientes quando comparadas por exemplo
    aos combustíveis fósseis (carvão, petróleo e gás), a energia hidroelétrica (água) e a biomassa (bagaço
    da cana ou bagaço da laranja).
Energia eólica
A energia dos ventos é uma abundante fonte de energia renovável, limpa e disponível em
   todos os lugares Grandes turbinas, em formato de cata-vento, são colocadas em locais
abertos e com boa quantidade de vento. Através de um gerador, o movimento destas turbinas gera
   energia elétrica.



 http://pt.wikipedia.org/wiki/Energia_renov%C3%A1vel
Vantagens
 É inesgotável;
 Não emite gases poluentes nem gera resíduos;
 Diminui a emissão de gases de efeito de estufa (GEE).

    Vantagens para a comunidade
   Os parque eólicos são compatíveis com outros usos e utilizações do
    terreno como a agricultura e a criação de gado;
   Criação de emprego;
   Geração de investimento em zonas desfavorecidas;
   Benefícios financeiros (proprietários).

 Vantagens para o estado
 Reduz a elevada dependência energética do exterior;
 Poupança devido à menor aquisição de direitos de emissão de CO2 por cumprir o
  protocolo de Quioto e diretivas comunitárias e menores penalizações por não cumprir;
 Possível contribuição de cota de GEE para outros sectores da atividade econômica;
 É uma das fontes mais baratas de energia podendo competir em termos de rentabilidade
  com as fontes de energia tradicionais.

 Vantagens para os promotores
 Requer escassa manutenção (semestral);
 Boa rentabilidade do investimento.


 Retirado de
  http://www.edprenovaveis.com/recursos/img/RSC/32495_2412412008134532.jpg
Desvantagens
 Nem sempre o vento sopra quando a eletricidade é necessária,
  tornando difícil a integração da sua produção no programa de
  exploração.
 Impacto ambiental(migração de aves)
 Emissão de ruídos devida ao funcionamento mecânica.
 A intermitência, ou seja, nem sempre o vento sopra quando a eletricidade é
  necessária, tornando difícil a integração da sua produção no programa de
  exploração;
 Pode ser ultrapassado com as pilhas de combustível (H2) ou com a técnica da
  bombagem hidroelétrica.

   Retirado de http://www.edprenovaveis.com/recursos/img/RSC/32495_2412412008134532.jpg
 Energia azul é a energia obtida da diferença entre a concentração de
  sal entre a água do mar e a do rio com o uso de eletro diálise reversa
  (EDR) (ou osmose) com membranas específicas para cada tipo de íons.
  O resíduo deste processo, é água salobra.
 A tecnologia de EDR foi confirmada em condições laboratoriais. Como
  em outras tecnologias, o custo da membrana foi um obstáculo. Uma
  membrana nova e mais barata, baseada em polietileno eletricamente
  modificado, permitiu seu uso comercial.
 Quando um rio despeja suas águas no oceano, há uma ção gigantesca
  de energia. Coloca-se uma membrana entre dois reservatórios, um com
  água doce e outro água do mar. Ela é capaz de reter íons de sal, mas não
  a água, gerando um fluxo de água em direção à água salgada. Aplica-se
  uma pressão maior na água salgada, invertendo este processo. A água
  do mar tem dois tipos diferentes de pequenos componentes: íons do
  sódio e íons de cloreto, positivos e negativos. E cada conjunto têm dois
  tipos de membrana. Um deixa passar apenas o íon positivo e a outra
  membrana somente o íon negativo. Imagine-se entre as minhas mãos a
  água de mar, o íon positivo passa através desta membrana e o íon
  negativo passa através desta membrana. Temos um circuito eléctrico,
  entre a água salgada e a água doce, de cada lado das duas membranas
 Energia maremotriz é o modo de geração de eletricidade através da utilização da
  energia contida no movimento de massas de água devido às marés. Dois tipos de energia
  maremotriz podem ser obtidas: energia cinética das correntes devido às marés e energia
  potencial pela diferença de altura entre as marés alta e baixa.
 Em qualquer local a superfície do oceano oscila entre pontos altos e baixo, chamados
  marés, a cada 12h e 25min. Em certas baías e estuários, como junto ao Monte Saint-Michel
  , no estuário do rio Rance, na França, ou em São Luís, no Brasil, essas marés são bastante
  amplificadas, podendo atingir alturas da ordem de 15 metros. As gigantescas massas de
  água que cobrem dois terços do planeta constituem o maior coletor de energia solar
  imaginável. As marés, originadas pela atração lunar, também representam uma tentadora
  fonte energética. Em conjunto, a temperatura dos oceanos, as ondas e as marés poderiam
  proporcionar muito mais energia do que a humanidade seria capaz de gastar — hoje ou
  no futuro, mesmo considerando que o consumo global simplesmente dobra de dez em
  dez anos.A energia das marés é obtida de modo semelhante ao da energia hidrelétrica
Energia Maremotriz
 Trata-se de uma obra complexa de Engenharia hidráulica. Constrói-se
  uma barragem, formando-se um reservatório junto ao mar. Quando a
  maré é alta, a água enche o reservatório, passando através da turbina
  hidráulica, tipo bulbo, e produzindo energia elétrica. Na maré baixa, o
  reservatório é esvaziado e a água que sai do reservatório passa
  novamente através da turbina, em sentido contrário, produzindo a
  energia elétrica. Este tipo de fonte é também usado no Japão, na França
  e na Inglaterra. A primeira usina maremotriz construída no mundo
  para geração de eletricidade foi a de La Rance, em 1963 e antes de 1500,
  em Lameiras município de Sintra para uso direto em moendas.
Energia Geotérmica
 Energia geotérmica ou energia geotermal é a energia obtida a partir
  do calor proveniente da Terra, mais precisamente do seu interior.
  Devido a necessidade de se obter energia elétrica de uma maneira mais
  limpa e em quantidades cada vez maiores, foi desenvolvido um modo
  de aproveitar esse calor para a geração de eletricidade. Hoje a grande
  parte da energia elétrica provém da queima de combustíveis fósseis,
  como o petróleo e o carvão mineral, métodos esses muito poluentes.
 Para que possamos entender como é aproveitada a energia do calor da
  Terra devemos primeiramente entender como nosso planeta é
  constituído. A Terra é formada por grandes placas, que nos mantém
  isolados do seu interior, no qual encontramos o magma, que consiste
  basicamente em rochas derretidas. Com o aumento da profundidade a
  temperatura dessas rochas aumenta cada vez mais, no entanto, há
  zonas de intrusões magmáticas, onde a temperatura é muito maior.
  Essas são as zonas onde há elevado potencial geotérmico.




 http://pt.wikipedia.org/wiki/Energia_geot%C3%A9rmica

								
To top