Docstoc

RPG Armorial Militar GruMec

Document Sample
RPG Armorial Militar GruMec Powered By Docstoc
					                                       OPERA RPG

       Special operations

                    Guia de armas volume.01

                            MERGULHADORES DE COMBATE
                               BATALHÃO TONELERO




                                            Ivã ‘Lib’ Lucino Camargo
                                         Anderson ‘Intruder’ Salafia




           GUIA DE ARMAS GruMec – Tonelero - Março de 2008 (1º edição)
                                                                             .
                                                      Opera RPG: http://www.rpgopera.tk
                                              Starworks RPG: http://www.starworks.cjb.net
                                                                          http://www.starworks.tk
                  .......................................................http://br.geocities.com/starworksrpg/index.htm
                                      Fórum OPERA RPG: http://br.groups.yahoo.com/group/operarpg


      Este material destina-se a distribuição gratuita através da Internet, tendo sido desenvolvido com regras
específicas de combate para uso com o OPERA RPG ©. Para maiores referencias sobre veículos, armas pessoais e
 equipamentos militares consultem os ‘netbooks’ disponíveis para download gratuito nos sites de divulgação do
                                                  OPERA RPG©.
                  Guia de armas
                                  GruMec - Tonelero
                                           Armas by ‘Lib’




   OPERA OPERAÇÕES ESPECIAIS:

   A série ‘OPERA   SpecOps’ foi lançada em janeiro de 2008, e será composta de cenários, aventuras,
guia de armas e de referência, dedicados a apresentar informações e detalhes sobre as mais importantes
unidades de Operações Especiais do mundo. Entre o material disponível, você encontrara regras para
criação de personagens, combates e uso de equipamentos. Confira os lançamentos mensalmente no site
da StarWorks, ou sites de suporte para o OPERA RPG.


   Guia de armas.
   Este pequeno ‘Guia de Armas’ é destinado ao uso com o OPERA RPG, contendo onze diferentes tipos
de armas (entre pistolas, rifles, carabinas e sub metralhadoras) e seis outras armas (granadas, minas e
lança-rojões) empregados pelo Grupo de Mergulhadores de Combate da Marinha do Brasil, e Batalhão
Tonelero, do Corpo de Fuzileiros Navais; unidades dedicadas as Operações Especiais.
   Também haverá, além das informações referentes às armas (informações e estatísticas), regras
especificas para a inclusão de acessórios (miras, ‘aimpoints’ e ‘LAM’) e diferentes tipos de munições,
permitindo conferir um maior nível de realismo as suas aventuras.
   Embora as armas aqui listadas sejam as empregadas por forças Brasileiras, você poderá adotá-las em
outros cenários ou aventuras sem nenhuma restrição; ou ainda, combinar com outros guias de armas ou
mesmo, as armas especificas de cada cenário já disponibilizado.
                            Acessórios para as Armas.
                            Acessórios para as Armas.




                        M4A1 dotado de ‘Aimpoint’ (RIS-1) e Lançador M.203 (RIS-5).


   “Customizando” suas armas:
   Uma novidade em termos de regras para o uso de armas de fogo em aventuras de RPG é a adoção de
acessórios, os quais permitem ampliar a precisão ou adicionar características que em meio aos combates
se mostram extremamente úteis. Neste capitulo vamos tratar sobre estes itens que, associados ao
treinamento superior dos integrantes do ‘GruMec’, irão resultar em disparos muito mais letais e com
índices de precisão realmente elevados, representando assim situações onde uns poucos combatentes de
elite se sobrepõem a dezenas de soldados regulares.


   RIS Picatinny:
   Usualmente algumas armas já saem de fabrica contando com miras telescópicas (especialmente rifles
de precisão para ‘snipers’) além de receberem lanternas táticas e designadores Laser que ampliam a
precisão em disparos à distancia. Porém, recentemente tem se popularizado o uso do sistema ‘Rail
Interface System’ – RIS (desenvolvido pelo laboratório experimental de sistemas de armas em Picatinny,
EUA), que consiste em dotar uma arma com trilhos aos quais, por meio de roscas de pressão se pode
facilmente adicionar acessórios diversos e mesmo efetuar sua troca, configurando ou “customizando” sua
arma de acordo com as exigências da missão. Entre as opções de acessórios encontramos lanternas
táticas, miras à laser, ‘Aimpoints’, manoplas extras e lançadores de granadas.
   Embora mais comuns em armas mais modernas, que chegam a contar com até cinco posições para
encaixe de acessórios, o sistema ‘RIS Picatinny’ pode ser adicionado a armas mais antigas, desde que o
trabalho seja realizado por armeiros especializados, o que normalmente é restrito a forças militares e
alguns departamentos de policia de grandes centros urbanos (e que contém unidades anti-terror ou de
resgate de reféns).




                                                    2
   Adicionando acessórios:
   Embora a adição ou troca de acessórios com o uso do sistema ‘RIS Picatinny’ seja de fato muito
simples e rápida, podendo ser executada pelo próprio operador da arma em apenas dez minutos e sem
ferramental especifico, será necessário “zerar” ou ajustar as miras, ‘Aimpoints’ e os ‘Laser Aiming
Module’ (aquela famosa “mira laser”) para que se possa fazer uso dos modificadores e bônus em
combate, permitindo que tais acessórios funcionem corretamente (e isto demanda certo tempo, cuidado
e conhecimento armeiro).


   Localização dos acessórios:
   Na tabela a seguir você verá a posição de cada um dos trilhos do sistema ‘RIS Picatinny’, e a seguir a
descrição de cada uma das cinco posições e suas limitações. Devemos lembrar que, por padrão, as
armas já saem com uma mira mecânica, no caso “dioptros” posicionadas sobre o corpo da arma e
próximos ao bocal (que em muitos casos são dobráveis para não interferirem na mira das “aimpoints” e
telescópicas) e que são normalmente usadas para “Tiro Mirado” (segundo as regras do OPERA RPG)
quando não se tem outro aparato de mira disponível, incorrendo em modificadores padrão para a arma.




   A arma da ilustração conta com trilhos em todas as cinco posições da arma, sendo um na parte
superior do corpo da arma; dois nas laterais e dois outros (um atrás do outro) sobre e abaixo do cano da
arma:
         RIS 1: posicionado na parte superior da arma, é o único em que se instalam ‘Aimpoints’, miras
         telescópicas e visores de pontaria.
         RIS 2: posicionado sobre o cano da arma, logo à frente do RIS 1, pode receber lanternas
         táticas, mira mecânica para o lança-granada, ‘LAM’ e ‘Amber Dots’.
         RIS 3: posicionado na lateral direita da arma, tem como opção a instalação de lanternas
         táticas, bem como o ‘LAM’.
         RIS 4: posicionado na lateral esquerdo da arma, tem como opção a instalação de lanternas
         táticas, bem como o ‘LAM’.




                                                   3
           RIS 5: estando na parte inferior da arma, onde usualmente o soldado a segura, pode receber
           manoplas extras para melhorar a pontaria, bipés rebatíveis, lanternas ou lançadores de
           granadas (como o M.203).
           Bocal: o bocal pode também receber supressores de ruído (os populares “silenciadores”) que
           ocultam a chama dos disparos e reduzem o seu som, permitindo maior furtividade em
           operações especiais.
   Acessórios:


      Equipamento                             Descrição                                        Obs.
   Mira Reflex Trijicon     Colimador laser “amber dot” sem ampliação.
                                                                                  +2 em TM (não requer bateria)
        RX01-10                  Instalado apenas no RIS 1 e RIS 2.
                               Mira “holográfica” com colimador laser
                                                                               +1 em TR / +2 em TM (bateria dura
          Mira Eotech       avançado, sem ampliação. Instalado apenas
                                                                                           5 horas)
                                               no RIS 1.
   Mira Multifuncional        Colimador laser “red dot” combinado com
                                                                                  +2 em TR (com NVG ligado)
    IT MARS – Multi          sistema de mira laser ativa infravermelha.
                                                                                +2 em TM (bateria dura 10 horas)
 Purpose Aiming System                Instalado apenas no RIS 1.
                            Mira laser infravermelha visível apenas com
                                                                               +2 em TR (com NVG ativado, bateria
  Mira Laser AN/PEQ-2        auxílio de NVG. Instalado apenas no RIS 2,
                                                                                         dura 6 horas)
                                             RIS 3 e RIS 4.
                            Mira óptica com aumento ajustável de X1 à           Bônus +2 para distancia / +1 TM ou
      Mira Trijicon
                              X4 e colimador “red dot” laser. Instalado        +2 TM com “red dot” ativado (bateria
    ACOG TA01 (X1-4)
                                           apenas no RIS 1.                                dura 5 horas)
                                                                                +2 em TR, mas o “ponto vermelho”
    LAM (laser aiming              Mira laser visível. Instalado apenas
                                                                                sobre o alvo pode tirar o “elemento
        module)                          no RIS 2, RIS 3 e RIS 4.
                                                                                             surpresa”
                             Lançador de granadas de 40mm, acoplável            TR-1/ TM+2 ; alcance: 30 a 300 mt.
  Lança-granadas M203
                            à rifles e carabinas. Instalado apenas no RIS 5.      Acresce cerca de 1,6Kg à arma.
                                                                                Bônus de +2 para distancia / +1 TM
                            Bipé dobrável para apoiar armas de precisão
                                                                                 por dar maior estabilidade à arma,
   Bipé rebatível Harris     (acoplável sob cano). Instalado apenas no
                                                                                  desde que esteja apoiada sobre
                                               RIS 5.
                                                                                alguma superfície plana (chão, etc)
                                                                                    Bônus de +1 para distancia/
                                  Manopla extra acoplável sob o cano da        imprecisão por alta cadência, por dar
     Manopla vertical
                                    arma. Instalado apenas no RIS 5.             maior estabilidade à arma (melhor
                                                                                          apoio às mãos)
                                Supressor de chamas e ruído (popular
                                                                                   -4 em percepção para localizar
                              “silenciador”) que inibe a chama do bocal
  Supressor Knights QD                                                          atirador e -2 para se ouvir o barulho
                            (dificultando localização do atirador) e reduz
      (Rifles Colt)                                                            acima de 50 mts de distância. Requer
                              em -30dB o barulho de disparo. Instalado
                                                                                     maior manutenção da arma!
                                           no bocal da arma.
                                Supressor de chamas e ruído (popular
                              “silenciador”) que inibe a chama do bocal           -4 em percepção para localizar
                            (dificultando localização do atirador) e reduz        atirador e -2 (-4 com munição
  Supressor IMI (SMG)
                             em -40dB o barulho de disparo. Pode ficar          subsônica) para se ouvir o barulho
                               quase “inaudível” com uso de munição               acima de 30 mts de distância.
                                               subsônica.
                             Lanterna convencional compacta, acoplável         Cone de luz de diâmetro 2m, alcance
 Lanterna tática Surefire
                                     as laterais do cano da arma.              médio 25 metros, bateria dura 3 hrs
    luneta Schmidt &           Mira óptica com aumento x6. Instalado
                                                                               Bônus de +3 para distancia / +1 TM
      Bender 6x42                          apenas no RIS 1.
                                                                                 Bônus +2 para distancia / +1 TM
                             Luneta de visão noturna com aumento X4.               (bateria dura até 70 horas)
          Luneta Kite
                                    Instalado apenas no RIS 1.                  substitui NVG (pode ser usada em
                                                                                 conjunto com AN/PEQ2 e MARS)


   Os acessórios acima listados são apenas alguns modelos existentes, sendo no caso os que estão
disponíveis para a Marinha do Brasil, sendo que outras opções você encontrará em outros ‘Guias de
Armas’.

                                                         4
   Muito comum a alguns jogadores é o ato de quando em batalha, ou ao termino de uma, sair
recolhendo armas e acessórios de seus oponentes derrotados; porém, no caso de acessórios a inclusão
de um novo sem que seja gasto um tempo razoável para “calibrar” a arma, não irá resultar em bônus,
podendo mesmo levar a penalidades.


   Armas antigas:
   Como já havíamos colocado, as armas que não saíram de fabrica contando com este sistema de
trilhos poderão tê-los adicionados, porém haverá a restrição de que apenas nas posições RIS 1; RIS 2 e
RIS 3 poderão ser instalados acessórios.


   Modificadores e Abusos:
   Em jogo, os modificadores de cada acessório adotado se somam, à exceção daqueles que só
funcionam em situações especiais. Para detalhes, consulte a tabela anterior.




                       Alguns exemplos de acessórios disponíveis para as forças especiais ocidentais
                      (Trijicon ACOG TA01, Eotech, Trijicon RX-01, AN/PEQ-2 e lanterna tática+LAM).




                                                          5
                               Munições para as Armas.
                               Munições para as Armas.




                 Diversos exemplos de tipos de munição para fuzis militares no calibre 5.56mm
    (FMJ, traçante, treino, festim para disparar granada de bocal, FMJ aprimorado, traçante aprimorado e AP).


   Uma munição para cada emprego especifico:
   Como os soldados de forças especiais recebem as mais variadas missões possíveis, eles também tem
acesso a diversos tipos de munições para as suas armas, muitas das quais são restritas até para as
forças armadas convencionais (como as ponta ocas e perfurantes de blindagem)!
   Listemos a seguir 7 tipos de munição e seus empregos específicos:


   FMJ (full metal jaquet, “jaquetada”) – é a munição de adoção convencional das forças armadas
do mundo todo, possui boa penetração em alvos sem blindagem e baixa fragmentação. É utilizada por
rifles, carabinas, metralhadoras, SMGs e pistolas.


   Traçante – munição de ponta FMJ, mas com retaguarda oca, na qual abriga uma pólvora colorida
que deixa um rastro colorido ao ser disparada (vermelho, laranja ou verde, de acordo com a origem da
munição), permitindo o rastreio da trajetória do tiro e facilitando disparos seguintes (+1 para TR), porém
eles também denunciam a posição do atirador. É recomendado o uso em metralhadoras, mas fuzis
podem usá-las como últimas balas do carregador e assim “alertar” a necessidade de recarga.


   AP (armour piercing, perfurantes de blindagem) – são projéteis de altíssima velocidade e
dotados de um “penetrador” (agulha de aço em meio à bala de chumbo) que atravessa com facilidade as
blindagens modernas (reduz absorção pela metade). Fuzis e metralhadoras (que já penetram blindagens
leves mesmo com munição FMJ) podem perfurar até 1 polegada de aço e pistolas e SMGs podem varar
coletes de proteção NIJ Lv III (sem SAPI). São proibidas pela Convenção de Genebra.


   JHP (jacketed hollow point, ponta-oca semi-jaquetada) – é a versão militar das populares
“ponta-oca”, munições de baixo poder de penetração em alvos blindados, mas que se fragmentam e por
isso causam pesados ferimentos em alvos “desprotegidos”. (+2 de dano em alvo sem coletes acima do
                                                       6
NIJ lv III, mas o dano é a metade em alvos com boa blindagem). Pode ser utilizada por fuzis, carabinas,
SMGs e pistolas. É proibida pela Convenção de Genebra.


   Subsônica – é a munição indicada para o uso em missões furtivas e empregada por fuzis, carabinas
e SMGs com supressores, pois sua velocidade de escape é reduzida para valores bem abaixo da
velocidade do som (menos de 280 m/s em média) e por isso causam pouco ou nenhum ruído ao serem
disparadas. Entretanto, seu dano e alcance são drasticamente reduzidos (-1 para dano de pistola e -2
para dano de fuzis/carabinas e alcance reduzido em 35%).


   Match – é a munição para “precisão absoluta”, pois a combinação de uma pólvora refinada e projétil
calibrado permite uma melhor trajetória balística e incríveis agrupamentos de tiros consecutivos na
ordem de 1 MOA (minuto de ângulo, desvio de 1/60 dentro de 1º de ângulo!!!!), ao serem utilizados por
fuzis de precisão (sniper). São caríssimos, mas facilitam muito o objetivo de “1 shot, 1 kill” (1 tiro, um
alvo morto)... (bônus de +2 para redução de penalidades de distância).


   Blank/Festim – munição “sem bala” que serve para criar pressão suficiente no cano da arma para
disparar granadas de bocal, específica para fuzis e para o disparo de tais granadas, mas também podem
ser utilizadas como festins cinematográficos (geram um disparo “falso” e alto, ideal para assustar e
enganar inimigos desatentos).




                                                    7
                                 Guia de Armas.
                                 Guia de Armas.

Escolhendo as armas:
Abaixo, iremos agora apresentar maiores detalhes sobre as armas.


                                               Pistola Taurus PT92 AF (9x19mm): de fabricação
                                            nacional, conta com carregador para 15 projéteis do calibre
                                            9x19mm e é a arma de defesa pessoal de cada Mergulhador
                                            de Combate.


                                                Carabina Colt M4 (5,56x45mm): empregada tanto
                                            pelo ‘GruMec’ quanto ‘Tonelero’, podendo receber entre
                                            outros acessórios lançadores de granada M.203 de 40mm.
                                            Conta com carregador para 30 projeteis calibre 5,56x45mm
                                            e dispara no modo semi-automático e em rajadas curtas (3
                                            tiros cadenciados). Se trata de uma versão mais leve e
                                            curta do Fuzil M16A2 norte-americano.
                                               Carabina Colt XM177E2 ‘Commando’
                                            (5,56x45mm): versão curta do fuzil M16A1, foi adaptada
                                            para as forças especiais americanas no final da década de
                                            60 e permanece ativa até os dias de hoje nas mãos de
                                            tropas especiais aliadas. Com a devida “customização”,
                                            pode receber diversos acessórios. Possui modo de disparo
                                            semi-auto e full-auto (rajada longa).
                                               Carabina Colt M4A1 (5,56x45mm): arma padrão
                                            atual do exército americano, a M4A1 é a versão curta e
                                            mais confortável do fuzil M16A3 e possui 1 trilho de
                                            acessórios Picantinny (RIS 1), podendo receber, com a
                                            substituição da proteção do cano, mais 4 trilhos. Possui
                                            modo de disparo semi-auto e full-auto (rajada longa).
                                               SMG IMI Mini-Uzi calibre (9x19mm): pequena e
                                            compacta, é de origem israelense e conta com carregadores
                                            de 20 ou 32 cartuchos 9mm, com uma cadência de tiro de
                                            até 950 disparos por minuto. Contam com coronha rebatível
                                            e ainda podem receber supressor de ruído (silenciador),
                                            bem como pinça encaixavel que permite ter 2 carregadores
                                            conectados perpendicularmente para agilizar a recarga em
                                            combate.
                                               SMG H&K MP5SD6 (9x19mm): de fabricação alemã,
                                            esta SMG furtiva é muito empregada por forças policiais de
                                            diversas nacionalidades e unidades de elite, contém
                                            supressor de ruído incorporado à arma, e conta com
                                            coronha rebatível, o que facilita a movimentação em
                                            ambientes pequenos. É empregada pela unidade de resgate
                                            e retomada (GERR) do Batalhão ‘Tonelero’.
                                               SMG H&K MP5K (9x19mm): com apenas 325mm de
                                            comprimento, esta compacta SMG é empregada pelo
                                            ‘Tonelero’, sendo desprovida de coronha mas dotada de
                                            manopla extra. Conta com carregador para 15 e 30
                                            projeteis de 9mm e pinça encaixável que permite ter
                                            2 carregadores conectados lateralmente para agilizar a
                                            recarga em combate.

                                               Espingarda Mossberg M590 (c.12): espingarda
                                            militar robusta e veterana, é empregada pela unidade de
                                            resgate e retomada (GERR) do Batalhão ‘Tonelero’.




                                              8
                                                              Metralhadora FN Minimi (5,56x45): de produção
                                                          Belga é empregada pelo ‘GruMec’, contando com cerca de
                                                          7kgs de peso, e é alimentada por fita com 200 projéteis,
                                                          acomodada em uma bolsa, provendo uma respeitável
                                                          cadencia de fogo. Conta com bipé para apoio e coronha
                                                          fixa. Além de poder ser municiada por fita (200 projeteis)
                                                          tem como opção operar com carregadores dos Fuzis da
                                                          família Colt. M.4/ M.16.

                                                             Metralhadora FN Minimi Para (5,56x45): arma
                                                          empregada tanto pelos mergulhadores quanto fuzileiros,
                                                          tem como únicas diferenças para a FN Minini o fato de
                                                          contar com coronha rebatível e cano mais curto,
                                                          adequando-a para a operação com forças pára-quedistas.

                                                              Fuzil de precisão Parker-Hale M.85 (7,62x51mm):
                                                          com incrível precisão, este é o fuzil adotado pelos
                                                          atiradores de elite do ‘GruMec’, contando com 100% de
                                                          acerto para disparos contra alvos a até 600mts de
                                                          distancia! De produção inglesa, é uma arma de repetição,
                                                          com ação manual e dotada de carregador para 10 projeteis
                                                          calibre 7,62x51mm.

                                                             Lança-foguete AT-4 (84mm): Lança-foguetes
                                                          descartável que dispara um obus de 84mm com ogiva HEAT
                                                          (high-explosive-anti-tank) com alcance até 300 mts, ideal
                                                          para aniquilar blindados leves e pesados.




    Tabela de armas:
    Na tabela abaixo você encontrará todos os valores, dados e modificadores para as armas acima
listadas e que serão empregados em suas aventuras:
                      Arma                         Recarga        NC    TR     TM     Dano      Cad    Carga     Peso
    Pistola Taurus PT92 AF calibre 9x19mm           Pente        11     +1     +4     D2+1       2       15     0,9kg
    Carabina Colt M4 calibre 5,56x45mm [1]          Pente        10     +1     +4     D2+4      2/3      30     2,8kg
  Carabina Colt XM177E2 “Commando” (.223)
                                                    Pente        10     +1     +4     D2+4      2/5      30     2,6kg
                       [1]
 Carabina Colt M4A1 calibre 5,56x45mm [1][2]        Pente        10     +1     +4     D2+4      2/5     30      2,5kg
      SMG IMI Mini-Uzi calibre 9x19mm [5]           Pente         9     +1     +3     D2+1      2/5    20/32    2,35k
       SMG H&K MP5SD6 (9mm) [4] [5]                 Pente        11     +1     +4     D2+1      2/5     30      2,95k
           SMG H&K MP5K (9mm) [5]                   Pente        11     +1     +4     D2+1      2/5    15/30     2kg
     Espingarda c12 Mossberg M592 Special          Manual        12     +0     +3     D3+3       0       8      3,25k
    Metralhadora FN Minimi calibre 5,56x45         Correia       11     +0     +3     D2+4      2/5     100     7,1kg
      Metr. FN Minimi Para calibre 5,56x45         Correia       11     +0     +3     D2+4      2/5     100     6,85k
       Fuzil de precisão Parker-Hale M.85
                                                   Manual        12     +0     +5     D2+5       0       10     4,8kg
             Calibre 7,62x51mm [3]
       Lança-rojão AT-4 (munição HEAT)                -          10     +0     +3     D6+22      -       1      7,8kg
     Granada 40mm (para uso c/ M.203) *               -           -      -      -     D4+10      -       -      0,75k

     [1] Carabina Colt M4, M4A1 e XM177E2: pode receber lança-granadas M203 sob o cano e aimpoints e ACOGs na
 alça de transporte (graças a um adaptador encaixável lá), pode também receber 3 "mini" trilhos RIS_Picantinny na
 base frontal do cano (desde que não se use o M203), permitindo o uso de manopla vertical e lanterna tática surefire.
 Fica 1 trilho sobrando, permitindo o uso de LAMs (laser visível). Pode-se usar o supressor (silenciador) QD.
     [2] Possui apenas 1 trilho RIS (Picantinny) de rápida instalação de acessórios / miras no topo do ferrolho.
     [3] Fuzil M.85: equipado com luneta Schmidt & Bender 6x42
     [4] Supressor embutido (se utilizar munição subsônica, penalidade de -4 na percepção para observador além de
20mm).
     [5] Carregador “duplo” – possui pinça encaixavel que permite ter 2 carregadores conectados lateralmente
(perpendicularmente na Mini-Uzi), possibilitando recarga rápida (apenas 1 ação)
     Observação: a Metralhadora Minimi conta com cano de 465mm, enquanto a Minimi Para com cano de 349mm.
     * Granada tipo HEAT. Para valores de TR / TM consulte o Lança-granadas M.203 na tabela de acessórios.




                                                            9
   Granadas e outras armas:
   Vamos agora falar um pouco sobre granadas e minas antipessoal, elementos especialmente úteis
para se preparar armadilhas ou emboscadas.


                                                        Granada de mão M67: é a granada “comum” ou seja,
                                                    dotada de uma carga explosiva que, ao ser detonada lança
                                                    estilhaços (o corpo da granada) em uma grande área,
                                                    ferindo vários soldados inimigos, ou mesmo podendo matar
                                                    quem estiver mais próximo e venha a receber uma maior
                                                    carga de fragmentos.


                                                        Granada de mão M.83 (Fumigena): A granada M.83 é
                                                    uma granada de fumaça (Fumigena) que ao ser acionada
                                                    libera uma grande quantidade de fumaça colorida (pode até
                                                    ser segurada pelo soldado após ter o pino liberado) que tem
                                                    por finalidade sinalizar a localização de tropas amigas,
                                                    indicar a direção do vento para helicópteros que estão
                                                    pousando ou ainda, alertar da situação da área, indicando a
                                                    presença ou não de inimigos. Há diferentes granadas que
                                                    geram fumaça branca, amarela ou laranja.
                                                       Granada de mão CS (Gás lacrimogêneo): seu uso é
                                                    muito comum pela Tropa de Choque, especialmente em
                                                    grandes distúrbios, onde civis tenham de ser dispersos com
                                                    rapidez e sem o uso de armas de fogo. Basicamente, após
                                                    ser detonada libera um gás irritante, o qual age sobre os
                                                    olhos e vias respiratórias das pessoas, irritando-as a ponto
                                                    de tornar insuportável manter-se no mesmo local. Se
                                                    lançada em um ambiente fechado, como um barraco ou
                                                    sala seus efeitos são acentuados mais ainda.
                                                        Granada de mão XM84 (Flashbang): esta granada
                                                    pirotécnica faz uso de um flash de luz e som, ao detonar,
                                                    para atordoar instantaneamente quem esteja dentro de seu
                                                    raio de ação, sendo normalmente lançada dentro de uma
                                                    sala ou local aonde os policiais irão entrar. Como efeito,
                                                    quem estiver dentro desta perderão por importantes
                                                    frações de segundos os sentidos, podendo ser facilmente
                                                    rendidos ou alvejados (caso estejam armados e possam
                                                    oferecer resistência). É muito utilizada em resgate de
                                                    reféns, pois minimiza os riscos de que algum criminoso
                                                    tente executar a vitima.
                                                        Mina antipessoal “Claymore”: consiste em um misto
                                                    de uma mina com granada de fragmentação, a qual difere
                                                    das tradicionais minas anti-pessoal por não ser enterrada,
                                                    mas sim posicionada com uma de suas faces (devidamente
                                                    marcada com um aviso: “FRONT FOWARD ENEMY”) voltada
                                                    para o local por onde o inimigo irá passar, lançando uma
                                                    grande carga de fragmentos (num cone de até 30 metros
                                                    de efeito) ao ser detonada. Seu acionamento ocorre quando
                                                    seu pino é removido, ação a qual pode ocorrer com o
                                                    simples uso de uma linha fina que, ao ser tocada pelo
                                                    soldado inimigo a aciona ou por um detonador remoto por
                                                    fio, chamado de “clacker”. É muito eficiente para
                                                    armadilhas antipessoais e contra veículos de transporte (é
                                                    ineficiente contra blindados).


                   Arma                      Recarga       NC     TR     TM     Dano      Cad    Carga     Peso
           Granada de mão M67                   -           -      -      -     D4+3       -        -     0,68k
     Granada de mão M.83 (‘Fumigena’)           -           -      -      -       -        -        -     0,58k
   Granada de mão CS (Gás lacrimogêneo)         -           -      -      -       -        -        -     0,73k
    Granada de mão XM84 (‘Flashbang’)           -           -      -      -       -        -        -     0,53k
        Mina anti-pessoal “Claymore”            -          10      -      -     D6+12      -        -     3,6kg


                                                     10
                            Créditos e agradecimentos.
                            Créditos e agradecimentos.

   Dedicatória:
   Este ‘netbook’ é dedicado a todos os soldados brasileiros em missão de paz no Haiti e em outras
nações menos afortunadas.
   E às nossas forças armadas que protegem este nosso Pais continental daí após dia.




   Para maiores informações sobre a missão no Haiti, consulte o site Oficial da Marinha do Brasil:
                      https://www.mar.mil.br/menu_v/ccsm/minustah/minustah.htm


   Informações sobre outras missões de Paz a serviço da ONU com participação da Marinha do Brasil:
                            https://www.mar.mil.br/comffe/missoes_de_paz.htm




                                                   11
                     Guia de armas
                                     GruMec - Tonelero
                                                Armas by ‘Lib’




   Créditos e agradecimentos:
   Este ‘Guia de Armas’ foi desenvolvido para uso com as regras do OPERA RPG; para maiores
informações sobre regras e outros cenários consulte o site da StarWorks.
   Agradecimentos ao Ivã ‘Lib’ Lucino Camargo pelas informações e dados de todas as armas

adicionadas aos ‘Netbook’ da série ‘OPERA       SpecOps’.

   Equipe de Criação:


                    Ivã ‘Lib’ Lucino Camargo – informações, imagens e estatísticas das armas.
                    Anderson ‘Intruder’ Salafia – criação e edição.


   OPERA Special Operations:

   A série ‘OPERA      SpecOps’ foi criada para os fãs de aventuras bélicas de RPG, envolvendo unidades
de elite em missões de alta complexidade. Confira alguns dos projetos já concluídos e outros já
previstos:


             Mini cenário “Emboscada em ‘Sadr City’”: US Delta Force. (Janeiro 2008)
             Cenário “OPERA GruMec”: Mergulhadores de Combate da Marinha do Brasil. (Abril 2008)
             Cenário “Lagrimas da Libéria”: US Marine / US Navy SEALs.
             Cenário “Ponto de Existência”: US Rangers e Spetnaz.
             Mini-Cenário “Operação Diamante Quebrado”: Mercenários e Guerrilheiros.




             GUIA DE ARMAS GruMec – Tonelero - Março de 2008 (1º edição).
                                     Opera RPG: http://www.rpgopera.tk
                                 Starworks RPG: http://www.starworks.cjb.net
                                                http://www.starworks.tk
                                                http://br.geocities.com/starworksrpg/index.htm
                           Fórum OPERA RPG: http://br.groups.yahoo.com/group/operarpg

        Este material destina-se a distribuição gratuita através da Internet, tendo sido desenvolvido com regras
  específicas de combate para uso com o OPERA RPG ©. Para maiores referencias sobre veículos, armas pessoais e
   equipamentos militares consultem os ‘netbooks’ disponíveis para download gratuito nos sites de divulgação do
                                                    OPERA RPG©.



                                                       12

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Stats:
views:984
posted:10/21/2010
language:Latin
pages:13
Description: rpg, opera, reops, role playing game, militar, armorial, grumec