Docstoc

zPÁSSARO DA NOITE

Document Sample
zPÁSSARO DA NOITE Powered By Docstoc
					PÁSSARO DA NOITEPOENISE_Poemas da Denise O que não pode ser dito por palavras, é traduzido pelo coração.CapaMeu DiárioTextosÁudios/VozE-booksFotosPerfilLivro de VisitasContato Textos:: Todos > Poesias > Transcendentais

PÁSSARO DA NOITE Adormeci! Meu espírito, pássaro da noite, desprendeu-se do corpo físico acalentado, na linda plumagem do irreal. Voou alucinada a tua procura! Foi busca-te na imensidão da madrugada... Percorreu longos caminhos... trilhou por planetas desconhecidos... Viajou à galáxias distantes... Já cansado, vislumbrou tua alma-criança repousando em rósea nuvem. Teu semblante revelava sublime encantamento! Temendo quebrantar a magia do momento, acolhi-me, mansamente, junto a ti e também repousei. Despertamos! Tua alma e a minha fundiram-se numa só, criando um elo tão perfeito que: uma luz divina clareou todo o universo; os anjos entoaram cânticos em nosso louvor; uma emoção maior se fez presente. Tudo serenou diante à força de nosso amor! Nossas almas, amantes de tantas e tantas outras vidas, reencontraram-se uma vez mais. "Palavras" fizeram-se desnecessárias, tamanha a intensidade de sentimentos que emanavam de nossos corpos espirituais. A aurora, núncia de um novo dia, enciumada, espreitou-se no firmamento, manifestando seus primeiros sinais. Meu espírito, pássaro da noite, assustou-se ante à claridade repentina. Desagregou-se, inconformada, do teu. Era o momento do adeus! Seguiu viagem rumo ao corpo jazente no sono profundo, que tentava, ansiosamente, ao mundo do real retornar. Despertei! Tive a doce ilusão de contigo ter sonhado,

sem, contudo saber que, verdadeiramente, estivera a teu lado e não fora um sonho apenas. Denise Severgnini

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.

Publicado em 31/07/2005 às 11h41 2 comentários [comente] Indique esta leitura para amigos

Crie o seu próprio Site do Escritor no Recanto das Letras Página atualizada em 19.04.09 11:36


				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:5
posted:4/19/2009
language:English
pages:2