Docstoc

apostila

Document Sample
apostila Powered By Docstoc
					Textos argumentativos
• O texto argumentativo procura convencer,propondo ou impondo ao receptor uma interpretação particular de quem o produz.Por isso mesmo vai defender uma tese ou rejeitá-la. Uma tese e argumentos •

Uma tese (ou idéia diretriz) enuncia o ponto de vista que será objeto de demonstração.Os argumentos,elementos abstratos geralmente apresentados em ordem crescente de importância e que justificam a tese;fatos-exemplos,citações de autores ou peritos reconhecidos ou dados que ajudam a provar a validade da tese.

EXEMPLO: • “É preciso incentivar o cinema brasileiro(tese),porque temos produções de excelente qualidade(1º argumento) e porque sem o incentivo oficial seria esmagado pelas superproduções americanas.(2º argumento)” Neste exemplo os dois argumentos estão ligados à tese pela conjunção subordinativa “porque”(exprime causa),e estão coordenados pela conjunção aditiva “e”.

•

Função de um texto argumentativo • • • Procurar convencer; Apresentar ou defender uma tese,um ponto de vista; Quando polêmico,tomar partido,contra ou a favor.

CARACTERÍSTICAS DE UM TEXTO ARGUMENTATIVO • • • Predomínio do presente do indicativo e/ou do pretérito; Desenvolve idéias ou argumentos; Uso de oposições,antíteses;frases de tom categórico.

Observe: Tema: A violência contra os meninos de rua • Atente para a tese,estruturação do texto dissertativo,os argumentos e suas fundamentações.

“Os brasileiros ficam indignados com as denúncias de corrupção no governo,aplaudem quando uma autoridade perde o emprego por enriquecimento ilícito e são capazes de correr ao banco a cada indício de mudanças econômicas. É impressionante,porém,como os brasileiros se calam diante do massacre dos meninos de ruas e se comovem diante de um caso quando se trata de alguém da classe média alta,como por exemplo o caso da menina Isabela.Diariamente são encontrados corpos de crianças crivados de balas e com sinais de tortura,mas ninguém protesta nem cobra da polícia que encontre os assassinos como o fazem quando a imprensa se envolve.O menino de rua é visto como uma criança de segunda categoria e não como um garoto igual aos outros.O que existe por trás dessa indiferença é a idéia de que matando-se o trombadinha de hoje no Brasil estará se livrando de um bandido de amanhã mas se examinarmos a biografia dos grandes bandidos pode-se perceber que nenhum deles foi pivete ontem. Muitos menores de rua são mesmo violentos e até matam.Mas não é por causa disso que eles morrem.Eles são assassinados em guerras de quadrilhas,por policiais a quem não servem mais e até por conhecer segredos da criminalidade.As estatísticas garantem que morrem setecentos e trinta desses meninos por ano no Brasil,número bem maior que os 465 combatentes brasileiros que morreram na II grande guerra.Apesar da matança,as praças continuam cheias desses menores que são produzidos em série pelas mazelas sociais do país embora estejam nos discursos de intelectuais e na prestação de contas de entidades sociais,não estando somente nas escolas,onde poderiam ter algum futuro. A questão é antes de tudo de vontade política,vontade de atacar o problema educacional e,ao solucionálo,resolver também a questão dos meninos que estão à margem da sociedade,esta,tendo consciência de que tem um problema e de que cabe a mesma resolvê-lo.

• • • •

Tese: indignação do povo brasileiro; Argumento 1: o silêncio diante dos massacres de meninos de rua seguido da fundamentação (o porquê); Argumento 2: menores de rua são mesmo violentos e fundamentação; Conclusão: apresenta a solução,ou seja,atacar o problema educacional e a conscientização da sociedade.

Questão discursiva Tema: Ensino e elitização “A pesquisa divulgada pela UNICAMP sobre a situação socioeconômica dos candidatos a seus exames vestibulares lança luz sobre uma polêmica muitas vezes submersa no emocionalismo e na demagogia.Tendo adotado um vestibular com provas discursivas – que,sem dúvida,avaliam melhor o aluno do que os testes de múltipla escolha – a UNICAMP se viu objeto de ataques ao conteúdo pretensamente “elitizante” do novo sistema.O levantamento indica que a mudança no vestibular não alterou significativamente o quadro social dos aprovados.Sem dúvida continuam a provir,proporcionalmente,da parcela mais privilegiada da população.”A discriminação social está dada”,diz um dos realizadores da pesquisa,”e o vestibular não tem condições de driblá-la”.Com efeito:trata-se antes de tudo,de melhorar a escola pública,assegurando igualdade de oportunidades a todos os vestibulandos,”facilitar” os exames,com base em algum argumento “antielitista”,seria apenas o rumo de uma maior deterioração da qualidade do ensino superior.” • • • Observe que o texto acima é pequeno e puramente informativo:os resultados da pesquisa do perfil social e econômico dos vestibulandos aprovados na Unicamp.O restante é opinativo,argumentativo. As expressões em vermelhos atuam como operadores argumentativos e modalizadores,ou seja,hierarquizam argumentos ou permitem ao enunciador expressar juízos de valor referente aos conceitos emitidos. Todo o processo argumentativo na questão discursiva acima, procura conquistar a adesão de um dos interlocutores ao ponto de vista do outro – o que denuncia a evidente intensão persuasiva.

Portanto, na questão discursiva se observa o aspecto “conhecimento da temática focalizada”,ou seja,as informações e argumentos pertinentes ao tema colocadas com fundamentação consistente. Coerência e Coesão “Tudo começou quando (introduz um fato relacionando-o com o verbo começar) Juscelino decidiu pela criação da Cemig.Hoje ela é uma companhia imprescindível no dia- a –dia dos mineiros.Com 46 usinas e (adiciona fatos que justificam a afirmação de que a empresa é uma das maiores do país) a maior rede de distribuição de energia elétrica da América Latina;a Cemig é uma das maiores empresas do país. Atende mais de 17 milhões de pessoas em 774 municípios de Minas.Mas,(assinala uma relação de contraste)para a Cemig ainda é pouco:3,2 bilhões de reais estão sendo investidos na implantação de 13 novas usinas,gerando mais empregos e desenvolvimento na cidade,na indústria e no campo.Uma companhia que já faz parte da nossa vida.E que tem um compromisso com a preservação do meio ambiente pois (introduz uma justificativa para a preocupação com o meio ambiente) assim como não vivemos sem energia,o peixe não vive fora da água.”

•

A COESÃO

no texto deve-se a uma série de elementos que permitem os encadeamentos lingüísticos,à maneira como são ligados os elementos gramaticais,semânticos e discursivos do texto(a concatenação das frases). Os pronomes QUE e ELA também são elementos coesivos pois retomam CEMIG e COMPANHIA. “Hoje ela é uma companhia imprescindível....” “Uma companhia que faz parte de nossa vida...”

• • •

Recursos de coesão
1) Substituição ou sinonímia: é a referência a uma parte ou componente do texto já mencionado(uma personagem,um objeto,uma ação,uma qualidade,etc) por meio de sinônimos ou palavras afins. Ex.:Romário não está mais no Vasco.O atacante assinou contrato com o Fluminense,que ficará com o jogador até o final do ano. 2) Referência Indica uma parte ou componente do texto já mencionado(uma personagem,um objeto,uma ação,um conceito,etc.)por meio de pronomes pessoais,possessivos,demonstrativos,indefinidos,interrogativos e relativos.A isso também se chama pronominalização.Além dos pronomes,a coesão pode realizar-se com numerais e advérbios(aqui,ali,lá,etc.) Ex.: Os livros eram muito bem encadernados.O couro utilizado,o ouro das lombadas e as gravuras coloridas despertavam o desejo de tocá-los e folhear as suas páginas.Isto atraia outras crianças à biblioteca.O salão era sóbrio.Ali aprendi a amar e respeitar os livros.Aquele lugar era a porta dos mundos e histórias que me fascinavam. 3)Conectores: São palavras ou expressões que servem para ligar idéias,conforme tipo de vinculação que se pretende estabelecer entre elas:adição,oposição,causalidade,finalidade,etc. Aditivos Adição – a soma de idéias (e,também,não só...mas também,tanto...como,além disso,nem(= e não),etc. “A teoria defendida por Thomas Malthus dizia que a produção de alimentos cresceria de forma geométrica e a população de forma aritmética Disjuntivos Estabelecem uma oposição de idéias ou orientações discursivas diferentes. “O aumento dos preços de produtos alimentícios se deve a programas sociais do governo Lula o que provocou maior consumo nas classes D e E ou a teoria prevista por Malthus de que a produção cresceria aritmeticamente e a população geometricamente é o que realmente está causando a alta de preços?” Adversativos Expressam oposição:mas,porém,contudo,todavia,etc. “(...)Tais fatores aumentaram o consumo em grande parte do Globo,porém não houve um crescimento significativo na produção agrícola mundial...” Causais Relação de causa e efeito “Tudo começou porque um torcedor insultou a torcida adversária.” Condicionais: Introduzem a condição sem a qual alguma coisa não poderá ser realizada. “Se os preços continuarem subindo...

Conclusivos Introduzem enunciados conclusivos: “ Trabalhava de dia e estudava à noite,logo chegava cansado em casa.” “Portanto,conclui-se que a teoria malthusiana vem sendo comprovada no séc.XXI”. Conformativos Conectam duas orações em que se mostra conformidade do conteúdo de uma com algo expresso na outra: “A equipe trabalhou conforme havia determinado o instrutor.” Finais: introduzem uma oração que traduz finalidade de uma ação: “O governo Lula não poupou esforços para sanar o problema da miséria no país.” Temporais Indicam uma relação de simultaneidade,anterioridade ou posterioridade,estabelecendo conexões entre ações,eventos,estado de coisas ou determinando a ordem em que se teve percepção ou conhecimento deles. • • • • “Mal o empresário chegou,os papéis lhe foram entregues...” Depois que os exames do ENEM terminaram,algumas questões foram discutidas...” Enquanto fazíamos os exames,o professor lia o jornal.” Quando os alunos chegaram,o professor já havia distribuído os exames.”

COERÊNCIA
A Coerência de um texto deve-se à organização global do texto,assegurando um princípio,um meio e um fim,uma adequação da linguagem ao tipo do texto e a observância do sentido das palavras ou expressões empregadas e das idéias expostas. • Observe:

Texto 1: “Os paises como China,Índia,comentam que o Brasil está mais preocupado com a produção do etanol,sendo que a produção de alimentos esteja precisando mais de investimentos.A população esteja crescendo cada vez mais e o consumo se tornando maior,as possíveis soluções poderiam ser um investimento na produção de alimentos,tendo uma observação na educação que ajuda a diminuir a população e prepara a população para um mercado que favorecer o governo como um todo.”(aluno de terceirão) Texto 2: “No século XVIII Thomas Malthus previu que no futuro não haveria comida suficiente para todos,mas o que se viu desde então,foi um avanço na produção incentivada pela segunda Revolução Industrial.Novas técnicas de produção e novos produtos foram criados derrubando a previsão de Malthus.No entanto,agora,em plena era tecnológica,com a revolução científica essa previsão pode vir a ser realidade,pois presenciamos nas últimas semanas de abril 2008 o início de uma crise mundial dos alimentos,ocasionada em partes pelo aumento da população e de seu poder aquisitivo e também pela produção de determinados alimentos estarem em baixa.Por isso a principal medida a ser adotada seria incentivar a produção de alimentos no campo e buscar novas tecnologias de produção já que impedir a população de consumir e de ascender de padrão social é crime contra os Direitos Humanos.”(aluno de terceirão)

Pergunta-se: Quais dos dois textos tem coerência? É claro que no segundo,pois há uma sequência lógica de idéias,o vocabulário utilizado é adequado e o autor desenvolve o texto sem períodos muito longos ou excessivamente fragmentados,já no primeiro texto não há sequência nem desenvolvimento da tese a que se propôs a desenvolver,a colocação dos verbos aparecem de maneira imprópria;frases sem coerência- na educação que ajuda a diminuir a população – além de não ter sentido algum o texto escrito,portanto há falta de coerência bem como de coesão e conhecimento a respeito do tema. • Um texto coerente,em linhas gerais´,quando ele não contém contradições,o vocabulário utilizado é adequado,suas afirmações são relevantes para o desenvolvimento do tema,a sequência dos fatos está bem ordenada,sem períodos muito longos ou fragmentados e o gênero textual é adequado ao tipo de exposição. Portanto, um texto é construído de relações de sentido entre um ou vários conjuntos de vocábulos,expressões,frases(coerência) e do encadeamento linear dessas unidades linguísticas do texto(coesão).Coerência e Coesão são elementos que devem estar associados para que tenhamos um texto uniforme e,lembrando que a concordância verbal e nominal,a regência verbal e nominal e a ordem dos vocábulos na oração são outros elementos de fundamental importância da coerência e coesão. ESTUDE.... APLIQUE OS ELEMENTOS NECESSÁRIOS... E FARÁ UM BOM TEXTO........

•

•

LEMBRE-SE: SOMENTE VOCÊ SERÁ CAPAZ DE SANAR SUAS DIFICULDADES ESTUDANDO E VOCÊ PODE SUPERAR-SE!!!!!


				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:29
posted:4/6/2009
language:Icelandic
pages:5