Docstoc

LÍNGUA PORTUGUESA

Document Sample
LÍNGUA PORTUGUESA Powered By Docstoc
					LÍNGUA PORTUGUESA Leia os quadrinhos abaixo para responder às questões de 01 a 03.

Ficção Romance ORGULHO E PRECONCEITO (Jane Austen) Editora: Ediouro; Tradução e Adaptação: Paulo Mendes Campos; Quanto: R$ 34,90 (156 págs.) Sobre a autora: Jane Austen (1775-1817) nasceu em Hampshire, Inglaterra. Aos 14 anos, terminou seu primeiro livro e, ainda jovem, começou a esboçar obras posteriormente publicadas e consagradas em adaptações no cinema, como “Razão e Sensibilidade”. LAERTE. Folha de S. Paulo. São Paulo, 25 ago. 2007 , . QUESTÃO 01 Com relação ao gênero quadrinho, pode-se dizer que é um texto de caráter: (A) narrativo-descritivo, pois exibe uma seqüência de cenas que ilustra a progressão do enredo. (B) argumentativo-persuasivo, pois leva o leitor a interessar- se pela natureza da leitura ali veiculada. (C) expositivo-injuntivo, uma vez que localiza a ação que desencadeia o desenvolvimento da trama. (D) descritivo-argumentativo, uma vez que situa os argumentos dos personagens num dado ambiente. QUESTÃO 02 Os quadrinhos acima apresentam cenas da infância de um dos personagens. A lembrança desses momentos leva o personagem a concluir que: (A) ludibriou os adultos a fim de fugir de suas obrigações diárias. (B) foi uma criança criativa que construía seu próprio universo de brincadeiras. (C) viveu momentos de emoções equivalentes a assistir televisão diariamente. (D) tornou-se um adulto apático em relação ao que era quando criança. QUESTÃO 03 O jogo de palavras estabelecido nos diálogos dos quadrinhos evidencia um: (A) processo lexical em que os personagens criam novas palavras e novos sentidos. (B) uso de vocabulário chulo, próprio de brincadeiras de pré-adolescentes. (C) código secreto utilizado em situação de emergência. (D) o desenvolvimento escolar dos personagens. QUESTÃO 04 Leia a resenha abaixo. Tema: A vida de cinco irmãs vira de cabeça para baixo com a chegada na vizinhança do jovem e rico Mr. Bingley e de seu amigo Mr. Darcy. Por que ler: Um clássico da literatura, o romance de Austen traz um retrato divertido e inteligente da sociedade britânica do início do século 19, em adaptação e tradução bastante elogiadas de Paulo Mendes Campos (1922-1991). FOLHA DE S. PAULO. São Paulo, 30 jun. 2007: p. E5. Ilustrada. Quanto ao modo de organização discursiva, o gênero resenha se constrói com base em: (A) informações genéricas de um texto, condensadas numa paráfrase. (B) descrições de assuntos de interesse geral sobre uma dada temática. (C) dados sobre a natureza da obra e a exposição da opinião do crítico. (D) coletâneas de textos inéditos de diversos autores consagrados.

Leia a entrevista abaixo para responder às questões 05 e 06. Josué Machado, colunista de Língua, respondeu aos internautas sobre o acordo ortográfico previsto para 2009: -No que consiste a mudança ortográfica? JM – O acordo foi planejado para uniformizar tanto quanto possível a grafia vigente em Portugal, no Brasil e nos outros seis países de fala portuguesa. Por quê? Para que o português possa se tornar língua mais importante e ser adotado pela Unesco como oficial. [...] O acordo é de 1990, mas vários países se desinteressaram. Por fim, decidiram que bastava o “sim” de três países. Depois do Brasil, GuinéBissau e São Tomé e Príncipe o assinaram. São Tomé em 2004. Mas só deve vigorar em 2009 por respeito a Portugal, que resistiu e resiste. -Haverá um curso para os professores?

Por certo haverá. Mas ninguém deve se preocupar muito, porque as mudanças são quase insignificantes para os brasileiros. Teremos de escrever “ideia”, “jiboia”, em vez de “idéia”, “jibóia”, com a eliminação do acento agudo dos ditongos ei e oi. Cai também o acento de palavras como “crêem”, “dêem”, “vêem”, “vôo” e outras dessa natureza. Nada muito importante. LÍNGUA. Ed. Segmento, São Paulo, n. 22, 2007, p.10. QUESTÃO 05 A reforma ortográfica brasileira foi muito discutida durante o ano de 2007. Na entrevista acima, Josué Machado considera essa reforma: (A) um acordo comum entre países de mesma língua e que pretendem unificar a grafia de sua língua. (B) uma alteração significativa no padrão de escrita do português, o que é desabonado por Portugal. (C) uma atitude que envolve a participação dos países de língua portuguesa na política mundial. (D) um processo de mudança do português atual, tornando- o suscetível a interferências externas. QUESTÃO 06 Segundo o colunista, as mudanças da reforma ortográfica são “pouco importantes”. A queda dos acentos agudo e circunflexo em palavras como “idéia” e “vêem” constitui? (A) simplificação do padrão acentual de algumas palavras. (B) queda de todos os acentos atribuídos às palavras portuguesas. (C) padronização do português semelhantemente ao inglês, que não tem acentos. (D) mudança da ortografia motivada pela natural evolução lingüística do português. QUESTÃO 07 Leia a tira abaixo.

estudos e investigações que auxiliem a definição e produzam resultados sanitários, ambientais e econômicos satisfatórios. Portanto, torna-se evidente que a reversão dos cenários de escassez relativa de água limpa para beber, para uso industrial ou irrigação, não poderá ser obtida meramente pela atenuação de conflitos de uso, ou de controle de oferta e dos usos. Pagar ou cobrar pelo direito de uso da água tem sido mais fácil do que reconhecer obrigações de uso e conservação da gota d´água disponível. [...] Será imprescindível criar e/ou fortalecer uma ética da água que implicaria produzir cada vez mais com cada vez menos água e, sempre que possível, proteger os ecossistemas aquáticos, mesmo com sacrifícios de interesses financeiros. REBOUÇAS, Aldo da Cunha. A Sede zero. Revista SBPC; São Paulo, 2003, p. 33-34. [Adaptado]. ��QUESTÃO 08 �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� O texto acima estabelece uma discussão em torno do problema da preservação da água no planeta. De acordo com o autor, (A) a preservação da água no mundo depende da instituição de impostos sobre o uso desse líquido. (B) a solução de problemas sociais como a fome pode vir a longo prazo. (C) o direito ao uso da água está relacionado ao grau de desenvolvimento econômico do país. (D) a consciência quanto à preservação de mananciais e ao saneamento básico é urgente. QUESTÃO 09 Em relação à organização argumentativa do texto, o termo PORTANTO tem função: (A) conclusiva, pois introduz a idéia que constitui o argumento principal do texto. (B) contrária, pois se opõe ao argumento relativo ao controle do uso de água. (C) explicativa, pois ilustra o ponto de vista defendido pelo autor. (D) comparativa, pois traz uma analogia com o problema da fome no mundo. QUESTÃO 10 Na frase “Será imprescindível criar e/ou fortalecer uma ética da água que implicaria produzir cada vez mais com cada vez menos água e, sempre que possível, proteger os ecossistemas aquáticos, mesmo com sacrifícios de interesses financeiros”, quanto à regência do verbo implicar há: (A) um equívoco relacionado à natureza semântica do objeto exigido pelo verbo. (B) a possibilidade de o objeto oracional ser introduzido pela preposição em. (C) um caso explícito de verbo seguido de complementos direto e indireto. (D) a mesma constituição de implicar no sentido de demonstrar antipatia. QUESTÃO 11

LAERTE. Folha de S.Paulo. São Paulo. 25 de ago. 2007, p. E13. Ilustrada. Na tirinha, o efeito de humor acontece devido: (A) à decodificação dos símbolos ser ambígua, gerando dúvida nos pesquisadores. (B) à dificuldade dos pesquisadores em traduzirem os sinais transcritos. (C) à falsidade do código como senha de entrada ao monumento. (D) à obviedade da interpretação dos sinais como senha de acesso à pirâmide. Leia o texto abaixo para responder às questões de 08 à 11. A Sede Zero As fomes são guerras que ocorrem pelo direito da existência. [...] Porém sem água não há como fazer guerra nem produzir alimentos para combater a fome.[...] a solução de questões da água no mundo exige atenção cada vez maior. Os instrumentos e os mecanismos a serem empregados são diversos e carecem de

As regras atuais de ortografia do português prevêem pelo menos cinco valores para o x. No texto “A Sede zero”, essa letra aparece com dois valores diferentes, sons idênticos ao que se observa em: (A) táxi / vez. (B) proteger / questões. (C) fazer / fácil. (D) peixe / jibóia. QUESTÃO 12 Leia o quadro. a. Legenda: Esse abaixo-assinado é uma prova de que muita gente está pedindo mais educação. 8 de setembro, Dia Internacional da Alfabetização. FOLHA DE S. PAULO. São Paulo, 8 set. 2007, p. E6. QUESTÃO 13 A propaganda acima, veiculada pela Folha de S. Paulo, tem como propósito: (A) descrever o alto número de analfabetos existentes no Brasil. (B) defender que pessoas não-escolarizadas sejam impedidas de votar. (C) angariar maior número de leitores que se identifiquem com o jornal. (D) valorizar o acesso à educação a milhares de pessoas no mundo inteiro. LÍNGUA. São Paulo: Segmento, 2007, p. 63. No quadro acima, são indicadas algumas das expressões mais comuns na fala dos brasileiros. Segundo a reportagem,expressões como “lidileite” (litro de leite) se ouve em todo o Brasil na boca de qualquer pessoa, independentemente de classe social, escolaridade ou região. Com base nessas considerações, pode-se dizer que: (A) algumas palavras resultam em condensação morfológica motivadas por regras de simplificação fonológica. (B) o sistema lexical do português está passando por um processo de especialização. (C) a variedade lingüística resulta da incompreensão de falantes ao escutarem e proferirem as palavras. (D) a fala é uma manifestação fluida, caótica e com poucas regras, o que contribui para a aglutinação constante de vocábulos. QUESTÃO 14 O recurso persuasivo que mais se destaca na propaganda, ao tratar do problema da alfabetização, é a: (A) ironia. (B) intertextualidade. (C) ambigüidade. (D) polifonia. QUESTÃO 15 O termo abaixo-assinado é uma palavra formada lexicalmente por: (A) aglutinação. (B) derivação. (C) justaposição. (D) incorporação.

Leia a propaganda abaixo para responder às questões de 13 a 15. Legenda:

1- a 2-b 3 – a 8–d 9–a 14 – a

4–c

5–c 11 – c

6–a

7–d

10 – b

12 – a 13 – d

15 - c


				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:95
posted:3/31/2009
language:
pages:4