REGÊNCIA NOMINAL

Document Sample
REGÊNCIA NOMINAL Powered By Docstoc
					REGÊNCIA NOMINAL
Relação entre um substantivo,adjetivo ou advérbio transitivo e seu respectivo complemento nominal.Essa relação é sempre intermediada por uma PREPOSIÇÃO.Deve-se levar em conta que muitos nomes seguem exatamente o mesmo regime dos verbos correspondentes.Conhecer o regime de um verbo,significa nesses casos,conhecer o regime dos nomes cognatos. É o que ocorre por exemplo com o verbo obedecer e os nomes correspondentes: todos regem complementos introduzidos pela preposição “a”: obedecer a algo/a alguém; obediência a algo/a alguém;obediente a algo/a alguém.

Veja:
• “Ainda não se determinou o momento exato de ela intervir com seus argumentos contundentes.” Frase típica
do padrão culto da língua,mas apresenta particularidades de regência. • A preposição DE introduz a oração “ela intervir com seus argumentos contundentes” e não apenas o pronome ELA.Por isso não se faz a contração DE+ELA.Acrescente-se o fato de que ELA é sujeito de INTERVIR – e sujeito é um termo não-preposicionado da oração.

Observe as preposições que regem os nomes nos exemplos abaixo
• Não existe vida em sociedade sem respeito....... direitos dos outros.(aos,para com,com,pelos) • Nutro profunda aversão..........alcoólatras.(aos.pelos) • Felizmente minha ojeriza ........... certos preconceitos permanece inabalada.(a,por) • Há quem ainda tenha dúvidas........a utilidades dos estudos linguísticos?(acerca de,sobre) • Obs.:acerca de/ há cerca de:” acerca de” significa “sobre”,”a respeito de”(Haverá uma
palestra acerca das queimada das sobre a temperatura ambiente)”há cerca de” indica período aproximado de tempo já transcorrido.(os primeiros colonizadores chegaram há cerca de 500 anos)

• Tenho admiração....todos os que defendem suas posições.(por,a) .

Popular x padrão
• • • • • • • • • Não faço oposição que ele entre no grupo. Está acostumado que eu lhe telefone bem tarde. Estou ansioso que esse problema seja resolvido logo. Fui contrário que incluíssem meu nome num manifesto de solidariedade ao atual prefeito. ___________________________________________________ Não faço oposição a que ele entre no grupo. Está acostumado a que eu lhe telefone bem tarde. Estou ansioso para que(ou por que) esse problema seja resolvido logo. Fui contrário a que incluíssem meu nome.....

A regência na produção
• Deve-se atentar ao escrever para aplicar a preposição adequada,pois um pequeno conectivo pode alterar o sentido de seu período. • “As pesquisas com células-tronco realizadas vão ao encontro de meus princípios religiosos.” • O autor queria dizer que as pesquisas não estão de acordo com seus princípios, mas na colocação acima, as pesquisas condizem com seus princípios, portanto reestruturando o período: • “As pesquisas com células-tronco realizadas vão de encontro aos meus princípios religiosos.”

Regência de alguns nomes substantivos
• • • • • • Admiração a,por Aversão a,para,por Bacharel em Capacidade de,para Doutor em Dúvida acerca de,em,sobre • Horror a • • • • • Atentado a ,contra Obediência a Ojeriza a,por Proeminência sobre Respeito a,com.para com,por • Impaciência com

Adjetivos
• • • • • • • • • • • • Acessível a Acostumado a,com Afável com,para com Agradável a Alheio a,de Apto a,para Ávido de Benéfico a Capaz de,para Compatível com Contrário a Diferente de • • • • • • • • • • • • Entendido em Equivalente a Essencial a,para Indeciso em Natural de Suspeito de Sens´vel a Próximo a,de Satisfeito com,de,em,por Preferível a Prejudicial a Passível de

Adjetivos
• • • • • • • Relativo a Prestes a Semelhante a Relacionado com Liberal com Idêntico a Impróprio para • • • • • • • Passível de Nocivo a Contíguo a Contrário a Fácil de Escasso de Fanático por

advérbios
• Longe de • Perto de
• Os advérbios em – mente tendem a seguir o regime dos adjetivos de que são formados: • Paralela a • Paralelamente a • Relativo a • Relativamente a

Observações
• Quando o complemento de um nome ou verbo tiver a forma de oração reduzida de infinitivo,não se deve fazer a contração entre a preposição e o eventual sujeito desse infinitivo – a preposição,afinal,introduz toda a oração,e não apenas mo sujeito dessa oraçlão(o sujeito,aliás,é um termo que não pode ser preposicionado). • Penso na possibilidade de eles intervirem.( e não “deles intervirem”) • É hora de a cidadania contaminar as mentes e gestos dos brasileiros.( e não “da cidadania”) • A questão consiste em os brasileiros adotarem posturas mais críticas e menos individualistas em rewlação ao Estado.(e não “consiste nos”)


				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:111
posted:3/30/2009
language:
pages:10