Docstoc

apostila CICATRIZACAO

Document Sample
apostila CICATRIZACAO Powered By Docstoc
					CICATRIZAÇÃO

Introdução

CICATRIZAÇÃO
“DECORRE DE QUALQUER PROCESSO ONDE EXISTA LESÃO TECIDUAL”

LESÃO = FERIDA

Introdução • Princípios de Halsted (1889):
- Manipulação atraumática - Hemostasia cuidadosa - Preservação da vascularização - Assepsia rigorosa - Sutura sem tensão - Reconstituição anatômica - Obliteração do espaço morto

Introdução

Ferida
1.Diagnóstico Etiológico: Origem da doença que propiciou o aparecimento da lesão cutânea. 2. Quanto à causa: - Traumáticas - Operatórias - Patológicas

Introdução
Ferida
3. Morfologia: Localização, número, dimensão e profundidade. Incisas, perfurantes, puntiformes, corto-contusas, abrasivas 4. Grau de contaminação: Limpa, contaminada ou infectada. 5. Fases da cicatrização: Inflamatória, proliferativa e maturação.

Introdução

Ferida
6. Característica do exsudato: Presença ou ausência, aspecto, coloração e odor. 7. Fístulas: Presença, local e origem. 8. Característica do leito da ferida: necrótico, Fibrinoso, necrótico-fibrinoso, granulação e epitelização.

Introdução Ferida
9. Cultura da secreção: Agente etiológico e a antibioticoterapia específica. 10. Evolução da ferida: Aguda ou crônica. 11. Tipo de cicatrização: Primária, secundária, primária tardia (terciária)

Introdução
Fases da cicatrização: Inflamatória ou exsudativa Coagulação Inflamação Proliferativa Maturação ou modulação Contração da ferida Remodelação

Prof Vinicius Cunha

Fase inflamatória ou exsudativa

• Duração: 48 a 72 horas • Caracteriza-se pelo sinais da inflamação: dor, calor, rubor e edema (tumor). • Mediadores químicos provocam vasodilatação aumentam a permeabilidade dos vasos e favorecem a quimiotaxia dos leucócitos (neutrófilos) • Combatem os agentes invasores e macrófagos realizam a fagocitose.

Fase inflamatória ou exsudativa
formação de trombo Fase trombocítica ativação da cascata da coagulação Mediadores vasoativos Fatores quimiotáticos Fatores plaquetários

fibrinogênio solúvel Fase granulocítica quimiotaxia

fibrinogênio insolúvel

Fibrina

neutrófilos

clivagem

Complemento Fibrina Colágeno

Fase macrofágica

neutrófilos

Decomposição do tecido necrosado Fagocitose de bactérias e supuração Debridamento da ferida Controle central da cicatrização liberação de enzimas proteolíticas
Prof Vinicius Cunha

Fase inflamatória ou exsudativa

COAGULAÇÃO • Início imediato • Liberação de (subst. vasoativas, proteínas adesivas, fatores de crescimento e proteases) • Coaptar as bordas da ferida • Cruzar a fibronectina p/ oferecer matriz provisória p/ fibroblastos, cel. endoteliais e queratócitos entrem na ferida

Fase inflamatória ou exsudativa

• Depende de inúmeros mediadores químicos • Células inflamatórias (leucócitos polimorfonuleares, macrófagos e linfócitos) • Macrófago é a célula mais importante (fagocita bactérias, debrida corpos estranhos e direciona tecido de granulação)

Fase inflamatória ou exsudativa
• Linfocinas: fibroplasia e proc. imunológicos
o

Aparecem em +/- 1 semana

• Fibronectina – sintetizada pelos fibroblastos, queratócitos e cel. endoteliais • Adere-se simultaneamente ao coágulo de fibrina, células e aos componentes da matriz • Propriedades quimiotáticas, opsonização, fagocitose de corpos estranhos e bactérias

Fase proliferativa
Tem a duração de 12 a 14 dias. Intensa migração celular queratinócitos = reepitelização Fibroblastos = produção de colágenos Neo-angiogênese A cicatriz possui aspecto avermelhado Tecido de granulação

Prof Vinicius Cunha

Fase proliferativa
1. Reepitelização Migração dos queratócitos não danificados e dos anexos epiteliais (Espessura parcial) 2. Fibroplasia Formação de matriz -Elementos celulares , cél. inflamatórias e componentes neovasculares e da matriz como fibronectina, glicosamidas e o colágeno

Fase proliferativa

3. ANGIOGÊNESE Essencial para o suprimento de oxigênio e nutrientes para a cicatrização

CICATRIZAÇÃO E INFECÇÃO

Fase proliferativa

Desenvovimento de tecido de granulação

Células endoteliais Fibroblastos Queratinócitos Macrófagos

Capilares Colágeno Proteoclicans

Angiogênese Citoquinas Fatores de crescimento

Fase reparadora
Formação do tecido conjuntivo Redução dos capilares Aumento do colágeno Mitose células basais Epitelização Maturação do epitélio

Fase de maturação ou remodelação

A terceira etapa pode durar de meses a anos. Reorganização do colágeno maior força tênsil e empalidece Coloração semelhante à pele adjacente

Fase de maturação ou remodelação

Fase de maturação ou remodelação Contração da ferida • Movimento centrípeto das bordas da ferida (lesões de espessura total) • Contração de até 20% • Nas cicatrizações por segunda intenção a área pode ser reduzida em até 62%

Fase de maturação ou remodelação
Remodelação
Última fase - duração de meses

Responsável pelo aumento da tensão e diminuição da cicatriz e do eritema
Reformulação do colágeno melhorias nos componentes das fibras colágenas

Fase de maturação ou remodelação
Remodelação
Diminuição da neovasculatura

Reabsorção de água e aumento da força da cicatriz Cicatriz com 80% da força de tensão da pele

FASES DA CICATRIZAÇÃO
Resolução/remodelamento
Regressão dos vasos, remodelamento do colágeno

Proliferação
Reepitelização, angiogênese, fibrogênese

Inflamação
PMN, macrófagos, linfócitos

Hemostasia
Coágulo de fibrina, deposição de plaquetas

1 D 3 D 1 sem 6 sem 8 sem

FATORES QUE INTERFEREM NA CICATRIZAÇÃO
1. Fatores gerais

2. Fatores locais

1. FATORES GERAIS

• • • • • •

Idade Estado nutricional Diabetes mellitus Alterações da circulação Alterações da coagulação Doenças de base

1. FATORES GERAIS

Estado nutricional - Albumina (não é o melhor indicador) - Ganho de peso - Retenção nitrogenada Retardo no ganho da resistência

1. FATORES GERAIS

Antiiflamatórios e hormônios ACTH e corticosteróides: Impedem a formação de interleucinas Mobilização de prostaglandinas Glicocorticóides, indometacina e ibuprofeno Interferem na síntese de prostaglandinas

1. FATORES GERAIS Antiiflamatórios e hormônios Aspirina e ac. salicílicos Impedem sec. proteica Precursores das prostaglandinas Hidrocortisona Doses maciças: reduz proliferação endotelial Glicocorticoide + adrenalina inibe proliferação epitelial

1. FATORES GERAIS Vitamina C Essencial para a síntese do colágeno e Mucopolissarídeo S Deiscências Elementos traços Cofatores de enzimas para sintese proteica: Ferro e Cobre: metabolismo do colágeno Zinco: epitelização e fibroplasia

1. FATORES GERAIS

DROGAS CITOTOXICAS Inibição da divisão celular Redução do tec. granulação,colageno e contração da ferida Mostarda nitrogenada Metrotexate Azatioprina Globulina antilinfocitica RADIAÇÃO Resistencia da ferida Esperar mínimo 3 sem após rtx

2. LOCAIS Limpeza Grau de contaminação Debridamento Hemostasia Técnica cirúrgica Uso de drogas sistêmicas e ou tópicas

TIPOS DE CICATRIZAÇÃO

CICATRIZAÇÃO PRIMÁRIA CICATRIZAÇÃO PRIMÁRIA TARDIA

CICATRIZAÇÃO SECUNDÁRIA (SEGUNDA INTENÇÃO)

CICATRIZAÇÃO PRIMÁRIA Advém da sutura por planos anatômicos. Não há perda tecidual. Complicações Isquemia peri-sutura ( técnica) Presença de corpo estranho coleção de líquidos Hematomas Infecção superficial Deiscência de sutura

Cicatrização secundária Evolução cicatricial espontânea

Cicatrização primária tardia (terciária) Aproximação das bordas da ferida após iniciado a cicatrização Após debelada a infecção local

Tipos de cicatrizes Quanto ao aspecto final 1. Normotrófica 2. Atrófica 3. Hipertrófica 4. Brida cicatricial 5. Quelóide

1. CICATRIZ NORMOTRÓFICA Aspecto Textura
Consistência anterior ao trauma

2. CICATRIZ ATRÓFICA
Maturação não atinge o trofismo fisiológico esperado

Há perda de substância tecidual ou sutura cutânea inadequada.

3. CICATRIZ HIPERTRÓFICA Colágeno é produzido em quantidade normal Organização é inadequada
Aspecto não harmônico

Cicatriz respeita o limite anatômico da pele.

3. CICATRIZ HIPERTRÓFICA

4. BRIDA CICATRICIAL Cicatrizes indesejadas Regiões articulares Podem provocar limitações funcionais

5. QUELÓIDE

Contínua produção de colágeno jovem
Ausência de fatores inibitórios

Pode estar ligada a fatores raciais

5. QUELÓIDE

FIM


				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:14161
posted:3/5/2009
language:Portuguese
pages:43