EMENTA L PORTUGUESA

Document Sample
EMENTA L PORTUGUESA Powered By Docstoc
					GOVERNO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROF. JOÃO BENTO DA COSTA COODERNAÇÃO PEDAGÓGICA

LÍNGUA PORTUGUESA
ARÉA DE CONHECIMENTO

1
SÉRIE

PORTO VELHO – RONDÔNIA FEVEREIRO - 2008

OBJETIVO GERAL: Compreender e utilizar a Língua Portuguesa, inserida na área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, como instrumento de comunicação e de negociação da vida social em relação à estrutura de idéias, à manifestação da identidade e do pensamento em meio ao dialogismo permanente de diferentes linguagens e códigos, permitindo, assim, o desenvolvimento do aluno por meio de diversas situações de interação.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS: _ Estimular o aluno a elaborar criticamente idéias, raciocínios e opiniões sobre situações de diferentes naturezas, expressando as idéias de modo estruturado, coerente e claro conforme as situações em que devem ser elaboradas.

_ Reconhecer a língua como veículo de interação e comunicação, fazendo uso das várias possibilidades de abordagens textual, diferenciando texto(s) de contexto(s), mas compreendendo suas inter-relações.

_ Identificar e mediar conhecimentos produzidos/adquiridos por meio da interação social, organizados e apresentados pela língua e/ ou por outras formas de linguagem a fim de preparar sujeitos conscientes do discurso que utilizam.

1º BIMESTRE
I – linguagem e Comunicação      A linguagem e os processos de comunicação; A linguagem e a língua; O signo lingüístico; Nível de lingual; Função de linguagem/figuras de linguagem;  Exploração de texto;  II – Fonologia       

2º BIMESTRE
I – Trovodorismo Conceito histórico; Trovadores e jograis; A poesia trovadoresca Exploração de contexto; As novelas de cavalarias; A prosa ficcional; A demanda de santo Graal; Exploração de texto; I    –

3º BIMESTRE
As varias presentes no texto Discurso direto; Discurso indireto; Discurso indireto livre;

4º BIMESTRE
das palavras     Morfemas; Processo de formação; Derivação; Composição; Outros processos;

vozes I – Estrutura e formação

II – A força da palavra  escrita     Descoberta da escrita; Exploração do texto; Uso e abusos

II – Barroco  Contexto histórico

do  A oratória sacra;  Padre Antonio Vieira III – O texto e sua carência e coesão em     Coerência descritiva,

vocabulário; II – Humanismo     

Qualidades e defeitos  Gregório de Matos do texto;

 Letras e fonemas;  Classificação de fonemas;  Símbolos;  Encontros vocálicos e consonantais;  Dígrafos e ditongos;  Fonologia no texto; III – A Arte Literária     Os gêneros literários; Exploração de texto; Formação literária; Estilo Literário;

Contexto histórico; Fernão Lopes; Teatro popular Gil Viciente; Exploração Textual; IV  

III – Acentuação; – Classicismo

Portugal Contexto histórico Classicismo Portugal;    V Camões; Os Lusíadas; Sonetos; –

narrativa e dissertativa; Coesão textual; em IV – Arcadismo Contexto Autores, obras e

III – Ortografia    Orientações ortográficas; Homônimos e Parônimos; Emprego do hífen;

características (Bocage)  Arcadismo no Brasil;

Quienhentismo Claudia Manoel da Costa Basílio da Gama de Santa Rita Durão Tomas Antonio Gonzaga

IV – A Intertextualidade       Explicita A intextualidade e a literatura; Exploração de texto; V – Produção de Texto Dissertativo Haicais Resenha;

brasileiro     Literatura informação; Literatura dos jesuítas; As cartas de Poro Vaz de Caminha; Exploração de texto;

IV – Produção de Texto  Como estruturar um texto;  Produção texto Dissertativo;

GOVERNO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROF. JOÃO BENTO DA COSTA COODERNAÇÃO PEDAGÓGICA

LÍNGUA PORTUGUESA
ARÉA DE CONHECIMENTO

2
SÉRIE

PORTO VELHO – RONDÔNIA FEVEREIRO - 2008

OBJETIVO GERAL: Compreender e utilizar a Língua Portuguesa, inserida na área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, como instrumento de comunicação e de negociação da vida social em relação à estrutura de idéias, à manifestação da identidade e do pensamento em meio ao dialogismo permanente de diferentes linguagens e códigos, permitindo, assim, o desenvolvimento do aluno por meio de diversas situações de interação.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS: _ Estimular o aluno a elaborar criticamente idéias, raciocínios e opiniões sobre situações de diferentes naturezas, expressando as idéias de modo estruturado, coerente e claro conforme as situações em que devem ser elaboradas.

_ Reconhecer a língua como veículo de interação e comunicação, fazendo uso das várias possibilidades de abordagens textual, diferenciando texto(s) de contexto(s), mas compreendendo suas inter-relações.

_ Identificar e mediar conhecimentos produzidos/adquiridos por meio da interação social, organizados e apresentados pela língua e/ ou por outras formas de linguagem a fim de preparar sujeitos conscientes do discurso que utilizam.

1º BIMESTRE
 Por que escrever? Como escrever?  Leitura e interação  Classe de palavras:substantivos  .Classe de palavras: Adjetivo  Romantismo- Poesia 1ª geração – autores,obras e características 2ª geração: autores,obras e características 3ª geração: autores,obras e características  Interpretação poesias românticas  Romantismo – Prosa  Contexto histórico,autores,obras e características  Interpretação de textos românticos (fragmentos literários)  Revisão: Descrição e Narração  Sugestões leitura:

2º BIMESTRE
 Recursos estilísticos:metáfora,metonímia,etc  Realismo/Naturalismo: Contexto histórico Autores,obras e características Interpretação de textos realistas e naturalistas (fragmentos de obras literárias)  A narrativa moderna Contos A Gramática no texto: Classe de palavras: Adjetivo Classe de palavras: Numeral Classe de palavras: Pronomes  Estrutura texto argumentativo  Produção texto argumentativo  Produção texto: O jornal Textos jornalísticos Textos informativos Textos argumentativos Sugestões leitura:

3º BIMESTRE
 A prosa do século XIX  O romance romântico (Portugal e Brasil)  O romance realista (Portugal e Brasil)  O Teatro do século XIX O teatro romântico O teatro realista Leitura e interpretação textos literários  A gramática no texto: Verbo Definição e classificação dos verbos; Flexão do tempo, Modo, Números e Pessoa dos Verbos; Estrutura dos Verbos; Conjunção verbal  Produção texto: Questões discursivas.  Sugestão de leituras:

4º BIMESTRE
 Parnasianismo Contexto histórico,autores,obras e características  Simbolismo Contexto histórico,autores,obras e características Leitura e interpretação textos (fragmentos obras literárias)  Definição e classificação dos advérbios.  Definição e classificação das conjunções.  Definição e classificação das interjeições.  Produção de textos: Dissertação e questões discursivas.  Sugestão de Leitura:

Critérios de avaliação:

3º ano – Ementa de acordo com Unir – preparando para o vestibular
LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA 1. Compreensão e interpretação de textos 1.1. Gêneros textuais: características e usos 1.2. Intertextualidade 1.3. Marcas de subjetividade 1.4. Implícitos 1.5. Relações do texto com o contexto sociocultural 2. Linguagem 2.1. Linguagem verbal e não verbal 2.2. Modalidades oral e escrita 2.3. Variação lingüística 2.4. Registros de linguagem 3. Textualidade 3.1. Mecanismos de coesão e coerência 3.2. Argumentação 4. Fonética e fonologia da língua portuguesa como recursos lingüístico-textuais 5. Morfossintaxe 5.1. A palavra e seus elementos mórficos; formação, classificação e flexão das palavras 5.2. Frase, oração e período; concordância, regência, colocação de pronomes 6. Semântica 6.1. Polissemia 6.2. Homonímia, sinonímia, antonímia, paronímia 6.3. Denotação e conotação 6.4. Pontuação 7. Noções de Teoria da Literatura 7.1. Os gêneros literários 7.2. Os estilos de época: expressão estética e sua relação com contexto histórico-cultural 7.3. Linguagem poética: ritmo, rima, métrica, figuras de linguagem 7.4. Prosa de ficção: categorias de narrativa, discursos direto, indireto e indireto livre 8. Literatura brasileira: leitura de autores e obras representativos 8.1. O Barroco: Gregório de Matos Guerra e Antônio Vieira 8.2. O Arcadismo: Cláudio Manoel da Costa e Tomás Antônio Gonzaga 8.3. O Romantismo: fases e tendências. A poesia: Gonçalves Dias, Castro Alves e Álvares de Azevedo. A prosa: José de Alencar e Visconde de Taunay 8.4. O Realismo: Machado de Assis 8.5. O Parnasianismo: Olavo Bilac, Raimundo Correia e Alberto de Oliveira 8.6. O Naturalismo: Aluísio de Azevedo 8.7. O Simbolismo: Cruz e Souza e Alphonsus de Guimarães 8.8. O Pré-Modernismo: Lima Barreto, Monteiro Lobato e Euclides da Cunha 8.9. O Modernismo: fases e tendências correspondentes à poesia e à ficção modernistas. A poesia: Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Manuel Bandeira, Cassiano Ricardo, Raul Bopp, Cecília

Meireles, Vinicius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade, Murilo Mendes, Jorge de Lima, João Cabral de Melo Neto. A prosa: Mário de Andrade, Graciliano Ramos, José Lins do Rego, Érico Veríssimo, Guimarães Rosa, Clarice Lispector, Lígia Fagundes Teles, Dalton Trevisan. 8.10. Tendências da poesia e da prosa contemporâneas. 8.11. A literatura regional contemporânea. PRODUÇÃO TEXTUAL Produção de texto verbal, de um gênero textual específico, em que o vestibulando, frente à proposta, definirá a perspectiva de abordagem e o eixo argumentativo adequados ao gênero solicitado, utilizando os recursos lingüísticos e textuais que o tornem coeso e coerente.


				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:465
posted:2/25/2009
language:English
pages:9