Docstoc

Relatório Profipes

Document Sample
Relatório Profipes Powered By Docstoc
					PROJETO PROFIPES
Atividades desenvolvidas com as turmas 8ª E,F,G e 1ºs anos T,U,V e X.
O Projeto Leitura-Viva desenvolvido na E.E.E.F.M. Prof.João Bento da Costa teve por objetivo no exercício de 2007 sanar dificuldades na leitura,comunicação e escrita tendo em vista o baixo rendimento em produção de textos,ortografia e oralidade.Nas turmas de 8ªs séries E,F,G e 1ºs anos T,U,V e X objetivou-se principalmente a produção,a pesquisa e a comunicação entre os mesmos.Histórias engraçadas surgiram,bem como aventuras na realização de pesquisas de campo,recordações e reflexões nos debates.As relações familiares,a pobreza,a degradação,o amadurecimento,a paixão pelos animais...Em meio a tanta diversidade de temas e tons,os alunos leitores,pesquisadores,produtores ainda continuarão desenvolvendo atividades que visem seu crescimento pessoal e pedagógico com pesquisas,na explanação e na produção de textos.Ressaltamos ainda que as atividades abaixo desenvolvidas sob coordenação desta professora na disciplina de Língua Portuguesa contou com apoio das supervisoras Elania Maria Figueiredo,Keith Fernandes nas turmas de oitavas séries;Ana Maria Seixas e Eliane Cavalcante nas turmas de primeiros anos,bem como da Sra. Idalvina Coelho da TV Escola, Zelinda Aparecida Miranda do Laboratório de Informática,Loreda Zoraia O.de C. Vieira - coordenadora de projetos JBC e da Direção desta Escola - Sr.Suamy V.Lacerda de Abreu , Elba Cerquinha Barbosa e Elizabet de Lima Cândido.Abaixo relatório de algumas das atividades desenvolvidas nas turmas supracitadas. (Profª Soniamar S. Salin-Língua Portuguesa).

AÇÃO: Produção Poesias
Uma das ações foi através da elaboração do projeto Poema em Movimento nas turmas de oitavas séries E,F e G dentro da disciplina de Língua portuguesa. Primeiramente levou-se os alunos ao contato com leituras de poesias diversas.Em seguida foi trabalhado a linguagem em poesias de Gregório de Matos,Patativa do Assaré, Carlos Drummond de Andrade,Augusto dos Anjos,bem como a linguagem de poesias concretas e práxis.Além da linguagem individual de cada um,trabalhou-se nesse estágio as variações regionais,socioculturais,literária entre outras com diversos textos em prosa e poesia. Após estudo da linguagem como um todo partiu-se para a interpretação de várias poesias,trabalhando-se o verso,a estrofe,o ritmo,a musicalidade,a declamação. Prosseguindo foi realizado a produção de textos poéticos envolvendo temas de livre escolha por parte dos mesmos.Encerrando o trabalho realizou-se um recital no auditório do JBC e a montagem de um blog para divulgação das produções.Posteriormente numa 2ª fase produziu-se poesias com o tema “Ecologia”,com as quais participaram de um

Sarau promovido pela Academia de Poesias no dia 29.l0.07,sendo premiados com troféus e medalhas. ( Profª Soniamar S.Salin)

Exemplos de poesias produzidas.
mãe terra Olhos cheio de lágrimas Cabelos cheios de folhas Pés sujos de terra E roupagem de flores Por que choras ó mãe? Teus filhos não te valorizaram Tua terra pegou fogo Tu estás morrendo Ó mãe!Não chores,enquanto tu ensinas Aos teus filhos e mostra o que fizeram É eles que sofrem ao verem como erraram Ó mãe, não te aborreças... Tuas lágrimas são como enchentes e tempestades Teus fritos de dor são como trovões e terremotos Enquanto você sente falta de ar Somos nós que te sufocamos. Poliana/JBC - lº lugar Sarau

A

VERDADE

Eis aqui a ecologia que nos mostra a verdade Eis aqui tudo o que vemos e a verdade não esconde Eis aqui a nossa flora que tão bela és Eis a beleza que de graça nos é dada. Podemos usufruir o que quisermos Podemos conquistar o que não temos Podemos construir o que já foi

Podemos ser aquilo que não somos. Só não podemos salvar o que já se foi... Xala Sá/JBC

Água, fonte de vida
Tua magnificência aos homens foi cedida... Centro de toda existência... Em um futuro próximo... Deixarás de existir... Se tudo isso continuar a se repercutir... O homem é apedeuta... E por esta ignorância vai pagar... A água que lhe proporcionou a vida... Algum dia lhe irá roubar... A um destino doloroso e cruel caminhamos... Muitos sem nada a se preocupar... Apenas alguns desejando a humanidade acordar... Coisa imprescindível,para a si próprio salvar... José/JBC

Amazônia – reino verdejante
Amazônia,nosso reino verdejante Vertendo a água doce abundante Está humilhada pela inconsciência Daqueles que ferem sua beleza Ignorando sua suntuosa realeza Com os desmandos da prepotência. Mesmo estando em chão brasileiro É ambicionada por tanto estrangeiro Querendo explorar a sua existência Nos rios um murmúrio entristecido Todo seu habitat aborrecido Como a dizer:

- Basta de negligência... José/JBC - 2º lugar sarau

O mar e o ar
Você já viu o azul do mar? Já sentiu o cheiro puro do ar? Já foi para outro lugar? Isso tudo – vale a pena experimentar... Por que ficar somente em frente a tv É muita pressão... Vamos sair gente... Não estraguem sua mente... O mundo está acabando por causa da poluição do ar... E logo não irá mais ter lugar para passear... Então vamos aos mares,às flores,a todos os lugares Desde as florestas até o lugar que a gente não acreditar Só basta imaginar...pois tudo está a se acabar... José/JBC

Às vezes me pergunto
Às vezes eu me pergunto Por que sou tão burro? De ainda acreditar em so ´ nhos impossíveis Que para as pessoas são inadmissíveis Às vezes eu me pergunto Por que vivo neste mundo Fazendo o que não presta E ainda fazendo festa

Às vezes eu me pergunto Se ainda mereço existir Nesse inferno tão profundo Sem ter onde cair. Mas em tudo que é profundo Sempre existe um fim E nesse grande tombo Eu aprendi Que a vida nem sempre é assim. E que este mundo Tem solução sim. Breno Amutares Silva/JBC

Mundo Confuso
O Mundo gira,sacode, dá voltas... E nunca para no mesmo lugar As pessoas mudam-se,iludem-se,destroem-se E nunca param de estragar... Eu fico pensando: Será que o mundo irá mudar? Eu mesmo descrente respondo: Talvez...será??? Natureza sem vida, floresta sumida... Onde é que isso vai dar???? Veraline Rodrigues/

Recital JBC

Recital no J.B.C.

APRESENTAÇÃO DE POESIAS NO DIA TEMÁTICO:COMUNICAÇÃO E ARTE- PROJETO AMIGOS DA ESCOLA.

AÇÃO: Produção de Paráfrases e Paródias
O trabalho com paráfrases e paródias,realizados nas 8ª E,F,G partiu do principio de coerência e coesão desenvolvido através do poema “Canção do Exílio Facilitada” de José Paulo Paes,onde através de um teste observou-se o entendimento dos alunos em relação ao poema.Após discussão e percepção sobre a intertextualidade ocorrida com o poema “Canção de Exílio” de Gonçalves Dias,definiu-se o que era intertextualidade ( intertextos = retomada de um texto sem mudar seu fio condutor = paráfrase ).Portanto, através da paráfrase entendeu-se o que era intertextualidade e ainda em relação a “Canção do Exílio” com poemas de Oswald de Andrade, Mário Quintana, Drummond, Casimiro de Abreu percebeu-se a relação entre os textos ficando claro que outros poetas produzem intertextos,ou por simples imitação ou para repensá-los. Entendendo a paráfrase,partiu-se para o conceito de paródia onde após diversas leituras e análises fê-los perceber a diferença entre paráfrase e paródia. Em

seguida,em grupo os mesmos produziram paródias (exemplos em anexo) e apresentaram as mesmas no auditório do JBC,podendo ser comprovadas pelas fotos e filmagens realizadas.
Profª Soniamar S.Salin

PARÓDIAS

Música: Garçom / Reginaldo Rossi Produção: Flávia,Aleandro,Thiago,Carlos e Eduardo – 8ª E

Professora. Aqui nessa mesa de tacacá Você já cansou de tomar Centenas de copos com dor Saia daqui professora Se não vou-me irritar Você já tomou todas Deixou em falência o meu casarão E aqui,nessa mesa de tacacá Vou te ajudar a se embriagar E se você pegar no sono Te jogo no chão.

Música: Fico assim sem você / Adriana Calcanhoto Preodução: Poliana,Veraline,Rayane,Fernanda,Jaqueline e Jéssica – 8ª E

Ladrão com plasma,baixaria em casa, Brasil, é o que vejo em você
Lalau te enrola,policia se embola Brasil é o que vejo em você Por que tem que ser assim?

Isso precisa ter um fim Bala perdida a todo instante Mortes bem constantes Será que vai ser sempre assim? Doutor desvia dinheirinho Tudo bem escondidinho E´assim que eles enrolam você... Brasileiro virou palhaço,são vôos em atraso Brasil é o que vejo em você To louca pra esse fim chegar To louco pra tudo mudar.

Apresentações de paródias auditório JBC

AÇÃO: Pesquisas,debates trabalhando a produção,a comunicação,a oralidade com o tema “MEIO AMBIENTE E CIDADANIA A CAMINHO DA ESCOLA”
O trabalho com Meio Ambiente e Cidadania a Caminho do JBC realizou-se no 2º bimestre com alunos dos primeiros anos T,U,V e X, com encerramento no dia 05 de junho - Dia mundial do Meio Ambiente.Primeiramente partiu-se para pesquisas em grupo com temas variados tais como: Aquecimento Global,Matas Ciliares,Água,Reservas e Estações Ecológicas, Povos da Amazônia, Ecoturismo,Leis e crimes ambientais,Ocupação Estado de Rondônia,Preservação Ambiental,Degradação Ambiental,Região Amazônica.Durante a pesquisa de campo foram visitadas áreas in-loco observando-se a degradação do ambiente.Nesse período ocorreu um ciclo de palestras com participantes da Faculdade São Lucas - Sr. Gilson Santana e da Polícia Ambiental com um tenente-coronel de Candeias,as quais em muito ajudaram para o entendimento do que vem ocorrendo em nosso planeta e ,em especial no estado de Rondônia.Após o trabalho de pesquisas as mesmas foram catalogadas e apresentadas em salas através de produção de slides a respeito dos temas, levando-se a um debate geral sobre meio ambiente.Em seguida produziu-se folders para divulgação e apresentação de palestras pelos grupos aos alunos do lº turno. As palestras aconteceram na semana do meio ambiente para alunos do lº turno e com exposição dos trabalhos realizados,bem como com a montagem de painéis e explanações na TV Escola e no pátio do JBC. Os referidos trabalhos podem ser constatados através de fotos,slides e blog na Escola JBC .(SSS)

AÇÃO: Conhecendo e entendendo arte
Os alunos do lº ano T,U,V,X já vinham tendo contato com a arte,partindo da premissa que a escola JBC já trabalha com teatro,poesias,interpretação de pinturas dentro da linguagem.De forma mais concreta,neste bimestre,propôs-se um trabalho de forma mais abrangente em contato direto com artistas da terra,observando-se esculturas,arquitetura,pintura e música. Foi realizado um trabalho de pesquisas com músicas regionais e MPB ,trabalhando figuras de linguagem,rimas,ritmo e metrificações de versos.Com relação às esculturas,pinturas e arquitetura,os alunos, em grupo, realizaram visitas aos museus da cidade entre eles o da Igreja São Tiago observando esculturas de presépios do algodão aos materiais mais sofisticados:;no museu da Igreja Católica - Catedral - observou-se peças antigas de uso da igreja,bem como a parte histórica e arquitetônica da referida catedral;na Casa de Cultura Ivan Marrocos pinturas e esculturas de artistas como Zoghbi,Geraldo Cruz,Rita Queirós,Nonato Cavalcante,Júlio de Carvalho,Frank entre outros,bem como arquitetura dos referidos prédios; no museu do prédio do relógio visitaram o museu das rochas,de acessórios indígenas,fósseis,etc.na arquitetura do referido relógio ficaram encantados ao descobrir

que o prédio tem o formato de uma locomotiva.Casa do artesão também mereceu um trabalho de pesquisa na forma dos artesanatos e seus artistas.No que tange a Literatura está em andamento a leitura do livro “Odisséia” de Homero onde será trabalhado a resenha crítica e,também em andamento o trabalho com o Filme “Abril Despedaçado”onde após debate também será trabalhado a resenha do mesmo bem como produção de temas relacionados a artigos do cotidiano publicados em revistas,sites e jornais.Portanto,trabalho com a arte vem sendo realizado de maneira constante nas turma de lº anos T,U,V e X- JBC visando integração linguagem x arte na língua portuguesa. Em anexo, slides produzidos pelos referidos alunos nas visitas realizadas. Profª Soniamar S.Salin/JBC

ARQUITETURA

Presépios do museu da igreja são tiago

Presépio País de origem: Brasil

Presépio italiano

Presépio de algodão

Presépio alemão

Visitas `a exposições na Casa de Cultura Ivan Marrocos

Exposição Casa Cultura

E s

cu l

t u r a

g e r a l

d o

c r u z

Escultura geraldo cruz

Exposição casa de cultura

Vista panorâmica Museu Estrada de Ferro

Foi graças à desativação da E. F. M. M. que um de seus galpões à margem do Rio Madeira foi transformado em Museu. Preservando os bens históricos da ferrovia, o Museu reúne várias peças da época de sua construção e funcionamento.

Realização do Governador Jorge Teixeira Instalado no Galpão nº 1 restaurado em 1981

Visitas à Casa do Artesão

Comercializa a produção artesanal da região, constituída basicamente de entalhes feitos com madeiras regionais, peças de cipó titica, bombons de cupuaçú e de castanha-do-Brasil, além de eças de confecção indígena.

Visitas à Casa de Cultura
Painel concebido e executado por Julio Carvalho, um dos nossos mais prestigiados artistas

A l é m d a p r i m e i r a l o co m o t i v a t r a z i d a p a r a a Am a z ô n i a , a C e l . C h ur c h il l , p o d e s e a p r ec i a r t a m b é m no m u s eu : u m a C eg o n h a e u m V e l o c í p ed e us a d o s no t r a ns p o r te d e f e i to r e s que f i s ca l i z a v a m a l i nh a , t o r no s , m á qu i na s , m ó v e i s , f o to g r a f i a s d e o p erá r i o s , l i v r o s , d o cu m ent o . s e m u i to m a i s .

Além da pri meira locomotiva trazida para a Amazônia, a Cel. Churchill, pode-se apreciar também no museu: uma Cegonha e um Velocípede usados no transporte de feitores que fiscalizavam a linha, tornos, máquinas, móveis, fotografias de operários, livros, documentos e muito mais. .

Museu das rochas

Museu de Fósseis
Crânio de Búfalo

Crânio de Crocodilo

Fragmentos de fósseis não identificados encontrados no Rio Madeira

Pinturas - Artes Plásticas

ANIMAIS EMPALHADOS...

MUSEU INDÍGENA...

Cocás Indígenas

Cerâmicas indígenas

Urnas Funerárias Indígenas Confeccionadas em cerâmica

Cestos Indígenas

Obs.: As visitas e pesquisas aos museus teve uma grande repercussão em sala onde o debate e a discussão sobre arte/cultura envolveu a todos de maneira a relacionar e a fazer comparações com a arte barroca,clássica,impressionista,cubista entre outras. Abaixo, exemplo de uma resenha produzida com o livro “Odisséia” de Homero. “De forma bem resumida,o livro Odisséia - Homero (adaptação de Roberto Lacerda;scipione,88 páginas, 18 reais) narra as fantásticas aventuras de Ulisses,bem conhecida pela cultura ocidental. O livro de forma sintetizada é destinado ao público jovem com o objetivo de fornecer cultura e conhecimento literário em uma linguagem simples,capítulos curtos,ilustrações e um conjunto de aventuras em uma narrativa riquíssima.Porém o texto não apresenta uma sistematização,o que torna algumas passagens no texto um tanto difíceis,para a maioria dos jovens.Algumas das situações enfrentadas pelo personagem principal são repetitivas.Além disso está presente um pouco de superficialidade,o que não atende a todos os gostos “..(Ramuelc Souza - 8ª f) Mais exemplos de resenha produzida por aluno do lº ano U sobre projeto da OAB que trata da implantação da disciplina de direito nas escolas. “Concernente ao artigo publicado no site do Diário da Amazônia o autor demonstra sabedoria e conhecimento sobre o assunto em questão,mas peca em declarações irônicas e como ele mesmo disse “mórbidas”.No texto a imparcialidade fica em segundo plano,fazendo o assunto ficar muito envolto por opinião única e exclusiva do autor,consequentemente a notícia perde o valor virando uma opinião.Mas,quanto a proposta é realmente falha;a educação já é um caos e não é a implantação dessa medida que vai diminuir a violência,isso é mais uma desculpa para empregar os vários advogados que não conseguem emprego no seu ramo e tem que se intrometer em profissões alheias,mas há os “poréns”,há os dizem que tem matérias sem importância na grade estudantil.Pergunto: Direito não poderia vir a ser uma matéria mais relevante que as tão contestadas sociologia e filosofia? O mais viável mesmo é tirar da grade matérias sem importância como artes,filosofia,sociologia e priorizar disciplinas que realmente valem a pena como as de matemática e português.”(Thiego Maia de Menezes-lº ano U)

“Se não bastasse os problemas que Rondônia tem em suas mãos,incluindo principalmente os problemas na educação, a OAB com a desculpa de que os alunos desconhecem seus direitos e deveres tentam dessa forma,persuadir governantes,que a educação em Rondônia precisa de uma disciplina em que os alunos estejam mais envolvidos com cidadania.No entanto, a OAB é que precisa entender que quem necessita de mais aulas sobre Direitos e principalmente sobre Deveres são seus disacípulos que não conseguem passar sequer na prova da própria OAB.Portanto conclui-se que esse projeto criado pela mesma é mais uma forma de se tentar resolver os problemas de um jeito fácil e rápido,sem muita dor de cabeça para ambas as partes.”(Alyne Cunha Alves-lº V/JBC)

AÇÃO: LEITURA - DIA DO CONTO NA ESCOLA
No dia l2.l0 promoveu-se o dia do conto na escola JBC,com a participação de alunos e professores.De forma livre os alunos leram contos de Érico Veríssimo,Machado de Assis,Cecília Meireles,Lima Barreto,Antonio Maria,Leo Cunha,Hebe Coimbra,João Guimarães Rosa,Luís Raul Machado,Silvia Orthof, Mario Quintana,Cora Coralina,Manuel Bandeira,Rachel de Queirós,Luís Câmara Cascudo,Carlos Drummond de Andrade,Marina Colassanti,entre outros.

RODA DE LEITURA Ocorreu na biblioteca da EEEF Prof.João Bento da Costa envolvendo turmas de 8ª séries e 7ª séries.

AÇÃO: Produção de Haicais
“Do meu corpo suado Escorre a vontade De ser campeão...”(Magno Pereira - 8G) “Melhor Do que eu Só eu mesma.”(Mayara Santos - 8G) “Tente parar de pensar,depois tente fazer um haicai É impossível,nada a ver Ruim demais,pense muito mais...”(David Souza - 8G) “Terra,água,fogo e ar Quatro elementos da terra Que fazem o planeta funcionar...”(Veraline Rodrigues - 8E) “Não sabemos de nada Simplesmente Nascemos para aprender”(Uílias Rocha - 8E)

“Na vida do ser humano Nunca ninguém será aceito Sem antes ser rejeitado.”(Thiago - 8E) “Pode até parar de bater Pode até ficar sem comer Só não podemos ficar sem nos ver.”(Jackeline Souza-8E) “Se você quer dar Uma de louco Então vai para o cemitério muito morto.”(Jonys Jhon - 8G) “A palavra tem poder,ela pode abençoar Se profetizares maldição Maldição então terás.”(Veraline Rodrigues-8E) PORTO VELHO, l6 de Novembro de 2007. Profª Soniamar S. Salin (Língua Portuguesa - JBC)


				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:1257
posted:2/14/2009
language:Portuguese
pages:50