ANGELOLOGIA (A DOUTRINA DOS ANJOS)

Document Sample
ANGELOLOGIA (A DOUTRINA DOS ANJOS) Powered By Docstoc
					ANGELOLOGIA (A DOUTRINA DOS ANJOS)
INTRODUÇÃO:

   É de extrema importância para qualquer cristão procurar adquirir conhecimento bíblico referente
aos anjos, tanto do bem como também do mal. Nos dias atuais, este assunto tem aparecido como
tema principal em diversas linhas de jornalismo tais como revistas, jornais, vídeos, etc... Também,
em nenhum tempo se apareceu tanta literatura a respeito de anjos e “protetores” como em nossos
dias. Anjo é confundido com Deus e aparecem adeptos de todos os lados. No Brasil, há pessoas se
dando bem com a venda de estatuetas de “anjos” aproveitando a época que, segundo alguns, é
chamada de ERA DOS ANJOS.

    Uma escritora, cujo nome nem quero mencionar, relata em seu último livro, experiências que,
segundo ela, obteve diretamente do seu anjo protetor que lhe apareceu em tempos atrás, e
regularmente lhe aparece até os dias de hoje. A escritora, em entrevista a uma revista semanal,
declara que todas as pessoas podem entrar em contato com o seu “anjinho da guarda”. Ela realiza
visita domiciliar para àquelas pessoas que querem informações sobre anjo. Existe também em seu
livro, uma tabela onde, de acordo com o nascimento de cada pessoa, é só procurar e verificar o
nome do “anjo” responsável a guardá-la. Mas afinal, até que ponto isto é verdade? Como saber se
realmente todas as pessoas estão sendo “veladas” por anjos enviados por Deus? Qual a aparência
mais provável de um anjo, seria com cabelos ondulados, bochechas rosada, baixinha, segurando
uma harpa na mão? Teria um verdadeiro anjo do Senhor esta aparência efeminada que os
esotéricos pintam?

   São várias as afirmações expostas em uma cultura tão mística como a nossa, mas os evangélicos
só podem acreditar nas afirmações que oriunda da Bíblia, que é a única fonte de informação segura
e verdadeira, pois veio diretamente do criador de todas as coisas (Colossenses 1:16).

   A intenção em elaborar este estudo, é exclusivamente de deixar-nos um pouco mais preparados
no conhecimento deste assunto que, sem dúvida, é de extrema importância para todo cristão. Não
com a intenção de abordar tudo sobre o assunto, visto que meus conhecimentos são extremamente
limitados, mas com a ajuda do Espírito, espero em Deus que, esta apostila possa trazer alguma
edificação ao crente que se interessar sobre ela.

   É impossível estudar Angelologia sem estudar Satanalogia e Demonologia, que nos levará a uma
tremenda BATALHA ESPIRITUAL, por isso recomendo, antes de qualquer outra coisa, que se ore
pedindo ao Pai, força para vencer as “astutas ciladas do diabo e seus anjos”.



DEUS NOS ABENÇOE E NOS GUARDE NESTE ESTUDO.



1. CONCEITO DE ANJO:



  “Anjos, na qualidade de assistentes de Deus, e mensageiros da Sua vontade, é doutrina que corre
  por toda a Bíblia” (Dicionário bíblico universal, editora Vida)
  “Mensageiro, personagem sobrenatural e celestial enviado por Deus como mensageiro ao
  homem, para executar Sua vontade” (Pq. enciclopédia bíblica, editora Vida)

 “Em geral, significa inequivocamente personagens do mundo invisível. Tanto se fala na Bíblia a
respeito do ministério dos anjos que somos constrangidos a crer que Deus se serve deles, em parte,
para executar a Sua vontade no governo do universo” (Manual Bíblico, edições Vida Nova)



2. A EXISTÊNCIA DE ANJOS.



  a) A existência de anjos é ensinada em, pelo menos 34 livros da Bíblia. A palavra “anjo” ocorre
  275 vezes nas Escrituras. Cristo sabia da existência de anjos e a ensinava claramente.



   - Mateus 18:10

   - Mateus 26:53



3. A ORIGEM DOS ANJOS.



  a) Os anjos foram criados antes da fundação do mundo.

 “Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus rejubilavam? “
(Jó 38:7)

Este verso comprova que, quando Deus estava criando o universo, já havia seres O adorando.

b) É comprovado que Deus os criou.

 “... criadas todas as coisas... visíveis e invisíveis... sejam principados, sejam potestades; tudo foi
criado por Ele... ” (Colossenses 1:16)

c) Foram criados em santidade.

“E os anjos que não guardaram o seu principado... ” ( Judas 6 )

Este verso diz o que aconteceu com os anjos que não guardaram o seu estado de pureza.



4. A PERSONALIDADE DOS ANJOS.
  a) Os anjos têm intelecto.

  “... coisas para as quais os anjos desejam atentar. ”( 1 Pedro 1:12 )

b) Os anjos possuem emoções.

“... exércitos celestiais, louvando a Deus... ”( Lucas 2:13 )

Impossível louvar sem emoção.

c) Os anjos possuem vontade própria.

“... o diabo, e quereis executar o desejo dele... ”( João 8:44 )

Indiscutivelmente, o diabo, é um anjo (anjo caído) e possui vontade.

Os anjos caíram por vontade própria (Ver, Judas 6)



5. A NATUREZA DOS ANJOS - ASPECTOS GERAIS.

a) São seres espirituais.

 “Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor dos que hão de herdar a
salvação?” (Hebreus 1:14)

b) Não se reproduzem e nem se relacionam como a humanidade.

  “Quando ressurgirem dentre os mortos, nem casarão, nem se darão em casamento; serão como
  os anjos nos céus. ” ( Marcos 12: 25 )



NOTA: Na Bíblia, a idéia que se tem, é que os anjos são todos com o aspecto masculino:

       “Levantou Abraão os olhos, e viu três homens em pé a sua frente... ”          ( Gênesis 18:
       2)

       No livro do profeta Zacarias, na sua sétima visão, encontra-se uma narração que, segundo
       alguns estudiosos, deva ser uma possível exceção:

 “... Então levantei os olhos, e olhei, e duas mulheres saíram, agitando o ar com suas asas, pois
tinham asas como as da cegonha... ”( Zacarias 5: 5-11 ).

c) Não morrem.

“... e não podem morrer, pois são como os anjos... ” ( Lucas 20: 36 )

 NOTA: Eu não creio que devamos pensar nos anjos como sendo eternos, pois até onde eu entendo,
somente Deus pode ser eterno, visto que não teve uma origem, Ele é a própria origem de tudo que
existe. Os anjos não morrem porque são espíritos, mas, com já observamos, eles deixam de ser
eternos pelo fato de terem sido criados em alguma época do passado, antes da criação do universo.



  d) Os anjos são superiores à nós em todos os aspectos.

“Enquanto que os anjos, embora maiores em força e em poder... ”( 2 Pedro 2: 11 )

“... um pouco menor do que os anjos... ” ( Hebreus 2: 7 )

e) São em enorme quantidade.



  “... aos muitos milhares de anjos” ( Hebreus 12:22 )



6. ORGANIZAÇÃO DOS ANJOS.



  a) Um arcanjo é mencionado.



  ARCANJO: Anjo principal, o primeiro entre os anjos.



  NOTA:

Miguel significa: Quem é como Deus?



  Nas tradições judaicas e cristãs, Miguel é considerado chefe dos sete arcanjos. No livro de
  Enoque (Considerado apócrifo), encontramos nomes de outros seis anjos que parecem serem
  arcanjos também. A Bíblia porém só menciona um arcanjo: O arcanjo Miguel (Judas 9).

 b) Primeiros príncipes.

Existe uma possibilidade de Gabriel ser um dos príncipes angelicais.

“... o homem Gabriel, que eu tinha visto na minha visão ao princípio, veio voando rapidamente... ” (
Daniel 9:21 ).

GABRIEL: Homem de Deus, Este, parece ser um anjo muito especial, nota-se que Gabriel só
aparece em missões muito especiais e delicadas. Daniel ainda estava orando (Dan. 9:21,22),
quando aparece o “homem Gabriel voando rapidamente” para lhe dar explicações acerca de sua
visão (Note que Gabriel enfrentou uma Grande resistência por parte de um inimigo muito especial,
“príncipe do reino da Pérsia”, não se refere a um príncipe comum e humano, trata-se de um príncipe
angelical das hostes malignas, Dan. 10:13).

 No Novo Testamento, encontramos o anjo Gabriel, numa missão que, parece ser, a mais importante
de seu trabalho. Deus manda um mensageiro à terra para anunciar que o Messias já estava a
caminho, e com o nascimento de Jesus, Gabriel esteve sempre “por perto” como que sempre pronto,
e atento para qualquer “imprevisto”. Um bom exemplo, foi quando Herodes quis dar fim a vida do
novo Rei que poderia colocar em risco o seu governo, ordenando que todos os meninos com dois
anos de idade fossem mortos, evitando assim que no futuro o novo Rei dos Judeus lhe causasse
algum tipo de problema político; Gabriel entra em ação e conduz o menino para fora de perigo
(Mateus 2:13-16).

c) Principados e Potestades.

 “... E foi assim para que agora, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida dos
principados e potestade nas regiões celestiais... ”( Efésios 3:10 ).

 Nem sempre, quando lemos: “Principados e Potestade”; podemos afirmar que o texto se refere as
hostes malignas. Neste caso se refere a ambos os tipos de anjos.



  PRINCIPADOS: Território ou estado, cujo soberano é um príncipe ( Regiões Celestiais ).

 POTESTADE: Aquele que tem grande poder ou autoridade ( Príncipe de um principado ).

A idéia é que em cada País, Estado, Cidade, Bairro, etc exista um principado e uma potestade tanto
de anjos bons como de anjos maus.

d) Serafim.

  “Espécie de anjos, só mencionado em (Isaías 6:2,6 ) a palavra significa... Consumir com fogo; os
  serafins são, portanto, agentes de purificação pelo fogo” ( Bíblia Vida Nova ).

  Pouco se sabe sobre os serafins, mas com toda a certeza, estão ligados a adoração a Deus.

e) Querubim.

 A tarefa principal dos querubins é preservar a santidade de Deus, Por isso Deus mandou que nos
santos dos santos ( Êxodo 37 ), Moisés colocasse dois querubins de ouro, simbolizam o local da
presença sagrada e gloriosa de Deus no tabernáculo. ( Êxodo 37: 7,9 )

  No Éden, Deus colocou querubins para guardar a árvore da vida. ( Gênesis 3 : 24 ).

f) Guerreiros.

“E houve guerra no céu : Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão. E o dragão e seus
anjos batalhavam ...” ( Apocalipse 12:7 )
7. O MINISTÉRIO DOS ANJOS.

a) A CRISTO.

  01- Predisseram o seu nascimento a Maria. ( Lucas 1:26-37 ).

02- Predisseram o seu nascimento a José. ( Mateus 1:20,21 )

03- Anunciaram o seu nascimento. ( Lucas 2:9-11 ).

04- Protegem ao menino Jesus. ( Mateus 2:13 ).

05- Serviram a Jesus depois de quarenta dias de tentação no deserto. ( Mateus 4:11; Marcos 1:13 ).

06- Um anjo o confortou no Getsêmani. ( Lucas 22:43 )

07- Estavam prontos a defende-lo. ( Mateus 26:53 )

08- Abriram o sepulcro onde Cristo foi sepultado. ( Mateus 20:2,3 )

09- Anunciaram a ressurreição. ( Mateis 28:6 )

10- Anunciaram a ascensão e segunda volta de Cristo. (Atos1:10,11)

11- Estarão com Cristo em sua segunda vinda ( Mar. 8:38; 2Tess. 1:7)

b) Aos servos de Deus.

Antes de estudarmos a atuação dos anjos nos filhos de Deus, precisamos ponderar, à luz da Bíblia,
em algumas coisas importantes...

* Os anjos não devem ser adorados.

  - Colossenses 2: 17,18

  - Apocalipse 19: 10

  - Apocalipse 22: 8,9

 Estas passagens bíblicas, deixam bem claro que os anjos, por mais que tentem justificar os motivos,
não devem, e segundo o livro de Apocalipse, nem os próprios anjos aceitam ser adorados pelos
homens. (A não ser que seja um “anjo” disfarçado)

* Sua ministração é obtida através da oração, a Deus.

   - Mateus 26: 53

  - Atos 12: 5, 7, 12

  - Daniel 9: 20,21
  - Daniel 10: 12

 Em todas as atuações de anjos que encontramos na Bíblia, há no seu contexto alguém
intercedendo a Deus por algo. Então podemos afirmar, que os anjos só protegem a alguém que está
devidamente em comunhão com Deus. Caindo a teoria de que todos estão sendo protegidos por um
ser angelical divino.

1- Seu ministério geral é de ajuda (Hebreus 1: 14)

     a) A Elias ==> I Reis 19: 5

     b) A Pedro => Atos 12: 7-11

     c) A Paulo => Atos 27: 23

2- Estão envolvidos com a reposta das orações (Lucas 1: 13)

3- Observam as experiências dos crentes (I Coríntios 4: 9)

4- Encorajam nas horas de perigo (Isaías 63: 9)

5- Estão interessados nos esforços evangelísticos da Igreja. (Lucas 15:10)

6- Ministram aos santos na hora da sua morte (Lucas 16: 22).

c) Aos descrentes.

1- Anunciam juízos iminentes (Gênesis 19:13; Apocalipse 14: 6,7 )

2- Executam os juízos Divinos (Atos 12:23)

3- Agirão como ceifeiros na separação definitiva no fim dos tempos (Mateus   13:39)

d) As nações.

1- Miguel parece ter um relacionamento estreito com Israel (Daniel 12:1).

2- Os anjos parecem ser agentes de Deus na execução de sua providência (Daniel 10:21)

3- Os anjos estarão envolvidos nos juízos da tribulação (Apocalipse 16:1)



DEMONOLOGIA ( A DOUTRINA DOS DEMÔNIOS )

INTRODUÇÃO:



  Estudar Angelologia sem estudar Demonologia, é não perceber, à luz da Bíblia, que demônios são
anjos, não como os anjos do Senhor, mas um número de seres igualmente espirituais com as
mesmas características básicas (natureza). Seres que podem estar em todo lugar, pois são em
enorme quantidade, e extremamente organizados. O Demônio maior, Satanás, está no comando
deste “grupo” de anjos que a Bíblia chama de “anjos caídos”, caídos porque foram expulsos da
presença santa e gloriosa de Deus ( estudaremos isto na parte de satanalogia ).

   Com um exército de seres invisíveis ao olho natural, Satanás se infiltra nos lares; escolas;
instituições; igrejas; governo; empresas; culturas de nações; etc; com o objetivo de “azucrinar” a vida
do homem, que é o seu maior alvo de destruição, tentando fazer com que este não se achegue ao
seu criador, o Deus único e eterno.

   Na mesma proporção em que estudamos os anjos de Deus, faremos o possível para
encontrarmos explicações para algumas questões que, durante muito tempo são levantadas nas
sociedades mundiais, e porque não dizer, principalmente nas igrejas espalhadas por este mundo
afora...

   O que leva uma pessoa ao suicídio? Porque alguém, aparentemente sem motivos, extermina a
todos os seus parentes mais próximos de uma forma bárbara e tenebrosa? Porque tantos “crentes”
não se desprendem dos “prazeres da carne” e se dedicam de corpo e alma ao trabalho do Senhor?
Porque tantas pessoas não sentem o menor desejo de ler costumeiramente a Bíblia? (Estas
pessoas a quem me refiro, é àquelas que um dia fizeram uma decisão ao lado do Senhor) Qual o
verdadeiro motivo que leva um homem e uma mulher que, um dia diante de Deus e várias pessoas,
prometeram viverem juntos sendo uma só carne até que a morte quebrasse este laço, hoje mal
conseguem se olharem frente a frente, e chega a um veredicto que a melhor coisa para eles é, ir
cada um para um lado? E quanto àqueles meninos de rua, qual a verdadeira causa por eles estarem
lá?

  Não pense que estou acusando os demônios por todas as coisas ruins que assolam em uma
sociedade, mas que sem dúvida alguma, eles são culpados por a maioria das desgraças existentes
que aflige a humanidade.



( ORE MUITO MAIS A PARTIR DE AGORA)



1. CONCEITO:



  a) Anjos caídos que pecaram juntamente com Satanás, seguindo-o quando ele se rebelou contra
  Deus.

  b) Almas de homens maus que morrem. (Um ponto de vista pagão, portanto, absurdo total.)

   c) Espíritos de um povo que viveu antes de Adão. (A Bíblia não menciona este povo, pura
dedução humana e absurda)
2. CARACTERÍSTICAS DOS DEMÔNIOS.



  a) A origem do ser angelical propriamente dita, é a mesma de todos os anjos. Porém as condições
  em que se encontram atualmente deu-se origem quando foram expulsos da gloriosa presença de
  Deus. (Judas 6).



  b) Possuem algumas das características dos anjos de Deus.



  1- São espíritos (Mateus 17:18; Efésios 6:12)

2- Conhecem a Jesus (Marcos 1:24)

  3- Conhecem os seus próprios destinos (Mateus 8:29)

4- Conhecem o plano de salvação (Tiago 2:19)

5- Possuem um próprio sistema doutrinário bem desenvolvido ( I Timóteo 4:1-2 )



3. ATIVIDADE DOS DEMÔNIOS.

  a) Em geral.

1- Tentam subverter os propósitos de Deus (Daniel 10:10-14; Apocalipse     16:13-16)

 2- Os demônios tentam estender a autoridade de Satanás, cumprindo sua vontade. (Efésios
6:11,12)

3- Os demônios podem ser usados por Deus na realização de Seus propósitos (I Samuel 16:14; II
Coríntios 12:7)

b) Em particular.

1- Podem causar doenças (Mateus 9:33; Lucas 13:11-16)

2- Podem possuir homens (Mateus 4:24)

3- Podem possuir animais (Marcos 5:13)

4. POSSESSÃO DEMONÍACA.
  CONCEITO: Possessão demoníaca é a habitação de um ou mais demônios numa pessoa,
  exercendo controle e influência diretos sobre ela, com certo prejuízo para suas funções mentais e
  /ou físicas. A possessão demoníaca deve ser distinguida da influência demoníaca ou atividade
  demoníaca contra uma pessoa. O cristão pode ser alvo de opressão demoníaca a tal ponto de dar
  a impressão de estar possesso.

a) Efeitos da possessão demoníaca.

1- Ocasionalmente, doença física (Mateus 9:32,33)

Obs. Nem sempre a doença deve ser ligada à possessão demoníaca (Atos 5:16 )

2- Distúrbios mentais são ocasionalmente causados por possessão demoníaca. (Mateus 17:15-18)

3- Causa depressão, impossibilita ao possesso de proclamar que Jesus é o Senhor.

 4- Não é só em seres viventes que os demônios podem tomar posse. Também em lugares como:
escolas; casas; Igrejas; cidades; bairros; ruas; avenidas; rodovias; etc.



5. O DESTINO DOS DEMÔNIOS.



  a) Destino temporário:

  1- Alguns que estavam livres foram lançados no abismo. (Lucas 8:31; Judas 6)

2- Alguns que estão presos serão soltos na grande tribulação. (Apocalipse 9:1-11)

b) Destino definitivo:

1- Todos serão lançados juntamente com Satanás para dentro do lago de fogo. (Mateus 25:41)



SATANALOGIA ( A DOUTRINA DE SATANÁS )



INTRODUÇÃO:



  Se tiver algo criado por Satanás, foi o pecado. O melhor conceito que eu vejo para pecado é, tudo
que se opõe a vontade e aos princípios de Deus. E quem faz isto melhor que ninguém? Quem leva a
outros a fazerem o mesmo? Quem, em algum lugar no passado, quis tomar todo poder existente e
tomar o lugar de Deus, originando a ambição e o orgulho que hoje existe? O quem de todas estas
questões é somente, e tão somente Satanás. Digamos que, tudo o que é ruim e contraria ao que for
bom, teve seu projeto na mente de Satanás. O mundo jaz no maligno, é o que afirma a Palavra de
Deus, basta observamos as coisas acontecerem, o pecado já está enraizado dentro do ser humano
quando ele nasce. Porque todos pecaram, isto também nos afirma a Bíblia, então somos pecadores,
e vivemos atolados no pecado.

  Este foi o objetivo de Satanás quando, em forma de um animal, introduziu o pecado no planeta.
Mas nem tudo esta perdido, Deus sabendo do propósito de seu inimigo, tomou a devida providência
para que, mesmo pecando, a humanidade tivesse uma oportunidade de viver em plena comunhão
com Ele. Enviou Jesus, que, através da morte e ressurreição, pode “esmagar a cabeça da serpente”,
dando a todo aquele que entender o trabalho redentor de Jesus a gloriosa salvação, que permite ao
ser humano, um dia estar compartilhando de toda uma vida que seria impossível descrever...

 É por esta razão que Satanás odeia ao extremo o homem, principalmente àqueles que já
compreenderam o trabalho da cruz. Dai a importância que nós cristãos devemos dar em conhecer as
“artimanhas de Satanás”.



1. CONCEITO:

  a) Diabo, Satanás, Demônio, Lúcifer ou qualquer outro nome que seja; serve para indicar o
  arquimalígno poder espiritual do grande inimigo de todo o bem.

b) O falso acusador, que calunia Deus perante o homem, e o homem perante Deus.



2. A EXISTÊNCIA DE SATANÁS.

  a) O ensino das escrituras:

A existência de Satanás é ensinada em sete livros do Antigo Testamento, e por todos os livros do
Novo Testamento.

b) Cristo falou da sua existência.

“E o inimigo que o semeou é o diabo...” (Mateus 13:39)

“Disse-lhe Jesus: Eu vi Satanás, como raio, cair do céu.” (Lucas 10:18)

“Se Satanás está dividido contra si mesmo, como subsistirá o seu reino?” (Lucas 11:18)

 3. A PERSONALIDADE DE SATANÁS.

a) Possui intelecto.

 “Mas temo que, assim como a serpente enganou a Eva com sua astúcia, assim também seja de
alguma sorte corrompidos os vossos entendimentos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo.
” (II Coríntios 11:3 )

b) Ele tem emoções.
“Então o dragão irou-se contra a mulher...” (Apocalipse 12:17)

c) Ele tem vontade.

“Vós pertenceis ao vosso pai, o diabo, e quereis executar os desejos dele...” (João 8:44)

d) Ele é tratado como pessoa moralmente responsável.

 “Disse, pois, o Senhor Deus a serpente: Porque fizeste isto, maldita és entre todos os animais
domésticos, e entre todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os
dias da tua vida.” (Gênesis 3:14)

e) Pronomes pessoais são usados para descreve-lo.

“... e veio também Satanás entre eles” (Jó 1:6)

 4. AS DESIGNAÇÕES DE SATANÁS.



  a) Nomes.

1- Satanás = adversário 2- Diabo = difamador 3- * Lúcifer = filho da alva, o brilhante 4- Belzebu
= senhor das moscas (título?) 5- Belial = indignidade, perversidade, maligno.



  * Chamar Satanás de Lúcifer, depois de sua queda, é dar a ele uma glória que ele não é mais
  digno. Filho da alva, era o anjo que outrora fora exaltado entre todos os demais anjos do céu; hoje
  Satanás é totalmente desfigurado de seu aspecto de origem. Esta palavra, lúcifer, não combina
  mais com o seu estado negro e pecaminoso do momento.



  b) Títulos.

  1- Maligno (I João 5:19)

2- Tentador (I Tessalonissenses 3:5)

3- Príncipe deste mundo (João 12:31)

4- Príncipe da potestade do ar (Efésios 2:2)

5- Acusador de nossos irmãos (Apocalipse 12:10)

c) Representações.

  1- Serpente (Apocalipse 12:9)

  2- Dragão (Apocalipse 12:3)
3- Anjo de luz ( II Coríntios 11:14 )



5. A NATUREZA DE SATANÁS.



  a) Seu caráter:

1- Ele é uma criatura. (Ezequiel 28:14-15)

2- Ele é um espírito. (Efésios 6:12-12)

3- Ele pertencia à ordem angelical dos querubins. (Ezequiel 28:14)

4- Foi a mais exaltada das criaturas no céu. (Ezequiel 28:12)
  b) Traços da sua personalidade:



  1- Homicida, mentiroso (João 8:44)



  2- Um pecador compulsivo (I João 3:8)



  3- Um acusador (Apocalipse 12:10)



  4- Adversário (I Pedro 5:8)



  c) Suas limitações:



  1- Sendo uma criatura é portanto limitado, não é onisciente, onipotente, e onipresente.



  2- Sua ação pode ser resistida pelo crente.



  “Sujeitai-vos pois, a Deus. Resisti ao diabo e ele fugirá de vós. ” ( Tiago 4:7 )



  3- Deus impõe limites a ele.



  “Disse o Senhor a Satanás: Muito bem, tudo o que ele tem esta no teu poder, mas somente contra
  ele não estenda a mão. Então Satanás saiu da presença do Senhor.” (Jó 1:12)




6. A ORIGEM DE TODO O MAL.
a) Como vivia Satanás. ( Ezequiel 28:11-15)



1- Era perfeito, cheio de sabedoria e beleza.



“... tu és o selo da perfeição, ... sabedoria... e perfeito em formosura. ” ( Ezequiel 28:12b )



2- Viveu na presença de Deus.



“Estavas no Éden, jardim de Deus... ” ( Ezequiel 28:13a )



3- Teve toda riqueza e glória no céu.



“... cobrias-te de toda pedra preciosa: o sárdio, o topázio, o diamante, o berílio, o ônix, o jaspe, a
safira, o carbúnculo e a esmeralda. Os teus engastes e ornamentos eram feitos de ouro; no dia
em que foste criado foram eles preparados. ” ( Ezequiel 28:13b )



4- Foi o mais alto da hierarquia angelical.



“Tu eras querubim da guarda ungido...” (Ezequiel 28:14a)
  5- Foi considerado perfeito.



  “Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado...” (Ezequiel 28:15a)



  b) A queda de Satanás. (Ezequiel 28: 16-19; Isaías 14: 12-20 )



  1- A origem do pecado.



  Ambição:



  “... se encheu o teu coração de violência, e pecaste... ” (Ezequiel 28:16)



  “Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura...” (Ezequiel 28:17)




  Orgulho:



  “... corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor...” (Ezequiel 28:17)



  2- A intenção de Satanás:

* Tomar o lugar de Deus.

“...eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono; no monte da congregação
me assentarei...” (Isaías 14:13).

* Tomar a glória de Deus, sendo possuidor da terra e o céu.



  “Subirei acima das mais altas nuvens; serei semelhante ao altíssimo” (Isaías   14:14)
  3- Os juízos contra Satanás.

   * Expulso de sua posição original. (Ezequiel 28:16; Isaías 14:12)

  * Julgamento pronunciado no Éden (Gêneses 3:14-15)

   * Julgado na cruz (João 12:31)

   * Será lançado no inferno para sempre (Apocalipse 20:10)



                                        ***

BIBLIOGRAFIA



1. DICIONÁRIO BÍBLICO UNIVERSAL - EDITORA VIDA.

2. PEQUENA ENCICLOPÉDIA BÍBLICA - EDITORA VIDA.

3. MANUAL BÍBLICO - EDIÇÕES VIDA NOVA.

4. AS ARMAS DE SUA GUERRA - EDITORA VIDA.

5.OS ANJOS, SUA NATUREZA E OFÍCIO - C.P.A.D.

6. A BÍBLIA ANOTADA - EDITORA MUNDO CRISTÃO

7. BÍBLIA VIDA NOVA - EDIÇÕES VIDA NOVA.

8. BÍBLIA DE REFERENCIAS THOMPSON - EDITORA VIDA.

9. GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA - C.P.A.D.



AGRADECIMENTOS.



Meus sinceros agradecimentos a Deus pela inspiração e iluminação na preparação desta apostila.
Também não poderia deixar de agradecer a igreja e em especial a classe de jovens pela confiança e
incentivo. A minha esposa Gilmara, pelo voto de confiança e pelas orações. A Quitéria, pela força e
apoio durante todo preparo deste estudo e em especial por ter tido paciência comigo na utilização do
micro computador. A Adriana Rodrigues, por ter me auxiliado na digitação do texto.
A todos, o meu muito obrigado, que Deus possa abençoar a todos vocês.

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Stats:
views:303
posted:5/1/2010
language:Portuguese
pages:18
Description: apostila---o-tabernaculo pdf