; Apostila do curso Ações corretivas preventivas
Documents
Resources
Learning Center
Upload
Plans & pricing Sign in
Sign Out

Apostila do curso Ações corretivas preventivas

VIEWS: 4,566 PAGES: 23

apostila do curso Ações corretivas/preventivas ministrado pelo prof. Adilson Barroso

More Info
  • pg 1
									 Ações Corretivas e Preventivas

Como Solucionar Não-Conformidades
do Sistema de Gestão da Qualidade



Facilitador: Adilson Barroso




         Manaus, Maio de 2008
Introdução
O Sistema de Gestão da Qualidade – SGQ, é um conjunto
de processos administrativos e operacionais que geram
sistemas de gerenciamento pré-estabelecidos de forma a
controlar todas as atividades de uma organização.
Este sistema para funcionar depende de que todos os
processos sejam executados de forma padronizada ou que
sigam parâmetros conhecidos por todos.
Quando algum processo não é executado como foi
determinado, existe uma grande chance de haver problemas
no resultado deste processo, o chamado Defeito ou
Problema. Porém, o que causou foi uma Não-Conformidade
no processo.
Os SGQ`s baseados na norma ISO-9000, prevêem esta
situação e tratam-na emitindo um Relatório de Não-
Conformidade ou RNC. Que deve ser trabalhado para a
solução da Não-Conformidade. É o que veremos a seguir:
Conceitos
            Auditoria da Qualidade
               É uma atividade formal e documentada,
               Executada por pessoal habilitado,
               Que não tenha responsabilidade direta na
                execução do serviço em avaliação
               Que utiliza método de coleta de informações
                baseada     em   evidências   objetivas   e
                imparciais,
               Fornece subsídios para verificação da eficácia
                do sistema da qualidade da organização.
               Ou seja, é o levantamento da situação de um
                sistema    ou   processo    com   base   em
                procedimento ou norma para tomada de
                ações corretivas e preventivas.
Conceitos
            Objetivos da auditoria
               Avaliar a eficácia do Sistema da Qualidade com
                relação     aos     objetivos   da    qualidade
                especificados.
               Determinar a situação da conformidade dos
                elementos do sistema da qualidade com
                relação aos requisitos especificados.
               Prover ao auditado     a   oportunidade   para
                melhorias contínuas
               Atender aos requisitos regulamentares.
            Sistema de Gestão da Qualidade
               É uma combinação de processos que tem por
                objetivo garantir a qualidade mínima de
                determinado produto ou serviço.
Conceitos
    Não-Conformidade
    É todo resultado ou situação não condizente com os
      padrões estabelecidos, no Sistema de Gestão da
      Qualidade - SGQ.
     Uma Não-Conformidade pode ser:

        Um documento obsoleto

        Um processo diferente do, ou sem, procedimento
         formal
        Uma especificação não atendida

        Uma reclamação de cliente

        Um instrumento de medição descalibrado

        Um operador sem treinamento



    Evidência objetiva
    É comprovação efetiva e documental da ocorrência de um fato.

    Obs.: Um Defeito ou         problema    não é uma        Não-
     conformidade.
Conceitos
        Solução
           Evitar, eliminar ou isolar as causas de problemas
        Ação de Disposição
           Ação temporária que minimiza ou bloqueia as
            causas do problema, mas não as elimina.
        Ação Corretiva.
           É a eliminação definitiva das causas do problema
        Ação Preventiva
           É ação de prevenção quanto ao retorno futuro
            das causas da Não-Conformidade.
        Eficácia
           É atingir os objetivos estipulados
        Eficiência
           Fazer certo na primeira vez com custo baixo e
            tempo hábil.
Conceitos
            Causa
               “São os motivos que levam o surgimento do
                resultado indesejado ou seja, do PROBLEMA”

            Efeito
               “É o resultado físico ou emocional de um ato,
                ação, processo realizado, que nem sempre é
                esperado”
               O efeito da queima de gás é a chama
               Os efeitos da chama são: Calor e Luz
            Problema
               É todo resultado ou situação não desejado ou
                não esperado.
Conceitos
            Indicador
               São    os   resultados   reais  de  um
                determinado parâmetro de medição
                monitorados      constantemente    para
                controle do processo.
            Índice
               É um conjunto de indicadores que gera
                uma informação de desempenho de um
                determinado processo, sistema, produto
                ou serviço
            Meta
                É um objetivo planejado a ser alcançado
                no futuro.
               Uma meta é composta por:
                  Objetivo

                  Valor numérico

                  Tempo determinado
Problema X Meta


                  Nível
                  Desejado



                  Nível
                  Alcançado
Tipos de não-conformidades

   MENOR GRAU
       Caracterizada por constituir uma falha isolada no
        atendimento do SGQ
       Deve ser corrigida
       Considerada oportunidade de melhoria
       Deve-se utilizar o PDCA para correção

   MAIOR GRAU
       Caracterizada por constituir uma quebra do sistema
       Deve ser corrigida o mais rápido possível
       Considerada grave e poderá comprometer a certificação
Fontes para Detecção de Problemas

              Auditorias internas da qualidade

              Auditorias de externas da qualidade

              Reclamações de Clientes

              Análise Crítica pela Alta Direção

              Planejamento da Qualidade

              Procedimentos do SGQ

              Indicadores do SGQ
A investigação e a Eliminação da Causa

O Ciclo PDCA é um método
gerencial de controle que
pode ser utilizado por toda a
empresa. É um caminho
para que o controle de
processos possa ser
exercido de forma
sistemática e padronizada.


O     entendimento      dos
problemas é fundamental
para uma atuação precisa.
A investigação e a Eliminação da Causa

O PDCA é um método utilizado para se resolver os
problemas e promover melhorias


                  Padronização Identificação



                                      Análise do Fenômeno
              Ação Corretiva

                Verificação          Análise do Processo



                         Ação
                                Plano de Ação
Ferramentas para Melhoria da Qualidade

Brainstorming
   Reúna no máximo dez pessoas que tenham
    conhecimento sobre o problema e possam
    contribuir para a solução.
   Distribua “Post it” aos participantes
   Estes, terão 5 minutos para escrever o maior
    número possível de causas de ocorrência do
    problema.
   O Líder do grupo deverá, juntamente com o
    grupo, agrupar as possíveis causas semelhantes
   Categorizar todas as possíveis causas no diagrama
   Priorizar as causas conforme suas importâncias
Ferramentas para Melhoria da Qualidade

Diagrama de Ishikawa
Este diagrama introduzido em 1943, também é conhecido como
Diagrama Espinha-de-Peixe ou Diagrama de Causa e Efeito - recebe
este nome em homenagem ao seu criador, Kaoru Ishikawa. Sua forma é
semelhante à espinha de peixe, onde o eixo principal mostra um fluxo de
informações e as espinhas, que para ele se dirigem, representam
contribuições secundárias ao processo sob análise.
     Máquina       Mão-de-Obra        Método




                                                          EFEITO

                           CAUSAS


 Meio Ambiente   Medida          Matéria-Prima
Diagrama de Hishikawa
   Os 6Ms – Grupos de Fatores
   Matéria-Prima: São todas as causas referentes à
    problemas de material e insumos e fornecedores.
      Está de acordo com a especificação?

      Houve troca de fornecedor?

   Mão-de-Obra: São causas ligadas às pessoas, por
    aspectos, culturais, psicológicos, educacionais,
    treinamento, motivacional, disciplina etc.
   Máquina:    Causas    referentes    a    máquinas,
    equipamentos, utensílios, aparelhos etc.
      Há manutenção preventiva adequada?

      Houveram modificações recentes?

      Há desgaste excessivo?
Diagrama de Hishikawa
   Medida: causas referentes aos instrumentos de
    medição: Trena, Paquímetro, balança, Jig’s etc.
   Método: referente aos procedimentos
    operacionais ligados ao problema: FITs, Lay out,
    de armazenamento, práticas usadas, receitas etc.
       O método é lógico?
       Está dentro dos padrões e normas?
       Houveram modificações recentes?
   Meio Ambiente: compreende todas as causas
    referentes ao meio ambiente: Sujeira, poluição,
    luminosidade, umidade, temperatura etc.
Análise do Processo


    Máquina       Mão-de-Obra        Método



                                                     META
                                                    PRODUTO
                                                   RESULTADO



Meio Ambiente   Medida          Matéria-Prima




   Causas => Processos                          Efeito => Produto
  (Fato Gerador do Problema)                        (Problema)
  Ferramentas para Melhoria da Qualidade
  5W1H – Plano de Ação
  É composto de cinco elementos chamados 5W1H

  WHAT        WHY        HOW           WHERE          WHO            WHEN
  O QUE     POR QUE      COMO          ONDE           QUEM          QUANDO

           Defina    o Defina    a
Definas as                           Defina     o   Defina     o   Defina    o
           motivo pelo forma pela
ações que                            local onde a   responsável    prazo    de
           qual a ação qual a ação
devem ser                            ação    será   pela           implantação
           será        será
executadas                           implantada     implantação    da ação
           implantada realizada




    Todos os envolvidos na implantação devem ter
   concordado com as ações propostas, suas datas
                   e responsáveis.
Controles da Execução e da Eficácia

   Deve ser nomeado durante a elaboração do Plano de
    Ação, um responsável por controlar a efetividade e
    eficácia das ações propostas.
   O responsável tem as seguintes atribuições:
       Acompanhar o andamento das ações propostas
       Reportar formalmente a efetivação das ações
       Reportar citando indicadores, a eficácia das ações
       Solicitar reunião extraordinária para tratamento de
        ações que não estejam trazendo resultados
        satisfatórios
Exemplos de Procedimentos e de Registros

                Procedimento        define   os   requisitos,
                 parâmetros e especificação a serem
                 seguidas     para    a   conformidade     do
                 produto ou processo
                    Procedimento “Diz como deve ser
                     feito”
                Registro demonstra o que foi feito
                 quando do processo de um produto ou
                 serviço
                    O Registro “Diz como foi feito”
Ações Corretivas Pós Auditoria
                 Normalmente acompanhadas por auditor
                 Requerem acompanhamento de eficácia
                 Todas as ações tomadas              devem   gerar
                  Evidências Objetivas
                 Procurar planejar as três etapas:
                      Disposição
                      Ação Corretiva e
                      Ação Preventiva
                 Atualizar procedimentos e especificações de
                  acordo com as mudanças geradas no Plano de
                  Ações
                 Equipe de Reação – minimizar o impacto de
                  não-Conformidades durante a auditoria
Obrigado a todos!


“Não corrigir nossas falhas, é o
mesmo que cometer novos erros”.
        Confúcio, Filósofo Chinês, 551 – 478 a.C.




                             Adilson Barroso
                                    9163-9182
                   anbarroso@bol.com.br
      http://abarroso.spaceblog.com.br

								
To top
;