Religiões+primitivas+-+Jornal by rod85

VIEWS: 68 PAGES: 2

									                               Religiões Primitivas
                   Animismo – Fetichismo – Totemismo - Xamanismo
       Uma Publicação da Matéria de Ensino Religioso        —          Ano I—Número Experimental

Animismo                                               Marx.
                                                       O conceito de fetichis-
O termo Animismo foi criado pelo antropólo-            mo descreve os siste-
                       go inglês Sir Edward B.         mas de crenças, que
                       Taylor, em 1871, na sua         atribuem a determina-
                       obra Primitive Culture          dos objetos proprieda-
                       (A Cultura Primitiva).          des mágicas ou divi-
                       Pelo termo Animismo,            nas, ou que conside-
                       ele designou a manifes-         ram esses mesmos ob-
                       tação religiosa na qual se      jetos representações
                       atribui a todos os ele-         ou transposições de
                       mentos do cosmos (Sol,          um ser superior, de
                       Lua, estrelas), a todos os      cujas características
elementos da natureza (rio, oceano, monta-             seriam possuidores.
nha, floresta, rocha), a todos os seres vivos          Esse fetichismo religioso é muito comum em
(animais, árvores, plantas) e a todos os fenô-         algumas religiões primitivas da África e de
menos naturais (chuva, vento, dia, noite) um           crenças afro-americanas do Caribe e da Améri-
princípio vital e pessoal, chamado de "ânima",         ca do Sul. Tal manifestação tem um caráter de
que na visão cosmocêntrica significa energia,          presença, que exige reverência, adoração, grati-
na antropocêntrica significa espírito e na teo-                                dão e oferendas, e tam-
cêntrica alma.                                                                 bém um caráter ativo,
Consequentemente, todos esses elementos são                                    de forma que o objeto
passíveis de possuírem: sentimentos, emo-                                      representante da divin-
ções, vontades ou desejos, e até mesmo inteli-                                 dade pode intervir na
gência. Resumi-                                                                natureza para conceder
damente, os cul-                                                               graças ou bens e admi-
tos animistas ale-                                                             nistrar castigos e vin-
gam que: "Todas                                                                ganças.
as coisas são Vi-                                                              Crença de que os espíri-
vas", "Todas as                                                                tos são capazes de pos-
coisas são Cons-                                                               suir objetos. Existe tam-
cientes", ou                                                                   bém a crença de que
"Todas as coisas                                                               certos objetos ou talis-
têm ânima".                                            mãs podem afastar os espíritos maus.




                                                       Totemismo
Fetichismo
                                                       Totemismo é um conjunto de idéias e práticas
O conceito de fetichismo ficou inicialmente            baseadas na crença da existência de um paren-
restrito ao campo da antropologia, mas foi de-         tesco místico entre seres humanos e objetos na-
pois utilizado pela psicologia, principalmente         turais, como animais e plantas. O termo deriva
por Freud, e pela sociologia, sobretudo por
da palavra otote-                                algumas religiões
man, do idioma                                   como       ideologia
dos índios al-                                   principal e em ou-
gonquinos, do                                    tras como fenôme-
leste dos Esta-                                  no     suplementar.
dos Unidos. A                                    Seus poderes se
raiz gramatical                                  devem à técnica do
ote indica uma                                   êxtase, que domi-
relação de san-                                  na, e que consiste
gue entre irmãos                                 em poder abando-
e irmãs, filhos                                  nar o corpo quan-
da mesma mãe,                                    do em estado de
que não podem                                    transe.
se casar entre si.                               O xamã exerce as
É qualquer animal, planta ou objeto, cultuado    funções de curan-
por uma sociedade como deus, adoradores de       deiro, sacerdote e
símbolos, brasões ou armas que cada família      condutor de almas. Os povos que admitem o
faz. O brasão era pintado ou cravado na maio-    xamanismo acreditam que a doença é provoca-
ria dos objetos usados. Esculpiam seus símbo-    da pela perda da alma. Assim, o xamã deve de
los em pedras, umas empilhadas em cima das       início descobrir onde se encontra a alma perdi-
outras, com imagens de animais sobre seus        da ou seqüestrada por algum espírito do mal.
brasões, geralmente as imagens eram de ani-      Empreende, em seguida, uma difícil e perigosa
mais selvagens que possuíam maiores habili-      viagem ao outro mundo para resgatar a alma e
dades, como águia, falcão, gavião, tigres, le-   devolvê-la, saudável, ao corpo do enfermo.
ões, ursos, animais fortes, considerados deu-    O indivíduo pode se tornar xamã por decisão
ses da terra, protetores da natureza.            própria ou por escolha da comunidade -- o que
                                                 é raro -, por hereditariedade ou por vocação es-
                                                 pontânea. O escolhido é preparado por um mes-
                                                 tre que lhe ensina a técnica do êxtase, a genea-
                                                 logia e a mitologia da tribo, os nomes e as fun-
                                                 ções dos espíritos, os meios de cura, o domínio
                                                 do fogo e o tratamento que deve dispensar aos
                                                 deuses, aos demônios, às almas dos mortos e
                                                 aos espíritos da natureza. Em geral, o xamanis-
                                                 mo participa das religiões de povos que têm na
                                                 caça a base de sua economia e acreditam na e-
                                                 xistência da alma da natureza e de animais, as-
                                                 sim como na sobrevivência dos espíritos dos
                                                 antepassados.

Xamanismo
A mais pura expressão do xamanismo se en-
contra entre povos do Ártico e da Ásia cen-
tral, mas o fenômeno aparece também no Su-
deste Asiático, na Oceania e mesmo entre po-
vos indígenas da América do Norte.
Xamanismo é uma experiência mística pró-
pria de religiões primitivas, centrada na pes-
soa do xamã, que se acredita capaz de curar e
de se comunicar com os espíritos. Aparece em

								
To top