DICE by fjhuangjun

VIEWS: 1,055 PAGES: 157

									                                                                                              ÍNDICE

        INTRODUÇÃO .........................................................................................................................................................................2
    1- Programa de gestão administrativa ..........................................................................................................................................5
        1.1 Plano orçamental ................................................................................................................................................................6
        1.2 Plano da afectação de recursos .........................................................................................................................................7
        1.3 Plano de intervenção em áreas prioritárias. .......................................................................................................................8
        1.4 Plano de manutenção e recuperação de equipamento. .....................................................................................................8
    2. Programa de acção da Assembleia de Escola .........................................................................................................................8
        2.1 Plano de monitorização da implementação de planos de melhoria. ..................................................................................9
    3.Programa de acção do Conselho Executivo ............................................................................................................................10
    4. Programa de acção do Conselho Pedagógico .......................................................................................................................13
        4.1.Plano de acompanhamento das actividades de enriquecimento curricular .....................................................................17
        4.2 Plano de revisão do Regulamento Interno .......................................................................................................................17
        4.3 Plano de coordenação e monitorização das equipas pedagógicas .................................................................................17
        5. Gestão de Recursos Humanos ..........................................................................................................................................18
        5.1 Plano de distribuição de serviço docente .........................................................................................................................18
        5.2 Plano de distribuição de serviço não docente ..................................................................................................................21
        5.4 Plano de ocupação plena dos alunos do ensino básico e secundário .............................................................................27
7. Faltas dos alunos: .......................................................................................................................................................................28
8. Registo no livro de ponto da turma: ............................................................................................................................................29
9. Registo no caderno diário dos alunos: ........................................................................................................................................29
    1.Planos de Departamentos Curriculares/Áreas Curriculares ....................................................................................................32
        1.1 Departamento de Educação Artística, Tecnológica e Física ............................................................................................32
        1.2- Departamento de Ciências e Tecnologias ......................................................................................................................42
ACTIVIDADE ...................................................................................................................................................................................51
    OBJECTIVOS .............................................................................................................................................................................51
TIPO DE AVALIAÇÃO .....................................................................................................................................................................51
        1.3- Departamento de Ciências Sociais e Humanas ..............................................................................................................63
        1.4- Departamento de Línguas ...............................................................................................................................................82
    2. PLANO DE ACTIVIDADES da COORDENAção DE DIRECTORES de Turma .....................................................................93
    3. Planos de recuperação de aprendizagens não realizadas ...................................................................................................102
    4. Planos de reforço das aprendizagens ..................................................................................................................................102
    5. Planos de valorização de aprendizagens realizadas ............................................................................................................102
    6. Plano de Intervenção para Currículo Escolar Próprio e Alternativo dos Alunos com NEE ..................................................102
    7. Coordenação de projectos -Plano de Actividades ................................................................................................................103
    8. Plano de formação de professores, pessoal administrativo e pessoal auxiliar de acção educativa .....................................104
    9. Plano de tutorias ...................................................................................................................................................................106
Anexos ..........................................................................................................................................................................................131
                                                    PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES DA ESCOLA


                                                                  ANO LECTIVO 2007-2008


      INTRODUÇÃO


      O presente documento é uma proposta a ser apresentada à Assembleia de Escola, tendo presente o disposto no art.º 26º,
    alínea d) do Decreto-Lei n.º 115-A/98, de 4 de Maio, e alteração introduzida pela alínea c) do mesmo artigo na Lei 24/99,
    tendo contado com as propostas de diversos órgãos e intervenientes da comunidade escolar.
      O plano anual de actividades do ano lectivo 2007-2008 da Escola Secundária com 3.º Ciclo Dr. Joaquim Gomes Ferreira
    Alves, Valadares, é um dispositivo de operacionalização das finalidades contidas no Projecto Educativo de Escola, cujas grandes
    metas deste centram-se no esforço de tornar a escola capaz de construir a autonomia enquanto:


      «Lugar de Formação com um horizonte de melhoria de 15% nos próximos três anos escolares dos seus
    estudantes e redução/anulação das taxas de abandono;
      Lugar de Investigação, dando visibilidade às diferentes pesquisas relevantes e de interesse para a
    comunidade educativa;
      Lugar de Orientação na construção de projectos de vida autónomos;
      Lugar de Encontros e Partilhas de saberes e de vivências;
      Lugar Acolhedor regido por princípios de solidariedade e humanismo;
      Lugar de Redes Educativas que aproximem, facultem e construam saberes;
      Plataforma para o Mundo do Trabalho articulada com a realidade comunitária, da região, do país e do
    mundo»1.
      Deste modo, cabe ao Plano Anual de Actividades de Escola clarificar o modo como os princípios orientadores do Projecto Educativo de Escola e ,
    sobretudo, as suas metas e finalidades, são paulatinamente aplicadas. Assim sendo delineiam-se para este ano lectivo os seguintes objectivos:
      a) incentivar a realização de cada aluno, como cidadão potencialmente autónomo e responsável, empreendedor, com projecto
    de vida próprio e construtor dos suas próprias aprendizagens;
      b) garantir o acompanhamento pedagógico do aluno, prestando atenção às aprendizagens e às competências necessárias a
    uma integração social correcta, como cidadão de pleno direito;
      c) atingir uma melhoria de 5% em média as taxas de sucesso pleno2 e relativo3 por turma e por disciplina;
      d) promover a continuidade de uma prática construtiva de auto-avaliação de escola;
      e) implementar planos de melhoria de acordo com os resultados da auto-avaliação de escola, através da sua correcta integração nos
    diversos planos de acção dos órgãos de gestão, administrativo e de articulação curricular;
      f) valorizar a aproximação dos pais e encarregados de educação na vida escolar da comunidade;
      g) garantir a formação e certificação dos adultos da região através do Centro de Novas Oportunidades.
      Os objectivos gerais, operacionais e estratégias conducentes às finalidades acima enunciadas assenta em duas dimensões
    orientadoras, uma organizacional e outra de sociabilização, tendo como base os seguintes documentos estruturantes:

1 Projecto Educativo de Escola, texto policopiado, 2007, p.7
2 Entende-se por taxa de sucesso pleno o calculo realizado tendo em consideração todos os alunos da turma, do ano ou do ciclo com todas as classificações
positivas.
3 Entende-se por taxa de sucesso relativo, ou apenas sucesso, o calculo realizado no universo de todos os alunos da turma, do ano ou do ciclo.

                                                                                                                                                            2
             O Projecto Educativo de Escola e as indicações da Assembleia de Escola para a sua implementação;
             O Projecto Curricular de Escola;
             O Regulamento Interno de Escola;
             O quadro legislativo.
       O Plano Anual de Escola apresenta-se organizado em programas e subprogramas de modo a estabelecer uma inter relação
     entre as dimensões organizacional e de sociabilização e, em simultâneo, responder a uma operacionalização mais eficaz.
       Numa perspectiva de prestação de melhor serviço à comunidade educativa, cimentada numa cultura de transparência e
     partilha, importa enraizar o espírito de exigência da responsabilização de todos os intervenientes na acção educativa. Deste
     modo procurar-se-á:
       a) reduzir a taxa de abandono e absentismo;
       b) aumentar as taxas de sucesso quer ao nível de resultados da avaliação sumativa, quer da avaliação externa ou de
     acesso ao ensino superior público.
       a) assegurar níveis de rigor e qualidade nas práticas educativas;
       b) acompanhar o percurso do aluno através de um regime de tutoria, em articulação com outros órgãos, dando instrumentos
     que lhes permitam desenvolver capacidades de inovação, sentido auto critico e empreendedor;
       c) proporcionar apoio educativo centrado em aprendizagens significativas no desenvolvimento de técnicas de estudo e na
     construção de um projecto pessoal de aprendizagem;
       d) aprofundar o envolvimento das famílias na escola e na educação escolar dos alunos;
       e) promover a disciplina e prevenir comportamentos de risco para a saúde;
       f) fomentar a prática de diálogo e partilha de saberes e experiências;
       h) responder às necessidades formativas de jovens e adultos do meio onde se encere a Escola.


       No entendimento do Projecto Educativo de Escola, a educação deve ser valorizada nas “dimensões formativas, integrando
a construção participada de saberes e o desenvolvimento de atitudes e valores, numa perspectiva socializadora, responsável e
multicultural”4, entendendo-se a “Escola como um espaço de saberes e de aprendizagens, de pertença, enriquecida pela
pluralidade de formações, de motivações, de capacidades e conhecimentos, indo ao encontro das necessidades do meio
envolvente, da região e do país, num processo de aprendizagem organizacional”5.
       Deste modo, cabe ao Plano Anual de Actividade descrever as suas linhas orientadoras na promoção de estratégias
pedagógicas conducentes à aquisição e desenvolvimento de competências relevantes expressas nas diversas actividades
disponíveis à Comunidade Educativa, assegurando níveis de rigor e qualidade; espírito de iniciativa, inovador e empreendedor.


       Assim sendo, para além do habitual funcionamento das equipas pedagógicas, a escola apresenta este ano lectivo, na
organização dos seus órgãos de articulação pedagógica, coordenação de cursos de ensino secundário recorrente nocturno; um
coordenador das ofertas educativas no âmbito da iniciativa Novas Oportunidades, o Director do Centro Novas Oportunidades,
que inclui o Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências, Educação-Formação, Curso Profissional e
Cursos de Educação e Formação de Adultos. O Director e a Coordenadora Pedagógica têm assento no Conselho Pedagógico.



4   Projecto educativo de Escola 2005/2008- Valadares, texto policopiado, p. 11
5   Idem, ibidem,p.11

                                                                                                                                3
   Cada curso de Educação e Formação de Jovens e os Cursos Profissionais, (Técnico de Gestão, Técnico de Turismo,
Técnico de Animação Social e Técnico Administrativo) possuem um director de Curso.


   Mantêm-se as equipas pedagógicas de 7.º e 8.º anos, com a Língua Materna a manter relevância, como dimensão
essencial e transversal no 3.º ciclo, através do acréscimo de meio bloco na disciplina de Língua Portuguesa no 7.º Ano e de
igual tempo na Língua Estrangeira I, no 8.º ano. Merece, ainda, nota de relevo o segundo ano de funcionamento do plano de
Matemática que abrange todo o terceiro ciclo, com estratégias de implementação diversificadas em função do ano a aplicar. A
existência de três cursos de Educação Formação para alunos de ensino básico, de tipo 2, abrangendo uma população escolar
entre os 15 e os 18 anos consubstanciam uma aposta estratégica da escola que visa, por um lado, qualificar jovens em risco de
abandono escolar e, por outro, dar resposta aos interesses da comunidade educativa. É nesta lógica que se inscreve a aposta
crescente nos cursos de formação para adultos (cursos EFA). Para além dos aspectos enunciados, merecem menção a
continuação da aplicação de planos de melhoria baseados em práticas regulares de auto-avaliação, o aprofundamento do
envolvimento dos alunos nos processos de melhoria da Escola, a adesão a processos que contribuam para elevar níveis de
qualificação académica e cultural da comunidade educativa, procurando-se estabelecer na escola um funcionamento regular
que seja capaz de uma inovação constante, orgânica, promotor de aprendizagens. Trata-se de um conjunto de finalidades para
as quais o presente plano procura, de alguma forma, lançar as bases e que apenas será exequível com o esforço e dedicação
de todos os envolvidos, com particular relevo para os professores.




                                                                                                                           4
I Programa de gestão administrativa e pedagógica


1- Programa de gestão administrativa


Calendarização do ano escolar
   O calendário para o ano escolar 2007-2008 é o constante do quadro seguinte:


   Período             Início                                                      Termo
   1.º                 14 de Setembro de 2007                                      14 de Dezembro de 2007


   2.º                 3 de Janeiro de 2008                                        14 de Março de 2008
                       31 de Março de 2008                                         6 de Junho para os 9.° 11.°e 12° anos;
                                                                                   20 de Junho para os restantes do ensino regular
   3.º
                                                                             diurno;
                                                                                   13 de Julho para o ensino recorrente e cursos de
                                                                             educação e formação.


   As interrupções das actividades lectivas dos alunos do ensino regular diurno ocorrem nos seguintes períodos:

   Interrupções                    Períodos
   1                               De 17 de Dezembro de 2007 a 2 de Janeiro de 2008
   2                               De 4 a 6 de Fevereiro de 2008
   3                               De1 7a 30 de Março de 2008


   O calendário acima referido desenvolve-se de acordo com o disposto no Despacho n.º 14.272/2007 (2.ª Série) de 5 de
Julho, tendo vem conta o Despacho Normativo nº 24/2000, de 11 de Maio, com as alterações introduzidas pelo Despacho
Normativo nº 36/2002, de 4 de Junho.


Avaliação sumativa
   Os conselhos de turma para avaliação sumativa realizar-se-ão em:

                                   Datas
   1.º Período                     17,18 e 19 de Dezembro de 2007
   2º Período                      17,18 e 19 de Março de 2008
                                   9 e 11 de Junho de 2008 - 9.°, 11.° e 12o Ano
   3º Período
                                   23, 25 e 26 de Junho de 2008 - restantes anos do ensino regular




                                                                                                                                  5
Exames
   O calendário de exames nacionais será estabelecido pelo Ministério da Educação.
   O calendário de exames de equivalência à frequência para o Ensino Secundário depende de definição de Despacho anual
   que define o regulamento de Exames.
   Ter-se-á em consideração para a respectiva calendarização, nos casos e que esta estiver a cargo da Escola, a não
   realização, sempre que possível, de mais do que uma prova por dia pelos alunos inscritos em dois ou mais exames.


Matrículas e Formação de Turmas
   Sem prejuízo de outras datas que se venham a revelar mais oportunas, as matrículas para o ano lectivo 2008-2009
   decorrerão nos dias 1 e 2 de Julho de 2008 e a formação de turmas entre 3 a 18 de Julho de 2008.


1.1 Plano orçamental
   O orçamento anual de escola é composto por dotações financeiras do Estado para satisfação de despesas regulares e
   valores de compensação em receita.
   Em função das linhas orientadoras da Assembleia, a aplicação das verbas de compensação em receita assume as
   seguintes prioridades para 2007/8:
        Manutenção, reparação e recuperação de espaços, instalações e equipamentos da escola;
        Melhoria de condições e espaços para apoio ao estudo de alunos e trabalho de professores;
        Aquisição de equipamentos essenciais ao funcionamento das actividades lectivas da escola;
        Melhoria de sistema rede de comunicação interna (intranet), designadamente no âmbito da monitorização das
         actividades lectivas e controlo de resultados;
        Apoio ao desenvolvimento de projectos pedagógicos na escola;
        Apoio ao desenvolvimento de hábitos alimentares saudáveis.


   As actividades do Conselho Administrativo têm como referencial o quadro normativo em vigor, o Projecto Educativo de
   Escola, o Regulamento Interno de Escola, as indicações e linhas orientadoras da Assembleia de Escola.
   São objectivos da actividade do Conselho Administrativo para 2007-2008:
        Gerir com eficácia e eficiência o plano de orçamento anual de escola, em conformidade com as normas vigentes e as
         linhas orientadoras da Assembleia, nos seus múltiplos aspectos;
        Promover a reparação ou recuperação de instalações e equipamentos conducentes a um funcionamento adequado
         da escola;
        Implementar o funcionamento do POC-Educação como instrumento de gestão e planeamento mais eficaz;
        Definir um plano para as despesas necessárias em função de prioridades educativas identificadas;
        Promover a afectação de recursos financeiros necessários à implementação de prioridades educativas;
        Afectar recursos financeiros para iniciativas de âmbito pedagógico promotoras de melhores condições de
         aprendizagem e de coesão entre os membros da comunidade escolar;
        Apoiar iniciativas conducentes à melhoria dos locais de trabalho dos professores;
    

                                                                                                                        6
            Afectar recursos para melhorar a comunicação interna, designadamente no âmbito da comunicação interna e da
             monitorização de resultados;
            Colaborar com o Centro de Formação de Professores Gaia-Sul no desenvolvimento do respectivo plano de formação.


    Calendário de Reuniões


    Reuniões ordinárias do Conselho Administrativo ao longo do ano lectivo:

                                      Datas (2007/2008)
    1.º Período                       20 de Setembro; 11 de Outubro; 8 de Novembro; 29 de Novembro; 13 de Dezembro.
    2º Período                        10 de Janeiro; 7 de Fevereiro; 6 de Março.
    3º Período                        10 de Abril; 8 de Maio; 5 de Junho; 10 de Julho.


    É previsível, para o ano 2007-2008, um montante de receitas próprias (bufete, utilização de instalações, taxas e
emolumentos e outros) de 49.000 euros. Tendo em conta o montante previsto, são os seguintes os planos para compensação e
receitas em 2007-2008.


1.2 Plano da afectação de recursos
    Entende-se por afectação de recursos a aquisição de equipamentos e a adequação ou reformulação de novos espaços,
com vista ao reforço e melhoria de actividades pedagógicas e administrativas. Para 2007-2008, o plano a desenvolver é o
seguinte:


    1. Na sequência de renovação de espaço de auditório, aquisição de mobiliário (mesas, cadeiras, biombos) para
apetrechamento do espaço, dotando-o de zonas de estudo individual ou em grupo, com capacidade total para 60 a 80 alunos. .
Valor estimado – 2.500 euros (IVA incluído);


    2. Aquisição de cinco novos computadores para sala de professores e sala de directores de turma, melhorando as
condições de trabalho docente e trabalho com programa de gestão de alunos (GIAE) - Valor estimado – 3.700 euros (IVA
incluído);


    3. Reforço do apetrechamento do espaço para o Centro Novas Oportunidades, designadamente no âmbito do CRVCC, com
aquisição de mobiliário (armários: 600 euros – IVA incluído); material informático (2.150 euros – IVA incluído), de acordo com
crescimento do número de formandos e crescimento do Centro.


    4. Aquisição de bens duradouros e não duradouros para afectação a actividades pedagógicas dos diferentes departamentos
curriculares e cursos (exceptuando cursos de educação e formação, cursos profissionais e RVCC). Valor estimado – 2.150
euros (IVA incluído);


    5. Publicações de documentos estruturantes da escola: regulamento interno, projecto educativo, projecto curricular. Valor
estimado – 750 euros (IVA incluído).
                                                                                                                            7
   6. Sessão do quadro de valor e de excelência. Valor estimado – 750 euros (IVA incluído).


1.3 Plano de intervenção em áreas prioritárias.

   As áreas prioritárias são definidas em função da resolução de situações problemáticas quanto à segurança e outras
necessidades urgentes no âmbito da actividade pedagógica, segurança e gestão da escola.


   1. Aquisição de material e equipamento para a cozinha – máquina multiusos, renovação de palamenta. Valor estimado –
1.500 euros (IVA incluído);


   2. Renovação e melhoria de equipamento desportivo: tabelas, balizas e comparticipação em obras de recuperação de
vedação de campo de jogos – 4.500 euros (IVA incluído);


   3. Reformulação de rede de comunicação interna, a fim de dotar a escola de instrumentos de gestão e de segurança de
alunos mais eficaz. Valor estimado para reforço de equipamento e melhoria de rede informática: 6.150 euros (IVA incluído);
    Valor estimado para melhoria de rede informática – 1.150 euros (IVA incluído);
    Valor estimado para aquisição de servidor para monitorização permanente de resultados de alunos – 5.000 euros (IVA
   incluído).


   4. São consideradas áreas prioritárias de intervenção todas aquelas que forem definidas em resultado da auto-avaliação em
curso e das necessidades que aí forem definidas. Serão afectados os recursos disponíveis no orçamento da escola para 2008,
no que diz respeito a actividades pedagógicas.


1.4 Plano de manutenção e recuperação de equipamento.


   1.Contratos anuais de manutenção de equipamentos informáticos, reprografia, jardins, desinfestação, extintores, “software”
de gestão, seguros de contratos de planos ocupacionais do Centro de Emprego e Formação Profissional. Valor estimado –
18.500 euros (IVA incluído).


   2. Recuperação e reparação de instalações e de equipamentos não mencionados nos pontos anteriores. Valor estimado –
5.000 euros (IVA incluídos).


   3. Actualizações de parque informático. Valor estimado – 1.500 euros (IVA incluído).


2. Programa de acção da Assembleia de Escola
   A Assembleia de Escola rege-se pelo disposto no Decreto-Lei n.º 115-A/98, de 4 de Maio, Lei n.º 24/99, de 22 de Abril,
Decreto Regulamentar 10/99, de 10 de Maio, e Regulamento Interno de Escola.
   São objectivos operacionais da Assembleia de Escola:
         Acompanhar o funcionamento da Escola nos seus múltiplos aspectos e a implementação do Projecto Educativo e
Projecto Curricular de Escola;
                                                                                                                             8
           Definir linhas orientadoras para elaboração do orçamento;
           Definir medidas promotoras para a melhoria qualitativa da escola;
           Emitir recomendações para a melhoria do funcionamento de Escola;
           Promover o relacionamento com a comunidade educativa;
           Reconhecer comportamentos de alunos que manifestem espírito de solidariedade e contribuam para uma cidadania
activa e responsável;
           Emitir pareceres sobre contas de gerência;
           Aprovação de Regulamento interno;
           Monitorização da aplicação de planos de melhoria resultantes do processo de auto-avaliação de escola;
   A Assembleia de Escola reúne ordinariamente uma vez por trimestre e extraordinariamente sempre que seja convocada
pela respectiva presidente, por sua iniciativa, a requerimento de um terço dos seus membros em efectividade de funções ou por
solicitação do Presidente do Conselho Executivo.


   Actividades a desenvolver pela Assembleia de Escola ao longo do ano lectivo:
   Actividades                                                                                           Calendarização
   Apreciação e aprovação da proposta de Plano Anual de Actividades;
   Definição de linhas orientadoras para elaboração de projecto de orçamento de Escola para
2008;
                                                                                                         1º Período
   Desenvolvimento do processo de auto-avaliação de escola e implementação do plano de
melhoria.
   Organização, em conjunto com Conselho Pedagógico e Conselho Executivo, de cerimónia de
distinção de alunos do Quadro de Valor e Excelência relativo ao ano lectivo de 2006/2007;
   Apreciação de relatório e contas de gerência do Conselho Administrativo relativas ao ano de           2.º Período
2007.
   Apreciação de relatório crítico de aplicação do plano anual de actividades;
   Definição de linhas orientadoras para o ano lectivo de 2008-2009;
   Acompanhamento da aplicação de planos de melhoria de acordo com os resultados da auto-                3.º Período
avaliação de escola.
   Aprovação de proposta para cargos de assessoria do Conselho Executivo.
   Acompanhamento do funcionamento da Escola nos seus múltiplos aspectos;                                Ao longo do ano
   Estruturar projecto de autonomia de Escola                                                        lectivo


2.1 Plano de monitorização da implementação de planos de melhoria.6

   Objectivos:
   - Garantir uma eficaz implementação de documentos orientadores e estruturantes de escola.
   - Promover alterações decorrentes da autoavaliação nos seus documentos orientadores e estruturantes.


   Calendarização:


                                                                                                                           9
       - Criação de grupo de trabalho e realização da monitorização da implementação dos planos de melhoria – ao longo do ano.
       - Criação de grupos de trabalho de análise da implementação do PEE, PCE e RI - 1.º período.
       - Criação de grupo de trabalho de reestruturação do RI – 1.º e 2º períodos.
       - Discussão pública de revisão do RI.
       - Divulgação das alterações necessárias nos documentos orientadores de escola – final do ano lectivo.
       - apreciação dos resultados da implementação dos planos de melhoria – 2.º e 3.º Períodos.


       Avaliação
       A avaliação deste plano decorrerá ao longo do ano, através de questionários à comunidade educativa e de documentos de
reflexão dos grupos de trabalho.
       Da avaliação resultante dar-se-á conhecimento à comunidade educativa.


3.Programa de acção do Conselho Executivo


       As actividades do Conselho Executivo têm como referencial o quadro normativo em vigor, o Projecto Educativo e o Projecto
Curricular de Escola, o Regulamento Interno de Escola, assim como as indicações e linhas orientadoras da Assembleia de
Escola.
       São objectivos da actividade do Conselho Executivo para 2007-2008:
             Organizar o funcionamento das actividades escolares orientadas para a consecução dos objectivos do Projecto
Educativo;
             Garantir a ocupação plena dos alunos durante o respectivo horário lectivo;
             Promover esforços para a melhoria das aprendizagens e dos resultados;
             Incentivar os diferentes intervenientes da comunidade educativa e colaborar na implementação de práticas de
melhoria em resultado de processos de auto-avaliação, em relação directa com os objectivos de Escola, bem como em acções
de avaliação e de melhoria da Escola;
             Proceder à avaliação de pessoal docente e não docente, de acordo com legislação em vigor;
             Promover mecanismos na Escola para o desenvolvimento profissional de pessoal docente e não docente, em parceria
com o Centro de Formação da Associação de Escolas Gaia-Sul;
             Melhorar condições de trabalho para os docentes e pessoal não docente desenvolverem a sua actividade profissional,
bem como condições de aprendizagem para os alunos e exercício das funções dos pais e encarregados de educação;
             Desenvolver esforços para a manutenção das condições físicas da escola, assim como os respectivos espaços
ajardinados;
             Fomentar clima de cooperação, confiança e responsabilidade, entre os diversos membros da comunidade educativa;
             Aprofundar o desenvolvimento de mecanismos de acesso à informação e comunicação potenciadores de melhores
condições de participação.


Actividades a desenvolver pelo Conselho Executivo ao longo do ano lectivo:



6   Plano de melhoria vide anexo I
                                                                                                                             10
    Actividades                                                         Calendarização
Sensibilizar as forças de segurança locais para a necessidade de
                                                                        Início do ano lectivo e sempre que necessário.
vigilância regular.
Recepção aos novos alunos e respectivos encarregados de
                                                                        Setembro de 2007
educação – 7.º e 10.º anos
Participação em reunião de equipa de auto-avaliação.                    Setembro de 2007
Melhorar condições de trabalho dos directores de turma, com a
aquisição de novos computadores ligados ao sistema de gestão            Setembro de 2007
integrada.
Melhorar condições de trabalho de professores – renovação de
parque informático e condições de acesso a Internet em sala de          Setembro de 2007
trabalho dos professores
Promover reuniões de equipas docentes e conselhos de turma para
                                                                        Setembro e Outubro de 2007
iniciar a elaboração do Projecto Curricular de Turma.
Reunião com delegados de área disciplinar para explicitação de
                                                                        Setembro de 2007
plano de melhoria e respectiva implementação
Organizar as actividades lectivas e de acompanhamento de alunos
                                                                        Setembro de 2007
em congruência com os objectivos traçados no Projecto Educativo
Criação e organização de sala de estudo                                 Outubro/Novembro de 2007
Reunião com Associação de Pais para realização de balanço sobre
o início do ano lectivo e sobre as actividades a realizar ao longo do   Outubro de 2007
mesmo.
Reunir com Assembleia de delegados de turma para eleição de
representante ao Conselho Pedagógico e sensibilização para a            Outubro de 2007
promoção de melhoria de clima e de resultados da Escola.
Sensibilizar a Direcção Regional de Educação do Norte para as
necessidades de intervenção e recuperação em diversos espaços           1.º Período
físicos da Escola.
Promover de eleição de Associação de Estudantes                         Novembro de 2007
Lançamento de discussão pública de revisão do Regulamento
                                                                        Dezembro de 2007
Interno
Avaliar as actividades pedagógicas realizadas durante o 1.º período     Dezembro de 2007
Participar em avaliação externa de escola                               1.º Período
Apresentar proposta de Plano de Actividades da Escola à
                                                                        1.º Período
Assembleia.
Promover reflexão sobre oferta educativa para 2008-2009 e
seguintes, designadamente Cursos Profissionais, de acordo com
                                                                        Janeiro de 2008
necessidades locais, recursos disponíveis e ao alcance da Escola na
respectiva afectação, articulando com rede concelhia.
Organizar a realização de provas de aferição interna e de provas        Fevereiro de 2008 e de acordo com calendário

                                                                                                                         11
intermédias                                                                 estabelecido superiormente (para as provas de
                                                                            avaliação intermédia)
Promover sessão cultural de homenagem aos alunos do quadro de
                                                                               Março de 2008
valor e excelência da escola relativo ao ano lectivo 2006-2007.
Avaliar as actividades pedagógicas desenvolvidas ao longo do 2.º
                                                                               Março de 2008
período.
Organizar painel com diferentes profissionais para esclarecimento e
                                                                               Abril de 2008
contributo de orientação profissional de alunos dos 9.º e 12.º anos.
Promover a reflexão sobre as prioridades educativas da Escola,
tendo em conta a avaliação intermédia das actividades pedagógicas,             Abril de 2008
bem como da implementação dos planos sectoriais de melhoria.
Desencadear processo relativo à eleição da Direcção Executiva, de
                                                                               Abril de 2008
acordo com a legislação em vigor.
Promover a revisão de critérios de distribuição de serviço docente,
tendo em conta o quadro legal vigente, as prioridades definidas e os           Maio de 2008
projectos a implementar.
Participar no Cortejo do “Maio Florido” e nas “Valadaríadas”,
organizados pela Junta de Freguesia de Valadares
Elaborar, em parceria com Instituições de Ensino Superior, de texto            Maio de 2008
final relativo a protocolo de desenvolvimento de formação inicial de
professores em estágio, ouvido o Conselho Pedagógico.
Elaborar relatório final da execução do plano anual de actividades a
                                                                               Julho de 2008
submeter à apreciação da Assembleia
Assegurar      gestão    e     desenvolvimento   do     Centro     Novas
Oportunidades, como entidade promotora do CRVCC, pelo                          Ao longo do ano lectivo
Despacho n.º 17.747/2006, de 31 de Agosto.
   Promover reuniões de reflexão, convidando especialistas,
quando      possível,   para    debate/esclarecimento    de      questões
                                                                               Ao longo dos 2.º e 3.º períodos
promotoras da melhoria da escola, em geral, e das aprendizagens
de alunos, em particular.
   Planear, coordenar, superintender e assegurar a execução das
actividades e serviços da Escola no âmbito das respectivas                     Ao longo do ano lectivo
atribuições formais e parecer da Assembleia de Escola.
   Aprofundar as relações existentes e estabelecer novas relações
de parceria com diferentes intervenientes que possibilitem a
formação adequada de alunos dos cursos tecnológicos, profissional              Ao longo do ano lectivo
e profissionalizantes (IEFP, Empresas, Juntas de Freguesia, Câmara
Municipal de Vila Nova de Gaia)
   Estabelecer relações de cooperação e responsabilização com
                                                                               Ao longo do ano lectivo
diferentes intervenientes, através de intervenção célere em casos de

                                                                                                                       12
indisciplina.
    Participar nos órgãos formais em que têm assento os seus
                                                                             Ao longo do ano lectivo
elementos.
    Promover, em conjunto com o Conselho Pedagógico, acções de
formação e sensibilização a docentes e não docentes, congruentes             Ao longo do ano lectivo
com os objectivos de Escola.
    Apoiar e acompanhar a execução de projectos inovadores que
                                                                             Ao longo do ano lectivo
visem o sucesso educativo dos alunos.
    Promover e acompanhar, juntamente com o Conselho
Pedagógico de Escola, a execução adequada do Projecto Educativo              Ao longo do ano lectivo
de Escola e dos planos sectoriais de melhoria.
    Supervisionar, em conjunto com o Conselho Pedagógico,
processos de avaliação de alunos, tendo em conta critérios e                 Ao longo do ano lectivo
planificações definidos no início do ano lectivo.
    Reunir periodicamente com a Associação de Pais e participar
em assembleias, reuniões, colóquios e outras realizações para que o          Ao longo do ano lectivo
C. Executivo seja convidado
    Proceder à avaliação do pessoal docente e não docente, de
                                                                             Ao longo do ano lectivo
acordo com o quadro legal em vigor
                                                                             Recepção – Setembro de 2007;
    Organizar celebrações que incluam pessoal docente e não
                                                                             Ceia de Natal – 19 de Dezembro de 2007.
docente da Escola.
                                                                             Encerramento de ano lectivo – Julho de 2007.




Calendário de reuniões
    As reuniões decorrem ordinariamente um vez por mês e extraordinariamente sempre que necessário. Realizam-se nas
seguintes datas as reuniões ordinárias previstas para o presente ano lectivo:

                                    Datas (2007/2008)
    1.º Período                     14 de Setembro; 16 de Outubro; 20 de Novembro; 11 de Dezembro.
    2º Período                      8 de Janeiro; 12 de Fevereiro; 11 de Março.
    3º Período                      8 de Abril ; 6 de Maio; 3 de Junho; 8 de Julho


4. Programa de acção do Conselho Pedagógico
    As actividades do Conselho Pedagógico têm como referencial as competências definidas no Decreto-Lei 115-A/98, de 4 de
Maio, a Lei 24/99, de 22 de Abril, o Projecto Educativo e o Regulamento Interno da Escola.
    São objectivos operacionais do Conselho Pedagógico para o ano lectivo 2007-2008:
          Incentivar a melhoria das actividades pedagógicas da Escola e os resultados dos alunos.
          Promover a articulação das actividades de âmbito pedagógico da Escola.
          Incentivar e apoiar iniciativas de índole formativa e cultural.

                                                                                                                            13
        Apresentar propostas para a elaboração do Plano Anual de Actividades e pronunciar-se sobre o respectivo projecto.
        Elaborar, em conjunto com outros elementos da comunidade educativa, cooptados para o efeito, actividades de
         acompanhamento da execução do Projecto Educativo de Escola, do Projecto Curricular e do Plano Anual de
         Actividades.
        Promover e supervisionar a congruência entre práticas de ensino-aprendizagem e práticas de avaliação de
         aprendizagens de alunos.
        Analisar projectos, planos e documentos de índole pedagógica e dar sugestões para o seu desenvolvimento,
         implementação e avaliação.
        Fornecer juízos qualitativos acerca do desenvolvimento de projectos e da actividade pedagógica da Escola.
        Intervir, nos termos da lei, no processo de avaliação docente e não docente.
        Definir os requisitos para a contratação de pessoal docente e não docente, de acordo com o disposto na legislação
         aplicável.
        Pronunciar-se sobre proposta de regulamento interno.
        Promover a formação e actualização dos profissionais da Escola, em colaboração com o Centro de Formação de
         Associação de Escolas Gaia – Sul, com formadores internos ou com outras entidades de reconhecido mérito, a partir
         de necessidades identificadas, incluindo-as no plano anual.
        Dar pareceres sobre questões de âmbito pedagógico;
        Colaborar na auto-avaliação da Escola;
        Colaborar na elaboração de Plano de Melhoria da Escola.


Calendarização de actividades a desenvolver pelo Conselho Pedagógico ao longo do ano lectivo:
   Actividades                                                                   Calendarização
   Análise e revisão do Regimento Interno.
   Análise de documentos pedagógicos relativos ao funcionamento do ano
escolar 2007-2008:
          - planificações, conteúdos e critérios de avaliação de alunos.
          - documentos de registo de avaliação de alunos.
          - nomenclatura a utilizar em registos de avaliação.
                                                                                 Setembro de 2007
   Definição de medidas adequadas ao bom funcionamento das
actividades escolares.
   Análise de plano de distribuição de serviço docente para a ocupação
plena dos alunos dos ensinos básico e secundário.
   Organização de equipas de trabalho e secções do Conselho
Pedagógico. .
   Reflexão sobre os resultados escolares dos alunos em 2006-2007 e
                                                                                 Setembro de 2007
medidas adoptadas.




                                                                                                                             14
    Análise e aprovação de propostas para o Plano Anual de Actividades,
incluindo plano de formação de pessoal docente e não docente.
                                                                               Outubro de 2007
    Aprovação de plano de elaboração e aplicação das provas de aferição
interna em 2007-2008.
    Apreciação de proposta de funcionamento de tutorias.
    Aprovação de proposta de revisão do Projecto Curricular de Escola, a
apresentar à Assembleia de Escola.
    Análise e parecer sobre linhas orientadoras para planos de recuperação,
acompanhamento e desenvolvimento.
    Avaliação intermédia do desenvolvimento das actividades pedagógicas.       Novembro de 2007
    Apreciação de documentos de registo de avaliação de alunos.
    Preparação das reuniões de conselhos de turma de final do 1.º período
e aprovação dos respectivos guiões e registos.
    Análise de avaliação de final do 1.º Período e reflexão sobre as
actividades e planos de melhoria e de recuperação propostos.
    Definição de linhas orientadoras para avaliações intercalares de 2.º
                                                                               Janeiro de 2008
período.
    Aprovação de cronogramas de desenvolvimento de exames de
equivalência à frequência e a elaborar a nível da escola.
    Definição de linhas orientadoras para conselhos de turma intercalares do
2.º período.
    Definição de propostas de oferta educativa para 2008-2009 para
                                                                               Fevereiro de 2008
apresentar à Assembleia de Escola;
    Supervisão da realização de provas de aferição interna.
    Apreciação de equipas de trabalho para exames de 2008, bem como
dos respectivos procedimentos e calendários.
    Aprovação de orientações para as reuniões de conselhos de turma para
avaliação sumativa de 2º período.                                              Março de 2008
    Emissão de parecer quanto aos protocolos a desenvolver com
instituições de ensino superior relativos à formação inicial de professores.
    Análise de avaliação de final de 2.º Período e das actividades
curriculares realizadas.
    Análise de ponto de situação relativamente à implementação do Projecto     Abril de 2008
Curricular de Escola.
    Reflexão sobre resultados das provas de aferição interna.
    Análise e aprovação de matrizes (incluindo critérios de classificação)
para exames de equivalência à frequência.
                                                                               Maio de 2008
    Reflexão sobre funcionamento de estruturas de articulação educativa e
definição de propostas para a sua melhoria.
    Apreciação das propostas dos departamentos curriculares para escolha       Junho de 2008

                                                                                                   15
de manuais escolares.
    Apreciação de critérios para a elaboração de horários para 2008-2009.
    Apreciação de critérios para a distribuição de serviço docente em 2008-
2009.
    Apreciação de propostas de actividades de enriquecimento curricular
para 2008-2009.
    Revisão de critérios de formação de turmas para 2008-2009.
    Avaliação da aplicação de medidas implementadas nos planos de
recuperação, acompanhamento e desenvolvimento (elaboração de relatório
final).
    Apreciação de propostas para o plano anual de escola de 2008-2009.
    Definição de calendário escolar para 2008-2009.
                                                                                   Julho de 2008
    Apreciação de resultados de auto-avaliação de escola e definição de
propostas para plano de melhoria (a integrar plano anual de escola de 2008-
2009).
    Apreciação de processos de revisão de classificação e de retenções
repetidas (caso existam)
    Análise e aprovação de propostas de visitas de estudo não previstas no
                                                                                   Ao longo do ano lectivo.
Plano Anual de Actividades.
    Publicação de boletim electrónico (“newsletter”) do Conselho                   Ao    longo     do   ano   lectivo   –
Pedagógico.                                                                     periodicidade mensal.
    Desenvolvimento e acompanhamento de plano de formação anual.
    Acompanhamento e avaliação da implementação de planos de
                                                                                   Ao longo do ano lectivo
recuperação, acompanhamento e desenvolvimento.
    Acompanhamento de projectos e actividades de âmbito pedagógico.                Ao longo do ano lectivo
    Colaboração no processo de auto-avaliação de escola                            Ao longo do ano lectivo
    Adopção e monitorização de dispositivos de articulação pedagógica com
                                                                                   Ao longo do ano lectivo.
a Escola Básica de 2.º e 3.º ciclos de Valadares.
    Supervisão dos processos de contratação de pessoal docente por oferta
                                                                                   Ao longo do ano lectivo.
de escola


Calendário de reuniões
    As reuniões decorrem, ordinariamente, um vez por mês e extraordinariamente sempre que necessário. Realizam-se nas
seguintes datas as reuniões ordinárias previstas para o presente ano lectivo:




                                                                                                                            16
                                   Datas (2007/2008)
   1.º Período                     12 de Setembro; 19 de Setembro; 10 de Outubro; 14 de Novembro; 28 de Novembro.
      2º Período                   9 de Janeiro; 13 de Fevereiro; 5 de Março.
                 3º Período        9 de Abril; 14 de Maio; 11 de Junho; 26 de Junho; 9 de Julho; 16 de Julho.


4.1.Plano de acompanhamento das actividades de enriquecimento curricular
   Objectivos
   - Apoiar a realização das actividades de enriquecimento curricular apresentadas pelos departamentos e ares disciplinares
   - Promover e divulgar junto da comunidade educativa a realização de actividades de enriquecimento curricular.
   - Avaliar a realização das actividades propostas realizadas


Calendarização
   - Levantamento das actividades propostas pelos Departamentos curriculares e áreas disciplinares – 1.º período.
   - Divulgação das actividades propostas – 1.º período.
   - Apresentação de actividades e projectos que venham a ser propostos à escola – ao longo do ano.
   - Avaliação das actividades realizadas ao longo do ano através de questionário e leitura de relatórios. – Final do ano lectivo.


Avaliação
   A avaliação do plano de actividades do acompanhamento das actividades de enriquecimento curricular terá expressão no
relatório a apresentar pelo coordenador de projectos em Conselho pedagógico.


4.2 Plano de revisão do Regulamento Interno
   Objectivos:
   - Assegurar a actualização de documentos orientadores e estruturantes de Escola, de acordo com as necessidades
   educativas e formativas.
   Calendarização:
   Criação de grupo de trabalho – 1.º Período
   Levantamento e estudo de necessidades detectadas – 1.º e 2.º períodos.
   Discussão pública da revisão do regulamento – 2.º período.
   Elaboração de documentos para discussão e aprovação – 2.º período.
   Aprovação de alterações ao RI – 3.º período.
   Avaliação - Documento avaliação síntese do processo.


4.3 Plano de coordenação e monitorização das equipas pedagógicas
   O plano de coordenação e monitorização das equipas pedagógicas decorre do plano de coordenação de directores de
   turma, do plano de implementação de planificações e do plano de tutoria do 7.º e 10.º Ano.


4.4 Plano de implementação de Guias de Procedimentos
   Objectivo:
                                                                                                                                17
    - Acompanhar a aplicação procedimentos dos diversos órgãos da escola.
Calendarização:
    - Análise de documentos reflexão decorrentes da aplicação de procedimento – 2.º e 3.º período.
4.5 Plano de acompanhamento de implementação de planificações
    Objectivos:
    - Promover o intercâmbio de experiências pedagógicas
    - Elaborar documentos síntese de avaliação
    - Confirmar a aplicação de planificações




Calendarização:
    - Análise de planificações das diversas disciplinas. -1.º Período
    - Propor grelhas de síntese de avaliação de final de período para os 3.º ciclo e secundário. – 1.º Período.
    - Analisar os resultados da aplicação das planificações com base nos relatórios dos coordenadores de área disciplinar e dos
    resultados de final de ano. – 3.º período


    O plano de acompanhamento de implementação de planificações decorre dos planos de acção dos diversos Coordenadores
    de Departamentos e de Áreas Disciplinares.


5. Gestão de Recursos Humanos
    Os recursos humanos para a implementação do Plano são aqueles de que a Escola dispõe e referidos no P. C. E., bem
como aqueles que decorrem de parcerias que a Escola desenvolve com entidades externas. No casos do Cursos
Profissionalizantes e Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências, a contratação de técnicos
externos obedece ao definido no Decreto-Lei n.º 35/2007, de 15 de Fevereiro e critérios definidos em Conselho Pedagógico.


5.1 Plano de distribuição de serviço docente
    O plano de distribuição de serviço docente tem como quadro referencial o Despacho n.º 17 860/2007, de 13 de Agosto, que
altera o Despacho n.º 13 599/2006, de 28 de Junho, as indicações constantes em documentos orientadores, bem como os
critérios aprovados em Conselho Pedagógico realizado em Julho de 2007.
    Nos casos de ausências previstas por docentes, promove-se a realização de permutas ou promove-se a realização de
substituições, de acordo com regulamento elaborado para o efeito e .que integra o presente Plano.


Objectivos:
    - Assegurar o aproveitamento eficiente e racional dos recursos humanos existentes na Escola, garantindo o
acompanhamento educativo dos alunos enquanto estes permanecem no espaço escolar;
    - Criar equipas docentes, com a atribuição preferencial de turmas comuns ao maior número possível, com particular
incidência para os 7.º e 8.º anos;
    - Rentabilizar o perfil funcional e formativo de cada docente, flexibilizando quando necessário e possível o serviço
distribuído;
    - Promover a constituição de equipas estáveis que acompanhem os alunos ao longo dos respectivos ciclos de estudos;
                                                                                                                            18
    - Assegurar uma atribuição e gestão de horas de componente não lectiva, de acordo com linhas orientadoras aprovadas em
Conselho Pedagógico.
    - No âmbito da elaboração de horários, assegurar a existência de tempos comuns de reunião para todos os docentes da
escola (Quartas-feiras, depois da 15:30).


Calendarização:
    Actividades                                                         Calendarização
    Elaboração de horários e respectiva distribuição                    Setembro de 2007
    Elaboração de plano de acompanhamento de alunos no
                                                                        Setembro de 2007
respectivo horário lectivo
    Elaboração de materiais das diferentes disciplinas para ausência
                                                                        Setembro e Outubro de 2007
não prevista de docentes.
    Avaliação de aplicação de plano de distribuição de serviço,
tendo em conta as necessidades de ocupação plena dos alunos             Dezembro de 2007
durante o seu horário lectivo.
    Levantamento de necessidades ao nível de planos de
                                                                        Dezembro de 2007
recuperação, desenvolvimento e de acompanhamento.
    Ajustamento do plano face à avaliação realizada                     Janeiro de 2008
    Avaliação intermédia da aplicação do plano de distribuição de
                                                                        Março e Abril de 2008
serviço docente
    Revisão de critérios de distribuição de serviço, de acordo com
prioridades e necessidades definidas em reflexão promovida para o       Maio de 2008
efeito.
    Apresentação de proposta de critérios de distribuição de serviço
                                                                        Junho de 2008
docente para 2008-2009
    Avaliação final de aplicação de plano de distribuição de serviço
                                                                        Julho de 2008
lectivo 2007-2008


Avaliação:
    Serão vários os momentos de avaliação da distribuição de serviço lectivo, com posteriores reajustamentos e novos
momentos de avaliação. Estes fazem parte da calendarização inserta no quadro anterior.


    A atribuição de tempos de orientação educativa e coordenação pedagógica far-se-á de acordo com o estabelecido no
Despacho n.º 17 860/2007, de 13 de Agosto, designadamente o n.º 1 do art.º 4.º, que refere que ao número de horas de
redução da componente lectiva a que os docentes do 3º ciclo do ensino básico e do ensino secundário tenham direito pelo
exercício de cargos de natureza pedagógica, designadamente de orientação educativa e de supervisão pedagógica, são
sucessivamente subtraídas as horas correspondentes à redução da componente lectiva semanal de que os mesmos já
beneficiem nos termos do artigo 79º do ECD.



                                                                                                                       19
   Para além dos tempos resultantes da aplicação do artigo 79.º do ECD, são, ainda, considerados para atribuição de tempos
de coordenação, supervisão pedagógica, supervisão ou coordenação de actividades de enriquecimento curricular e de
acompanhamento de alunos em regime tutorial dois tempos de 45 minutos cada, designados tempos de escola.


   a) atribuição de tempos de 45 minutos de coordenação de departamento e de área disciplinar:
   N.º de Professores*                          Departamento                                 Área Disicplinar
   3 a 10                                       3                                            2
   11 a 20                                      4                                            3
   Mais de 20                                   5                                            4
   b)        Coordenação de ciclo, direcção de curso tecnológico, área curricular não disiplinar.




                                                                     Direcção                       Área Curricular não
         N.º de Turmas                      Coord.DT Ciclo
                                                                     Curso Tec./Prof.        disciplinar
         1                                  -                        3                              -
         2-6                                2                        4                              1
         7-11                               3                        -                              2
         Mais de 12                         4                        -                              3


   c)    5 tempos semanais de 45 minutos cada para gestão financeira dos Cursos abrangidos pelo PRODEP.
   d)    6 tempos para coordenador de equipa TIC;
   e)    3 tempos para Coordenador de Projecto para a Saúde;
   f)    3 tempos semanais de 45 minutos para a coordenação de projectos.
   g)    3 tempos semanais para técnico oficial de contas.
   h)    atribuição, até ao equivalente de um horário lectivo completo, de tempos para desenvolvimento de actividades da
equipa da Biblioteca;
   i)    inclusão nos horários de apoios pedagógicos acrescidos a alunos com necessidades educativas especiais, de acordo
com o estabelecido no Decreto-Lei n.º 319/91 ou outras decorrentes de identificação e fundamentação pelos respectivos
docentes ou de outras situação devidamente fundamentadas;
   j)    atribuição de um tempo de 45 minutos por cada grupo de alunos (7.º e 10.º anos) a acompanhar em regime tutorial, a
marcar em horário semanal comum de professor e alunos, sem prejuízo das actividades lectivas ou reuniões a que estejam
obrigados.
   k)    Aos coordenadores dos Cursos dos CEF e respectivos directores de turma serão atribuídos os números de tempos
constantes no Despacho n.º 453/2004, resultantes da aplicação de tabela incluída no documento “Ano lectivo de 2006-2007 –
algumas notas”.
   As horas supervenientes resultantes da aplicação da formula do Despacho 17382/2001, serão aplicadas em:
   a) Apoio educativo;
   b) Complemento curricular;
   c) Reforço das aprendizagens;
   d) Acompanhamento de alunos em caso de ausência do respectivo docente;

                                                                                                                          20
   e) Outras actividades de acompanhamento de alunos.


   Componente lectiva                         Tempos lectivos                            Tempos supervenientes
   (Art.ºs 77.º e 79.º do ECD)                (blocos de 90 minutos)                     (blocos de 90 minutos)
   22                                         11                                         1
   20                                         10                                         1
   18                                         9                                          1
   16                                         8                                          0,5
   14                                         7                                          0,5
   12                                         6                                          0,5


   Ouvido o Conselho Pedagógico, todos os docentes terão marcadas no respectivo horário:
   1.   Tempos lectivos a que estão obrigados no âmbito do artigo 77.º do ECD;
   2.   Tempos lectivos de aplicação dos tempos do artigo 79.º do ECD;
   3.   Tempos supervenientes, conforme quadro anterior;
   4.   Dois tempos de escola.


   Nos casos dos horários incompletos os tempos supervenientes e de componente de escola serão proporcionais à
respectiva componente lectiva.




5.2 Plano de distribuição de serviço não docente


   O pessoal não docente desempenha um papel importante no auxílio à implementação e realização das actividades da
Escola. O número insuficiente de auxiliares de acção educativa ao serviço, decorrente da tipologia das instalações,
configuração das áreas descobertas, necessidades de vigilância, serviços de apoio, funcionamento de ensino recorrente
nocturno, para além da ausência de dois auxiliares de acção educativa por doença prolongada há alguns anos, tem dificultado a
respectiva gestão e um exercício que promova a qualidade educativa nos seus múltiplos aspectos.
   Na distribuição de serviço de pessoal não docente observam-se os critérios:
        Respeito pela formação/competência específica sempre que a houver;
        Adequação à função a desempenhar;
        Respeito pelos direitos decorrentes da antiguidade nas funções;
        Atendimento de preferências individuais desde que devidamente fundamentadas e não colidam com interesses de
natureza pedagógica.


   Como forma de atenuar o problema da falta de auxiliares de acção educativa, o Conselho Executivo promoverá a
continuação da parceria com o Centro de Emprego e Formação Profissional de Vila Nova de Gaia para a continuação do "Plano
Ocupacional" de desempregados com perfil adequado ao desempenho de funções complementares à dos auxiliares de acção
educativa.

                                                                                                                          21
5.3 Princípios de organização de horários
    Os critérios para elaboração de horários dos alunos para o 3.º ciclo e secundário seguem as orientações do Projecto
Educativo e do Projecto Curricular de Escola, com as indicações emanadas da Assembleia de Escola, tendo em conta as
realidades e possibilidades da escola. Para o ano lectivo 2007-2008, a escola adopta uma organização dos tempos lectivos de
acordo com o estabelecido no Decreto-Lei n.º 6/2001, de 6 de Janeiro, organizado em blocos de 90 minutos, com meios blocos
nos tempos sobrantes; é aplicado o turno normal (preferencialmente 2 a 2,5 blocos de manhã e 1 a 1,5 blocos no período da
tarde) para todas as turmas do ensino regular do 3.º ciclo. É também adoptado o regime de turno normal para as turmas dos
10.º ano e preferencial de manhã para os 11.º e 12.º anos, procurando libertar, sempre que possível, uma ou mais tardes da
semana.
    Para todos os anos e cursos as aulas de Quarta-feira terminam às 15:30, a fim de permitir a realização de reuniões de
âmbito pedagógico, bem como outras actividades de formação que venham a ser consideradas úteis e pertinentes.


    Adoptou-se, igualmente, a organização em blocos de 90 minutos para as turmas dos Cursos de Educação Formação de 3.º
Ciclo.


Grelha horária para ensino básico:


    TEMPOS (0,5 bloco)            Entrada                                  Saída
           1                      08:30                                    09:15
    1
           2                      09:15                                    10:00
           3                      10:20                                    11:05
    1
           4                      11:05                                    11:50
    0,
           5                      12:00                                    12:45
5


    0,
           5                      13:00                                    13:45
5
           6                      14:00                                    14:45
    1
           7                      14:45                                    15:30
           8                      15:45                                    16:30
    1
           9                      16:30                                    17:15




                                                                                                                        22
Grelha horária para ensino secundário diurno:


   TEMPOS (Blocos de 90             Entrada                                    Saída
minutos)
   1                                08:30                                      10:00
   2                                10:20                                      11:50
   3                                12:00                                      13:30


   4                                14:00                                      15:30
   5                                15:45                                      17:15


Ensino Secundário Nocturno:


                                    Entrada                                    Saída
   Noct 1                           19:10                                      19:55
   Noct 2                           20:00                                      20:45
   Noct 3                           20:45                                      21:30
   Noct 4                           21:30                                      22:15
   Noct 5                           22:15                                      23:00
   Noct 6                           23:00                                      23:45


Turmas de 3.º Ciclo


7.º Ano (todas as turmas) – tempos de manhã – 2 blocos (2,5 em alguns dos dias) e 1 bloco ou 1,5 de tarde; inclusão das
áreas curriculares não disciplinar, de 1 bloco de Estudo Acompanhado, 1 bloco de Área de Projecto, 0,5 bloco de Formação
Cívica. No 0,5 bloco correspondente ao tempo a decidir pela escola, foi atribuído um reforço em Língua Portuguesa, visando o
aperfeiçoamento pelos alunos da prática da Língua Materna numa perspectiva funcional e comunicativa, tal como consta do
Projecto Curricular de Escola. Não deverá ser marcada qualquer aula após o oitavo tempo de cada dia. Sempre que possível, o
tempo para almoço ocorrerá entre as 12:45 e as 14:00 (exceptuam-se os casos em que será necessário alargar o período de
almoço imediatamente anterior à disciplina de Educação Física); a oferta educativa do 3.º ciclo inclui, ainda, Artes Plásticas. No
âmbito da oferta de Línguas Estrangeiras II, a oferta inclui a possibilidade de escolha entre Francês e Espanhol.


8º ano (todas as turmas) - 2 blocos (2,5 em alguns dos dias) e 1 bloco ou 1,5 de tarde; por força da adopção dos tempos de
90 minutos, haverá também um bloco destinado ao Estudo Acompanhado e 0,5 para o desenvolvimento de Formação Cívica
sob orientação do respectivo director de turma, tal como consta de do Projecto Curricular de Escola. Não deverá ser marcada
qualquer aula após o oitavo tempo de cada dia. O reforço de 0,5 bloco foi atribuído ao desenvolvimento de actividades de
Língua Estrangeira I (Inglês), no sentido de dotar os alunos de uma preparação mais consentânea com as exigência da
sociedade de comunicação, em geral, e para o ensino secundário, especificamente. Sempre que possível, o tempo para almoço

                                                                                                                               23
ocorrerá entre as 12:45 e as 14:00 (exceptuam-se os casos em que será necessário alargar o período de almoço
imediatamente anterior à disciplina de Educação Física); a oferta educativa do 8.º ano inclui, ainda, Artes Plásticas.
    Na Área de Projecto, leccionada por um professor de TIC, os alunos desenvolvem projectos definidos nos respectivos
projectos curriculares de turma, com recurso prático às ferramentas informáticas, designadamente na criação, desenvolvimento
e manutenção de “portfolio” electrónico em plataforma “moodle”.


9º ano (todas as turmas): 2 blocos (2,5 em alguns dos dias) e 1 bloco ou 1,5 de tarde; por força da adopção dos tempos de 90
minutos, haverá também 0,5 bloco destinado ao Estudo Acompanhado e 0,5 para o desenvolvimento de um projecto de
Formação Cívica sob orientação do respectivo director de turma, 1 bloco para a Área de Projecto. Implementa-se ainda a
disciplina de Tecnologia da Informação e Comunicação. Sempre que possível, o tempo para almoço ocorrerá entre as 12:45 e
as 14:00 (exceptuam-se os casos em que será necessário alargar o período de almoço imediatamente anterior à disciplina de
Educação Física);


Nas turmas de ensino secundário, os horários organizam-se em turno normal, para o 10.º ano, com predominância da
ocupação lectiva se realizar no período da manhã para os restantes anos. Nos casos em que constrangimentos resultantes das
junções de turmas, desdobramentos de disciplinas e/ou número de horas curriculares na área de estudos não o permitam,
procura-se equilibrar a distribuição lectiva ao longo da semana, libertando, no mínimo, uma tarde em cada turma.



    Nos cursos científico-humanísticos nas disciplinas abaixo designadas proceder-se-á ao desdobramento até uma unidade
lectiva semanal acrescida de um tempo de 45 minutos quando o número de alunos da turma for superior a 15, nas seguintes
disciplinas:

    • Biologia e Geologia;

    • Biologia;

    • Desenho A;

    • Física;

    • Física e Química A;

    • Geologia;

    • Língua Estrangeira (na formação específica do curso de Línguas e Humanidades e de Línguas e Literaturas);

    • Química.

    Na componente de formação específica dos cursos científico-humanísticos até uma unidade lectiva semanal acrescida de
um tempo de 45 minutos quando o número de alunos da turma for superior a 15 e inferior ou igual a 22, e na totalidade da carga
horária semanal, quando o número de alunos for superior a 22, na disciplina de Oficina Multimédia B: até uma unidade lectiva
semanal, quando o número de alunos da turma for superior a 22, na disciplina de Desenho e Geometria Descritiva A.


    As turmas dos cursos de Educação Formação, terão horário prioritariamente concentrado nas manhãs. Apesar de o projecto
permitir uma gestão flexível de tempos, parte-se de uma distribuição fixa que poderá ser flexibilizada em função de
necessidades decorrentes da acção da turma e disponibilidades da equipa de professores.
                                                                                                                           24
    Os cursos em funcionamento como percursos diferenciados do ensino básico são os de Técnico de Electricista, Técnico de
Cabeleireiro, Assistente Administrativo e Técnico de Canalização, com organização e condições de realização definidas
naquele diploma.
    Os Cursos Profissionais terão o seu horário organizado de acordo com o que foi definido nos respectivos planos.
    O ensino recorrente nocturno tem as suas actividades lectivas ao longo de cinco tempos a partir das 19 horas e dez
minutos.
    Cursos EFA e RVCC – horários definidos em função do número de adultos em processo de reconhecimento/formação.


Turmas e respectiva organização


    A organização das turmas do 3.º ciclo tem em conta o quadro legislativo em vigor, nomeadamente o Despacho n.º
14026/2007, de 3 de Julho, assim como as orientações incluídas no Projecto Educativo de Escola e parecer do Conselho
Pedagógico. As turmas de 3º ciclo estão organizadas de acordo com os seguintes critérios:
7º , 8.º e 9.º anos
    1.          tendencialmente, máximo de 26 alunos, sempre que possível;
    2.          20 alunos nas turmas que incluam alunos com necessidades educativas especiais, devidamente comprovadas, ao
abrigo do Decreto-Lei n.º 319/93;
    3.          manutenção de grupos - turma de alunos transitados, equilibrando os níveis etários, salvo ajustamentos que devam
ser efectuados por indicações pedagógicas devidamente fundamentadas, integração de alunos retidos, opções, ou outros;
    4.          as indicações para ajustamentos terão em conta, para além do número legal necessário para a formação de turmas,
o grau de desenvolvimento de competências e as aprendizagens realizadas, bem como a optimização de condições para
desenvolvimento dos planos de desenvolvimento dos alunos não transitados;
    5.          opções dos alunos;
    6.          manutenção de grupos-turma provenientes de outras escolas, quando estes escolham as mesmas opções/cursos;
    7.          colocação de alunos em turmas diferentes por indicação do conselho de turma do ano transacto.


Turma de 9.º Ano
                       O número 5.10 do Despacho n.º 14 026/2007, de 3 de Julho, refere que “Não poderão ser constituídas
turmas apenas com alunos em situação de retenção, devendo ser respeitada, em cada turma, a heterogeneidade do público
escolar, com excepção de projectos devidamente fundamentados pelo órgão de direcção executiva/direcção pedagógica dos
estabelecimentos de ensino, ouvido o conselho pedagógico”.
    Perante a especificidade de constituição de turmas de 9.º ano, considerando o número de alunos retidos e a sua
impossibilidade de distribuição equitativa pelas diferentes turmas desse ano, foi apresentado o seguinte projecto para a
constituição de turma com alunos retidos:


           1.     Matricularam-se para repetir o 9.º ano de escolaridade 34 alunos, 25 dos quais com idade igual ou inferior a 15
                  anos;
           2.     Transitaram do 8.º para 9.º ano 141 alunos, respectivamente: 26 (turma A), 25 (turma B); 23 (turma C); 27 (turma
                  D); 16 (turma E, de ensino especial); 24 (turma F);


                                                                                                                               25
         3.   Em resultado destas transições e não aprovação, a constituição das turmas de 9.º ano, tendo em conta as
              opções de Língua Estrangeira II, iniciadas no 7.º ano, as três primeiras com Espanhol e as restantes com
              Francês como opção, obrigaria a que 32 dos 34 alunos não aprovados fossem distribuídos pelas 12 vagas
              disponíveis nas turma com Francês, o que excederia amplamente o limite máximo de 28 ou de 20 alunos;
         4.   A formação de sete turmas em que fosse garantida a distribuição equitativa dos alunos não aprovados implicaria
              o desmembramento das turmas transitadas, impossibilitando a continuidade dos grupos-turma, assim como a
              manutenção do acompanhamento das equipas de docentes que vêm leccionando estes grupos desde o início do
              3.º ciclo, solução que entendemos ser prejudicial para estes alunos;
         5.   A formação de sete turmas em que fosse garantida a distribuição equitativa dos alunos não aprovados implicaria
              uma redistribuição que impossibilitaria a continuidade dos grupos-turmas e a manutenção da maioria dos
              respectivos conselhos de turma que vêm leccionando estes grupos desde o início do 3.º ciclo;
         6.   Assim, é constituido um grupo-turma com alunos de 9.º ano, não aprovados, garantindo os seguintes requisitos:
         a)   atribuição de serviços a equipa docente experiente, do quadro da escola;
         b)   elaboração de projecto curricular de turma que garanta o acompanhamento dos alunos ao longo do ano lectivo,
              com especial atenção ao desenvolvimento adequado de competências e concretização de aprendizagens que
              possibilitem o sucesso;
         c)   utilização de metodologias activas, com recurso a novas tecnologias de informação e comunicação e a outros
              dispositivos de discriminação positiva, no acompanhamento do processo de ensino-aprendizagem;
         d)   promoção do acompanhamento da vida escolar dos alunos por pais e encarregados de educação, envolvendo-os
              no processo desde o início do ano lectivo 2007-2008;
         e)   reuniões com carácter regular de equipa docente, para aferição de aprendizagens e desenvolvimento de
              competências e adequação do projecto curricular de turma com vista ao sucesso educativo de cada alunos.




Cursos ao abrigo do Despacho n.º 453/2004, de 27 de Julho.


Cursos de: Praticante de Cabeleireiro, Electricista de Instalações, Canalizador e Assistente Administrativo
   Será dada preferência a alunos que no ano transacto frequentaram a Escola e que se encontram em risco de abandono ou
de exclusão. São aceites candidaturas de alunos provenientes de outros estabelecimentos de ensino, em condições idênticas,
sempre que, após colocação de todos os candidatos que anteriormente frequentaram a nossa Escola, sobejem vagas. Para o
ano lectivo 2007-2008, o número máximo de alunos do Curso é de 16 para os todos os Cursos à excepção do Curso de
Canalizador que é de doze a quinze alunos.


Ensino Secundário


   Para a formação das turmas do ensino secundário atende-se ao quadro legislativo em vigor, nomeadamente o Despacho n.º
14026/2007, de 3 de Julho e indicações do Projecto Educativo de Escola, bem como do Conselho Pedagógico. A constituição
dos grupos - turma tem, ainda, em conta a formação resultante da oferta curricular da escola e escolhas dos alunos,
salvaguardados direitos legais de frequência;
        O número mínimo para a constituição de turmas dos Cursos de Científico – Humanísticos é de 24 alunos;
                                                                                                                          26
         O número mínimo para a constituição de turmas dos Cursos Tecnológicos é de 24 alunos;
         As disciplinas de opção dos Cursos Científico - Humanísticos funcionam com o número mínimo de 10 alunos;
         A disciplina de especificação dos Cursos Tecnológicos funciona com o número mínimo de 15 alunos;
         As unidades sequenciais dos cursos do ensino secundário, tanto no que se refere a turmas como a disciplinas
          obedecem ao disposto legalmente; quando necessário, por razões de ordem legal, agrupar-se-ão os alunos de turmas
          diferentes em disciplinas comuns.
         Salvaguarda-se do referido anteriormente os casos específicos enquadrados legalmente ou autorizados
          superiormente.
         ordem de prioridades para formação das turmas de secundário:
         prosseguimento / conclusão do plano de estudos por alunos que frequentaram a escola no ano transacto;
         alunos com irmãos já matriculados no estabelecimento de ensino;
         alunos com residência de pais/encarregados de educação na área de influência da escola;
         alunos cuja actividade profissional de pais/encarregados de educação se situe na área de influência da escola;
         alunos repetentes que pretendem concluir plano de estudos e frequentaram disciplinas na escola até final do ano
          lectivo;
         alunos provenientes de outras escolas que pretendem concluir plano de estudos;
         alunos que pretendam concluir plano de estudos e tenham anulado a matrícula a todas as disciplinas ou tenham sido
          excluídos por faltas em anos anteriores;
         alunos que concluíram plano de estudos e pretendem a frequência de outro curso, bem como uma nova matrícula e
          inscrição em qualquer das disciplinas do curso já concluído.


          Opções a considerar no 7.º Ano (com manifestação de preferências):
          Língua Estrangeira 2 – Alemão, Francês, Espanhol.
          Área de Educação Artística – Artes Plásticas;


Ensino Recorrente Nocturno (ensino secundário)


    As turmas de ensino recorrente nocturno são constituídas por alunos que transitaram para os 10.º e 11.º anos no plano de
estudos do Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março, de acordo com a avaliação realizada com base na Portaria n.º 550_E, de
21 de Maio.


5.4 Plano de ocupação plena dos alunos do ensino básico e secundário
    Os procedimentos a observar para as actividades de substituição foram definidos de acordo com o determinado no
despacho n.º 17860/2007, de 13 de Agosto, designadamente o seu art. 12.º, alínea c) do número 3, quando refere que incumbe
à direcção executiva da escola “proceder à aprovação de um plano anual de distribuição de serviço docente que assegure a
ocupação plena dos alunos dos ensinos básico e secundário, durante o seu horário lectivo, na situação de ausência temporária
do docente titular da turma/disciplina”.
    São as seguintes as prioridades a observar, em caso de ausência às actividades lectivas programadas:


                                                                                                                           27
   1.     Preferencialmente deverá ser realizada permuta programada entre docentes da mesma turma, de acordo com regime
incluído no capítulo VI do presente documento.
   2.     Sempre que este procedimento não se revele possível, a leccionação da aula deverá ser efectuada por docente do
quadro com formação adequada e componente lectiva incompleta, se existir na escola, de acordo com planeamento diário
elaborado pelo docente titular de turma/disciplina.
   3.     Não sendo possível realizar as actividades previstas nos dois pontos anteriores, devem ser realizadas actividades de
substituição, de acordo com procedimentos que, a seguir, se estabelecem.


                                                                  I
PROFESSORES DESIGNADOS PARA ACTIVIDADES DE SUBSTITUIÇÃO


   1. Os professores designados para as actividades de substituição são os que constam de lista elaborada para o efeito pelo
Conselho Executivo, em tempos incluídos nos respectivos horários.
   2. Os professores escalonados para as actividades de substituição deverão comparecer no início dos tempos lectivos
marcados, na sala S.A.P.O. (Pavilhão Norte, 1.º andar, em frente à sala 35).
   3. Todos os professores indicados no número anterior deverão assinar um registo de presenças existente no local.
   4. A coordenação das actividades de substituição encontra-se a cargo de um dos professores indicados no número dois,
designado, para o efeito, pelo Conselho Executivo e assinalado no mapa de substituições.
   5. O coordenador disporá de um mapa, no qual assinalará o professor que entrou em serviço de substituição, procurando
respeitar, sempre que possível, a rotatividade de serviço.
   6. Critérios a seguir na designação de professores de substituição:
   a)       Professor da mesma disciplina;
   b)       Professor da mesma área disciplinar ou de departamento;
   c)       Professor com menor número de actividades de substituição já realizadas, de acordo com registo a preencher pelos
coordenadores.
   d)       Coordenador das actividades de substituição (apenas nos casos em que se esgotem outras disponibilidades).


   NOTAS:
   i)     Sempre que exista número suficiente de professores para suprir as necessidades, deverão ser designados dois
professores por sala/turma para actividades de substituição nas turmas de 3.º ciclo.
   ii)    Os professores que não forem designados para actividades de substituição poderão sair da sala S.A.P.O, quando
autorizados pelo coordenador, até final do tempo lectivo (45 minutos), informando-o do local onde podem ser encontrados.
   iii)   No final do respectivo turno, o coordenador entrega o registo de presenças e de faltas no Conselho Executivo.
   iv)    O coordenador das actividades de substituição vigia e controla as tarefas de alunos que, por motivos disciplinares,
para aí tenham sido encaminhados por outros docentes.
   v)     Quando, no local, estiverem disponíveis outros docentes, poderá um deles acompanhar o(s) aluno(s) para outro
espaço da escola, para realização de tarefas pedagógicas.
   7. Faltas dos alunos:
         São marcadas no livro de ponto da turma pelo professor substituto.


                                                                                                                           28
         As faltas são contabilizadas nas disciplinas marcadas no horário dos alunos e, no caso das faltas a aulas intermédias
ou em final de manhã ou de tarde, sempre que o aluno tiver estado presente nas outras aulas do dia, o(a) Director(a) de Turma
deverá comunicá-las aos Encarregados de Educação.
         O(A) director(a) de turma regista, posteriormente, as faltas às disciplinas nos respectivos suportes administrativos,
seguindo o mesmo processo de justificação/injustificação de qualquer outra falta de presença.
    8. Registo no livro de ponto da turma:
         Os professores substitutos deverão assinalar no livro de ponto da turma o sumário da actividade de substituição e as
faltas dos alunos, de acordo com o exemplo seguinte:


    Disciplina     Hora            Sumário                               Faltas               Professor
                                   Sumariar as actividades de            (Marcar      as
                               substituição realizadas.              faltas dos alunos)       (Não rubricar aqui)
                                                      Rubricar
                                   (O sumário deve sintetizar,
                               com objectividade as actividades
                               realizadas pelos alunos).
    NOTA: AS FALTAS DE PROFESSORES TITULARES DA TURMA NO LIVRO DE PONTO SÃO MARCADAS PELO(A)
AUXILIAR DE ACÇÃO EDUCATIVA


    9. Registo no caderno diário dos alunos:
         O sumário das actividades de substituição realizadas será, obrigatoriamente, registado pelos alunos, no caderno
diário da respectiva disciplina (área disciplinar).


    10. Aplicação de tarefas/actividades de substituição:
         Haverá uma tarefa/actividade proposta pelo professor da turma e disciplina ou área curricular em causa, para
aplicação na turma em que o professor vai efectuar a actividade, salvo informação ou decisão em contrário.
         No final da aplicação, o professor substituto preencherá um formulário de aplicação da tarefa, como forma de
avaliação e controlo do trabalho, com vista a informar o professor titular.
         O formulário, devidamente preenchido, juntamente com o material utilizado, nos casos aplicáveis, será entregue ao
coordenador.
         Por decisão de cada conselho de turma, no âmbito dos respectivos projectos curriculares, poderão ser desenvolvidas
outras actividades educativas de enriquecimento e complemento curricular, que poderão, nomeadamente, compreender:
         Actividades de sala de estudo;
         Leitura orientada;
         Pesquisa bibliográfica orientada;
         Actividades em clubes temáticos;
         Actividades de uso das novas tecnologias de informação e comunicação;
         Actividades oficinais;
         Outras a designar pelo conselho de turma, de acordo com prioridades definidas no respectivo projecto curricular.

                                                                                                                             29
                                                                  II
                                      COMUNICAÇÃO DE AUSÊNCIA AO SERVIÇO LECTIVO


    1. Tendo em vista criar condições para o efectivo cumprimento dos programas, sempre que um professor preveja a
impossibilidade de comparecer ao serviço, para além da solicitação autorização de falta nos prazos legalmente estabelecidos,
nos casos aplicáveis, deve preencher ficha de registo, indicando o dia e a(s) hora(s) em que vai faltar e entregar o(s) plano(s)
de aula.
    2. A ficha de registo deverá ser entregue no Conselho Executivo juntamente com o plano de aula a desenvolver com os
alunos, bem como outros materiais pedagógicos considerados necessários, para cumprimento de plano de aula, já policopiados,
sempre acompanhados de chave de autocorrecção. As tarefas a realizar devem ser planificadas com vista à ocupação integral do
tempo previsto para a aula em causa.
    3. Nos casos de ausência imprevista, a comunicação deverá ser feita por telefone (227150440) para o Conselho Executivo,
atempadamente, de forma a poder ser organizada uma das actividades previstas no capítulo V (tarefas para actividades de
substituição em casos de ausências imprevista).
    Nota: de acordo com o despacho n.º 17860/2007, de 13 de Agosto, “a não comunicação da intenção de faltar e a não
apresentação do plano de aula constituem fundamento bastante para a injustificação da falta dada sempre que a mesma
dependa de autorização ou possa ser recusada por conveniência ou necessidade de funcionamento do serviço”.


                                                                  III
                                               AUXILIARES DE ACÇÃO EDUCATIVA


    1.     Os auxiliares de acção educativa permanecem no respectivo sector, junto das salas, identificando os casos em que
haverá necessidade de substituição.
    2.     Quando se verifique a falta de um professor os alunos são encaminhados para a respectiva sala pelo auxiliar, onde
deverão aguardar, em silêncio, a chegada de professor de substituição, assegurando que há ordem na respectiva entrada.
    3.     O auxiliar informa o coordenador da sala S.A.P.O., indicando:
                    - turma;
                    - sala;
                    - disciplina.


                                                                 IV
                                                              ALUNOS


    1.     Os alunos deverão acatar as instruções que lhes forem dadas pelos professores e auxiliares.
    2.     Sempre que um professor falte, deverão permanecer em silêncio, na respectiva sala, aguardando a chegada de
substituição.
    3.     O delegado e subdelegado de turma deverão contribuir para que a ordem e o silêncio sejam mantidos, comunicando
ao director de turma as situações de desrespeito pelas indicações dadas.
    4.     Os alunos registam o sumário das actividades de substituição nos cadernos diários das respectivas disciplinas.
    5.     É obrigatório o cumprimento das tarefas pedagógicas determinadas pelo professor responsável pela aula.
                                                                                                                             30
                                                                     V
                     TAREFAS PARA ACTIVIDADES DE SUBSTITUIÇÃO EM CASOS DE FALTAS IMPREVISTAS


   1.     Nos casos de falta imprevisível do professor, constituem actividades de recurso tarefas propostas pelas respectivas
áreas disciplinares ou pelos conselhos de turma.
   Nota: cada área disciplinar deverá elaborar três propostas de tarefas/actividades por disciplina/ano/nível, acompanhadas das
chaves de autocorrecção, aplicáveis a qualquer turma do respectivo ano/nível.
   2.     Nos casos previstos no número anterior, compete ao coordenador em serviço a cópia de tarefas/actividades propostas
para serem aplicadas nas turmas.
   3.     Compete, ainda, ao coordenador em serviço proceder ao registo, no mapa existente para o efeito, da actividade
realizada por cada turma.
   4.     Sempre que as tarefas/actividades de uma disciplina estiverem em vias de ser esgotadas, o coordenador informará o
conselho executivo, através de formulário existente para o efeito.
   5.     Depois de retomar o serviço, os professores que foram substituídos devem recolher, no Conselho Executivo, os
materiais utilizados pelos alunos, nos casos aplicáveis, assim como um registo de aplicação de tarefas, preenchido pelo professor
substituto, como forma de avaliação e controlo do trabalho dos respectivos alunos.


                                                                     VI
                                                      REGIME DE PERMUTAS
   1.      Cada conselho de turma estabelece um mapa de possibilidades de permuta e a respectiva rede de contactos. Para o
efeito, haverá um dossiê com os horários na sala de professores.
   2.      O professor que prevê faltar deve contactar o(s) professor(es) para permuta, em tempo útil, de forma a que os alunos
sejam informados atempadamente para serem portadores do material necessário à aula que vai efectivamente ter lugar.
   3.      A permuta deve ser registada em formulário próprio, preenchido e entregue no conselho executivo, no qual constarão:
turma, disciplina, professores (com a respectiva rubrica) e horários envolvidos na permuta.
   4.      Compete ao conselho executivo autorizar previamente a realização das permutas propostas.
   5.      As permutas deverão ser realizadas em número de tempos idênticos.
   6.      Os registos em livro de ponto para as permutas serão efectuados de acordo com as seguintes orientações:

           Disciplina        Hora              Sumário                                Faltas                  Professor
           L.                Mantém a          Aula de permuta da disciplina          Marcar          as      Assinatura do
        Portuguesa       hora prevista     (referente à aula que efectivamente    faltas dos alunos        professor    que
                         inicialmente      vai ocorrer); n.º de aula; sumário:                             deu a aula
           (Permuta)                       xxxxxxxxxxxxx




   7.      Nas disciplinas com junção de turmas, a permuta só poderá ser realizada se for salvaguardada a possibilidade de
presença de todos os alunos inscritos na turma e disciplina.




                                                                                                                              31
   8.     Os registos de faltas dos professores, bem como a respectiva justificação, obrigatoriamente apresentada nos termos e
prazos legalmente estabelecidos (com a indicação de “permuta”), são provisórios, só se tornando definitivos se os tempos
lectivos em falta não forem compensados nos termos previstos nos números seguintes.
   9.     A leccionação dos tempos em falta, por motivo de permuta, deve ser compensada logo que possível, de preferência
no próprio dia em que a falta se registou, ou, no máximo, até ao último dia lectivo da semana seguinte ou 5.º dia no caso dos
Cursos Profissionais.
   10.    Dentro do período definido para compensação, o máximo de tempos permitidos para permuta é de cinco (dois blocos
e meio de 90 minutos), ou um dia, por professor.
   11.    Nenhum professor poderá activar novo processo de permuta se não tiver compensado os tempos em falta
leccionados por um(a) colega.
   12. Os prazos previstos nos números anteriores relativamente à compensação de aulas são prejudicados e adaptados em
conformidade, sempre que se revelem incompatíveis com as datas limite do término dos períodos lectivos.
   13. Quando os tempos lectivos em falta forem compensados nos casos previstos nos termos anteriormente estabelecidos,
os registos provisórios de faltas a que se refere o n.º 8, bem como as justificações de faltas apresentadas nos termos nele
previstos, não produzirão efeitos para fins de contabilização das faltas dos professores.
   14.    A assinatura do formulário de permuta passa a vincular os professores que a aceitaram. Assim, no caso de as aulas
não serem leccionadas, têm falta os(as) professores(as) que deveriam dar as aulas, de acordo com a permuta.
   15.    Nos casos dos Cursos de Educação e Formação e Profissional, o reajustamento do horário semanal da turma, com
vista ao cumprimento integral das horas lectivas neles previstas, não é considerado permuta.
   16.    Os casos omissos serão decididos, pontualmente, pelo Conselho Executivo.
                                              II Programa de Acção pedagógica


1.Planos de Departamentos Curriculares/Áreas Curriculares
1.1 Departamento de Educação Artística, Tecnológica e Física
   Introdução:


   No sentido de proporcionar uma aprendizagem enraizada no prazer de frequentar um estabelecimento de ensino, pretende-
se sustentar o sucesso educativo numa estratégia motivadora que se materialize num curto espaço de tempo e seja visível a
todos os utilizadores da escola.


   Integrando-se nos objectivos do projecto educativo de escola as actividades a desenvolver devem substanciar-se na prática
lectiva e em actividades de complemento curricular.


Objectivos do Plano de Actividades da Coordenação:


   Incentivar o desenvolvimento das capacidades psicossociais do aluno enquanto indivíduo;
   Desenvolver as competências necessárias a uma integração social correcta do aluno, como cidadão de pleno direito;
   Fomentar o sucesso escolar e pessoal do aluno;
   Proporcionar actividades conducentes ao desenvolvimento do sentido crítico e estético do aluno;
   Consciencializar o aluno para a importância e salvaguarda do património cultural e artístico do passado e do presente.
                                                                                                                            32
    Explorar as novas tecnologias de acordo com os objectivos que os novos programas preconizam;
    Promover a comunicação/cooperação da Família com a Escola;
    Melhorar e incentivar a comunicação entre os delegados e professores entre si;
    Promover o encontro de pontos comuns entre as diferentes áreas disciplinares;
    Estimular a discussão entre professores;
    Proporcionar aos professores do departamento melhores condições de trabalho.


Actividades da Coordenação:


    Reuniões de conselho pedagógico;
    Reuniões de áreas disciplinares e departamento;
    Reuniões de delegados de áreas disciplinares;
    Revisão do Regimento Interno do departamento e sub departamento;
    Participação nos órgãos de gestão onde o coordenador tem assento;
    Intercomunicação entre o grupo e os restantes grupos disciplinares;
    Inventariação dos materiais, dos equipamentos e dos espaços dos grupos     disciplinares.




    Proposta de calendário para as reuniões
CONSELHOS PEDAGÓGICOS 2007 /          REUNIÕES COM OS COORDENADORES          REUNIÃO DE DEPARTAMENTO OU DE
2008                                      OU INTERMÉDIAS DE PROF.            GRUPO
Reuniões às quartas às 15h 30min      Reuniões às Quartas às ? h (3ª         Reuniões às quartas às 16h 15min
(2ª quarta)                           quarta)                                   (4ª quarta)

12 de Setembro de 2007                    12 de Setembro de 2007                6 de Setembro de 2007

    19 de Setembro de 2007                                                      3 de Outubro de 2007

    10 de Outubro de 2007                 17 de Outubro de 2007                 31 de Outubro de 2007

    14 de Novembro de 2007                21 de Novembro de 2007                21 de Novembro de 2007

    28 de Novembro de 2007                5 de Dezembro de 2007

    9 de Janeiro de 2008                  16 de Janeiro de 2008                 30 de Janeiro de 2008

    13 de Fevereiro de 2008               20 de Fevereiro de 2008               27 de Fevereiro de 2008

    5 de Março de 2008                    12 de Março de 2008                   12 de Março de 2008

                                                                                                                33
     9 de Abril de 2008                       16 de Março de 2008                           27 de Março de 2008

     14 de Maio de 2008                       21 de Maio de 2008                            28 de Maio de 2008

     11 e 26 de Junho de 2008
                                              A definir
     9 de Julho de 2008

     A definir



Plano de Actividades comum às diferentes Áreas Disciplinares:


     ÁREAS DE INTERVENÇÃO

     Ensino – Aprendizagem                     Comunicação                                        Formação


Ensino – Aprendizagem


     PRIORIDADE
     Uniformizar práticas lectivas entre os docentes da mesma disciplina e do mesmo nível de ensino, partilhando saberes e
experiências.


     ESTRATÉGIAS               Momento de concretização                  Modalidade             de       Momento de Avaliação
                               /Intervenientes                       Avaliação
     Ponto 1                       Início do ano lectivo. em             Discussão em reunião            Final de cada período
     Construção            e   reunião de área disciplinar.          de área disciplinar.            lectivo.
discussão                 da
Planificação anual, por
ciclo e área de estudos
     Ponto 2                       Início do ano lectivo, em             Discussão em reunião            Registo em acta.
     Estabelecer               reunião de: departamento /            de área disciplinar.                Final do ano.
grandes competências           grupo     disciplinar      e    de                                        Registo em acta.
do departamento, ciclo         professores de cada nível.
e,   consequentemente,
modalidades, critérios
e     instrumentos        de
avaliação.
     Ponto 3                       Reuniões mensais.                     Discussão em reunião            Final de cada período
     Estabelecer     uma           Reunião        de          área   de área disciplinar.            lectivo.
prática      comum        de   disciplinar, de professores ou                                            Registo em acta.
planificação de cada           disciplinar


                                                                                                                                 34
Unidade didáctica,
     articulando
competências,
conteúdos, estratégias,
actividades e materiais.
     Ponto 4                           Reuniões de professores               Discussão em reunião        Mensal.
     Estabelecer,       para       ou área disciplinar / formação       de área disciplinar.             Registo em acta.
cada unidade didáctica,            na área de avaliação por
uma prática comum de               competências.
opção e construção de
modalidades              de
avaliação, diagnóstica,
formativa e sumativa
     e dos respectivos
instrumentos             de
avaliação.
     Ponto 5                           Reuniões        mensais    de         Discussão em reunião        Mensal.
     Partilhar                     professores de cada nível.           de área disciplinar.             Registo em acta.
planificações            de            Discussão em reunião de
Unidade.                           área disciplinar.


     PRIORIDADE
     Utilizar metodologias variadas de ensino aprendizagem e de avaliação, integrando as TIC, direccionadas para a
participação activa dos alunos no seu próprio processo de aprendizagem, de aperfeiçoamento e de progressão.




     ESTRATÉGIAS                    Momento de concretização                 Modalidade de                Momento de
                                    /Intervenientes                          avaliação                    avaliação
     Ponto 1                             Início do ano lectivo.              Discussão em reunião         Final do(s) período(s)
     Promover                  a         Delegado disciplinar /         de área disciplinar.              lectivos.
informação              sobre            CRC/elementos de área                                            Registo em acta.
recursos         multimédia         disciplinar
disponíveis na escola e
do    material     de    cada
elemento do grupo de
trabalho
     Ponto 2                             De       acordo          com        Discussão em reunião         Final de cada período
     Utilizar           meios       planificação de unidade.            de grupo de professores       lectivo.
multimédia                 na                                           de      cada     nível   de       Registo em acta.
leccionação de acordo                                                   escolaridade.

                                                                                                                                   35
com os equipamentos e
materiais disponíveis.
      Ponto 3                       De       acordo         com       Discussão em reunião       Final de cada período
      Dinamizar a criação        planificação de unidade.         de área disciplinar.       lectivo.
de materiais multimédia                                                                          Registo em acta.
de     acordo    com       as       Professores/formadores
planificações              por   da oficina multimédia.
unidades        didácticas,
integrando:


      a)A   motivação       o
desenvolvimento        e    a
síntese;


      b)Métodos e técnicas
de ensino/aprendizagem
-               individual,
grupo/pares;


      c)Materiais/recursos
direccionados para as
competências
específicas                 e
transversais;


      d)Conteúdos
específicos     articulados
com o currículo oculto
do aluno, sempre que
possível;


      e)Estratégias         e
actividades
propiciadoras              da
participação activa do
aluno na construção da
sua      aprendizagem       e
progressão;


      f)Instrumentos       de


                                                                                                                         36
avaliação diversificados,
numa óptica processual.


     PRIORIDADE


     Desenvolver nos docentes hábitos de análise conjunta de práticas pedagógico-didácticas e de resultados de alunos.


     ESTRATÉGIAS               Momento de concretização          Modalidade de avaliação        Momento de avaliação
                               /Intervenientes
     Ponto 1                       Reuniões       de      área       Discussão em reunião           Final do(s) período(s)
     Analisar                  disciplinar.                      de área disciplinar, após a        Lectivos, com emissão
periodicamente           os                                      análise dos dados.            de relatório de conclusões
resultados por turma e por                                                                          Registo em acta.
área de ensino.


     PRIORIDADE


     Uniformizar modos de actuação/ comunicação, Professor/Aluno/ Encarregado de Educação, numa pedagogia por
competências.


     ESTRATÉGIAS               Momento de concretização           Modalidade            de      Momento de avaliação
                               /Intervenientes                    avaliação


     Ponto 1 –                     Ao longo de cada período           Discussão         em         Final de cada período
     Realizar planificação     lectivo.                           reunião        de    área    lectivo.
de Unidade referenciada            Discussão em reunião de        disciplinar.                     Registo em acta.
a      competências        a   área disciplinar
desenvolver                        Partilha em reuniões
                                   mensais por cada nível de
                               escolaridade/área de ensino.
     Ponto 2-                      Início do ano lectivo. em          Discussão         em         Início do ano lectivo
     Reformular     registos   reunião de área disciplinar.       reunião        de    área    Final de cada período
de      informação      aos                                       disciplinar.                 lectivo.
Encarregados             de                                           Discussão         em         Registo em acta.
Educação adequando-os                                             reunião de directores de
às              competências                                      turma.
avaliadas
     Ponto 3-                      Reuniões mensais.                  Discussão         em         Final de cada período
     Sistematizar o uso de         de professores ou área         reunião de grupo.            lectivo.
grelhas de correcção em        disciplinar / formação na área                                      Registo em acta.

                                                                                                                             37
que se explicitem as           de            avaliação        por
competências avaliadas         competências.


      Comunicação


      PRIORIDADE Diversificar e tornar mais rápida a comunicação entre os elementos de todos os grupos disciplinares.


      ESTRATÉGIAS              Momento                         de    Modalidade de avaliação     Momento de avaliação
                              concretização/Intervenientes
      Ponto 1 –                     Início    do   ano    lectivo.       Discussão em reunião       Final de cada período
      Criar um Blog aberto    Delegado de área disciplinar e         de área disciplinar.       lectivo.
aos       elementos      do   todos      os    professores     do                                   Registo em acta.
departamento.                 departamento
      Ponto 2-                      Início    do   ano    lectivo.       Discussão em reunião       Início do ano lectivo
      Criar     espaço   na   Delegado de área disciplinar e         de área disciplinar.       Final de cada período
plataforma moodle para        professores do grupo.                      Discussão em reunião   lectivo.
colocar          documentos                                          de directores de turma.        Registo em acta.
referentes à cada área
disciplinar,       promover
Fóruns e registo de
materiais e de notícias.
      Ponto 3-                      Durante todo o ano. Todos            Discussão em reunião       Final de cada período
      Realização periódica    os     professores     de      Artes   de área disciplinar.       com registo em acta.
de       exposições      do   Visuais e Ed Tecnológica
“produto” obtido no final           Discussão em reunião de
de cada                       área disciplinar.
      Unidade.                      Final de cada período com
                              registo em acta.
      Ponto 4                       No final do ano lectivo.             Discussão em reunião       Final do ano com
      Exposição colectiva     Todos os professores do                de departamento            registo em acta.
de trabalhos.                 departamento.




                                                                                                                            38
    PRIORIDADE


    Realizar uma comunicação mais eficaz entre os professores de cada grupo disciplinar e os encarregados de educação.


    ESTRATÉGIAS                   Momento de concretização /            Modalidade       de        Momento                  de
                                      Intervenientes                avaliação                  avaliação
    Ponto 1 –                         Início do ano lectivo.            Discussão        em        Final de cada ano
    Criar         documento       Delegados       das      áreas    reunião              de    lectivo.
próprio de informação             disciplinares   e    todos   os   departamento. Discussão        Registo em acta.
dos    Encarregados         de    professores do departamento       em reunião de directores
Educação,        de     acordo                                      de turma.
com    as       competências
avaliadas.


Formação


    PRIORIDADE
    Promover a formação, nas áreas científica e pedagógica, dos elementos do grupo


    ESTRATÉGIAS                   Momento de concretização              Modalidade       de        Momento                  de
                                  /Intervenientes                   avaliação                  avaliação
    Ponto 1 –                         Centro de Formação.               De acordo com os           .De acordo com os
    Dinamizar acção de                Professores da Área das       parâmetros                 parâmetros estabelecidos
formação na área das              Expressões                        estabelecidos para cada    para cada tipo de formação
Expressões                                                          tipo de formação.
    Ponto 2-                          Primeiro período. Reunião         Discussão        em        Final do ano lectivo .
    Enriquecimento          de    de grupo disciplinar/ formação    reunião        de   área       Registo em acta.
práticas               lectivas   na área de avaliação por          disciplinar.
(Infografia).                     competências
    Ponto 3-                          Primeiro           Período.       Discussão em área          Final    do     período.
    Dinamizar         formação    Professores de Artes Visuais      disciplinar.               Registo em acta.
relativa ao tema “Avaliar
por competências”
    Ponto 4                           Primeiro           Período.       Discussão em área          Final    do     período.
    Participação           em     Professores de Artes Visuais      disciplinar.               Registo em acta.
Colóquios/ Conferências
(Ensino Artístico - C.
Música)



                                                                                                                                 39
    PRIORIDADE - Formar a comunidade escolar no âmbito das Expressões.


    ESTRATÉGIAS                   Momento               de        Modalidade              de       Momento                 de
                                  concretização               avaliação                        avaliação
                                  /Intervenientes
    Ponto 1 –                        Todo o ano. Alunos e         Discussão em reunião             Final de cada período
    Actividades             de    Professores                 de área disciplinar.             lectivo.
complemento educativo –                                                                            Registo em acta.
Oficina      Digital.     Artes
Plásticas, 9º anos.
    Ponto 2-                         Todo o ano.                  Discussão em reunião             Início do ano lectivo
    Actividades             de       Alunos e Professores e   de professores e APDES.          Final de período lectivo.
enriquecimento curricular         APDES                           Discussão em reunião             Registo em acta.
–   Oficinas:       Animação,                                 de área disciplinar
Cerâmica        e   Geometria
Descritiva
    Ponto 3-                         Todo o ano. Alunos e         Discussão em reunião             Final de período.
    Promover                 o    Professores e APDES         de professores e APDES               Registo em acta.
intercâmbio com outras                                            Discussão em reunião
instituições:                                                 de área disciplinar.
    - Área de Projecto e
APDES           (Cinema     de
Animação);
    - Casa Museu Teixeira
Lopes.
    Ponto 4                                                       Formativa através de             Final    de    período.
    Promover a relação da            Todo o ano. Entidades    instrumentos como:               Registo em acta.
escola com o meio –               promotoras, professores e       - Fichas de trabalho;
Visitas de estudo:                alunos.                         -Registo                de
    Palácio do Freixo –                                       informação;
Salvador Dali                                                     -Relatórios
    Casa da Animação –                                            Discussão em reunião
Festa        Mundial        da                                de área disciplinar.
Animação
    Museu       Soares     dos
Reis – Obras-primas da
Cerâmica Japonesa.
    Pavilhão Rosa Mota –
Léonard di Vinci...

                                                                                                                                40
    (Dependente              da
programação dos Museus
Nacionais)
    Porto Barroco
    Estádio do Braga
    Ponto 5-                           Todo o ano.                   Discussão em reunião   Final de período.
    Área        Projecto      –        Alunos, Professores e     de área disciplinar.       Final de ano lectivo
ESCOLA/FAMÍLIA/ESCOLA              pais eventualmente                Discussão em reunião   Registo em acta.
–   (desenvolvimento         da                                  de Conselho de turma
noção de“pertença/adesão
à escola”)
    Área de Projecto – 7ª
dimensão (Animação) 7ºA
    Ponto 6-                           Todo o ano.                   Discussão em reunião   Final de período.
    Promover                  a        Alunos e Professores      de grupo.                  Registo em acta
colaboração com outras             de Artes Visuais.                 Discussão em reunião
áreas      disciplinares     (de       Professores         de    de Conselho de turma.
acção) da escola:                  diferentes            áreas
    no                 âmbito      disciplinares
do(s)Projecto       Curricular
de turma:
    Participação            dos
docentes                   deste
departamento no 7ºB na
construção de Origami e
ilustração de episódios da
Pré-História.
    Nos 8º anos, C e D,
colaboração na exposição
de Geografia.
    Ponto 7-                           Todo o ano.                   Discussão em reunião   Final de período.
    Produção, de materiais             Professores de Artes      de área disciplinar.       Registo em acta.
e        colaboração         na    Visuais.                          Discussão em reunião
organização de eventos                 Conselho Pedagógico       de Conselho de turma.
    Construção de postais              Alunos        e    pais       Discussão em reunião
de Natal em todas as               eventualmente                 de Conselho Pedagógico
turmas do 3º ciclo.
    Biblioteca:
    Construção de Árvore
de Natal com Origami.

                                                                                                                   41
     Manutenção da Árvore
da Poesia.
     Produção, de materiais
e           colaboração        na
organização de eventos


1.2- Departamento de Ciências e Tecnologias
     INTRODUÇÃO
     O departamento de Ciências e Tecnologias é composto por áreas diversificadas das quais temos de identificar os pontos
em comum.
     “A ciência em geral é um imenso trabalho de exploração dos muitos enigmas que a natureza nos apresenta. Algumas
vezes, estes enigmas são bem concretos e próximos: Como funciona o cérebro humano para que o homem seja capaz de
conhecer o que conhece? Quais são e como se relacionam os componentes últimos da matéria? De quantas maneiras
diferentes se pode dobrar um mapa das estradas com n x m divisões? Outras vezes, o que nos ocupa são enigmas mais
abstratos sobre as realidades mentais que criamos: Existirá uma infinidade de pares de números primos cuja diferença seja 2
(...) ? “
                                                                                       In Aventuras Matemáticas de Miguel de Guzmán
     Em todas estas áreas e, de acordo com a filosofia subjacente aos actuais programas, defendemos a implementação de
múltiplas actividades, nomeadamente a resolução de situações problemáticas, que envolvam os alunos na construção do seu
próprio conhecimento, promovam a auto-confiança e desenvolvam o gosto pelas diferentes disciplinas.
1. C O O R D E N A Ç Ã O
1.1. A C T I V I D A D E S D A C O O R D E N A Ç Ã O
             Reuniões da área disciplinar e departamento;
             Reuniões com os delegados;
             Revisão do Regimento Interno do Departamento e sub departamento;
             Participação nos órgãos de gestão onde o coordenador tem assento;
             Intercomunicação entre o grupo e os restantes grupos disciplinares;
             Inventariação do equipamento e dos espaços dos grupos disciplinares.
     
     Proposta de calendário para as reuniões
     CONSELHOS PEDAGÓGICOS                         REUNIÕES        COM           OS      REUNIÃO DE DEPARTAMENTO OU
     2007 / 2008                              COORDENADORES                           DE GRUPO

     Reuniões às quartas às 15h                    Reuniões às Quartas às 12 h           Reuniões às quartas às 15h
30min (2ª quarta)                                  (3ª quarta)                        30min (4ª quarta)

     12 de Setembro de 2007                        12 de Setembro de 2007                10 de Setembro de 2007

     19 de Setembro de 2007                                                              2 de Outubro de 2007

     10 de Outubro de 2007                         17 de Outubro de 2007                 24 de Outubro de 2007



                                                                                                                                42
       14 de Novembro de 2007                             21 de Novembro de 2007                        29 de Novembro de 2007 (5ª)

       28 de Novembro de 2007                             5 de Dezembro de 2007

       9 de Janeiro de 2008                               16 de Janeiro de 2008                         23 de Janeiro de 2008

       13 de Fevereiro de 2008                            20 de Fevereiro de 2008                       27 de Fevereiro de 2008

       5 de Março de 2008                                 12 de Março de 2008                           12 de Março de 2008

       9 de Abril de 2008                                 16 de Março de 2008                           23 de Março de 2008

       14 de Maio de 2008                                 21 de Maio de 2008                            28 de Maio de 2008

       11 e 26 de Junho de 2008
                                                          A combinar
       9 de Julho de 2008

       A combinar



1.2. O B J E C T I V O S D O P L A N O D E A C T I V I D A D E S D A C O O R D E N A D Ç Ã O .
                         Identificar pontos de união das diferentes áreas do departamento;
                         Melhorar os meios de comunicação entre pares (coordenador / sub-coordenador; sub-coordenador / professor);
                         Estimular a discussão nas diferentes áreas, dando eco dessa discussão em Conselho Pedagógico;
                         Estimular os colegas a modificar/valorizar a percepção que o aluno tem da escola;
                         Melhorar as condições de trabalho dos professores das áreas disciplinares do departamento;
                         Estimular o uso de novas tecnologias;
                         Organizar os dossier de coordenação e de sub-coordenação de forma a serem de consulta fácil e útil.


2. P L A N O S D E A C T I V I D A D E S D E Á R E A S D I S C I P L I N A R E S
ÁREA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA
       ÁREA
                                                                                              MOMENTOS              DE          MODALIDADE       DE
       DE                              PRIORIDAD
                                                           ESTRATÉGIAS                   CONCRETIZAÇÃO                /   AVALIAÇÃO     / MOMENTO
       INTERVEN                   ES
                                                                                         INTERVENIENTES                   DE AVALIAÇÃO
ÇÃO

                                       1. Uniformizar       -     Estabelecer    uma
 ENSINO-




                                  práticas   lectivas   metodologia de grupo de                                                 Discussão em reunião
                                                                                              Início do ano lectivo,
                                  entre os docentes     organização                 e                                     de grupo no final de cada
           APRENDIZAGEM




                                                                                         em    reunião      de   grupo
                                  da         mesma      apresentação               da                                     período lectivo com registo
                                                                                         disciplinar.
                                  disciplina e do       planificação    anual,     por                                    em acta.
 I–




                                  mesmo nível de        ciclo e área de estudos.



                                                                                                                                                  43
ensino,                                                           Início do ano lectivo,
partilhando                  -      Estabelecer       uma    em     reunião        de      grupo
                                                                                                        Discussão em reunião
saberes             e    prática            comum      de    disciplinar e em reunião de
                                                                                                   de grupo mensalmente,
experiências.            planificação         de     cada    professores de cada nível,
                                                                                                   com registo em acta.
                         Unidade.                            estando no 3º ciclo já no
                                                             PAM.
                                                                  Primeiro período.
                             -      Estabelecer       uma         Reunião         de       grupo        Discussão em reunião
                         prática            comum      de    disciplinar / formação na             de grupo no final de cada
                         realização de instrumentos          área de avaliação por                 período lectivo com registo
                         de avaliação.                       competências,                         em acta.
                                                             implementação do PAM.
                               - Estabelecer grandes
                         competências em grupo
                                                                                                        Discussão em reunião
                         disciplinar,                   e,        Início do ano lectivo,
                                                                                                   de grupo no final de cada
                         consequentemente,                   em     reunião        de      grupo
                                                                                                   período lectivo com registo
                         critérios e instrumentos de         disciplinar.
                                                                                                   em acta.
                         avaliação.


                             - Partilhar planificações            Reuniões mensais de
                         de Unidade.                         professores de cada nível:
                                                                  7º, 8º e 9º às terças, às
                             -        Promover          a    14h,      15h             e     16h
                                                                                                        Discussão em reunião
                         realização de encontros             respectivamente, tal como
                                                                                                   de grupo mensalmente,
                         mensais de professores do           se encontra no projecto do
                                                                                                   com registo em acta.
                         mesmo nível, de modo a              PAM;
                         discutir       a     planificação        10º às quintas às 15h
                         planeada e a preparar               30min, 11º e 12º às
                         instrumentos de avaliação.          segundas, às 14h 30min.
     2.       Utilizar                                            Início do ano lectivo.                Discussão em reunião
                             -        Promover          a
metodologias                                                 Delegado             de        área   de grupo no final de cada
                         informação sobre recursos
variadas           de                                        disciplinar      /        CRC     /   período lectivo com registo
                         multimédia disponíveis.
ensino-                                                      elementos do grupo.                   em acta.
aprendizagem e               -       Utilizar       meios
                                                                                                        Discussão em reunião
de         avaliação     multimédia                    na
                                                                  De        acordo           com   de grupo de professores
(integrando        as    leccionação de             acordo
                                                             planificação de unidade.              de     cada     nível   de
TIC),                    com          os        materiais
                                                                                                   escolaridade.
direccionadas            disponíveis.
para                a        - Dinamizar a criação                De        acordo           com        Discussão em reunião
participação             de materiais multimédia de          planificação de unidade.              de grupo no final de cada

                                                                                                                           44
                            activa dos alunos          acordo com necessidades                 Professores                    /       período lectivo com registo
                            no seu próprio             de cada área de estudos.            formadores         da        oficina       em acta.
                            processo            de                                         multimédia.
                            aprendizagem, de
                            aperfeiçoamento
                            e de progressão.
                            A implementação
                            deste      tipo     de
                            metodologias
                            está       já      no
                            projecto do PAM.


      ÁREA                                                                                                                                  MODALIDADE           DE
                                                                                                   MOMENTOS                   DE
      DE                                                                                                                               AVALIAÇÃO                   /
                                 PRIORIDADES                      ESTRATÉGIAS                  CONCRETIZAÇÃO                      /
      INTERVEN                                                                                                                         MOMENTO                   DE
                                                                                               INTERVENIENTES
ÇÃO                                                                                                                                    AVALIAÇÃO

                                 2.               Utilizar        -      Promover         a        Início do ano lectivo.
                                                                                                                                            Discussão em reunião
                            metodologias variadas            informação sobre                  Delegado            de      área
                                                                                                                                       de grupo com registo em
                            de                 ensino-       recursos                          disciplinar     /        CRC       /
                                                                                                                                       acta.
                            aprendizagem e de                multimédia disponíveis.           elementos do grupo.
                            avaliação (integrando                 -     Utilizar      meios
                                                                                                                                            Discussão em reunião
                            as TIC), direccionadas           multimédia                  na
                                                                                                   De        acordo        com         de grupo de professores
                            para a participação              leccionação de          acordo
                                                                                               planificação de unidade.                de      cada      nível    de
                            activa dos alunos no             com        os         materiais
                                                                                                                                       escolaridade.
                            seu próprio processo             disponíveis.
                            de aprendizagem, de
                                                                  - Dinamizar a criação
                            aperfeiçoamento e de                                                   De        acordo        com
                                                             de materiais multimédia                                                        Discussão em reunião
                            progressão.                 A                                      planificação de unidade.
                                                             de       acordo           com                                             de grupo no final de cada
                            implementação deste                                                    Professores                    /
                                                             necessidades de cada                                                      período        lectivo    com
                            tipo de metodologias                                               formadores da oficina
                                                             área de estudos.                                                          registo em acta.
                            está já no projecto do                                             multimédia.
                            PAM.
                                 3.      Desenvolver                                                                                        Discussão em reunião
                                                                  - Análise periódica de
  I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                            nos docentes hábitos                                                                                       de grupo no final de cada
                                                             resultados por turma e
                            de análise conjunta de                                                                                     período        lectivo    com
                                                             por área de ensino. No 3º             Reuniões de grupo.
                            práticas     pedagógico-                                                                                   emissão de parecer para
                                                             ciclo esta análise está
                            didácticas        e        de                                                                              apresentar em Conselho
                                                             contemplada no PAM.
                            resultados dos alunos.                                                                                     Pedagógico.
                                 4.         Uniformizar           -                Realizar        Ao longo de cada                         Discussão em reunião
                            modos                      de    planificação de Unidade           período;      partilha         em       de grupo.Final de cada

                                                                                                                                                                  45
                                          actuação/comunicação            referenciada                   a    reuniões mensais por                período lectivo.
                                          numa pedagogia por              competências                   a    cada         nível        de              Registo em acta.
                                          competências.                   desenvolver.                        escolaridade/área         de
                                                                                                              ensino.
                                                                               - Reformular registos
                                                                          de      informação        aos
                                                                                                                  Início do ano lectivo,
                                                                          Encarregados                  de
                                                                                                              em reunião de grupo.                      Discussão em reunião
                                                                          Educação adequando-os
                                                                                                              Apresentação do PAM                 de grupo.
                                                                          às           competências
                                                                                                              nas reuniões com EE no
                                                                          avaliadas.     Este    ponto
                                                                                                              início do ano lectivo.
                                                                          está      subjacente           à
                                                                          implementação do PAM.
                                                                               - Sistematizar o uso               Segundo          período,
                                                                          de grelhas de correcção             depois da aplicação do                    Discussão em reunião
                                                                          em que se explicitem as             primeiro teste intermédio           de grupo.
                                                                          competências avaliadas.             feito pelo GAVE.

                                                                               - Criar espaço na plataforma                 Início do ano
                                     1. Diversificar e tornar
                                                                      moodle para colocar documentos                    lectivo;                         Discussão          em
                                 mais rápida a comunicação
                                                                      referentes       à     área       disciplinar,        Delegado de            reunião de grupo no final
                                 entre     os      elementos     do
                                                                      promover Fóruns e registo de                      área disciplinar e         de cada período lectivo
                                 grupo disciplinar.
                                                                      materiais e de notícias.                          professores         do     com registo em acta.
                                                                                                                        grupo.
                                     2.         Realizar       uma             - Criar documento próprio de                 Início do ano
                                 comunicação mais eficaz              informação aos Encarregados de                    lectivo;                         Discussão          em
                I- COMUNICAÇÃO




                                 entre os professores do              Educação, de acordo com as                            Delegado de            reunião de grupo.
                                 grupo e os Encarregados de           competências avaliadas, tal como                  área disciplinar e               Apresentação       nas
                                 Educação.                            previsto no PAM.                                  professores         do     reuniões com EE.
                                                                                                                        grupo.




            ÁREA
                                                                                                               MOMENTOS                DE           MODALIDADE              DE
            DE                                  PRIORIDAD
                                                                      ESTRATÉGIAS                         CONCRETIZAÇÃO                 /        AVALIAÇÃO       / MOMENTO
            INTERVEN                      ES
                                                                                                          INTERVENIENTES                         DE AVALIAÇÃO
ÇÃO

                                                1- Promover a         -          Dinamizar          a
                                          formação,        nas    realização de acções de                                                           De        acordo        com
III- FORMAÇÃO




                                          áreas científica e      formação relativas ao tema                   Centro de Formação                parâmetros      estabelecidos
                                          pedagógica, dos         “Avaliar por competências”.                                                    para     cada       tipo    de
                                          elementos        do         - Dinamizar formação                                                       formação.
                                          grupo.                  relativa ao tema “Quadros
                                                                                                                                                                             46
                                    Interactivos”.

                                         - Promover uma acção
                                    na modalidade projecto
                                    para implementação do
                                    PAM.


                                         -        Promover           a
                                    dinamização de uma acção
                                    de       acordo        com      os
                                    interesses        do         grupo,
                                    nomeadamente nas áreas
                                    de História da Matemática
                                    e    de     Astronomia.         (no
                                    próximo ano lectivo a APM
                                    terá como ano temático a
                                    Matemática               e       a
                                    Astronomia).


                                         - Divulgar todos os
                                    eventos da APM, SPM e                     Durante todo o ano;
                                                                                                                  Discussão em reunião
                                    de todas as Universidades                 Delegado        de        área
                                                                                                               de grupo com registo em
                                    e         instituições         que    disciplinar e professores
                                                                                                               acta.
                                    promovem a formação na                do grupo.
                                    área da Matemática.
                                         -       Utilização         da        Todo       o        ano      /      Discussão em reunião
                                    plataforma moodle da área             professores        do     grupo      de grupo com registo em
                                    disciplinar.                          disciplinar.                         acta.
                                         -        Promover           a                                            Realização de debate
                                                                              Inicio do 1º período.
                                    realização da visita de                                                    em sala de aula.
                                                                          Professores                    de
                                    estudo à Casa da Música –                                                     Apresentação          do
                   2- Formar a                                            Matemática. Turmas de
                                    workshop “A Matemática e                                                   workshop à comunidade
                comunidade                                                11º ano.
                                    a Música”.                                                                 escolar.
                escolar no âmbito
                                         -        Promover           a                                            Realização de debate
                da Matemática                                                 Durante o 1º período.
                                    realização da visita de                                                    em sala de aula.
                                                                              Professores                de
                                    estudo ao museu Soares                                                        Exposições      variadas
                                                                          Matemática.
                                    dos Reis subordinada ao                                                    com        os      trabalhos
                                                                              Alunos do 7º ano.
III- FORMAÇÃO




                                    tema “Origamis”.                                                           realizados nas aulas.
                                         - Promover realização                Meio do 1º período.                 Realização de debate
                                    da       visita   de         estudo   Professores                    de    em sala de aula.
                                    “Simetria-Jogos                 de    Matemática. Turmas de                   Apresentação         em
                                                                                                                                        47
                                                                             Espelhos”,       no    Antigo   Matemática B (10º D e 11º          reunião de grupo com
                                                                             edifício da Reitoria da         D)                                 registo em acta.
                                                                             Universidade do Porto, na
                                                                             rua D. Manuel II .
                                                                                                                                                     Realização de debate
                                                                                 -       Promover        a        Todos os alunos que
                                                                                                                                                em sala de aula.
                                                                             realização da visita de         participarem no pmate. 2º
                                                                                                                                                     Apresentação        em
                                                                             estudo      à    fábrica   da   Período. Professores de
                                                                                                                                                reunião de grupo com
                                                                             Ciência, em Aveiro              Matemática.
                                                                                                                                                registo em acta.
                                                                                                                  Janeiro     de     2007.           Realização de debate
                                                                                 -       Promover        a
                                                                                                             Professores                de      em sala de aula.
                                                                             realização da visita de
                                                                                                             Matemática. Turmas de                   Apresentação        em
                                                                             estudo à exposição de
                                                                                                             Matemática B (10ºD e               reunião de grupo com
                                                                             Leonardo da Vinci
                                                                                                             11ºD).                             registo em acta.


                                                                                                                                                           MODALIDADE
                                                                                                                            MOMENTOS         DE
     ÁREA DE                                                                                                                                          DE    AVALIAÇÃO     /
                 PRIORIDADES                                                                  ESTRATÉGIAS              CONCRETIZAÇÃO             /
INTERVENÇÃO                                                                                                                                           MOMENTO            DE
                                                                                                                       INTERVENIENTES
                                                                                                                                                      AVALIAÇÃO

                                                                                     Olimpíadas de Matemática               1ª       Eliminatória
                                                                                                                       para todos os anos -
                                                                                                                       14 de Novembro de
                                                                                                                       2007
                                                                                     h ttp:// ww w.m a t.uc .pt/~
                                                                                                                            2ª Eliminatória e
                                                                                     opm/
                                                                                                                       Final Nacional só para              Questionári
                                                                                                                       alunos de 8º a 12º             o a todos os
                                                                                                                       anos                           alunos         e
                    2- Formar a comunidade escolar no âmbito da Matemática




                                                                                        Equamat                                                       professores
                                                                                                                            Alunos do 3º ciclo
                                                                                                                                                      envolvidos.
                                                                                                                            Escola : A definir
                                                                                     h ttp://pm ate.u a.pt: 808
                                                                                                                                                      Apresentação
                                                                                                                            Aveiro: 28 de Abril
                                                                                     1/p m at e/
                                                                                                                                                      dos resultados
                                                                                                                       de 200
                                                                                                                                                      em reunião de
                                                                                     Mat 12
                                                                                                                       Alunos do Secundário           grupo e registo
                                                                                                                            Escola:. A definir        em acta.
                                                                                     h ttp://pm ate.u a.pt: 808
                                                                                                                            Aveiro: 20 de Abril
                                                                                     1/p m at e/
                                                                                                                       de 2008
 III- FORMAÇÃO




                                                                                        Campeonato nacional de              Alunos do 3º ciclo
                                                                                                                       e secundário
                                                                                                                            Escola: A definir
                                                                                     jogos
                                                                                                                            Braga:      29      de
                                                                                                                                                                         48
                                                                                http://l udicum .o rg/         Fevereiro


                                                                           Canguru Matemático                       Alunos do 3º ciclo
                                                                                                               e secundário

                                                                                http:// ww w.m a t.uc .p            Escola: 10 de Abril

                                                                           t/spm c /c ang ur u.htm l           de 2008

                                                                                                               Alunos      do    3º
                                                                                                               ciclo

                                                                                                               1º      período    -
                                                                                                               treino     para   a
                                                                                1º Campeonato Nacional
                                                                                                               competição;
                                                                           de            Cálculo      Mental
                                                                           SuperTmatik                              2º período -
                                                                                http:// ww w.su pe rtm         campeonatos ao
                                                                           atik. com /                         nível de escola
                                                                                                                segundo
                                                                                                               instruções        da
                                                                                                               organização;

                                                                                                                    3º período - Final
                                                                                                               Nacional em Lisboa

                                                                                                                                                MODALIDADE
                                                                                                                    MOMENTOS          DE
ÁREA DE                                                                                                                                    DE    AVALIAÇÃO     /
                            PRIORIDADES                                         ESTRATÉGIAS                    CONCRETIZAÇÃO           /
INTERVENÇÃO                                                                                                                                MOMENTO            DE
                                                                                                               INTERVENIENTES
                                                                                                                                           AVALIAÇÃO


                                                                                                                    Toda               a
                2- Formar a comunidade escolar no âmbito da




                                                                                                               comunidade        escola.
                                                                                                               No primeiro dia de
                                                                                                               aulas e durante o mês            Discussão     em
                                                                                Apresentação dos jogos
                                                                                                               de       Dezembro,     na   reunião de grupo com
                                                                           do campeonato
                                                                                                               biblioteca da escola.       registo em acta.
                                                                                                               Os                 alunos
                                                                                                               dinamizadores são os
                                                                                                               alunos do 10º A.
III- FORMAÇÃO




                                                                                “O         Problema      da         Toda               a
                                                                                                                                                Discussão     em
                                                                           Quinzena”/              “Anedota    comunidade        escola,
                                                                                                                                           reunião de grupo com
                                                              Matemática




                                                                           matemática”/ “Concurso de           tal como se encontra
                                                                                                                                           registo em acta.
                                                                           fotografia”                         no PAM.



                                                                                                                                                              49
                                                                                                                              Correcção         dos

                                                                  Provas    de       aferição                              testes       com      os
                                                                                                   Alunos de 8º, 9º,
                                                             externas de 8º, 9º, 10º, 11º e                                critérios de correcção
                                                                                                10º, 11º e 12º anos.
                                                             12º anos                                                      do Gave. Envio dos
                                                                                                Conselho      Executivo.
                                                                                                                           resultados    para    o
                                                                                                Professores          de
                                                                                                                           Gave. Discussão em
                                                                                                Matemática.
                                                                                                                           reunião de grupo com
                                                                                                                           registo em acta.
                                                                  Expositor de curiosidades
                                                             matemáticas (humor, frases,           Toda               a       Discussão         em
                                                             fotos), materiais didácticos e     comunidade escolar.        reunião de grupo com
                                                             trabalhos      dos       alunos       Ver PAM.                registo em acta
                                                             produzidos nas aulas.
                                                                  Participação nas leituras
                                                             na biblioteca – Os alunos             Toda               a       Discussão         em
                                                             explicam a outros o modo           comunidade escolar.        reunião de grupo com
                                                             como resolveram um dado               Ver PAM.                registo em acta
                                                             problema.




2.2. D A Á R E A - D I S C I P L I N A R D E F Í S I C O - Q U I M I C A




                                                                                                                                                50
                                                       INTERVENIENTES /               DATA(s        RECURS          TIPO         DE
ACTIVIDADE             OBJECTIVOS
                                                       DESTINATÁRIOS             )             OS               AVALIAÇÃO
                       *           Conhecer
                actividades desenvolvidas
                na área da Astronomia.                                                                              Questões
                       *Promover o gosto                                                                        formativas
                pelas       disciplinas    de                                                                   realizadas na sala
                Ciências e motivar para o                                                                       de aula.
                estudo das mesmas.
                                                       Professores de Física e
   Visitas ao          *     Estimular      a                                                                       Inquérito aos
                                                 Química / Alunos de 7º
Planetário do   curiosidade pelo mundo                                                                          intervenientes
                                                 Ano.
Centro          que nos rodeia                                                                                  sobre      o   modo
Multimeios de          *Compreender                                                   1º            Autocarro   como decorreu a
Espinho         globalmente                 a                                    período                        visita.
                                                       Professores de Física e
                constituição do Universo                                         (2006)
                                                 Química A / Alunos de 10º
                e do Sistema Solar.
                                                 ano
                       *Promover            o
                                                 (Turmas A, B, C )
                desenvolvimento           dos
                conteúdos programáticos
                das disciplinas de Física
                e Química A (10 ano) /
                Ciências Físico-Químicas
                (7º)
                       -     despertar      o                                                                       Inquérito aos
                interesse pela Ciência                                                                          intervenientes
                       -        proporcionar                                                                    sobre      o   modo
Visita ao       contacto                  com                                                                   como decorreu a
                                                       Professores de 8º Ano
Visionário do   experiências                e                                                                   actividade
                                                 de F.Química / Turmas de             2º
Europarque      demonstrações de índole                                                             Autocarro
                                                 8º Ano                          Período
(Sta Maria da   científica não realizáveis
                                                                                 (2007)
Feira)          na escola
                       - promover o convívio
                entre alunos e entre
                alunos e professores
                       - Facultar uma melhor                                                                        Inquérito aos
Visita de       compreensão               dos          Professores de 9º Ano          Finais                    intervenientes
Estudo à        princípios      básicos    da    de F.Química / Turmas de        do                             sobre      o   modo
                                                                                                    Autocarro
Barragem de     electricidade      e      suas   9º Ano                          2º Período                     como decorreu a
Crestuma.       aplicações e como é                                              (2007)                         actividade
                produzida e distribuída.                                                                            Relatório    da

                                                                                                                                51
                        - Sensibilizar para os                                                                           visita
                    problemas energéticos do
                    país e do mundo.
                        -    Motivar     para    o
                    estudo das ciências.
                        *facultar aos alunos a
                    oportunidade de contacto                                                                                 Inquérito aos
Visita de           com sistemas industriais                                                                             intervenientes
                                                         Prof. de F.Química de           Finais
estudo à            em laboração                                                                                         sobre    o    modo
                                                      11º ano / alunos de 11º ano   do
Cerâmica de             *      promover          o                                                       Autocarro       como decorreu a
                                                      (turmas A, B,C e D )          2º    período
Valadares           desenvolvimento             dos                                                                      actividade
                                                                                    (2007)
                    conteúdos programáticos
                    da disciplina de Física e
                    Química A (11º ano)
                        -      despertar         o
                    interesse pela Química
                        - divulgar a Química                                                                                 Inquérito aos
                    como ciência e cativar                                                                               intervenientes
Olimpíadas de
                    vocações para carreiras                                                                              sobre    o    modo
Química
                    científico-tecnológicas                                              1ª fase:                        como decorreu a
     1ª     fase:                                                                                        1ª fase:
                        -    seleccionar       uma                                       Fevereir                        actividade.
na escola                                                                                                Sala       de
                    equipa que represente a                                         o de 2007
                                                                                                    aula grande
                    nossa       escola          nas
     2ª     fase:                                                                                        Computad
                    Olimpíadas de Química,               Professores do Ensino           2ª fase:
Universidade                                                                                        or
                    concurso a nível nacional         Secundário / Alunos do             (a
do Porto ou de                                                                                           Projector
                    organizado                 pela   Ensino Secundário             determinar
Aveiro                                                                                              multimédia
                    Sociedade Portuguesa de                                         pela SPQ)
(a    determinar
                    Química
pela SPQ)
                        -     proporcionar        a
                    aproximação        entre      a
                    escola         e             as
                    Universidades.
Olimpíadas de           -      despertar         o                                       1ª fase:        1ª fase:
Astronomia          interesse pela Astronomia                                            2º              Salas de
     1ª     fase:       -       divulgar          a                                 período         aula                     Inquérito aos
                                                         Professores do Ensino
na escola           Astronomia como ciência                                         (2007)          ( em número          intervenientes
                                                      Secundário / Alunos do
                        -      promover          a                                                  a determinar         sobre    o    modo
                                                      Ensino Secundário
     2ª     fase:   representação da nossa                                               2ª fase:   em função do         como decorreu a
a     determinar    escola nas Olimpíadas de                                             (a         número          de   actividade.
pela SPA            Astronomia, concurso a                                          determinar      candidatos)

                                                                                                                                       52
                                        nível nacional organizado                                                    pela SPQ)
                                        pela              Sociedade                                                                         2ª fase:
                                        Portuguesa                     de
                                        Astronomia
                                            -       proporcionar           a
                                        aproximação           entre        a
                                        escola            e            as
                                        Universidades.
                                            -        despertar             o
                                        interesse pela Física
                                            - divulgar a Física                                                                                                     Inquérito aos
Olimpíadas de                           como ciência                                                                      1ª fase:                            intervenientes
Física                                      -        promover              a                                         2º    período          1ª fase:          sobre     o   modo
              1ª               fase:    representação da nossa                                                       (2007)                 Sala       de     como decorreu a
na escola                               escola nas Olimpíadas de                      Professores do Ensino                            aula grande            actividade
              2ª               fase:    Física, concurso a nível                   Secundário / Alunos do                 2ª fase:          Computad
Universidade a                          nacional organizado pela                   Ensino Secundário                      (a           or
determinar pela                         Sociedade Portuguesa de                                                      determinar             Projector
SPF                                     Física                                                                       pela SPF)         multimédia
                                            -       proporcionar           a
                                        aproximação           entre        a
                                        escola            e            as
                                        Universidades.


ACTIVIDADES DA ÁREA-DISCIPLINAR DE BIOLOGIA / GEOLOGICA




              Área de                                                                                  Momentos           de
                                                                                                                                     Modalidade                 Momento de
              intervenç                     Prioridades                    Estratégias           concretização             /
                                                                                                                               de avaliação                 avaliação
ão                                                                                               intervenientes
                                            1. Uniformizar                     -   Estabelecer
     I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                                       práticas       lectivas        uma          metodologia
                                       entre os docentes              de           grupo    de                                                                  Final de cada
                                                                                                       Início   do    ano
                                       da             mesma           organização            e                                       Discussão em           período lectivo.
                                                                                                 lectivo, em reunião
                                       disciplina     e       do      apresentação          da                                 reunião de grupo.                Registo     em
                                                                                                 de grupo disciplinar.
                                       mesmo nível de                 planificação anual,                                                                   acta.
                                       ensino, partilhando            por ciclo e área de
                                       saberes                 e      estudos.




                                                                                                                                                                               53
                           experiências.                                               Início   do     ano
                                                           -   Estabelecer         lectivo, em reunião
                                                    uma prática comum              de grupo disciplinar                Discussão em         Mensal, com
                                                    de planificação de             e em reunião de               reunião de grupo.       registo em acta.
                                                    cada Unidade.                  professores de cada
                                                                                   nível.
                                                                                       Primeiro
                                                           -   Estabelecer         período.
                                                                                                                                            Final de cada
                                                    uma prática comum                  Reunião          de
                                                                                                                       Discussão em      período     lectivo,
                                                    de realização de               grupo disciplinar /
                                                                                                                 reunião de grupo.       com registo em
                                                    instrumentos          de       formação na área de
                                                                                                                                         acta.
                                                    avaliação.                     avaliação           por
                                                                                   competências.


           Área de                                                                          Momentos de
                                                                                                                        Modalidade           Momento de
           intervenç            Prioridades            Estratégias                   concretização           /
                                                                                                                     de avaliação        avaliação
ão                                                                                   intervenientes
                                                        -           Estabelecer
                                                   grandes competências                                                                      Final do ano
                                                                                            Início do ano
                                                   em grupo disciplinar, e,                                             Discussão em     lectivo.
                                                                                     lectivo, em reunião
                                                   consequentemente,                                                 reunião de grupo.       Registo em
                                                                                     de grupo disciplinar.
                                                   critérios e instrumentos                                                              acta.
                                1. Uniformizar
                                                   de avaliação.
                           práticas     lectivas
                                                       -               Partilhar
                           entre os docentes
                                                   planificações             de
                           da           mesma
                                                   Unidade.
                           disciplina   e     do
                                                       -       Promover        a
                           mesmo nível de
                                                   realização                de             Reuniões
                           ensino, partilhando
 I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                                                   encontros mensais de              mensais             de             Discussão em         Mensal, com
                           saberes             e
                                                   professores do mesmo              professores de cada             reunião de grupo.   registo em acta.
                           experiências.
                                                   nível,      de     modo     a     nível.
                                                   discutir a planificação
                                                   planeada e a preparar
                                                   instrumentos              de
                                                   avaliação.


           Área de                                                                            Momentos de
                                                                                                                          Modalidade             Momento
           intervenç            Prioridades                Estratégias                  concretização            /
                                                                                                                      de avaliação         de avaliação
ão                                                                                      intervenientes



                                                                                                                                                          54
                                                             -       Promover        a
                                                         informação sobre                      Início do ano                                        Final       de
                                  2.          Utilizar   recursos                          lectivo.    Delegado                                 cada       período
                                                                                                                            Discussão em
                               metodologias              multimédia disponíveis            de área disciplinar /                                lectivo.
                                                                                                                         reunião de grupo
                               variadas de ensino-       na escola e no material           CRC / elementos                                          Registo em
                               aprendizagem e de         de cada elemento do               do grupo.                                            acta.
                               avaliação                 grupo.
                               (integrando as TIC),          -     Utilizar      meios                                      Discussão em
                                                                                                                                                    Final       de
                               direccionadas para        multimédia                 na         De acordo com             reunião de grupo
                                                                                                                                                cada       período,
                               a participação activa     leccionação de         acordo     planificação        de        de professores de
                                                                                                                                                com registo em
                               dos alunos no seu         com         os       materiais    unidade.                      cada   nível    de
                                                                                                                                                acta.
 I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                               próprio processo de       disponíveis.                                                    escolaridade.
                               aprendizagem,       de        - Dinamizar             a         De acordo com
                                                                                                                                                    Final       de
                               aperfeiçoamento e         criação      de      materiais    planificação        de
                                                                                                                                                cada       período
                               de progressão.            multimédia de acordo              unidade.                         Discussão em
                                                                                                                                                lectivo,      com
                                                         com necessidades de                   Professores       /       reunião de grupo.
                                                                                                                                                registo        em
                                                         cada área de estudos.             formadores          da
                                                                                                                                                acta.
                                                                                           oficina multimédia.


              Área de                                                                     Momentos        de
                                                                                                                         Modalidade              Momento de
              intervenç              Prioridades            Estratégias             concretização          /
                                                                                                               de avaliação                  avaliação
ão                                                                                  intervenientes
                                     3. Desenvolver
                               nos          docentes
                               hábitos de análise
                                                            -             Análise                                                                Final de cada
     I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                               conjunta            de
                                                         periódica            de                                         Discussão de        período        lectivo
                               práticas                                                   Reuniões        de
                                                         resultados           por                              grupo após análise            com emissão de
                               pedagógico-                                          grupo.
                                                         turma e por área                                      de dados.                     relatório          de
                               didácticas     e    de
                                                         de ensino.                                                                          conclusões.
                               resultados         dos
                               alunos.




              Área de                                                                         Momentos         de
                                                                                                                             Modalidade             Momento
              intervenç            Prioridades                       Estratégias          concretização              /
                                                                                                                         de avaliação           de avaliação
ão                                                                                        intervenientes



                                                                                                                                                                55
                                                                                      Ao       longo    de
                                                             -         Realizar
                                                                                  cada           período;                                Final       de
                                                          planificação      de
                                                                                  partilha em reuniões           Discussão           cada       período
                                                          Unidade
                                                                                  mensais por cada           em reunião de           lectivo.
                                                          referenciada       a
                                                                                  nível                 de   grupo.                      Registo em
                                                          competências       a
                                                                                  escolaridade/área de                               acta.
                                                          desenvolver.
                                                                                  ensino.
                                                             -   Reformular
                                   4. Uniformizar modos                                                          Discussão
                                                          registos          de
                              de                                                                             em reunião de
                                                          informação       aos
                              actuação/comunicação                                    Início     do    ano   grupo.
                                                          Encarregados de                                                                Final       do
                              numa     pedagogia    por                           lectivo, em reunião            Discussão
                                                          Educação                                                                   ano lectivo.
                              competências.7                                      de grupo.                  em reunião de
                                                          adequando-os às
                                                                                                             Directores       de
                                                          competências
                                                                                                             Turma.
    I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                                                          avaliadas.
                                                             - Sistematizar           Primeiro período.
                                                          o uso de grelhas            Reunião           de                               Final       de
                                                                                                                 Discussão
                                                          de correcção em         grupo disciplinar /                                cada       período
                                                                                                             em reunião de
                                                          que se explicitem       formação na área de                                lectivo,       com
                                                                                                             grupo.
                                                          as competências         avaliação            por                           registo em acta.
                                                          avaliadas.              competências.




7 Prioridade proposta pela área disciplinar de Biologia-Geologia, conducente à concretização das orientações curriculares emanadas pelo Ministério e que
possibilite uma uniformização de atitude face Às várias componentes do processo de Ensino-aprendizagem: planificação; prática lectiva; avaliação e
comunicação.

                                                                                                                                                     56
          Área de                                                               Momentos       de
                                                                                                             Modalidade              Momento de
          intervenç        Prioridades                Estratégias           concretização           /
                                                                                                          de avaliação          avaliação.
ão                                                                          intervenientes
                                                                                Início    do   ano
                                                      - Criar um blog
                                                                            lectivo;                                                 Final de cada
                                                 aberto             aos
                                                                                Delegado        de           Discussão em       período lectivo.
                                                 elementos           do
                                                                            área disciplinar e            reunião de grupo.          Registo       em
                                                 grupo disciplinar.
                                                                            professores         do                              acta.
                                                                            grupo.
                           1. Diversificar e          - Criar espaço
                       tornar mais rápida a      na          plataforma
                       comunicação entre         moodle             para
                       os elementos do           colocar                        Início    do   ano           Discussão em
                       grupo disciplinar.        documentos                 lectivo;                      reunião de grupo.          Final de cada
                                                 referentes à área              Delegado        de           Discussão em       período lectivo.
                                                 disciplinar,               área disciplinar e            reunião         de         Registo       em
                                                 promover Fóruns e          professores         do        Directores      de    acta.
     II- COMUNICAÇÃO




                                                 registo             de     grupo.                        Turma.
                                                 materiais      e    de
                                                 notícias.




          Área de          Prioridades                Estratégias                Momentos       de            Modalidade             Momento de
          intervenç                                                          concretização           /    de avaliação           avaliação.
ão                                                                           intervenientes
                           2. Realizar uma            -             Criar        Início do ano                Discussão em           Final do ano
                       comunicação mais          documento próprio           lectivo;                     reunião de grupo.      lectivo.
                       eficaz   entre       os   de informação aos               Delegado       de            Discussão em           Registo       em
                       professores          do   Encarregados         de     área disciplinar e           reunião          de    acta.
 II- COMUNICAÇÃO




                       grupo       e        os   Educação,            de     professores        do        Directores       de
                       Encarregados         de   acordo       com     as     grupo.                       Turma.
                       Educação.                 competências
                                                 avaliadas.


          Área de                                                              Momentos de
                                                                                                            Modalidade             Momento         de
          intervenç       Prioridades              Estratégias              concretização       /
                                                                                                         de avaliação           avaliação
ão                                                                          intervenientes




                                                                                                                                                   57
                               1- Promover a             - Dinamizar a             Centro          de          De acordo com                De acordo com
                            formação,      nas     realização             de    Formação                    parâmetros                  parâmetros
                            áreas científica e     acções de formação                                       estabelecidos para          estabelecidos para
                            pedagógica,    dos     na         área        de                                cada        tipo     de     cada        tipo   de
                            elementos        do    Geologia,                                                formação.                   formação.
                            grupo.                 subordinada            ao
                                                   tema          “Aprender
                                                   com a nossa costa
                                                   e ensinar o que ela
                                                   nos revela”.
                                                         -       Dinamizar         Centro          de          De acordo com                De acordo com
                                                   acção de formação            Formação                    parâmetros                  parâmetros
                                                   no        âmbito       da                                estabelecidos para          estabelecidos para
                                                   Ecologia,                                                cada        tipo     de     cada        tipo   de
                                                   relacionada com o                                        formação.                   formação.
                                                   programa          Invader
                                                   da Universidade de
                                                   Coimbra – “Plantas
                                                   Invasoras              em
                                                   Portugal”.
                                                         -       Dinamizar         Primeiro                    Discussão em                 Final do ano
                                                   formação relativa ao         período.                    reunião de grupo.           lectivo, com registo
                                                   tema “Avaliar por               Reunião         de                                   em acta.
III- FORMAÇÃO




                                                   competências”.               grupo disciplinar /
                                                                                formação na área
                                                                                de avaliação por
                                                                                competências.


                Área de                                                               Momentos        de
                                                                                                                   Modalidade                  Momento de
                intervenç      Prioridades           Estratégias                 concretização          /
                                                                                                              de avaliação               avaliação
ão                                                                               intervenientes
                                                                                                                   De          acordo
                                                                                      3º período (5 de
                               2- Formar a           - Comemorar o Dia                                        com metodologia
                                                                                 Junho) / alunos 3º
                            comunidade            Mundial do Ambiente,                                        de    cada         área
                                                                                 Ciclo / professores                                           Final do 3º
                            escolar       no      com acções dirigidas                                        disciplinar
                                                                                 do        grupo        /                                período.
                            âmbito        das     aos alunos e outras aos                                     envolvida.
                                                                                 professores          de
                                                  professores da escola.                                           Em reunião de
III- FORMAÇÃO




                            Ciências
                                                                                 português e de EV
                            Naturais.                                                                         área disciplinar.

                                                     -       Utilização    da         1º    período     /          Discussão em                Final do ano
                                                  plataforma moodle e do         professores          do      reunião de grupo.          lectivo.

                                                                                                                                                           58
                                                    blog da área disciplinar.            grupo disciplinar.                                         Registo    em
                                                                                                                                                acta.

                                                        -           Promover       a
                                                    realização de visita de
                                                                                             Final      do      2º
                                                    estudo a ETAR.
                                                                                         período.                            Realização de
                                                        -           Promover       a
                                                                                             Professores de             debate de aula e            Final do 2º
                                                    realização de visita de
                                                                                         Ciências Naturais.             de             fichas   período
                                                    estudo            a         E.L.A
                                                                                             Turmas de 8º               formativas.
                                                    (Estação          Litoral     da
                                                                                         ano.
                                                    Aguda) – “Educação
                                                    Ambiental no Litoral”
                                                                                             Final      do      2º
                                                                                                                             Realização de
                                                        -           Promover       a     período.
                                                                                                                        debate em sala de
                                                    realização de visita de                  Professores de                                         Início do 3º
                                                                                                                        aula.
                                                    estudo à Casa do home                Ciências Naturais.                                     período.
                                                                                                                             Realização de
                                                    na Corunha.                              Alunos do          9º
                                                                                                                        ficha inquérito.
                                                                                         ano.
                                                        -                 Promover
                                                                                             2º      Período    –
                                                    realização de Curso de
                                                                                         alunos do 9º ano /                  Discussão em
                                                    Suporte Básico de Vida                                                                          Final do ano
                                                                                         coordenador           do       reunião de área
                                                    -       A       integrar      no                                                            lectivo.
                                                                                         projecto          “Educar      disciplinar.
                                                    Educação              para     a
                                                                                         para a Saúde”.
                                                    Saúde
                                                                                             2º      Período    –            Realização de
                                                        Promover visita de
                                                                                         alunos       do      ens.      debate em sala de
                                                    estudo-            "Ambientes                                                                   Início do 3º
                                                                                         Secundário                 /   aula.
                                                    geomorfológicos               da                                                            período.
                                                                                         professores           de            Realização de
                                                    cidade (Porto)",
                                                                                         Biologia-Geologia              ficha inquérito.


           2.4. D A Á R E A - D I S C I P L I N A R D E I N F O R M Á T I C A – 2.4 Área disciplinar de Informática
           Área de                                                                          Momentos           de
                                                                                                                             Modalidade             Momento de
           intervenç            Prioridades                     Estratégias             concretização           /
                                                                                                                        de avaliação            avaliação
ão                                                                                      intervenientes
                                1. Uniformizar                  -    Estabelecer
                           práticas      lectivas       uma          metodologia                                                                    Final de cada
                                                                                            Início    do     ano
            APRENDIZAGEM




                           entre os docentes            de           grupo       de                                          Discussão em       período lectivo.
IENSINO-




                                                                                        lectivo, em reunião
                           da             mesma         organização               e                                     reunião de grupo.           Registo    em
                                                                                        de grupo disciplinar.
                           disciplina     e    do       apresentação             da                                                             acta.
                           mesmo nível de               planificação anual.
                           ensino, partilhando                  -    Estabelecer            Início    do     ano             Discussão em           Mensal.

                                                                                                                                                                   59
                           saberes             e    uma prática comum               lectivo, em reunião             reunião de grupo.        Registo    em
                           experiências.            de planificação de              de grupo de área                                     acta.
                                                    cada Unidade.                   disciplinar      e    em
                                                                                    reunião               de
                                                                                    professores de cada
                                                                                    nível.
                                                                                        Primeiro
                                                           -   Estabelecer          período.
                                                                                                                                             Final de cada
                                                    uma prática comum                   Reunião           de
                                                                                                                       Discussão em      período lectivo.
                                                    de realização de                grupo       de       área
                                                                                                                    reunião de grupo.        Registo    em
                                                    instrumentos          de        disciplinar Formação
                                                                                                                                         acta.
                                                    avaliação.                      na área de avaliação
                                                                                    por competências.


           Área de                                                                           Momentos de
                                                                                                                         Modalidade          Momento de
           intervenç            Prioridades            Estratégias                    concretização             /
                                                                                                                     de avaliação        avaliação
ão                                                                                    intervenientes
                                                        -           Estabelecer
                                                   grandes competências
                                                                                             Início do ano                                   Final do ano
                                                   em grupo de área
                                                                                      lectivo, em reunião                Discussão em    lectivo.
                                                   disciplinar,                e,
                                                                                      de grupo de área               reunião de grupo.       Registo em
                                                   consequentemente,
                                                                                      disciplinar.                                       acta.
                                1. Uniformizar     critérios e instrumentos
                           práticas     lectivas   de avaliação.
                           entre os docentes           -               Partilhar
                           da           mesma      planificações             de
                           disciplina   e     do   Unidade.
                           mesmo nível de              -       Promover        a
                           ensino, partilhando     realização                de              Reuniões
                                                                                                                                             Mensal.
 I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                           saberes             e   encontros mensais de               mensais               de           Discussão em
                                                                                                                                             Registo em
                           experiências.           professores do mesmo               professores de cada            reunião de grupo.
                                                                                                                                         acta.
                                                   nível,      de     modo     a      nível.
                                                   discutir a planificação
                                                   planeada e a preparar
                                                   instrumentos              de
                                                   avaliação.


           Área de                                                                     Momentos           de
                                                                                                                       Modalidade de        Momento de
           intervenç            Prioridades                Estratégias              concretização          /
                                                                                                                    avaliação            avaliação
ão                                                                                  intervenientes

                                                                                                                                                            60
                                     2. Desenvolver
                               nos          docentes
     I – ENSINO-APRENDIZAGEM

                               hábitos de análise             -          Análise
                                                                                                                                               Final de cada
                               conjunta           de     periódica               de                                       Discussão   de
                                                                                            Reuniões           de                          período lectivo.
                               práticas                  resultados            por                                   grupo após análise
                                                                                       grupo.                                                  Registo      em
                               pedagógico-               turma e por área                                            de dados.
                                                                                                                                           acta.
                               didácticas     e   de     de ensino.
                               resultados         dos
                               alunos.


             Área de                                                                            Momentos            de
                                                                                                                             Modalidade            Momento
             intervenç              Prioridades                      Estratégias            concretização             /
                                                                                                                          de avaliação       de avaliação
ão                                                                                          intervenientes
                                                                                                Ao       longo       de
                                                                     -         Realizar
                                                                                            cada              período;                             Final      de
                                                                  planificação        de
                                                                                            partilha em reuniões             Discussão       cada       período
                                                                  Unidade
                                                                                            mensais por cada              em reunião de      lectivo.
                                                                  referenciada         a
                                                                                            nível                    de   grupo.                   Registo em
                                                                  competências         a
                                                                                            escolaridade/área de                             acta.
                                                                  desenvolver.
                                                                                            ensino.
                                                                     -   Reformular
                                    3. Uniformizar modos
                                                                  registos            de
                               de
                                                                  informação          aos
                               actuação/comunicação                                             Início     do       ano      Discussão
                                                                  Encarregados de                                                                  Final      do
                               numa       pedagogia     por                                 lectivo, em reunião           em reunião de
                                                                  Educação                                                                   ano lectivo.
                               competências.                                                de grupo.                     grupo.
                                                                  adequando-os às
                                                                  competências
 I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                                                                  avaliadas.
                                                                     - Sistematizar             Primeiro período.
                                                                                                                                                   Final      de
                                                                  o uso de grelhas              Reunião              de
                                                                                                                             Discussão       cada       período
                                                                  de correcção em           grupo        de      área
                                                                                                                          em reunião de      lectivo.
                                                                  que se explicitem         disciplinar. Formação
                                                                                                                          grupo.                   Registo em
                                                                  as competências           na área de avaliação
                                                                                                                                             acta.
                                                                  avaliadas.                por competências.




                                                                                                                                                              61
                Área de                                                                 Momentos          de
                                                                                                                       Modalidade               Momento de
                intervenç        Prioridades                  Estratégias           concretização           /
                                                                                                                    de avaliação            avaliação.
ão                                                                                  intervenientes
                                                              -     Utilizar   a
                                 1. Diversificar e     plataforma moodle                Início     do     ano          Discussão em
                             tornar mais rápida a      para             colocar     lectivo.                        reunião de grupo.           Final de cada
                             comunicação entre         documentos                       Delegado           de          Discussão em         período lectivo.
          II- COMUNICAÇÃO




                             os elementos do           referentes à área            área disciplinar e              reunião            de       Registo    em
                             grupo disciplinar.        disciplinar,                 professores            do       Directores         de   acta.
                                                       promover Fóruns e            grupo.                          Turma.
                                                       notícias.


                Área de                                                                   Momentos         de
                                                                                                                        Modalidade              Momento de
                intervenç        Prioridades              Estratégias               concretização           /
                                                                                                                    de avaliação            avaliação
ão                                                                                  intervenientes
                                                                                                                                                Final do ano
                                                                                          1º Período.
                                                          - Utilização da                                               Discussão em        lectivo.
                                                                                          Professores da
                                                     plataforma moodle.                                             reunião de grupo.           Registo        em
                                                                                    área disciplinar.
                                                                                                                                            acta.
                                                          -       Promover      a         2º Período.                   Realização de
                                                     realização de visita                 Professores de            debate em sala de
                                                                                                                                                Final do 2º
                                                     de estudo ao Instituto         TIC        e   Área    de       aula.
                                                                                                                                            Período.
                                                     Superior                  de   Projecto de 8º ano.                 Realização de
                                 1- Formar a
                                                     Engenharia do Porto.                 Alunos 8º ano.            ficha inquérito.
                             comunidade
                                                                                          2º Período.
                             escolar no âmbito            -       Promover      a                                       Realização de
                                                                                          Professores de
                             das Tecnologias         realização de visita                                           debate em sala de
                                                                                    TIC        e   Área    de                                   Final do 2º
                             de Informação e         de           estudo       ao                                   aula.
                                                                                    Projecto de 8º ano.                                     Período.
                             Comunicação.            Visionarium               em                                       Realização de
                                                                                          Alunos do 8ºano
                                                     Santa Maria da Feira.                                          ficha inquérito.
                                                                                    e 9º ano.
                                                                                          3º Período.
                                                          -       Promover      a
                                                                                          Professores de
                                                     visita ao Salão da                                                 Realização de
                                                                                    TIC        e   Área    de
                                                     Oferta Educativa e                                             debate em sala de           Final do ano
III- FORMAÇÃO




                                                                                    Projecto.
                                                     Formativa – Eduk@ -                                            aula.                   lectivo.
                                                                                          Alunos 9ºano e
                                                     Exponor                   em                                       Realização de
                                                                                    alunos dos cursos
                                                     Matosinhos.                                                    ficha inquérito.
                                                                                    profissionais.


                Área de           Prioridades             Estratégias                     Momentos         de           Modalidade              Momento de
                intervençã                                                           concretização              /   de avaliação            avaliação
                                                                                                                                                               62
o                                                                             intervenientes
                                                     -     Utilizar      a
                                                plantaforma      moodle
                                                para     colocar        os
                               2. Colaborar     melhores       trabalhos
                           na formação da       realizados            pelos                          Discussão em
                           comunidade           alunos de Área de                 Final de cada   reunião de grupo.      Final de cada
                           escolar         em   Projecto do 8º ano.           período.                                período.
                           outras      áreas         - Utilizar a página
                           curriculares.        oficial da Escola para
                                                colocar um link para
                                                os             trabalhos
           III- FORMAÇÃO




                                                desenvolvidos         pelos
                                                alunos de TIC e dos
                                                alunos de Área de
                                                Projecto do 8º ano.


2.5. O B J E C T I V O S D O P L A N O D E A C T I V I D A D E S D O D E P A R T A M E N T O
          Criar/aumentar o gosto pela ciência em geral;
          Desenvolver o espírito crítico, a criatividade, a autoconfiança e o raciocínio lógico;
          Desenvolver actividades lúdicas que permitam estimular a aprendizagem de conhecimentos;
          Explorar as novas tecnologias para ir ao encontro dos objectivos que os novos programas preconizam;
          Promover actividades onde participem alunos, professores e encarregados de educação;
          Propiciar o conhecimento do meio na sua dimensão científica;
          Proporcionar a aproximação entre a escola e as Universidades;
          Proporcionar contacto com experiências e demonstrações de índole científica não realizáveis na escola;
    
1.3- Departamento de Ciências Sociais e Humanas
    INTRODUÇÃO
    O departamento das Ciências Sociais e Humanas é composto por áreas diversificadas, das quais se tem vindo a identificar
pontos comuns e a tentar implementar um diálogo permanente, com vista a uma maior aproximação e de modo a alcançar
pontos de referência comuns que permitam um efectivo trabalho inter e transdiscipinar.
1. C O O R D E N A Ç Ã O
1.1. A C T I V I D A D E S D A C O O R D E N A Ç Ã O
          Reuniões da área disciplinar e departamento;
          Reuniões com os delegados das áreas disciplinares;
          Revisão do Regimento Interno do Departamento e das áreas disciplinares;
          Participação nos órgãos de gestão onde a coordenadora exerce funções representativas;
          Intercomunicação entre o grupo e os restantes grupos disciplinares;
          Facilitação do diálogo entre os professores das várias áreas disciplinares integradas neste departamento.
                                                                                                                                   63
    Proposta de calendário para as reuniões
    CONSELHOS PEDAGÓGICOS                             REUNIÕES              COM        OS        REUNIÃO DE DEPARTAMENTO OU
    2007 / 2008                                  COORDENADORES                               DE GRUPO

    Reuniões às quartas-feiras às                                                                Reuniões às quartas-feiras às
                                                      Reuniões às terças-feiras
15h 30min (2ª quarta)                                                                        15h 30min (4ª quarta)

    12 de Setembro de 2007                                                                       10 de Setembro de 2007


    19 de Setembro de 2007


    10 de Outubro de 2007                             9 de Outubro de 2007                       10 de Outubro de 2007

    14 de Novembro de 2007                                                                       21 de Novembro de 2007

    28 de Novembro de 2007                            4 de Dezembro de 2007

    9 de Janeiro de 2008                              15 de Janeiro de 2008                      23 de Janeiro de 2008

    13 de Fevereiro de 2008                           19 de Fevereiro de 2008                    27 de Fevereiro de 2008

    5 de Março de 2008                                11 de Março de 2008                        12 de Março de 2008

    9 de Abril de 2008                                15 de Abril                                16 de Abril de 2008

    14 de Maio de 2008                                21 de Maio de 2008                         28 de Maio de 2008

    11 e 26 de Junho de 2008
                                                      A combinar
    9 de Julho de 2008



1.2. O B J E C T I V O S D O P L A N O D E A C T I V I D A D E S D A C O O R D E N A D Ç Ã O .
            Identificar pontos de união das diferentes áreas disciplinares incluídas no departamento;
            Melhorar os meios de comunicação entre pares (coordenador/sub-coordenador; sub-coordenador / professor);
            Estimular a discussão entre as várias áreas disciplinares, dando a conhecer essas reflexões e conclusões aos órgãos
próprios, nomeadamente ao Conselho Pedagógico e Conselho Executivo;
            Promover práticas comuns;
            Estimular o uso das TIC na sala de aula;
            Organizar os dossiers de coordenação e de sub-coordenação.




2. P L A N O S D E A C T I V I D A D E S D E Á R E A S D I S C I P L I N A R E S
Á R E A D I S C I P L I N A R D E HI ST ÓR IA
                                                                                                                                 64
              Área
                                                                                              Momentos        de
              de                                                                                                             Modalidade             Momento de
                                    Prioridades                   Estratégias             concretização           /
              intervenç                                                                                                   de avaliação          avaliação
                                                                                          intervenientes
ão
                                                                  -   Estabelecer
                                                         uma          metodologia
                                                                                                                             Discussão em
                                                         de           grupo      de                                                                 Final de cada
                                                                                              Início   do     ano         reunião de grupo,
                                                         organização               e                                                            período lectivo.
                                                                                          lectivo, em reunião             sempre   que    for
                                                         apresentação            da                                                                 Registo     em
                                                                                          de grupo disciplinar.           considerado
                                                         planificação anual,                                                                    acta.
                                                                                                                          necessário.
                                    1. Uniformizar       por ciclo e área de
                               práticas      lectivas    estudos.
                               entre os docentes                                              Início   do     ano
                               da            mesma                - Promover a            lectivo, em reunião                                       Final de cada
                               disciplina    e    do     prática comum de                 de grupo disciplinar               Discussão em       período lectivo.
                               mesmo nível de            planificação            de       e em reunião de                 reunião de grupo.         Registo     em
                               ensino, partilhando       Unidade.                         professores de cada                                   acta.
                               saberes             e                                      nível.
     I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                               experiências.                                                  Primeiro
                                                                  - Fomentar uma          período.
                                                                                                                                                    Final de cada
                                                         prática comum de                     Reunião          de
                                                                                                                             Discussão em       período     lectivo,
                                                         realização              de       grupo disciplinar /
                                                                                                                          reunião de grupo.     com registo em
                                                         instrumentos            de       formação na área de
                                                                                                                                                acta.
                                                         avaliação.                       avaliação           por
                                                                                          competências.


              Área de                                                                              Momentos de
                                                                                                                               Modalidade           Momento de
              intervenç             Prioridades               Estratégias                   concretização             /
                                                                                                                           de avaliação         avaliação
ão                                                                                          intervenientes
                                    1. Uniformizar            -         Estabelecer
                               práticas     lectivas    grandes competências                                                                        Final do ano
                                                                                                   Início do ano
 I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                               entre os docentes        em grupo disciplinar, e,                                               Discussão em     lectivo.
                                                                                            lectivo, em reunião
                               da           mesma       consequentemente,                                                  reunião de grupo.        Registo em
                                                                                            de grupo disciplinar.
                               disciplina   e     do    critérios e instrumentos                                                                acta.
                               mesmo nível de           de avaliação.
                               ensino, partilhando            -               Partilhar            Reuniões
                                                                                                                               Discussão em         Mensal, com
                               saberes             e    planificações               de      mensais               de
                                                                                                                           reunião de grupo.    registo em acta.
                               experiências.            Unidade.                            professores de cada




                                                                                                                                                                   65
                                                                      -        Promover         a        nível.
                                                               realização                       de
                                                               encontros mensais de
                                                               professores do mesmo
                                                               nível,         de     modo        a
                                                               discutir a planificação
                                                               planeada e a preparar
                                                               instrumentos                     de
                                                               avaliação.


              Área de                                                                                         Momentos de
                                                                                                                                       Modalidade                Momento
              intervenç                    Prioridades                Estratégias                         concretização         /
                                                                                                                                    de avaliação             de avaliação
ão                                                                                                        intervenientes
                                                               -              Promover               a        Início do ano                                      Final        de
                                                               informação sobre                           lectivo.    Delegado                               cada        período
                                                                                                                                       Discussão em
                                                               recursos                                   de área disciplinar /                              lectivo.
                                                                                                                                    reunião de grupo
                                                               multimédia disponíveis                     CRC / elementos                                        Registo em
                                           2.       Utilizar   na escola.                                 do grupo.                                          acta.
                                      metodologias                    -       Utilizar      meios                                      Discussão em
                                                                                                                                                                 Final        de
                                      variadas            de   multimédia                        na           De acordo com         reunião de grupo
                                                                                                                                                             cada       período,
                                      ensino-                  leccionação, de acordo                     planificação         de   de professores de
                                                                                                                                                             com registo em
                                      aprendizagem        e    com             os        materiais        unidade.                  cada    nível    de
                                                                                                                                                             acta.
    I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                                      de         avaliação     disponíveis.                                                         escolaridade.
                                      (integrando         as          - Dinamizar                    a        De acordo com
                                      TIC).                    criação          de       materiais        planificação         de                                Final        de
                                                               multimédia de acordo                       unidade.                     Discussão em          cada        período
                                                               com necessidades de                            Professores       /   reunião de grupo.        lectivo,       com
                                                               cada área de estudos.                      formadores           da                            registo em acta.
                                                                                                          oficina multimédia.


              Área de                                                                                    Momentos        de
                                                                                                                                    Modalidade                Momento de
              intervenç                     Prioridades                   Estratégias            concretização             /
                                                                                                                                de avaliação              avaliação
ão                                                                                               intervenientes
                                            3. Desenvolver
ENSINO-




                                      nos          docentes               -         Análise                                                                   Final de cada
                                      hábitos de análise           periódica              de                                        Discussão de          período         lectivo
                                                                                                         Reuniões        de
                                      conjunta            de       resultados             por                                   grupo após análise        com emissão de
                       APRENDIZAGEM




                                                                                                 grupo.
                                      práticas                     turma e por área                                             de dados.                 relatório           de
–




                                      pedagógico-                  de ensino.                                                                             conclusões.
                                      didácticas     e    de
I




                                                                                                                                                                              66
                            resultados       dos
                            alunos.




              Área de                                                             Momentos         de                                  Moment
                                                                                                             Modalidade       de
              interven        Prioridades                     Estratégias     concretização           /                            o           de
                                                                                                          avaliação
ção                                                                           intervenientes                                       avaliação
                                                                                  Ao longo de cada
                                                                                                                                       Final de
                                                                              período; partilha em
                                                              -    Realizar                                                        cada período
                                                                              reuniões mensais por           Discussão        em
                                                        planificação de                                                            lectivo.
                                                                              cada         nível    de    reunião de grupo.
                                                        Unidade                                                                        Registo
                                                                              escolaridade/área de
                                                                                                                                   em acta.
                                                                              ensino.
                                                                                                             Discussão        em
                                                              - Reformular
                                                                                                          reunião             de
                                                        registos        de        Início     do    ano
                              4.         Uniformizar                                                      grupo/Departamento           Final do
                                                        informação aos        lectivo, em reunião de
                           modos                   de                                                        Discussão        em   ano lectivo.
                                                        Encarregados          grupo/Departamento.
                           actuação/comunicação                                                           reunião de Directores
                                                        de Educação
                                                                                                          de Turma.
                                                              -
 I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                                                        Implementar      o
                                                                                                                                       Final de
                                                        uso de grelhas
                                                                                  Primeiro período.                                cada período
                                                        de correcção em                                      Discussão        em
                                                                                  Reunião de grupo                                 lectivo, com
                                                        que             se                                reunião de grupo.
                                                                              disciplinar.                                         registo     em
                                                        explicitem      as
                                                                                                                                   acta.
                                                        competências
                                                        avaliadas.




                                                                                                                                               67
                                                                                         Momentos de
                  Área de                                                                                         Modalidade              Momento              de
                                        Prioridades            Estratégias            concretização      /
                  intervenção                                                                                 de avaliação             avaliação.
                                                                                      intervenientes
                                                               -          Criar
                                        1. Diversificar
                                                          espaço            na
                                   e     tornar   mais                                   Início do 2º
                                                          plataforma
                                   rápida             a                               período -                   Discussão
                                                          moodle           para
                                   comunicação                                           Delegado       de    em reunião de               Final do ano lectivo.
                                                          colocar
                II- COMUNICAÇÃO




                                   entre             os                               área disciplinar e      grupo.                      Registo em acta.
                                                          documentos
                                   elementos         do                               professores       do
                                                          referentes          à
                                   grupo disciplinar.                                 grupo.
                                                          área disciplinar.




                  Área de                                                                  Momentos          de
                                                                                                                       Modalidade de                Momento de
                  intervenç            Prioridades             Estratégias             concretização          /
                                                                                                                  avaliação                   avaliação
ão                                                                                     intervenientes
                                       1- Promover a           - Concretizar a             2º período
                                  formação,       nas     sessão              de
                                  áreas científica e      formação            no           Mendes Moreira              Relatório sobre a            No final do 2º
                                  pedagógica,     dos     âmbito              da                                       pertinência      do    período
                                  elementos          do   didáctica           da                                  tema para a prática
                                  grupo.                  História                                                lectiva.
                                                               -          Sessão           2º período
                                                          sobre a utilização                                           Relatório sobre a            No final do 2º
                                                          do              quadro           Apresentação           pertinência do tema         período
                                                          interactivo na sala          feita             pela     para       a      prática
                                                          de       aula      (em       representante         de   lectiva,
                                                          comum             com        uma editora                nomeadamente          no
                                                          Geografia)                                              uso das TIC.
                                                               -Divulgar          e        2º período
                                                          dinamizar               a                                    A         determinar         A determinar
                                                          participação       dos           FOCO                   pela             entidade   pela       entidade
                                                          docentes           nas                                  formadora                   formadora
                                                          várias acções de
III- FORMAÇÃO




                                                          formação que o
                                                          FOCO vai realizar
                                                          para       a     nossa
                                                          Escola


                  Área de               Prioridades                Estratégias                 Momentos de                 Modalidade de             Momento de
                                                                                                                                                               68
           intervenção                                                  concretização /         avaliação              avaliação
                                                                        intervenientes
                                                     -Evocar várias
                                                 datas                      Ao longo do ano
                                                 significativas, seja   lectivo, com a
                                                 com pequenas           possível colaboração                               Final do ano
                                                                                                    Em reunião de
                                                 exposições ou          de outras áreas                                lectivo. Registo
                                                                                                área disciplinar.
                                                 outras acções,         disciplinares do                               em acta.
                                                 dirigidas à            mesmo
                                                 comunidade             Departamento.
                                                 escolar.
                                                                                                                           Final do ano
                                                     - Utilização da        Ao longo do ano
                             2-   Formar     a                                                      Discussão em       lectivo.
                                                 plataforma             lectivo - professores
                         comunidade                                                             reunião de grupo.          Registo em
                                                 moodle.                do grupo disciplinar.
                         escolar no âmbito                                                                             acta.
                         da História e do            - Visita de
                         seu significado no      estudo ao Museu
                                                                            2º período.             Realização de          Início do 3º
                         âmbito            da    dos Transportes
                                                                            Duas turmas de      relatório individual   período. Registo
                         sociedade               e Comunicações
                                                                        oitavo e duas turmas    por parte dos          em acta de grupo
                         contemporânea           (participação nos
                                                                        de sétimo ano           alunos                 e de turma.
                                                 “Ateliers de
                                                 Comunicação”)
                                                     - Visita de
                                                 estudo à                                           Realização de
                                                                            2º Período –                                   Início do 3º
                                                 Assembleia da                                  relatório individual
                                                                        Turmas de História C                           período. Registo
                                                 República e                                    por parte dos
                                                                        (11º ano)                                      em acta.
                                                 Museu Nacional                                 alunos
                                                 do Traje
                                                     - Visita de
                                                 estudo ao                                          Realização de
                                                                            2º Período –                                   Início do 3º
                                                 Mosteiro dos                                   relatório individual
                                                                        Turmas de História                             período. Registo
                                                 Jerónimos e                                    por parte dos
                                                                        8º ano                                         em acta.
                                                 Museu da                                       alunos
                                                 Marinha
                                                     - Participação
                             3- Promover a                                                          Realização de
                                                 no Peddy Paper –           2º Período –                                   Início do 3º
                             cooperação                                                         relatório individual
                                                 “Da Sé à Ribeira       Turmas de História                             período. Registo
III- FORMAÇÃO




                         com outras áreas                                                       por parte dos
                                                 “, promovido pela      8º ano                                         em acta.
                         disciplinares                                                          alunos
                                                 Casa do Infante

                                                     - Vista de             1º período – três                               Final do 1º

                                                                                                                                      69
                                estudo à             turmas de 7º ano           Realização de      período. Registo
                                exposição de                                    uma ficha de       em acta de grupo
                                cerâmica                                    trabalho por parte     e de turma.
                                japonesa no                                 dos alunos, sobre a
                                Museu Nacional                              apresentação
                                dos Reis –                                  observada
                                preparação
                                prévia e                                        Realização de
                                acompanhamento                              relatório individual
                                dos alunos, em                              por parte dos
                                colaboração                                 alunos após a visita
                                directa com
                                Estudo
                                Acompanhado e
                                com os
                                professores de
                                Matemática que o
                                leccionam.
                                - Vista de estudo       1º período – três
                                à exposição          turmas dos CEF”s,                                Final do 1º
                                “Leonardo da         2º ano.                                       período.
                                Vinci – o Génio”.       2º período –                                  Registo em
                                Preparação           todas as turmas de         Realização de      acta de grupo.
                                prévia e             7º ano – neste ano,    relatório individual
                                acompanhamento       em colaboração         por parte dos
                                dos alunos.          directa com Estudo     alunos                    Final do 2º
                                - Participação nas   Acompanhado e com                             período Registo
                                actividades de       os professores de                             em acta de grupo
                                Geografia “Marco     Matemática que o                              e de turma.
                                Pólo – uma           leccionam.
                                viagem através
                                do Mundo”:                                                            Final do 2º
                                                                                Realização de
                                actividades em          2º período – uma                           período. Registo
                                                                            uma ficha de
                                sala de aula, em     turma de 7º ano                               em acta de grupo
                                                                            trabalho
                                codocência                                                         e de turma




Área Disciplinar de Geografia
                                                                                                                    70
                                                                                                            MOMENTOS                     DE         MODALIDADE                DE
ÁREA DE
                                   PRIORIDADES                   ESTRATÉGIAS                          CONCRETIZAÇÃO                        /   AVALIAÇÃO           /   MOMENTO
INTERVENÇÃO
                                                                                                      INTERVENIENTES                           DE AVALIAÇÃO

                                                                  -      Estabelecer        uma
                                                            metodologia de organização                                                              Balanço a realizar em
                                                            e    de      apresentação           das         Início do ano lectivo, em          reunião de Área Disciplinar no
                                                            planificações        anuais         por   reunião de Área Disciplinar.             final de cada período lectivo com
                                                            disciplina e por ano de                                                            registo em acta.
                                                            escolaridade.
                                                                                                                                                    Registo    em      documento
                                                                 -       Estabelecer        uma             Início do ano lectivo, em
                                                                                                                                               existente para o efeito (registos
                                                            prática         comum               de    reunião de Área Disciplinar e em
                                                                                                                                               das reuniões parcelares) e
                                                            planificação de cada unidade              reuniões de professores de cada
                                                                                                                                               análise       dos       documentos
                                                            didáctica.                                nível.
                                                                                                                                               produzidos
                                                                                                                                                    Registo    em      documento
                                                                 -       Estabelecer        uma
                                                                                                            Em reuniões, ao longo do           existente para o efeito (registos
                                                            prática comum de construção
                                                                                                      ano        lectivo,    juntando     os   das reuniões parcelares) e
                                                            de        instrumentos              de
                                   1.        Uniformizar                                              professores de cada nível.               análise        dos        materiais
                                                            avaliação.
                           práticas lectivas entre                                                                                             produzidos.

                           os docentes da mesma                   - Estabelecer / analisar
                                                                                                            Início do ano lectivo, em
                           disciplina e do mesmo            grandes competências em
                                                                                                      reunião de Área Disciplinar e, no             Reflexão em reunião de
                           nível        de       ensino,    grupo         disciplinar,           e,
                                                                                                      que         diz       respeito     aos   Área Disciplinar no final de cada
                           partilhando saberes e            consequentemente, produzir
                                                                                                      instrumentos de avaliação, no            período lectivo com registo em
                           experiências.                    critérios e instrumentos de
                                                                                                      decurso do ano lectivo elaborar          acta.
                                                            avaliação adequados.
                                                                                                      aquilo que se tornar necessário.

                                                                 - Partilhar planificações
                                                            de Unidade.



                                                                                                            Reuniões         regulares   de
                                                                 - Promover a realização
                                                                                                      professores de cada nível (no                 Discussão no âmbito das
                                                            de encontros mensais de
                                                                                                      mínimo, três por cada período            reuniões parcelares com registo
                                                            professores do mesmo nível,
                                                                                                      lectivo)                                 na matriz existente para o efeito.
                                                            de    modo       a       discutir    a
                                                            planificação planeada e a
                                                            preparar      instrumentos          de
                                                            avaliação.


                                   2.            Utilizar        -         Promover              a          Ao longo do ano lectivo.                Discussão em reunião de
                           metodologias variadas            informação sobre            recursos      Delegada de Área Disciplinar /           grupo no final de cada período
                           de                   ensino-     multimédia disponíveis.                   CRC / elementos do grupo.                lectivo com registo em acta.
                           aprendizagem          e    de         -        Utilizar         meios
                                                                                                                                                    Análise do processo em
                           avaliação (integrando as         multimédia na leccionação de                    De acordo com planificação
                                                                                                                                               reunião de grupo de professores
                           TIC), direccionadas para         acordo com os materiais                   de cada unidade.
                                                                                                                                               de cada nível de escolaridade.
 I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                           a participação activa            disponíveis.
                           dos alunos no             seu                                                                                            Análise do processo em
                                                                 - Dinamizar a criação de
                           próprio      processo      de                                                    De acordo com planificação         reunião de grupo de professores
                                                            materiais      multimédia           de
                           aprendizagem,              de                                              de cada unidade.                         de cada nível e discussão em
                                                            acordo com necessidades de
                           aperfeiçoamento e de                                                             Professores / formadores           reunião de Área Disciplinar no
                                                            cada nível.                                                                                                       71
                           progressão.                                                                da Oficina Multimédia.                   final de cada período lectivo com
                                                                                                                                               registo em acta.
  ÁREA                                                                                              MODALIDADE DE
                                                                       MOMENTOS DE
  DE                                                                                            AVALIAÇÃO     /
                PRIORIDADES               ESTRATÉGIAS              CONCRETIZAÇÃO        /
  INTERVEN                                                                                      MOMENTO DE
                                                                   INTERVENIENTES
ÇÃO                                                                                             AVALIAÇÃO

                3. Desenvolver                                                                      Discussão em reunião
             nos docentes hábitos                                                               de Área Disciplinar no
                                          - Análise periódica de
             de análise conjunta de                                    Reuniões de Área         final de cada período
                                      resultados por turma e
             práticas pedagógico-                                  Disciplinar.                 lectivo com emissão de
                                      por nível.
             didácticas e de                                                                    parecer a apresentar em
             resultados dos alunos.                                                             Conselho Pedagógico.
                                                                       Ao longo de cada
                                          - Realizar                                                Discussão em reunião
                                                                   período lectivo, partilha
                                      planificação de unidades                                  de Área Disciplinar no
                                                                   em reuniões regulares
                                      didácticas referenciada a                                 final de cada período
                                                                   (reuniões parcelares)
                                      competências a                                            lectivo.
                                                                   por cada nível de
                                      desenvolver.                                                  Registo em acta.
                                                                   escolaridade.
                4. Uniformizar
                                          - Reformular registos
             modos de                                                                               Discussão em reunião
                                      de informação destinados         Início do ano lectivo,
             actuação/comunicação                                                               de Área Disciplinar;
                                      aos Encarregados de          em reunião de Área
             numa pedagogia por                                                                 análise das propostas
                                      Educação, adequando-os       Disciplinar e de
             competências.                                                                      apresentadas.
                                      às competências              Departamento.
                                      avaliadas.
                                          - Sistematizar o uso
                                                                       Ao longo do ano              Reflexão em reunião
                                      de grelhas de correcção
                                                                   lectivo.                     de Área Disciplinar e
                                      em que se explicitem as
                                                                       Todos os                 análise dos documentos
                                      competências avaliadas.
                                                                   professores.                 produzidos.




                                                                                                                         72
                                      1. Diversificar e
                                  tornar mais rápida
                                  a comunicação
                                                             - Criar um blogue,                 Início do ano lectivo;               Discussão em reunião de
                                  entre os elementos
                                                          promovendo a partilha de              Delegada e outros                Área Disciplinar, no final de
                                  do grupo
                                                          informação e de formação.         professores da Área                  cada período lectivo, com
                                  disciplinar.
                                                                                            Disciplinar.                         registo em acta.




                                      2. Realizar uma
                                                             - Criar documento
                                  comunicação mais
                                                          próprio de informação sobre                                                Discussão em reunião de
                                  eficaz entre os                                               Início do ano lectivo;
                                                          o desempenho dos alunos ,                                              Área Disciplinar.
                                  professores da                                                Delegada e outros
II- COMUNICAÇÃO




                                                          de acordo com as                                                           Apresentação nas
                                  Área Disciplinar e                                        professores da Área
                                                          competências avaliadas,                                                reuniões com Encarregados
                                  os Encarregados                                           Disciplinar
                                                          dirigido aos Encarregados                                              de Educação.
                                  de Educação.
                                                          de Educação



                                                                                                                                       MODALIDADE            DE
                      ÁREA                                                                            MOMENTOS            DE
                                                                                                                                   AVALIAÇÃO                     /
                      DE                         PRIORIDADES                ESTRATÉGIAS          CONCRETIZAÇÃO               /
                                                                                                                                   MOMENTO                   DE
                      INTERVENÇÃO                                                                INTERVENIENTES
                                                                                                                                   AVALIAÇÃO

                                                 1- Promover a          -     Dinamizar     a
                                             formação,     nas    realização de acções
                                             áreas científica e   de formação.                      Centro de Formação.
                                                                                                                                         De     acordo       com
                                             pedagógica, dos                                        Delegada      e      outros
                                                                                                                                    parâmetros
                                             elementos       do                                 docentes        da        Área
                                                                                                                                    estabelecidos     para       a
                  III- FORMAÇÃO




                                             grupo.                     -      Propor       a   Disciplinar de Geografia
                                                                                                                                    acção de formação.
                                                                  realização de formação
                                                                  na Área cientifica da
                                                                  disciplina de Geografia
                                                                        -     Utilizar     um
                                                                  espaço na plataforma
                                                                  moodle       destinado    à       Ao longo do ano lectivo.
                                                                                                                                         Reflexão em reunião
                                                                  Área Disciplinar.                 Professores da Área
                                                                                                                                    de grupo com registo em
                  III- FORMAÇÃO




                                                                        - Divulgar alguns       Disciplinar.
                                                                                                                                    acta.
                                                                  dos           documentos          Conselhos de Turma.
                                                                  produzidos no âmbito
                                                                  da Área Disciplinar.


                                                                                                                                                              73
                                                                                                                                                                  MODALIDADE
            ÁREA DE                                                                                                              MOMENTOS               DE
                         PRIORIDA                                                                                                                            DE AVALIAÇÃO        /
            INTERVEN                                                                       ESTRATÉGIAS                       CONCRETIZAÇÃO               /
                       DES                                                                                                                                   MOMENTO            DE
ÇÃO                                                                                                                          INTERVENIENTES
                                                                                                                                                             AVALIAÇÃO

                                                                                           Marco Polo – uma viagem
                                                                                     através do Mundo. Recriação de
                                                                                                                                 1º ou 2º período.
                                                                                     ambientes dos diferentes sectores
                                                                                                                                 Alunos de 7º ano de
                                                                                     de actividade na Idade Média.
                                                                                                                             Geografia.

                                                                                           - Visitas de estudo


                                                                                           Marco Polo – uma viagem
                                                                                     através do Mundo. Recriação de
                                                                                     ambientes dos diferentes sectores                                            Relatórios,
                                                                                           de actividade na idade média.                                     textos       de
                                                                                                                                 Final do 2º período ou
                                                                                                                                                             reflexão,
                                                                                                                             início do 3º período.
                                                                                           - Recriação de ambientes dos                                      exposições
                                                                                                                                 Alunos do 8º ano.
                                                                                     diferentes sectores de actividade                                       orais, resposta
                                                                                     ao vivo ( com a colaboração dos                                         a
                                                                                     alunos dos CEF ), no tema : “As                                         questionários,
                                                                                     actividades económicos “                                                apresentações
                                                                                                                                                             diversas.


                                                                                           -Visitas de estudo à Etar da                                      Apresentação
                                                                                     Madalena                                                                dos resultados
                                                                                                                                                             em       reunião
                                                                                           -Visita ao Aterro Sanitário de                                    parcelar ou de
                                                                                     Sermonde.                                                               Área
                             2- Formar a comunidade escolar no âmbito da Geografia




                                                                                                                                                             Disciplinar em
                                                                                           -Actividades de encerramento                                      registo escrito
                                                                                                                                 1º 2º e 3º períodos.
                                                                                     do Geovida/ Climagaia com :
                                                                                                                                 Alunos do 9º ano.
                                                                                            -concurso de desenhos da
                                                                                     estação meteorológica;
                                                                                            - pesquisa sobre os diversos
                                                                                     instrumentos meteorológicos;
                                                                                            -Trabalho na página ( Internet
III- FORMAÇÃO




                                                                                     ) do climagaia
                                                                                            -Pesquisa da rede pública
                                                                                     das      estações     meteorológicas
                                                                                     públicas /ou privadas.

                                                                                                                                                                                74
                                                                                          -Concurso para a produção
                                                                                     de um placar do climagaia


                                                                                        - Debate sobre as alterações
                                                                                     climáticas; roll- playing para a
                                                                                     comunidade escolar


                                                                                                                                                               MODALIDADE
                ÁREA DE                                                                                                     MOMENTOS                 DE
                                          PRIORIDA                                                                                                         DE AVALIAÇÃO          /
                INTERVEN                                                                ESTRATÉGIAS                      CONCRETIZAÇÃO                 /
                           DES                                                                                                                             MOMENTO            DE
ÇÃO                                                                                                                      INTERVENIENTES
                                                                                                                                                           AVALIAÇÃO



                                                                                                                            2ºPeríodo.
                                                                                        -Visita de estudo
                                                                                                                            Alunos        do      10ºano
                                                                                                                         Profissional de turismo
                                                                                        - Participação nas actividades
                                                                                     do Climagaia.

                                                                                                                                                               -
                                                                                                                                                           Relatórios,
                                                                                        - Percursos na      Cidade do                                      textos        de
                                                                                     Porto.                                                                reflexão,
                                                                                                                                                           exposições
                                                                                                                                                           orais, resposta
                                                                                        -Visita à estação agronómica                                       a
                                                                                     de Vairão                                                             questionários
                                                                                                                                                           e
                                                                                                                                                           apresentações
                             2- Formar a comunidade escolar no âmbito da Geografia




                                                                                        -Visita ao Centro de Controlo       Alunos do 11º e 12 º ano       diversas.
                                                                                     de tráfego da Câmara Municipal             1 e 2ºPeríodos.                - Apresentação
                                                                                     do Porto.                              .                              dos resultados em
                                                                                                                                                           reunião parcelar ou
                                                                                                                                                           de Área Disciplinar
                                                                                        -Visita ao Douro Património da                                     em registo escrito.
                                                                                     Humanidade.
III- FORMAÇÃO




                                                                                        -Visita à PT Comunicações.




                                                                                                                                                                              75
Área Disciplinar de filosofia e Psicologia
      Objectivos               Actividades         População-alvo     Responsáveis         Data prevista        Local
                                                                                                           - Espaços
                                                                                                           de
- Desenvolver uma      - “Marcas no tempo”, a                       - Professores de
                                                                                                           passagem
atitude crítica e      propósito de              - Alunos de        Filosofia (c/           15 Nov.
                                                                                                           (na
valorativa face ao           Filosofia          Filosofia          colaboração de          29 Mar.
                                                                                                           escola)
mundo                        Juventude                             outros prof.s)
                                                                                                           - Salas de
                                                                                                           Fil.
                                                                                                           -
- Vivenciar                                                                                                Serralves
                                                 - Alunos de        - Professores de        3º período
experiências           - Visitas de estudo                                                                 - Museu
                                                 Filosofia (10º)    Filosofia (10º)          (início)
estéticas                                                                                                  Soares
                                                                                                           dos Reis
                       - Visita de estudo ao
- Consolidar saberes   Planetário
                                                 - Alunos de        - Professores de        3º período    - Espinho
no âmbito da           - Ida a exposições
                                                 Filosofia (11º)    Filosofia (11º)          (início)      - Porto
epistemologia          - Participação numa
                       conferência
- Reconhecer a                                   - Alunos de        - Professores de
                       - Contacto com
importância dos                                  Filosofia (10º)    Filosofia (10º)                        - Sede da
                       organizações                                                         2º período
valores ético-                                   - Alunos de        - Professores de                       AMI
                       humanitárias
políticos                                        Psicologia (11º)   Filosofia (11º)
- Seleccionar e
                       - Construção de painéis
organizar informação                             - Alunos de        - Professores de        Ao longo do   - Salas de
                       temáticos
- Problematizar                                  Psicologia (11º)   Psicologia               ano           Filosofia
                       - Aula aberta
temas de Psicologia
                                                                                                           - Salas de
- Evidenciar o lugar   - Dinamização dum
                                                                                                           Fil.
da Filosofia como      espaço de                 - Comunidade       - Professores de        Ao longo do
                                                                                                           - Espaços
espaço de reflexão e   reconhecimento da         escolar            Filosofia                ano
                                                                                                           de
de debate              Filosofia
                                                                                                           passagem
- Desenvolver o        - Exposições
                                                                                                           - Salas de
pensamento crítico e   permanentes nos
                                                                                                           Fil.
a reflexão             placards das salas de     - Alunos de        - Professores de        Ao longo do
                                                                                                           - Espaços
- Partilhar ideias,    Fil.                      Filosofia          Filosofia                ano
                                                                                                           de
experiências e         - Actividades da
                                                                                                           passagem
aprendizagens          “Oficina de Ideias”

                                    ACTIVIDADES DE FORMAÇÃO COMPLEMENTAR


                                                                                                                        76
     Objectivos                Actividades           Dinamizadores            Destinatários         Data                  Local
- Discutir modelos de
avaliação adequados                                - Doutora Alexandra
                         - Seminário: “Avaliação                            - Professores da                       -A
às competências                                    Carneiro (a                                    A confirmar
                         em filosofia”                                      área disciplinar                       designar
específicas do                                     confirmar)
trabalho filosófico
                                                                            - Professores de
- Experimentar           - Realização de
                                                   - Professores de         Filosofia
práticas pedagógicas     actividades práticas a                                                   Ao longo do
                                                   Filosofia                - Alunos de                            - CRC
a partir da plataforma   partir de recursos                                                        ano
                                                   - Outros                 Filosofia
Moodle                   disponíveis na escola
                                                                            - Outros
                                                                            - Professores de
- Aprofundar                                       - Prof.s de Filosofia:                                          - CRC
                         - Criação / dinamização                            Filosofia
conhecimentos no                                   Amélia Nabais,                                 Ao longo do     - Salas de
                         do projecto “Oficina de                            - Alunos de
âmbito da Filosofia                                Elisabete Mesquita,                             ano             Fil.
                         ideias”                                            Filosofia
- Dinamizar projectos                              Sónia Múrias                                                    - Outros
                                                                            - Outros




Área Disciplinar de Economia, Contabilidade e Secretariado
Introdução


O presente Plano de Actividades estabelece as linhas mestras do que se pretende que seja a actuação dos membros da área
Disciplinar de Economia, Contabilidade e Secretariado, enquanto grupo de trabalho, no decurso do presente ano lectivo.

A estrutura deste Plano assenta essencialmente no Documento conhecido como Plano de Melhoria, que estabelece 3 áreas de
intervenção entendidas como prioritárias relativamente à actuação dos professores.



Esta Área Disciplinar apresenta características que a distinguem da generalidade das restantes, nomeadamente:

- A sua composição é de apenas 9 elementos

- Aos seus membros está atribuída a leccionação de um elevado número de diferentes disciplinas

- O serviço lectivo encontra-se distribuído pelos Cursos de Educação e Formação de Assistente Administrativo, Profissional de
Técnico de Gestão, Profissional de Animador Sociocultural, Tecnológico de Acção Social, Curso de Ciências Sociais e
Humanas e também pelos cursos de Novas Oportunidades.

- A atribuição de tantas disciplinas a um tão reduzido número de docentes implica que, em geral, apenas um professor lecciona
cada uma das disciplinas.



Dos aspectos acabados de apontar pode-se inferir que o trabalho cooperativo, como a planificação e preparação conjuntas de
aulas bem como a realização de instrumentos de ava-liação comuns e a discussão dos seus resultados, nem sempre faz

                                                                                                                                  77
sentido. No entanto sempre têm sido levadas a efeito e continuarão a sê-lo reuniões de Área Disciplinar para se definirem
princípios comuns e, principalmente, reuniões de trabalho de elementos com afinidades em termos de alunos, matérias,
problemas, a fim de trocarem experiências, discutirem estratégias, encontrarem soluções e melhorarem resultados.

Outro aspecto relevante relativo à especificidade desta Área Disciplinar é o facto de não existirem, para muitas das disciplinas
leccionadas, manuais ou outros materiais de apoio. Por esse facto os docentes estão sujeitos a uma sobrecarga de trabalho
para obterem e produzirem os textos apropriados para serem fornecidos, devidamente adaptados, aos seus alunos.

Os professores da Área Disciplinar de Economia, Contabilidade e Secretariado mani-festam interesse em realizar formação
sobre Planificação e Avaliação por Competências, já que sentem alguns constrangimentos nessa área. Por essa razão estão
interessados em integrar formação que seja oferecida nessa área.




Plano de Actividades


Área                                                                                         Momentos de
                                                                                                                     Modalidade       Momento
de                                Prioridades                  Estratégias               concretização /
                                                                                                                  de avaliação    de avaliação
intervenção                                                                              intervenientes
                                                                - Estabelecer uma
                                                                                                                                      Final de
                                                            metodologia de grupo de          Início do ano
                                                                                                                     Discussão    cada período
                                                            organização e                lectivo, em reunião
                                                                                                                  em reunião de   lectivo.
                                                            apresentação da              de grupo disciplinar e
                                                                                                                  grupo.              Registo
                                                            planificação anual, por      de pequeno grupo
                                                                                                                                  em acta.
                                  1. Uniformizar práticas   ciclo e área de estudos.
                               lectivas entre os docentes                                    Início do ano
                               da mesma disciplina e do        - Estabelecer uma         lectivo, em reunião                          Final de
                                                                                                                     Discussão
                               mesmo nível de ensino,       prática comum de             de grupo disciplinar e                   cada período.
                                                                                                                  em reunião de
     I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                               partilhando saberes e        planificação de cada         em reunião de                            Registo em
                                                                                                                  grupo.
                               experiências.                Unidade.                     professores do                           acta.
                                                                                         mesmo curso
                                                               - Estabelecer uma             Primeiro período.                        Final de
                                                                                                                     Discussão
                                                            prática comum de                 Reunião de                           cada período
                                                                                                                  em reunião de
                                                            realização de instrumentos   grupo disciplinar e de                   lectivo.
                                                                                                                  grupo.
                                                            de avaliação.                pequeno grupo                            Registo em

                                                                                                                                          78
                                                                                                                                  acta.




                                                              - Estabelecer grandes          Início do ano           Discussão        Final do
                                                         competências em grupo           lectivo, em reunião      em reunião de   ano lectivo.
                                                         disciplinar, e,                 de grupo disciplinar e   grupo.              Registo
                               1. Uniformizar práticas   consequentemente,               de pequeno grupo                         em acta.
                            lectivas entre os docentes   critérios e instrumentos de
                            da mesma disciplina e do     avaliação.
                            mesmo nível de ensino,
                            partilhando saberes e            - Partilhar planificações                                                Final de
                            experiências.                de Unidade/Módulos                                                       período
                                                         - Promover a realização de          Reuniões,               Discussão        com
                                                         encontros de professores        sempre que julgadas      em reunião de   registo em
                                                         com afinidades, de modo a       oportunas, de            grupo.          acta ou em
                                                         discutir planificações          professores com                          registo de
                                                         realizadas e a preparar         afinidades                               reunião
                                                         instrumentos de avaliação.

                                                                                              Momentos de
 Área de                                                                                                             Modalidade       Momento
                                                                                           concretização /
intervenção                          Prioridades                   Estratégias                                     de avaliação   de avaliação
                                                                                            intervenientes
                                                             - Promover a                                                             Final de
                               2. Utilizar               informação sobre recursos           Início do ano           Discussão    cada período
                            metodologias variadas de     multimédia disponíveis na       lectivo. Delegado de     em reunião de   lectivo.
                            ensino-aprendizagem e de     escola e do material de         área disciplinar /       grupo               Registo
                            avaliação (integrando as     cada elemento do grupo.         CRC / elementos do                       em acta.
                            TIC), direccionadas para a                                   grupo.
                            participação activa dos          - Utilizar meios                                        Discussão        Final de
                            alunos no seu próprio        multimédia na                       De acordo com        em reunião de   cada período.
                            processo de                  leccionação de acordo           planificação de          grupo de            Registo
                            aprendizagem, de             com os materiais                unidade/módulo.          professores     em acta.
  I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                            aperfeiçoamento e de         disponíveis.
                            progressão.                      - Dinamizar a criação           De acordo com                            Final de
                                                         de materiais multimédia de      planificação de             Discussão    cada período
                                                         acordo com necessidades         unidade/módulo.          em reunião de   lectivo.
                                                         de cada área de estudos.            Professores /        grupo.              Registo
                                                                                         formadores da                            em acta.
                                                                                         oficina multimédia.

                                                                                                                                          79
                 3. Desenvolver nos                                            Reuniões de              Discussão           Após
              docentes hábitos de             - Análise periódica de       Área Disciplinar          de grupo após      avaliações de
              análise conjunta de          resultados por turma e por                                análise de         cada período
              práticas pedagógico-         área de ensino.                     Reuniões de           dados.
              didácticas e de resultados                                   pequeno grupo.
              dos alunos.




                                              - Realizar planificação          Ao longo de cada         Discussão           Final de
                                           de Unidades/Módulos             período; partilha em      em reunião de      cada período
                                           referenciada a                  reuniões por              pequeno grupo.     lectivo.
                 4. Uniformizar modos      competências a                  afinidade                                        Registo
              de actuação/comunicação      desenvolver.                                                                 de reunião
              numa pedagogia
              porcompetências.
                                              - Reformular registos            Início do ano            Discussão           Final do
                                           de informação aos               lectivo, em reunião       em reunião de      ano lectivo.
                                           Encarregados de                 de grupo.                 grupo.
                                           Educação adequando-os                                        Discussão
                                           às competências                                           em reunião de
                                           avaliadas.                                                Directores de
                                                                                                     Turma.


                                              - Sistematizar o uso de          Primeiro período.        Discussão           Final de
                                           grelhas de correcção em             Reunião de Área       em reunião de      cada período
                                           que se explicitem as            Disciplinar /             grupo.             lectivo
                                           competências avaliadas.
                                                                          Momentos de
 Área de                                                                                           Modalidade           Momento
                                                                       concretização /
intervenção            Prioridades              Estratégias                                      de avaliação        de avaliação
                                                                        intervenientes




                                                                                                                              80
                                                                   - Solicitar a
                                                              realização de                     Em momento a                                      De acordo
                                 1- Promover a                acções de formação           definir superiormente              De acordo       com parâmetros
                              formação, nas áreas             na área de                                                  com parâmetros      estabelecidos
                              científica e pedagógica,        “Planificar e                     Centro de                 estabelecidos       para cada tipo
                              dos elementos do grupo.         Avaliar por                  Formação                       para cada tipo de   de formação.
                                                              Competências”                                               formação.
                                                                   e
                                                                   “Novo Sistema
                                                              Contabilístico
                                                              Português”


                                                                   - Utilização da              1º período /                  Discussão           Final do ano
                                                              plataforma moodle            professores do grupo           em reunião de       lectivo.
                                                                                           disciplinar                    grupo                   Registo em
                                                                                                                                              acta
                                 2- Formar a
                              comunidade escolar no                - Promover a                                               Realização
                              âmbito das Ciências             realização de visita              2º período.               de debate em            Final do ano
                              Sociais e Humanas.              de estudo ao                                                aula e de fichas        Registo em
                                                              Centro de                         Professores da            formativas.         acta
                                                              Formalidades, em             área técnica dos
                                                              Matosinhos                   cursos de Assistente
                                                                                           Administrativo
                                                                   - Promover a
                                                              realização de visita
                                                              de estudo à
                                                              PETROGAL e
                                                              ÂMBAR


                                                                   - Outras visitas             A indicar                     Realização
              II - FORMAÇÃO




                                                              julgadas oportunas           oportunamente                  de debate em            Final do ano
                                                                                                                          aula e de fichas        Registo em
                                                                                                                          formativas          acta




2 .5. O B J E C T I V O S D O P L A N O D E A C T I V I D A D E S D O D E P A R T A M E N T O /Á R E A S D I S C I P L I N A R E S
           Evocar datas/eventos significativos, de modo a promover o debate/reflexão que possam propiciar;
           Promover o espírito crítico e a criatividade dos alunos;
                                                                                                                                                         81
        Incentivar uma utilização mais sistemática das novas tecnologias no processo de ensino/aprendizagem;
        Favorecer experiências pedagógicas interdisciplinares no âmbito das áreas integradas no Departamento;
        Favorecer experiências pedagógicas interdisciplinares com áreas disciplinares integrantes dos restantes Departamentos;
        Promover actividades que favoreçam a participação dos alunos, professores e encarregados de educação;
        Permitir uma maior aproximação entre a Escola e o Meio;
        Proporcionar contacto com entidades/personalidades exteriores à Escola, de modo a enriquecer a formação contínua dos
         docentes do Departamento;


1.4- Departamento de Línguas


       INTRODUÇÃO
       O Departamento de Línguas congrega as áreas disciplinares de Português (que, por sua vez, integra a disciplina de
Técnicas de Expressão e Comunicação), de Francês/Espanhol e de Inglês/Alemão.
       Estamos convictos daquilo que cremos ser comummente aceite e que é expresso por Carlos Reis no documento
Recomendações sobre o ensino do Português8: «…o idioma é factor determinante de aquisição de conhecimento, de
representação de conceitos e de comunicação de saberes...». Por outro lado, procuramos encontrar os denominadores comuns
que facilitarão uma efectiva partilha de conhecimento(s) e de estratégias que conduzam os nossos alunos a um efectivo
desenvolvimento das competências de comunicação, para além das linguísticas e discursivas, campo de trabalho específico e,
portanto, mais restrito de cada uma das disciplinas.
       Em todas estas áreas disciplinares e, de acordo com a filosofia subjacente aos actuais programas, defendemos o trabalho
cooperativo entre os vários docentes, nomeadamente no processo de elaboração de planificações por competências, na
definição, reflexão e análise de critérios de avaliação e de classificação, na concepção de materiais e na elaboração de
percursos de ensino e de aprendizagem que sejam motivadores para os discentes e os envolvam, também, na construção do
próprio conhecimento.




1. C O O R D E N A Ç Ã O
1.1. A C T I V I D A D E S D A C O O R D E N A Ç Ã O
        Reuniões de Área Disciplinar e de Departamento.
        Reuniões com os delegados de Francês/Espanhol e de Inglês/Alemão.
        Revisão dos Regimentos Internos do Departamento e da Área Disciplinar de Português.
        Participação no órgão de gestão onde o coordenador tem assento – Conselho Pedagógico.
        Relação entre a Área Disciplinar de Português e as restantes Áreas Disciplinares.
        Participação no processo de auto-avaliação da Escola, estando presente nas reuniões convocadas de coordenadores e
         delegados convocadas no âmbito desse processo e fazendo cumprir o que aí se delibera
        Recepção e arquivo de toda a correspondência e de outros documentos dirigidos ao Departamento.
        Inventariação do equipamento e dos espaços dos grupos disciplinares.


8   Conferência Internacional sobre o Ensino do Português (Lisboa, 7, 8 e 9 de Maio de 2007)
                                                                                                                              82
      Calendário das reuniões (proposta)
    CONSELHO PEDAGÓGICO                            REUNIÕES DE COORDENAÇÃO (COM
                                                                                                DEPARTAMENTO OU ÁREA DISCIPLINAR
    2007 / 2008                                OS DELEGADOS)

                                                                                                Mínimo de duas reuniões por período
    Reuniões mensais                               Reuniões mensais
                                                                                             lectivo (preferencialmente, terceira 4ª feira do
    (segunda 4ªfeira de cada mês)                  (maioritariamente à 6ªfeira)
                                                                                             mês)

    12 de Setembro de 2007                         14 de Setembro de 2007                       10 de Setembro de 2007(Depart.)

    19 de Setembro de 2007                         28 de Setembro de 2007                       20 de Setembro de 2007 (Área Disc.)

    10 de Outubro de 2007                          16 de Outubro de 2007                        3 de Outubro de 2007(Área Disc.)

    14 de Novembro de 2007                         16 de Novembro de 2007                       7 de Novembro de 2007 (Depart.)

    28 de Novembro de 2007                         7 de Dezembro de 2007                        21 de Novembro de 2007 (Área Disc.)

    9 de Janeiro de 2008                           11 de Janeiro de 2008                        16 de Janeiro de 2008

    13 de Fevereiro de 2008                        15 de Fevereiro de 2008                      20 de Fevereiro de 2008

    5 de Março de 2008                             7 de Março de 2008                           19 de Março de 2008

    9 de Abril de 2008                             11 de Abril de 2008                          16 de Abril de 2008

    14 de Maio de 2008                             16 de Maio de 2008                           21 de Maio de 2008

    11 e 26 de Junho de 2008
                                                   A estabelecer em função das prioridades que decorrerem das deliberações e
                                               pareceres do CP ou do CE
    9 de Julho de 2008




1.2. O B J E C T I V O S D O P L A N O D E A C T I V I D A D E S D A C O O R D E N A Ç Ã O
          Identificar os denominadores comuns às diferentes áreas do Departamento, de modo a potenciar o trabalho em
           equipa, optimizando saberes e recursos.
          Melhorar a comunicação entre pares (coordenador - delegado; delegado – professor; professor - professor ).
          Estimular a reflexão e a discussão nas diferentes áreas, dando eco dessa discussão em Conselho Pedagógico.
          Estimular os colegas a valorizar e, se necessário, a modificar a percepção que o aluno tem da escola.
          Melhorar as condições de trabalho dos professores das Áreas Disciplinares do Departamento.
          Estimular o uso das novas tecnologias.
          Responder, em tempo útil, às solicitações dos órgãos de gestão da escola.
          Organizar os dossiês de coordenação do Departamento e de Área Disciplinar de forma a serem de consulta fácil e útil.


2. O B J E C T I V O S D O P L A N O D E A C T I V I D A D E S D O D E P A R T A M E N T O

                                                                                                                                           83
               - EM RELAÇÃO AOS DOCENTES
                          Promover a melhoria da comunicação.
                          Criar um ambiente de trabalho propício à partilha de saberes e de experiências.
                          Tornar o trabalho em equipa uma realidade generalizada.
                          Contribuir para uma formação contínua e adequada às necessidades de todos.
               - EM RELAÇÃO AOS DISCE NTES
                          Contribuir para o desenvolvimento das competências de comunicação, estratégica e discursivas e linguísticas.
                          Desenvolver o espírito crítico, a criatividade e a autoconfiança.
                          Desenvolver actividades diversificadas que permitam estimular a vontade de aprender.
                          Explorar as novas tecnologias, indo ao encontro dos objectivos preconizados nos programas disciplinares.
                          Promover actividades onde participem alunos, professores e encarregados de educação.
                          Proporcionar a aproximação entre a escola e a Universidade.
                          Proporcionar experiências não passíveis de realização no âmbito da sala de aula.


               3.1- Área Disciplinar de Português



ÁREA DE                                                                                                                    MODALIDADE                    DE
                                                                                 MOMENTOS DE CONCRETIZ AÇÃO
INTERVEN-                        PRIORIDADES          ESTRATÉGIAS                                                       AVALIAÇÃO      /    MOMENTO      DE
                                                                              / INTERVENIENTES
ÇÃO                                                                                                                     AVALIAÇÃO


                                                            - Estabelecer
                                                      uma metodologia
                                                      de organização e
                                                      de apresentação                                                      Balanço a realizar em reunião
                                                                                 Início do ano lectivo, em reunião de
                                     1.               das planificações                                                 de Área Disciplinar no final de cada
                                                                              Área Disciplinar.
                                 Uniformizar          anuais           por                                              período lectivo com registo em acta.
                                 práticas lectivas    disciplina e por
                                 entre           os   ano               de
                                 docentes        da   escolaridade.
                                 mesma                      - Estabelecer
                                 disciplina e do      uma           prática                                                Registo         em    documento
                                                                                 Início do ano lectivo, em reunião de
                                 mesmo nível de       comum             de                                              existente para o efeito (registos das
                                                                              Área Disciplinar e em reuniões de
                                 ensino,              planificação      de                                              reuniões parcelares) e análise dos
                                                                              professores de cada nível.
 I – ENSINO-APRENDIZAGEM




                                 partilhando          cada         unidade                                              documentos produzidos
                                 saberes          e   didáctica.
                                 experiências.              - Estabelecer        Primeiro período, inicialmente, em
                                                                                                                           Registo         em    documento
                                                      uma           prática   encontro para formação na área de
                                                                                                                        existente para o efeito (registos das
                                                      comum             de    avaliação por competências e, ao longo
                                                                                                                        reuniões parcelares) e análise dos
                                                      construção        de    do ano lectivo, em reuniões juntando os
                                                                                                                        materiais produzidos.
                                                      instrumentos      de    professores de cada nível.
                                                                                                                                                84
                       avaliação.


                            - Estabelecer
                       / analisar grandes
                       competências em
                       grupo disciplinar,
                                                    Início do ano lectivo, em reunião de
                       e,
                                                Área Disciplinar e, no que diz respeito        Reflexão em reunião de Área
                       consequentement
                                                aos instrumentos de avaliação, no          Disciplinar no final de cada período
                       e,           produzir
                                                decurso do ano lectivo elaborar aquilo     lectivo com registo em acta.
                       critérios           e
                                                que se tornar necessário.
                       instrumentos       de
                       avaliação
                       adequados.


                            -      Partilhar
                       planificações      de
                       Unidade.


                            - Promover a
                       realização         de
                       encontros                    Reuniões regulares de professores
                                                                                               Discussão      no    âmbito   das
                       mensais            de    de cada nível (no mínimo, três por cada
                                                                                           reuniões parcelares com registo na
                       professores        do    período lectivo)
                                                                                           matriz existente para o efeito.
                       mesmo nível, de
                       modo a discutir a
                       planificação
                       planeada       e    a
                       preparar
                       instrumentos       de
                       avaliação.
     2.     Utilizar        - Promover a
metodologias           informação sobre             Ao longo do ano lectivo. Delegada de       Discussão em reunião de grupo
variadas         de    recursos                 Área Disciplinar / CRC / elementos do      no final de cada período lectivo com
ensino-                multimédia dispon        grupo.                                     registo em acta.
aprendizagem e         íveis.
de        avaliação         -        Utilizar
(integrando      as    meios multimédia                                                        Análise do processo em reunião
                                                    De acordo com planificação de cada
TIC),                  na leccionação de                                                   de grupo de professores de cada
                                                unidade.
direccionadas          acordo com os                                                       nível de escolaridade.
para              a    materiais

                                                                                                                    85
            participação         disponíveis.
            activa         dos
            alunos no seu             - Dinamizar a

            próprio processo     criação           de                                                     Análise do processo em reunião
                                                             De acordo com planificação de cada
            de                   materiais                                                            de grupo de professores de cada
                                                          unidade.
            aprendizagem,        multimédia        de                                                 nível e discussão em reunião de
                                                             Professores / formadores da Oficina
            de                   acordo          com                                                  Área Disciplinar no final de cada
                                                          Multimédia.
            aperfeiçoamento      necessidades de                                                      período lectivo com registo em acta.

            e de progressão.     cada nível.




ÁREA DE                                                                                                   MODALIDADE                     DE
                                                           MOMENTOS DE CONCRETIZ AÇÃO /
INTERVEN-   PRIORIDADES          ESTRATÉGIAS                                                          AVALIAÇÃO       /    MOMENTO       DE
                                                        INTERVENIENTES
ÇÃO                                                                                                   AVALIAÇÃO


                 3.
            Desenvolver nos
            docentes hábitos
                                      -     Análise                                                       Discussão em reunião de Área
            de         análise
                                 periódica       de                                                   Disciplinar no final de cada período
            conjunta        de
                                 resultados     por        Reuniões de Área Disciplinar.              lectivo com emissão de parecer a
            práticas
                                 turma      e   por                                                   apresentar          em        Conselho
            pedagógico-
                                 nível.                                                               Pedagógico.
            didácticas e de
            resultados     dos
            alunos.
                                      -     Realizar
                                 planificação de
                                                                                                          Discussão em reunião de Área
                                 unidades                  Ao longo de cada período lectivo,
                                                                                                      Disciplinar no final de cada período
                                 didácticas             partilha em reuniões regulares (reuniões
                 4.                                                                                   lectivo.
                                 referenciada a         parcelares) por cada nível de escolaridade.
            Uniformizar                                                                                   Registo em acta.
                                 competências a
            modos           de
                                 desenvolver.
            actuação/comuni
                                      -
            cação         numa
                                 Reformular
            pedagogia      por
                                 registos        de                                                       Discussão em reunião de Área
            competências.
                                 informação                Início do ano lectivo, em reunião de       Disciplinar; análise das propostas
                                 destinados aos         Área Disciplinar e de Departamento.           apresentadas.
                                 Encarregados
                                 de       Educação,
                                 adequando-os

                                                                                                                               86
                                              às
                                              competências
                                              avaliadas.
                                                   -
                                              Sistematizar      o
                                              uso de grelhas
                                              de       correcção
                                              em       que     se
                                              explicitem       as
                                              competências                                                        Reflexão em reunião de Área
                                                                        Ao longo do ano lectivo.
                                              avaliadas,                                                      Disciplinar    e     análise     dos
                                                                        Todos os professores.
                                              alargando         a                                             documentos produzidos.
                                              experiência
                                              obtida           no
                                              decurso          da
                                              realização       de
                                              provas           de
                                              aferição interna.

                       1.                 - Criar espaço na
                  Diversificar e      plataforma             moodle
                  tornar     mais     para                   colocar
                  rápida          a   documentos referentes
                                                                           Início do ano lectivo;                 Discussão em reunião de Área
                  comunicação         à   Área          Disciplinar,
                                                                           Delegada e outros professores da   Disciplinar, no final de cada período
                  entre          os   criar        um        blogue,
                                                                       Área Disciplinar.                      lectivo, com registo em acta.
                  elementos do        promovendo a partilha
                  grupo               de informação e de
                  disciplinar.        formação.


                       2.
                  Realizar uma
                  comunicação             - Criar documento
                  mais      eficaz    próprio de informação
                  entre          os   sobre o desempenho                                                          Discussão em reunião de Área
                                                                           Início do ano lectivo;
                  professores         dos alunos , de acordo                                                  Disciplinar.
                                                                           Delegada e outros professores da
                  da         Área     com as competências                                                         Apresentação nas reuniões com
                                                                       Área Disciplinar
                  Disciplinar e       avaliadas, dirigido aos                                                 Encarregados de Educação.
II- COMUNICAÇÃO




                  os                  Encarregados               de
                  Encarregado         Educação
                  s              de
                  Educação.

                                                                                                                                     87
  ÁREA DE                                                                                                       MODALIDADE                DE
                      PRIOR                                             MOMENTOS DE CONCRETIZ AÇÃO
  INTERVEN-                           ESTRATÉGIAS                                                            AVALIAÇÃO      /   MOMENTO   DE
                IDADES                                              / INTERVENIENTES
  ÇÃO                                                                                                        AVALIAÇÃO




                                         -   Dinamizar          a
                                   realização de acções
                                   de formação relativas
                                   ao tema “Avaliar por
                                   competências”.
                                         -     Propor           a
                                   realização de formação
                                                                        Centro de Formação.
                                   na área das TIC                                                              De acordo com parâmetros
                      1-                                                Delegada e outros docentes da Área
                                         -   Promover           a                                            estabelecidos para cada tipo de
                Promover a                                          Disciplinar de Português
                                   realização de acções                                                      acção de formação.
                formação,
                                   de formação de acordo
                nas        áreas
                                   com os interesses da
                científica e
                                   Área            Disciplinar,
                pedagógica,
                                   nomeadamente                na
                dos
                                   área       da            TLEBS
                elementos
                                   (actualmente               em
                do grupo.
                                   processo de revisão).
                                         - Divulgar todos os
                                   eventos das entidades
                                   que       promovem           a
                                                                        Durante todo o ano lectivo.             Apresentação e discussão em
                                   formação na área das
                                                                        Delegada e professores da Área       reunião de grupo com registo em
III- FORMAÇÃO




                                   disciplinas                 de
                                                                    Disciplinar.                             acta.
                                   Português            e      de
                                   Técnicas de Expressão
                                   e Comunicação.
                                         - Sensibilizar para
                      2-           a transversalidade do
                Formar        a    Português.
                comunidade               - Utilizar o espaço            Ao longo do ano lectivo.
                                                                                                                Reflexão em reunião de grupo
                escolar no         da plataforma moodle                 Professores da Área Disciplinar.
                                                                                                             com registo em acta.
III- FORMAÇÃO




                âmbito       do    destinado        à        Área       Conselhos de Turma.
                Português          Disciplinar.
                                         - Divulgar alguns
                                   dos            documentos

                                                                                                                                    88
                                                                              produzidos no âmbito
                                                                              da Área Disciplinar.




ÁREA DE                                                                                                                                                       MODALIDADE                         DE
                PRIORI                                                                                        MOMENTOS DE CONCRETIZAÇÃO /
INTER-                                                                        ESTRATÉGIAS                                                                 AVALIAÇÃO         /     MOMENTO        DE
                DADES                                                                                     INTERVENIENTES
VENÇÃO                                                                                                                                                    AVALIAÇÃO


                                                                              Visita ao Museu dos
                                                                          Transportes                 e
                                                                                                              1º ou 2º período.
                                                                          Comunicações:
                                                                                                              Alunos    de    8º      ano   de   Língua
                                                                              -     participação     na
                                                                                                          Portuguesa.
                                                                          Oficina     de   Rádio      e
                                                                          Televisão
                                                                                                              Final do 2º período ou início do 3º
                                                                              Visita de estudo a
                                                                                                          período.
                                                                          Mafra
                                                                                                              Alunos de Português do 12º ano.
                                                                              Visita de estudo a
                                                                                                              Início do 3º período.                           Relatórios,        textos    de
                                                                          Tormes no âmbito da
                                                                                                              Alunos do 11º ano.                          reflexão,    exposições orais,
                                                                          leccionação de A Cidade
                                                                                                                                                          resposta     a        questionários,
                                                                          e as Serras.
                                                                                                                                                          apresentações diversas.
                                                                              Participação         numa
                                                                                                              2ºPeríodo.                                      Apresentação                 dos
                                                                          ida ao teatro para assistir
                                                                                                              Alunos do 8º ano.                           resultados        em        reunião
                                                                          à representação de Falar
                 2- Formar a comunidade escolar no âmbito do Português.




                                                                                                                                                          parcelar ou de Área Disciplinar
                                                                          Verdade a Mentir
                                                                                                                                                          e registo escrito
                                                                              Participação         numa
                                                                          ida ao teatro para assistir         2ºPeríodo.
                                                                          à       representação      de       Alunos do 12º ano.
                                                                          Felizmente Há Luar!
                                                                              Actividades do Plano
                                                                                                              2º Período.
                                                                          Nacional de Leitura a
                                                                                                              Alunos do 3º Ciclo / Professores do 3º
                                                                          definir com a Biblioteca
                                                                                                          Ciclo / Biblioteca Escolar.
III- FORMAÇÃO




                                                                          Escolar
                                                                                                              2º Período.
                                                                              Visita de estudo ao
                                                                                                              Alunos de Técnicas de Expressão e
                                                                          Museu da Marioneta
                                                                                                          Comunicação do 11º ano.

ÁREA DE                                                                                                                                                       MODALIDADE                         DE
                PRIORI                                                                                        MOMENTOS DE CONCRETIZ AÇÃO /
INTERVEN                                                                      ESTRATÉGIAS                                                                 AVALIAÇÃO         /     MOMENTO        DE
                DADES                                                                                     INTERVENIENTES
ÇÃO                                                                                                                                                       AVALIAÇÃO



                                                                                                                                                                                      89
                                                                                                                    2º Período.                                          - Relatórios, textos de
                                                                                        Visita de estudo ao
                                                                                                                    Alunos de Técnicas de Expressão e              reflexão,     exposições orais,


                          2- Formar a comunidade escolar no âmbito do
                                                                                    Museu de Arte Popular
                                                                                                                 Comunicação do 11º ano.                           resposta a questionários e
                                                                                                                                                                   apresentações diversas.
                                                                                                                    Final do 1º Período.
                                                                                        Visita de estudo a                                                               - Apresentação dos resultados
                                                                                                                    Alunos de Técnicas de Expressão e
                                                                                    uma Escola de Música                                                           em reunião parcelar ou de Área
                                                                                                                 Comunicação dos 11º e 12º anos.
                                                                                                                                                                   Disciplinar e registo escrito.
III- FORMAÇÃO




                                                                                        Participação no “1º         2º e 3º Períodos (2 de Janeiro a 30 de
                                                                                    Concurso         Literário   Junho).                                                 Quantidade e qualidade dos
                                                                        Português




                                                                                    Infanto-Juvenil El Corte        Alunos       de   todos   os   anos     de     trabalhos apresentados a concurso.
                                                                                    Inglês”                      escolaridade.
                                                                                                                                                                         Correcção das provas aplicando
                                                                                                                    2º Período.
                                                                                        Provas de aferição                                                         os critérios previamente definidos.
                                                                                                                    Alunos de 9ºano.
                                                                                    interna no 9º ano.                                                             Envio dos resultados para o C. P.
                                                                                                                    Conselho Pedagógico.
                                                                                                                                                                   depois      de     análise    em   Área
                                                                                                                     Professores de Língua Portuguesa.
                                                                                                                                                                   Disciplinar




3.2 Área Disciplinar de Inglês e Alemão
                Objectivos
                    Uniformizar práticas lectivas entre os docentes da mesma disciplina e do mesmo nível de ensino, partilhando saberes
e experiências.
                    Utilizar metodologias variadas de ensino-aprendizagem, direccionadas para a participação activa dos alunos no seu
próprio processo de aprendizagem, de aperfeiçoamento e progressão.
                    Desenvolver nos alunos as competências essenciais das disciplinas de Inglês e Alemão bem como competências
sócio-culturais e de aprendizagem.
                    Contribuir para a melhoria dos resultados dos alunos.
                    Aumentar nos alunos a motivação para as disciplinas de Inglês e Alemão.


Relação dos objectivos com o Projecto Educativo de Escola
                O plano visa alcançar as grandes metas e finalidades do projecto educativo contribuindo para que a escola se torne cada
vez mais um lugar de formação completa dos alunos, um lugar de encontros e partilha de saberes e de vivências, bem como
um lugar de orientação e preparação para o mundo do trabalho.
                Actividades                                                                                             Recursos                   Calendarização                Avaliação
                Melhorar a coordenação de actividades através                                                                                      A      partir    do           Uma vez por
de uma comunicação mais efectiva entre os                                                                               Professores            primeiro período             período             em
docentes.                                                                                                           envolvidos: todos os                                    Conselho de Área
                1. Criação de um blogue para a área disciplinar                                                     professores da Área                                     Disciplinar

                                                                                                                                                                                                90
de Inglês e Alemão dinamizado pela delegada.               Disciplinar
       Inserção nesse blogue de toda a informação que
vá surgindo e que seja de interesse para a Área                Recursos
disciplinar.                                               materiais:
       Utilização dos comentários do blogue para               Blogue
coordenação de planificação por parte dos docentes             Plataforma Moodle
que leccionem o mesmo nível e para partilha de
saberes e experiências.


    2. Criação na plataforma Moodle de um espaço
para a Área disciplinar de Inglês e Alemão
       Possível utilização do fórum para coordenação,
bem como para partilha de saberes e experiências.
       Utilização da plataforma para partilha de
materiais.
    Utilização de materiais inseridos na plataforma                                   A     partir    do       Uma vez por
Moodle na aprendizagem, aperfeiçoamento e                      Professores         primeiro período        período       em
progressão dos alunos.                                     envolvidos: todos os                            Conselho de Área
                                                           professores da Área                             Disciplinar
    1. Apresentação a todos os professores dos             Disciplinar
materiais produzidos na Oficina Multimédia (ano lectivo
2006/2007) já inseridos na plataforma Moodle.                  Recursos
    2. Produção de novos materiais adequados às            materiais:
necessidades das turmas.                                       Plataforma Moodle
    3. Inserção desses novos materiais na plataforma.          Materiais
    4. Trabalho com os alunos motivando-os para uma        produzidos na Oficina
utilização regular e autónoma desses materiais, de         Multimédia
modo     a     consolidarem   e   progredirem   na   sua
aprendizagem.




                                                                                                                         91
   Projecto LTE - Learning and Teaching Efficiently            Professores                  Anos        lectivos        As
   Descrição:                                              envolvidos: Ana Sousa         2007/2008            e    professoras e os
   Através do contacto estabelecido pela Universidade      e Raquel Magalhães            2008/2009, durante        alunos envolvidos
Católica do Porto, a escola participará no estudo, a ter       Recursos                  as aulas das duas         preencherão
lugar até 2009, em 16 países europeus, visando a           materiais:                    professoras               inquéritos       que
redução do stress no ensino/aprendizagem do Inglês             Fotocópias para os        envolvidas          no    lhes            serão
como língua estrangeira.                                   alunos                        projecto                  fornecidos       para
   Com base no Script, enviado pelos mentores do               Internet                                            avaliação         do
projecto, as duas professoras envolvidas, planificarão         Sala                de                              projecto.
as suas aulas, desenvolvendo as competências               computadores                                                 Posteriorment
essenciais através das diferentes estratégias sugeridas        Televisão e vídeo                                   e,              darão
no documento de trabalho.                                      Leitor de CD                                        conhecimento       à
                                                               CDs específicos                                     escola           dos
                                                               Folhas A3                                           resultados através
                                                               Projector                                           de uma acção de
                                                           multimédia                                              formação         para
                                                               Quadro Interactivo                                  todos             os
                                                               Retroprojector                                      professores       de
                                                               Auditório          (por                             línguas
                                                           causa do espaço que                                     estrangeiras.
                                                           algumas        estratégias
                                                           requerem)
   Ida ao teatro                                               Professores                  No dia 4         de         Em reunião de
   Peça: “Not one of us” representada pela ETC -           envolvidos: todos os          Abril de 2008 das         Área      Disciplinar
English Theatre Company.                                   professores da Área           9.00 às 10.00 (data       no 3º período
   Descrição:                                              Disciplinar                   e hora ainda em
   O ETC é uma companhia de teatro inglesa que                                           fase                de
oferece peças adequadas ao nível etário e linguístico          Recursos                  confirmação)
dos alunos. Os actores são native speakers, treinados a    materiais:
adaptar as peças às reacções da audiência. As peças            Salão              dos
são interactivas e criadas de modo a envolver a            Bombeiros               de
audiência emocionalmente, fisicamente e verbalmente.       Valadares
São muito divertidas e geralmente do agrado dos            (possibilidade         que
alunos, contribuindo assim para aumentar a sua             necessita      ainda    de
motivação em relação à disciplina de Inglês. Esta          confirmação)
companhia tem a possibilidade de se deslocar às
escolas ou a outro lugar onde a peça possa ser                 Cada aluno pagará
representada.                                              um bilhete de 2 Euros


   Atelier de Música Alemã                                     Professores                  Uma vez por                 Em reunião de

                                                                                                                                     92
    (Karaoke em Alemão)                                     envolvidos:                semana            (60m),   Área   Disciplinar,
                                                                Ana Sousa              depois das 15.H30          no 3º Período
    Descrição:                                                  Recursos                    Possibilidade de
    O público alvo é um grupo de alunos (máximo 20)         materiais:                 abrir duas turmas.
do 9º B e 10º C / F.                                            Sala de aula
    A actividade “Karaoke” poderá ser dirigida para             Fotocópias                  A   participação
todos os alunos do 9º e 10º anos da escola.                     Leitor de CD           no              Karaoke,
                                                                Televisão e Leitor     organizado          pelo
    Os alunos envolvidos contactarão com a cultura          de CD                      departamento         de
alemã através de diferentes tipos de música dos países          Aparelhagem            Letras               da
de expressão alemã.                                         técnica        para   os   Universidade         do
    No início, será facultado aos alunos um curso           ensaios do Karaoke         Minho, terá lugar no
básico de aprendizagem da língua alemã para que                                        fim do 2º período ou
possam participar no Concurso: Karaoke em Alemão, a                                    início do 3º.
ter lugar na Universidade do Minho.


2. PLANO DE ACTIVIDADES da COORDENAção DE DIRECTORES de Turma


    Actividade - Reunião com o Coordenador cessante.
    - Obter, do coordenador cessante,
     dossiês de coordenação;
     legislação pertinente;
     informação sobre dificuldades inerentes ao cargo;
     esclarecimento sobre instalações e materiais.
    Interlocutores                           Materiais
    Coordenador cessante                     Dossiês de anos anteriores.
    Calendarização
    Início do ano lectivo anterior no início de funções.


    Actividade - Reunião com o Presidente do Conselho Executivo.
    - Definição do plano anual de actividade.
    - Definição de procedimentos: presidência de reuniões; periodicidade de reuniões; designação de secretários; orgânica de
reuniões; preparação de reuniões; formas de comunicação.
    Interlocutores                           Materiais
    Presidente         do   Conselho         Dossiê de coordenação.
Executivo.
    Calendarização
    Início de Setembro.


    Actividade - Reunião com o Chefe dos Serviços Administrativos.

                                                                                                                                  93
   - Esclarecimentos sobre: acção dos gestores e sua relação com os DT.; programa informático; formas de comunicação.
   Interlocutores                           Materiais
   Chefe           dos         Serviços     Dossiê de coordenação.
Administrativos.
   Calendarização
   Início de Setembro.


   Actividade - Reunião com SPO.
   - Discussão de pontos de colaboração (acompanhamento dos alunos; orientação vocacional, exames nacionais e
prosseguimento de estudos no ensino superior e politécnico – propostas de acções a desenvolver).
   - Horário dos SPO.
   Interlocutores
   Psicólogo. Assistente Social.
   Calendarização
   Início de Setembro.


   Actividade - Reunião com responsável do Ensino Especial.
   - Informações sobre casos de alunos abrangidos pelo ensino especial.
   Interlocutores
   Professor responsável pelo Ensino Especial
   Calendarização
   Início de Setembro.


   Actividade - Recolha de informação.
   - Leituras:
    Regulamento Interno;
    PEE (valores; objectivos a atingir);
    legislação em vigor (Estatuto do Aluno do Ensino Não Superior; Reorganização Curricular
     do Ensino Básico, Decreto-lei 6/2001; Despacho Normativo nº 550; Código de Procedimento
     Administrativo);
    processo e objectivos de PCT;
    síntese dos relatórios de equipas docentes do ano lectivo anterior.
   - Consulta do dossiê de Coordenação do PCT.
   - Início da organização do Dossiê de Coordenação.
   Calendarização
   Setembro


   Actividade - 1ª reunião de Conselho de D.T.
   Antes da reunião
   - Avaliar o Regimento Interno em vigor.
                                                                                                                        94
   - Marcar as reuniões com Encarregados de Educação das várias turmas.
   - Convocar a 1ª reunião de Conselho de D.T.


   Durante a reunião
   - Aprovar o novo Regimento Interno, caso necessário.
   - Dar a conhecer o Guia de Procedimentos e o Plano de Actividades do Director de Turma.
   - Dar a conhecer o Guia de Procedimentos e o Plano de Actividades do Conselho de Turma.
   - Propor actividades para o Plano Anual de Actividades (calendarização de reuniões ordinárias do Conselho de D.T.;
propostas de formação, etc.).
   - Dar a conhecer o dossiê de Coordenação e outros dossiês de arquivo de materiais.
   - Dar a conhecer a actividade dos SPO.
   - Apresentar as tarefas a cumprir:
    análise dos planos de estudos;
    análise da situação de cada aluno;
    regime de faltas;
    avaliação;
    preparação do início do ano lectivo (reunião com alunos, pais e Encarregados de
     Educação; eleição do representante dos E.E..; eleição dos delegados de turma);
    actas de eleição e de reunião;
    preparação de reunião de discussão de PCT.;
    preparação do dossiê individual do aluno (ensino básico).
   - Discussão de necessidades de formação.


   Após a reunião
   - Dar a conhecer, aos órgãos de gestão e pedagógicos, os pareceres e decisões tomadas na reunião de Conselho de D.T.,
assim como as necessidades de formação detectadas.
   - Dar a conhecer o mapa de reuniões com E.E., com pelo menos 48 horas de antecedência relativamente à sua
efectuação, divulgando essa calendarização junto da recepcionista e na portaria.




   Interlocutores           Materiais                                                             Legislação/Normativos
   Directores       de      Guia de Procedimentos do D.T.                                         PEE.
Turma.                      Guia de Procedimentos do Conselho de Turma.                           R.I.,    nomeadamente,
   Psicólogo.               Plano de Actividades do D.T.                                      artº 28º;32º; 33º; 44º e 45º.
   Professor        do      Plano de Actividades do Conselho de Turma.                            Decreto-lei nº74.
Ensino Especial.            Dossiê de Coordenação.                                                Estatuto do aluno do
                            Dossiê de direcção de cada uma das turmas.                        Ensino Não Superior.
                            Ficha de recolha de dados de caracterização socio-económica dos       Despachos normativos
                         alunos.                                                              nº 550-A, C, D/2004.
                            Folha de presenças.

                                                                                                                              95
                              Legislação.
                              Listagem de procedimentos para ano lectivo.
                              Guiões de reuniões com alunos e E.E. Acta/Registo de reunião
                         com E.E.
                              Acta/Registo de eleição de delegados.
                              Calendário anual de actividades.
   Calendarização
   Início de Setembro.


   Actividade - Acompanhamento dos D.T. e organização de Dossiê de Coordenação.
   - Inquirir sobre os PCT.
   - Aconselhar sobre a prossecução dos PCT.
   - Verificar a existência dos PCT.
   - Inquirir sobre a comunicação com Pais e E.E.
   - Inquirir sobre comunicação com professores das respectivas turmas.
   - Informar sobre novos normativos e legislação.
   - Acompanhar a resolução de problemas relacionados com aspectos administrativos e pedagógicos.
   - Discutir com Órgãos de Gestão Administrativa e Pedagógica problemas relacionados com a actividade dos DT.
   - Monitorizar aspectos relacionais.
   - Continuar a organização do dossier de Coordenação.
   - Registar em livro próprio os sumários (datados e assinados), referentes à actividade de Coordenação, nos dias para isso
destinados e assinalados no horário do Coordenador.
   Interlocutores
   Directores de Turma. Gestores dos Serviços Administrativos.Conselho Executivo.
   Calendarização
   Ao longo do ano lectivo.




   Actividade - Preparação de reuniões intercalares.
   -Análise do Plano de Actividades do CT.
   - Análise e reformulação dos PCT.
   - Pedido de relatórios relativos às actividades desenvolvidas em Formação Cívica, Estudo Acompanhado, Área de Projecto
e Apoio Pedagógico.
   - Reflexão sobre dificuldades sentidas pelos D.T.
   - Reflexão sobre as primeiras reuniões de Conselho de Turma.
   - Análise de registos de avaliação para o Ensino Básico e Secundário.
   - Análise do guião e plano de trabalho da reunião.
   Interlocutores                           Materiais

                                                                                                                           96
   Presidente        do    Conselho       Materiais a preparar:
Executivo.                                - Guia de procedimentos;
   Conselho Pedagógico.
   Chefe           de       Serviços
Administrativos.
   Calendarização
   * Até oito dias antes do período destinado às reuniões intercalares, aprovado em Conselho Pedagógico.


   Actividade - Reunião de Conselho de D.T. – Preparação das reuniões intercalares.
   - Promover a realização de caracterização geral da turma.
   - Promover a discussão de casos particulares (aproveitamento, comportamento) no que se refere a resultados individuais e
em certas disciplinas, propondo-se medidas de remediação.
   - Sensibilizar para adequar os PCT ao PCE.
   - Informar sobre a existência de processos relacionados com a aplicação de programas específicos integrados em
medidas de apoio educativo ou planos de recuperação e de acompanhamento, que resultam da actividade dos vários
departamentos curriculares ou de conselhos de área disciplinar.
   Após as reuniões intercalares.
   -Fazer o levantamento dos PCT existentes e dar conhecimento aos órgãos de gestão.
   Interlocutores
   Directores de Turma.
   Calendarização
   * Até oito dias antes do período destinado às reuniões intercalares, aprovado em Conselho Pedagógico.


   Actividades - Reunião com o Presidente do Conselho Executivo.
                   - Reunião com o Chefe dos Serviços Administrativos.
   - Recolha de informação a fornecer aos D.T.
   - Discussão de condições a fornecer aos D.T.
   - Determinação do período em que se realizarão reuniões com E.E.
   - Recolha de cópias de documentos a preencher em Conselho de Turma.
   Interlocutores
   Presidente do Conselho Executivo.Chefe dos Serviços Administrativos
   Calendarização
   Até duas semanas anteriores ao encerramento do respectivo período lectivo.




   Actividade - Preparação da reunião de Conselho de D.T. – 1º e 2º momentos de avaliação.
   - Convocatória para reunião Conselho D.T.
   - Marcação de reuniões com Pais e E.E. no início do 2º e 3º períodos.
   - Preparação de aviso sobre pedido de relatórios das actividades desenvolvidas em Formação Cívica, Estudo
Acompanhado, Área de Projecto, Apoio Pedagógico e Tutorias.

                                                                                                                          97
   - Recolha da listagem de secretários e da calendarização das reuniões.
   - Realização de convocatórias de delegados de turma e de representantes dos E.E.
   - Realização de convocatória dos E.E.
   - Cálculo de aulas previstas e dadas (P.D.).
   - Realização de relatório sobre actividades inerentes aos PCT.
   - Reflexão sobre principais dificuldades encontradas pelos D.T.
   Materiais
   Materiais a preparar:
   - tabela de registo de P.D.;
   - convocatórias de E.E. para reunião no início do período lectivo seguinte;
   - justificação de faltas para E.E. que se ausentem do emprego;
   - cópias de documentos a preencher na reunião;
   - normativo de realização de actas/registo de reunião;
   - calendário das reuniões com E.E.;
   - acta/registo de reunião anterior.
   Calendarização
   Até duas semanas antes do final do período lectivo.


   Actividade - Reunião de Conselho de D.T. – 1º e 2º momentos de avaliação.
   Durante a reunião.
   - Dar a conhecer informações provenientes dos Serviços Administrativos, Conselho Executivo e Conselho Pedagógico.
   - Sensibilizar para a leitura de legislação referente ao processo de avaliação.
   - Avaliar o processo referente aos PCT.
   - Dar recomendações sobre o processo de condução dos PCT.
   - Dar a conhecer procedimentos administrativos a cumprir antes da reunião:
        convocatória de E.E.;
        actualização de livros de ponto;
        registos de faltas, transferências e anulações.
   - Incentivar a produção de documento comprovativo dos contactos estabelecidos com E.E.
   - Incentivar a produção de caracterização da turma com base em contactos com E.E., alunos e professores.
   - Incentivar a preparação da participação dos Delegados e dos Representantes dos E.E. durante a reunião.
   - Promover a recolha de relatórios referentes a apoios atribuídos, tutorias e outras formas de acompanhamento.
   - Sublinhar aspectos relacionados com a realização de actas/registos da reunião.
   - Promover o empenho na discussão de problemas, sua análise e propostas de remediação.
   - Dinamizar a análise dos relatórios de Estudo Acompanhado, Formação Cívica e Área de Projecto.
   - Promover a definição conjunta das actividades a desenvolver em Estudo Acompanhado, Formação Cívica e Área de
Projecto.
   - Elaborar planos de recuperação.


   Após a reunião.

                                                                                                                       98
   - Publicitar o calendário das reuniões com Pais e E.E. (afixação na entrada dos pavilhões; informação dada na recepção
da Escola e no Conselho Executivo).
   - Dar a conhecer, aos órgãos de gestão e pedagógicos, os pareceres e decisões tomadas na reunião de Conselho de D.T.,
assim como necessidades de formação detectadas.
   - Dar a conhecer o mapa de reuniões com E.E., com pelo menos 48 horas de antecedência relativamente à sua
efectuação, divulgando essa calendarização junto da recepcionista e na portaria da escola.
   Interlocutores                            Materiais                                       Legislação/Normativos
   Directores de Turma.                      Tabela de registo de P.D.s.                     Estatuto do Aluno do Ensino Não
                                             Convocatórias de E.E para reunião no     Superior.
                                         início do período lectivo seguinte.                 Despacho Normativo Nº 5
                                             Justificação de faltas para E.E que se
                                         ausentem do emprego.
                                             Cópias de documentos a preencher na
                                         reunião (pautas, registos biográficos,
                                         registos de avaliação).
                                             Normativo de realização de
                                         actas/registos de reunião
   Calendarização
   Até oito dias antes do final do período lectivo.


   Actividade - Preparação da reunião de Conselho de D.T. – 3º momento de avaliação sumativa.
   - Convocatória para reunião de Conselho de D.T.
   - Marcação de reuniões com Pais e E.E. no final do período.
   - Preparação de folha de registo de alunos propostos para o Quadro de Valor e para o Quadro de Excelência.
   - Preparação de guião orientador da realização de actas/registos de reunião.
   - Cálculo de P.Ds.
   - Realização de relatório sobre actividade inerente aos PCT.
   - Reflexão sobre principais dificuldades encontradas pelos D.T.
   - Reflexão sobre registo de actividades dos Directores de Turma.
   Materiais
   Materiais a preparar:
   - tabela de registo de P.Ds;
   - guião orientador do relatório crítico de actividades;
   - cópias de documentos a preencher na reunião(pautas; registos biográficos; termos);
   - normativo de realização de actas/registos de reuniões.
   - acta/registo de reunião anterior.
   Calendarização
   Até duas semanas antes do final do período lectivo.


   Actividade - Reunião de Conselho de D.T. – 3º momentos de avaliação

                                                                                                                               99
   - Dar a conhecer informações provenientes dos Serviços Administrativos, Conselho Executivo e Conselho Pedagógico,
nomeadamente no que se refere a processos de matrícula e exames nacionais.
   - Avaliar o processo referente aos PCT.
   - Dar a conhecer procedimentos administrativos a cumprir antes da reunião:
          actualização de livros de ponto;
          registos de faltas e anulações.
   - Incentivar a produção de documento referente a contactos com E.E.
   - Incentivar a produção de documento final referente à caracterização da turma no que respeitou a atitudes e
comportamentos manifestados assim como ao aproveitamento conseguido.
   - Promover a recolha de relatórios referentes a apoios atribuídos, tutorias e outras formas de acompanhamento.
   - Orientar processos, nomeadamente no que se refere a situações de segunda retenção.
   - Dinamizar a realização de balanços das actividades realizadas em Estudo Acompanhado, Formação Cívica e Área de
Projecto.
   - Sublinhar aspectos relacionados com a realização de actas/registos.
   - Promover o empenho na discussão de problemas e na apresentação de propostas de remediação.
   - Orientar os D.T. de maneira a que dinamizem Conselhos de Turma capazes de propor processos de organização de
turmas para o ano lectivo seguinte.
   Interlocutores              Materiais                                        Legislação/Normativos
   Directores        de    Guia de relatório crítico de actividades.            Estatuto do Aluno do Ensino Não Superior.
Turma.                     Tabela de registo de P.Ds.                           Despacho Normativo Nº 5
                           Cópias de documentos a preencher na reunião
                           (pautas, registos biográficos, registos de
                           avaliação; termos).
                           Normativo de realização de actas/registos de
                           reunião.
   Calendarização
   Até oito dias antes do final do período lectivo.




   Actividade - Elaboração de relatório crítico de actividade.


   - Registar em relatório:
    descrição de actividade (reuniões, relação com Órgãos de Gestão Administrativa e
      Pedagógica; etc.).
    descrição de relação com Directores de Turma (apoios prestados, dificuldades
     encontradas, medidas de remediação de problemas).
    discussão crítica da actividade, apontando pontos fracos, pontos fortes e propostas de
     melhoria.
   Interlocutores                             Materiais                         Legislação/Normativos

                                                                                                                        100
                                            Dossiê de Coordenação.                Dec. Regulamentar nº10/99
   Calendarização
   Até dia 30 de Junho desse ano lectivo.


   Actividade - Apresentação do relatório crítico de actividade.
   Reunião com Conselho Executivo: apresentação da actividade; exposição de dificuldades e propostas de melhoria.
   Interlocutores                           Materiais                             Legislação/Normativos
   Conselho Executivo                       Relatório crítico.
   Calendarização
   Dia 30 de Junho desse ano lectivo.


   Actividade - Acompanhamento do processo de matrículas e de formação de turmas.
   - Organizar os anexos de matrícula necessários à formação de turmas.
   - Reunir com os Serviços Administrativos e executar simulações de matrícula suficientes com os modelos em vigor, de
maneira a inteirar-se de possíveis dificuldades na sua interpretação.
   - Organizar o material necessário às matrículas por ano ou por turma.
   - Reunir com o Órgão de Gestão e o Chefe dos Serviços Administrativos, de modo a calendarizar o processo de matrícula
e a estabelecer procedimentos.
   - Publicitar pela escola o processo de organização das matrículas.
   - Reunir com os Directores de Turma, orientando-os sobre o processo de matrículas.
   - Acompanhar os momentos de matrícula dos Ciclos de ensino que coordena.
   - Analisar dados relativos à formação de turmas do ano lectivo seguinte, organizando-os e sujeitando-os à apreciação do
órgão de gestão.
   - Ajudar a organizar o processo de formação de turmas.
   Interlocutores                           Materiais                             Legislação/Normativos
   Órgão de Gestão.                         Anexos de matrícula.
   Serviços Administrativos.                Lista de requisitos necessários
   Chefe           dos     Serviços     à matrícula.
Administrativos.                            Pautas de 3º período.
   Directores de Turma.                     Listas de alunos.
   Calendarização
   Durante o mês de Julho


   Actividade - Organização de dados a fornecer ao coordenador da equipa de auto-avaliação da escola.
   - Recolher e organizar dados estatísticos relativos às turmas e anos dos respectivos ciclos no que se refere ao sucesso e
qualidade do sucesso dos alunos.
   - Entregar o relatório ao coordenador da equipa de auto-avaliação da escola.
   Interlocutores                           Materiais                             Legislação/Normativos
   Órgão de gestão.                         Pautas de final de 3º período.
   Serviços Administrativos.

                                                                                                                         101
   Coordenador da equipa de
auto-avaliação da escola
   Calendarização
   Durante o mês de Julho.


3. Planos de recuperação de aprendizagens não realizadas
   Os planos de recuperação das aprendizagens não realizadas são da responsabilidade das Equipas Pedagógicas e dos
Conselhos de Turma, decorrendo do processo de ensino aprendizagem e da implementação do PCT.


4. Planos de reforço das aprendizagens
   Os planos de reforço das aprendizagens têm como público-alvo as turmas do 9.º ano e são da responsabilidade dos
Conselhos de Turma.


5. Planos de valorização de aprendizagens realizadas
   Os planos de valorização das aprendizagens realizadas são da responsabilidade das Equipas Pedagógicas e dos
Conselhos de Turma, decorrendo do processo de ensino aprendizagem e da implementação do PCT, encontram expressão de
aplicação no ATE.


6. Plano de Intervenção para Currículo Escolar Próprio e Alternativo dos Alunos com NEE
 As competências que continuam a ser desenvolvidas nas áreas específicas de aprendizagem são:
 - Autonomia de desenvolvimento pessoal e social;
 - Implementar ritmos de aprendizagem
 - Desenvolver o nível de raciocínio e percepção visual e espacial;
 - Desenvolver e enriquecer a expressão oral, escrita e vocabulário;
 - Melhorar a coordenação motora, espaço - temporal;


  Reforço de Aprendizagem;
 - Organização de um Plano de Estudo que contemplará hábitos e métodos de estudo;
 - Regulação de metas e estratégias de interacção com o outro;


 - Correcção de posturas corporais;
 - Reforço de auto-conceito e auto-estima;
 -Estimular a aquisição de competências básicas de higiene e comportamentos sociais, bem como a autonomia e
responsabilidade;
 O sistema de avaliação será realizado de forma formal e informal.
 A nível formal serão avaliadas as aquisições de:
 - Domínio de competências das aprendizagens académicas;
 - Conhecimento de técnicas expressivas (verbal e não verbal);
 - Correcção de posturas corporais;
 - Qualidade de interacção com o outro;
 - Qualidade dos hábitos e métodos de estudo;
                                                                                                               102
  - Pontualidade e responsabilidade;
  - Aquisição das competências gráfico – espacial
  - Condições especiais de avaliação tendo em conta o tipo de prova ou instrumento de avaliação; a forma ou o meio de
expressão do aluno; valorizar a sua periodicidade de assistência às aulas; mais tempo de execução de provas e apoio do
docente no local de execução da mesma.


7. Coordenação de projectos -Plano de Actividades
I – Introdução
    Numa escola em constante renovação, ávida em cativar energias que potenciem saberes e aprendizagens, sequiosa em
responder a necessidades formativas de cidadãos, comprometida com o meio envolvente e atenta às preocupações das
famílias, leva a que seja intenção da coordenação de projectos empreender uma dinâmica de intervenção que proporcione a
valorização de projectos, de diversa índole, consubstanciados na rentabilização de recursos e na aplicação de saberes com
repercussão na formação de estudantes e comunidade educativa.


II - Objectivos do plano de actividades
    1- Colaborar no espírito de Escola motivadora, dinâmica e empreendedora, como pilar fundamental da formação do meio,
da sociedade e da região.
    2- Garantir a qualidade desejável das planificações de actividades de enriquecimento curricular, com o intuito de:
    2.1- incentivar o desenvolvimento das capacidades psicossociais dos elementos da comunidade educativa;
    2.2- desenvolver as competências necessárias a uma integração social correcta, no aluno, como cidadão de pleno direito;
    2.3- fomentar a apreensão de conhecimentos através de saberes da vivência no mundo de hoje;
    2.4- cooperar no apoio às famílias através da motivação para a concretização de actividades a decorrer além do período
lectivo diário.
    3- Divulgar toda a informação relativa a candidaturas a concursos de projectos pertinentes para a Escola..


III- Actividades
1. Designação
    Colaboração na realização do Plano Anual de Escola e na sua avaliação.
    Participar na construção de documentos estruturantes de escola.


    Realização de reuniões com coordenadores, proponentes e fomentadores de projectos.
    Equacionamento de meios e recursos necessários à concretização de projectos aprovados.
    Acompanhamento da concretização de projectos.
    Proporcionar a avaliação final de cada projecto.


2. Calendarização
    A.     Colaboração no plano anual de escola / 1º período
    B.     Participar na construção do Projecto Curricular de Escola e Regimento Interno /1.º e 2.º Períodos
    C.     Realização de reuniões / 1.º período e ao longo do ano sempre que se entenda necessário.
    D.     Inventariação de meios e recursos de cada projecto/ na sequência da sua apresentação.
    E.     Acompanhamento da concretização de projectos / ao longo do ano.
                                                                                                                          103
   F.    Avaliação das actividades de projectos / no final de cada um.


3. Recursos
   Papel, meios riscadores e informáticos, correio e telefone.


4. Avaliação Relatório do Coordenador com base na análise qualitativa da adequação e aplicação dos diversos projectos, bem
como, na análise de relatórios de avaliação dos responsáveis por cada projecto.


7. Actividades de enriquecimento curricular
   As actividades de enriquecimento curricular são as aprovadas em conselho pedagógico, aqui indicadas e anexadas ao
presente plano:
   Oficina das Artes
   Oficina de artes digitais
   Clube estufa, jardim e horta pedagógica
   Os padrinhos
   Clima Gaia
   Aprender a Estudar


8. Plano de formação de professores, pessoal administrativo e pessoal auxiliar de acção educativa
   O plano de formação para professores, pessoal administrativo e pessoal auxiliar de acção educativa decorre do
   levantamento junto dos departamentos curriculares e representantes do pessoal administrativo e auxiliar de acção
   educativa.
   São as seguintes as prioridades definidas pela Escola para 2007/2008, aprovadas em Conselho Pedagógico:


   Área: Supervisão Pedagógica
   Modalidade de formação: Projecto
   Público-Alvo: coordenadores de departamento; delegados de disciplina; professores titulares.
   Número de formandos: 10 a 15.
   Formadores: a designar.


   Período de realização: 10 sessões de 2,5 horas cada – 15:45 – 18:15.
   Ano de realização: 2008
   Parceria: Centro de Formação da Associação de Escolas Gaia-Sul.


   Área: Trabalho Colaborativo na Escola Secundária Dr. Joaquim Gomes Ferreira Alves (Projecto Curricular de Turma)
   Modalidade de formação: Projecto
   Público-Alvo: professores da Escola Secundária Dr. Joaquim Gomes Ferreira Alves
   Número de formandos: 3 turmas com o máximo de 15 formandos cada;
   Formadores: Teresa Andrade, José Melim, Jorge Marinho;
   Período de realização: 10 sessões de 2,5 horas cada – 15:45 – 18:15.
   Ano de realização: 2008
                                                                                                                      104
Parceria: Centro de Formação da Associação de Escolas Gaia-Sul.


Área: informática - Iniciação às TIC
Modalidade de formação: Curso
Público-Alvo: professores da Escola Secundária Dr. Joaquim Gomes Ferreira Alves
Número de formandos: 1 turma com o máximo de 15 formandos;
Formadores: Cristina Albuquerque;
Período de realização: 20 sessões de 2,5 horas cada – 15:45 – 18:15.
Ano de realização: 2008
Parceria: Centro de Formação da Associação de Escolas Gaia-Sul.


Área: Informática – Utilização das TIC na componente cientifico-didática
Modalidade de formação: Curso
Público-Alvo: professores da Escola Secundária Dr. Joaquim Gomes Ferreira Alves
Número de formandos: 3 turmas com o máximo de 15 formandos cada;
Formadores: a designar
Período de realização: 20 sessões de 2,5 horas cada – 15:45 – 18:15.
Ano de realização: 2008
Parceria: Centro de Formação da Associação de Escolas Gaia-Sul.


Área: Informática – TIC – Gestão de redes
Modalidade de formação: Curso
Público-Alvo: pessoal administrativo
Número de formandos: 1 turma com o máximo de 15 formandos;
Formadores: a designar
Período de realização: 10 sessões de 2,5 horas cada – 15:45 – 18:15.
Ano de realização: 2008
Parceria: Centro de Formação da Associação de Escolas Gaia-Sul.




Área: Práticas de Socorrismo
Modalidade de formação: Curso
Público-Alvo: Pessoal auxiliar de acção educativa
Número de formandos: 2 turmas com o máximo de 15 formandos cada;
Formadores: a designar;
Período de realização: 1 sessão de 2,5 horas cada – 15:45 – 18:15.
Ano de realização: 2008
Parceria: Bombeiros Voluntários de Valadares e Centro de Saúde


Área: TIC e audiovisuais
Modalidade de formação: Curso
                                                                                  105
    Público-Alvo: Pessoal auxiliar de acção educativa
    Número de formandos: 2 turmas com o máximo de 15 formandos cada;
    Formadores: José António Silva;
    Período de realização: 10 sessões de 2,5 horas cada – 15:45 – 18:15.
    Ano de realização: 2008
    Parceria: Centro de Formação da Associação de Escolas Gaia-Sul.
    Área: Atendimento e acompanhamento de jovens
    Modalidade de formação: curso
    Público-Alvo: Pessoal Auxiliar de Acção Educativa
    Número de formandos: 2 turmas com o máximo de 15 formandos cada;
    Formadores: Mónica Paiva;
    Período de realização: 10 sessões de 2,5 horas cada – 15:45 – 18:15.
    Ano de realização: 2008
    Parceria: Centro de Formação da Associação de Escolas Gaia-Sul.


9. Plano de tutorias
Sinalização de alunos que poderão ser alvo de acção tutorial, pelo conselho de turma, directores de turma ou conselho
executivo;
Avaliação de cada caso pela equipa de coordenação da acção tutorial (Coordenador pedagógico, técnica de acção social e
psicóloga estagiária);
Encaminhamento de cada aluno de acordo com o tipo de tutoria:
    - absentismo escolar e problemas económicos graves ( técnica de acção social);
    - comportamentos disrutivos (psicóloga estagiária);
    - dificuldades ao nível da aprendizagem (professor);
    Nota: Em casos em que coexistam diferentes tipos de problemas, a acção toturial poderá ficar a cargo de mais de que um
    tutor;
    Definição, pelo conselho de turma, dos professores que acompanharão os alunos em programa de tutoria      (máximo de
    grupos de três/quatro alunos por professor);
    Marcação de tempos comuns semanais para encontro entre tutor e tutorandos;


    Registo obrigatório de actividades realizadas e de presenças nas sessões de tutoria;
    Registo obrigatório em livro de ponto;
    Avaliação pelo professor tutor através de relatório
    Monitorização pelo conselho de turma/equipa docente do processo e avaliação no Carnaval.


    Actividades (possíveis) a realizar:
             - Aconselhar e acompanhar o plano de estudo semanal do aluno;
             - Orientar o trabalho escolar;
             - Encontrar outros apoios necessários ao desenvolvimento da aprendizagem do aluno;
             - Favorecer a auto-estima do aluno;
             - Valorizar a importância da escola na sua formação;
                                                                                                                      106
- Reflectir sobre a evolução do aluno;
- Avaliar, sempre que possível, com o conselho de turma, o desenvolvimento do aluno.




                                                                                       107
                                                            Anexos


                                                                Anexo I
                                                     PLANO DE MELHORIA
    Grupo: ALUNOS
    Focalização: PROCESSO DE ENSINO – APRENDIZAGEM/ COMUNICAÇÃO
    Prioridades e Estratégias de Actuação:
                                                                                      Período de       Modalidades de
    Prioridades               Estratégias de Actuação
                                                                                   actuação         Avaliação
                              - Uso de estratégias, por parte de professores
                        voluntários, que se dirijam ao controlo pelos alunos das
                        suas intervenções, tendo em conta a auto-observação
                        de:
                               - organização na participação.
                               - pertinência da participação.
                               - qualidade da participação.
                               - respeito pelos outros demonstrado na atenção
    1. Promover nos
                        com que se ouvem e na forma de argumentar face à
alunos uma                                                                                             - Relatórios dos
                        opinião de terceiros.
participação com                                                                                    professores voluntários.
qualidade e níveis                                                                    Ao longo         - Entrevistas com
                              - Uso de estratégias de leitura e comentário de
satisfatórios de                                                                   do ano lectivo   delegados de turma.
                        texto em turmas do Ensino Básico, com o apoio
expressão oral e                                                                                       - Entrevistas a
                        necessário da Biblioteca-escolar.
escrita.                                                                                            Directores de Turma.

                              - Uso de estratégias capazes de permitir uma auto-
                        observação sistemática, por parte dos alunos, no que
                        se refere à qualidade do seu discurso oral e escrito.


                              - Informar os Encarregados de Educação sobre a
                        eficácia das formas de comunicação dos seus
                        educandos e esclarecê-los sobre a importância deste
                        aspecto no desenvolvimento respectivo educando.




                                                                                                                          108
                             - Sinalizar, no final do 1º período, turmas que
                          necessitem de acompanhamento em regime de co-
                          docência.                                                     A partir do
                             - Estudar as possibilidades de implementar co-         2º período
   2. Intervir de forma   docência durante determinado período de tempo.            lectivo.
sistemática no controlo      - Permitir a atribuição de horas para realizar co-
                                                                                                          - Análise dos
de comportamentos e       docência deslocando professores de actividades não
                                                                                                      relatórios finais de
atitudes que afectam o    lectivas que lhe tenham sido atribuídas.
                                                                                                      actividade dos D.T.
trabalho na sala de
                             - Reunir, por iniciativa do D.T., com Encarregados
aula.
                          de Educação, quando necessário com a presença dos
                                                                                        Ao longo
                          professores interessados e dos delegados de turma, no
                                                                                    do ano lectivo.
                          sentido de orientar e responsabilizar os E.E., de forma
                          positiva, no sentido da melhoria.

   3. Promover o                                                                                          - Análise dos
                                                                                        Ao longo
reconhecimento do            - Implementar Quadro de mérito da Turma.                                 relatórios finais de
                                                                                    do ano lectivo.
trabalho dos alunos.                                                                                  actividade dos D.T.
                                                                                                          Inquérito relativo a
                                                                                                      primeira reunião com
                             - Reforçar a função do DT como divulgador do RI                          Encarregados de
                          da escola.                                                                  Educação.
   4. Informar os            - Promover acções relacionadas com o papel dos                               Inquérito aos
alunos sobre a sua        alunos na gestão escolar em aulas de Formação                               Representantes dos
participação nos          Cívica, de acordo com proposta a apresentar ao                1º Período    Encarregados de
órgãos de gestão da       Conselho Pedagógico.                                                        Educação.
escola.                      - Publicitação através de painel com organigrama                             Questionário a
                          identificando cargos e pessoas que os ocupam, a                             realizar pelos alunos
                          colocar em pontos-chave da escola e no site.                                em aulas de Formação
                                                                                                      Cívica.


                             - Destacar membro do Conselho Executivo para
                          assumir a liderança da comunicação, presidindo este,
   5. Estabelecer         em conjunto com representante dos alunos ao
comunicação eficaz de     Conselho Pedagógico, a reuniões periódicas com
forma a melhorar a        Assembleia de Delegados de cada Ciclo de estudos.             Ao longo          Inquérito aos
circulação da                - Usar a Rádio-escolar como veículo de informação.     do ano lectivo    alunos.
informação.                  - Criar infos devidamente localizados com
                          informação pertinente. Procurar mesmo promover uma
                          secção do info dedicada ao que semanalmente é
                          importante saber-se (“Esta semana na escola…”).
                                                                                                                             109
                               - Criar boletim a ser realizado por equipa do
                            Conselho Pedagógico liderada pelo aluno que aí tem
                            assento, e que comunicará a cada Delegado de turma
                            reflexões/deliberações/informações provenientes
                            daquele órgão.
                               - Envolver a Associação de Estudantes em formas
                            de comunicação eficazes com o órgão de gestão e
                            promover o seu contributo na circulação de informação
                            na escola.
                               - Usar folhas de informação periódica de modo a
                            focalizar a atenção dos E.E. em aspectos particulares
   6. Promover o                                                                                          - Relatórios finais
                            do processo de aprendizagem dos respectivos
envolvimento dos                                                                                       dos DTs.
                            educandos.
Encarregados de                                                                          - Ao longo       - Entrevistas aos
Educação no                                                                           do ano lectivo   Representantes dos
                               - Realizar exposições dos trabalhos dos alunos e
acompanhamento dos                                                                                     Encarregados de
                            envolver os pais em actividades lectivas e não lectivas
respectivos educandos.                                                                                 Educação.
                            (nomeadamente em turmas propostas para o efeito
                            pelos respectivos DTs)


Grupo: FUNCIONÁRIOS
Focalização: CONDIÇÕES NECESSÁRIAS AO PROCESSO DE ENSINO – APRENDIZAGEM/ COMUNICAÇÃO
Prioridades e Estratégias de Actuação:
                                                                                         Período de        Modalidades          de
   Prioridades                  Estratégias de Actuação
                                                                                      actuação         Avaliação
                                - Apresentar os funcionários de cada sector da
                            escola, usando:
                                   - Infos à entrada de cada pavilhão.
                                   - Informação na porta de cada sala,
                                                                                                           - Actas de reuniões
                            identificando o funcionário responsável e o respectivo
                                                                                                       com pessoal auxiliar de
                            horário.
   1.   Promover        a                                                                              acção educativa.
                                   - formas de comunicação pessoal através dos           1º Período
imagem do funcionário
                            D.T.s e dos “padrinhos”.
                                                                                                           -      Inquérito      a
                                   - Mensagens que promovam a imagem do
                                                                                                       realizar no final do ano.
                            funcionário afixadas pela escola.
                                   - Aulas de Formação Cívica para apresentar
                            funções e formas correctas de comunicação com o
                            funcionário.




                                                                                                                              110
                                                                                           Ao longo do
                                 - Remodelar a sala dos funcionários.
                                                                                        ano lectivo




                                                                                           Período de         Modalidades          de
   Prioridades                   Estratégias de Actuação
                                                                                        actuação           Avaliação
                                 - Promover a realização de reuniões com
                             elemento do Cons. Exec., da equipa de auto-avaliação
                             e com a Encarregada do Pessoal Auxiliar.
                                 - Destacar periodicamente os funcionários, pela
                             positiva, em relação ao trabalho desempenhado.
                                 - Promover o uso de folhas de ocorrências por
                             sala e por sector:
                                     - Indicando o estado das salas de aula,
                             destinadas aos professores.
                                     - Indicando o estado das salas de aula,
                             destinadas aos funcionários.
                                     - Indicando ocorrências várias, ao dispor de                             - Actas de reuniões
                             todos os elementos da comunidade educativa, em                                com pessoal auxiliar de
   2.      Dinamizar    a    cada sector.                                                                  acção educativa.
actuação               dos
                                 - Implementar o uso de novas folhas de requisição         - A partir do
funcionários,
                             de material.                                               1º período
responsabilizando-os
                                 -    Implementar    trabalho    de     projecto   da                         -           Registos
pelas áreas em que se
                             responsabilidade dos alunos do 12º ano de Acção                               realizados em folhas de
situam.
                             Social no sentido de promover a higiene de espaços                            ocorrências    e        em

                             exteriores, das casas de banho dos alunos, da cantina                         folhas de requisição.

                             e do bufete.
                                 -    Implementar    trabalho    de     projecto   da
                             responsabilidade dos alunos do 12º ano de Acção
                             Social no sentido de melhorar as formas de
                             comunicação entre os funcionários e outros elementos
                             da comunidade.
                                 - Recolher periodicamente informação, analisá-la e
                             proceder ao reajustamento da actividade dos
                             funcionários, quando necessário (elemento da equipa
                             de auto-avaliação, elemento do Conselho Executivo,
                             Encarregada do pessoal auxiliar).
                                                                                                                               111
Grupo: PROFESSORES
Focalização: PROCESSO DE ENSINO – APRENDIZAGEM
Ano: 2006 / 2007
    Prioridades                  Estratégias de Actuação                              Período de       Modalidades de
                                                                                   actuação         Avaliação
                                 - Reuniões para planificação de unidades
                             didácticas, articulando estratégias, actividades,
                             materiais e instrumentos de avaliação (incluindo         Ao longo do
                             matrizes comuns de testes sumativos) com os           ano:
                             conteúdos seleccionados e com as competências            2/3 vezes        - Pela equipa de
                             visadas.                                              por período      auto-avaliação:
    1. Uniformizar               - Fazer o registo escrito da reunião, da
práticas lectivas entre os   responsabilidade dos professores, enunciando, de                             análise das
docentes da mesma            forma topicalizada, os principais pontos acordados.                    actas/registos das
disciplina e do mesmo




                                                                                                                         112
nível de ensino,           - Preenchimento de formulário em reunião de                          reuniões efectuadas;
partilhando saberes e   elementos da equipa de auto-avaliação com                No final de           análise dos
experiências.           Delegados de Área Disciplinar, dando conta da        cada período       formulários preenchidos
                        supervisão efectuada e dos problemas de                                 pelos Delegados de
                        implementação detectados, a par da apresentação de                      Área Disciplinar;
                        sugestões de remediação.                                                       análise das
                                                                                                actas/registos das
                                                                                                reuniões realizadas
                                                                                                pela equipa de auto-
                                                                                                avaliação com os
                                                                                                Delegados de Área
                                                                                                Disciplinar.




                                                                                                    - Pelo Conselho
                                                                                                Pedagógico:


                                                                                                       apreciação do
                                                                                                relatório elaborado pela
                                                                                                equipa de auto-
                                                                                                avaliação, a partir da
                                                                                                análise feita às
                                                                                                actas/registos das
                                                                                                reuniões efectuadas e
                                                                                                às respostas ao
                                                                                                formulário preenchido
                           - Redacção de um relatório, da responsabilidade       No primeiro
                                                                                                pelos Delegados de
                        da equipa de auto-avaliação, para apresentar em      conselho
                                                                                                Área Disciplinar.
                        Conselho Pedagógico.                                 pedagógico do
                                                                             2º e 3º
                                                                             períodos.


                                                                                 No
                                                                             penúltimo/último
                                                                             conselho
                                                                             pedagógico do
                                                                             ano.




                                                                                                                      113
                                                                                        Ao longo do
                                                                                    ano:
                               - Formação interna, externa e autoformação.              formação           - Breve relatório da
                                                                                    segundo            formação obtida, dando
                                                                                    calendário         conta da utilidade na
                                                                                    previsto no        prática lectiva.
                                                                                    plano anual de
   2.Utilizar                                                                       actividades do
metodologias                                                                        departamento.
variadasde ensino-
aprendizagem e de              - Planificação de unidades didácticas e/ou aulas,

avaliação (integrando as    integrando:                                                                    - Pela equipa de

TIC), direccionadas para                                                                               auto-avaliação:

a participação activa dos         motivação, desenvolvimento e síntese;

alunos no seu próprio              métodos e técnicas de ensino-                       Em cada               análise das

processo de                    -aprendizagem individual e em grupo/grupo-pares;     período lectivo:   actas/registos das

aprendizagem, de                  materiais/recursos direccionados para as             - reuniões     reuniões efectuadas;

aperfeiçoamento e de        competências específicas e para as competências         entre os

progressão.                 transversais: de comunicação (p.e., expor oralmente     professores da            análise dos
                            de forma estruturada) e estratégica (p.e., pesquisa e   mesma              formulários preenchidos
                            tratamento da informação);                              disciplina e do    pelos Delegados de
                                   conteúdos específicos articulados, sempre       mesmo nível de     Área Disciplinar;
                            que possível, com o “curriculum oculto” do aluno;       ensino, 2/3
                                   estratégias e actividades propiciadoras da      vezes por                 análise das
                            participação activa do aluno na aprendizagem, no        período;           actas/registos das
                            aperfeiçoamento e na progressão;                                           reuniões realizadas
                                   instrumentos de avaliação (auto e co-                              pela equipa de auto-
                            avaliação) diversificados, numa óptica processual.                         avaliação com os
                                                                                                       Delegados de Área
                               - Elaborar planificações a médio-                                       Disciplinar.
                               -prazo (por período lectivo) e/ou enunciar, no
                            registo da reunião, de forma topicalizada, os                                     inquérito aos
                            principais pontos acordados nas planificações.                             alunos (uma vez por
                                                                                                       período).
                               - Preenchimento de formulário em reunião de
                            elementos da equipa de auto-avaliação com                   No final de           observação de
                            Delegados de Área Disciplinar, dando conta da           cada período       aulas entre pares
                            supervisão efectuada e dos problemas de                                    (facultativo), com
                            implementação detectados, a par da apresentação de                         parâmetros a definir;
                            sugestões de remediação.


                                                                                                                             114
                            - Redacção de um relatório, da responsabilidade         No primeiro           análise de
                         da equipa de auto-avaliação, para apresentar em        conselho           resultados dos alunos,
                         Conselho Pedagógico.                                   pedagógico do      utilizando-se como
                                                                                2º e 3º            referência os resultados
                                                                                períodos.          do ano anterior;


                                                                                    No
                                                                                penúltimo/último
                                                                                conselho               - Pelo Conselho
                                                                                pedagógico do      Pedagógico:
                                                                                ano.
                                                                                                          análise do
                                                                                                   relatório elaborado pela
                                                                                                   equipa de auto-
                                                                                                   avaliação, a partir da
                                                                                                   análise feita aos
                                                                                                   instrumentos de
                                                                                                   avaliação acima
                                                                                                   referidos.




                            - Reunião em departamento / em área disciplinar,                           - Pela equipa de
   3. Desenvolver nos    para análise de:                                           Ao longo do    auto-avaliação:
docentes hábitos de                                                             ano:
análise conjunta de           operacionalização/eficácia das planificações;        1 vez por             análise de
práticas pedagógico-         definição/reajustamento de critérios de           período            actas/registos de
   -didácticas e de      avaliação/classificação;                                                  reuniões;
resultados dos alunos.       análise de resultados dos alunos, por ano e por
                         turma;
                             definição de medidas para melhorar as                                       análise dos
                         aprendizagens.                                                            formulários preenchidos
                                                                                                   pelos Delegados de
                                                                                                   Área Disciplinar;


                                                                                                          análise das
                                                                                                   actas/registos das
                                                                                                   reuniões realizadas
                                                                                                   pela equipa de auto-
                                                                                                   avaliação com os
                                                                                                   Delegados de Área


                                                                                                                         115
                                                                                                 Disciplinar;


                                                                                                         inquérito aos
                                                                                                 professores (uma vez
                                                                                                 por período) sobre o
                                                                                                 funcionamento das
                                                                                                 reuniões de
                                                                                                 Departamento/de Área
                                                                                                 Disciplinar e sobre a
                                                                                                 actuação do
                                                                                                 Coordenador/Delegado
                                                                                                 de Área Disciplinar.


                                                                                                     - Pelo Conselho
                                                                                                 Pedagógico:


                                                                                                         análise do
                                                                                                 relatório elaborado pela
                                                                                                 equipa de auto-
                                                                                                 avaliação, a partir da
                                                                                                 análise feita aos
                                                                                                 instrumentos de
                                                                                                 avaliação acima
                                                                                                 referidos.




Grupo: DIRECTORES DE TURMA
Focalização: PROCESSO DE ENSINO – APRENDIZAGEM/ COMUNICAÇÃO
Prioridades e Estratégias de Actuação:


                                                                                   Período de        Modalidades de
   Prioridades                Estratégias de Actuação
                                                                               actuação          Avaliação
                                                                                                     - Actas de reuniões
   1. Promover a
                                                                                                 de Conselho de Turma.
uniformidade e correcção                                                           - Ao longo
                              - Cumprir Guias de Procedimentos.                                      - Relatórios finais
de actuação entre os                                                           do ano lectivo.
                                                                                                 de actividade dos
Directores de Turma.
                                                                                                 Directores de Turma.

   2. Promover nos            - Implementar o uso de folhas de informação do       - Ao longo        - Inquérito final aos
Encarregados de            desempenho dos alunos de cada turma.                do ano lectivo.   DTs.



                                                                                                                        116
Educação o interesse
pela intervenção em
                               - Promover preenchimento do guião de                        - Início de
aspectos particulares do
                           acompanhamento/apoio do Encarregado de                      cada período
processo de ensino-
                           Educação ao seu educando.                                   lectivo.
aprendizagem dos
respectivos educandos.
    3. Dinamizar a             - Promover/dinamizar a apresentação periódica                                   - Actas de reuniões
intervenção dos            de trabalhos dos alunos.                                                        de Conselho de Turma
                                                                                           - Ao longo
Encarregados de                - Promover a realização de actividades que                                  e com Pais e
                                                                                       do ano lectivo.
Educação na vida da        visem a participação dos Encarregados de Educação                               Encarregados de
escola.                    em actividades lectivas e extra-lectivas.                                       Educação.
                               - Encomendar à área disciplinar de Artes Visuais
    4. Melhorar
                           um estudo sobre a sala de trabalho de DTs.                      - A partir do       - Inquérito final aos
condições de trabalho
                               - Recolher pareceres sobre programa                     1º período.         DTs.
dos Directores de Turma.
                           informático.


Grupo: ESPAÇO-ESCOLA
Focalização: PROCESSO DE ENSINO – APRENDIZAGEM/AMBIENTE ESCOLAR
Prioridades e Estratégias de Actuação:


                                                                                           Período de          Modalidades de
    Prioridades                Estratégias de Actuação
                                                                                       actuação            Avaliação
                                                                                           Ao longo do
                                                                                       ano lectivo, de
                                                                                       acordo com
                               - Realizar as modificações consideradas
                                                                                       disponibilidade
                           prioritárias pelos professores relativamente às várias
                                                                                       do funcionário          - Listagem de
                           salas de aula.
                                                                                       responsável         verificação de
                                                                                       pela                progresso de obras
    1. Renovação /                                                                     manutenção.         requisitadas.
actualização de espaços,
                               - Identificar, junto dos Directores de Instalações,                             - Relatório final dos
equipamentos e recursos
                           materiais prioritários e iniciar consulta, junto do Cons.       1º Período.     Delegados de Área
didácticos.
                           Administrativo, de possibilidades de aquisição.                                 Disciplinar e Directores
                               - Dinamizar os Delegados de Área Disciplinar no                             de Instalações.
                           sentido de registarem materiais individuais que
                           possam ser disponibilizados e partilhados, de acordo            1º Período.
                           com os conteúdos leccionados nos vários níveis de
                           escolaridade.

                               - Divulgar os materiais disponíveis no CRC.                 1º Período.



                                                                                                                                117
                              - Remodelar o espaço de recepção aos E.E.;                             Inquérito dirigido
                              - Realizar a pintura dos pavilhões procurando                       aos Encarregados de
                          donativos de materiais.                                  Interrupções   Educação.
   2. Harmonização de
                              - Promover a colocação de sistema de             de actividades
espaços comuns.
                          aquecimento no Pavilhão Norte.                       lectivas.
                              - Promover melhorias nos espaços de lazer dos
                          alunos.
                                                                                   - Realização
                                                                               de projecto de
                                                                               intervenção
                                                                               pelos alunos de
                              - Melhorar WC dos alunos (realizar em conjunto   Acção Social
                          com alunos de Acção Social projecto de               (12º ano) no 1º       - Relatório das
                          monitorização das condições de higiene nos WC dos    Período.           professoras de PAS.
                          alunos, assim como noutros espaços).                     -
                                                                               Implementação
   3. Melhorar
                                                                               do projecto ao
condições de higiene.
                                                                               longo do ano
                                                                               lectivo.
                                                                                   - Realizar
                                                                               contactos no 1º
                                                                               período.
                              - Promover a colocação de ecopontos e
                                                                                   - Procurar a
                          recipientes de recolha de lixo.
                                                                               implementação
                                                                               ao longo do ano
                                                                               lectivo.
                              - Realizar sessões de esclarecimento dirigidas
                          aos D.T. e Directores de Instalações.                                      - Inquérito sobre
   4. Melhorar as             - Verificar a sinalização de saídas de                              segurança a realizar a
                                                                                   2º Período.
condições de segurança.   emergência.                                                             uma amostra da
                              - Promover sistema que permita guardar os                           população escolar.
                          materiais dos alunos à entrada da cantina.




                                                                                                                       118
Anexo II
    PLANO DE ACÇÃO DA MATEMÁTICA




1. I D E N T I F I C A Ç Ã O D O A G R U P A M E N T O / E S C O L A
Escola ES/3 Dr. Joaquim Gomes Ferreira Alves – Valadares.


2. I D E N T I F I C A Ç Ã O D O C O O R D E N A D O R do projecto e dos professores que integram a equipa responsável pela sua
execução
O coordenador do projecto é o Professor João Vicente e os restantes professores de Matemática integram a equipa
responsável pela sua execução.


3. I D E N T I F I C A Ç Ã O D A S T U R M A S abrangidas pelo projecto
Todas as turmas do ensino básico


4. D I A G N Ó S T I C O dos resultados dos alunos na disciplina de Matemática:
4.1. Levantamento dos resultados dos alunos das turmas envolvidas no projecto


                           Classificações anterirores
                           6º                                          7º                          8º
                           I              S                            I    S                      I            S
            7º A*          6              14             8º A          3    24        9º A         16           11
            7º B           1              26             8º B          6    21        9º B         14           14
            7º C           2              21             8º C          16   10        9º C         1            27
            7º D           3              18             8º D          3    21        9º D         5            21
            7º E*          12             8              8º E          15   4         9º E         11           14
            7º F           6              21             8º F          10   16        9º F         8            12
            7º G*          3              17                                          9º G         8            8
         *Ensino Especial




4.2. Identificação das causas mais relevantes associadas ao trabalho na escola que influenciam negativamente os
resultados dos alunos dos 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico na disciplina de Matemática.

As dificuldades da escola inerentes às características da Matemática, com a sua abstracção de conceitos, a simbologia única e
unívoca e a sua linguagem fechada e limitada podem, só por si, influenciar negativamente os resultados dos alunos. Esta
percepção da Matemática como uma disciplina de difícil compreensão é frequentemente utilizada nos meios de comunicação e
no discurso dos encarregados de educação, o que vem dificultar ainda mais o sucesso dos alunos.


                                                                                                                           119
   Assim, as causas mais relevantes no contexto da nossa escola são

        Elevado número de alunos por turma;

        Heterogeneidade das turmas a nível de competências;

        Falta de atenção / concentração;

        Falta de acompanhamento pelos encarregados de educação;

        Falta de hábitos de trabalho em casa;

        Programas extensos, tendo em conta as metodologias propostas, que exigem tempo para a sua implementação;

        Dificuldades ao nível da Língua Portuguesa;

        Cerca de trinta por cento de professores do grupo são contratados e por isso não acompanham os alunos ao longo
de um ciclo completo.


4.3. Levantamento dos resultados dos alunos do agrupamento/escola no exame de 9ºano e nas provas de aferição.


   Resultados das provas de aferição 2004 (a nível nacional e a nível de escola, respectivamente)




                                                                                                                    120
                                                                                Exame             de            Exame            de
                                                                             2005                       2006
                                          média                                 1,91                            2,26
     Escola                               desvio padrão                         0,86                            0,81
                                          sucesso                               21,3%                           29%
                                          média                                 2,17
                                                                                                                A         aguardar
     Nível nacional                       desvio padrão                         0,9
                                                                                                        informação
                                          sucesso                               29%


5. O B J E C T I V O S ( nas classificações internas no final de cada ano lectivo; nos exames /prova de final de ciclo; na
melhoria do clima de trabalho proporcionado aos alunos).


     Relativamente às classificações internas obtidas no final de cada ano lectivo os objectivos vão ser propostos turma a turma,
como se pode verificar na tabela apresentada. No caso dos exames / prova de final de ciclo vai ser proposta uma melhoria
resultante da média obtida na tabela apresentada. Relativamente ao clima de trabalho proporcionado aos alunos, consideramos
que esse ponto é trabalhado nas estratégias que nos propomos desenvolver em cada turma, pois sabemos que os alunos
estarão motivados para a disciplina se compreenderem, adquirirem e conseguirem aplicar os conhecimentos que lhes são
transmitidos.


                                                                                                                          %      de      Níveis
               % de Níveis negativos                                  % de Níveis negativos
                                                                                                                    negativos
               Obti                                                   Obti                                                Obti          Espera
                           Esperados                                              Esperados
         dos                                                    dos                                                 dos           dos
               05/0        0         0            0                   05/0        0          07                           05/0
                                                                                                                                        06/07
         6            6/07      7/08        8/09                6            6/07      /08                          6
               6º          7º        8º           9º                  7º          8º         9º                           8º            9º
     7                                                   8                               1             9
               30%                                                    11%                                                 59%           49%
ºA                    25%       20%         15%        ºA                    6%        %               ºA
     7                     0         0            0         8                               1             9
               4%                                                     22%                                                 50%           40%
ºB                    %         %           %          ºB                    17%       2%              ºB
     7                              0            0         8                               5             9
               9%                                                     62%                                                 4%            0%
ºC                    4%        %           %          ºC                    57%       1%              ºC
     7                                          0         8                               3             9
               14%                                                    13%                                                 19%           9%
ºD                    9%        4%          %          ºD                    8%        %               ºD
     7                                                   8                               6             9
               60%                                                    79%                                                 44%           34%
ºE                    55%       50%         45%        ºE                    74%       9%              ºE
     7         22%                                       8         38%                   2             9             40%           30%


                                                                                                                                                  121
ºF                    17%       12%        7%          ºF                     33%      8%          ºF
     7                                        0                                                       9
              15%                                                                                                  50%         40%
ºG                    10%       5%         %                                                       ºG




Note-se que, no caso do 7º ano de escolaridade, as turmas são formadas por alunos provenientes de escolas EB2/3 e a única
informação concedida foi relativa às suas classificações de 6º ano.
                                            Exame           de         Exame          de         Valores esperados
                                         2005                     2006                           2007          2008          2009

     média                                  2,14                       2,26                      3            3            3
                                                                                                                           
     insucesso                              73%                        71%
                                                                                             60%            55%          50%


     6. E S T R A T É G I A S D E I N T E R V E N Ç Ã O P E N S A D A S P A R A C A D A P R O B L E M A / D I F I C U L D A D E E X I S T E N T E S .


     Problema / dificuldade                                        Estratégia
     Indisciplina                                                  Assessoria
     Concentração / Atenção                                        Actividade mais práticas e de carácter lúdico
     Competências específicas da matemática                        Maior utilização das TIC / parcerias parciais


7. A S E S T R A T É G I A S A I M P L E M E N T A R
7.1. Estratégias gerais de ciclo e de escola
7.1.1. Da responsabilidade do Conselho Executivo
            A constituição de equipas de docentes de 7º e 8º anos permitindo o acompanhamento dos alunos pelos mesmos
             professores ao longo de todo o ciclo, garantindo a continuidade do trabalho pedagógico.
            Orientação das actividades realizadas nas áreas curriculares não disciplinares – Estudo Acompanhado – das turmas
             abrangidas, para trabalho de apoio a Matemática.
            Constituição de um grupo de trabalho que estude o insucesso a Matemática e que organize, num dia, após final as
             aulas, conferências e debates sobre a construção do sucesso a Matemática, intervindo professores de Matemática,
             pais, alunos e conferencistas externos.
            Relativamente à componente não lectiva, serão atribuídas horas para Apoio aos alunos que no ano lectivo 2005/2006
             tenham obtido nível negativo à disciplina.
            Nos casos mais graves de indisciplina, o aluno será conduzido à sala onde permanecem os professores que nessa
             hora tem marcada no horário actividades de substituição, onde trabalhará com um professor de Matemática ou áreas
             afins, nos conteúdos que estão a ser explorados pelo professor da disciplina na sala de aula com a turma.


             Da responsabilidade da área disciplinar de Matemática
            Expositor de curiosidades matemáticas (humor, frases, fotos), materiais didácticos e trabalhos dos alunos produzidos
             nas aulas.

                                                                                                                                                 122
        Durante uma semana de aulas do 2º período, dinamização de exposições, jogos, concursos.
        Periodicamente, um problema ou um jogo (p.e., “O Problema da Quinzena”, “Anedota matemática” “Concurso de
         fotografia”, …), havendo um desafio final para os melhores alunos.
        Participação no equamat, canguru matemático, olimpíadas matemáticas, campeonato de jogos, “alphaMat” e outros.


        Clube dos Matemáticos - Apenas para os melhores alunos desenvolverem as suas competências matemáticas
         (resolução de problemas, investigações, pesquisas, relatórios, …).
        Aluno Cooperante - Um bom aluno auxilia um aluno mais fraco para ter sucesso a Matemática.
        Participação nas leituras na biblioteca – Os alunos explicam a outros o modo como resolveram um dado problema.
        O grupo de trabalho considera fundamental um maior envolvimento dos Encarregados de Educação no processo de
         ensino-aprendizagem, para que se alcance sucesso na disciplina. Para tal, irá ser proposto na próxima reunião de
         Directores de Turma o seguinte


          No início do ano lectivo, o professor de Matemática de cada turma, participará na primeira reunião do Director de
Turma com Encarregados de Educação, com a finalidade de apresentar o conjunto de estratégias pensadas pelo Grupo
Disciplinar no sentido de melhorar os resultados escolares na disciplina. Para tal, poderá, inicialmente, ser feita uma
apresentação dos resultados obtidos pelos discentes da turma no ano lectivo anterior; as principais razões que poderão ter
provocado insucesso; o conjunto de medidas que serão adoptadas, quer em ambiente de sala de aula, quer em actividades
extra aulas, de modo a fomentar o gosto pela disciplina e, consequentemente, atingir uma melhoria ao nível da aquisição de
conhecimentos, etc. Nesta reunião inicial, será importantíssimo que o professor apele a todos os Encarregados de Educação
para a necessidade de uma participação mais activa destes na vida escolar dos seus Educandos fazendo, por exemplo, um
maior controle da realização dos trabalhos de casa. Mas mais importante ainda será o combate a ideias pré-concebidas que a
maior parte dos alunos e respectivos E.E. têm relativamente à Matemática.
          Duas vezes por período, o aluno preencherá uma grelha de auto-avaliação, na qual será reflectido o trabalho
desenvolvido por ele em sala de aula, em actividades extra-aula, em casa e também o seu comportamento e atitudes na aula
de Matemática. Essa grelha será enviada ao E. E., de modo a que este acompanhe regularmente o seu educando.
          Nas reuniões de final de período entre o Director de Turma e os E. E. para entrega dos registos de classificações,
estará presente o professor de Matemática para prestar esclarecimentos acerca do trabalho dos alunos, metodologias
adoptadas ou a adoptar, etc.


7.2. Estratégias a implementar


   PROJECTO I
   TURMAS ENVOLVIDAS
   Turmas de 7º (A, E, F e G) e todas as turmas do 8º ano com 1 bloco e todas as turmas do 9º ano, com 1/2 bloco.
   MODALIDADE
   Assessoria
   OBJECTIVOS
             Proporcionar um espaço para trabalhar a capacidade de concentração / atenção;
             Estimular o gosto pela ciência e, em particular, pela Matemática;

                                                                                                                          123
             Desenvolver processos de pensamento crítico
             Resolvendo problemas simples do quotidiano;
             Partilhando opiniões, formulando conjecturas e desenvolvendo hábitos de persistência;
             Desenvolvendo tarefas com recursos a materiais manipuláveis e às novas tecnologias.


ORGANIZAÇÃO
    O trabalho desenvolvido pelos alunos deverá ser enquadrado na área não disicplinares de Estudo Acompanhado tendo a
duração de um bloco por semana. Em todas as aulas de Estudo acompanhado das turmas de 7º ano o professor titular terá um
assessor da sua área disciplinar. Logo no incío do ano lectivo deverá ser feito um calendário de assessorias e, através de uma
diagnose a incluir no projecto curricular de turma, uma divisão da turma em dois grupos com características próprias para,
através das actividades, se trabalharem as competências necessárias a cada um dos grupos. Os alunos poderão “saltar” de
grupo em grupo, em função das competências a desenvolver em cada sessão e que surgem naturalmente da reunião do
professor titular e do assessor. No caso dos 8º anos, o professor de Matemática será o assessor do professor titular do estudo
acompanhado.
ACTIVIDADES
    Dinamizando ateliers que permitam aos alunos ter experiências enriquecedoras, desenvolver o espírito crítico, a
curiosidade científica, o raciocínio lógico e a criatividade. Pretendemos que os alunos analisem jogos de estratégia e,
recorrendo a conteúdos das diferentes disciplinas, construam algumas variantes. No final do primeiro e segundo períodos
propomo-nos dinamizar um campeonato de jogos inter-turmas. No 8º ano ainda se participará com um tratamento estatístico e
com actividades de modelação no projecto “ClimaGaia”. Promover-se-á, também, a realização de jogos de atenção e
concentração sempre que necessário. A utilização das novas tecnologias e a participação em jogos via internet como o
equamat e o alphaMat terá de ser contemplada.


Recursos
    Jogos de estratégia, variantes de jogos, material desgastável, computadores com o excel e acesso à internet.


   PROJECTO II
   TURMAS ENVOLVIDAS
   Todas as turmas.
   MODALIDADE
   “TIC”
   OBJECTIVOS
    Estimular o gosto pela ciência e, em particular, pela Matemática;
    Explorar as novas tecnologias para ir ao encontro das competências definidas no currículo nacional do ensino básico;
    Desenvolver experiências matemáticas que levem à concepção e à testagem de conjecturas;
    Promover actividades onde participem alunos, professores e encarregados de educação.
    ORGANIZAÇÃO
    O trabalho desenvolvido pelos alunos deverá ser enquadrado numa das aulas
    mensais de matemática, no caso dos 7º e 8º anos
    semanais, no caso do 9º ano.

                                                                                                                          124
    As actividades serão preparadas em reuniões em que participam os professores que leccionam o mesmo ano e
             enquadradas nos conteúdos programáticos.
    ACTIVIDADES


    Com a utilização das novas tecnologias – sensores de movimento, calculadoras gráficas, quadro interactivo e internet.
             Recorrer-se-á, sempre que oportuno, à Escola Virtual e a sítios na internet, de modo a fomentar o gosto pela
             disciplina, aliado à prática das novas tecnologias dentro da sala de aula.
    RECURSOS
    Sensores, calculadoras gráficas; quadro Interactivo, escola Virtual .


   PROJECTO III
   TURMAS ENVOLVIDAS
   7º E
   CARACTERIZAÇÃO DA TURMA
   Turma com 20 alunos
    dois aluno com necessidades educativas especiais;
    12 alunos com nível inferior 3;
    quatro repetentes, dos quais dois tiveram nível 1.
   MODALIDADE
   Assessoria


   OBJECTIVOS
         Desenvolver, nos alunos, hábitos de trabalho e persistência.
         Promover actividades onde haja uma participação efectiva dos alunos.
         Aumentar progressivamente o sucesso na disciplina de Matemática
         Cumprir os Programas de Matemática;
         Contribuir, através da codocência e do desdobramento, para a diminuição dos problemas de indisciplina nas aulas de
Matemática, para a melhoria do clima de trabalho proporcionado aos alunos e, assim, possibilitar a melhoria do seu desempenho;
         Contribuir para o aumento da motivação dos alunos para a disciplina de Matemática.
   ORGANIZAÇÃO
    O trabalho desenvolvido pelos alunos deverá ser enquadrado numa das aulas semanais de matemática. As actividades
serão preparadas em reuniões com o professor titular e o assessor e enquadradas nos conteúdos programáticos. A turma é
desmembrada em dois grupos mais homogéneos e o professor titular com o assessor deverá definir as actividades a
desenvolver em cada grupo.
   ACTIVIDADES
    Com recurso a materiais manipuláveis e às novas tecnologias, o grupo de alunos que ainda não atingiu as competências
necessárias poderá mais facilmente vir a acompanhar o outro grupo de alunos que terá uma aula “mais tradicional”.
   RECURSOS
    Os propostos nos projectos I e II.



                                                                                                                         125
   PROJECTO IV
   TURMAS ENVOLVIDAS
   Turmas do 7º ano (A, C, D e E), 8º ano (B, C, D e E) e 9º ano (F).


   MODALIDADE
   Aulas de apoio (APA) e apoio aos trabalhos de escola (ATE)
   OBJECTIVOS
         Desenvolver, nos alunos, hábitos de trabalho e persistência.
         Promover actividades onde haja uma participação efectiva dos alunos.
         Aumentar progressivamente o sucesso na disciplina de Matemática
         Tornar possível um trabalho regular, mais individualizado, com todos os alunos e em particular, com os de nível
         inferior a 3;
         Contribuir para o aumento da motivação dos alunos para a disciplina de Matemática.




ORGANIZAÇÃO
     O trabalho desenvolvido pelos alunos deverá ser enquadrado nas aulas de apoio de matemática e nas aulas de apoio aos
trabalhos de escola.
ACTIVIDADES
   Organizar, nas Aulas de Apoio aos Trabalhos de Escola, momentos de trabalho com pequenos grupos de alunos, de modo
a colmatar as dificuldades relacionadas com a falta de pré-requisitos.
   Nas Aulas de Apoio aos Trabalhos de Escola recorrer-se-á, periodicamente, ao  mat e ao Equamat, de modo a fomentar
nos alunos também espírito competitivo, para além da aquisição de saberes.
   Nas aulas de apoio promover actividades que vão de encontro ao proposto em planos de recuperação.
RECURSOS
     Os propostos nos projectos I e II.




PROJECTO V
TURMAS ENVOLVIDAS
   Turmas de 9º ano.
   MODALIDADE
   Parceria parcial
   OBJECTIVOS
   No final de cada período avaliar-se-á os alunos de acordo com:
              A capacidade de enfrentar, com confiança, situações novas;
              A capacidade de exprimir e fundamentar as suas opiniões;
              O desenvolvimento do desejo de aprender e o gosto pela pesquisa;
              O reconhecimento do contributo da Matemática e das outras Ciências para a compreensão e resolução de
problemas do quotidiano;
                                                                                                                            126
             A colaboração nos trabalhos e a partilha de saberes e responsabilidades.
   ORGANIZAÇÃO
   As aulas de Estudo Acompanhado serão ministradas pelo professor de Matemática e nela serão desenvolvidas actividades
em laboratório, sempre que possível com a colaboração de docentes de Ciências Físico-quimicas, Ciências Naturais, Geografia,
   História, Língua Portuguesa e Educação Visual. Nestas aulas pretende-se promover a interdisciplinaridade, estimular o
trabalho cooperativo entre professores e proporcionar aos alunos a vivência de experiências de aprendizagem diversificadas.




   ACTIVIDADES
   A metodologia a utilizar nestas aulas será centrada no desenvolvimento do pensamento científico, na reflexão sobre os
processos utilizados e na comunicação de ideias.
   Serão propostas actividades de modelação, com diferentes graus de dificuldade e para cada uma delas o aluno fará o
registo escrito do processo de resolução, seguido de uma reflexão sobre o processo adoptado na resolução da actividade.
Finalmente, os diferentes processos de resolução serão analisados e discutidos em grupo.
   O trabalho será iniciado com a apresentação de actividades que favoreçam o trabalho de grupo, o domínio das novas
tecnologias, a comunicação de ideias, o desenvolvimento da capacidade de auto-questionamento, o registo do processo de
resolução, a revisão e a reflexão sobre todo o processo de resolução.
   RECURSOS
    As propostas nos projectos I e II.




PROJECTO VI
   TURMAS ENVOLVIDAS
   Turmas de 9º anos
MODALIDADE
   Computadores portáteis
   OBJECTIVOS
             Desenvolver a curiosidade e o gosto pela Ciência.
             Conduzir o aluno a estabelecer conexões entre a Ciência e as suas aplicações
              Contribuir para que o aluno reconheça o papel da Ciência na compreensão e resolução de problemas do homem
através dos tempos.
             Desenvolver o raciocínio matemático, superando a simples memorização de técnicas.
             Proporcionar meios que permitam relacionar etapas da História da Ciência com a evolução da Humanidade.
             Desenvolver a competência comunicativa através da escrita.


   ORGANIZAÇÃO
   O trabalho desenvolvido pelos alunos deverá ser enquadrado nas aulas de matemática ao longo de todo o ano lectivo,
contemplando os diferentes conteúdos programáticos a leccionar.




   ACTIVIDADES
                                                                                                                          127
                 Realização de fichas de trabalho com vista a uma utilização
    -                   do Excel, na parte de tratamento de dados estatísticos;
    -                   do Sketchpad, na construção de elipses e hipérboles, na trigonometria e nos complexos;
    -                   do Thales, na trigonometria de 9º ;


    -              da Internet com páginas específicas de Matemática, como o ALEA.
                 Utilização do computador como base de dados, instrumento de aquisição e processamento de dados
experimentais usando o software de DATA STUDIO, o CBR, o CBL e o Excel e, nas simulações, com o Modellus.
    -                   do Science work, na Física.
                 Trabalhos de pesquisa com recurso à internet.
    RECURSOS
    Computadores portáteis e projectores multimédia.


8. Identificação dos recursos necessários para a aplicação das estratégias definidas na
   alínea anterior, nomeadamente:
            Recursos humanos - Utilização do tempo não lectivo dos professores de Matemática no caso das assessorias, na
coordenação do estudo relativo ao insucesso da Matemática, nas reuniões dos professores do mesmo ano, na direcção das
instalações.
           Recursos Materiais - Melhoria do laboratório de Matemática, material didáctico, software específico, etc.


    9. Identificação dos custos do projecto;
                                    Aquisição de materiais
    - 3 smartboard (quadro interactivo + pack de matemática) ________________________3 x 1600 € + IVA
    - 3 projectores multimédia ________________________________________________3 x 990,90 € + IVA
    - 3 computadores portáteis ________________________________________________3 x 1238,90 € + IVA
    - 2 impressoras                                                                                           86 €
    - 1 placard para o corredor_________________________________________________ 160 €
    - 2 scanners ____________________________________________________________ 200 €


                                    Actualização dos materiais já existentes no laboratório de Matemática
    - Upgrades dos 10 computadores do clube de matemática __________________________ 684 €
    - Upgrades dos 8 computadores da sala 12 _____________________________________ 3760 €
    - Rede estruturada das salas de matemática ______________________________________ 1249 €
                                    Remodelação do espaço existente
    - Construção de uma porta de acesso directa da sala 11 para o clube de matemática ............ 250 €


10. I N S T R U M E N T O S D E A V A L I A Ç Ã O ( G E R A I S )
    A avaliação dos aspectos referidos nos objectivos de cada projecto pode ser levada a cabo usando diversas técnicas, por
exemplo observação directa, questionários (para posteriormente fazer a análise do seu conteúdo). No caso dos projectos a
desenvolver em aulas de estudo acompanhado ou de matemática, os instrumentos terão de ser os referidos nas respectivas
planificações.
                                                                                                                        128
    Assim, a longo prazo pretende-se desenvolver os projectos da seguinte forma


                                                               2006/2007                 2007/2008                 2008/2009
    Projectos de ciclo e de escola                             Em todas as turmas, excepto em casos não aplicávies
                                                               7º (A, E, F e G)          Depende da avaliação no final do
    Projecto I – assessoria (EA)
                                                          e todas 8º e 9º            próximo ano
    Projecto II – TIC                                          Em todas as turmas
    Projecto III – assessoria (aula)                           7º E
                                                               7º A, C, D e E,
    Projecto IV – APA e ATE                               8º B, C, D e E e 9º
                                                                                         Depende da avaliação no final do
                                                          F
                                                                                     próximo ano
    Projecto V – Parceria parcial (EA)                         Turmas 9º
    Projecto VI - portáteis                                    Turmas 9º


11. A M A T E M Á T I C A N A C O M P O N E N T E L E C T I V A E N Ã O L E C T I V A D O 3. º C I C L O


    2006/2007


    7.º Ano:


                                                                      Estudo                 Apoio         a
                                               Prof. titular
                      TURMA                                      acompanhado (1 Matemática                         Articulação
                                               (2 blocos)
                                                                 bloco)                      (1 bloco)
                                                                      Lígia
                                                                 Carvalho
                                               Lígia                                         Lígia
                      A                                               +
                                           Carvalho                                     Carvalho                   Reunião PAM
                                                                      Rosário
                                                                                                               1
                                                                 Monteiro
                                               Mª      Luisa
                      B
                                           Vale
                                               Cristina                                      Cristina
                      C
                                           Soares                                       Soares
                                               Cristina                                      Cristina
                      D
                                           Soares                                       Soares


                                                                                                                                 129
                                       Lígia
                                  Carvalho                 Lígia
                                       +                Carvalho                     Rosário
              E                        Rosário             +                  Monteiro
                                  Monteiro:                Rosário                   (1/2 bloco)            Reunião PAM
                                  assessora        (1 Monteiro                                          1
                                  bloco)                                                                    (semanais,
                                       Mª      Luisa       Mª Luisa Vale                                incluídas         no
              F
                                  Vale                     (assessora)                                  horário)
                                       Lígia               Lígia
              G
                                  Carvalho              Carvalho
                                       Lígia
              H*
                                  Carvalho
      * Percurso alternativo




8.º Ano:


                                                                                                   Apoio aos
                               Prof.              Estudo                      Apoio        a
                                                                                               trabalhos
      TURMA             titular                acompanhado            (1 Matemática                                      Articulação
                                                                                               escolares
                               (2 blocos)      bloco)                         (1 bloco)
                                                                                                   (1 bloco)
                               João               João Vicente
      A
                        Vicente                   (assessor)
                               João               João Vicente                João
      B
                        Vicente                   (assessor)               Vicente
                                                                                                                         Em reunião
                                                  José             Paulo                           José Paulo
                               José Paulo                                                                           de           área
      C                                        Amaral                                          Amaral       (1/2
                        Amaral                                                                                      disciplinar e nas
                                                  (assessor)                                   bloco)
                                                                                                                    reuniões
                                                  José             Paulo                           José Paulo
                               José Paulo                                                                           parcelares
      D                                        Amaral                                          Amaral       (1/2
                        Amaral
                                                  (assessor)                                   bloco)
                               Carla              Paula Mourão                Cármen
      E
                        Espinheira                (assessora)              Ribeiro


                                                                                                                                        130
                                    Carla            Paula Mourão
            F
                                 Espinheira          (assessora)




      9.º Ano:


                                                                                       Apoio a
                 Prof. titular                 Estudo acompanhado (1/2
TURMA                                                                               Matemática               Articulação
                 (2 blocos)                 bloco)
                                                                                       (1 bloco)
                                                                                                             Reunião
                                                                                                             PAM 3
A                Lurdes Ribeiro                Lurdes Ribeiro
                                                                                                             (semanais, incluídas no
                                                                                                         horário)
                                               Lurdes Ribeiro
B                Lurdes Ribeiro
                                               (assessora)
                                               Cármen Ribeiro
                                               +
C                Ana Emília Nogueira
                                               Ana Emília Nogueira
                                               (assessora)
                                               Ana Emília Nogueira
D                Alice Ribeiro
                                               (assessora)

E                Matilde Almeida               Matilde Almeida                         Matilde Almeida

F                Matilde Almeida               Matilde Almeida                         Matilde Almeida

                                               José Paulo Amaral
G                José Paulo Amaral
                                               (assessor)


12.        FORMAÇÃO
       OFICINAS DE FORMAÇÃO
          A finalidade destas oficinas será proporcionar, a três grupos grupo de professores (7º e 9º), uma oportunidade para
         partilhar informações, planificar tarefas e, posteriormente, aplicá-las.
           OBJECTIVOS
           Estimular o trabalho cooperativo entre professores;
           Proporcionar, aos alunos, a vivência de experiências diversificadas.
           ORGANIZAÇÃO
           O trabalho desenvolvido pelos professores deverá ser enquadrado na componente não lectiva, prevendo-se a duração
         de um bloco mensal. Os alunos desenvolverão as actividades no estudo acompanhado ou na aula de matemática, pelo
         que terão um carácter obrigatório.
                                                                                                                               131
           METODOLOGIA
           Pretende-se utilizar uma metodologia centrada
                      - no desenvolvimento de processos do pensamento científico;
                      - na reflexão sobre esses processos;
                      - na comunicação de ideias.


           O trabalho será iniciado com a apresentação de actividades que favoreçam: o trabalho de grupo, o domínio das
novas tecnologias, a comunicação de ideias; o desenvolvimento da capacidade de auto – questionamento, o registo do
processo de resolução, a revisão e a reflexão sobre todo o processo de resolução.
           AVALIAÇÃO
           Os aspectos que se pretendem avaliar, nos alunos, distribuem-se pelas categorias seguintes:
      a)              enfrentar com confiança situações novas
      b)              exprimir e fundamentar as suas opiniões
      c)              manifestar o desejo de aprender e o gosto pela pesquisa
      d)              reconhecer o contributo da Matemática para a compreensão e resolução de problemas do quotidiano
      e)              colaborar nos trabalhos, partilhando saberes e responsabilidades
           A avaliação dos aspectos acima referidos pode ser levada a cabo, usando diversas técnicas. Porém, neste caso,
prevê-se, para além da observação directa, a utilização de questionários e análise de conteúdo dos registos elaborados pelos
alunos.
           No final do ano lectivo, será elaborado um relatório crítico com a avaliação do trabalho realizado.
       WORKSHOP
12.2 .1. O J O G O E A C O M U N I C A Ç Ã O M A T E M Á T I C A
      Com este wokshop pretende-se:
                  Dinamizar a formação e auto-formação dos professores nela envolvidos;
                  Conceber e implementar tarefas que permitam desenvolver alguns tipos de experiências de aprendizagem,
nomeadamente : (1) Resolução de problemas; (2) Actividades de investigação; (3) Realização de projectos; (4) Jogos.
12.2 . 2. O S G R A F O S
           Dinamizado pelo grupo de estágio da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, este workshop realizar-se-á
nos dias de Janeiro de 2006


13.        AVALIAÇÃO DO PROJECTO
      As práticas avaliativas foram concertadas entre os diversos professores aquando da realização dos critérios de avaliação de
escola e que se apresentam a seguir.


CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO


      A avaliação consiste na formulação de uma síntese das informações recolhidas sobre o desenvolvimento das
aprendizagens e competências definidas, dando uma especial atenção à evolução dessas aprendizagens e competências.
           Sabendo que o processo de avaliação não se esgota num conjunto de critérios, pois, por mais amplo que seja, não
contempla toda a informação directa e indirecta que é recolhida sobre o aluno(a) ao longo do ano, o grupo definiu um conjunto
de critérios, pretendendo, dentro do possível, uma uniformização na atribuição das classificações.
                                                                                                                             132
Classificação:       1
          Revela falta de assiduidade e pontualidade.
          Perturba o bom ambiente de trabalho.


          Demonstra falta de atenção e concentração.
          Apresenta falta de hábitos de trabalho.
          Apresenta dificuldade em descodificar (ler e interpretar) informação matemática simples.
          Apresenta dificuldade em comunicar, por via oral e por escrito, raciocínios simples.
          Rejeita oportunidades para ultrapassar ou minorar as dificuldades.
          Não participa nas diversas actividades propostas (curriculares e não curriculares).
          Utiliza de modo pouco adequado os instrumentos de medição e desenho, bem como a calculadora.
          Apresenta um desempenho muito insuficiente (trabalhos individuais, de grupo e testes).
          Revela níveis de desempenho não ajustados às competências específicas estabelecidas, evidenciando falta de pré-
requisitos em áreas elementares do conhecimento, nomeadamente nas regras elementares de cálculo e em conceitos
geométricos.


Classificação:       2
          Revela falta de assiduidade ou de pontualidade.
          Perturba o bom ambiente de trabalho.
          Demonstra falta de atenção e concentração.
          Manifesta pouco interesse pela disciplina.
          A sua participação é irregular ou nula.
          Revela falta de pré-requisitos.
          Evidencia falta de empenho para consolidar novos conhecimentos e consequentemente tem dificuldades em aplicá-
los.
          Apresenta falta de hábitos de trabalho e persistência.
          Apesar de demonstrar algum interesse e de alguns progressos ainda está longe de atingir com segurança as
competências específicas.
          Não revela autonomia para desencadear processos de resolução das actividades propostas.
          Revela dificuldades na resolução de problemas.
          Não apresenta análise crítica de raciocínios e de resultados obtidos.
          Utiliza, mas nem sempre adequadamente, os instrumentos de medição e desenho, bem como a calculadora.
          Apresenta um desempenho insuficiente (trabalhos individuais, de grupo e testes).
          Os níveis de desempenho revelam que não foram adquiridas a generalidade das competências específicas.


Classificação:       3
          Demonstra alguma falta de atenção e concentração.
          Participa com regularidade.
          Cumpre com regularidade as actividades propostas.
                                                                                                                      133
        Apresenta algumas dificuldades, mas interessa-se por ultrapassá-las.
        Colabora com espírito cooperante nas diversas actividades.
        Demonstra curiosidade e gosto em aprender.


        Apresenta alguma capacidade de raciocínio e de pensamento crítico.
        Comunica, por via oral e por escrito, raciocínios matemáticos.
        Aplica os conhecimentos a situações rotineiras, mas tem dificuldades em novas situações.
        Revela por vezes dificuldades na resolução de problemas.
        Apresenta um desempenho suficiente (trabalhos individuais, de grupo e testes).
        Os níveis de desempenho revelam que não foram adquiridas algumas das competências específicas.


Classificação:     4
        Colabora com espírito cooperante nas diversas actividades.
        Domina as regras elementares de cálculo.
        Interpreta gráficos e tabelas ligados a situações do dia-a-dia.
        Demonstra curiosidade e gosto em aprender.
        Demonstra capacidade de raciocínio e de pensamento crítico.
        Resolve problemas, mobilizando conhecimentos e técnicas adquiridas.
        Descodifica com facilidade informação matemática.
        Comunica por via oral e por escrito, com clareza, raciocínios matemáticos.
        Manifesta disponibilidade para pequenas tarefas e desafios facultativos.
        Apresenta um desempenho bom (trabalhos individuais, de grupo e testes).
        Os níveis de desempenho revelam que foram adquiridas a generalidade das competências específicas.


Classificação:     5
        Domina as regras elementares de cálculo.
        Possui, consolidados, os pré-requisitos necessários às novas aprendizagens.
        Resolve problemas, mobilizando conhecimentos e técnicas adquiridas.
        Envolve-se com persistência nos “desafios” colocados.
        Toma iniciativas consistentes perante novas situações.
        Comunica com clareza e utiliza o vocabulário específico correctamente.
        Participa e toma iniciativas nas diversas actividades propostas.
        Manifesta o desejo de aprender.
        Revela autonomia para desencadear processos de aprendizagem através de pequenas pesquisas.
        Apresenta um desempenho muito bom (trabalhos individuais, de grupo e testes).
        Os níveis de desempenho revelam que as competências específicas foram adquiridas.




INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO

                                                                                                             134
        Participação oral (questões e discussão na turma)
        Comportamento (inclui interesse, pontualidade e assiduidade)


        Caderno e material (ao longo do ano)
        Trabalhos de casa
        Testes escritos (2 por período, incluindo questões para resolver em duas fases)
        Trabalhos de grupo realizados na sala de aula
        Actividades de investigação (1 por período, incluindo ou não relatório)
        Actividades extra-aula (actividades e eventos diversos, facultativo)


   Os critérios de avaliação, aprovados em conselho pedagógico, foram transmitidos, no início do ano lectivo, aos alunos e aos
respectivos encarregados de educação. Os dossiês que integram este material foram colocados na reprografia, na biblioteca e
na sala de directores de turma.
   Em termos de auto-avaliação de alunos, já acima está referido que “Duas vezes por período, o aluno preencherá uma
grelha de auto-avaliação, na qual será reflectido o trabalho desenvolvido por ele em sala de aula, em actividades extra-aula, em
casa e também o seu comportamento e atitudes na aula de Matemática. Essa grelha será enviada ao E. E., de modo a que este
acompanhe regularmente o seu educando”.




                                                                                                                            135
Anexo III
Plano estratégico de intervenção


Ano lectivo 2006/2007




   “ A educação ao longo da vida é uma construção contínua da pessoa humana, do seu saber e das suas aptidões, mas
também da sua capacidade de discernir e agir.”
   Jacques Delors




   Da construção contínua de aprendizagem feita ao longo da vida de um indivíduo resulta um vasto conjunto de saberes
adquiridos em situações diversas:
           as aprendizagens formais que vulgarmente são expressas em diplomas e traduzem processos de ensino-
aprendizagem instituídos;
           as aprendizagens não formais, muitas vezes reconhecidas como actividades de complemento associadas ao
desporto, à música, a associações e colectividades;
           as aprendizagens informais que são construídas na vivência do dia-a-dia e que nem sempre as próprias pessoas têm
consciência de ter adquirido.


   Os Ministérios da Educação e do Trabalho e da Solidariedade, através da Portaria nº 1082/A/2001 de 5 de Setembro,
criaram o Sistema Nacional de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências adquiridas ao longo da vida através
de procedimentos mais adequados a adultos com competências ganhas na sua vida pessoal e profissional e que constituem um
rico património pessoal nem sempre consciente.


   Portugal é o país da União Europeia com mais baixos valores de qualificação e de certificação da população. Este facto
constitui só por si um desfasamento em relação à média comunitária e também se reflecte no desenvolvimento económico,
social e cultural da sociedade portuguesa. No entanto o panorama pode não ser tão negativo quanto as estatísticas traduzem,
já que as aprendizagens não formais e informais em muitos dos adultos se tornam tão importantes que a sua certificação
poderá passar por um processo mais célere, mais motivador e mais vantajoso do que o habitual percurso escolar em ciclos de
aprendizagem.


   Valadares é uma freguesia do concelho de Vila Nova de Gaia, com 4,94 km² de área e 9 095 habitantes (2001). Densidade:
1 841,1 hab/km². A população de adultos sem o nível certificado de 9ºano é de 5757, mas se atendermos à área de influência
da escola, os adultos são 101 229 numa superfície de 63,62 km². Por este motivo e porque a Escola Secundária com 3º ciclo
Dr. Joaquim Gomes Ferreira Alves tem uma oferta educativa nocturna na educação de adultos, sentimos a necessidade de criar
um Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências. Mais ainda, por existirem na escola Cursos de
                                                                                                                 136
Educação e Formação e, neste ano lectivo, o Curso Profissional Técnico de Gestão, estamos a criar o Centro de Novas
Oportunidades.



   Reconhecer, Validar e Certificar Competências (RVCC) é um processo que permite aos cidadãos portugueses, maiores de
18 anos, pela apresentação de resultados da sua experiência de vida, de trabalho e de formação não certificados, e com a
ajuda de técnicos especializados, identificar competências que foram adquirindo ao longo da sua vida, permitindo que sejam,
posteriormente, validadas e certificadas ao nível das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), da Cidadania e
Empregabilidade (CE), da Matemática Para a Vida (MV) e da Linguagem e Comunicação (LC).

   Este sistema permite agilizar o processo de certificação e oferece uma nova forma de trabalho e de autoconstrução da
aprendizagem. No entanto, pelo tempo curto de duração do processo que, à partida, selecciona o público que se aproxima das
competências exigidas para o 3º ciclo, deve ser trabalhado de forma a não pôr em causa os objectivos para o qual foi
construído. Os adultos que validem e certifiquem as competências nesta escola serão os melhores promotores deste sistema
de ensino.


Objectivos do CRVCC


   O Centro contribuirá para:
        Elevar o nível de qualificação, promover o emprego e a coesão social;
        Promover a competitividade e estimular a inovação;
        Afirmar a valia do território e a posição geoeconómica do país e da região;
        Promover o desenvolvimento sustentável da região;
        Ajudar a combater o desemprego e a exclusão social;
        Melhorar o autoconhecimento e fomentar a autoformação;
        Reconhecer a importância da aprendizagem em todos os contextos da vida, valorizando tudo o que se aprende ao
longo da vida;
        Desenvolver práticas de auto-reflexão e de auto-avaliação;
        Contribuir para a formação de cidadãos mais responsáveis e participativos;
        Aumentar a auto-estima do adulto;
        Contribuir para a valorização pessoal e profissional dos adultos;

        Certificar as habilitações escolares e profissionais dos cidadãos que ao Centro recorram. O Centro pode certificar
habilitações até ao 9º ano, as quais são reconhecidas pelo Ministério da Educação e pelo Ministério do Trabalho e da
Solidariedade.

Meta para 2006/2007


   A meta estabelecida para este ano lectivo refere-se a 100 adultos a certificar. Este valor foi pensado com base:
        no número de adultos que frequentam a escola em regime nocturno e que concluem o ciclo de aprendizagem em que
se inscrevem,



                                                                                                                       137
         nos adultos que, nos últimos anos, declararam a sua desistência para poderem frequentar CRVCC que funcionam em
locais privados,
         pelo interesse manifestado por alunos adultos em encontrar resposta de qualidade em RVCC nesta escola pública.




Caracterização das instalações do Centro


    O Centro RVCC ficará sedeado no pavilhão norte da Escola e será composto por:
         uma sala de trabalho para a coordenadora, as profissionais RVCC e os formadores, técnico informático, técnico
financeiro e técnicos administrativos,
         uma sala para trabalho em grupo para alunos em formação,
         duas salas para trabalho individual com alunos em processo RVCC,
         uma sala para formação em TIC,
         Os adultos em processo RVCC poderão utilizar o Centro de Recursos e a Biblioteca/Mediateca sempre que se
entender necessário e das 9 às 22.15 horas. A Escola dispõe ainda de um “Laboratório de Matemática” onde o formador da
área de Matemática para a Vida dará formação aos alunos. Esta sala tem um quadro interactivo e vários computadores. A
Escola dispõe de projector multimédia, vários retroprojectores, televisões e leitores de vídeo/DVD


    Para além destas salas, e se a afluência do público o justificar, podem ainda destacar-se outros espaços em salas de
atendimento e formação individual ou em grupo ou salas para formação em TIC.




Identificação e caracterização da equipa


Director – Álvaro Almeida Santos, Presidente do Conselho Executivo da Escola Secundária com 3º ciclo Dr. Joaquim Gomes
Ferreira Alves.


Coordenadora – Maria Eduarda Oliveira, professora do Quadro de Nomeação Definitiva desta escola, está há 14 anos a
leccionar o ensino recorrente nocturno e foi Assessora do Conselho Executivo para o ensino nocturno desde 1999. Iniciou as
suas funções como Coordenadora do Centro RVCC em Setembro de 2006.


Formadores:
Anabela Monteiro: Formadora de TIC – Licenciada em Informática de Gestão.
Christiano Lello: Formador de Linguagem e Comunicação – Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas/ Estudos
Franceses e Alemães, profissionalizado em Português/Francês, Professor do Quadro de Nomeação Definitiva desta Escola,
com experiência em formação de adultos (ensino recorrente).
Isabel Veiga Ribeiro: Formadora de Cidadania e Empregabilidade – Licenciada em Geografia, Professora do Quadro de
Nomeação Definitiva e Orientadora do núcleo de estágio em Geografia desta Escola e Pós-graduada no Curso de
Especialização em Supervisão Pedagógica e Formação de Formadores.



                                                                                                                       138
João Vicente: Formador de Matemática para a Vida – Licenciado em Engenharia Civil, Professor do Quadro de Nomeação
Definitiva desta Escola, com experiência em formação de adultos (ensino recorrente).




Técnicos:
Profissionais RVC: Maria Eduarda Oliveira e Maria Madalena Costa, licenciadas em Geografia, com experiência na formação
de adultos (ensino recorrente). Maria Eduarda Oliveira desempenhou, durante seis anos, as funções de Coordenadora dos
Cursos Nocturnos. Maria Madalena Costa fez ainda Formação Integrada em Tecnologias da Informação e Comunicação num
total de nove módulos.


Técnicas Administrativas
Margarida Lopes - Chefe dos Serviços de Administração Escolar desde 1997. Tem como habilitações o 9º ano de
escolaridade.


Ana Cristina Cunha: Assistente de Administração Escolar desde 2002. Tem como habilitações o ensino secundário


Maria Emília Ferreira: Assistente de Administração Escolar em contrato sem termo. Tem como habilitações a licenciatura em
Línguas e Literaturas Modernas, estudos Portugueses e Franceses.


Técnica Financeira: Maria da Conceição Panda, licenciada em Auditoria Contabilística, com Mestrado em Relações Inter
culturais e Técnica Oficial de Contas.


Técnico Informático: Mega stock


Identificação e Definição de Parcerias/Protocolos


   A Escola tem vindo a incrementar as relações com o meio que a envolve através da participação activa da Associação de
Pais e Encarregados de Educação, das Juntas de Freguesia que integram a sua área de influência e ainda através de parcerias
e protocolos celebrados com empresas da região no sentido de os nossos alunos, nomeadamente os dos Cursos de Educação
e Formação, poderem fazer estágios. Ainda funciona nesta Escola o Centro de Formação Gaia Sul que tem servido de meio
dinamizador da formação complementar de professores e funcionários.


   O sentido fundamental do estabelecimento de parcerias é a troca de interesses que servem a comunidade local e o
desenvolvimento regional. Assim, a Escola dispõe-se a prestar os seus serviços como CRVCC e as empresas e entidades
politicas e sociais poderão encontrar uma população mais qualificada e mais motivada para as exigências do desenvolvimento
regional sustentável, com aptidões de maior e melhor construção pessoal.




                                                                                                                       139
   As parcerias que pensamos vir a estabelecer abrangem as entidades mais representativas da área de influência da Escola,
onde poderá existir um número significativo de empregados sem o 9ºano de escolaridade e desempregados. Estamos a
desenvolver contactos junto das seguintes entidades:
   Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia
   Juntas de Freguesia (Valadares, Vilar do Paraíso, Gulpilhares, Madalena Santa Marinha, Canelas, Arcozelo e S. Félix da
Marinha)
   Bombeiros Voluntários de Valadares


   Escolas públicas e privadas de Vila Nova de Gaia
   Centros de Saúde de Vila nova de Gaia
   Hospitais de Vila Nova de Gaia
   Correios e Comunicações de Portugal
   Transportes colectivos que servem a cidade de Gaia
   CP Comboios de Portugal
   Centro de Emprego e Formação Profissional de V.N. de Gaia
   Fábrica Cerâmica de Valadares
   Tegopi
   Groz Becker


Divulgação e Publicidade


   A divulgação da existência do Centro bem como a publicidade serão conduzidas de duas formas:
          Por um lado, os contactos que se estabelecerão entre a Escola e a Associação de Pais e Encarregados de Educação,
bem como acções junto de empresas e organismos referidos em Parcerias e ainda sessões a realizar com os nossos alunos
dos cursos nocturnos. Os pontos fundamentais destes contactos serão os que se dirigem para um público de adultos de baixos
níveis de qualificação, Daremos prioridade ao contacto directo com dirigentes de empresas, Juntas de freguesia e escolas da
região e, numa fase posterior, ao contacto directo com grupos de adultos, potenciais candidatos a um processo RVCC,
identificados pelas entidades.
          Também recorreremos a notícias nos jornais locais e num nacional, cartazes, desdobráveis, flyers, e anúncios na
rádio. No entanto, serão os alunos adultos que frequentam esta escola que poderão ser um dos mais importantes motores
desta divulgação.


Horário de Funcionamento


   O Centro RVCC encontrar-se-á em funcionamento das 17.00 às 22.15 horas de segunda a sexta-feira.
   Foi feito um horário base para todos os intervenientes no processo que será exposto e dado a conhecer mas existe
disponibilidade por parte da equipa para se efectuarem os ajustamentos necessários para dar resposta às necessidades dos
adultos frequentadores do CRVCC.


Caracterização do Público-Alvo


                                                                                                                       140
   O atraso que separa Portugal dos países mais desenvolvidos deve-se, em grande parte, aos baixos níveis de qualificação
da sua população activa.
        O número médio de anos de escolarização da população adulta em Portugal é de 8,2 enquanto a média dos países
da OCDE se situa nos 12 anos;
        Metade da população activa tem apenas o 9.º ano ou menos;
        Apenas 20 por cento da população adulta completou o ensino secundário.




   Atendendo a este significativo défice de qualificação, é urgente dotar o país das competências fundamentais para enfrentar
os desafios que se impõem às modernas economias baseadas no conhecimento.


   Valadares e a sua área de influência não fogem à triste realidade de existirem muitos adultos por qualificar. Assim, e para
retratar o que aqui é dito, apurámos alguns dados das freguesias envolventes à de Valadares:


   Freguesias                             População residente                    População sem 9º ano de
                                                                             escolaridade (em%)
   Arcozelo                               12 393                                 62,3
   Valadares                              9 095                                  63,3
   Vilar do Paraíso                       13 126                                 60,9
   Gulpilhares                            9 707                                  57,8
   Santa Marinha                          30 758                                 62,2
   Canidelo                               23 737                                 61,6
   Madalena                               9 356                                  66,3
   Mafamude                               38 940                                 51,6
   \Canelas                               12 303                                 66,4
   Serzedo                                7 547                                  75,9




   Muitos destes adultos não estarão preparados para desenvolver o processo do CRVCC e será necessário encaminhá-los
para outras ofertas educativas de processo mais longo.




Plano de Formação


   A formação dos elementos da equipa do CRVCC será iniciada na primeira de Outubro (3 a 20 de Outubro) e será
certamente fundamental para dar resposta a um processo inovador e complexo. No entanto foram já cedidas as informações do
Roteiro Estruturante a todos os elementos da equipa e ainda foi recomendada a leitura dos documentos do site www.efa.com
no sentido de os vários profissionais se prepararem para desempenhar as funções dentro do CRVCC.



                                                                                                                          141
    É também muito importante a partilha de experiências por parte de outras entidades que já desenvolveram trabalhos
noutros CRVCC.




Monitorização


    Dado o seu carácter inovador, a monitorização será desenvolvida num trabalho de articulação permanente com a equipa do
Centro, tendo por base o Roteiro Estruturante dos Centros RVCC, o Referencial de Competências-Chave e o Roteiro
organizativo para a auto-avaliação dos Centros RVCC.


    A articulação permanente de todos os membros da equipa do Centro com base na promoção de um trabalho de grupo será
importante e por isso iremos reunir-nos semanalmente para trocar impressões e constantemente promover a autocrítica e a
auto-reflexão.


    Cada grupo de adultos será um caso diferente e este trabalho constante de adaptação, de discussão de casos concretos,
de produção de instrumentos adequados a situações concretas e ainda de aprofundamento do processo sobre validação de
competências adquiridas será sempre partilhado pela equipa.


    Momentos de reflexão auto avaliativa serão também analisados pela Equipa de Auto avaliação de Escola e pelo Conselho
Pedagógico.


Etapas do Processo RVCC


    Sessão de esclarecimento:
1. Acolhimento, inscrição e informação com as Profissionais RVCC
(1 a 2 horas – individual ou em grupo)


    Nesta etapa a Profissional RVCC deve:
         Clarificar os objectivos do CRVCC.
         Informar sobre o processo RVCC e identificar as expectativas do adulto face ao processo.
         Esclarecer as dúvidas relativas ao processo, levando o adulto a identificar as suas expectativas.


    O candidato deve proceder ao preenchimento da ficha de inscrição e anexar 2 fotografias, fotocópia do BI, do cartão de
contribuinte e cartão de eleitor,
    certificado de habilitações e fotocópias de outros certificados.


    A inscrição será feita através do preenchimento do modelo oficial 1709 – C13 da Imprensa Nacional.

                                                                                                                      142
   Poderá haver lugar a pré-inscrições dos adultos interessados.




2. Entrevista/Encaminhamento
(1 a 2 horas distribuídas em uma ou duas sessões individuais ou em grupo)


   A entrevista tem como finalidade o levantamento do perfil do adulto para o processo RVCC ou encaminhá-lo para outras
ofertas educativas de formação de adultos. Para tal, a Profissional RVC utilizará um guião próprio elaborado pela equipa com
um carácter semi-directivo e informal.
   A entrevista deve ter, se necessário, dois momentos diferentes:
   - no primeiro momento da entrevista pretende-se determinar o perfil do candidato de forma a decidir se o mesmo poderá
iniciar o processo RVCC ou se deverá ser conduzido para outra oferta educativa;
   - no segundo momento da entrevista será realizado o Plano de Intervenção Individual (PII) com os candidatos que virão a
iniciar o processo RVCC, demonstrando-se ser o momento adequado para a efectivação do Contrato com o Centro.
   Entre estes dois momentos ocorrerá uma sessão para explicitação do Referencial de Competências-Chave realizada pelos
formadores. Com esta metodologia proporciona-se a cada candidato uma melhor e mais eficaz apropriação do processo e do
referencial, de forma a possibilitar uma adequada realização do Plano de Intervenção Individual (PII).
   Os pontos referidos anteriormente devem traçar um resumo do perfil do candidato e, entre outras orientações, identificar o
nível (B1, B2 ou B3) de qualificação que o candidato pretende, o grupo onde se vai integrar e a duração do tempo previsto para
o desenvolvimento do processo. Neste caso, o processo conduz ao registo da validação das unidades de competências na
Carteira Pessoal de Competências-Chave.
   Se o adulto não reunir as condições necessárias para o processo RVCC será encaminhado para outras ofertas de
educação/formação.


   Nesta fase, o Profissional deve ainda:
         Recordar sumariamente ao adulto o processo RVCC;
         Identificar e responder às dúvidas manifestadas pelo adulto;
         Identificar as expectativas dos adultos;
         Identificar potencialidades e estabelecer objectivos;
         Encaminhar os adultos para o processo RVCC;
         Apoiar os adultos no processo de elaboração de candidatura (dossier pessoal);
         Encaminhar os adultos para modalidades de formação de curta duração, adequadas às suas necessidades
(formações complementares);
         Apoiar os adultos na definição e implementação de projectos profissionais e pessoais subsequentes.




                                                                                                                          143
   Este trabalho do Profissional RVC não se limita a este momento, mas é um processo contínuo de envolvimento suportado
por documentos que possam servir de avaliação de todo o processo e, em última instância, de todo o Centro.




3. Reconhecimento de Competências (Construção do Dossier Pessoal)
(26 a 39 horas - tempo de referência grupo)


   Nesta etapa, o profissional, em articulação com o administrativo, deve providenciar 2 elementos burocráticos fundamentais
ao processo RVCC:
   -o contrato;
   -o seguro;

   Antes de iniciar o processo de reconhecimento de Competências, o Profissional deve reunir-se com os Formadores de
modo a planificar as sessões de grupo e definir quais os instrumentos de mediação e as estratégias a utilizar, tendo em conta
os Planos de Intervenção Individuais (PII) dos adultos.

   Ao formador compete:

   - Desenvolver a formação das unidades de uma ou mais áreas de Competências-Chave;
   - Interpretar o referencial de Competências-Chave e procurar as suas relações internas;
   - Apoiar o processo de reconhecimento;
   - Julgar a qualidade das provas produzidas;
   - Posicionar, após a validação das competências, o candidato em níveis de competências (B1,B2,B3);
   - Cooperar com os outros profissionais do CRVCC.

   No Balanço de Competências deve-se promover/potenciar junto do candidato uma capacidade reflexiva para que seja
também o próprio adulto a participar nesse processo individual de reconhecer e redescobrir, através das suas experiências, as
competências que adquiriu ao longo da sua vida, em contextos de aprendizagens formais, informais ou não formais. É realizado
através de sessões de grupo, com a aplicação de instrumentos adaptados, podendo os adultos aperfeiçoá-los, quer em termos
de conteúdo quer em apresentação.

   De forma a criar uma coesão de grupo e facilitar o processo de reconhecimento, devem ser utilizadas dinâmicas de grupo,
sendo de evitar o preenchimento/aplicação isolado das fichas/instrumentos de mediação.

   Ao nível da coesão, devem ser trabalhadas as questões da identidade e imagem do grupo, nomeadamente a partir da
identificação do grupo - nome, símbolos, etc... - e metodologias de trabalho como as dinâmicas, os temas, jornal de parede,
visionamento de filmes, simulações etc., tendo como técnica fundamental a história de vida.




                                                                                                                         144
    Para além das sessões em sala, cada adulto deverá recorrer a toda a sua disponibilidade para trazer para o processo,
documentos, informações, pareceres, certificados, desenhos, fotografias, cartas, enfim tudo aquilo que possa confirmar/fazer
prova de determinados critérios/unidades do referencial de competências-chave.

    Sempre que se considerar necessário, pode/deve o adulto encontrar-se individualmente com o profissional.

    Em todas as sessões, com a duração de 2 a 3 horas, num total previsto de 13 sessões (nº de referência), partindo das
informações existentes no dossier pessoal e nas demonstrações realizadas em presença da profissional de RVCC e
formadores, deverão ser explicitadas as competências e conhecimentos dos candidatos - de acordo com o referencial de

    competências -chave. Trata-se de desenvolver um trabalho realizado ao longo do processo para as Unidades de
competências - chave do referencial.

    A construção do dossier pessoal e a preparação da sessão de júri (que se enquadra já na etapa validação) fazem parte do
processo de reconhecimento de competências e têm de estar presentes desde a primeira sessão em grupo. É um processo
contínuo que não deve ser descurado. O número de sessões será ajustado ao ritmo dos adultos e/ou dos grupos onde estão
inseridos. Isto quer dizer que, desde a primeira hora, o adulto deve preparar-se para a sessão de júri, sendo o trabalho do
profissional orientado para esse objectivo, tal como deve demonstrar o dossier pessoal do adulto.

    Embora seja o profissional o responsável pelo processo de Reconhecimento, o formador tem um papel relevante nesta fase
por ser o especialista em cada uma das áreas de competência-chave e ser tecnicamente o que melhor consegue relacionar as
evidências constantes do dossier pessoal com o Referencial de competências chave.

Organização das Sessões:

1 - Apresentação e acolhimento:

        Apresentação da Profissional RVCC.

        Apresentação dos Adultos.

        Apresentação do processo.

        Definição de competências e exploração de exemplos.

        Finalidade: construção do dossier pessoal.

        Processo de criação da identidade do grupo (nome, logo, etc)

2 a 5 - Levantamento de História de Vida (Pessoal, Social e Profissional)

             Dinâmica de grupo e aplicação de alguns instrumentos de mediação
        Registo individual das competências de cada adulto a partir de um trabalho (adulto/profissional) de articulação com o
referencial de competências - chave.

6 - Discussão participada com os adultos sobre as tarefas realizadas, com vista à sua avaliação e eventual reformulação se o
adulto, após a discussão com a equipa, assim o entender. Organização do dossier.



                                                                                                                          145
7 - Apoio à organização dos dossiers individuais dos adultos - organização dos documentos, paginação - índice/Conclusão do
dossier pessoal, tendo sempre presente que a organização do dossier é da responsabilidade do adulto e representa, por si, um
elemento de avaliação.

8 a 11- Demonstrações de evidências das 4 áreas de competência-chave: Cidadania e Empregabilidade (CE) e Linguagem e
Comunicação (LC), Matemática para a Vida (MV) e Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). Este trabalho deve ser
efectuado tendo em conta as necessidades de cada adulto, mesmo se aplicado em grupo (participação dos formadores).

12 - Preparação da formação complementar e/ ou Sessão de Júri (no caso de ocorrência de formação complementar deverá
decorrer uma 13ª sessão exclusivamente para preparação da sessão de júri).



O processo de reconhecimento é, essencialmente, o confronto do Referencial de Competências-Chave com a experiência de
vida do adulto, através de um processo de auto-avaliação do adulto. É desejável que esta reflexão sobre as experiências de
vida conduza à construção de um projecto formativo em termos futuros, já que o adulto tem de tomar consciência da
necessidade de desenvolver processos de aprendizagem ao longo da sua vida. O processo de RVCC não se esgota no
reconhecimento e validação de competências, pois é importante trabalhar com o adulto um projecto de vida, orientando-o nesse
caminho, de modo a assegurar o seu desenvolvimento pessoal e profissional. Este processo ficará facilitado se tivermos perfis
profissionais de competências actualizados e registos de observação de cada formando.

Serão utilizados materiais construídos pela DGFV e a construir pelos profissionais de RVCC e formadores do Centro, a partir de
experiências recolhidas na observação de práticas de outros Centros, mas contextualizados nas experiências de vida dos
adultos.

O processo de reconhecimento consiste na identificação das competências detidas por cada adulto, através de um processo de
auto-reflexão e auto-avaliação das experiências de vida pessoais e profissionais vividas de cada adulto. O processo de
reconhecimento começa por o adulto reconhecer as suas próprias competências.

As competências partem da experiência vivida pelo adulto, dos saberes e do saber-fazer, mas é importante que o adulto
consiga encontrar respostas para novas situações de vida, ou seja, que tenha capacidade de discernir, de agir, de transferir
conhecimentos e saberes - fazer para a resolução de novos problemas e novos desafios que a vida pessoal e profissional lhe
coloca.

   O profissional de RVC acompanha o adulto durante todo o processo de RVCC e tem ainda a função de o orientar e
aconselhar na implementação do seu projecto individual de formação.

   Os formadores devem estar presentes nesta fase do processo, porque são os técnicos que conseguem relacionar as
evidências ou os indícios de evidências dos adultos com o referencial de competências-chave. As necessidades de formações
complementares devem ser identificadas o mais cedo possível a fim de desenvolver respostas formativas adequadas a cada
adulto e que não passam exclusivamente pelas formações complementares.


4. Formação Complementar
(máx.25 horas - grupo)


                                                                                                                          146
   A formação complementar organiza-se tendo em atenção o suprimento de algumas lacunas detectadas ao longo do
processo e de acordo com o Referencial de Competências para as quatro Áreas-Chave : Cidadania e Empregabilidade (CE);
Linguagem e Comunicação (LC); Matemática para a Vida (MV) e Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). Cada adulto
não poderá exceder as 25 horas de formação complementar no conjunto das quatro áreas-chave.

   A formação será organizada por grupos de alunos, por área de competência-chave e por unidade de competência, mas
poderão estar em sala mais do que uma unidade de competência, utilizando pedagogias diferenciadas. Podem,
excepcionalmente, ocorrer formações individualizadas. As acções de formação serão sempre contextualizadas com
experiências de vida dos adultos.




   Para cada grupo é feito um Plano de Formação. Cada adulto só vai às sessões de formação complementar de que
realmente necessita. Poderá haver, desde que acordado entre os profissionais e os formadores, troca de elementos entre os
diferentes grupos em formação complementar. Neste caso, estas trocas devem ser devidamente registadas para não se perder
qualquer informação sobre o adulto em causa.

   Sempre que se afigure necessário, haverá um espaço para os adultos poderem desenvolver autoformação assistida na área
das TIC.

   Se, desde o início do processo, forem detectadas algumas insuficiências no desenvolvimento de competências
consideradas chave no processo, tentaremos assegurar, o mais cedo possível, algumas respostas diversificadas de formação
que poderão passar pelo apoio de relações familiares/ profissionais ou sociais do adulto, por processos de autoformação
assistida no Centro ou aquisição de formação no exterior.

   As funções do Centro cruzam transversalmente o espaço de intervenção dos diferentes elementos, profissionais RVC,
formadores e outros intervenientes, materializando-se através de um conjunto de actividades organizadas de forma clara,
intencional e consistente na concretização dos serviços prestados no CRVCC.

   No final da formação complementar o adulto faz a avaliação de cada área-chave e os formadores produzem o relatório final
de avaliação desta formação.


5 Validação
(equipa e grupo de adultos)
   Esta etapa não deve confinar-se apenas à reunião de júri de validação, mas sim incluir todo o trabalho de preparação que
envolve o profissional, formadores, adulto e avaliador externo. É uma espécie de "pré-validação" que, através da liderança do
profissional, pressupõe as seguintes actividades:
          Análise dos dossiers pelo Profissional e Formadores;
          Análise dos dossiers por parte dos adultos, com a possibilidade de reformulação acompanhada pelo Profissional;
          Reunião com o grupo, com a participação do Profissional e dos Formadores, para análise global do processo;
          Análise do dossier pelo avaliador externo; reunião entre este e o profissional, com a participação dos formadores.
(preenchimento das grelhas de apoio à validação). O avaliador externo deve ter um prazo de 15 dias antes da reunião de júri
para análise e discussão dos dossiers pessoais dos adultos.

                                                                                                                            147
            Reunião de júri.


        Como documentos a tratar relativamente a esta etapa identificam-se:
            o meu projecto de formação (a preencher pelo adulto com o apoio do profissional/formadores, antes ou depois da
formação complementar)
            o pedido de validação (a preencher pelo adulto, com uma antecedência mínima de 15 dias relativamente à reunião de
júri)
            a Carteira de competências
            o Certificado de competências (emitido pelo técnico administrativo após a reunião de júri)


            avaliação de todo o processo RVCC pelo adulto - doc. E26, após a reunião de júri.


        Será de evitar a ida do adulto várias vezes ao júri de validação, mas não podemos deixar de contemplar essa hipótese.

        O pedido de validação é feito voluntariamente pelo adulto, embora possa resultar de um processo de discussão /
negociação / concertação com o profissional de RVC e formadores. O pedido de validação é um acto importante de reflexão e
de auto-avaliação do adulto. Este deve confrontar-se com as evidências que reuniu no dossier e ter capacidade para verificar as
unidades de competência que poderão ser objecto de validação.

        A validação é feita perante um júri de validação devendo o adulto ter uma participação activa e defender o seu dossier
pessoal. Pode haver necessidade, por solicitação do júri ou por iniciativa do adulto, de demonstrar algumas das competências
perante o júri.

        Em cada sessão de júri há lugar à elaboração de uma acta onde estarão explicitadas as intervenções do adulto e dos
membros do júri.

        Após a decisão do júri, as unidades de competência validadas são registadas na carteira pessoal de competências-chave
do adulto.

        Os resultados da sessão de júri permitem a certificação, a qual resulta da validação de todas as unidades de competência
das quatro áreas de competências-chave.

        A certificação é um acto administrativo que consiste na confirmação das competências validadas pelo júri de validação, em
suporte próprio - a emissão do certificado.


6 Provedoria
(individual)


        O adulto que obtenha a validação das suas competências e respectivo certificado deverá ser apoiado na definição e
reconstrução do seu projecto pessoal futuro, no sentido de o sensibilizar para a necessidade de prosseguir para níveis de
qualificação superiores. Assumindo particular importância no final desta etapa, deverá ter um carácter transversal ao longo do
processo.



                                                                                                                                148
   Quando a adulto não conseguir reunir as condições necessárias para validar as suas competências deve ser aconselhado
pelo Profissional RVCC a fazer mais algumas sessões de formação complementar de curta duração para que possa concluir o
processo iniciado, certificando as competências adquiridas.


   Pretende-se que o adulto se consciencialize da necessidade de construção e qualificação pessoal que não acaba com a
certificação mas que o prepara para outras oportunidades.




Anexo IV




            Plano de Desenvolvimento 2007/2008


   “Caminante, no hay camino,
   el camino se hace al andar”




   Antonio Machado




   "... a função ideal de uma biblioteca seria a de fazer com que as pessoas lessem."
   Umberto Eco




   "Saber orientar-se frutuosamente no labirinto colossal da riqueza de informação que está agora
   disponível é hoje exigível a qualquer trabalhador intelectual: saber buscar a informação relevante
   para a criação de conhecimento é hoje uma técnica que deve ser proporcionada ao investigador
   e ensinada ao estudante como ferramenta indispensável."
   J. P. Barata




           A estruturação do presente plano, nas suas opções fundamentais e estratégias de trabalho previstas, pretende
adequar-se às grandes linhas do Projecto Educativo de Escola, em particular no que se refere ao articulado relativo ao âmbito
da Biblioteca Escolar:



                                                                                                                         149
             “Implementar a transversalidade da Biblioteca na escola enquanto recurso que
                      - apoia e enriquece o currículo escolar e as práticas pedagógicas;
                      - estimula o desenvolvimento cultural e a promoção da leitura;
                      - fortalece o crescimento pessoal, social e cívico


             fomentando e organizando actividades de articulação com a sala de aula, de enriquecimento curricular e cultural.”
                                                   Projecto Educativo de Escola, ponto 2., alínea G




    Dimensão organizacional
    Espaço

            Oferecer um ambiente que favoreça a formação e desenvolvimento de hábitos de leitura e pesquisa.
            Oferecer um ambiente favorável ao incentivo e à formação do hábito de leitura.
            "Urbanização" do espaço:
                 Reconfiguração da sinalização.
                 Extensão do acesso à Internet.
                 Reformulação do espaço de produção gráfica e multimédia.
    Organização

            Oferecer a maior eficácia possível na organização e funcionamento deste espaço.
            Implementação do Guia do Leitor.
            Implementação da cor na sinalização dos documentos-livro.
            Reorganização da documentação:
             Reformulação/revisão das seguintes áreas:
                 património
                 línguas e literatura (estudo)
                 geografia
            Oferecer e manter actualizada a documentação.
            Avaliação da colecção – pertinência, actualidade, oportunidade.
            Proposta de aquisição de documentação nova face às necessidades da biblioteca escolar e articulação com o
currículo.
            Consulta a professores e órgãos pedagógicos.
            Implantação da consulta aos alunos.
            Definição da “Política de desenvolvimento da colecção”.
            Integração da documentação no programa informático.
            Reformulação e implementação do tratamento biblioteconómico do material não-livro.
            Reformulação da apresentação do material não-livro.


                                                                                                                                 150
   Acesso aos serviços
          Contribuir para as diferentes actividades que se realizem na escola, disponibilizando os seus recursos em espaço,
documentação, equipamentos e serviços.
          Horário de abertura: definição e ajustamento às necessidades da escola.
          Revisão dos procedimentos de acesso aos vários serviços e respectivos regulamentos.
          Preparar a consulta da documentação em catálogo informatizado.
          Preparar a difusão selectiva.
          Implantação da página da Biblioteca escolar na página WEB da Escola.
   Staff
          Definir e distribuir as competências na acção de intervenção da Equipa na BE e na escola.


          Incentivar a formação contínua da Técnica Auxiliar da Acção Educativa responsável pela Biblioteca.


   Comunicação

          Divulgar a informação
          Manutenção dos “infos”, no espaço interior e exterior da Biblioteca.
          Implantação da página da Biblioteca escolar na página WEB da Escola.
          Divulgação da informação:
               as novidades;
               as notícias;
               as actividades;
               tema(s) de divulgação;
               outras.


   Dimensão curricular e cultural


   Formação do leitor


          Orientar no uso do livro e do material não-livro, visando à pesquisa e à educação individual.

          Facilitar o acesso aos documentos que respondam às necessidades dos leitores em informação, educação ou lazer.

          Fazer formação do utilizador.

          Implementação de um programa de leitor para Básico e para Secundário:
               apropriação do espaço;
               pesquisa na Biblioteca;
               consulta de documentos.

          Orientação na Biblioteca para Básico e Secundário:
               resposta informal a solicitações de leitores;
               visita guiada em resposta a solicitações de alunos e/ou professores;


                                                                                                                        151
              formação do leitor em articulação, com a área curricular de Estudo Acompanhado no Básico, e/ou Projectos
Curriculares de Turma ou Áreas de Projecto, no Básico e no Secundário.

        Seminário sobre Formação do Leitor


   Animação da Biblioteca


        Cultivar a leitura.

        Favorecer a descoberta da leitura.

        Possibilitar um campo de exploração e enriquecimento cultural.




        DIVULGAÇÃO DE NOTÍCIAS NO “JORNAL DE PAREDE”

              As novidades: livros / materiais não-livro chegados.
              Os livros/filmes/músicas recomendados.
              Selecção de noticiário cultural.

        LEITURAS NA BE: EU LEIO, TU OUVES

              na BE:

               3/4 por ano
              Comemoração de acontecimentos, efemérides

              em articulação com a sala de aula

              integradas em temáticas curriculares

              “bolsas de leituras” (livro, imagem fixa, filme, música): protocolos a estabelecer com

               interesses de professores
               temáticas ligadas ao currículo
               actividades/exposições

              leituras-”surpresa”: leitura a organizar para as turmas de acordo com o professor e articuladas com o conteúdo
               a trabalhar

              apresentação de livros lidos no âmbito dos “Contratos de Leitura”

        LER E APRENDER DIREITOS DO HOMEM

              na BE:

               exposição de textos de romance / poesia / teatro em associação com imagens ligados aos artigos da
               Declaração com proposta de leitura do(s) livro(s)
              concurso “Uma imagem para um texto” – lançamento no final do 1º período

              em articulação com:

              “Leituras na BE: eu leio, tu ouves”
                                                                                                                         152
        sala de aula
        ”bolsas de leituras”
        Contrato de leitura
        actividades da escola
        …

   O CORPO DAS LETRAS (EXPOSIÇÕES)

        apoio e/ou articulação com os interesses dos Departamentos / Áreas disciplinares / PCTs / Oficinas /
         professores / clubes / pais / …

        temas curriculares ou não
        dar espaço aos alunos das áreas visuais/gráficas


        Exposições programadas:

        Exposição nº 1: Miguel Torga, no 100º aniversário – Novembro de 2007.



   A "ÁRVORE DA POESIA"

            Com dinamização de várias turmas do Ensino Básico, ao longo do ano lectivo

      " DIA INTERNACIONAL DA BIBLIOTECA ESCOLAR" – 22 de Outubro: “Aprender Mais e Melhor na Biblioteca
       Escolar”

   PLANO NACIONAL DE LEITURA

    Apoio a actividades das turmas no âmbito do Plano (bibliografia; apoio a leituras e apresentações na Biblioteca).

            Organização de um Concurso de Leitura Escolar: “Alto (ou Baixo) e Bom Som”- 2º período

            “Semana da Leitura” (incluindo, nomeadamente, uma “Maratona da Leitura”)

   "JOGOS POÉTICOS" E JOGOS MATEMÁTICOS

   XADREZ

            Disponibilidade de tabuleiros e proposta de problemas no “placard” da Biblioteca

   DESENVOLVIMENTO DE DOSSIÊS TEMÁTICOS:

        organização de novas temáticas

   A "LOJINHA DA BE": exposição-venda de marcadores, blocos de notas, pisa-papéis,...

   REALIZAÇÃO DA “FEIRA DO LIVRO ILUSTRADO”- Dezembro de 2007



   APOIO À EDIÇÃO DO JORNAL ESCOLAR O CONTACOISAS



                                                                                                                        153
Anexo V


   APRENDER A ESTUDAR
   11ºE | 2007-2008


PROJECTO


“Poder estudar, querer estudar e saber estudar são as chaves dum estudo eficaz.” (J.M. Louzao e T. Prieto)




I. OBJECTIVOS GERAIS


          – Aprender a estudar, de forma autónoma e crítica
          – Desenvolver hábitos de estudo
          – Desenvolver hábitos de organização
          – Recolher e processar dados de informação


II. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER


    COMPETÊNCIAS BÁSICAS


     1. Organizar, de forma contínua e sistemática, o caderno diário


     2. Fazer uma leitura analítica ou crítica de texto
           – reconhecer a importância duma pré-leitura
           – sublinhar, distinguindo o essencial do secundário
           – identificar e aplicar palavras-chave
           – recorrer à utilização de símbolos, abreviaturas…

                                                                                                             154
             – elaborar tópicos
             – elaborar esquemas


     3. Tirar notas de aula
             – organizar dados por categorias e subcategorias
       – seleccionar/distinguir o essencial do secundário


     4. Elaborar diferentes tipos de esquemas


6. Elaborar diferentes tipos de texto (análise, síntese, texto argumentativo, …)




     OUTRAS COMPETÊNCIAS


     1. Aprender a fazer um trabalho de pesquisa, a nível da
       – selecção / recolha de dados de informação (elaboração de fichas de leitura…)
       – adequação, rigor e clareza
       – apresentação (apresentação geral, estrutura, bibliografia…)


     2. Utilizar fontes diversificadas de informação


     3. Utilizar formas diversificadas de apresentação de um trabalho


III. ETAPAS DO PROCESSO


            1. APRESENTAÇÃO DO PROJECTO “Aprender a estudar” (aos alunos, aos professores e aos encarregados de educação),
como PCT.


            2. INSCRIÇÃO dos alunos
       – Todos os alunos devem entregar uma declaração, assinada pelo encarregado de educação, expressando o seu
interesse em frequentar as sessões de trabalho. Aqueles que não pretendam fazê-lo devem entregar uma declaração nesse
sentido, igualmente assinada pelo encarregado de educação.
             – A declaração será entregue à directora de turma.


     3. INÍCIO DAS SESSÕES de trabalho: 2 de Outubro de 2007, com todos os alunos.


    1/2


IV. OPERACIONALIZAÇÃO


          1. ASPECTOS ORGANIZACIONAIS
                                                                                                                      155
       – Os alunos são divididos em 2 turnos, cada um dos quais c/ uma sessão de 45 min. por semana.
            (Nota: Eventualmente, poderá haver uma sessão c/ todos os alunos.)
       – As sessões estão integradas no horário da turma:
            • 3ªfeira (16.30h – 17.15h) – sala 35
            • 5ªfeira (14.45h – 15.30h) – sala 36


          2. AS SESSÕES
       – As coordenadoras propõem actividades
            a) utilizando materiais de diferentes disciplinas (manual, caderno diário, textos, …);
            b) visando o desenvolvimento das competências previstas e tendo em conta as necessidades e interesses
manifestados pelos alunos ou indicados pelos professores.


          3. OS OUTROS PROFESSORES
       – indicam, por período e por disciplina, em grelha própria, as competências prioritárias, bem como o contributo específico
que darão para a consecução do projecto;
       – levam a cabo actividades adequadas ao desenvolvimento das competências em causa.


          4. OS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO
          − Comprometem-se a incentivar e a verificar o estudo realizado em casa.


V. AVALIAÇÃO (do grau de consecução dos objectivos relativos às “competências a desenvolver”)


            1. NAS REUNIÕES DE CONSELHO DE TURMA
              – os alunos apresentam, através dos seus representantes, uma auto-avaliação e uma avaliação do projecto
desenvolvido;
              – os encarregados de educação, através do seu representante, apresentam dados relativos aos hábitos de estudo
dos alunos;
              – os professores apresentam os dados colhidos nas disciplinas respectivas;
           – as coordenadoras apresentam dados sobre assiduidade e características do processo individual de cada aluno.


            2. NA REUNIÃO DE FINAL DO ANO LECTIVO
              – as coordenadoras apresentam um relatório final, integrando os dados fornecidos por todos os intervenientes.


VI. DINAMIZADORAS: Amélia Nabais (directora de turma e professora de Filosofia) e Fátima Borges (professora de História)




    2/2
    Clube de Jardins, Estufa e Horta Pedagógica


    Introdução

                                                                                                                              156
   No sentido de dar respostas às necessidades de formação no âmbito da educação para a cidadania, procurando
interrelaciona-las com aspectos relevantes a respeito da alimentação, processos produtivos e valorização do respeito pelos eco
sistemas, pretende-se dinamizar um clube que vá de encontro às expectativas da comunidade educativa, motivando também os
alunos á frequência da escola com actividades que se pretendem aliciantes.


   Finalidades:
   - contribuir para o enriquecimento da vida em comunidade e dos alunos;
   - despertar e desenvolver o gosto por actividades produtivas de interesse nacional;
   - valorizar a produção de alimentos saudáveis;
   - conhecer diversos meios de reutilização de detritos.




   Objectivos:
   - desenvolver o gosto pela escola e pelas aprendizagens;
   - valorizar o trabalho individual e em equipa;
   - conhecer os processos de produção agrícula, de jardinnagem e floricultura;
   - contribuir para a preservação dos espaços verdes da escola


   Actividades a desenvolver:
   - agricultura biológica;
   - os amigos do lago;
   - os jardins e as aromáticas;
   - estacaria e produção em estufa.


   Publico alvo
   As actividades do clube são dirigidas, em primeiro lugar a alunos do 3.º Ciclo, pais e encarregados de educação; em
segundo aos professores e alunos do ensino secundário em actividades de apoio à experimentação pedagógica.


   Funcionamento
   As actividades do clube irão funcionar com equipas de indicadas pelos seus directores de turma às 3.ª e 6.ª feiras das 15,30
às 17,15, nas quais podem participar pais e encarregados de educação. Para o ensino secundário depende da marcação
realizada pelo professor da disciplina interessada. Aos sábados das 9.30 às 12.00 horas pode também funcionar para
professores, funcionários, os pais e encarregados de educação.


   Avaliação
   A avaliação das actividades do clube será realizada pelos participantes através de questionários e terá expressão no
relatório final de avaliação da responsabilidade dos professores responsáveis pelo clube.




                                                                                                                           157

								
To top