Docstoc

CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

Document Sample
CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA Powered By Docstoc
					CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA




        Proposta Pedagógica




Um espaço para reflexão e construção




             Gama – DF, 2006.
             CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA




“Quando lançamos uma semente na terra, juntamos a ela esperança e a certeza de
                                                         que vai nascer uma planta”.
                                    Da planta, o fruto; e do fruto, novas sementes.
                        Toda semente carrega no seu bojo uma planta dormindo.
                                                   É fantástica a lição da semente!
                                                     A educação também é assim.
  A gente planta, planta sempre, mas não pode exigir que a planta venha amanhã.
  Leva tempo para que uma planta se desperte do seu sono no berço da semente.
                                 Nem sempre é possível colher o que se plantou.
                                                    As coisas caminham devagar.
                               As coisas nem sempre acontecem em curto prazo.
 Mas é preciso acreditar e plantar com a certeza de que mesmo em longo prazo, a
                                                               semente germinará!”


                                                                    (Maria Radespiel)




                  Um espaço para reflexão e construção                             2
                        CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

SUMÁRIO



APRESENTAÇÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO ......................................................... 4
INTRODUÇÃO ...................................................................................................... 6
DADOS DE IDENTIFICAÇÃO .................................................................................. 9
MISSÃO ............................................................................................................. 10
HISTÓRICO DA INSTITUIÇÃO ............................................................................. 11
DIAGNÓSTICO ................................................................................................... 14
OBJETIVOS ........................................................................................................ 17
PRINCÍPIOS NORTEADORES ............................................................................... 19
ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA ....................................................................... 21
ORGANIZAÇÃO CURRICULAR .............................................................................. 23
AVALIAÇÃO........................................................................................................ 26
BIBLIOGRAFIA ................................................................................................... 27




                               Um espaço para reflexão e construção                                          3
                  CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

APRESENTAÇÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO


      A escola se constitui num espaço permanente de discussão e reflexão na
perspectiva de construção de uma nova realidade. Ao elaborarmos o Projeto
pedagógico dessa instituição educacional pretendemos, com o apoio da
comunidade local, estar resgatando valores que foram perdidos ao longo de
vários anos e, também, oferecendo uma educação pública de qualidade que
seja de fato formadora de cidadãos comprometidos com a realidade social na
qual está inserido.


      Dessa forma, esse Projeto Pedagógico contém um breve histórico do
Centro de Ensino Fundamental 01 do Gama (CEF 01 do Gama), diagnóstico do
que aconteceu em anos anteriores, relatando os acertos e desacertos, bem
como os objetivos que deverão ser alcançados em 2006 para que esse projeto
tenha sucesso e os princípios norteadores que deverão guiar de forma coerente
os trabalhos dessa instituição educacional, além dos planos, metas e
subprojetos que devem ser seguidos pela coordenação pedagógica juntamente
com toda a comunidade escolar através de seus membros comprometidos com
o processo educacional. A organização administrativa mostra uma descrição das
instalações físicas e o quadro de recursos humanos, além das parcerias da
nossa instituição. Já a organização curricular demonstra de que maneira o
corpo docente e direção do CEF 01 irão desenvolver os trabalhos pedagógicos
para que a partir daí possa melhorar cada vez mais a articulação do processo
ensino-aprendizagem.




                       Um espaço para reflexão e construção                4
CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA




    Um espaço para reflexão e construção   5
                       CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

INTRODUÇÃO


          Para que se construa uma Escola Publica de qualidade é necessário que
a Comunidade Escolar esteja envolvida com a discussão político-pedagógica,
tendo em vista a construção do conhecimento. Um projeto deve nortear os seus
princípios de acordo com a realidade de toda comunidade que a compõe,
promovendo a reflexão coletiva em relação a seu contexto, tendo como
clientela alvo o aluno, com suas demandas, interesses e dificuldades para o
planejamento do trabalho.


          Nessa perspectiva, o Projeto Pedagógico deve reforçar as ações de
democratização da organização do trabalho escolar, ressaltando que todos os
profissionais são participantes ativos dos procedimentos desse Projeto. Assim, o
educador vem destacando-se cada vez mais, como pesquisador, investigador, e
agente social no que diz respeito à sua prática.


          A escola atenderá aproximadamente 1300 alunos do Ensino Fundamental
Regular Séries Finais e Ensino Especial, assim distribuído: nove turmas de
quinta série, oito turmas de sétima série e uma classe de ensino especial no
turno matutino; sete turmas de sexta série e seis turmas de oitava série no
turno vespertino. O atendimento a estes alunos será através de subprojetos
que visem à melhoria do processo ensino-aprendizagem, com a participação e
acompanhamento permanente
e sistemático dos pais, professores, coordenação pedagógica e direção deste
Centro de Ensino Fundamental. Destes aproximados 1300 alunos, 17 pertencem
à classe de Ensino Especial e quatro são alunos inclusos em turmas regulares,
possuindo dessa forma o direito à redução da turma em que está inserido (7%
para cada aluno1). Havendo também casos em que esses alunos necessitam de
uma adaptação curricular.


1
    De acordo com a Estratégia de Matricula para a Rede Pública de Ensino do Distrito Federal.
                             Um espaço para reflexão e construção                                6
                     CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

         Para atender essa diversidade, o planejamento terá como base os
Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), para que se possa obter “a formação
do cidadão para conviver com a complexidade do mundo moderno”2 e também
proporcionar a igualdade de direitos, a participação, a co-responsabilidade pela
vida social e a dignidade da pessoa humana. A utilização dos temas
transversais e a verificação das necessidades da comunidade atendida servirão
como guia para um planejamento que proporcione uma melhor aprendizagem.


         Além dos projetos que são criados pelo grupo professores, coordenação
e direção a partir das necessidades detectadas, a instituição de ensino também
conta com o apoio da Banda de Música da própria instituição, que atende aos
alunos no horário contrário da aula, incluindo atendimento aos sábados. Na
escola também se encontra o Centro de iniciação desportiva de Xadrez (CID),
que atende tanto os alunos da própria comunidade escolar assim como pessoas
de outras comunidades.


         A escola também estará cedendo dez salas no turno noturno ao
Ministério da Educação para implementação do Programa do Governo Federal
(Pró-Jovem), que atenderá jovens de 18 a 24 anos para que tenham a
oportunidade de concluir o Ensino Fundamental Séries Finais em um ano.




2
    DISTRITO FEDERAL, 2002, p.13.
                          Um espaço para reflexão e construção                7
CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA




    Um espaço para reflexão e construção   8
                   CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO


      1. Da Mantenedora:
   Mantenedora: Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal;
   CGC:00.394.676/0001 – 07;
   Endereço Completo: SGAN 607 - PROJEÇAO "D" - CEP 70.850-070;
   Telefone: (061) 3901-1840 / 3901-1842; e-mail: se@se.df.gov.br
   Data da fundação: 17 de junho de 1960;
   Registros: Decreto nº 48.297, de 17 de junho de 1960 (Criação da
Fundação Educacional do Distrito Federal);
   Utilidade Pública: Executar a política educacional do Distrito Federal, de
modo a assegurar a eficácia do sistema de ensino oficial;
   Secretária de Educação: Vandercy Antônia de Camargos.


      2. Dados da Instituição Educacional:
  Nome da Instituição Educacional: Cento de Ensino Fundamental 01 do
Gama;
  Endereço completo: EQ 01/02 Área Especial Setor Norte, Gama – DF. CEP
72.430-150;
   Telefone: (061)3901-8071; e-mail: cef01.dregama@se.df.gov.br;
   Localização: Zona Urbana, ao lado do Batalhão do Corpo de Bombeiros e
do Fórum do Gama;


   Divisão,                                                   Delegacia ou
Subdivisão de                                                 Ensino
(conforme                                                     denominado
no Estado):                                                   Secretaria de
Estado de                                                     Educação do
Distrito Federal                                              (SEEDF)/
Diretoria                                                     Regional de
Ensino do Gama                                                (DRE Gama);
   Data de                                                    criação da
Instituição                                                   Educacional: 16
de outubro de                                                 1972;

   Autorização: Deliberação do Conselho Estadual de Educação – CEE;
   Reconhecimento: Deliberação do Conselho Estadual de Educação – CEE;
   Turnos de Funcionamento: Matutino e Vespertino;
   Nível de Ensino ofertado: Ensino Fundamental e Ensino Especial;
    Etapas, fases e modalidades e ensino/programas e projetos
especiais da Educação Básica: Séries Finais e Ensino Especial.


                       Um espaço para reflexão e construção                     9
                CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

MISSÃO


      O Centro de Ensino Fundamental 01 do Gama tem como missão a
procura insistente de mecanismos que garantam sempre uma nova qualidade
de ensino e de aprendizagem.




                    Um espaço para reflexão e construção            10
                  CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

HISTÓRICO DA INSTITUIÇÃO


        O Centro de Ensino Fundamental 01 do Gama foi construído em 1972 e
inaugurado em 16 de outubro de 1972, nominalmente como Centro
Interescolar 01 do Gama, fazendo parte do Complexo Escolar “A”. De acordo
com a Resolução n° 6.854 de 09.06.00, mudou sua denominação para a atual:
Centro de Ensino Fundamental 01 do Gama. Esta instituição de ensino teve
como seus diretores, de acordo com registro de atas:


        Maria Aparecida de Paula Lima (1977);
        Analhedite Moreira (1979);
        Oswaldo Alves de Oliveira (1983);
        Leny de Almeida Vaz (1984);
        Maria de Lourdes Lourenço (1984);
        Ariadne Sousa Santos Porto (1985);
        Leny de Almeida Vaz (1985);
        Francisco Antônio de Paula (1986);
        Maria Inês de Paula Resende (1986);
        Vera Lúcia Moreira (1987);
        Etiene Araújo de Matos (1989);
        Élio Ferreira de Souza (1992);
        Maria Ferreira de Souza (1993);
        Francisco Assis de Sousa(1996);
        Ivanilde Vieira Cavalcanti (1998);
        Suely Fernandes da Silva Mota (2000);
        Iara Maria Assis Rocha (2001);
        João Batista Rodrigues (2002).


        Sua Associação de Pais e Mestres (APM) foi criada em 10 de março de
1976.


                        Um espaço para reflexão e construção            11
                CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

      A Banda Marcial do CEF 01 do Gama foi fundada em agosto de 1979,
pelo prof. Sebastião Divido de Araújo. Composta de 30 alunos e denominada
“Fanfarra”, já possuía na época condições de tocar nas várias festividades
realizadas na escola. Ao longo dos anos a Banda realizou várias apresentações
no Distrito Federal em eventos cívicos-culturais em Taguatinga, Samambaia e
Gama; encontro de Bandas em Sobradinho e Plano Piloto; apresentação de
Natal em 2003 no Palácio do Planalto; Shoppingo do Gama; DRE Gama
(exposição de artes no Gama e Shopping Pátio Brasil em 2005). Em Minas
Gerais participou em 1983 do desfile estudantil com a presença do Ex-
Presidente da República, Sr. Tancredo Neves, na época Governador de Minas e
em 1986 no destile estudantil e na tradicional “Festa do Milho”. No Estado de
Goiás a Banda Participou de Desfiles em Luziânia e Novo Gama, incluindo a
participação do 1º Concurso Nacional de Bandas e Fanfarras realizado em 1991,
na cidade de Goiânia. Em 1996, o Professor Adilson Menezes teve seu trabalho
premiado pela Revista Nova Escola (Professor Nota 10), mostrando que a
música é indispensável. Provou isto através da mistura da música nas aulas de
Matemática,      Geografia,    História    e   Português    em   uma    afinada
multidisciplinaridade. Hoje a Banda está na direção do professor Daniel
Rodrigues da Silva, que vem atuando desde 1983 nesta instituição, atendendo
tanto alunos da escola como da comunidade em geral, participando de vários
eventos festivos. Como encerramento do ano letivo de 2005, O professor Daniel
com a Banda de Música do CEF 01 realizou apresentação no Centro de Ensino
Especial 01 do Gama (CEE 01 do Gama) para os professores, funcionários e
também responsáveis dos alunos que participavam da Banda.


      Este estabelecimento de ensino já atendeu turmas de Classe de
Aceleração da Aprendizagem (CAA) de 1998 a 2005. Estas turmas participaram
em 2004 do projeto “Você apita”, organizado pela parceria SEEDF/FIAT.


      Seu atendimento no noturno encerrou no ano letivo de 2001.


                     Um espaço para reflexão e construção                   12
                 CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

      Iniciou-se atendimento as classes do Ensino Especial em 1997.


      Em 2004 e 2005, alunos que participavam do Clube de Xadrez do CEF
01, foram classificados na OLIMGAMA tiveram a oportunidade de participar do
campeonato Centro-Oeste de Xadrez, onde foram classificados em 3º lugar. A
colocação teve como premiação aos alunos uma viagem à cidade de Batatais
(SP) para participar do campeonato local.


      Em 2005 alguns alunos se destacaram participando de diversos eventos
como a 1ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Pública (OBMEP),
onde treze alunos foram classificados para a segunda fase e destes, 04
receberam certificado de menção honrosa. No Concurso “Desenhe uma
Bandeira para o Gama”, tanto o 1º como o 2º lugar foram de alunos deste
estabelecimento de ensino. Na primeira prova de seleção do Centro de Ensino
Médio Integrado do Gama (CEMI), vinte e quatro alunos deste estabelecimento
de ensino foram classificados para se matricularem, entre eles o primeiro
colocado.


      Várias   atividades   proporcionaram      a   participação   dos   alunos   e
comunidade no ano de 2005 tais como: Sarau Literário, Folclore, Dia do
Estudante, Jogos interclasses, Gincana, Festa Junina e outras.




                      Um espaço para reflexão e construção                        13
                      CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

DIAGNÓSTICO


           Rendimento Escolar:
          No ano de 2005, a escola atendia aproximadamente 1300 alunos das
Séries Finais do Ensino Fundamental, incluindo 17 alunos de Classes Especiais,
sendo distribuídos aproximadamente 800 no turno matutino (17 turmas
regulares - 5ª à 8ª, 3 CAAs, 2 classes de Ensino especial) e 500 no turno
vespertino (13 turmas regulares – 5ª á 8ª série). O critério de enturmação das
turmas regulares foi realizado usando como base a faixa etária, onde a maioria
dos alunos que estava fora da faixa etária estudou no turno vespertino.


          Observou-se que a enturmação realizada contribuiu significativamente
para o resultado do rendimento escolar. Após as recuperações finais, ocorridas
em fevereiro de 2006, enquanto no turno matutino, aproximadamente 7,5%
dos alunos ficaram retidos, 7,2% foram promovidos com Estudos de
Recuperação Paralela (Dependência), 0,3% Abandono e 85% aprovados; o
turno vespertino obteve 23,8% de alunos retidos, 12,6% promovidos com
Estudos de Recuperação Paralela, 8,4% abandono e 55,2% promovidos. Com
esta diferença de rendimento entre turnos, verificou-se um desequilíbrio, seja
pela idade dos alunos ou pela falta de projetos específicos que visem combater
a repetência e proporcionar a melhoria da auto-estima dos alunos defasados.


          No turno matutino, três classes de aceleração (duas classes em nível de
5ª série e uma de 7ª) eram ofertadas.


           Um dos objetivos e metas do Plano Nacional de Educação é “Regularizar
o fluxo escolar reduzindo em 50%, em cinco anos, as taxas de repetência e
evasão, por meio de programas de aceleração da aprendizagem e de
recuperação paralela ao longo do curso, garantindo a efetiva aprendizagem” 3.
Mesmo com a indicação de aproximadamente 57% dos alunos do CAAs para

3
    Plano Nacional de Educação, 2.3, 3.
                            Um espaço para reflexão e construção              14
                     CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

séries subseqüentes a de origem (alguns promovidos e outros acelerados), em
2005 nenhum aluno regularizou o fluxo escolar, indicando que o objetivo
principal do Programa de aceleração da aprendizagem, “corrigir o fluxo escolar
dos alunos defasados em idade-série”4não foi alcançado.


         A indisciplina gerada pela falta de acompanhamento familiar dos alunos,
como conseqüência o desrespeito de alunos com alunos, alunos com
professores, servidores. Observou-se que houve uma falta de orientação com
as crianças e adolescentes sobre respeito ao próximo.


          Participação da comunidade:
         Realizou-se através de reuniões com a Direção e da comunidade com os
professores.


         A comunidade também foi convidada a participar de diversos eventos
realizados, como o Sarau Literário, apresentação da Banda de Música.
Atividades como o xadrez e artes marciais eram oferecidos á comunidade local.


          Atividades extraclasse:
         Observou-se o bom desempenho dos alunos em diversas atividades
competitivas, como campeonatos de Xadrez, Olimpíada de Brasileira de
Matemática das escolas públicas, “Desenhe uma bandeira para o Gama” e
prova de seleção do CEMI, como já foi citado no histórico desta escola.       A
participação de todos professores para incentivar participação dos alunos nas
diversas atividades citadas não pode ser garantida, já que alguns se recusaram
a realizá-la.


          Ensino Especial:
         As duas turmas (oito e nove alunos) participaram de projetos oferecidos
pelo LIED (Laboratório de Informática do CEE 01 do Gama: “Luz das Letras” e

4
    Programa de aceleração da Aprendizagem.
                           Um espaço para reflexão e construção              15
                CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

“Aventuras em estória”. De acordo com avaliação realizada pelos professores
regentes e a equipe do LIED, os alunos eram freqüentes e participativos, e a
utilização dos projetos citados proporcionou melhora no desenvolvimento
acadêmico).




                     Um espaço para reflexão e construção                16
                     CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

OBJETIVOS


          Objetivo Geral:
          Promover a melhoria qualitativa e quantitativa das séries finais do
ensino fundamental, resgatando uma proposta pedagógica comprometida com
a democracia, buscando uma nova qualidade de ensino, de valores éticos e
humanos,de modo a permitir socialização do saber historicamente produzido.


          Objetivos Específicos:
           Elaboração de projetos que promovam uma maior participação dos
responsáveis na vida escolar do aluno;
           Incentivar a participação dos alunos em atividades escolares e extra-
classe,
levando em consideração resultados obtidos em anos anteriores.
           Reorganizar a distribuição de turmas, ofertando 5ªs e 7ªs séries no
turno matutino e 6ªs e 8ªs séries no vespertino, evitando um maior
desequilíbrio entre os turnos, incluindo a exclusão das turmas de CAAs, uma
vez que as mesmas estavam proporcionando muitos problemas de indisciplinas
e os responsáveis não participaram do processo ensino/aprendizagem, não
alcançando       assim o objetivo principal: “Corrigir o fluxo escolar dos alunos
defasados em idade-série”5;
           Unificar as duas turmas de ensino especial;
           Identificar métodos e técnicas mais propícias a cada atividade escolar,
discutindo os principais problemas diagnosticados em sala de aula;
          Promover a integração entre as disciplinas através dos Projetos
interdisciplinares (PDs);
           Realizar recuperação processual;
          Instituir o conselho de classe permanente como forma de diagnosticar
problemas comportamentais e cognitivos;
           Avaliar continuamente o resultado das ações pedagógicas.

5
    Programa de aceleração da Aprendizagem.
                           Um espaço para reflexão e construção                 17
CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA




    Um espaço para reflexão e construção   18
                 CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

PRINCÍPIOS NORTEADORES


         A proposta pedagógica será desenvolvida através da construção de
projetos e subprojetos, palestras, leituras e análise de textos relacionados,
atividades de grupos, cartazes, painéis, pesquisas, discussão oral, exibição de
vídeos, participação em cursos e oficinas, contextualizados com a pedagogia de
projetos, aprimorando não só a formação do professor como também
beneficiando o aluno de uma forma direta já que o objetivo de tal empenho do
mestre é atingir positivamente o seu discípulo. O trabalho do grupo estará
voltado para um planejamento coletivo envolvendo as ações pedagógicas
redimensionando a coordenação como um espaço de discussões, pesquisas e
planejamentos,    operacionalizando      o   currículo   de   forma    interdisciplinar,
contextualizando-o com temas transversais voltado para as competências e
habilidades tendo como referência os PCN’s. Avaliar o processo educativo de
forma contínua, sistemática e diagnóstica através de critérios e procedimentos,
tendo como estrutura a avaliação das escolas públicas do Distrito Federal.
Também serão realizados conselhos de classe preventivo, participativo e
permanente como instância democrática e avaliativa das ações pedagógicas
desenvolvidas durante o processo e aplicação do projeto pedagógico. Haverá
metodologia privilegiada de forma a promover uma maior participação dos
alunos em sala de aula e realizar acompanhamento pedagógico com alunos
defasados   em    aprendizagem      de   conteúdos       específicos   e   recuperando
paralelamente, resgatando uma participação permanente e sistemática dos pais
no processo ensino-aprendizagem. Segundo Vigotsky, “O aprendiz. Além dessas
medidas pretende-se diagnosticar a realidade escolar por segmentos, usando
para o aluno ficha perfil individual, entrevistas, reuniões com pais, etc. Integrar
os segmentos da comunidade escolar promovendo integração, também, entre
os turnos da escola para redirecionar o trabalho pedagógico, realizar exposições
e feiras de trabalhos realizados pelos alunos no decorrer dos bimestres. Estar
utilizando o turno contrário ao que o aluno estuda para a realização de


                       Um espaço para reflexão e construção                          19
                 CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

trabalhos específicos para sanar dificuldades de conteúdos em qualquer
disciplina, quando o próprio professor necessário.
       Deverá haver recursos humanos tais como direção, professores, alunos,
pais, auxiliares em educação, coordenadores pedagógicos locais, convidados e
voluntários, respeitando a carga horária de cada segmento envolvido. Os
recursos materiais serão definidos de acordo com as propostas que serão
realizadas no decorrer do processo, levando-se em consideração a elaboração
das metas e dos subprojetos específicos de trabalho. Podendo utilizar-se de
fitas de vídeo, televisão, vídeo cassete, teleclasse, DVDS, Cds, computadores,
impressoras, som, auditório, salas de aula, livros, textos, folder, faixas,
máquinas fotográficas, máquinas de reprodução, etc.




                      Um espaço para reflexão e construção                 20
                 CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA


       Ocupando uma área de aproximadamente 15000m2, cercada por um
muro de dois metros de altura, inclusive com 3 fios de arame acima do muro,
detém cerca de 7000m2 de área construída,dividida em 7 pavilhões (são 06
laterais e um perpendicular,sendo que os seis tem uma divisão que os separa
por    aproximadamente 06 metros,criando uma passarela coberta que os
interliga).


       São 23 salas de aula para matérias específicas, sendo que 01 delas
destina-se a classe de ensino especial. As salas são fixas para as disciplinas, o
aluno é que se desloca a cada aula de uma disciplina distinta.


      No primeiro pavilhão fica a secretaria que é composta de sala de arquivo,
03 computadores, 03 armários de aço, sala de atendimento ao público com dois
guichês. No segundo pavilhão fica a sala da assistência administrativa composta
de um balcão, 03 mesas, 02 computadores, 01 copiadora portátil. Na sala
seguinte, funciona a Direção da escola composta de três mesas, dois
computadores e 02 arquivos.


       Além disso, escola possui Sala de Apoio, sala de vídeo, sala de leitura,
coordenação, auditório (adaptado), sala dos professores, sala das servidoras,
Cantina Escolar, banheiro para professores, banheiro para alunos, sala para o
CID de Xadrez.


        O CEF 01 do Gama possui 68 servidores distribuídos entre professores,
auxiliares em educação, apoio técnico administrativo, Chefe de secretaria,
auxiliar de serviços gerais, merendeiras, agentes de vigilância, agente de
portaria, além de voluntários e prestadores de serviço do CEPEMA (Central de
coordenação da execução de penas e medidas alternativas) e do programa
primeiro emprego.
                      Um espaço para reflexão e construção                    21
                 CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA



      A escola recebe uma vez por ano, recursos financeiros oriundos do
Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e Programa de descentralização de
Recursos Financeiros (PDRF), sendo que o PDDE é do Governo Federal e o
PDRF do Estadual. Estes recursos são aplicados na aquisição de bens de
consumo, capital, e na execução de serviços, seja na produção de bens ou na
realização de pequenas obras.
      A APM controla e aplica todos e quaisquer recursos financeiros obtidos
da comunidade para a unidade escolar (UE). A escola recebe recursos de
aluguel da cantina comercial e de doações que são feitas quando a mesma é
emprestada a algumas instituições da comunidade, principalmente nos finais de
semana. Esses recursos são utilizados nos gastos diários, tais como: temperos,
reposição de vidros quebrados, serviços, material de serralheria, marcenaria,
pequenos consertos de torneiras e canos quebrados, cópias, etc.. Todos esses
recursos são aplicados em prol dos alunos do Ensino Fundamental Séries Finais
e Ensino Especial.




                     Um espaço para reflexão e construção                  22
                 CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR


      A coordenação coletiva ocorrerá quinzenalmente, exceto em casos de
extrema necessidade que precise do grupo de professores para resolução de
problemas e/ou informes. Na semana em que não houver a coordenação
coletiva, esta será destinada à coordenação por área do conhecimento, tendo
em vista o acompanhamento dos projetos em andamento.


      A coordenação coletiva e a por área do conhecimento funcionarão as
segundas e quartas-feiras. As coordenações individuais as terças, quintas e
sextas, dependendo do componente curricular.


      O horário das coordenações no turno matutino será de 8 as 11 horas e
no turno vespertino de 14 as 17 horas, impreterivelmente.


      Todas as discussões e sugestões que ocorrerem nas coordenações
devem estar em consonância com o projeto pedagógico e devem resultar daí
um melhor planejamento a partir das prioridades do coletivo em prol do
educando.


    Coordenação Coletiva - será destinada a:


       Planejamento interdisciplinar coletivo nos aspectos pedagógicos e /ou
administrativos da escola;
       Estudos, pesquisas e planejamento por área de conhecimento;
       Discussão, acompanhamento e sistematização do processo ensino-
aprendizagem;
       Troca de experiências no turno e entre turnos;
           Aperfeiçoamento    da   prática    educativa     através   de   jornadas
pedagógicas;
       Elaboração de projetos específicos de trabalhos;
                      Um espaço para reflexão e construção                       23
                 CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

       Avaliação permanente do projeto da Coordenação Pedagógica.
       Atendimento aos pais e/ou responsáveis.


  Coordenação por área de conhecimento - destinada a:


       Planejar de forma interdisciplinar;
       Elaborar atividades específicas para os projetos de trabalhos;
       Tomar decisões coletivamente;
       Discutir as dificuldades das turmas e realizar “feedback” no processo;
       Elaboração de material didático-pedagógico;
      Trocar experiências.


Coordenação individual do professor - destinada a:


       Elaboração de estratégias para a sala de aula;
       Elaboração, correção de exercícios, trabalhos, provas, etc.;
       Atendimento individualizado ao aluno;
      Auto-avaliação.


      Todo Planejamento pedagógico deverá ser realizado de acordo com os
Parâmetros Curriculares Nacionais, seguindo também os princípios da LDB.
Onde também se levará em conta a experiência dos educados, assim como as
necessidades da comunidade local para elaboração de um plano curricular em
que o projeto pedagógico da instituição venha a ser contemplado.


      A parte diversificada terá como base as disciplinas de Matemática, Língua
Portuguesa e Educação Artística no turno matutino e Língua Portuguesa e
Educação Artística no turno Vespertino.


      Estas disciplinas serão trabalhadas em conjunto com outras não citadas,
de acordo com a necessidade dos alunos e comunidade, com a intenção de
                      Um espaço para reflexão e construção                  24
                CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

proporcionar um melhor rendimento escolar. Cada parte diversificada deverá
contemplar o trabalho conjunto entre duas ou mais disciplinas por no mínimo
um bimestre.




                     Um espaço para reflexão e construção               25
                 CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

AVALIAÇÃO


       Seguindo a proposta das Diretrizes para Avaliação da Aprendizagem
(2006), o total da nota do bimestre valerá 10 pontos, sendo assim distribuídos:


        50% para testes e provas;
        50% para outras formas de avaliação, tais como: observação,
trabalhos de pesquisa, seminários, monografias, dramatizações, entrevistas,
fichas de acompanhamento, auto-avaliação, portfolios e outros.


** Aspectos formativos: assiduidade e pontualidade; responsabilidade (com
o conteúdo, trabalhos em classe e extraclasse, entrega de trabalhos em datas
corretas); relacionamento entre colegas e professores, disciplina na sala de
aula; participação, interesse nas atividades realizadas em sala de aula e auto-
avaliação.


** Aspectos cognitivos: pesquisas, trabalhos extra-classe; trabalhos grupais
em sala de aula; apresentação de trabalhos; desafios; jogos; maquetes;
confecção de mapas; vídeos e outras atividades que venham enriquecer o
currículo.


       O sistema de avaliação do processo ensino-aprendizagem permeará todo
o andamento do Projeto, em todas as disciplinas, incluindo a parte
diversificada.


       A avaliação do Projeto Pedagógico se realizará nas coordenações
coletivas, realizando os ajustes necessários para alcançar os objetivos
propostos e durante as reuniões com os responsáveis (geral, bimestral,
conselho permanente e conselho escolar).




                      Um espaço para reflexão e construção                   26
                 CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 01 DO GAMA

BIBLIOGRAFIA


BRASIL. Lei Federal de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n°
9394 de 20 de dezembro de 1996.

BRASIL. MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais, 5ª a 8ª séries, 1998.

BRASIL. Plano Nacional de Educação, aprovado pela Lei nº 10.172, de 9 de
janeiro de 2001.

BRASÍLIA. Secretaria de Educação, Currículo da Educação Básica das
Escolas Públicas do Distrito Federal, 5ª a 8ª série, janeiro de 2000.

DISTRITO FEDERAL (Brasil). Secretaria de Estado de Educação. Currículo da
educação Básica das escolas públicas do Distrito Federal; ensino
fundamental 5º a 8ª série. 2 ed. Brasília: Subsecretaria de Educação Pública,
2002.

DISTRITO FEDERAL, Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal.
Diretrizes para Avaliação da Aprendizagem. 2 ed. Brasília, Secretaria de
Estado de Educação, 2006.

DISTRITO FEDERAL, Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal.
Estratégia de Matrícula para a Rede Pública de Ensino do Distrito
Federal, 2006.

DISTRITO FEDERAL, Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal.
Programa de Aceleração da Aprendizagem, 2000.




                      Um espaço para reflexão e construção                  27

				
DOCUMENT INFO