TM 710 Metalurgia do Pó by mercy2beans119

VIEWS: 64 PAGES: 2

									                          UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ
                          Setor de Tecnologia
                          Departamento de Engenharia Mecânica - DEMEC



Nome da disciplina:     METALURGIA DO PÓ


Código:                 TM710

Carga horária total:    60 horas teóricas
Número de créditos:     4
Nível:                  Mestrado e doutorado
Pré-requisito:          sem
Co-requisito:           sem


OBJETIVOS:
METALURGIA DO PÓ, TECNOLOGIAS DE PÓS, MATERIAIS PARTICULADOS,
METAIS, CERÂMICAS E COMPÓSITOS: apresentar de modo aprofundado as
características e propriedades dos materiais particulados e suas relações com as diferentes
técnicas de fabricação, com ênfase a obtenção de materiais sinterizados e suas aplicações,
bem como à utilização de materiais particulados nas diferentes técnicas do setor metal-
mecânico.

EMENTA:
Introdução (Importância da Metalurgia do Pó - M/P como técnica alternativa na fabricação de
componentes mecânicos automotivos em grandes séries, Materiais Sinterizados, Produtos da
M/P e suas Aplicações, Tecnologias de Pós, Materiais Particulados);
Técnicas de Produção de Pós (Noções de Termodinâmica dos Sólidos: Estabilidade de fases e
Diagramas de Ellingham-Richardson; Processos Mecânicos: Quebra e Moagem; Processos
 físicos: Atomização a água, a gás e em vácuo; Processos químicos: Redução e Metalotermia;
 Técnicas de obtenção de pós metálicos, cerâmicos e nanocristais);
Características e Propriedades dos Pós (Forma, Tamanho, Distribuição de tamanho de
partícula, Superfície específica, densidade aparente, escoabilidade e compressibilidade);
Condicionamento e preparo dos pós para conformação (técnicas de formação de liga,
 misturas, aglomeração);
Aspectos de segurança e saúde (toxidade dos pós, tendências pirofóricas e explosivas dos
pós).
Conformação e Moldagem dos Pós (Compactação assistida por pressão a frio, a quente,
uniaxial e isostática, MIM, Extrusão, Laminação e Forjamento de Pós).
Sinterização (Sinterização em sistemas de um componente, em sistemas multicomponentes,
sinterização com fase líquida, técnicas especiais de sinterização, mecanismos de sinterização).
Equipamentos e atmosferas de sinterização (Aplicação dos Diagramas de Ellingham-
Richardson na prática da sinterização, Especificação de atmosferas redutoras na prática de
tratamentos térmicos, Objetivos da atmosfera, atmosferas na prática, fornos contínuos e de
batelada);
Porosidade e materiais porosos (definição e medidas de porosidade em estruturas porosas,
propriedades mecânicas e físicas).
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
[1] Introduction to Powder Metallurgy, Thümmler, F. & Oberacker, R., The Institute of
     Materials, Londres, GB, 1993.
[2] Liquid Phase Sintering, German, R., Metal Powder Industries Federation, NJ, USA, 1990.
[3] Fadigue Design for PM Components, Sonsino & Esper, EPMA, England, GB, 1994.
[4] Powder Metalurgy, Lenel, F., Metal Powder Industries Federation, NJ, USA, 1980.
[5] Standard Test Methods for Metal Powders and PM Products, MPIF, NJ, USA, 1998.
[6] International Journal of Powder Metallurgy (MPIF), 1996-2000.
[7] Metals Handbook (CD-rom), 2000.

PROFESSOR RESPONSÁVEL:
Silvio Francisco Brunatto

								
To top