Projeto_ Infra-estrutura para comunica__o intra-campus pela rede by hcj

VIEWS: 7 PAGES: 15

									FUNDAÇÃO DE EMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO

FAPESP

AUXÍLIO À PESQUISA: Reserva Técnica Institucional

Faculdade de Engenharia – Unesp – Campus de Bauru

Projeto: O uso da videoconferência como Infra-estrutura,
para promover as atividades de pesquisa multicampi.

1. Histórico.
A Unesp. Trata-se de uma das maiores e mais importantes universidades brasileiras. É uma instituição de direito público, mantida pelo Governo do Estado de São Paulo, com destacada atuação no ensino, na pesquisa e na extensão de serviços à comunidade. Criada em 1976, a partir de institutos de ensino superior isolados, hoje está presente em 23 cidades do estado de São Paulo. Com seus 32 Institutos e Faculdades, oferece 168 cursos de graduação para mais de 33 mil alunos dos quais 5,1 mil concluem anualmente sua formação em 64 profissões de nível superior. As mesmas Faculdades e Institutos, também são responsáveis por 108 programas de pós-graduação que mantém cerca de 9.800(nove mil e oitocentos) alunos em Programas de Mestrado e Doutorado acadêmico e profissional. Na Unesp, que figura entre as instituições que mais produzem ciência no Brasil em todas as áreas, os alunos são estimulados desde a graduação, pelos seus 3,5 mil docentes a participar de projetos de pesquisa por meio de um conceituado programa de iniciação científica. São cerca de 5 mil projetos de pesquisas em desenvolvimento nos mais de 1,9 mil laboratórios em suas unidades, localizados nas varias regiões do estado de São Paulo. A Faculdade de Engenharia - Unesp. A Faculdade de Engenharia de Bauru - FE é uma das 32 Unidades Universitárias que compõem a Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP. A FE foi autorizada a funcionar em 1967, de acordo com decreto do Governador do Estado número 47.893, de 12/04/67, e portaria número 7/67 do Conselho Estadual de Educação. Neste ano, entrou em

atividade o curso de Engenharia Mecânica e, no ano seguinte, os cursos de Engenharia Civil e Elétrica, os quais eram mantidos pela Fundação Educacional de Bauru, entidade jurídica sem fins lucrativos, criada pela Lei Municipal número 1276, de 26/12/66. Os cursos de Engenharia Civil e Mecânica foram reconhecidos em 1972, através do decreto número 70.596, da Presidência da República, e o curso de Engenharia Elétrica teve seu reconhecimento em 1975, com o decreto número 78.846. Nos anos posteriores, foram criados outros cursos e unidades, mantidos pela Fundação Educacional de Bauru. Em 1985, foi instalada a Universidade de Bauru, composta pelas Faculdades de Engenharia, Tecnologia, Ciências e Artes e Comunicações. Em agosto de 1988, a Universidade de Bauru foi incorporada à UNESP e os cursos de Engenharia e Tecnologia foram agrupados numa única Unidade, chamada Faculdade de Engenharia e Tecnologia. Atualmente, com a extinção dos cursos de Tecnologia, a Unidade passou a chamar-se Faculdade de Engenharia, oferecendo ensino e pesquisa de alta qualidade, com cursos de Graduação nas áreas da Engenharia Civil, Elétrica, Mecânica e de Produção. Oferece também os cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu em Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção, além de vários cursos de Especialização, Atualização e Extensão. Na FE são 1.200 alunos cursando em nível de graduação, 145 em pós-graduação Stricto Sensu, e 170 em Lato Sensu. Todos estes alunos são assistidos por 86 docentes em regime de dedicação integral, sendo que 92% possui titulação entre doutorado e pós-doutorado.

2. Introdução.
A UNESP com seus 32 institutos e faculdades está presente em 23 municípios distribuídos geograficamente pelo Estado de São Paulo. A necessidade de pesquisadores, professores e alunos dessas Unidades estarem em contato para realização de workshop, seminários, reuniões, encontros, palestras, e outras atividades didáticas e de pesquisa, é constante. Essas integrações geram altos custos com despesas de viagens, diárias em hotéis e transportes, assim como o desgaste pessoal e dos veículos oficiais. É natural o incômodo entre os participantes, por terem que transpor os vários quilômetros de distância entre as Unidades Universitárias. É importante se considerar também, o risco de acidentes que normalmente os participantes estão sujeitos quando se deslocam para outras localidades. Dessa forma, a videoconferência surge como solução para a integração entre os campi da Unesp. Com a possibilidade do uso da videoconferência, a comunidade prescinde de se deslocar fisicamente de um lugar para outro, bastando o contato virtual, ou seja, sem sair do local da apresentação, com economia de tempo e de recursos financeiros.

3. A pesquisa na Faculdade de Engenharia.
A criação dos grupos de pesquisa, tem contribuído para o aumento significativo na quantidade e na qualidade da produção técnica e científica da FE, envolvendo todo o corpo docente e discente desta unidade de Ensino. Os grupos atuam em varias áreas da tecnologia, e são divididos conforme segue: (base junho/2008).

Análise de Estruturas via Métodos Numéricos
Linhas de pesquisa: - Análise Numérica e Experimental de Estruturas Setores de aplicação: - Aeronáutica e espaço - Construção civil

Análise Numérica e Experimental de Estruturas
Linhas de pesquisa: - Análise Experimental de Estruturas - Análise Numérica de Estruturas - Infra-Estrutura das Vias de Transporte - Tecnologia de concretos Setores de aplicação: - Construção civil - Fabricação de Equipamentos de Instrumentação médico-hospitalares, instrumentos de precisão e ópticos, equipamentos para automação industrial, cronômetros e relógios - Planejamento e gestão das cidades, inclusive política e planejamento habitacional

Comportamento de Fundações
Linhas de pesquisa: - Comportamento de Estacas Apiloadas, em Solo Colapsível - Comportamento de Fundações no Interior de São Paulo - Recalques de Pilares Apoiados em Estacas - Recalques de Pilares Apoiados em Tubulões Setores de aplicação: - Construção civil

Estudos em Alagados Construídos
Linhas de pesquisa:

- Estudos em Alagados Construídos - Paisagismo em Alagados Construídos - Tratamento e reuso de águas residuárias Setores de aplicação: - Captação, tratamento e distribuição de água, limpeza urbana, esgoto e atividades conexas - Formação permanente e outras atividades de ensino, inclusive educação à distância e educação especial - Produtos e serviços voltados para a defesa e proteção do meio ambiente, incluindo o desenvolvimento sustentado

Geotecnia e Saneamento Ambiental
Linhas de pesquisa: - Geomecânica de Solos Tropicais - Geotecnia Ambiental - Manejo de Resíduos Setores de aplicação: - Construção civil - Planejamento e gestão das cidades, inclusive política e planejamento habitacional - Produtos e serviços voltados para a defesa e proteção do meio ambiente, incluindo o desenvolvimento sustentado - Captação, tratamento e distribuição de água, limpeza urbana, esgoto e atividades conexas

Patologia das Construções
Linhas de pesquisa: - Desempenho das construções - Desempenho de fundações em solos colapsíveis - Patologia das estruturas - Patologia e Reforço das fundações Setores de aplicação: - Construção civil

Análise, Computação e Estudos Econômicos de Sistemas de Energia
Linhas de pesquisa: - Aplicação de Sistemas Inteligentes em Sistemas de Potência - Despacho e Pré-Despacho de Geração - Desregulamentação e Novos Mercados de Energia Setores de aplicação: - Energia - Informática

- produção e distribuição de energia elétrica

Controle de Movimento Inteligente
Linhas de pesquisa: - Sistemas e Controle Inteligente Setores de aplicação: - Energia - Industria Eletro-Eletrônica - Informação e Gestão C&T

Máquinas Elétricas para Finalidades Especiais
Linhas de pesquisa: - Acionamento de Máquinas Elétricas - Geradores de Energia Elétrica - Máquinas Elétricas de Indução Lineares - Máquinas Elétricas Fracionárias Setores de aplicação: - Educação superior - Formação permanente e outras atividades de ensino, inclusive educação à distância e educação especial - Industria Eletro-Eletrônica - Energia

Modelagem Eletromagnética por Métodos Numéricos e Computacionais
Linhas de pesquisa: - Estudos de Problemas de Campos Eletromagnétcos em Altas Frequências, Utilizando o Método das Diferenças Finitas no Domínio do Tempo - Utilização do Método dos Elementos Finitos e Redes Neurais Artificiais em Ensaios Não Destrutivos Baseados em Princípios do Eletromagnetismo Setores de aplicação: - Ensaios de materiais e de produtos; análise de qualidade - Fabricação de aparelhos e equipamentos de telecomunicação - Industria Eletro-Eletrônica - Assessoria ou consultoria de arquitetura ou engenharia - Indústria Metal-Mecânica

Racionalização de Energia Elétrica
Linhas de pesquisa: - Conversão e Sistemas de Energia - Qualidade de Energia Elétrica

- Uso Racional de Energia Elétrica Setores de aplicação: - Energia - Industria Eletro-Eletrônica - Qualidade e Produtividade

Sistemas de Potência e Técnicas Inteligentes
Linhas de pesquisa: - Conversão em Sistema de Energia - Qualidade de Energia - Sistemas de Controles Inteligentes Setores de aplicação: - Produção e distribuição de energia elétrica - Produção e distribuição de eletricidade e gás

Sistemas Inteligentes
Linhas de pesquisa: - educação à distância - redes neurais artificiais - sistemas eletrônicos - visão computacional Setores de aplicação: - Educação - Informática - Industria Eletro-Eletrônica - Fabricação de material eletrônico básico

Supervisão e Controle de Processos
Linhas de pesquisa: - Sistemas de Energia - Sistemas e Controles Inteligentes Setores de aplicação: - Industria Eletro-Eletrônica - Silvicultura, exploração florestal e serviços relacionados - Energia - Industria Eletro-Eletrônica

Dinâmica e Projeto de Sistemas Mecânicos
Linhas de pesquisa: - Controle de Sistemas Mecânicos - Modelagem de Sistemas Mecânicos - Projeto de Elementos Mecânicos

- Projeto Estrutural em Biomecânica Setores de aplicação: - Fabricação de máquinas com componentes de mecânica de precisão - Produtos e processos biotecnológicos vinculados à saúde humana ou dos animais

Energia e Meio Ambiente
Linhas de pesquisa: - Aproveitamento energético - Armazenamento Térmico - Formas Alternativas de Energia - Simulação Numérica de dispositivos - Trocadores de Calor Compactos Setores de aplicação: - Captação, tratamento e distribuição de água, limpeza urbana, esgoto e atividades conexas - Energia - Produtos e serviços voltados para a defesa e proteção do meio ambiente, incluindo o desenvolvimento sustentado - Outros setores

Grupo de Pesquisa em Usinagem por Abrasão
Linhas de pesquisa: - Desgaste de ferramentas, materiais e de órgãos ativos - Desgaste dos materiais - Estudo bacteriológico nos fluidos de corte - Fadiga dos metais - Monitoramento do processo de retificação - Otimização do processo de retificação Setores de aplicação: - Indústria Metal-Mecânica - Qualidade e Produtividade - Fabricação de máquinas com componentes de mecânica de precisão

Processamento da Madeira e Materiais Compostos
Linhas de pesquisa: - Aproveitamento de Resíduos Industriais - Processamento da Madeira e Bambu Setores de aplicação: - Construção civil - Fabricação de produtos de madeira, inclusive móveis - Desenvolvimento de novos materiais - Qualidade e Produtividade

Processos e Metalurgia da Soldagem
Linhas de pesquisa: - Processos e Metalurgia da Soldagem Setores de aplicação: - Indústria Metal-Mecânica

Projeto e Segurança e Ergonomia Aplicado as Máquinas Agrícolas
Linhas de pesquisa: - Conforto Térmico - Ergonomia aplicada em máquinas agrícolas - Relação homem x máquina: projeto de equipamentos de proteção - Segurança e Ergonomia em Maquinaria Agrícola - Segurança operacional Setores de aplicação: - Fabricação de equipamentos de instrumentação médico-hospitalar, odontológico e de laboratórios - Desenvolvimento de produtos tecnológicos voltados para a saúde humana - Outro - Desenvolvimento rural - Educação - Fabricação de Equipamentos de Instrumentação médico-hospitalares, instrumentos de precisão e ópticos, equipamentos para automação industrial, cronômetros e relógios - Serviços coletivos prestados pela administração pública na esfera da segurança e ordem pública, inclusive defesa civil

Tecnologia da Usinagem
Linhas de pesquisa: - Processos abrasivos de super-acabamento - Usinagem com ferramenta de geometria definida Setores de aplicação: - Fabricação de máquinas com componentes de mecânica de precisão - Fabricação de máquinas e equipamentos, inclusive máquinasferramenta

Gestão Ambiental
Linhas de pesquisa: - Gerenciamento sustentável dos resíduos a reciclagem de materiais - Gestão Ambiental nos Sistemas Produtivos Setores de aplicação: - Produtos e serviços voltados para a defesa e proteção do meio ambiente, incluindo o desenvolvimento sustentado

Gestão de Sistemas e Operações
Linhas de pesquisa: - Ensino de Engenharia - Logística - Planejamento e Controle de Sistemas de Produção - Processos Organizacionais do Trabalho - Simulação de ambientes organizacionais Setores de aplicação: - Educação superior - Outros - Indústria Metal-Mecânica - Outras atividades de assessoria e consultoria às empresas - Qualidade e Produtividade - Desenvolvimento de programas (software) - Formação permanente e outras atividades de ensino, inclusive educação à distância e educação especial

4. Justificativa.
Vantagens da Videoconferência. Com essa tecnologia, existe a possibilidade de uma maior flexibilidade quanto aos horários das apresentações, uma vez que os deslocamentos são minimizados. Apenas um palestrante ou professor pode fazer um seminário ou apresentação simultaneamente para diversos locais, independente da localização, podendo inclusive estar em países distintos. Através da videoconferência, pessoas que não podem se deslocar ao local do evento passam a ter a possibilidade de participar do mesmo, sem prejuízo de seus compromissos do diários. Se a procura exceder as vagas fixadas, podem-se criar salas extras. Através da videoconferência, as pessoas presentes nessas salas obtêm a mesma palestra em tempo real, ou seja, expande-se de forma eficiente os espaços oferecidos às pessoas interessadas, com a vantagem de poder estar em qualquer outro lugar, cidade, país e ainda poder interagir com os palestrantes como se estivessem presencialmente. Ganho de tempo. Quando de um evento multicampi, é natural que exista sempre uma perda de tempo para se chegar até o local da reunião ou apresentação. Neste sentido, a videoconferência transforma-se em uma importante solução para esse problema, pois não há deslocamento. O docente ou palestrante pode utilizar o tempo que seria gasto com o transporte para outras atividades acadêmicas. Sintonia com a revolução tecnológica na educação. Não podemos fechar os olhos diante da grande revolução que a tecnologia trouxe a comunidade acadêmica, em especial com a chegada

do ensino à distância, ou “e-learning”. Assim, a videoconferência é um recurso de suma importância no apoio ao ensino e a pesquisa. Recursos incorporados na Videoconferência. Melhor qualidade de áudio. O áudio talvez seja o componente mais importante da videoconferência, por ser fundamental na transmissão de conhecimento. Um sistema ideal de áudio é aquele que oferece a mais ampla freqüência de resposta usando a menor largura de banda e causando atraso mínimo. Falhas na transmissão também reduzem a qualidade de compreensão, problema que é minimizado com a adoção de equipamentos mais modernos. O ideal é que se forneçam condições para que o usuário da videoconferência acabe se esquecendo que está utilizando este recurso, como se estivesse na presença real do conferencista. Melhor qualidade de vídeo. As expressões faciais e os movimentos corporais também são importantes na comunicação. Além disso, as expectativas de qualidade de vídeo crescem a cada geração, de forma que uma imagem de baixa qualidade gera insatisfação e frustração aos usuários da videoconferência. Devemos corresponder às expectativas, transmitindo e recebendo imagens com ótima resolução, além de cores e sombras próximas do real, se possível utilizando recursos de TV digital. Simultaneidade de recurso. Para o palestrante, há a possibilidade de se visualizar simultaneamente as salas que estão recebendo o sinal de videoconferência, além de transmitir a sua imagem e a de apresentações digitais, por exemplo originadas de seu microcomputador.

5. Conclusão.
A videoconferência é uma tecnologia que permite realizar virtualmente conferências, workshop, seminários, apresentações de trabalhos, reuniões, treinamentos, aulas, defesas de tese e debates com qualidade de som e imagem em tempo real e interatividade dentre os participantes. A presença é virtual, através da Internet ou de outro link de comunicação de alto desempenho. A Universidade Estadual Paulista apesar de sua formação multicampi com presença em todo o território paulista, possui infraestrutura de rede com alto desempenho, podendo transmitir áudio e vídeo em tempo real com ótima qualidade. Assim, pesquisadores, docentes e alunos não têm a necessidade de locomoção entre as cidades para participar de reuniões e eventos diversos. O encontro pode ser realizado com boa qualidade, através da Videoconferência, sem os desgastes e riscos dos deslocamentos e sem maiores custos para a Universidade. A qualidade nas transmissões, passa necessariamente pela tecnologia utilizada, e essa evolui rapidamente. Assim, é imperativo que estejamos sempre atualizados tecnologicamente no que concerne aos equipamentos empregados.

6. Orçamento e Especificações dos Equipamentos.
(Anexo). TANDBERG 1700 MXP (Maintenance Cont 115300) TANDBERG 1700 MXP MultiSite (MS) Opti 115358MS TANDBERG 1700 MXP Natural Presenter P 115358NPP TANDBERG 1700 MXP - Partner Core Adv 115300V04 R$ 26.528,00 R$ R$ R$ 6.281,00 4.187,00 1.504,00


								
To top