Produção e caracterização de endo-xilanase recombinante de

Document Sample
Produção e caracterização de endo-xilanase recombinante de Powered By Docstoc
					  Produção e caracterização de endo-xilanase recombinante de Bacillus
                                subtilis.
     Deliberto, L.A.1, Alponti, J.S.1, Ruller, R.1, Betini, J.H.A.2, Polizeli,
                                   M.L.T.M.2, Ward, R.J.1
                     1
                         Departamento de Química - FFCLRP-USP
                               2
                                   Departamento de Biologia –FFCLRP – USP.


               1. Objetivos                             3. Resultados e Discussão
A madeira é composta principalmente de            Após este tratamento enzimático e realização
celulose, hemicelulose e frações de lignina. As   do teste do número kappa, obteve-se um valor
xilanas constituem uma fração do polímero da      6,45; o que corresponde a uma diminuição de
hemicelulose, que é o principal componente de     24.92% da quantidade de ClO2 em relação ás
paredes celulares de plantas. Endo-xilanases      amostras não tratadas enzimaticamente.
(E.C. 3.2.1.8) são glicosil-hidrolases, que       Testes de atividade enzimática (Tabela 01)
hidrolisam as ligações β-1,4 internas da cadeia   foram realizados para os sobrenadantes e
principal da xilana. Na transformação da          interna (endógenas) das culturas brutas dos
madeira a papel, as frações de lignina devem      meios de cultivo SB (Superbroth) e LB (Luria-
ser eliminadas, o que ocorre em 2 etapas: o       Bertani), as quais apresentaram maior
processamento Kraft e o branqueamento da          rendimento enzimas produzidas em meio de
polpa de madeira. A maioria das indústrias de     cultivo SB.
papel e celulose utiliza no branqueamento         Tabela     01:  Quantificação  de xilanase
compostos de dióxido de cloro e extração sob      recombinante expressada em E.coli DH5α em
altas temperaturas em soluções alcalinas. A       meio SB.
porcentagem do cloro usada neste processo            Proteína nativa     Unidades    Concentração   Atividade
pode ser calculada através do número Kappa             da xilanase       totais de        da        específicas

da polpa de celulose. As xilanases são o foco                            proteína       proteína     U/mg/mL

da pesquisa devido sua função catalítica,            Sobrenadante      154720 U      154,72 mg/mL   829,6

tornando-se     uma     alternativa   ambiental      Interna           1422,2 U      33,65 mg/mL    43,26

aceitável nas etapas de tratamento da polpa,
diminuindo a porcentagem de cloro utilizada no
processamento Kraft.                                                   4. Conclusão
                                                  A diminuição da porcentagem de cloro foi
        2. Material e Métodos                     significativa em relação a outros trabalhos
                                                  publicados utilizando xilanase de Bacillus
O gene XynA recombinante do bacillus-subtilis     licheniformes [2]. O maior rendimento
foi previamente clonado no vetor pT7BSXA, e       observado para o meio de cultura SB é devido
posteriormente transformado em células de E.      a maior concentração de nutriente que este
coli    linhagem    DH5α,   que     produziram    meio possui por tratar-se de uma enzima
endoxilanase β-1,4 recombinante secretada no      expressada constitutivamente (sem indutor
sobrenadante da cultura bruta [1]. A atividade    IPTG), quanto maior a concentração da massa
hidrolítica (método do DNS) e o número Kappa      celular, maior produção da enzima heteróloga.
foram      determinados   para    a    proteína
recombinante. As melhores condições para a
                                                                       5.Referências
determinação experimental do número do            [1] Ruller R.; Rosa JC; Faca VM; Greene L.J.;
kappa foram de 36 U de xilanase recombinante      Ward R.J. Biotechnol Appl Biochem. (2006)
por grama de massa seca da polpa (8g por          [2] Damiano V.B.; World J. of Microbiology &
                                o
100g da água) incubadas em 55 C por 1h.           Biotechnology ( 2003) 19: 139–144.