Docstoc

Software SPRING

Document Sample
Software SPRING Powered By Docstoc
					                   Software SPRING



• Graduanda: Yara da Silva Guim

• Orientador: Antonio Maria Pereira de Resende

• Departamento de Ciência da Computação – DCC
                                                                                   Sistema



1 – Sistema
Banco de dados geográfico de segunda geração, para ambientes UNIX e Windows
com as seguintes características:


• Opera como um banco de dados geográfico sem fronteiras e suporta grande
volume de dados (sem limitações de escala, projeção e fuso), mantendo a
identidade dos objetos geográficos ao longo de todo banco;

• Administra tanto dados vetoriais como dados matriciais (“raster”), e realiza a
integração de dados de Sensoriamento Remoto em um SIG;

• Provê um ambiente de trabalho amigável e poderoso, através da combinação
de menus e janelas com uma linguagem espacial facilmente programável
(LEGAL - Linguagem Espaço-Geográfica baseada em Álgebra).;

• Consegue escalonabilidade completa, ou seja, é capaz de operar com toda sua
funcionalidade em ambientes que variam desde microcomputadores a
estações de trabalho RISC de alto desempenho.
                                                      Sistema



Termos importantes:


                TERRASIG             SPRING

      • Plano de Informação   • Plano de Informação

      • Tema                  • Modelo de Dados

      • Vista                 • Projeto

      • Grade do tema ativo   • Categoria
                                                                              Sistema




• Categoria : indica qual o tipo dos dados que está entrando no sistema.
  Se é imagem, temático, cadastral (município e cada um tem sua saúde,
    população etc). Quando tenho um polígono com mais de uma informação,
    então teremos uma categoria cadastral, pois são várias informações. Por
    exemplo, cadastro de lotes, quem foram os donos e em que anos.)

•   Projetos : área de estudo determinando o retângulo envolvente por ex.
    LAVRAS, e para outra cidade eu crio outro projeto com sua zona, projeção e
    coordenadas geográficas.

    Modelo de Dados : mais complexo que do Terraview, temos de entender o
    que é cada categoria e quando se usa.
                              Impima

O   SPRING permite a entrada direta de imagens provenientes dos satélites:
•   Landsat;
•   SPOT;
•   NOAA
•   ERS-1.

Cada uma destas imagens apresenta características distintas quanto à
resolução. Imagens analógicas como fotografias em papel também podem ser
tratadas pelo SPRING, podendo ser importadas no formato:
• TIFF;
• GeoTIFF
• RAW

Após serem digitalizadas através de um Scanner.
                                                     Banco de Dados



2 – Banco de Dados


Arquivo  Banco de Dados  Diretório  DF  Ativar
                                                                       Modelo de Dados



3 – Modelo de Dados
Cada mapa deverá pertencer a uma Categoria (a um único Modelo), ou seja:
        Temático   Numérico    Imagem     Rede   Cadastral    Objeto




O visual de áreas, linhas, pontos e textos dos mapas também são definidas e
armazenadas junto com o Modelo de Dados.



 Categorias do modelo Temático são divididas em Classes Temáticas, e cada
 classe pode ter um visual diferente, por exemplo: cores diferentes para cada tipo
 de solo.
                                                                                Projeto



4 – Projeto
Deve ser fornecido um nome, projeção e retângulo envolvente para criar um
projeto.


A condição para criar um projeto é apenas ter um banco ativo, não sendo
necessário definir as categorias. Pode-se ter quantos projetos desejar, mas
somente um pode estar ativo de cada vez.


Arquivo  Projeto  Brasília  Projeção  Sistema: UTM  Fechar  Projeções:
Coordenadas: Geograficas (metros) ou Planas (Graus, min, e segundos)  Ativar



•   NOTA: Aparece a tela PAINEL DE CONTROLE quando ativamos um projeto e é
    nesta janela que se faz seleção de dados e controle das telas de visualização.
                                                                            Visualização



5 – Visualização dos PIs
É na janela de PAINEL DE CONTROLE que selecionamos um PI tanto para a
visualização quanto para uma operação desejada.


Utilizar as duas listas do “Painel de Controle”: Categorias e Planos de Informação.


Nas Categorias - são apresentadas apenas as categorias do Banco de Dados ativo
que possuem pelo menos um Plano de Informação no projeto ativo. Os parênteses “()”
ao lado da categoria serão preenchidos com (V) quando algum PI selecionado.


Planos de Informação - são apresentados de acordo com a Categoria selecionada
acima. Abaixo da lista de Pis são apresentadas as representações disponíveis para o
Plano de Informação selecionado.
                                                                           Registro



6 – Registro de uma Imagem
Transformação geométrica que relaciona as coordenadas da imagem (linha e
coluna) com as coordenadas geográficas de um mapa. Essa
transformação elimina distorções existentes na imagem, causadas no
processo de formação da imagem, pelo sistema sensor e por imprecisão dos
dados de posicionamento da plataforma (aeronave ou satélite).

Necessário para:

· Integração de imagens obtidas por sensores diferentes.
· Análise temporal de imagens obtidas em tempos diferentes.
· Obtenção de informação tridimensional de imagens tomadas em posições
diferentes.
· Geração de mosaico de imagens.
                                                                             Registro




PROCEDIMENTOS

Para a realização do registro é necessário:

1. Escolher os Pontos de controle - são feições possíveis de serem identificadas
de modo preciso na imagem e no mapa, como por exemplo, o cruzamento de
estradas.

2. Definir a equação de Mapeamento - escolher qual equação matemática,
normalmente primeiro ou segundo grau, fará a reamostragem dos pixels.

3. Definir o processo de Interpolação - Vizinho mais próximo, Bilinear ou
Convolução Cúbica.
Registro
7 – Modelo Cadastral
 Modelo de Dados
 Modelo Objeto com nome Escola;
 Modelo Cadastral como nome Cad_Escola;
 Cria um PI vazio associado ao Modelo Cadastral criado;
 Verificar no Painel de Controle o PI na lista de Pis e verificar que foi habilitado o menu
CADASTRAL

 Cria um PI para acoplar os objetos

 Cadastral  Edição Vetorial
 - Edição Topologica
   - preencher os campos
   - desenhar o polígono LINHA FECHADA (botao direito para finalizar)
   - ajustar e poligonizar (verificar no rodapé da interface)
   - habilitado botão OBJETOS (clicar)
   - Rotulo = nome  criar  habilita atributos e preenche
   - Associar poligono ao objeto (tabela)  clica em cima do poligono (verificar no rodapé)

Painel de Controle  Consultar
Consultas
Consultando mapa de objetos do modelo cadastral:
  - Ativar banco de dados DF
  - Ativar projeto Brasilia
  Painel de Controle
  - (Categorias | Cad_urbano)
  - (Planos de Informação | Mapa_quadras)
  - (Linhas), (Objetos)
  - [Executar] [Desenhar]
- (Consultar...)
  Geração e Seleção de Coleção
    - (Categorias de Objeto | Quadras)
  - (Coleções | TUDO)
    - (Aplicar) – as janelas Visualização de Objetos e Tabela são apresentadas.

 Consultando o módulo Tabela com o mapa Mapa_Distrital:

- Selecione um objeto na TABELA de atributos, pressionando BE (botão
esquerdo) na primeira coluna da linha desejada. O objeto será
automaticamente realçado, na cor corrente (cor apresentada no canto
superior esquerdo da tabela), na Tela de visualização.
Agrupamento de objetos por atributos:
 Visualização de Objetos
 - (Quadra)
 - [Editar][Agrupamento...]
  Agrupar Objetos: Quadra
 - (Atributos | Renda)
   - (Modo: Passo Igual)
   - (Número de Partes: 5 partes)
   - (Agrupar)
   - (Executar)
   - Analisar resultado na tela ativa

 * Teste outras opções de agrupamento.

 * Desfazer o agrupamento antes de fechar a janela
  - (Desagrupar)
  - (Executar)
  - (Fechar)

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:0
posted:5/3/2013
language:Unknown
pages:16