Docstoc

Informativo ProMoz N18 - Ivanei e Lilian - OUT 2012

Document Sample
Informativo ProMoz N18 - Ivanei e Lilian - OUT 2012 Powered By Docstoc
					                                                                               Projeto
                                                      Moçambique
                                                TREINANDO LÍDERES PARA AS IGREJAS EM MOÇAMBIQUE
                                                       NO IBD - INSTITUTO BÍBLICO DO DONDO                                                            Ivanei e Lílian Silveira

                                               E-mail: ivaneisilveira@gmail.com / Facebook: www.facebook.com/projetomozambique / Skype: ivaneisilveira
                                                           Telefone em Moçambique: +258 84079 6963 / Blog: www.preojetomozambique.com
                                                                      Ivanei Silveira - Caixa Postal nº 13 - Beira - Sofala - Moçambique

                                                       A N O        3 ,    N º      1 8                           www.projetomozambique.com

        “Você é um homem feliz se faz o que é certo; uma mulher feliz se veste a roupa da justiça” Salmo 106.3

Um mês que valeu por dois
Essa foi sensação que tivemos no mês de outubro, que ele teve sessenta dias e não trinta. Nem tanto pela demora de pas-
sar o tempo, porque não vimos o tempo passar, mas pela quantidade de fatos e acontecimentos.
Só agora, parando para organizar o nosso informativo é que percebemos quantas coisas aconteceram durante este mês.
Tivemos lutas mas todas com vitórias.
Tivemos alegrias e em abundância.
Tivemos surpresas mas todas encaramos como parte de nosso aperfeiçoamento.
Tivemos preocupações mas em todas aprendemos a confiar no Senhor.
Sabemos que nem todos os meses são assim. Como já dissemos anteriormente, em África não existe rotina. Cada dia é
uma aventura. Já imaginou isso? Nem eu, mas aqui é assim. E vamos vivendo nosso dia a dia, testemunhando, comparti-
lhando, ensinando e aprendendo.
Continue conosco. Fale como o moçambicano que quer mostrar amizade e empatia - “Estamos juntos!”.

Chorando com os que choram
O nosso mês de outubro começou assim. Acompanhando a tristeza do nosso funcionário mais velho, Pai Beijamim.
É triste quando um ente querido morre e ainda temos que comprar caixão e tudo mais.
Em Moçambique, a tristeza da morte vem acompanhada pela dificuldade para se enterrar os mortos. A família precisa
parar de chorar pra comprar madeira, as vezes umas poucas cascas de árvore. Levar à serraria para cortar pequenas
tábuas. Levar para um carpinteiro fazer o caixão e, depois de tudo, arrumar uma maneira de transportar o caixão até em
casa e o defunto para o cemitério. Enquanto outros da família abrem a cova.
Acompanhei isso bem de perto quando, no dia 1/10, faleceu a irmã do Pai Beijamim. Depois de acompanhá-lo nos
preparativos e ajudar a suprir as necessidades da família enlutada ainda levamos o caixão ao cemitério no carro da
missão. Povo chorando, cantando músicas que falam da morte e de tristeza, andando atrás do carro em direção ao
cemitério no meio do mato, onde “branco” não chega e nem é convidado.
Em meio a tanta tristeza da família destacou-se a alegria do Pai Beijamim em saber que não estava sozinho, e a
admiração do pastor nacional e de suas ovelhas em ver que o missionário não constrangeu-se em servir e abençoar quem
não conhecia.

Se alegrando com quem se alegra
Se havia pessoas com quem pudéssemos nos alegrar esse mês de outubro, com certeza eram nossos alunos do Treinamen-
to de Professores de Crianças.
Assim, passamos o mês visitando nossos alunos em suas respectivas igrejas e vendo como estavam aplicando o que a-
prenderam. Foram muitas boas surpresas e uma grande certeza - treinar é a melhor coisa a se fazer pela igreja.

                                                                                                                                                                   “Nenhuma
                                                                                                                                                                   necessidade é
                                                                                                                                                                   motivo para
A mim o que mais me surpreendeu foi a capacidade do
jovem Domigos em produzir o matrial necessário para
                                                      Gilda e Nelson, dois líderes de jovens que se
                                                      dispuseram a servir muito mais. Ele se destaca na
                                                                                                          Nesta escola trabalham três de nossos alunos, Rosita,
                                                                                                          Helena e Cidália. Nos impressionamos com esses
                                                                                                                                                                    desculpas”
a história de Zaquel. Um exemplo de que nenhuma       autoridade do que ensina, ela na habilidade de se   alunos de 3 a 5 anos decorando versículos e o plano da
necessidade é motivo para desculpas.                  comunicar.                                          salvação.                                                    Ivanei
                                                                                                                                                            P ÁGINA               2


                                            Formatura da 2ª turma de 2012 - Treinamento de Professores
                                            Como disse a missionária Keily Lima, em seu último informativo, desta vez tivemos mais mulhe-
                                            res que homens e elas se destacaram como foi com os homens na turma passada.
         Nossa igreja enviadora
                                            Como da outra vez, entregamos para cada aluno uma revista da Editora Cristã Evangélica
                                            (material do aluno e professor), de acordo com a faixa etária que o aluno já trabalha em sua
                                            igreja. Este material, para nós, pode parecer pouco mas no contexto da igreja moçambicana é
                                            uma preciosidade, que pode durar até um ano.
                                            O que fizemos de diferente foi chamar o representante de cada igreja para receber das mãos de
            Missão treinadora
                                            seus respectivos alunos o material que estava sendo doado. Uma forma dos alunos demonstra-
                                            rem compromisso, antes de tudo, com o ministério de sua igreja e de seu pastor.
                                            Foi uma linda festa bem no estilo moçambicano.

         Missão parceira no IBD




    Missão de suporte em solo africano




QUER CONTRIBUIR CONOSCO?                    Mesmo na formatura dando exemplo para os      Formandos com os materiais da Editora Cristã       O formando Domingos entregando ao seu
                                                 alunos de como usar um visual               Evangélica, recebidos para suas igrejas        pastor o material que ele acabará de ganhar
Nossas contas estão abaixo.
Ou envie um email para
tesouraria@meab.or.br e diga
que quer contribuir com uma
oferta para o Pr.Ivanei e Lílian.
Escreva: seu nome compelto,
valor da oferta, por quanto tempo
deseja contribuir e o seu CPF. A
MAEB enviará por email um bo-                 Além de parentes, missionários e pastores            Foto oficial dos formandos              Faixa de congratulação feita pelas missionárias
                                                 nacionais prestigiaram a formatura                                                            e professoras Keily Lima e Lílian Cristina
leto bancário que você poderá
pagar em qualquer agência
bancária ou programá-lo junto ao
seu banco.

                                Noções de Liderança
                                Essa foi a disciplina que ministrei no mês de outubro no Curso Ele-
                                mentar de Estudos Bíblicos. Foi mais uma boa surpresa a resposta
                                desta turma. Entenda minha admiração lendo alguns testemunhos,
                                como resposta à pergunta - O que foi mais importante para você
                                nesta matéria e como isso vai ajudar a você ser um líder melhor?
                                “Em certo aspecto eu não tinha nenhuma noção de o que é ser um
                                líder. Eu achava que era mandar e dar ordens. A partir desta maté-
                                ria a minha mente se transformou e aprendi que um líder é aquele
                                que ensina outro a liderar” Pedro João
                                “Aprendi nesta matéria como um líder deve tratar os crentes” Sr.
                                Zeronzo (um senhor de 61 anos)
                                “O que aprendi nesta matéria me ajudará a agir com mais diálogo,
                                reconhecer os outros e aprender com os outros” Carlitos
                                “Eu aprendi que um líder é aquele que tem uma visão mais ampla e
                                por isso consegue guiar outros. Eu era cego e por isso conduzia de
                                maneira imprópria a igreja, agora vejo melhor” Antonio
                                                                                                                                Aulas no Curso Elementar de Estudos Bíblicos
                                                                                                                   P ÁGINA              3


Como as mulheres da Bíblia - Lílian Cristina
                                     Neste mês de outubro tive oportunidade de compartilhar a Palavra de Deus por duas
                                     vezes para um grupo de mulheres da Igreja Assembleia de Deus Catedral da Família. Elas
                                     estão estudando sobre Mulheres na Bíblia, exemplos de devemos seguir e exemplos que
                                     não devemos seguir. Participei de 3 reuniões. Uma para ver como era e duas para falar.
                                     Foi minha primeira ação direta com a igreja moçambicana. Foi uma experiência
                                     maravilhosa. Na primeira falei sobre Débora uma mulher que além de esposa era juíza e
                                     profetiza, mas que apesar de tudo isso não quis a glória para si, passou para outra
                                     mulher. Uma mulher pronta para fazer a vontade de Deus. Depois falei sobre Sara, uma
                                     mulher que enquanto a promessa era só para o esposo, quis encurtar o tempo para que a
                                     promessa se cumprisse logo. Depois que foi incluída na promessa não acreditou muito,
mas esperou. Com Débora aprendemos, (e aqui incluo a mim), a fazer a vontade de Deus sem esperar que os outros
reconheçam isso, a glória tem que ser do Senhor. Com Sara aprendemos a esperar pelas promessas no tempo de Deus, não
importa quanto tempo isso demore, afinal para Deus não existe tarde demais. Além dessa experiência maravilhosa de falar
para mulheres moçambicanas, na simplicidade da língua e de vida, a aproximação com a missionária Nathália e seu esposo
Rondon, que estão em continente africano à mais tempo que nós, foi uma alegria e com certeza um refrigério para nós. Somos
gratos a Deus por cada surpresa maravilhosa que Ele nos faz. A Ele toda a honra e glória!


Conhecendo a África
                              Depois de um ano em Moçambique ainda encontramos pessoas que não conseguem entender o
                              que é a África e se estamos em um país ou em um estado da Áfri-
                              ca. Quando se fala de África, em primeiro lugar pensamos que é
                              um país e não um continente, talvez, a semelhança que existe
                              entre o mapa do Brasil com o mapa da África e o tamanho de
                              nosso país contribua para essa confusão.
                              Temos também em mente um território sombrio formado por
                              desertos, grandes florestas com animais ferozes, rios infectados
                              de crocodilos famintos, além de muita miséria e guerras tribais.
Este é o cenário que vem à nossa mente, que não é de todo errado, porém não é único. A África é um continente diversificado
com uma pluralidade cultural enorme e variedade de fauna e flora. A África é um continente, assim como a América do Sul ou a
Europa. A África é formado por 54 países independentes. E nós estamos em um desses países, Moçambique. Abaixo, no quadro,
você pode ver os países que compõe a África e suas respectivas bandeiras.




                                                                                                       Mapa de Moçambique
                                                                                            Nós estamos na província (estado) de Sofala, é
                                                                                            a que aparece em marrom no mapa, no centro
                                                                                                               do país

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Stats:
views:181
posted:11/21/2012
language:Unknown
pages:3