Primeiro Jornal by edsoncampos

VIEWS: 614 PAGES: 10

									www.primeirojornal.jor.br

A maior parte das imagens que circulam hoje são frutos de um impulso econômico, para criar produtos e mercados de consumo, não para celebrar o espírito humano ou para aprendermos mais ou sermos melhores. É pura e simplesmente para fazer mais dinheiro. Então, neste sistema, se você lê profundamente uma imagem publicitária, você a destrói, como diz Alberto Manguel. A publicidade – é claro que não digno nada de novo – é feita para “convencer”, manipular as emoções mais primárias e, muitas vezes, para enganar. E para tapear um povo prostrado e sem cultura não é difícil. Vejam as tantas igrejas (o super-mercado universal da fé), os tantos políticos, os tantos bingos camuflados, os tantos sindicalistas, os tantos banqueiros, os tantos usineiros, os tantos grileiros, os tantos marqueteiros: todos impunes. Enfim, é o reino da trambicagem. Então – seguindo as pegadas do autor citado – é fundamental que possamos novamente recuperar a dignidade humana de ler imagens para buscar as verdadeiras, para voltarmos a ser criaturas da memória. Precisamos “saber ler”. Sabendo ler, aprendemos com as gerações passadas e com a nossa própria. O que quero dizer? Uma mulher não é solitária porque não usa o sabonete tal , o perfume daquela marca. Não vai ser “amada”' se usar aquele jeans. O sorriso da “felicidade plena” (que você obterá se conseguir tal produto) é pura enganação. Todos os carros são maravilhosos, cada banco é melhor do que o outro. E sabemos que os bancos vivem para explorar. Alguém já disse (teria sido Lênin ou Brecht, ou nenhum dos dois?) que a criação de um banco é mais grave que o assalto a um banco... Quando vemos as propagandas de mil cervejas, com mulheres gostosonas, malhadas e sorridentes, a mensagem é essa: se bebermos tais produtos, viveremos naquele clima de festa eterna. E tudo isso vai entrando no inconsciente. É subliminar, é lavagem cerebral. Na segunda-feira temos o resultado no noticiário: carros que viraram ferro retorcido dirigidos por motoristas bêbados. Não, não é moralismo, eu também bebi (parei completamente há 17 anos): é defesa da vida. E atores famosos, que já tem muito dinheiro, fazem as tais propagandas de bebida alcoólica. Me acharão exagerado. Mas acho, no mínimo, antiético. É pura cobiça. Quem faz propaganda de remédio, deveria ingerir antes o produto e só depois fazer a publicidade. A Xuxa e os outros que ganham tanto dinheiro fazendo publicidade, usam aqueles produtos dos quais dizem mil maravilhas? A partir deste aprendizado, poderemos enfrentar as imagens da Coca-Cola e de todas a marcas. Lendo “Madame Bovary”,de Flaubert, você percebe que a infelicidade da mulher não deriva do fato dela não usar o perfume tal. As razões são outros, muito mais profundas. “O problema é que estamos vivendo um momento de enorme velocidade e de pouca concentração. O dia em que deixarmos de ler, iremos morrer.”

s escravos dos rendimentos da exploração predatória, infelizmente muitas vezes legalizadas, como a das mineradoras e dos agronegócios quase todos, se defendem agora com o falso argumento da geração de empregos, como se fôssemos todos passar dificuldades financeiras se eles parassem de receber seus salários ou lucros. Por só entender – e nem sempre bem – de finanças dentro do seu falido capitalismo, não têm idéias sustentáveis sobre finanças, e por não querer ou não poder (?) ter opinião ajuizada sobre a questão ecossocial hoje, acabam recorrendo à sua premissa: “o mundo vai acabar mesmo”; e na falta de alguma base que a sustente,

O

encontramos – mal disfarçado – o egoísmo. Egoísmo tão burro que seria melhor se fosse o do outro burro, o que não cai num buraco nem a mando do seu senhor. A burrice do egoísmo humano precisa querer e poder (!) urgentemente ceder lugar a alguma inteligência alarmada com os sinais dos tempos na cultura humana e no planeta todo. Enquanto o egoísmo materialista provoca uma cultura ecossocial tão avançada quanto a do séc. XIX, a religiosidade que nos promete salvar é a do império romano, e se esqueceu da mensagem principal do seu maior mártir e vítima, e que é linda e é mesmo a mensagem da salvação: amor ao próximo. Mas de que forma estamos nos amando como próximos, e de que for-

ma amamos os que virão viver conosco e depois de nós, se queremos ganhar mais dinheiro destruindo o planeta deles? Enquanto nossos exploradores seguem garantindo suas fortunas ou migalhas, a vida vai se transformado de forma imprevisível tal que ninguém pode garantir sua própria vida amanhã. Aí entra a parte da burrice que a boa utopia espera acabe – se a espécie humana sobreviver –, implodindo todo esse edifício podre e frustrado do egoísmo: ou não é burrice manter um sistema de vida que parece avisar que amanhã mesmo a vida humana pode ser condenada à extinção por algum vírus? Dessa conclusão inevitável, por não querer ou não poder (...) acreditar, preferem

se esconder rotulando-a pessimismo; outra máscara que usam para disfarçar seu medo de perder sua fortuna ou migalha e não saber se virar. E parece ser triste ter tal medo quando já temos exemplos tão lindos da coragem em buscar o melhor de nós. A vida segue maravilhosa no planeta, para quem está de bem consigo mesmo e busca a religiosidade no melhor sentido; mas esses cristãos e os outros precisamos todos pensar na saúde e na felicidade dos tetranetos dos nossos amigos, nos nossos, nos nossos netos, filhos e – aí, sim, num egoísmo humano inteligente – em nós.

O jogo do bicho é um jogo de azar. Todas as loterias exploradas pelo governo federal também o são. E sabem onde está a única diferença entre o jogo do bicho e os jogos do governo? É que nos jogos do governo, o azar é infinitamente maior do que na chamada loteria zoológica. Vejam só: enquanto no jogo do bicho o apostador tem uma chance em dez mil de ganhar o prêmio, a probabilidade de acertar na mega-sena é de uma para mais de 50 milhões. Na lotomania, uma para mais de 11 milhões. Para ganhar na quina, a chance é de uma para 24 milhões. E assim vai. Em todas, o azar é milhares de vezes maior do que no “bicho”. Então, por que um é ilegal e os demais não? Por que o governo não incorpora o “bicho” ao seu elenco de tavolagem? Não pode haver no País jogo de azar legal e jogo de azar ilegal. As ruidosas operações policiais que ocorrem, quase que diariamente, em todo país, com o fechamento das bancas que nunca foram clandestinas e a prisão de bicheiros, trabalhadores que sustentam suas

famílias com este trabalho e que jamais agiram às escondidas, são de uma tremenda hipocrisia. No dia seguinte às batidas policiais já se pode fazer uma fezinha em qualquer ponto das cidades. Todo mundo sabe que o jogo do bicho se sustenta justamente por ser clandestino e ilegal. Não morre nunca enquanto pagar propinas a autoridades e financiar políticos por todo o País. Tem sido fator de corrupção nas polícias. Dá emprego a milhares de pessoas, que não contribuem para a Previdência e não paga um centavo de imposto. Está na hora de o governo deixar de enganar. Ou proíbe tudo quanto é jogo de azar - e isso envolve as suas loterias - ou legaliza tudo. Na primeira hipótese, só faria incentivar a clandestinidade, a corrupção e a criminalidade. Na segunda, tiraria da informalidade milhares de empresas e trabalhadores, reduzindo o déficit da Previdência Social, e arrecadaria impostos. E fecharia uma das grandes fontes que alimentam a corrupção nas nossas autoridades.

No ping – pong verbal em que se encontra Cataguases uma verdade verdadeira é sempre omitida, a cidade carece de um líder, um ser reconhecido pela população como alguém que mude para melhor as coisas e o que podemos afirmar é que esta pessoa existe mas não esta hoje inserida nem no legislativo, muito menos no executivo, ela esta na cidade e precisa ser identificada. Uma análise detalhada do legislativo, não detecta nenhum parlamentar que tenha como característica um plano ousado, o reconhecimento de liderança da população, e o mais certo é que vários estão muito mais interessados no populismo, no clientelismo, em um novo mandato, do que investir seu tempo em pensar na cidade e suas necessidades. O executivo é novo seria imprudente qualquer avaliação mais criteriosa, mas é pelo dedo do pé que se conhece o tamanho do gigante e o nosso, é o nosso. Ou damos um basta a essa mesmice, arregaçamos as mangas das camisas e saímos à busca desta pessoa com discernimento, coragem, e muito bom senso ou não sairemos do lugar, e a cidade onde escolhemos viver, ira cada vez mais trilhar a avenida do nada para coisa nenhuma, ou quanto pior melhor. Reconheçamos que precisamos mudar o estereotipo da cidade, não se pode admitir que cada vez mais nossos valores culturais sejam relegados ao esquecimento, que nosso turismo inexista, e que nossas tradições sejam colocadas em um segundo plano, e o pior é que esta situação não é uma coisa deliberada, é sim fruto da mesmice, do deixa como esta que esta bom, e vamos então pé após pé nos deteriorando na mediocridade e no pouco interesse para fazer. Ou identificamos logo esta LIDERANÇA ou afirmo-lhes que estamos fadados a cada vez mais irmos atingindo colocações piores no ranking de importância nas cidades de nossa gloriosa MINAS GERAIS.

A quarta edição da Parada do Orgulho Gay está marcada para acontecer entre os dias 13 e 18 de outubro. Segundo informou Rodrigo Margarido Augusto, Presidente da Organização Não Governamental Movimento Gay de Cataguases, ONG MGC, o tema proposto para este ano é “Seus direitos, nossos direitos”, despertando a atenção da sociedade para os diretos civis negados aos cidadãos homoafetivos. Igual aconteceu nas edições anteriores, o ponto mais esperado da festa é a passeata que vai acontecer no domingo, dia 18, ao longo da Avenida Astolfo Dutra, coração da cidade. Os organizadores esperam um publico de seis mil pessoas. “Este ano contamos com o apoio maior da Prefeitura através do programa DST/Aids e do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas)”, explicou Rodrigo. Outra novidade é o 1º Encontro Mineiro de Lésbicas, na Policlínica Municipal Dr. José Juber Ribeiro, no sábado, dia 17, é já conta com a presença confirmada de representante de Belo Horizonte, Além Paraíba e outros municípios do Estado. Na quarta-feira, às 19 horas, a Câmara Municipal sediará a Audiência Pública de Cidadãos Homoafetivos. Os três poderes receberão uma proposta de atuação para diminuir a desigualdade e o preconceito. Terça, e quinta-feira vão acontecer palestras no Auditório da Policlínica Municipal.

Lei Mineira
Minas Gerais se destaca entre os estados da Federação por ter sido aprovada em 2002 uma lei de Determinas a imposição de sanções por ato discriminatório praticado contra pessoa em virtude de sua orientação sexual. A Lei 14170/2002 foi uma grande vitória, embora, seja no sul do país o maior número de decisões judiciais que beneficiam esta causa. Foi por determinação judicial os termos homossexual e bissexual estão sendo substituídos por homoafetivo e biafetivo. “O termo homoafetivo retrata melhor a situação de milhões de brasileiros que desenvolvem relações de afeto durante suas vidas, e ao mesmo tempo pode ser um indicador para tantos outros que, mesmo sendo heteroafetivos, por qualquer razão, se envolvem em experiências 'homossexuais', mesmo não havendo atração ou sentimentos por parceiros do mesmo sexo”, afirma Tony Reis,

presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays e Transexuais (ABGLT). Mesmo assim, ainda existem 37 direitos constitucionais negados aos cidadãos homoafetivos e através das mobilizações e a conscientização da sociedade organizada e seus poderes instituídos que a cada dia estes tabus estão sendo quebrados. Confira na seqüência os direitos negados: Não podem se casar (judicialmente); não têm reconhecida a união estável; não adotam sobrenome do parceiro; não podem somar renda para aprovar financiamentos; não somam renda para alugar imóvel; não inscrevem parceiro como dependente de servidor público; não podem incluir parceiros como dependentes no plano de saúde; não participam de programas do Estado vinculados à família; Não inscrevem parceiros como dependentes da previdência; não podem acompanhar o parceiro servidor público transferido; não têm a impenhorabilidade do imóvel em que o casal reside; não têm garantia de pensão alimentícia em caso de separação; Não têm garantia à metade dos bens em caso de separação; não podem assumir a guarda do filho do cônjuge em caso de morte; Não adotam filhos em conjunto; não podem adotar o filho do parceiro; não têm licença maternidade para nascimento de filho da parceira; não têm licença maternidade/paternidade se o parceiro adota filho; não recebem abono família; Não têm licença luto, para faltar ao trabalho na morte do parceiro; não recebem auxílio funeral; não podem ser inventariantes do parceiro falecido; não têm direito à herança; não têm garantida a permanência no lar quando o parceiro morre; não têm usufruto dos bens do parceiro; não podem alegar dano moral se o parceiro for vítima de um crime; não têm direito à visita íntima na prisão; não acompanham a parceira no parto; não podem autorizar cirurgia de risco; não podem ser curadores do parceiro declarado judicialmente incapaz; não podem declarar parceiro como dependente do Imposto de Renda (IR); não fazem declaração conjunta do IR; não abatem do IR gastos médicos e educacionais do parceiro; não podem deduzir no IR o imposto pago em nome do parceiro; não dividem no IR os rendimentos recebidos em comum pelos parceiros; não são reconhecidos como entidade familiar, mas sim como sócios; não têm suas ações legais julgadas pelas varas de família.

Encerrou-se em 30 de setembro o Curso Básico de Defesa Civil, promovido pelo 21º BPM e realizado na Câmara Municipal de Ubá, por palestrantes da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC). Iniciado no dia 28, o curso teve o objetivo de capacitar os policiais militares da área do 21º BPM, como também os membros das Coordenadorias Municipais de Defesa Civil (COMDEC) dos Municípios, preparando-os para atuarem na prevenção e preparação para emergências, bem como realizar o socorro a vítimas de desastres por base treinamento em relação a atividades de prevenção de calamidades, além de conscientizar os participantes da importância de integração dos órgãos públicos e privados para um trabalho conjunto nessas situações. Participaram do curso 77 pessoas entre policiais militares e representantes de 39 prefeituras da região. O Curso foi de grande importância para a preparação de ações/operações de socorro/assitência/resgate e apoio nos casos de eventos calamitosos ocorrerem na região de Cataguases, proporcionando conhecimento técnico e especializado nas situações citadas. Oriundos de Cataguases, realizaram o Curso o Comandante do 5º Pel Especial de Polícia Militar de Meio Ambiente, 1º Ten PM Alexandre de Castro Leal e o Presidente da Associação Regional de Proteção Ambiental – ARPA Elísio Dias Linhares que participaram, ativa e intensamente das atividades de resgate/socorro e assistência aos atingidos na inundação ocorrida em Dezembro de 2008 em Catagauses, pois as ações embarcadas utilizaram 09 (nove) barcos da Polícia Ambiental, 01 (um) barco dos Bombeiros Militares e 01 (um) barco do Sr. Elísio que também é o Coordenador de Defesa Civil do Município de Santana de Cataguases. O Curso demonstra a preocupação dos municípios da região de Ubá quanto às intempéries e desgastes causados pela calamidade, e minimiza seus efeitos e danos à população. A iniciativa do Curso foi do Comandante do 21º BPM, TenCel PM José Carlos Gomes Saraiva, de Ubá, que convidou os participantes de Cataguases e região.

Participar democraticamente das discussões e decisões que infuenciam diretamente a sua vida é um direito de todo cidadão. A Assembleia de Minas facilita a participação popular, mostrando com transparência o trabalho parlamentar e oferecendo respostas mais rápidas à sociedade. Seus canais de comunicação estão abertos à manifestação do cidadão, além de levar informação, promover debates e conscientização política, divulgar a cultura e a memória de Minas. Dois bons exemplos são a TV Assembleia e o portal na internet.

O horário de verão este ano vai começar à 0h de 18 de outubro e vai até à 0h de 21 de fevereiro de 2010. Os relógios terão que ser adiantados em uma hora. A mudança de horário só vale para os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. No ano passado, o período teve início no dia 19 de outubro e durou até 15 de fevereiro deste ano. Adotado no Brasil desde o verão de 1932, o horário de verão busca o melhor aproveitamento da luz natural, adiantando-se os relógios em uma hora. A medida reduz o consumo de energia elétrica entre 18h e 20h.

· O que aconteceu? Por que retiraram as placas de propaganda dos postes indicativos das ruas? Afinal foi marcada a eleição no Sindicato dos Funcionários das Prefeituras da região, será no dia 30 de dezembro. Demorou, heim? Alô, alô Leopoldina! A ambulância da Prefeitura de Leopoldina transitou em Cataguases, na Praça Santa Rita, em frente á Câmara de Vereadores dia 7 de outubro lá pelas 3 da tarde com seu motorista falando ao celular. Prefeito Bené pede ao moço para não fazer mais isso e nem repetir o gesto que fez com o dedo quando alguém o alertou. Arquimedes, motoristas continuam estacionando do lado direito de quem sobe na Rua Gama Cerqueira, dia desses foi um carro de um órgão oficial estadual em frente à padaria. Carro oficial tem que dar o exemplo. Atenção IPHAN: Quando vocês vão liberar a reforma do Colégio Cataguases? Quando alguém morrer? O diretor está chegando em Cataguases, vamos cobrar. Sábado dia 10 de outubro fomos a um clube da cidade, dançar e como diz num cartaz do clube: beber “CERVERJA”, mas não deu para bater papo, o som era alto demais: daqui a pouco a justiça manda parar o baile, e aqui entre nós, como a turma desafinou. O Geraldo Luchini marcou reunião para as Associações de Moradores discutirem Saneamento Básico e o projeto da COPASA no domingo 11 de outubro, na sede da UAMC, mas parece que o pessoal tinha coisa mais importante para fazer: NÂO FOI NINGUÉM! É isso aí, depois querem reclamar que não participam do processo. Edgard “PATACHOCA” está todo feliz: A Catrans recolocou os pontos de ônibus na Vila Minalda.O Arquimedes deixou tudo no ponto! Não precisa mais chapar. Não entendi: a prefeitura marca uma apresentação de um INÉDITO Plano de Contingência contra as enchentes no município e a Câmara de Vereadores não manda nem UM representante, quando deveria estar em peso lá na Policlínica. Eu Heim?! Fomos os primeiros a acessar o Blog do Plano de Contingência agora parabéns aos funcionários Luis Flávio, Carlos Pires e ao Sargento Jorge que elaboraram o Plano de Contingência. Um domingo desses, pela manhã, ao seguir pela rua Dr. Sobral, vejo uma moto sair na contra mão da Rua Joaquim Peixoto Ramos e depois, no próximo cruzamento o motoqueiro volta a entrar na contra mão na Rua Nogueira Neves. Quando me viu fotografar a infração, veio me informar que EU não tenho o direito de fazer isso, mas ele tem de cometer aquilo? Já meu amigo Agnaldo reclama que na madrugada do domingo 27 de setembro lá pelas 2 da matina vinha do Clube do Remo, descendo o calçadão quando viu subindo um veículo, até se assustou e passou para o outro lado. Mas o que lhe assustou foi que o veículo era da PM. E como diz aquela personagem: Isso Pooode? Tem aluno de Faculdade em Cataguases reclamando que seus diretores não se interessam por convênios de estágios com órgãos públicos. A DOCTUM faz os convênios e é por isso que está tomando conta do mercado. Perguntar não ofende: Por que algumas contas de consumidores particulares da COPASA são pagas pela prefeitura? De gente bem! Segredo? Vamos descobrir... Tem gente que fala por movimentos, ONGs, partidos políticos, mas sem cumprir as obrigações estatutárias dos mesmos, inclusive anuidades isso não se fala. Para se exigir direitos é preciso cumprir deveres. Apenas falar para se mostrar é mole. Washighton Magalhães após seu penúltimo texto publicado no Blog do Edson Campos fiquei preocupado, achei até que era o roteiro de cinema de uma comédia que você me mostrou, mas conforme os comentários ao texto você estava fumando cigarro de filtro, pois aquele voto de louvor aos vereadores, só muito doidão, mas aí você se redimiu com o texto “ Política é coisa séria”. Washington, para de fumar Hollywood, o bom é cigarro de palha! Teve futuro candidato a deputado de Cataguases que visitou uns oito partidos políticos em Belo Horizonte pedindo legenda e não conseguiu nada: continua BEM. Outro ligou para um partido e pediu legenda, mas o presidente do partido em Cataguases tinha que sair, pois “perseguiu o “candidato” durante seu mandato anterior”. Só aqui em Cataguases que cidadão persegue Alcaide, até porque o “coitadinho perseguido” ao assumir a prefeitura seu primeiro ato foi “desnomear” o cidadão de um cargo conseguido em concurso. Mais uma prova de COVARDIA e IMORALIDADE. Que história é essa de quebra do convênio da Prefeitura e o Hospital de Cataguases? E a subida para o Unidão? Ninguém irá tomar providências? Continuamos pautando: É só o fato virar notícia aqui ou no nosso programa na Rádio Mais FM, de 12 as 13 de segunda a sexta e vira logo manchete, a turma publica logo; pessoal, vamos ser criativos, investigativos, acordar cedo e trabalhar mais. E para terminar: algumas pessoas se oferecem para enviar notas e informações para que publiquemos. Isso na frente de alguém, talvez para se mostrar, depois esquecem e ficamos tentando completar a notícia. E aí nem atender ao telefone a turma atende. Vamos começar a dar o nome dessa turma, ok?

Os campeões nas diversas modalidades dos Jogos Estudantis de Minas Gerais (JEMG) foram recebidos no Paço Municipal pelo Prefeito Wilian Lobo, a Secretária de Educação Rosimere Aparecida e pelo Secretário de Esportes José Vitor. Entre as diversas medalhas recebidas, destaca-se a de ouro do aluno do Colégio Carmo, Luis da Costa Lima Neto, que como campeão de natação, irá representar Minas Gerais nos Jogos Estudantis Brasileiros.

O romance "Olhos Azuis Ao Sul do Efêmero" (Thesaurus Editora/FAC, 2009), de autoria do escritor e nosso cronista Emanuel Medeiros Vieira, catarinense radicado em Brasília, será lançado no domingo, dia 18 de outubro, a partir das 18 horas, na Feira do Livro da capital da República. Na ocasião, haverá recital de poesias.

As nossas boas-vindas um pouco atrasadas - mas muito sinceras, aos quadrigêmeos Rafaela, Gabriela, Cauã e Matheus, filhos de José Carlos R. Costa e Claudia Rufino Teixeira. Os avôs são José Carlos Teixeira e Didita Rufino. Parabéns aos papais e avós, que certamente vão ter alegrias quadruplicadas!

Marcília Lôbo Silva lançou na sexta feira 9 de outubro, em Sereno, seu segundo livro “ Viajando no mundo das Poesias” O livro está à venda na Livraria Cultura.

No mês das crianças, homenageamos aos caratecas mirins que estiveram na reunião da Câmara de Vereadores, dia 13 de outubro, onde seus professores de Karatê receberam uma comenda. Os alunos são Alexandre de Sousa, Marcos Neto, Yuri Henrique, João Afonso e Mateus.

Yasmim Garcia de Faria: 1 ano e 9 meses, aniversaria dia 7 de dezembro, é filha da nossa amiga Janete Aparecida, funcionária da Secretaria de Cultura da Prefeitura de Cataguases. Nossa homenageada pelo Dia Das Crianças.

As amigas Maria Eduarda, Paloma e Tamires enviam-lhe votos de completa recuperação e desejam-lhe tudo de bom!

As manhãs da Rádio Mais FM 105,7 são abrilhantadas pela voz e pela vibração da Camila Alves que das 8:00 às 12:00 transmite seu programa sempre sorrindo e de alto astral.

Na noite de 1º de outubro, em sua reunião festiva, o Rotary Club de Cataguases homenageou o radialista Edvard de Sousa Mendonça, pelos seus serviços prestados à coletividade e pelos seus 50 anos de rádio em nossa cidade.

Lamarck do Vale Oliveira, 19 anos, estudante de Sobral (CE) – Presidente, em que pontos o Bolsa Família exerce influência na educação? Presidente Lula – A influência do Bolsa Família na educação é inquestionável. O programa beneficia 12 milhões de famílias com renda de até R$ 140,00 por pessoa. As condições para o recebimento dos benefícios, que variam de R$ 22,00 a R$ 200,00, são os cuidados com a saúde e a comprovação de frequência escolar dos filhos. Mais bem alimentados e com mais cuidados médicos, 17,1 milhões de crianças e jovens apresentam rendimento escolar muito mais expressivo. De acordo com dados do Cedeplar e IBGE, o índice de frequência escolar dos alunos de 7 a 14 anos atendidos pelo Bolsa Família é 3,6 pontos percentuais superior ao índice dos não beneficiários. A PNAD revela outro dado importante: o índice de adolescentes de 15 a 17 anos fora da escola caiu de 18,8%, em 2007, para 15%, em 2008. Agora, temos mais uma ação educacional no Bolsa Família. É o programa Próximo Passo, que visa abrir 172,5 mil vagas de qualificação profissional nas áreas de Turismo e Construção Civil. Trinta e quatro mil beneficiários já estão em sala de aula. João Batista de Barros, 42, engenheiro de produtos de Manaus (AM) – Na juventude, fiz três cursos no Senai, inclusive o de torneiro mecânico. Hoje, sou engenheiro. Por que foram extintos os cursos técnicos do Senai para menores de 14 anos? Eles poderiam aprender uma profissão, paralelamente ao ensino fundamental. Presidente Lula – Quero dizer que tenho muito orgulho de ter feito, como você, o curso de torneiro mecânico no Senai. Foi essa escola que me deu régua e compasso para traçar a minha trajetória de vida. Dou tanto valor ao ensino profissional que em meu governo estou construindo 214 escolas técnicas em todo o país, enquanto em mais de 90 anos tinham sido construídas apenas 140. Em relação ao Senai, não há qualquer restrição para o ingresso em cursos técnicos de nível médio de alunos com menos de 14 anos. O que há é a exigência de conclusão do ensino fundamental, o que se dá por volta dessa idade. Tanto não existe impedimento que há alguns alunos matriculados em cursos técnicos com 13 anos. É compreensível a exigência, uma vez que precisamos cumprir as etapas respectivas. Da mesma forma, para se fazer curso superior é preciso concluir o ensino médio. Quando entrei no Senai para fazer o curso de torneiro mecânico, eu tinha exatamente 14 anos – foi a melhor coisa que fiz na vida e no momento certo. João Carlos, 23 anos, estudante de Goiânia (GO) – O IPI sobre veículos e eletrodomésticos da linha branca foi reduzido. Mas não há fiscalização. Os preços continuaram os mesmos e alguns até aumentaram. A ganância empresarial e o domínio financeiro sobre os órgãos públicos e seus fiscais é muito grande. Presidente Lula – A desoneração não só provocou queda dos preços como foi um dos fatores que contribuíram para que o nosso País se tornasse um dos primeiros a sair da crise. A prova disso foram os aumentos expressivos das vendas. Um ou outro comerciante pode não ter reduzido preços, mas aí perdeu clientes para os concorrentes. Quem quis embolsar o valor da redução do IPI, acabou no prejuízo. Em plena turbulência, o Brasil foi o quinto país em número de carros vendidos. As vendas, de janeiro a setembro, superaram em 4,21% as do mesmo período do ano passado. Em setembro, as vendas de carros populares bateram o recorde histórico mensal: 309 mil unidades, 15% a mais do que no mesmo mês de 2008. Quanto aos produtos da linha branca, houve crescimento das vendas no varejo de até 30%. Alguns modelos de máquinas de lavar e de geladeiras chegaram a faltar nas lojas. As vendas de computadores devem fechar o segundo trimestre em 2,6 milhões de unidades, número que se equipara ao do primeiro trimestre do ano passado, bem antes da chegada da crise financeira.

Ao se iniciar o processo seletivo para 2010, o CEFETMG, na pessoa de seu diretor Prof. José Antônio Pinto, recebeu mais de 80 alunos do curso CCI que estarão se habilitando no concurso para seus diversos cursos e que visitaram todas as instalações do complexo educacional. As inscrições irão até 21:00h do dia 23/10 e o resultado oficial será à partir das 12:00h do dia 23/12. Todas as informações estão disponíveis no manual do candidato no site da COPEVE: www.copeve.cefetmg.br.

Palestra na Escola Flávia Dutra, turma B, 5º ano
A Associação Municipal dos Catadores de Materiais Recicláveis de Cataguases Ecocata, está realizando uma campanha de conscientização para coleta de óleo de cozinha usado. Um litro de óleo de cozinha contamina cerca de 1.000.000 de litros de água, o equivalente ao consumo de uma pessoa no período de 14 anos. Comece pela sua cozinha e espalhe esta ideia: Não deixe a saúde do planeta escorrer pelo ralo! Mais informações pelo telefone 8885-4153 (Genésia).

Ótica Rio Pomba

Sr. Carlos Alberto, coletor de amostras, visitou o Posto da Vila, o Posto Granjaria e o Posto Pampulha e recolheu os combustíveis ali vendidos para exames em Belo Horizonte.

Em reunião no auditório da Policlínica Municipal, o Prefeito Wilian Lobo acompanhado de seu secretariado, representantes das empresas proprietárias de barragens, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, das Associações de Moradores e da Defesa Civil Estadual, apresentou o Plano de Contingência para ocorrência de eventos adversos. Foram determinados os objetivos, a prevenção, o diagnóstico, as atribuições e as responsabilidades, o posto de comando e a criação dos núcleos de defesa civil. Foram criados sistemas de alertas e relacionados nomes e telefones das pessoas que integram o grupo, inclusive com a relação de proprietários e moradores de imóveis que poderão ser os primeiros a sofrer os efeitos de uma inundação.

Realizou-se no último dia 27 de setembro o Sétimo Encontro de Trilheiros de Cataguases. Realizado pelo Catatrilha, grupo de Cataguases. Sucesso total, reunindo mais de 200 motos. A largada foi no Ginásio Poliesportivo, atravessando várias ruas da cidade, iniciando as trilhas subindo pelo bairro Leonardo onde os moradores vibraram muito com um 'subidão' onde presenciaram muitas videocassetatas. Continuaram subindo e descendo pastos até o Sítio da AABB, indo em direção a Camargo, Sinimbu e adentrando muitas florestas, com longas subidas, descidas, cachoeiras, travessias de pedras, troncos de árvores, brejos, mata fechada, o que exigiu muita técnica e perícia dos motoqueiros. Recebemos motoqueiros de toda região, e alguns de bem longe, como Macaé, São Paulo e até um trilheiro americano de férias no Brasil, conseguindo uma moto e participou, ficando surpreso com a organização. Recebemos a visita também do bicampeão do Enduro da Independência, o jovem Rodrigo Barbosa de Oliveira. Como relatou o presidente do Catatrilha (Arquimedes Goulart), o evento foi um sucesso total e aproveitou para agradecer a todo grupo de trilheiros de Cataguases que se empenhou para esta realização e aproveita também para agradecer a todos os proprietários rurais que gentilmente cederam suas terras para a prática deste esporte. Aproveitamos para parabenizar o grupo de trilheiros que participou do 20º Enduro de Regularidade do Ibitipoca Off Road nos dias 22 e 23 de agosto, onde tiveram a presença de 280 inscritos com provas de dois dias, percorrendo um total de 340km. Cataguases teve as seguintes classificações de seus participantes: 5º lugar - Acácio, 6º Rodrigo Barbosa, 8º Gutemberg, 14º Dudu, 33º Diesley, 45º Estevon, 47º Arquimedes, 65º Sabão.

Para uma boa decoração não é necessário que uma casa fique cheia de móveis, o mais importante é pensar na função do ambiente e em como ele será utilizado, pois isso será decisivo na escolha e distribuição correta do mobiliário no espaço. Por exemplo, para ambientes de descanso como o quarto, a escolha de mobílias em tons mais claros e tecidos confortáveis propiciarão elementos importantes para o relaxamento. Algumas atividades extras, como a leitura, também poderão ocorrer no local tranquilamente. Para isso podemos criar um “cantinho” com a utilização de uma poltrona acolhedora e uma iluminação indireta. Tudo sem exageros. Uma casa cheia de móveis, além de gerar muita confusão, não permite que os espaços sejam bem aproveitados. A circulação fica reduzida de forma que você não se sente confortável dentro da sua própria casa. Antes de começar a decoração, verifique as medidas gerais de cada ambiente e comece pela compra dos móveis com as dimensões adequadas para o local. Todo espaço deve ter no mínimo 60cm de circulação livre entre os móveis para que as pessoas circulem livremente. Não adianta você achar um sofá lindo e confortável se ele não está de acordo com o tamanho da sua sala, por isso as medidas são pontos importantes na decoração. Veja na planta abaixo um projeto para o quarto de uma jovem, a circulação entre a cama e o móvel de TV

A poltrona Barcelona criada em 1929 pelo arquiteto Mies Van der Rohe é muito valorizada na decoração contemporânea

Projeto da decoradora Carolina Lage.

respeitou a circulação de 60cm, o que faz com que o quarto possua tudo o que ela precisa de forma bem distribuída e funcional. Em ambientes pequenos, uma dica superinteressante é a criação de mobiliário sob medida que, além de garantir soluções criativas de aproveitamento dos espaços, permite ainda o desenvolvimento de projetos exclusivos. O uso do mobiliário de design consagrado na decoração também merece destaque. Por serem peças consagradas, a cada ano que se passa tornam-se ainda mais valorizadas o que ajuda a aumentar a vida útil da decoração. Aproveite as dicas. Trena nas mãos e boa sorte!!! Até a próxima coluna!!!

O aquecimento do mercado imobiliário tem motivado muitos profissionais de outras áreas e jovens que começam na atividade profissional a se tornarem corretores de imóveis. Nesta busca pelo sucesso profissional e pela estabilidade financeira, muitos pretendentes, desavisados, vêm sendo autuados por exercício ilegal da profissão de corretor de imóveis e, posteriormente, encaminhados ao Poder Judiciário para responderem pela prática de contravenção penal. Diante desta situação, o presidente em exercício do Creci-MG, Paulo José Vieira Tavares, informa que a forma legal de começar na carreira é com o registro profissional de estágio para a obtenção da Cédula de Identidade de Estagiário. Após matricular-se em um dos cursos de Técnico em Transações Imobiliárias (TTI) ou de Gestão em Negócios Imobiliários devidamente autorizados pelo Sistema Cofeci/Creci, o aluno poderá procurar o Creci-MG para requerer o registro de seu estágio e solicitar a cédula respectiva, iniciando, desta feita, na atividade profissional, sempre sob a supervisão de um corretor de imóveis. Desta forma, o pretendente ingressa na atividade imobiliária com êxito e regularidade, sem medo de ser autuado por exercício ilegal da profissão. De janeiro a setembro deste ano, 488 pessoas solicitaram a Cédula de Estagiário no Conselho. Para o presidente em exercício do Creci-MG, Paulo José Vieira Tavares, a elevação é resultado do interesse pela carreira de corretor de imóveis e da intensa fiscalização que o Conselho vem realizando em todo o Estado. Existem dois tipos de estágios para o corretor de imóveis: o obrigatório e o opcional. O primei-

ro, é definido no projeto do curso de formação profissional, cuja carga-horária é requisito para aprovação e obtenção do diploma, no qual o estudante apenas observa e acompanha a prática dos atos profissionais realizados pelo corretor responsável pelo estágio, sem dela participar ativa ou diretamente, razão pela qual não se exige a inscrição no Regional. Já no caso do estágio opcional, o aluno aperfeiçoa seus conhecimentos e é introduzido no mercado de trabalho, não apenas observando e acompanhando as atividades do concedente, e sim colaborando diretamente no atendimento ao público e na prática de atos privativos da profissão, sempre sob a supervisão de um corretor de imóveis. É imprescindível, também, que o estagiário mantenha sempre em seu poder a cédula expedida pelo Regional, uma vez que o agente fiscal, em visita, poderá autuá-lo por exercício ilegal da profissão caso não lhe seja apresentada o respectivo documento. A duração do estágio opcional não poderá exceder a dois anos, exceto quando se tratar de estagiário portador de deficiência. O presidente em exercício do Creci-MG explica ainda que, no estágio opcional, o pretendente possui os mesmos deveres, obrigações e está sujeito às mesmas penalidades instituídas ao corretor de imóveis, devendo observar e obedecer os preceitos contidos na Lei 6.530/78; no Decreto 81.871/ 78, e no Código de Ética Profissional. Alerta, por fim, Paulo José Vieira Tavares, que a fiscalização do Creci-MG não medirá esforços para que as normas emanadas do Cofeci neste sentido sejam integralmente cumpridas.

Frente as necessidades da área da saúde que os municípios enfrentam, Braulio Braz continua intervindo junto ao governo e obtendo resultados positivos. Diante de tantos êxitos, conseguiu, mais uma vez, que algumas cidades de sua base política fossem contempladas com recursos para a construção de Unidades Básicas de Saúde (UBS), através do Projeto Estruturador Saúde em Casa. As principais metas que o Saúde em Casa busca, são os atendimentos primários, isto é, focado nas necessidades da população, realizando serviços preventivos, curativos, reabilitadores e de promoção da saúde. Busca, também, a redução do número de internações hospitalares e da mortalidade materna e infantil e a cobertura vacinal de 95% das crianças. “A Unidade Básica de Saúde é o primeiro contato do paciente com o sistema de saúde. A UBS possibilita um acompanhamento contínuo do paciente, com uma visão integrada baseada na pessoa, dando ênfase a prevenção de doenças e trabalhando com equipes capacitadas”, ressaltou o parlamentar. As Unidades Básicas de Saúde integram o

Programa Saúde da Família, proposto pelo governo federal aos municípios para implemento da atenção básica. A Saúde da Família teve início em 1994, quando o modelo de assistência médica passou por um processo descentralizador através da implantação de equipes compostas por profissionais capacitados em diferentes áreas. As equipes que compõem as Unidades Básicas de Saúde atuam em ações de prevenção e recuperação da saúde, reabilitação de doenças, manutenção do bem-estar e incentivo a práticas saudáveis dentro da comunidade em que atuam. Os municípios que serão beneficiados atualmente com os recursos, por intermédio de Braulio Braz, são: Barão do Monte Alto, Rodeiro, Leopoldina, Maria da Fé, Cataguases, Pirapetinga, Simonésia, Santana do Manhuaçu, Ponte Nova, Matias Barbosa, Lima Duarte, Fervedouro, Muriaé, Espera Feliz, Durandé, Alto Jequitibá e Além Paraíba. No total, serão investidos aproximadamente R$ 5.505.000,00 (cinco milhões, quinhentos e cinco mil reais).

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nos termos da Legislação estatutária e legal, em vigor, ficam convocados, por este Edital, todos os eleitores filiados ao PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO-PMDB, neste município de Cataguases, para a CONVENÇÃO MUNICIPAL, que será realizada no dia 25 de outubro de 2009, na sede do Partido, na Rua João Pessoa, 183Fundos-Cataguases-MG, com início às 08:00 horas e encerramento às 17:00 horas, nesta cidade de Cataguases-MG, para deli-berar sobre a seguinte Ordem do Dia: A) Eleição, por voto direto e secreto, do Diretório Municipal, que será constituído de Membros Efetivos e Suplentes; B) Eleição, por voto direto e secreto, de Delegado e respectivo Suplente à Convenção Estadual; C) Eleição, por voto direto e secreto, da Comissão de Ética e Disciplina e seus Suplentes; D) Eleição, por voto direto e secreto, da Comissão Executiva e seus Suplentes, do Conselho Fiscal e Suplentes, pelo Diretório Municipal eleito, imediatamente após a convenção ou nos 5 dias subsequentes. Cataguases, 06 de outubro de 2009. a) BERTO GERALDO DIAS Presidente da Comissão Provisória do PMDBCataguases

SECRETARIA DE ASSISTENCIA SOCIAL, através do Programa Adolescente Cidadão, cria o Diretório Acadêmico (D.A) , com o registro de 02 chapas concorrentes e realiza eleições nos dias 11 a 17 de setembro 2009 ,com 90% de participação dos jovens integrantes do Programa e elegem a Chapa 1 composta pelo presidente:Júber Marques Pacifico, vice-presidente :John Vitor Costa Santos ,secretaria geral : Isabela Estevam Diogo, secretário de educação : Ricardo de Paula Oliveira, secretário de cultura e cidadania :Djalma Carlos A. de Oliveira , e Secretário de comunicação: Mateus Araujo da Silva. A oportunidade do exercício das funções dentro do D.A , envolvem os adolescentes nas discussões e tomadas de decisão , proporcionando o seu amadurecimento como futuro cidadão. Entre suas funções o diretório fica responsável por representar os adolescentes do programa nos eventos oficiais do município.

O Templo da Boa Vontade (TBV) completa, em 21 de outubro, 20 anos de existência. Aclamado pelo povo como uma das sete maravilhas de Brasília, é o monumento mais visitado da capital brasileira, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Distrito Federal (SDET) e oferece, 24 horas por dia, um ambiente ecumênico de Paz e meditação a todos que buscam o silêncio interior. Desde sua fundação, realizada por José de Paiva Netto em 21 de outubro de 1989, já recebeu mais de 19 milhões de peregrinos do Brasil e do mundo. Na quarta feira, 30 de setembro, ocorreu a solenidade de abertura das festividades, a partir das 22 horas, em uma vigília com Espiritualidade Ecumênica, com a presença do Coral Ecumênico do Templo da Boa Vontade e de representantes indígenas. À zero hora, soarão sete badaladas; os presentes poderão acompanhar uma Prece Ecumênica marcando o início das celebrações de aniversário do monumento. Durante todo o mês de outubro acontecerão eventos em homenagem à Pirâmide de Sete faces, com exposições de arte e fotográficas, peças teatrais, meditações, preces especiais, além da Sessão Solene, a qual terá a participação do fundador do TBV, Paiva Netto, âs 16 horas do dia 24 de outubro. Para seguir a programação completa das festividades, acesse o site www.tvb.com.br. Mais informações (61) 3245-1070. Endereço: SGAS 915, lotes 75/76- Brasília/DF.

A comissão provisória do PMDB de Cataguases e várias outras da região, receberam no dia 27 de setembro alguns dos mais destacados integrantes do PMDB de Minas Gerais, entre os quais: Marco Araújo, Antônio Andrada (candidato a presidente do diretório estadual), Anderson Adauto (ex-ministros dos Transportes e atual Prefeito de Uberaba) e o Deputado Estadual Antônio Júlio, que reuniram-se com vários integrantes do partido na região no restaurante Mantovani.

O que pode ter ocorrido para que um policial afastado e quase aposentado, passe por um cidadão cardíaco, com três pontes de safena e uma mamária e o insulte e depois passe as vias de fato, com agressão mútua? José Modesto Pinto dos Santos, 46 anos, cardíaco, em licença médica pelo INSS desde março de 2005, foi comerciante estabelecido em Cataguases, conforme suas palavras, no dia 2 de outubro ao se encontrar com um policial que está afastado aguardando aposentadoria, casualmente na Praça Rui Barbosa, foi agredido verbalmente com palavras de baixo calão e que lhe deu voz de prisão quando acarretou no cidadão José Modesto um agravamento de sua hipertensão e fez com que sua filha de 19 anos que trabalha ali perto interviesse em seu auxílio pedindo que o

policial parasse com as agressões, o que apenas resultou num empurrão que lhe jogou contra um orelhão. José Modesto, então reunindo suas últimas forças, atracou-se com o agressor na defesa de sua filha iniciando-

se então verdadeira briga de rua, só interrompida com a chegada de uma viatura da Polícia Civil que, a pedido de José Modesto, lhe levou até a Delegacia Seccional para lavratura de um Boletim de Ocorrências, mas devido sua condições de saúde, agravada com as agressões e a luta corporal foi levado ao Hospital Pronto Cordis, onde permaneceu internado no CTI por quatro dias, sendo então liberado pelos médicos. O fato foi presenciado e atestado por Alexandre José de Oliveira, eletricista, casado de 48 anos que passava na Praça Rui Barbosa, quando aconteceu o fato. Também A.L.P. de 77 anos, aposentado, também presenciou as cenas de agressão e os insultos, mas se dizendo amedrontado, como vários outros cidadãos, pela função anterior do agressor, pediu anonimato.

Com o apoio da Prefeitura de Itamarati de Minas, dia 4 de outubro realizouse a 4ª Corrida de Jet Ski na Usina Maurício. Resultados: Feminina e Infantil 1º) Bia (Astolfo Dutra) 2º) Beatriz (Cataguases) 3º) Silvana (Ubá) Categoria até 650cc 1º) Maurício (Cataguases) 2º) Sandro (Cataguases) 3º) Badaró (Ubá) Categoria até 750cc 1º) Jorge (BH) 2º) Adriano (Muriaé) 3º) Wesley (BH) Categoria até 800cc 1º) Totõe (Cataguases) 2º) Picolino (Cataguases) 3º) Felipe (Ubá) Força Livre 1º) Tiago (BH) 2º) Guilherme (BH) 3º) Tiago (BH)

Como sempre acontece, recebemos e-mails e telefonemas de nossos leitores. Desta vez, um grupo de moradores do bairro Colinas nos pediu para protestar contra a poda de árvores que foi considerada por eles exagerada. Logo depois, recebemos o pedido de outro grupo para agradecermos ao prefeito pela poda realizada, que para eles, foi considerada excelente. É nosso dever ser imparcial e publicar as manifestações dos moradores.

Os atletas de Tênis de Mesa de Cataguases e Itamarati de Minas dominaram as competições do JEMG 2009 em Montes Claros na Etapa Estadual, realizada entre os dias 6 e 10 de outubro. Na competição por equipes a E. M. Pedro Furtado foi campeã no módulo l masculino e feminino, e na competição de duplas as garotas foram novamente campeãs, e os garotos ficaram com o vice-campeonato. No individual, as garotas da E.M. Pedro Furtado fizeram e final, ficando a atleta Loislene do Carmo em primeiro e Paloma em segundo lugar. Raíssa Carvalho, da E. E. Isa Moraes Freitas de Itamarati de Minas ficou em quarto lugar no Módulo ll feminino. O Colégio Carmo de Cataguases sagrou-se campeão individual do Módulo l Masculino com o atleta Tomás Roland, e a Escola Estadual Dr. Norberto Custódio Ferreira foi a vice-campeã com o atleta Daniel Santiago Filho. Na somatória geral, a Escola Municipal Pedro Furtado de Itamarati de Minas foi campeã Estadual no Módulo l feminino com as atletas Loislene Carmo e Paloma Ramos e Vice-Campeã Estadual no Módulo l Masculino com os atletas Loislan Carmo, Sebastião Paulino e David Figueiredo. No total, os atletas de Cataguases e Itamarati de Minas – todos treinados pelo técnico Adalberto Lima – trouxeram 14 medalhas, sendo 9 de ouro, 4 de prata e 1 de bronze.

Com o objetivo de discutir com a comunidade local, Poder Executivo e Legislativo e demais segmentos organizados, os pontos conflitantes da Legislação Municipal relativos ao Patrimônio Cultural de Cataguases, estará na próxima sexta-feira em Cataguases o Superintendente do IPHAN em Minas Gerais, Leonardo Barreto de Oliveira*. Essa pequena audiência pública acontecerá no Salão da Secretaria de Cultura e Turismo na Praça Rui Barbosa,174 - centro às 8:30 do dia 16 de outubro( Sexta-feira). A Prefeitura Municipal de Cataguases, convida a população em geral a participar e também apresentar suas opiniões e sugestões de como encontrarmos um denominador comum para Poligonal de tombamento feita pelo IPHAN em 1994. Dessa audiência será formada uma comissão de trabalho para iniciar os ajustes da Legislação Municipal no que se refere ao Código de Obras, Uso do Solo e demais leis pertinentes. A Secretaria de Cultura e Turismo, através de DEMPHAC, enviou essa semana, a documentação ao IPHAN, para a análise do município ao PAC, esssa documentação referese ao cumprimento de uma das etapas do programa que se dividem em: Diagnóstico Definição de objetivo(s) geral (is) Definição dos objetivos específicos Delimitação da área de atuação do plano Proposição das ações Priorização das ações

Consolidação dos acordos de preservação do patrimônio cultural Essa ação integra a Jornada Mineira do Patrimônio aprovada pela Secretaria Estadual de Cultura de Minas, e que está sendo coordenada pelo IEPHA - MG, em comemoração ao ano da França no Brasil. Essa Jornada passará a fazer parte do calendário anual do órgão estadual e para os municípios que dela participarem, contará ainda com a pontuação para o ICMS Patrimônio Cultural. Cataguases obteve um total de três ações que foram aprovadas: O lançamento de um Informe Cultural que está em fase final de elaboração, o Encontro Municipal do Patrimônio e as ações de Guardiões do Patrimônio local, desenvolvido em parceria entre a Secretaria de Educação e da Cultura com a adoção de um Patrimônio na comunidade pela escola participante. *Leonardo Barreto, que já esteve em Cataguases, com a proposta de inclusão do município no Plano de Ação para as cidades históricas que é um braço do PAC – Programa de Aceleramento do Crescimento, programa que vem sendo realizado pelo governo federal. Com esta visita, que o IPHAN conheça um pouco mais as peculiaridades de Cataguases e afrouxe um pouco as amarras que estão prendendo o desenvolvimento do centro de nossa cidade.


								
To top