Cerimonial e Protocolo

Document Sample
Cerimonial e Protocolo Powered By Docstoc
					Cerimonial e Protocolo



 Bernadete Neves Mesquita
            Alguns conceitos:
• O que é Protocolo?
Conjunto de Normas jurídicas, regras de
  comportamento, costumes e ritos de uma
  sociedade em um dado momento histórico,
  geralmente utilizadas nos três níveis de
  governo (Federal, Estadual e Municipal).
• O que é Cerimonial?
É a aplicação prática do protocolo, ou seja,
  suas regras.
Ex: cerimoniais e protocolos oficiais como a
  troca da guarda do Palácio de Buckingham.
Importante:

• A diplomacia está ligada a Cerimonial e
  Protocolo, sem estes não poderia
  existir. O cerimonial da diplomacia
  possui regras internacionais a serem
  seguidas e observadas por todos.
          O que é Etiqueta?
• É um conjunto de normas de
  comportamento social e familiar, que
  retrata a sociedade em cada época
  distinta. A etiqueta também indica
  costumes e hábitos dos povos. Como
  exemplo podemos citar o cumprimento
  dos orientais, uma inclinação para
  frente com a cabeça, em oposição ao
  cumprimento ocidental do aperto de
  mãos.
            OBSERVAÇÃO:
• No caso citado deve-se seguir a regra
  da etiqueta que prevalece o
  cumprimento do anfitrião em primeiro
  lugar seguido do cumprimento do
  visitante.
• TODO O PROCESSO DE PROTOCOLO E
  CERIMONIAL SEGUE UMA LÓGICA, A
  MAIOR PARTE DAS REGRAS E RITOS
  TÊM UM PORQUE, NADA É
  ESTABELECIDO ALEATORIAMENTE.
Protocolo do Direito
• Foi criado para a facilitação do
  entendimento para qualquer pessoa
  que conheça o cerimonial e também na
  distinção das funções do profissionais
  em questão.
• OBS: As becas não são iguais; o
  promotor usa beca estilo germânico e
  os demais uma beca estilo francês.
             PRECEDÊNCIAS:
• O que deve ser observado é a hierarquia
  dos cargos e sua representatividade no
  evento.
• Em caso de dúvidas pesquise entre os
  colegas e dentro do próprio circulo social
  dos convidados, mesmo porque, na maior
  parte das vezes não conhecemos todos os
  participantes e qual a representatividade
  de cada um especificamente naquele
  evento.
Precedência do ministério:

• Ministro da Justiça;
• Ministro da Marinha e Exercito,
  Relações Exteriores;
• Ministro da Fazenda...
Se considerarmos os dizeres da bandeira
  Nacional perceberemos o porque dessa
  precedência. ORDEM E PROGRESSO.
• A amplitude das regras é
  tamanha que chega à
  precedência de colocação de
  bandeiras dos estados
  brasileiros numa cerimônia, de
  acordo com sua constituição
  histórica:
 Ordem de precedência dos Estados
• 1) Bahia; 2) Rio de Janeiro; 3)
  Maranhão; 4) Pará; 5) Pernambuco; 6)
  São Paulo; 7) Minas Gerais; 8) Goiás;
  9) Mato Grosso; 10) Rio Grande do
  Sul; 11) Ceará; 12) Paraíba; 13)
  Espírito Santo; 14) Piauí; 15) Rio
  Grande do Norte; 16) Santa Catarina;
  17) Alagoas; 18) Sergipe; 19)
  Amazonas; 20) Paraná; 21) Acre; 22)
  Distrito Federal; 23) Mato Grosso do
  Sul; 24) Rondônia; 25) Tocantins; 26)
  Amapá e 27) Roraima.
Autoridades em eventos não oficiais:
• Mesmo quando não é feita alusão, a
  obrigação de quem recebe uma
  autoridade, mesmo extra oficialmente, é
  de acomodá-la em lugar de destaque,
  não sendo necessário um lugar de
  honra. É interessante colocar pessoas
  que possam ter interesses em comum e
  promover as apresentações.
Eventos não oficiais:
• No caso de eventos não oficiais com a
  presença de autoridades em
  estabelecimentos ou sedes que não
  possuam vínculo com qualquer nível de
  governo, deverá prevalecer a
  precedência federal do Decreto
  70. 274 de 09 de março de 1972.
Recepção de Delegação estrangeiras:
A primeira providência é entrar em
  contato com o cerimonial do país que
  virá visitar-nos, a fim de podermos
  estabelecer contato e ambos os
  cerimoniais planejarem os eventos,
  receptivos e toda a programação da
  delegação.
             O que fazer????
• O cerimonial que está recebendo deve
  colocar à apreciação do outro o programa
  muito bem detalhado, informações sobre
  a hospedagem, e traslados das
  autoridades, qual a participação delas nos
  eventos, a ordem dos discursos, muitas
  vezes até cópia dos discursos dos demais
  devidamente traduzidas, cardápios do que
  será servido nos eventos, planos de mesa.
E como eles deverão agir?
• O cerimonial deles, eventualmente,
  poderá intervir com sugestões e ou
  modificações que considerar relevante
  para a delegação. Essas sugestões são
  submetidas à apreciação dos
  organizadores, até que se alcance um
  consenso.
              É comum...
• Por uma questão de deferência,
  acrescentarmos algum costume ou
  tradição original do país da delegação
  visitante. Isso denota interesse e
  conhecimento.
> É um princípio de hospitalidade de
  atenção para com o visitante...
              Observações
• PESQUISA... Essa deve ser observada
  nessa área de atuação.
• As regras de etiqueta deverão ser
  rigidamente respeitadas.
• O profissional de cerimonial deve estar
  sempre atento aos detalhes.
• Alguns povos não comem carnes de porco,
  outros precisam que o abate do animal
  seja especial...
PRONOMES DE TRATAMENTO
• Utilize VOSSA EXCELÊNCIA (V.Exª)
  para:
o Presidente da República
o Vice-Presidente da República
o Ministros de Estado
o Chefe do Estado Maior das Forças
  Armadas
o Chefe do Gabinete Militar da
  Presidência da República
o Chefe do Gabinete Civil da
  Presidência da República
oChefe do Serviço Nacional de
Informações
oPresidentes e Membros das
Assembléias Legislativas dos Estados
oGovernadores de Estado e Vice-
Governadores
oPrefeitos Municipais
oSecretários de Estado
oSenadores
oDeputados
oJuízes do Trabalho, Juízes de Direito e
Juízes Eleitorais
oProcurador Geral da República
o Embaixadores e Cônsules
o Generais e Marechais

• VOCATIVO: Excelentíssimo
  Senhor (Exmº.Sr) e Meritíssimo
  (MM) para juízes
Utilize VOSSA SENHORIA (V.Sª) para:
Funcionários graduados
     oOrganizações comerciais e
     industriais
     oParticulares em geral
      VOCATIVO: Ilustríssimo Senhor
Ilmº.Sr.)
•Utilize VOSSA EMINÊNCIA (V.Emª)
para:
  oCardeais
  oVOCATIVO: Eminentíssimo Senhor
  (Emmº.Sr.)
•Utilize VOSSA EXCELÊNCIA
REVERENDÍSSIMA (V.Exª.Revmª) para:
  oArcebispos e Bispos
  oVOCATIVO: Excelentíssimo Senhor
  (Exmº.Sr.)
•Utilize VOSSA SANTIDADE (V.S.) para:
  oPapa
  oVOCATIVO: Santíssimo Padre ou
  Beatíssimo Padre
•Utilize REVERENDO (Revdº.) para:
  oSacerdotes
  oClérigos
  oReligiosos
  oVOCATIVO: Reverendo
•Utilize VOSSA MAGNIFICÊNCIA para:
  oReitores de Universidades
  oVOCATIVO: Magnífico Reitor
   •Utilize VOSSA MAJESTADE (V.M.) para:
     oImperadores
     oReis
     oRainhas
   •Utilize VOSSA ALTEZA (V.A.) para:
     oPríncipes e Princesas
Atenção. Existem duas possibilidades de
tratamento a autoridades:
   •VOSSA - quando nos dirigimos à
   Autoridade, como na frase "Vossa
   Excelência viajará amanhã?"
SUA - quando nos referimos à Autoridade,
como na frase "Sua Santidade avisa que
concederá audiências."
             Algumas dicas
• Para se organizar um evento
  precisamos saber um pouco mais sobre
  o que utilizar para servir as bebidas...
 O MISTÉRIO DO BEM-SERVIR
    COM O COPO CORRETO
          CHAMPAGNE
Pede uma taça alta e fina,
 batizada de flûte. Esse formato
 mantém por mais tempo a
 efervescência da bebida. Os
 vinhos espumantes são servidos
 no mesmo tipo de taça
•ÁGUA
•Os copos de água
são facilmente
identificáveis: são
sempre os maiores e
podem ou não ter pé.
Como a água não tem
sabor ou buquê que
possa ser alterado,
pode permanecer
mais tempo em copos
grandes, com ou sem
pedras de gelo.
               Como pode ser consumido
               gelado, o vinho branco ganha
               taças menores, para o líquido
               não esquentar. O melhor é
VINHO BRANCO   segurar a taça pelo pé, para
               evitar contato do calor das
               mãos com a bebida, o que
               altera o sabor. Para vinho
               rosé, é o mesmo copo.
              É geralmente servido em taças
              maiores e mais bojudas do que
              as de vinho branco, por não
              ser consumido gelado. O mais
VINHO TINTO
              correto é segurar a taça pelo
              pé. Mas, no caso do vinho
              tinto, não se considera um
              erro segurar na própria taça.
               Pedem copos maiores por
               serem consumidos em grande
REFRIGERANTE
               quantidade e rapidamente em
               geral com muito gelo.
          Os sucos de frutas, sejam naturais
          ou industrializados, pedem o
          mesmo tipo de copo: ligeiramente
          menor que o utilizado por
SUCO DE
          refrigerantes. Esse formato é ideal
 FRUTA    para a bebida fresca e mais
          concentrada, uma vez que abriga
          menos líquido e pede reposição
          mais freqüente.
             Como o próprio nome já
             indica, esses drinks pedem
             copos altos. O motivo é a
LONG DRINK
             grande quantidade de gelo
             que normalmente o
             acompanha.
             O modelo clássico para servir essas
             bebidas é o copo mais baixo. Apesar
             do teor alcoólico elevado, são drinks
 WHISKY E    servidos com gelo. Assim o copo não
CAIPIRINHA   precisa ser alto, mas deve ser
             suficientemente largo para
             acomodar as pedras e ter fundo
             grosso para impedir que a bebida
             esquente.
         Essas bebidas são servidas prontas,
         geladas e em pequenas doses, por
BATIDA
         isso pedem o modelo mais baixo de
         copo largo.
          Servido em canecas ou
CHOPE E   tulipas, com ou sem a base
CERVEJA   curta para evitar que a
          bebida esquente.
              Pede um copo triangular e
              pequeno, pois a bebida não
DRY MARTINI
              pode ser ingerida em grandes
              doses.
           É servido no copo tipo baloon.
           Sua boca estreita não permite
CONHAQUE   que a bebida perca o perfume
           e o pé curto deixa o calor das
           mãos longe do líquido.
              Bebidas concentradas como
VINHO PORTO
              essas exigem cálices pequenos
  OU XEREZ
              para conservar o sabor.
        Servido após as refeições,
        dada sua ação
        reconhecidamente digestiva,
LICOR   pede um copo pequeno que
        receba apenas alguns goles
        da bebida, que é sempre bem
        doce.
          Como a vodca é servida em
          pequenas doses e
          supergelada, pede um copo
          pequeno, fino e com base
VODCA E   grossa. Isso evita que o calor
CACHAÇA   das mãos esquente o líquido.
          Em territórios latinos e
          tropicais em geral, a cachaça
          ou aguardente também é
          consumida neste modelo.
           Ética Profissional
• O organizador e a profissão:
  O perfil de um organizador de eventos
  é de um profissional dinâmico,
  atualizado, organizado em suas tarefas,
  com espírito de liderança e conhecedor
  profundo de sua atividade.
                 Uma dica:
• Os eventos não são somente cobertos por
  sofisticação, pois em alguns casos não é
  aconselhável que sejam muito sofisticados.
  Para detectar que tipo de evento é mais
  conveniente para determinada ocasião e
  cliente, é preciso desenvolver um “feeling”,
  de modo que, ao detectar o perfil do
  cliente e eventuais convidados, faça com
  que eles fiquem totalmente satisfeitos com
  o trabalho e o indiquem para outros
  clientes.
 Outra dica:
• Elaborar uma lista com todas as
  providências para o evento.
• Elaborar um cronograma de atuação com
  datas e metas a serem cumpridas.
• Checar cada dado e cada convite a ser
  enviado.
• Rever a lista de convidados juntamente
  com os clientes.
• Checar o local do evento e seus
  equipamentos e Pessoal.
Estrutura básica de um serviço de
cerimonial:
1) Propor e garantir o cumprimento das
   normas de cerimonial para a
   instituição;
2) Opinar e pesquisar questões de
   precedência;
3) Organizar a recepção de autoridades
   ou personalidades nacionais ou
   estrangeiras;
             Continuação:
4) Participar da organização das visitas do
  presidente da instituição a outros
  lugares, cidades e estados.
5) Participar da organização das viagens do
  presidente.
6) Organizar todas as solenidades que a
  instituição promover.
7) Elaborar e expedir os convites e ofícios.
Continuação 2:
8) Preparar a correspondência oficial do
  presidente.
9) Orientar o presidente sobre o roteiro da
  solenidade.
10) Em solenidades conjuntas com outras
  instituições e órgãos, colaborar com os
  demais profissionais de Cerimonial.
11) Organizar e manter as
  correspondências e cadastro de
  personalidades atualizado.
Estrutura básica de um serviço de
Cerimonial:
12) Organizar o evento quanto a:
12.1) Escolha do Local – visando a
  capacidade, segurança, decoração,
  status do local em questão.
12.2) Indicação do tipo de serviço – qual
  a maneira mais adequada de servir os
  alimentos e bebidas conforme o horário,
  tipo de público e formalidade do evento.
 Continuação
12.3) Decoração em geral: a decoração
  floral deve estar de acordo com a
  característica do evento, nada de rosas
  vermelhas para um evento
  essencialmente masculino.
12.4) Sugestão das autoridades dos três
  níveis a convidar. Todo cuidado é pouco
  com relação ao partidos políticos,
  rivalidades e outros interesses.
Continuação:
12.5) Confirmação de presença com
  autoridades convidadas – principalmente
  se as autoridades estiverem inseridas na
  ordem do dia, se terão discursos a serem
  proferidos, homenagens a receber etc.
12.6) Lista dos participantes da cerimônia –
  determinar quem participará, se todo um
  quadro da instituição ou somente alguns
  elementos-chave para este determinado
  evento.
 Continuação:
12.7) Recepção, identificação e acomodação
  dos convidados – o receptivo deverá ser
  estipulado pelo chefe de cerimonial,
  principalmente se houver determinação de
  lugares marcados, identificar as
  autoridades que chegam ao evento para
  não causar constrangimentos.
12.8) Montagem de sala VIP: Deve ter o
  máximo de conforto para os convidados,
  desde água mineral até telefones, fax
  espelho de corpo inteiro, etc
Continuação:
12.9) Cuidar do dispositivo de bandeiras
  (colocação prévia ou hasteamento).
12.10) Determinação dos lugares dos
  convidados – Inclusive verificar os cartões
  de mesa; antes de abrir o salão, verificar
  pela última vez o plano de mesa
  juntamente com a lista de controle da
  recepção, para que em caso de não
  comparecimento de alguma autoridade
  seja feito um remanejamento de
  assentos.
 Continuação:
12.11) O chefe de cerimonial, quanto ao
  programa, deverá estabelecer a ordem do
  dia (pauta) e indicar a ordem de
  discursos, inclusive na programação do
  mestre de cerimônia.
12.12) descerramento de placa – verificar os
  dizeres, a cobertura e determinar o que as
  pessoas farão o descerramento.

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:33
posted:11/6/2012
language:Portuguese
pages:54