Docstoc

Exercícios_Soluções

Document Sample
Exercícios_Soluções Powered By Docstoc
					Lista de Exercícios sobre Soluções

1 - (Covest-2006) Uma solução composta por duas colheres de sopa de açúcar (34,2g) e uma
colher de sopa de água (18,0 g) foi preparada. Sabendo que: MMsacarose = 342,0g mol -1,
MMágua = 18,0 g mol-1, Pfsacarose = 184 °C e Pfágua = 0 °C, podemos dize r que:

1) A água é o solvente, e o açúcar o soluto.
2) O açúcar é o solvente, uma vez que sua massa é maior que a da água.
3) À temperatura ambiente o açúcar não pode ser considerado solvente por ser um composto
sólido.

Está(ão) correta(s):

a) 1 apenas            b) 2 apenas         c) 3 apenas        d) 1 e 3 apenas   e) 1, 2 e 3


2 - Um determinado sal tem coeficiente de solubilidade igual a 34g/100g de água, a 20ºC.
Tendo-se 450g de água a 20 ºC, a quantidade, em gramas, desse sal, que permite preparar
uma solução saturada, é de:

a) 484g.      b) 450g.     c) 340g.     d) 216g.       e) 153g.

3 - A solubilidade do K2Cr2O7, a 20ºC, é de 12g/100g de água. Sabendo que uma solução foi
preparada dissolvendo-se 20g do sal em 100g de água a 60ºC e que depois, sem manter em
repouso, ela foi resfriada a 20ºC, podemos afirmar que:

a) todo sal continuou na solução.
b) todo sal passou a formar um corpo de chão.
c) 8g de sal foi depositado no fundo do recipiente.
d) 12g do sal foi depositado no fundo do recipiente.
e) 31g do sal passou a formar um corpo de chão.


4 - Após a evaporação de toda a água de 25g de uma solução saturada (sem corpo de fundo)
da substância X, pesou-se o resíduo sólido, obtendo-se 5g. Se, na mesma temperatura do
experimento anterior, adicionarmos 80g da substância X em 300g de água, teremos uma
solução:

a) insaturada.
b) saturada sem corpo de fundo.
c) saturada com 5g de corpo de fundo.
d) saturada com 20g de corpo de fundo.
e) supersaturada.

05)Quatro tubos contêm 20 mL de água cada um. Coloca-se nesses tubos dicromato de
potássio nas seguintes quantidades:
                    Tubo A     Tubo B  Tubo C Tubo D
Massa de K2Cr2O7 1,0g           2,5g     5,0g      7,0g

A solubilidade do sal, a 20ºC, é igual a 12,5g por 100 mL de água. Após agitação, em quais dos
tubos coexistem, nessa temperatura, solução saturada e fase sólida?

a) em nenhum.
b) apenas em D.
c) apenas em C e D.
d) apenas em B, C e D.
e) em todos.
6 - O coeficiente de solubilidade de um sal é de 60 g por 100 g de água a 80°C. A massa em
gramas desse sal, nessa temperatura, necessária para saturar 80 g de H2O é:

a) 20.       b) 48.        c) 60.      d) 80.        e) 140.


7 - (UEM PR/2007) Um determinado sal X apresenta solubilidade de 12,5 gramas por 100 mL
de água a 20ºC. Imagine que quatro tubos contêm 20 mL de água cada e que as quantidades a
seguir do sal X foram adicionadas a esses tubos:
_ Tubo 1: 1,0 grama;
_ Tubo 2: 3,0 gramas;
_ Tubo 3: 5,0 gramas;
_ Tubo 4: 7,0 gramas.
Após agitação, mantendo-se a temperatura a 20ºC, coexistirão solução saturada e fase sólida
no(s) tubo(s)

a) 1.     b) 3 e 4      c) 2 e 3.     d) 2, 3 e 4.       e) 2.


8 - (MACKENZIE-SP)



Em 100g de água a 20°C, adicionam-se 40,0g de KC l. Conhecida a tabela acima, após forte
agitação, observa-se a formação de uma:




a) solução saturada, sem corpo de chão.
b) solução saturada, contendo 34,0g de KCl, dissolvidos em equilíbrio com 6,0g de KCl sólido.
c) solução não saturada, com corpo de chão.
d) solução extremamente diluída.
e) solução extremamente concentrada.



9 - (Unimontes MG/2007) Prepararam-se duas soluções, I e II, através da adição de 5,0 g de
cloreto de sódio, NaCl, e 5,0 g de sacarose, C12H22O11, respectivamente, a 10 g de água e a
20°C, em cada recipiente. Considerando que as solubilidades (g do soluto/ 100 g de H 2O) do
NaCl e da C12H22O11 são 36 e 203,9, respectivamente, em relação às soluções I e II, pode-se
afirmar que
a) a solução I é saturada e todo o soluto adicionado se dissolveu.
b) a solução II é insaturada e todo o açúcar adicionado se dissolveu.
c) ambas são saturadas e nem todo o soluto adicionado se dissolveu.
d) ambas são instauradas e todo o soluto adicionado se dissolveu.
e) ambas são supersaturadas.

10 - Tem-se 540g de uma solução aquosa de sacarose (C12H22O11), saturada, sem corpo de
fundo, a 50°C.
Qual a massa de cristais que se separam da solução, quando ela é resfriada até 30°C? C s =
220g/100g de água a 30°C; Cs = 260g/100g de água a 50°C.

a) 20g.       b) 30g.       c) 40g.     d) 50g.         e) 60g.
11 - (CESGRANRIO) A curva de solubilidade de um sal hipotético está representada abaixo.




A quantidade de água necessária para dissolver 30g de sal a 30°C é:

a) 45g.     b) 60g.    c) 75g.     d) 90g.   e) 105g.


12 - (PUC/CAMPINAS-SP) Adicionando-se separadamente, 40g de cada um dos sais em 100g
de água. À temperatura de 40°C, quais sais estão totalmente di ssolvidos em água?




a) KNO3 e NaNO3.
b) NaCl e NaNO3.
c) KCl e KNO3.
d) Ce2(SO4)3 e KCl.
e) NaCl e Ce2(SO4)3.




13 - (UFOPO-MG) A solubilidade do hidróxido de ferro II, em água, é 0,44g por litro de água a
25°C. A massa, em gramas, dessa substância, que se pode dissolver em 500 mL de água,
temperatura, é:

a) 0,90g.      b) 0,56g.         c) 0,44g.    d) 0,36g.    e) 0,22g.


14 - (UEBA) A solubilidade do K2Cr2O7 a 20°C é de 12,5g por 100 mL de água. Colocando-se
em um tubo de ensaio 20 mL de água e 5g de K2Cr2O7 a 20°C, podemos afirmar que, após
agitação e poste rior repouso, temperatura:
a) Coexistem solução saturada e fase sólida.
b) Não coexistem solução saturada e fase sólida.
c) Só existe solução saturada.
d) A solução não é saturada.
e) O K2Cr2O7 não se dissolve.


15 - (UCBA) O gráfico a seguir apresenta os coeficientes de solubilidade, em gramas/100mL de
água, de algumas substâncias A, B, C, D em função da temperatura.

a) D é a substância mais solúvel, em gramas, a 20oC.
b) B é mais solúvel a quente
c) a 40oC a substância A é mais solúvel em gramas, que a substância D
d) a concentração de C duplica a cada 20oC.
e) todas as substâncias têm o mesmo coeficiente de solubilidade a 45 oC.


16 - Um frasco de laboratório contém 2,0 litros de uma solução aquosa de NaCl. A massa do
sal dissolvida na solução é de 120g. Que volume deve ser retirado da solução inicial para que
se obtenham 30g de sal dissolvido?

a) 1,0 litro.    b) 0,5 litro.      c) 0,25 litro.        d) 1,5 litros.        e) 0,75 litro.

17 - Um certo remédio contém 30g de um componente ativo X dissolvido num determinado
volume de solvente, constituindo 150 mL de solução. Ao analisar o resultado do exame de
laboratório de um paciente, o médico concluiu que o doente precisa de 3g do componente ativo
X por dia, dividido em 3 doses, ou seja, de 8 em 8 horas. Que volume do medicamento deve
ser ingerido pelo paciente a cada 8 horas para cumprir a determinação do médico?

a) 50 mL.       b) 100 mL.         c) 5 mL.          d) 10 mL.       e) 12 mL.

18 - Uma solução aquosa com concentração de 20g/litro apresenta:

a) 20 g de soluto dissolvidos em 1 litro de água.
b) 40 g de soluto dissolvidos em 0,5 litro de solução.
c) 10 g de soluto dissolvidos em 0,5 litro de solução.
d) 40 g de soluto dissolvidos em 4,0 litros de solução.
e) 10 g de soluto dissolvidos em 2,0 litros de solução.

19 - A concentração de uma solução é 5,0 g/litro. Dessa solução 0,5 litro contém:

a) 10g de soluto.           b) 0,25g de soluto.          c) 2,5g de solvente.
d) 2,5g de soluto.          e) 1,0g de soluto.

20 - Num balão volumétrico de 250 mL adicionam-se 2,0g de sulfato de amônio sólido; o
volume é completado com água. A concentração da solução obtida, em g/litro, é:

a) 1,00g/L.     b) 2,00g/L.       c) 3,50g/L.        d) 4,00g/L.      e) 8,00g/L.

21 - (PUC-RJ) Após o preparo de um suco de fruta, verificou-se que 200 mL da solução obtida
continha 58mg de aspartame. Qual a concentração de aspartame no suco preparado?

a) 0,29 g/L.      b) 2,9 g/L.           c) 0,029 g/L.         d) 290 g/L.          e) 0,58 g/L.

22 - Evapora-se totalmente o solvente de 250 mL de uma solução aquosa de cloreto de
magnésio, 8,0g/L. Quantos gramas de soluto são obtidos ?

a) 8,0 g.       b) 6,0 g.         c) 4,0 g.           d) 2,0 g.     e) 1,0 g.
23 - (Mackenzie – SP) Têm-se cinco recipientes contendo soluções aquosas de cloreto de
sódio.




É correto afirmar que:
a) o recipiente 5 contém a solução menos concentrada
b) o recipiente 1 contém a solução mais concentrada
c) somente os recipientes 3 e 4 contêm soluções de igual concentração
d) as cinco soluções têm a mesma concentração
e) o recipiente 5 contém a solução mais concentrada

24 - massa dos quatro principais sais que se encontram dissolvidos em 1 L de água do mar é
igual a 30g. Num aquário marinho, contendo 2 x 106 cm3 dessa água, a quantidade de sais nela
dissolvidos é:

a) 6,0 x 10 kg.
          1
                        b) 6,0 x 10 kg.
                                  4
                                           c) 1,8 x 10 kg.
                                                      2
                                                               d) 2,4 x 10 kg.
                                                                         8
                                                                                 e) 8,0 x 10 kg.
                                                                                           6




Concentração Molar

25 - (Covest-2004) O rótulo de um frasco diz que ele contém uma solução 1,5 molar de NaI em
água. Isso quer dizer que a solução contém:

a) 1,5 mol de NaI / quilograma de solução.
b) 1,5 mol de NaI / litro de solução.
c) 1,5 mol de NaI / quilograma de água.
d) 1,5 mol de NaI / litro de água.
e) 1,5 mol de NaI / mol de água.

26 - Qual é a concentração molar de uma solução que, num volume de 600 cm , contém 0,15
                                                                                 3


mol de moléculas do soluto?

a) 0,0225 mol / L.
b) 0,225 mol / L.
c) 2,25 mol / L.
d) 0,25 mol / L.
e) 2,5 mol / L.

27 - (UEPG-PR) Muitos compostos dos metais alcalinos, em particular os de sódio e potássio,
são industrialmente importantes, como é o caso do hidróxido de sódio, cujo nome comum é
soda cáustica. Soluções contendo NaOH podem ser preparadas utilizando-se a água como
solvente, devido à sua solubilidade em meio aquoso. Considerando essas informações, calcule
a massa, em gramas, necessária para preparar 200 mL de solução de soda cáustica com
concentração igual a 0,5 mol/L. Dados: Na=23; O=16; H=1


28 - No preparo de solução alvejante de tinturaria, 521,5g de hipoclorito de sódio são
dissolvidos em água suficiente para 10,0 litros de solução. A concentração, em mols/litro, da
solução é: Dado: massa molar do NaClO = 74,5 g/mol

a) 7,0 mol/L.     b) 3,5 mol/L.   c) 0,70 mol/L.   d) 0,35 mol/L.   e) 0,22 mol/L.
29 - A molaridade de uma solução aquosa contendo 36,5g de ácido clorídrico dissolvidos em
água até completar 2 litros de solução é: Dados: H = 1 u.m.a; Cl = 35,5 u.m.a

a) 0,5 mol/L.       b) 1,0 mol/L.        c) 1,5 mol/L.        d) 2,0 mol/L.        e) 2,5 mol/L.

30 - Em um balão volumétrico de 500 mL colocaram-se 9,6g de cloreto de magnésio e
completou-se o volume com água destilada. Sabendo-se que o cloreto de magnésio foi
totalmente dissolvido, assinale a concentração aproximada do íon magnésio nessa solução:
Dados: Mg = 24 u.m.a; Cl = 35,5 u.m.a

a) 0,05 mol/L.      b) 0,1 mol/L.    c) 0,2 mo/L.        d) 0,4 mol/L.    e) 3,2 mol/L.

31 - (METODISTA-SP-2002) Foi preparada uma solução de 1000 mL com 148g de carbonato
de lítio. A molaridade (mol/L) dessa solução é: Dados: Li = 7 g/mol; C = 12 g/mol; 16 g/mol.

a) 0,002 mol/L.      b) 0,2 mol/L.       c) 2 mol/L.       d) 5 mol/L.    e) 20 mol/L.


32 - Prepara-se uma solução, dissolvendo 16,4g de acetato de sódio (CH3COONa) em água e
elevando o volume para 500 mL. A molaridade da solução obtida é: Dados: H = 1 u; C = 12 u;
Na = 23 u; O = 16 u.

a) 0,2 mol/L.       b) 0,4 mol/L.          c) 0,8 mol/L.       d) 1,6 mol/L.        e) 2,0 mol/L.

33 - Um químico preparou uma solução de carbonato de sódio (Na2CO3) pesando 53g do sal,
dissolvendo e completando o volume para 2 litros. A molaridade da solução preparada foi de:
Dados: C = 12 u; O = 16 u; Na = 23 u

a) 1,00 mol/L.        b) 0,50 mol/L.        c) 0,25 mol/L.      d) 0,125 mol/L.       e) 0,0625 mol/L.

34 - São dissolvidos 19,6g de H2SO4 em água suficiente para 800 mL de solução. Qual é a
molaridade dessa solução? Dados: H = 1 u; O = 16 u; S = 32 u

a) 0,25 mol / L.      b) 2,5 mol / L.      c) 0,025 mol / L.       d) 0,50 mol / L.      e) 5,0 mol / L.

35 - (Covest-90) Admitindo que a concentração do ácido acético no vinagre é
aproximadamente 6g de ácido acético (CH3COOH) em 100 mL de solução, calcule a
concentração, em mol / L. Dados: H = 1g / mol; C = 12 g / mol; O = 16 g / mol.


36 - Para adoçar 500 mL de uma limonada, utilizou-se 68,4g de sacarose (C12H22O11).
Determine a concentração da sacarose, em mol/L, nesta limonada. Dados: C = 12 u.; H = 1 u.
O = 16 u.

a) 0,4 mol/L.      b) 0,2 mol/L.        c) 0,14 mol/L.       d) 0,3 mol/L.       e) 0,10 mol/L.

37 - UCS-RS) Uma pessoa usou 34,2g de sacarose (C12H22O11) para adoçar seu cafezinho. O
volume de cafezinho adoçado na xícara foi de 50 mL. A concentração molar da sacarose no
cafezinho foi de:

a) 0,5 mol/L.      b) 1,0 mol/L.     c) 1,5 mol/L.        d) 2,0 mol/L.      e) 2,5 mol/L.


38 - A molaridade de uma solução preparada dissolvendo-se 2g de NaOH em água suficiente
para completar o volume de 100 mL, é: Dado: Massa molar do NaOH = 40 g/mol.

a) 0,02 mol/L.      b) 0,05 mol/L.        c) 0,20 mol/L.        d) 0,40 mol/L.       e) 0,50 mol/L.
39 - (UFPE) Uma solução de um sulfato contém uma concentração 1,0 mol/L de íons sulfato
(SO4 ). Podemos afirmar que esta solução pode conter:
     2–




a) íons alumínio (Al ) numa concentração 2/3 mol/L.
                              3+


b) íons férrico (Fe ) numa concentração 1,0 mol/L.
                         3+


c) íons cloreto (Cl ) numa concentração 2,0 mol/L.
                         –1


d) íons nitrato (NO3 ) numa concentração 2/3 mol/L.
                              1–


e) íons bário (Ba ) numa concentração 4/3 mol/L.
                    2+




40 - A molaridade do íon Mg2+ e do (PO4)3- numa solução 0,4 molar de Mg3(PO4)2 é,
respectivamente:

a) 2 e 3.       b) 3 e 2.          c) 2,4 e 2,4.     d) 0,4 e 0,4.      e) 1,2 e 0,8.

41 - Num béquer, encontra-se dissolvido, e completamente dissociado, em água destilada 0,2
mol de Na2SO4 para o volume de 500 mL de solução. As concentrações em mols por litro dos
       +
íons Na e SO4 são, respectivamente:
                   2–




a) 0,4 e 0,4.       b) 0,1 e 0,2.          c) 0,4 e 0,2.     d) 0,8 e 0,4.      e) 0,8 e 0,2.


DILUIÇÃO

42 - Numa diluição de uma solução, podemos afirmar que:

a) A massa do solvente permanece constante.
b) A massa do soluto permanece constante.
c) O volume da solução permanece constante.
d) A molaridade da solução permanece constante.
e) A molalidade da solução permanece constante.

43 - Uma solução contendo 5 mL de NaCl 1mol/L é diluída com água suficiente para atingir o
volume de 500mL. A concentração desta nova solução é:

a) 0,002 mol/L            b) 0,01 mol/L       c) 0,05 mol/L      d) 0,50 mol/L          e) 10 mol/L

44 - Se adicionarmos 80 mL de água a 20 mL de uma solução 0,20 mol/L de KOH, iremos
obter uma solução de concentração molar igual a:

a) 0,010 mol/L.           b) 0,020 mol/L.          c) 0,025 mol/L.       d) 0,040 mol/L.      e) 0,050 mol/L.

45 - Preparam-se 100 mL de uma solução contendo 1 mol de KCl. Tomaram-se, então, 50 mL
dessa solução e juntaram-se 450 mL de água. A molaridade da solução final será:

a) 0,1 mol/L.           b) 0,2 mol/L.       c) 0,5 mol/L.      d) 1,0 mol/L.      e) 5,0 mol/L.

46 - Adicionou-se água destilada a 150 mL de solução 5 mol/L de HNO3 , até que a
concentração fosse de 1,5 mol/L. O volume final obtido, em mL, foi:

a) 750 mL.        b) 600 mL.            c) 500 mL.         d) 350 mL.     e) 250 mL.


47 - Que volume de água deve-se adicionar a 400 mL de solução 367,5g/L de ácido sulfúrico,
para que se torne 122,5g/L?

a) 800 mL.        b) 1000 mL.            c) 1800 mL.        d) 200 mL.        e) 1200 mL.

48 - Quantos cm3 de H2O temos que adicionar a 0,50 litro de solução 0,50 mol/L, a fim de torná-
la 0,20 mol/L?
a) 1500 cm3.            b) 1250 cm3.              c) 1000 cm3.             d) 750 cm3.       e) 500 cm3.


49 - Num balão volumétrico são colocados 200 mL de ácido sulfúrico 0,50 mol/L e 400 mL de
hidróxido de sódio 1,0 mol/L. O volume é completado a 1000 mL e homogeneizado. A reação
que ocorre é: 1 H2SO4 + 2 NaOH  1 Na2SO4 + 2 H2O

A solução resultante será:

a) 0,17 mol/L em H2SO4 e 0,67 mol/L em NaOH.
b) 0,20 mol/L em Na2SO4 .
c) 0,10 ml/L em Na2SO4 e 0,20 mol/L em NaOH.
d) 0,10 mol/L em Na2SO4 e 0,30 mol/L em NaOH.
e) 0,10 mol/L em H2SO4 e 0,20 mol/L em Na2SO4.

50 - 0,3 litro de HCl 0,4 mol/L reagem com 0,2 litro de NaOH 0,8 mol/L de acordo com a
equação: HCl + NaOH _ NaCl + H2O A molaridade do sal resultante é:

a) 0,48 mol/L.     b) 0,24 mol/L.          c) 0,12 mol/L.     d) 0,32 mol/L.      e) 0,56 mol/L.


TITULAÇÃO

51 - Em uma aula de titulometria, um aluno utilizou uma solução de 20 mL de hidróxido de
potássio 0,5mol/L para neutralizar completamente uma solução 1,0 mol/L de ácido sulfúrico.
Determine o volume da solução de ácido sulfúrico utilizado pelo aluno:

a) 10 mL.          b) 5 mL.            c) 1 mL.       d) 15 mL.     e) 20 mL.

52 - Em uma titulação, foram gastos 7,0 mL de uma solução de HNO3 0,70 mol/L como solução
reagente para análise de 25,0 mL de uma solução de hidróxido de bário. A concentração, em
mol/L, da solução de hidróxido de bário analisada foi:

a) 0,098.       b) 0,049.      c) 0,030.       d) 0,196.      e) 0,070.

53 - Quantos gramas de hidróxido de potássio são neutralizados por 250 mL de solução de
ácido nítrico de concentração 0,20 mol/L? Dado: Massa molar do KOH = 56,0 g/mol

a) 1,0g.    b) 1,2g.        c) 1,4g.       d) 2,8g.      e) 5,6g.

54 - 20 mL de uma solução aquosa de NaOH de molaridade desconhecida foram titulados com
uma solução aquosa 0,2 mol/L de H2SO4. O volume de ácido gasto na titulação foi de 50 mL.
Qual a molaridade da base?

a) 1,0 mol/L.      b) 2,0 mol/L.        c) 3,5 mol/L.      d) 0,5 mol/L.     e) 4,0 mol/L.

55 - Um estudante, ao fazer uma titulação de 25mL de uma solução de hidróxido de sódio
(NaOH), gastou 30mL de uma solução de ácido sulfúrico (H2SO4) 0,2 mol/L. A concentração da
solução de hidróxido de sódio é:

a) 0,12 mol/L.     b) 0,24 mol/L.        c) 0,33 mol/L.      d) 0,48 mol/L.       e) 0,96 mol/L.


56 - Em um erlenmeyer foram colocados 20,0 mL de solução aquosa de ácido sulfúrico 0,1
mol/L, mais gotas de fenolftaleína (indicador, que é incolor em meio ácido e róseo em meio
alcalino). Em seguida, com auxílio de uma bureta, foi transferida para o erlenmeyer solução
aquosa de hidróxido de sódio 0,1mol/L gota a gota, agitando-se constantemente para
homogeneização. A solução do erlenmeyer terá cor rósea persistente quando o volume de
solução de hidróxido de sódio transferido for de:
a) 30,0 mL.       b) 40,1 mL.            c) 25,5 mL.         d) 10,2 mL.           e) 20,1 mL.

57 - Na titulação de 10 mL de ácido clorídrico existente numa amostra de suco gástrico, foram
gastos 9,0mL de uma solução 0,20 mol/L de hidróxido de sódio. Qual a molaridade do ácido na
amostra?

a) 1,80 mol/L.           b) 0,90 mol/L.           c) 0,45 mol/L.             d) 0,20 mol/L.      e) 0,18 mol/L.

58 - (UDESC-SC) Em um laboratório de química são colocados a reagir completamente 100
mL de solução de hidróxido de sódio com 30 mL de HCl 1,5 molar (mol/L). Pede-se:

I - A molaridade da solução de hidróxido de sódio.
II - A massa de hidróxido de sódio aí existente.

A alternativa que apresenta corretamente o que se pede é:

a) 0,225 mol/L e 1,8 g.          b) 0,45 mol/L e 1,8 g.                 c) 0,045 mol/L e 1,8 g.
d) 0,225 mol/L e 5,4 g.          e) 0,45 mol/L e 3,6 g.

59 - (FESP-96) Preparou-se 100,00mL uma solução de um ácido diprótico de massa molar
162g/mol e densidade 1,80g/mL, diluindo-se 1,00mL deste ácido em quantidade suficiente de
água destilada para completar o balão volumétrico até a aferição (100,00mL). Em seguida
retira-se do balão 5,00mL da solução e titula-se com hidróxido de sódio 1N, gastando-se
1,00mL, para a completa neutralização. A pureza do ácido analisado é de: (H = 1u, S = 32u, O
= 16u e Na = 23u)

a) 70%        b) 75%         c) 83%            d) 90%           e) 78%




Gabarito:

(1 – d)        (2 - e)         (3 – c)         (4 – c)      (5 – c)           (6 – b)        (7 – d)        (8 – b)     (9 – b)

(10 – e)       (11-c)        (12 – a)         (13 – e)      ( 13 – a)         (15 – a)      (16 - )    (17 - ) (18 – c)

(19 – d)      (20 – e)        (21 – a)         (22 – d) (23 – e)             (24 – b) (25 – b)         (26 - )     (27 – 4)

(28 -     )   (29 –a)        (30 – a)           (31 – c)        (32 -    )      (33 – c)     (34 - )      (35 - )      (36 – a)

(37 -     )   (38 -      )     (39 -      )      (40 -      )     (41 – d)         (42 – b)       (43 - )        (44 – d)

(45 - d)       (46 – d)        (47 - )        (48 - )      (49 – c)          ( 50 – b)     (51 – b)     (52 – a)      (53 – d)

(54 – a)      (55 – d)       (56 – b)         (57- e)      (58 – b)      ( 59 – d)

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:147
posted:10/25/2012
language:Portuguese
pages:9