270

Document Sample
270 Powered By Docstoc
					                    Avaliação de site educacional em saúde

              Natália Leite Rosa Mori; Carmen Maria Casquel Monti Juliani

Palavras-chave: Internet, conhecimento leigo, enfermagem, educação em saúde




Introdução:

       A disponibilidade de conteúdo científico sobre o tema saúde, tem se mostrado
útil na atualização de profissionais de saúde e da população em geral. Esse campo
educacional vive hoje a incorporação de tecnologias de informação em que se
destacam a descentralização e a individualização do processo ensino-aprendizagem,
tornando o acesso a informação mais prático e acessível 1.

       Ao       encontro      dessa      realidade,     foi     criado      o     site
“www.educacaoemsaude.fmb.unesp.br”, que visa ao aprendizado e ao fácil acesso
pela sociedade disponibilizando materiais educativos na área da saúde; e realizada
uma avaliação do mesmo por profissionais da área para aprimoramento de seu
conteúdo e informatização.

Objetivo:

       Avaliar os aspectos gráficos, funcionais e de conteúdo do site, por meio dos
profissionais de saúde inseridos na Estratégia Saúde da Família do município de
Botucatu e buscar sugestões de temas para seu aprimoramento de acordo com as
necessidades levantadas.

Metodologia:

       Estudo descritivo de avaliação de um site, realizada através de um instrumento,
previamente elaborado, preenchido pelos participantes. Para isso, disponibilizou-se
um computador conectado ao site por algumas horas e o formulário de avaliação,
preenchido de forma voluntária. O formulário continha perguntas abertas e fechadas
sobre as dificuldades encontradas no site e sugestões para seu aprimoramento. Todos
os participantes concordaram com o termo de consentimento livre e esclarecido.

       Este é um sub-projeto de um projeto mais amplo, aprovado pelo Comitê de
Ética em Pesquisa da Faculdade de Medicina de Botucatu (of. CEP 235/2010),
intitulado Desenvolvimento Tecnológico em Saúde e Enfermagem.

Resultados:
       Foram realizadas 38 avaliações por profissionais inseridos em 6        das 7
Unidades de Saúde da Família da zona urbana do município de Botucatu.

       Entre os participantes, 35 (92,11%) eram do sexo feminino, sendo a maioria
agente comunitário da saúde. Do total de profissionais, 78,95% referiu atuar na
educação em saúde.

       Todos os temas analisados foram bem avaliados, sendo os resultados mais
satisfatórios àqueles relacionados à quantidade e qualidade da informação disponível
e o menos satisfatório foi relacionado à navegabilidade. Foram diversas as sugestões
de temas a serem incluídos, estando a maioria relacionados à área de saúde pública.

Conclusão:

       Os resultados encontrados foram positivos, sendo todos os itens foram bem
avaliados e o site, bem como sua manutenção, considerado de grande importância
para os profissionais atuantes na área. As sugestões serão utilizadas embasar os
próximos conteúdos abordados e aprimorar os temas já disponíveis.




Referência:


   1. Cavalcante MTL, Vasconcellos MM. Tecnologia de informação para a
       educação na saúde: duas revisões e uma proposta. Ciênc Saúde Coletiva.
       2007; 12(3):611-22.

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:3
posted:10/16/2012
language:Portuguese
pages:2