alergia alimentar tratamento e preven��o2012 by FyY11D7p

VIEWS: 66 PAGES: 33

									               Alergia e Pneumologia Pediátrica
                 Hospital Infantil João Paulo II
                     Hospital Felício Rocho
               www.alergopneumoped.com.br



WILSON ROCHA FILHO

ALERGIA ALIMENTAR:
Abordagem terapêutica e prevenção
    Declaração de conflito de interesse
       Wilson Rocha Filho CRM-MG 13.945
 De acordo com as normas no 1.595/2000 do Conselho Federal de
Medicina declaro que nos últimos 2 anos constituí vínculos de
patrocínio para participação de estudos clínicos, conferências,
atividades de consultoria, apoio em eventos médicos ou algum
tipo de apoio financeiro direto ou indiretamente com os
seguintes laboratórios/empresas:




                                              2
Alergia alimentar
Prevenção primária
Atraso na introdução de alimentos sólidos


Proteína do leite de vaca                                                          1 ano

                    Ovo                                                           2 anos


Amendoim, nozes e peixe                                                           3 anos



                    American Academy of Pediatrics, Committee on Nutrition. Hypoallergenic infant formulas.
                                                                             Pediatrics. 2000;106:346–349
Alergia alimentar
Prevenção primária
Restrição alimentar

                                ANTÍGENOS ALIMENTARES
                               Acusados de assassinato
                               Responsabilizados por
                                 danos pessoais e sociais
                                 imensuráveis
                               Condenados baseado
                                 em evidências circunstanciais
                               Exilados da dieta infantil



                      Prescott SL Curr Opin Allergy Clin Immunol 2010 10:258–266
Alergia Alimentar
Epidemiologia
Incidência está aumentando

                    0-17 anos   Menores de             5-17 anos
                                5 anos
   PORCENTAGEM




                                             Branum AM, NCHS Data Brief 2008
Alergia Alimentar
Epidemiologia
↑ hospitalizações relacionadas com alergia alimentar
    Número de altas por ano (média)




                                      ANO




                                            Branum AM, NCHS Data Brief 2008
Alergia Alimentar
Epidemiologia
Maior incidência de outras alergias
              Asma                  Alergias cutâneas               Alergias respiratórias




                Alergia alimentar                       Sem Alergia alimentar




                                                        Branum AM, NCHS Data Brief 2008
Alergia Alimentar
Epidemiologia
Prevalência de alergia alimentar na Austrália

      %       2858 crianças avaliadas c/ TPDCPC
    30                                                  26,7%

    25
    20
    15
             10%    8,9%
    10
                                  4,5%
                           3%
     5                                         0,5%

     0




                                         Osboren NJ. JACI 2011:127; 668-76
    Alergia Alimentar
    Epidemiologia
    Incidência está aumentando – “2ª onda”



• “1ª onda” há ± 30 anos com ↑ alergia respiratória
•    Alergia a amendoim ↑ 3x em 10 anos
•    Procura por especialista aumentou em 10x
•    Afeta principalmente lactentes e pré escolares
•    História natural diferente


                        Prescott S. Pediatr Allergy Immunol 2011:22; 155-60
Alergia Alimentar
Epidemiologia
Conspiração da ocidentalização
 Alergia Alimentar
 Tolerância imunológica
 Fatores dietéticos c/ propriedades imunomodulatórias

           LC-PUFA, microbiota intestinal, oligossacárides, folatos,
         antioxidantes, vitaminas, leite materno, antígenos alimentares



    Dieta materna            Interações ambientais              Dieta infantil



 Modificação da                                                             Modificação da
expressão gênica                                                           expressão gênica


                       NASCIMENTO
                                                                              Tolerância
                                                                                  ou
                                                                            sensibilização
                       Funções Imunes

                    Predisposição genética

                                              Adaptado de West CE Curr Opin Pediatr 2010 22:635–641
Alergia Alimentar
Alergia a amendoim
Israel X Reino Unido

         5171 crianças                       5615 crianças
         Reino Unido                            Israel



                         Questionário para
                           determinar a
                            prevalência



                         Questionário para
                           determinar
                            consumo
                                                  George Du Toit JACI 2008;122:984-91
Alergia Alimentar
Alergia a amendoim
Israel X Reino Unido


                    Reino Unido         Israel                  p


    Prevalência        1,85%            0,17%                <,001

   Consumo entre
                      0 gramas        7,1 gramas             <,001
    8 e 14 meses

     Consumo
                          0                8                <,0001
    Dias por mês


                    Risco entre os 2 países = 9,8


                                                    George Du Toit JACI 2008;122:984-91
Alergia Alimentar
Prevenção primária
Restrição dietética na gravidez e na lactação


 • 4 estudos c/ 334 participantes
 • Não encontrou evidências de sua eficácia
 • Durante a lactação pode diminuir eczema
 • Baixo ganho de peso durante a gravidez

                            Kramer MS. Cochrane Database of
                            Systematic Reviews 2006, Issue
Alergia Alimentar
Prevenção primária

Leite Materno

 • Não há evidências concretas que leite materno
    exclusivo diminui incidência de alergia
 • Inúmeros benefícios
 • Leite materno exclusivo até 4 a 6 meses


                    Guidelines for the Diagnosis and Managment of Food Allergy JACI 2010;126:S1-S58.
Alergia Alimentar
Prevenção primária

Leites especiais


 • Leite de soja não previne alergia alimentar
 • Fórmulas hidrolisadas devem ser consideradas
 • Avaliar a relação custo/benefício


                    Guidelines for the Diagnosis and Managment of Food Allergy JACI 2010;126:S1-S58.
 Alergia alimentar
 Prevenção primária
 Definição de dieta hipoalergênica

Para uma fórmula ser considerada hipoalergênica é
necessário que as suas principais proteínas tenham
sido modificadas, no intuito de reduzir a sua
antigenicidade, de forma que 90% dos pacientes
alérgicos à proteína principal tolerem a formulação
sem sintomas
                      Food and Drug Administration
                     Academia Americana de Pediatria
 Alergia alimentar
 Prevenção primária
 Definição de dieta hipoalergênica


O comitê de nutrição da Academia Americana
de Pediatria adverte que, até o momento, NÃO
existem estudos controlados, duplo cego, que
suportem o uso de fórmulas parcialmente
hidrolizadas no tratamento ou na prevenção
de alergia ao leite de vaca
Alergia alimentar
Prevenção primária
Fórmulas hipoalergênicas

          • Hidrolizados protéicos
                 Alfaré ®
                    
                Althéra ®
                Pregomin ®
                Aptamil pepti ®
          • A base de aminoácidos
                Neocate ®
                Aminomed®
  Prevenção primária em alergia
 Recomendações da AAP 2000 e 2010

Dieta hipoalergênica na gravidez                                                      NÃO

Dieta hipoalergênica na lactação                                                      SIM
                                                                                      NÃO

Leite materno exclusivo (6 meses)                                                     SIM
                                                                                      NÃO

Dieta hipoalergênica na criança                                                       SIM

             American Academy of Pediatrics, Committee on Nutrition. Hypoallergenic infant formulas.
                                        Pediatrics. 2000;106:346–349; Pediatrics 2011;128:955-65.
Alergia alimentar
Prevenção primária



                    EXPOR
                               EVITAR              EXPOR

 EVITAR




          Passado                       Presente

                      EVITAR


                                EXPOR
Alergia alimentar
Tratamento



  • Dieta de exclusão

  • Dieta c/ proteína extensamente aquecida

  • Imunoterapia
Alergia Alimentar
Tratamento


   Estigma                         Tarefa difícil



                     DIETA DE
                    EXCLUSÃO




                     Diagnóstico
                     de certeza!
Alergia ao Leite de Vaca
Tratamento
Dieta de exclusão
Alergia ao leite de vaca
Tratamento
Hidrólise proteica X alergenicidade
    Alergia ao leite de vaca
    Tratamento
     Como escolher a melhor fórmula infantil?

                               Criança com alergia ao leite de vaca


                 IgE mediada                                        Não IgE mediada


     ≥ 6 meses            < 6 meses                    Fórmula extensamente hidrolisada


     Leite de soja
                                                          Melhora                 Inalterado

    Melhora          Inalterado

                                                                           Fórmula de
                                                                          aminoácidos
Adaptado do Consenso Brasileiro de Alergia Alimentar
Alergia alimentar
Tratamento
Dieta c/ proteína extensamente aquecida

                Proteínas do leite e do ovo




       Aquecidas a 200°c por 20 a 30 minutos


      Adição de gluten              Efeito matriz
Alergia Alimentar
Epitopos de proteínas alimentares

Alterando a estrutura protéica

             Epitopo conformacional
                                                Cozimento
                                                    ou
                                                 hidrólise




                           Epitopo
                          sequencial




                    Epitopo conformacional   Epitopo sequencial

                                                Sampson H. J Allergy Clin Immunol
Alergia alimentar
Tratamento
Como selecionar o paciente?




                        Nowak-Wegrzyn A, J Allergy Clin Immunol 2008:112;342-7
Alergia alimentar
Tratamento
Como selecionar o paciente?




                        Lemon-Mulé H, J Allergy Clin Immunol 2008:112;977-83
Alergia alimentar
Tratamento
Desenvolvendo tolerância imune

                                                                             Grupo tolerante
                                     Proteína do leite                       Grupo reagente
                                  extensamente aquecida
   Probabilidade de desenvolver
      tolerância imunológica




                                                Meses após 1ª visita

                                                            Kim JS, J Allergy Clin Immunol 2011:128;125-31
    Alergia alimentar
    Proteína extensamente aquecida
     Conclusões

• Achados clínicos indicam 2 fenótipos de alérgicos a leite e/ou ovo
• Somente provocação oral seleciona o paciente adequadamente
• A maioria dos pacientes alérgicos a leite e/ou ovo toleram
    a proteína extensamente aquecida
•   Melhora a qualidade de vida
•   Pode facilitar a indução de tolerância imunológica
•   Mudança de paradigma no tratamento da alergia alimentar


                                       Kim JS, J Allergy Clin Immunol 2011:128;125-31
Alergia e Pneumologia Pediátrica
  Hospital Infantil João Paulo II
     Hospital Felício Rocho
 www.alergopneumoped.com.br

								
To top