Introduction to SQL Azure - DOC by fBL207G

VIEWS: 0 PAGES: 25

									Hands-On Lab
Introdução ao SQL Azure
Lab version:    2.0.0
Last updated:   10/4/2012
CONTEÚDO

INTRODUÇÃO .............................................................................................................................................. 3

EXERCÍCIO 1: PREPARANDO SUA CONTA DE SQL AZURE ................................................................. 4
       Tarefa 1 – Recuperando o nome de seu servidor SQL Azure................................................................ 4

EXERCÍCIO 2: TRABALHANDO COM O DATABASE MANAGER DO SQL AZURE............................. 10
       Tarefa 1 – Criando uma nova base de dados ...................................................................................... 10
       Tarefa 2 – Gerenciando sua base de dados com o Database Manager for SQL Azure ....................... 11
       Tarefa 3 – Gerenciando sua base de dados com o SQL Server Management Studio ......................... 15
       Tarefa 4 – Criando Logins e usuários da base de dados ..................................................................... 18
       Tarefa 5 – Criando Tabelas, índices e consultas SQL .......................................................................... 21

RESUMO..................................................................................................................................................... 25
Introdução
Neste laboratório você irá trabalhar com os recursos do SQL Azure, a base de dados relacional na
plataforma Windows Azure.


Objetivos
Aprender sobre:

          O portal SQL Azure e seus recursos de configuração e administração de instâncias de SQL;

          Criar uma aplicação Web Role que consome dados presentes no SQL Azure.



Pré-requisitos
Os componentes exigidos para esse laboratório são:
          IIS 7 (com ASP.NET, WCF HTTP Activation, Tracing)

          Microsoft .NET Framework 4.0
          Microsoft Visual Studio 2010

          SQL Server 2005 Express Edition (or later)
          Windows Azure Tools for Microsoft Visual Studio 1.3 (November 2010) ou superior




Tempo estimado
 Tempo estimado para completar esse lab: 30 minutos.
Exercício 1: Preparando sua conta de SQL
Azure
Neste exercício, você irá acessar sua conta no SQL Azure e criar um servidor de base de dados. Também,
irá adicionar e reconectar ao SQL Azure, para preparar sua base de dados na nuvem.


Tarefa 1 – Recuperando o nome de seu servidor SQL Azure
Neste exercício, você irá logar no portal do SQL Azure para obter o nome do servidor SQL Azure
associado a sua conta.
    1. Vá até o portal da plataforma Windows Azure no link: https://windows.azure.com.
    2. Faça o Log in com sua conta Windows Live.




       Figura 1
       Logging no portal do Azure Services.
    3. Na home page do portal do Windows Azure, clicar no botão “New Database Server” no menu
       ribbon (menu superior).




       Figura 2
       Criando um servidor para o SQL Azure database.


Nota: Se você ainda não tem um servidor criado para sua conta SQL Azure, faça-o agora. Caso contrário,
você pode pular esses exercício.


    4. Para criar o servidor, selecione sua subscrição no painel da esquerda. Clicar no botão “Create”
       no menu ribbon “Server”.




       Figura 3
       Criando um novo SQL Azure database server
5. Selecione uma região para hospedar seu servidor, a partir da lista Region da janela “Create
   Server”. Essa localização determina em qual datacenter Azure a base de dados será hospedada.




   Figura 4
   Escolhendo a região para hospedar o servidor SQL Azure.


6. Entar o nome de sua conta de administração e senha. Clicar “Next”.




   Figura 5
   Entrando login de administrador e senha.
7. Clicar em Finish para criar o novo servidor. Você irá configurar o Firewall mais tarde neste
   laboratório.




   Figura 6
   Caixa de diálogo para definição de Firewall.


8. Finalmente, as informações sobre seu novo servidor, incluindo Fully Qualified Server Name, são
   apresentadas.




   Figure 7
   Lista de projetos SQL Azure.



     Nota: O nome de domínio completo de seu servidor SQL Azure tem o seguinte formato:
       <ServerName>.database.windows.net
     onde <ServerName> identifica o servidor, por exemplo, a9ixtp7pux.database.windows.net.
9. Expandir o nó de subscrição localizado no painel esquerdo e clicar no nome do servidor criado.
   A página do “Server Information” permite a execução de tarefas administrativas sobre seu
   servidor.




   Figura 8
   Página de informações sobre o servidor SQL Azure.


10. O botão “Firewall Rules” permite você especificar uma lista de endereços IP válidos que podem
    acessar seu servidor SQL Azure. O Firewall irá bloquear todas as conexões por default, portanto,
    garanta que você mte configurado a lista de endereços válidos para os clientes desejados para
    conexão com o servidor.




   Figura 9
   Configurando as definições de Firewall para seu servidor SQL Azure.
 Nota: Mudanças no firewall settings podem levar algum tempo até se tornarem efetivas.
 Aguarde em torno de 5 minutos até que os endereços cadastrados estejam habilitados.



Agora você tem um servidor de base de dados criado e pronto para uso nos próximos passos
deste laboratório. Esta base de dados pode ser conectada a partir de qualquer lugar do mundo.
Exercício 2: Trabalhando com o Database
Manager do SQL Azure
Neste exercício, você irá criar uma nova base de dados e trabalhar com seus dados. Isso significa que
iremos criar algumas tabelas, índices, além de inserir e consultar seus dados. Para isso, vamos utilizar
duas ferramentas diferentes. A primeira ferramenta será a Database Manager for SQL Azure, que é um
brwoser com uma aplicação Silverlight para administrar o SQL Azure. A outra ferramenta é o SQL Server
Management Studio, uma ferramenta geral de administração do SQL Server.


Tarefa 1 – Criando uma nova base de dados
    1. Na interface do portal Windows Azure Management, selecionar a opção “Database”.
    2. Sob a opção “Subscriptions”, expandir seu projeto na árvore do painel esquerdo e selecionaro
       nome do servidor que você deseja trabalhar. Então, no menu ribbon superior Database, clicar
       no botão “Create”.




        Figura 10
        Criando uma nova instância de base de dados no servidor SQL Azure selecionado.
    3. Na caixa de diálogo “Create Database”, defina o nome de sua instância “Database name” como
       “HoLTestDB”, selecione a opção “Web” no campo “Edition” e selecione a opção “1 GB” para o
       campo “Maximum size”.




       Figura 11
       Escolhendo as opções para a base de dados SQL Azure.



Tarefa 2 – Gerenciando sua base de dados com o Database Manager for SQL Azure
Nesta tarefa, você irá usar a ferramenta Database Manager for SQL Azure, um cliente Silverlight que
executa no seu browser, para conectar ao SQL Azure database, permitindo criar e popular uma tabela,
além de executar consultas aos dados inseridos.
    1. Expanda o nó servidor em sua subscrição, clicar em HoLTestDB para selecioná-lo e então, clicar
       no botão “Manage”, no ribbon superior.




       Figura 12
       Gereciando uma instância de base de dados no SQL Azure.
2. Na página de sign-in, entrar a senha de sua conta administrador e clicar Connect.




   Figura 13
   Signing na ferramenta SQL Azure database manager


3. Aguardar até que o gerenciador conecte em sua base de dados e mostre sua página inicial.




   Figura 14
   Página inicial do gerenciador.
4. No menu ribbon, no grupo de opções “Operations”, clicar em “New Table”.




   Figura 15
   Criando uma tabela.


5. Na tabela de criação, definir o nome da tabela Name como “People”.
6. Next, definir três colunas como vemos na tabela a seguir. Clicar em + Column para adicionar
   uma nova coluna durante esse processo.

      Column    Type                  Is Identity?        Is Required?         Is Primary Key?

      ID        Int                   Yes                 Yes                  Yes

      Name      nvarchar(50)          No                  Yes                  No

      Age       Int                   No                  Yes                  No




   Figura 16
   Definindo a estrutura da tabela.


7. No menu ribbon, no grupo “Operations”, clicar em Save.
   Figura 17
   Salvando o table schema.


8. Uma vez salva a tabela, no grupo Context clicar em “Data”.
9. Agora, clicar em “+ Row” e entrar os dados exemplos da tabela a seguir, para as colunas Name
   e Age.

      Name                 Age

      Alexandra            16

      Ian                  18

      Marina               45




   Figura 18
   Adicionando linhas em sua tabela.


10. Repetir o passo anterior para adicionar outras duas linhas e clicar no botão “Save” no grupo de
    ações “Operations”, para persistir as alterações.
    11. Next selecionar o contexto Database no meun superir esquerdo da página e clicar em “New
        Query” no grupo de operações “Operations” do ribbon.
    12. Na janela de consultas, entrar com o seguinte comando T-SQL. Clicar no botão “Execute” no
        grupo de operações Run. Verificar o resultado retornado.
       T-SQL
       select * from People




       Figura 19
       Consultando a base de dados.



Tarefa 3 – Gerenciando sua base de dados com o SQL Server Management Studio
Nesta tarefa, você vai usar o SQL Server Management Studio para administrar sua base de dados no
SQL Azure.
    1. Abra o SQL Server Management Studio no menu Start | All Programs | Microsoft SQL Server
       2008 R2 | SQL Server Management Studio. Você receberá a janela de login.
    2. Na caixa de diálogo Connect to Server, entrar suas credenciais e selecionar SQL Server
       Authentication. Atualmente, o SQL Azure suporta apenas SQL Server Authentication.

         Nota: No nome do servidor utilizar o padrão SERVER_NAME.database.windows.net
   Figura 20
   Conectando ao SQL Azure com o SQL Server Management Studio.


3. Clicar em Connect.
4. Ao conectar, você verá a janela Object Explorer com a estrutura de sua base de dados.
   Verifique que não há diferenças entre o modelo de apresentação e administração de uma base
   SQL Server local e uma base SQL Azure.




   Figura 21
   Object Explorer mostrando a base de dados HoLTestDB no SQL Azure.
5. Na janela Object Explorer, selecionar a base de dados HoLTestDB na árvore de visualização e
   clicar em “New Query” na barra de menu.




   Figura 22
   Criando uma nova janela de consultas.


6. Agora, você tem uma janela ativa para e conectada em sua conta. Você pode testar através do
   comando SQL @@version. Para executá-lo, clicar no botão “Execute”.
   T-SQL
   SELECT @@version




   Figura 23
   Recuperando a versão do SQL Azure conectado.


7. Substitua o comando anterior pelo seguinte e clicar em Execute.
   T-SQL
   SELECT * FROM sys.databases
       Figura 24
       Consulta sobre a lista de bases de dados no servidor conectado.


    8. Você também pode checar a base de dados corrente em uso, através do comando db_name().
       C#
       SELECT db_name()




       Figura 25
       Consultando a base de dados corrente em uso.


    9. Não feche a janela de consulta. Vamos usá-la nas tarefas a seguir.



Tarefa 4 – Criando Logins e usuários da base de dados
Assim como no SQL Server, o SQL Azure permite que você cria logins adicionais e usuários com
permissão de acesso ao banco de dados. Nesta tarefa, vamos criar um novo login e usuários, com
permissões de acesso para a sua base HoLTestDB.
    1. Abra uma nova janela de consulta (query) conectada com a base master. Para fazer isso, na
       janela Object Explorer, expanda o nó System Databases dentro de Databases e selecione
       master. Então, clicar no botão “New Query”, na barra de ferramentas.
   Figura 26
   Consultando a base master, através do SQL Server Management Studio.


2. Criar um novo login, executando o seguinte comando:
   T-SQL
   CREATE LOGIN HoLUser WITH password='Password1'



    Nota: Você pode escolher sua própria senha para esse usuário. Ao final, você pode remover
    esse login através do comando:
      DROP LOGIN HoLUser



3. Volte para a janela de consulta conectada com a base HoLTestDB.
4. Na janela de consulta, execute o seguinte comando para criar um novo usuário na base
   HoLTestDB com login HoLUser.
   T-SQL
   -- Create a new user from the login and execute
   CREATE USER HoLUser FROM LOGIN HoLUser



5. A seguir, adicionar o usuário na role db_owner de sua base HoLTestDB executando o seguinte
   comando:
   T-SQL
   -- Add the new user to the db_owner role and execute
   EXEC sp_addrolemember 'db_owner', 'HoLUser'



     Nota: fazendo seu usuário membro da role db_owne, ele terá uma extensa lista de permissões
     de acesso. Em cenários de mundo real, devemos tomar cuidado com a lista de permissões
     ativdas para cada usuário, trabalhando com o mínimo possível.



6. Mude a associação do usuário com a conexão corrente para o usuário recém criado HoLUser.
   Para fazer isso, faça um right-click na janela de consulta, escolhendo a opção Connection, e
   selecionando Change Connection.




   Figura 27
   Mudando as propriedades de conexão da base de dados.


7. Na janela de diálogo Connect to Database Engine, mude o Login para HoLUser e entre sua
   senha Password.




   Figura 28
       Conectando com a base de dados e um novo usuário.


    8. Clicar em Options para acessar as configurações adicionais de conexão. Mude para a aba de
       Connection Properties e garanta que a base indicada para conexão é a HoLTestDB. Então, clicar
       em Connect.




       Figura 29
       Conectadndo com uma base específica.



         Nota: Você agora está conectado com a base de dados, usando o usuário HoLUser. Mantenha
         essa conexão para as próximas tarefas do laboratório.




Tarefa 5 – Criando Tabelas, índices e consultas SQL
    1. Na janela de consulta, execute o seguinte comando T-SQL para criação de tabelas.
   T-SQL
   CREATE TABLE [Contact](
       [ContactID] [int] IDENTITY(1,1) NOT NULL PRIMARY KEY CLUSTERED,
       [Title] [nvarchar](8) NULL,
       [FirstName] [nvarchar](50) NOT NULL,
       [LastName] [nvarchar](50) NOT NULL,
       [EmailAddress] [nvarchar](50) NULL,
       [Phone] [nvarchar](30) NULL,
       [Timestamp] [timestamp] NOT NULL
   )



2. Vamos agora adicionar um novo indice ao campo EmailAddress. Para isso, executar o seguinte
   comando:
   T-SQL
   CREATE INDEX IX_Contact_EmailAddress
       ON Contact(EmailAddress)



3. Execute o seguinte comando para adicionar uma linha na tabela Contact :
   T-SQL
   INSERT INTO [Contact]
   ([Title],[FirstName],[LastName],[EmailAddress],[Phone])
        VALUES
   ('Mr','David','Alexander','davida@fabrikam.com','555-1234-5555')



4. Agora, execute a seguinte consulta, habilitando o plano de execução através do comando
   SHOWPLAN_ALL:
   T-SQL
   SET SHOWPLAN_ALL ON
   GO
   SELECT * FROM Contact WHERE EmailAddress ='davida@fabrikam.com'
   GO
   SET SHOWPLAN_ALL OFF
   Figura 30
   Consultando o plano de execução.


5. A seguir, vamos adicionar uma stored procedure chamada AddData.
   T-SQL
   CREATE PROCEDURE AddData
   @NumRows int
   AS
   DECLARE @counter int
   SELECT @counter = 1
   WHILE (@counter < @NumRows)
   BEGIN
       INSERT INTO [Contact]
           ([Title],[FirstName],[LastName],[EmailAddress],[Phone])
           VALUES
           ('Mr','David','Alexander',CAST(@counter as
   nvarchar)+'davida@fabrikam.com','555-1234-5555')
           SELECT @counter = @counter + 1
   END



6. Através do comando a seguir, vamos adicionar 1000 linhas na tabela Contact, executando a
   stored procedure AddData:
   T-SQL
   EXEC AddData 10000



    Nota: A adição de 1000 linhas pode levar algum tempo.
7. Execute o seguinte comando, para consultar o plano de execução.
   T-SQL
   SET SHOWPLAN_ALL ON
   GO
   SELECT * FROM Contact WHERE EmailAddress ='davida@fabrikam.com'
   GO
   SET SHOWPLAN_ALL OFF




   Figura 31
   Plano de execução.




   Figura 32
   Mostrando graficamente o plano de execução.
Resumo
Neste laboratório, você aprendeu as noções básicas sobre o SQL Azure. O SQL Azure trabalhar da mesma
forma que o SQL Server local, compartilhando as mesmas ferramentas de administração, como o SQL
Server Management Studio.
Você aprendeu a criar novas bases de dados, logins e usuários para os bancos de dados. Você viu que na
maioria das vezes, você pode simplesmente criar objetos no SQL Azure como você faria com um SQL
Server instalado localmente.
Finalmente, você viu que a criação de conexões com o SQL Azure usando tecnologias Microsoft é a
mesma que criar conexões com qualquer banco de dados locais (on-premise).
.

								
To top