D1

Document Sample
D1 Powered By Docstoc
					                             D1
                             %HermesFileInfo:D-1:20120812:



                                                             DOMINGO, 12 DE AGOSTO DE 2012 ANO XXVII – Nº 8821                                                                                                                                           O ESTADO DE S. PAULO



                             C2+TV
                                                                                                                                  Novela
                                                                                                                                 Os olhos de Tieta, em DVD. Pág. D10




                                  G
                             DOMINGO
                             estadão.com.br                                                                                                                                                            BAZILIO CALAZANS/DIVULGAÇÃO




                                                                                                                                                                                                                                       QUENTIN TARANTINO –
                                                                                                                                                                                                                    ARQUIVOS DE UM FANÁTICO POR CINEMA
                                                                                                                                                                                                                    De Paul A. Woods (organizador); tradução de
                                                                                                                                                                                                                   Santiago Nazarian (Leya, 384 págs., R$ 49,90)




                                                                                                                      O MIX C
                                                             TARAN                                                                                                          ULTUR
                                                                                                                                                                                                                       AL DE
                                                                   T                                                                                                                                 INO
                                                                                                                                                                              Livro aborda
                                                                                                                                                                                  a obra do
                                                                                                                                                                                 diretor da
                                                                                                                                                                              mesma forma
                                                                                                                                                                                  como ele
                                                                                                                                                                              constrói seus
                                                                                                                                                                                    filmes –
ALESSANDRO BIANCHI/REUTERS




                                                                                                                                                                                 a partir de
                                                                                                                                                                                referências
                                                                                                                                                                                variadas e à
                                                                                                                                                                                maneira de
                             Luiz Zanin Oricchio
                                                                                                                                                                                   mosaico
                             Ok,se vocêconheceQuentinTa-                                    obras dedicadas a um autor con-
                             rantino (e quem não o conhe-                                   sagrado. Assim, o volume não
                             ce?) sabe do seu estilo. O negó-                               contém apenas elogios, mas            aquela do tipo que se reserva a
                             cio dele é misturar tudo com tu-                               traz textos que baixam o pau          alguém vagamente marginal,
                             do. Uma referência culta e outra                               em Tarantino, ou, pelo menos,         que escolheu caminhos diferen-            Em parte verdade, como lembra
                             pop; uma citação bíblica seguida                               em alguns aspectos de sua obra.       tes para chegar onde chegou e é           o livro, pois Quentin nunca foi
                             de um morticínio; uma discus-                                  Logo na introdução, o organiza-       ídolo de toda uma moçada que              exatamente um miserável e não
                             são em torno de Like a Virgin, de                              dor do livro, Paul Woods, diz         forma a nova cinefilia. Afinal,           chega a ser “um herói da classe
                             Madonna, em meio a um plano                                    que “seu filme em parceria com        Quentin é mesmo um tipo fora              trabalhadora”, como já se disse.     TRECHO
                             de assalto; um Godard que per-                                 Robert Rodriguez, Um Drinque          do mainstream, um tanto deslei-           Mas é verdade que trabalhou                                              car. Ele se revolta: “Scorsese é


                                                                                                                                                                                                                 “Q
                             tence ao cânone e um filme B de                                no Inferno, foi divertido para        xado, fanático pelo cinema até a          anos numa locadora dos sonhos                 uase como                  violento em Os Bons Companhei-
                             Hong Kong, do qual só ele e sua                                os que são incultos o suficiente      medula. E dono de uma mitolo-             e de lá saiu para dirigir seu pri-                                       ros e não ouço queixas”. Certo,
                             turma (cada vez mais numero-                                   para amar ao mesmo tempo fil-         gia (emparte, ao que parece,ver-          meiro longa, Cães de Aluguel.                 o artista                  mas, como lembra o livro, Quen-
                             sa) ouviram falar. É um mixer                                  mes policiais e de derramamen-        dadeira) em torno de suas ori-               É preciso considerar que          que desacelerou                     tin não tem de lidar com o com-
                             cultural, iconoclasta e intuitivo,                             to de sangue, mas foi visto mais      gens e vida pessoal e artística.          Quentin já havia feito seu curso                                         plexo culpa-catolicismo, subs-
                             como atestam filmes como Cães                                  como um acompanhamento pa-              Há aquela história de que não           de ator e frequentava há algum       Psicose de Hitchcock                trato da obra de Scorsese. Sua
                             de Aluguel, Pulp Fiction e Bastar-                             ra pizza e cerveja”.                  conheceu o pai, foi criado ape-           tempo a indústria de Holly-          para um tempo de                    violência parece vir de modo
                             dos Inglórios. Desse modo, tal-                                  No entanto, claro, o tom geral      nas pela mãe e saiu da miséria            wood, mesmo que na condição          duração de 24 horas,                mais bruto, injustificado. Mas
                             vezomelhorlivrosobreesse per-                                  é de admiração. Aquele tipo de        para uma locadora de vídeos on-           de personagem secundário.                                                ele mesmo argumenta: “Amo a
                             sonagemnão sejamesmo nomo-                                     admiraçãocool,nada aver como          de construiu a base de sua prodi-         Quando filmou, possuía cacife        Tarantino pegou os                  violência nos filmes, detesto na
                             do linear, racional e ensaístico                               baba ovo habitual da mídia, mas       giosa cultura cinematográfica.            para fazê-lo. E para sua sorte, o    últimos 20 minutos                  vida real; no cinema, a violência
                             da maioria das obras sobre cine-                                                                                                               filme provocou um barulho dos                                            é apenas uma cor a mais a se tra-
                             ma. Quentin Tarantino – Arqui-                                                                                      ANDREW COOPER/DIVULGAÇÃO
                                                                                                                                                                            diabos quando lançado.               de City on Fire,...                 balhar”. Tarantino sabe que o ar-
                             vos de um Fanático por Cinema                                                                                                                     Por falar nisso, Tarantino es-    ..., quebrou sua espinha narrati-   gumento abre o flanco para ou-
                             (organizado por Paul A. Woods)                                                                                                                 teve por aqui, em São Paulo, co-     va e refez cirurgicamente,          tra acusação, a de que faz filmes
                             é uma espécie de almanaque.                                                                                                                    mo ilustre desconhecido na           completa, com referências           sobre outros filmes e não sobre a
                                Há nele fotos, entrevistas com                                                                                                              Mostra Internacional, trazendo       compulsivas da cultura pop e        vida real. Impossível contentar a
                             o diretor, ensaios biográficos,                                                                                                                exatamente esse filme que fez        um diálogo alegremente profa-       todos, mesmo porque a sua le-
                             textos escritos sobre seus filmes                                                                                                              um sucesso cult, entre inicia-       no. A hemorragia do sr. Oran-       gião de fãs não perde um segun-
                             no calor da hora e outros com                                                                                                                  dos, graças à sua violência inusi-   ge é uma medida viscosa disso       dode sono comessas acusações.
                             maior recuo. Há coisas escritas                                                                                                                tada, estrutura circular do rela-    – em City on Fire, o ferimento         Há outras também. De que a
                             pelopróprioTarantino.E,naedi-                                                                                                                  to e uma penca de atores desco-      da bala na barriga de Ko Chow       sua cinefilia extremada seria
                             çãobrasileira, surgemtrêstextos                                                                                                                lados, como Tim Roth, Harvey         ocorre no clímax do filme e         uma forma de apropriação. Cães
                             quenãoexistem nooriginal,assi-                                                                                                                 Keitel,Chris Penne SteveBusce-       leva a um pertinente fim agoni-     de Aluguel beberia de várias fon-
                             nadospelojornalistaCassiusMe-                                                                                                                  mi. Nata do cinema indie.            zante nos braços do amigo traí-     tes, de Les Doulos, de Jean-Pier-
                             dauar (leia entrevista na página                                                                                                                  O próprio Tarantino interpre-     do. (Texto de Paul A. Woods)        re Melville e, sobretudo, de City
                             4). Cassius aborda os filmes Sin                                                                                                               ta um dos gângsteres e Michael                                           of Fire, thriller de gângsteres
                             City e À Prova de Morte, escritos                                                                                                              Madsen vive o bandido que tor-                                           de Hong Kong, de Ringo Lam.
                             por Tarantino, e Bastardos Ingló-                                                                                                              tura barbaramente um policial        vencido: “O irritante é que a ce-   Tarantino se lixa: “Um autor
                             rios, escrito e dirigido por ele.
                                                                                            Mexendo com a História                                                          para lhe tirar o nome de um in-      na de tortura em Cães é a minha     não faz homenagens em seus fil-
                                Sendo uma miscelânea, como                                  Leonardo DiCaprio no novo filme de Tarantino, Django Livre, história de         formante.Essa cena,aliás, foipo-     favorita; acho ótima, e minha       mes; ele rouba”. E ponto.
                             também é a cabeça do diretor, o                                um escravo liberto (Jamie Foxx) que tenta tirar do cativeiro sua esposa,        mo da discórdia sobre o filme, e     mãe também acha”, desafia.
                             livro não poderia ser bem com-                                                                                                                 é tida como inaceitável por mui-       O fato é que quem lida com        Leia mais sobre o livro e o cinema de
                             portado, como em geral o são
                                                                                            aprisionada numa fazenda. A estreia está prevista para janeiro de 2013
                                                                                                                                                                            ta gente. Quentin não se dá por      violênciaacaba tendodeseexpli-        Quentin Tarantino na página D4        }

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:13
posted:9/6/2012
language:Korean
pages:1