Docstoc

Dengue

Document Sample
Dengue Powered By Docstoc
					DENGUE


José Maria C. Constant
        CONCEITO E ETIOLOGIA
• Doença infecciosa, transmissível, porém
  não contagiosa.
• Vírus RNA
• ARBOVIRUS = Arthropod Borne Virus
• Hospedeiros: Invertebrado (mosquito)
                 Vertebrado (Homem*)
*Macacos infectados na África e Malásia
 4 sorotípos: 1, 2, 3 no Brasil
                     JMCC
O tipo 4 ainda não chegou ao Brasil




                 JMCC
               EPIDEMIOLOGIA
1- Fonte da infecção: Homem com viremia
                       01 dia antes da febre
                       6º dia da doença
2- Transmissão:
  Aedes aegypti
                      - Hematófago (Fêmea)
                      - Hábitos: Domiciliar e diurno
                      - Doença urbana




                        JMCC
Transmissão: Início de 8 a 10 dias após o repasto
              Dura toda a vida do mosquito
              (6 a 8 semanas)


    Aedes albopictus (“Tigre asiático”)
             Sudeste do Brasil
             Pequena capacidade de transmissão
             Hábitos domiciliares e silvestres

Dengue na zona rural                 Febre amarela

                        JMCC
     FEBRE AMARELA NO BRASIL

F. A. Urbana:
     Ultimo caso em 1942


F. A. Silvestre:
    Amazônia e Centro-oeste
    Doença de macacos
    Transmissores: Haemagogus
                     Sabethes
          (Hábitos exclusivamente silvestres)
                       JMCC
3- Distribuição geográfica
• Doença predominantemente tropical




                      JMCC
DISTRIBUIÇÃO DO DENGUE NO BRASIL




              JMCC
JMCC
JMCC
         Incidência em Alagoas
                DADOS 2008

DENGUE CLÁSSICA

•   Casos notificados: 19571
•   Casos confirmados: 8302
•   Casos sob-investigação: 5324
•   Casos Descartados: 5945


                     JMCC
          DENGUE GRAVE                         DADOS 2008
(Dengue com complicações, FHD, síndrome de choque por dengue)


•   Casos     notificados: 522
•   Casos     confirmados: 312
•   Casos     sob investigação: 123
•   Casos     descartados: 87
•   Nº   de   óbitos   notificados: 51
•   Nº   de   óbitos   confirmados: 14
•   Nº   de   óbitos   sob investigação: 06
•   Nº   de   óbitos   descartados: 31
                            JMCC   FONTE: SINAN/LACEN/SMS/SESAU
4- Condição social
  Doença democrática
                Focos de mosquitos:
 BAIRROS RICOS                 BAIRROS POBRES




                        JMCC
5- Imunidade

• Homóloga: Permanente

• Cruzada: Temporária




                  JMCC
DENGUE CLÁSSICO – PATOGENIA
       Cel. Musc.
                                                                   Febre

       Fibroblasto       sangue       macrófago                    Mal-estar
                                                   citocinas       Depressão medular
       Gânglios                                                    Fragilidade capilar

                                                  Baço
                                                  Fígado
                                                  Medula óssea
                                                  Músculos lisos e estriados



                                  RESPOSTA IMUNE

            A partir do 4º dia                                 A partir do 4º dia
 IgM        Máximo – 8º dia                       IgG          Máximo – 2 semanas
            Declínio - 60 a 90 dias                            PERENE

                                      JMCC
     F. H. D. - Patogenia
     Cel. Musc.                          Imunocomplexo
                                                Macrófago    Imuno-ampliação
                             Sangue
V2   Fibroblastro
                                                                                    •Febre
                             V2    AC1         V2 AC1                 Citocinas     •Mal-estar
                                                                         +          •Depressão
     Gânglios                            Ativação do sist.                          medular
                                                                   Anafilatoxina
                                         De complemento                             •Fragilidade
                                                                                    capilar
                                                             Endotélio vascular

                    Intestino                                Despolimerização do
                                                             cimento intercelular
                    Baço
                    Fígado
                                                             Permeabilidade vascular
                    Medula Óssea


      Plaquetopenia + Fragilidade capilar                    Extravasamento            Elevação
                                                             de plasma                    do

                Hemorragias                                                            hematócrito




                                      CHOQUE
                                  JMCC
             QUADRO CLÍNICO

De espectro variável podendo ir desde as formas
Oligo/Assintomático até quadros com Hemorragia e Choque
podendo evoluir para o óbito.

    Dengue Clássico
A primeira manifestação é a Febre, normalmente alta, de
início abrupto, Cefaléia, Dor retro orbitária, Mialgia,
Artralgia, Prostração, Exantema maculo-papular com
prurido ou não, podendo ocorrer Náuseas, Vômitos ou
Diarréia.
                        JMCC
Exantema Máculo-Pápular




         JMCC
JMCC
A doença tem duração de 5 a 7 dias e na
convalescença é acompanhada de grande debilidade
física.
Os pacientes com Dengue Clássico podem
apresentar manifestações hemorrágicas e formas
atípicas como hepatites, por exemplo.

Sintomas respiratórios ausentes ou pouco acentuados



                       JMCC
- Febre Hemorrágica do Dengue.
  Sintomas iniciais são semelhantes ao DC, até o 3º ou 4º dia,
  quando ocorre uma diminuição da Febre e piora do Estado
  Geral, com aparecimento de Manifestações Hemorrágicas,
  espontâneas ou não, e Colapso Circulatório.
  - Manifestações Hemorrágicas- Petéquias, Equimoses, Epistaxes, Gengivorragias,
    Metrorragia, Melena.

  - Trombocitopenia- PLT < 100.000/mm³.

 - Perda Líquida p/ 3º espaço- Aumento do HTC, presença de derrames cavitários
 ou hipoproteinemia


  - Confirmação laboratorial.

                                    JMCC
JMCC
JMCC
JMCC
Nos casos graves pode se instalar o choque,
entre o 3º e 7º dia da doença. A SCD ocorre devido
ao aumento da Permeabilidade Vascular,
Hemoconcentração e Falência Circulatória.

Se não tratado de maneira correta pode, o paciente,
evoluir para o óbito em 24 horas.



                       JMCC
Síndrome do Choque do Dengue




            JMCC
JMCC
                        CLASSIFICAÇÃO FHD

          É classificado em 4 categorias, segundo a OMS

- GRAU I – Febre acompanhada de sintomas inespecíficos sem
  Hemorragias espontâneas (Prova do Laço + ).

- GRAU II – Febre acompanhada de sintomas inespecíficos com
  Hemorragias espontâneas( Epistaxe, Petéquias, Gengivorragia, Metrorragia, Derrame
  Conjutival, etc...)


- GRAU III – febre acompanhada de sintomas inespecíficos com
  Hemorragias espontâneas e um ou mais SINAIS DE ALERTA.

- GRAU IV – Choque profundo com ausência de PA e pulso
  imperceptível.


                                      JMCC
            SINAIS DE ALERTA NA F H D

-DOR ABDOMINAL INTENSA E CONTÍNUA
-VÔMITOS PERSITENTES
-HIPOTENSÃO
-LIPOTÍMIA
-PA DIFERENCIAL < 20 mmHg (PA CONVERGENTE)
-HEPATOMEGALIA DOLOROSA
- HEMORRAGIAS VOLUMOSAS
-OLIGÚRIA
-EXTREMIDADES FRIAS / CIANOSE
-PULSO FINO E RÁPIDO
-HIPOTERMIA
-AUMENTO REPENTINO DO HTC (20%)


                              JMCC
        DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL
            DENGUE CLÁSSICO
GRIPE
RÚBEOLA
SARAMPO
MONONULCEOSE
ESCARLATINA
LEPTOSPIROSE


   FEBRE HEMORRAGICA DO DENGUE
CHOQUE SÉPTICO
MENIGOCOCCEMIA

                  JMCC
          DIAGNÓSTICO LABORATÓRIAL

 É extremamente importante que o pc. com suspeita
 de Dengue realize pelo menos um Hemograma.

*Inespecíficos.

                       DC
- Hemograma – Leucopenia com Linfo/Mono.
              Raramente Trombocitopenia


                        JMCC
                        FHD

-Hemograma – Leucometria variável          mais    comum
 Linfocitose com Atipias.
                   PLT < 100.000.
                   Hemoconcentração.

- Coagulograma – TS e TC alargados.
                 Retração incompleta da coágulo.

- Bioquímica – Albumina em queda.
               Transaminases elevam-se.
                          JMCC
* Específicos.

-Isolamento Viral – Método mais específico. A coleta deve
coincidir com a viremia.
                    Permite conhecer Sorotipo.
                    Colher até 5º dia.

-Sorológico – A partir do 10º dia.
                       Mac-Elisa
                       RFC



                           JMCC
As amostras devem ser coletadas em tubo estéril
sem anticoagulante. Após a retração do coágulo
centrifugar por 10 minutos e separar o soro.

   - Isolamento Viral – 70° negativos
   - Sorologia – 20° negativos

Se não houver condições de processar material,
conservar sangue total em geladeira e levar Centro
de Referência em 24 hr.
                       JMCC
                        TRATAMENTO
- DENGUE CLÁSSICO – Tratamento sintomático.
   -Repouso
   - Analgésico/Antipirético
   - Ingestão vigorosa de líquidos
   - Reavaliar após 72 hr
   - falar sobre Sinais de Alerta


- F H D Grau I e II.
 O doente deverá permanecer em observação (4 a 6hr)
  recebendo Hidratação Oral ou Parenteral além dos
  Sintomáticos.      Ao término    da     observação    se
  Hemodinâmicamente estável liberado. Retorno com 24hr.
                                JMCC
                  Hidratação

                60 – 80 ml/kg/dia

       Solução Glico-Fisiológica 3/1 em 3 a 4hr.

Ao menor sinal de Falência Circulatória triar para
Internamento.


                      JMCC
JMCC

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:27
posted:8/17/2012
language:Portuguese
pages:37