manual abertura de empresa by HC120730095754

VIEWS: 0 PAGES: 23

									Tudo o que você deve saber para montar o próprio negócio e nunca ninguém lhe contou.
Capítulo 1                      Capítulo 2

A Escolha Certa                 A Hora do Batismo


    Que Negócio é Esse?            A Escolha do Nome
    Voo Solo ou em Sociedade?      Nome Fantasia
    O Capital Inicial              Logotipo
    A Escolha das Instalações      Registro da Marca


Capítulo 3                      Capítulo 4

A Gestão da Empresa             O Peso dos Impostos


    A Certidão de Nascimento       Ambiente Hostil
    Licença de Funcionamento       A Mordida do Leão
    Impedimentos                   Tributos em Série
    Prazo para Abertura            Atalhos Econômicos
 Que negócio é esse?

 Voo solo ou individual?
  Vale a pena ter sócio?
  O que devo levar em conta para escolher um sócio?
  Meu cônjuge pode ser meu sócio?

 O Capital Inicial
  Quanto vou gastar no processo de abertura de empresa?
  Quanto vou pagar para o contador?

 É melhor começar o negócio em casa?

 Quero abrir um estabelecimento comercial
                                A Escolha do Negócio

                               O primeiro passo para abrir sua empresa é definir em que área exata-
                               mente ela vai atuar. Ter conhecimentos e experiência na área em que
                               pretende ingressar é um ponto forte para o desenvolvimento do
                               empreendimento.

                               Se você não sabe o que pretende fazer ao certo, não poderá ir muito
                               longe.




Faça uma pesquisa de mercado e descubra qual é a necessidade do consumidor e qual é o local de maior
demanda.
                                 Voo solo ou em sociedade?

                                Eis aí uma decisão crucial para o futuro do seu negócio. Todos nós sabemos
                                que o começo de um negócio é difícil, mas nem sempre precisa ser assim.
                                Tudo depende das atitudes e do comportamento dos sócios envolvidos no
                                empreendimento.

                                 Vale a pena ter um sócio?

                                Muita gente, só de pensar em iniciar um negócio próprio sozinho já fica
                                assustada. Neste caso, ter um ou mais sócios pode ser uma saída
                                conveniente para driblar esse temor. Afinal, além de ajudá-lo a reunir o
                                dinheiro necessário para fazer o investimento inicial, um sócio pode dividir
                                o trabalho com você e compartilhar as dúvidas e as decisões. Obviamente,
                                é imprescindível que a sociedade baseie-se na confiança mútua e que haja
                                uma boa comunicação entre ambos.



Trabalhe com pessoas que conheçam do negócio tanto ou mais que você.
 O que devo levar em conta para escolher um sócio?

O ideal é que vocês tenham características complementares. Se você não
gosta de tratar de assuntos administrativos, por exemplo, procure um sócio
que não se incomode em fazer isso e, se possível, tenha habilidade e
experiência em lidar com as questões do dia a dia da empresa, como
controlar o caixa e fazer pagamentos a fornecedores e funcionários.

 Meu cônjuge pode ser meu sócio?

De acordo com o novo Código Civil, em vigor desde janeiro de 2003, apenas
os cônjuges casados sob regime de comunhão parcial de bens ou de
separação total de bens, podem ser sócios numa empresa. A sociedade
entre cônjuges exige a elaboração de um contrato muito bem feito para
preservar o negócio de possíveis divergências emocionais.
 O capital inicial

Além de definir com precisão o ramo em que pretende atuar e se terá ou
não sócios em sua empresa, você precisará saber exatamente quanto
pretende investir no novo negócio. O capital social será o valor monetário,
acrescido dos móveis, mercadorias e equipamentos que formam o fundo
de uma empresa.

Atentar para o seguinte fator: deverão os sócios declarar no IRPF, o capital
investido para a constituição das empresas.

 Quanto vou gastar no processo de abertura de empresa?

Os valores variam de acordo com o tipo de negócio que você for abrir.
Consulte à MATRIX ASSESSORIA CONTÁBIL através do telefone: 11 2447-
7818 ou do e-mail: societaria@matrixcontabil.com.br, e solicite um
orçamento sem compromisso.
 Quanto vou ter que pagar mensalmente para um contador?

Tudo vai depender do ramo de atividade, regime de apuração e volume de
serviços. Temos como base o salário mínimo vigente. Mas só após uma
análise ou planejamento dos seus negócios, será fixado o valor mensal de
seus honorários.
 É melhor começar o negócio em casa?

Transformar um cômodo da casa em escritório é a escolha de boa parte das
pessoas que decidem iniciar uma atividade própria, desde que a empresa
não exerça atividades comerciais que recebam visitas de clientes.

 Quero abrir um estabelecimento comercial, como escolho o melhor
ponto?

É muito importante verificar se o imóvel tem uma localização que atenda
aos hábitos de seu público-alvo. Analise aspectos como condições de
acesso de ônibus, estacionamentos próximos, estabelecimentos existentes
na vizinhança e a eventual existência de feiras-livres ou de outros eventos
em determinados dias da semana, além é claro, de checar condições
elétricas, hidráulicas, telefonia, segurança, risco de enchente, etc.

Efetuar também uma pesquisa junto à prefeitura, uma vez que existem
áreas impeditivas para a prática comercial.
 A Escolha do nome
  O que devo levar em conta para escolher o nome da empresa?

 O que é nome fantasia e como posso utilizá-lo?

 Preciso de um logotipo?

 Como posso garantir a exclusividade da minha marca?
                                 O que devo levar em conta para escolher o nome da minha empresa?

                                A escolha do nome da sua empresa vai exigir mais do que criatividade, você
                                vai precisar cima de tudo, de bom senso. O perfil do negócio conta pontos
                                importantes. Convém evitar nomes difíceis de serem pronunciados.

                                O público deve relacioná-la com as coisas boas, que estimulem o consumo.

                                 O que é nome fantasia e como posso utilizá-lo?

                                O nome fantasia é um nome fictício que você pode criar para a sua
                                empresa, sem ter relação com o nome de qualquer sócio, inclusive o seu
                                próprio, se você for abrir a empresa sozinho. Por exemplo: Beija-Flor Bar e
                                Restaurante.




Os melhores nomes são curtos, fáceis de memorizar e pronunciar
 Preciso de um logotipo?

Do ponto de vista legal, você não é obrigado a criar um logotipo para sua
empresa. Mas, para fixar melhor sua marca junto ao seu público-alvo, os
profissionais de marketing recomendam que o seu nome esteja associado a
um logotipo.

Você também pode registrar o seu logotipo no INPI para que ninguém
possa copiá-lo.

 Como posso garantir a exclusividade da minha marca?

Para garantir que nenhuma outra empresa use o nome que você adotou, é
preciso registrá-los no INPI.
 Como posso saber se já existe outra empresa usando o mesmo nome
que pretendo adotar?

Para ter segurança de que ninguém detém os direitos de uso do nome com
o qual você pretende batizar a sua empresa, a MATRIX ASSESSORIA
CONTÁBIL irá efetuar uma "busca“ à Junta Comercial e ao INPI - Instituto
Nacional de Propriedade Intelectual.
 A certidão de nascimento
  Quais são os documentos necessários para a constituição da empresa?

 O que é licença de funcionamento?

 Poderá haver algum Impedimento na constituição da empresa?

Quanto tempo vou levar para legalizar minha empresa?
 A certidão de nascimento

A Pessoa Jurídica passa existir a partir da celebração e registro do contrato
social, onde serão descritas todas as informações relativas à empresa,
como: atividade, endereço, capital, sócios...
Feito isso começam os trâmites para se obter o CNPJ, Inscrição Estadual e
Municipal.

 Quais são os documentos necessários para a constituição da empresa?

Para o início do processo de abertura da empresa, você precisará ter em
mão cópias autenticadas do RG, CPF e comprovante de residência de cada
um dos sócios, contrato de locação e IPTU do endereço onde será exercida
a atividade.

 O que é licença de funcionamento?
Toda empresa, obrigatoriamente deverá obter licenças de acordo com sua
atividade (alvará sanitário, licença ambiental, licença de funcionamento e
publicidade). Existem profissionais especializados nestes procedimentos. A
Matrix o indicará de acordo com sua necessidade.
 Poderá haver algum impedimento na hora da constituição da empresa?

Sim, há algumas pessoas que são impedidas por Lei a constituir uma Pessoa
Jurídica. São elas: sócio de empresas cassadas pelo Estado, funcionários
públicos, incapazes civilmente, pendentes de IRPF, falidos não reabilitados,
casais em comunhão universal de bens, estrangeiros que não possuam CPF
e outros.

 Quanto tempo vou levar para legalizar a minha empresa?

Isso depende do ramo de atividade. Em média, pode ser legalizada em até
30 dias (levando-se em conta que isto também depende de análises por
parte das repartições).
 Ambiente hostil
     Quais são os tributos básicos que a minha empresa vai ter de pagar?
     Além dos tributos básicos, minha empresa precisará pagar outros
.....impostos?

 A mordida do Leão
  Como funciona o Imposto de Renda das empresas?

 Tributos em série
  O que é o regime de Lucro Presumido?
  O que é regime de Lucro Real?
  O que é o Simples?
  Toda empresa pode optar pelo Simples?
  Fora tudo isso, ainda há outros impostos a serem .recolhidos?

 Atalhos Econômicos
                                   Quais são os tributos básicos que a minha empresa vai ter que pagar?

                                  A teia dos imposto no Brasil é extensa para as empresas. Na área federal
                                  há, basicamente, quatro tipos de impostos a pagar:

                                     Imposto de Renda (IR);
                                     Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
                                     Programa de Integração Social (PIS);
                                     Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS).

                                   Além dos tributos básicos, minha empresa precisará pagar outros
                                  impostos?

                                  haverá os impostos específicos de cada atividade. As indústrias devem
                                  recolher o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). As empresas de
                                  prestação de serviços precisam pagar o Imposto sobre Serviços (ISS), e as
                                  empresas comerciais devem apurar e recolher o Imposto sobre Circulação
                                  de Mercadorias e Serviços (ICMS).



Esteja seguro de seus gastos e controle bem suas despesas e os custos.
 Como funciona o Imposto de Renda das empresas?

No Brasil, existem basicamente, três regimes de tributação federal: o
Simples, o Lucro Presumido e o Lucro Real. A escolha de um deles vai
determinar como sua empresa será taxada pelo Fisco.

O tema é um pouco espinhoso, mas é bom perder algum tempo e, com o
auxilio de um profissional contábil, fazer a escolha certa.

 O que é o regime de Lucro Presumido?

É um regime tributário no qual o Fisco estima o lucro que sua empresa vai
apurar e, com base na sua receita bruta, irá cobrar o Imposto de Renda cuja
alíquota é de 15%. Os percentuais que incidem sobre a receita bruta, para
estimar o lucro, variam conforme a atividade da empresa. O regime de
lucro presumido pode ser adotado por empresas com faturamento até 48
milhões de reais por ano.
 Como funciona o regime de Lucro Real?

Pode servir para empresas de todos os portes, não há limite de
faturamento para adotá-lo. É o mais complexo de todos, porque obriga o
contribuinte a fazer uma série de cálculos para chegar ao valor do IR e a
CSLL.

Para chegar ao valor do imposto é preciso aplicar a alíquota de 15% sobre o
lucro. Só que aqui, a empresa tem o direito de deduzir as chamadas
despesas operacionais, como pagamento de tributos, gastos com energia
ou embalagens, serviços etc.

 O que é o Simples?

O Simples Nacional é um regime tributário criado para facilitar a vida das
micros e pequenas empresas. Reúne a cobrança de vários impostos federais
em um só. A alíquota mínima é de 4% e a máxima é de 22,90%.
 Toda empresa pode optar pelo Simples?

Não, nem todas. Primeiro há uma limitação de valores, a empresa não pode
ter renda bruta anual superior a 2,4 milhão de reais. Além disso, há alguns
ramos de atividades impedidas de optarem pelo Simples.

 Fora tudo isso, ainda há outros impostos e taxas a serem recolhidos?

É, a lista parece não ter fim. A empresa deve pagar a contribuição ao INSS
(Previdência Social), taxa que corresponde a 27 % em média sobre o total
da folha de pagamento, exceto optantes do Simples.

A Prefeitura cobra anualmente a taxa de fiscalização e há também a
contribuição anual para o Sindicato da Classe.
 Aberto à empresa, como proceder para registrar funcionários, emitir
notas fiscais e demais rotinas administrativas?.

Não se preocupe, a MATRIX ASSESSORIA CONTÁBIL irá orientá-lo através
do manual de procedimentos contábeis, boletins informativos, site e de
uma equipe qualificada para esse fim.
Av. Tiradentes, 2091 - 1º andar - Jd. Pinhal
Guarulhos - SP - CEP: 07113-001
PABX: 11 2447-7818 | Fax: 11 2447-7819
matrix@matrixcontabil.com.br
www.matrixcontabil.com.br

								
To top