Ant�nio Jos� Olaio Correia de Carvalho

Document Sample
Ant�nio Jos� Olaio Correia de Carvalho Powered By Docstoc
					                      António José Olaio Correia de Carvalho




                            Curriculum vitæ




Professor auxiliar de nomeação definitiva do Departamento de Arquitectura da FCTUC.


                                                                                  1
                           CURRICULUM VITÆ



António José Olaio Correia de Carvalho, nascido em Sá da bandeira, Angola em 1963.

Professor auxiliar de nomeação definitiva do Departamento de Arquitectura da FCTUC.




ACTIVIDADE PEDAGÓGICA:

Responsável pelas disciplinas de Desenho II, Conceitos e Práticas da Arte
Contemporânea I e Conceitos e Práticas da Arte Contemporânea II.

Até ao ano lectivo 2003/2004 é também responsável pela disciplina de Desenho I.

Desde o ano lectivo 2003/2004 até ao ano lectivo 2006/2007 é responsável pela
disciplina de Desenho do curso de Tecnologias de Informação Visual do Departamento
de Engenharia Electrotécnica da
FCTUC.




ACTIVIDADE ACADÉMICA:

Concluiu o Curso Superior de Artes Plásticas/Pintura pela Escola Superior de Belas
Artes do Porto em 1988.

Professor auxiliar de nomeação definitiva do Departamento de Arquitectura da FCTUC,
onde é docente desde 1991.

Em 1994 apresentou Provas de Aptidão Pedagógica e Capacidade Científica no
Departamento de Arquitectura da FCTUC, sendo aprovado com a classificação de
Muito Bom.

Em Janeiro de 2000 foi aprovado o seu Doutoramento tendo como tema de dissertação:
O campo da arte, segundo Marcel Duchamp.

Nomeação definitiva desde Dezembro de 2004, publicada em Diário da República nº20
série II de 28 de Janeiro de 2005.

É membro da Comissão Científica do DARQ desde Abril de 2000.



                                                                                     2
Presidente da Comissão Pedagógica do DARQ desde Junho de 2000 (tendo sido reeleito
para o cargo nas eleições efectuadas desde então).

Participa com regularidade nos júris das Provas Finais dos alunos do DARQ.

Membro de Júri de Equivalência à Área de Comunicação Visual do Curso de
Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, da dissertação de Doutoramento de
Maria João Durão, Reitoria da Universidade Técnica de Lisboa, 2002

Membro de Júri de Doutoramento de Paulo Bernardino das Neves Bastos apresentado
na Universidade de Aveiro, Departamento de Comunicação e Arte, e que tem como
tema: Intersecção das novas tecnologias nas artes plásticas no final do séc. XX: a
imagem, a tecnologia e a arte., 2

Membro de Júri, e arguente, da Prova de Mestrado de Bruno Filipe de Oliveira Cardoso
que teve como tema. Acondição urbana, da deambulação solitária à criatividade
conjunta apresentada em 2006 na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa

Membro do Júri, e arguente, da Prova de Mestrado de Rui Alfredo Portela Martiniano,
tendo como tema: A identidade na Internet, apresentada em Novembro de 2006 na
Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.

Membro do Júri, e arguente, da Prova de Mestrado de José Carlos Lopes Morgado
tendo como tema Harmonia catártica, um potencial da arquitectura, apresentada em
em Julho de 2007 na Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa.

Orientador (em co-orientação com o Prof. Doutor Mário Júlio Teixeira Krüger) do
doutoramento em curso de Pedro Rodrigues Pousada (Assistente Convidado do DARQ)
e que tem como tema: A arte enquanto acontecimento urbano.

Orientador de tese de Mestrado em curso de Ana José Fróis Costa (aluna do Curso de
Mestrado do DARQ: Estudos Avançados sobre Arquitectura, Território e Memória),
que tem como tema: A personificação da habitação na arte contemporânea.

Orientador de tese de Mestrado em curso na Faculdade de Belas Artes do Porto do
licenciado Eduardo Manuel Gonçalves de Matos que tem como tema: "A Imagem
Vídeo".

Orientador de tese de Mestrado em curso na Faculdade de Belas Artes do Porto do
licenciado José António Almeida Pereira que tem como tema: "Representação e
apropriação. A disseminação imagética na arte contemporânea.".

Orientador de doutoramento em curso de Fernando José Lourenço Ribeiro (com co-
orientação da Profª Doutora Maria João Gamito) a ser apresentado na Faculdade de
Belas Artes da Universidade de Lisboa que tem como tema: Globalização e continuum
espacio-temporal na arte contemporânea.

É membro, por nomeação do Magnífico Reitor, de Comissão de Reflexão sobre o
Ensino das Artes na Universidade de Coimbra




                                                                                      3
NO ÂMBITO DE ACTIVIDADES EXTRACURRICULARES:

- Colabora com a revista ECDJ do DARQ criando logótipos para cada número da
revista em variações que se relacionam com as temáticas dominantes.

- Organizou e coordenou a montagem de uma exposição de trabalhos realizados pelos
alunos do 2ºano do DARQ na disciplina de Desenho II, efectuados durante o ano lectivo
1999/2000, tendo sido esta apresentada em Outubro/Novembro de 2000.

- Coordenou a exposição de trabalhos de alunos da disciplina de Desenho II: A capela
dos ossos, ou se os ossos fossem lego, realizada a partir de exercícios de composição
tendo como ponto de partida a representação do esqueleto humano – Departamento de
Arquitectura, 2001.

- Coordenou a exposição/instalação de trabalhos de alunos da disciplina de Desenho II,
realizada a partir de exercícios de composição tendo como ponto de partida a
representação de formas vegetais – DARQ, 2002.

- Responsável, com a colaboração do Arquitecto Adelino Gonçalves, pela organização
dos encontros em torno do Ensino da Arquitectura no DARQ, realizados na Figueira da
Foz em 2003.

- Foi nomeado pela Pro-Reitoria para a Cultura para integrar os Júris de Premiação do
Concurso de Desenho integrado na Semana Cultural da Universidade de Coimbra nos
anos: 2000, 2001 e 2003.

- Representou a Universidade de Coimbra no júri de premiação do concurso de artes
plásticas integrado nas actividades comemorativas dos 25 anos da Associação Nacional
de Farmácias (2000).

- Realizou um vídeo (com a colaboração do arquitecto Jorge Figueira), para a exposição
de abertura do Workshop de arquitectura Coimbra, um novo mapa, realizado no
Departamento de arquitectura, em Novembro de 2000.

- Coordenou um grupo de trabalho no âmbito do workshop Game Design, organizado
pelo Núcleo de Estudantes do DARQ, integrado nos eventos Arte em Campo, iniciativa
do Instituto das Artes do Ministério da Cultura por ocasião do Campeonato Europeu de
Futebol - Euro 2004 (este workshop deu origem a uma exposição apresentada no espaço
do Museu da Ciência e da Técnica, em Coimbra, e na Casa das Artes, no Porto)

- Responsável pela concepção da exposição de trabalhos de alunos de Desenho II
100cm²de mar, integrada na Semana Cultural da Universidade de Coimbra, 2005.

- Responsável pela concepção da exposição de trabalhos de alunos de Desenho II
Walking on the moon, apresentada no Círculo de Artes Plásticas de Coimbra, 2006.




                                                                                         4
- Responsável pela concepção da exposição de trabalhos de alunos de Desenho II
Walking on the moon 2007, apresentada no Círculo de Artes Plásticas de Coimbra em
Novembro de 2007.




ACTIVIDADE CIENTÍFICA:

Coordenador do Grupo de Investigação Arte e Arquitectura do Centro de Estudos do
DARQ, sendo responsável, com a colaboração do Pintor Pedro Pousada e do Arquitecto
Jorge Figueira, pela revista on line Homeless Mona Lisa
(http://homelessmonalisa.darq.uc.pt, revista em torno das questões da Arte e da
Arquitectura, nas relações entre o indivíduo e o espaço)




PUBLICAÇÕES:



Livros publicados:

- Singing my art away (editado pela galeria Filomena Soares, Lisboa 2001)

- Desenho, percepção e investigação formal (edição da Imprensa da Universidade,
2006)

- Ser um indivíduo, chez Marcel Duchamp (editora Dafne, Porto, 2006)

- I think differently now that I can paint, (livro editado pelo Centro Cultural Vila Flor,
Guimarães, 2007)


Artigos publicados:

-   O triunfo do Dr. Frankenstein (artigo sobre a obra de Cindy Sherman, revista Nu,
    Abril de 2004)

-   Homeless Mona Lisa, arty art(e) magazine (artigo sobre a revista on line de arte e
    arquitectura, revista Nu, Março de 2004)

-   Arte, jardinagem telepática (Jornal dos arquitectos, 2003)

-   Sobre a artisticidade da arquitectura (artigo na revista Nu, Outubro de 2002)

-   Duchamp e o conteúdo empírico de imaginar (artigo na revista Nu, editada pelo
    núcleo de estudantes do Departamento de Arquitectura da FCTUC, Abril 2002)



                                                                                         5
-   Arte: O fazer como forma de conhecimento (artigo no n.º 5 da revista ECDJ:
    Investigação em arquitectura (?), Editorial do Departamento de Arquitectura da
    FCTUC, Coimbra, 2002)

-   Ser um indivíduo, segundo Marcel Duchamp, (artigo na publicação Arquitectura,
    prótese do corpo, editores: Gonçalo Furtado, Inês Moreira, Helena Limas – Porto,
    2002)

-   Sobre a artisticidade da arquitectura- revista NU , Novembro de 2002

-   Foggy days in old Manhattan? (texto na publicação de apresentação da sua
    exposição individual na galeria Filomena Soares, Lisboa, 2001)

-   Petrópolis (texto no catálogo da exposição de desenhos de Pedro Pousada: A
    vivenda do antropólogo, Departamento de Arquitectura da FCTUC, Março de 2001)

-   Retrato de uma cidade, texto para o catálogo da exposição de Luís Palma, realizada
    no âmbito dos Encontros de Fotografia de Coimbra, em Outubro de 2000.

-   Entre palácios e moagens, artigo publicado no número da revista ECDJ do
    Departamento de Arquitectura: Fernando Távora, A Polémica do Freixo, 1999.



Artigos publicados em 2003, na secção Sampling da revista on line Homeless Mona
Lisa: http://homelessmonalisa.darq.uc.pt , onde são abordados exemplos de obras de
artistas plásticos e arquitectos, em breves artigos em torno da relação indivíduo/espaço:

-   Vito Acconci e a obra Instant House.

-   Andreas Gursky (e a variabilidade dos espaços como campos)

-   Álvaro Siza e a Casa da Bomba

-   Miguel Soares e o vídeo: Space Junk

-   Caravaggio (e a modelação do espaço pelos corpos)

-   Tony Tasset e a obra Maquete

-   Bruce Nauman e Rachel Whiteread (e a ideia de espaço negativo)

-   Ilya Kabakov e a obra: O homem que voou para o Espaço do seu apartamento

-   Anthony Gormely e a obra: Learning how to see

-   Melnikov e o seu projecto de 1925 para uma ponte/parque de estacionamento para
    Paris.

-   Pedro Cabrita Reis e a série de obras: Cidades Cegas


                                                                                            6
-   Miguel Ângelo Rocha e as questões da arquitectura na sua obra como escultor




COMUNICAÇÕES e WORKSHOPS :

- Vídeo, pintura, e o sentido performático de um percurso de artista plástico
(comunicação apresentada no âmbito da mostra antológica do seu trabalho de video art ,
integrada no projecto, Slow Motion, concebido por Miguel Wandshneider – auditório da
Estegad, Caldas da Raínha, Março de 2001)

- O corpo como mera representação do indivíduo
(comunicação no âmbito de Arquitectura, prótese do corpo, projecto concebido por
Gonçalo Furtado, Casa das Artes, Porto, 2001)

- My heart is just like a lullaby
(comunicação sobre a relação entre a pintura e a música no seu percurso como artista
plástico, no âmbito de Conversas, comunicações promovidas pelo NUDA, núcleo de
estudantes de arquitectura, Departamento de Arquitectura da FCTUC, Coimbra, 2002)

- 40 years in a plane (comunicação sobre a relação entre os conceitos e prática nas
artes plásticas, a partir de exemplos da sua experiência enquanto artista plástico,
realizada no âmbito dos Encontros de Investigação em Curso, DARQ, 2004)

- Palavras e plasticidade (comunicação apresentada no Semináro Entre a palabra e a
imaxe. Dobres lecturas, Fundacion Luís Seoane, organização Universdad Internacional
Menéndez Pelayo, Julho de 2006)

- Orientou um dos workshops do programa “Diálogos Ibéricos” (Ângela Ferreira,
António Olaio, Catarina Campino, Daniel Blaufuks, Pedro Calapez, Pedro Tudela), com
o tema “Arte e palavra”, realizado n’“A Chocolataría”, Santiago de Compostela.




ACTIVIDADES NO CAMPO DAS ARTES PLÁSTICAS:


Colaborações em revistas e livros com projectos de arte inéditos:

-   O perfume assassino, revista Bíblia, Fevereiro de 1997

-   Sunset TVs, revista Op, Março de 2002

-   National Geographic, Revista Bíblia, Março de 2002

-   Ressurreição, livro Imagens médicas, edição Porto 2001, Capital Europeia da
    Cultura


                                                                                       7
-   Foggy days in old Manhattan, livro Corpo fast forward, edição revista Número e
    Porto 2001, Capital Europeia da Cultura

-   My left hand is changing, livro Manual, editado em Nova Iorque por Alexandre
    Estrela e Scott Harrison, Março de 2003


-   Planeta Coimbra, livro S.m.s. s.o.s., publicação coordenada pelo Arq. Jorge Figueira
    no âmbito de Coimbra, Capital Nacional da Cultura, 2003
-   Abtronic colour symphony, revista on line Virose ( http://www.virose.pt ), 2003

-   Olaio vs Torres, projecto com Baltazar Torres, revista W nº 1, 2003




Referências à sua obra enquanto artista plástico (selecção):

- Crítica à exposição I think differently now that I can paint, Miguel Amado, Art
Forum magazine, (versão online), Março de 2007

- Pessoal e intransmissível, Isabel Carlos, texto publicado no livro Anamnese, ed.
Miguel Von Hafe Pérez, Fundação Ilídio Pinho

-   Glamour, arte seduzida e sedutora, colecção de arte contemporânea, jornal Público
    e Museu de Serralves, editado por Isabel Carlos, 2005

-   Mixed paint, a survey of contemporary painters, revista Flash Art, Nnº239, Nov.
    Dec. de 2004

-   António Olaio, o artista é um readymade rectificado, livro de João Lima
    Pinharanda, editora Mimesis, 2004

-   A song by every other name, Kenny Schachter, artigo na revista Anamnese, revista
    on line sobre arte portuguesa contemporânea (http://www.anamnese.pt)

-   Bambi is in jail again, artigo de Pedro Sobrado, jornal Duas colunas, Teatro
    Nacional de S. João, Março de 2004

-   Transição, ciclopes. mutantes, apocalípticos: A nova paisagem artística no final do
    século XX, Bernardo Pinto de Almeida, edição Assírio e Alvim, 2002

-   Arte Rock, em entrevista com Sandra Vieira Jürgens, Arq-/a, revista de arquitectura
    e arte, Janeiro de 2002

-   Schlafende Pilze und Kartoffeln, Kristina Michaelis, Frankfurter Allgemeine, 2002



                                                                                          8
-   Distância e desfocagem, texto de João Pinharanda, artigo no jornal Público 24 de
    Novembro de 2001

-   Arte Portugués contemporâneo, argumentos de futuro, colección MEIAC, ed.
    Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporâneo, 2001

-   O mundo maravilhoso de António Olaio, artigo de Vanessa Rato, jornal Público, 20
    de Março de 2001

-   Panorama da Arte Portuguesa do séc. XX, ed. Fundação de Serralves e editora
    Campo das Letras, em texto de Miguel Von Hafe Pérez, 2000

-   Arte total, entrevista, Diário de Notícias, 15 de Abril de 2000

-   Quando duas pessoas fazem uma entrevista o melhor lugar é o do leitor, entrevista
    por Miguel Von Hafe Pérez, ctálogo da Bienal de Pontevedra, 2000

-   Arte total, entrevista por R.S., Diário de Notícias, 2000


-   Arte Portuguesa na Fundação de Serralves, ed. Fundação de Serralves, 1999

-   What happened to Henri Matisse?, revista Número nº3, texto de Miguel Von Hafe
    Pérez, 1999

-   António Olaio em casa, entrevista por João Macdonald, revista Hei!, Maio de 1998

-   Bambi is in jail, Bernardo Pinto de Almeida, jornal Semanário, 1997

- Bambi is in jail e António Olaio na galeria Pedro Oliveira, Miguel Von Hafe
Pérez, revista Hei!, 1997

-   Sócrates dedicando-se à música, revista Confidências para o exílio nº 4, entrevista
    por Victor Diniz, 1995

-   O meu corpo é um readymade, Isabel Carlos, jornal Expresso, 1991




Exposições individuais:



1983 - Fernão Mendes Pinto visita Marcel Duchamp, Galeria Roma e Pavia, Porto.

1984 - Graças à luz eléctrica - Cooperativa Árvore, Porto.

     - Os espelhos não reflectem a imagem de Drácula, Galeria EG, Porto



                                                                                          9
1985 - Na Atlântida - Galeria Roma e Pavia, Porto

1987 - Quem matou a porteira? - Galeria Roma e Pavia, Porto

1998 - Sofás amarelos, vermelhos não são, Galeria do Jornal de Notícias, Porto

1989 - Blaupunkt Blues - Galeria Roma e Pavia, Porto

1991 - Ma main, c`est un readymade - Galeria Pedro Oliveira, Porto

1993 - Waiting for Christmas - Cìrculo de Artes Plásticas, Coimbra

1994 - Post-Nuclear Country - Galeria Monumental, Lisboa

1997-Bambi is in jail- Galeria Pedro Oliveira, Porto

1998- And this is the drawer where he kept his gun, Galeria OM , Coimbra

    - My Home is a logo- Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (Centro de Arte
Contemporânea)

    - What do you want for Christmas? - Galeria Zé dos bois, Lisboa

1999 - Sunset TVs, Espaço Poste ite, Porto, e Galeria OM, Coimbra

2000- My left hand is changing, Galeria Pedro Oliveira, Porto

2001 – Exposição sobre o seu trabalho em vídeo, integrada na série de exposições Slow
Motion - ESTGAD, Caldas da Rainha

      - Mostra antológica no âmbito de Urban Lab, Bienal da Maia 2001

      - Foggy days in old Manhattan, Galeria Filomena Soares, Lisboa

2002 – Telepathic agriculture, galerie Schuster, Berlin, e galerie galerie Schuster &
Sheuermann

     - What makes a home a house? - Faculdade de Arquitectura da Universidade do
Porto (org. GL Box)

2003 – You are what you eat – Centro Cultural Andratx, Palma de Maiorca

2004 – 40 years in a plane – Kenny Schachter conTEMPorary, Nova Iorque

     - I’m growing heads in my head, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra

2005- Pictures are not movies, galeria Filomena Soares, Lisboa

2006- Under the stars, galeria ZDB, Lisboa



                                                                                        10
2007 – I think differently, now that I can paint, Centro Cultural Vila Flor, Guimarães



Exposições Colectivas:


1984 - Novos Novos - Soc. Nac. de Belas Artes, Lisboa

     - 12 pintores dos anos 80 - S.N.B.A., Lisboa

     - I Bienal de Desenho de Seoul - Coreia do Sul

     - A roupa do artista, Espaço Lusitano, Porto

     - Tendências Actuais, Galeria Roma e Pavia, Porto

    - Miragens, paisagens, Galeria Roma e Pavia, Porto

1985 - Exposição Fernando Oliveira, Museu Soares dos Reis, Porto

     - II Bienal de Desenho da Cooperativa Árvore, Porto

     - O Livro do Artista, Universidade de Oldenburgo, Alemanha Federal

     - ARCO 85 - Madrid (stand Espaço Lusitano)

1986 - Murais Roma e Pavia, Galeria Roma e Pavia, Porto

     - Um Certo Perfume Surrealista, Museu Soares dos Reis, Porto

     - Pintor Personagem, Galeria Roma e Pavia, Porto

     - Porto, Tendências Actuais, exposição itenerante organizada pela Secretaria de
Estado da Cultura, inaugurada na Cooperativa Árvore, Porto

1987 - Marca 87, Funchal

1988 - Forum de Arte Contemporânea - Stand Roma e Pavia, Lisboa

1989 - Encontro Europeu de Arte - Stand Roma e Pavia, Guimarães

     - ARCO 89 - Stand Roma e Pavia, Madrid

1991 - Inexpressionismos - Exposição com André Magalhães, Inst. Alemão, Porto

1992 - VII Bienal Internacional de Vila Nova de Cerveira

1993 - A Liberdade está uma Senhora, Alfândega do Porto e Ministério das Finanças,
Lisboa


                                                                                       11
     - Imagens para os anos 90 - Fundação de Serralves, Porto e Culturgest, Lisboa

      - Obras de André Magalhães e António Olaio para as Lojas automáticas do
BPA - Espaço BPA, Porto

1995 - Arte Jovem - integrando a representação da Fundação de Serralves, Maia

1996- Zapping Ecstasy - Círculo de Artes Plásticas, Coimbra

1997- Em torno de Camilo - Fundação Cupertino de Miranda, Famalicão

    - Bienal de arte jovem - integrando a representação do Círculo de Artes Plásticas
de Coimbra, Maia

    - Forum de Arte Contemporânea , stand Pedro Oliveira, Corunha, Espanha

    - Anatomias Contemporâneas , Fundição de Oeiras

1998- ARCO 98 - stand galeria Pedro Oliveira e stand do Museu Extremeño Ibero-
Americano de Arte Contemporânea, Madrid

    - Fundação Radar - Coop. Árvore, Porto.

    - Bienal AIP - Europarque, Santa Maria da Feira, integrando a escolha de Miguel
Von Hafe Pérez

    - Corpos em trânsito - Galeria Pedro Oliveira, Porto

1999- Exposição de Homenagem a Almeida Garret, Torre de Anto, Coimbra

    - Screen test - W.C. container, Artes em partes, Porto

    - Coimbra d.C. - Galeria O.M., Coimbra (exposição com António Melo)

    - ARCO 99 - stand galeria Pedro Oliveira, Madrid

2000- ARCO 2000 - stand galeria Pedro Oliveira, Madrid

    - Hi8#2, Short video Festival, Londres

    - Encontro de Arte comemorativo dos 25 anos da Associação Nacional de
Farmácias, Coimbra.

     - Bienal de Pontevedra, Espanha

     - Art Forum Berlin – stand da Galeria Filomena Soares

2002 - ARCO 2002 – stand da Galeria Filomena Soares



                                                                                        12
     - Art Forum Berlin – stand da Galeria Filomena Soares

     - Arte en casa, Galería María Llanos, Cáceres

     - Figuración, Asamblea de Extremadura, Mérida - Patio Noble

     - Figuración, Institución cultural "El Brocense". Cáceres.

     - Contemporary Art from Portugal, Banco Central Europeu, Frankfurt

2003- ARCO 2003 – stand da Galeria Filomena Soares

    - Art Brussels 2003 – stand da Galeria Filomena Soares

   - Arte dos artistas – Culturgest, Lisboa, representação da colecção de Paulo
Mendes

       -   Feira de Arte de Cáceres – stand da Galeria Filomena Soares

       -   In Out, Festival de video, Praga

       -   In Out, Budapest

       -   Inauguração da sala Imagin@rte , Centro On Caixa Galicia, La Coruña

       -   Coimbra C, Círculo de Artes plásticas de Coimbra

2004 - Art Brussels 2004 – stand da Galeria Filomena Soares

       - Armory Show – stand Kenny Schachter conTEMPorary, Nova Iorque

2005 - ARCO 2005 – stand da Galeria Filomena Soares
     - Portugal: algumas figuras, Laboratório de Arte Alameda, Cidade do México
     - Toxic, o discurso do excesso, Fundição de Oeiras

2006 - ARCO 2006– stand da Galeria Filomena Soares
       - Entre a palavra e a imagem, Fundación Luís Seoane, A Coruña, Espanha

2007 – Uncle Chop Chop, Glasgow Project Room, Glasgow, Escócia




Performances :


1982 - Três noites de Performance, Liceu José Falcão, Coimbra

     - Alternativa II, Almada



                                                                                  13
1983 - Alternativa III, Almada

     - Inauguração do Espaço Lusitano, Porto

     - Espectáculo de Variedades Artísticas para uma Escola de Belas Artes, Escola
Superior de Belas Artes, Porto

     - Inauguração da exposição O Porto, Cooperativa Árvore, Porto

1984 - 12 Pintores dos Anos 80, Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa

     - Alternativa IV – Cascais

     - Art et Revolution, Centro Georges Pompidou, Paris

      - Performance Portuguesa - Espaço Makkom, Amsterdão

1985 - Salão da Associação Internacional de Críticos de Arte- SNBA, Lisboa

     - Performarte, Torres Vedras

1986 - Intervention III - Verrières, Paris

     - Inauguração da Galeria dos Milagres, Coimbra

1987 - Art is Action - Galeria Zorro, Kassel, RFA

     - Intervention IV - Cafè de La Danse, Paris

     - O ângulo recto ferve a 90° - Festival internacional de performance, Porto

1994 - Encontro da Cultura Contemporânea e das Causas – Cascais

2000- 1 º Aniversário do Museu de Serralves, Porto

     - Inauguração da Bienal de Pontevedra, Espanha

2001- Springland, integrado na programação de Dias e Ventos, Teatro do Campo
Alegre, Porto

2002- On Off, performance com Paulo Mendes integrada no festival Danças na cidade,
Ministério das Finanças, Lisboa

2003 – Performance com Paulo Mendes e concerto/performance com João Taborda,
Festival Brrr, Teatro S. João e espaço Maus Hábitos, Porto

2004 – Ken I be Matisse? Performance com João Taborda e Paulo Mendes, Aniversário
do Museu de Serralves, Porto




                                                                                     14
  Em 1987 organizou, com Egídio Álvaro, Pedro Oliveira, e Fátima Carvalho, O ângulo
  recto ferve a 90º, I Festival Internacional de Performance do Porto.
  Foi vocalista e letrista do grupo Repórter Estrábico com o qual editou o álbum Uno dos.
  Editou o vídeo Post-Nuclear Country apresentado na galeria Monumental, 1994.
  Actualmente tem um projecto com o músico João Taborda (António Olaio & João
  Taborda) do qual editaram o CD Loud Cloud pela Lux Records de Coimbra, 1996, e o
  CD Sit on my soul, pela editora Nortesul, Março de 2000.
  A partir das canções de Loud Cloud e Sit on my soul, realizou uma série de vídeos que
  tem integrado as mais recentes exposições em que tem participado.
  Menção especial do júri do Prémio Acarte/Madalena Azeredo Perdigão, 1996 (pelos
  espectáculos de música/performance Loud Cloud, com João Taborda).
  Prémio de escultura Repsol com os arquitectos Desirée Pedro e Carlos Antunes com a
  escultura para a estação de serviço de Penafiel. Prémio de Escultura Miguel Torga
  atrinbuído pela Câmara Municipal de Coimbra, com o projecto para Memorial Miguel
  Torga, em co-autoria com o arquitecto José António Bandeirinha.




Colecções públicas onde está representado:

Departamento de Arquitectura da FCTUC
Banco Português do Atlântico
Secretaria de Estado da Cultura
Câmara Municipal de Coimbra
Companhia Portuguesa do Cobre
Fundação de Serralves
Círculo de Artes Plásticas de Coimbra
Museu Extremeño Ibero-Americano de Arte Contemporânea, Badajoz, Espanha
Fundación Diego Santomé
EDP




                                                                                      15

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:5
posted:7/17/2012
language:
pages:15