CUIDADO DE ENFERMAGEM COM ELETROCONVULSOTERAPIA A eletroconvulsoterapia ECT

Document Sample
CUIDADO DE ENFERMAGEM COM ELETROCONVULSOTERAPIA A eletroconvulsoterapia ECT Powered By Docstoc
					CUIDADO DE ENFERMAGEM COM
  ELETROCONVULSOTERAPIA
  E.C.T



A eletroconvulsoterapia (ECT), também conhecida por
eletrochoques, é um tratamento psiquiátrico no qual são
provocadas alterações na atividade elétrica do cérebro
induzidas por meio de passagem de corrente elétrica, sob
condição de anestesia geral.
E.C.T
INDICAÇÕES



Está reservada para aquelas situações em que a
medicação não apresenta resultados, podendo ser a
primeira escolha em pacientes debilitados ou idosos,
nos quais a medicação pode ser mais um problema.
Se o paciente respondeu bem à ECT, no passado,
pode ser a sua primeira escolha.
  E.C.T
  INDICAÇÕES


Também se utiliza a ECT na mania, esquizofrenia e na
doença de Parkinson grave. A ECT pode ser o método
mais seguro (por exemplo, em grávidas e idosos) e o
método mais rápido (melhoria em duas semanas do
humor ou delírio)
  E.C.T
  INDICAÇÕES


•Risco de suicídio
•Episódios depressivos resistentes
•Episódios depressivos graves com sintomas psicóticos
•Episódios depressivos em idosos
•Episódios depressivos em gestantes
  E.C.T
  INDICAÇÕES


•Episódios maníacos em gestantes
•Episódios maníacos graves com sintomas psicóticos
•Episódios maníacos resistentes
•Depressão da Doença de Parkinson
•Síndrome Neuroléptica Malígna
E.C.T
CONTRA-INDICAÇÕES



•Pressão intracraniana aumentada (por um
tumor cerebral, AVC recente e lesão
vascular cerebral)
E.C.T - Efeitos Colaterais


1. Rigidez Muscular causada pela medicação para
relaxamento muscular.

2. Confusão devida aos efeitos da anestesia ou
tratamento.
E.C.T - Efeitos Colaterais



3. Perda de memória é comumente causada pela ECT,
pelo que quaisquer decisões importantes devem ser
adiadas.
E.C.T - Efeitos Colaterais



  4. Dores de cabeça podem ser causadas pelo
  tratamento, pela anestesia ou pelo jejum.


  5. Enjoos têm origem na anestesia ou jejum de
  sólidos ou líquidos
E.C.T – Fatos e Mitos

Mito: a ECT é uma forma de tratamento arcaica e bárbara.
Fato: A ECT, realizada atualmente, é segura e eficaz.
Mito: A ECT leva a perda de memória permanente.
Fato: A perda de memória pode ocorrer em vários graus,
durando dias a meses. Geralmente não é permanente.
Mito: A ECT é menos eficaz que outras terapêuticas.
Fato: A ECT é tanto ou mais eficaz que a medicação e com
menos efeitos colaterais.
CUIDADO DE ENFERMAGEM NA
    ADMINISTRAÇÃO DE
     PSICOFÁRMACOS
  Administração de medicamentos

• Medicamentos são substâncias que introduzidas no organismo
humano tem finalidades preventivas, diagnósticas e terapêuticas.

• Ação conjunta equipe médica
               equipe de enfermagem

• Situações de emergência = solicitações verbais

• Responsabilidade da enfermagem: preparo
                               administração
                               observação de possíveis
                                     reações
Regra dos Seis Certos

A enfermagem utiliza os “SEIS CERTOS”
  (POTTER, 2005) como norteador de segurança
  no processo de administração de medicamentos,
  os quais serão abordados a seguir:

•   DROGA certa,
•   DOSE certa,
•   VIA certa,
•   HORA certa,
•   PACIENTE certo
•   REGISTRO certo
PSICOFÁRMACOS


As medicações psicotrópicas se destinam serem
usadas como terapia adjuvante à terapia individual
ou de grupo.
DROGAS ANSIOLÍTICAS:

Os benzodiazepnicos são o grupo mais comumente usado.
Eles são depressores do SNC e têm o potencial de
dependência física e psicológica. Exs.: Alprazolam,
clonazepam, diazepam, buspirona,

Indicação: transtornos ansiosos, sintomas de ansiedade,
abstinência alcoólica, espasmos musculares esqueléticos ,
distúrbios convulsivos.

Efeitos Colaterais: sonolência , confusão mental e
letargia.
ANTIDEPRESSIVOS:

Indicação: são usadas no tratamento de distimia,
depressão maior ou sintomas psicóticos,
Esquizofrenia, fase depressiva do distúrbio de humor.
Essas drogas elevam o humor e aliviam sintomas
associados a uma depressão moderada a grave. Ex.:
imipramina, fluoxetina, venlafxina

Efeitos colaterais: efeitos anticolinérgicos, sedação e
hipotensão ortostática, pode reduzir o limiar convulsivo.
ANTIPSICÓTICOS
São também designadas como tranquilizantes maiores e
neurolépticos..

Indicação: Elas são usadas no tratamento de psicose s
agudas e crônicas, especialmente quando
acompanhada de aumento da atividade psicomotora.
Ex.: clorpromazina. Olanzapina, quetiapina

Efeitos colaterais: anticolinérgicos, sedação, redução no
limiar convulsivo, ganho de peso, sintomas
extrapiramidais.
 ANTIMANÍACA


A droga de escolha no tratamento e controle do distúrbio
bipolar, mania, é o carbonato de lítio.


Efeitos colaterais: toxidade do lítio.
Faixas comum das concentrações séricas terapêutica:
•Para mania aguda: 1,0 a 1,5 mEq/l
•Para manutenção: 0,6 a 1,2 mEq/l
ANTIPARKINSONIANAS


São usadas para combater os efeitos piramidais
associados às medicações antipsicóticas.


Efeitos colaterais: anticolinérgicos, sedação e hipotensão
ortostática.
SEDATIVO- HIPNÓTICOS

Indicações: diversos estados ansiosos e no tratamento
da insônia.


Efeitos : dependência física e psicológica.


Contra-indicações: em indivíduos que apresentem
hipersensibilidade à droga ou a qualquer droga da
mesma classe química.
ESTIMULANTES DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL

  Indicações: tratamento da narcolepsia, TDAH,
  Efeitos colaterais: estimulação do SNC e da respiração,
  pupilas dilatadas, aumento da atividade motora e da
  vigilância mental, menor sensação de fadiga e elevação
  do humor.
  Contra-indicação: não devem ser usados na
  arteriosclerose avançada, doenças cardiovasculares
  sintomáticas, hipertensão, hipertireidismo, (...)

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:342
posted:6/14/2012
language:Portuguese
pages:22