Teste de availacao 3 by iX2C072J

VIEWS: 0 PAGES: 6

									            ESCOLA SECUNDÁRIA 3EB Dr Jorge Correia – TAVIRA
                 Ano lectivo 2008/2009 – Química A – 12º ano
                                3º Teste de avaliação escrita

1. O sangue que percorre o nosso corpo apresenta – se sobe duas formas: sangue venoso (de cor
   mais escura) e arterial (de cor mais viva) mais rico em oxigénio.
  O responsável pela cor é um complexo de ferro: a hemoglobina ( Hb ).
  No pulmão a hemoglobina perde o gás carbónico (CO2) e recebe o oxigénio.
  Com esta troca transforma – se de sangue venoso em sangue arterial. Baixos
  teores de oxigénio no ar inspirado provoca cianose que é o que acontece,
  por exemplo, nas alturas. Aos 5400 m de altura a oferta de oxigénio é
  somente metade da que é oferecida ao nível do mar. Esta é a razão pela qual
  os alpinistas de grandes alturas só conseguem fazer exercício físico             Fig.1
  recebendo um suplemento de oxigénio.
  Das propriedades da hemoglobina destaca – se a sua capacidade de formar um complexo muito
  estável com o monóxido de carbono (CO) por troca com o oxigénio de acordo com a reacção:

         HbO2 (aq) + CO (g) ⇌ HbCO (aq) + O2 ( g )
E que pode trazer graves danos à saúde, inclusive a morte.
De acordo com a informação apresentada indique a afirmação falsa.
   A. A cianose é uma doença causada pelo excesso de CO2 no sangue.
   B. Um ambiente saturado em monoxido de carbono (CO) vai alterar a oxigenação do sangue
      uma vez que o complexo HbCO é mais estável que o HbO2 .
   C. A hemoglobina é um composto de coordenação constituído por quatro grupos heme pelo
      que pode transportar quatro moléculas de oxigénio
   D. A oxigenação do sangue depende do transporte de oxigénio que é assegurado pela
      hemoglobina na sua forma de oxihemoglobina, assim Kf (HbO2)> Kf (HbCO).
   E. O pH do sangue arterial e do sangue venoso é condicionado pela concentração de CO2 nas
      células e no próprio sangue.
2. O ácido etanóico, CH3CH2OOH, é um ácido fraco. Considere uma solução aquosa 1,0 mol/dm3
   deste ácido, a 25ºC.
   2.1 Escreva a equação de ionização deste ácido.
   2.2 O ácido metanóico tem uma constante de acidez de valor cerca de 10 vezes superior ao da
       constante de acidez do ácido etanóico.
       Considere duas soluções aquosas 0,10 mol/dm3, a 25ºC, uma de ácido etanóico e outra de
       ácido metanóico. Indique, justificando, qual delas apresenta maior valor de pH.
   2.3 Titulou-se 20 cm3 de ácido metanóico, HCOOH (aq) 0,10 mol/dm3, com NaOH (aq)
       0,25 mol/dm3 .
   2.3.1 Mostre que o volume de titulante necessário para atingir o ponto de equivalência foi
         8,0 cm3. Apresente todos os cálculos que tiver que efectuar.
   2.3.2 Relativamente à titulação referida, justifique, sem apresentar cálculos, a seguinte
         afirmação verdadeira:
       “Após a adição de 4,0 cm3 de titulante, o valor de pH da mistura nesse momento é
        igual ao valor de pKa do ácido.”


Química 12º ano                        2008 / 2009                         Anabela Silva
3.
Duas pessoas foram ontem assistidas no Hospital de Santarém por problemas respiratórios na
sequência de uma fuga de amoníaco numa fábrica de produtos alimentares nos arredores da cidade,
informou fonte dos bombeiros.

Fonte do Hospital de Santarém disse à Lusa que os funcionários da empresa ali
assistidos – dois homens – entraram com sintomas de inalação de gases. O
alerta foi dado cerca das 14h50, devendo-se a fuga, aparentemente, a um erro de
manipulação de uma válvula.
A fuga foi controlada com água e inactivada com um ácido, disse a fonte,
acrescentando que o amoníaco é utilizado nos frigoríficos da fábrica.             Fonte: Jornal Correio da
                                                                                  Manhã          2004-06-22


Alguns dias depois, alunos de uma escola secundária vizinha tentaram recriar, no laboratório, a
reacção ácido-base levada a cabo pelos bombeiros de modo a controlar a fuga.
Para tal, titularam amoníaco, NH3, 0,50 mol.dm-3, com ácido clorídrico, HCl, 0,20 mol.dm-3, de
modo a verificar a eficácia do processo de inactivação usado pelos bombeiros da sua região.

     3.1. Calcule o pH da solução inicial de ácido utilizado.
     3.2. Dos gráficos de A a D, qual traduz a curva de titulação da experiência efectuada.




              A                         B                         C                           D

      3.3 . Para se atingir o ponto de equivalência foram gastos 25,0 ml de ácido clorídrico.
           Determine o volume de amoníaco que se utilizou na titulação.

4. Num laboratório de uma escola, três grupos de alunos (A, B e C) realizaram titulações ácido-base
   das soluções ácidas: HNO3 (aq) e HCl(aq):

                                                 Ka(HCl) muito elevado       Ka(HNO3) muito elevado

                                                          Os grupos usaram o mesmo titulante, de
                                                          concentração C, uma solução aquosa de
                                                          NaOH, tendo registado os seguintes
                                                          resultados


De acordo com a informação apresentada, seleccione a alternativa CORRECTA.
      (A) Os grupos A e C podem ter titulado soluções de concentrações iguais.
      (B) Os grupos A e B podem ter titulado soluções de concentrações diferentes.
      (C) Os grupos B e C titularam volumes iguais de soluções ácidas.
      (D) O grupo B titulou o dobro do volume de solução ácida titulado pelo grupo A.




Química 12º ano                             2008 / 2009                       Anabela Silva
5. O gráfico seguinte traduz uma titulação ácido – base.

                                                5.1 Explique o aparecimento de dois pontos de
                                                    equivalência

                                                5.2 Identifique, uma região em que se verifique um
                                                    comportamento tampão.

                                                5.3 Determina a concentração de H3O+ no 1º ponto
                                                    de equivalência.

                                                5.4 Explique se é possível, com rigor, detectar
                                                    experimentalmente o ponto de equivalência.


6. Considere as soluções aquosas I, II e III.
       Solução I: 0,15 mol.dm-3 em NaCN.
       Solução II: 0,15 mol.dm-3 em NaCN e 0,15 mol.dm-3 em HCN.
       Solução III: 0,15 mol.dm-3 em HCN e 0,10 mol.dm-3 em HCl.
   Entre as seguintes afirmações, seleccione a CORRECTA.
   (A) O pH da solução I é inferior ao da solução II.
   (B) As soluções II e III são soluções tampão.
   (C) Só a solução III é solução tampão.
   (D) Só a solução II é solução tampão.
   (E) Nenhuma delas é solução tampão.

7. Os espectros de absorção de duas soluções A e B, quando iluminadas com luz branca, estão
   esquematizadas nas figuras que se seguem.

             Solução A                                           Solução B




   Entre as seguintes afirmações, seleccione a CORRECTA.
   (A) A cor da solução B é vermelha.
   (B) Uma radiação com  = 650 nm provoca uma excitação dos electrões das moléculas que
       constituem a solução B.
   (C) A radiação preferencialmente absorvida pela solução A é Vermelha.
   (D) A radiação preferencialmente absorvida pela solução B é Verde.
   (E) A cor exibida por uma substância resulta da absorção selectiva da radiação na zona
      do Infra-vermelho.
Química 12º ano                        2008 / 2009                           Anabela Silva
8.

 A partir de 1 de Janeiro de 2005, a gasolina Super Aditivada deixou de ser comercializada em
 Portugal.Os veículos munidos de catalisador devem ser abastecidos exclusivamente com
 gasolina sem chumbo convencional. Os modelos que possuem versões mais antigas (sem
 catalisador) e que podem utilizar gasolina sem chumbo, encontram-se incluídos na presente
 lista....                                                                Galp – Portugal


  8.1 Dê uma explicação para o facto de os veículos munidos de catalisador só deverem ser
      abastecidos com gasolina sem chumbo .

  8.2 As reacções químicas, catalisadas ou não, podem ser descritas por um gráfico que traduz as
      variações de energia em função da coordenada da reacção. Observe o diagrama de energia ao
      lado e responda às questões:

         a) Determine o valor da entalpia da reacção inversa
                                                                 E / kJ.mol-1

         b) Determine o valor da energia de activação
            da reacção directa.

         c) Classifique esta reacção quanto à energia.

         d) Determine o valor da energia de activação da
            reacção inversa .

  8.3 No gráfico, desenhe uma possível representação
      para a mesma reacção, mas catalisada.

9. Considere o sal complexo cloreto de trietilenodiaminoníquel (II). O ião complexo deste sal
   apresenta uma geometria octaédrica e tem a seguinte fórmula química:
                              [Ni (NH2CH2CH2NH2)3 ] 2+
         a) Escreva a fórmula química do sal complexo.
         b) Qual é a carga do catião metálico presente no ião complexo.
         c) Qual é o número de ligandos neste ião complexo? E qual é o número de
            coordenação?
         d) O ligando presente no ião complexo representado é um quelante.
            Explique o que é um quelante.
10. Num pequeno texto, indique o que é um catalizador e o seu modo de actuação.
    Refira a utilização dos metais de transição como catalizadores e distinga catálise homogénea e
    heterogénea.

     1        2.1     2.2    2.3.1     2.3.2    3.1      3.2   3.3        4     5.1    5.2    5.3   5.4
     6         8       8       8         8      10        6     8         6      8      8     10     8

     6         7      8.1     8.2a     8.2b     8.2c    8.2d   8.3       9a     9b     9c     9d    10
     6         6       8       8         8       8        8     4        8       8     8       8     8

                                     Total = 200

Química 12º ano                                2008 / 2009                        Anabela Silva
                                         Resolução Teste 3
1. Falsa: D, A 1ª parte da afirmação é verdadeira, mas Kf (HbO2)< Kf (HbCO) e não está
             directamente relacionada com a afirmação anterior.

2.1              CH3CH2OOH (aq) + H2O (l) ⇄ CH3CH2OO  (aq) + H3O+ (aq)

2.2       Com maior valor de pH é a solução de ácido etanóico
          Ka (ácido metanoico) = 10 x Ka (ácido etanóico)
Se a constante de acidez do ácido metanoico é maior, significa que a reacção é mais extensa, logo
origina maior quantidade de iões H3O+ em solução. Sendo mais ácida, o valor de pH é mais baixo.
Logo, a solução com maior valor de pH é a do ácido etanóico.
2.3.1 Vb = ?            Va = 20 cm3           Ca = 0,1 mol/dm3      Cb = 0,25 mol/dm3

          Ca x Va = Cb x Vb             0,1 mol/dm3x 20 cm3 = 0,25 mol/dm3x Vb Vb = 8,0 cm3

2.3.2 O ponto de meia titulação é atingido quando se adiciona metade do volume de titulante
      necessário para a titulação completa. Assim após a adição de 4,0 cm3 já se
      atinge a meia titulação, e nesta situação a concentração de ácido metanoico e respectiva
      base conjugada são iguais [HCOOH] = [HCOO] e, nesta situação verifica-se pH = pKa.

3.        Cb = 0,50 mol/dm3     (NH3)         Ca = 0,20 mol/dm3     (HCl)
3.1       pH ácido = ? é um ácido forte, logo considera-se completamente ionizado. Assim:
          [H3O+] = [HCl]        [H3O+] = 0,20 mol/dm3         pH = – log [H3O+]
          pH = – log 0,20               pH = 0,69
3.2 Gráfico B, é uma titulação base fraca com ácido forte, logo pH inicial deve ser superior a 7 e o
              pH no ponto de equivalência deve ser inferior a 7.

3.3 Vb = ?              Va = 25,0 ml          Cb = 0,50 mol/dm3             Ca = 0,20 mol/dm3

          Ca x Va = Cb x Vb             0,20 mol/dm3x 25 cm3 = 0,50 mol/dm3x Vb

                                              Vb = 10,0 cm3

4. Correcta: opção D            Como as concentrações de B e A são iguais, se o volume para titular a
                                solução B foi o dobro do volume para titular a solução A, então o
                                volume de titulado também é o dobro.
     (A) Falsa, o pH das soluções A e C são diferentes pelo que a concentração dos ácido também terá
         que ser diferente pois são ambos ácidos fortes.
     (B) falsa, o pH das soluções A e B são iguais pelo que a concentração dos ácido também terá
         que ser igual pois são ambos ácidos fortes.
     (C) falsa, as concentrações de B e C são diferentes pelo que os volumes de titulante também terá
         de ser diferente.




Química 12º ano                          2008 / 2009                        Anabela Silva
5.1 Trata-se de uma titulação de uma base diprótica.
5.2 Região tampão de C a D
5.3 pH = - log [H3O+]        [H3O+] = 1x10 pH        [H3O+] = 1x10 8,3     [H3O+] = 5x109 mol/dm3

5.4 Não é possível, pois quando se detecta por método colorimétrico, (uso de indicadores) a
    mudança de cor do indicador é detectada já depois do ponto de equivalência, ainda que
    ligeiramente; por método potenciométrico, a variação brusca de pH no ponto de equivalência
    também não permite detectar com rigor.
6. Correcta: (D), uma solução tampão é constituída por um ácido fraco e sal do respectivo par
                      conjugado.
7. Correcta: (B),verifica-se um máximo de absorção para  = 650 nm, o que provoca excitação das
   moléculas.
 (A) falsa, a solução B absorve vermelho, logo é verde.
 (C) falsa, a solução A absorve verde.
 (D) falsa, a solução B absorve vermelho.
 (E) falsa, …..na zona do visível.
8.1 O chumbo “envenena” os catalisadores. Adere aos filtros dos catalisadores e não permite a
    adsorção dos gases de combustão, não permitindo, assim, o seu tratamento por reacções redox,
    antes de serem emitidos para a atmosfera.
8.2 a) H = – 75,0 – (- 965,4)      H = 890,4 KJ/mol          (reacção inversa é endotérmica)
      b) Ea = 175 KJ/mol            (leitura directa no gráfico)
  c) É exotérmica no sentido directo.
  d) Ea (inversa) = 965,4 + 100,0            Ea (inversa) =1065,4 KJ/mol
8.3             E/
              kJ.mol                             Reacção
                -1

                                                 catalisada.




9 a)      [Ni (NH2CH2CH2NH2)3 ] Cl2
 b) Ni 2+
 c) 3 ligandos e nº de coordenação 6 ( geometria octaédrica)
 d) Quelante é um ligando com mais do que um ponto de ligação ao ião central.
10. Um catalisador é uma substância que afecta a velocidade de uma reacção, mas permanece
    inalterada. Um catalisador normalmente promove um caminho (mecanismo) molecular diferente
   para a reacção, baixando também a energia de activação (energia necessária para ocorrer
   reacção).Os metais de transição são muito utilizados na catalise porque possuem orbitais d
   vazias, ou semi - preenchidas, que podem estabelecer ligações com os reagentes.
   Ocorrem dois tipos de catálise, homogénea, em que o catalisador e os reagentes se encontram na
   mesma fase e a heterogénea, em que o catalisador e os reagentes se encontram em fases
  diferentes, normalmente o catalisador é sólido.


Química 12º ano                         2008 / 2009                          Anabela Silva

								
To top