P�rgamo, a Igreja Casada com o Mundo

Document Sample
P�rgamo, a Igreja Casada com o Mundo Powered By Docstoc
					Igreja Evangélica Assembléia de Deus
                      São José - SC




    Ev. Sérgio Lenz
    Fone (48) 8856-0625
    E-mail: sergio.joinville@gmail.com
    MSN: sergiolenz@hotmail.com
  “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se
  alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.
 Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da
carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida,
      não é do Pai, mas do mundo.” (I Jo 2:15,16).


               VERDADE PRÁTICA
  Só há um modo de a Igreja de Cristo
 destronar a Satanás: manter a Deus no
   trono e combater a apostasia com a
            espada do Espírito.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
    Apocalipse 2:12-17

12 Ao anjo da igreja em Pérgamo escreve: Isto diz aquele que tem a espada aguda
de dois gumes:
13 Sei onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; mas reténs o meu nome e
não negaste a minha fé, mesmo nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual
foi morto entre vós, onde Satanás habita.
14 entretanto, algumas coisas tenho contra ti; porque tens aí os que seguem a
doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de
Israel, introduzindo-os a comerem das coisas sacrificadas a ídolos e a se
prostituírem.
15 Assim tens também alguns que de igual modo seguem a doutrina dos nicolaítas.
16 Arrepende-te, pois; ou se não, virei a ti em breve, e contra eles batalharei com a
espada da minha boca.
17 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer darei do
maná escondido, e lhe darei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o
qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.
  A igreja em Pérgamo se encontrou numa situação
  difícil. Por todos os lados, os vizinhos praticavam
 idolatria e deram honra aos governantes romanos.
Os cristãos não abandonaram a verdade do Senhor,
 o único verdadeiro Soberano. Mas, tanta influência
  de falsas doutrinas teve um impacto negativo na
igreja, poluindo a congregação com doutrinas falsas
que incentivavam os irmãos a praticaram idolatria e
          imoralidade. Jesus chama a igreja ao
     arrependimento para evitar o castigo divino.

             Extraído de: http://www.estudosdabiblia.net/d131.htm. Acesso em 23/04/2012
1.1 – Pérgamo, a cidade dos livros e da ignorância espiritual:
                              x




                     TERRA DA ADORAÇÃO
                           A ZEUS
                                         TERRA DA ADORAÇÃO
                                         A SERPENTE (SÍMBOLO
                                      DA CURA E DA MEDICINA)
      TERRA DO
     PERGAMINHO

                     TERRA DA ADORAÇÃO
                   AO IMPERADOR ROMANO
Maquete da cidade de Pérgamo
                          6
Maquete do altar de adoração ao
  Rei de Roma em Pérgamo:




                              7
                         1.2 – A Igreja em Pérgamo:
    Satanás possui um trono. Jesus diz duas vezes que o trono de
 Satanás se localizava na cidade de Pérgamo. O trono de Satanás é
 rotativo, ou seja, sempre se situará na nação, continente ou cidade
onde ele consegue estabelecer seu poderio de destruição. O trono de
 Satanás já esteve no Egito, na Babilônia; sempre em lugares onde
   encontra legalidade para agir. No caso de Pérgamo, a legalidade
    estava na idolatria excessiva da cidade. Segundo o satanismo
    moderno, hoje o trono de Satanás estaria situado nos Estados
   Unidos, porque é a nação mais rica do mundo e aos poucos está
deixando de ser um país de maioria cristã para se voltar à práticas de
                         Nova Era e bruxaria.




            Extraído de: http://www.tempodofim.com/apocalipse/igreja_pergamo2.htm. Acesso em 23/04/2012
                2.1 – A espada afiada de dois gumes:

                              Quando o Senhor Jesus
                                disse que tinha uma
                              espada de dois gumes,
                               estava falando da sua
                             Palavra (Ef 6.17), a qual
                                  tem dois gumes,
                             cortando dos dois lados.
                             A Palavra de Deus corta (
                             exorta, consola e edifica)
                             tanto quem ouve quanto
                                    quem prega.
  Na verdade o pregador deveria ser o primeiro a
experimentar a Palavra e assim, depois, ministrá-la
                   aos outros.
  Extraído de: http://www.cacp.org.br/estudos/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=1180&menu=7&submenu=3. Acesso em 23/04/2012
              2.2 – Manejando bem a espada do Espírito:
    Isso nos mostra, principalmente nos dias
atuais, que devemos viver a Palavra na prática,
   como cristãos autênticos e não só de boca.
   Quando nos cortamos com ela, fica visível.
 Nota-se que algo nos aconteceu, percebem o
  sangue, não o nosso, mas o de Jesus. Todos
notam o ocorrido, ao contrário da faca física, as
 pessoas percebem que o corte acontecido foi
  muito bom, pois o mal foi cortado e lançado
 fora: o vício, as drogas, as velhas manias, os
       adultérios, a prostituição, o coração
 rancoroso... E tantas outras coisas mudaram
        no nosso interior. É assim, quando
 experimentamos o corte da Palavra de Deus,
    podemos testemunhar e mostrar o efeito
              benéfico desse corte .
       Extraído de: http://www.cacp.org.br/estudos/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=1180&menu=7&submenu=3. Acesso em 23/04/2012
1 – Qual era a situação espiritual da igreja
               em Pérgamo?


2 – O que representa a espada do Espírito?
           3.1 – Um anjo numa cidade infernal:

• Naquela cidade estava o trono
   de Satanás. Ele não apenas
   habitava na cidade, mas lá
 estava o seu trono. O trono de
     Satanás não estava num
edifício, como hoje sugerem os
  defensores do movimento de
    Batalha Espiritual, mas no
        sistema da cidade.
 • O trono de Satanás é marcado pela pressão e pela
 sedução. Onde Satanás reina predomina a cegueira
 espiritual, floresce o misticismo, propaga-se o
 paganismo, a mentira religiosa bem como a perseguição
 e a sedução ao povo de Deus.
      3.2 – O testemunho e a perseverança de um anjo:
  Cristo conhece também a lealdade que a
  igreja lhe dedica. A despeito do poder do
     culto pagão a Zeus, a Esculápio e ao
imperador, os crentes da igreja de Pérgamo
    só professavam o nome de Jesus. Eles
  tinham mantido suas próprias convicções
 teológicas no meio dessa babel religiosa. A
    perseguição religiosa não os intimidou.

                         Como Satanás não logrou êxito contra
                         a igreja usando a perseguição, mudou
                            a sua tática, e usou a sedução. A
                         proposta agora não é substituição, mas
                          mistura. Não é apostasia aberta, mas
                                       ecumenismo.
           3.3 – Antipas, a fiel testemunha:


   A igreja suportou provas
 extremas. Antipas, pastor de
Pérgamo, segundo Tertuliano,
foi colocado dentro de um boi
de bronze e este foi levado ao
    fogo até ficar vermelho,
  morrendo o servo de Deus
  sufocado e queimado. Ele
   resistiu a apostasia até a
             morte.
3 – Quem foi Antipas de acordo com a lição?
                   4.1 – Doutrina de Balaão:

Balaque contratou Balaão para amaldiçoar a Israel. Balaão prostituiu
 os seus dons com o objetivo de ganhar dinheiro. O deus de Balaão
 era o dinheiro. Mas quando ele abria a boca só consegue abençoar.
   Então Balaque ficou bravo com ele. Aí por ganância, aconselhou
   Balaque enfrentar Israel não com um grande exército, mas com
 pequenas donzelas sedutoras. Aconselhou a mistura. Aconselhou o
  incitamento ao pecado. Aconselhou a infiltração, uma armadilha.
 Assim, os homens de Israel participariam de suas festas idolatras e
   se entregariam à prostituição. E o Deus santo se encheria de ira
         contra eles e eles se tornariam fracos e vulneráveis.


   O grande problema da igreja de Pérgamo é que enquanto uns
sustentavam a doutrina de Balaão os demais membros da igreja se
calaram num silêncio estranho. A infidelidade aninhou-se dentro da
 igreja com a adesão de uns, e o conformismo dos outros. A igreja
                         tornou-se infiel.
             4.2 – A doutrina dos nicolaítas:

Os nicolaítas ensinavam que o crente não precisa ser
diferente. Quanto mais ele pecar maior será a graça.
 Quanto mais ele se entregar aos apetites da carne,
  maior será a oportunidade do perdão. Eles faziam
 apologia ao pecado. Eles defendiam que os crentes
   precisam ser iguais aos pagãos. Eles deviam se
               conformar com o mundo.


 Cristo odeia a obra dos
  nicolaítas. Ele odeia o
pecado. O que era odiado
em Éfeso era tolerado em
         Pérgamo.
 4 – O que era a doutrina de Balaão?




5 – Como devemos portar-nos diante de
   uma sociedade pagã e permissiva?
    No apocalipse “vencer”
 significa permanecer fiel ao
   SENHOR a despeito das
  tentações e perseguições.


   Temos nós a tenacidade
daqueles que já partiram para
a eternidade dando suas vidas
como “vitrine de sofrimentos”
  para testificarem acerca da
  salvação em Cristo Jesus?

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:14
posted:6/8/2012
language:Portuguese
pages:19