Caracteriza��o Urbana � Primavera do Leste by n7YOgrT

VIEWS: 0 PAGES: 10

									                                                                                          451




25.       PRIMAVERA DO LESTE



25.1.     ORIGEM

         O núcleo urbano de Primavera do Leste se originou de um projeto de colonização,
implantado pela iniciativa privada em terras pertencentes ao município de Poxoréo.

          Em 1981 a cidade ganhava fôros de distrito e em 1986 se constitui em município,
com território desmembrado de Poxoréo, Cuiabá e Barra do Garças.

         A origem da população é marcadamente sulista, com destaque para os estados do
Rio Grande do Sul e Paraná.


25.2.     PADRÃO DE ORGANIZAÇÃO URBANA

          Por tratar-se de um núcleo urbano planejado, ainda em fase de consolidação, a
cidade de Primavera do Leste possui um elevado padrão de organização urbana representado
pela setorização e diversificação dos usos.

          Nesse sentido destacam-se a presença de corredores comerciais e de prestação de
serviços representados pelas avenidas Porto Alegre e Cuiabá, o distrito industrial, ainda em
fase de implantação, às margens da rodovia BR-070 na saída para Cuiabá, os setores
residenciais, organizados segundo os padrões de renda, assim como uma alta densidade de
equipamentos institucionais/ públicos concentrados na região central da cidade.


25.3.     CARACTERÍSTICAS ESPECÍFICAS DO USO DO SOLO


25.3.1.   Uso Comercial e de Prestação de Serviços

          O uso comercial e de prestação de serviços se organiza ao longo dos principais eixos
de circulação da cidade como a avenida Rio Grande do Sul (principal) e a avenida Cuiabá e em
ambas as margens da BR-070, imprimindo um alto grau de animação urbana nessa porção
central da cidade. (Foto 194)
                                                                                       452




FOTO 194 ASPECTOS GERAIS DO PRINCIPAL CORREDOR COMERCIAL E DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS
         DA CIDADE, AV. PORTO ALEGRE - CENTRO




FONTE:   Levantamentos de Campo - CNEC - Setembro/96 a Agosto/97

         A atividade comercial se caracteriza pela presença e diversificação de
estabelecimentos comerciais varejistas, onde destacam-se os setores voltados à
comercialização de gêneros alimentícios, materiais de construção, implementos agrícolas e
auto-peças. A grande maioria dos estabelecimentos pode ser considerada de pequeno porte1 e
de bom padrão construtivo e de conservação.

          Não foi verificada a presença de ambulantes nas ruas centrais nem de espaço
específico para concentração desse tipo de atividade ou de feira-livre.

          Os estabelecimentos de prestação de serviços se concentram na região central da
cidade e possuem também uma boa diversidade, considerando-se o pequeno porte da cidade,
onde destacam-se os consultórios médicos e dentários, além de escritórios de advocacia e de
engenharia e arquitetura entre outros, todos de bom padrão construtivo e de conservação.
(Foto 195)




1
         Até 150m² de área construída
                                                                                        453




FOTO 195 ESTABELECIMENTOS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS - INSTITUTO MUSICAL,
         ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA E ENGENHARIA E CLÍNICA ODONTOLÓGICA, AV. MINAS
         GERAIS - CENTRO




FONTE:    levantamentos de Campo - CNEC - Setembro/96 a Agosto/97



25.3.2.   Uso Industrial

          A ampla área destinada ao uso industrial se localiza em ambos os lados da BR-070
na saída para Cuiabá. A cidade não possui um expressivo setor industrial, resumindo-se a
umas poucas indústrias voltadas ao beneficiamento de gêneros alimentícios, com destaque
para o milho, à metalurgia e à construção civil.

         A grande maioria das instalações situadas no distrito industrial dizem respeito à
armazenagem da produção graneleira do município, com destaque para a soja e o milho, onde
observa-se a presença de grandes grupos como a Sadia, Ceval, Cargil entre outros. (Foto 196)
                                                                                            454




FOTO 196 INSTALAÇÕES DA UNIDADE DE COMPRA E VENDA DE SOJA E MILHO DA CARGIL AGRÍCOLA
         S.A, BR-070 DISTRITO INDUSTRIAL




FONTE:    levantamentos de Campo - CNEC - Setembro/96 a Agosto/97

         A atividade industrial, apesar de possuir um grande potencial de desenvolvimento,
encontra-se limitada em função da baixa disponibilidade de energia elétrica.


25.3.3.   Uso Residencial

         Por tratar-se de uma cidade de aproximadamente uma década de existência, é
comum a presença de vazios urbanos tanto na área central, quanto nas zonas periféricas,
configurando uma baixa/média densidade de ocupação, considerando-se as dimensões de seu
perímetro urbano.

          O uso residencial se organiza, grosso modo, segundo os padrões de renda da
população. Os melhores padrões residenciais se encontram na região central e no Jardim Riva
(em fase de implantação), sendo considerável a quantidade de residências de alto padrão
construtivo, elaboradas a partir de projetos arquitetônicos e utilizando-se de materiais de alta
qualidade. (Foto 197)
                                                                                      455




FOTO 197 EXEMPLO DE RESIDÊNCIA DE ALTO PADRÃO, AV. CUIABÁ - CENTRO




FONTE:   Levantamentos de Campo - CNEC - Setembro/96 a Agosto/97

          Os piores padrões residenciais se encontram nas zonas periféricas da cidade,
representados pelos loteamentos de baixa renda e pela grande quantidade de conjuntos
habitacionais, ainda parcialmente ocupados e em sua grande maioria desprovidos de infra-
estrutura urbana.

         Cabe destacar também, a presença, ainda que tímida, de verticalização residencial
na zona central da cidade, representada por dois edifícios de 12 andares, em fase de
construção, localizados na avenida Cuiabá, de grande impacto visual. Esses edifícios ainda
abrigarão em seu andar térreo, estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços além
de um pequeno shopping center. (Foto 198)
                                                                                        456




FOTO 198 PRESENÇA DE VERTICALIZAÇÃO RESIDENCIAL, AV. CUIABÁ - CENTRO




25.3.4.   Uso Institucional / Público

         Apesar da cidade não possuir um centro administrativo ou uma área de concentração
de equipamentos institucionais de uso público, a grande maioria dos equipamentos se localiza
na porção central da cidade e via de regra possuem um bom padrão construtivo e de
conservação.

         Quanto à presença de áreas verdes, destacam-se as praças, algumas bastante
amplas e arborizadas e em bom estado de conservação, assim como os espaços públicos
voltados ao lazer como campos de futebol, quadras poliesportivas, centros esportivos e
equipamentos de lazer infantil, todos em bom estado de conservação.


25.4.     CARACTERÍSTICAS DA INFRA-ESTRUTURA URBANA


25.4.1.   Área Central

          Considerando-se a área central como a inserida no polígono compreendido pelas
avenidas São Paulo e Campo Grande e pelas ruas Rio de Janeiro e Santo Amaro, a infra-
estrutura urbana observada nessa porção da cidade pode ser considerada de bom padrão.
Excetuando-se a avenida São Paulo, marginal à BR-070, as demais ruas e avenidas possuem
revestimento asfáltico, calçada para pedestres, guias e sarjetas para escoamento pluvial e
iluminação pública. A arborização urbana é parcial e abrange cerca de 50% da área central.

         A área central também possui bons padrões de limpeza urbana, não tendo sido
observado o acúmulo de lixo, em praças, ruas ou terrenos baldios, tampouco esgoto correndo
a céu aberto.
                                                                                           457




25.4.2.   Bairros

            A grande quantidade de novos loteamentos, sobretudo os voltados à população de
baixa renda, que vêm sendo implantados nas regiões periféricas da cidade, contribuem
significativamente para a diminuição dos índices urbanísticos dos bairros da cidade, onde cerca
de 70% das vias não possuem qualquer tipo de revestimento, com ausência quase que total de
calçadas e de arborização urbana. A iluminação pública, apesar de precária, atende
praticamente toda a cidade.

         Foi observado o acúmulo de lixo e de esgoto correndo a céu aberto, em alguns
bairros mais periféricos da cidade e em uma área de invasão próxima a região central no
entroncamento da BR 070 com a MT 130, constituindo um pequeno bolsão de pobreza. (Foto
199)


FOTO 199 ÁREA DE OCUPAÇÃO IRREGULAR NAS PROXIMIDADES DO ENTRONCAMENTO DA BR-070 COM
         A MT-130 - BAIRRO PRIMAVERA I




FONTE:    Levantamentos de Campo - CNEC - Setembro/96 a Agosto/97



25.5.     EXPANSÃO URBANA

Apesar de tratar-se de um núcleo urbano de implantação recente, a cidade de Primavera do
Leste vem se expandindo praticamente em todos os sentidos, através da abertura de novas
áreas para implantação de loteamentos de baixa, média e alta renda, sendo que a grande
maioria dizem respeito aos loteamentos de baixa renda e aos conjuntos habitacionais
populares, localizados no lado oposto da BR 070 em relação à área central da cidade, nas
imediações do bairro Castelândia e do distrito industrial. (Foto 200)
                                                                                          458




FOTO 200 ASPECTOS GERAIS DO CONJUNTO RESIDENCIAL NOSSA SENHORA APARECIDA, RUA FLOR
         DE LIZ




FONTE:   Levantamentos de Campo - CNEC - Setembro/96 a Agosto/97

         Em termos de médio padrão a cidade vem se expandindo naturalmente a partir da
região central estruturada pelas avenidas Porto Alegre e Cuiabá.

          Enquanto loteamento de alto padrão, destaca-se o Jardim Riva, contíguo à área
central com acesso pela avenida Campo Grande.

          De modo geral, tanto na área central quanto nos bairros, é bastante grande o número
de edificações em construção, quer habitacionais, incluindo os diversos padrões de renda, quer
comerciais e de prestação de serviços.

         Cabe destacar também, a presença de obras públicas em andamento, tais como:
construção de conjuntos habitacionais populares, implantação de rede de água e de
revestimento asfáltico nas vias da cidade. (Foto 201)
                                                                                         459




FOTO 201 OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO DE VIA, AV. AMAZONAS - JARDIM PRIMAVERA II




FONTE:   Levantamentos de Campo - CNEC - Setembro/96 a Agosto/97



25.6.    CARACTERÍSTICAS DO TRAÇADO URBANO

          A cidade de Primavera do Leste situada no entroncamento das rodovias BR-070
(Cuiabá – Barra do Garças) e MT-130 (Rondonópolis – Paranatinga) possui uma malha viária
ortogonal, típica das cidades planejadas.

         A cidade se estrutura a partir de dois eixos comerciais paralelos que se desenvolvem
na direção sul-norte, a partir da BR-070, cruzando toda a extensão da área central da cidade,
compreendido pelas avenidas Rio Grande do Sul e Cuiabá.

           O Mapa 039 a seguir especifica de maneira genérica o traçado urbano, com destaque
para a área central, corredores comerciais, principais acessos, padrões residenciais, setor
industrial, zonas de expansão e demais elementos que possibilitaram caracterizar o desenho
urbano.
                 460




ENTRA MAPA 039

								
To top