Associa��o M�dica Brasileira do Bi-Digital O-Ring Test by 855L381

VIEWS: 0 PAGES: 2

									Associação Médica Brasileira do Bi-Digital O-Ring Test – AMBBDORT




                O que é o
        Bi-Digital O-Ring Test ?

O BDORT, ou “Bi-Digital O-Ring Test” é um recurso de investigação clínica não invasiva, desenvolvida pelo médico e
engenheiro nipo-americano Yoshiaki Omura1. A técnica tem como base o fenômeno do enfraquecimento muscular
provocado pela ressonância entre duas substâncias idênticas. O teste é realizado utilizando-se a musculatura dos dedos
em forma de anel.

A prática do BDORT revela-nos alguns aspectos interessantes, que modificam alguns paradigmas da Medicina Ocidental,
como a presença de vírus, bactérias e metais pesados em áreas de doenças crônicas, dores de causa indefinida e o
câncer. Não dispensa, contudo, procedimentos convencionais da medicina ocidental, complementando e otimizando seus
resultados.

De acordo com o Prof. Chifuyu Takeshigue2, a técnica pode ser considerada como a ponte entre a medicina Oriental e
Ocidental.

APLICAÇÕES:
1. Recurso propedêutico para a localização de áreas patológicas na superfície do corpo do paciente;
2. Permite a investigação clínica com a utilização de substâncias bioquímicas, tecidos histológicos, anticorpos de vírus e
bactérias, marcadores tumorais, amostras de metais pesados, etc;
3. Recurso prático na seleção qualitativa e quantitativa de medicamentos, o sinergismo ou antagonismo entre duas
substâncias, identificação de substâncias alergênicas, etc;
4. Recurso prático de localização de pontos de acupuntura.

VANTAGENS:
1. Método não invasivo e indolor; isento de efeitos colaterais; não utiliza equipamentos sofisticados, requer apenas o
treinamento adequado da equipe médica;
2. Detecção precoce de tumores, antes mesmo do surgimento de manifestações clínicas;
3. Detecção precisa de áreas doentes no corpo;
4. Diagnóstico dos agentes etiológicos envolvidos em doenças;
5. Teste de medicamentos em relação à sua eficácia, dosagem, compatibilidade em associações e efeitos colaterais;
6. Teste de radiações nocivas ambientais como fatores causais de doenças;
7. Teste de compatibilidade de alimentos e bebidas;
8. Mapeamento de canais de energia e de pontos de acupuntura.

1
  Yoshiaki Omura, B. Sc., M. D., Sc. D.: Graduado em Engenharia e Medicina no Japão; Pós-Graduação em Física Aplicada; Doutor em Ciências
em Cirurgia e Farmacologia – Univ. de Columbia, NY, EUA; Diretor da Fundação de Pesquisas de Doenças Cardíacas de Nova Iorque; Editor da
Revista Acupuncture & Electro -Therapeutics Research, The International Journal; Diretor da Escola Internacional de Acupuntura e Eletroterapia do
Estado de Nova Iorque, Biografia no 500 Founders of the 21st Century, International Biographical Centre, Cambridge, England, Melrose Press
Ltd.,2003
2
  Chifuyu Takeshigue† foi Professor Emérito da Faculdade de Medicina da Universidade Showa; Ex-Diretor da Faculdade de Medicina da
Universidade Showa; Ex-Professor Chefe do Curso de Fisiologia I da Faculdade de Medicina da Universidade Showa; foi pequisador do mecanismo
de ação da acupuntura.

AMBBDORT
Rua Capitão Cavalcanti, 297, Vila Mariana, São Paulo – SP, CEP: 04017-000, Tel.: + 55 11 5549-9792
Associação Médica Brasileira do Bi-Digital O-Ring Test – AMBBDORT

                                     EXTENSÃO DOS PRINCÍPIOS DO BDORT

   As pesquisas clínicas desenvolvidas pelo Dr. Omura e seus colaboradores, permitiram um enorme número de
   descobertas, entre elas:

   1. A presença de vírus, bactérias e metais pesados em áreas doentes:
   Vírus da família do Herpes (Herpes simples 1 e 2, Citomegalovirus, Epstein-Baar vírus, entre outros) são detectados
   com freqüência em áreas de dores crônicas e de tumores. O mesmo é válido para metais pesados, como o mercúrio, o
   chumbo, alumínio, asbestos.
   Em muitas doenças de diagnóstico indefinido, são encontradas bactérias intracelulares como a Clamydia trachomatis e
   a Borrelia burgdoferri.
   2. Alterações circulatórias regionais:
   Em áreas doentes ocorre um fenômeno vascular constante, onde um halo de hipoperfusão circunda a região,
   dificultando o tratamento uma vez que o medicamento não consegue atingir o local; este fenômeno é provocado por
   eicosanóides, principalmente o Tromboxane B2.
   3. A presença de tumores malignos, muitos anos antes de surgirem manifestações clínicas:
   Em áreas doentes, ou no paciente assintomático, é possível a detecção precoce e, por conseguinte, o tratamento
   eficaz, através do screening para câncer.
   4. Eficácia de medicamentos e suas dosagens, bem como associações:
   Os medicamentos podem ter a sua eficácia testada de forma simples, podendo-se selecionar de forma racional um
   tratamento que de outra forma seria empírico. Suas dosagens podem ser testadas, chegando-se a uma dose ótima
   que promova efeitos benéficos sem causar efeitos colaterais em outros órgãos; a intolerância a um determinado
   medicamento pode ser prevista, antes de se ingeri-lo.
   5. Método de captação seletiva de medicamentos:
   Através do BDORT observou-se que, após a seleção de um medicamento e de sua dosagem ideal, o mesmo não era
   detectado na região a ser tratada, após a ingestão. Isto se deve à alteração vascular local, que foi mencionada
   anteriormente. O método de captação seletiva consiste na estimulação de uma área correspondente da região a ser
   tratada, podendo ser um ponto de acupuntura ou outras áreas específicas, testadas através do BDORT.


IMPORTANTE
A utilização do método para diagnóstico e tratamento é considerada como experimental, mesmo tendo sido publicada e
patenteada, bem como validada em vários países.
Este método não deve substituir, em hipótese alguma, os métodos convencionais de diagnóstico e tratamento vigentes
com base em protocolos de pesquisa.
O método deve ser realizado por médicos treinados pela Associação Médica Brasileira de BDORT, que detém os direitos
de difusão, da prática e do uso do nome no Brasil, outorgados pelo autor.

A AMBBDORT promove periodicamente cursos para médicos.

Associação Médica Brasileira do Bi-Digital O-Ring Test - AMBBDORT
Rua Capitão Cavalcanti, 297, Vila Mariana, São Paulo – SP, CEP: 04017-000, Tel.: + 55 11 5549-9792
E-mail: ambbdort@gmail.com             Site: www.ambbdort.com.br




AMBBDORT
Rua Capitão Cavalcanti, 297, Vila Mariana, São Paulo – SP, CEP: 04017-000, Tel.: + 55 11 5549-9792

								
To top