Transporte Mar�timo Internacional by 7ITX4Z

VIEWS: 52 PAGES: 5

									Transporte Marítimo Internacional

1. Tipos de Cargas

   carga geral: carga transportada através de tambores, paletes e etc...
   carga granel: seco(minérios, grãos), liquido(petróleo).
   gases
   refrigerada
   carga rodante: carga que entra e sai do navio po sí só.
   carga viva: transporte de pessoas(passageiros).
   diversas: heavy lifts(cargas pesadas), perigosas, tóxicas, etc...

2. Tipos de Navios

   navio carga geral
   multiporpose: tem multifinalidades para transporte de carga, tais como carga geral e container.
   graneleiros: para transporte de carga granel.
   navios combinados: possui porões para carga granel liquida e sólida.
   navios tanque(petroleiros)
   chemical tankers: para transporte de produtos quimicos.
   porta container(full container): especifico para transporte de container.
   roll-on-roll-off: para transporte de cargas rodantes.
   reffers: para transporte de carga refrigerada ou congelada.
   cement carries: próprio para transporte de cimento.
   lash: tipo de navio em que o carregamento é feito em alto mar através de balsa.
   product tankers: apropriado para transporte de derivados de petróleo.
   open hatch: apropriado para transporte de cargas de grandes dimensões.

3. Termos empregados em navegação - formas de contratação de frete(Liner Terms ou Berth Terms)

   free in(fi): o armador fica livre das despesas de carga da mercadoria, que é coberto pelo afretador.
   free out(fo): o armador fica livre das despesas de descarga da mercadoria, que é coberto pelo afretador.
   free in out(fio): o armador fica livre das despesas de carga e descarga da mercadoria.
   free in out stowed(fios): além das despesas de carga e desarga, o armador fica isento das despesas de estiva
    da mercadoria.
   free in out stowed trimmed: o armador fica livre das despesas de carga e descarga, estiva e trimagem da
    mercadoria.
   free in liner out(filo): o armador paga as despesas de descarga da marcadoria.
   liner in free out(lifo): o armador paga as depesas de carga da mercadoria.
   free in stowed liner out(fislo): o armador fica livre das despesas das depesas de carga e estiva e cobre as
    despesas de descarga da mercadoria.

4. Conferências, Outsiders e Tramps.

 conferências de frete: reunião de armadores que objetivam definir rotas, regularidade de viagens e valor do
  frete para atuarem conjuntamente.as conferências de frete oferecem maior regularidade de viagens, porem
  o valor do frete e relativamente maior.
 outsiders: armadores que não pertencem as conferências, oferecem alguma regularidade de navios, e o
  custo do frete é menor que o das conferências.
 tramps: armadores considerados piratas, não oferecem nenhuma regularidade de navios e tem o valor do
  frete muito mais reduzido.são catadores de carga.

5. Trabalhadores Portuários
 estivador: responsável pela carga e descarga das mercadorias.
 vigia: controla a entrada e saída de pessoas nos navios.
 consertador: responsável por reparos necessários para a carga transportada.
 arrumadores: arruma a carga no armazém ou ajuda a retirada de mercadorias do caminhão.também
  responsável por ovação e desova de containers.
 pessoal de bloco: faz a peação da carga da carga.(peação e a operação de arrumação da carga no porão do
  navio)
 agência marítima: representa o armador comercialmente e operacionalmente.

6. Afretamentos

 reserva de praça: reserva de espaço no navio.
 fechamento de praça: confirmação da reserva de praça.

6.1. Contratos de afretamento.(Charter Party-Carta Partida)

 time charter: contrato de afretamento feito por tempo, geralmente celebrado entre armador - armador.
 voyage charter: contrato de afretamento feito por viagem, geralmente celebrado entre armador -
  afretador(importador ou exportador).
 booking note: contrato de afretamento mais simplificado.
 gecom(uni form general charter): usado na inglaterra para transporte de carga geral.
 norgrain(north american grain charter party): usado na america do norte para transporte de carga geral.
 tanker voyage charter party: usado para carga granel liquida.

7. Termos usuais em contratos de afretamento

   shipowners: armador, proprietário do navio.
   charterer: afretador
   ms: motor ship
   mv: motor vessel
   deadweight: peso bruto, porte bruto - dwt
   deadfreigth(frete morto): taxa cobrada sobre carga não embarcada no navio.
   general cargo: carga geral
   lay days: prazo para o navio chegar ao porto e embarcar a mercadoria.
    -commecing date: 1o dia do prazo estipulado.
    -loanging date: dia intermediário do prazo estipulado.
    -canceling date: ultimo dia do prazo estipulado.
   wwd.sh inc(wheather work day-sunday and holiday incluided): o navio
     trabalha nos dias úteis, incluindo domingos e feriados.
   wwd.sh exc(wheather work day-san and holiday excluied): o navio trabalha nos dias úteis e exclui os
    domingos e feriados.
   notice of redness(aviso de prontidão): aviso de que o navio esta apto a receber a carga.o comandante entra
    em contato com a agencia maritima que espede os documentos necessários.
   demurrage: multa cobrada sobre o excesso de tempo no descarregamento da carga.
   despatch: prêmio sobre o adiantamento do prazo no descarregamento da carga.
   notices: aviso periódico da chegada do navio, transmitido ao afretador.
    -ETD(estimated time of departure): data estimada de partida.
    -ETA(estimated time of arrived): data estimada de chegada.
    -ETS(estimated time of sailing): data estimada de partida.
   tugs: rebocadores
   shifting: troca de berço do navio em função do calado.
8. Arrendamento de container(Lease Agreement)

 aluguel por dia(per diem): é efetuado pelo exportador ou o exportador - leasing.
 aluguel por curto prazo(short term lease): prazo máximo de 6 meses.efetuado por armadores ou
  importadores ou exportadores - leasing.
 aluguel por longo prazo(long term lease): efetuado por armadores.
 aluguel para viagem simples(one way lease): efetuado por importadores e exportadores, é cobrado no valor
  do frete.

9. Groupage ou Consolidação

É o agrupamento de várias cagas de diferentes afretadores em um só container.

   stuff/unstuff: estufar/desestufar
   unimodal ou modal: modalidade de transporte coberta por um só conhecimento de carga.
   segmentado: várias modalidades de transporte coberta por mais de um conhecimento de carga.
   intermodal ou multimodal: várias modalidades de transporte coberta por um só conhecimento de carga.
   teu(twenty foot equivalent unit): unidade equivalente a 20 pés.
   recibo de intercâmbio de cntr.(interchange receipt): documento de recebimento de container para
    estufagem.

10. Processos e tipos de movimentação de container

 house to house: forma mais pratica, pois só tem duas manipulações, na fábrica do exportador e a outra feita
  no destino.
 house to pier:o exportador leva a container até a fábrica onde é estufado, o importador desestufa o
  container no porto.
 pier to house: o exportador leva a carga até o porto onde ele é estufado, o importador desestufa o container
  na sua fábrica.
 pier to pier: o exportador leva a carga até o porto onde ele é estufado e o importador desestufa o container
  no porto.

11. Bill of Loading(Conhecimento de Embarque Marítimo)

o conhecimento de embarque é: recibo de entrega da mercadoria, transferência de propriedade da mercadoria
e contrato de transporte.

Termos dos conhecimento de embarque:

   shipper(embarcador/exportador)
   notify party(quem recebe a notificação de chegada da mercadoria)
   consignee(consignatário, destinatário)
   port of loanding(porto de embarque)
   port of discharge(porto de descarga)
   freight prepaid(frete pre-pago)
   freight collect/payable at destination(frete à pagar ou pago no destino)
   clean on board(limpo a bordo)
   shipped on board(mercadoria embarcada no navio)
   received for transport(recebido para transporte)
   carrier(transportador)
   remarks(b/l sujo)
 letter of indenity(carta de indenização): documento expedido pelo embarcador para isentar a
  responsabilidade do armador sobre a carga avariada.ao receber a carta de indenização o armador emite um
  b/l limpo

12. Tipos e modelos de bill of loading

 through bill of loading: conhecimento de embarque que cobre mais de uma modalidade de
  transporte(multimodal)
 short form bill of loading: não comtém todas as cláusulas do documento de transporte.
 received for transport bill of loading: b/l com cláusula received for transport(mercadoria não embarcada)
 clean bill of loading: b/l limpo
 foul bill of loading:b/l sujo
 straight bill of loading: b/l nominal ao importador.
 order bill of loading: b/l à ordem, ao portador.

Composição do frete marítimo - fatores que influenciam no frete marítimo:

   frequência e quantidade de carga.
   distância(não influencia independentemente)
   facilidades portuárias.
   facilidades para estiva da carga(embalagem unitização)
   fragilidade, perecibilidade, contaminação e periculosidade.
   taxas, sobrestadias e adicionais ao frete:

Taxas, sobretaxas e adicionais ao frete:
Taxas

 taxa básica: calculado em função das características.
 taxas extras(charges): pesagem acima de 2000kg por volume.
 taxa extra de volume pesado(heavy lift charge)
 taxa extra de volume com dimensões excepcionais(extra lenght charge): mercadorias com volume com
  mais de 12 metros lineares.
 taxa de ad. valorem(ad valorem charge): para mercadorias com valor elevado.

Sobretaxas

   sobretaxa de combustível(bunker surcharge): cobrado pelo aumento dos combutíveis.
   sobretaxa de congestionamento de porto(port congestion surcharge)
   sobretaxa de guerra(war surcharge)
   adicionais
   caf(currency adjustment factor): cobrado quando uma desvalorização da moeda do frete.
   adicional de porto secundário(differential port charge): cobrado para desembarque em porto secundário.

(Fonte de Pesquisa: “Transporte Marítimo” – Edições Aduaneiras)

								
To top