A pesca � uma actividade do sector prim�rio by AT74O7

VIEWS: 45 PAGES: 25

									A PESCA
           A PESCA

A pesca é uma actividade do sector
 primário. Esta actividade corresponde
 à extracção de recursos alimentares
 como peixe, moluscos e crustáceos.
 Estes recursos podem ser extraídos
 dos mares, oceanos, rios, lagos e
 viveiros.
Os factores…

 São vários os factores que influenciam a
    abundância de pescado:
 a) Plataformas continentais;
 b) Correntes marítimas;
 c) Upwelling
As plataformas
 continentais
As plataformas continentais
  As plataformas continentais são áreas de
   grande riqueza de recursos piscatórios.
   Essa abundância deve-se:
       a) à fraca profundidade que permite
   maior penetração da luz solar que favorece
   a formação de plâncton;
       b) às águas mais agitadas, por isso,
   mais ricas em oxigénio;
       c) à menor salinidade das águas;
       d) à abundância de nutrientes orgânicos
   e minerais transportados pelos rios.
As correntes marítimas
As correntes marítimas

  As correntes provocam uma
   permanente renovação das águas e
   arrastam grandes quantidades de
   plâncton e nutrientes. É nas áreas de
   contacto de correntes diferentes que
   existe uma maior quantidade e
   diversidade de espécies.
O upwelling
         O upwelling

 O pescado é também abundante nas
  regiões onde domina o Upwelling.
  Este fenómeno corresponde à
  ascensão à superfície de águas
  profundas e frias, que trazem consigo
  grandes quantidades de nutrientes.
A GESTÃO DO ESPAÇO MARÍTIMO


AS ÁGUAS INTERNACIONAIS


  As águas internacionais
   correspondem a áreas marítimas
   de acesso livre a todos os países,
   situada a mais de 370 km da
   costa.
 A Zona Económica Exclusiva
  corresponde á área marítima que se
  prolonga até 370km da costa, sobre a
  qual cada país costeiro detém direitos
  de exploração, gestão e preservação de
  todos os recursos existentes.




 A Z.E.E. de
  Portugal
MAR TERRITORIAL



   O mar territorial estende-se ao longo
   de 22 km a partir da costa, sendo
   considerado território nacional do
   respectivo país.
As áreas de maior captura
       de pescado

                          Atlântico Nordeste
  Atlântico Noroeste
                                                   Pacífico Noroeste



                                           Pacífico Centro-Oeste



       Pacífico Sudeste
As áreas de maior captura
       de pescado
 Atlântico Noroeste
 Atlântico Nordeste
 Pacífico Sudeste
 Pacífico Centro
  Oeste
 Pacífico Noroeste
Os países que mais
    capturam
 peixe no mundo
    A PESCA TRADICIONAL
 Na maior parte dos países em
  desenvolvimento, predomina a pesca
  tradicional, visto que não há investimento
  na pesca moderna.
  A PESCA
  TRADICIONAL

CARACTERÍSTICAS:

-Uso de técnicas de captura artesanais (anzóis e linha);

-Uso de embarcações de pequena capacidade de carga e sem
conservação do pescado;

-Realiza capturas reduzidas que têm de ser rapidamente descarregadas;

-É realizada em águas interiores (rios e lagos) e costeiras, tendo uma
duração de um dia.
  PESCA MODERNA OU
     INDUSTRIAL
 A pesca industrial predomina nos países
  desenvolvidos. Ao longo do século XX
  houve uma grande modernização deste
  sector.
  A PESCA
  MODERNA
CARACTERÍSTICAS:

-Uso de técnicas de detecção dos cardumes, como o sonar,
meios aéreos e informações via satélite;

-Uso de técnicas de captura como o arrasto, o cerco e as
redes de deriva;

-Uso de grandes frotas constituídas por grandes embarcações
especializadas, incluindo uma de maior dimensão – o navio-
-fábrica;

-Longa permanência no mar;

-Pesca em águas internacionais.
Técnicas

  de

captura
A EVOLUÇÃO DAS
   CAPTURAS
  A evolução das capturas
 A modernização das pescas e o
  desenvolvimento de actividades de
  transformação e comercialização,
  assim como o crescimento da
  população mundial, contribuem para o
  aumento das capturas de espécies
  piscícolas. Por outro lado não há
  capacidade de regeneração das
  espécies visto que a captura é intensa
  (SOBREPESCA).
      Soluções
    Devem ser tomadas algumas
     medidas para minimizar os efeitos
     da Sobrepesca:
a)   Intensificação do estudo das
     espécies;
b)   Definição de quotas;
c)   Criação de normas que regulam os
     instrumentos de pesca;
d)   Limitação do uso de técnicas de
     arrasto;
e)   Aquacultura (produção de espécies
     controlada pelo Homem).
Portugal e as pescas…

Portugal é o país com uma das maiores ZEE da Europa.

A importância da pesca em Portugal tem vindo a diminuir.

A frota pesqueira portuguesa está a diminuir, mas ao mesmo tempo
a modernizar-se.

As espécies mais capturadas pela frota portuguesa são:
       - sardinha, carapau, polvo, peixe-espada, cavala, etc…

A nossa frota pesqueira realiza capturas na nossa ZEE, assim
como noutras ZEEs e águas internacionais.

								
To top