Edital dos Exames de Sele��o para admiss�o no Curso de Mestrado by HC12032211570

VIEWS: 36 PAGES: 9

									                     UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO – UFRJ

                     INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS – IFCS

                     PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA COMPARADA – PPGHC


              EDITAL DOS EXAMES DE SELEÇÃO PARA ADMISSÃO NO
      CURSO DE MESTRADO EM HISTÓRIA COMPARADA (PPGH C/I FCS/U F RJ)

       Estão abertas as inscrições para a nova turma do Mestrado do Programa de Pós-Graduação em
História Comparada (PPGHC) / IFCS / UFRJ para o ano letivo de 2009. Podem candidatar-se bacharéis e/ou
licenciados.


1. Do período de inscrição: 18 de agosto a 17 de outubro de 2008.

2. Dos documentos necessários para inscrição:
   2.1. Duas cópias do formulário de inscrição (ver ANEXO 01);
   2.2. Curriculum vitae modelo Lattes/CNPq com foto (ou anexar foto 3x4);
   2.3. Original e fotocópia: Carteira de identidade, CPF, título de eleitor e do certificado militar;
   2.4. Original e fotocópia: Diploma de graduação ou declaração de conclusão expedida pela instituição de
   origem;
        2.4.1. Em caso de conclusão do curso de graduação até fevereiro de 2009, o candidato deve
        apresentar declaração que comprove tal condição, expedida por órgão competente da instituição de
        nível superior;
        2.4.2. os candidatos portadores de diploma de instituições estrangeiras deverão apresentá-lo
        revalidado;
   2.5. Texto, conforme modelo no ANEXO 02, em que o candidato comente, de forma breve, sua trajetória
   acadêmica desde a graduação, relacionando-a com o pré-projeto apresentado, em três (03) vias; e
   2.6. Pré-projeto, segundo modelo no ANEXO 03, que deverá ser apresentado em três (03) vias.
   2.7. A documentação dos candidatos não aprovados e/ou não classificados ficará à disposição para
   devolução, a partir do fim da Seleção, pelo prazo de trinta (30) dias, findo o qual será descartado.

3. Das formas de inscrição: As inscrições deverão ser feitas por uma das duas formas abaixo:
   3.1. Na Secretaria do PPGHC: Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) / UFRJ, Largo de São
   Francisco de Paula nº. 01, sala 311, Centro, Rio de Janeiro, durante o horário de 10h às 16h; OU
   3.2. Pelo correio: somente via Sedex, valendo, para fins de prazo, a data do carimbo postal até 17 de
   outubro de 2008. O endereço para envio da documentação por correio é:
                      PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA COMPARADA (PPGHC)
                      Seleção de Admissão
                      Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) / UFRJ
                      Largo de São Francisco de Paula nº. 01 – Centro
                      Secretaria do PPGHC – 3º. andar, sala 311
                      Rio de Janeiro – RJ – CEP 20051-070

   3.3. Não serão aceitas inscrições fora do prazo estabelecido.
                                                                                                         1
  3.4. Serão impugnadas as inscrições no caso de ausência ou inconsistência de qualquer um dos
  documentos mencionados como necessários para a inscrição (ver item 2 do Edital).

4. Do número de vagas disponíveis: 30 (trinta)
  4.1. O PPGHC reserva-se o direito de não preencher todas as vagas.

5. Da realização da seleção: As avaliações serão realizadas no IFCS e constarão das seguintes etapas:
  5.1. Prova escrita: a prova escrita, realizada em português, não admite consulta e constará de
  questões a partir do sorteio de um ou mais recortes temáticos (ver item 11) e dos títulos da bibliografia
  sugerida neste Edital (ver item 12). A prova escrita é eliminatória e classificatória;
  5.2. Exame oral do relato da trajetória acadêmica e do pré-projeto de pesquisa: avaliação da
  formação/experiência anterior do candidato em pesquisa (ver ANEXO 02) e do pré-projeto (ver ANEXO
  03) quanto ao mérito, à sua pertinência à linha de pesquisa (ver ANEXO 04), à área de orientação do
  orientador pretendido (ver ANEXO 05), à viabilidade de sua execução no período de 2 anos. Esse exame
  oral é eliminatório e classificatório; e
  5.3. Prova escrita de idioma estrangeiro: a prova visa avaliar a competência na leitura e
  compreensão de um texto de Ciências Humanas escrito em um idioma estrangeiro (francês, inglês,
  italiano, espanhol ou alemão), escolhido pelo candidato no momento da sua inscrição nos exames de
  seleção para admissão no Curso de Mestrado em História Comparada. Será permitido o uso de
  dicionário.

6. Do calendário:
  6.1. Homologação de inscrições: Não serão homologadas as inscrições dos candidatos para os quais
  não existam orientadores disponíveis. A lista dos candidatos, cujas inscrições forem homologadas, será
  divulgada no dia 31 de outubro de 2008, no mural do PPGHC, junto à sala 311 e no site;
  6.2. Prova escrita: dia 7 de novembro de 2008, no horário de 10h às 14h. A lista dos aprovados, em
  ordem alfabética, será divulgada no dia 14 de novembro de 2008, no mural do PPGHC, junto à sala 311
  e no site;
  6.3. Exame oral do pré-projeto e do relato da trajetória acadêmica do candidato: dias 24, 25 e
  26 de novembro de 2008, a partir das 9h, segundo a ordem alfabética da lista dos aprovados na prova
  escrita. A lista dos aprovados, em ordem alfabética, será divulgada no dia 27 de novembro de 2008, no
  mural do PPGHC, junto à sala 311 e no site;
  6.4. Prova de idioma estrangeiro: dia 1 de dezembro de 2008, no horário de 14h às 16h; e
  6.5. Resultado final da seleção: no dia 11 de dezembro de 2008, no mural do PPGHC, junto à sala
  311 e no site, serão divulgadas duas listas: a dos aprovados e, caso haja, a dos aprovados mas não
  classificados nas vagas do orientador pretendido. Um candidato aprovado, mas não classificado, só
  poderá ser aproveitado, segundo a sua média final na seleção, no caso em que haja a desistência de um
  aprovado que tenha pleiteado o mesmo orientador.

7. Da aprovação:
  7.1. Exige-se do candidato, no mínimo, a nota 7,0 (sete) para cada prova eliminatória;
  7.2. As provas terão os seguintes pesos: peso 4 (quatro) para a prova escrita; peso 4 (quatro) para a
  prova oral de pré-projeto, e peso 2 (dois) para a prova de língua estrangeira;
  7.3. Serão aprovados os candidatos que obtiverem média final igual ou acima de 7,0 (sete);
  7.4. A ordem de aprovação/classificação será decrescente por média e pela disponibilidade de vagas do
  orientador pretendido;

                                                                                                         2
  7.5. A lista de aprovados mas não classificados perderá a sua validade para reclassificação após o prazo
  de efetivação das matrículas referentes ao ano letivo de 2009; e
  7.6. A matrícula do candidato aprovado só será efetivada mediante a apresentação de diploma ou
  certificado de conclusão do curso de graduação. No caso de diplomas estrangeiros, deve-se apresentar o
  comprovante de revalidação.

8. Dos recursos: Devem ser encaminhados, por escrito, à secretaria do PPGHC até 24h após a liberação
dos resultados de cada uma das provas.

9. Os casos não previstos neste Edital serão analisados pela Comissão de Seleção e Avaliação.

10. Da composição da Comissão de Seleção e Avaliação:

Prof. Drª. Andréia Cristina Lopes Frazão da Silva
Prof. Dr. Fábio de Souza Lessa (Presidente);
Profª. Drª. Sabrina Evangelista Medeiros; e
Prof. Drª. Cláudia Andréa Prata Ferreira (Suplente).

11. Dos recortes temáticos:

   1.   Marc Bloch e a comparação clássica;
   2.   A História Comprada e as relações entre História e Sociologia;
   3.   A História Comprada e as relações entre História e Antropologia,
   4.   A História Comprada e a proposta de trabalho coletivo de Detienne;
   5.   As considerações de Jürgen Kocka sobre a História Comparada;
   6.   As comparações assimétricas: a história das transferências e a história Cruzada; e
   7.   Ragin, a História Comparada e o uso dos dados quantitativos.


12. Da bibliografia básica sugerida:

ANHEIM, Étienne, GRÉVIN, Benoît. “Choc des civilisations” ou choc des disciplines? Les sciences sociales et
    le comparatisme. Bulletin de la Société D’Histoire Moderne et Contemporaine, n. 49-4 bis, p. 122-146,
    supplément 2002.
AYMARD, M. Histoire et comparaison. In: ATSMA, H., BURGIÈRE, A. (Ed.). Marc Bloch ujourd’hui; Histoire
    comparée & Sciences Sociales. Paris: Éditions de l’École des Hautes Études en Sciences Sociales
    (EHESS), 1990. p. 271-278.
AUGÉ, M. O sentido dos outros. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999.
___. Por uma antropologia dos mundos contemporâneos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1997. (ponto 3)
BLOCH, M. História e Historiadores. Lisboa: Teorema, 1998.
DETIENNE, M. Comparar o incomparável. Aparecida, SP: Idéias & Letras, 2004.
FRIBERG, Katarina, HILSON, Mary, VALL, Natasha. Reflections on trans-national comparative history from
      an Anglo-Swedish perspective. Historisk Tidskrift, v. 127, n.4, p. 717-737, 2007. Disponível em:
      http://eprints.ucl.ac.uk/4643/1/4643.pdf
HAUPT, H.-G. O lento surgimento de uma História Comparada. In: BOUTIER, J.; JULIA, D. (org.). Passados
    recompostos; campos e canteiros da História. Rio de Janeiro: Editora UFRJ / Editora FGV, 1998. pp.
    205-216.


                                                                                                         3
KOCKA, J. Asymmetrical Historical Comparison: The Case of the German Sonderweg. History and Theory, v.
    38, n. 1., p. 40-50, Feb., 1999.
___. Comparison and beyond. History and Theory, n. 42, pp. 39-44, feb. 2003.
KULA, W. El método comparativo y la generalización en la Historia Económica. In: ______. Problemas y
    métodos de la Historia Económica. Barcelona: Península, 1977. pp. 571 - 614.
OLÁBARRI GORTÁZAR, Ignacio. Qué Historia Comparada? Studia Historica. Historia Contemporánea, N. 10-
    11, P. 33-76, 1992-1993.
RAGIN, Charles C., Making comparative analysis count. Revista de História Comparada, v. 1, n. 1, junho de
     2007. Disponível em: http://www.hcomparada.ifcs.ufrj.br/revistahc/vol1-n1-jun2007/ragin.pdf
___. SONNETT, John. Between complexity and parsimony: limited diversity, counterfactual cases, and
    comparative analysis. In: KROPP, Sabine, MINKENBERG Michael (Eds.). Vergleichen in der
    politikwissenschaft. Wiesbaden: VS Verlag für Sozialwissenschaften, 2004. Disponível em:
    www.sscnet.ucla.edu/soc/soc237/papers/ragin.pdf
THEML, N.; BUSTAMANTE, R. M. da C. História Comparada: Olhares Plurais. Estudos Ibero-Americanos,
    PUCRS, v. XXIX, n. 2, pp. 7-22, 2003.
RÜSEN, J. Historiografia comparativa intercultural. In: MALERBA, J. (org.) A história escrita. Teoria e
    história da historiografia. São Paulo: Contexto, 2006. pp. 115-137.
VEYNE. P. O inventário das diferenças. São Paulo: Brasiliense, 1983.
WEBER, M. Ensaios de Sociologia. 3 ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1974. pp. 413-437.
WERNER, Michael; ZIMMERMANN, Bénédicte. Beyond Comparison: “Histoire croisée" and the Challenge of
     Reflexivity. History and Theory, v. 45, no. 1, p. 30-33, February 2006.




                                Edital aprovado na reunião do Colegiado do PPGHC em 9 de julho de 2008.




                                                                                                       4
                      UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO – UFRJ

                      INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS – IFCS

                      PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA COMPARADA – PPGHC



1 - Nome completo:



2 - Endereço completo:




3 - Telefone:
4 - E-mail:
5 - Nº. da carteira de identidade:                                  6 - CPF:

7 – Nascimento (dd/mm/aaaa):                                        8 - Nacionalidade:

9 - Vínculo empregatício:                  (   ) Não                (       ) Sim
9.1 - Empresa:                                                    9.2 - Data de Admissão:
10 - Informações sobre a formação acadêmica em nível de graduação:
10.1 - Curso de graduação:
10.2 - Instituição:

10.3 - Ano de conclusão:
11 - Título do pré-projeto:




12 - Orientador(es) pretendido(s) por ordem de preferência (ver ANEXO 05):
1)


2)


13 - Idioma escolhido para a prova escrita de idioma estrangeiro:
( ) inglês            ( ) alemão               ( ) francês              (     ) italiano            (   ) espanhol
14 - Observações adicionais que deseje registrar:




                                 Local __________________________________                  Data ______/______/2008.

                                                                             _______________________________
Inscrição recebida em _____ / _____ / 2008 por (carimbo e                                Assinatura do candidato
assinatura do funcionário que recebeu a inscrição)




                                                                                                                     5
     ANEXO 02: ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO TEXTO SOBRE TRAJETÓRIA ACADÊMICA

1. Formatação: Máximo de 05 laudas; espaço 1,5; fonte Times New Roman 12; margens 2,0.
2. Estruturação:
   2.1. Trajetória acadêmica na graduação;
   2.2. Atividades de pesquisa na graduação; e
   2.3. Trajetória da elaboração do pré-projeto de pesquisa apresentado ao PPGHC.

 ANEXO 03: ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PRÉ-PROJETO (os itens abaixo devem aparecer
                            explicitados no pré-projeto)

1. Formatação: Máximo de 15 laudas; espaço 1,5; fonte Times New Roman 12; margens 2,0.
2. Estruturação:
   2.1. Folha de rosto contendo: identificação do candidato, título do pré-projeto, linha de pesquisa e
   orientadores pretendidos (no máximo dois);
   2.2. Apresentação do objeto e da problemática de pesquisa;
   2.3. Discussão bibliográfica;
   2.4. Objetivos;
   2.5. Quadro teórico-metodológico;
   2.6. Apresentação detalhada do Corpus Documental;
   2.7. Relação do pré-projeto de pesquisa com a área de concentração do PPGHC (História Comparada), a
   Linha de Pesquisa (ver ANEXO 04) e as áreas de orientação de cada orientador pretendido (no máximo
   dois) (ver ANEXO 05); e
   2.8. Bibliografia.

                            ANEXO 04: LINHAS DE PESQUISA DO PPGHC
1. História Comparada das Diferenças Sociais: A Linha de Pesquisa visa o debate comparativo em
torno de processos históricos de diferenciação social, pelos quais indivíduos e grupos são investidos
cotidianamente em posições e hierarquias, construindo relações tais como as de identidade e alteridade,
gênero, raça, etnia; classe, status; região, nação e cultura. O objetivo fundamental desse debate é o de
tornar historicamente visíveis as múltiplas formas pelas quais os grupos/sujeitos, em seus comportamentos,
práticas e discursos, lidam com o poder. Atuam nessa Linha os seguintes professores: André Leonardo
Chevitarese, Carlos Eugênio Líbano Soares, Fábio de Souza Lessa, Flávio dos Santos Gomes,
José Roberto Franco Reis, Marcelo Jorge de Paula Paixão, Marta Mega de Andrade, Neyde
Theml, Regina Maria da Cunha Bustamante e Silvio de Almeida Carvalho Filho.
2. História Comparada das Formas Narrativas: A Linha de Pesquisa abrange um conjunto de
problemas que possibilita a criação de um campo de experimentação comparada entre a História, a
Literatura, a Comunicação e as demais ciências que de alguma forma possam lidar com os produtos
culturais sob a ótica do texto (narrativa), como formas empíricas de uso da linguagem; ou ainda como
sistemas semióticos (gestos, sons e outros) no interior de práticas sociais contextualizadas histórica e
socialmente. Atuam nessa Linha os seguintes professores: Álvaro Alfredo Bragança Júnior, Amandio
de Jesus Gomes, Clara de Góes, Cláudia Andréa Prata Ferreira, João Vicente Ganzarolli de
Oliveira, Maria Regina Candido e Victor Andrade de Melo.
3. História Comparada das Instituições e Formas Políticas: A Linha de Pesquisa analisa as
instituições políticas, sociais, econômicas e culturais – que se caracterizam pela busca do monopólio da
violência, do saber, da informação, do trabalho e de suas riquezas – bem como das estruturas do poder e

                                                                                                        6
da dominação existentes nas variadas formas de organização social. A ênfase recai no estudo dos
instrumentos do poder – o trabalho, os sindicatos, os partidos, as organizações religiosas, os exércitos e
demais organizações militares, as instituições de ensino, dentre outros – e de seu uso, desde a antigüidade
até a contemporaneidade. Atuam nessa Linha os seguintes professores: Alexander Zhebit, Andréia
Cristina Lopes Frazão da Silva, Anita Leocádia Prestes, Francisco Teixeira Da Silva, Gracilda
Alves, Leila Rodrigues da Silva, Maria Conceição Pinto de Góes, Norma Musco Mendes, Raquel
Paz, Sabrina Evangelista Medeiros e Sidnei José Munhoz.




  ANEXO 05: DOCENTES, SUAS ÁREAS DE ORIENTAÇÃO E NÚMERO DE VAGAS DISPONÍVEIS
                               PARA O MESTRADO


                                                                                                Vagas
        Docentes                                Áreas de Orientação
                                                                                             disponíveis
 Alexander Zhebit           História de Relações Internacionais; Política Internacional
                            Comparada; Ordem Internacional; Políticas Externas de Países          2
                            Estrangeiros; Estudo do Sistema Internacional
 Álvaro Alfredo Bragança    Literatura Medieval em Alemão; Literatura Medieval Inglesa;
 Junior                     História da Baixa Idade Média Alemã; Construção da Realidade          4
                            Histórica e sua Representação Literária; Paremiologia Medieval
                            Latina como Estrutura de Saber e Poder no Sacro Império
 Amândio de Jesus Gomes     Psicanálise; História Contemporânea; História da Ciência              2
 André           Leonardo   História Antiga Grega; Espaço Rural da Pólis; Interações              3
 Chevitarese                Culturais; Judaísmo e Cristianismo Antigos
 Andréia Cristina Lopes     Penínsulas Ibérica e Itálica nos séculos XI ao XIII: a Igreja
 Frazão da Silva            Papal; os Centros de Produção Intelectual; a Espiritualidade          3
                            Leiga; a Produção Hagiográfica; as Relações Entre Religião e
                            Religiosidade; Relações e Discursos de Gênero
 Anita Leocádia Prestes     História do PCB; Tenentismo e Militares no Brasil
                            Contemporâneo; Anos 20 a 50 no Brasil: Sociedade e Política;          3
                                                                                                           7
                      Revolução de 30; Movimento Operário no Brasil; Anarquismo no
                      Brasil
Carlos Eugênio Líbano Escravidão Urbana no Período Colonial (século XVIII);                    4
                      Escravidão Africana (rio de Janeiro e Salvador, século XVIII);
                      África no século XVIII
Clara Raissa Pinto de Articulação entre História e Psicanálise: a construção da                5
Góes                  realidade; a questão do objeto para Marx, Freud e Lacan.
Cláudia    Andréa    Prata História e Literatura; Construção da Realidade Histórica e sua
Ferreira                   Representação Literária; Estudos Literários e Históricos
                           aplicados aos Estudos Bíblicos (Cânone Judaico Bíblico);            2
                           Antiguidade Judaica; Cristianismo Antigo; Judaísmo e exegese
                           bíblica no Período Medieval, Estudos Judaicos; Religião e
                           Religiosidade
Fábio de Souza Lessa       História Antiga Grega; Sociedade e Cultura na Grécia Antiga;        2
                           Relações de Gênero
Francisco Carlos Teixeira História dos Conflitos e Crises Internacionais; História Militar e
da Silva                   Diplomacia Contemporânea; Debate sobre Guerra e Paz                 0
Gracilda Alves             Portugal Medieval; Cristianismo e Cristandade; Mulher na Baixa      5
                           Idade Média.
João Vicente Ganzarolli A Estética como Discurso; Conceito de Arte na Modernidade.             6
de Oliveira
José Roberto Franco Reis História do Trabalho; História das Doenças; Educação e Cultura        3
                           no Brasil Contemporâneo
Leila Rodrigues da Silva   Consolidação da Igreja e a Normalização da Sociedade nos
                           Reinos Germânicos; Religião e religiosidade nos Reinos              3
                           Germânicos; Produção Intelectual Eclesiástica na Alta Idade
                           Média Ocidental; Marginalidade e Exclusão na Alta Idade Média
                           Ocidental
Marcelo Jorge de Paula Pensamento Social Brasileiro; Relações Raciais; Indicadores             3
Paixão                     Sócio- Econômicos; Movimentos Sociais
Maria Conceição Pinto de Formação do Estado Nacional; Movimento Anarquista; Igreja             6
Góes
Maria Regina Candido       Mito e Teatro na Atenas: século V ao III a.C.; Discurso Político:   4
                           Recuos, Negociação e Enfrentamentos; Religião, Ritos e Práticas
                           Mágicas
Marta Mega de Andrade Relações de Gênero; Poder e produção de Espaços;
                           Micropolítica e Práticas discursivas; Processos de Diferenciação    2
                           Social e Interações Culturais; Relações Sociais e Espaço Urbano
                           na Antigüidade Grega / Helenística; Teoria e Historiografia
Neyde Theml                História Antiga Grega; Relações de Poder; Formação de
                           Identidades e Alteridades; Cultura: Representações Simbólicas       1
Norma Musco Mendes         História Antiga Romana; Relações de Poder e Identidade
                           Cultural na República; Experiência Imperialista Romana e o          2
                           Processo de Relacionamento entre as Identidades Culturais
                           Nativas e a Identidade Romana
Raquel Paz                 História da América; História das Relações Internacionais;
                           Relações Culturais Internacionais; Diplomacia contemporânea;        5
                           Nacionalismo Desenvolvimentista na América Latina (1930-
                           1960)
                                                                                                   8
Regina Maria da Cunha História Antiga Romana; Sociedade e Cultura na Roma Antiga;
Bustamante                 Processo de Construção de Identidades e Alteridades na               3
                           Antigüidade Romana; Educação Patrimonial.
Sabrina        Evangelista Relações     Internacionais;     Teoria     Política;     História
Medeiros                   Contemporânea; América Latina Contemporânea e PALOPS                 3
Sidnei Munhoz              Guerra Fria; Movimentos Sociais.                                     2
Silvio    de      Almeida Diferenças e Desigualdades Sociais; Marginalidade, Exclusão
Carvalho Filho             Social e Cidadania; Trabalho e Movimentos Sociais;                   6
                           Diferenciações de Gênero, de Classe, Raciais, Étnicas e
                           Nacionais; Mestiçagens e Hibridismos; História da África.
Victor Andrade de Melo     As Práticas Corporais (Esporte, Dança, Ginástica, etc.) na
                           Modernidade e na Contemporaneidade; Atividades de Lazer na           3
                           Modernidade e na Contemporaneidade




                                                                                                    9

								
To top