A gra�a de Nosso Senhor Jesus Cristo by Q749pK

VIEWS: 7 PAGES: 11

									                     Paróquia Nossa Senhora do Brasil

               Celebração do Matrimonio dentro da Missa


Antífona da entrada

De seu templo o Senhor vos envie auxílio, de Sião vos proteja. Que vos conceda os
desejos de vosso coração, realize todas as vossas esperanças.



Canto de Entrada



Ritos Iniciais
Sacerdote: Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo.

Todos: Amém.

Sac.: A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito
Santo estejam convosco!

T: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

Sac.: Para a celebração deste casamento, meus irmãos e irmãs, felizes, aqui nos
reunimos na casa do Senhor, no dia em que estes nossos amigos N. e N. resolveram
estabelecer o seu novo lar. Para eles este momento é de suma importância! Por
isso, vamos acompanhá-los com a nossa amizade e nossa oração fraterna. Unidos a
eles, ouviremos atentamente a Palavra que hoje Deus nos dirige. E depois,
juntamente com a Santa Igreja, por meio de Jesus Cristo, nosso Senhor, vamos
pedir a Deus Pai que acolha, abençoe e mantenha sempre unidos estes noivos, seus
servos e nossos irmãos.

Omite-se o Ato penitencial.




Oração do Dia
Sac.: Oremos. Ó Deus, que desde o princípio santificastes misteriosamente a união
conjugal, para prefigurar no casamento o mistério do Cristo e da Igreja, daí a N. e N.
realizar em sua vida este grande sacramento. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso
Filho, na unidade do Espírito Santo.

Liturgia da Palavra
Primeira Leitura - Eclo 26, 1-4.16-21

Leitura do Livro do Eclesiástico
Feliz o marido que tem uma boa esposa: o número de seus dias será duplicado. A
mulher virtuosa é a alegria do marido, que passará em paz os anos de sua vida.
Uma voa esposa é uma herança excelente, reservada aos que temem o Senhor. Rico
ou pobre, seu marido tem alegria no coração e em qualquer circunstancia mostra
um rosto prazenteiro. A graça da mulher é a delicia do marido e seu senso prático
lhe revigora os ossos. Mulher amiga do silencio é dom do Senhor e nada é
comparável à alma bem-educada. Mulher pudica é graça primorosa, e não há
medida que determine o valor da alma casta. Como o sol se levanta nas alturas do
Senhor, assim o canto da boa esposa na casa bem-ordenada.
Palavra do Senhor.


Salmo Responsorial - Salmo 127 (128)

Refrão: Felizes os que temem o Senhor

Feliz és tu se temes o Senhor
E trilhas seus caminhos
Do trabalho de tuas mãos hás de viver,
Serás feliz, tudo irá bem.

A tua esposa é uma videira bem fecunda
No coração de tua casa
Os teus filhos são rebentos de oliveira
Ao redor de tua mesa.

Será assim abençoado todo homem
Que teme o Senhor
O Senhor te abençoe de Sião
Cada dia de tua vida.


Segunda Leitura - Rm 15, 1b-3a.5-7.13
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos
Irmãos: Não devemos buscar a nossa própria satisfação. Cada um de nós procure
agradar ao próximo para o bem, visando à edificação. Com efeito, Cristo também
não procurou a sua própria satisfação. O Deus que dá Constancia e conforto vos dê
a graça da harmonia e concórdia, uns com os outros, como ensina Cristo Jesus.
Assim, tendo como que um só coração e uma só voz, glorificareis o Deus e Pai do
Senhor nosso, Jesus Cristo. Por isso, acolhei-vos uns aos outros, como também
Cristo vos acolheu, para a gloria de Deis. Que o Deus da esperança voz encha da
alegria e da paz, em vossa vida de fé. Assim, transbordareis de esperança, pelo
poder do Espírito Santo.
Palavra do Senhor.


Aclamação ao Evangelho

Evangelho - Mt 19, 3-6

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus.
Naquele tempo, alguns fariseus aproximaram-se de Jesus e perguntaram, para o
tentar: “É permitido ao homem despedir sua esposa por qualquer motivo?” Jesus
respondeu: “Nunca lestes que o Criador, desde o inicio, os fez homem e mulher? E
disse: ‘Por isso o homem deixará seu pai e sua mãe, e se unirá à sua mulher, e os
dois serão uma só carne’? De modo que eles já não são dois, mas uma só carne.
Portanto, o que Deus uniu, o homem não separe”.
Palavra da Salvação.


Homilia



Rito Sacramental do Matrimônio
Sac.: Caros noivos, N. e N. viestes a esta Igreja, para que, na presença do sacerdote
e da comunidade cristã de contrair matrimônio seja marcada por Cristo com um
sinal sagrado. Cristo abençoa com generosidade o vosso amor conjugal. Já vos
tendo consagrado pelo batismo, vai enriquecer e fortalecer-vos agora com o
sacramento do Matrimônio, para que sejais fieis um ao outro por toda a vida e
possais assumir todos os deveres do Matrimônio.

Diálogo antes do consentimento
Sac.: N. e N. viestes aqui para unir-vos em Matrimônio. Por isso, eu vos pergunto
perante a Igreja: É de livre e espontânea vontade que o fazeis?

Noivos: Sim!

Sac.: Abraçando o Matrimônio, ides prometer amor e fidelidade um ao outro. É por
toda vida que prometeis?

Noivos: Sim!

Sac.: Estais dispostos a receber com amor os filhos que Deus vos confiar,
educando-os na lei de Cristo e da Igreja?

Noivos: Sim!

Consentimento

Sac.: Para manifestar o vosso consentimento em selar a sagrada aliança do
Matrimônio, diante de Deus e da Igreja aqui reunida, daí um ao outro a mão direita.

Noivo: Eu, N. te recebo, N., por minha esposa e te prometo ser fiel amar-te e
respeitar-te na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias da nossa
vida.

Noiva: Eu, N. te recebo, N., por meu esposo e te prometo ser fiel, amar-te e
respeitar-te na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias na nossa
vida.



Aceitação do consentimento

Sac.: O Deus de Abraão, o Deus de Isaac, o Deus de Jacó, o Deus que abençoou os
nossos primeiros pais no paraíso confirme e abençoe em Cristo este compromisso
que manifestastes perante a Igreja. Ninguém, separe o que Deus uniu.

Bendigamos ao Senhor!

T. Graças a Deus.

Canto da Entrada das Alianças.
Benção e Entrega das alianças

Sac.: Deus abençoe estas     alianças que ides entregar um ao outro em sinal de
amor e fidelidade.

T.: Amém.

Esposo: N., recebe esta aliança em sinal do meu amor e da minha fidelidade. Em
nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo.

Esposa: N., recebe esta aliança em sinal do meu amor e da minha fidelidade. Em
nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo.



Oração dos Fieis.

Sac.: Irmãos e irmãs em Cristo, lembrando a graça especial com que Deus quis
abençoar e consagra o amor destes nossos irmãos N. e N. vamos confiá-los ao
Senhor.

1. Para que estes nossos irmãos N. e N. agora santamente unidos em matrimônio,
possam gozar de saúde e paz, rezemos ao Senhor.

Senhor, escutai a nossa prece!

2. Para que abençoe a sua união como abençoou as bodas de Caná, rezemos ao
Senhor.

3. Para que Deus lhes dê o amor e a paz e assim testemunhem o nome de cristãos,
rezemos ao Senhor.

4. Por todo o povo cristão para que cresça sempre mais na santidade de vida, e por
todos os que passam dificuldade, para que alcancem o auxílio da divina graça,
rezemos ao Senhor.

5. Por todos os casais aqui presentes para que o Espírito Santo renove neles a
graça deste sacramento, rezemos ao Senhor.

Sac.: Infundi, Senhor, nos corações destes esposos o espírito do vosso amor, para
que sejam um só coração e uma só alma e nada possa separar os que unites nem
afligir os que abençoastes. Por Cristo nosso Senhor.
Liturgia Eucarística
Canto do ofertório

Sac.: Orai irmãos e irmãs para que o nosso sacrifício seja aceito por Deus Pai, todo-
poderoso.

T.: Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício para a glória do teu nome
para o nosso bem e de toda a santa Igreja.



Sobre as oferendas

Sac.: Recebei, ó Deus esta oferenda, pela sagrada instituição do casamento e
protegei neste casal a união que estabelecestes. Por Cristo Nosso Senhor.



Oração Eucarística II - (Prefácio A dignidade do matrimônio M.R. p. 802)

Sac.: O Senhor esteja convosco.

T.: Ele está no meio de nós.

Sac.: Corações ao Alto.

T.: O nosso coração esta em Deus.

Sac.: Demos graças ao Senhor nosso Deus.

T.: É nossa dever e nossa salvação.

Sac.: Na verdade, é justo e necessário é nosso dever e salvação dar-vos graças
sempre e em todo lugar, Senhor Pai-Santo, Deus eterno e todo-poderoso, por
Cristo, Senhor nosso. Nas núpcias, firmastes um suave jugo de amor e uma aliança
indissolúvel de paz. Abençoais a fecundidade da família para que os filhos e as
filhas nela nascidos aumentem oi número dos vossos filhos e filhas de adoção. Os
que nascem para a alegria de todos, renascem pelo batismo, para a comunidade
Cristã. Por essa razão, bendizemos vossa providência, e com os anjos e com todos
os santos proclamamos jubilosos, vossa vontade, cantando (dizendo) a uma só voz:
Santo, Santo, Santo , Senhor Deus do universo! O céu e a terra proclamam a
vossa glória. Hosana nas alturas! Bendito o que vem em nome do Senhor!
Hosana nas alturas!

Sac.: Na verdade, ó Pai, vós sois santo e fonte de toda santidade.

Santificai, pois, estas oferendas, derramando sobre elas o vosso Espírito, a fim de
que se tornem para nós o Corpo e o Sangue de Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor
nosso.

T. Santificai nossa oferenda, ó Senhor!

Estando para ser entregue e abraçando livremente a paixão, ele tomou o pão, deu
graças e o partiu e deu a seus discípulos, dizendo:

TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O MEU CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE POR
VÓS.

Do mesmo modo, ao fim da ceia, ele tomou o cálice em suas mãos, deu graças
novamente, e o deu a seus discípulos, dizendo:

TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE, O SANGUE DA
NOVA E ETERNA ALIANÇA, QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS,
PARA REMIS-SÃO DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM.

Eis o mistério da fé!

T. Anunciamos, Senhor, a vossa morte e proclamamos a vossa ressurreição.
Vinde, Senhor Jesus!

Sac.: Celebrando, pois, a memória da morte e ressurreição do vosso Filho, nós vos
oferecemos, ó Pai, o pão da vida e o cálice da salvação; e vos agradecemos porque
nos tornastes dignos de estar aqui na vossa presença e vos servir.



T. Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!

E nós vos suplicamos que, participando do Corpo e Sangue de Cristo, sejamos
reunidos pelo Espírito Santo num só corpo.

T. Fazei de nós um só corpo e um só espírito!
Sac.: Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja que se faz presente pelo mundo inteiro:
que ela cresça na caridade, com o Papa Bento, com o nosso bispo Odilo e todos os
ministros do vosso povo.

Lembrai-vos também, Senhor, destes vossos Filhos, N. e N. Assim como lhes destes
a alegria do casamento, possam, por vossa graça, viver unidos no amor e na paz.

T. Lembrai-vos, ó Pai da vossa Igreja!

Sac.: Lembrai-vos também dos nossos irmãos e irmãs que morreram na esperança
da ressurreição e de todos os que partiram desta vida: acolhei-os junto a vós na luz
da vossa face.

T. Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos!

Sac.: Enfim, nós vos pedimos, tende piedade de todos nós e dai-nos participar da
vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, com os santos Apóstolos e todos os
que neste mundo vos serviram, a fim de vos louvarmos e glorificarmos por Jesus
Cristo, vosso Filho.

T. Concedei-nos o convívio dos eleitos!

Sac.: Por Cristo, com Cristo e em Cristo, a vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade
do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e para sempre.

T. Amém.



Rito da Comunhão

Sac.: Obedientes a palavra do Salvador e formados por seu divino ensinamento
ousamos dizer: Pai nosso...

T.... Que estais nos céus, santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso
reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu, o pão nosso de
cada dia nos daí hoje, perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos
a quem nos tem ofendido; e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos
do mal.

Sac.: Caros fiéis, roguemos a Deus que derrame suas bênçãos sobre N. e N. que se
uniram em Cristo pela aliança sagrada do Matrimônio, para que se tornem um só
coração pela caridade e pelo sacramento do Corpo e do Sangue de Cristo.
Ó Deus, santificastes misteriosamente a união conjugal, desde o princípio a fim de
prefigurar no vínculo nupcial o mistério de Cristo e da Igreja.

Considerai agora esta vossa filha N., que, unida pelo matrimônio ao seu marido,
suplica a vossa benção.

O amor e a paz permaneçam em seu coração e busque sempre na Sagrada Escritura
o exemplo das santas mulheres. Nela confie o seu marido e saiba honrá-la com a
devida estima, reconhecendo-a companheira e co-herdeira da vida divina, amando-
a com aquele amor com que o Cristo amou a sua Igreja.

Nós vos pedimos, ó Pai, que estes vossos filhos permaneçam firmes na fé e amem
os vossos mandamentos; que se conservem fiéis um ao outro e sejam para todos,
um exemplo.

Animados pela força do Evangelho sejam entre todos verdadeiras testemunhas de
Cristo. Sejam fecundos em filhos, pais de comprovada virtude, e possam ver os
filhos de seus filhos.

Enfim após uma vida longa feliz, alcancem o reino do céu e o convívio dos santos.
Por Cristo, nosso Senhor.

T.: Amém.



Sac.: A paz do Senhor esteja sempre convosco!

T.: O amor de Cristo nos uniu.



Sac.: Irmãos e irmãs saudai-vos em Cristo Jesus.



Cordeiro de Deus:

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz.
Sac.: Feliz os convidados para o banquete nupcial do Cordeiro.

Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

T. Senhor, eu não sou digno (a) que entreis em minha morada, mas dizei uma
só palavra e sei salvo (a).



Antífona da comunhão:

Cristo amou a Igreja e se entregou por ela, a fim de preparar para si uma esposa
santa e imaculada.

Canto da Comunhão.



Depois da comunhão.

Sac.: Oremos. Fortificai, ó Deus, por este sacrifício, a união conjugal que
instituístes na vossa providência, para que se tornem um só coração e uma só alma
os que unistes em matrimônio e alimentastes com o mesmo pão e o mesmo cálice.
Por Cristo, nosso Senhor.

T. Amém.



Ritos Finais
Benção final

Sac.: Que Deus, vosso Pai, vos conserve no vosso amor, para que a paz de Cristo
habite em vós e permaneça sempre na vossa casa.

T.: Amém.

Sac.: Que Deus vos dê a benção dos filhos, o apoio dos amigos, e a paz com todos.

T.: Amém.
Sac.: Sede no mundo um sinal do amor de Deus, abri vossa porta aos pobres e
infelizes, que um dia vos receberão agradecidos na casa do Pai.

T.: Amém.

Sac.: E a todos vós aqui reunidos, abençoe-vos o Deus todo-poderoso, Pai e Filho e
Espírito Santo.

T.: Amém.



Enquanto canta-se um canto apropriado, o sacerdote, os noivos e as testemunhas
assinam a ata do casamento.

								
To top