Matéria Prova Anac (PDF)

					Matéria Prova Anac                                                       poltronas do corredor, não podendo ficar na fileira de poltronas que
                                                                         dá para as janelas de emergência. Sua bandeja de refeições será
Regulamentação da Profissão e Aeronauta - RPA                            servida antes, devendo-se cortar a carne e proceder à localização
Introdução                                                               dos diversos componentes da bandeja.
A segurança e conforto do passageiro são de responsabilidade do          Passageiros deportados assim como presos embarcam antes, a
comissário de bordo, neste sentido é necessário que disponha de um       documentação do deportado fica em poder do comissário até o fim
conjunto de características pessoais (maturidade, responsabilidade,      da viagem, não podendo desembarcar em escalas intermediárias e
profissionalismo, confiante e independente), físicas (saúde) e           sendo entregue às
psicológicas (tomar decisões, relacionamento em grupo, trabalhar         autoridades legais, desembarcando após todos os passageiros.
bem sobre pressão) para se adequar ao perfil desejado. Também, o         Durante o Taxiamento
fator disciplinar é fundamental na profissão de um aeronauta, pois       Fazer a demonstração dos recursos de emergência, através do
seu dia-a-dia é regido por regras e normas variadas.                     “speech” sob responsabilidade do chefe de equipe e demonstração
Certificados e Licença                                                   do uso das máscaras de oxigênio e saídas de emergência, realizadas
Certificado de Capacidade Física (CCF): Tem validade de 1 ano,           normalmente pelos comissários A e B.
devendo manter atualizado informando a Escala com no mínimo 60           Durante o Vôo
dias a data de vencimento.                                               Durante o pouso e decolagem, fases críticas do vôo, o uso de todo e
Certificado de Capacidade Teórica (CCT): Certificado recebido após       qualquer aparelho eletrônico está proibido a bordo.
aprovação de exame de banca do DAC, atualmente não é mais                O comissário fica proibido de aplicar qualquer tipo de injeção ou
emitido pelo mesmo.                                                      medicar o passageiro, sendo embarcados antes e desembarcados
Certificado de Habilitação Técnica (CHT): É o certificado que            por último, devem os enfermos apresentarem atestado médico
demonstra que tipo de aeronave o aeronauta está habilitado a tripular.   especificando seu estado de saúde e dependendo da gravidade
A validade deste certificado é de 2 anos.                                viajar acompanhado de um médico ou enfermeira. O Comandante
O número máximo de equipamentos a que um comissário pode                 deverá ser avisado de enfermos a bordo.
prestar prova e tripular é de 4. Se a empresa necessitar que esse        No caso de gestantes, estas são embarcadas primeiro e após o 8º
comissário tripule um novo equipamento, terá que eliminar um dos         mês de gravidez apresentar atestado médico autorizando a viagem
equipamentos já registrados no CHT a fim de nunca exceder o limite       devendo acomodá-las em local de fácil visualização.
indicado acima. Informar a Escala antes de 60 dias a data de             Ocorrendo falecimento de algum passageiro a bordo, o comissário
vencimento do mesmo.                                                     deverá agir discretamente atando os cintos e cobrindo, se estiver
Licença de Vôo: Não prazo de validade para a licença, contudo            viajando sozinho deverá fazer uma relação de todos seus pertences
poderá ser cassada (assim como os certificados) caso seja                pessoais e documentos.
comprovado em processo administrativo ou em inspeção de saúde,           Menores desacompanhados de 0 a 5 anos serão cuidados durante
que o titular não possui idoneidade profissional ou está incapacitado    todo vôo, de 06 a 12 anos embarcam e desembarcam
física e permanentemente para exercer suas funções.                      acompanhados de um despachante da empresa e de 13 a 18 anos
Apresentação no Despacho Operacional (DO)                                são tratados como PAXs comuns. Refeição servida antes, não
Ao se apresentar no aeroporto para assumir qualquer vôo, o               servir bebidas alcoólicas.
comissário deverá comparecer no Despacho Operacional da empresa.         Restrições aos comissários
Lá, assinará a folha de presença, fará sua apresentação ao               Ingerir qualquer tipo de bebida alcoólica quando em serviço, ou
Comandante e aos demais membros da tripulação. O chefe de equipe,        ainda durante o período que antecede 8 horas o mesmo.
deverá comparecer no despacho de passageiros para saber o número         Conceder entrevista a órgão de imprensa, em nome da empresa ou
de passageiros e a existência ou não de casos especiais, como            quando uniformizado, sem expressa autorização do departamento
menores desacompanhados, presos, deportados, cegos, “vips” etc.          responável.
A apresentação do comissário no Despacho Operacional é de 1 hora         Discutir qualquer tema polêmico (política, religião, futebol, etc)
antes do horário previsto para decolagem. Na apresentação para o         quando uniformizado.
vôo, é costume haver tolerância de 10 a 15 minutos de atraso;            Aceitar gorjeta, efetuar qualquer refeição e sentar ao lado de
ultrapassando este limite, o tripulante será substituído, mesmo que      passageiros para conversar.
venha a se apresentar.
Muito importante que o comissário verifique no momento de sua
apresentação a posse de todos os documentos necessários (RG,             A Profissão do Aeronauta
Licença de Vôo, CCF, CHT e Carteira Funcional “Crachá”, para             A profissão do aeronauta está regulamentada pela lei nº 7183 de 05
vôos internacionais acrescentar Passaporte, atestado de vacina contra    de abril de 1984. As empresas brasileiras que operam em linhas
febre amarela e tétano) e estar preparado para assumir vôo local ou      internacionais poderão utilizar comissários estrangeiros, desde que
de pernoite.                                                             o número destes não exceda a 1/3 dos comissários existentes a
Antes da Decolagem                                                       bordo                           da                         aeronave.
Chefe de equipe: efetua cheque de emergência, casos especiais,           Os tripulantes são classificados por suas funções técnicas e não
documentação        e     auxílio     aos    demais       comissários.   técnicas. O comissário é um tripulante não técnico cuja
Comissário A: Checa a “galley” dianteira e se for o caso distribui       responsabilidade é atendimento a passageiros, cumprimento a
periódicos                         para                        PAXs.     normas       de      segurança,       documentos        e   limpeza.
Comissário B: Checa toaletes traseiros e mesmo procedimentos do          Base
comissário                                                         A.    É o local onde o aeronauta reside e em cujo aeroporto presta
Auxiliar “galley”: Recebe os passageiros, auxiliando-os nos casos        serviço.
necessários.                                                             Tripulação
É permitido ao passageiro conduzir como bagagem de mão, objetos          É o conjunto de tripulantes que exercem função a bordo de
de uso pessoal, desde que o peso total não exceda a 5 Kg e a soma        aeronave.          Poderá         ser         classificada       em:
das dimensões (comprimento + largura + altura) não exceda a 115          Mínima: É numero mínimo de tripulantes necessário para que a
cm e possam ser acomodadas nos compartimentos de bagagem                 aeronave possa decolar, se utiliza em vôos de instrução, translado.
(BINS)        ou      debaixo      da      poltrona      à     frente.    É constituída, de uma tripulação mínima acrescida dos comissários
Deficientes visuais embarcam antes dos demais (e desembarcados           necessários          para          realização          do       vôo.
depois dos demais passageiros) e deverão ser acomodados nas              Composta: É constituída, de uma tripulação simples, acrescida de
um piloto (Comandante), um mecânico de vôo (quando o                      Os limites de vôo e pousos permitidos para uma jornada serão os
equipamento assim exigir) e o mínimo de 25% do número de                  seguintes:
comissários. Aos tripulantes acrescidos à tripulação simples serão        9 horas e 30 minutos de vôo e 5 pousos, na hipótese de integrante
asseguradas, poltronas reclináveis para o descanso.                       de tripulação mínima ou simples;
Revezamento: É constituída de uma tripulação simples, acrescida de        12 horas de vôo e 6 pousos, na hipótese de integrante de tripulação
mais um piloto (Comandante), um co-piloto, um mecânico de vôo             composta.
(quando o equipamento assim exigir) e 50% do número de                    15 horas de vôo e 4 pousos, na hipótese de integrante de tripulação
comissários. Neste caso, aos pilotos e mecânicos de vôo acrescidos        de revezamento.
serão assegurados descanso horizontal e para comissários assentos         Os limites de tempo de vôo do tripulante não poderão exceder em
reclináveis. Esse tipo de tripulação só poderá ser empregado em vôos      cada     mês,     trimestre   ou    ano,    respectivamente      em:
internacionais.                                                           Aviões convencionais: 100-270-1000 horas
Um tipo de tripulação só poderá ser transformada na origem do vôo         Aviões turbohélices: 100-255-935 horas
até o limite de 3 horas, contadas a partir da apresentação da             Aviões a jato: 85-230-850 horas
tripulação previamente escalada na base.                                  Helicópteros: 90-260-960 horas
Jornada de Trabalho                                                       Quando o aeronauta tripular diferentes tipos de aeronaves será
A jornada na base domiciliar será contata a partir da hora de             observado o menor limite.
apresentação do aeronauta no local de trabalho, quando fora no local      Repouso
indicado pela empresa aérea. A apresentação no aeroporto não              O repouso terá a duração diretamente relacionada ao tempo da
deverá ser inferior a 30 minutos da hora prevista para o início do vôo.   jornada anterior, observando-se os seguintes limites:
A jornada será considerada encerrada 30 minutos após a parada total       12 horas de repouso, após jornada de até 12 horas,
dos motores.                                                              16 horas de repouso, após jornada de mais de 12 horas até 15 horas,
Duração                                                                   24 horas de repouso, após jornada de mais de 15 horas.
A duração da jornada de trabalho do aeronauta será de:                    Quando ocorrer o cruzamento de três ou mais fusos horários em um
11 horas, se integrante de uma tripulação mínima ou simples,              dos sentidos da viagem, o tripulante terá,
14 horas, se integrante de uma tripulação composta,                       na sua base, o repouso acrescido de 2 horas por fuso cruzado.
20 horas se integrante de uma tripulação de revezamento.                  Folga Periódica
Limites                                                                   É o período de tempo não inferior a 24 horas consecutivas em que
Os limites da jornada de trabalho de qualquer tripulação poderão ser      o aeronauta, em sua base contratual, sem prejuízo de remuneração,
ampliados em 60 minutos a critério exclusivo do Comandante em             está desobrigado de qualquer atividade relacionada com seu
casos de imperiosa necessidade e deverá ser comunicada ao                 trabalho. A folga deverá ocorrer, no máximo após o 6º período
empregador em 24 horas após a viagem a qual submeterá à                   consecutivo de até 24 horas à disposição do empregador, contado a
apreciação do Comando da Aeronáutica em 15 dias.                          partir de sua apresentação, observados os limites estabelecidos para
Tripulações simples, o trabalho noturno não deverá exceder a 10           jornada                          e                          repouso.
horas. Quando em horários mistos, assim entendidos os que                 O número de folgas deverá ser de, no mínimo, 8 períodos de 24
abrangem diurnos e noturnos, a hora de trabalho noturno será              horas por mês, sendo que 2 desses períodos deverão ser
computada como 52 minutos e 30 segundos.                                  consecutivos (2 períodos de 24 horas: coincidir com sexta/sábado,
A duração do trabalho do aeronauta, computados os tempos de vôo,          sábado/domingo ou domingo/segunda. É a chamada folga social. A
de serviço em terra durante a viagem, de reserva e de 1/3 do              folga só terá início após a conclusão do repouso da jornada.
sobreaviso não deverá exceder a 60 horas semanais e 176 horas             Remuneração
mensais.                                                                  Não se consideram integrantes da remuneração, as importâncias
Viagem                                                                    pagas pela empresa a título de ajuda de custo, assim como as
É o trabalho realizado pelo tripulante, contado desde a saída de sua      diárias de hospedagem, alimentação e transporte.
base até o regresso à mesma. Uma viagem pode compreender uma ou           Considera-se vôo noturno o realizado entre o pôr e o nascer do sol
mais jornadas.                                                            e para razão de remuneração, é contada a razão de 52 min e 30
É facultado ao empregador fazer com que o tripulante cumpra               segundos.
uma combinação de vôos, passando por sua base, sem ser                    Alimentação
dispensado de serviço ou chegue de um vôo e continue em outro             A alimentação assegurada ao tripulante será:
não programado, a isto chamamos complementação de vôo.                    Quando em terra e após a parada dos motores, terá a duração
Ocorrendo o regresso da viagem de uma tripulação simples entre            mínima       de      45     e    máxima      de      60     minutos.
23:00 e 06:00 horas, tendo havido pelo menos 3 horas de jornada, o        Quando em vôo, será servida com intervalos máximos de 4 horas
tripulante não poderá ser escalado para trabalho dentro desse espaço      Os intervalos para alimentação não serão computadas na duração
de tempo no período noturno subseqüente.                                  da jornada de trabalho.
Sobreaviso                                                                Férias
Também chamado de Prontidão ou Stand-by, é o período de tempo             As férias anuais do aeronauta serão de 30 dias corridos, não
não excedente há 12 horas, em que o aeronauta permanece em local          podendo o aeronauta dividir esse tempo em vários períodos. A
de sua escolha à disposição do empregador, devendo apresentar-se ao       concessão será por escrito, com antecedência mínima de 30 dias,
aeroporto ou local determinados, até 90 minutos após receber              devendo         assinar       a        respectiva        notificação.
comunicação para início de nova tarefa.                                   Escala de Serviço
O número de sobreavisos que o aeronauta poderá concorrer não              A determinação para a prestação de serviço dos aeronautas por
deverá      exceder     a     2     semanais     ou     8      mensais.   parte da Escala deve ser no mínimo semanal, divulgada com
Reserva                                                                   antecedência mínima de 2 dias para a primeira semana de cada mês
É o período de tempo em que o aeronauta permanece, por                    e 7 dias para as semanas subseqüentes. Quando da necessidade de
determinação do empregador, em local de trabalho, a sua disposição.       renovar os certificados de capacidade técnica e física o aeronauta
Para aeronautas de empresas de transporte aéreo regular não deverá        deverá informar a Escala com antecedência de 60 dias.
exceder 6 horas. Caso o período da reserva seja superior a 3 horas a      Transferências
empresa deverá assegurar acomodações adequadas para o descanso.           É dividida em:
Do Limites de Vôo e de Pouso                                              Provisória: é o deslocamento do aeronauta de sua base, por período
                                                                          mínimo de 30 dias e não superior a 120 dias, para prestação de
serviços temporários, sem mudança de domicílio, à qual retorna tão     Secretariado – Corpo funcional e jurídico, seus departamentos
logo cesse a                                                           executantes são: Navegação aérea, Transporte aéreo, Jurídico,
incumbência que lhe foi cometida;                                      Assistência técnica/Administrativa e Serviços.
Permanente: é o deslocamento do aeronauta de sua base, por período     Conselho – É um dos órgãos permanentes da OACI composto por
superior    a   120 dias, com mudança              de   domicílio.     33 membros atualmente divididos em 3
Após cada transferência provisória, o aeronauta deverá permanecer      grupos, sendo que o Brasil se encontra no 1º Grupo.
em        sua      base      pelo       menos       180       dias.    São objetivos da ICAO ou OACI: incentivar o desenvolvimento
                                                                       técnico, assim como aerovias (rotas),
Na transferência permanente serão assegurados ajuda de custo,          aeroportos e satisfazer as necessidades dos povos como transporte
transporte                     aéreo                   (bagagens).     seguro.
O aeronauta deverá ser notificado pelo empregador com antecedência     Documentos
mínima de 60 dias na transferência permanente e 15 dias na             Desde a sua criação, a OACI ou ICAO tem desempenhado a função
provisória.                                                            de padronizar regras com o objetivo de alcançar maior segurança e
                                                                       eficiência na Aviação Civil Internacional. Para tanto é necessário
_______________________________________________________                emitir                      alguns                     documentos.
_____________________                                                  Anexos
                                                                       Os principais são:
Sistema de Aviação Civil - SAC                                         Anexo 1 – Licenciamento de pessoal
                                                                       Anexo 5 – Unidades de medidas
                                                                       Anexo 6 – Operação de aeronaves
Introdução
                                                                       Anexo 7 – Marcas de nacionalidades e matrículas
Imagine o grau de dificuldade para uma aeronave comercial
                                                                       Anexo 12 – Busca e salvamento
cumprindo uma linha aérea internacional utilizar grande variedade de
auxílios à navegação e de cartas aeronáuticas sem nenhuma              Anexo 13 – Investigação de acidentes aéreos
                                                                       Anexo 17 – Seqüestro
padronização. Com certeza a concretização dessa hipótese tornaria o
transporte aéreo internacional economicamente inviável e com baixo     PANS
                                                                       Significa Procedure Air Navigation Service ou em português
nível de segurança.
                                                                       procedimentos para os serviços de navegação, contém assuntos
                                                                       referentes ao controle de tráfego aéreo, comunicação, meteorologia
Em 1919 teve início do transporte aéreo regular.                       e                operação                de              aeronaves.
                                                                       SUPPS
Convenção                                                              Semelhantes aos PANS, porém sua aplicação está limitada a uma
São documentos internacionais multilaterais para ajustes,              determinada          região        de       navegação         aérea.
determinações que, bastante generalizadas, definem padrões entre       CLAC
países.                                                                Significa Comissão Latino Americano de Aviação Civil (tem
Principais convenções e conferências:                                  caráter pública) e está ligada a OACI ou ICAO com sede em Lima
De Paris: em Versalhes 1919 também chamada de convenção da paz.        no Peru
- Criação da Liga das Nações, futura ONU – criação da Comissão         IATA
Internacional de Navegação Aérea CINA,                                 Foi fundada em 1945, em Cuba, é uma associação de empresas
futura OACI.                                                           aéreas que hoje tem sua sede na cidade de Montreal no Canadá,
- Formação do Direito Aeronáutico e desenvolvimento da Aviação         portanto uma instituição privada que cuida dos interesses de seus
Civil.                                                                 sócios afiliados. Em inglês IATA significa International Air
- Correntes espaço aéreo: Inglesa: Soberania do Estado - Francesa:     Transport Association.
Livre circulação                                                       Seus objetivos principais é criar meios necessários para a
1º Teoria da liberdade do espaço aéreo (Francesa)                      colaboração entre as empresas aéreas, atuar perante os governos e
2º Teoria da liberdade restrita do espaço aéreo (Inglesa)              cooperar com a OACI ou ICAL. A estrutura da IATA é composta
3º Teoria das zonas de ar territorial (Francesa/Inglesa)               por um comitê executivo eleito um mandato de 3 anos. É integrado
4º Teoria da Soberania (Inglesa – Obs: Adotada até hoje)               por 21 Presidentes de Empresas Aéreas. Há também os comitês:
Ibero-Americana de navegação aérea: Em 1926 Madri Espanha,             jurídico, financeiro, comercial e técnico.
regula primeiros vôos entre Espanha e América                          AITAL
Latina.                                                                Associação Internacional de Transporte Aéreo Latino Americano,
Convenção de Havana: Em 1928 Cuba, principal objetivo tratar dos       tem caráter privado e representa os interesses da empresas aéreas
direitos                       comerciais                    aéreos.   Latino Americanas, tais como Varig, Lan Chile.
Convenção de Varsóvia: Em 1929, procurou disciplinar a                 CERNAI
responsabilidade do transportador por danos ocasionados, bem como      Comissão de estudos relativos à navegação aérea internacional,
padronizar a forma dos documentos, bilhetes e passagens aéreos e       subordinado ao DAC e tem a finalidade de estudar, planejar,
unificar                                                     regras.   orientar e coordenar os assuntos relativos à aviação civil
Convenção de Chicago: Em 1944, com a presença de 52 países,            internacional, que via de regra pode ser feita via FORMAL,
inclusive o Brasil foi assinada o novo ordenamento jurídico para a     mediante assinatura ou INFORMAL mediante autorização de
Aviação Civil em substituição à convenção de Paris. O Princípio de     ambas as partes. Os principais problemas trabalhados pela
Soberania foi mantido, é a mais importante convenção de aviação        CERNAI estão: acordos aéreos internacionais, interesses
feita até hoje. Criação da ICAO (em substituição da antiga CINA de     econômico-geográficos, deregulation, ações unilaterais, ações não
1919).                                                                 ortodoxas por parte de empresas aéreas, altos interesses
ICAO ou OACI                                                           financeiros, evolução tecnológica, restrição da capacidade de
ICAO - International Civil Aviation Organization em Inglês ou          passageiros, restrição ao tráfego de quinta liberdade, a ser visto a
OACI – Organização Aeronáutica Civil Internacional em Português.       seguir.
Teve sua fundação em 1947, com sede em Montreal no Canadá. É
uma agência especializada da ONU (pública) e possui:                 Liberdades da utilização do espaço aéreo, principais são:
Assembléia – 186 membros reúnem a cada 3 anos.                       1º – Apenas sobrevoar (direito de sobrevôo)
2º – Apenas pousar sem fins comerciais (escala técnica)                    (Instituto Tecnológico da Aeronáutica) trabalha com formação de
3º – Desembarcar PAX embarcados no país de origem da aeronave              pessoal          com          destino           ao         CTA.
4º – Embarcar PAX com destino para o país de origem da aeronave            IPV: Instituto de Proteção ao Vôo, localizada em São José dos
5º – Desembarcar e Embarcar PAX de ou para qualquer destino                Campos junto às dependências do CTA é destinado à formação e
6º – Desembarcar e Embarcar PAX de ou para qualquer destino                aperfeiçoamento de pessoal técnico voltado para área da proteção
desde que efetue escala intermediária no país de bandeira da               ao                                                          vôo.
aeronave
7º – Desembarcar e Embarcar PAX de ou para qualquer destino sem            Vinculados ao Comando da Aeronáutica encontram-se ainda as
a necessidade de efetuar escala intermediária no país de bandeira da       Empresas:
aeronave (vôo direto)                                                      CELMA: Companhia Eletromecânica, especializada na revisão de
8º – Cabotagem (vôos regionais)                                            motores.
                                                                           EMBRAER: Empresa Brasileira de Aeronáutica, Projetora e
Sistema de aviação civil decreto nº 65.144 de 12 de Setembro de            construtora de aviões civis e militares, considerada uma das
1969.                                                                      maiores do mundo.
Parágrafo 1º - Os encargos de órgão central do sistema são                 INFRAERO: Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária,
desempenhados pelo DAC.                                                    Empresa pública destinada a administrar, comercial e
Parágrafo 3º - Elos executivos: Companhias aéreas, aviões                  industrialmente a infra-estrutura aeroportuária brasileira. Sede em
particulares, aeroclubes e escolas, indústria aeronáutica (Embraer),       Brasília (DF).
departamento aeroviários dos estados, empresas de serviços                 Navegação
especializados e de manutenção aeronáutico.                                Introdução
Comando da aeronáutica                                                     A partir de determinado ponto geográfico se pode obter sua posição
Principais órgãos e suas respectivas funções:                              no globo terrestre (o que fundamental para que as equipes de regate
DIRSA: Diretoria de Saúde da aeronáutica, realiza através do               por exemplo). Para tanto é necessário o estudo dos fusos horários e
CEMAL (Centro de Medicina Aeroespacial) a seleção e o controle             os pontos mais significativos para navegação tais como: tempo,
médico periódico do pessoal aeronavegante.                                 distância, posição e orientação.
DAC: Departamento de Aviação Civil, atribuição primordial a                Orientação
consecução dos objetivos da política aeroespacial da Aviação civil,        Pontos Cardeais: quando nos guiamos na direção dos meridianos
pública e privada; estudando, incentivando a formação de recursos          pólo norte (N 360º) ou pólo sul (S 180º) e ou paralelos para o oeste
humanos, coordenando e controlando a infra-estrutura aeroportuária.        (W 270º) ou para o leste (E 90º).
Sua estrutura é composta por quatro sub-departamentos, a saber:            Pontos Colaterais: nordeste (NE 45º), sudeste (SE 135º), Sudoeste
SPL – Sub-Departamento de Planejamento: (Ex. Estudo de                     (SW 225º) e Noroeste (NW 315º).
concessão                de                linhas               aéreas).   Subcolaterais: intersecção dos pontos cardeais e colaterais
STE – Sub-Departamento Técnico: (Ex. Emissão de licenças e                 Esses pontos formam a Rosa dos Ventos, onde o sentido horário é
certificados            de              habilitação            técnica).   da esquerda para a direita. O sol como meio de Orientação: Ao
SOP – Sub-Departamento de Operações: (Ex. Investigação e                   estendermos nosso braço direito para o lado em que nasce o sol,
prevenção               de               acidentes              aéreos).   teremos a frente o N, à direita o E, as costas o S e a esquerda o W.
SIE – Sub-Departamento de Infra-estrutura: (Ex. Administração de           Tipos de Navegação
infra-estrutura                                          aeroportuária).   Visual, Praticagem ou por Contato: Consiste em determinar a
SERAC: Serviços Regionais de aviação Civil, tem a atribuição de            posição e orientação de uma aeronave por intermédio de
executar diretamente ou assegurar a execução das atividades                referências visíveis na superfície terrestre, tais como: cidades, rios,
relacionadas com aviação civil dentro de sua área de jurisdição.           estradas, pontes, etc. O instrumento são os olhos.
SAC: Seção de Aviação Civil, é responsável pela fiscalização, conta        Estimada: Determina-se através de uma última posição conhecida
com apoio da polícia federal, vigilância sanitária. Todo aeroporto que     através da associação de vários instrumentos como os Olhos, a
não contar com um SERAC haverá certamente uma SAC.                         Bússola, o Relógio e o Velocímetro, sendo assim o principal tipo
INPAC: Inspetor de Aviação Civil, é um funcionário civil ou militar        de                         navegação                         utilizada.
ligado ao DAC que realiza fiscalização a bordo das aeronaves como          Rádio (Radio Goniometria): Piloto se orienta unicamente pelas
nas dependências das empresas aéreas com o objetivo de certificar          ondas         de         rádio,       calculadas         manualmente.
capacidade de segurança dos mesmos.                                        Eletrônica: O Computador interpreta as ondas de rádio, neste caso
IAC: Instituto de Aviação Civil, é responsável pela instrução técnica      o piloto fica apenas observando se o computador esta calculando
especializada.       Dispõe        dos         seguintes      divisões:    corretamente.
SDA – Gerenciar recursos financeiros;                                      Astronômica: Neste processo é fundamental o conhecimento
DIP – Divisão de instrução técnica;                                        profundo de astronomia, utilizando equipamentos tal como o
DPT – Divisão de pesquisa de transporte aéreo e da infra-estrutura         sestante, observando a posição de 54 estrelas na Abóboda Celeste
aeroportuária;                                                             “céu”, onde a noite se guia pelas constelações e durante o dia pelo
DNP – Divisão de Normas e Publicações                                      Sol.
DECEA: Departamento de Controle do Espaço Aéreo, é responsável             Satélite: Posição obtida através de sinais recebidos por 24 satélites
pela instalação, operação e manutenção de                                  ao redor da terra, sendo um exemplo o equipamento chamado GPS.
órgãos e rede de equipamentos para o controle de tráfego aéreo.            Em toda navegação aérea, temos que ter: o ponto de partida, o
SRPV: Serviço Regional de Proteção ao Vôo, órgão regional,                 destino e a alternativa (especificado no plano de vôo). Para tanto
subordinado ao DECEA, para tratar de assuntos                              temos que ter condições de determinar a todo instante, dois
referentes ao controle do espaço aéreo. Estão sendo substituídos pelo      elementos               fundamentais,               a            saber:
CINDACTA.                                                                  Localização – para verificarmos se a trajetória, até então
CINDACTA: Centro integrado de Defesa Aérea e Controle de                   desenvolvida,                      foi                     satisfatória.
Tráfego Aéreo                                                              Orientação – para darmos continuidade, desenvolver ou alterar a
DTCEA: Destacamento de Controle de Espaço Aéreo, órgão locais              trajetória.
de      proteção     ao     vôo      situados       nos    aeródromos.     Determinada a localização e a orientação, é preciso saber nossa:
CTA: Centro Técnico Aeroespacial, dentre suas atribuições
encontram-se a homologação de equipamentos aeronáuticos. O ITA
Posição – está relacionada ao trajeto previsto, significa questionar-se:      entre o Norte e o eixo longitudinal (nariz) da aeronave.
de     onde      vim,      onde        estou,     para      onde       vou.   Declinação Magnética (DMG)
Direção – é o rumo seguido até então e para onde seguir.                      Ao navegar interessa saber o valor da DMG de uma região que
Distância – é o espaço percorrido ou a percorrer.                             pretenda voar, pois as direções obtidas nos equipamentos de bordo
Tempo – período gasto ou a gastar, é calculado dividindo a distância          são referenciados ao NM (Norte Magnético) e não ao NV (Norte
pela                                                           velocidade.    Verdadeiro) onde conjuntamente com a Rota, Rumo e Proa temos:
Unidades de medida de distância                                               P
Distância: É a medida do espaço compreendido entre dois pontos                R
considerados. Em navegação aérea é sempre medida em linha reta                NV
entre pontos.                                                                 PV
Altura: é a medida do espaço entre um ponto no espaço (céu) e o um            RV
plano      de     referência      no      sentido      vertical     (solo).   NM
Altitude: é a medida do espaço entre o ponto no espaço e o nível              PM
médio                  do                   mar                   (NMM).      RM
Elevação: idem a altitude, só que deve-se considerar o espaço entre           Legenda: NV = Norte Verdadeiro; NM = Norte Magnético; P =
um              plano                e              o              NMM.       Proa; R = Rumo.
Para medir distâncias na vertical (altitudes, alturas e elevações)            Fusos Horários
utilizamos         pé        (ft)         ou         metro.         Onde:     Hora UTC (Universal Time Coordenate, antigo GMT): é a hora
1000 FT = 304,8 m                                                             da aviação, utilizada pelos controladores de vôo e pilotos. Ex:
1NM = 1,852 Km                                                                12:00 Z (É computada no meridiano de Greenwich e válida para
1NM = 1.852 m                                                                 qualquer ponto na superfície terrestre, ou seja, a mesma para Japão,
1 ST(MT) = 1,609 Km                                                           Brasil, EUA, etc. Recebe uma letra designativa Z, zulu em fonia).
1 ST(MT) = 1.609 m                                                            Hora da Zona (HZ): é a hora tomada no fuso central. Estas zonas
1º = 60 NM                                                                    são em número de 24 e os meridianos centrais são: 000º, 015º,
1Km = 1000 m                                                                  030º, 045º, 060º, 075º, 090º, 105º, 120º, 135º, 150º, 165º, 180º, E e
Legenda: NM = Milhas Náuticas; ST = MT Milhas Terrestres; FT =                W.
Pés; m = Metros.                                                              Hora Legal (HLE): é a hora adotada por um país como sendo a
Unidades de medida de velocidade                                              sua referência para as suas atividades (militar, econômica, social,
1 NM/H – 1 KT                                                                 política, dia-a-dia...).
1MPH – 1 ST(MT)/H                                                             Hora Local (HLO): é a hora correspondente especificamente à
10 NM/H – 10 KT                                                               hora medida em meridiano de longitude. O Brasil possui 4 HLO: O
10MPH - 10 ST(MT)/H                                                           +2; P +3; Q +4; R +5.
100 NM/H – 100 KT                                                             Quando somamos a hora legal (HLE) de um país com a descrição
100MPH – 100 ST(MT)/H                                                         da zona (+ ou -) um nº de 1 a 12, obtemos a hora UTC. UTC =
Legenda: NM/H = Milhas náuticas por hora; ST (MT)/H = Milhas                  HLE + (FUSO).
Terrestres por hora                                                           Datum Line ou Linha Internacional de Data: é uma linha
Um giro ao redor da Terra equivale a 21.600 NM.                               imaginária utilizada por convenção, para separar fusos horários. É
Noções sobre a Terra                                                          o antimeridiano do Meridiano de Greenwich (em outras palavras
A Terra está animada de dois movimentos principais, a considerar:             meridiano 180º).
Rotação: Movimento da Terra em torno do eixo polar no sentido                 ______________________________________________________
anti-horário ou ainda de Oeste (W) para Este (E), originando uma              _________
unidade natural de tempo chamado de dia e noite.                              Meteorologia
Translação: Movimento que a Terra realiza em torno do Sol no                  Introdução
período de um ano. Determina os anos e as estações.                           Meteorologia é a ciência que estuda a atmosfera, seus fenômenos e
Dia Solar                                                                     atividades. Ela é importante na aviação para proporcionar
Verdadeiro: O Sol “ocupa” um ponto 2 vezes, a Terra completa um               segurança e economia aos vôos.
giro                               de                                 361º.   Atmosfera Terrestre
Civil: É a hora do relógio, a Terra completa 360º em torno do Sol.            A atmosfera é uma massa de ar gasosa que envolve o globo
Equivale dizer que a translação se dá em 365 dias e 6 horas civis.            terrestre.      Sua      composição         se       divide       em:
Coordenadas Geográficas
Latitude (Paralelo): É o endereço numérico dos círculos máximo e              Ar seco
menores. Separado o globo entre Norte e Sul pela linha do Equador.            Ar saturado
Longitude (Meridiano): Separa o globo entre Oeste e Leste, através            78 % Nitrogênio
do Meridiano de Greenwich e 180º (também conhecido como Datum                 75 % Nitrogênio
Line ou Linha Internacional de Data).                                         21 % Oxigênio
Ponto geográfico                                                              20 % Oxigênio
É um ponto, na superfície terrestre, formado pela intersecção de um           1 % Outros gases
paralelo e um meridiano. Para podermos expressar este ponto                   1 % Outros gases
precisamos determinar dois ângulos:                                           4 % Vapor de água
Latitude: formada pelo plano do Equador e o plano de um paralelo.
Longitude: formado pelo plano do meridiano de Greenwich e o                   Camadas da Atmosfera
plano de um meridiano.                                                        Troposfera: é a mais baixa camada, sua principal característica é o
Ex. Latitude 00º12’S // Longitude 130º14’W                                    gradiente térmico que é a variação da temperatura decrescendo 2°
Rota – Rumo – Proa                                                            C a cada 1000 pés (FT), nos pólos varia de 7 a 9 Km do chão, e no
Rota: linha reta que liga o ponto A ao ponto B. Exemplo: SP – RJ.             equador varia de 17 a 19 Km do chão.
Rumo: direção da rota ou ainda, ângulo formado entre o Norte e a              Tropopausa: essa camada só é considerada na aviação, é uma
linha              da              rota.              Ex:               RJ    camada fina de 3 a 5 km, e sua característica é a isotermia.
Proa: é o rumo corrigido para o vento ou ainda, ângulo formado                Estratosfera: é a camada onde há difusão de luz, na sua parte
superior           está              a        camada       de     ozônio.    Quanto a Estrutura Física são divididas em:
Ionosfera: é a camada cuja característica é a ionização, ótima               Líquidas: são as nuvens baixas, 2 km acima da superfície terrestre.
condutora de eletricidade. Começa a absorção dos raios solares.              Possuem água e são exemplo as nuvens ST (Stratus) e SC
Exosfera: é uma camada extremamente rarefeita, e é a última                  (Stratocumulus).
camada.                                                                      Mistas: são as nuvens médias, 2 a 8 km. Possuem água e pedras de
Atmosfera Padrão                                                             gelo e são a AC (Altocumulus), AS (Altostratus) e NS
A atmosfera padrão apresenta os seguintes conceitos:                         (Nimbostratus)
Ar: seco e puro                                                              Sólidas: são as nuvens altas, 6 a 18 km. Possuem pedras de gelo e
Nível do mar: valor médio da Terra (fixo e constante)                        são CI (Cirrus), CC (Cirrocumulus) e CS (Cirrostratus).
Altitude: é a distância vertical que separa um ponto no espaço, do           Desenvolvimento Vertical: São as mais perigosas para a aviação e
nível do mar.                                                                são CU (Cumulus), CB (Cumuloninbus) e TCU (Grandes
Altura: é distância vertical que separa um ponto no espaço da                Cumulus).
superfície do solo                                                           Quanto ao Aspecto Físico são divididas em:
Nível: qualquer superfície paralela à superfície do mar                      Estratiforme: nuvens de desenvolvimento na horizontal e pouca
Latitude: 45°                                                                espessura.
Pressão do nível do mar: 1013.2 hPa (14.7 psi)                               Cumuliforme: nuvens de desenvolvimento na vertical e blocos
Temperatura do nível do mar: 15° C                                           isolados.
Gradiente vertical térmico: 0,65º C/ 100m, 2° C / 1000 pés (FT)
Temperatura                                                                  Quanto ao Estágio de Formação são divididas em:
A condição normal da atmosfera é a temperatura decrescer com a               Nevoeiro
altitude. Quanto à propagação de calor, podemos dizer que existem 4          O Nevoeiro ou neblina é uma nuvem que está em contato com a
processos principais:                                                        superfície, causa uma perca da visibilidade. Para se formar a
Radiação: o calor é transmitido por raios solares à distância                umidade relativa do ar tem que ser igual a 100 % / ar saturado, e se
Condução: é a troca de calor molécula por molécula, por contato.             considera um nevoeiro quando a visibilidade é prejudicada a menos
Convecção: transporte de calor no sentido vertical são correntes de          de 1000 m. São Tipos de Nevoeiro:
troca de ar, quando o ar esquenta ele sobe e                                 Radiação: é formado quando a superfície terrestre se resfria,
quando fica frio desce.                                                      ocorre durante a noite, geralmente com céu claro.
Advecção: é igual á convecção, mas o calor é transmitido no sentido          Advecção: é formado pelo deslocamento do ar quente e úmido
horizontal.                                                                  sobre superfície de terra ou água mais fria, podendo ter as seguintes
Pressão Atmosférica                                                          denominações:
É a soma de todas as pressões parciais dos elementos componentes             Marítimo – se forma sobre o mar
da atmosfera, sendo sua força exercida em todos os sentidos. O               Brisa – forma-se no litoral
instrumento utilizado para medir é o barômetro.                              Orográfico – se forma na montanha
Umidade na atmosfera                                                         Vapor – forma-se nos rios e lagos
A água pode ser encontrada em três estados: gasoso, líquido e sólido.
Abaixo segue gráfico ilustrativo do ciclo da água em seus estados:           Atmosfera em Equilíbrio
Tipos de Precipitação:                                                       Ar Instável: com turbulência, pelas nuvens formadas na vertical
Líquida - Chuva / chuvisco                                                   (CB / AC / CC...).
Sólida - Neve / granizo                                                      Ar Estável: sem turbulência, pelas nuvens formadas na horizontal
Geada / orvalho (sereno) / nevoeiro (neblina) - não cai como chuva,          (ST/ AS / CS...).
se formam na superfície.                                                     Turbulência
Umidade Relativa (UR): É a relação entre a quantidade de vapor de            Turbulência é fruto da agitação vertical do ar que atua em uma
água presente no ar e a quantidade máxima que o ar pode conter a             aeronave em vôo, causando movimentos ascendentes e
uma dada temperatura, expressa em porcentagem. A UR varia de 0 %             descendentes tornando o vôo desagradável e exigindo esforços
a 100 %, Higrômetro é o aparelho que mede a umidade do ar. Vapor             estruturais da aeronave. São tipos de turbulência:
de        água            varia           de     0       %    a       4%.    Mecânica ou de Solo: turbulência causada pelo atrito do vento em
Ventos                                                                       superfície irregular (ar desviando dos obstáculos no solo).
É um movimento horizontal do ar provocado por uma diferença de               Orográfica: acontece quando se cruza uma montanha e as
temperatura que por sua vez provoca uma diferença de pressão                 correntes de ar estão se deslocando dos obstáculos, barlavento
atmosférica.                                                                 quando o vento flui contra as encostas e sotavento após as encostas
1015 hPa...............................1015 hPa                              formando              uma             onda            no            ar.
Não existe vento (ar em repouso ou calmo)                                    Térmica ou Convectiva: surge com o aquecimento da superfície,
1018 hPa.............-->..............1014 hPa                               formando correntes ascendentes e descendentes. Atingem mais
Existe vento para equilibrar a pressão                                       aeronaves de pequeno porte.
O vento flui pela diferença de pressão; sempre flui da maior pressão         Dinâmica ou Frontal: turbulência causada pelas frentes.
para a menor pressão; e quanto maior a diferença de pressão maior a          De Céu Claro (C.A.T.): são correntes de ar com velocidade de
velocidade do vento.                                                         150 Kt e saindo dessa corrente a velocidade do ar diminui,
As características do vento são:                                             causando um desequilíbrio no avião.
Direção: é da onde vem o vento. (ex: vento leste)                            Por Cortante de Vento (Windshear): turbulência com mudança
Velocidade: é medida em knots (Kt)                                           brusca da direção e ou velocidade do vento, tem chuva e correntes
Camada de Atrito: é a camada onde os obstáculos modificam a                  de ar fortes, as rajadas de vento é de cima para baixo, pode ser
direção e ou a velocidade do vento, essa camada vai até 600m e até           detectada                         por                       aparelhos.
seus primeiros 100m esse movimento acontece com maior                        Massa de Ar
freqüência,                é              a         mais       turbulenta.   É um grande volume de ar que apresenta a mesma característica
Nuvens                                                                       física uniformes no sentido horizontal, tais como temperatura e
As nuvens são ótimas indicadoras de tempo. Para o piloto, o                  umidade e cobre um grande território, se for massa de ar fria fará
conhecimento dos tipos de nuvens será útil para a visualização das           frio no local coberto por ela, e se for massa de ar quente fará calor.
condições de tempo.
Frente                                                                      Formar e credenciar, elementos humanos para procederem às
É a linha imaginária que separa duas massas de ar, a frente indica          investigações de acidentes ou incidentes aeronáuticos, ou que
mal tempo, chuva. Ela que traz a massa de ar. São tipos de Frente:          possam colaborar na sua prevenção.
Frente Fria: quando a massa de ar fria se desloca empurrando a              Filosofia do SIPAER
massa de ar quente. No hemisfério sul desloca-se de Sudoeste (SW)           - Todos os acidentes resultam de uma seqüência de eventos e nunca
para o Nordeste (NE).                                                       de uma causa isolada,
Frente Quente: quando a massa de ar quente desloca a massa de ar            - Todo acidente tem um precedente,
fria. No hemisfério sul desloca-se do Noroeste (NW) para o Sudeste          - Todos os acidentes podem ser evitados,
(SE).                                                                       - A prevenção de acidentes é uma tarefa que requer mobilização
Frente Estacionária: é quando a frente para, não se desloca.                geral (é de responsabilidade de todos),
Frente Oclusa: é o encontro de duas frentes.                                - O propósito da prevenção de acidentes não é restringir a atividade
Trovoadas                                                                   aérea, mas sim, estimular seu desenvolvimento com segurança,
É causada pela nuvem CB. Suas Fases de Desenvolvimento são:                 - Os proprietários, presidentes, diretores, e comandantes de
Cumulus: etapa com predominância de correntes ascendentes de ar.            aeronaves, são os principais responsáveis pelas medidas de
Maturidade: tem correntes ascendentes e descendentes de ar, é a             segurança,
fase mais perigosa, onde tem os travões, relâmpagos e granizo.              - Segurança de vôo não é um ato egoísta,
Dissipação: etapa com predominância de correntes descendentes de            - Reportar incidentes é prevenir acidentes,
ar.                                                                         - A segurança de vôo é um processo contínuo, onde homens com o
Tipos de Trovoadas:                                                         mesmo ideal, conscientes e em ação, procuram atingir e garantir
Convectivas ou termais: são formadas por convecção, calor.                  seus ideais, dentro da mais perfeita e harmoniosa cooperação,
Orográficas: são formadas coladas a barlavento das grandes                  - Se é verdade que nada é perfeito, também é verdade que tudo
montanhas, geralmente intensas e de topos elevados.                         pode ser melhorado.
Dinâmicas ou Frontal: são formadas pelas frentes, as de frente fria
são                           mais                           intensas.      No âmbito do Departamento de Aviação Civil (DAC), uma das
Formação de Gelo                                                            atividades do SIPAER é desempenhada pela Divisão de
O gelo acumulado sobre uma aeronave acarreta excesso de peso,               Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (DIPPA),
altera o perfil aerodinâmico e reduz a velocidade em vôo. É formado         que é responsável nas investigações dos acidentes ocorridos
com água presente e temperatura abaixo de 0º C e apresenta-se sob           com aviões ou helicópteros de empresas aéreas, brasileiras ou
três                                                         aspectos:      estrangeiras de transporte aéreo regular.
Claro ou cristal: tipo mais perigoso por ser aderente. É comum em           Nos respectivos SERAC encentram-se às Seções de Investigação e
nuvens Cumuliformes (ar instável) e predominam entre 0° a -10° C.           Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SIPAA) responsáveis pela
Amorfo, opaco ou escarcha: é mais leve e menos aderente.                    investigação de acidentes com aviões ou helicópteros de transporte
Predomina em nuvens Estratificadas entre de 0° a -10° C, ar estável,        não regular ou da Aviação Geral.
e de -10° a -20° C, ar instável (nuvens Cumuliformes).                      Abaixo segue diferença entre acidente e incidente aeronáutico e
Geada: são cristais de gelo, formados por sublimação, passagem              cadeia de elaboração de relatório de acidente aeronáutico na
direta do gasoso (vapor da água) para o sólido.                             aviação regular e geral:
Segurança de Vôo                                                            Acidente Aeronáutico
Introdução                                                                  Toda ocorrência relacionada com a operação de uma aeronave,
Assim como os riscos têm estado presentes desde o vôo da primeira           ocorrida entre o período em que uma pessoa nela embarca com a
aeronave, a prevenção de acidentes vem evoluindo juntamente com a           intenção de realizar um vôo, até o momento que desembarca e
própria aviação, uma vez que sua finalidade é garantir a aeronave um        durante o qual, pelo menos uma das situações ocorra:
crescente grau de confiabilidade, seja como meio de transporte ou no        - Lesão grave ou morte, ou ainda internamento hospitalar de até ou
desporto.                                                                   mais de 30 dias,
Segurança de Vôo em Nível Internacional                                     - A aeronave sofra grandes danos ou falhas estruturais,
Para enfatizar a importância de revisão contínua dos regulamentos a         - Quando a aeronave seja considerada desaparecida.
OACI, órgão da ONU emite documentos formais conhecidos como                 Aviação Regular: DIPPA -> DAC -> CENIPA
“Anexos à Convenção”, que estabelecem:                                      Aviação Geral: SIPAA (OSV) -> SERAC -> DAC -> CENIPA
Práticas Recomendadas: para segurança e regularidade da aviação.            Incidente
Padrões Recomendados: obrigações dos estados contratantes em                É a ocorrência que afeta ou possa afetar a segurança da operação,
executá-las.                                                                servindo apenas com experiência colhida pelo explorador ou
                                                                            proprietário da aeronave. Esses fatos deverão ser levados ao
O anexo 13 da OACI trata da uniformidade dos procedimentos                  conhecimento do CENIPA ou DAC, através do preenchimento de
relativos à notificação, investigação e transcrição de acidentes            um Relatório: de Perigo (RELPER), de Incidentes (RELIN) ou de
aeronáuticos.                                                               Ocorrência no Solo (RELOS).
                                                                            A própria empresa se encarrega de realizar o trabalho de
Segurança de Vôo em Nível Nacional                                          investigação através do Agente de Segurança de Vôo (ASV) ou
Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos               Elemento Credenciado (EC)
(SIPAER)                                                                    Elementos Humanos do SIPAER
No Brasil nos acidentes aéreos buscavam sempre a apuração de                Oficiais de Segurança de Vôo (OSV): Geralmente militares ou
responsabilidades e culpados através de Comissões de Inquéritos             das forças auxiliares (exemplo: bombeiro) que concluíram os
Sumários. Ao passar do tempo teve início a pesquisa dos seguintes           módulos de “Investigação e Prevenção”.
aspectos, relacionados a um acidente decorrente da atividade                Agentes de Segurança de Vôo (ASV): Idem ao item anterior.
aeronáutica: Fatores Humanos, Fatores Materiais, Fatores                    Elemento Credenciado (EC): Idem ao item anterior
Operacionais.                                                               Tipos de Relatórios
Finalidades do SIPAER                                                       De Perigo (RELPER): É o documento formal que possibilita
Planejar, orientar, coordenar, executar e fiscalizar, todas as atividades   qualquer pessoa a levar as autoridades competentes situações ou
de investigação e prevenção de acidentes aeronáuticos.                      fatos potencialmente perigosos para a aviação.
Atividades do SIPAER
De Incidente (RELIN): Documento formal resultante da coleta e da          - Check dos assentos e cintos de segurança dos comissários e
análise dos fatos, dados relacionadas a um incidente aeronáutico. A       passageiros.
cópia para o CENIPA é de 60 dias e o grau do sigilo é Reservado.          Programa de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (PPAA)
De Ocorrência no Solo (RELOS): Referem-se a ocorrências                   Toda empresa aérea de transporte aéreo regular, escolas de aviação
envolvendo aeronaves não havendo intenção de vôo. O prazo da              etc são obrigadas a elaborar o PPAA (Programa de Prevenção de
cópia e grau de sigilo são iguais ao do RELIN.                            Acidentes Aeronáuticos), ficando as mesmas passivas de Vistoria
Síntese de Incidente (SI): Destinado a divulgar a conclusão do            de Segurança de Vôo (VSV) em caso de não cumprimento.
COMAER,                            grau                   ostensivo.      A Vistoria de segurança de vôo (VSV) será realizada pela Divisão
Preliminar (RELPRE): Deve ser encaminhado ao DIPAA ou                     de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (DIPAA) e
SIPAA em 10 dias e possui grau de sigilo reservado.                       terá participação de Oficiais de Segurança de vôo e elementos
Relatório de Investigação de Acidentes Aeronáutico (RELIAA):              credenciados, do sub-departamento técnico do departamento de
Apresenta a conclusão da ocorrência e as recomendações de                 aviação civil e do serviço regional de aviação civil da respectiva
segurança que visam à prevenção ou repetição da ocorrência, prazo         região. São dois os tipos de vistoria de segurança de vôo (VSV): às
para EMAER receber o original é de 60 dia e o grau de sigilo é            periódicas                e                às               especiais.
reservado.                                                                Esse programa visa motivar a participação de todos envolvidos na
Relatório Final (RF): destinado a divulgar em 60 dias prorrogáveis        atividade aérea, buscando sensibilizar a percepção da sua
por mais 60 a conclusão oficial do COMAER e as recomendações de           importância e da sua necessidade identificando e eliminando os
segurança, grau de sigilo Ostensivo (aberto).                             pontos de atrito á segurança das operações a qual poderão surgir
Divulgação Operacional (DIVOP): Resumo para divulgação aos                acidentes ou incidentes aeronáuticos. A vigência do PPAA para
elos do SIPAER, grau ostensivo.                                           aviação civil será de 01 ano, sendo de janeiro a dezembro de cada
                                                                          ano      o      período      de      abrangência      ou     duração.
Em 1971 foi criado o Centro de Investigação e Prevenção de                Prevenção de F.O.D (Foreing Object Damage)
Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) que está subordinado                      Danos, acidentes, incidentes, mau funcionamento causado a
diretamente ao Comando da Aeronáutica e pela qual a SIPAER                aeronave ou lesões a pessoas causadas pôr objetos ou matérias
está subordinado. O objetivo principal é o de tornar mais                 estranhos ou perigosos que estejam indevidamente em área de
autônoma, livre de eventuais pressões por qualquer parte, como            operação. Exemplo parafusos na pista de pouso e decolagem.
por exemplo, a de uma empresa aérea envolvida em um eventual              Programa de Conversação da Audição (PCA), combate ao Álcool e
acidente                                                aeronáutico.      Drogas
O CENIPA tem sua constituição e competências definidas em                 Visam conscientizar a todos os envolvidos sobre as implicações na
regulamentos      próprios     sendo     de     sua     competência:      atividade aeronáutica.
- Orientar, normatizar, supervisionar, planejar, executar, fiscalizar,    ______________________________________________________
controlar e coordenar todas as atividades ligadas à investigação e        _________ Emergência e Segurança
prevenção      de     acidentes     e    incidentes     aeronáuticos,     Introdução
- Analisa os relatórios enviados, pêlos vários elos do SIPAER,            Emergência é toda situação anormal que põe em risco a segurança
- Apresenta as soluções das investigações de acidentes aeronáuticos,      da         aeronave         e        de        seus        ocupantes.
- Divulga os relatórios finais no caso de acidentes e incidentes com      O conhecimento da aeronave, familiarização com os equipamentos
aeronaves                da               aviação               civil.    e sua operação, são fundamentais para enfrentar com eficiência
Os destroços de uma aeronave acidentada que não puderem ser               uma                situação              de              Emergência.
removidos deverão ser marcados com tinta na cor amarela, pelos            Tipos                          de                         emergência
proprietários.                                                            Primária: quando a situação de perigo existe ou é iminente.
                                                                          Exemplo:       fogo     a     bordo,     pouso     de     emergência.
Resumo                                                                    Secundária: quando há suspeita ou quando existe visível indicação
Órgão máximo internacional: OACI                                          de uma provável pane. Obs: toda emergência secundária pode
Órgão máximo nacional civil: DAC                                          evoluir para uma primária.
Órgão máximo do SIPAER: CENIPA                                            Boeing 737
O STE (Sub Departamento Técnico) traduz os anexos da OACI e               Lado esquerdo – social
publica os Regulamentos Brasileiros de Homologação Aeronáutica            Lado direito – serviço
(RBHA).                                                                   Cada fileira de poltronas é dotada de uma PSU (Passenger Service
Inspeção de Segurança do Tripulante (Importância do uso do Check-         Unit ou Unidade de Serviço ao passageiro). Possuem também
list                para                os                comissários).   galleys (guarda materiais e refeições) e lavatórios.
Aos comissários compete, observar durante a inspeção, entre outros        8 Saídas de emergência:
itens      e      dependendo        do       tipo     de     aeronave:    - 6 cabine de passageiros (4 portas e 2 janelas sobre as asas)
- A localização dos equipamentos de segurança,                            - 2 cabine de comando (2 janelas)
- Pressão indicada nos manômetros de extintores, cilindros para           Composição da atmosfera
oxigênio, etc,                                                            78 % Nitrogênio – Sob baixa pressão pode causar BENDS
- Integridade, fixação, quantidade, lacres, validade dos equipamentos,    (Aeroembolismo) dores nas articulações devido ao
- Estar ciente do manuseio, cuidado e restrições dos equipamentos,        desprendimento do nitrogênio.
- Observar o funcionamento de sensores de temperatura e de fumaça,        21 % Oxigênio – Ao nível do mar a temperatura padrão é de
- Capacidade do tanque de água,                                           15º decrescendo 2º a cada 1000 pés e a pressão padrão da
- Funcionamento dos sistemas de comunicação, som e vídeo,                 atmosfera é de 14.7 PSI (Pound Square Inches ou Libras por
- Funcionamento das luzes de emergência internas e externas,              Polegada                                                 Quadrada).
- Funcionamento das portas e saídas de emergência,                        1 % Outros Gases
- Funcionamento da trava da porta da cabine de comando,                   Pressurização
- Cortinas recolhidas,                                                    Pressurizar um avião é criar um ambiente artificial onde a pressão e
- Todo material que estiver solto, deve ser guardado em seus devidos      a temperatura sejam compatíveis com a que precisamos para viver
lugares.                                                                  normalmente ao nível do mar.
- Check das PSU, LSU e ASU,                                               O limite fisiológico para uma pessoa é de 10.000 pés, de 10.000 a
                                                                          12.000 pés não são todos que se adaptam, e acima de 12.000 (Zona
de reação compensada) é necessário o uso de oxigênio suplementar.       Kit do médico – equipamento médico-cirúrgico (bisturi, tesoura,
Os aviões são pressurizados a uma altitude - pressão de 8.000 pés.      etc). Caso seja utilizado o chefe de equipe deverá fazer um
A insuficiência de oxigênio nas células do corpo é conhecida como       relatório que inclua todos os dados do PAX e Médico.
HIPÓXIA e apresenta a cada nível de altitude variações na               00 a 50 passageiros = 1 farmácia
velocidade em que ocorre, sendo necessário a utilização de um           51 a 150 passageiros = 2 farmácias
sistema de pressurização onde o ar “sangrado” dos motores é injetado    151 a 250 passageiros = 3 farmácias
no interior da cabine. O ar é eliminado através de válvulas OUT         Acima de 250 passageiros = 4 farmácias
FLOW. A diferença entre a pressão interna (que é maior) e a externa     Embarque e desembarque com motor em funcionamento:
é      chamada      de       DIFERENCIAL           DE     PRESSÃO.      deverá ser efetuado do lado contrário ao motor em funcionamento.
Despressurização                                                        Abastecimento com passageiros a bordo da aeronave: O chefe
Ocorre com uma pane do sistema, ruptura de uma janela ou porta.         de equipe deve fazer um anúncio através do P.A. No Boing 737 a
Tipos de Despressurização                                               porta dianteira esquerda deverá estar aberta, com a escada própria
Explosiva: menos de 1 segundo.                                          ou conectada a uma plataforma de embarque (FINGER).
Rápida: até de 10 segundos.                                             Alijamento de combustível: Todas aeronaves têm um peso
Lenta: acima de 10 segundos.                                            máximo de decolagem e pouso. Em caso de uma pane logo após a
Quanto maior for o DP (diferencial de pressão interna e externa),       decolagem, havendo necessidade de retornar ao ponto de partida
mais rápida será a Despressurização; a velocidade da perda de           será efetuada a liberação de combustível para tornar a aeronave
pressão é proporcional com o tamanho do orifício de escape do ar; e     mais leve para o pouso.
quanto maior a cabine mais tempo levará para despressurizar. A          Bagagens como carga e bagagens de mão: Toda bagagem
primeira atitude de todos é colocar a máscara de oxigênio mais          transportada a bordo, deve ficar acomodada nos compartimentos de
próxima.                                                                bagagem sobre as filas de poltronas (BINS) ou debaixo da poltrona
Máscara de Oxigênio                                                     á frente do passageiro, desde que não atrapalhe a saída rápida dos
A única função da máscara é para uma Despressurização, a duração        passageiros em caso de emergência ou fique solta.
do oxigênio é de 15 minutos. Ela faz parte do sistema fixo de           Comunicação Visual e Auditiva
oxigênio, vide tópico de cilindros fixos a frente.                      Entre Tripulantes: é feita através de interfone.
PSU – cai 1 máscara a mais em relação ao número de poltronas            Entre Tripulantes e Passageiros: é feita através da PA (Passenger
existentes                                                              Address ou Microfone) e quando houver falha neste sistema será
LSU – cai 2 máscaras                                                    feita pelo megafone.
Walk–Around Procedure (procedimento pós-despressurização)               Megafone: deverá efetuar no cheque pré-vôo seu funcionamento
É o deslocamento do comissário pelo avião já nivelado abaixo de         apertando o gatilho ou botão. Se emitir um som de microfonia
10.00 pés (limite fisiológico) para efetuar checagem se está tudo       significa que está com suas pilhas carregadas.
bem, se alguém precisa de ajuda, de oxigênio terapêutico. Depois de     Comunicação de Emergência: 1 série de 3 toques (para Boing
uma despressurização o serviço de bordo é encerrado.                    737).
Sistemas de Oxigênio de Emergência                                      O comissário deve estar atento às chamadas dos passageiros através
Sistema Fixo de Oxigênio                                                dos:
Cilindros Fixos: é composto por cilindros de oxigênio que ficam no      PSUs – Passenger Service Unit, cada assento tem um.
porão, só libera oxigênio se houver uma Despressurização, é             LSUs – Lavatory Service Unit, se a porta estiver fechada
acionado automaticamente a 14.000 pés, e cada pessoa deve puxar a       questionar o ocupante.
máscara para liberar oxigênio a mesma.                                  Master Call: é um placar luminoso que indica chamadas de
A máscara da cabine de comando é diferente da cabine de                 tripulantes e passageiros.
passageiros, ela é oronasais e os cilindros são independentes dos       - Luz rosa: chamada pelo interfone (tripulação)
cilindros dos passageiros.                                              - Luz azul: chamada pela PSU (passageiro – comissário)
Módulo Gerador Químico: cada fileira de poltronas tem um                - Luz âmbar: chamada pala LSU (passageiro – comissário)
módulo que gera oxigênio independente das outras fileiras, ocorrendo    Emergência Não Preparada
uma despressurização o compartimento é aberto automaticamente a         É aquela em que não há tempo para uma preparação de cabine e
14.000 pés, e quando puxa uma máscara ela aciona o oxigênio para        adotar a posição de impacto. São alguns exemplos de emergências
todas           as            outras           deste         gerador.   não preparadas: despressurização, desaceleração (aborto de
Ocorrendo uma Despressurização, quando o avião atingir 10.000 pés       decolagem), turbulência, fogo a bordo, pouco com recolhimento do
soará um alarme na cabine de comando, e a 14.000 pés as máscaras        trem de pouso.
caíram automaticamente.                                                 Turbulência: movimento de massa de ar que causa movimentos
Sistema Portátil de Oxigênio                                            bruscos no avião, algumas o radar detecta, mas tem a CAT (Clear
Capuz Anti-Fumaça (CAF) Smoke Hood: para ser usado quando               Air Turbulence) que não são previstas pelo radar e é a mais
houver bastante fumaça na cabine, pode também ser usado para fazer      perigosa. Durante uma turbulência intensa os trolleys devem ser
o walk-around procedure, o oxigênio dura 15 minutos. O Capuz vem        travados e se possível jogar uma manta sobre ele a fim de evitar
empacotado numa embalagem aluminizada e armazenado no interior          que o material solto provoque ferimentos aos ocupantes da cabine.
de uma maleta plástica de cor laranja. Cheque pré-vôo: Verde OK         Fogo: o fogo é composto em cadeia e precisa de 3 elementos
Vermelho NO.                                                            físicos para se formar; calor, combustível e comburente (Oxigênio);
Sistema de Oxigênio Terapêutico                                         e 1 elemento químico; reação em cadeia.
São cilindros de oxigênio portáteis com 311 litros, é usado para        Classificação:
primeiros socorros, deve ter no mínimo 3 máscaras por cilindro e        Classe A: fogo em materiais sólidos
1.500 psi.                                                              Classe B: fogo em líquidos inflamáveis
Saída verde ou low = 2 litros por minuto                                Classe C: fogo em materiais eletrônicos energizados
Saída vermelha ou high = 4 litros por minuto.                           Desenvolvimento de um incêndio:
Farmácia                                                                Eclosão: é a causa imediata, capaz de dar origem ao fogo.
Kit médico do comissário – medicamentos para ferimentos ou              Instalação: primeiro momento do fogo.
sintomas leves                                                          Propagação: desenvolvimento do fogo.
                                                                        Métodos de Extinção:
                                                                        Resfriamento: retira o calor
Abafamento: retira o comburente (Oxigênio)                                depois        de        cessar      o        ruído   do      motor.
Isolamento: retira o combustível                                          Procedimento para abrir a porta em condições normais*:
Quebra da Reação em Cadeia: impede a interação do combustível,            - verificar se a escorregadeira está desarmada; após deve-se girar a
calor e comburente                                                        alavanca de abertura 180 graus no sentido nariz cauda.
Extintores:                                                               Procedimento para fechar a porta em condições normais*:
TIPO                                                                      - verificar se a tira de segurança foi recolhida;
Água                                                                      - se há objetos estranhos que possam prejudicar a vedação da porta;
Pó-Químico                                                                após pressionar um pino na dobradiça superior da porta para
Halon                                                                     destravá-la e proceder de modo inverso ao de abertura.
CO2                                                                       A abertura externa: deve ser feita puxando a alavanca para fora da
CARACTERÍSTICAS                                                           carenagem e girá-la no sentido nariz cauda. A porta sairá do seu
Conteúdo: 1,5 litros de água Duração: 30 segundos. Alcance: 6             encaixe. Puxar a porta até o final do seu curso.
metros                                                                    Janelas de Emergência: na cabine de passageiros geralmente dão
Conteúdo: 900g de NaHCO3                                                  acesso ao extradorso da asa, podendo ser abertas interna (segurar o
Duração: 25 s Alcance: 2m                                                 punho inferior e puxar a alavanca superior da janela) e
Obs: Vermelho base Convexa                                                externamente (pressionar um retângulo de cor contrastante na parte
Conteúdo: 900g Halon                                                      superior da janela), da cabine de comando somente a do lado
Duração: 8 s Alcance: 2m                                                  direito pode ser aberta externamente e a seqüência de saída pela
Vermelho base Concova                                                     janela é: perna/cabeça/tronco/perna , os equipamentos auxiliares
Conteúdo: 900 psi press                                                   são cordas ou tiras de escape. Obs: 747 não há janela de
Duração: 25 s Alcance: 1,5m                                               emergência, somente escotilha localizada no teto da cabine de
Vermelho tubo difusor                                                     comando                  da              referida         aeronave.
CLASSE A                                                                  Equipamento Auxiliar de Evacuação das Janelas de
CLASSE B                                                                  Emergência: As tiras de escape (achatadas e com largura
CLASSE C                                                                  aproximada de 5 cm) e as cordas de escape (com aproximadamente
Deve-se fazer o rescaldo do local incendiado. ** Todos cheque pré-        3 cm de diâmetro) estão localizadas sobre cada janela, embutidas
vôo:                        manômetro,                     validade.      em compartimentos.
OPERAÇÃO**                                                                Escorregadeiras
Dirigir o jato à base do fogo                                             Todas as aeronaves cujas saídas estejam a mais de 2 metros de
Dirigir em varredura                                                      altura deverão ter esse tipo de equipamento auxiliar de evacuação.
Equipamentos auxiliares no combate ao fogo                                Encontram-se dobradas em forma de pacote e podem ser
Luvas de Amianto, asbesto ou Kevlar: Luvas isolantes térmicas.            classificadas                                                como:
Cheque pré-vôo verificar se encontram-se em seus devidos lugares.         Não infláveis (Simples): Lona reforçada com alças laterais e
Machadinha: Possui um lado cortante e outro perfurante. Seu cabo é        quatro tiras de nylon.
revestido de borracha isolante com resistência a 20.000 volts. É um       Infláveis: Mistura de Borracha-neoprene podem ter cor amarela ou
equipamento         fixo      na      cabine      de      comando.        prateada. Estão alojadas em compartimentos localizados na parte
Obs: O Capuz Anti-fumaça (CAF / Smoke Hood) e o Cilindro de               inferior das portas e são armadas quando fixadas à soleira das
Oxigênio com Máscara Full-face também são equipamentos                    mesmas por meio de uma barra de fixação. O momento para armar
auxiliares no cambate ao fogo                                             a escorregadeira é após ter sido dado o aviso: “Atenção tripulação,
                                                                          preparar para a partida dos motores” e desarmar quando: “Atenção
Sistemas Preventivos de Fogo nos Lavatórios: no lavatório há o            tripulação, preparar para o desembarque”.
extintor fixo de gás Freon, que está fixado sob a pia, quando houver o    Infláveis Semi-Automáticas: Ao se abrir uma porta equipada com
aumento de temperatura e atingir 174° F ele é acionado                    esse tipo de escorregadeira esta cairá por força da gravidade e
automaticamente; e tem também o detector de fumaça que emite              ficará pendurada pelo lado de fora da porta, porém dobrada por
sinais     quando      há    fumaça       dentro     dos    lavatórios.   meio de um freno. Para inflar deve-se puxar uma alça de cor
Fogo na Galley: geralmente ocorre nos fornos elétricos, se isso           vermelha, na qual está escrita a palavra PULL sendo esta alça
ocorrer deve-se fechar a porta do forno para não entrar mais              localizada na saia da escorregadeira.
comburente, desligar o disjuntor e apagar o foco.                         Infláveis Automáticas: São aquelas que inexiste a necessidade de
Um comissário deve sempre ter em mente três regras para diminuir o        puxar nenhum comando. Nas aeronaves WIDE-BODIES são
risco       de       ocorrência       de      fogo       a      bordo:    também utilizadas como barcos salva-vidas. Podem ser de pistas
Prevenção: impedir a eclosão do fogo, para isto basta ter vigilância      dublas (para duas pessoas) ou simples (uma pessoa por vez).
contínua.                                                                 Equipamentos de Sinalização
Combate: caso ocorra, atacar o fogo com os recursos disponíveis.          Em Evacuação
Salvamento: reduzir ao mínimo os danos causados pelo fogo.                Luzes de Emergência: Todas aeronaves são equipadas com luzes
Poltronas para Passageiros: Estão equipadas com cintos de                 de emergência, elas têm um tempo de duração de 20 minutos e são
segurança de retenção abdominal. É da responsabilidade do                 dividas em:
comissário checar, antes das decolagens e pousos, todas as poltronas      Internas: Localizadas acima da porta da cabine de comando e de
em posição vertical, cintos de segurança corretamente afivelados e        cada saída de emergência. Há também no assoalho, as de cor
mesinhas                                                    recolhidas.   branca indicam o caminho até a saída, e as de cor vermelha
Poltronas para Comissários: Encontram-se próximo às saídas de             indicam             as         saídas           de      emergência.
emergência da aeronave. Os cintos de segurança são de retenção            Externas: Localizadas em todas saídas da cabine de passageiros e
tóraco-abdominal.                                                         também na área sobre as asas. Obs. Há um interruptor que aciona a
Saídas de Emergência                                                      luz de emergência caso ocorra falha no sistema automático.
Portas: todas as portas da aeronave são consideradas como saídas de       De Sinalização em Sobrevivência
emergência, elas podem ser operadas interna e externamente em             Lanterna: Uma para cada tripulante
situação normal e de emergência. Tem como equipamento para a              EVAC: Alarme de evacuação nas aeronaves wide-bodies
evacuação as escorregadeiras, que só deverá ocorrer à evacuação           Procedimentos de Evacuação
                                                                          Pouso em Emergência Preparado
Informações que o comandante deve passar aos comissários:                 de      amarração       depois      de      toda      a      evacuação.
Tempo restante para o pouso                                               Acessórios dos Equipamentos Coletivos de Flutuação
Motivo do pouso                                                           Âncora ou Biruta da Água: é presa ao barco por meio de uma
Sinal convencional para evacuação                                         corda, sua função é retardar a deriva do barco para permanecer o
Transmissão dos outros dados (condições do tempo, local do pouso,         mais próximo do local do acidente. Com mar calmo deve liberar
etc.).                                                                    toda extensão da corda, e mar agitado só meia extensão (maior
Preparação dos Passageiros: Verificar se todos estão com cinto            estabilidade).
afivelado e se as poltronas estão na vertical, se retiraram objetos que   Corda com Anel de Salvamento: pode ser usada para recuperar
possam prejudicar, demonstrar posição de impacto, re-alocar               sobreviventes e também para unir as embarcações, à distância entre
passageiros especiais e selecionar passageiros capazes para auxiliar      as embarcações é de 8 metros e se ao avistar uma embarcação ou
na evacuação. Comissários deverão posicionar-se ao longo da cabine.       aeronave e o mar estiver calmo, deve-se aproximar as embarcações.
Preparação da Cabine: Recolher todo material solto na cabine e            Toldo: proteger os sobreviventes dos raios solares, da água do mar
guardar no lavatório que tenha porta lateral, desobstruir corredores e    e do vento, pode também ser usado para captar água da chuva e do
as áreas das saídas.                                                      orvalho.
Preparação das Galleys: Guardar os materiais e travar as portas dos       Bomba Manual de Inflação: para completar o ar das câmaras se
compartimentos, material excedente guardar no lavatório.                  houver necessidade.
-30 segundos antes do pouso o comandante fala “impacto”, e aí se          Luzes Localizadoras ou Sinalizadoras: são alimentadas por baterias
adota            a           posição             de            impacto.   à base de água, sua duração é de 8 horas, ajuda a localizar o bote.
-Antes de comandar a evacuação deve-se analisar a área externa, se a      Tiras de Re-entrada: Tiras caso haja necessidade de se retornar ao
saída não puder ser aberta, o comissário deve permanecer junto à          interior da aeronave.
mesma e redirecionar os passageiros.                                      Tiras de Salvamento: Se houver superlotação alguns sobreviventes
-Só será necessário recolher comida, o kit de sobrevivência, a            permaneceram fora da embarcação amarrados pela tira de
farmácia e o radiofarol se o pouso for em local onde houver um            salvamento.
período de sobrevivência.                                                 Kit de Sobrevivência no Mar
                                                                          Farmácia: contêm gaze, anti-sépticos, bandagens, pomadas para
Hierarquia X Evidência                                                    queimaduras e oftálmica.
Hierarquia:                                                               Manual de Sobrevivência: em inglês, explica como deve ser
Evidência:                                                                usado o equipamento de flutuação e seus equipamentos.
Comandante                                                                Bíblia: em inglês.
- Pouso na água                                                           Purificador de Água: purifica a água do mar.
Co-piloto                                                                 Bujões de Vedação: para vedar pequenos furos na embarcação.
- Pouso na selva                                                          Balde e Espoja: os baldes servem para coletar água da chuva,
Comissários                                                               retirar água do barco e para as necessidades, e as esponjas servem
- Fogo dentro ou fora da aeronave                                         para retirar água do barco.
- Danos extensos na fuselagem                                             Pacotes de Água: é para fins medicinais.
Quando não for uma situação de evidência, esperar a ordem do              Foguetes Pirotécnicos: tem um lado diurno que é uma fumaça
comandante para realizar a evacuação.                                     alaranjada, e outro lado noturno que é de fogo de magnésio, a
O sucesso de um pouso forçado depende:                                    tampa do lado noturno tem a letra N em relevo. Para usar deve-se
- das condições do tempo                                                  manter o foguete numa posição que forme um ângulo de 45° à
- das condições da aeronave                                               linha do horizonte, para fora da embarcação e a favor do vento. O
- luminosidade                                                            alcance da visualização é de 50 Km.
- estado físico e mental dos tripulantes                                  Corante Marcador de Água: é um produto químico que reage
- grau de treinamento dos tripulantes                                     com a água alterando sua cor, produz uma mancha verde. É um
Equipamentos de Flutuação                                                 sinalizador diurno, sua duração é de 3 horas.
De acordo com normas da OACI ou ICAO equipamentos coletivos e             Espelho Sinalizador: é para sinalização diurna, seu alcance de
individuais de flutuação deverão ser disponíveis em aeronaves que         visualização            é           de            10             milhas.
efetuarem vôos costeiros de até 370 Km do litoral. São divididos em:      Apito: pode ser usado para atrair atenção de navios, pessoas na
Individuais                                                               praia ou para localizar a posição de alguma embarcação ou
Colete Salva-Vidas: cada câmara suporta 60 Kg, deve vesti-lo              sobrevivente, pode ser usado na sinalização noturna junto com as
sentado       e    inflá-lo      ao      abandonar     a      aeronave.   lanternas                         em                           nevoeiro.
Assentos Flutuantes: suporta um peso de 90 Kg, levar para fora da         Lanterna Acionada a Água: possui bateria ativada à base de água,
aeronave.                                                                 deve-se encher a lanterna com água e agitar, depois de 3 horas a luz
Coletivos                                                                 começará a diminuir, pode-se então adicionar mais água para
Barco Salva-Vidas: estão localizados em rebaixamentos de teto da          recarregar a bateria, e para desativar a lanterna é só tirar a água.
aeronave, possuem duas câmaras principais de flutuação, rampas de         Rádio Transmissor de Emergência (Beacon): não fica no bote e
acesso, alças de embarque, toldo, montantes metálicos, mastros            sim dentro da aeronave, antes de evacuar não esquecer de pegar o
infláveis ou metálicos, facas flutuantes, luzes localizadas, âncora,      rádio, deve ser acionado após o pouso com qualquer líquido a base
corda de amarração e kit de sobrevivência no mar. O sistema de            de água, que este em contato com a água vai dissolver uma fita
inflação é semelhante ao da escorregadeira, só comandar a                 adesiva e liberar a antena para a transmissão de sinais, transmite
abordagem depois de cessar os ruídos dos aspiradores de ar.               sinais de SOS, em água salgada leva 5 segundos e em água doce
Escorregadeiras-Barco: estão equipadas com estações de embarque,          leva 5 minutos. Freqüência civil: 121.5 MHz (VHF), freqüência
toldo, montantes estruturais, faca flutuante, luzes localizadas, bomba    militar: 243.0 MHz (UHF), alcance vertical 40.000 pés ou 13.000
manual de inflação, corda com anel de salvamento, âncora, tira de         metros, alcance horizontal 250 milhas náuticas ou 460 Km.
amarração e kit de sobrevivência no mar. Comandar a evacuação             Duração        da      transmissão        é      de       48      horas.
após cessar o ruído dos aspiradores, de preferência a evacuação dos       Conjunto de Sobrevivência na Selva
passageiros deve ser direta para a escorregadeira, se não for possível    O conjunto de sobrevivência na selva é constituído de dois pacotes
deve ser via água (embarque indireto), não esquecer de cortar a tira      e um facão de 20 polegadas e é protegido por uma carenagem
                                                                          plástica. Localiza-se, geralmente, no interior de compartimentos de
bagagem (bins) ou em rebaixamentos de teto, diferindo esta               Considerações adicionais
localização de acordo com o tipo de aeronave.                            Há produtos que apresentam determinadas características cujo
Cada pacote de sobrevivência na selva contém:                            resultado é a sua combustão, são elas as de:
- 2 frascos de 60 ml contendo purificador de água                        Combustão espontânea: aqueles em que as condições ambientes
- 3 caixas de fósforos, total de 150 palitos.                            fazem atingir o ponto de ignição das substâncias passando a ter a
- 2 frascos de 100 ml contendo repelente para insetos                    combustão, neste caso a melhor alternativa é arrumar os produtos
- 1 Manual de Sobrevivência na Selva (M.M.A)                             sujeitos a essas reações em estrados e em compartimentos frescos e
- 1 espelho de sinalização (circular, de metal).                         ventilados.
- 1 apito plástico                                                       Combustão completa: ocorre quando o combustível que ao se
- 20 analgésicos                                                         queimar combina-se com o comburente originando-se gases que se
- 6 pacotes de água (125 ml)                                             desprendem em forma de fumaça.
- 2 foguetes pirotécnicos                                                Combustão incompleta: o monóxido de carbono é um gás
- 50 pacotes de açúcar (6g cada)                                         altamente tóxico e altamente explosivo, mesmo em baixas
- 50 pacotes de sal (1g cada)                                            concentrações, vai retirar oxigênio do sangue, levando a pessoa à
- 1 faca de sobrevivência na sela contendo:                              morte (02% mata uma pessoa em uma hora, 10% mata
- 1 bússola dissociável (pode ser removida do cabo)                      instantaneamente).
- 2 chumbinhos para pesca                                                A pressão aumenta em locais atingidos por um incêndio devido ao
- 2 anzóis                                                               consumo por parte do fogo do oxigênio existente no ar ambiente.
- 1 rolo de nylon                                                        Existem combustíveis que pela sua grande velocidade de queima,
- 1 agulha                                                               criam uma enorme produção de gases. Quando inflamados em
- 2 anéis de aço                                                         compartimentos fechados, produzem o fenômeno da explosão.
- 1 cabo de aço                                                          No combate ao fogo adotar a seqüência: preparação, tática, técnica,
____________________________________ Prevenção e Combate                 análise da situação, salvamento, isolamento, confinamento,
a Incêndio                                                               extinção, rescaldo, ventilação e proteção.
Introdução                                                               ______________________________________________________
Fogo                                                                     _________ Primeiros Socorros
O fogo é composto em cadeia e precisa de três elementos para se          Introdução
formar: calor, combustível e comburente (Oxigênio) e um terceiro         A saúde é o bem estar físico, mental e social. Para mantermo-nos
elemento chamado de: reação em cadeia.                                   saudáveis é importante que tenhamos equilibradas as nossas
Desenvolvimento de um incêndio                                           necessidades básicas, tais como: fisiológicas (sono, alimentação),
Eclosão: é a causa imediata, capaz de dar origem ao fogo.                afetiva (auto-estima) e social (profissional).
Instalação: primeiro momento do fogo.                                    Higiene são os hábitos corretos e equilibrados, que preservam a
Propagação: desenvolvimento do fogo.                                     saúde. Pode-se dividi-la em: física (orgânica), mental (psíquica) e
Calor                                                                    espiritual.
O calor ou temperatura elevada pode ser um dos elementos                 Conceitos Básicos da Anatomia e Fisiologia
responsáveis pela transformação do combustível em fogo, resultando       Divisão do corpo humano
em uma série de transformações a que chamamos de fenômenos da            Divisão
combustão. São eles:                                                     Sub-divisão
Ponto de fulgor: temperatura na qual o combustível começa a              Cabeça
desprender gases ou vapores, capazes de                                  Crânio, face
inflamar-se ao aproximar-se uma chama ou centelha.                       Pescoço
Ponto de combustão: temperatura na qual os gases desprendidos são        -
capazes        de      inflamar-se       com        mais   facilidade.   Tronco
Ponto de ignição ou temperatura de ignição: temperatura em que os        Tórax, abdome, pelve
gases ou vapores desprendidos entrar em combustão, independente          Membros
de qualquer fonte externa de calor (chama ou centelha).                  Superiores: ombro, braço, antebraço, mão
Formas de propagação ou transmissão de calor                             Inferiores: quadril, coxa, perna, pé.
Condução: Transmissão por meio sólido, de molécula em molécula.          Célula
Convecção: Transmissão por meio dos gases                                É a menor unidade biológica funcional do organismo, é formada
Irradiação: Transmissão por ondas caloríficas que atravessam o           pela membrana plasmática, citoplasma e núcleo. Os conjuntos de
espaço,               exemplo:                raios           solares.   células formam os tecidos, que formam os órgãos, que compõem os
Classes de incêndios                                                     sistemas, caracterizando assim o corpo humano. Células necessitam
A – Sólidos ou fibrosos: Fogo em materiais sólidos. Queimam em           de      oxigênio,     principalmente      as   células    nervosas.
superfície e profundidade, deixa resíduos, brasas ou cinzas (neste       A um conjunto de órgãos, que participam juntamente do mesmo
caso fazer rescaldo) – Método de extinção: resfriamento com água.        mecanismo funcional, denominamos sistema. São os principais
B – Líquidos inflamáveis: Fogo em líquidos inflamáveis, como             sistemas:
querosene, óleo. Queimam em superfícies apenas, não deixa resíduo        Tegumentar (pele), Esquelético (ossos), Muscular (músculos),
–       Método        de       extinção       é      o   abafamento.     Nervoso (nervos e sentidos), Cardiovascular (coração e vasos),
C – Materiais elétricos quando energizados: Fogo em materiais            Respiratório, Digestivo, Urogenital e Endócrino.
eletrônicos energizados. Queima em superfície e profundidade, não        Sistema Cardiovascular
deixa resíduo – Método de extinção é o abafamento e extinção             É o sistema responsável pelo transporte dos nutrientes e do
química.                                                                 oxigênio para as células.
D – Elementos Pirofórios: Exemplo magnésio, zircônio. Queimam            Sangue
em superfície e profundidade, não deixa resíduo – Método de              É o líquido circulante nos vasos sanguíneos, sua composição básica
extinção é a extinção química (Halon).                                   é formada pelas:
E – Matérias radioativos: Exemplo urânio. Queimam em superfície          Hemácias (ou glóbulos vermelhos): são responsáveis pelo
e profundidade, não deixa resíduo – Método de extinção é a extinção      transporte de O2 e CO2 unindo-os a hemoglobina
química (Halon).                                                         (Oxihemoglobina (O2), Carboxihemoglobina (CO2))
Leucócitos (ou glóbulos brancos): são responsáveis pela defesa do        Pressão Arterial (PA): É a pressão com que o sangue é lançado na
organismo                     (resposta                imunológica).     corrente circulatória e a pressão com que atinge a periferia. Sua
Plaquetas: possuem importante função na coagulação sanguínea.            normalidade é de 120 X 80 mmHg, onde 120 é igual à pressão
Plasma ou soro: parte líquida onde se encontram as estruturam            sistólica (máxima) e 80 é igual à pressão diastólica (mínima).
sólidas e os nutrientes.                                                 Terminologia – Ocorrência – Sintomatologia Hipertensão
Vasos Sanguíneos                                                         Pressão arterial elevada, pressão diastólica igual ou superior a 90
São os canais de circulação do sangue. Estão divididos conforme o        mmHg
tipo e calibre, a saber:                                                 Cefaléia (dor de cabeça), Escotomas (pontos luminosos)
Artérias: leva sangue que SAI do coração                                 Hipotensão
Veias: leva sangue que VEM ao coração                                    Pressão arterial diminuída, pressão diastólica igual ou superior a 50
Capilares: pequenos vasos que chegam a intimidades das células           mmHg
Circulação                                                               Sonolência, tontura ou vertigem, sudorese fria, mal estar e palidez.
Responsável pelo trajeto do sangue por todo o organismo. Seu             Emergências Traumáticas
principal órgão é o coração que exerce função de bombeamento. É          Em caso de emergência verificar se há algum médico a bordo, caso
dividida em:                                                             haja um anotar o CRM. Os medicamentos permitidos ao aeronauta
Pequena Circulação: É o trajeto do sangue percorrido entre o             são:
coração e o pulmão com o objetivo de oxigená-lo. Num esquema,            Medicação Uso
temos: coração->pulmão (recebe O2)->coração.                             Antitérmico (antipirético), Temperatura, Antiemético, Enjôo,
Grande Circulação: É o trajeto do sangue percorrido entre o              Antiespasmódico, Cólica
coração e todo o organismo com o objetivo de oxigenação dos              Analgésico, Dor, Colírio.
tecidos. Num esquema, temos: coração->corpo->coração                     Sistema Esquelético
Sinais Vitais                                                            O Sistema esquelético compreende:
São valores que indicam o funcionamento básico do organismo.             Ossos (Epífese ou extremidade do osso e Diáfise ou corpo do osso)
Qualquer alteração em algum dos sinais vitais pode estar relacionada     e são divididos em: longos (fêmur, rádio, tíbia), curtos (tarso),
a um distúrbio orgânico. Para tal, é importante conhecer seus valores    planos, achatados e irregulares (vértebras).
normais. A saber:                                                        Cartilagem
Respiração: É o mecanismo responsável pela troca gasosa entre o          Articulações (ou juntas) que fica entre duas ou mais extremidades
organismo e o meio externo. Sua normalidade é de 15 a 20 MRpm            ósseas que juntamente com os músculos, possibilitam a
(Movimentos Respiratórios por Minuto)                                    movimentação do corpo e permitem determinada elasticidade de
Terminologia                                                             movimentos.
Ocorrência                                                               Traumatismos
Eupnéia                                                                  São lesões sofridas pelo organismo relacionado à ação de um
FR (Freqüência Respiratória) normal                                      agente físico e à força de impacto com o mesmo. Estão divididos
Taquipnéia                                                               em quatro tipos:
FR acima de 20 MRpm                                                      Fechados: São aqueles onde não há lesão do tegumento cutâneo. A
Bradipnéia                                                               pele permanece íntegra (sem rompimento). Os tipos de
FR abaixo de 12 MRpm                                                     traumatismo fechados são:
Apnéia                                                                   Contusão: É uma lesão causada por algum impacto com
Ausência de MR                                                           acometimento do tecido subcutâneo, por isso conceitua-se por
Dispnéia                                                                 atrito entre os tecidos.
Dificuldade para respirar                                                Sintomas: Dor no local, Edema (inchaço), Equimose (rompimento
Cianose                                                                  pequenos vasos) e Hematoma (rompimento de grandes vasos).
Coloração azul-arroxeada, Indica má oxigenação por deficiência           Tratamento: Gelo no local*, analgésico, repouso.
respiratória ou problema circulatório.                                   A aplicação de gelo está presente no tratamento dos traumatismos
Necrose                                                                  fechados                           em                          geral.
Morte celular por ausência de O2                                         Entorse ou Distorsão: São traumatismos que lesam as
Temperatura: É o equilíbrio mantido entre a produção e perda de          articulações. Tanto os sintomas quanto a forma de tratamento são
calor do organismo. Sua normalidade oscila entre 36 a 37ºC.              iguais                  as               da                contusão.
Terminologia – Ocorrência - Hipertermia ou Febre                         Luxação: São traumatismos iguais a da entorse com um o
Valor igual ou superior a 37,4ºC                                         adicional de perda de contato das superfícies ósseas, pode ser
Aumentar os mecanismos de perda de calor como compressas frias           completa (afastamento total das superfícies ósseas) ou incompleta
na         região        axiliar,       frontal      e       virilhas.   (afastamento parcial) e os sintomas e formas de tratamento iguais a
Hipotermia                                                               da contusão. Nunca se deve fazer a redução das luxações, exceto as
Valor igual ou inferior a 35ºC                                           que ocorrerem na articulação temporomandibular ou maxilar.
Aquecer o corpo                                                          Fratura: São traumatismos determinados por lesão óssea.
Pulso: São os batimentos cardíacos representados pela contração e
dilatação das artérias. Denomina-se também por freqüência cardíaca        Sintomas
(FC). Sua normalidade oscila de 60 a 100 bat/min (batimentos por         Dor intensa e constante, edema.
minuto). Na verificação do pulso deve-se avaliar, além da freqüência,    Tratamento
o ritmo e o volume.                                                      Imobilização, aplicação de gelo e analgésico
Quanto ao ritmo: pode ser Rítmico ou Arrítmico                           Técnicas de imobilização
Quanto ao volume: (dilatação do vaso - “ondinha”): Cheio (onda           - Utilizar talas rígidas e acolchoadas,
maior - bradicardia) ou Fino (onda menor - taquicardia)                  - Deixar as extremidades visíveis para avaliação da condição
Terminologia- Ocorrência – Taquicardia                                   circulatória do membro,
FC acima de 100 bat/min                                                  - Jamais comprimir o foco de fratura.
Bradicardia                                                              Fraturas não articulares – Diafisárias
FC abaixo de 60 bat/min                                                  A imobilização deve abranger uma articulação acima e outra
                                                                         abaixo da lesão.
Fraturas articulares – Epifisárias                                        couro          cabeludo         denomina-se         escalpelamento.
A imobilização deve abranger um osso acima e outro abaixo da              Fratura exposta: É uma lesão óssea com rompimento da pele.
lesão.                                                                    Sintomas-Tratamento
Abertos:                                                                  Dor intensa, incapacidade funcional (limitação de movimento),
Alteração sofrida pelo organismo causado por algum agente                 Edema e Hemorragia.
traumatizante, determinando rompimento da pele e conseqüente              Iniciar com os cuidados à ferida, lembrando que JAMAIS se deve
rompimento vascular. Ocorre no surgimento de ferida que deverá ser        tocar nos fragmentos ósseos e tentar a redução. Apenas imobilizar
tratada para evitar infecções. São tipos de traumatismos abertos:         Particulares
Hemorragia: É a perda de sangue circulante resultante de uma              Dividem-se em:
ruptura vascular. Toda hemorragia está relacionada ao tipo e ao           Craniano: Dividem-se em dois tipos:
calibre do vaso lesado.                                                   Superficiais – Atinge o couro cabeludo com muito sangramento
Arterial – Sangramento abundante (contínuo) e pulsátil (em jatos)         Profundos – Divididos em Ósseos, Encefálico e Craniano
com a coloração do sangue vermelho vivo (rico em O2).                     encefálico (TCE).
Venosa – Sangramento em grande quantidade de forma a escorrer,            Lesões Faciais: Aquelas que ocorrem no:
coloração do sangue vermelho escuro (rico em CO2).                        Olho – Lesões oculares onde o corpo estranho se apresenta fixo na
Capilar – Sangramento pequeno, tendem a coagulação espontânea.            conjuntiva (transfixantes ou penetrantes) proceder à lavagem com
As hemorragias podem ser:                                                 grande quantidade de colírio tipo lágrima e fazer curativo oclusivo.
Internas – quando o sangue não é exteriorizado, fica acumulado em         Não retirar o corpo estranho. Não permitir que a vítima esfregue o
cavidades internas. – Externa – conceito oposto ao item anterior          olho. Às vezes é necessário fazer curativo oclusivo no outro olho.
Como forma de tratamento são consideradas 3 técnicas hemostásicas         Nariz – Lesões nasais são também reconhecidas como epistaxe,
respectivamente:                                                          devem-se tratar com compressão das narinas (pinçamento), cabeça
Compressão do local – primeira conduta, após efetuar a elevação de        para frente.
membro afetado.                                                           Ouvidos – Problema mais freqüentemente com crianças, nunca
Compressão de artérias –                                                  introduzir qualquer instrumento para tentar retirar corpo estranho.
Garrote – que deverá ser o último recurso, deve-se afrouxar a cada        No caso de corpo estranho vivo deve-se pingar algumas gotas de
15 min por 30 seg. pelo restabelecimento da circulação sanguínea.         óleo e deixar a cabeça virada para o lado afetado.
Terminologia – Ocorrência                                                 Boca – O maior cuidado deve ser a limpeza oral, a desobstrução
Otorragia                                                                 das vias aéreas superiores.
Sangramento do ouvido, pode ser sinal de fratura craniana                 Mandíbula – Tratamento básico consiste em imobilização.
Epistaxe ou rinorragia                                                    Pescoço: Dividem-se em:
Sangramento nasal                                                         Esôfago – Responsável pela mastigação e deglutição, conduta
Hemoptise                                                                 consiste               em                manter               jejum.
Sangramento nos pulmões                                                   Vasos – Dividem-se em: carótidas (artérias); jugulares (veias),
Hematemese                                                                lesões nesses vasos determinam sérias perdas sanguíneas com
Sangramento do aparelho digestivo                                         difícil controle.
Melena                                                                    Traquéia – Tubo respiratório pela condução do ar aos pulmões, em
Sangramento da parte alta do aparelho digestivo (estômago e               caso de asfixia tentar golpes abdominais (Manobra de Heimlich).
duodeno)                                                                  Com a vítima consciente colocar-se atrás e efetuar movimentos
Enterorragia                                                              firmes para dentro e para cima abaixo do apêndice xifóide e
Sangramento proveniente de partes baixas do aparelho digestivo (reto      inconsciente colocá-la de cúbito dorsal, cabeça lateralizada e
e intestino grosso)                                                       realizar o mesmo movimento.
Hematúria                                                                 Coluna: Dividem-se em:
Urina com sangue                                                          Cervical – Podem determinar tetraplegias ou até mesmo a morte
Metrorragia                                                               deve-se ter cuidados no transporte. Imobilizar a cabeça e pescoço
Sangramento anormal do útero, fora do período menstrual                   decúbito dorsal em superfície dura.
Choque Hipovolêmico: Ocasionado por hemorragias onde ocorra               Torácico: São divididas em:
um perda acima de 20% do volume sanguíneo corpóreo.                       Fratura de costela – Sintomas são dor que aumenta com os
Sintomas - Tratamento                                                     movimentos respiratórios, dispnéia, edema e hematoma. Melhor
Palidez, Sudorese, Pele fria e pegajosa, hipotermia, Taquicardia e        forma de tratamento é administrar analgésico, enfaixamento
pulso      fino,     inconsciência     e     Náuseas    e     vômitos.    torácico (caso haja dispnéia não efetuar este último) e aplicar gelo
Deitar a vítima, manter sua cabeça mais baixa que o corpo e elevar os     picado.
membros                                                     inferiores.   Lesão pulmonar – Seus sintomas são dor aguda, tipo pontadas,
Ferida: São lesões no tecido cutâneo, é importante efetuar assepsia       hemoptise, dificuldade respiratória e a principal delas que é o
do local para evitar infecções. Como tratamento é necessário              sangramento com bolhas(espumoso). A forma de tratamento
verificar se a ferida está:                                               curativo de 3 pontas, analgésico, oxigenoterapia (com vítima
Com sangue – hemostasia, lavagem, anti-sepsia, curativo.                  sentada) e repouso.
Sem sangue – lavagem (anti-sepsia), hemostasia, curativo.                 Podem surgir complicações neste caso: Pneumotórax que é ar na
São tipos de Feridas:                                                     cavidade pleural e Hemotórax que é sangue na cavidade pleural.
Escoriações – Causadas por superfícies ásperas.                           Lesão Abdominal: Por não possuir proteção óssea, esta região do
Puntiforme ou Punctória – causadas por agentes pontiagudos                corpo é vulnerável a complicações por acometimento de órgãos
(pregos e injeção)                                                        internos (vísceras). São divididos em:
Incisas – provocadas por agentes cortantes (lâminas de facas)             Superficiais – atingem apenas a pele
Contusas – originadas por grandes impactos (martelada)                    Profundos – Atingem as vísceras ou órgãos internos, podem
Penetrantes – causadas por objetivos que invadem o organismo e            causar a saída das vísceras pelo orifício. Nunca tentar recolher as
atingem                          órgãos                        internos   vísceras na cavidade ou remover o corpo estranho
Transfixantes – por objetos que atravessam o corpo com orifício de        Fratura da Bacia: Os sinais são dor no local, hematomas e
entrada                              e                            saída   incapacidade funcional, e a forma de tratamento consiste em deitar
Larcerocontuso – perda de tecido ou substância. Quando ocorre no          a vítima em superfície rígida e depois enfaixar.
Politraumatizados                                                         (controla a perda de água e eletrólitos como sódio, magnésio,
É a vítima com lesões traumáticas em várias partes do corpo.              potássio, etc).
Geralmente este é o tipo de vítima que encontramos no socorro a           As camadas da pele são:
acidentes aéreos. O exame primário, os cuidados no transporte e os        Epiderme – É a camada externa da pele,
movimentos adequados, melhoram as condições de remoção da                 Derme – É a camada mais interna da pele, é composta de vasos
vítima           e          sua          posterior        recuperação.    sanguíneos e nervos.
Emergências Clínicas I                                                    Hipoderme – Camada composta de tecido gorduroso.
São alterações orgânicas que possuem diferentes etiologias. Podem         Queimaduras: As queimaduras determinam lesões tissulares, isto
estar relacionadas a patologias, acidentes, problemas circunstanciais,    é, acometem os tecidos de revestimento do corpo. Suas causa
distúrbios metabólicos, etc.                                              podem ser: Físicas: calor, frio ou eletricidade; Químicas:
Desmaio ou Lipotimia (Hipotensão Postural): É a perda repentina           substâncias químicas acidas ou alcalinas; Radiações: raios solares
e transitória dos sentidos e consciência. Embora tenha variada            ou substâncias radioativas.
etiologia é conseqüência da diminuição temporária de sangue (O2)          As queimaduras se classificam em:
no cérebro. Seus sintomas precedentes são: fraqueza e cansaço,            De 1º Grau – São as mais superficiais, lesam a epiderme, suas
sensação de falta de ar, tonturas, náuseas, sudorese fira, zumbido no     características são dor no local e vermelhidão. São exemplos
ouvido, visão escurece, perda de controle muscular e queda brusca         comuns as queimaduras solares.
(mecanismo de defesa). A forma de tratamento varia em relação ao          De 2º Grau – Atingem a epiderme e derme, causa flictenas
estado da vítima, se está prestes a sofrer o desmaio ou já sofrido, a     (bolhas) e ocorrem geralmente por queimadura por líquidos ou
ver:                                                                      brasa.
Na Iminência – colocar a cabeça entre as pernas.                          De 3º Grau – Lesam tecidos mais profundos com a hipoderme.
Na ocorrência – elevação de membros inferiores mantendo a cabeça          De 4º Grau – Lesam músculos e ossos.
mais baixa que o corpo, afrouxar as vestes e arejar o ambiente.           A principal complicação de queimaduras está na infecção e perda
Alcoolismo (ou Etilismo): É a ingestão excessiva de álcool (etanol),      de líquidos e eletrólitos. Considera-se pequeno queimado aquele
os       sintomas       são       dividas       em     três      fases:   que sofreu acometimento de queimadura em menos de 15% de sua
De euforia – O indivíduo encontra-se alegre, com tendência a maior        superfície corpórea e grande queimado acima desta percentagem.
ingestão de álcool.                                                       No tratamento não se deve furar as bolhas, administrar analgésicos
Depressiva – Sonolência, incoordenação motora, vômitos e                  e oferecer líquidos.
comportamento desinibido ou arrogante.                                    Intoxicação: São causadas pela ingestão, inalação, inoculação ou
Grave – Queda de temperatura corpórea (hipotermia), pulso fraco,          contato cutâneo de substâncias que desencadeiam respostas
sudorese e por vezes coma alcoólico. Causa hipoglicemia (queda no         orgânicas de intolerância geralmente de caráter alérgico ou
nível de açúcar no organismo), neste caso a melhor forma de               anafilático. Seus sinais quando ingeridos são lesões na boca, hálito
tratamento é oferecer algo doce abordando a pessoa com respeito e         diferente, transpiração abundante, quando inalado produz vertigens,
de modo seguro e coerente.                                                desmaio. A forma de tratamento geral é a de induzir o vômito com
Hiperglicemia: Aumento de açúcar (glicose) no sangue,                     menos de 4h de ingestão se não for substância não corrosiva.
normalmente causada por fala de insulina (que é produzida pelo            Quando for caso de intoxicação por monóxido de carbono
pâncreas). Normalmente o passageiro que sofre deste mal costuma           administrar                     oxigênio                     terapia.
carregar consigo medicação específica, devendo o comissário               Emergências Cardiológicas: Dentre as várias ocorrências
auxiliar na administração de medicamento.                                 cardiológicas serão abordados as principais coronariopatias. Dor
Dispnéia: Dificuldade respiratória com presença ou não de cianose         retroexternal.
(deficiência de oxigenação sanguínea). É o principal sintoma da           Angina do peito – Caracteriza-se pela diminuição do fluxo
asma, doença de etiologia alérgica, que acomete os brônquios e            sanguíneo na musculatura cardíaca. Tem curta duração (30 min.),
habitualmente tem caráter crônico. O passageiro asmático geralmente       melhora com repouso e uso de vasodilatador*.
é portador de medicação “bombinha”. Caso seja necessário                  Sintomas – Tratamento
administrar oxigenioterapia com a pessoa sentada. Todo passageiro         Sensação de angústia e formigamento
em uso de oxigênio deve ser rigorosamente vigiado. Sempre que a           Oxigenoterapia e * se uso do PAX ou médico
respiração tenha se normalizado ou a cianose melhorado, interromper       Infarto Agudo do Miocárdio – É a ausência de fluxo sanguíneo
a administração, pois o excesso pode causar parada respiratória.          na musculatura cardíaca, causando necrose miocárdia. Tem longa
Insolação / Intermação: São causadas pela exposição excessiva ao          duração (+ de 30 min.).
calor, sendo a insolação causada pela ação direta dos raios solares e a   Sintomas-Tratamento
intermação causada por ambientes fechados e com pouca ventilação.         Sudorese intensa, dispnéia aguda.
A forma de tratamento compressas de água no tórax, nuca, testa.           Oxigenoterapia e vasodilatador coronário (se uso do PAX). A dor
Diarréia (ou Cólera) e Colites: Doença que acomete o intestino            não            melhora          com           o         tratamento.
caracterizando-se por alteração na freqüência e consistência das          Parada Cardiorrespiratória (PCR) – É o cessar súbito da
evacuações. A principal complicação é a desidratação e forma de           atividade mecânica e ou elétrica do coração, acompanhado de
tratamento a ingestão líquida e repouso. Havendo convulsão, a             falência respiratória.
melhor forma de tratamento é deixar a vítima protegendo a cabeça          Sintomas-Tratamento
até seu término.                                                          Apnéia, Inconsciência, Cianose.
Enjôo (Mal do ar)                                                         Manobra                        de                      Reanimação
- hipersensibilidade do labirinto (vestíbulo, cólera).                    A manobra de reanimação consiste em deitar a vítima em
- tratamento – olhar fixo. / antiemético                                  superfície dura, decúbito dorsal e hiperextensão da cabeça. O ritmo
Emergências Clínicas II                                                   da manobra deve ser de acordo com a tabela abaixo:
Fisionomia da Pele                                                        Número de Socorrista
A pele é o maior órgão do corpo humano, composta por várias               Massagem Cardíaca Externa (MCE)
camadas e reúne funções de grande importância para a manutenção           Respiração Artificial (RA)
da saúde. Suas funções são a de proteção (protege contra corpos           01
estranhos), sensorial (terminações nervosas permitem a leitura da         15 X
temperatura e do tato), regulação da temperatura (permite a
dissipação ou retenção de calor) e provém equilíbrio hidroeletrolítico
02                                                                      - Controlar as contrações (duração e intervalo)
02                                                                      - Controlar os sinais vitais
15 X                                                                    - Avisar ao comandante
02                                                                      - Solicitar médico ou para médico a bordo
Afogamento: A vítima removida da água é reconhecida como                No parto:
afogado. Dividiremos o afogamento em dois tipos clássicos.              - Posicionar a parturiente (posição obstétrica)
Afogado Cianótico – Vítima que sofreu asfixia pela água. Apresenta      - Manter a privacidade da parturiente
obstrução das vias respiratórias por inundação (acúmulo de água nos     - Remover roupa íntima
pulmões).                                                               - Lavar as mãos e calçar luvas
Sintomas-Tratamento                                                     - Lavar com água e sabão a região externa da vulva
Cianose, pulso fino, respiração superficial e irregular.                - Fazer anti-sepsia
Posicionar a vítima em decúbito ventral, colocar os braços              Orientar a parturiente para:
flexionados sob a região torácica e exercer compressão na região        - Fazer força para baixo durante as contrações, descansando nos
lombar além de Oxigenoterapia sem RA                                    intervalos.
Afogado Pálido – Vítima que se apresenta em parada cárdio               - Deixar o feto sair naturalmente e posicionar-se para ampará-lo
respiratória por obstrução das vias respiratórias devido ao             (expulsão do feto)
fechamento da glote.                                                    Cuidados com o Recém-nascido:
Sintomas-Tratamento                                                     - Desobstruir vias aéreas superiores: retirar secreção da boca com
Apnéia, Ausência de pulso, inconsciência.                               auxílio de uma gaze envolvida no dedo mindinho.
Desobstruir as vias aéreas superiores, estabelecer a manobra de         - Fazer dois clampeamentos no cordão, 4 dedos acima da barriga
reanimação cardiopulmonar (MCE X RA) descrita acima.                    do Recém-nascido e cortar o cordão no meio dos dois
Emergências Obstétricas                                                 clampeamentos
Terminologia                                                            - Manter a cabeça inclinada para baixo (45º) para favorecer a
Aparelho reprodutivo feminino (Estruturas)                              drenagem postural e mantê-lo aquecido. Secundamento ou
Gestante – mulher grávida                                               dequitação é à saída da placenta e anexos. O tempo normal é de 15-
Membrana amniótica – membrana que envolve o concepto (feto e            20 minutos. Decorrido este tempo efetuar massagem abdominal
anexos)                                                                 auxilia na contração uterina e conseqüentemente saída da placenta.
Parturiente – mulher em trabalho de parto                               Regulamento Sanitário Internacional
Líquido amniótico – meio onde se encontra o feto, possui função de      Prevê a obrigatoriedade da vacinação aos viajantes internacionais.
proteção mecânica                                                       A obrigatoriedade é determinada dependendo das exigências do
Puérpera – mulher após o parto e 1º mês                                 país de destino.
Placenta – estrutura de trocas materno-fetais                           Terminologia – Ocorrência
Embrião – concepto até 2º mês de vida                                   Endemia: Doença que ocorre constantemente em determinada
Cordão umbilical – une o feto à placenta, possui 2 artérias e 1 veia,   região
mede 70 cm.                                                             Epidemia: Doença de rápida difusão, em determinado local, ou
Feto – concepto a partir do 3º mês até o nascimento                     surto agravante de endemias
Feto – ao nascer tem comprimento de 50cm, peso de 3,7kg e FC* de        Epidemiologia: Estudo do aparecimento e a evolução das doenças
140 bat/m aprox.                                                        Agente etiológico: Agente infeccioso, causador da doença.
Recém-nascido – concepto após o nascimento e durante o 1º mês de        Profilaxia: É um conjunto de medidas que visam à prevenção,
vida                                                                    tratamento, controle e erradicação das doenças.
Útero Gravídico – Posição do feto dentro do útero recebe o nome de      Patogenia: Mecanismo pelo qual se desenvolvem as doenças
apresentação:                                                           Período de Incubação: É o tempo decorrido entre o contágio até o
Aborto – expulsão do concepto até a 22º semana de gestação              aparecimento dos primeiros sintomas de uma doença
Cefálica: mais comum e ideal para parto normal, Pélvica: de             Fase Aguda: É o período onde estão presentes e exacerbados, os
nádegas, Transversa.                                                    sinais           e            sintomas          da          doença
Parto – expulsão do feto e anexos a partir da 22º semana de gestação    Fase Crônica:Período onde a sintomatologia da doença
* Freqüência Cardíaca                                                   desaparece, porém o indivíduo não atingiu a cura.
Considerações com gestante a bordo:                                     Doenças Endêmicas
- O vôo está contra indicado a partir do 8º mês de gestação,            Malária
- O uso do cinto de segurança deve ser posicionado no baixo-ventre,     Agente Etiológico -Período de Incubação – Transmissão -
com auxílio de um travesseiro,                                          Sinais     e    Sintomas      –    Epidemiologia     -   Profilaxia
- Preferencialmente, deve ocupar lugar na cauda do avião,               Plasmodium (anopheles)
- Deverá sempre ser acompanhada pelo comissário(a),                     12 dias
- Em caso de perda de líquido (ruptura de bolsa) está indicado o        Picada de mosquito (acesso endêmico)
repouso.                                                                Calafrios, febre, cefaléa e sudorese intensa.
Parto                                                                   Tem prevalência na básica na Amazônia e Mato Grosso
Sinais Indicativos:                                                     Cloroquina tratamento com dose semanal
- Dilatação                                                             Doença de Chagas (Principal doença endêmica, junto com
- Perdas vaginais como:                                                 esquistossomose)
Catarro sanguinolento (tampão)                                          Agente Etiológico - Período de Incubação – Transmissão -
Líquido amniótico (ruptura da bolsa)                                    Sinais e Sintomas
- Contração uterina,                                                    Epidemiologia – Profilaxia
- Cólicas no baixo ventre, característica do período de dilatação,      Trypanossoma
dolorosas e rítmicas.                                                   Cruzi (vive inset barbeiro)
Conduta:                                                                5 a 14 dias
Durante o trabalho de parto:                                            Picada de inseto (barbeiro)
- A parturiente deve estar sentada na poltrona com inclinação           Edema e problemas cardíacos
máxima.                                                                 Região sul, habitações rudimentares
Habitação e higiene adequados                                        excreções                         e                      utensílios.
Esquistossomose (“Barriga d’água ou “Mal do Caramujo”                Medicina Aeroespacial
Agente Etiológico - Período de Incubação – Transmissão - Sinais É um ramo da medicina preventiva que atua na profilaxia e no
e Sintomas                                                           tratamento de problemas orgânicos e psíquicos decorrentes da
                                                                     atividade aeronáutica.
Epidemiologia – Profilaxia                                           Atmosfera
Schistossoma                                                         Camada gasosa que envolve a terra e acompanha seus movimentos
Manzoni, ciclo de vida no caramujo                                   em torno do sol. Compõe-se de: 78% de nitrogênio, 21% de
4-6 semanas                                                          oxigênio e 01% de outros gases. Está dividida em várias camadas:
Através das cercarias que estão na água de rios                      Troposfera – 11Km (63.270 pés)
Dor nas pernas e aumento do abdômen                                  Tropopausa – 24 Km (79.920 pés)
Nordeste do Brasil e interior de MG e SP                             Estratosfera – 70 Km (233.100 pés)
Químicos (remédio), Físicos (fossa)                                  Ionosfera – 500 Km
Cólera                                                               Exosfera – 1.000 Km
Agente Etiológico - Período de Incubação – Transmissão - Sinais Quanto maior a altitude menor é a Pressão Atmosférica, ao nível do
e                                                         Sintomas mar é de 760 mmHg, já a 18.000 pés corresponde a 380 mmHg e
Epidemiologia – Profilaxia                                           está presente na Lei de Dalton: num reservatório fechado à pressão
Vibrião da cólera (bactéria)                                         total exercida sobre a parede do reservatório é a somatória das
1-3 dias                                                             pressões dos gases presentes.
Ingestão de alimentos ou água contaminados                           Fisioanatomia Respiratória
Diarréia aquosa, desidratação rápida                                 Compreende as vias aéreas superiores, fossas nasais, faringe e
Países da América do Sul, Ásia e África                              laringe, a traquéia que se divide em dois tubos denominados
Higienização dos alimentos e da água                                 brônquios e os pulmões. A respiração é responsável pela troca
Febre Amarela                                                        gasosa. Compreende dois movimentos distintos, a inspiração e a
Agente Etiológico - Período de Incubação – Transmissão Sinais e expiração.
Sintomas                                                             Hipóxia
Epidemiologia – Profilaxia                                           É definida como a diminuição da oxigenação dos tecidos (ou
Vírus vive no inseto Aedes Aegypti                                   menor quantidade de O2 nas células). Quanto maior for a altitude,
3 a 6 dias                                                           mais rapidamente se instalam os sintomas da hipóxia:
Picada do inseto                                                     Altura (em pés)
Febre alta, calafrios, melena, dores nas costas                      Tempo de consciência
Amônia e Oeste da África                                             25.000 - 3 a 5 minutos
Vacinação (válida por 10 anos)                                       30.000 - 1 a 2 minutos
Dengue                                                               45.000 - 9 a 15 segundos
Agente Etiológico - Período de Incubação – Transmissão - Sinais Como vimos no quadro anterior o tempo em que se apresenta os
e Sintomas                                                           sintomas da hipóxia é proporcional à altitude acarretando sintomas
Epidemiologia – Profilaxia                                           da hipóxia, são elas: sonolência, inquietação, irritabilidade,
Vírus vive no inseto Aedes Aegypti                                   cansaço, incoordenação motora, prejuízo no julgamento, cianose e
Picada do inseto                                                     inconsciência.
Febre, Cefaléia, dores musculares                                    A Hipóxia está divida em:
Países subtropicais como América do Sul                              Hipobárica: É definida como diminuição da pressão parcial do
Analgésico exceto AAS                                                oxigênio nos alvéolos pulmonares e, conseqüentemente, nas células
Doenças Infecto-Contagiosas                                          do organismo. Ocorre em altitudes superiores a 10.000 pés.
Tuberculose                                                          Também chamada de mal da altitude ou mal da montanha.
Agente Etiológico – Transmissão - Sinais e Sintomas – Profilaxia Anóxia: É a fase onde ocorre deficiência de oxigenação do sangue
Bacilo de Koch (pulmonar)                                            nos pulmões (falta total de O2). Seu tratamento consiste em
Secreções das vias respiratórias                                     Oxigenioterapia. Pode ocorrer por duas razões distintas:
Tosse, Febre, Fadiga, emagrecimento e hemoptise                      Hipóxia hipobárica – onde a pressão parcial de oxigênio está
Vacina BCG, pasteurização do leite.                                  diminuída (acima de 24.000 pés), não ocorrendo a difusão do
Meningite Meningocócica (Dor na nuca)                                oxigênio para o sangue.
Agente Etiológico – Transmissão - Sinais e Sintomas – Profilaxia Hipóxia hipóxica / hipoxêmica – causada por problemas
Bactéria meningococos,                                               pulmonares como pneumonia, câncer de pulmão etc (falta parcial
Secreções das vias respiratórias                                     de O2).
Rigidez na nuca, febre, cefaléia, vômitos em jato.                   Hipêmica ou Anêmica: Ocorre pela dificuldade no transporte de
Vacinação                                                            oxigênio. As hemácias apresentam problemas para transportar o
Obs: causa inflamação nas membranas que envolvem o cérebro e oxigênio por falda das mesmas. Estão relacionadas a anemias
medula espinhal (meninges). Pode levar a morte ou deixar seqüelas (ferroprivas, nutricionais) ou por intoxicação pelo monóxido de
irreversíveis                                                        carbono.
Hepatite (Tipo A e B)                                                Estagnante, Isquêmica ou Estátisca: É definida pela diminuição
Agente Etiológico – Transmissão - Sinais e Sintomas – Profilaxia da velocidade do fluxo sanguíneo e conseqüentemente deficiência
Doença provocada por vírus, que provoca lesão no fígado. Pode ser de oxigenação das células. Está associada a problemas circulatórios
degenerativa                       ou                  inflamatória como por exemplo à insuficiência cardíaca congestiva (ICC).
A – Objetos, água e alimentos contaminados                           Histotóxica: Define-se pela deficiência de aproveitamento tecidual
B – Transfusão sanguínea                                             do oxigênio. Está relacionada a intoxicações das células por
A e B – Contato inter-humano                                         cocaína, estricnina, álcool ou cianureto. O tecido impregnado não
Febre (mais comum na hepatite A), mal estar, Urina escura, Fezes absorve as moléculas de oxigênio.
esbranquiçadas,                distúrbios          gastrointestinais Disbarismo
Educação sanitária, controle em bancos de sangue cuidados com É a denominação que se dá às modificações orgânicas em
decorrência da alteração da pressão barométrica, ou pressão               Alteração do Ritmo Circadiano: Ocorre com o cruzamento de
atmosférica. Podem ser de dois tipos:                                     fuso horário (4 ou mais fusos tanto para leste como oeste) e altera o
Aerodilatação: Dilatação de gases cavitários presentes em:                “relógio biológico”. Para tanto o sono é fundamental para adaptar o
Aparelho digestivo – pode ser eliminado facilmente pela boca              organismo ao novo horário, leva geralmente 24 a 48 horas.
através do eructo e pelo ânus através dos flatos. Assim sendo, é          Baixa Umidade no Interior das Aeronaves: O ar no interior da
possível promover a equalização das pressões. Caso haja algum             cabine é seco e refrigerado, há um ressecamento da pele e mucosas
impedimento para eliminação desses gases o indivíduo pode                 predispondo a epistaxe. As conjuntivas também ficam ressecadas, é
apresentar: aumento no abdômen, sensação de desconforto e cólicas.        recomendável aos usuários de lentes de contato retirá-las para
O tratamento, no caso, é mais de caráter preventivo evitando a            evitar ulcerações de córnea. É muito importante a hidratação
ingestão de alimentos gases formadores e bebidas gaseificadas.            abundante.
Ouvido Médio (aerotite) – Dentre as demais cavidades é a de maior         Fadiga Aérea: Pode ser resumido como um esgotamento físico e
dificuldade de equalização. Possui 3 ossículos, martelo, bigorna e        psicológico.
estribo que são responsáveis pela condução das ondas sonoras              Alimentação: ingestão excessiva de proteínas (carnes) e alimentos
captadas pelo tímpano até o ouvido interno, também chamado de             ricos em lipídios (gorduras) requerem maior quantidade de
labirinto. Com a pressurização ou despressurizarão o ar no ouvido         oxigênio para seu metabolismo.
médio se altera, ocasionando aumento (após a decolagem) e redução         Mudança de clima: grande diferença climática, por exemplo, sai de
(pouso) da pressão interna acarretando sensações desagradáveis. Para      temperaturas muito baixas (negativas) e, horas depois, desembarca
isso o indivíduo deve movimentar a mandíbula, bocejar e deglutir.         em regiões de intenso calor com temperaturas próximas a 40º C.
Caso ainda persistam os sintomas, é indicada a manobra de Valsava,        Enjôo: Doença relacionada ao movimento, o indivíduo pode
que consiste em fechar as narinas e a baça e exercer força de             apresentar palidez, sudorese, sonolência, uma discreta hipotensão,
expiração. Os tripulantes, geralmente são afastados de vôo, por           náuseas e vômitos. A seguir há alguns fatores que predispõe ao
apresentarem-se gripados por ter esse problema a ver com o ouvido.        enjôo:
Seios da Face – São pequenas cavidades existentes nos ossos do            Reações Vagotônicas – ocorre por uma reação emocional, do tipo
crânio que associado a outros fatores (resfriados, sinusites, rinites),   medo.
inclusive tempo de exposição, a pessoa desenvolve a aerosinusite,         Excitação do labirinto – o ouvido interno é responsável pela
caracterizada por dor, que poderá ser frontal ou maxilar. O               sensação de equilíbrio, além da audição. Durante o vôo, as
tratamento é a administração de descongestionante nasal e                 constantes oscilações de aceleração e vibrações determinam uma
analgésico.                                                               grande excitação do labirinto, surgindo então as náuseas e vômitos.
Alvéolos dentários – Situação de menor ocorrência, causadas pela          Excitação oculomotora – provém dos reflexos oculares.
dilatação de ar existente junto à raiz do dente. Nestes casos o           Estímulos táteis – vide ao próprio nome, também contribui para a
passageiro deve receber um analgésico e procurar atendimento              desorientação espacial.
dentário assim que possível, pois pode estar com processos                Deslocamento de vísceras – provocadas pelo movimento da
inflamatórios.                                                            aeronave        invertendo       os      movimentos        viscerais
Aeroembolismo: Neste estudo são consideradas as alterações                Estímulo olfativo – odores fortes ou desagradáveis podem
orgânicas decorrentes da oscilação da pressão atmosférica nos gases       desencadear o enjôo.
que se encontram dissolvidos nos líquidos corpóreos (lei de Henry         Para diminuir os efeitos da aceleração no organismo, em
relaciona gás líquido com pressão). Ocorre acima de 30.000 pés, é         passageiros suscetíveis ao enjôo, pode-se orientá-los a:
caracterizada pela presença de gás nitrogênio no sangue (bolhas de        - manter a cabeça apoiada numa mesma posição – diminui a
nitrogênio nos tecidos acumulados nas articulações). Seus sintomas        excitação do labirinto;
estão presentes na pele chamada de creeps itch, nas articulações          - fechar as pálpebras, fazer uso de uma venda nos olhos ou fixar o
chamadas de bends, as mais comuns no pulmão chamada Chokes e              olhar dentro de um ponto da cabine – diminui a excitação
no sistema nervoso central chamada starggers. Para todas elas a           oculomotora;
solução        é        a       pressurização        da        cabine.    - apoiar-se firmemente no assento da poltrona, fazendo leve
Hiperventilação: A hiperventilação consiste, basicamente, em              pressão nos pontos de contato – diminui os estímulos táteis;
respirar mais rápido do que o norma. O coração bate mais rápido e         - afrouxar roupas e manter o ponto de ventilação sobre a cadeira,
existe a sensação que não se consegue obter ar suficiente. Ao respirar    aberto.
em ritmo mais acelerado obtém-se oxigênio em “excesso”. Suas              - Pode ser oferecido uma medicação antiemética.
causas podem estar ansiedades, ataques de pânico, desordens ao nível      O enjôo a bordo, apesar de incômodo, não se constitui em
do sistema nervoso central. Também é chamada de hipocapnia ou             ocorrência grave.
hipocarbia (menor quantidade de CO2 no sangue). Pode gerar                ______________________________________________________
alcalose e hipóxia cerebral. Sua forma de tratamento consiste em          _________
respirar em um saco plástico para que o CO2 possa ser inalado             Sobrevivência
equalizando assim a relação de um para outro, restabelecendo a vida       Introdução
do indivíduo nesta situação.                                              Após o pouso forçado e conseqüentemente o abandono da
Fatores Estressantes do Vôo                                               aeronave, para facilitar a sua sobrevivência e a dos demais é muito
Radiações: Atravessam a atmosfera, vários tipos de radiação. As           importante adotar procedimentos descritos em cada caso, sendo
radiações denominadas de não ionizantes são do tipo das ondas             estes:      no       mar,       selva,     gelo      e       deserto.
luminosas, raios infravermelhos, ultravioletas, transmissão               Sobrevivência no Mar
radiofônica, aquelas originadas de explosões solares, cósmicas etc.       Depois de completar a lotação do bote, soltar a corda que o prende
Outro tipo de radiação, as ionizantes, são ondas eletromagnéticas,        ao avião afastando-se das águas cobertas por combustível ou
responsáveis por causarem alterações celulares no organismo               destroços, mantendo-se a certa distância da aeronave.
humano. As lesões, geralmente acometem a medula óssea e o fígado,         Buscar os sobreviventes flutuando sem sentidos, semi-afogados,
que são os órgãos mais sensíveis a cargas excessivas de radiação.         boiando em seus coletes inflados. Acionar o rádio transmissor,
Ruídos e Vibrações: O deslocamento da aeronave e o                        prestar os primeiros socorros.
funcionamento de seus motores, determinam vibrações complexas.            Os botes deverão estar secos, o toldo armado servirá entre outras
São transmitidas através da fuselagem e do ar e, ao atingirem o           coisas, para coletar água da chuva. Preparar cartuchos pirotécnicos,
organismo, originam outros movimentos vibratórios, denominados de         corantes ou pó marcador de mar, espelho sinalizador, lanternas etc.,
ondas de ressonância ocasionando desconforto e fadiga aérea.
apenas AO AVISTAR-SE OU OUVIR UMA EMBARCAÇÃO OU                           Alimentação
AERONAVE.                                                                 A principal fonte será a própria ração de sobrevivência existente
Racionar água e alimentos, as primeiras 24 horas serão de jejum           nos conjuntos, há também os alimentos levados da aeronave, pesca,
total.Tudo deve ficar devidamente amarrado, para que não se perca         ou alguma ave que pousar no bote. Cuidado ao conseguir algum
em caso de o bote virar.                                                  alimento marinho, pois poderá haver queimaduras (medusas, águas
Fazer verificações periódicas na biruta d’água, com mar calmo             vivas ou caravelas).
liberar toda a extensão da corda, com mar agitado meia extensão da        Nunca comer vísceras ou ovos de qualquer peixe desconhecido, ao
corda.                                                                    invés utilizar como iscas, peixes indesejáveis quase totalidade deles
Dividir os ocupantes do bote em turnos de vigilância, não excedendo       vivem em águas pouco profundas de lagunas ou de recifes,
há duas horas, distribuindo tarefas a todos para que se mantenham         apresenta corpo arredondado, pele dura, placas ósseas e espinhos.
ocupados e tranqüilizando-os mostrando que os recursos são                Quase todas as espécies de peixes de alto mar são comestíveis.
suficientes e que os socorros não tardarão a chegar.                      Manutenção da saúde física e mental
Mantenha os botes corretamente inflados, se houver necessidade            A sobrevivência do homem que cai no mar depende de sua
acabe de encher com a bomba manual, em caso de vazamentos,                resistência contra tudo aquilo a que fica exposto tais como: frio,
utilizar bujões de vedamento.                                             calor, enjôo, a sede, fome, fadiga, desânimo, as tempestades e
Verifique com regularidade o estado de enchimento das câmaras. O          perigos diversos. O melhor equipamento de salvamento é o próprio
ar quente dilata-se. Deste modo, nos dias quentes, deixe escapar          sobrevivente, quando ele sente que precisa e QUER
algum ar das câmaras. Ao esfriar o tempo, bombeie o ar para dentro        SOBREVIVER.
delas.                                                                    Cuidados com os olhos, protegendo-os com óculos ou com algum
Se o barco estiver cheio, os sobreviventes dormirão com dificuldade.      pano, para prevenir câimbras, devem movimentar as pernas aos
É conveniente agrupar os que estão de vigia, a fim de se obter espaço     poucos, devagar e com movimentos leves, quando sentir enjôo
para os que estão repousando.                                             deve ficar deitado no bote, mudando a posição da cabeça, não deve
Só se deverá navegar o bote, quando houver terra à vista. Se o vento      comer ou beber. O toldo do bote protegerá contra a exposição
estiver soprando em direção a terra, deve-se retirar a biruta d’água.     direta do sol.
Evitar se molhar, manter o fundo do bote sempre seco, manter o            Queimaduras e ulcerações podem ser ocasionadas pelo vento frio
controle sobre o grupo evitando o pânico. A fome é um perigo              ou pelo calor nas partes descobertas do corpo, neste caso o uso de
menor. Desde que se tenha água é possível sobreviver muitos dias          pomada anti-séptica nos lábios e na pele evita rachaduras.
sem comida, a água salgada não deve ser bebida.                           Peixes marinhos perigosos
Sinalização                                                               Animais marinhos peçonhentos, tais como a moréia, arraias (vivem
Rádio Transmissor de Emergência: O rádio transmissor de                   geralmente em buracos no fundo do mar) e baiacus. Tomar cuidado
emergência deve ser acionado imediatamente após o pouso. Este             também com as arraias elétricas que podem emitir descarga de até
equipamento emite sinais de SOS, deve ser amarrado ao bote ou             220 volts, algumas produzem veneno podendo levar a morte, são
“slide-bote”, começará a emitir sinais em cinco segundos enviando         animais noturnos.
sinais por 48 horas (em água doce começa a emitir sinais em cinco         O tubarão possui um olfato e audição bastante aguçada, neste caso
minutos).                                                                 evitar produzir sons e caso haja algum ferimento onde tenha
Espelho de Sinalização: O espelho é um sinalizador diurno, o              sangramento procurar conter. Em caso de pressentir um tubarão o
alcance de visualização de seu reflexo é de aproximadamente 10            melhor é mergulhar, freqüentemente se assusta com a presença
milhas, na ausência deste, poderão ser usados superfícies metálicas.      humana no fundo do mar.
Corante de Marcação: É um item para sinalização diurna, uma vez           Natação e sinais de terra
utilizada, o corante marcador de mar tem a duração de 3 horas             Conforme já visto anteriormente, ao abandonar a aeronave num
aproximadamente, produz intensa mancha verde.                             pouso forçado no mar, o sobrevivente deverá inflar o seu colete
Cartucho ou foguete fopirotécnico: Serão acionados somente                salva-vidas já fora da aeronave.
quando tivermos certeza da aproximação de navio ou avião, é um            Cada câmara do colete salva vidas suporta até 60 Kg inerciais.
sinalizador diurno e noturno, no mar devem ser direcionados para          Além de seus coletes, o sobrevivente poderá improvisar uma bóia
fora do bote, num ângulo de 45 acima do horizonte e a favor do            com as calças amarrando as duas pernas, dando nó em cada boca
vento. O lado diurno terá a tampa lisa ou com alto relevo indicando       segurar pela cintura colocando atrás da cabeça e num movimento
D.                                                                        rápido jogar para frente. O ar aprisionado ira encher as pernas
Lanternas: Utilizá-las para iluminação, o tempo de uso deve ser o         amarradas da calça.
mais breve possível, além das lanternas, poderão ser utilizadas           O sobrevivente que ficar de vigia deve estar atento a qualquer sinal
também as luzes existentes nos coletes e botes salva-vidas para           de terra, coloração esverdeada no céu, coloração mais clara de
sinalizar, com relação a esse assunto se o pouso forçado se der à         água, aves em maior número, ruído de arrebentação, todos esses
noite, algumas dessas luzes deverão ser acionadas, mas apenas             sinais            podem             ser           de            terra.
poucas, pois não temos previsão por quantas noites será a                 O sobrevivente não deve “navegar” o bote, somente diante da
permanência                           no                           mar.   situação acima, ou seja, proximidade de terra. Os botes não foram
Apito: Servirá para atrair a atenção de embarcações próximas, para a      feitos com esta finalidade e diante da necessidade de “navegá-lo”,
localização dos botes durante nevoeiro e para atrair atenção de           constata-se que as dificuldades serão inúmeras (formato, ausência
pessoas quando o bote estiver próximo ao litoral.                         de remos, etc.).
Água – Obtenção e Reserva                                                 Sobrevivência na Selva
O racionamento de água deve decorrer nas primeiras 24                     Evacuação – EVAC
horas.Existem os dessalinizadores ou dessalgadores químicos de            Se houver um pouso de emergência na selva, deve-se efetuar a
água do mar, podemos colher água da chuva ou mesmo                        evacuação da aeronave apenas voltando a ela quando o combustível
orvalho.Trazer toda água possível do avião, não se deve fazer             tenha sido evaporado. Primeiro socorrer os feridos e acionar
esforços demasiados. Tomar cuidado com a sede falsa, a sede               imediatamente o rádio transmissor. A sobrevivência estará baseada
verdadeira provoca sensação de queimadura na garganta e boca.             num tripé: água, alimentação e sono, para se refazer do choque do
Se não dispuser de água não comer. Numa situação de sobrevivência,        acidente este último é recomendável.
é necessário no mínimo ½ litro de água. Uma das maiores fontes de         Sinalização
água e alimento será a obtenção de peixes, que ao serem mastigados,       Colocar panos coloridos sobre as árvores ou outros objetos de cores
fornecerão apreciável quantidade de água.                                 contrastantes destroem o verde da vegetação facilitando o resgate
que leva geralmente 4 dias para a localização. Além disso, utilizar os     das fontes de água a uma distância de 700 metros que deverá ser
equipamentos disponíveis, a saber:                                         usado também como banheiro.
Rádio Transmissor de Emergência: Este equipamento emite sinais             Fogo
de SOS, em cinco segundos quando mergulhado em água salgada                Manter-se-á a fogueira acesa o dia todo, devendo ser designada
com duração de transmissão de 48 horas. Em água doce começa a              uma pessoa para este fim, e outra para encontrar lenha. Se o terreno
emitir sinais em cinco minutos. As freqüências são 121.5 MHz               estiver úmido, faça a fogueira sobre uma plataforma de troncos ou
(VHF) civil, 243.0 MHz (UHF) militar, sendo o alcance vertical             pequenas pedras. Evidentemente deve-se proteger os fósforos
40.000 pés ou 13.000 metros e alcance horizontal 250 milhas                mantendo-os secos, caso não se disponha deste item ativar o fogo
náuticas ou 460 Km. O modelo acima mencionado é o “Rescue 99”,             valendo-se de lente de óculos, pilhas de lanterna, foguetes
utilizado na maioria dos aviões.                                           pirotécnicos, atrito de metal e pedra sobre papel ou graveto fino.
O horário de silêncio internacional é diverso nas regiões do globo,        Água
estando assim dividido:                                                    Toda água encontrada na selva deverá ser purificada antes de ser
Oriente: de 00 aos 03 – dos 30 aos 33 minutos de cada hora.                consumida. Os meios para tal são os seguintes: no conjunto de
0 aos 33 minutos de cada hora.idido:e nas seguintes condimo.corrido.       sobrevivência contêm iodo, basta adicionar 8 gotas para cada litro
Ocidente: de 15 aos 18 – dos 45 aos 48 minutos de cada hora.               deixando agir por 30 minutos. Outro meio é a fervura por pelo
Espelho de Sinalização: O espelho é um sinalizador diurno, o               menos 1 minuto.
alcance de visualização de seu reflexo é de aproximadamente 10             A água de coco é outra importante fonte de água, deve-se escolher
milhas, na ausência deste, poderão ser usados superfícies metálicas.       os que não sejam muito verdes ou extremamente maduros.
Possui um orifício para que se possa mirar o alvo. O sobrevivente          Os cipós, especialmente o de casca grossa, também conhecida
que ficar com este aparelho deve se habituar com o manuseio desde o        como cipó d’água produzem água cristalina, porém deve-se evitar
início, colocando o espelho 10 centímetros do rosto refletindo a luz       aqueles que produzem líquido leitoso ou amargo.
solar                             no                             alvo.     Cactos, principalmente os bojudos também apresentam grande
Cartuchos Sinalizadores: Possuem um lado diurno, que produz                quantidade de água devendo ser contados pela parte de cima
intensa fumaça de cor alaranjada e um lado noturno que produz fogo         amassando seu miolo.
pirotécnico; o lado noturno possui características que permitem            Outros locais nos quais podemos procurar água, serão locais baixos
identificá-lo mesmo à noite (saliência nas bordas, na tampa, argolas       e úmidos, em encostas, ao longo dos fundos dos vales, e ao pé dos
etc.) seu uso no mar ou rio devem ser direcionados para fora do bote,      aclives, sempre escavando junto à vegetação verde e viçosa.
num ângulo de 45 acima do horizonte e a favor do vento. O lado             Alimentação
diurno terá a tampa lisa ou com alto relevo indicando D.                   O racionamento deverá se iniciar imediatamente após o pouso,
Pó marcador de água ou corante marcador: É um item para                    deve-se utilizar toda comida disponível no avião, incluindo as
sinalização diurna, uma vez utilizada produz intensa mancha verde          rações de sobrevivência que são compostos de caramelos, pílulas
com duração de aproximadamente 3 horas, com alcance de 10                  vitaminadas e chicletes. Estimar o tempo até o salvamento e dividir
milhas.                                                                    as provisões em 3 partes iguais, 2/3 para a primeira metade e 1/3
Lanternas: Seu uso deve ser limitado a casos de real necessidade.          para a segunda.
As lanternas ativadas à água têm duração aproximada de 8 a 12 horas        Os conteúdos energéticos dos alimentos são dispostos da seguinte
depois de acionadas. Os coletes salva-vidas como os botes possuem          maneira:
lâmpadas de reação química ativadas à água, que poderão e deverão          Carboidratos: Principalmente de origem vegetal, havendo pouca
ser       utilizadas      como        sinalizadores      à      noite.     água        dar        preferência        a       este        grupo.
Apito: Servirá para atrair a atenção ou atrair atenção de pessoas que      Proteínas: São combustíveis orgânicos cuja principal finalidade é
se        afastarem       muito        do       grupo       principal.     a de conservar e refazer tecidos. São de origem animal na sua
Sinalização com recursos do local do acidente: Pequenas fogueiras          maioria e a quantidade diária situa-se em torno de 90 gramas.
numa disposição que transmita uma mensagem, como um grande                 Gorduras: Necessárias em quantidades reduzidas
SOS. Durante o dia colocar na fogueira borracha ou óleo dos motores        Algumas regras para a ingestão de alimentos desconhecidos são
para produzir fumaça negra. Durante a noite, folhas verdes, musgo ou       importantes, uma delas é a de cozinhar uma pequena amostra, por
pequenas quantidades de água, para obter fumaça branca.                    um tempo razoável, em seguida colocar um pouco na boca
Utilizar troncos de árvores, pedaços de carenagem, escavar buracos         mastigando sem engolir por aproximadamente por cinco minutos.
no chão, construindo com estes materiais, mensagens no código terra        A Frutas são importantes, pois as podemos comê-las em estado
ar da OACI.                                                                cru, ao observar os animais e as frutas que comem podemos saber
                                                                           os tipos seguros de ingestão. Além disso, nozes, castanhas e
Quando sinalizar com estes itens, faça-os de dimensões grandes 10 a        pinhões além de grãos e sementes poderão ser consumidos.
20 metros, para que possam ser avistados a grandes distâncias.             As palmeiras produzem palmito (miolo) que pode ser comido cru
Obs: A lista de código de sinais a ser usado pelos sobreviventes deve      ou cozido; está localizado no topo do tronco, normalmente
ser     visto    na    apostila,     página     29.D     em      diante.   enterrado na árvore entre o início das folhas e o topo. Além disso,
Abrigo                                                                     produzem também coco e coquinhos muito importantes, pois são
Após o abandono da aeronave e tomadas as primeiras medidas será            comestíveis as polpas e por possuir água.
sempre a obtenção de abrigo. O abrigo ideal será a própria aeronave,       São outras formas de alimentos encontrados na floresta:
caso haja vítimas fatais retirar e enterrar a uma distância razoável da    Fetos vegetais e samambaias: ferver os brotos por 10 minutos,
aeronave. Esta conduta tem como objetivo principal eliminar o              trocar a água e voltar a ferver por mais 30 a 40 minutos.
impacto negativo da permanente visão dos mortos por parte dos              Plantas aquáticas: brotos novos, sabor de aspargo tira-se às
sobreviventes.                                                             palhas.
O local ideal para a construção de um abrigo caso não seja possível        Casca de árvores: parte interna esbranquiçada cozida em várias
utilizar a aeronave deverá ser um ponto elevado, seco e a mais de 100      águas rica em vitamina C.
metros de curso de água. Alinhar na direção em que sopra o vento, de       Legumes e verduras: escolher os mais novos e macios (tenros).
costas para o mesmo, cavar uma canaleta rasa em volta do abrigo            Raízes: Não esquecer se for amargo ou leitoso não consumir,
para evitar que ele seja invadido pela água da chuva.                      mandioca brava é venenosa.
O lixo nunca deverá ser acumulado a fim de se evitar os roedores,          São consumíveis após fervura a batata-doce, inhame, mandioca,
que trarão atrás de si, as indesejáveis serpentes, além de atrair os       aspim.
insetos. Para tanto deve-se cavar um buraco longe do acampamento e
Suco: O sumo das plantas que contêm açúcar pode ser desidratado a       insetos e arranhões na pele. O ideal é usar calças compridas e
ponto de obter calda.                                                   camisas de mangas longas cobrindo a cabeça com uma camisa ou
Pesca                                                                   camiseta,         improvisando         luvas         e         botas.
Os peixes são ótimos fornecedores de proteínas, ricos em vitamina D.    Saúde (cuidados)
A melhor hora para pescar é bem cedo ou no finalzinho da tarde. Às      O maior perigo que se apresenta nas florestas tropicais é
vezes a pesca noturna dá bons resultado. Mariscos e mexilhões não       representado pelos insetos, muitos dos quais transmissores de
deverão servir como alimentos. Os caranguejos do mangue estão a 8       moléstias e parasitas como, por exemplo, a febre amarela.
a 10 cm da superfície. Evitar tocar em qualquer caracol de forma        São outros perigos a saúde:
cônica.                                                                 Formigas: combatidas com o fogo
Tomar cuidado com os peixes fluviais perigosos, tais como:              Mutucas: cujas larvas penetram na pele provocando inchaço e
Bagres e Mandis: possui três ferrões de nadadeiras, porém são           deverá                         ser                        espremida
ótimos para alimentação.                                                Sanguessugas: presente nas áreas pantanosas para livrar-se delas
Piranha: peixe carnívoro vive em cardumes é mais perigosa em            aplicar uma pitada de sal ou tocá-las com um fósforo aceso
possas e rios onde a comida é pouca. A mais perigosa é a vermelha.      Carrapatos: espécie de pulga de areia, deve-se tirá-los
Arraias: possui um forte ferrão, está sempre nas margens dos rios       cuidadosamente apanhando-os entre o fio de uma faca e o polegar,
cobertos de lama ou areia; seu ferrão serrilhado rasga e dilacera a     manter as unhas cursas a fim de evitar a possibilidade de arranhar a
carne, inoculando a peçonha profundamente.                              pele                           ao                          coçar-se.
Baiacus: quando retirados da água costumam-se inflar-se                 Animais (peçonhentos)
Poraquê: na região do Amazonas, Pará e Mato Grosso é necessário         Os principais animais peçonhentos na selva são as serpentes,
bastante cuidado com este peixe. É conhecido como peixe elétrico, é     aranhas, escorpiões, marimbondos e abelhas. Esses animais
capaz de emitir uma descarga elétrica de aproximadamente 300 volts.     inoculam veneno sua classificação é feita levando em consideração
Candirus: tem a particularidade de penetrar, com incrível facilidade,   da ação do veneno. As principais são as cobras, a saber:
pela uretra e ânus das pessoas que se banham despidas nos rios.         Botrópico: grupo ao qual pertencem à jararaca, urutu, cotiara,
Pirarara: Peixe que arrasta a vítima para o fundo do rio, para após     jararacuçu, caiçaca, boca-de-sapo. É o mais numeroso, tem seu
se alimentar.                                                           habitar em regiões úmidas com hábitos noturnos, suas picadas
Caça                                                                    formam edema e manchas avermelhadas. Sem tratamento a
As lebres e aves maiores devem ser suspensas pelos membros              letalidade é de 8%.
inferiores, de modo que o sangue passe para a cabeça. Após a sangria    Crotálico: grupo da cascavel vive em campos abertos regiões secas
limpar (remover as vísceras) todos os pássaros que caçar, esfolando     e pedregosas em cerrados e pastos também possui hábitos noturnos
os maiores. A carne da caça deverá ser fervida por pelo menos 2 a 3     e seu bote é preciso sendo o índice de letalidade para casos sem
minutos, podendo-se assar ou moquear envolvendo uma camada de           tratamento                          de                          76%
barro para evitar queimar o alimento.                                   Laquético: a surucucu maior serpente do continente americano em
Para caçar deve-se utilizar laços, armadilhas, mundéus, atiradeira e    torno de 4,5 metros também conhecida como Pico-de-jaca.
arapucas. Consistem em engenhosos instrumentos montados com             Elapídico: as corais, sendo estas pequenas em média 50
item disponíveis na floresta como cipó, árvore etc.                     centímetros de comprimento todas elas gostam de lugares quentes,
Orientação e Deslocamento na Selva                                      úmidos e escuros e a letalidade é de 100% caso não haja tratamento
A incerteza e a angústia pode vir a ocorrer, a falta de auto controle   adequado.
pode comprometer toda operação de resgate, não se deve deixar levar     Para identificar as serpentes peçonhentas pode-se utilizar algumas
por excessos de alegria ou nervosismo, contudo caso seja necessário     características           clássicas           tais            como:
deixar o local do acidente deixar por escrito as razões e indicações    Fosseta loreal: é um órgão termo receptor, com a capacidade de
corretas do rumo seguido, fazendo marcas em todo local percorrido.      perceber variações de temperatura todas a peçonhentas a possuem
Só se deve abandonar o local do acidente nas seguintes condições: ter   com exceção das corais.
certeza que encontrará ponto melhor de abrigo, alimentação e            Cabeça triangular: todas tem com exceção da corais
socorro. Após ter vários dias esperando.                                Presença de chocalho: caracteriza as cobras cascavéis
Alimentação                                                             Dentição: todas não possuem presas, tendo a dentição uniforme
Se parte do grupo sair para procurar socorro, estes deverão levar 2/3   *Os filhotes de cobras venenosas têm veneno desde o nascimento.
das provisões existentes, o outro 1/3 ficará com aqueles que            Métodos de prevenção ao ataque destes animais são: improvisar o
permanecerem no local do acidente. Quatro sobreviventes é o             uso de botas de cano alto, não colocar a mão em tufos de capim,
número ideal para executar uma caminhada sendo o ritmo ideal de 3       vegetação, buracos para isso usar luvas, camisas e mangas longas
horas caminhando por uma descansando.                                   assim como calças compridas, não segurar as cobras com as mãos e
Orientação                                                              evitar caminhar a noite horário preferido por esses animais
O maior perigo será o de ficar caminhando em círculos, ao encontrar     peçonhentos para caçar.
curso d’água poderá resolver o problema, seguindo o mesmo sentido       A prevenção será sempre o melhor tratamento possível, porém caso
da corrente, neste caso para poupar energia, viajar com mais rapidez    ocorra mordida não deve-se amarrar ou fazer torniquete, pois o
construir Jangadas de bambu ou madeira, de uns 2 metros de largura      garrote impede a circulação do sangue, podendo produzir necrose
com troncos de 3 a 4 metros de comprimento e uns 30 cm de               ou gargrena e manter o acidentado deitado em repouso, pois a
diâmetro.                                                               locomoção facilita a absorção do veneno.
Além disso, métodos de orientação colaboraram para a direção a ser      Aranhas, escorpiões (amarelo e marron) e abelhas (remover de
tomada, além da bússola outros métodos podem ajudar, a saber:           imediato o ferrão sem comprimir o local): raramente levam ao
Pelo relógio de ponteiros: ao norte do equador quando o Sol estiver     óbito, os tipos mais comuns de aranhas são:
visível, segure-o horizontalmente, coloque-o de modo que o ponteiro     Caranguejeira: apesar de grandes, podendo atingir 20 centímetros
das horas aponte na direção do Sol. A metade ou bissetriz do espaço     com pêlos compridos nas pernas sua picada é dolorosa, mas apenas
entre o ponteiro das horas e o número 12 será correspondente à          pela ação mecânica do que pela ação do veneno.
direção sul. Ao sul do equador o norte ficará na metade bissetriz       Viúva negra: cor preta, com manchas vermelhas no abdômen.
entre n 12 e pontro horas                                               Aranha de grama: cor acinzentada ou marrom e mancha escura
Vestuário                                                               em forma de flecha no corpo.
Deve-se conseguir o máximo de vestuário que puder trazer do avião,      Aranha armadeira: cor cinza ou castanho escuro, corpo e pernas
pois a roupa protegerá do frio, do calor, das queimaduras do sol, dos   com                           pêlos                           curtos/
Aranha marrom: cor marrom amarelada, sem manchas, não são                 que as primeiras 24 horas são de racionamento total. Excetuando-se
agressivas e vivem em teias irregulares (todas), os acidentes são         todo alimento que estiver disponível no interior da aeronave, e que
raros, mas é considerada a mais venenosa das aranhas.                     deverá ser retirado, nas regiões polares a alimentação se limitará
Abaixo segue tabela contendo resumo dos tipos de animais                  aos de origem animal: focas, leões marinhos, aves, peixes krill e
peçonhentos e prevenções.                                                 demais animais marinhos, sendo que, provavelmente as focas serão
Animal ou peixe pode ser peçonhento (com veneno) e perigoso               a principal fonte. Somente nos últimos caso se deve ingerir a carne
As cobras possuem dois tipos de venenos                                   de pinguis, pois muito comumente está contaminado por vermes.
Neuro tóxico - vai até o cérebro                                          Cuidados no Gelo
Proteolítico - tipo de ácido que fica no local da picada e apodrece       Envenenamento por monóxido de carbono: A queima de velas,
(provoca muita dor)                                                       lamparinas etc., no interior dos abrigos, promove a liberação de
Crotálica – Elapídico - Neuro tóxico – Cascavél – Coral – Brotrópica      monóxido de carbono, neste caso manter a ventilação adequada
– Laquético                                                               como uma chaminé improvisada com buraco a favor do vento.
Proteolítico – Jararaca – Surucucu                                        Congelamento: Os congelamentos a nível epitelial podem ser,
                                                                          basicamente, classificados em três grupos, a saber:
Sobrevivência no Gelo                                                     1° grau: Arrepios - não são perigosos. Servem como primeiro
Introdução                                                                sinal.
O gelo e o frio foram os principais fatores que fizeram do Ártico e da    2° sinal: Flictenas (Ou Bolhas) – indicam um processo de
Antártida as últimas regiões exploradas pelo homem. Temperaturas          queimadura                         nos                      tecidos.
muito baixas, ar seco que dificulta a cicatrização de ferimentos,         3° grau: Necrose - gangrenas ou manchas escuras na pele indicam
escassez de alimento e, principalmente, a ação dos ventos fazem com       uma diminuição muito grande do fluxo sanguíneo para a região.
que o homem, caso não conheça algumas noções básicas de                   Qualquer sensação de amortecimento ou anestesiamento
sobrevivência,      tenha     uma     sobrevida     muito    pequena.     (dormência) deve ser encarado como prenúncio de congelamento.
Orientações Básicas                                                       O frio intenso também pode ocasionar o estado de choque e perda
A maior quantidade possível de roupas deve ser mantida. A                 da razão, divido ao estreitamento dos vasos sanguíneos pela
manutenção da temperatura do corpo é um dos maiores segredos para         hipotermia, ficando o indivíduo em estágio letárgico.
o êxito numa sobrevivência no gelo. As extremidades (mãos, pés,           O congelamento nunca deverá ser tratado através de fricção, caso
orelhas, cabeça e nariz), mucosas, faces e órgãos genitais devem ser      haja principio de congelamento das mãos a melhor solução é
muito                           bem                        protegidas.    colocá-las sobre as axilas.
Ações Imediatas                                                           Iniciando-se na face pode ser tratado colocando-se as mãos quentes
As ações imediatas prestação de primeiros socorros e acionamento          sobre                            a                          mesma.
doas       radiofaróis     de      emergência       Rádio      Beacon     Caso haja um princípio de congelamento dos pés, o melhor a fazer
Ações Subseqüentes                                                        é colocá-las dentro das vestimentas de outro sobrevivente.
Providenciar abrigo, difícil é sobreviver no gelo sem abrigo e calor, o   Os sobreviventes, durante o tempo em que estiverem no abrigo,
ser humano resistiria poucas horas se possível na própria aeronave.       procurem ficar o mais próximo possível um do outro para manter o
Abrigos                                                                   aquecimento corpóreo.
Deve-se avaliar a área ao redor da aeronave para determinas o local       Cegueira: Não há uma adaptação natural da visão aos reflexos
mais adequado à construção do abrigo. O interior da aeronave pode         solares na neve, no gelo e na água. Os raios infravermelhos
ser utilizado como abrigo. Partes de sua fuselagem poderão ser            provocam fadiga ótica e dor intensa. Deve-se proteger os olhos
utilizadas também para confecção de um abrigo. Escorregadeiras e          utilizando óculos escuros, vendas ou abrigando-se em lugares
barcos salva-vidas também poderão servir como abrigos. Dentro os          pouco iluminados.
tipos de abrigo que podem ser construídos, destacam-se:                   Ação do vento: O corpo humano queima energia para manter sua
Trincheira: é construída rapidamente e proporciona uma proteção           temperatura. Em regiões geladas este gasto energético é
eficiente, neste caso deve-se tomar cuidado para que a entrada não se     aumentado. Para se reduzir este problema, os sobreviventes devem
localize na direção do vento. Pode-se utilizar as escorregadeiras,        se proteger do vento, valendo-se de anteparos (a aeronave, os
pedaços da fuselagem formando um “V” invertido.                           abrigos, etc).
Caverna de Neve: é cômoda, porém de difícil construção. Apresenta         Necessidades fisiológicas: Construir um outro tipo de abrigo (cova
maior possibilidade de intoxicação por monóxido de carbono                ou trincheira) afastado e sinalizado, abrigado do vento, pois os
(proveniente        da       fonte      de       calor,     fogueira).    órgãos genitais podem ser congelados.
Iglu ou Igloo: na eventualidade de uma sobrevivência prolongada no        Gretas (Ou Fendas): São fendas encobertas de neve e se
gelo, deve-se buscar um abrigo de construção mais sólida, como            constituem em perigo potencial para quem caminha sobre o gelo,
neste caso, o iglu. Sua confecção são necessários blocos de gelo com      neste caso deve-se amarrar todos os elementos em torno de cinco
medidas aproximadas de 50 cm X 30 cm X 30 cm.                             metros de distância entre si, e o primeiro homem guia for capaz de
Fogo                                                                      vistoriar o solo com um bastão para detectar as gretas existentes.
Os únicos combustíveis inflamáveis numa sobrevivência no gelo são         Aludes: Observar estrito silêncio em áreas de encostas de
os provenientes da própria aeronave (querosene e óleos) e as              montanhas, pois a neve acumulada nos topos pode ser deslocada
gorduras de origem animal. Para promover fogo em gordura de               devido ao deslocamento de ondas sonoras (eco) provocando assim
origem animal, deve-se depositá-la em recipientes (jarras, baldes de      uma                                                      avalanche.
gelo etc), utilizando pavio para acendê-la. A chama proveniente da        Animais Perigosos: Durante o deslocamento observar atrás do
queima deste combustível é muito brilhante e pode ser avistada a          grupo, periodicamente, a presença de ursos e lobos, que pelo faro
grandes distâncias.                                                       apurado seguem seus rastros à procura de alimentos. Os machos de
Água                                                                      focas, leopardos e os leões marinhos atacam com muita rapidez se
Há duas maneiras de se obter água numa sobrevivência no gelo:             tiverem seu território invadido. As aves do tipo skua atacam quase
Derretendo-se gelo, tendo cuidado para não estar contaminado com          sempre am vôos rasantes, quando sentem seus ninhos ameaçados.
fezes ou urina de animais locais ou Colhendo-se água de fonte             Considerações adicionais: Usar sempre roupas com cores vivas,
natural oriunda de degelo, cujo, sob camadas livres de gelo, muitas       evitando roupas claras ou brancas, se abandonar à área do pouso ou
vezes se pode ouvir.                                                      abrigo em busca de socorro, deixar no acampamento um aviso
Alimento                                                                  indicando data, rumo que seguirá e número de pessoas que farão
Inicialmente usar as rações do kit de sobrevivência, sem esquecer de
parte do grupo, devido à posição dos pólos da terra as bússolas         ______________________________________________________
funcionam de forma irregular não sendo, portanto confiáveis.            _________
Sobrevivência no Deserto                                                Conhecimentos Gerais de Aeronaves
Introdução                                                              Introdução
Em quase todos os continentes (com exceção da Europa) há extensas       Alberto Santos Dumont, nascido no Brasil, chegou em Paris em
regiões que têm com característica a aridez do solo, quase completa     1.891 e realizou sua primeira ascensão em um balão em 1.897, com
ausência de chuvas e temperatura muito quente durante o dia e           isso decidiu-se se tornar um aeronauta. Após 6 tentativas, em 23 de
bastante                  fria               à                 noite.   outubro de 1.906, o primeiro avião do mundo faz seu primeiro vôo.
No deserto, os procedimentos relativos a: AÇÃO IMEDIATA é               Este foi chamado de “14 BIS”, mais pesado que o ar, elevou-se 50
idêntica aos de uma sobrevivência na selva. Entretanto, há algumas      metros de altura depois de correr cerca de 200m de pista.
diferenças quanto a: ABRIGO, FOGO, ÁGUA E ALIMENTO.                     Em 1932, Santos Dumont morre desiludido com seu invento, pela
Abrigo                                                                  sua       utilização      na       primeira      guerra    mundial.
No deserto, a construção de um abrigo protegerá os sobreviventes do     Com a Segunda Guerra Mundial (1938 – 1945), a aviação tomou
calor e dos raios do sol durante o dia e, do frio, à noite. Por este    largo impulso, desenvolvendo poderosas máquinas, iniciou-se neste
motivo a aeronave é um abrigo mais bem indicado no período              período a era dos aviões a jato. Hoje em dia a aviação comercial
noturno. Se a área for de montanhas, procurar fendas ou cavernas        mundial utiliza-se de máquinas totalmente computadorizadas e
para abrigar-se, observando se não há animais perigosos.                tripulações altamente qualificadas para tornar o meio mais seguro
Fogo                                                                    de transporte do planeta.
Nos destroços da aeronave procurar todo tipo de material que possa      Nesta matéria, serão apresentadas as principais reações
servir como combustível, como também nos porões, bagagens de            aerodinâmicas, as forças que atuam em uma aeronave em vôo e que
passageiros, etc. Observar se em volta há vegetação ou plantas que      fazem com que ela obtenha sustentação e controle durante o vôo.
forneçam algum tipo de resina ou breu vegetal que auxilie na            CONHECIMENTOS GERAIS DE AERONAVES
obtenção de fogo. Pilhas de lanterna são excelentes fontes de faísca    Defini-se como aeronave qualquer veículo feito pelo homem que se
para iniciar-se uma fogueira, como também aerossóis.                    eleva e se movimenta no ar utilizando recursos próprios.
Água                                                                    As aeronaves dividem-se em 2 grupos:
A necessidade de ingestão de água no deserto é de duas a três vezes     Aeróstatos: Aeronaves mais leves que o ar, que voam baseados no
maior do que na selva, sendo essa a maior preocupação do                Princípio de Arquimedes: “Todo corpo mergulhado num fluido
sobrevivente. Nos kits de sobrevivência temos água que deverá ser       sofre um esforço de baixo para cima equivalente ao peso do
usada somente após o racionamento nas primeiras 24 horas.               volume                do               fluido           deslocado”.
Ao encontrar plantas deve-se cavar ao redor ou em suas                  Os Aeróstatos também são divididos em dois grupos, a saber:
proximidades onde provavelmente surgirá água. Entre fendas ou           Balões – Aeróstatos cheios de gás mais leves que o ar e que não
áreas de montanhas é possível encontrar-se alguma umidade; nos          dispõe de meios para manobra. Os balões são subdivididos em dois
oásis a água quase sempre é de má qualidade, salobra e poluída por      grupos:
animais, devendo-se purificá-la antes de bebê-la.                       Livres = Depois que se elevam no ar, ficam à mercê dos ventos,
Alimento                                                                não tendo nenhum a ligação com a superfície terrestre.
De origem vegetal: raras e de vida curta pode-se encontrar algumas      Cativos = Possui ligação com a superfície terrestre por meio de
que pareça estar seco, neste caso deve-se cavar e buscar suas raízes    cabos, que impedem o deslocamento do balão pelos ventos.
que, provavelmente, servirão como fonte de alimento. Em pleno           Dirigíveis – Aeróstatos cheios de gás mais leves que o ar que
deserto pode-se encontrar sementes de gramíneas, favos ou grãos de      dispõe de meios para manobras (movimentação horizontal e
arbustos. Importante lembra que alimentos desconhecidos de origem       dirigibilidade). Os dirigíveis são divididos em:
vegetal que sejam do tipo CAL (cabeludo – amargo – leitoso) não         Dirigíveis rígidos = Totalmente construído com estruturas rígidas,
devem                           ser                        ingeridos.   mantendo assim seu formato com ou sem gás no seu interior.
De origem animal: a vida animal é escassa, a procura deve se basear     Dirigíveis semi-rígidos = a forma deste dirigível é mantida pelo
na busca de lugares onde exista certa umidade. Os roedores são mais     invólucro de bolsa de gás e parte por uma amarração que reforça
facilmente encontrados pode-se deixar preparadas algumas                esta bolsa longitudinalmente.
armadilhas, em locais estratégicos como exemplificas no manual de       Dirigíveis não rígidos = a forma deste dirigível é mantida pelo
sobrevivência na selva.                                                 invólucro de bolsa de gás.
Cuidados no deserto                                                     Aeródinos: Aeronaves mais pesadas que o ar e que voam baseadas
No deserto, deve-se dar uma atenção especial ao vestuário para evitar   na 3ª Lei de Newton: “A toda ação imposta a um corpo,
queimaduras na pele. Deve-se usar um pano sobre a cabeça e              corresponde a uma reação de igual intensidade e direção, porém no
afrouxar as vestes.                                                     sentido oposto” e no princípio de Bernouilli: “Em um fluido em
Decisão de permanecer ou abandonar o local do acidente                  movimento, quando a velocidade aumenta, a pressão estática
No deserto assim como na selva não se deve abandonar o local do         diminui”.
acidente, a menos que se tenha certeza de conhecer sua localização e    Os Aeródinos são divididos em:
que o socorro se encontra a pouca distância. A altíssima temperatura    Ornitóptero – A sustentação é obtida através do batimento de
durante o dia não permite longas jornadas. Ao deslocar-se observar o    superfícies (vôo das aves), não houve aplicação prática.
terreno, rumo, aspectos geográficos e o relevo para evitar perigos      Helicóptero – A sustentação é obtida através de uma grande asa
naturais tais como: areias movediças.                                   rotativa.
Animais perigosos                                                       Autogiro ou Convertiplano (Girocóptero) – A sustentação é obtida
Observar constantemente no abrigo, roupa, sapatos, etc a presença de    através de rotor que gira no planto horizontal. O movimento
cobras, escorpiões e aranhas, devendo sempre ao tocar, vestir ou        horizontal é obtido através de motor a hélice, (tratora ou
calçar-se se prevenir da presença desses animais.                       propulsora).
Considerações adicionais                                                Aviões – A sustentação é obtida através da movimentação da
Os desgastes físicos e mentais podem provocar delírios, miragens,       massa de ar em torno da asa (o deslocamento para frente cria a
depressões, sendo assim, os sobreviventes devem procurar manter-se      movimentação                         desta                  massa).
alertas com aqueles que porventura manifestem esses sintomas, que       Classificação dos Aviões
podem gerar um quadro de difícil controle.                              Fuselagem: É o conjunto destinado a abrigar tripulantes,
                                                                        passageiros e carga.
A fuselagem pode ser:                                                     Asa parasol – localizada acima da fuselagem, presa por suportes.
Tubular – Constituída por tubos de aço de dimensões variadas e            Quanto à fixação da asa na fuselagem, podem ser:
distribuída de diversas maneiras. Em sua volta é colocado um              Cantilever – a asa é fixa na fuselagem sem nenhum auxílio.
revestimento externo (tela, pano etc...).                                 Semi-cantilever – a asa é fixa na fuselagem com o auxílio de estais
Monocoque – Composta por anéis (cavernas) e revestimento externo          e montantes
(placas de alumínio).                                                     Grupo Moto-propulsor – É o conjunto que fornece a tração
Semi-monocoque – Compostas por anéis, longarina e revestimento            necessária ao vôo, tendo com isso velocidade para que
externo (placas de alumínio etc...). Este tipo de fuselagem é o que       conseqüentemente se adquira sustentação. Os motores também
oferece mais resistência e por esse motivo é o mais utilizado na          fornecem energia elétrica, pneumática e hidráulica aos vários
aviação                                                     comercial.    componentes do avião.
Quanto ao número de lugares, os aviões são classificados em:              Quanto ao tipo de motor:
Monoplace - 1 lugar                                                       Convencional = atualmente o mais encontrado em aeronaves de
Biplace - 2 lugares                                                       pequeno porte e é o motor mais básico, utilizando como
Triplace - 3 lugares                                                      combustível a gasolina de aviação.
Quadriplace - 4 lugares                                                   Turbo-Jato = neste tipo de motor a força propulsora é obtida pelos
Multiplace - mais de 4 lugares                                            gases de escapamento do motor, tendo como combustível o
Empenagem: Localizado na parte de trás do avião, e como o próprio         querosene de aviação.
nome diz, visa fornecer estabilidade ao avião em vôo.                     Turbo-hélice = composto por turbina que aciona a hélice. 90% da
Quanto a empenagem, ela poderá ser:                                       força é fornecida pela hélice e 10% pólos gases de escapamento da
Convencional – O estabilizador horizontal encontra-se abaixo do           turbina. Utiliza como combustível o querosene de aviação.
estabilizador vertical.                                                   Turbo-Fan = basicamente um motor turbo-jato, com uma maior
“T” – O estabilizador encontra-se na parte superior do estabilizador      área de admissão de ar. Sua maior vantagem é a economia de
vertical.                                                                 combustível com bom desempenho, utilizando como combustível o
Butterfly – Os estabilizadores estão dispostos sob a forma de V.          querosene                          de                     aviação.
Trem de Pouso: É o que fornece sustentação e mobilidade ao avião          Quanto ao número de motores, podem ser:
em meio sólido ou líquido, podendo ser rodas para uso em terra,           Monomotor – um motor
flutuadores para uso em meio líquido.                                     Bimotor – dois motores
Quanto à posição do trem de pouso podem ser:                              Trimotor – três motores
Convencional – A roda direcional é posicionada atrás do trem de           Quadrimotor – quatro motores
pouso principal.                                                          Multimotores – mais de quatro motores
Triciclos – A roda direcional ou do nariz é posicionada à frente do       Para os aviões que ainda usam hélices, elas podem ser:
trem                  de                pouso                principal.   Tratora – hélices posicionadas à frente do motor (puxa o motor)
Hidroaviões – Flutuadores para uso em meio líquido.                       Propulsora – hélices posicionadas atrás do motor (empurra o
Quanto ao recolhimento do tem de pouso para aviões que utilizam           motor)
rodas, pode ser:                                                          Tandem – hélices posicionadas tanto à frente como atrás do motor
Fixo – permanece na mesma posição durante todo o processo de vôo.         (puxa e empurra).
Retrátil – recolhe parcialmente após a decolagem, sendo visível           Quanto à velocidade, os aviões podem ser:
durante todo o vôo.                                                       Subsônicos – voam menos que a velocidade do som, mach crítico;
Escamoteável – recolhe totalmente sendo alojado em compartimento          Transônicos – voam sob a influência de um fluxo misto acima do
próprio não podendo ser visualizado durante o vôo; sendo assim não        mach crítico e abaixo de mach 1;
cria resistência ao avanço.                                               Supersônicos – voam acima da velocidade do som e acima de
Quanto ao meio de pouso e decolagem podem ser:                            mach 1.
Litoplano – somente utiliza pistas sólidas.                               Quanto a finalidade de uso, os aviões podem ser:
Hidroplano – somente em meio líquido.                                     Civis
Anfíbio – utiliza tanto pistas sólidas como meio líquido para pouso e     Militares
decolagem.                                                                TEORIA DE VÔO
Aerobotes – a própria fuselagem é estanque em forma de casco, para        Para que possamos entender sobre o vôo, temos que saber sobre o
pouso na água.                                                            meio do qual usamos para efetuar o mesmo, ou seja, o
Asa: É o conjunto destinado a fornecer a força necessária ao vôo, ou      comportamento dos fluidos (líquido ou gasoso; atmosfera).
seja, sustentação.                                                        O movimento dos fluidos também é chamado de ESCOAMENTO
A asa possui as seguintes estruturas:                                     podendo             ser            de          dois          tipos:
Longarinas – principal elemento estrutural da asa, estendendo-se da       Laminar ou Lamelar: quando ocorre em uma direção de forma
raiz à ponta. Sua construção pode ser de madeira ou liga metálica,        regular                          e                       ordenada.
como nos modernos aviões.                                                 Turbulento ou Turbilhonado: quando seu movimento é irregular
Nervuras – elemento da asa responsável pelo seu formato                   e                                                   desorganizado.
aerodinâmico.                                                             Existe uma lei para este escoamento, chamada de lei da
Envergadura da asa – é à distância da ponta de um lado da asa a           continuidade, que diz: “Quanto mais estreito for o tubo de
outra.                                                                    escoamento maior será a velocidade e vice-versa”.
Estais ou Cordas de piano – ligam as nervuras                             Pressão dinâmica
Quanto ao número de planos de asa, podem ser:                             É a força de movimento, neste caso, criada pela força de impacto
Monoplano – um plano de asa                                               de um fluido. No caso do ar, a pressão dinâmica deixa de existir
Biplano – dois planos de asa                                              quando o vento pára de soprar.
Triplano – três planos de asa                                             Pressão estática
Multiplano – quatro ou mais planos de asa.                                É a pressão parada ou aquela que é exercida em cima de um corpo
Quanto à posição da asa, pode ser:                                        mergulhado na atmosfera. Como vimos anteriormente à pressão
Asa baixa – localizada na parte inferior da fuselagem.                    estática ao nível do mar é 1.013,2 Hpa. O físico francês Giovani
Asa média – localizada na parte média ou central da fuselagem.            Venturi provou o teorema de Bernouilli através do tubo de Venturi.
Asa alta – localizada na parte superior da fuselagem.
Aerofólio                                                                 Inglês /Português
É uma superfície aerodinâmica que produz reações úteis ao vôo.            T – Traction /T – tração
Alguns exemplos são: asa, leme de direção, profundor, pás da hélice       W – Weight / P – Peso
etc...                                                                    L – Lift S – sustentação
Superfícies aerodinâmicas                                                 D – Drag / A– arrasto
São superfícies criadas com o intuito de facilitar o seu deslocamento     Cada uma destas forças se aplicam em um ponto:
em um fluido. Devem produzir o mínimo de resistência ao avanço.           Tração – centro de tração
Numa aeronave o aerofólio que é responsável pela sustentação é a          Arrasto – centro de arrasto ou resistência ao avanço
asa a qual devemos conhecer melhor suas partes para poder melhor          Sustentação – centro de pressão (CP)
compreender o porque seu formato é fator decisivo na sustentação de       Peso – centro de gravidade (CG).
uma aeronave:                                                             Para um vôo reto-horizontal, as forças deverão estar em equilíbrio
Bordo de ataque: é a parte dianteira                                      entre elas:
Bordo de fuga: parte de trás                                              A tração deverá ser igual ao arrasto para uma velocidade constante.
Extradorso: parte superior                                                A sustentação igual ao peso para que continue voando sem subir ou
Intradorso: a parte inferior                                              descer.
Se na parte superior da asa (Extradorso) existiu uma diminuição de
pressão estática, foi criada uma diferença de pressão entre a parte de    Observações:
baixo (Intradorso) do perfil e a parte de cima (Extradorso). Como a       Vôo cruzeiro deverá ser o vôo nivelado com velocidade constante
maior força ganha, o resultado é um empurrão da chapa (Asa) ou            Arrasto induzido está relacionado à sustentação
perfil para cima. Com isto se cria o princípio da sustentação de uma      Arrasto parasita não está relacionado à sustentação
asa.                                                                      SUPERFÍCIES DE COMANDO PRIMÁRIAS
Traçamos uma linha reta do bordo de ataque ao bordo de fuga do            São superfícies utilizadas para modificar a atitude da aeronave em
aerofólio,    esta     linha   terá    o    nome       de    CORDA.       torno de seus três eixos imaginários, que cruzam no centro de
A linha que une o bordo de ataque ao bordo de fuga eqüidistando o         gravidade. São eles:
extradorso do intradorso é denominado LINHA DE CURVATURA                  Leme de direção: Faz com que o nariz do avião vire para a
MÉDIA.                                                                    esquerda ou direita. Superfície de comando primária localizada
                                                                          atrás do estabilizador vertical na empenagem. Comandado pelos
Observações:                                                              pedais; ao pressionar o pedal direito, o avião guina para a direita, e
As asas são aerofólios biconvexos ASSIMÉTRICOS                            vice-versa.
Os estabilizadores são aerofólios biconvexos SIMÉTRICOS                   Os pedais atuam nos freios quando o avião está no solo, sendo
Asa, empenagem e hélice são aerofólios que produzem reações úteis.        assim considerados BIFUNCIONAIS. A parte inferior do pedal
Para ser considerado asa, é obrigatório ter o extradorso convexo.         atua no leme de direção e a parte superior do pedal atua no freio
Eixo Longitudinal                                                         das                                                            rodas.
Formado por uma linha reta que une o nariz à cauda do avião.              Eixo vertical – linha reta imaginária que corta a aeronave
Quando a asa é colocada no avião, a corda forma um ângulo com o           verticalmente. O movimento que a aeronave faz em torno deste
eixo longitudinal do mesmo, que se chama “ângulo de incidência”.          eixo se chama GUINADA.
Vento relativo                                                            Aileron: Faz com que as asas inclinem-se as asas inclinem-se para
Formado pela movimentação de um corpo. É o vento que se sente ao          a esquerda ou para a direita. Superfície de comando primária
colocar a mão fora da janela de um carro em movimento. Este vento         localizada próxima às pontas da asa, comandado pelo volante do
sempre terá a mesma direção e velocidade, porém, somente o sentido        manche, girando o volante do manche para a direita, o avião
será contrário ao do deslocamento do corpo.                               inclinará para a direita, e girando o volante do manche para a
Exemplo: Podemos dizer que quando uma aeronave realiza um vôo             esquerda      o     avião      inclinará    para     a     esquerda.
descendente a uma velocidade de 200Km/h, verificamos o                    Eixo longitudinal – linha reta imaginária que une o nariz à cauda
aparecimento do vento relativo subindo a uma velocidade de                do avião. O movimento que a aeronave faz em torno deste eixo se
200Km/h.                                                                  chama ROLAGEM, ROLAMENTO, BANCAGEM ou
Ângulo de Ataque                                                          INCLINAÇÃO                                              LATERAL.
Formado pela corda da asa e o vento relativo. Este ângulo poderá          Profundor: Faz com que o avião suba ou desça. Superfície de
aumentar ou diminuir dependendo da atitude do avião (nariz para           Comando Primária localizada atrás do estabilizador horizontal na
cima ou para baixo). Este ângulo não poderá ser muito elevado, pois       empenagem, comandado pela coluna do manche; ao se movimentar
produzirá o efeito chamado ESTOL ou o turbilhonamento do fluído           para frente o avião PICA, e quando o comanda a coluna do manche
no extradorso da asa fazendo com que o avião perca sustentação.           para trás o avião inicia o movimento de CABRAR.
Estol                                                                     Eixo lateral ou transversal – linha reta imaginária que cruza de
É a perda súbita de sustentação, geralmente provocada por baixa           um lado da asa ao outro. O movimento que a aeronave faz em torno
velocidade ou ângulo de ataque exagerado. Observação, o ângulo de         desse eixo se chama ARGAGEM, quando feito para cima chama-se
estol é igual ao ângulo crítico.                                          CABRAR e quando feito para baixo, PICAR.
Ângulo de incidência: Formado entre a corda e o eixo longitudinal         SUPERFÍCIES DE COMANDO SECUNDÁRIAS
(ângulo fixo).                                                            Compensador: Localizada sempre no interior do comando
Ângulo de atitude: Ângulo formado entre o eixo longitudinal e a           primário, a superfície de comando secundária tem a finalidade de
linha      do      horizonte      é      um        ângulo     variável.   aliviar as pressões dos comandos primários quando existir uma
Resultante Aerodinâmico: É a força que resulta quando se une a            mudança prolongada de atitude do avião, como por exemplo, num
resistência ao avanço à sustentação. Geralmente esta força é para         vôo ascendente. Há o compensador do aileron, profundor e leme
cima e para trás.                                                         direcional.
FORÇAS QUE ATUAM EM UMA AERONAVE EM VÔO                                   DISPOSITIVOS HIPERSUSTENTADORES
Tração: fornecida pelo grupo moto-propulsor                               Os dispositivos servem, como o próprio nome diz, para aumentar a
Arrasto: aparece com o deslocamento                                       sustentação. Eles são utilizados tanto na decolagem (para aumentar
Sustentação: fornecida pela asa                                           a velocidade) quanto no pouso (para diminuir a velocidade e prover
Peso                                                                      boa sustentação) São eles:
O nome em inglês e português dado a estas forças são:
Flap ou Flape: dispositivo instalado geralmente no bordo de fuga da        posição inicial sem que o piloto atue nos comandos de vôo.
asa próximo à fuselagem. Quando atuando, faz com que a asa passe a         Responsável por essa estabilidade é o estabilizador vertical
ter uma maior curvatura e conseqüentemente um maior ângulo de              localizado          na         empenagem           do         avião.
ataque. O aumento da curvatura do ângulo de ataque fará com que o          PESO E BALANCEAMENTO
avião              ganhe              mais              sustentação.       O centro de Gravidade (CG) de um avião não é um ponto fixo, uma
Slats: instalados no bordo de ataque da asa, são um tipo especial de       vez que durante o vôo há mudanças na posição das cargas e
flap. Sua função é a mesma do flap: modificar a curvatura do perfil,       consumo de combustível. Este deslocamento do CG geralmente se
possibilitando manobras com baixa velocidade, porém o                      dá ao longo do eixo longitudinal do avião. Existem limites onde
inconveniente é aumentar em demasia o ângulo de ataque,                    este deslocamento do CG pode “andar” e geralmente os limites são
prejudicando a visão.                                                      fornecidos pelo fabricante do avião.
Slots: são fendas que servem para suavizar o escoamento do ar no           Se os limites do CG forem ultrapassados, normalmente ocorrerá
extradorso da asa, aumentando-se com isso a ângulo crítico (onde           maior consumo de combustível e o avião se tornará instável.
começa a perda de sustentação). São considerados como recursos             Linha de Referência
aerodinâmicos.                                                             É uma linha perpendicular ao eixo longitudinal do avião, a partir de
                                                                           onde são tomadas todas as medidas longitudinais. O
FREIOS                                                                     estabelecimento destas linhas é dado pelo fabricante.
Para diminuirmos ainda mais a velocidade temos que ter artifícios          Princípio da Balança
que aumentem a resistência ao avanço. Para esse fim foi criado os          O efeito do peso sobre uma balança depende do valor aplicado
“spoilers” ou “speed brakes” que são painéis retangulares localizados      sobre a mesma e da distância (braço) do peso ao ponto de balança.
no extradorso da asa que, quando atuados, funcionam como freios.           Braço: é à distância em linha reta que vai do ponto de apoio até o
Estes painéis levantam ficando, ficando assim expostos ao vento            ponto         de       aplicação        da       força       (peso).
relativo, criando uma “barreira” e diminuindo a velocidade do avião.       Momento: é o produto da multiplicação do peso de um corpo pelo
Os “Flapes” quando atuados também criam resistência e, com isso,           seu braço. M = F x D.
também servem como freios. O próprio trem de pouso, quando                 Equilíbrio: quando os momentos forem iguais, a balança estará em
abaixado, oferece grande resistência ao avanço, diminuindo a               equilíbrio, não havendo nenhuma tendência de deslocamento nem
velocidade                          da                        aeronave.    para um lado, nem para o outro.
Quanto mais objetos expostos ao vento relativo maior será o arrasto.       Desequilíbrio: é quando os momentos forem diferentes, a balança
Portanto uma aeronave de trem de pouso tipo fixo oferece maior             estará em desequilíbrio, tendendo a iniciar-se no sentido do maior
arrasto do que aquele com trem escamoteável.                               momento.
Utilização dos motores para auxiliar a frenagem (Reverso de motor)         Balanceamento: é a distribuição correta de pax, carga e
A mudança de direção e sentido dos gases de escapamento nos                combustível no interior do avião, de modo que não ultrapasse os
fornecerá uma tração contrária, auxiliando-nos na parada da aeronave       limites estabelecidos pelo fabricante.
na aterragem. A essa mudança de direção e sentido do fluxo dos             Consiste na pesagem e distribuição correta dos pesos em relação a
gases         damos        o       nome         de       REVERSÃO.         CMA               (Corda            média             aerodinâmica).
Estabilidade                                                               Corda Média Aerodinâmica: representa a corda onde se localiza
É a habilidade própria de um corpo, após ter seu equilíbrio                a           sustentação            média            da          asa.
perturbado, desenvolver forças ou momentos para trazê-lo de volta a        Limites do CG: são os limites em porcentagem (%) da CMA entre
sua posição original. Quanto a equilíbrio existem 3 tipos, a saber:        os quais o CG pode se deslocar sem prejuízo para o equilíbrio do
Tipo                                                                       avião em vôo.
Quando afastado de seu equilíbrio o avião tende a                          Pesos interessantes para se considerar:
Estável                                                                    Vazio – peso do avião com seu equipamento fixo
voltar a sua posição inicial                                               Básico – peso vazio acrescido por tripulantes e suas bagagens
Instável                                                                   Operacional – peso do avião pronto para decolar faltando carregar
afastar-se de seu equilíbrio                                               PAXs e Carga
Indiferente                                                                De decolagem – peso do avião pronto para decolar
ficará na nova posição                                                     Zero Combustível – peso do avião pronto para decolar, faltando
Para ter segurança em todas situações de vôo o avião deverá estar em       combustível.
seu                          equilíbrio                         estável!   Carga Útil – PAXs + Carga (Payload)
Estabilidade longitudinal: é a estabilidade do avião em relação ao         De pouso – peso com que o avião deve pousar
eixo lateral. Se este avião receber uma rajada de vento que levante o      INSTRUMENTOS DE BORDO
nariz, sem que o piloto atue nos comandos de vôo, o avião voltará a        Dentre os vários instrumentos que perfazem uma cabina de
posição inicial. O estabilizador horizontal localizado na empenagem        comando e que podem ser classificados em instrumentos de vôo,
do avião é responsável pela estabilidade longitudinal.                     navegação, controle, motor etc..
Estabilidade lateral: é a estabilidade do avião em relação ao eixo         Altímetro: Indica a distância vertical da aeronave em relação ao
longitudinal. Se o avião recebe uma rajada de vento que levante uma        nível do mar, quando calibrado a 1.013 HPA. Funciona ligado à
das asas, a tendência do avião é de voltar à sua posição original sem      tomada de pressão estática do sistema – Pitot estática. Pode ser
que             se            atue           nos            comandos.      medida             em            metros            ou           pés.
Ângulo Diedro: É o ângulo formado entre o plano de asa e o eixo            Velocímetro: Indica a velocidade do avião em relação ao
transversal ou lateral do avião. Pode ser positivo (para cima) ou          deslocamento de massa de ar em torno do avião. Funciona ligado à
negativo (para baixo).                                                     tomada de pressão total (Pressão estática + pressão dinâmica) e à
Enflexamento: É o ângulo formado entre o eixo transversal ou               tomada de pressão estática do tubo de Pitot.
lateral do avião e a linha do bordo de ataque da asa. Pode ser positivo    Pode ser medida em Knots, MPH, KMH. Após uma determinada
(para trás) ou negativo (para frente). O enflexamento também               velocidade passa a ser medido em número MACH (Percentagem de
melhora o desempenho de aeronaves em altas velocidades                     velocidade em relação ao som).
(enflexamento positivo).                                                   Variômetro ou “Climb” ou “Vertical speed”: indica a subida ou
Estabilidade Direcional                                                    descida da aeronave, medida geralmente em pés por minuto.
É a estabilidade do avião em torno do eixo vertical. Se uma rajada de      Tubo de Pitot: sistema que capta valores de pressão total. Através
vento produz uma guinada em um avião estável, este voltará à               do orifício frontal do tubo de pitot se capta a pressão dinâmica. A
pressão estática é captada por orifícios laterais do tubo de pitot e      Braços – Uma mão sobre a outra na frente do corpo na altura do
também por orifícios localizados na fuselagem da aeronave.                cinto, a mão debaixo fechada. As mãos juntas
Bússola Magnética: Instrumento básico de navegação que indica a           trás do corpo, no final da coluna.
direção seguida pela aeronave em relação ao norte magnético da            Sentado
Terra.                                                                    Feminino
Horizonte Artificial: indica atitude da aeronave em relação ao            Pernas – Um pé vai para trás em diagonal, o outro vem à frente em
horizonte        e       inclinação       lateral     da       mesma.     vertical, o calcanhar do pé da frente se junta
Sistema de Ar Condicionado: sistema responsável pelo                      ao meio do pé de trás, os joelhos ficarão juntos.
fornecimento e controle da temperatura do ar da cabine da aeronave.       Cruzar os pés, joelhos juntos.
Quando em solo o sistema funciona através de um motor chamado             Cruzar uma perna sobre a outra.
A.P.U (Auxiliary Power Unit) ou G.P.U (Ground Power Unit).                Braços – As mãos com as palmas juntas, apoiadas no colo, braços
Sistema de Pressurização: este sistema tem como função manter a           paralelos ao troco.
pressão interna da cabine, em níveis fisiológicos suportáveis para o      Masculino
corpo humano, O valor da pressão interna da cabine é maior que a          Pernas – A - Os joelhos paralelos aos pés, com as pernas tão
externa. Dizemos então que o diferencial de pressão é positivo.           separadas até o ponto que não ultrapassem o
O controle de pressão do ar é feito através de válvulas chamadas          quadril, nem a cadeira.
“Outflow Valves” (válvulas de alívio). A despressurização ocorrerá        B - Cruzar as pernas uma sobre a outra. Colocar um pé sobre o
toda vez que houver vazamento deste ar de forma lenta, rápida ou          joelho contrário é uma atitude muito informal e
explosiva.                                                                ó deve ser usada quando estiver em locais apropriados, nunca com
Em caso de despressurização, a aeronave deverá descer para níveis         uniforme.
compatíveis à fisiologia humana, normalmente abaixo de 10.000 pés.        Braços – Com a segunda posição das pernas (B), não há problemas
_______________________________________________________                   onde colocar as mãos. Com a primeira
________                                                                  posição das pernas (A), temos que ter cuidados ao escolher onde
Etiqueta                                                                  vamos deixá-los.
Introdução                                                                Obs: Nunca no trabalho (mesmo sentados) devemos cruzar os
A aparência pessoal é um conjunto de vários fatores que, quando           braços. Válido para ambos os sexos.
devidamente coordenados, dão o que comumente se chama de                  Apanhar objetos no chão
equilíbrio, ou seja, uma aparência agradável, distinta e discreta. Para   Feminino
se obter esse equilíbrio, é necessário levar-se em consideração cinco     Com as pernas e os joelhos juntos.
fatores importantes:                                                      Masculino
1 – Postura correta;                                                      Igual, com as pernas separadas.
2- Asseio pessoal e maquilagem ou barba bem feita;                        Escadas
3 – Roupas adequadas para a ocasião ou apresentação correta do            Feminino e Masculino
uniforme;                                                                 Subir – Colocar o pé inteiro sobre o degrau, nunca a metade,
4 – Coordenação de atitudes e gestos;                                     alternando                          as                     pernas.
5 – Boas maneiras.                                                        Descer – Colocar o pé inteiro, em diagonal, no degrau e descer a
A imagem que o passageiro (PAX) espera encontrar ao olhar para o          escada, ocupando sempre o mesmo espaço, sem precisar cruzar as
comissário é de uma pessoa: Forte (sente-se dependente totalmente         pernas, devendo olhar para os degraus e se necessário, segurar no
dele), Organizada, Limpa (serve seus alimentos) Eletista (chique,         corrimão.
sofisticado), Simpática                                                   Modos de vestir e usar
e principalmente Sorridente.                                              Casaco, Blazer etc - Segurar pela gola e vestir uma manga (no
Noções de boa postura                                                     braço que usar o relógio) até o fim, com o
O ponto mais importante para obter uma boa postura é manter a             mesmo braço segurar a gola e jogar para trás. Procurar a segunda
coluna reta.                                                              manga nas costas, sem tentar olhar. Para
Extremidades                                                              desvestir, as duas mãos retiram o casaco dos ombros.
Braços - Deixá-los relaxados, caindo ao lado do corpo com os              Paletós – Nos paletós de dois botões, abotoar só o primeiro botão
cotovelos esticados e as mãos em perfil.                                  (de cima para baixo) que será desabotoado
Feminino – As mão tocam no corpo ao passar por ele.                       aos sentar. Nos paletós de três botões, abotoaremos os dois
Masculino – Os braços não tocam no corpo, devendo manter-se               primeiros, deixando o último solto.
afastados do tronco.                                                      Como carregar
Pernas – Andar sempre flexionando e esticando os joelhos, sem             1 – Casaco – Blazer etc
deixá-los flexionados ao final de cada passo.                             No braço esquerdo, com a abertura direcionada para a parte de
Feminino – As pernas movem-se uma ao lado da outra.                       dentro do braço, dobrado ao meio com as
Masculino – As pernas movem-se tão separadas quanto o ponto em            mangas para dentro.
que não ultrapassem os quadris, nunca se                                  2 – Bolsas
ocam.                                                                     Sempre que possível, levar no lado esquerdo dessa forma fica-se
Pés – Devem pisar inteiros, primeiro o calcanhar, depois a ponta.         com a mão livre para cumprimentar, abrir
Ambos os sexos.                                                           portas etc. Todas as bolsas basicamente apresentam duas opções:
Em pé                                                                     Tiracolo – Apoiar a alça sobre o ombro e com a mão segurar na
Feminino                                                                  junção da alça com a bolsa.
Pernas – Pernas juntas, pés retos, calcanhares juntos, as pontas um       Com alça curta – O Braço entra na alça de fora para dentro, nunca
pouco separadas. Joelhos esticados.                                       ao contrário, colocando a alça bem no
Braços – Colocar o antebraço apoiado nos quadris, as palmas das           cotovelo.
mãos juntas, caindo naturalmente em frente                                Atendimento ao passageiro
o corpo (social e profissional).                                          1- A Empresa deve estar comprometida com a visão de excelência
Masculino                                                                 ao PAX;
Pernas – Pés retos, paralelos e separados até o ponto que não             2- Os funcionários devem estar comprometidos com a visão de
ultrapassem os quadris, joelhos esticados.                                excelência ao PAX;
3- Treinamento;                                                          Em vez de... use...
4- Sistemas e procedimentos;                                             Meia brava ---------------- Meio brava
Quem são os “clientes” de um/a Comissário/a?                             Beneficiente -------------- Beneficente
- Internos (Demais funcionários da Empresa)                              A nível de ----------------- Em termos de
- Externos (PAXs)                                                        Mantesse ------------------ Mantivesse
Tratamento que um/a comissário/a deve dispensar:                         Previlégio ----------------- Privilégio
Ao Chefe:                                                                A 2 anos atrás ------------ Há dois anos
- Atenção e flexibilidade para acatar as decisões;                       Desapercebido ----------- Despercebido
- Lealdade profissional;                                                 Estaremos enviando ----- Enviaremos
- Colaboração;                                                           Eu descordo -------------- Vejo essa questão de outra forma
- Boa vontade.                                                           Correções
Aos Colegas (de ambos os sexos)                                          Homem – Obrigado
- Coleguismo sem exageros, mas sincero e prestimoso;                     Mulher – Obrigada
- Colaboração, sempre que for necessário.                                Proibido
Atendimento encantado                                                    - Intimidades com os PAXs
Em todas as ocasiões:                                                    - Tocar no PAX
- Lidar com reclamações                                                  - Transmitir problemas pessoais para PAXs
- Facilite a apresentação da queixa                                      - Achar graça em expressões regionais sotaques
- Ouça a queixa com atenção                                              - Usar o nome da Empresa para interesses próprios
- Nunca fale: “O Sr. está nervoso” diga “Sinto muito”                    - Passar sua responsabilidade a outro
- Responder rapidamente                                                  - Desconhecer o regulamento da Empresa
- Criar soluções (Prover um leque de opções para solucionar o            - Usar perfume, uma colônia que sejam muito fortes etc
problema)                                                                PAXs Difíceis
- Não prometer o que não pode cumprir                                    Você lida e fala com muitas pessoas a cada vôo, com as mais
- Ficar calmo e ser objetivo                                             variadas personalidades e humores. Algumas delas se tornam mais
- Não discutir em hipótese alguma                                        difíceis de serem atendidas. Passageiros irritados requerem de sua
- Peça auxilio a um superior (em caso de necessidade)                    parte, muita habilidade e técnica. Ele vai querer desabafar ou
- Palavrão... Fazer de conta que não escutou                             descarregar todo o seu descontentamento em você, pois, naquele
- Primeiro deve-se atender as necessidades do PAX e após oferecer        momento, é você que está representando a empresa.
algo a mais, para isso é necessário se                                   Etiqueta à Mesa
colocar na posição do PAX, sempre sorrindo, feliz por estar servindo.    Introdução
Cumprimentos                                                             Importante a educação de uma pessoa à mesa, sendo da maior
Aperto de mão firme, olhos nos olhos.                                    importância porque não deve ser condicionada ao estado emocional
Apresentar sempre a menos para a mais importante: “Rejane, quero         da mesma, proporcionando assim equilíbrio a refeição.
lhe apresentar Eduardo Greco, Eduardo,                                   Vocabulário
Rejane Ozawa uma amiga do clube”.                                        Supla – Prato (entrada e principal) e pratinho
Como vai? Tudo bem?                                                      Couvert - pãozinho, entrada, lado esquerdo
Muito prazer                                                             Taça para água é a maior
Não acenar com a cabeça sim ou não                                       Taça média é para vinho tinto
Eu acho, uso do “eu” evitar – Não terminar a frase do outro, não         Taça pequena é para vinho branco (não mexer tentando sentir o
enrolar a história...                                                    cheiro, pois esse tipo de vinho é inodoro)
Não utilizar expressões como “Entende? Compreendeu? Eu não               Taça para champanhe que é fina e longa
disse? Tipo... beleza... ta bom.... ta qui.... hum,                      Colocação do material à mesa:
hum, né...”.                                                             - O Prato: ao centro do lugar destinado a cada pessoa, afastado 3
Obs: Complemento vide apostila página 16.A em diante                     dedos da borda da mesa.
Requisitos indispensáveis para boa conversação                           - Os garfos: à esquerda do prato.
Perspicácia: Medir suas opiniões antes de emiti-las (falar)              - As facas: do lado direito do prato, com a lâmina de corte virada
Prudência: Não fazer confidências para conseguir intimidade              em direção ao prato.
Tato: Não discutir, evitar extremos.                                     - As colheres: do lado direito, depois da faca.
Atenção: Não esquecer nomes, títulos e fisionomias.                      - Prato fundo: colocado sobre o prato raso.
O que deve ser evitado                                                   - Guardanapo: Usa-se no colo meio desdobrado.
- Gesticular nervosamente,                                               - Copo para água: deve ficar em frente do prato, bem no centro.
- Roer as unhas ou morder os lábios,                                     - Todas as taças de vinho ficam no lado direito do copo para água,
- Competir em uma conversa,                                              com exceção da taça de champagne que deve
- Usar gírias e palavrões, nem diminutivos,                              ficar do lado esquerdo.
- Perguntar onde você comprou? Quanto pagou?,                            - Pratos para sobremesa: são colocados após a copeira ou garçom
- Apressar ou reduza o ritmo,                                            retirar            o             último          prato        raso.
- Levantar questões delicadas,                                           - Talheres de sobremesa: virão com o prato e serão colocados no
- Cruzar os braços, por as mãos na cabeça ou mexer nos cabelos,          sentido      horizontal      entre     o   prato    e   os   copos.
- Usar obrigado, por favor, com licença, desculpe, bom dia... até logo   - Lavanda: Recipiente com água que só deverá ser usado quando o
Erros na voz (a serem corrigidos caso necessário)                        que      foi     servido      exigiu     a    ajuda    dos   dedos.
- Falar alto demais,                                                     Obs: O garfo vai até a boca e não o contrário. Para tomar sopa o
- Falar baixo,                                                           movimento é do corpo para frente levando para a boca a colher em
- Falar com voz estridente,                                              diagonal, não reto com charope.
- Falar com monotonia,                                                   Obs 2: Garçom do lado direito serve bebida, comida pelo lado
- Falar depressa,                                                        esquerdo.
- Falar mole,                                                            Como usar os talheres
- Falar balbuciando ou gargarejando.
- A colher deve ser usada sempre na mão direita (exceção do           Serviço Americano (Ideal para um grande número de pessoas)
macarrão)                                                             Bife, self-service.
- A faca é usada sempre na mão direita (sem exceções)                 Neste tipo de serviço é importante:
- O garfo se usa basicamente na mão esquerda, sem ajuda da faca       Não ter pressa em se servir
Como servir e comer certos alimentos                                  Obedecer à ordem dos pratos (frio primeiro, depois quente).
Aipos – Comidos com os dedos.                                         Não encha o prato
Azeitonas – São comidos com o garfo quando misturadas com outros      Obs: Pode-se repetir tudo caso queira
alimentos.                                                            Atitudes
Espigas de milho – Somente em refeições informais, come-se com os     Aguardar todos serem servidos antes de iniciar a comida
dedos ou com auxílio de um garfo                                      Esperar a anfitriã dizer bom Apetite
especial.                                                             Cotovelos junto ao corpo
Pão – À mesa, nunca se corta com a faca.                              Colher no pires (não na taça)
Aves pequenas – Perdiz, codorna, galeto, etc, se come com os dedos    Pedir licença
usando só o polegar e o indicador.                                    Assoprar
Rã – se come com os dedos.                                            Palitar os dentes (palito é somente para aperitivos)
Alcachofras – Quando o serviço é formal, servem-se já preparadas,     Não gesticular com talheres, não apoiar talheres sobre a mesa, não
isto é, apenas o miolo, que deve-se comer                             pegar o que caiu.
com o garfo e a faca de sobremesa.                                    Considerações Finais
Escargots – Segura-se com uma pinça específica na mão esquerda,       Vestimenta que um PAX espera encontrar
com a mão direita usamos um garfo                                     67,12% dos PAXs entrevistados preferem azul marinho
apropriado (dois dentes) com o qual puxamos o escargot.               Black – Tie / Rigor / Gala
Coquetel de Camarão – Come-se com colher de sobremesa, à mão          - Smoking Social
direita e garfo de peixe na mão esquerda.                             - Terno escuro
Ostras – Segure a concha com a mão esquerda e com a mão direita       Maquiagem
retire a ostra                                                        Introdução
Mariscos e crustáceo – Se não são oferecidos alicates ou              Com vimos em Etiqueta que a aparência pessoal é um muito
instrumentos apropriados, comer como ostras.                          importante na profissão de um/a comissário/a, pois o passageiro
Grapefruit – Entrada ou sobremesa, separa-se polpa da casca.          espera encontrar ao olhar para o/a comissário/a uma pessoa:
Espaguete – pode ser comido só com garfo, na mão direita enrolando    Organizada, Limpa (serve seus alimentos) Elitista (chique,
os fios aos poucos.                                                   sofisticado), Simpática e principalmente Sorridente; sendo assim a
Salada – Come-se com o garfo e faca, sendo a alface enrolada no       maquilagem é um instrumento necessário (fundamentalmente ao
garfo, com o auxílio da faca.                                         sexo      feminino)       para    prover       estas    expectativas.
Sanduíches – Pequenos são comidos com a mão, grandes com garfo e      Constituição da Pele
faca.                                                                 Pele é uma membrana muito resistente à tração, cobre toda
Abacaxi – Come-se com garfo e faca, não se come o núcleo duro, no     superfície do corpo e é o maior órgão do corpo humano. O
centro.                                                               pigmento que dá cor à pele é a melanina.
Laranja, pêra, maça e pêssego - Come-se com garfo e faca, corta-se    Camadas e Características
em dois e após em quatro.                                             Epiderme - Camada externa, superficial, resistente e que se renova
Manga – Servir descascada e cortada em pedaços, comer com garfo e     constantemente.
faca.                                                                 Derme – Responsável pela elasticidade e firmeza da pele, nela
Melão, mamão e melancia – Servir em fatias com a casca no fundo,      encontram-se os vasos sanguíneos, as glândulas sudoríparas e as
come-se com garfo e faca.                                             sebáceas, as terminações nervosas e as fibras colágenos e elásticas.
Morangos – O garfo serve apenas para ajudar a colocar o morango na    Hipoderme – Camada mais profunda da pele encobre e protege os
colher                                                                músculos e ossos do corpo, é constituída de tecido adiposo e dá
Caqui e papaia – cortar com a faca ao meio, comer com a colher        forma ao corpo protegendo-o contra traumatismo e perda de calor.
fazendo da casca uma cuia.                                            Tipos de Pele e Características
Figo – Quando servido descascado, come-se com a colher e garfo,       Seca – Textura, delicada, com tendência a descarnado, rugas finas
quando servido com casca, igual ao caqui.                             precoces ao redor dos olhos e lábios, sensível ao frio, à exposição
Fruta do conde – Abrir com as mãos, comer com a colher fazendo da     solar, ao vento e ao ar-condicionado.
casca uma cuia.                                                       Oleosa – Espessa e elástica, poucas rugas, mas profundas.
Bananas – Com garfo e faca, dá-se um corte longitudinal (no sentido   Mista – Oleosa na testa, nariz e queixo (Zona T), seca ao redor dos
do comprimento) abrindo totalmente a asca (sem cortar a fruta)        olhos          e         nas         laterais        do        rosto.
depois se corta em rodelinha.                                         Tratamento Diário
Doces – Comem-se com colher e garfo                                   Limpar
Exceção dos doces – quando são cremosos come-se só com colher         Função – Eliminar resíduos de poluição, maquilagem, células
Seqüência                                                             mortas                e               secreções             naturais.
Couvert                                                               Procedimento – Deve-se umedecer a pele e aplicar a loção de
Entrada                                                               limpeza (pode ser sabonete para rosto ou leite de limpeza) com
Prato principal                                                       algodão em movimentos circulares e ascendentes no rosto e
Sobremesas                                                            descendentes                        no                      pescoço.
Queijos                                                               Tonificar
Frutas                                                                Função – Eliminar resíduos de produtos de limpeza. Renovar a
Café e Licor – Fora da mesa                                           camada ácida de proteção da pele.
Tipos de serviço                                                      Procedimento – Aplicar o produto embebido em algodão, com
Serviço a Francesa                                                    suaves batidas.
O prato é preparado junto à mesa                                      Hidratar
Serviço a Inglesa                                                     Função – Proteção contra a agressão de agentes externos (vento,
O prato já está pronto. Comida e bebida pela direita                  sol,                poeira                 e              poluição).
Procedimentos – Cada tipo de pele necessita um hidratante                   - Hidratar sempre que necessário, no mercado existem vários
específico, aplique pouca quantidade com as pontas dos dedos em             produtos específicos para hidratar, reparador de pontas de silicone,
movimentos circulares ascendentes, espalhando bem no rosto e                etc.
descendentes                         no                         pescoço.    - Passar gel com os cabelos molhados e com um pente de dentes
Sobrancelhas                                                                largos se você quer um acabamento mais preso.
Antes de delinear as sobrancelhas é preciso levar em conta o formato        - Atenção especial nas raízes dos cabelos tingidos, para que eles
do rosto (oval, redondo, etc) tamanho da testa, nariz, desenho dos          estejam sempre impecáveis. Antes de tingi-los observar a
olhos, etc...                                                               tonalidade da pele e dos olhos.
Penteie os fios e marque o início e o fim da sobrancelha com um             - Para diminuir a caspa e dar brilho aos cabelos, enxágüe-os com
lápis de maquilagem. Pegue um lápis ou um escova para marcar o              vinagre de maça diluindo em um pouco de água.
traço imaginário. O início tem que ser paralelo ao canto interno do         Dicas para Entrevista
olho. Você deve sempre pentear as sobrancelhas durante a depilação          Introdução
para encontrar as raízes dos fios para ter certeza de estar extraindo os    O quão bem você sair em uma entrevista dependerá do quanto
certos                                                                      explana em suas qualificações e conquistas e como estas estão
Maquilagem                                                                  relacionadas com o que o empregador procura e necessita
Corretivo – Suaviza olheiras, vincos e imperfeições da pele. Deve ser       Questões Freqüentemente Utilizadas em Entrevistas e Dicas de
um            tom         abaixo           de          sua          pele.   Respostas
Base – Deve ser do mesmo tom da pele. Passe com uma esponja em              Por que você quer trabalhar para esta empresa?
movimentos         ascendentes      de       dentro      para       fora.   Para responder essa questão você deverá ter pesquisado sobre a
Pó-facial – Para completar o trabalho da base você deve aplicar o pó-       empresa,      responda    colocando      os   principais    atributos
facial, que deve ser do mesmo tom da pele, com uma esponja                  correlacionando-os com sua crença de que isso poderá
pressionando toda a superfície do rosto sem esfregar.                       proporcionar um feliz e estável ambiente de trabalho.
Pó-compacto – Se usa para retocar a maquilagem                              Que tipo de experiência você tem para este trabalho?
Sombras – Deve-se usar uma cor neutra, para passar abaixo das               Esta é a perfeita oportunidade de mostrar seu valor, mas antes de
sobrancelhas,              iluminando                o             olhar.   fazê-lo, certifique-se o que é mais crítico para o entrevistador. Ele
Lápis e Delineador – Faça primeiro um traço do meio do olho até o           ou Ela não está procurando por um bom Aeronauta, mas sim
final, em seguida, se preferir faça outro traço do início do olho até o     profissional que irá realmente contribuir para o crescimento da
meio, na parte superior externa.                                            empresa. As empresas costumam fornecer uma visão das funções a
Rímel – Dever ter a cor compatível com a maquilagem, ocasião e a            ser desempenhada pelo futuro funcionário, porém esperam acima
hora do dia. Aplique uma camada durante o dia e a noite repita a            de tudo que este seja um solucionador de problemas.
camada, usando um pente para dar acabamento.                                O que você mais e menos gostou em seu último trabalho?
Blush – Tem funções de diminuir, esconder, disfarçar, aprofundar e          Muitos entrevistadores começam com um breve histórico sobre a
evidenciar. Passe o pincel no produto, retire o excesso na mão e            empresa, preste atenção! Essa informação irá lhe ajudar a
aplique da altura da orelha descendo, sem ultrapassar a linha dos           responder a questão. Na verdade, qualquer colocação do
lábios.                                                                     entrevistador sobre a vaga e a empresa pode ser usada em
Lápis de contorno labial – Deve-se usar antes do batom para corrigir        vantagem. Use isto destacando somente os positivos
o formato do lábio ou segurar o batom para ele não escorrer. Ele deve       Criticas ao último trabalho pode representar ao empregador que o
ser da mesma cor do batom.                                                  entrevistado pode se tornar um empregado problemático. O melhor
Batom – Para passar o batom use sempre o pincel. Passa uma                  é manter suas respostas curtas e positivas.
camada, retire o excesso e aplique novamente.                               Por que está deixando sua empresa atual?
Mãos                                                                        Se a Empresa em que está trabalhando não está correspondendo a
Devem ser hidratadas constantemente com o uso de cosméticos                 suas expectativas, você pode explicar isto de forma positiva.
adequados, com FPS. Unhas bem tratadas, sempre limpas, cortadas e           Por quanto tempo pretende ficar nesta empresa?
lixadas complementam o embelezamento das mãos.                              Uma boa alternativa esta em dizer: “Eu realmente gostaria de
Cabelos                                                                     permanecer nesta companhia. Enquanto continuar crescendo
Para estar com os cabelos sempre em bom aspecto deve-se:                    profissionalmente não há razões para mudar”.
- Escovar sempre os cabelos molhados antes de lavar,                        Você já fez o melhor trabalho que é capaz?
- O shampoo deve ser espalhado na palma da mão e ser levemente              Se responder “sim” o entrevistador pensará que você é testado, o
diluído antes de aplicá-lo nos cabelos molhados,                            melhor é dizer: “Tenho orgulho de minhas realizações, porém o
- Massagear levemente todo o couro cabeludo com a ponta dos                 melhor está por vir”.
dedos, para estimular a circulação sanguínea. Em seguida, espalhe o         O que você gostaria de fazer daqui 5 anos?
shampoo por todo o cabelo,                                                  Se a carreira de Aeronauta é a que escolheu, então pode dizer:
- Enxágüe bem. Os resíduos deixam os cabelos pegajosos e sem                “continuar a ser Aeronauta”.
brilho,           além           de           atraírem           sujeira,
- Pentear delicadamente o cabelo molhado. Separe-o em mechas e              Quais suas maiores realizações?
penteie primeiro as pontas dirigindo-se pouco a pouco às raízes.            Mantenha sua resposta estreitamente a vaga, inicie com: “Apesar
- Use pente e não escova nos cabelos molhados. De preferência de            de sentir que minhas maiores conquistas então por vir tenho
madeira com dentes largos.                                                  orgulho em ter participado em X Y Z projetos”.
- Se possível, deixe os cabelos secarem naturalmente. Caso seja             Você consegue trabalho sob pressão?
necessário usar secador, dirija o ar para baixo. Nunca aproxime             Você pode ficar tentado de dizer um simples “sim” ou “não”, mas
demais o ar quente dos cabelos.                                             não diga. Isso não ajuda em nada e você perde a oportunidade de
- A finalidade de um shampoo não é só limpar o cabelo. Ele é um             vender seus valores e habilidades. O melhor é dizer: “Sim, costumo
cosmético capilar. Por isso, use um shampoo adequado ao seu tipo de         achar isso estimulante, no entanto creio que em planejamento e
cabelo.                                                                     gerenciamento de tempo para reduzir prazos finais de pânico dentro
- Lavagens freqüentes não ressecam os cabelos. Ao contrário, longos         de minha área de responsabilidade”.
períodos sem lavar é que pode prejudicar, especialmente os cabelos          Quanto você quer ganhar?
secos, pelo acumulo de sujeira e células mortas que obstruem o              Essa questão é determinante: uma resposta errada e você será
folículo piloso.                                                            imediatamente eliminado do processo seletivo. As Empresas
possuem escalas de salários muito baixos, logo dar uma resposta fora
das possibilidades da Empresa poderá reduzir a zero suas chances de
contratação. A solução? Tente: “Estou ganhando R$... Estou
interessado nesta oportunidade e vou considerar seriamente uma
oferta razoável que a Empresa tenha para                        mim”.
O que você procura em seu próximo trabalho?
Evite dizer o que a Empresa poderia lhe dar. Você deve dizer o que
você quer em termos do que você pode dar para o empregador e até
mesmo o que este procura. Por exemplo: “Minha experiência na
Empresa X Y Z mostrou que tenho talento para atender a clientes”.
Descreva uma situação difícil que você teve que lidar?
A melhor maneira é: “Bom, eu sempre sigo 5 passos frente a uma
situação difícil. Primeiro eu examino a situação. Segundo, reconheço
o problema com sintoma produzido por outros e mais adiante levanto
os fatores ocultos. Terceiro, faço uma lista de soluções de possíveis
soluções. Quarto, eu peso as conseqüências e custos de cada solução
e determino a melhor solução. Quinto, vou ao meu chefe e esboço o
problema, faço minha recomendação e solicito ao meu supervisor
aprovação e conselho.” Depois exemplifique.
O que seu chefe anterior diria de você?
Você não tem nada a perder por ser positivo.
Dicas Gerais
- Deixar a impressão de estar apenas analisando é um erro fatal, ou
invés mostre ao entrevistador o quanto feliz sobre a vaga disponível.
- Faça pesquisa sobre a empresa como sua história, participação no
mercado que atua, seus planos para o futuro, produtos, lucro líquido
etc. Demonstrar genuíno interesse em fazer parte da empresa é
importante, ainda mais bem informado.
- Saiba exatamente o local e horário da entrevista, nome completo do
entrevistador e sua função na empresa.
- Esteja preparado para fazer perguntas durante a entrevista, porém
evite questões relativas a salários, benefícios, condições etc.
- Vista-se apropriadamente
- Mantenha estado mental positivo
- A cada contato com o empregado de RH ou empregador deve-se ter
aperto de mão firme e contato “olhos nos olhos”.
- No caso de comissários, estudar antes prováveis situações do dia a
dia e montar com elas redações (se possível além do português outro
idioma que domine).

				
DOCUMENT INFO
Shared By:
Categories:
Tags:
Stats:
views:1994
posted:3/15/2012
language:Portuguese
pages:31