PERFIL PROFISSIONAL DO FISIOTERAPEUTA by 79zqiu

VIEWS: 34 PAGES: 5

									      PERFIL PROFISSIONAL DO FISIOTERAPEUTA



1. FISIOTERAPIA

   É uma ciência  estuda, previne e trata os distúrbios
    cinéticos funcionais intercorrentes em órgãos e sistemas
    do corpo humano, gerados por alterações genéticas, por
    traumas e por doenças adquiridas.

   Ciência aplicada cujo objeto de estudo é o movimento
    humano em todas as formas de expressão e potencialidades
     quer nas suas alterações patológicas, quer nas
    repercussões psíquicas e orgânicas  Objetivos:
    Preservar, manter, desenvolver ou restaurar a
    integridade de órgãos e sistemas ou funções

   Fins e objetivos proposto (isolada ou conjugada)
        Termoterapia, crioterapia, eletroterapia, fototerapia,
          hidroterapia, mecanoterapia e cinesioterapia

   Atividade regulamentada por leis, decretos, portarias e
    resoluções.

2. SER FISIOTERAPEUTA É?

   Profissional de saúde, com formação acadêmica superior,
    habilitado à construção do diagnóstico dos distúrbios
    cinéticos funcionais, a prescrição das condutas
    fisioterapêuticas, a sua ordenação e indução no paciente
    bem como, o acompanhamento da evolução do quadro
    clínico funcional e as condições para alta do serviço.

   Profissional da área de saúde  executar métodos e
    técnicas fisioterapêuticas  finalidade de restaurar,
    desenvolver e conservar a capacidade física do pacientes
3. VEÍCULOS DE ATUAÇÃO

   Fundamenta suas ações em mecanismos terapêuticos
    próprios, sistematizados
       • estudos da biologia,
       • das ciências morfológicas,
       • das ciências fisiológicas,
       • das patologias,
       • da bioquímica, da biofísica,
       • da biomecânica,
       • da cinesia funcional
       • da cinesia patologia de órgãos e sistemas do corpo
         humano e as disciplinas comportamentais e sociais.

4. ÁREAS DE ATUAÇÃO

   Fisioterapia Clínica: Hospitais e clínicas, Ambulatórios,
    Consultórios, Centros de Reabilitação
   Saúde Coletiva: Programas Institucionais, Ações Básicas de
    Saúde, Fisioterapia do Trabalho, Vigilância Sanitária
   Educação: Docência, Extensão, Pesquisa, Supervisão
    (técnica e administrativa), Direção e Coordenação de
    Cursos
   Outras: Indústrias de Fisioterapia, Esporte

5. ESPECIALIDADES RECONHECIDAS

     Acupuntura (Nº: 201, de 240699 e 219. De 14/12/00)
     Quiropraxia (Nº 220, de 23/05/01)
     Osteopatia (Nº 220, de 23/05/01)
     Fisioterapia Pneumo Funcional (Nº 189,de 09/12/98)
     Fisioterapia Neuro Funcional (Nº 189,de 09/12/98)
6. ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS

6.1   GERAIS:
      Prestar assistência fisioterapeutica,
      Elaborar o diagnóstico cinesiológico funcional,
      Prescrever, planejar, ordenar, analisar, supervisionar e
       avaliar os projetos fisioterapeuticos  eficácia, a sua
       resolutividade e as condições de alta do cliente submetido
       a estas práticas de saúde

6.2 ESPECÍFICAS:

   HOSPITAIS, CLÍNICAS E AMBULATÓRIOS:
     Avaliar o estado funcional do cliente, a partir da
      identidade da patologia clinica intercorrente, de exames
      laboratoriais e de imagens, da anamnese funcional e
      exame da cinesia, funcionalidade e sinergismo das
      estruturas anatômicas envolvidas.
     Estabelecer rotinas para a assistência fisioterapeutica,
      fazendo sempre as adequações necessárias.
     Recorrer a outros profissionais de saúde e/ou solicitar
      pareceres técnicos especializados, quando necessário
     Reformular o programa terapêutico sempre que
      necessário.
     Registrar no prontuário do cliente, as prescrições
      fisioterapeuticas, sua evolução, as intercorrências e as
      condições de alta da assistência fisioterpêutica.
     Integrar a equipe multiprofissional de saúde, sempre que
      necessário, com participação plena na atenção prestada
      ao cliente
     Desenvolver estudos e pesquisas relacionados à sua área
      de atuação.
 CENTROS DE REABILITAÇÃO
   Zelar pela autonomia científica de cada um dos membros
    da equipe, não abdicando da independência científico-
    profissional e da isonomia nas suas relações
    profissionais.
   Participação plena na atenção de saúde prestada a cada
    cliente, na integração das ações multiprofissionalizadas,
    na sua resolutividade e na deliberação da alta do cliente.
   Participar das reuniões de estudo e discussões de casos,
    de forma ativa e contributiva aos objetivos pretendidos.

 SAÚDE COLETIVA
   Educação, prevenção e assistência fisioterapêutica
    coletiva, na atenção primária em saúde.
   Contribuir no planejamento, investigação e estudos
    epidemiológicos.
   Promover e participar de estudos e pesquisas
    relacionados à sua saúde de atuação.
   Integrar os órgãos colegiados de controle social.
   Promover ações terapêuticas preventivas a instalações
    de processos que levam a incapacidade funcional
    laborativa

 EDUCAÇÃO
   Dirigir, coordenar e supervisionar cursos de graduação
    em fisioterapia/saúde.
   Lecionar disciplinas básicas e profissionalizantes dos
    cursos de graduação em fisioterapia e outros cursos na
    área da saúde.
   Elaborar planejamento de ensino, ministrar aulas, indicar
    bibliografia especializada e atualizada, equipamento e
    material auxiliar necessários para o melhor cumprimento
    do programa.
   Participar de estudos e pesquisas em fisioterapia e
    saúde.
   Supervisionar programas de treinamento e estágios
   OUTROS
     Desenvolver/projetar protótipos de produtos de
      interesse do fisioterapeuta e/ou da fisioterapia -
     Desenvolver e avaliar a utilização destes produtos no
      meio social.
     Elaborar manual de especificações.
     Promover a qualidade e o desempenho dos produtos.
     Coordenar e supervisionar as demonstrações técnicas do
      produto junto aos profissionais fisioterapeutas.
     Assessorar tecnicamente a produção.
     Supervisionar e coordenar a apresentação do produto em
      feiras e eventos.
     Desenvolver material de apoio para treinamento.

7. EXIGÊNCIAS LEGAIS

   Pessoa Jurídica:
    - Responsabilidade técnica pelo serviço da empresa
      perante o CREFITO
    - Comprovação do registro do profissional no CREFITO
    - Registro da empresa do CREFITO
    - Obs: Empresa  solicitação de seu registro 
      profissional fisioterapeuta (responsabilidade técnica)
   Pessoa Física
    - Registro do profissional no CREFITO – além da formação
      superior
    - Cadastramento do consultório no CREFITO

OBS: Atividade profissional  após o trâmite processual e
concessão de autorização provisória ou carteira de identidade
profissional
         - É proibido  fisioterapeuta  delegar funções a
           pessoas não habilitadas à prática.

								
To top