Apresenta��o do PowerPoint by I31PsTG

VIEWS: 17 PAGES: 82

									   Núcleo de Estudos de Políticas Públicas
     Universidade Estadual de Campinas




AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROFAE
    Estudo Finalizado em Outubro 2004


          Nilson do Rosário Costa
 Escola Nacional de Saúde Pública/FIOCRUZ
                    UFF
      Unicamp (Instituto de Economia)
      OBJETIVOS DA AVALIAÇÃO
   INSTITUCIONAL DE PROGRAMAS:
     DESCRIÇÃO DAS CONDIÇÕES
    ORGANIZACIONAIS INICIAS DE
IMPLEMENTAÇÃO, ADERÊNCIA ÀS METAS
 PROPOSTAS E ANALISE DA PERCEPÇÃO
        DOS “STAKEHOLDERS”
OBJETIVOS DO PROFAE: QUALIFICAÇÃO
DE PROFISSIONAIS DE NÍVEL MÉDIO NA
       ÁREA DE ENFERMAGEM
 COMPONENTE I: OFERTA DE CURSOS DE
QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL PARA AUXILIAR DE
  ENFERMAGEM, TÉCNICO DE ENFERMAGEM E
 COMPLEMENTAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL
 COMPONENTE II: CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL
PARA A PROMOÇÃO DE CURSOS DE FORMAÇÃO E PARA A
   REGULAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES FORMADORAS
EVIDÊNCIAS SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO
         DO COMPONENTE I

DEMANDA E ACESSO AOS CURSOS DE
          FORMAÇÃO
Avaliação do
PROFAE                  META PROFAE / BID *

  METAS BUSCADAS PELO PROFAE A PARTIR DO DIAGNÓSTICO DO DEFICIT
                        DE QUALIFICAÇÃO

    • Curso de Auxiliar de Enfermagem (QP) = 225.000

    • Curso de Técnico em Enfermagem (CQP) = 90.000

    • Comp. do Ensino fundamental (CEF) = 95.000

    • Total (QP + CQP) = 315.000

    • Total (QP + CQP + CEF) = 410.000
Avaliação do
PROFAE                                   DEMANDA*
                            Profissionais inscritos no PROFAE


            Evolução da Demanda pelos Cursos do PROFAE - Brasil, Set 2002 - jul 2004


                                                                                  Total = 438.588
                                         Total = 421.859        Total = 425.499
                       Total = 404.581
   Total = 374.627
                                                                                         105.759
                                                100.017              101.653
                            97.594
         89.922




                                                274.244              278.863             289.488
                            260.841
        243.303




         41.402             46.146              47.598               44.983              43.341

         Set/02             Mar/03              Set/03               Mar/04              Jul/04

                                          CEF     QP      CQP
Avaliação do
PROFAE                            ACESSO*

   Acesso da População Alvo em Relação à Meta Proposta pelo PROFAE / BID




 Acesso sobre a Meta (Matrículas Efetuadas / Meta)
               Set/02    Mar/03      Set/03    Mar/04            Jul/04
 QP              65,5%      69,0%      79,3%     91,6%            100,4%
 CQP             40,1%      43,5%      51,3%     76,1%             81,1%
 Total           58,3%      61,7%      71,3%     87,2%             94,9%
Avaliação do
PROFAE          Matrículas Efetuadas - Distribuição por Grandes
                              Regiões Brasileiras

             Matrículas Efetuadas - Todos os cursos - distribuição
                    Set/02     Mar/03      Set/03      Mar/04      Jul/04
   Brasil             100,0%     100,0%      100,0%      100,0%     100,0%
   Centro oeste         8,7%        8,9%       8,3%         7,6%       7,3%
   Nordeste            38,5%       39,4%      38,2%        40,2%      41,1%
   Norte                7,4%        8,4%      10,2%         8,9%      10,0%
   Sudeste             32,4%       30,6%      30,6%        30,2%      28,7%
   Sul                 12,9%       12,6%      12,6%        13,0%      12,9%

               Matrículas Efetuadas - Todos os cursos - evolução
                     Set/02     Mar/03      Set/03     Mar/04      Jul/04
   Brasil                 100         106        124         150         163
   Centro oeste           100         109        119         132         137
   Nordeste               100         108        123         157         174
   Norte                  100         120        171         180         220
   Sudeste                100         100        117         140         145
   Sul                    100         103        121         151         163
Avaliação do
PROFAE                                 ACESSO*
               Indicador de acesso por região e tipo de curso - jul/04


          PROFAE: Indicadores de Acesso para os cursos de CEF, QP e CQP - Brasil,
                                        jul 2004

  80,0%


  60,0%


  40,0%


  20,0%


   0,0%
            Brasil     Centro oeste   Nordeste        Norte       Sudeste           Sul
    QP      78,1%         75,8%        83,3%          68,0%       76,4%         74,3%
    CQP     69,1%         52,5%        73,7%          64,6%       64,8%         77,4%

                                               QP   CQP
        COMPONENTE I

  PROCESSO DE IMPLEMENTAÇÃO:
   MECANISMOS DE GOVERNANÇA
   HORIZONTAL: MULTIPLICIDADE
ORGANIZACIONAL DAS OPERADORAS
Avaliação do
PROFAE             A. CAPACIDADE INSTITUCIONAL PRÉ-EXISTENTE
                        A1. Tempo de existência da instituição*


                     100,0


                      80,0


                      60,0


                      40,0


                      20,0


                       0,0
                             Total   ETSUS    Privada   Pública   Sistema S
           Não Respondeu     5,8      15,4     0,0        0,0       18,2
           Baixo             20,3     7,7      31,7       0,0        0,0
           Médio             27,5     38,5     31,7      25,0        0,0
           Alto              46,4     38,5     36,6      75,0       81,8
Avaliação do
PROFAE          A. CAPACIDADE INSTITUCIONAL PRÉ-EXISTENTE
        A2. Capacidade de estabelecimento de articulações e parcerias*


               100,0

                80,0

                60,0

                40,0

                20,0

                 0,0
                        Total   ETSUS   Privada   Pública   Sistema S

                Baixo   27,5     30,8    26,8      25,0       27,3
                Médio   47,8     38,5    48,8      50,0       54,5
                Alto    24,6     30,8    24,4      25,0       18,2
Avaliação do
PROFAE         A. CAPACIDADE INSTITUCIONAL PRÉ-EXISTENTE
           A3. Grau de experiência da instituição na oferta de cursos
                         profissionalizantes de saúde*


                       100,0

                        80,0

                        60,0

                        40,0

                        20,0

                         0,0
                                                               Sistema
                               Total   ETSUS Privada Pública
                                                                  S
               Não respondeu    1,4     7,7     0,0    0,0       0,0
               Baixo            1,4     0,0     2,4    0,0       0,0
               Médio            1,4     0,0     0,0    0,0       9,1
               Alto            95,7     92,3   97,6   100,0     90,9
Avaliação do
PROFAE                    C. CAPACITAÇÃO DOCENTE
          C1. Quantidade de docentes que fizeram ou estão fazendo o
                 curso de Formação Pedagógica do PROFAE*


               100,0

                80,0

                60,0

                40,0

                20,0

                 0,0
                       Total   ETSUS   Privada   Pública   Sistema S

               Baixo   18,8     30,8    14,6      25,0       18,2
               Médio   30,4     23,1    36,6       0,0       27,3
               Alto    50,7     46,2    48,8      75,0       54,5
Avaliação do
PROFAE                     C. CAPACITAÇÃO DOCENTE
               C2. Quantidade de docentes que atuam nos serviços*



               100,0

                80,0

                60,0

                40,0

                20,0

                 0,0
                        Total   ETSUS   Privada   Pública   Sistema S

                Baixo   23,2    38,5     12,2      50,0       36,4
                Médio   13,0     0,0     19,5       0,0        9,1
                Alto    63,8    61,5     68,3      50,0       54,5
Avaliação do
PROFAE         E. ESFORÇO DE RECRUTAMENTO DOS ALUNOS*




               100,0

                80,0

                60,0

                40,0

                20,0

                 0,0
                        Total   ETSUS   Privada   Pública   Sistema S

                Baixo   31,9     69,2    22,0      25,0       27,3
                Médio   49,3     23,1    61,0      25,0       45,5
                Alto    18,8     7,7     17,1      50,0       27,3
Avaliação do
PROFAE                    G. MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO
                      G1. Esforço da escola para avaliar os alunos*


               100,0

                80,0

                60,0

                40,0

                20,0

                 0,0
                          Total    ETSUS    Privada   Pública   Sistema S

               Baixo      4,3       15,4      2,4       0,0        0,0
               Médio      27,5      15,4     29,3       0,0       45,5
               Alto       68,1      69,2     68,3      100,0      54,5
Avaliação do
PROFAE                                   H. ESTÁGIO
         H1. Variedade de estabelecimentos que oferecem estágio aos
                              alunos da escola*


                100


                  80


                  60


                  40


                  20


                      0
                          Total   ETSUS      Privada   Pública   Sistema S

               Baixo      33,3    30,8        34,1      25,0       36,4
               Médio      52,2    53,8        56,1      25,0       45,5
               Alto       14,5    15,4         9,8      50,0       18,2
Avaliação do
PROFAE                          H. ESTÁGIO
          H2. Cumprimento das horas de estágio previstas no projeto
                               pedagógico*


                 100
                  90
                  80
                  70
                  60
                  50
                  40
                  30
                  20
                  10
                   0
                        Total   ETSUS    Privada   Pública   Sistema S

        Não Respondeu    7,2     23,1      4,9       0,0        0,0
        Médio            5,8     0,0       7,3       0,0        9,1
        Alto            87,0     76,9     87,8     100,0       90,9
Avaliação do
PROFAE                           H. ESTÁGIO
            H3. Adequação do estágio às necessidades de formação*



                  100


                   80


                   60


                   40


                   20


                    0
                         Total   ETSUS    Privada   Pública   Sistema S
         Não Respondeu    5,8     15,4      4,9       0,0        0,0
         Médio           33,3     38,5     29,3      25,0       45,5
         Alto            60,9     46,2     65,9      75,0       54,5
     COMPONENTE I

DESEMPENHO: APROVAÇÃO,
 REPROVAÇÃO E EVASÃO
Avaliação do
PROFAE                               DESEMPENHO
                Matrículas efetuadas por tipo de instituição – QP e CQP –
                                          jul/04

      Auxiliar de                                 Julho 2004
     Enferm agem          ETSUS      PRIVADA      PUBLICA      SISTEMA S    Total
 Centro Oeste              2%          3%           1%            3%         9%
 Nordeste                  12%         28%          4%            3%         46%
 Norte                     0%          4%           3%            4%         11%
 Sudeste                   6%          13%          2%            4%         24%
 Sul                       3%          4%           1%            1%         10%
 BRASIL                    23%         53%          10%           14%       100%

      Técnico em                                  Julho 2004
     Enferm agem           ETSUS     PRIVADA      PUBLICA      SISTEMA S    Total
 Centro Oeste               0%         1%           1%            2%         4%
 Nordeste                   5%         17%          3%            3%         28%
 Norte                      0%         1%           1%            1%         3%
 Sudeste                    8%         23%          6%            4%         41%
 Sul                        4%         11%          6%            4%         25%
 BRASIL                     16%        53%          17%           14%       100%
Avaliação do
PROFAE                             DESEMPENHO
               QP - Taxas de Aprovação por Instituição e Região - jul/04


            Taxa de aprovação dos cursos de QP, segundo o tipo de
              instituição - Brasil e Grandes Regiões - Julho 2004

                  0,90

                  0,80

                  0,70

                  0,60
                                   Centro
                         Brasil             Nordeste   Norte    Sudeste    Sul
                                   Oeste
   ETSUS                  0,87      0,86      0,88                0,85     0,87
   OUTRAS PÚBLICAS        0,83                0,81      0,86      0,80     0,82
    OUTRAS PRIVADAS       0,83      0,79      0,87      0,88      0,77     0,85
   SISTEMA S              0,81      0,78      0,82      0,84      0,77     0,87
   GLOBAL                 0,84      0,80      0,86      0,86      0,79     0,85
Avaliação do
PROFAE                             DESEMPENHO
                QP - Taxas de Evasão por Instituição e Região - jul/04


               Taxa de evasão dos cursos de QP, segundo o tipo de
                instituição - Brasil e Grandes Regiões - Julho 2004

                 0,30

                 0,20

                 0,10

                 0,00
                                  Centro
                        Brasil             Nordeste    Norte    Sudeste   Sul
                                  Oeste
   ETSUS                 0,11      0,13      0,11                0,12     0,11
   OUTRAS PÚBLICAS       0,16                0,17      0,14      0,17     0,17
    OUTRAS PRIVADAS      0,15      0,19      0,12      0,11      0,20     0,14
   SISTEMA S             0,16      0,16      0,17      0,14      0,20     0,11
   GLOBAL                0,15      0,17      0,13      0,13      0,18     0,13
Avaliação do
PROFAE                           DESEMPENHO
            QP - Taxas de Reprovação por Instituição e Região - jul/04


            Taxa de reprovação dos cursos de QP, segundo o tipo de
               instituição - Brasil e Grandes Regiões - Julho 2004

                0,10


                0,05


                0,00
                                Centro
                       Brasil            Nordeste    Norte    Sudeste    Sul
                                Oeste
   ETSUS               0,01      0,01      0,01                0,02      0,02
   OUTRAS PÚBLICAS     0,02                0,02      0,01      0,03      0,01
    OUTRAS PRIVADAS    0,01      0,02      0,01      0,01      0,03      0,01
   SISTEMA S           0,03      0,06      0,01      0,02      0,03      0,02
   GLOBAL              0,02      0,03      0,01      0,01      0,03      0,01
Avaliação do
PROFAE                              DESEMPENHO
               CQP - Taxas de Aprovação por Instituição e Região - jul/04


            Taxa de aprovação dos cursos de CQP, segundo o tipo de
               instituição - Brasil e Grandes Regiões - Julho 2004

                  1,00
                  0,90
                  0,80
                  0,70
                  0,60
                                   Centro
                         Brasil             Nordeste    Norte    Sudeste    Sul
                                   Oeste
   ETSUS                  0,90                0,94                0,88      0,89
   OUTRAS PÚBLICAS        0,91      0,82      0,94      0,97      0,87      0,96
   OUTRAS PRIVADAS        0,91      0,84      0,91      0,83      0,88      0,94
   SISTEMA S              0,88      0,85      0,88      0,90      0,89      0,90
   GLOBAL                 0,90      0,85      0,92      0,91      0,88      0,93
Avaliação do
PROFAE                             DESEMPENHO
                CQP - Taxas de Evasão por Instituição e Região - jul/04



               Taxa de evasão dos cursos de CQP, segundo o tipo de
                 instituição - Brasil e Grandes Regiões - Julho 2004

                  0,30

                  0,20

                  0,10

                  0,00
                                  Centro
                         Brasil             Nordeste   Norte    Sudeste   Sul
                                  Oeste
   ETSUS                 0,09                 0,05               0,11     0,09
   OUTRAS PÚBLICAS       0,08      0,18       0,06     0,03      0,12     0,04
   OUTRAS PRIVADAS       0,09      0,14       0,08     0,17      0,11     0,06
   SISTEMA S             0,10      0,09       0,12     0,08      0,10     0,10
   GLOBAL                0,09      0,10       0,08     0,09      0,11     0,06
Avaliação do
PROFAE                            DESEMPENHO
                CQP - Taxas de Reprovação por Instituição e Região -
                                      jul/04

            Taxa de reprovação dos cursos de CQP, segundo o tipo de
               instituição - Brasil e Grandes Regiões - Julho 2004

                 0,10


                 0,05


                 0,00
                                 Centro
                        Brasil            Nordeste    Norte   Sudeste   Sul
                                 Oeste
   ETSUS                0,01                0,01                0,00    0,02
   OUTRAS PÚBLICAS      0,00      0,00      0,01      0,00      0,01    0,00
   OUTRAS PRIVADAS      0,01      0,02      0,00      0,00      0,01    0,00
   SISTEMA S            0,02      0,06      0,00      0,02      0,01    0,00
   GLOBAL               0,01      0,05      0,00      0,01      0,01    0,01
Avaliação do
PROFAE            SUPERVISÃO DOS CURSOS DO PROFAE – AR*
                  Problemas na Operacionalização dos Cursos (1)

                         Problemas relativos a turmas e alunos
    Turmas paralisadas
    Aluno em situação irregular (sem cadastro do SIG)
    Perfil do aluno incompatível com o curso desejado
    Dificuldade das executoras em controlar a movimentação dos alunos
        (necessidade de atualização do cadastro)
      Dificuldade para localizar o aluno cadastrado no SIG (para matrícula, por
        exemplo)
      Falta de alunos para formar novas turmas
      Falta de estrutura organizacional para atender a grande demanda de alunos
      Inclusão de alunos que estão fora do SIG
                        Problemas relativos ao campo de estágio
    Dificuldade de encontrar local / campos de estágio insuficientes, atrasando o
        cronograma do curso
                        Problemas relativos ao material didático
    Material didático entregue com atraso ou em quantidade insuficiente
Avaliação do
PROFAE            SUPERVISÃO DOS CURSOS DO PROFAE - AR
                 Problemas na Operacionalização dos Cursos (2)

                   Problemas relativos à contratação de docentes
   Dificuldades de conseguir profissionais no município para ministrar aulas nos
     cursos do PROFAE
                         Problemas relativos à capacitação
   Falta de capacitação dos coordenadores locais e professores / facilitadores
   Profissionais não qualificados para manuseio do SIG e inserção de dados no
     sistema
                    Problemas relativos ao fluxo de informações
   Fluxo de informação inadequado com o nível central do PROFAE
   Informações conflitantes entre a Coordenação do PROFAE e a AR
   Dificuldade de entendimento das informações do SIG
                     Problemas relativos à execução financeira
   Atraso no pagamento das faturas
   Contrato não é claro quanto ao repasse de recursos
   Falta de pagamento da Bolsa Auxílio Aluno
Avaliação do
PROFAE         SUPERVISÃO DOS CURSOS DO PROFAE – AR*
                    Necessidades de Aprimoramento

      Regularização do repasse dos recursos financeiros
       do PROFAE
      Melhora no processo de capacitação              dos
       profissionais (gestores e docentes)
      Troca de experiência institucional
      Apoio para obtenção do estágio
      Melhora na capacidade de operacionalização do
       SIG
      Suporte técnico por parte da equipe central do
       PROAFE
Avaliação do
PROFAE         SUPERVISÃO DOS CURSOS DO PROFAE – AR*
                       Experiências Inovadoras

    • Realização de atividades coletivas e estabelecimento
      de parcerias
    • Centralização da alimentação do SIG; criação de
      revista eletrônica
    • Criação de banco de dados internos
    • Criação de instrumentos de avaliação
    • Implantação de rodízio de supervisoras
    • Sistematização do registro da supervisão
    • Visitas in loco com filmagem
     COMPONENTE II CAPACITAÇÃO
INSTITUCIONAL PARA A PROMOÇÃO DE CURSOS
   DE FORMAÇÃO E PARA A REGULAÇÃO DE
       ORGANIZAÇÕES FORMADORAS
             SUB COMPONENTES II:
         i) FORMAÇÃO PEDAGÓGICA
 (COORDENADORES DE NAD, TUTORES,
                 EGRESSOS)
ii) MODERNIZAÇÃO E FORTALECIMENTO
      DAS ESCOLAS TÉCNICAS DO SUS
  iii) CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS
   SUBCOMPONENTE DE FORMAÇÃO
           PEDAGÓGICA
INOVAÇÃO: FERRAMENTA DA EDUCAÇÃO
            À DISTÂNCIA
Avaliação do
PROFAE                         DESEMPENHO DO CURSO DE FORMAÇÃO
                          PEDAGÓGICA – META 12.000 DOCENTES; 8%
                           EVASÃO; 80% CAPACITADOS EM POR EAD

                   Matriculados Alunos que EVADIDOS          CONCLUINTES         EVASÃO
       Turm as
                                   Iniciaram                                      (%)


         2001          2.018         1.651         367           1.284            22,00
         2002          7.833         6.054        1.779          4.275            29,00


         2003          5.858         5.273         585           4.688            11,00
         2004          3.465         3.125         340          2.785,00          10,00
        Total *       19.174        16.103        3.071        13.032,00          19,00
      Fonte: Consolidado 2001, 2002, 2003 e 2004. Coordenação Geral do PROFAE.



                      #REF!         #REF!        #REF!
FORMAÇÃO PEDAGÓGICA

COORDENADORES DE NAD
Avaliação do
PROFAE                      COORDENADORES DE NAD - PERFIL
                                              Atribuições

                                                                       Região
                         Variável                     Total
                                                              N   NE    CO      SE   S
     Atribuições do coordenador do NAD
     Elaborar relatórios para a coordenação do         29     5   7      1      11   5
     PROFAE e para a EAD/ENSP
     Avaliar o desempenho e o resultado do curso       27     4   7      1      10   5
     Supervisionar a administração dos recursos        27     5   7      1      10   4
     financeiros
     Selecionar os tutores                             15     2   3      1      6    3
     Coordenar Administrativamente o NAD                0     0   0      0      0    0
     Estabelecer a interface do NAD com a               0     0   0      0      0    0
     Coordenação Pedagógica EAD/ENSP
     Supervisionar e acompanhar o trabalho dos         0      0   0      0      0    0
     tutores
     Participar das oficinas de formação continuada    0      0   0      0      0    0
Avaliação do
PROFAE                         COORDENADORES DE NAD
                     Experiência da Instituição na Oferta de Cursos




                                                                 Região
                    Variável                  Total
                                                      N     NE    CO      SE   S
 Graduação                                     22     3      5     0      10   4
 Pós-Graduação                                 17     2      4     0       7   4
 Cursos na modalidade de ensino a distância    15     1      5     0       6   3
 Licenciatura                                  11     1      3     0       6   1
 Curso de educação profissional                 4     0      2     0       2   0
 Não ofereceu nenhum destes cursos              2     0      0     1       1   0
Avaliação do
PROFAE                        COORDENADORES DE NAD
                                     Material Didático

                                                                  Região
                   Variável                    Total
                                                         N   NE    CO      SE   S
 Material didático compatível com as
 metas/objetivos do curso?
 Sim, totalmente                                25       4   7      1      9    4
 Sim, parcialmente                               5       0   0      0      3    2
 Não                                             0       0   0      0      0    0
 Material didático é adequado à modalidade
 EAD?
 Sim, totalmente                                25       4   7      1      9    4
 Sim, parcialmente                               5       1   0      0      3    1
 Não                                             0       0   0      0      0    0
 A modalidade EAD é compatível com as
 metas/objetivos do curso?
 Sim, totalmente                                26       3   7      1      11   4
 Sim, parcialmente                               4       2   0      0       1   1
 Não                                             0       0   0      0       0   0
Avaliação do
PROFAE               COORDENADORES DE NAD
                             Tutores

     • Os tutores são docentes das instituições sediadoras
       do NAD (27)
     • Os tutores são selecionados por meio de análise de
       currículo (23) e entrevista (5)
     • A quantidade de tutores (relação tutor/aluno) é
       considerada suficiente pela maioria dos
       coordenadores (24)
     • Ocorreram oficinas de treinamento de tutores em
       todos os NADs
     • Em 13 NADs, menos da metade dos tutores
       participaram das oficinas de acompanhamento
Avaliação do
PROFAE               COORDENADORES DE NAD
                     Monitoramento e Avaliação

     • Há mecanismos para monitorar a freqüência do
       contato dos tutores com os alunos em 21 NADs
     • Existe cadastro atualizado e informatizado em 26
       NADs
     • Apenas 3 NADs possuem mecanismo de
       acompanhamento da trajetória profissional dos
       egressos
     • 17 NADs contam com procedimentos implantados
       para avaliação do curso e dos tutores, 8 realizam
       apenas avaliação do curso e 5 não adotam
       qualquer procedimento avaliativo
Avaliação do
PROFAE               COORDENADORES DE NAD
                           Dificuldades

     • Dispersão geográfica, dificultando a localização
       dos alunos
     • Falta de afinidade de tutores e alunos com a
       modalidade de ensino à distância
     • Alunos sem acesso a computadores e correio
       eletrônico - problemas de comunicação
     • Excesso de atribuição dos tutores na instituição
       sediadora do NAD
     • Alunos e tutores com pouco tempo para dedicação
       às atividades do curso
     • Recursos financeiros escassos; Atrasos no repasse;
       Baixa remuneração dos tutores
Avaliação do
PROFAE                  COORDENADORES DE NAD
                                Sugestões
 • Aumento da carga horária dos coordenadores
 • Aumento do número de momentos presencias
 • Capacitação prévia dos alunos e dos tutores ao manejo dos
   equipamentos de informática
 • Formação continuada dos professores egressos
 • Construção de um módulo metodológico específico à elaboração do
   TCC
 • Maior integração entre o Componente I e o Componente II
 • Flexibilizar o ordenamento dos módulos
 • Flexibilizar o cronograma de entrega dos trabalhos (prazo de
   execução)
 • Obtenção de maior apoio das Agências Regionais
 • Aumento do nº de reuniões entre os NAD´s e a coordenação geral do
   Componente II do PROFAE e da oordenação pedagógica da
   EAD/ENSP
FORMAÇÃO PEDAGÓGICA

      TUTORES
Avaliação do
PROFAE                              TUTORES - PERFIL
                          Experiência e Vinculação com o NAD

                                                                   Região
                      Variável                    Total
                                                          N   NE    CO      SE   S
    Tem experiência anterior na modalidade EAD?
    Não                                            74     2   18     9      32   13
    Sim, na mesma instituição                      25     2   11     0      8    4
    Sim, em outra instituição                      15     1   4      1      4    5
    É docente na instituição a qual o NAD é
    vinculado
    Sim                                            91     5   26    10      30   20
    Não                                            19     0   3      0      14   2
    É docente na instituição a qual o NAD é
    vinculado
    Sim                                            91     5   26    10      30   20
    Não                                            19     0   3      0      14   2
Avaliação do
PROFAE                                   TUTORES
                                     Material Didático

                                                                  Região
                    Variável                   Total
                                                         N   NE    CO      SE   S
  Material didático compatível com as
  metas/objetivos do curso?
  Sim, totalmente                                88      5   23     9      34   17
  Sim, parcialmente                              24      0   9      1      9    5
  Não                                             0      0   0      0      0    0
  Material didático é adequado à modalidade
  EAD?
  Sim, totalmente                                80      4   23     8      29   16
  Sim, parcialmente                              31      1   8      2      14   6
  Não                                             0      0   0      0      0    0
  A modalidade EAD é compatível com as
  metas/objetivos do curso?
  Sim, totalmente                                84      5   24     7      29   19
  Sim, parcialmente                              28      1   8      3      13   3
  Não                                             0      0   0      0      0    0
Avaliação do
PROFAE                            TUTORES
                  Material Didático - Dificuldades dos Alunos

     • Complexidade do material didático frente à formação
       escolar do público atendido
     • Falta de tempo por parte dos alunos para realizar as leituras
       propostas
     • Dificuldades no manejo do material didático;
     • Dificuldades de compreensão do conteúdo proposto
     • Não utilizam a internet, dificultando o contato
     • Intervalo de tempo grande em que estiveram sem estudar,
       sem ter contato com leitura contínua
     • Não cumprimento dos prazos de entrega dos trabalhos
     • Modalidade EAD: alunos demandaram maior número de
       momentos presenciais.
Avaliação do
PROFAE                                              TUTORES
                                             Contato com Alunos
                                                                             Região
                                  Variável                  Total
                                                                    N   NE    CO      SE   S
               Meio utilizado para para entrar em contato
               com os alunos e a frequência de utilização
               Telefone
               Alto                                          66     2   27     3      21   13
               Médio                                         36     2   4      7      15   8
               Baixo                                          8     0   1      0      6    1
               Não utilizou                                   7     1   0      0      1    5
               e-mail/internet
               Alto                                          55     1   6      8      23   17
               Médio                                         37     2   15     1      13   6
               Baixo                                         21     1   11     2      7    0
               Não utilizou                                   7     1   0      0      1    5
               Fax
               Baixo                                         44     1   16     5      17   5
               Não utilizou                                  33     0   4      2      16   11
               Médio                                         16     1   9      2      3    1
               Alto                                           6     0   1      1      4    0
               Correio
               Baixo                                         37     3   8      4      13   9
               Médio                                         27     2   14     3      7    1
               Alto                                          25     0   8      2      14   1
               Não utilizou                                  17     0   2      1      6    8
               Momento presencial
               Médio                                         56     2   24     3      18   9
               Baixo                                         35     1   6      7      16   5
               Alto                                          17     1   2      0      6    8
               Não utilizou                                   4     0   0      0      1    3
Avaliação do
PROFAE                          TUTORES
                  Dificuldades na Interação com os Alunos

     • 56,3% dos tutores sentiram dificuldade de adaptação dos
       alunos ao método de ensino à distância
     • 56,3% afirmaram que seus alunos tem dificuldades de
       entendimento das propostas apresentadas no material
       didático utilizado no curso
     • 60,7% dos entrevistados apresentaram dificuldades em
       manter contato com seus alunos;
     • 46,4% tiveram dificuldade para localizar o aluno
     • 20,5% tiveram outras dificuldades: falta de
       comparecimento dos alunos aos plantões de dúvidas; falta
       de comprometimento com os prazos estabelecidos para a
       entrega dos trabalhos; desistência/abandono; mudança de
       endereço, dificultando a localização do aluno.
Avaliação do
PROFAE                         TUTORES
                    Motivos de Desistência dos Alunos

     • Falta tempo e impossibilidade de conciliação com as
       atividades desempenhadas no Componente I (70,5% dos
       respondentes)
     • Interrupção do contrato por parte do aluno (38,4%)
     • Dificuldade manifesta do aluno no cumprimento das
       atividades programadas (33%)
     • Mudança de emprego ou de cidade (31,3%)
     • Insatisfação ou deinteresse manifesto do aluno (13,4%)
     • Dificuldade de compreensão           dos    conteúdos    de
       aprendizagem (6,3%)
Avaliação do
PROFAE                               TUTORES
                            Monitoramento e Avaliação

     • A principal forma de avaliação do trabalho dos tutores é a
       reunião (67,9%), que se realiza mensalmente (26,8%) e ao
       final de cada módulo (25%).
     • 36,6% dos tutores nunca foram avaliados por questionário,
       35,7% não foram avaliados por entrevista e 29,5% nunca
       foram avaliados por meio de observação
     • 58,9% afirmaram que o processo de avaliação contribuíu
       para reorientação de suas atividades:
         – no cumprimento das atividades
         – na orientação e esclarecimentos sobre o TCC
         – para maior reflexão em relação aos aspectos qualitativos de ensino-
           aprendizagem
         – na troca de experiências com os demais tutores
FORMAÇÃO PEDAGÓGICA

     EGRESSOS
Avaliação do
PROFAE                        EGRESSOS
                Dificuldades dos alunos ao longo do curso


     1º) realizar as atividades programadas no prazo
       previsto
     2º) falta de tempo para estudar
     3º) manter contato com o tutor
     4º) adaptação ao método de ensino à distância
     5º) de entendimento do conteudo apresentado no
       material didático
     6º) falta de acesso aos meios para entrar em contato
       com o tutor
Avaliação do
PROFAE                              EGRESSOS
                    Avaliação do Curso de Formação Pedagógica




                                  Excelente   Bom      Regular   Ruim     Péssimo
  Conteúdo                             54,3     43,1         -       -          -
  Material didático                    58,0     39,4       2,7       -          -
  Carga horária                        23,4     57,4      17,0      0,5         -
  Metodologia de ensino                31,4     46,8      19,7      0,5         -
  Qualidade dos tutores                41,0     43,6      11,7      1,6        1,1
  Atividades finais dos módulos        22,3     58,0      17,6      1,1         -
  Provas presenciais                   30,3     50,5      16,0      1,6        0,5
Avaliação do
PROFAE                       EGRESSOS
                    Facilidades da Modalidade EAD


     • não exige participação presencial;
     • Permite adequação à disponibilidade do aluno para
       estudar, possibilitando a continuidade do trabalho;
     • estimula a leitura, reflexão, pesquisa;
     • melhor preparo das aulas, valorização dos alunos e
       experiências dos textos para leituras;
     • baixo custo
Avaliação do
PROFAE                      EGRESSOS
                   Dificuldades da Modalidade EAD


     • Há momentos em que a presença do professor é
       fundamental;
     • dificuldade em manter contato com o tutor em
       função de incompatibilidade de horários;
     • Há dificuldade em tirar as dúvidas
     • Há necessidade de troca de conhecimento em
       grupo
     • Há dificuldade em estudar sozinha
Avaliação do
PROFAE                        EGRESSOS
                     Aspectos Positivos do Curso (1)

     • a gratuidade
     • a clareza da metodologia
     •   a qualidade dos conteúdos dos módulos
     •   a qualidade dos materiais didáticos
     •   a adaptação da especialização ao trabalho
     •   o tempo destinado ao estudo ser de escolha
         pessoal/própria
     •   a padronização no planejamento das aulas
     •   a qualidade dos tutores
     •   a flexibilidade de horários
     •   facilidade de busca de textos complementares
Avaliação do
PROFAE                      EGRESSOS
                   Aspectos Positivos do Curso (2)

    • proporcionou oportunidade de melhoria no nível de
      formação
    • motivou para a melhoria do desempenho profissional
    • preencheu lacunas de formação
    • valorização das experiências vividas por cada
      participante/aluno
    • oportunidade dada aos profissionais do interior e
      locais mais distantes
    • ofereceu uma nova aproximação com o meio
      acadêmico
    • valorizou a categoria da enfermagem
    • valorizou o profissional na sua instiutição
Avaliação do
PROFAE                      EGRESSOS
                   Aspectos Negativos do Curso (1)

     • falta de maior número de aulas presenciais
     • necessidade de se trabalhar os módulos cada vez
       melhor
     • necessidade de ampliação da carga horária
     • necessidade de maior e melhor contato com os
       tutores
     • necessidade de mais momentos de discussão
     • a adoção pelos tutores de uma única linha de
       orientação
     • necessidade de maior tempo para a realização das
       tarefas
     • possibilitar a continuidade dessa e nessa formação:
       outros cursos e mestrado/doutorado
Avaliação do
PROFAE                       EGRESSOS
                    Aspectos Negativos do Curso (2)


     • melhorar a avaliação do aprendizado real de cada
       aluno
     • descentralizar os pólos
     • receber rapidamente o certificado de conclusão do
       curso
     • ter mais fácil acesso à Internet
     • ter local organizado para reclamações
     • maior utilização/acesso a sistemas informatizados
       de comunicação
Avaliação do
PROFAE                        EGRESSOS
                Impactos do Curso de Formação Pedagógica

     • Melhorou o desempenho em sala de aula (85,1%)
     • Melhorou o planejamento das aulas (80,9%)
     • Ampliou a valorização da prática e dos
       conhecimentos já adquiridos (77,1%)
     • Preencheu lacunas na formação (71,8%)
     • Propiciou maior clareza às explicações dadas
       pelos docentes (56,9%)
     • Possibilitou alterar outras atividades (36,2%)
         – avaliação integral dos alunos
         – melhoria na didática de ensino
         – motivação e meios para a procura de novos conteúdos,
           recursos didáticos, dinâmicas, etc.
Avaliação do
PROFAE                           EGRESSOS
                  Impactos do Curso na Instituição do Egresso
   •   adotou-se uma nova metodologia e uma nova visão de ensino
   •   maior compromisso com os docentes treinados pelo curso
   •   estimulou a discussão dos métodos de ensino utilizados
   •   aumentou o tempo de permanência na instiutição
   •   aumentou a possibilidade de capacitação dos recursos humanos
   •   iniciou trabalhos com grupos de discussão a partir do
       conhecimento do aluno
   •   valorização dos conhecimentos anteriores dos alunos
   •   maior contato com a equipe da instituição
   •   melhora nas atividades práticas
   •   possibilidade de troca de experiências
   •   vaslorização do ensino-aprendizagem
   •   maior valorização do conhecimento próprio e do aluno
SUBCOMPONENTE DE MODERNIZAÇÃO E
   FORTALECIMENTO DAS ESCOLAS
     TÉCNICAS DO SUS (ETSUS)
Avaliação do
PROFAE            MODERNIZAÇÃO E FORTALECIMENTO DAS ETSUS
                   Capacitações Oferecidas pelo PROFAE às ETSUS*

     Capacitações oferecidas pelo                        Grau de contribuição
              PROFAE                              Alto    Médio       Baixo      Nenhum
 Projeto Político Pedagógico                       5         2          2           -
 Metodologia de Elaboração de Projeto              5         5          -           -
 para Captação de Recursos
 Construção de Indicadores                         2         5         2             1
 Planejamento Estratégico                          6         4         1             -


                 Avaliação das Oficinas de Planejamento Estratégico
                                                         Avaliação
               Aspectos
                                      Excelente    Bom    Regular    Ruim       Péssimo
   Conteúdo                               6         5        2         -           -
   Abrangência                            3         8        2         -           -
   Material de apoio e bibliografia       4         5        3         -           -
   Carga horária                          3         5        5         -           -
   Método de ensino                       3         5        5         -           -
   Qualidade dos capacitadores            3         7        3         -           -
   Instalações                            6         5        2         -           -
Avaliação do
PROFAE         MODERNIZAÇÃO E FORTALECIMENTO DAS ETSUS
               Projetos de Investimento: dificuldades de execução*
      Dificuldade para contratação de serviços de
       consultoria (4)
      Quantidade e qualidade de RH para acompanhar o
       processo (2)
      Morosidade por conta das normas da administração
       pública (2)
      Falta de entendimento sobre a utilização dos
       recursos (1)
      Atraso no cumprimento das ações centralizadas -
       MS/UNESCO (1)
      Recursos financeiros:
          falta de autonomia financeira para gerir os recursos (2)
          encargos não foram previstos nos subprojetos (1)
          dificuldade na comprovação de despesas efetuadas -
           capacitação e aquisição de material (1)
Avaliação do
PROFAE           MODERNIZAÇÃO E FORTALECIMENTO DAS ETSUS
                                Mudanças após o PROFAE (1)*

         Variável                              Principais mudanças ocorridas

 Fortalecimento da          -     Aumento da área de abrangência das atividades pedagógicas
 execução das atividades          descentralizadas
 pedagógicas                -     Aumento da oferta de cursos
 descentralizadas           -     Salas de aula descentralizadas equipadas
 Aquisição de material      -     Aumento do acervo
 pedagógico                 -     Recebimento de material variado que auxilia no aprendizado
                            -     Aumento do número de parcerias
 Fortalecimento de
                            -     Consolidação das parcerias já existentes
 parcerias locais
                            -     Parcerias com regionais de saúde e secretarias municipais
 Criação e                  -     Criação de materiais para novos cursos
 desenvolvimento de         -     Guia prático de profissionalização de nível técnico em saúde
 material pedagógico        -     Novas organizações curriculares e atualizações técnicas
                            -     Maior facilidade para elaborar projetos
 Aperfeiçoamento técnico-
                            -     Revisão constante do planejamento
 gerencial
                            -     Capacitação da equipe técnica-gerencial
 Implantação de novas       -     Construção de laboratório de tecnologia educacional
 tecnologias de educação    -     Utilização de novos equipamentos em sala de aula
Avaliação do
PROFAE           MODERNIZAÇÃO E FORTALECIMENTO DAS ETSUS
                               Mudanças após o PROFAE (2)*

            Variável                             Principais mudanças ocorridas
   Sistema de avaliação do
                               -   Criação de instrumentos de avaliação inicial e final de curso
   desempenho da escola
                               -   Elaboração e impressão de guias curriculares e produção de
   Edição e reprodução de          fitas de vídeo
   material pedagógico
                               -   Edição e reprodução de novos materiais para TSB e VISA
   Sistemas de informação e
                               -   Melhoria na biblioteca
   informatização
   Implantação e/ou            -   Aumento do acervo
   fortalecimento de           -   Aquisição de mobiliários
   biblioteca                  -   Aquisição de fitas de vídeo
                               -   Reformulação e construção de novos planos de cursos
   Formulação de um plano
   de educação continuada      -   Participação de consultores na elaboração das organizações
                                   curriculares
   Desenvolvimento de
   modelo (próprio e original) -   Modelo de gestão descentralizado
   de gestão
   Acompanhamento do
   mercado de trabalho e do
                               -   Melhoria nas estações de observatório de RH
   mercado educativo de
   nível médio
Avaliação do
PROFAE           MODERNIZAÇÃO E FORTALECIMENTO DAS ETSUS
                             Necessidades de Aprimoramento*

                                                        Necessidade de Aprimoramento
                     Variável
                                                    Nenhuma    Pouca     Média     Muita
 Autonomia decisória da ETSUS                          1          -         2        9
 Apoio da mantenedora para a implementação das
                                                       2          -        2         8
 atividades do PROFAE
 Troca de experiência entre as escolas                 -          1        4         7
 Capacitação dos profissionais da escola               1          2        3         6
 Regularidade do repasse dos recursos financeiros
                                                       -          3        3         6
 do PROFAE
 Monitoramento das atividades de modernização e
                                                       -          2        5         5
 fortalecimento das ETSUS
 Redefinição dos prazos de implementação dos
                                                       1          -        6         5
 projetos de investimento da Escola
 Suporte técnico por parte da equipe central do
                                                       2          2        6         2
 PROFAE
 Priorização das atividades do PROFAE na Escola        3          3        4         2
 Apoio para obtenção de estágio                        1          3        6         1
 Apoio da Agência Regional nas atividades do
                                                       4          3        4         -
 PROFAE
SUBCOMPONENTE DE SISTEMA DE
CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS
Avaliação do
PROFAE            CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIA


    Meta: 80% de profissionais egressos do
     PROFAE certificados
    Teste Piloto
       – 914 egressos do curso de QP no estado do Espírito
         Santo (primeiras turmas do PROFAE)
       – 190 profissionais localizados e convidados a
         participar do teste piloto
       – 183 profissionais realizaram inscrição para a prova
       – 49,7% dos inscritos compareceram à prova escrita
       – 34,7% dos inscritos compareceram à prova prática
CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS

       O TESTE PILOTO
Avaliação do
PROFAE           CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS
               Elaboração dos Instrumentos de Avaliação

     • Elaboração, pela Coordenação e Equipe Técnica
       do Subcomponente, de uma Matriz Avaliativa
       para elaboração das provas
     • Contratação de 150 profissionais da área de
       Enfermagem, em diversas especialidades, como
       Consultores para elaboração das questões
     • Elaboração da Prova Teórica com 30 Questões,
       divididas em 5 áreas
     • Elaboração da Prova Prática com 8 tipos de
       desempenhos, retirados de um “check list” de 40
       itens
Avaliação do
PROFAE           CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS
                    Organização do Teste Piloto (1)


     • Licitação da Instituição Avaliadora: Fundação
       Cesgranrio
     • Treinamento de 41 profissionais para aplicação da
       prova prática
     • Definição dos locais para as provas práticas:
       instituições públicas de saúde (hospitais e
       unidades básicas)
Avaliação do
PROFAE           CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS
                   Organização do Teste Piloto (2)


     • Local: municípios de Vila Velha, Cachoeiro do
       Itapemirim e Linhares, localizados no Estado do
       Espírito Santo
     • Período: mês de setembro de 2002 (22/11 - Prova
       Escrita; 24 a 27/11 – Prova Prática)
     • Participantes: 91 profissionais egressos dos Cursos
       PROFAE de um total de 914, sendo um grupo do
       interior e um da capital e região metropolitana
Avaliação do
PROFAE           CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS
                    Organização do Teste Piloto (3)


     • Foi constituída uma equipe de apoio ou de
       coordenação local formada por três enfermeiras,
       profissionais do próprio Estado do Espírito Santo
     • Foram selecionados e treinados os chamados
       “mobilizadores”, grupo de 10 pessoas
       encarregadas de fazer os contatos, os convites, o
       cadastramento e a inscrição dos egressos
     • Participariam do teste egressos residentes ou
       trabalhadores de 12 cidades. As inscrições foram
       concluídas no início de setembro de 2002
Avaliação do
PROFAE           CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS
                    Organização do Teste Piloto (4)


      Os enfermeiros/avaliadores da prova prática foram
       capacitados no período de 6 a 9 de setembro de
       2002, em Vila Velha
      A prova teórica foi aplicada na cidade de Vitória,
       num mesmo dia, local e horário, e os candidatos
       tiveram que ser deslocados para lá, com apoio do
       SCC-PROFAE-Cesgranrio
Avaliação do
PROFAE                 CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS
                                 Resultados (4)

      Indicaram que as dificuldades para a implantação
       do Sistema serão:
              Necessidade de apoios e parcerias
              Basear-se em experiências anteriores
              A diversidade e escala do país
              A qualidade da divulgação
      Apenas 25% concordam com o papel certificador
       do MS
      Sugeriram o substituto do MS no papel de
       Certificador
          Instituições autônomas
          Os profissionais dos conselhos profissionais
Avaliação do
PROFAE           CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS
                          Conclusões

      Há necessidade de uma decisão político-
       institucional favorável a aplicação de um sistema
       de certificação para a área da saúde
      Há necessidade de se disponibilizar recursos
       financeiros
      Há necessidade de parcerias e acordos inter-
       institucionais para a execução de um Sistema
       desse porte
      Há pendências relativas às demais áreas de
       formação sejam elas da saúde ou não – um sistema
       público deve evitar privilégios
      Não se pode perder o esforço empreendido pelo
       SCC/PROFAE com a construção do Sistema de
       Certificação de Competências
Avaliação do
PROFAE             CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS
                      Questões para Discussão (1)

     • O que fazer com os egressos do PROFAE que não
       possuem as capacitações desejadas? O que fazer
       com esse profissional
         – No âmbito legal
         – No âmbito da formação
         – No âmbito profissional
     • O que fazer com as instituições formadoras?
     • A Certificação de Competências poderá ser
       ampliada aos demais profissionais dos serviços de
       saúde e/ou outras profissões?

								
To top