RESUMO -A FILOSOFIA CONTEMPOR�NEA by 4fItVny5

VIEWS: 29 PAGES: 13

									   RESUMO-A FILOSOFIA
    CONTEMPORÂNEA
REVISÃO DE CONCEITOS
PRINCIPAIS;
PRINCIPAIS AUTORES;
CORRENTES FILOSÓFICAS;
INDICAÇÕES DE LEITURAS.
Filosofia Contemporânea- datação

              Período que abarca
               meados do século XIX
               até nossos dias.
              Porém há divergências
               quanto a extensão
               deste momento: Já
               estamos em uma pós -
               contemporaneidade?
      FATORES HISTÓRICOS
         SURGIMENTO
 Momento histórico :
 Agentes motivadores: segunda
  revolução industrial (meados do século
  XIX);
 Novas concepções filosóficas e
  ideológicas (positivismo científico,
  psicologia, o liberalismo como capital)
      FATORES HISTÓRICOS
         SURGIMENTO
 Mudanças :
 A quebra de paradigmas;
 A contingência mundana (fracasso das
  ciências);
 Surge um problema epistemológico: é
  possível conhecer?
 Crises humanas I e II Guerras Mundiais
    Autores- Influência hegeliana.
 Ernest Bloch (1880-1956)
 Georg Lukács (1885-1971)
 Herbert Marcuse (1898-1979)
 Gotthard Günther (1900- 1984)
 Alexandre Kojeve (1902-1968)
 Theodor Adorno (1903-1969)
 Jean Paul Sartre (1905-1980)
 Maurice Merleau Ponty (1908-1961)
         Principais correntes-
          Idealismo Alemão.
 Característica:Totalidade, do Saber
  absoluto;
 A idéia: possibilidade de conceituar toda a
  realidade.
 Propõe um movimento histórico por meio
  da dialéctica: tese_ antítese (negação da
  tese)_síntese (convergência de tese e
  antítese, que forma uma nova tese).
            Neo-kantismo
            preocupações.
 Efeito= estabilidade (dimensionado e
  controlável)
 Resultado= assegurar um caminho
  unívoco
 O REAL= ob-jeto (Gegen-stand)- o
  procedimento é o cálculo.
 Necessidade de um método eficaz e
  transparente.
              Evolucionismo
   Objeto de estudo: o evolucionismo
• Situação histórica: conflito entre duas
  compreensões de mundo.
• Fixismo: nada se transforma no curso das eras. O
  mundo é criado por Deus, portanto tudo já está
  consumado (imutabilidade).
• Transformismo: as espécies se transformam
  (mutabilidade) destaca-se Darwinismo e a teoria de
  Lamarck (lei do uso e desuso)
                Positivismo
   Positivismo: doutrina caracterizada pelo
    método empirista, portanto as
    experiências sensíveis .Utiliza-se da
    observação (ato intelectual) -como
    principal fonte de conhecimento.

   A teoria: A verdade como aquilo que se
    manifesta no mundo (fenômeno).
    Portanto, palpável, quantificável,
    qualificável.
 Positivismo e o evolucionismo
• Todo organismo vivo é derivado de uma
  série de combinações químicas complexas
  (protoplasma- a parte essencial das
  células);
• O universo está em um constante
  progredir em todos os seus elementos;
• O mais apto sobrevive como conseqüência
  da evolução e progresso natural
                  O utilitarismo
   Utilitarismo: Teoria dos fins da ação humana. O
    fim dirigido ao bem, na aplicação social
    promover em maior grau o bem geral.

    A) O Fim seja bom
    B) os meios sejam bons e com o menor efeito colateral
    possível
    C) o importante: os efeitos e conseqüências da ação.
    O conhecimento se dá no “aqui e agora” onde o veículo
    é a percepção (sentidos) que se dá na vivência
    cotidiana.
             Fenomenologia
   Fenomenologia: estudo puramente
    descritivo do fenômeno tal qual se
    apresenta a nossa experiência.

 Fenômeno- evento observável- dados da
  ciência(conhecimento).
 Quebra de paradigma: extinção da
  separação entre sujeito e objeto
              BIBLIOGRAFIA
   Para Filosofar.- São Paulo: Scipione, 2000.
    vários autores.
   DURANT,Will. História da Filosofia. Tradução de
    Godofredo Rangel e Monteiro Lobato. 11°
    Edição. Companhia Editora Nacional. São
    Paulo. 1962.
   CHAUI, Marilena. Convite à Filosofia.. 13°
    edição. São Paulo. Ática 2005.
   COTRIM, Gilberto. Fundamentos da Filosofia.
    História grandes temas. 16° edição reformada e
    ampliada_ São Paulo: Saraiva, 2006.

								
To top