PARA QUEM TEM AMIGOS by rH9YB1

VIEWS: 33 PAGES: 41

									Para quem
   tem
 AMIgos
O grande desafio é saber
 o que o outro tem para
       receber e
    o que pode doar.
    Isso não quer dizer que não
tenhamos dificuldades e momentos
de tensão, porque temos também e
muitas vezes interesses diferentes.
 Com uns mais, com outros menos,
 mas nunca a ponto de ruptura, de
   mágoas ou que não possamos
  equacionar com uma conversa
          aberta e franca.
Dialogar com sinceridade
  sempre será a melhor
        solução.
   Um relacionamento onde
exista a amizade é como um
oásis que nos sacia quando o
mundo nos esgota e nos exige
   o cerne. É um lugar onde
podemos nos refugiar quando
 todas as portas, lá fora, nos
  foram fechadas. É onde o
    amor fala mais alto que
      consegue nos levar
           até Deus.
    Precisamos,
    entretanto,
aprender o rumo do
 coração de cada
       um. É
  uma empreitada
muitas vezes difícil
 e árdua, porque o
 convite pode não
ser ouvido de forma
       clara.
    Outras vezes, a conversa
 emperra, por mais esforço que
 haja, não flui, e a decepção e a
 frustração se impõem. Precisa
                 de
suavidade e paciência: no devido
   tempo, a seu próprio modo.
A amizade é uma conquista
que busca as semelhanças,
   as afinidades, mas que
  precisa saber respeitar e
aprender com as diferenças.
 É um investimento alto que
 demanda disponibilidade e
  entrega, mas que sempre
       valerá a pena.
 Todas as conversas e
  assuntos dos meus
amigos me interessam
        e muito.
Tento ir até onde o meu
 ouvido não ouve, até
 onde meus olhos não
   possam enxergar,
  mas o meu coração
      pode sentir.
E o meu coração sente como
 alguma coisa bela, rara, em
 formação; que pode pensar
 agora uma coisa e amanhã
    outra completamente
 diferente. Como eu mesma,
 que mudo constantemente;
como os dias que se seguem:
às vezes ensolarados, outros
    nublados, com nuvens
 escuras, pesadas e tristes.
   Posso também ferir o meu
    amigo, sem querer; posso
magoá-lo muito, mas posso me
     redimir e mostrar minha
fraqueza; falar de coração para
  coração, sem medos; dizer o
quanto sinto muito, não só pelo
         receio de partir
  nossa amizade, mas para me
   tornar uma pessoa melhor.
     Pedir claramente
  que tente se lembrar
daquela que no fundo sou
  e não quando, em um
momento de dor ou medo,
 ultrapassei fronteiras e
não soube ser continente;
  fui cruel, perversa ou
        mesquinha.
 Hoje posso afirmar que tenho
 amigos que dão sustentação e
      beleza à minha vida.
  Aprendi que cada um deles
     tem algo que aprecio,
sei enxergar e aproveitar aquilo
que cada um pode me oferecer.
           Por exemplo:
   tenho uma amiga que adora
 ouvir meus novos poemas; se
     emociona, dá ideias, relê
  trechos. Fica horas trocando
    ideias. Quase sempre não
    percebemos que lá fora já
anoiteceu. Ouvir poesia é muito
bom e ela me faz ver o que está
por trás de cada poema, de cada
             emoção.
  Existe também aquele
   que me ensina como
trocar uma torneira, uma
 lâmpada, como acender
  minha lareira, saber a
   diferença entre uma
  carrapeta e uma chave
         inglesa.
Outra amiga segura
minha mão quando
   estou triste,
 não fala nada, e
ouvimos o silêncio.
  Outros me fazem rir, até
 gargalhar, que é algo raro e
     de que gosto muito.
Existem, entretanto, aquelas
 que me ensinam a cozinhar
     coisas gostosas, a
plantar hortênsias e a andar
          descalça.
Todos os meus amigos,
 que são a família que
escolho a cada dia, têm
  igual importância:
  iluminam os meus
 caminhos e me fazem
  mais forte, sábia e
       amorosa.
É assim que vejo
 uma relação de
    verdade:
com troca, amor,
   lealdade e
   confiança.
 Ofereço este trabalho
   ao amigo-amante,
     amigo-mestre,
     amigo-família,
     amigo-futuro,
    amigo-passado;
 sobretudo a todos os
meus amados e queridos
amigos que embelezam e
  enriquecem a minha
       existência.
      Criação e Formatação:
    LAILA SALOMÃO DE OLIVEIRA
          Música: If (Bread)
      Texto extraido do livro:
Fronteiras, Mergulhos e Reflexões
       Autora: WANDA ALVES
     Editora: MAGIA DAS LETRAS
   Quer conhecer mais da autora?
       www.wandaalves.com
       Mais poesias e textos?
     www.blog.wandaalves.com
    Quer enviar uma mensagem?
     wanda@wandaalves.com

            Vídeos:
 www.youtube.com.br/WANILLA100

								
To top