RELAT�RIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS by NRuqJw

VIEWS: 44 PAGES: 10

									    CENTRO COMUNITÁRIO SÃO LUCAS - CECOSAL
       ENTIDADE FILANTRÓPICA DE UTILIDADE PÚBLICA FEDERAL
      QNM 33 Módulo "A" Área Especial - Ceilândia Sul - Distrito Federal
    CEP: 72215-330 - Fone: 3371-3339/3372-7611 CNPJ: 00318329/0001-03
             SITE: www.cecosal.org.br EMAIL: admin@cecosal.org.br




  RELATÓRIO DE
   ATIVIDADES
DESENVOLVIDAS NO
   ANO DE 2007
                           CENTRO COMUNITÁRIO SÃO LUCAS - CECOSAL
                                 ENTIDADE FILANTRÓPICA DE UTILIDADE PÚBLICA FEDERAL
                                QNM 33 Módulo "A" Área Especial - Ceilândia Sul - Distrito Federal
                              CEP: 72215-330 - Fone: 3371-3339/3372-7611 CNPJ: 00318329/0001-03
                                       SITE: www.cecosal.org.br EMAIL: admin@cecosal.org.br


         CENTRO COMUNITÁRIO SÃO LUCAS – CECOSAL
        RELATÓRIO DE ATIVIDADES NO DE ANO DE 2007.

I - IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO


       1) INFORMAÇÕES GERAIS

       Nome: CENTRO COMUNITÁRIO SÃO LUCAS - CECOSAL
       Endereço: QNM 33 Módulo “A” - Área Especial Ceilândia Sul
       Brasília – DF - CEP: 72215-330
       Telefones: 3372-7611 - Telefax: 3371-3339 - CNPJ.: 00.318.329./0001-03
       EMAIL: admin@cecosal.org.br
       SITE: www.cecosal.org.br

       2) DIRETORIA

       Presidente: Fábio Teixeira Alves
       Vice Presidente: Cristina Martins Paes Leme
       1º Secretário: Maria Aparecida de Souza
       2º Secretário: Wagner Elvis Cerilo
       1º Tesoureiro: Josué Lopes Fontoura
       2º Tesoureiro: Francisco José Gorgonha Andrade
       Coordenador Geral: Ailton Pereira de Oliveira


II - FINALIDADE

       A finalidade da Instituição é contribuir para o aprimoramento social, prestar serviços na
área educacional, da saúde, dá assistência espiritual, promover e desenvolver programas de
integração social, capacitação profissional, valorização da pessoa humana, integração de
crianças, adolescentes e adultos na sociedade nos preceitos da fé cristã, sem discriminação
econômica, política, religiosa ou racial, visando solucionar problemas comuns da coletividade.
Fazendo-se cumprir o Art. 2º do seu Estatuto.


III - CLIENTELA

       A clientela atendida no ano de 2007:
       1. Crianças, adolescentes e adultos da comunidade carente de Ceilândia Sul, Taguatinga
Norte e toda área circunvizinha;
        2. Crianças e adolescentes portadores de necessidades especiais e seus acompanhantes
oriundos de toda região do país, para tratamento médico em Brasília.
       3. Pais e responsáveis dos alunos matriculados nas Creches-Escola (Ceilândia e
Taguatinga).
       4. 100 crianças e adolescentes no Projeto Atividades Complementares.


IV - PROGRAMAS EXECUTADOS DURANTE O ANO DE 2007

       1. Apoio Sócio-Educativo em Meio Aberto (Creche-Escola).
       2. Núcleo de Orientação e Apoio Sócio Familiar (Abrigo Emergencial).
       3. Ações Sócio-Educativas de Apoio à Família (Centro de Convivência).
       4. Apoio Sócio-Educativo em Meio Aberto (Atividades Complementares).
       5. Cursos eventuais para gestantes, idosos e outros.
       6. Cursos profissionalizantes.

V - METAS

       As metas executadas no ano de 2007 foram atingidas integralmente, a saber:
       - 350 crianças de 3 a 6 anos de idade
       - 20 crianças e/ou adolescentes de 0 a 18 anos portadores de necessidades especiais e
seus acompanhantes
       - 100 crianças e adolescentes de 07 a 18 anos.
       - Famílias das crianças matriculadas nas Creches-Escola (Ceilândia e Taguatinga).

VI - RECURSOS

1. HUMANOS

1.1. DIRETORIA
- Um Presidente: Advogado
- Um Vice-presidente: Pastora
- 1º Secretário: Pedagoga
- 2º Secretário: Militar
- 1º Tesoureiro: Militar
- 2º Tesoureiro: Funcionário Público
- Conselho Fiscal com três membros efetivos e três suplentes: Contabilistas

1.2. ADMINISTRAÇÃO INTERNA
- Coordenador Geral
- Secretária Administrativa
- Secretária Escolar
- Coordenadoria do Abrigo
- Assistente Social

1.3. CORPO DOCENTE
- Uma Diretora Pedagógica
- Nove Professoras
- Dez Monitoras
- Uma Assistente da monitoria
- Uma Agente da higiene pessoal das crianças
1.4. PESSOAL DE APOIO
- Dois Motoristas
- Dois Porteiros
- Cinco Auxiliares de serviços gerais
- Uma Cozinheira
- Três Auxiliares de cozinha

1.5. PESSOAL VOLUNTÁRIO
- Um Advogado
- Duas Pedagogas
- Um Pastor
- Um Nutricionista
- Uma Assistente Social
- Um Engenheiro Civil

2. MATERIAIS

2.1. IMÓVEIS
Instalações constituídas de:
- Vinte e uma salas de aula
- Dez sanitários infantis e adultos
- Duas cozinhas semi-industrial
- Duas salas de som e vídeo
- Duas salas de banho e uma rouparia
- Uma sala de secretaria administrativa
- Duas secretarias escolar
- Uma sala dos professores
- Cinco salas para repouso
- Um refeitório completo com mesas e bancos coletivos
- Um consultório dentário e médico
- Um consultório psicológico e um gabinete pastoral
- Um auditório
- Uma biblioteca
- Uma brinquedoteca
- Um templo religioso
- Dois parques infantis
- Duas quadras de areia e uma de cimento
- Uma despensa para alimentos
- Dois depósitos para material de expediente
- Uma garagem coberta
- Uma lavanderia
- Um prédio onde está localizado o Abrigo Emergencial com 9 (nove) quartos
- Dois apartamentos residenciais
- Um parque aquático com duas piscinas
- Um prédio onde funciona o Projeto Atividades Complementares constituído de:
- Duas salas de aulas
- Uma sala de dança
- Dois banheiros coletivos
- Um alojamento
- Uma copa cozinha e uma secretaria
2.2. MÓVEIS
- Dois veículos tipo van modelo kombi
- Um veículo tipo van modelo sprinter
- Um veículo tipo van modelo master
- Um veículo modelo Pálio/Fiat
- Equipamentos de informática, cozinha e outros
- Moveis de escritório e salas de aulas.

3. FINANCEIRO – ORIGEM DOS RECURSOS
- Doações das Igrejas Metodistas
- Convênios - SEDEST/DF, SEE/DF e SES/DF
- Convênios com empresas privadas
- Sócios contribuintes
- Doações diversas
  Os recursos foram insuficientes, particularmente, para obras das ampliações necessárias.

VII - ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

1. NÚMERO DE ATENDIDOS:
              Em conformidade com o estabelecido em seu Regimento Interno, o Centro
Comunitário São Lucas - CECOSAL, funcionou regularmente durante todo o exercício de
2007, no horário de 07:00 às 19:00 horas nos dias escolares, no programa de creche-escola,
perfazendo um total de 210 dias letivos e durante 24:00 horas diárias, no projeto Núcleo de
Orientação e Apoio Sócio-Familiar; foram atendidos 780 crianças, adolescentes e familiares,
perfazendo um total de 340 dias de atendimento, 100 crianças e adolescentes no Projeto de
Atividades Complementares e no projeto Ação Sócio-Educativo de Apoio à Família foram
atendidas todas as famílias das crianças matriculadas na Creche-Escola, nas atividades
realizadas uma vez por mês, preferencialmente nos sábados pela manhã

 2. ALIMENTAÇÃO
                Nessa área, foram servidas no programa de creche-escola 273.425 refeições e no
Núcleo de Orientação e Apoio Sócio-Familiar 27.120, resultando num total de 300,545
refeições no ano de 2007 distribuídas da seguinte maneira:
               Creche-Escola
               Café da manhã: com um cardápio variando em pão, leite, biscoito, margarina,
chá, mingau de milho, de leite, bolo, vitaminas, achocolatados, arroz doce, cuscuz com côco,
torradas e sucos;
               Lanche da manhã: frutas, sucos e biscoitos;
               Almoço: variando em arroz, feijão, carnes, macarrão, almôndegas, sardinhas e
outros enlatados, frango, ovos, peixe, miúdos, angus, saladas frias e cozidas, farofas, frituras,
outras massas e, eventualmente sobremesas de frutas e/ou doces e sucos;
               Lanche da tarde: sucos, biscoitos, frutas, vitaminas, leite de soja, doces e saladas.
               Jantar: sopas, mingaus, sanduíches, leite e outros.
               Abrigo Emergencial
               Café da manhã, almoço e jantar (semelhante ao da Creche-Escola)
3. EDUCACIONAL


               Todos os dias as crianças da Creche-Escola tiveram aulas regidas pelas
professoras cedidas através do Convênio SEEDF/CECOSAL com o apoio de duas
dinamizadoras e uma orientadora psicopedagógica. Após o almoço, foram realizadas a sesta
com 1:30 (uma hora e trinta minutos). As crianças ficaram aos cuidados profissionais da
monitoria.
               À tarde, as crianças ainda com as monitoras receberam orientações sócio-
educativas, reforço escolar, lazer interno, muitos momentos lúdicos dirigidos à sociabilidade,
orientação e exercício de higiene pessoal e ambiental, comemorações, músicas e muitos outros
temas contidos no currículo escolar preparado para todo o ano e divididos em blocos
bimestrais, obedecendo ao método aplicado pela Secretaria de Estado de Educação do Distrito
Federal - O Construtivismo.


4. PSICÓLOGO


                Paralelo às atividades normais e diárias, o atendimento psico-pedagógico e
psicossocial, foi realizado através de encaminhamento ao CRAS/Ceilândia, às crianças e aos
seus pais quando foram transmitidas orientações relevantes sobre a família, educação dos filhos
de todas as idades, do relacionamento intra-familiar.
                No sentido lato, a assistência foi e será prestada no contexto sócio-educativo da
clientela assistida pela Entidade.


5. REUNIÃO COM PAIS OU RESPONSÁVEIS


               Durante o ano, o CECOSAL proporcionou 5 (cinco) reuniões de
pais/responsáveis e mestres - uma por bimestre - para discussão dos assuntos mais variados
referentes às nossas crianças; com momentos para atendimento individual a quem necessitasse.
Houve também mais uma reunião de pais de alunos da turma de 06 anos (os formandos) para
tratarem dos assuntos referentes à formatura do pré-escolar.
               Foram realizadas diversas palestras.


6. SEMANA PEDAGÓGICA


               Foram realizadas duas semanas pedagógicas, onde fizemos uma reciclagem da
profissão, repasse de conhecimentos, confecção de materiais novos para as salas; revimos os
conteúdos aplicados e métodos de trabalho; confraternização, dinâmicas de grupo,
aconselhamentos e palestras sobre sexualidade infantil.
7. FESTAS ESPECIAIS

              Proporcionamos para as nossas crianças, as seguintes festas:
                  - Páscoa
                  - Dia do Índio
                  - Dias das Mães
                  - Festa Caipira
                  - Dias dos Pais
                  - Festa da Primavera
                  - Dia da Criança
                  - Manhãs de Convivência com as Famílias (uma por mês)


8. COMEMORAÇÕES / HORAS CÍVICAS / ANIVERSARIANTES

               Realizamos todas as comemorações de conteúdos cívicos, históricos e
folclóricos, uma vez a cada mês com uma programação específica. Comemoramos ainda cada
bimestre todos os aniversários ocorridos, tanto de funcionários como de aluno, ocorridos no
período, com uma agradável reunião.
               Hasteamento, semanal, da bandeira Brasileira e do Distrito Federal e canto do
Hino Nacional Brasileiro.


10. RECREAÇÃO INTERNA

               Foram realizadas duas ruas de lazer onde as crianças em datas especiais
trabalharam os conteúdos de jogos, competição em gincanas educativas, com a presença de
palhaços, bonecos de super-heróis e distribuição de brindes para todas as crianças.
               Realizamos ainda, apresentação de peças teatrais para as crianças com
convidados especiais como grupos de folclore, grupo da APEC e cantores mirins. Na semana da
criança, são distribuídos presentes para todos, resultante de doações para esse fim, assim como
também no Natal.


VIII - PROGRAMA DO NÚCLEO DE ORIENTAÇÃO E APOIO SÓCIO-FAMILIAR

       Além de colher, abrigar, alimentar e transportar, o Núcleo de Orientação e Apoio Sócio-
Familiar ofereceu atividades aos abrigados para diminuir a ociosidade gerada pela espera ao
retorno, tanto ao hospital, como ao seu Estado de origem. As atividades realizadas foram:
sócio-educativas, aconselhamento e orientação psicológica, confraternizações, comemorações
de datas cívicas e aniversários, trabalhos manuais, atividades lúdicas, orientação e apoio
espiritual, reciclagem de materiais e intercâmbio de costumes e culturas de Estados e Cidades.
        O transporte foi realizado diariamente, em carros apropriados (utilitários: 01 Sprinter,
03 Kombis), aos Centros Médicos onde realizam seus tratamentos médicos.
        Foram realizadas reuniões semanais de Culto Religioso, pela Entidade e pela Igreja
Metodista de Ceilândia.
        Foram também comemoradas datas festivas (dia das mães, dia dos pais e Natal).
        Nos finais de semana também foram realizados, sempre que possível, passeios com os
abrigados aos pontos turísticos de Brasília.
            1. Relatório Estatístico

      TO    GO     PA    MT    BA      RO    MS    MG   RN    MA    RS    SP    AM    PR    CE    AC    SC    AP    TG
JAN   12     04    02    16     02     10    ---   02   ---   ---   04    ---   ---   06    ---   ---   ---   ---   58
FEV   ---    ---   ---   17     ---    10    ---   04   ---   ---   02    02    ---   02    ---   ---   ---   ---   37
MAR   02     12    02    24     02     08    ---   12   ---   ---   ---   ---   02    04    ---   04    02    02    76
ABR   04     10    05    14     02     04    ---   06   ---   ---   ---   ---   ---   ---   ---   02    ---   ---   47
MAI   04     04    ---   14     02     08    03    04   ---   ---   ---   ---   02    ---   ---   04    ---   ---   45
JUN   06     04    ---   08     02     02    02    03   ---   ---   ---   ---   04    ---   ---   02    02    ---   35
JUL   04     10    02    12     02     04    02    02   ---   ---   ---   ---   ---   ---   ---   ---   ---   ---   38
AGO   02     14    02    22     02     ---   ---   06   02    ---   02    ---   ---   ---   ---   ---   ---   ---   52
SET   ---    08    ---   14     02     04    ---   02   02    02    02    04    04    02    ---   ---   ---   ---   46
OUT   06     02    02    10     02     08    ---   08   ---   ---   04    ---   ---   02    ---   02    ---   ---   46
NOV   02     08    04    10     ---    08    ---   02   ---   ---   ---   ---   ---   02    02    ---   04    ---    42
DEZ   02     02    ---   08     ---    ---   02    05   ---   ---   ---   ---   ---   ---   ---   06    ---   ---    25
 TG   44     78    19    169    18     66    09    56   04    02    14    06    12    18    02    20    08    02    547



            Estados: 18
            Municípios: 112
            Pacientes: 547


 ESTADOS    TO     GO    PA    MT      BA    RO    MS   MG    RN    MA    RS    SP    AM    PR    CE    AC    SC    AP
USUÁRIOS    44     78    19    169     18    66    09   56    04    02    14    06    12    18    02    20    08    02



            2. Local das Atividades

                             São 09 quartos com 02 beliches cada, 02 banheiros e 02 sanitários, cozinha e
            refeitório, jardim, sendo todos os cômodos devidamente equipados.

            IX - PROGRAMA DE AÇÃO SÓCIO-EDUCATIVA DE APOIO À FAMÍLIA
                 (CENTRO DE CONVIVÊNCIA FAMILIAR)

                   1. Objetivo do Programa:

                    Foram promovidas ações de caráter Sócio-Educativo a famílias em situação de
            vulnerabilidade e exclusão social, em regime de Orientação e Apoio Sócio-Familiar na
            modalidade de Ações Sócio-Educativas de Apoio às Famílias, realizadas uma vez por mês nos
            sábados pela manhã.
                    O Centro de Convivência Familiar teve como objetivo desenvolver atividades
            esportivas, palestras educativas, oficinas pedagógicas, oficinas de trabalhos manuais, projeção
            de vídeos variados (meio ambiente, saúde, sanitarismo, higiene pessoal, etc.) e temas julgados
            de interesse da comunidade atendida pelo CECOSAL.

                   2. Relatório Estatístico:

                    2.1 Manhãs de Convivência: A proposta foi a realização de um trabalho de integração,
            informação, formação, troca de saberes, atividades educativas, lazer e entreterimento,
            realizados uma vez por mês de acordo com o cronograma de atividades pré-estabelecido.
        Total: 07 Manhãs de Convivência


       2.2 Atendimento Específico às Famílias: Atendimento de casos específicos de famílias
que nos procuraram com demanda para área psicossocial.
       Acompanhamentos:
       02 Famílias / 04 seções

        Visitas Domiciliares:
        03 Visitas


                         Atendimentos por meses
Março    Abril   Maio    Junho Agosto Setembro          Outubro     Dezembro     Total
 01       02      02       04     04        02             02           02        19


X – PROJETO APOIO SÓCIO-EDUCATIVO EM MEIO ABERTO: ATIVIDADES
COMPLEMENTARES (Artes Integradas: Balé Clássico, Canto Coral e Informática).

   1. Objetivo do Projeto
           Trabalho de apoio sócio-educativo de caráter preventivo em complementação às
   atividades escolares. Visa a realização de atividades complementares na área de dança (balé
   clássico), canto coral e informática para crianças e adolescentes de famílias carentes
   residentes na Ceilândia, em horário contrário ao da escola.
           O projeto teve como objetivos específicos proporcionar atividades de musicalização
   para crianças e adolescentes, através de Coral Infanto-Juvenil; proporcionar aos jovens
   aulas de danças diversas, particularmente balé clássico; proporcionar o ensino de
   informática nos níveis básico e avançado; proporcionar atividades esportivas (vôlei, futebol,
   natação e outros); proporcionar apoio e acompanhamento social aos participantes do projeto
   e suas respectivas famílias.
           a) Canto Coral:
                      02 turmas cada uma com 15 alunos. Atividades nos turnos matutino e
                         vespertino
                     Turma 01 – Matutino: Segunda, Quarta e Sexta de 09:00 às 11:00 horas
                     Turma 02 – Vespertino: Segunda, Quarta e Sexta de 15:00 às 17:00 horas.
                     (Terças, Quintas e Sábados com atividades esportivas e recreativas)

           b) Dança (Balé Clássico):
                      02 turmas cada uma com 30 alunos. Atividades nos turnos matutino e
                        vespertino
                     Turma 01 – Matutino: Segunda, Quarta e Sexta de 09:00 às 11:00 horas
                     Turma 02 – Vespertino: Segunda, Quarta e Sexta de 15:00 às 17:00 horas.
                     (Terças, Quintas e Sábados com atividades esportivas e recreativas)
           c) Informática:
                      02 turmas cada uma com 20 alunos. Atividades nos turnos matutino e
                         vespertino
                     Turma 01 – Matutino: Segunda, Quarta e Sexta de 09:00 às 11:00 horas
                     Turma 02 – Vespertino: Segunda, Quarta e Sexta de 15:00 às 17:00 horas.
                     (Terças, Quintas e Sábados com atividades esportivas e recreativas)

   2. Metas
          O Projeto atendeu 130 crianças e adolescentes com idade entre 07 e 18 anos,
   oriundas de famílias de baixa renda residentes em Ceilândia, encaminhadas pelo
   CRAS/Ceilândia.

XI – GRATUIDADE DO ATENDIMENTO

               Todos os atendimentos realizados pelo CECOSAL desde a sua criação foram e
são prestados gratuitamente.

XII – AGRADECIMENTOS

               O Centro Comunitário São Lucas – CECOSAL agradece a Deus por tudo o
quanto tem realizado em favor das crianças carentes e suas famílias; sente-se grato também a
todos quantos de forma direta ou indireta, regular ou esporádica, tem contribuído com esta obra.

                                                           Ceilândia, 09 de Janeiro de 2008.


 _________________________
  Fabiana Lobo Sá – Ex. Técnica
Assistente Social CRESS 3126 8ª R.
                                                 ___________________________
                                                 Fábio Teixeira Alves - Presidente
                                              CENTRO COMUNITÁRIO SÃO LUCAS

								
To top