Objetivos e Metas Propostos: by IV020y

VIEWS: 90 PAGES: 8

									Objetivos e Metas Propostos:

Objetivos:

        Criar e implantar instrumentos de avaliação participativa envolvendo
         representantes de pais, alunos, professores e comunidade a fim de orientar
         propostas de melhoria da prática pedagógica.
        Aprimorar as ações da gestão participativa, envolvendo os órgãos colegiados no
         desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico.
        Manter o planejamento pedagógico organizado, criando projetos inovadores que
         se constituirão com a participação da comunidade escolar e local.
        Fortalecer o programa de formação continuada dos docentes para ampliação do
         uso adequado dos recursos didáticos e tecnologias educacionais disponíveis na
         UE.
        Realizar sistematicamente o acompanhamento das atividades pedagógicas,
         registrando a avaliação de desempenho de cada um, respeitando a liberdade e a
         auto-estima dos profissionais.

Metas

        Aprimorar as ações da gestão participativa garantindo a elevação em 90% dos
         índices de participação efetiva dos pais, alunos e comunidade na construção,
         execução e avaliação dos planos e práticas pedagógicas.

        Ampliar a participação dos órgãos colegiados em 100% dos momentos
         dedicados à construção, desenvolvimento e avaliação do Projeto Político
         Pedagógico.

        Capacitar em 100% do corpo docente para potencializar o uso dos recursos
         disponíveis relacionando concepções e processos dinâmicos que enfatizem a
         aprendizagem dos alunos.

        Criar instrumentos para avaliação de desempenho dos 100% dos professores e
         demais profissionais e utilizá-los ao longo do ano letivo, para produzir
         indicadores de melhoria da qualidade de ensino.

Meta: Aprimorar as ações da gestão participativa garantindo a elevação em 90% dos
índices de participação efetiva dos pais, alunos e comunidade na construção, execução e
avaliação dos planos e práticas pedagógicas.

         AÇÕES                                     RESP.         INÍCIO        TÉRMINO
1.       Divulgar por meio de carta aberta aos Gestor            Maio/2009     Maio/2009
         pais e á comunidade os objetivos e pedagógico
         procedimentos da avaliação participativa.
2        Adotar instrumentos para registro do Gestor e Suporte Maio/2009       Dez/2009
         processo de avaliação participativa, Pedagógico
         propiciando a reflexão sobre os aspectos
         que precisam ser melhorados.
3        Sistematizar os registros com vistas a Gestor e Suporte Maio/2009     Dez/2009
         reforçar ou aprimorar os processos de Pedagógico
      ensino e aprendizagem e monitorar a
      efetivação das decisões tomadas.

Meta: Aprimorar as ações da gestão participativa, envolvendo os órgãos colegiados no
desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico.

      AÇÕES                                  RESP.           INÍCIO            TÉRMINO
1.    Delegar       responsabilidade     aos Gestor          Maio/2009         Maio/2009
      conselheiros que compõem a associação pedagógico
      de apoio à escola, descentralizando as
      ações.
2     Desenvolver colaborativamente, projeto Gestor, Suporte Junho/2009        Nov/2009
      de preservação e manutenção do Pedagógico,
      patrimônio escolar, definindo funções, associação  de
      cronograma e o monitoramento das apoio à escola e
      ações realizados pelos membros da grêmio
      associação de apoio à escola e do estudantil
      grêmio estudantil.

Meta: Capacitar em 100% do corpo docente para potencializar o uso dos recursos
disponíveis relacionando concepções e processos dinâmicos que enfatizem a
aprendizagem dos alunos.

     AÇÕES                            RESP.                  INÍCIO              TÉRMINO
1.   Realizar avaliação diagnóstica Suporte Pedagógico       Maio/2009           Maio/2009
     das necessidades de formação
     continuada do corpo docente.
2    Realizar a capacitação do corpo Gestor    e     Suporte Junho/2009          Set/2009
     docente, de forma coerente com Pedagógico
     as necessidades detectadas no
     diagnóstico.
3    Realizar avaliação da prática do Gestor   e     Suporte Junho/2009          Dez/2009
     planejamento pedagógico, como Pedagógico;Representante
     requisito fundamental para a da associação de apoio à
     inovação pedagógica e sucesso escola.
     dos processos de ensino e
     aprendizagem.

Meta: Realizar avaliação de desempenho dos 100% dos professores e demais
profissionais ao longo do ano letivo, para produzir indicadores de melhoria da qualidade
de ensino.
                     AÇÕES                         RESP.         INÍCIO      TÉRMINO




1.                    Utilizar os instrumentos do Gestor           e Maio/2009 Maio/2009
                      projeto liderança em gestão*, Suporte
                      no processo permanente de Pedagógico
                      acompanhamento das práticas
                      pedagógicas.
2                     Incorporar o processo de auto- Gestor        e Maio/2009 Dez/2009
                      avaliação      às      práticas Suporte
                      cotidianas de todos os Pedagógico
                      profissionais e setores da
                      escola.
* projeto em parceria do CONSED e Conselho Britânico que oportuniza compartilhar
experiências sobre políticas de educação e práticas de liderança escolar.

Proposta de Acompanhamento e Avaliação do Processo

O processo de avaliação dos resultados será realizado com todos os envolvidos na
efetivação de cada uma das ações constantes neste plano.

Deste modo, o monitoramento e a auto-avaliação serão fundamentais na promoção do
desenvolvimento dos componentes da competência profissional, de modo que não só o
gestor, mas também professores, alunos, pais e órgãos colegiados, possam exercer de
forma efetiva seu trabalho de promover a aprendizagem.

Indicadores de Desempenho da Escola
Ensino Fundamental

     Indicador    Taxa de          Taxa de           Taxa de         Taxa de
                 Aprovação        Reprovação        Abandono         Distorção
       Ano
                  (%)                 (%)              (%)        Idade/Série (%)
    2006          93,0                 7,0               -             19,78
    2007         97,34                2,66               -             19,21
    2008         94,23                5,22             0,55              5,
Fonte PES/SEDUC-TO

          IDEB - Indíce de Desenvolvimento da Escola

      Ano               1ª Fase                       2ª Fase
    2005                    5,0                              4,1
    2007                    5,3                              5,0
Fonte Prova Brasil e Censo Escolar


AUTO-AVALIAÇÃO DA ESCOLA
conheça os resultados e dê a sua opinião, no campo de recado.


Gestão de Resultados Educacionais
Avaliação do Projeto Pedagógico – Para atender os objetivos e metas do Projeto
Político Pedagógico, a equipe de profissionais do Colégio Dom Alano e a comunidade
escolar realizam avaliação contínua das ações realizadas, de acordo com o cronograma
definido no plano de ação fazendo interferências, quando necessário.

Rendimento Escolar – Os registros, análises e socialização dos resultados da
aprendizagem dos alunos, acontecem de forma sistemática à cada bimestre. Esse
trabalho é realizado através da análise e socialização dos índices de aproveitamento no
PES (Planejamento Estratégico da Secretaria) sendo essa ação o ponto de partida para
fazer as intervenções necessárias junto ao professor, aluno, pais oportunizando a eles
espaço necessário para construção da escola desejada.

Freqüência Escolar – docentes e equipe gestora da escola realizam o acompanhamento
e o apoio necessário ao controle da freqüência dos alunos faltosos, fazendo visitas
domiciliares, contatos telefônicos, reunião com os pais e próprios alunos na busca
constante de alternativas para sanar as dificuldades encontradas e buscar meios para que
o aluno permaneça com sucesso na escola.

Uso dos Resultados de Desempenho Escolar – Na busca constante de alternativas para
sanar as dificuldades encontradas e aperfeiçoar o processo de ensino e aprendizagem,
pelo sucesso dos projetos propostos pela a escola, a equipe analisa os resultados do
desempenho dos alunos comparando-os com os resultados nacionais.

Satisfação dos alunos, pais, professores e demais profissionais da Escola – O grau
de satisfação de todos os envolvidos na escola é verificado pela credibilidade da
comunidade, alunos, professores. Por meio de conversas informais e depoimentos
espontâneos dos pais e alunos verificamos um bom índice de satisfação em relação à
gestão escolar, às práticas pedagógicas e aos resultados da aprendizagem. Esta
satisfação também é observada no tocante às demandas por vagas na escola, que
permanece maior que a oferta, nos últimos anos. O comprometimento da equipe
docente, por sua vez, demonstra um bom grau de satisfação.

Transparências e divulgação de Resultados – Bimestralmente é realizada reunião
pedagógica com pais, alunos e professores para divulgação dos resultados da
aprendizagem, bem como a avaliação dos processos, tendo em vista a busca da
qualidade do ensino e aprendizagem.
Gestão Participativa
Projeto Pedagógico – O Projeto Pedagógico é validado anualmente em assembléias
com a comunidade escolar e local, no início do ano escolar. No decorrer período letivo,
entretanto, a equipe escolar avalia cada ação desenvolvida e redireciona-as sempre que
necessário.

Avaliação participativa – A avaliação do plano de ação e práticas pedagógicas
desenvolvidas é realizada por meio de reuniões com os pais, representantes de turmas,
professores e coordenadores pedagógicos. Entretanto, precisam ser criadas estratégias
para maior envolvimento dos pais e da comunidade no processo de planejamento e
avaliação contínua.

Atuação dos colegiados – A atuação dos órgãos colegiados precisa ser ampliada,
apesar de contarmos com uma participação efetiva da Associação de Apoio à Escola no
desenvolvimento de atividades para as quais é solicitada.

Integração escola-sociedade – A efetiva participação da comunidade escolar e da
família e dos demais serviços públicos no dia-a-dia acontece por meio de reuniões,
confraternizações, palestras, oficinas e outras atividades relativas ao desenvolvimento
de projetos de ensino e aprendizagem. Como, por exemplo, a participação da associação
de bairro na Feira de Ciências e da Secretara de Saúde no concurso de redação sobre a
prevenção da DENGUE, que enriqueceram o currículo escolar.

Comunicação e informação – A escola mantém o canal de comunicação aberto com a
comunidade escolar. Os eventos, planos, resultados da aprendizagem e demais
informações importantes são divulgados através de reuniões, de comunicados escritos e
orais via telefone. A comunicação com a comunidade escolar ocorre, também, como
forma de compartilhar decisões e buscar meios para solucionar problemas
administrativos e pedagógicos.

Organização dos alunos – A escola estimula a organização dos alunos. No início do
ano, foram eleitos representantes de turma e os monitores do projeto UCA. Tais alunos
representam as respectivas turmas em todos os momentos de planejamento e avaliação
institucional. Além disso, a gestão escolar tem organizado de forma democrática
momentos de reflexão com os alunos com intuito de despertar o interesse em participar
das atividades solidárias que a escola planeja e desenvolve.


Gestão Pedagógica
Proposta curricular contextualizada – As orientações curriculares estadual e nacional
são adotadas como referência para elaboração dos planos de ensino, construídos de
forma cooperativa, contemplando, prioritariamente atividades contextualizadas e
coerente com a sociedade atual. Dessa forma a escola assume a responsabilidade de
atuar na transformação e na busca do desenvolvimento social e intelectual de seus
alunos.
Monitoramento da aprendizagem – Os resultados da aprendizagem são monitorados
bimestralmente, por meio de fichas de acompanhamento do rendimento escolar. Tais
registros servem de instrumentos que subsidiam a analise e intervenção nas práticas
pedagógicas. O trabalho de acompanhamento é realizado, também com o apoio da
família que contribui para o alcance dos objetivos pedagógicos.

Inovação pedagógica – Os alunos, juntamente com os docentes, participam de
atividades significativas no processo escolar, tais como: construção de blogs, livros
virtuais, pesquisa ilustrada, vídeos e etc. Destaca-se, entretanto, que a inovação
pedagógica é um desafio para a escola, especialmente em relação ás práticas
interdisciplinares e ao uso pleno dos recursos didáticos e tecnológicos como subsídios
para a apropriação dos saberes.

Inclusão com equidade – a escola trabalha com uma perspectiva de inclusão de todos
os estudantes, independente de raça, gênero, etnia, origem sócio-econômica ou
necessidades educacionais especiais. Dentre as ações desenvolvidas, destaca-se o
acompanhamento pedagógico e a orientação no sentido de reforçar o desenvolvimento
de uma auto-imagem positiva do aluno.

Planejamento da prática pedagógica – A equipe de profissionais da UE considera que
a formação integral dos alunos depende de um planejamento articulado por todos os
professores e em consonância com a proposta curricular. Os encontros para
planejamento semanal acontecem da seguinte forma: os professores se reúnem e
planejam por área de conhecimento, acompanhados pelo suporte pedagógico.

Organização do espaço e tempo escolares – As atividades pedagógicas desenvolvidas
na escola são todas organizadas de forma atender aos interesses do aluno com um
trabalho coletivo contribuindo para o desenvolvimento e melhoria do ensino-
aprendizagem oferecendo aos alunos, horários, condições físicas e apoio logístico para a
realização das atividades escolares, bem como reforço escolar e o desenvolvimento do
Projeto de Monitoria realizado em horários inversos ao da aula para os alunos com
dificuldade de aprendizagem.


Gestão de Pessoas
Visão compartilhada – Escola e comunidade compartilham propósitos e ideais
educativos. Esta unidade se manifesta de forma especial, nas decisões compartilhadas
durante reuniões pedagógicas em que todos os atos do processo se sentem
responsabilizados ao convite de se tornar partícipes nas decisões inerentes à vida
escolar.

Desenvolvimento profissional – a formação continuada do quadro de profissionais é
organizada pela a escola a partir do diagnóstico de suas reais necessidades formativas. O
desenvolvimento profissional dos professores é articulado com as metas estabelecidas
pela escola em seus projetos e visa fortalecer o desempenho docente e discente com
vistas à melhoria da qualidade do ensino, como também, o domínio das bases teórico-
metodológicas indispensáveis à concretização das concepções assumidas coletivamente.
Clima organizacional – A manutenção do clima organizacional ético, cooperativo e
solidário é buscada por meio de confraternizações e momentos de reflexão individual
e/ou coletiva. A equipe pedagógica atua no sentido de mediar conflitos e valorizar o
trabalho de cada profissional.

Avaliação do desempenho – A dinâmica de realização da avaliação de desempenho
acontece no decorrer do ano letivo, nos momentos de conselho escolar e reuniões com a
equipe, nas quais fazemos uma avaliação do nosso trabalho. Em relação às medidas
formais adotadas para a avaliação de desempenho, a UE utiliza os formulários padrão da
SEDUC.

Observância de direitos e deveres – A Escola divulga amplamente o regimento e
normas disciplinares por meio de boletim informativo distribuído e analisado
coletivamente no início do ano letivo. Considerando, ainda, que direitos e deveres são
aspectos intrínsecos da cidadania, a escola investe na realização de palestras, debates e
construção de registros pelos alunos, tendo em vista sua formação integral.

Valorização e reconhecimento – Momentos de integração e lazer para os profissionais
da escola são adotados como forma de reconhecimento da relevância do trabalho
desenvolvido. Os docentes são, ainda, encorajados a participar de concursos, olimpíadas
pedagógicas e esportivas em que possam divulgar trabalhos pedagógicos desenvolvidos.


Gestão de Serviços e Recursos
Documentação e registro escolares – A secretaria escolar mantém um sistema
organizado de escrituração, movimentação e atualização da documentação e registro dos
alunos de modo a contribuir para a organização dos processos da gestão escolar, bem
como dos procedimentos pedagógicos. Tal organização permite o cumprimento dos
prazos legais e favorece a geração do boletim escolar e relatórios estatísticos bimestrais.

Utilização das instalações – As dependências da escola, os equipamentos e materiais
pedagógicos disponíveis. São utilizados em sua totalidade. A UE é conectada aos
avanços científicos tecnológicos, através do projeto UCA – Um computador por aluno,
atendendo às exigências e novas demandas da sociedade, tendo em vista a organização
do trabalho pedagógico e um melhor aprendizado dos alunos.

Preservação do patrimônio – A conscientização e valorização dos recursos materiais
existentes pressupõem a convicção de que o patrimônio público é propriedade de cada
cidadão e, portanto, precisa ser conservado.

Neste sentido, a escola realiza momentos de reflexão coletiva, reuniões com os
representantes de turma e monitores do projeto UCA, no sentido de estabelecer a co-
responsabilidade pela limpeza, manutenção e preservação dos mobiliários,
equipamentos e instalações escolares.

Integração escola/comunidade – A escola tem atendido regularmente nos finais de
semana e disponibilizado o espaço físico para a comunidade local para o
desenvolvimento de ações coletivas da comunidade que materializam o exercício da sua
função social quanto à necessidade de articulação da escola-comunidade.
Captação de recursos – As alternativas utilizadas pela escola para obtenção de
recursos complementares e melhoria do projeto pedagógico são: realização de eventos
como a festa junina, que, além de ser um momento de integração social, contribui para a
arrecadação de recursos financeiros a serem aplicados pela Associação de Apoio
Escolar.

Gestão de recursos financeiros – A equipe escolar, junto à associação de apoio à
escola, planeja e acompanha suas ações de utilização dos recursos financeiros de forma
a cumprir as metas estabelecidas no Projeto Pedagógico. Desta forma, a gestão de
recursos otimiza a aplicabilidade dos recursos financeiros e fortalece a participação e os
princípios da gestão democrática.

								
To top