Sugest�es para a primeira aula de ingl�s instrumental (leitura) by XFpRNq

VIEWS: 244 PAGES: 6

									                         UNESP – Universidade Estadual Paulista
                                Departamento de Didática
                Prática de Ensino de Língua Estrangeira (Inglês e Alemão)
                                                                  Profa. Gisele M. Simões
                                                                                     2006


            Sugestões para a primeira aula de inglês instrumental (leitura)

1) Conscientização
Conscientização sobre o que significa ler. Podemos começar fazendo um “brain storm”
sobre o que os alunos pensam que é ler. Depois mostrar a eles que no processo de leitura
podemos ter diferentes níveis de compreensão e que se compreendemos uma foto, um
quadro, estamos realizando leitura, se compreendemos um título, seja em que língua for,
estamos também realizando um ato de ler, e que esse é o nível mais superficial da leitura e
quando estudamos a fundo um texto para apresentar um seminário estaremos lendo em
nível detalhado.

Compreensão Geral → Compreensão de Pontos Principais →           Compreensão Detalhada


Mostrar que o grau de profundidade de compreensão está relacionado com o grau de
interesse ou necessidade associado à leitura.

2) Uso do Contexto e Inferência lexical (não mostrar conscientemente essa estratégia
para o aluno nesse momento)
Mostrar que em língua portuguesa não entendemos todas as palavras e ainda assim
compreendemos um texto.

Exemplo de atividade do uso do contexto para compreensão superficial sem a
necessidade de conhecer todas as palavras do texto:

Obs: O texto abaixo não é autêntico ou seja ele foi escrito com palavras inventadas com o
intuito de mostrar ao alunos que não é necessário conhecer todas as palavras para
compreendermos um texto.

Text:          PROBLEMA NA CLAMBA

        -Leia o texto abaixo e responda às perguntas da próxima página.


      Naquele dia, depois de plomar, fui ver drão o Zé queria ou não ir
comigo à clamba. Pensei melhor grulhar-lhe. Mas na hora de grulhar a
ficha vi-o passando com a golipesta - então me dei conta que ele já tinha
outro programa.
      Então resolvi ir no tode. Até chegar na clamba, tudo bem.

      Estacionei o zulpinho bem nacinho, pus a chave no bolso e desci
correndo para aproveitar ao chinta aquele sol gostoso e o mar pli
sulapente.

      Não parecia haver um glapo na clamba. Tirei os grispes, pus a
bangoula. Estava pli quieto ali que até me saltipou. Mas esqueci logo as
saltipações no prazer de nadar no tode, inclusive tirei a bangoula para
ficar mais a vontade. Não sei quanto tempo fiquei nadando, siltanto,
corristando, até estopando no mar.

      Foi no tode depois, na hora de voltar à clamba, que vi que nem os
grispes nem a bangoula estavam mais onde eu tinha deixado.

      O que fazer?????/


Source: Resource Package no. 1 - CEPRIL, By Mike Scott.


Com base na sua leitura do texto PROBLEMA NA CLAMBA, tente
responder:


1. Que tipo de problema teve o narrador?


2. Onde ocorreu o fato narrado?

3. Você conseguiu entender o significado de palavras como “clamba”, “no
tode”, “saltipações”, e outras que aparecem no texto?


4. Como você conseguiu entender o significado dessas palavras?


5. Teria sido possível criar significados para as palavras citadas se elas
estivessem isoladas?
6. Que elemento foi REALMENTE importante na criação dos significados?


7. O texto está dividido em parágrafos. Seria possível resumir cada um deles?
Tente fazê-lo.

Você deve ter percebido como o CONTEXTO é importante para ajudá-lo a
descobrir o significado de palavras desconhecidas.. Você deve ter usado
essa estratégia várias vezes ao ler textos em português. Procure transferir
esta estratégia de leitura - USO DO CONTEXTO- para situações de leitura em
inglês. Você perceberá que isso facilitará a construção do significado de um
texto em inglês que você necessite


O mesmo texto em inglês:

Sendo este um curso de leitura em inglês, nada mais natural do que começarmos nossas
atividades lendo um texto em inglês....




      That day, after plomating, I went down to see dran Joe wanted to go
down to the clamba with me. I decided to grull him. But as I was grulling the
token, I saw him going by with his golisett - so I realised that he had other
plans for the day.
      So I decided to go in the pod. Everything was straihgt-forward till I got
to the clamba. I parked the zulp pretty nack, put the key in my pocket, and
ran down to enjoy sim chint all that lovely sunshine and the pli sulapent sea.
      It seemed there was not a single galp on the clamba. I took off my
grisps, and put on my bangole. It was pli quiet there that it even saltipated
me. But I soon forgot my saltipations in the pleasure of swimming in the pod,
and as a matter of fact I took off my bangole so as to feel more at ease. I
don’t know how long I stayed there swimming, silting, corristing, even
stepating in the sea.
      It was in the pod later, when I got back to the clamba, that I saw that
neither my grisps nor my bangole were where I had left them.
      What to do next???

Depois de ter explorado o texto acima, você poderia responder algumas perguntas sobre a
narrativa lida? Tente!!!!
1. O que aconteceu com o narrador?


2. Onde ocorreu o fato narrado?


3. Que palavras/expressões você NÃO conhece e acha importantes para a compreensão do
texto?


4. A que você atribui o seu maior ou menor grau de entendimento do texto?

3) Lay Out e Lexical Inference

Exemplo de atividade:

Texto: QUEQUE DE PIRULAS.

Kawellus:


       3 ½ cucharaditas de polvos de mochar
       9 pirulas
       1 taza de mosta
       1 taza de azúcar
       2 tazas de harina


Choriación:


      Se falte la mosta hasta que quede bien unida. Las pirulas se falten aparte
a punto de nieve dura.

       A la mosta y el azúcar se le agrega la harina y el polvo de mochar,
faltendo todo bien. Por último, se agregan las pirulas uniendo sin falter.

       Se enmosta um molde y se llena hasta la mitad. Se pone unos 10
minutos en mocho fuerte con fuego bajo; después se deja a mocho regular, sin
abrir el mocho. Demora en estar preñido de ¾ a 1 hora.
Source: Resource Package 1 . CEPRIL/PUC . By Armando Baltra.
Tendo lido o texto, responda:

1. De que trata o texto?


2. O que você pode dizer sobre a apresentação do texto?


3. Qual o significado de “Kawellus”e “Choriación”?


4. Cite 5 outros itens de vocabulário cujos significados você tenha
“adivinhado”.




5. Como foi possível para você “adivinhar”o significado dos itens?



6. A que classes gramaticais (verbo, substantivo, adjetivo, etc..) pertencem as
formas abaixo, retiradas do texto?

FALTE - ____________________
FALTEN - ______________________             MOSTA - ____________________
FALTENDO - ___________________
FALTER - ______________________              ENMOSTA______________________




Você trabalhou com o LAY-OUT do texto - uma “pista”que pode
revelar muito sobre o texto a ser lido. Basta, agora, que você transfira
essa estratégia para textos a serem lidos em inglês. O mesmo
aconteceu com o CONTEXT que o (a)ajudou a “adivinhar”as palavras.

4) Typographical Clues and Background Knowledge
Escolham um texto que seja rico em título, subtítulo, gráficos, negritos etc. Podem
aproveitar esse momento para trabalhar com “prediction” ou seja levantar conscientemente
o que o aluno já sabe sobre o assunto

Exemplo de atividade:

  Confirme agora suas previsões:
a)sobre o sub-título:




b) sobre o veículo de publicação (fonte):




O texto apresenta ainda um gráfico. Quais informações você pode
depreender dele?
Qual o objetivo dele no texto?

5) Observação Final

Aqui tem muito material para uma aula de 1h e meia, Será preciso
hierarquizar as estratégias.

Bom trabalho

Gisele


Obs: Sugestões elaboradas por Gisele M. Simões, Depto de Didática, FCLCAr,
Unesp, Araraquara.

								
To top